terça-feira, 5 de abril de 2016

GUEST POST: GAYS MISÓGINOS, AMIGOS QUE DEIXEI PRA TRÁS

Já publiquei um post sobre a misoginia vinda de alguns homens gays. 
Homofobia: o medo que homens
gays te tratarão da mesma forma
que você trata as mulheres
Eu pessoalmente não tenho amigos gays que são misóginos, mas a gente sabe que existem gays (melhor nem falar dos hétero) que têm nojo do corpo feminino, que acham que sexo entre lésbicas não é sexo, porque não há pênis (sem pênis, sem sexo!), que condenam mulheres que adotam o mesmo comportamento que eles. 
A J. me escreveu pra contar uma história ocorrida entre 2005 e 2013 que, segundo ela, mistura relacionamento abusivo, gaslighting, e misoginia entre homens gays. 

Na época que conheci alguém que considerei meu “melhor amigo”, em 2005, eu devia ter 21 anos. Afinidades com a faculdade, entre outras coisas, levaram a uma identificação considerável entre nós. Mais uma coisa em comum, o novo amigo tinha 23 anos e era gay.
Não demorou muito para ele me levar para as melhores baladas de Florianópolis, cidade em que estudávamos. Muito bem, eu conheci a Concorde, 1007, Jivago, Mix Café e outras já falecidas.
Aos poucos fui conhecendo os demais amigos deles: maioria homens gays também, algumas mulheres lésbicas e outras heterossexuais.
De início, achava algo estranho neste meu amigo: ele era politizado, sabia se expressar e escrever muito bem. Tinha uma sensibilidade enorme, desenhava a figura feminina com uma destreza linda de se ver. Realmente alguém que eu admirava.
Nas baladas, e logo, na casa dele, fui me deparando com alguns conceitos ou adjetivos estranhos, afinal, nunca na minha vida tinha escutado qualquer ser humano falando aquelas coisas a respeito das mulheres: “aquela racha”, “as vagabundas que só se importam com tamanho de pinto”, ou pior, “aquele bacalhau, aquela peixaria”...
E isto sem sequer se importar se eu estava no meio da roda ou não. Eu me perguntava: por que será que ele se refere às mulheres desta forma? Ele me trata tão bem, sempre elogia minhas roupas, a minha beleza... Claro que ele não odeia mulheres, é só brincadeira!
Daí que me enganei. Com 21 anos, eu me tornei uma mulher de vida sexual ativa. Bebia, saía, pulava, fazia o que bem entendia. Creio que foi o início do incômodo desse pessoal (não era só um). Era um tal de: Ah amiga, você não se valoriza, tem que se valorizar mais!
Ah, mas você não sabe andar de salto, né?
Ahh, mas este seu cabelo está muito feio, deverias se produzir mais!
E a maquiagem?
Explicando melhor: entre meus amigos estavam um designer gráfico, dois dentistas, um enfermeiro, um advogado e um engenheiro.
Algum deles se opunha a estas manifestações de machismo?
Nunca! Só repetiam, e as manifestações ainda se prolongavam: “Ah, mas não se compare com ele, você é mulher, mulher fazer estas coisas é pior". E todo mundo via isto como certo. Inclusive mulheres do mesmo círculo de amizades.
O tempo passava, eu pensava, nossa, eles estão na casa dos 20 e poucos anos, creio que com o passar dos anos vão amadurecer, né? Com relação principalmente às ofensas sobre o corpo feminino.
Mas não. Ano após ano as ofensas pioraram.
Eu com meus 25 anos conheci a primeira namorada. Nem ela escapou de escutar misoginia dentre eles. Certa vez levei minha namorada para um aniversário de um deles. Exausta, ela sentou-se no sofá e eu no colo dela. Já quase dormindo escuto meu melhor amigo relinchando: “Olha o cheiro de peixe!”
Naquela noite ficamos chocadas, sem graça, mas não conseguimos responder absolutamente nada. Pois nada mesmo merecia de resposta uma pessoa que fez uma “piada” tão deselegante, de péssimo gosto.
O que será que ele queria com estas piadas pra cima da gente? Provar pros amigos machos gays que ele é um super macho gay que odeia mulheres? Passar uma imagem minha de mulher com doenças, suja, ou promíscua? Digo que este episódio ficou na minha memória por muito tempo, de tão desastroso e infeliz.
Volta e meia escutava as barbaridades direcionadas a mim: “Olha o cheiro de peixe, bacalhau, peixaria, lavasse bem essa chavasca?”
Eram barbaridades que me chocavam tanto, que agora não mais eu poderia ficar calada. Sozinha, comecei a buscar argumentos para mostrar a eles o quão ofensivas eram aquelas palavras (pois afinal, não faziam as mesmas piadas direcionadas aos colegas gays), ou seja, a única mulher do círculo era tachada com estas piadas medíocres, com o único intuito de mostrar a mim: “Veja só como você pode ser ridicularizada; se a sociedade heteronormativa me exclui e oprime, aqui dentro faremos isto mesmo com você.”
Já não mais atendia todos os chamados para encontros. Quando ia, torcia para que uma mulher chegasse em breve, e eu pudesse estar a salvo do lado dela.
Numa roda com amigos, um deles perguntava: “Como é a masturbação feminina? É com o dedo?” Mas a outra pergunta não foi tão gentil: “E o cheiro? Como você consegue fazer sexo oral em mulher, por causa do cheiro de peixe podre?” Eu, chocada, falei que aquilo era absurdo, jamais podemos generalizar falta de higiene ou doenças para todo o gênero feminino.
Foi em vão: falaram entre si que a vagina era algo sujo, feio, nojento, que a b*ceta era muito mais fedida que c*, que eles sabiam pois um uma vez se sentou ao lado de uma mulher no ônibus que exalava este odor; outro disse que no consultório de odontologia ele havia recebido uma paciente com o mesmo odor (uma entre quantas mil, né?).
Eu, feminista, logo tratei de citar que isto era absurdo, que vivemos em uma sociedade que prontamente ridiculariza as mulheres por falta de higiene, enquanto os homens são respeitados. Citei exemplos de ex-namorados meus, de falta de higiene do parceiro.
Este dia da cerveja na casa do amigo foi o pior de todos, e um dos piores da minha vida. Porque o preconceito não veio em forma de piadas. Não é porque o cheiro masculino não possa vir a ser tão forte que o feminino, caso haja falta de higiene, mas sim porque somos culturalmente educados a pensar que a mulher tem corpo sujo. Desde criança as cobranças com relação a higiene sempre partiram de forma muito maior para mim do que com meu irmão, por exemplo.
Engraçado que culturalmente, vivemos numa sociedade que deprecia pelos nas axilas ou partes íntimas das mulheres, atribuindo falta de higiene. E aos homens?
O comércio se aproveita dessa falha da nossa cultura para impor milhares de produtos relacionados à higiene -– mas só para as mulheres.
Enfim, voltando a minha visita à casa do amigo, um deles tentou atribuir minha homossexualidade a algum assédio sexual ou ter tido “azar com homem” (coisa que nunca ocorreu na minha vida, pelo contrário).
Depois, abordou outro tema chato, me perguntando se eu tinha vontade de ser homem, e ao ouvir que não, nunca tive, repetiu a pergunta incessantemente.
Quando ouvi estas perguntas e afirmações, me senti péssima. Era o preconceito vindo de forma descarada pelos meus melhores amigos. Eles criticaram as "práticas sexuais" das lésbicas, dizendo que se não havia penetração não havia graça nenhuma. 
Quando comentei sobre o prazer sentido nos seios, um amigo perguntou: “Nos seios há secreção, cheiro ou gosto ruim?” Respondi que não, ele retrucou em tom de revolta: “Duvido!”
No aniversário de outro amigo, um deles disse: “Não sei que graça tem dedos, nem que graça tem mulheres!” O marido dele ainda complementou: "Eu já tentei entender a homossexualidade feminina, mas não consigo!”
Eu fiquei chocada ao escutar isto vindo de gays.
Esta noite eu chorei. Realmente era o que eles queriam. Enxotar essa “racha” do nosso círculo. Vai que ela na verdade é bissexual ou heterossexual e se torna uma ameaça no nosso meio?
Mas chorei não por este “causo” isolado. Chorei pelo todo. Pela falta de empatia, proteção, entendimento, RESPEITO a mim enquanto mulher.
Nesta altura do campeonato, eu já havia sentado e conversado com os mais íntimos a respeito disto (os outros passei a evitar totalmente). Conversei esperando ter compreensão, mas acredite, os rótulos de “infantil, imatura, não sabe levar uma piada na brincadeira” vieram como uma chuva ácida.
Escutei ainda que eles queriam liberdade de expressão, entre eles queriam rir de tudo mesmo sem ter de se preocupar se estavam ofendendo alguém. 
Escrever isso faz parte da minha emancipação. Hoje, com esta bagagem, sei escolher melhor as minhas amizades.

141 comentários:

Anônimo disse...

Entendam de uma vez por todas

Os homens são LIXOS, se é condição natural ou cultural, eu não sei, mas eles são uns MERDAS, escórias da natureza e da sociedade, não importa se gay ou hétero, o cromossomo XY é uma doença, um erro evolutivo da qual nós mulheres ficamos fadadas a aturar

Anônimo disse...

Mas felizmente, a seleção natural dará conta de extinguir essa parte desnecessária da vida terrena

Anônimo disse...

