domingo, 20 de dezembro de 2015

FABÍOLA, LUTE COMO UMA GAROTA

Este ótimo texto -- sobre o mesmo tema do guest post publicado ontem -- chegou pra mim por email, sem autoria. Na hora de ilustrar, vi que é do jornalista e publicitário Lelê Teles.

Qual não foi a minha surpresa: Fabíola é flagrada saindo do motel com o amante. O marido leva um amigo para filmar o flagrante, já na intenção de "genizar" a esposa.
Ficamos sabendo que os cinco envolvidos são amigos. E que o amante também é casado. Até aí questões de foro íntimo.
Mas o filme se desdobra numa narrativa estranha em que o discurso de ódio é todo voltado à mulher: ela é a safada, o amante, não; ela é a vagabunda, o amante, não; ela é a puta, o amante, não.
Ela é a Geni.
Nas redes sociais era o que prevalecia, xingava-se Fabíola, e fazia-se graça com o "Gordinho da Saveiro". O amante recebe um apelido no diminutivo, carinhosamente.
Mas há uma questão ainda mais intrigante. Como sabiam que contariam com a infâmia de todos os misóginos do mundo, o marido e o amigo não tiveram pudor em publicar o vídeo.
O lance é que, no vídeo, Fabíola não cometia um único crime. Já o marido e o amigo cometiam vários.
O mais grave: o traído arrancou a esposa pelos cabelos do automóvel do traidor e lhe deu umas bofetadas.
O cara filmou uma agressão a uma mulher e divulgou nas redes sociais na boa.
Ele não só a apedrejou como exibiu a garota em praça pública para que ela fosse virtualmente apedrejada por um milhão de marmanjos.
O que bateu cometeu um crime e o que filmou a agressão e deu a ela publicidade, ao invés de socorrer a mulher agredida, também criminou.
O "Gordinho da Saveiro" acovardou-se, não defendeu a si mesmo e não defendeu Fabíola, ali eram três contra uma.
O marido de Fabíola chega a dizer ao "gordinho": "Dessa aí eu esperava tudo, mas de você, cara?"
Perplexo, ele afirmou que uma mulher sempre será uma puta e sempre estará disposta a trair o seu parceiro, mas um amigo jamais deveria trair o outro amigo. Coma a mulher de outro cara que você não conhece, mas não a mulher do amigo.
É a regra de outro, não faça aos outros o que você não gostaria que fizessem a ti mesmo.
Fabíola deveria agora estar contando com o apoio das outras garotas. Fabíola não deveria fazer o jogo dos rapazes, se esconder e se envergonhar.
Esses caras é que têm que sentir vergonha do papel ridículo que fizeram. Eles devem ser denunciados na delegacia.
Fabíola deve dizer que estava em um motel, portas fechadas, fazendo o que deus lhe permitiu fazer.
Ninguém deve sentir vergonha por ter feito sexo consensual com quem quer que seja.
E todos os que divulgam vídeo de sexo sem o consentimento de qualquer garota devem ser denunciados à polícia. As garotas devem deixar claro que quem cometeu erro foram eles e não elas, quem deve prestar contas à polícia e à sociedade são eles e não elas.
Eu tenho uma filha. Ela jamais irá baixar a guarda pra macho nenhum, nenhum idiota vai conseguir humilhá-la por ela não ter feito nada de errado, nenhum homem vai tripudiar da condição dela de mulher.
Fabíola, o jogo já virou.
Viralizou a tag em que as garotas perderam a vergonha de falar sobre assédio. Isso deve ser vergonhoso para os homens e não para as mulheres.
Viralizaram os vídeos das garotas, ainda adolescentes, enfrentando os marmanjos conhecidamente violentos da PM de Alckmin.
Foram as mulheres as protagonistas das maiores manifestações contra o até então todo poderoso Eduardo Cunha.
Enquanto toda a república se ajoelhava para as chantagens de Cunha, as mulheres foram à rua enfrentá-lo: Cunha sai, Pílula fica.
As garotas da Globo, que foram ofendidas por racistas, foram às redes sociais e os enfrentaram, mostraram que quem deveria sentir vergonha eram eles.
O exemplo é esse, Fabíola.
Querem que você fique em casa chorando como uma mulherzinha, com vergonha de tudo e de todos.
Isso está errado.
Fabíola, erga a cabeça e lute como uma garota.
Palavra da salvação.
#Fabíola Lute Como Uma Garota (tudo junto).

127 comentários:

Anônimo disse...

FABÍOLA É RAINHA. MULHERES, SEJAM FABÍOLAS!

Anônimo disse...

#LUTECOMOUMAGAROTA

Anônimo disse...

Eu acho lindo quando vejo mulher traindo. Eu penso: ufa, menos uma sendo feita de trouxa no mundo.

Anônimo disse...

Se fosse para trair, traísse pelo menos com um homem bonito!

Mas eu concordo com o texto, tomara que ela não se sinta com vergonha.

Anônimo disse...

Tô esperando até agora vir algum desses homens que estão jogando pedra na Fabíola afirmar: "NUNCA TRAI, NUNCA TRAIREI e se eu vir algum amigo traindo a esposa vou tratá-lo do mesmo jeito q to tratando a Fabíola". Aguardando...

Anônimo disse...

É verdade que ela já voltou pra ele? Enfim, que nojo desses caras. E sério, esse namorado dela devia ser uma peste com ela, esse tipo de atitude não veio do nada, duvido que ele fosse um cara super legal antes e de repente virou agressor, e disse que esperava tudo dela só porque estava "de cabeça quente".
Só discordo da parte em que ninguém deve ter vergonha em fazer sexo consentido. Existem situações e situações.

Dan

Ezco Musaos disse...

Muito bom o texto, só vi um pequeno problema ao usar o termo "mulherzinha". Não seria ainda um leve ranço de machismo usar uma palavra que deprecia a própria condição feminina num texto que incentiva a mulher a lutar? Se estou viajando, me corrijam, por favor.

De novo disse...

Anônimo 12:40, Essa traição me fez ter esperança de que mulher não liga tanto pra beleza de homem ;-) . Anônimo 13:06 Ele sendo uma peste ou não, não justifica a traição.

Anônimo 12:15, independente dela sentir vergonha ou não, pelo menos qualquer homem vai deixar de ser trouxa ao pensar em ter algo sério com ela.

os dois erraram por que vocês só podem ficar do lado dela, pq essa parcialidade.

Anônimo disse...

Anônimo das 13:23, eu pelo menos não estou do lado dela, na verdade, não estou do lado de ninguém, simplesmente porque isso é um problema de ambos. E o fato de ter sido divulgado na internet não dá direito de ninguém se meter. Achei errado a gravação, divulgação e agressão que a moça passou. Achei desnecessária a exposição. O que dá para ver claramente o machismo que existe em nossa sociedade.

Mas julgar por traição é algo errado. 1. ninguém tem nada a ver com isso. 2. ninguém é santo e pode ter certeza que os que xingam a moça devem ter o rabo preso.

Anônimo disse...

Ahhhh kkkkkk o fato de o cara traí-la tbm não justifica a traição dela? Que piadaaaa! kkkkk Só na cabeça de mascu q mulher tem q ficar tomando chifre e sendo fiel. Mulher tem mais é q trair meeeeesmo. Traiam mulheres, traiam muito. Vejam aí a mentalidade desses omis. Eles acham q podem errar, nós não. Vão tomar no cu. Aliás, uma ótima maneira de conhecer seus namorados/maridos é vendo como ele reage diante desse caso da Fabíola. Se ele acha q o marido tem razão, senta chifre nele mesmo, pq é certo q tá te traindo. E depois dá um pezão na bunda. Os caras q ficam mais indignados com a traiçaõ da Fabíola, são os q mais traem. PODEM APOSTAR

Anônimo disse...

