segunda-feira, 22 de agosto de 2016

CINEASTA GANHA A INTERNET AO RESPONDER A UM TROLL DE SUA FILHA

Meu querido Flávio Moreira me mandou esta mensagem:
"Eu tenho lido cada vez menos os comentários aos seus posts, porque é tanta amargura, tanta gente infeliz, tanta tristeza que me dá uma angústia horrível. Eu quis comentar no seu post sobre os 26 anos de casamento (parabéns a vocês!), mas não tive ânimo. É tanta negatividade por parte das pessoas que fica difícil manter a esperança. Fora o discurso monocórdico do povo que fala 'a esquerda isso, a esquerda aquilo, os petralhas' etc. Onde foi parar a capacidade de auto-crítica das pessoas? Como chegamos nesse nível de polarização mesquinha, violenta, ignorante e brutalizada/ brutalizante? Leio seus textos, porque são quase um alento, mesmo quando não concordo com eles, porque são bem argumentados, tem questionamentos super pertinentes, evita o maniqueísmo e o simplismo. Mas os comentários..."
Filhas de astros: Harley Quinn Smith
e Lily-Rose Depp (filha de Johnny Depp
Depp e Vanessa Paradis) em Yoga Hosers
Concordo, Flavinho! Alguns comentários são só para xingar e ameaçar. Mas é isso que trolls e haters fazem. Eles não têm outra coisa a fazer.
Flavio me mandou um textinho que ele traduziu de algumas palavras do cineasta Kevin Smith. A filha de 17 anos do diretor de Clerks e Dogma pôs uma foto dela no Insagram e recebeu o seguinte insulto (comportamento corriqueiro para a maioria das mulheres online) de um babaca qualquer: 
"Você é feia como a m*rda. E aquela b*sta de filme, Yoga Hosers, deveria ser proibida. Que se f*da o miserável sem talento do seu pai por tentar compará-lo a Matrix. Você é um câncer e eu sinceramente espero que você termine como Lindsay Lohan e morta". 
Kevin Smith respondeu:

Como é ser minha filha: Harley Quinn Smith, 17 anos, recebeu essa mensagem simplesmente pelo crime atroz de postar uma foto de si mesma no Instagram. Não tenho a menor ideia do que a referência ao filme Matrix tem a ver mas, uau -- que forma de descontar numa adolescente o fato de VOCÊ não ter nada melhor para fazer da vida. Mas embora eu devesse estar furioso, minha filha achou isso engraçado. “Eu também ficaria zangada se tivesse pau pequeno e uma voz anônima”, disse ela, perplexa com a amargura [da pessoa]. 
Mas aqui vai de graça um conselho para fulanos como esse troll: se você odeia a mim (ou à minha filha) tanto assim, o melhor uso que você pode fazer do seu tempo é tornar os SEUS sonhos realidade, em vez de bater nos outros por fazerem isso. A melhor vingança é viver insanamente bem -- assim, se você quiser se vingar de uma garota de 17 anos pelo crime miserável de curtir a vida, a melhor forma de fazer isso é ter sucesso na sua PRÓPRIA existência. Mostre ao mundo PORQUE deveríamos estar prestando atenção em você em vez de em qualquer outra pessoa. Porque atacar outras pessoas aleatoriamente só mostra o quão emocional e criativamente fracassado você é. 
Você acredita que tem algo a oferecer ao mundo mas outros estão recebendo toda a atenção? Não fique se amargurando ou querendo castigar o mundo: apenas crie. Crie algo que ninguém tenha visto antes, e há uma boa chance de que o mundo note você. Atacar garotas adolescentes na internet é a forma mais triste de masturbação que existe e não exige qualquer habilidade ou talento. Você quer atenção? Não se irrite, faça algo original e divertido. Porque se você não está fazendo nada de útil nesse mundo você está sendo imprestável. Não seja um inútil: vá fazer coisas que deixem as pessoas felizes!

31 comentários:

Planeta Laranja disse...

Eu já era fã do Kevin Smith, agora eu fiquei mais. Ele derrotou o troll com uma arma que este não teve: a inteligência. Kevin deu uma lição de sabedoria!

A propósito: o troll chamou a filha dele de feia? Discordo. Harley Quinn é linda, é uma gracinha e eu teria o prazer de ter Smith, um cara legal, como sogro.

Rafael Cherem disse...