Eu tenho amigos gays e essa misoginia descrita no relato é uma constante. E ainda há uma falta de solidariedade com relação à opressão feminina. Eles estão pouco se lixando com machismo. Mal sabem eles que a homofobia vem da misoginia. Outra coisa que me chocou bastante foi ver uma amigA negra desqualificando uma mulher estuprada porque o estuprador era negro. Disse que só o estavam acusando porque ele era negro, nem quis levar em consideração o relato da vítima. O que eu percebo é que as minorias não são solidárias à causa feminina. Pra esses gays e pra minha amiga negra, tanto faz machismo.

Anônimo disse...

e pensar q homens héteros tem o mesmo pensamento a respeito da genitália feminina

omen é tudo igual mesmo, uns retardados completos

Anônimo disse...

Irônico: num texto que fala sobre misoginia, abrimos o diálogo com um comentário misândrico!

Parece que enquanto sociedade, estamos indo 'do nada pra lugar nenhum'.

Triste, viu...

Anônimo disse...

Tem pessoas que acham que ser homossexual é odiar o sexo oposto, assim como tem gente que acha que ser hetero é odiar homossexuais, assim como tem hetero/homo que odeiam bissexuais/trans tbm. Uma nfinidade de ódio e preconceitos vindos de todo lado. Quanto a falta de solidariedade das minorias, isso é muito comum até entre as feministas, quando a pessoa que comete o abuso (e qualquer outro tipo de violência/crime) é mulher/negro/menor/islâmico, etc., várias feministas costumam desqualificar a vítima e até mesmo amenizar o crime.

Anônimo disse...

14:33

misandria do primeiro comentário não é nada comparado a misoginia e ódio praticado por vcs homens contra nós mulheres, e diga se eu não disse alguma verdade ali, diga

Anônimo disse...

Aguenta e chora mais

Anônimo disse...

É lamentável ver manifestações de preconceito surgindo de pessoas que sofrem o mesmo problema.


Por isso precisamos sempre lembrar que os homens machos heteros AMAM AS VAGINAS. Os verdadeiros adoradores das vaginas são os homens.

Infelizmente sofremos assédio dos gays e preconceito das lésbicas, mas como somos homens, aguentaremos forte na luta contra toda a injustiça. Já que o dever do homem é ser macho e resistir contra a opressão. Seja de gays, seja das lésbicas.


Macho Guerreiro

Anônimo disse...

"e pensar q homens héteros tem o mesmo pensamento a respeito da genitália feminina

omen é tudo igual mesmo, uns retardados completos"

faço suas minhas palavras, toda a força as mulheres héteros

Anônimo disse...

gays podem ser imbecis em relação às mulheres, mas os héteros conseguem ser ainda mais podres, o triplo mais babacóides

Anônimo disse...

Já notei a misoginia vindo de uns conhecidos gays.
Uns tentavam rivalizar comigo e me excluir pelo simples fato de estarem interessados no meu amigo que apesar de ser bi, se identificar mais como gay. Eles me viam como um perigo potencial por ser mulher, ou na cabeça deles, a que naturalmente nasceu pra ser desejada por homens.
Me afastei deles.
Um outro amigo por ser meio acetinado, sobre machismo. Porém não nota que é machista com mulheres. Já ouvi discriminar mulheres que querem andar livres com os seios de fora e que mulher tem que usar sutiã pq leu uma pesquisa feita por homens, dizer isso.
Tb já ouvi uma colega lésbicas comentar que no rolê lgbt é difícil andar junto com gays por conta da misoginia. Ela tb se afastou de amigos gays pq o ódio era demais.

Anônimo disse...

mas isso é pq eles são homens, não tem jeito, o cromossoma XY é uma anomalia, aliás, tem sim, seleção natural nesses canalhas

Anônimo disse...

mas o q esperar dos maxos humanos? Seja qual for a orientação, eles são estúpidos

Vânia disse...

E ainda tem mulher q tem esperança com essa raça escrota.

Vânia disse...

Como se pau cheirasse a rosas kkkkk

Anônimo disse...

AS LÈSBICAS espalham preconceito contra as BIS e contra as TRANS operadas. Elas sim tem vaginofobia e heterofobia, pois acham nojento que um travesti faça mudança de sexo e vença o monopólio da vagina, como também têm ódio das BIs que gostam de chupar pênis.

Muitas radicais malucas querem assediar todas as mulheres livremente, para isso abusam de toda a espécie de preconceito.

Cade a luta contra monogamiefetividade da nossa sociedade repressora sexualmente? Cade a luta a favor do Poliamorismo e do cornismo?

Quantas mulheres foram espancadas por suas namoradas "machinhos", imitações de Tammy Gretchen, por transarem por fora???

O preconceito maior é criado pela monogamia.

Rafael Cherem disse...

Coisa de gay não gostar de cheiro de vagina.

Babaquice é algo extremamente democrático.

Anônimo disse...

"E ainda tem mulher q tem esperança com essa raça escrota".

e o mais interessante é q ng consegue contestar isso, deve ser pq é fato mesmo, omens são lixos

Anônimo disse...

16:20 aí q vc se engana, pq já saiu até pesquisa apontando q mais da maioria dos omens sentem nojinho de buceta, e é fato, o nojinho q os omens sentem de buceta não tá no gibi

não gostar de cheiro de vagina é coisa de misógino, ou de omen babaca mesmo (todos?), tanto faz

Anônimo disse...

Eu sei q tem gente q é fã, mas adoraria q a Lola parasse os posts sobre mascus. Pode notar, é só ter pra ficar dias de mascu anônimo tentando se passar por feminista pra manchar o movimento.

Anônimo disse...

"ou de omen babaca mesmo (todos?)"

homem e babaca na mesma frase é pleonasmo

Anônimo disse...

16:32

o post de hj não é sobre mascus, e vc não precisa defender os omens, quantos eles te pagam pra isso?

Tudo q é falado aqui contra eles, por mais duro q possa ser, são fatos

Anônimo disse...

Já teve campanha pra homem lavar o pau, e um órgão que saí fezes não pode ser menos fedido.

Anônimo disse...

E eu não entendo como podem gostar de sexo anal, sexo oral é bem melhor que penetração.

Anônimo disse...

Esses gays sempre se achando, são preconceituosos quanto a passivas, só gostam dos bombados, ainda querem tirar onda.

Anônimo disse...

O oprimido querendo ser o opressor nada de novo sob o sol.

Anônimo disse...

Dedos não brocham meus amores, um banho de gato faz mais orgasmos que esse piru passado de vcs.

Anônimo disse...

Sobre o q a anon misândrica disse do cromossomo XY ser uma anomalia e um erro evolutivo, eu concordo, pq é verdade

homens lidem com isso, vcs são uns equívocos da natureza

Anônimo disse...

"homens lidem com isso, vcs são uns equívocos da natureza"

e um tumor da sociedade humana, não deixe passar, maldita hora q a evolução resolveu criar o maxo humano, essa cruz q a espécie carrega há milênios

felizmente isso está prestes a se resolver, extinção vem maxarada, corram pras colinas, os mascus te esperam, kkkkkk

Anônimo disse...

"homens lidem com isso, vcs são uns equívocos da natureza"

só existem ainda (pra fazer as merdas q fazem), pq as mulheres infelizmente ou não, aturam essas degenerações humanas

omens são ATURADOS, lidem com isso tb

Kittsu disse...

Eu me daria ao luxo de proferir todo tipo de impropério homofóbico nessa situação.

Anônimo disse...

proferir todo impropério misândrico é melhor e atinge bem mais

Vânia disse...

Se a gente n lambe às bolas dos omis somos mascus, n falamos mentira alguma, a maior parte das desgraças no mundo vem deles, agora se ainda tem feminista fingindo q n é assim ,isso n nos obriga a fazer o mesmo. E feminismo n tem dono, pra ficar dizendo quem é feminista ou n.
Até mesmo Gays tratam mulher q nem lixo, n sei o q falta pra perceberem a verdade, séculos de humilhação e violência parece que é pouco pra vcs acharem q tem algo de errado com os homens.
N é nada ensinado como vcs adoram dizer, o homem é bonzinho mas a sociedade ensina a nós pisar... de onde saiu esse sistema opressor mesmo? Omis! Quem ensinou aos primeirod homens o sistema opressor, ja que eles n tem culpa de nada? Eles decidiram e é assim até hoje ,e eles cagam e andam pois são beneficiados.

Anônimo disse...

Cada comentário doido acima, mas enfim, vamos lá.

Eu sou homem gay e concordo com o que foi dito no texto, muitos gays são machistas e babacas sobretudo os mais privilegiados. Racismo é outra coisa muito comum de se ver no meio LGBT, infelizmente. Sofrer preconceito, definitivamente, não isenta o ser humano de praticá-los. Tem gays que fazem campanha pro Bolsonoro! É o tipo de coisa que não dá pra entender!
Mas não podemos generalizar, e sobretudo, devemos ter o cuidado para não sermos homofóbicos e legitimar toda a violência na qual nós gays estamos submetidos, como fez o camarada aí em cima. Dizer que o gay discrimina a mulher por ser menos homem é sim um preconceito. E não se combate preconceitos com mais preconceitos. Preconceito se combate com conhecimento e informação. A ignorância é a raiz de todas as formas de discriminação.
Eu particularmente respeito e admiro muito as mulheres. Acho o sexo lésbico muito mais interessante, intenso e gostoso do que a mesmice do sexo gay. Tenho sérias críticas à tal "cultura gay" que pra mim é extremamente prejudicial, pois ela fomenta o machismo com seu ideal de homem e modelo sexual hierárquico (ativo e passivo).