Quem disse q ela errou? Ela tá mais do q certa. E óbvio q mulher liga pra beleza, eu q sou chata e não acho quase ninguém bonito, nem achei o amante dela feio. O cara tem um rosto razoável. Não se anima não, anônimo, vc provavelmente é feio e pra arrumar alguém só tendo dinheiro mesmo.

Ezco Musaos disse...

"os dois erraram por que vocês só podem ficar do lado dela, pq essa parcialidade."

---> Se os dois erraram, por que ele é o "gordinho gostoso" perdoado e ela a puta adúltera maldita? Não vê alguma coisa errada nisso não? Não é sobre quem tem razão ou deixa de ter, a questão é a misoginia do marido e da sociedade ao reagir nessa situação, para de ser estúpido.

Anônimo disse...

mulherzinhão não, parça

Anônimo disse...

Até pra abortar pauta feminista tem que dar uma cagada no final né? Mulherzinha.

Anônimo disse...

Tem mulher q prestam serviços sexuais em troca de dinheiro, assim como tem homens. Mas isso não as torna mercadorias, tampouco torna mercadoria as mulheres q não fazem sexo por dinheiro...

Anônimo disse...

Coitada da Fabíola desejo que ela de a volta por cima.

Agora esta parte do testo merece uma observação

"o traído arrancou a esposa pelos cabelos do automóvel do traidor e lhe deu umas bofetadas."

Se a Fabi estivesse armada ali isso não acontecia, pois ou manezao esse não ia nem ter nem coragem de por a mão no cabelo dela, se colocasse ia toma chumbo.

Tomara que Fabi denuncie ele policia

Ass, Eduardo.

Anônimo disse...

14:13, vamos ser sinceros ele não é um gordinho gostoso, eu acredito que exista dois tipos de traição, (1)aquela que fazem quando estão se sentindo deixados de lado e ignorados(as) pelo parceiro e acabam se envolvendo no mínimo de atenção que receber de outra pessoa. Nessa primeira opção existe grande chance da pessoa ficar arrependido(a) de ter traído e até mesmo pedir desculpas sinceras, e existe a opção (2) Na segunda opção a pessoa traí por safadeza mesmo por desrespeito ao parceiro(a). Realmente homem traí mais, "ou pelo menos ficamos sabendo mais". Não conhecemos a história deles por dentro para entender nos mínimos detalhes como tudo aconteceu. Eu concordo que a dimensão que o caso teve foi exagerada. De qualquer maneira ela seria assunto no mínimo no bairro inteiro aonde ela mora, o povo gosta de contar da vida dos outros isso não vai mudar, nem mesmo com o feminismo. Eu entendo que vocês querem mudar a mentalidade coletiva. 14:13 você não precisa me chamar de estúpido, mesmo que você ache que eu sou. Resumindo ela traiu com o gordinho gostoso ricão por pura safadeza.

Odara disse...

Eu acho complicado que em quase todas as falas em defesa da Fabiola sempre acrescentam "é claro que ela errou" ou "um erro não justifica o outro"...
Não cabe a ninguém esse julgamento! O que cabe sim é a denúncia do crime praticado contra ela!
Trair ou não é uma opção de conduta pessoal e ninguém, exceto os envolvidos, tem nada a ver com isso!
Violência é crime e é da conta de toda a sociedade!

Odara disse...

Outra coisa: eu vi o termo "mulherzinha" como uma referência irônica ao papel de submissão imposto pela sociedade às mulheres e não como falha do texto, pelo contrário.

Ezco Musaos disse...

"14:13, vamos ser sinceros ele não é um gordinho gostoso"

---> E quem disse que eu acho isso? Estou apenas usando a expressão usada pelas pessoas para se referir a ele e que de certa forma resume o machismo da situação. Não interessa aqui o meu ou o teu gosto pessoal.

"eu acredito que exista dois tipos de traição"

---> E o Kiko?

"Resumindo ela traiu com o gordinho gostoso ricão por pura safadeza."

---> E daí? Isso é justificativa pra agredi-la? Cadê tua coerência? (pergunta retórica, sabemos que não existe). Quando o homens traem não podemos julgá-los por não sabermos os reais motivos, mas quando é mulher é pura safadeza, não tem contexto?

" você não precisa me chamar de estúpido, mesmo que você ache que eu sou."

---> Não acho, tenho certeza. Ok, não te chamo mais de estúpido, teus comentários são suficientes para mostrar isso.

Ezco Musaos disse...

Ok, Odara. A partir dessa interpretação, a palavra assume de fato uma conotação irônica. Obrigado pelo comentário.

Anônimo disse...

Olhem q interessante esse texto:

"O exemplo clássico de legítima defesa da honra pode ser ilustrado pelo caso do marido que, sabendo que a mulher o trai, a mata, para que a sociedade não o veja como um “corno”, pois, matando a mulher, mostra-se que ele não deixou o “crime” de adultério impune.

Pelo motivo de a tese de legítima defesa da honra, na prática, não ser utilizada por mulheres, para justificar o assassinato de seus parceiros, visando abrandar sua pena ou até mesmo absolvê-las, desencadeou-se uma revolta das participantes de movimentos feministas, que passaram a lutar para mostrar o quão repugnante era a atitude de se alegar o amor como motivo para a violência e até mesmo o homicídio contra as mulheres; Estas feministas tinha como slogan a frase: “quem ama não mata”.

Com o passar dos anos, o que antes era comum nos tribunais, passou a não ser mais admitido, porém, muitos assassinos foram absolvidos e viveram o resto de suas vidas na impunidade, amparados por um mundo machista que entendia que a vítima era a culpada pela sua morte, pois, se não quisesse morrer, não trairia. Os padrões machistas da época fizeram com o a excludente de ilicitude fosse usado para proteger exclusivamente esses homens de responderem por atos brutais, praticados única e exclusivamente por pura covardia."

http://121310.jusbrasil.com.br/artigos/148439579/a-legitima-defesa-como-norma-discriminadora-do-direito

Clara disse...

Hipocrisia de todos os lados, traição é errado sim é ainda ficam o mimimi de que se critica é pq tb faz, deve ter sim mas n é todo mundo, argumento mais tosco.
Imagina usar isso em tudo," Se tá criticando racismo é pq é racista", "É contra pedofilia? Deve ser pedofilo..."
Óbvio q ela fez merda e o amante tb, pelo q eu li era cunhado dela, dois fdp. Mas isso n justifica a agressão.
Eu tb fico pasma em ver como acham traição nada demais, isso é agressão emocional, falta de respeito total. Me dá nojo.
Quanto ao marido e o outro cara, tb fico pasma com a burrice, cometem um crime e ainda fornecem as provas para quem quiser ver. Não passam de covardes, é mais fácil agredir a mulher do que sair na mão com outro homem e levar na cara.

Anônimo disse...

Anon das 12:40

que comentário mais nojento !
nao tem vergonha, nao ?!
querendo ditar com alguém alguém pode ou nao se relacionar ?!
é mais ainda, querendo fazer os outros engolirem o seu "padrao" de beleza...
Só falta me dizer que o seu padrão é aquele dito pela midia...que eu acho que só quem nao consegue pensar por si proprio é que esse esse padrao pré-estabelecido.

Anônimo disse...

A traição só vira um "crime moral", merecedor de ser punido com agressão e até morte quando é praticado pela mulher.

Ezco Musaos disse...

Agora que percebi que estou falando com o mascu "multinicks" alucinado do post anterior. Foi mal, não perderei mais tempo com esses seres perturbados.

Anônimo disse...

É errado pra você!
Não é lei e a sua opinião pouco importa.

Odara disse...

;)

Ezco Musaos disse...