Show,aqui tem um problema, há professoras, médicas, estudantes, mestres e doutoras, dai aparece um coitado dizendo uma asneira qualquer e elas se dignam a responder, o conhecimento de vcs não foi achado em lixo para que perder tempo com esse tipo de gente?

Anônimo disse...

Pessoas que vivem de atacar os outros usando """"atgumentos"""" assim são pessoas claramente frustradas com a propria vida, mas acham que estão abafando na internet. Elas as vezes sabem da propria frustração e não percebem que todo mundo que lê seus comentários ofensivos sabem o quão frustrados eles são por serem, como o kevin smith disse, apenas uma voz anônima na internet. Ou as vezes são ignorantes ate mesmo da própria infelicidade que vivem, mas só eles não enxergam isso e passam vergonha na internet achando que estão pagando de fodões.
Xingamento e descriminação para com o outro é diferente de argumentar e fazer uso da sua propria opinião. Mas tem gente que esta amargurado e infeliz denais com a propria vida pra perceber isso.

Anônimo disse...

É que nem muitos que comentam aqui, só são portadores de opinião na internet pois debater e participar de forma ativa de algo no mundo real não são capazes de fazer. Acham que defender suas idéias é ofender os outros atrás da tela de um computador ou celular. Pouco sabem sobre como o mundo realmente funciona fora do virtual.

Anônimo disse...

Olha o que não falta são amargurados de direita aqui nessa caixa de comentários, mas outra coisa que enche o saco é aquele papo de anomalia y,omi, etc., que devem ser a mesma pessoa

Cindy disse...

AMEI! (L)

Anônimo disse...

O troll ganhou o dia, infelizmente, tudo que essa gente quer é aborrecer os outros e ganhar atenção.

Anônimo disse...

Enquanto essas pragas continuarem culpando os outros pela própria vida, esses ataques infelizmente vão continuar a acontecer. Mas... isso é problema deles. E outra, chamou a menina de feia porque sabe que alguem igual a ela jamais olharia duas vezes pra ele.

Dan

Anônimo disse...

Nossa, sempre me pergunto pq aqueles infelizes que comentam no Vida ruim de p... choram tanto!!!?!? Pq reclamam tanto!!!??? Reclamam dos pai, da mãe, da irmã, da mãe solteira q não quer nada com eles, da vida, do universo, tudo mais. Reclamam do colega q tá na academia e tem um corpo sarado, ha vei, corre atras pra ter o teu tb! Reclamam do chefe que cobra produtividade, ha vei, tá achando ruim, vai empreender você! Reclamam que as mulheres não dão bola... poxa, nem vou falar né? Sinto dó de toda mulher 'civil' que dá pra um cara daqueles sem saber o nojo de pessoa que ele é por dentro (alem de por fora).

Mila disse...

Para mim isso se resume a uma coisa: é literalmente falta do que fazer. Não sei se é pq está ficando mais claro, mas numa geração que deveria ser tão atarefada, temos o outro lado: aquele que acha que gasta seu tempo livre de maneira mais proveitosa agredindo, odiando, "zuando" ou se organizando a fim de odiar pessoas que são minimamente felizes com suas vidas. Elas não se dedicam a estudar, fazer um serviço voluntário, uma atividade prazerosa, jogar um videogame, dar uma caminhada com o cachorro, ler um livro, desenhar, fotografar por aí, caçar Pokemon...

Anônimo disse...

Meu nome é Patrícia
Eu encontrei uma solução simples e fácil de aplicar, que é a seguinte: começo a ler o comentário e, no EXATO MOMENTO em que eu identifico o, digamos, baixo nível, eu simplesmente PARO DE LER e passo para o seguinte. Simples assim! Houve uma época em que parei de ler os comentários mas percebi que estava perdendo muita coisa boa! Tem pessoas FANTÁSTICAS que comentam aqui (Oi, Donadio! :) ) e, francamente, não quero prescindir dessa fonte tão boa que já me "ofereceu" filmes (Dogville, por exemplo), livros, argumentações quase irretocáveis de tão boas, enfim, não quero perder essas preciosidades. Este blog é um grande presente na minha vida, e embora eu não concorde (claro!) com tudo o que aqui leio, seja nos posts, seja nos comentários, eu sempre "saio" daqui melhor do que "entrei". Abração!

Anônimo disse...

Só porque você tá dizendo isso não significa que é verdade.

titia disse...

