segunda-feira, 7 de abril de 2008

CREMINHO ME FAZ SONHAR COM A HEBE

Ontem acordei gritando por causa de um pesadelo. O sonho ruim na realidade era um comercial: aparecia a Hebe Camargo (já uma boa razão pra acordar gritando) vendendo uma marca de camas. Ela falava como aquelas camas todas eram magníficas e luxuosas, e pedia que suas fãs lhe dessem uma. Pedido atendido – 650 fãs de classe baixa e uma de classe alta fazem uma vaquinha pra comprar a cama pra Hebe. A apresentadora, realizada, diz: “Quando eu doar a cama, vou doá-la pra minha fã de classe alta. Com ela não vai ter problema”. Nessa hora eu despertei, suando, agitada, e talvez não gritando, mas gemendo. O maridão, que já estava acordado havia horas, procurando no computador como assistir à corrida de Fórmula 1 (da última vez ele encontrou na internet rapidinho, mas como não anotou, dançou. Bem-feito!), veio ao meu amparo. Ele tem uma teoria esquisita que o creminho que usamos no rosto antes de dormir provoca pesadelos. É, eu o forço a usar um creminho anti-rugas da L'Oreal, porque meu lado feminista não permite que só eu tenha que me preocupar com a velhice. Eu não diria que o maridão passa o creminho em seu rosto. Ele joga, isso sim. Lá do quarto eu só ouço “Plaf! Plaf”, e aí, quando ele vem pra cama, sempre há uma maçaroca branca concentrada em seu nariz (que vai direto pro travesseiro). Tá, é um desperdício de creminho, eu sei. E o maridão ainda acha que o creme é sonífero (passou, dormiu) e causa os piores pesadelos. Logo, ao narrar meu sonho pra ele, ele perguntou:

- Foi o creminho, não foi?

- Acho que não, amor. Porque o creminho eu passei sete horas atrás, e não acho que tem esse efeito prolongado.

- O creme não compensa.

19 comentários:

Suzana Elvas disse...

AAAAAAAAAAAAiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!...

Trocadilhos assim é que dão pesadelo!

Di disse...

Se fosse para sonhar com o Tom até que eu queria esse creme ... hsuahsha

lola aronovich disse...

Adoro esses trocadilhos infames, Su!
Di, se creminho fizesse qualquer efeito a gente já estaria no lucro. Pelo menos pra rejuvenescer parece que essas coisas não funcionam...

Di disse...

Verdade, mas eu prefiro o aspecto natural da pessoa, se você fica se enchendo de plástica e botóx etc...Você acaba sendo outra pessoa...Bom é o que eu acho.

lola aronovich disse...

É, eu também não gosto de plástica ou botox, mas creminho não tem nada a ver com isso. É só um ritualzinho que a gente faz antes de dormir pra cumprir o dever moral da mulher de tentar não envelhecer. Claro que não funciona! Todos envelhecemos, homens e mulheres. A diferença é que pros homens isso é aceitável.

Suzana Elvas disse...

Pois eu acho que São Creminho resolve, sim, principalmente se você orar pra vários (porque São Creminho tem que nem Nossa Senhora: da Glória, Aparecida, de Fátima...): tem da Natura, no Boticário, da Clinique, da Occitane...

Vai lá no altarzinho dele, ajoelha e reza que ele atende. Basta ter paciência.

Di disse...

Fé ajuda neh?!

lola aronovich disse...

Não, meninas, falando sério. Eu tava lendo o ótimo The Beauty Myth, e lá a Naomi Wolf cita vários estudos mostrando como não existe creme pra rejuvenescer, porque o creme fica muito na superfície, não entra direito na pele pra poder fazer algum efeito. No começo da década de 90, o Food and Drug Administration se preocupou com a propaganda enganosa que todas as marcas de cremes anti-rugas colocavam em seus anúncios e embalagens. Mas a mensagem foi: "olha, não é que a gente queira que vocês parem de enganar as mulheres, é só que vcs não podem prometer milagres na propaganda". O mais terrível é que nós mulheres, que temos muito menos dinheiro que os homens, precisamos dar parte dele pra uma indústria que não funciona. É perverso! Mas não estou pronta pra jogar fora meus creminhos. Sei que eles não param o processo natural de envelhecimento, mas será que eles não deixam a pele mais macia? Nem isso, meu Deus?!