Lauritz Melchior

Anônimo disse...

Vânia

Gosto assim, tô cheia disso, de mulher não reconhecer q omens são ESCÓRIAS e tentar defendê-los, fala sério, só quem deveria fazer isso são os lixomens, mas nem eles fazem pq reconhecem q são uns escrotos mesmo

agora pisa mais nesses cocôs ambulantes

Anônimo disse...

mas não é novidade nenhuma q as mulheres são melhores q os homens EM TUDO, quem é q não sabe disso ou ainda finge discordar?

não é a toa q mulher é próxima da palavra melhor

Ana Carolina Serrao disse...

Pobre homem oprimido pela sociedade feminista e gayzista. Tadinho.

Anônimo disse...

A grande questão é que alguns homens tanto héteros como homos só lêem nossos corpos como máquinas de fornecer prazer, não sendo desejáveis aos homens homos, a mesma retórica misógina se reproduz, sendo nossos corpos inferirizados.No relato fica claro o quanto o desejo feminino é relativizado e questionado, pois no fundo nossa autonomia não é aceita sem passar pelo crivo de um macho.

Anônimo disse...

Alvo errado Lola o inimigo e outro, o inimigo e homem, o inimigo e branco, o inimigo e hétero e o inimigo e machistas (Tudo sinônimo) estes e que devem desaparecer em uma nova sociedade progressista, o opressor . E não ficar incitando divisões e brigas entre grupos oprimidos por conta de alguns poucos que por aceitação social em uma sociedade que os sufoco REPRODUZEM algumas atitudes do opressor.

NATTRAMN disse...

kittsu so queria me pedir desculpas pelas merdas que eu falava aqui em 2014, e queria pedir desculpas por ter te assustado quando falei que tinha odio das mulheres que estudaram comigo, no fundo nunca tive esse odio, eu sempre fui mais um personagem que criava pra mim, um personagem ''mascu'' na epoca, eu sempre precisei de fantasia pra viver. mas nunca odiaria mulheres, eu odeio os homens mesmo. eu nao irei voltar, sou aquele que voce chamava de maionese, eu tenho medo de voltar aqui pois nao quero incomodar ninguem, nao vou invadir tua privacidade, nao estou te perseguindo. vou ficar na minha, so minha ultima mensagem pra voce. e eu nao sei quem voce é, apenas tenho uma intuição so isso, mas nao sei quem voce é por tras desse perfil.

Anônimo disse...

É difícil aceitar que mulheres podem sentir prazer com homens e penetração?
Falem aí misandricas

Anônimo disse...

"É difícil aceitar que mulheres podem sentir prazer com homens e penetração? "

A questão não e ser difícil aceitar, a questão e que penetração não da prazer a mulher mas sim o estimulo clitoriano, o prazer feminino esta inteiramente ligado ao clitóris e não no canal vaginal portanto penetração e dispensável sim para mulher na relação. Infelizmente esta sociedade falocentrista patriarcal ensina aos homens que penetração e o máximo dos máximos para mulher e o que o falo deles e amado idolatrado quando na verdade nem visualmente atraente é(Na maioria das vezes e assustador e repulsivo as mulheres).
Por isto homens estão perdendo feio para lésbicas nas novas gerações a mulher atual não se contenta mais com pouco como as oprimidas do passado,e quando se conhecem mais descobrem que penetrção não tem graça alguma.E os homens por não conhecerem a necessidade da mulher e serem egoístas ficam ainda achando que besteira de penetração e essencial.

Anônimo disse...

"eu odeio os homens mesmo"

quando eu digo q nem os próprios homens se suportam, me vem chamando de louca, de mascu

Olha aí, um exemplo de maxo fodido por outros caras, e o ciclo se repete

omens é um tumor social, anomalia cromossômica é fichinha

Anônimo disse...

19:20

olha, poderem até podem, mas isso não elimina o fato de vcs serem o câncer da sociedade, uns monstros abomináveis e tb serem uma anomalia cromossômica, XY é erro evolutivo, mas em breve será consertado pela mesma natureza q um dia fez o desfavor de trazerem o sexo masculino à existência, fica tranquilo

Anônimo disse...

MULHER = LUXO

omen = lixo
___________________________

"MULHER" é anagrama de "MELHOR"


"omen" é anagrama de "merda"

Anônimo disse...

O maior medo masculino e que mulheres descubram que o prazer entre mulheres e muito maior que com eles, por isto fazem uma lavagem cerebral social romântica na imagem heteronormartiva para tentar evitar isto. Mas este tempo esta acabando.

Agora homens gays? A unica explicação e achar que concorremos por causa de alguns "bofes"
queridos mau gosto não e generalizado, fiquem com eles e façam "bom" proveito.

titia disse...

Ainda bem que a autora se livrou desses lixos misóginos. Só pra ver como a misoginia está entranhada nas pessoas, até mesmo os gays que sofrem discriminações e violências por causa do machismo odeiam mulheres pelo simples fato delas serem mulheres. Absurdo. E essa "piada" do cheiro de peixe merece um comentário bem maldoso sobre sexo anal e o fato de os homens não lavarem o pênis. Ah, como merece!

19:20 mulheres gozam com o estímulo direto do clitóris. Se uma mulher tem orgasmo durante a penetração é porque o pênis ficou em contato com e estimulou o clitóris. Enfiar pênis em vagina somente não faz a mulher gozar. O que faz a mulher gozar é o estímulo, seja da língua, dos dedos ou do pênis no clitóris.

Anônimo disse...

Poxa migas, eu concordo que a sociedade é falocentrica.Mas limitar o orgasmo apenas ao estímulo clitoriano é foda também,diversos estímulos podem finalizar em orgasmo.Fora que sim, o asoalho pélvico também remete prazer. Poxa, sou feminista, sou bissexual, mas generalizar o prazer sexual é coisa pra mascus, não pras minas.

Anónimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

"Fora que sim, o asoalho pélvico também remete prazer."

Sim isto e verdade, mas somente na parte inicial da vagina e no máximo causa exitamento não orgasmo, não existe orgasmo com penetração somente sem passar pelo clitóris.

Anônimo disse...

"mulheres gozam com o estímulo direto do clitóris. Se uma mulher tem orgasmo durante a penetração é porque o pênis ficou em contato com e estimulou o clitóris. Enfiar pênis em vagina somente não faz a mulher gozar. O que faz a mulher gozar é o estímulo, seja da língua, dos dedos ou do pênis no clitóris."

fale por você, cada mulher tem uma sexualidade diferente, eu tenho orgasmo tanto com estimulo no clitóris quanto com penetração e sem bem diferenciar os dois. E afirmo que com penetração e muito mais intenso.

Migs, afirmar que o pênis e o supra sumo do prazer feminino e balela, mas dizer que ele não da prazer a mulher hétero e mentira e ficar fazendo terrorismo contra a penetração e besteira, tanto que sou tarada por pênis e apesar de saber que vários estímulos me exitam e satisfazem sexualmente não consigo eu ver sexo comigo sem penetrção e pênis e conheço dezenas de mulheres iguais a mim.

Anônimo disse...

20:02

sai pra lá seu ebola humano, quem é q quer a tua companhia seu mascu derrotado (derrota como adjetivo pra mascu é pleonasmo)

vai curar o seus maxos mascus do fórum dos fracassados q vc ganha mais, seu bosta, afinal, os únicos doentes mentais e físicos q se encontram aqui é vc

Anônimo disse...

MULHER = LUXO

sustentam toda humanidade

omen = lixo

equívoco evolutivo, erro da natureza, anomalia cromossômica

"MULHER" é anagrama de "MELHOR"

sem mulher, sem sociedade humana

"omen" é anagrama de "merda"

sem homem, tudo de bom, paz, tranquilidade, sossego, igualdade

Anônimo disse...

20:39

miga, vc pode se divertir com esse troço a vontade, só não venha querer defender os portadores desses poços de fimose, q não dá

reconheça ao mínimo q os homens são uns desgraçados, e q as mulheres são substancialmente melhores, sempre foram

Vânia disse...

18:00

Pois é, se cegam completamente e a gente tem q fazer o mesmo. Até hj n tive o prazer de conhecer um homem que n fosse um bosta machista. Só varia o grau da misoginia.

E falar em misandria é foda kkkkkk isso n existe.

Misoginia - homens que nos odeiam só por existirmos, nos matam, estupram, mutilam, humilham...

Misandria - mulheres que n se iludem mais e veem realmente como são os homens e querem distancia.

É, os omi sofrem demais com a misandria, que dó... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só rindo dessa merda.

Anônimo disse...

"Pois é, se cegam completamente e a gente tem q fazer o mesmo. Até hj n tive o prazer de conhecer um homem que n fosse um bosta machista. Só varia o grau da misoginia.

E falar em misandria é foda kkkkkk isso n existe.

Misoginia - homens que nos odeiam só por existirmos, nos matam, estupram, mutilam, humilham...

Misandria - mulheres que n se iludem mais e veem realmente como são os homens e querem distancia.

É, os omi sofrem demais com a misandria, que dó... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só rindo dessa merda."

Falou tudo Vânia, cansei de mulher se sujeitando a maxo ou ficar dando moral pra lixomem

Q essas anamalias evolutivas morram logo, todos

Anônimo disse...

dois mascus apareceram aqui hj

um cínico e babaca falando de cura, sendo q é omen, e omen como todos sabem já são anomalias por natureza, cromossoma xy é a prova disso, defeitos da evolução. Sinceramente mascuzento, se enxerga

e um outro mascu replicando a letra K igual um retardado, mas aí, chamar mascu de retardado é pleonasmo

Anônimo disse...