Preciso dizer que amei a resposta? O mascu que vá chorar na cama que é lugar quente.

Pessoal, cuidado. Esse é o tipo de estorvo da humanidade vagabundo mimado e mimizento que vocês podem estar criando. Lembrem-se: vários "nãos" e uns puxões de orelha bem dados é um mascu a menos no mundo.

Anônimo disse...

(Viviane)
Sério, Rafael, que até neste post você consegue pôr a culpa nas vítimas do comportamento dos trolls?
Depois eu falo que a única diferença entre esse cara e os mascus é a habilidade de redação e ninguém acredita...

Anônimo disse...

Eu morro de dó da mulher que põe um m*rd* desse no mundo. A mulher investe seus preciosos recursos biológicos num filho, na esperança de deixar um ser humano que mude esse mundo para melhor... o resultado é um moleque que vive encostado na barra da saia da mãe, vomitando ódio e vivendo uma vida de merda. Não deve existir castigo pior que ser mãe de mascu.

Anônimo disse...

Eu todo dia olho o face da Sara Winter apenas para ver como a humanidade vai evoluindo. Vejo meus amigos do mestrado a chamando de mito.
Numa faculdade federal. De direito.
Estou cansada.
Bastante cansada, acho que eles venceram.
Alê

titia disse...

Não, Ale, eles não venceram. O que acontece é que cada vez que a sociedade evolui no respeito aos diferentes e no fim do machismo, os que eram privilegiados pelo preconceito se borram com medo de perder os privilégios. Então tentam a todo custo arrastar o mundo de volta pra idade média, veja-se tudo que foi feito na década de 50 em matéria de filme, literatura e moda tentando fazer as mulheres voltarem ao lar e a cuidar do marido depois da segunda guerra mundial, quando as mulheres foram incluídas no mercado de trabalho e perceberam que elas não precisavam-na verdade, estavam até melhor sem-dos homens. Mas de que adiantou? De nada, porque nesse mundo só se anda pra frente. É triste viver no retrocesso, mas o fato é que ele não vai durar.

Rafael Cherem disse...

Ei Viviane, tá boa?

Faz uma reflexão, vê se não é verdade o que eu escrevi.Há uma dinâmica, o troll só entra aqui porque sabe que vai ter resposta, alimento para seus delírios, e tem gente que simplesmente não consegue segurar, responde o cara mesmo, que retruca, ai a pessoa responde de novo e o troll chama os amigos e pronto, acabou a caixa de comentários.

Pensa ai.

Anônimo disse...

Desculpem falar de outro assunto, mas o que acham desta situação do futebol feminino? É verdade mesmo que vão acabar com a seleção brasileira de futebol feminino?

donadio disse...

"Eu todo dia olho o face da Sara Winter apenas para ver como a humanidade vai evoluindo. Vejo meus amigos do mestrado a chamando de mito."

Eles estão quase certos.

Ela é mito....maníaca.

Jaime Roots disse...

Sobre o cara que falou um monte de merda ora menina filha do Smith, só posso dizer o seguinte: coitada da mulher que botou um imbecil, fracassado e infeliz desse no Mundo!

Jaime Roots disse...

Se vocês puderem visitar o blog da Regina Navarro Lins no UOL com o tema "porque certas mulheres preferem os machões" pra apoiar o ótimo texto da Regina e botar os babacas machistas que comentaram(em maioria) no blog, será bem legal pra botar esses fracassados no lugar deles.

Ma Gato disse...

Rafael, não ser contestado também é uma vitória para o trolls. Eu não respondo por que quero vencê-los, eu os respondo para ter esperança de que outros não se tornem o que eles são.

Ignorar o ódio não funciona, historicamente é até perigoso.

Sim, aqui tem trolls imbecis, mas tem tanta gente legal. Eu queria era mesmo fazer um festa e conhecer a Mila, a titia, a Viviane, o Donadio, e tantas outras e outros, aposto que bateríamos papo até. Enquanto isso, beijos e abraços para vocês, suas lindas e lindos!!!

Anônimo disse...