Di disse...

Nossa e eu e minha mamãe gastando rios aqui em casa só com cremes...Mas pelo menos a pele fica macia ao menos eu noto a diferença por esse lado...

Liris Tribuzzi disse...

Pelo menos dá pra aproveitar o perfume dos cremes (ou o efeito placebo).
Aqui em casa, quem gasta rios de dinheiro em cremes é o meu pai. Ele sempre compra pra mim, pra minha irmã e pra minha mãe, é só ver uma promoçãozinha em algum catálogo que lá vai ele encomendando. Acho que isso é alguma indireta, mas enquanto eu for umas das beneficiadas, fico bem quietinha.

Liris Tribuzzi disse...

Apropósito, o trocadalho foi do carilho!

lola aronovich disse...

Di, vc não é adolescente? Como que usa creminhos pra rejuvenescer?! Ai, é triste. A Naomi dá algumas idéias de como esse dinheiro (uns 50 bilhões de dólares - valor defasado, da década de 90) podia ser investido pro bem da população feminina. Dava pra umas 100 mil bolsas integrais pra universidade, pra construir não sei quantas escolas e creches... E a gente usa esses creminhos como se fosse uma obrigação religiosa!

Di disse...

É que eu amo cremes viciei!!!
Hahahaha, e quando se vê tantos como aqui em casa você acaba usando também...Mas o dinheiro de muita coisa poderia ser investido em educação e saúde!

Suzana Elvas disse...

Lola, eu fiz faculdade de biologia e um professor de citologia sempre dizia que cremes não acabam com rugas, porque o que faz a gente ter rugas é a perda gradual de água entre as células. Creme, dizia ele, só entope os poros e dá uma amaciada na fachada, e só.

Por falar em propaganda enganosa, a Nívea tirou uma do ar porque dizia que o creme agia no DNA da célula - o que nem os geneticistas do projeto Genoma faziam a Nívea faz!

lola aronovich disse...

É uma vergonha, né, Su? Eu nunca acreditei que creminhos parassem, ou sequer diminuíssem, o processo natural de envelhecimento. Uso só pra ter a pele mais macia, e porque nem depois de velhinha parei de ter acne, então eu sinto que ajuda um tiquinho (pelo menos eu não cutuco o rosto se tem creme em cima). E porque é o meu jeito de cumprir com minha obrigação de vaidade feminina. Eu não faço mais NADA que a sociedade exige. Creminho é o mínimo. Ainda assim, nunca gastaria muito por um creminho (só uso os mais em conta), eles duram um tempão em casa, e eu forço o maridão a usar. Mas é diferente a gente usar tendo plena consciência das limitações do produto, né? E ainda bem que a Nívea ao menos teve que tirar a propaganda enganosa! Noutros tempos ninguém diria nada... Enganar mulheres (que ganham menos que os homens! Tipo, não é que mulher tem dinheiro sobrando) não é só aceito mas estimulado pela sociedade.

Di disse...

Se esses creminhos cumprissem o que prometem, iria ter cada mutante...

lola aronovich disse...

Tem toda razao, Di...

Anônimo disse...

Adorei o post!

Já que estamos falando da arte de sonhar, dêem uma olhada neste video do youtube http://www.youtube.com/watch?v=hyaX3JgPLVk, ou acesse o site www.meus3desejos.com.br. Tenho certeza que vocês irão gostar.

Abs.

Anônimo disse...

HAHAHAHAAHAHAHAHAHAAHAHAHA
"O creme não compensa..." ADORO trocadilhos assim! Ainda mais quando bem contextualizados.. HAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAH Adorei! Palmas pro maridão.