quinta-feira, 28 de março de 2019

JOVENS DEPUTADAS QUE NÃO NOS DEIXAM NAUFRAGAR NESTE MAR DE LAMA

Fernanda do Psol derrubando o sinistro do MEC

Ontem foi um dia para se destacar na Câmara dos Deputados.
Claro que, pra variar, houve muitas notícias ruins. A pior deve ter sido o TSE condenar a coligação do PT e Fernando Haddad por divulgar durante as eleições "conteúdo negativo" contra Bolsonaro. Você leu direito. Bolso usou caixa 2 pra disparar milhões de fake news acusando Haddad de, entre outras coisas, criar o kit gay, a mamadeira erótica (mitos que nunca existiram), e de ter estuprado uma menina de 12 anos. Não só a candidatura fascista não foi cassada -- deveria ter sido! -- como o TSE condenou a vítima de tantas fake news. Haddad terá que pagar R$ 176 mil por sua campanha ter dito que Bolso tinha "pontos de vista repulsivos" e por citar o editorial do New York Times afirmando que o voto em Bolso seria uma "triste escolha". Acredite se quiser!
Aí hoje eu leio uma notícia similar: o Ibama exonerou José Olímpio Augusto Morelli. Certo, nunca tinha ouvido falar do sujeito, mas ele era um servidor que multou Bolso em 2012 por pescar dentro da Estação Ecológica de Tamoios, em Angra dos Reis. Morelli apenas cumpriu sua função. Bolso estava cometendo um crime (um entre muitos na sua longa carreira). O atual sinistro do Meio Ambiente (que defende as mineradoras) justificou que o fato de Bolso estar com uma vara de pescar não significava que ele estava pescando. Não, né? Ele provavelmente estava estocando vento com a vara. 
Ontem um deputado asqueroso, ex-ator pornô e estuprador de mãe de santo (foi só uma piada, segundo ele) chamou Manuela D'Ávila de "vadia". Sinceramente, pode isso? Pode um cara ocupar a plenária da Câmara para despejar sua misoginia?  
Ontem também foi o dia em que a sinistra Damares (que, vale lembrar, coordena um ministério que deveria ser a favor das mulheres) patrocinou a fala de uma deputada estadual do PSL -- uma jovem que processou e perdeu sua orientadora -- contra o feminismo. É esta a piada: um ministério de direitos humanos promovendo discursos e livros contra um movimento que luta pelos direitos das mulheres (no fundo, a deputada estava divulgando seu livro antifeminista).
Nos últimos dias, ela tem se esmerado na oratória. Num de seus discursos na Assembleia em SC, disse que todas as conquistas das mulheres não foram alcançadas pelas mulheres -- foram concessões dos homens. Porque, sabe, os homens acordaram de bom humor num dia e pensaram: vamos deixar as meninas irem pra escola! E isso de votar, né?, vamos permitir que as mulheres votem também! Somos tão bonzinhos!
A atuação da sinistra e desta e de tantas outras deputadas conservadoras prova que, para ser reaça, é pré-requisito ser machista. Mais que machista -- misógino mesmo. 
Mas nem tudo foi esse show de horrores. Ontem a maravilhosa deputada federal Sâmia Bonfim (Psol-SP) colocou o sinistro das Relações Exteriores Ernesto Araújo contra a parede (veja o vídeo). O Brasil mais uma vez deu vexame na ONU ao descumprir orientações sobre a saúde das mulheres. Sâmia lembrou que o tema de saúde reprodutiva e sexual envolve muitos outros, como planejamento familiar, gravidez na adolescência, mortalidade materna, acesso a contraceptivos, combate a doenças venéreas. O sinistro teve a pachorra de dizer que, pro governo, dentro "desse assunto vem, de contrabando, a promoção do aborto". Taí um olavete falando com todas as letras que promover medidas contraceptivas, por exemplo, promove o aborto! Como tudo nesse governo, nada faz sentido. 
Ontem também foi o dia de duas deputadas federais humilharem o sinistro da Educação. "Humilharem" ao simplesmente fazerem perguntas, como a da Fernanda Melchionna (Psol-RS), que questionou quem era o verdadeiro ministro da educação, ele, Vélez, ou Olavo de Carvalho. Já Tabata Amaral (PDT-SP) chamou de desrespeito ao Brasil como um todo a falta de propostas e de dados sobre gestão. Foi um belo discurso
De olavete sobre olavete que está
quase sendo defenestrado do MEC
Todos os nomes que ocupam os ministérios deste (des)governo, sem exceção, são absurdos. Mas o papel do MEC é uma papelão hors concours. Em três meses, está tudo atrasado, com gente sendo demitida o tempo todo, puramente por ideologia (se não seguir a cartilha do Olavão, fora). Para ver o desastre completo que é um governo de direita, basta observar o que o MEC anda fazendo.
Ainda bem que temos jovens e aguerridas mulheres para combater o ódio. 