Querido anônimo das 16hs;23 do dia 22/08, tudo bem com você?
Eu entendi direito?, eu entendi errado ou você demonstrou mesmo desconfiar que sou um mascu troll disfarçado de mulher? Não, não mesmo. Só de correr o risco de ser confundida com um eu começo a hiperventilar, rsrsrs, sério! Claro que a sua (hipotética da minha parte) desconfiança é totalmente justificável por (dentre muitos outros motivos) dois motivos principais. Meu discurso não é tão bom, eu sou ... fraquinha prá redigir/elaborar idéias, eu estou, ainda, num nível bem rudimentar de comunicação; embora eu leia e aprecie muito leituras (boas, como os posts daqui) e também seja uma amante ardorosa do conhecimento ... reconheço sinceramente que sou bem mediana. Dito isso vem a segunda parte: quando fui reler o que escrevi no comentário inicial percebi que ele poderia perfeitamente ter sido feito por um mascu troll apresentando uma ... solução, sei lá, alternativa para "ser deixado em paz", sabe?, prá poder deitar e rolar e espumar pelos cantos da boca, que é como os vejo enquanto postam suas palavras e idéias ácidas. Bem, é isso! No mais, como foi dito no post pelo amigo da Lola, Flávio, "Parabéns, Lolinha, pelos 26 anos com seu maridão, companheiro, cinéfilo! Que você vivam juntos e bem felizes por bem mais que outros 26 anos!
Um abraço fraterno a todxs!
Patrícia

Rafael Cherem disse...

Ma Gato, não se trata de ignorar o mal, mas evitar sua propagação nos espaços de debates, discordâncias irão existir, mas o sujeito vir aqui e comentar "que toda mulher é vadia" e ainda assim ter resposta de nós não ajuda em nada.

ideia boa a da festa, vamos viabilizar.

Mila disse...

10:44

Vão acabar com a seleção PERMANENTE de futebol feminino. O que fizeram foi o seguinte: eles contratavam jogadoras que estavam sem clubes e elas eram funcionárias da CBF, ou seja, o clube delas era a Seleção Brasileira. Isso foi um paliativo para não desnivelar tanto o futebol feminino brasileiro cuja realidade, atualmente, é de jogadoras jogando em times e disputando ligas com regularidade (como as ligas europeias, americanas), com jogadoras disputando algumas ligas no Brasil e América do Sul e jogadoras jogando em times praticamente amadores. Para ilustrar, guardadas as devidas proporções, é como se tivéssemos na mesma seleção jogadores do Barcelona, do futebol chinês e da série D.
O problema é que entendeu-se, na CBF, que a medida não foi eficaz para trazer uma medalha para o país. Só que a lógica é realmente de muita má vontade. Eles esperavam que apenas com uma medida seriam capazes de bater países que avançaram muito mais no esporte, como é o caso de Canadá e França.

Mila disse...

Obrigada pela lembrança, também gostaria de conhecer muitos aqui... Eu tenho certeza que a titia deve ser uma pessoa super divertida, daríamos altas risadas com ela. Quem sabe todo mundo não se esbarre num rolê feminista por aí?

Anônimo disse...

(Viviane)
Pessoal, obrigada pelos elogios! Adorei a ideia da festa, mas acho que moramos em lugares muito distantes. Não é impossível, mas...
Ma Gato, além disso, concordo com você: respondemos aos trolls porque, além de sermos humanas (ou seja, não conseguimos manter a calma o tempo todo), precisamos mostrar que ainda existem pessoas com valores e ética.
Valeu!

Anônimo disse...

A coisa mais imbecil que uma pessoa pública pode fazer é dar corda pra troll e essa respostinha aí só mostra que ele(a) atingiu seu objetivo certeiramente.

"Nhé Nhé não me incomodo, to rindo, mas deixa eu escrever um textão aqui"

E isso de papaizão resolve pra você é bem machista, diga-se. Ela já é grandinha e sabe se virar.

Mas o que esperar de um cara que bota nome de personagem de gibi na filha e faz programa de televisão apenas para garotinhos de 50 anos feito ele?

Anônimo disse...

Pois eu vejo como botando a escória no seu devido lugar. Se eles acham que ganharam algo apenas por que foram respondidos, mostra o quão fracassados são.
Ter resposta não é ganhar, ter argumentos e fazer algo produtivo na vida sim.

Anônimo disse...

pelo visto tá cheio de gente aqui novata na internet que não entende como essa coisa de troll funciona kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

"Mas o que esperar de um cara que bota nome de personagem de gibi na filha e faz programa de televisão apenas para garotinhos de 50 anos feito ele?"

só um pequeno detalhe nessa história que quando conveniente, passa batido.