"É tanta putaria q a pessoa é traída sem consideração nenhuma, muito menos respeito e ainda assim tem q respeitar o traidor? ?? Porra nenhuma!"

---> A traidorA não, ela vai ser apedrejada moralmente e, como no caso da Fabíola, terá problemas para voltar à vida social. Já o traidoR, para esse o perdão da traída será exigido e o apoio moral a ele é praticamente certo. Só tem esse detalhe. Até o dia que isso mudar, podemos falar em punição de traidores desse jeito igualitário que só existe na sua imaginação.

Anônimo disse...

Trair não é crime e portanto não cabe punição! !!

Anônimo disse...

Resumindo tudo, se algo n for crime tá liberado. Podre! N da pra defender ninguém nessa história.

Anônimo disse...

Se está liberado ou não é um problema dos envolvidos e não da sociedade!

Anônimo disse...

Cadê os homens q nunca traíram e nunca presenciaram traição dos amigos? Tô esperando!

Anônimo disse...

Anon 14:57

O seu estupido ele só nao fez isso porque ele só mais um destes covarde que para bater em mulher e "valentão", mas nao tem coragem de bater em outro homem porque se fizer isso, e quase certo que o cara vai reagir, e ele podia ate levar a pior, ai como ele sabia que esposa dele não nenhuma Ronda Rousey na vida e nem armada estava, ai meteu o braço nela pois viu que ia ser fácil.

Por isso eu concordo com cara ali encima que disse que mulher deve sim anda armada, ai qualquer agressão física só meter bala e tudo resolvido, ja que resolver as coisas de maneira pacifica não possível com certos sujeitos que nem você.

Ezco Musaos disse...

Anônimo 15:08, meu comentário foi irônico. É óbvio que trair não é crime, estou apenas adaptando a linguagem para o entendimento mascu (embora seja perda de tempo, sei disso).

Anônimo disse...

Se está liberado ou não é um problema dos envolvidos e não da sociedade!

Sei... por isso q estão defendendo os traidores pq n fizeram nada errado só pq n é crime. Tudo babaca nessa história. A mulher,o amante, o marido e seu amigo.

Anônimo disse...

15:17

Fica na sua, traidor n merece respeito e mulheres nesse caso tb agridem os traidores e tem meu apoio.

Anônimo disse...

Tô esperando até agora os homens q não traem e não conhecem amigos que traem....simplesmente pq eles não existem. Então calem a porra da boca e parem de julgar a Fabíola, cambada de hipócritas!

Anônimo disse...

É por isso que eu só chego perto de homem já com dez pedras escondidas pra jogar no cara se ele vier com machismo ou mascuzisse pra cima de mim. Incrível como esses machistas frescos (redundância) se doem todos só de saber que tem gente que não está disposta a atirar pedras numa mulher por ela ter traído um homem. Bom, deixa eu dizer isso: um homem que planeja essa droga toda e expõe a mulher e a própria família desse jeito MERECE LEVAR TODOS OS CHIFRES DO MUNDO! Todo homem que vai na internet apedrejar a Fabíola ao mesmo tempo que chifra a própria mulher merece levar todos os chifres do mundo. Todo homem que apoia essa atitude ridícula merece todos os chifres do mundo. E todos os mascus merecem levar um tiro no rabo e morrer.

Anônimo disse...

Eu acho pouco provável que a Fabiola venha a ler o que agente escreve aqui, mas se for ler, vai dica, da próxima vez que você for se envolver com algum homem tenha uma relação aberta com ele, ai você pode se divertir com outros acaras alem do teu marido sem correr rico algum, pois em uma relação aberta você pode do aproveitar o melhor da vida de solteira(o) e da vida de casada(o) ao mesmo tempo sem problemas.

Um beijão

Anônimo disse...

Homem fiel não existe e ainda querem exigir mulher fiel , chumbo trocado não dói se não quiser levar corno fiquem solteiros!

Anônimo disse...

Na minha opiniao, traição sempre será errado.
Mas nessa historia,
A F. e o L. eram os menos errados.


E para o pessoal que está apedrejando...
pq nao foram opinar no post de 14 de junho de 2015 ???
Vao dar uma olhadinha lá e vejam a diferença (GERAL) dos comentários daquela postagem para os desta postagem

eita machismo e hipocrisia !!!

Anônimo disse...

Mulher tem que trair mesmo eu mesma tria por prevenção já sabendo que ia tomar uns chifres, se eu namorar e perceber que isso vai acontecer de novo traio mesmo e depois termino. Não adianta chamar de puta e piranha que não faz efeito. Tadinhos se sentem os super omis com esses "xingamentos" de quarta série kkkk eu rio desses otários um brinde com male tears!!!

Anônimo disse...

Mulher pode trair pq não pode ter vários relacionamentos abertos sem ser julgada, chamada de puta, apedrejada. Logo, acaba tendo q assumir uma relação monogâmica e pegar alguns na encolha, pra não julgada. Pefeitamente compreensível. Já homem, tem total liberdade pra ficar com quem quiser sem ser julgado. Logo, se entra num relacionamento monogâmico tendo a opção de continuar solteiro e pegar quem quiser, é pq é um mau caráter. Resumido: não necessariamente mulheres q traem são sem caráter, mas todo homem q trai é necessariamente mau caráter. Mulher que trai está dando um foda-se pra sociedade machista e sendo revolucionária, homem q trai está se aproveitando do privilégio q já tem pra sacanear a mulher ainda mais.

Amanda disse...

Essa cara ai e o típico "machao" que só chuta cachorro morto, se esposa dele fosse a Holly Holm, aquela que quebro toda cara da Ronda, será que ele ia ter coragem de tentar (eu não digo nem conseguir e claro) agarrar ela pelos cabelos e ainda dar uns tapas nela? duvide e o Dóoo, ele não teve coragem nem de bater no outro que era só um chaveiro.

Anônimo disse...

Holly Holm é muito foda. Sou fã dela.

Anônimo disse...

Anônimo 18:10

"um alfa financeiro" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Alfa financeiro, um cara que só chaveiro? você leu o texto do post? estes masCUs só vem na internet para passar vergonha mesmo, depois quando viram motivo de todo tipo de deboche ainda acham ruim.

Ass, Eduardo

Anônimo disse...

E por quê entrar em relacionamento se quer trair?
É mais HONESTO viver solteira curtindo a vida,do que assumir relacionamento pensando em traição.

Anônimo disse...

Traição é escroto demais, quem defende traição como coisa normal, já sei que bom caráter não tem.

Dito isso, é óbvio que a Fabíola é a vítima nesse caso, pois homem pode trair a vontade e as consequências são 0. Se mulher trai, pode ser agredida fisicamente e até morta, ou ser linchada virtualmente, como é o caso dessa moça. Pra mim o certo é ninguém trair, se quer ficar com outra pessoa, termine antes, converse, seja honesto(a) caralho.

Anônimo disse...

"alfa financeiro"

UHDSAHUDSUHSDAUHDUHDASUHSADHUDASUHSDAHUS

Sério que alguém acha que existe isso? Nesse caso, merece ser chifrado - E VAI SER CHIFRADO -. Sinto muito. Só pode ser channer quem comentou isso, que piada. kkkkk

Anônimo disse...

Afinal o que é alfa financeiro que tanto tão falando?

Anônimo disse...

Anonimo 18:44

Você acha que a traição vai afetar ela para efeito de guarda dos filhos, partilha de bens e etc. vaio sonhando então, traição atualmente perante o judiciário não da nada, não tem que da mesmo.

E você e imbecil que merece ser corno sim, e tomara que tua mina te traia com o teu pai pata você ver o que e bom para tosse.

Anônimo disse...

Vcs não acham que está havendo gordofobia em relação ao gordinho da saveiro, por ser gordo ele não pode ser Ricardão?

Anônimo disse...

Eu me surpreendo mais pelo fato de traição chocar tanta gente em pleno 2015 do que o ocorrido em si. Levou um chifre? Ou dá um pé na bunda ou perdoa e segue a vida. Mas né, mentalidade de brasileiro pra tudo tá uns 30 anos atrasada, povo fofoqueiro pobre de grana e de espírito, tudo aqui vira um circo.

Anônimo disse...

Anônimo 19:34

Do jeito que esta a lei atualmente pensão e quase impossível a Fabiola conseguir, e bens só os que ele tiver colaborado financeiramente para obter.

Pode chora que o teu argumento já foi para o espaço.





Anônimo disse...

Nada mais do que justo

Anônimo disse...

Tive q rir desse mascu imbecil falando q o marido da Lola só quer jogar xadrez e q Lola maltrata o sujeito pq ganha mais. kkkkkkk Como esses loucos devaneiam.

Anônimo disse...

Chupem! É corno, tá com o risco de ser processado criminalmente, de pagar indenização e, além de tudo, pode ter q pagar pensão. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Rindo eternamente!

"De acordo com o Código Civil antigo (antes de 2002), quem fosse o responsável pela separação do casal, perderia o direito de receber pensão do cônjuge inocente. Contudo, o Código Civil que vigora desde 2002 entendeu de forma diferente: Sim, o marido traído poderá ter que pagar pensão alimentícia para a “ex”. Não mais se perquiri sobre a culpa.

Mas por qual motivo assim entende o novo Código?

O Código Civil de 2002 consagra com mais efetividade a dignidade da pessoa humana e a solidariedade social. Não entende como solidário e digno o ex-cônjuge traído em um simples ânimo de vingança querer ver sua ex-esposa morrer por falta de recursos. Se, em determinado caso específico, ficar comprovado que ela necessita de alimentos para sua sobrevivência, o Juiz poderá arbitrá-lo. Contudo, os alimentos serão excepcionais e temporários e seu quantum será limitado às necessidades básicas. (Alimentos naturais).

Quais são os requisitos?

Nesse ponto, destacam-se dois artigos do Código Civil:

Art. 1.704, parágrafo único. Se o cônjuge declarado culpado vier a necessitar de alimentos, e não tiver parentes em condições de prestá-los, nem aptidão para o trabalho, o outro cônjuge será obrigado a assegurá-los, fixando o juiz o valor indispensável à sobrevivência.

Art. 1.965. São devidos os alimentos quando quem os pretende não tem bens suficientes, nem pode prover, pelo seu trabalho, à própria mantença, e aquele, de quem se reclamam, pode fornecê-los, sem desfalque do necessário ao seu sustento."

http://www.capitaljuridica.com.br/artigo.php?id=23

Anônimo disse...

Anônima das 20:59

Segundo a lei tudo que você disse e verdade, mas segundo um entendimento que já esta quase pacificado no judiciário, cônjuge que tem condições de trabalhar para se mantar, não tem direito a receber pensão e ponto final, que o que me parece ser o caso da Fabiola.

Anônimo disse...

Quantos homens não fazem hora extra? pra mim esse assunto já deu, hipocrisia dos machistas brasileiros e cansam.

Anônimo disse...

kkkkk Trabalhei anos em vara de família, queridinho. O entendimento é de q se a mulher não tem mais capacidade laborativa, a pensão será vitalícia (não importa se traiu). Pra mulher que ainda tem capacidade laborativa os alimentos são temporários, até q ela consiga se restabelecer no mercado de trabalho. Vide o caso da Stephany Brito, q é jovem, atriz, mas largou tudo pra ir mora com ele fora, e depois q separou passou a receber pensão temporária. Se, pra sorte dele, a Fabiola trabalha, ele não vai pagar, mas se ela não trabalha vai ter q pagar até ela arrumar trabalho. kkkkkkk Acho mesmo q os alimentos sejam temporários, é bem humilhante ficar pagando pensar pra quem te botou um par de chifres. Mas nada q ele não mereça..

Anônimo disse...

Ela é bancaria será mesmo que precisava de grana... acho que não, quem sabe ele não fazia melhor na cama ou acha que mulher não gosta de sexo.

fernanda melo disse...

Então na verdade ela é gerente do banco segundo o que saiu na vea

fernanda melo disse...

Veja

Anônimo disse...

Anônima das 21:28

Eu não sei se sua resposta foi para mim, mas como seja.

O entendimento de que "cônjuge que tem condições de trabalhar para se mantar, não tem direito a receber pensão e ponto final" este entendimento só começou pega força no judiciário de uns 3 ou 4 anos para cá, e a tendência e de que este entendimento se torne humane-me.


Ezco Musaos disse...

"São as feministas lutando pelo direito de ser adúlteras."

---> Oh acéfalo, ninguém precisa lutar pelo direito de ser adúltera(o), pois adultério não é crime, é uma questão de foro íntimo que deveria ser resolvida apenas pelos envolvidos, não algo a ser exposto em redes sociais e usado como justificativa pra agredir mulheres e "lavar a honra". Adultério se torna crime na mentalidade de gente como vc apenas quando praticado pela mulher. Não vi ninguém aqui lutando pelo "direito de ser adúltera", e sim pelo direito de a mulher não ser apedrejada moralmente ao trair, já que com homens não ocorre linchamento moral. E se tem gente aqui dizendo que mulheres devem trair mesmo é porque adultério ainda é "crime moral" apenas pra mulher. E se algo é "crime" apenas quando praticado por alguns e não por todos, tem algo muito errado com a noção que se tem desse "crime". Quem faz parte do grupo virtualmente "criminalizado" tem toda a razão de se revoltar.

Anônimo disse...

Não existe isso de não conceder pensão alimentícia temporária pra mulher q se afastou do trabalho pra cuidar da familia. Seria uma flagrante do violação da dignidade da pessoa humana, visto q a mulher dedica anos da sua vida a fazer serviço doméstico e cuidar dos filhos - trabalho esse bem ingrato, por sinal, q tem carga horária muito superior às 8h q o marido trabalha e sequer é remunerado, além de as pessoas terem habito de achar q dona de casa "não trabalha". Assim como ninguém mandou a mulher parar de trabalhar pra cuidar da casa, ninguém mandou o trouxa do marido aceitar essa situação (ou mesmo exigir) e ficar sustentando a mulher. Vai ter q pagar pensão até ela se restabelecer sim. Tem julgados recentes entendendo isso:


Admite-se a fixação provisória de alimentos quando, rompida a relação matrimonial, necessita o ex-cônjuge alimentado de período para adequar-se à nova realidade profissional e financeira. É princípio do direito alimentar que, observado o caso concreto, tanto quanto possível, a pensão seja fixada, considerando-se a capacidade do alimentante e o padrão de vida propiciado à alimentada. (STJ – REsp 1353941 / RJ – Publ. em 24-5-2013).


AFASTAMENTO DO TRABALHO EM FAVOR DA FAMÍLIA – ALIMENTOS PROVISÓRIOS.

Verificando-se no caso concreto, a existência da informação, não contestada pelo recorrente, de que a esposa, após o nascimento da filha mais nova do casal, por exigência do marido, afastou-se do mercado de trabalho para se dedicar exclusivamente aos cuidados da casa e à criação e educação das filhas, tal acarreta, ainda que temporariamente, o dever do ex-marido em prestar alimentos à ex-mulher até que ela venha a se reinserir no mercado de trabalho e adquirir condições para, por si só, viver de modo compatível com a sua condição social. Precedente da Casa: “ (…) A ex-esposa ora alimentanda é pessoa jovem e possui idade e aptidão para entrar no mercado de trabalho, embora não imediatamente, devendo de regra ser fixado um encargo alimentar transitório, a ser pago por um lapso temporal suficiente para que ela se adéque a sua nova realidade e adquira condições razoáveis para se manter com suas próprias forças. O término do casamento não implica necessariamente a extinção do dever de prestar alimentos entre os ex-cônjuges. Contudo, deve ser tida como medida excepcionale exige a comprovação da necessidade de quem os pleiteia, “in casu”, consubstanciada pelo fato da ex-esposa durante o relacionamento se manter na dependência econômica do varão, não possuindo qualificação profissional apta para lhe ajudar a se posicionar no mercado de trabalho pouco tempo após a separação, ainda que seja nova. Não obstante, na espécie, cumpre fixar uma obrigação alimentar temporária até que consiga se manter por seus próprios meios. Pelo contexto probatório anexado aos autos, sopesadas as necessidades da credora e a capacidade contributiva do devedor de alimentos, inclusive em relação às despesas que este alega ter, a fixação do encargo alimentar originário é medida razoável e proporcional, atendendo ao binômio necessidade e possibilidade atual, cumprindo somente ser limitado a um período suficiente para que a ex-cônjuge se adapte (…). (TJ-DFT – Ap. Cív. 20120111217997 – Publ. em 20-1-2015).

http://gazetadoadvogado.adv.br/2015/08/04/jurisprudencia-comentada-mulher-jovem-pode-receber-alimentos/

Anônimo disse...

Ela não fez nada de errado? traição agora é correto? então para que assinar um contrato em cartorio ao se casar prometendo fidelidade? sabia que traição quando casado se o traido conseguir provar no tribunal pode pedir indenização por danos morais e anulação de casamento sem direitos ao traidor?

Anônimo disse...

SOCORRO nojo de uns comentários aqui, hora de ativar a moderação sem dó.

donadio disse...

"Se a Fabi estivesse armada ali isso não acontecia, pois ou manezao esse não ia nem ter nem coragem de por a mão no cabelo dela, se colocasse ia toma chumbo."

Se ela estivesse armada, teria sido assassinada com a sua própria arma.

Gente de bem não tem coragem de matar uma pessoa. Bandido tem. E o marido dela, como ficou amplamente demonstrado, é um bandido.

Anônimo disse...

Gente de bem não tem coragem de matar uma pessoa


Só se for vc, a dois quarteirões da minha casa dois bandidos de moto tentaram roubar um casal a noite, o cidadão de bem sacou sua arma e mandou um para o inferno e outro ficará sequelado pelo resto da vida com dificuldades motoras.
Antes que o mimimi comece esse caso na minha cidade ficou famoso e até apareceu no jornal local, o atirador nunca cometeu nenhum crime e é um pai de família, e por isso que não quero que ninguém tire meu direito de possuir uma arma para minha defesa

Amanda disse...




"Se ela estivesse armada, teria sido assassinada com a sua própria arma."

Ai que burro da zero para, quem tem uma arma e sabe usar ela direito, a chance e acabar sendo morto(a) pela própria arma e quase numa.

"Gente de bem não tem coragem de matar uma pessoa. Bandido tem."

Mentira eu e qq pessoa de bem tem coragem sim para matar se isso for preciso para defender a si mesmo(a) ou um ente querido, ou vai me dizer que se você estivesse na eminencia de ser morto você não sacaria a sua arma atiraria, se estiver com uma.

Passar bem

Anônimo disse...

22:46 que tal você aprender a ler? O que o texto defende é o fim do linchamento moral, agressão e assassinato de mulheres por causa de traição, uma vez que os homens traem e nada acontece com eles. Entendeu, analfabeto funcional?

Koppe disse...

"donadio disse...
Gente de bem não tem coragem de matar uma pessoa. Bandido tem. E o marido dela, como ficou amplamente demonstrado, é um bandido.
"

Pra se defender, qualquer pessoa pode matar... e em alguns casos, deve.

O problema, como já foi tratado aqui no blog, é a forma como educam as meninas pra se importarem demais com os outros, mesmo com quem não merece, e pra serem "boazinhas" porque reagir "é feio".

http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2014/08/o-alto-preco-de-ser-uma-boa-menina.html

Nem falo de armas. Falo da mentalidade, de valorizar a própria segurança, o próprio bem-estar, a própria vida, coisas que cada pessoa deveria sempre considerar mais importantes do que a vida de alguém que ameace isso.

Deixo aqui o exemplo de um caso onde uma mulher, que poderia ter sido mais uma nas estatísticas de femicídio, fez o que tinha de fazer, salvou a própria vida e livrou o mundo de uma porcaria:

http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/policia/noticia/2014/12/ele-fez-eu-me-relacionar-com-ele-ou-mataria-o-meu-filho-4663050.html

http://diariodesantamaria.clicrbs.com.br/rs/geral-policia/noticia/2014/12/santa-mariense-que-matou-o-ex-com-12-tiros-fala-sobre-o-drama-que-viveu-ao-lado-dele-4662407.html

Agora tu vai me dizer que essa mulher não é uma pessoa de bem? Que ela era uma "bandida"? Ou que era preferível ela continuar sendo maltratada e perseguida, e até acabar morta, do que gastar míseros 12 cartuchos que nem custam tão caro assim?

André disse...

Odara,

Não sei se ela já tinha tentado se separar e o marido forçou, por coação física ou financeira, a continuidade do casamento. Fora isso, aparentemente o relacionamento deles não era aberto então houve sim uma traição. Traição que pode resultar em sofrimento psicológico e riscos de doenças, seja o traído homem ou mulher.

Ezco Musaos disse...

Caro mascu do mato, a mulher traída não é encarada como a "vítima", quase sempre é a culpada, por não cumprir corretamente seu dever de esposa, não satisfazer seu homem, etc. etc. etc., por isso é seu dever perdoar a traição do marido. O "corno" é encarado como a vítima por excelência da história, e por isso deve "lavar a honra" punindo a adúltera, esta sim vista como a culpada por excelência.

Mila disse...

Achei que a situação tomou proporções absurdas. Embora eu não concorde com traição (sou da onda de se quiser pegar alguém, não seja comprometida), também fico surpresa com a repercussão que este caso tomou, mais pela traição dela que pela agressão cometida pelo traído. Então, concordo com 19:13 nesse ponto. As pessoas ficam "oh, traição", mas adoram cantarolar músicas que enaltecem a traição (masculina, claro). Vai entender.
A meu ver, a traição é um assunto de foro íntimo, mas o marido (e as pessoas) transformaram este acontecimento num bbb da vida real, com uma necessidade gigante de falar da vida alheia sem nem conhecer o casal e os motivos que levaram a moça a trair. Julgar e apontar dedos, tomar partido de um e de outro (sim, acho meio vazio o argumento de "mulher tem que trair") não cabe a nós. Me indigna muito mais a exposição exagerada e a relativização da agressão que ela foi submetida pelo marido.

Anônimo disse...

Essa moça já foi exposta e humilhada durante a semana em todas as redes sociais, sites e TV em rede nacional.
Independente do que ela tenha feito, que não diz respeito a mais ninguém além dela e da família dela, tudo isso só está acontecendo pq ela é mulher e vítima do patriarcado. Precisamos apoiar todas as mulheres vítimas do patriarcado
Porém, esses dois últimos textos me deixaram sem chão!
Vocês não entendem que o nome dela virou meme, piada, motivo de escárnio público?
O nome dela ficará marcado para sempre na internet, associado a esse episódio de humilhação pública.
Daqui a gerações, parentes, amigos, conhecidos e filhos poderão encontrar o nome dela associado a esses vídeos e prints que também foram publicados aqui.
Neste momento tudo que ela não precisa é de mais textos associando o nome dela associado a isso tudo.
Quem são os homens que a humilharam desse jeito? Quem são os homens que fizeram isso?
O nome deles não está exposto em nenhum lugar. Quando se trata de expor homens, vocês ficam pisando em ovos para escrever o nome, mas quando se trata de mulheres TODAS jogam na fogueira sem exceção.
É preciso refletir antes de colaborar com a exposição de mulheres!
Isso não se faz! Vocês estão colaborando para a humilhação dessa moça!
Acredito que ela esteja querendo se livrar dessa história pra sempre e isso vai se tornando cada vez mais difícil com a colaboração de quem deveria ajudá-la.
Por favor, vamos tomar esse caso como exemplo e pensar nas mulheres primeiro.

Anônimo disse...

Anônimo das 10:35, vc fumou o q? Vc realmente acha q em meio a um infinidade de críticas e humilhações, a Fabíola não ficaria mais aliviada em ver que existe gente q a apoia? Óbvio q sim, qualquer pessoa normal ficaria. O nome dela já está por aí, ninguém vai conseguir apagar todos os memes, vídeos, posts, páginas q fizeram sobre ela. O que precisamos é q as pessoas passem a enxergar o absurdo e o machismo extremo q estão fazendo com ela. E, por isso, esses textos da Lola são extremamente necessários. Não só pra trazê-la um conforto e ela ver q nem todo mundo está contra ela, mas tbm pra conscientizar as outras pessoas do quão hipócrita e machista é esse linchamento moral dela. Talvez, se eu fosse adolescente ainda ou não fosse suficientemente informada sobre o feminismo, eu tbm entrasse nessa onda de fazer piadas e crucificar a Fabíola, mas felizmente conheci o feminismo antes. Talvez, alguém q esteje tendo esse tipo de comportamento, leia o texto e reflita melhor sobre sua atitude. Acho q, na verdade, vc é um mascu q está tentando acabar com a corrente de apoio à Fabíola pra q ela continue se sentindo sozinha e humilhada.

Ezco Musaos disse...

"Ah mulherada, vai pensar um pouco só uma vez na vida, vai."

---> Mascu mandando alguém pensar é piada pronta.

Anônimo disse...

"Aí você vê o que é o feminismo. Essa mulherada apoiando a traição. Parabéns a todos os cornos, espero que tenham muitas Fabíolas em suas vidas."


Apoio à traição só existe no feminismo? Pq os bordéis estão lotados de homens casados então? Pq homem quando fica sabendo da traição de um amigo, não só não o recrimina, como acha bonito e natural? Duvido muito q vc, anônimo babaca dos infernos, dê ao seu amigo q trai o mesmo tratamento q dá à Fabíola. Quero ver vc vir aqui afirmar: "humilhei os homens q já fiquei sabendo q traíram da mesma forma q estou fazendo com a Fabíola". NUNCA.

A traição masculina é extremamente naturalizada, todo mundo acha normal. Como isso não vai mudar, vamos naturalizar a traição feminina tbm. Nada mais justo. Acostumem-se, se quer chifrar, serão chifrados. OTÁRIOS

Anônimo disse...

"O problema é que feministas se baseiam em presmissas tiradas das próprias cabeças, tipo "homem trai e nao acontece nada" , " que a exposicao eh ruim pra mulher e pro homem todo mundo esquece". "

O problema é que vcs acreditam em feministas como um exército de clones. Uma igualzinha a outra.

"magina se fosse uma mulher xingando o marido q foi pego no motel com uma "amiga" dela," Massa seu argumento. Credita às "feministas" (esse exército de clones que nunca divergem) que tiram premissas da própria cabeça enquanto vc faz o mesmo.

Ezco Musaos disse...

"O problema é que feministas se baseiam em presmissas tiradas das próprias cabeças, tipo "homem trai e nao acontece nada" , " que a exposicao eh ruim pra mulher e pro homem todo mundo esquece"."

---> Aponta aí alguns casos de homens que foram linchados na internet, que tiveram que se isolar em casa, mudar de cidade, etc. por terem uma traição descoberta. Depois de tudo que foi exposto no post e nos comentários, a criatura ainda vem cagar isso aqui. Só pra prova que tem neurônios atrofiados mesmo.

Anônimo disse...

Ezco Musaos,
O caso entre Chimbinha e Joelma que também envolveu traição e agressão por parte dele, não vi os machos defensores da família brasileira descendo a lenha no Chimbinha. Taí, 11:49, um exemplo clássico de 2 pesos e 2 medidas que vcs moralistas e hipócritas defendem.

Ezco Musaos disse...

Anon 12:28, pois é. Cadê toda essa sanha vingativa de tripudiar em cima do combo cantor traidor + agressor da esposa? Não estou por dentro do caso, mas parece até que estão exigindo que a Joelma o perdoe e que a banda volte, como já é de se esperar.

Cão do Mato disse...

Ezco Musaos, você está forçando a barra invertendo as coisas... Quando o traído é o homem é que as pessoas dizem que ele não deve ter dado atenção à mulher, que devia estar deixando a desejar, que "quem não dá assistência abre para a concorrência"... A mulher traída sempre se sai bem: se perdoa o marido safado, é vista como "de caráter nobre". Se dá-lhe um pé na bunda e lhe arranca o couro no divórcio, é vista como "mulher de fibra". Já o homem traído, se encara o adultério com civilidade, é visto como "corno manso". Se parte para a agressão (verbal ou física) é "agressor de mulheres"... Aí fica difícil, né amiguinho? O "corno" é um homem desprezado pela sociedade, e a própria palavra "corno" traz uma carga pejorativa, insinuando que a culpa de ter sido traído foi dele. Ninguém chama mulher traída de "corna"...

Ezco Musaos disse...

Mascu do mato, mulher que perdoa traição é vista como de caráter nobre por gente como vc justamente por cumprir direitinho a "cartilha machista", pois deve ser sempre submissa e perdoar os deslizes de seu "dono". E os poucos espaços onde se vê mulher ser admirada por dar pé na bunda do marido traíra são os feministas, em geral será cobrado o perdão dela ao marido, especialmente se o casal tiver filhos. E toda essa carga negativa em torno do "corno" é justamente pra ele dar a devida punição a esposa adúltera, pois o pior para um homen numa sociedade machista como a nossa é a possibilidade de estar compartilhando sua "posse" com outro. Se tem alguém forçando a barra aqui e invertendo a realidade é você.

Ezco Musaos disse...

Se em caso de traição, a mulher sempre se dá bem, por que essa moça, Fabíola, não está se dando bem? Por que não recebe apoio por ter sido agredida, além de blogs feministas?

Anônimo disse...

Cão do Mato,

Depende do contexto. Relembre o caso da Dani Calabresa e do Adnet e no tanto que as pessoas cobraram um posicionamento dela num assunto íntimo. O assunto só encerrou enquanto ela não pagou na mesma moeda. Foi traída e quando perdoou, tb foi crucificada.

Mas saindo do caso de famosos e indo para o povão, tenho lá minhas dúvidas em perdão de traição. O homem que perdoa a traição não o faz com tanta naturalidade como a mulher. Por naturalidade, digo que é esperado que o homem traia, que tenha amantes e saia com prostitutas. Dependendo do ponto de vista, nem traidor ele é, afinal é "só sexo". Eu noto isso toda vez que vou assistir cinebiografias de homens notáveis e a maioria deles tem amantes, com clara separação entre a mulher santa e a amante puta. Entre o povão, há mulheres que se sentem pressionadas a perdoar por uma série de motivos: medo de ficar sozinha; medo do marido abandonar os filhos; algumas são dependentes financeiramente do marido, preferem tolerar (sim, tolerar, pq exceto em relacionamentos abertos ninguém gosta de ser passado para trás), de ser julgada como a destruidora de família "afinal homem é tudo igual".
Com o homem a dinâmica é diferente. Lembro daquela novela "O Cravo e a Rosa", na qual o homem traído até tinha vontade de perdoar a esposa infiel, mas não o fazia por pressão social. Quando o homem sai do papel de machão fodedor e passa a ter sua esposa, "a propriedade" violada por outro, ocorre sim uma estigmatização que inclusive leva o homem a não perdoar, mesmo que tenha vontade disso.

Odara disse...

Não entendi André, eu nunca disse que não houve traição.
O que eu disse é que traição é uma opção de conduta pessoal que só diz respeito aos envolvidos e não cabe a nós julgar.

Anônimo disse...

Fico pasma em ler alguns comentários. Tem gente que diz que a mulher tem que trair preventivamente... Credo! Então não namore, não case. Que perpetuação de violência é essa? Falam que todo homem trai, então mulher tem que trair. Desde quando o movimento feminista surgiu para que a gente tomasse esse tipo de atitude como exemplo?
Vamos parar de agredir uns aos outros pelos comentários tbm, podemos discordar civilizadamente? Coisa mais feia ficar ditando como o outro deve pensar.
Ademais, concordo com o anônimo das 19h13min. O Brasil tá muito atrasado se uma traição é motivo para tanto estardalhaço.

Marcela.

Anônimo disse...

Marcela, seu papo é só mimimi d mulher submissa, q qndo vê uma mulher traindo acha o fim do mundo, mas qndo é trsida pelo marido ate perdoa. Me poupe. Mulher tem mais é q trair sim. Praticamente não existe homem fiel, não tem q existir mulher fiel tbm

Ezco Musaos disse...

"PUTZ!!!!! Defendendo putas! Defendendo mentirosas enganadoras! Defendendo assassina da família!"

---> O "gordinho gostoso" assassinou a família também?

Ezco Musaos disse...

Esperneia, mascu das 14:10, esperneia mesmo. kkkkk

Anônimo disse...

19:13

N é a traição que choca, é a mentalidade podre de todo mundo que defende isso. Todo mundo pode errar, mas achar que isso aí tá certo??
Do mesmo jeito que choca o bando de gente achando que ela podia apanhar.

Anônimo disse...

15:46 e vc a conhece para saber? Ou virou a mãe Dinah?

Anônimo disse...

Enquanto um mascu estupido como este das 14:10 e o das 15:46 não pararem na cadeia não estão satisfeitos, este lixos humanos.


Morte ao mascus

E Lola pq não ativa moderação

Ass, Eduardo

Anônimo disse...

15:47 vc escreveria isso na sua redação do ENEM?

Anônimo disse...

15:46, inveja é uma coisa triste né? fazer suposições de como uma mulher que você nunca chegou perto na vida subiu na carreira não te faz menos fracassado, pobre de grana e de espírito, recalcado. Agora volta pro minecraft e aproveita e pede pra mamãe trazer seu toddynho.

Anônimo disse...

15:46, so na sua cabeça que uma empresa daria um cargo importante por sexo. Sexo tem em qualquer bordel, mas quem seria idiota a ponto de colocar em risco as finanças,lucro e gerenciamento ao contratar uma incopetente só porque abriu as pernas? Ela pode ter sido um a idiota por se relacionar com um idiota, mas não poderia ser uma gerente de banco sem base nenhuma.

Anônimo disse...

O monte de merdas das 16:28

Se A Fabiola chegou a onde chegou, por competência ou não a esta atura isso e o que menos importa, eu só consigo e perceber que você esta babando de inveja dela, pois ela chegou aonde você nunca vai chegar na vida.

Ezco Musaos disse...

Mascu das 17:02, o que dá audiência mesmo é execrar e desumanizar qualquer mulher que trai. Teu comentário tá aqui pra mostrar isso.

Joane Farias Nogueira disse...

Um relacionamento aberto não impede que o vídeo de uma mulher vá parar na net. Não culpe a Fabíola pelo erro do marido dela,que sabia desde o princípio o que conseguiria:o apoio de uma sociedade machista inteira.

Joane Farias Nogueira disse...

Um relacionamento aberto não impede que o vídeo de uma mulher vá parar na net. Não culpe a Fabíola pelo erro do marido dela,que sabia desde o princípio o que conseguiria:o apoio de uma sociedade machista inteira.

Sara Jales disse...

Isso Fabíola, o exemplo é você.
Isso é o que a sociedade quer nos enfiar goela abaixo, que trair é normal, que trair com um amigo da família é normal; que o traído não deve se ofender, afinal, somos emponderadas, lutamos para sermos iguais aos homens, então nós também podemos e não devemos ser julgadas.

Deixa eu te dizer só mais uma coisa Fabíola, você pode até ser exemplo pra algumas mulheres, mas para a maioria, você é exemplo de como não devemos ser; pois se estivermos insatisfeitas com o relacionamento, é mais honrado terminar e sair com a cabeça erguida, do que virar chacota para as pessoas.

A triste notícia, para você e para essa mulherada que prega esse feminismo conveniente, é que felizmente as coisas não mudarão; e mulher desonesta não é exemplo para ninguém.

E podem vir ofender a mim pelo meu comentário, mas cada um tem sua opinião.

Anônimo disse...

Anônimo, vc nem me conhece. Acho até engraçado me chamar de submissa pq eu não tenho a mesma opinião super limitada que vc tem.
Traia mesmo, se te faz tão feliz.
Eu prefiro estudar, viajar, ver o mundo e conversar com gente que não é dona da verdade.
Nao precisa reponder, poupe-se vc, eu não tenho que te poupar a nada!
Bjo no seu coração!

Marcela.

Anônimo disse...

Só para constar... Eu não acho nada o fim do mundo, a não ser que seja efetivamente o fim do mundo. Não tente adivinhar o que as pessoas pensam e nem projete em mim os seus preconceitos.

Marcela.

Anônimo disse...

E pelo vista vc perdoava, né? haha Tão previsível...

Anônimo disse...

Quem sou eu ou você pra julgar a atitude dela? Traição é assunto que só diz respeito ao casal e mais ninguém, não cabe a sociedade linchar moralmente por algo que não faz a mínima diferença na vida alheia. Então menos, bem menos.

Anônimo disse...

Cão do Mato,
"Quando o traído é o homem é que as pessoas dizem que ele não deve ter dado atenção à mulher, que devia estar deixando a desejar, que "quem não dá assistência abre para a concorrência"..."
O próprio caso da Fabíola desmente, caramba. Cadê essas pessoas justificando a traição dela? Porque a maioria tá é crucificando, o que mais se vê é "piranha, puta, vadia, desonesta, safada, espertinha". E talvez seja porque somos de regiões diferentes, mas onde eu moro se fala "quem não dá assistência abre pra concorrência" pras moças que dizem recusar sexo com o parceiro quando estão sem vontade.
"Se parte para a agressão (verbal ou física) é "agressor de mulheres"..."
Só em blog feminista. Porque ainda não vi os jornalistas e os comentaristas oferecendo ajuda a Fabíola com a queixa por agressão.

Sara Jales, deixa de ser criança. Cada um tem sua opinião, só que a sua não tem relação nenhuma com o texto. Onde que se defende traição como modelo de relacionamento? Só a anom maluca daí de cima, e veja que ninguém concordou com ela. O texto fala da hipocrisia de linchar a Fabíola enquanto do Leo, mal se fala. O texto fala da hipocrisia de chamar a Fabíola de "mulher desonesta" enquanto o Chimbinha "cometeu um erro". Aí a gente chama de analfabeto funcional e fica de mimimi.

Anônimo disse...

Resumo de qualquer frase do Ezco Musaos: "mascu está omizando".
Fim

E parabéns pelo blog que começou a censurar, mostrando o quão melhor a esquerda é.

Anônimo disse...

08:49 realmente. Nos blogs mascus não existe a censura. Sempre vou lá comentar usando minha foto verdadeira, coloco todos os meus dados e respeitam a minha opinião.

Anônimo disse...

Anônimo das 08:46

Se a Lola mesmo fazendo "CENSURA" a área de comentários deste blog já esta quase virando um deposito de lixo, imagina se houvesse qq moderação aqui, caras como você caras como você tem que ser censurados mesmo.

Uma coisa descordar de um ponto de vista, outra e partir para ofensa pessoal, e dizer mentiras como você esta fazendo.

Ezco Musaos disse...

"Feministas tem um bloqueio no lóbulo esquerdo"

---> E vc tem um bloqueio no cérebro todo, só pode. O post não defende traição, defende apenas a ideia de a mulher não ser apedrejada pela sociedade ao trair. Traição não é crime, é uma questão íntima que deve ser resolvida emtre o casal, por que só mulher é linchada quando trai? Vc e seus amiguinhos já foram pedir pena de morte pro Chimbinha, que traiu a esposa e também a agrediu? Certamente não, né, pois ele é homem e errar é humano. Se pras feministas o Gardenal manda lembranças, de você ele não aguenta mais tanta saudade.

Ezco Musaos disse...

Mascu reclamando de censura, duvido que no lixo virtual que vocês frequentam (chans) são permitidos comentários contrários às loucuras que vocês postam. A maior parte dos blogueiros não são loucos de deixar em suas caixas de comentários um monte de mensagem lixo com apologia à pedofilia, racismo e outros crimes que vocês defendem. Tem é que excluir mesmo, aqui neste blog vcs ainda fazem é a maior festa, do que ainda reclamam? Vcs são a desgraça da internet, crianças correm risco ao acessar a internet por causa de dementes como vcs. Se não querem ser banidos, aprenda a comentar como gente primeiro.

Ezco Musaos disse...

Mascu irritadinho das 10:02, os poucos comentários que vi serem apagados daqui foram de um amiguinho teu com apologia à pedofilia. Não sei se vc já percebeu, acéfalo, mas aqui é um blog pessoal, ele pertence à Lola, ela permite ou não os comentários que quiser, o blog é dela, as regras são dela. O que mais tem aqui é opinião contrária ao da autora. Pode procurar em qualquer post, se as bostas que tu posta são apagadas é pq são simplesmente bosta, lixo virtual. Agora pode chorar à vontade.

Ezco Musaos disse...

"Gabriel", infelizmente tive o desprazer de saber da existència de vocês há pelo menos uns três anos, quem me dera se houvesse uma forma de deletar lixo cibernético da memória, como se faz em um hd. Prefiro apoiar o feminismo da Lola e de outras pessoas bacanas do que agir feito um demente como vc, que lambe o saco de um bando de terroristas virtuais. Enfim, "agradeço" a sugestão, mas já caí nessa armadilha de ver os sites de vocês, nunca mais quero ter esse desprazer de novo.

Anônimo disse...

12:36 quem manda ele não ter se dado ao respeito e ter exposto a história na internet. Vai pagar indenização pra ficar esperto.

Gabriel, nos chans e fóruns mascus há uma grande aceitação de opiniões diversas. Mulheres são muito bem vindas. Só rola paz e amor, por isso todo mundo tem orgulho de ser mascu. Conta outra. Vcs reclamam do direito de não postar merda num blog pessoal, mas pedem a volta da ditadura. Não ia aguentar nem um minuto com os generais barra brava.

Anônimo disse...

Gente, não tem a ver com o assunto do post, mas já que se está falando muito de mascu, vou expressar aqui a minha indignação.

Eu tinha um namorado que se dizia a favor da liberação das mulheres e até se dizia bissexual, queria relação aberta e etc, mas hoje ele é o típico direitista mascu que defende a volta da ditadura e fala mal do comunismo e do islã em seu face. Fico de cara porque quando estávamos juntos ele já demonstrava alguns sinais de machismo embora se dissesse a favor da liberação das mulheres, mas desde que terminamos de duas uma ou ele mudou da água pro vinho, ou ele sempre foi assim e mentiu descaradamente, o que francamente acredito a última opção ser mais verdadeira uma vez que as pessoas não mudam assim de uma hora pra outra em todos os seus conceitos de base.

Terminamos à época porque ele era completamente passivo-agressivo, não fazia nada pra relação dar certo e era um vagabundo do tipo que nem faz um bico pra ganhar uns trocados, acabei me cansando da situação e o namoro se desfez por desgaste puro. Mas hoje, vendo que ele é reaça, antifeminismo, anti PT, anti islã, se demonstra católico fervoroso (na época ele era um esotérico new age por assim dizer, passava longe do cristão fanático), agora é contra ideologia de gênero, esquece que um dia defendeu os travestis e as prostitutas, na verdade ele queria só usar os travestis e as prostitutas pro prazer dele.

Estou de cara, até contra anticoncepcional ele é. Uma postura muito radical até pros mais religiosos hoje em dia.

Sinto que nunca conheci a pessoa com quem namorei. Que ele era passivo na vida, vagabundo, etc, eu já sabia. Mas bonsonete, reaça, fanático religioso e de extrema direita... realmente, nunca o conheci.

Tomem cuidado com os mascus, eles podem estar ao seu lado e vc nem saber!!

Gabriel disse...

Ezco é hacker ou Mãe Dinah? Pq para supostamente saber os sites que frequento ou não.

Anônimo disse...

O caso da Fabíola deveria ser só mais um adultério a ser tratado entre quatro paredes, sem a opinião de ninguém (falando nisso - acho correto aquele ditado que diz "Briga de marido e mulher, não se mete a colher". Até porque é um absurdo as pessoas julgarem alguém sem saber de sua vida, sem saber por onde andou, quem é. Cada um sabe sua história e o porquê de terem feito tal ato. E ela deve ter traído o cara por algum motivo ! Ou todos vcs acham que - realmente, ela só traiu "pq ela era uma puta, uma MULHER interesseira, só queria o dinheiro do gordinho rico, que não conseguia ver a irmã com um cara bem sucedido e ela com um pobretão" ? Sinceramente - NEM SE FOSSE UM DESSES CASOS ISSO JUSTIFICARIA O QUE O MARIDO DELA FEZ !). O marido traído - publicou um vídeo na internet que viralizou. O que me deixou surpreso sobre o caso foi a naturalidade com que um homem – quando as discussões sobre violência contra a mulher estão a todo o vapor na mídia (Vejam o tema do ENEM para confirmar o que digo) – publica uma agressão física contra uma mulher na rede sem nenhum tipo de represália. E o pior, a agressão foi recebida por todos como se fosse natural, uma reação "justa" ao adultério ! COMO ASSIM ?!?!? Com este lamentável fato, pude perceber que as pessoas estão tão preocupadas em julgar a vida alheia que não se dão conta do quão absurdo é agredir uma mulher e levar isso a público sem medo das conseqüências, como se o marido estivesse fazendo algo certo ao puni-la daquela maneira !

E, sinceramente, eu DUVIDO que, se fosse um HOMEM traindo a MULHER (inversão dos casos), teria tal proporção que teve. Na verdade, se a mulher tivesse pegado o homem a traindo com sua melhor amiga e feito um vídeo e postado, este seria apenas mais um dia comum na internet. Afinal, a carne é fraca e os ‘instintos masculinos’ justificam a traição. Para mim é muito triste ver que a moralidade patriarcal impera sobre nós de tal forma que até mesmo a violência física é facilmente ignorada diante do ‘absurdo’ do adultério. