terça-feira, 7 de abril de 2009

A VALE DO RIO DOCE FAZ JORRAR DINHEIRO

Conheci uma alma inocente. Inocente mesmo, dessas sem maldade nenhuma. Totalmente ingênua. Ela e o marido, que têm pouquíssimo dinheiro, já perderam uma grana naquele esquema das pirâmides. Não, não nas egípcias. Como eles acreditam no mito capitalista que é possível enriquecer, e como eles querem enriquecer rápido (claro: se dá pra enriquecer, pra que esperar?), eles investiram os únicos 5 mil reais que tinham num ótimo negócio: ações da Vale do Rio Doce.
Eu: Puxa, imagino que vocês tenham aplicado esse dinheiro faz tempo, antes da crise.
Ela: Claro, faz um tempão... Foi em novembro.
Eu: Novembro? Isso foi já no meio da crise, não?
Ela: É. Perdemos um monte. Agora estamos na dúvida se resgatamos o que sobrou.
Eu: Ahn, se vocês não precisarem do dinheiro, é melhor deixar lá, até que ele se recupere. Mas vai levar meses. Vocês estão precisando dele agora?
Ela: Sim, porque tem um outro negócio que meu marido quer testar. É um esquema de empréstimo. Você empresta 5 mil reais e recebe 50 por mês.
Eu: Tá, o negócio rende 1% ao mês. Mas tem garantia? É seguro?
Ela: Parece que é. A gente empresta dinheiro pra uma financiadora, e aí ela empresta pra alguém.
Eu: Empresta pra quem?
Ela: Pra quem quer aplicar no mercado de ações.
Eu (arregalando os olhos): Mas... Mas... Esse é um negócio muito arriscado no momento. Pensa bem, você emprestaria dinheiro pra alguém aplicar na Vale do Rio Doce hoje?
Ela: Acho que não. Mas sabe como é, o mercado de alimentação sempre dá lucro.
Eu: Hã? Que mercado de alimentação? Você sabe o que a Vale do Rio Doce faz?
Ela: Não tem a ver com alimentação?
Eu: Você acha que a Vale do Rio Doce fornece ticket-refeição pra doceria, é isso?
Ela: E não é?
Como disse o maridão, pessoas assim nos fazem crer na existência de um ser superior. Porque, se essas almas inocentes caem do céu e ainda sobrevivem, é porque Deus existe.

29 comentários:

Simone disse...

Surreal Lola, fala que não é verdade...

Masegui disse...

Esse é o nosso maior problema: esse pessoal vota!

Paola disse...

Lola,
Se eu não conhecesse uma pessoa desse time ai eu jurava que era mentira!
Imagino a evolução de suas expressões faciais durante a conversa!

Beijo

PAola

Edson disse...

Oi, Lola,
As vezes tenho vontade de abrir um negócio próprio (de verdade mesmo) para ficar milionário as custas da ignorância do nosso querido povo brasileiro. É gente idiota que compra mal, aplica mal, contrata mal, não sabem poupar, não sabem gastar etc. Tem gente que vende a janta para comer o almoço e continua com a estratégia de vida toda errada. Casos como esse que você relatou é assustador.

Abraço

Edson

asnalfa disse...

Lola....uhauhaua
Acho que a mulher pensou que a vale do rio doce era uma padaria por causa do "doce".
Ah proposito.. vc sabia que slumdog milionaire foi traduzido em Portugal como "Quem quer ser Bilionario?"
Serio.. com "B" mesmoo!!!

Ariadne disse...

Taí, são pessoas como esse casal que mostram que qualquer um consegue, tipo, se eles sobrevivem... Yes, we can!

Srta.T disse...

Como diz um amigo meu, essa é de fazer o c* cair da bunda!

Mas peraí, o marido é do mesmo naipe? Porque se assim for, tomarar que não se reproduzam! Seria contra o darwinismo!

samantha disse...

Lola, nao ouviram os conselhos do he-man
http://www.youtube.com/watch?v=Y8h2AkEkuco
Eu ouvi e hje so trabalho com poupanca e renda fixa.
beijos

Ju R. disse...

juro que eu to perplexa.
não sei se rio ou se choro. serião.

Val disse...

Dificil acreditar viu?

Giovanni Gouveia disse...

E eu cria que a Vale do Rio Doce era uma empresa de saneamento e água encanada... :)))

Gustavo C. disse...

Investir numa coisa que nem sabe o que é? Pq pra não saber o que é a Vale do Rio Doce a pessoa em questão investiu sem nem ao menos tentar uma pesquisinha pra saber onde está pisando. Inocentes tbm podem ser inteligentes. Ou inocência aqui está como eufemismo pra burrice?

L. Archilla disse...

o comentário q eu ia fazer já fizeram: inocência foi bondade sua. isso é pura BURRICE!

Anônimo disse...

Hey Lola,
por favor de uma olhada nesse blog e comente, please!
http://www.manualdocafajeste.com/

vamos acreditar na humanidade e pensar que, talvez, nem todos os homens pensem assim...

abracos

Ana disse...

Ai papito!!!!!

Gabriela Martins disse...

Diz que não é verdade, diz...

Pior que eu acredito que é, sim. Acho que todo mundo conhece algum caso muito parecido.

Mica disse...

Lola, vou fazer um comentário nada a ver com o tópico, só pq eu sei que se eu escrevesse no original vc não leria. E é só informativo mesmo ^_^.
Assisti O Silêncio de Melinda. Muito bom. Fiquei super feliz de vc ter recomendando, valeu a pena. Thanks.

L. M. de Souza disse...

esse pessoal vota![2]
tosco, muito tosco

Luma disse...

Ne dá pra acreditar, mas infelizmente existem pessoas assim. E pior ainda que existem pessoas que se aproveitam disso pra tirar vantagem delas.

Mudando de assunto, estava fuçando os livros da minha irmã e achei um livro que tinha lido faz um tempo. O nome do livro é "Sorte: um caso de estupro". A autora se chama Alice Sebold. Ela que escreveu o livro "Vida Interrompida" que fala sobre uma menina que é assassinada e ela mesma narra a história depois de morta (esse eu ainda não li, mas parece que vai ter filme). A autora foi estuprada quando estava na faculdade e quando ela estava escrevendo esse livro, o editor dela achou que ela estava colocando muitos elementos da história dela no livro e sugeriu que ela escrevesse um contando o que aconteceu com ela e ela escreveu "Sorte". Eu gostei bastante do livro. Já leu ou já ouviu falar?

Santiago disse...

Lola:

Apesar do seu tom irônico, essas pessoas que acreditam em enriquecer rápido já fizeram um milagre.

Agora você acredita em Deus!

Santiago disse...

É Masegui e L. M. de Souza:

E vota no Lula!

Anônimo disse...

Lola são 4 da madruga e eu ia dormir mas resolvi passar por aqui.
Não posso comer açucar mas vc colocou fotos dos brigadeiros e minha barriga tá roncando. Isto é malvadeza.Abraço da Fatima

Barbara disse...

Hahaha! Adorei a conclusao.

Mas na boa. Como ja disseram, isso nao eh inocencia, eh burrice. E preguica. Eh muita vontade de querer se dar bem sem fazer esforco, ne? (ou sera que sao tao inocentes que acham que a vida eh facil pra todo mundo?)

Barbara, pensando alto.

lola aronovich disse...

Oi, pessoal! Obrigada pelos comentários. É, talvez seja mais burrice que inocência... Mas eu acho inocente achar que é possível enriquecer. Ainda mais enriquecer rápido!

Miquinha, que bom que vc viu Silêncio de Melinda e gostou!

Santiago, não se esqueça que eu conheço essas pessoas. Aliás, já falei sobre política com elas. Elas votam no PSDB, sabe? Odeiam o Lula e o PT. Como acreditam em enriquecimento rápido, acham que governos só atrapalham. Ou seja, são de direita. E são burras. Quem diria, não? Vocês podiam se dar as mãos e sair andando por aí.

lola aronovich disse...

Luma, era vc que eu queria responder. Vc tem uma câmera sua instalada aqui em casa? Tá me vigiando? Que coincidência incrível! Eu havia comprado pela Amazon vários livros em março, e três deles (usados) só chegaram ontem. Adivinha qual era um deles? The Lovely Bones, da Alice Sebold! Eu nem sabia que tinha título em português, Vida Interrompida. E adivinha qual foi logo o que eu comecei a ler ontem? Esse mesmo! Ninguém nunca no blog mencionou o livro, que eu lembre, e vc fala dele no mesmo dia que eu começo a lê-lo? Aí tem!
Eu comprei o livro porque tinha lido que era ótimo e porque vai virar filme até o final do ano. Aliás, filme do Peter Jackson! E com o Mark Wahlberg... Será que vou querer mesmo ver esse filme? Mas o livro parece ser uma preciosidade. Já tive uma crise de choro na 25a página. Vai ser difícil...
Esse “Lucky”, “Sorte”, eu nunca tinha ouvido falar. Só ontem, quando vi no mesmo livro a outra obra da autora. Eu nem sabia que era sobre estupro. Fiquei muito interessada em ler, sim. Onde vc conseguiu pegar o livro?

Irmfried disse...

Eu também li o "Sorte" e na mesma época fiquei com vontade de ler o "Uma Vida Interrompida". Mas acabei não comprando e hoje não vejo pra vender - e (olha pro lado e fala baixinho) também nunca encontrei pra baixar na internet.

Recomendo muito.

FELIPE G2 disse...

Uuahuahuahauha
Ri muito!
Eu, que tenho 15 anos de idade, sei que a Vale do Rio Doce não é uma doceteria...
Pelo amor de Deus... É a mesma coisa que falar que a Dercy morreu...

Ana Rute disse...

huahua sensacional!

elenmateus disse...

cara, inocência tem limite, na verdade ela e o marido sofrem de total alienação e desinformação c relação ao planeta em q habitam. :S