22 comentários:

Anônimo disse...

Esmurra, chuta, pisa e detona mais os misóginos, mulherada, que ainda tá pouco!

Anônimo disse...

a) Apesar de tantas noticias ruins Tabata Samia Fernanda conseguiram me animar mulheres vao comandar a resistencia

Anônimo disse...

Ainda bem que você fez um post falando da Sâmia, da Fernanda e da Tabata. Ontem e hoje você só falou da deputada de SC no twitter. Eu estou cagando e andando para ela e pra Damares Nazaré. A garota escreve um livro antifeminista achando que antifeminismo é a coisa mais nova do mundo e que o livro dela, o qual tem verdades e distorções, está cheio de informações novas que nenhuma feminista sabe. Está muitíssimo enganada.
Acho muito exagerado as feministas de SC estarem se preocupando com uma porra de um livro e de uma deputada antifeminista. Para mim essa Campagnolo e a Damares Nazaré não passam de duas palhaças querendo atenção de masculina e das feministas e algumas feministas ficam esquentando a cabeça com isso a toa. Deveriam estar apoiando as feministas, ajudando outras mulheres, fazendo política e deixando as imbecis falarem sozinhas. Se não é pra ter um debate é melhor nem perder tempo.

Felipe Roberto Martins disse...

Tabata e Sâmia demonstrando p/ gente que ainda existe salvação!!!

Anônimo disse...

Olha também acho que resposta e discussão e atenção é pra quem merece, até mesmo aqui no blog e em alguns sites, nem todo mundo sequer merece uma resposta, algumas pessoas vem com umas conversas tão cheias de má-fé, só estão a fim de trollaros outros, pra que dar atenção pra eles? Que fiquem falando sozinhos, assim devíamos tratas essa doida da Damares e da Sônia de SC, só pontuar que elas estão falando asneiras e acabou, não se pode dar cartaz pra quem não merece.
E lembrem-se de que eles são partidários da idéia de que qualquer publicidade é bom, tá valendo, falem mal mas falem de mim. Portanto, zero de cartaz pra elas

Anônimo disse...

"Se a mulher se enxerga como o inessencial que nunca retorna ao essencial é porque não opera, ela própria, esse retorno. Os proletários dizem "nós". Os negros também. Apresentando-se como sujeitos, eles transformam em "outros" os burgueses, os brancos.

As mulheres — salvo em certos congressos que permanecem manifestações abstratas — não dizem "nós". Os homens dizem "as mulheres" e elas usam essas palavras para se designarem a
si mesmas: mas não se põem autenticamente como Sujeito. Os proletários fizeram a revolução na Rússia, os negros no Haiti, os indo-chineses bateram-se na Indo-China: a ação das mulheres nunca passou de uma agitação simbólica; só ganharam o que os homens concordaram em lhes conceder; elas nada tomaram; elas receberam."