Se tem duas coisas que eu odeio é omen e mascu, pois não sabem respeitar ninguém.
omen (e principalmente o hétero) tinha que ir pro urologista arrancar o pênis, pra vê se para de fazer merda com esse poço fimose.
mascu só tem uma solução: fuzilamento, ou enforcamento, ou ser jogando numa vala cheia de merda e doença, deixa eles lá pra ver se eles não saem de lá MORTOS.... Kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

entendo o seu ataque de riso anon. 20:21

é muito bom mesmo rir da desgraça masculina e das rad/misândricas apelidando os caras de "LIXOMEM", kkkkkkkk, tb me divirto

Anônimo disse...

Essa caixa de comentários está mais cancerígena do que o solo de Chernobyl, e o pior é que a culpa não é só dos mascus... Ultimamente rads querem enfiar o extremismo e o ódio delas goela abaixo de todo mundo.

Anônimo disse...

"Ultimamente rads querem..."

E qual o problema, por acaso é alguma mentira?

Anônimo disse...

Sim. Generalizações tolas como essas que andam postando aqui sempre passam a quilômetros da verdade.

Anônimo disse...

"Generalizações como essas..."

Generalizações quais? Especifique e tente constestar, pq as q vejo fazem muito sentido sim

Anônimo disse...

Então claramente a partezinha do seu cérebro que lida com lógica não está funcionando muito bem. É sério isso? Você realmente precisa de argumentos contra afirmações como "omen como todos sabem já são anomalias por natureza, cromossoma xy é a prova disso, defeitos da evolução"? É realmente necessário dizer que algo como "q os homens são uns desgraçados, e q as mulheres são substancialmente melhores, sempre foram" é uma análise totalmente tendenciosa e egocêntrica da realidade? Você realmente quer que eu diga porque falar que "omen (e principalmente o hétero) tinha que ir pro urologista arrancar o pênis, pra vê se para de fazer merda com esse poço fimose. mascu só tem uma solução: fuzilamento, ou enforcamento, ou ser jogando numa vala cheia de merda e doença, deixa eles lá pra ver se eles não saem de lá MORTOS.... Kkkkkkkkk" é uma coisa desumana e absurda?

Não vou perder meu tempo. Qualquer um com um pingo de bom senso vê que essas idéias são estúpidas. E se tem uma coisa que não prova que mulheres são moralmente superiores, é propagar essas besteiras.

Anônimo disse...

Esse comportamento infelizmente é muito comum em homens gays.
A impressão que me dá é que eles usam esse tipo de comportamento infantil como auto afirmação de masculinidade e prova de orgulho?

Algo tipo "Ai eu sou tão macho e tenho tanto orgulho gay que eu preciso o tempo todo ficar reafirmando como macho é muuuuito melhor (e mais cheiroso e mais gostoso de comer) do que mulher, e pra isso vou ficar o tempo todo comentando como tenho nojinho de mulher, esses seres inferiores"

Pois é, quando machismo casa com homosexualidade masculina não é nada bonito. Parece contra intuitivo (já que a homofobia vem do machismo), mas pensando por um lado, não é. A sociedade em geral ainda tem uma noção errada da relação entre gênero e sexualidade, por isso homens cis gays tendem a serem vistos como afeminados (sem necessariamente serem). Isso, dentro de uma sociedade machista como a nossa, é visto como abominação. "Como assim, cês tão se rebaixando a nível de mulherzinha? Sejam macho!" Por consequência, muitos homens gays tendem a querer adotar essa hiper masculinidade tóxica, daí esse desprezo para com o feminino. E uma boa dose de insegurança tb, arrisco dizer.

Anônimo disse...

21:42, perfeita sua análise. Finalmente um comentário lúcido no meio desse chorume tóxico que é essa caixa de comentários.

Anônimo disse...

21:41, pois bem:

"Você realmente quer que eu diga porque falar que "omen (e principalmente o hétero) tinha que ir pro urologista arrancar o pênis, pra vê se para de fazer merda com esse poço fimose." - isso foi em reposta à q um outro mascu disse, mas já foi apagado felizmente. "é uma coisa desumana e absurda?" - eu sei, mas era a imitação de um comentário de um mascu

"é uma análise totalmente tendenciosa e egocêntrica da realidade?" - sim, pode ser; mas: "omen como todos sabem já são anomalias por natureza, cromossoma xy é a prova disso, defeitos da evolução"; é uma verdade

Mas isso não é para q eles se sintam mal, só pra q esses fudidos q se acham no topo do mundo caiam em si: de q são uns penduricalhos da natureza terrena e semi-inúteis




Anônimo disse...

21:58, miga, sua opinião não corresponde a da esmagadora maioria das mulheres.
Aceita que dói menos

Anônimo disse...

21:47 concordo que a caixa de comentário anda precisando de umas dedetizadas mais frequentes ultimamente...

Se o assunto é falar de coisas ligadas a mascus, ou consequência do machismo, certeza que abrem as portas da creche e vira essa de "meninos são bobos e melequentos"

não vejo diferença nenhuma entre os machinhos escrotos que a moça descreveu no post e o papinho de umas comentaristas daqui.

Anônimo disse...

22:05

o nível da misandria aqui está muito superior a isso meu bem, só vc não notou, se bem q as misândricas daqui não são nada comparadas a de uns blogs rad q eu já frequentei, 'tão pegando leve com os maxos escrotos

Anônimo disse...

22:13 eu sei, eu usei o "bobos e melequentos" como eufemismo.

Cara, eu até me consideraria misândrica de certa forma, porque eu sou contra a noção de masculinidade atual, que involve todo um comportamento tóxico, violento e opressor.
Mas ainda assim o nível ridículo dos comentários daqui é de matar. Sem querer pagar de "tone police", mas vocês precisam mesmo ser mais racionais às vezes. O que ficar falando coisa como "esses lixos tem tudo que morrer" num blog vai adiantar de algo, mudar alguma coisa?
Vamo direcionar essa raiva (justificada) pra algo mais produtivo?

Anônimo disse...

22:19

talvez relembrar q omens são anomalias cromossômicas e erros evolutivos não adianta muita coisa mesmo, afinal, creio q os próprios omens (no fundo) se dão conta de sua inutilidade e pobreza natural

Mas aí vamos fazer o quê? Quando tiver um assunto mais pernicioso e profundo no q tange à violência contra a mulher, quem sabe teremos comentários misândricos mais ~produtivos~ e ~racionais~?

Anônimo disse...

22:19

miga, pode ser, mas é legal pisar nos homens, kkkkkkk

Anônimo disse...

As rads fodonas estão "pisando" efetivamente em quem, ao postarem xingamentos na caixa de comentários de um blog?

Anônimo disse...

"estão "pisando" efetivamente em quem?"

- nos homens

(em quem mais seria, se não nesses erros evolutivos)

Anônimo disse...

Você esqueceu do termo mais importante da pergunta: "efetivamente".

Anônimo disse...

Teve uma época que eu achei que feministas fanáticas e odiadoras de homens eram só uma caricatura feita pelo patriarcado para ridicularizar nosso movimento.

Aí eu conheci as rads.

Caricaturas, com certeza, mas reais. E nem graça têm.

Anônimo disse...

Essa história de falar que homem é erro da evolução não cheira bem... Se for, então a evolução errou muito feio mesmo, e repetidamente, porque boa parte (creio que a vasta maioria) dos animais possui machos e fêmeas. Só pode ser uma característica vantajosa para ser tão comum na natureza, senão teria sido eliminada pela seleção natural há muito tempo. Se só houvessem fêmeas e nos reproduzíssemos por partenogênese, então só iríamos parir pequenas cópias de nós mesmas. Sem reprodução sexuada, a diversidade genética cai drasticamente, deixando a espécie mais vulnerável a todo tipo de doença, mudança climática, etc., porque se há poucas diferenças genéticas entre os indivíduos, o que mata um(a) provavelmente pode matar todos(as). Deve ser por isso que machos surgiram.

Ficar distorcendo o conhecimento científico para ofender e discriminar um grupo não é diferente do que os cientistas do passado (e talvez até alguns poucos do presente?) fizeram para "provar" que os brancos são inerentemente superiores, ou que os homens são mais inteligentes, etc.

Anônimo disse...

Em que momento as "mulheres misândricas" que comentaram aqui se denominaram feministas radicais? Que perseguição ridícula com as rads.

Anônimo disse...

23:08, como se as rads não fossem misândricas assim, né fofa

Anônimo disse...

E se forem, qual é o problema? O que elas estão fazendo de tão mal aos homens? Me poupe!

Anônimo disse...

23:06

Flor, quando se fala "erro da evolução", não é no sentido literal, calcule bem, o cromossoma XX é muito mais antigo, mais muito mais antigo mesmo q o XY, o XY é uma derivação do XX. Essa mutação q ocorreu na história humana, podemos chama-la de anomalia, mas foi vantajosa, por isso continuou até hj, mas pode se tornar desvantajosa tb, aí começa o processo de extinção do XY

É por isso q eu tenho certeza q quando os humanos começarem a serem extintos, os homens terão sido primeiro

Os outros termos servem só pra tirar onda com a cara dos homens mesmo, se bem q é um fato q eles são sim quase inúteis na natureza, tanto é, q deveria existir um novo tipo de classificação de estado de conservação: extinto, extinto na natureza, ameaçado de extinção, pouco preocupante, semi-inúteis e completamente inúteis na natureza, os omens configuram "semi-inúteis", kkkkkk

Anônimo disse...