(Simone de Beauvoir - Segundo Sexo Livro I Fatos e Mitos)

Edw disse...

Mas que blog raivoso. Vão se tratar tomando tarja preta

titia disse...

Como sempre as mulheres tendo que limpar as cagadas que esses machos merdas fazem.

"As mulheres — salvo em certos congressos que permanecem manifestações abstratas — não dizem "nós". Os homens dizem "as mulheres" e elas usam essas palavras para se designarem a
si mesmas: mas não se põem autenticamente como Sujeito. Os proletários fizeram a revolução na Rússia, os negros no Haiti, os indo-chineses bateram-se na Indo-China: a ação das mulheres nunca passou de uma agitação simbólica; só ganharam o que os homens concordaram em lhes conceder; elas nada tomaram; elas receberam."

Esse trecho mostra o quanto a lavagem cerebral é enorme e eficiente. Basta os caras fazerem um escândalo, espernear, darem uma choradinha qualquer e as mulheres, programadas por anos e anos de lavagem cerebral pra bancar mãe de marmanjo, largam suas reinvidicações e lutas pra aplaudir ou dar colinho pros primatas barulhentos.

Felizmente isso está mudando. :)

Anônimo disse...

Toda vez que leio o nome do astrólogo me da um frio na espinha e um sentimento de profunda tristeza...
Como pode um ser desse ditar os rumos?!
E eu achando que seriam os militares que ditariam o rumo do país...

Parabéns a todos os envolvidos..

Anônimo disse...

A falta de argumentos por parte dos sinistros colocados lá e intitulados de superministros estão a demonstrar falta de conhecimento da realidade brasileira, da diversidade cultural, racial do povo, embora existe o preconceito e complexo de superioridade aliados a verborragia e virulência características de quem "ganhou " as eleições no urro, na ameaça , na violência e até com um histórico noticiado de mortes, porém este comportamento continua para dar sequência a um projeto muito além do que a maioria dos brasileiros imagina. O Mijair Bolsomijo nada mais é do que uma peça no jogo de xadrez do Steve Bannon, pode ser descartado a qualquer momento (o mesmo vale para o cambalacheiro metido a filósofo ), pois o sujeito é um estrategista perigoso, principalmente para o Brasil com um povo facilmente manipulado devido o comodismo, falta de memória e que não pesquisa, investiga, porém o projeto de ignorantização está enraizada e cortar este ciclo é muito complicado, porém a força de mulheres como Tabata, Fernanda, Djamila , Manuela, pois destemidas, embora com um congresso ameaçador até para suas vidas, rodeadas pela agressividade, falta de respeito humano enfrentam com a coragem de poucos a misoginia vinda até de mulheres.

Anônimo disse...

Eu não sinto frio na espinha e muito menos tristeza. Olavo de Carvalho é um paspalho fazendo bravata, mas que quando chega a hora do luta corre feito um cão medroso.

Anônimo disse...

É o meu livro preferido da Simone e foi o segundo livro que li escrito por uma feminista. O primeiro foi da Chimamanda. O segundo sexo valeu cada segundo de leitura. É enorme mais vale muito a pena. Feministas que ainda não leram, leiam. Está disponível online.
Concordo com a Simone e entendi o que ela quis dizer com não se nasce mulher, torna-se. Mas este trecho especificamente é bem equivocado. Sendo a Simone comunista talvez ela estivesse tentando alfinetar o feminismo liberal e as conquistas das mulheres no seio da sociedade burguesa. Também acho que se ressentia das regras de moral da sociedade burguesa, da qual ela fazia parte, para as mulheres. Discordância entre feministas a respeito devido a posicionamentos políticos divergentes e discordâncias quanto ao papel da mulher na sociedade é tão velho quanto o próprio feminismo.

Apesar de ser difícil digerir determinados trechos, outros são de uma sensiblidade incrível e altamente poéticos. Eu amo O Segundo Sexo.
Minha próxima leitura de Simone será Memórias de uma Moça bem Comportada.

Anônimo disse...

Mas para o feminismo também vale a mesma regra. Falem mal ou falem bem, mas falem do feminismo. Publicidade ainda que negativa é o que conta. Eu não estou me importando com a propaganda negativa contra o feminismo ou que haja pessoas que são contra o feminismo.

Eu só quero saber do feminismo.

Anônimo disse...

Tá doida? Pra quê vc queria militares ditando o rumo do país?

Winderson Marques disse...

Boa noite! Em visita ao seu blog me deparei com um conteúdo bem interessante para leituras alternativas. Parabéns pelo blog. Estarei acompanhando.

Por oportuno, estou retornando as redes sociais após um tempo fora e gostaria de te deixar aqui o convite para conhecer o meu novo espaço em https://enfoqueextrajudicial.blogspot.com
Agradeço sua atenção e aguardo sua visita.

Anônimo disse...

Crie vergonha na cara, Winderson. Espalhando spam dessa forma...

Rafael Cherem disse...

Ao que me consta o PT não impugnou a chapa do Bolsonaro em uma sequência de erros infindáveis.De outro ponto,quando irao pedir o impeachment de Bolsonaro?Quando a esquerda vai perceber que esse sujeito precisa cair,nem que seja com o apoio da direita.

Anônimo disse...

Ele só vai cair DEPOIS que forem implantadas as reformas trabalhistas e da previdência, o mercado elegeu ele pra isso com o apoio dos bozoantas. Foi a infeliz conclusão a que cheguei

Anônimo disse...

Tenho pena do Brasil q vivemos, de brasileiros q não entendi nada do q acontece no planalto central ou em câmaras em TD brasiB

Anônimo disse...

A anon tem toda a razão sobre não dá atenção a essa Campagnolo, Lola. Há até mesmo algumas feministas que não gostam de Beauvoir acreditando que ela seja pedófila. Isso é uma grande mentira. Não há nenhum indício de que Simone tenha se relacionado com crianças sem amadurecimento sexual. A pedofilia é o desejo por crianças sem caracteres sexuais secundários desenvolvidos. Eu achava que a Simone fosse pedófila porque li que ela se relacionava com crianças e só depois quando pesquisei mais profundamente percebi que era mentira. Sartre e Simone se relacionaram com alguns adolescentes, com idade acima de 15 anos, o que pela lei de hoje seria corrupção de menores. Também assinaram um manifesto em 1977 para que a idade de consentimento fosse diminuída pois na época era de 15 anos na França. No entanto não havia nada dizendo que deveria liberar a relação sexual com crianças. A petição não foi feita por um bando de pedófilos como se espalhou a história entre pessoas jumentas por aí. Campagnolo, como é extremamente mentirosa, desonesta e preconceituosa está apenas espalhando uma distorção inventada por misóginos.
Seria bom falar sobre os estupros de crianças e adolescentes cometidos pelos ditadores e militares que ela tanto admira. Até elogiou o Ustra. Ustra, herói de Campagnolo.

Anônimo disse...

Não temos que dar cartaz para quem não merece. É preciso ter uma conversa qualificada entre ela e alguma historiadora feminista. Ela poderia dialogar em público com a ex-orientadora dela ou alguma outra especialista. Antifeminismo é apenas uma das muitas visões sobre o feminismo. Organize-se uma encontro para debater pontos de vista sobre o feminismo, mas ficar acusando a Simone de pedofila e de aliciar menores é sinal de má fé ou de limitação intelectual. Se é pra discutir feminismos tem que ser com seriedade. Ou como disse a anon não passa de perda de tempo com idiotas.

Anônimo disse...

Esse Bozo e sua caravana me dá nojo. E merdinha que se diz antifeminista deveria rever seus conceitos, se não quiser se prejudicar.