Alguns exemplos:

Completamente útil:
Mulheres estão aqui
e as abelhas rainhas

Útil:
Abelhas operárias

Semi-útil:
Zangões

Semi-inútil:
os maxos humanos

Inútil:
mamilos masculinos

Completamente inútil:
Destino breve dos omens, antes de beirarem a extinção

Anônimo disse...

Anon 19:11
Nao seja ingênux, pra acabar com o preconceito tem que mostrar casos assim também. Como acabar com o machismo, racismo e homofobia se as proprias minorias o praticam.
Uma mulher racista, um gay misógino e um negro homofobico é ruim tanto quanto um homem hetero branco ser um. Pode ser até pior por que se uma minoria que sente na pele o preconceito o pratica com outra minoria, como combatê-la?

Anônimo disse...

OFF TOPIC:
Lola, você viu essa foto que tá bombando no face? https://www.facebook.com/photo.php?fbid=942619692500417&set=a.336369103125482.73421.100002571845815&type=3&theater
Um lixo humano (me recuso a chamá-lo de homem) EJACULOU na menina em pleno ônibus lotado! Ela fez um textão desabafando e ainda postou a foto da saia suja de esperma... fiquei indignada com a situação. Pra mim isso é estupro, ainda que não tenha acontecido penetração. E com certeza ela não foi a primeira vítima e não será a última.

Julia disse...

Não sei como aparece feminista pra reclamar dos comentários "misândricos".
Eu to rachando o bico aqui kkkkkkkk

Além disso há muitas verdades ditas aqui. Machos humanos são mesmo semi-inúteis.
Esse semi já mostra que ela atribui alguma utilidade aos homens. O que é isso senão generosidade?

Quanto aos gays misóginos eu não tenho amigos gays então nunca presenciei isso, mas na internet vejo muitos gays apoiadores do feminismo e um em especial que é gay e é o homem mais desconstruído que eu já vi. Um poço de empatia. Ele é maravilhoso e ele é homossexual. As vezes ele deixa escapar até umas misandrias. Eu confio nele e não posso dizer isso de muitos homens. Esse nunca me decepcionou.


Vânia disse...

A lavagem cerebral que sofremos é grande mesmo, falar a verdade sobre os homens é ódio, eles sim são um poço de amor e ternura com as mulheres, merecem nosso respeito...

INACREDITÁVEL! !!!

Vânia disse...

Esses omis tem mais é que se fuder, vocês perguntam sobre táticas efetivas, eu realmente n vejo outra forma além da extinção do homem ou um milagre, ou ate guerra pra serem forcados a pararem de agit como animais, mas a tática do feminismo limpinho q implora aos omis que nos trate como ser humano n tá dando muito certo.
Temos que esperar pela compaixão dessa corja? Vamos nos fuder eternamente.

Anônimo disse...

Dizer que as outras minorias não são solidárias à causa feminina é se igualar-se a elas pelo seguinte motivo: só estão vendo o próprio umbigo e não enxergam a realidade como um todo.
Tenho uma tia que faz um discurso totalmente feminista sobre temas como equiparação de salário, liberdade sexual feminina, direitos reprodutivos e inúmeras outras causas feministas, mas é racista. Ela é professora do ensino médio, de acordo com ela, não tem um negro inteligente na escola e a única coisa que os negros fazem bem é cantar e dançar, mais nada. Claro que ela não fala isso em público ou no trabalho, ela preconceituosa mas não é burra. Ela escolheu ser mãe sem casar por opção própria e os filhos dela, ainda crianças, já fazem comentários racistas assistindo TV, denotando uma forte rejeição às pessoas negras. Não vou estender meu comentário, mas já vi mulheres fazendo discurso feminista e ao mesmo tempo sendo contra casamento homossexual também.
Minha forma de enxergar o preconceito é diferente das feministas, na minha opinião a origem de todas as formas de preconceito vem simplesmente da falta de empatia com O DIFERENTE, porque ter empatia com o PRÓXIMO é muito fácil.
Na minha visão, a opressão vem do desequilíbrio de poder, em que os que têm mais poder oprimem os que tem menos.
Então, existem negros machistas homofóbicos, homossexuais racistas misóginos e mulheres racistas homofóbicas, e é esse pessoal que luta por igualdade. Acho muito mais bonito um homem lutando pelas mulheres ou uma mulher branca lutando pelos negros do que a pessoa que luta pela própria classe.
Uma coisa interessante, é que já vi muitas matérias feministas apontando racismo de homens brancos contra mulheres negras, mas nunca apontando racismo de mulheres brancas contra homens negros. Então, um movimento de mulheres será empático com mulheres.
Fizeram comentários misândricos aí, e eles não são feitos só por feministas, mas por mulheres que desconhecem a luta feminista também. É difícil para um homem que não é classificado como minoria dizer que se sente incomodado com eles e ser levado a sério, mas pelo que observo, a origem do preconceito é a falta de empatia com o diferente.
Na minha opinião a mulher, negra e lésbica seria a opressora privilegiada se mulheres, negros e homossexuais tivessem muito mais poder do que o seu oposto.
Então, a falta de empatia entre as minorias é uma coisa generalizada e estrutural

Anônimo disse...

Júlia, q cara é esse? Joga o nome na roda mulher

Anônimo disse...

Anon das 14:30, retardado é um termo capacista, e como uma das imagens desse post disse, todas as opressões estão conectadas umas com as outras.

donadio disse...

"É difícil aceitar que mulheres podem sentir prazer com homens e penetração?"

O que eu tenho visto é que é muito difícil aceitar que a sexualidade dos outros é diferente da nossa. Gente que cria as mais absolutas certezas sobre o que é bom para os outros, baseando-se exclusivamente na sua própria experiência e nos seus próprios preconceitos. E isso de todos os lados, mulheres, homens, heteros e homos.

Anônimo disse...

"Flor, quando se fala "erro da evolução", não é no sentido literal, calcule bem, o cromossoma XX é muito mais antigo, mais muito mais antigo mesmo q o XY, o XY é uma derivação do XX. Essa mutação q ocorreu na história humana, podemos chama-la de anomalia, mas foi vantajosa, por isso continuou até hj, mas pode se tornar desvantajosa tb, aí começa o processo de extinção do XY"

Pela sua lógica, fêmeas também são "erros", já surgiram muito, muito depois de criaturas hermafroditas.

E chamar algo de mutação pouca significância tem em seu valor. Sem mutações, a vida não progride.

Anônimo disse...

Não sei se essas que estão falando de XX e XY sabem, mas esse sistema está longe de ser universal. Por exemplo, em todas as aves, alguns répteis e peixes, e certos invertebrados, os cromossomos sexuais são o Z e o W. Os machos são ZZ, e as fêmeas são ZW. Portanto, os machos são homogaméticos e as fêmeas são heterogaméticas, totalmente o contrário do que ocorre nos seres humanos. O cromossomo "masculino" desses animais, o Z, é maior, mais complexo e tem mais genes, como o X humano. Suponho que as fêmeas dessas espécies são "erros da evolução" também?

Vocês são mesmo de dar pena, usando algo besta como cromossomos para massagearem o próprio ego. Por que diabos alguém iria se gabar disso?

titia disse...

E isso, anon das 09:12, é o motivo pelo qual você só transa com sua própria mão.

Se vaginas te enojam, meu caro, vá comer um rabo.

Anônimo disse...

"Em que momento as "mulheres misândricas" que comentaram aqui se denominaram feministas radicais? Que perseguição ridícula com as rads."

Eita, rads reclamando de perseguição, como sempre! Criticar os absurdos que postam aqui é perseguição, mas as coisas que vocês fazem, como chamar mulheres trans de traveco e piroco, são lindas. Vai ver se eu tô na esquina, vai.

Rafael Cherem disse...

16:20 aí q vc se engana, pq já saiu até pesquisa apontando q mais da maioria dos omens sentem nojinho de buceta, e é fato, o nojinho q os omens sentem de buceta não tá no gibi

Mesmo?Não sabia. Cambada fresca.


Anônimo disse...

Lola, por favor, modere esses comentários. Por mais que os homens tenham culpa no cartório pelo machismo (e também por todos os outros preconceitos), e por mais que as mulheres tenham motivos para se revoltar contra eles, ainda assim é foda ler uma caixa de comentários floodada por mensagens de ódio.

Anônimo disse...

Trans q querem respeito desrespeitando, tem uns vídeos no YouTube de trans e seus simpatizantes achando q todos tem q ficar com uma pessoa trans pq se n quiser é preconceito. ...

Anônimo disse...

Existe transfobia por parte dos gays.

Existe bifobia e transfobia por parte das lésbicas.

Vemos um monte de gente usando o feminismo para conseguir sexo fácil. Iludem-se as pessoas para se conseguir diversão na cama.

A luta política deveria se pautar pela luta contra a religião e contra a monogamia opressora e canalha.

Os homens endinheirados consideram as mulheres troféus numa sociedade de pobres monogâmicos. Já que estes não podem ter prazer de tanto que trabalham.

Por isso a luta contra o Capitalismo canalha e opressor passa pelo elogio da poligamia.

Anônimo disse...

Essa caixa de comentários é uma das coisas mais teratológica que tive o desprazer de ler. A alucinação e descolamento da realidade dessas pessoas chega a ser preocupante !!! Caso esses comentários sejam provenientes de pessoas com mais de 12 anos de idade recomendo urgentemente um psiquiatra, e caso o movimento seja representado por esse tipo de "cabeça pensante" ... bom os comentários falam por si.

Anônimo disse...

Gays são homens. Homens são misóginos.

I rest my case.

Mila disse...

Eu lembro que quando eu era criança boa parte do meu "medo de gays" vinha da representação dos gays como inimigos das mulheres e principais críticos em relação à nossa aparência. Lembro de um programa de "humor" destes da TV Aberta em que a dupla de humoristas era extremamente misógina com as mulheres pois a esquete consistia no rapaz "roubar" o bofe da moça, que depois era descartada. É claro que o patriarcado quer muito que encaremos os gays como concorrentes.
Por outro lado, quando comecei a ter amigos que eram homossexuais, especialmente as lésbicas destacavam que a misoginia corre solta por lá. Desde "rachas" e a ojeriza ao cheiro da vagina (como se isso reafirmasse que eles são tão gays que rechaçam tudo o que possa ser atribuído à heterossexualidade) até a hostilidade com lésbicas de visual mais masculino. Outros amigos meus que são gays já cansaram de dizer o quanto os gays replicam conceitos como padrão de beleza e heteronormatividade (sim, gays afeminados, gays pobres, gays negros, gays magrinhos sofrem esse tipo de opressão de seus semelhantes).
Algumas lésbicas diziam que a misoginia era tão grande que elas se sentiam até mais excluídas no meio LGBT, o que é bem visível. Na "cultura gay" por assim dizer as mídias que tratam da temática, pouco vejo lésbicas inseridas. Há pouco tempo eu comecei a perder essa expectativa que a gente sempre pode esperar simpatia por outros movimentos de excluídos como gays ou movimento negro. Nos

Anônimo disse...

Misandria? Oras bolas... até parece!!

Homem não suporta um quintilionésimo (0,000000000000000001) do que faz com mulheres desde que o mundo existe.

Anônimo disse...

Como disse Paulo Freire: "Quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser o opressor." Muitas rads não querem simplesmente se libertarem da opressão. Elas querem oprimir, punir. Com essa mentalidade não vão muito longe mesmo... Só servem para desmoralizar o movimento.

Anônimo disse...

Rad reclamando de tone policing é como mascu reclamando do politicamente correto... No fundo, a liberdade que querem é a liberdade de dizerem qualquer bosta sem serem criticadas.

Anônimo disse...

pois é Rafael Cherem, manda isso isso lá pros Los Cuecas, a escola de homens, kkkkkkkkk

Anônimo disse...

09:17

já foi comentado sobre isso em: 23:18
deixa de ser patético(a)

09:08
q criaturas hermafroditas flor?
q eu saiba, só existem mulheres e homens atualmente, então é claro q o bullyng biológico vai sobrar pros omens, kkkk rsrs

Anônimo disse...

2 opções, censurar os comentários e reclamarem de ditadura, ou não censurar e virar um criadouro de trolls.

Faça a sua. XD

BLH

Anônimo disse...

Essa caixa de comentários já foi melhor. Eu nem me incomodo com a misandria, mas com o baixo nível das postagens. É muita vergonha alheia num só lugar.

Rafael Cherem disse...

Bom, ainda que a vagina tivesse cheiro desagradável, ainda que pêlos pubianos fossem algo feio, ainda assim, ninguém precisa ser motivo de chacota por isso, esses amigos da moça são além de preconceituosos grosseiros. Outra coisa, não vi misandria no "mundo gay" o fato de serem homosexuais é mero detalhe, essas grosserias já ouvi saindo da boca de gente de todas as orientações sexuais e politicas, todo mundo traz uma bagagem de preconceito dentro de si, e as vezes nem se dá conta.

Mila disse...

"2 opções, censurar os comentários e reclamarem de ditadura, ou não censurar e virar um criadouro de trolls."

Prefiro que reclamem de ditadura (sempre vão reclamar mesmo, os trolls querem que publiquem suas atrocidades em nome de liberdade de expressão) que ter uma caixa de comentários com assuntos tão legais que são desvirtuados com essa guerrinha menina vs menino. Quem comentar com argumentações lógicas e racionais não tem o que temer com censura de comentário.

Anônimo disse...

Num texto sobre a misoginia dos gays tem comentário de feminista reclamando de misandria. Acho que algumas mulheres deveriam refletir sobre as suas escolhas na vida.

Anônimo disse...

Viram que a França também seguiu os passos de países como a Suécia com a questão da prostituição?
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/04/franca-aprova-punicao-clientes-de-prostitutas.html

Rafael Cherem disse...

Prefiro que reclamem de ditadura (sempre vão reclamar mesmo, os trolls querem que publiquem suas atrocidades em nome de liberdade de expressão) que ter uma caixa de comentários com assuntos tão legais que são desvirtuados com essa guerrinha menina vs menino. Quem comentar com argumentações lógicas e racionais não tem o que temer com censura de comentário.(2)

Anônimo disse...

Bem, como sempre os comentários são ótimos. Eu fico aqui, rindo sozinha. Mesmo os idiotas, são bons porque nos fazem rir, no final das contas. Este blog, que conheço há tão pouco tempo - pouco mais de dois anos - tem me ajudado muito no sentido de compreender como a sociedade está estruturada e não me iludir mais.
Desde criança, acreditava que as pessoas - homens ou mulheres - eram boas no fundo. Por mais que eu dissesse o contrário, era nisso que acreditava. Bem, aos dezesseis tive um namorado. Ele terminou comigo por que eu ficava incomodada com os avanços dele. É. isso aí. Eu gostava dele, amava conversar horas com ele. Só não gostava dele enfiando a mão na minha blusa, acho que eu era muito nova ainda. Daí, ficamos de conversar num domingo. Antes disso, consegui sair da fossa, reuni os presentes dele, fui a sua casa e deixei tudo com sua mãe.
Deste dia em diante, ele estava morto para mim.
Gostei de outras pessoas, havia um amor platônico, mas sem esperanças. Caí em diversas armadilhas, mas sempre conseguia sair quase ilesa: é que logo de cara dizia que intimidade tinha hora e que eu não dormiria com a pessoa em questão, em momento algum.
Os caras terminavam alguns dias depois. Foram dois, assim. Diziam que a gente não ia dar certo, que isso e aquilo... Eu nunca achava que era por causa das minhas condições, por que eu dizia "você pode procurar outra pessoa pra isso", então achava que estava tudo bem.
Nunca senti vontade de dormir com um homem. Já me apaixonei diversas vezes por eles, mas pensar em dormir com eles era realmente desanimador.
Também me apaixonei por algumas mulheres, mas nunca tive um relacionamento lésbico. Adoraria ter, sinto que as coisas fluiriam melhor.
As pessoas são diferentes e as coisas para cada uma delas funcionam de formas diferentes, também. Viveríamos muito mais felizes se pudéssemos levar isso em conta, como sociedade. às vezes fico tentada por sentimentos misândricos, mas me controlo, pois conheço homens bons, apesar de tudo. Só não tenho esperança de encontrar um com o qual me sinta livre e bem, mas isso se deve as minhas características e gostos pessoais.

Anônimo disse...

Quanto ódio nos comentários!!! Somos todos iguais e devemos construir juntos um mundo de paz e harmonia. Devemos sempre buscar o equilíbrio e nos amar um pouco mais. O que está acontecendo com as pessoas? Pregam até o fim do sexo oposto. Nada muito diferente de Hitler e seus ideais de eliminação baseados em estereótipos de grupos. Acho que muitos (tanto homens quanto mulheres), deveriam primeiramente buscar compreender seus desequilíbrios interiores que fomentam a raiva ao próximo e as generalizações. Será que teremos, futuramente, condições de sermos melhores humanos do que somos hoje? Ando tendo minhas dúvidas.

Anônimo disse...

11:59, já pensou se tu na verdade é assexual birromântica? Deveria pesquisaro mundo dos aces, se pá tu sofria acefobia e não sabia. Há quem diga que os aces são os novos gays.
Agora, por que não dormir com outra pessoa? É tão legal dormir com cafuné ou abraço. (:

Anônimo disse...

Muito se fala aqui de erro da evolução. Cromossomo Y não é um erro da evolução, existe nos animais mamíferos. Ainda assim, reconheço que houve um erro evolutivo na história de nossa biosfera: Homo Sapiens

Anônimo disse...

Eu não tenho amigos gays misóginos porque me cansei de todos eles. Sério, eu não sei nem por que tem L na sigla LGBT.

"Ah não podemos generalizar" is the new "not all men"
Só que TODA mulher sabe que sim, dá pra generalizar um bocado, ainda mais se você for uma ativista lésbica.

Anônimo disse...

E já passou da hora de se falar na misoginia bipolar do ativismo trans também. "Somos mulheres mas odiamos vocês do sexo feminino". Ou seja, mulher só pra passar batom e usar banheiro, porque na hora mesmo vale ameaça de estupro e os caralhos (literalmente).

Anônimo disse...

Posso dizer com toda certeza que a intenção deste post foi, além de alertar mulheres e meninas sobre a misoginia entre os homens gays, que fazem isto para afirmar a sua sexualidade, assim como muitos homens heteros humilham e depreciam os gays para se afirmarem.

Nunca generalizo comportamentos entre seres humanos, pois todos nós somos diferentes e somos seres em eterna construção.

Realmente o post relata abusos absurdos, inaceitáveis para pessoas instruídas e adultas, independente de gênero ou orientação sexual, absolutamente nada justifica estas atitudes.
Este tipo de coisa traumatiza (eu que o diga), e que não venham os gays falarem que tem lésbicas que fazem o mesmo com relação ao corpo masculino, ao pênis, etc, pois nós mulheres somos historicamente oprimidas e nesse contexto somos ensinadas a termos ódio e desprezo com relação aos nossos corpos, isto é bíblico e cultural há milhares de anos (no antigo testamento a mulher é tratada como "impura" devido a menstruação e o homem torna-se "Puro" após a circuncisão".

Porém, mesmo não generalizando, há anos e anos percebo uma maioria de gays misóginos sim, e descontando isto muitas vezes nas mulheres mais próximas a eles, ou mais vulneráveis, enfim.

Acho que falta espelho muitos deles, pois se tratam também de seres humanos, feitos de carne e osso, com odores, secreções, metabolismo, ou seja, essa teoria absurda do corpo masculino ser "melhor" não faz sentido algum, haja visto que o órgão sexual masculino é diferente do feminino, portanto independe de comparações, não existem hierarquias entre órgãos genitais, eles são apenas diferentes.

Algo que me desagradou nos comentários foram as alfinetadas as pessoas transexuais, pois que elas também podem vir a ser ou possuir XY.

Falo como mulher, e estudante de biologia agora, que não podemos pensar deste modo, que é um erro apontar as mulheres transexuais, até porque tenho dezenas de amigas trans e todas sempre foram muito feministas, honestas, e sempre me trouxeram empatia como um todo. Aliás foram elas sim, as mulheres trans quem me ajudaram a denunciar toda esta misoginia sofrida.

Cabe a nós, sabermos identificar possíveis homens que se vistam de mulheres para cometer atos libidinosos ou coisa do tipo (geralmente quando ocorre ou se ocorre só escuto falar pela internet, nunca vi um homem se vestindo de mulher e dentro de banheiro feminino), portanto, se queremos empatia, e erradicar a misoginia, precisamos SIM do apoio das mulheres trans, elas que encaram todo o preconceito sofrido justamente pela misoginia de uma forma muito mais dura que nós mulheres cis.

Ainda digo mais, já presenciei casos de tentativas de ataques de homens cis, mas vestidos de homens mesmo, dentro de banheiros femininos! O homem quando tem intenção de estuprar, ele não vai se vestir de mulher para isso, é o que nossa história tem demonstrado. Ele vai fazer isso dentro de casa, com a filha, esposa, namorada, irmã, prima, sobrinha, e por aí vai, infelizmente.

E tem mais, notoriamente percebemos a intenção das pessoas, não é difícil separar o comportamento e intenções de um homem que por acaso se vista de mulher de uma mulher transexual ou de uma travesti. São coisas totalmente distintas, e mesmo se estes supostos homens existissem, vamos condenar as mulheres trans que nada tem a ver com isto e estão nesta luta conosco por causa disso?

E mais uma vez digo, que enquanto temos feministas se preocupando em atacar as mulheres transexuais e travestis, os verdadeiros opressores estão aí fora, esculachando, humilhando a traumatizando as mulheres de todas as formas, sejam eles homens gays ou heteros, estes mesmos do post agora devem estar por aí fora, sem culpa nenhuma do que fizeram, escuto muita mulher dizer: ahh, deixa que a vida os ensina!
Ensina nada! A vida vai continuar dando privilégios a eles por serem homens, eles continuarão adjetivando mulheres desta forma horrível, caso ninguém mais faça ou fale nada.


Anônimo disse...

"Além de alertar sobre a misoginia sofrida, denunciar este tipo de comportamento."

Anônimo disse...

Toda vez que alguém fala sobre "feministas atacando trans e travestis" eu sei que a pessoa não participa de nenhum grupo de debates no Facebook ou grupos de email em comunidades supostamente "inclusivas".

Até em grupo de COLETOR MENSTRUAL tem homem querendo dar voz de autoridade. E as feministas com medo de tomar pecha de "transfóbica" abaixam a orelha.

COLETOR
MENSTRUAL

vou repetir

COLETOR
MENSTRUAL

Saiam da bolha e conheçam as pessoas que vocês, por BRODERAGEM, estão defendendo.

Anônimo disse...

Porra, os caras gostam de enfiar o pinto num lugar que sai MERDA e querem falar mal da vagina? kkkkk Quando perguntaram a você se tinha lavado a chavasca devia ter perguntado se ele lavou o cu, simples. Pare de ser tao sensível e comece a responder à altura.

O fato é que a maior parte das pessoas agem como idiotas quando estão com seus grupinhos e gostam de atacar pessoas de fora. Ser humano é um bicho idiota, aprenda a lidar com isso e não se deixe abater. Medite bastante, seja mais segura de si e indiferente com as opiniões dos outros.

Anônimo disse...

Essa pesquisa que saiu sobre homens ter nojo de vagina, bem, que eu me lembre era uma pesquisa sobre sexo oral e embora fosse uma boa parte dos homens que não gostavam de fazer, eles não representavam a maioria dos pesquisados.

Eu acho que a maioria das mulheres não curtem fazer sexo oral em seus parceiros e fazem mais por obrigação. Uma vez, conversando sobre isso numa rodinha de mulheres, todas admitiram que só faziam sexo oral nos parceiros porque eles gostavam mas que sentiam um pouco de nojo, e as que não sentiam nojo não sentiam nenhum prazer. Eu diria que o sexo oral não é muito prazeroso para a pessoa que está fazendo, com pouquíssimas exceções.

Anônimo disse...

"maior parte das pessoas agem como idiotas quando estão com seus grupinhos"

omens q o digam, são quem mais fazem isso

Anônimo disse...

Uma coisa que devemos tomar muito cuidado: Acabar culpabilizando a vitima.
Neste caso particularmente, não presenciamos os fatos e nem conhecemos as pessoas em questão para julgar a moça.
Não sabemos os motivos pelos quais ela suportou isto dos ditos "amigos".
Muito provavelmente porque ela tinha medo de se abrir e contar esta história, inclusive de tocar neste assunto com os próprios. Porque? Porque se uma mulher abre a boca para falar disso em qualquer meio que seja, ela ainda pode ser alvo de chacota.
As "piadas" e comentários do relato são são nojentas, baixas, vulgares, escrotas, que torna até a denúncia com relação a elas algo vergonhoso. Motivo pelo qual talvez muitas mulheres que sofrem de assédio ficam caladas e não tem coragem de denunciar.
Talvez ela por ser jovem não conhecia outros amigos ou não tinha contato com outros grupos de pessoas, e eles, de alguma forma, a faziam acreditar que aquilo tudo eram piadas inocentes, e que longe deles, ela não teria outros amigos.
Enfim, o próprio fato dela relatar que com o tempo, criou coragem de tocar no assunto e tentar explicar a eles o quão errado estavam, e mesmo sem efeito, conseguiu se afastar deles, já é alguma coisa de significativo...
E cada um tem sua maneira de lidar com isso, eu por exemplo acho terrível que eu tenha que "responder a altura"< com comentários baixos e vulgares do mesmo nível. Estaria eu fazendo a mesma coisa? Ou que tal responder de tal forma: "E se eu fizesse uma versão masculina destes dizeres, falando sobre o pênis desta forma, ou chamando os homens todos de "caralhos", ou falando: Como é que vocês conseguem fazer sexo oral em homem:? Pois o pênis é fedido, nojento, pior que c*"...." creio que isto os levaria a sentir um pouco da atmosfera a qual criaram para fazer a moça se sentir depreciada... e nem assim eu estaria os respondendo da mesma forma que fizeram, não estou xingando eles diretamente, mas criando a sensação e fazendo-os imaginar como é escutar tamanhas atrocidades.
Outra coisa importante.... não se está combatendo machismo dando como resposta comparações da vagina com o ânus. Pois são órgãos completamente distintos do nosso corpo, cada um com uma função biológica distinta... porque em vez de responder "se eles não lavaram o c*", logo fazendo uma comparação da vagina com o ânus, ninguém pensa em dar como resposta "olha o cheiro da linguiça com queiro podre!"? Falocentrismo? Pois a única analogia que se pode fazer da vagina com o ânus é que ambos se tratam de orifícios, porém completamente distintos como falei acima, mas vejam como se torna sem efeito e sem sentido menosprezar um homem ou depreciá-lo por ter um pênis, haja visto que o mesmo é o simbolo de poder sobre a fêmea....

Anônimo disse...

"Acho que muitos (tanto homens quanto mulheres), deveriam primeiramente buscar compreender seus desequilíbrios interiores que fomentam a raiva ao próximo e as generalizações."
Generalizações... engraçado, que a pessoa que postou isto, por acaso já escutou coisas parecidas referente ao órgão sexual masculino em meio a lésbicas?
Sério, porque eu nunca ouvi, uma lésbica dizendo aos gritos e 4 cantos do mundo que odeia homens porque o pênis é fedido, nojento, muito pior que bocet*, ou c*, etc e tal... quantas vezes nós mulheres sofremos este tipo de coisa em meio aos gays?
Porque será que em SP as lésbicas estão organizando a própria parada da diversidade, e porque será que é difícil vermos uma festa LGBT em locais e casas específicas um público homogêneo composto por homens e mulheres igualmente?
Tanto pessoalmente como pela internet, estou cansada de ver esta cultura gay misógina sendo reproduzida por todo o mundo, nos EUA não é muito diferente, os mesmos dizeres, mesmo discurso de ódio contra as "rachas", quem sabe agora toda mulher sofre de doença infeciosa (que traz dor a mulher e pode levar a esterilidade, portanto não motivo de piada), ou toda mulher sofre de falta de instrução e falta de higiene, como se não existissem campanhas nacionais para que os homens sem instrução lavem o pênis assim evitando o câncer, como se a falta de higiene masculina não viesse a talvez trazer doenças as mulheres, pela própria anatomia dos dois órgãos, é mais fácil e comum a mulher adquirir doenças infecciosas de agentes externos ou secreções do parceiro, do que dela mesma.
E engraçado como o texto relata bem isso, parece mesmo que os indivíduos não chamaram a moça com intuito de satisfazer alguma curiosidade sobre a sexualidade e corpo feminino, eles já vieram com as respostas erradas prontas, gargalhadas, deboches...e inclusive mentiras absurdas na ponta da língua... será que não se tocaram que estavam passando vergonha? Comparar órgãos genitais diferentes impondo hierarquia? Falar que seios tem odor ruim, daonde?
Não é caso somente de ignorância, ai tem pura maldade.

Anônimo disse...

O Interessante é que tem pessoas aqui postando mais indignação com os comentários (realmente alguns comentários são tristes, iguais ou piores que o relato do post, onde tem oprimidas tentando ser opressoras, mas isto com relação ao preconceito com a sigla T do LGBT), agora ridículo é comparar a misoginia que mata milhares de mulheres todos os dias com a misandria de internet de algumas mulheres (e com razão).
Certa vez, ao publicar uma notícia de indignação no facebook com relação a estupros, um cara veio e comentou: "Ah, a maldade está no ser humano, independente de homem ou mulher."
Está uma merda! O números comprovam isso ano após ano, que homens são muito mais agressivos que nós e nos oprimem, somos historicamente oprimidas!
Nada se compara a isto!
E você que logo acima comentou que "precisamos tratar os desequilíbrios interiores, homens e mulheres para tratar sentimentos de raiva", porque será que provavelmente a autora deste post e de vários comentários tem "raiva"? O que será que elas sofreram para alimentar este sentimento?
Melhor: Porque você não colocou algum comentário ou reflexão acerca da atrocidade que a moça sofreu, no relato deste post? Você não se importa com isto certo? Você continua se achando o correto, não é mesmo? Oprimido querendo ser opressor.

Anônimo disse...

Mas que bandinho de escrotos nojentos...
Vão se preocupar em fazer a chuca bem feita, lavar o pinto bem lavado pra tirar o ranço de requeijão coalhado, agora vai perguntar as mulheres hetero ou bi quantas vezes foram obrigadas a fazerem sexo oral em pinto fedido - 80% delas responderão que sim, a maioria dos homens falta preocupação e higiene antes do sexo, e eles não estão nem ai... não serão eles os criticados, feitos de piada depois, não é mesmo?
Agora isso aí além de misoginia é fruto de RECALQUE, digo uma coisa, se fosse contra mulheres hetero, imaginaria-se que seria fruto da INVEJA, mas com lésbicas também? Seriam os gays homofóbicos, mas só homofóbicos com relação a mulheres lésbicas e gays afeminados?

Anônimo disse...

Acho que se engana nessa última parte. Feministas na realidade DEFENDEM mulheres, negrxs, lésbicas, indígenas, e qualquer minoria que sofra como elas mesmas. Aliás, até natural essa identificação. Acho que se equivocou com os termos

Sol Mascarenhas Neves disse...

Babacas ômis parecem ser um vírus difícil e muito longe de ter cura.
Ao invés de tentarem aprender com o texto, mantêm-se essa cabecinha oca proferindo as merdas de sempre.

O caso é que eles sabem que o tempo não volta atrás. E mulheres em poderá das, intelectualizados, e combativas vão surgindo cada vez mais, e dizendo pra que veio.

Podem chorar homens. É só isso que podem fazer.

Sol Mascarenhas Neves disse...

Sendo mulher, feminista, lésbica, apenas penso que a garota aí da descrição demorou muito, mas MUITO mesmo pra se afastar dessas pragas.
Como ficar aguentando isso, e por tanto tempo?

Anônimo disse...

Finalmente um comentário sensato!

Anônimo disse...

Cuidado para não tentarem "reverter a situação".
Dentro do feminismo sabemos todos que nunca se julga uma mulher que passou por algum tipo de opressão.
Isto é facilmente entendido por exemplo, quando vemos casos de mulheres que são manipuladas e se sentem intimidadas de se livrarem do marido que a oprime, por exemplo, e esta opressão pode ser de várias formas, moral, física, financeira...
Então tomemos cuidado para não analisar superficialmente este caso.
Tenham certeza de que para ela ter "aturado tanto tempo", muito mais coisas estavam envolvidas aí além da simples e pura "conveniência".
Muitas vezes as pessoas passam por problemas, depressão, falta de outros amigos, falta de comparativos, e até maturidade e coragem para saber lidar da forma correta e com as palavras corretas neste caso.
Nada disto anula a maldade dos sujeitos. Nada mesmo.
Beijos

Anônimo disse...

Mulheres empoderadas denunciando a misoginia... e entre os gays que o diga, como há misoginia entre eles próprios (fazendo piadas depreciativas sobre os afeminados) e como eles tentam se sentir melhores depreciando mulheres... é triste. Fazem isso o tempo todo, fingem que não percebem, que isso não é nada, que é liberdade de expressão, que são só "piadas", mas vai mexer no deles pra ver se eles aceitam de boa piadas sobre "viadinho"?
A sociedade heteronormativa patriarcal lê os gays como? Sujos, nojentos, ser gay é degradante... e engraçado é a mesma forma que eles tentam fazer as mulheres se sentirem!
Eles plantam o ódio que eles tem deles mesmos nas mulheres, e depois vem por aí reclamar que estão sendo oprimidos, que estamos sendo gayfóbicas... Pra mim o movimento que me inclui é o LBT!!! Há muito mais respeito ali do que entre os GGGG cis, brancos, padrão, e com boas condições econômicas...

Anônimo disse...

De acordo com o divulgado pelo próprio governo federal, seguem algumas informações para elucidação desses infelizes, e logo abaixo a fonte:

Lei Maria da Penha: algumas formas de violência contra a mulher:

“1: Humilhar, xingar e diminuir a autoestima
Agressões como humilhação, desvalorização moral ou deboche público em relação a mulher constam como tipos de violência emocional.

3: Fazer a mulher achar que está ficando louca
Há inclusive um nome para isso: o gaslighting. Uma forma de abuso mental que consiste em distorcer os fatos e omitir situações para deixar a vítima em dúvida sobre a sua memória e sanidade.

4: Controlar e oprimir a mulher; 5: Expor a vida íntima; dentre outros os quais podem ser consultados aqui:

http://www.portalfar.edu.br/?p=3657

Outros links válidos para leitura:

http://casadamaejoanna.com/2016/04/08/traducoes-sugeridas-para-gaslighting-mansplaining-bropriating-e-manterrupting/

http://thinkolga.com/2015/04/09/o-machismo-tambem-mora-nos-detalhes/

E, PRINCIPALMENTE, ALGO QUE COM MUITO ESFORÇO PODEMOS FAZER TORNAR-SE UMA VERDADE TAMBÉM PARA O BRASIL:

"Misoginia agora é crime de ódio na Inglaterra"

http://www.geledes.org.br/misoginia-agora-e-crime-de-odio-na-inglaterra/

BEIJAS.

Anônimo disse...

Mulheres são oprimidas historicamente.
Um homem gay pode vir a sofrer homofobia de mulheres, mas oprimido enquanto gênero masculino jamais será, mulheres NÃO possuem poder social para oprimir homens.
Portanto misandria não se configura como um mal social na nossa cultura, misandria na prática não existe, apenas casos extremamente isolados que podem incorporar violência, mas na maioria das vezes se encontra em mulheres cansadas de serem a vida inteira oprimidas pelo patriarcado.
Misoginia SIM existe como um mal social, que mata mulheres todos os dias, além de mortes, ela justifica estupros, pedofilia, preconceitos de forma geral com relação a mulher e agressões de todos os tipos.
Portanto para o cara que falou ai em cima que "Acho que muitos (tanto homens quanto mulheres), deveriam primeiramente buscar compreender seus desequilíbrios interiores que fomentam a raiva ao próximo e as generalizações", não se tocou disso.
Toda mulher, feministas e lésbicas sabem bem que dá pra generalizar um bocado, tratando-se de homens misóginos, sejam gays ou não.
Nossa sociedade é misógina e não misândrica. Ela se configura como o "honre o que tem entre as penas" para os machos, e o "feche estas pernas que é suja, feia e fedida", para as mulheres.
Mas só sendo muito ingênuos para pensarem que a moça em questão, que parece ser bem instruída, aturaria calada estas barbaridades, atrocidades que não só ferem as mulheres em geral, como a ela individualmente.
Toda esta onde de feminismo passando por aí de diversas formas e ainda não aprenderam nada...

Design + Industrial.com disse...

Como sempre Lola inteligente, consciente, e ajudando as pessoas que a procuram.
Este aqui com certeza é o maior site sobre feminismo no Brasil, não só isso, mas eu, que acompanho assiduamente, venho enriquecendo meus conhecimentos e me mantendo atualizada da nossa situação de forma geral, seja política, social, cultural...
Agradeço por existir um espaço de troca de experiências e conhecimento como este aqui, só tenho a agradecer pela empatia, trabalho e pretendo cada vez mais me incluir no ativismo, com relação a causa feminista em minha vida.
O feminismo me abriu os olhos para tantos problemas enfrentados pela comunidade LBT, e é por ela e pela causa animal que eu busco e alimento incentivo.
Obrigada!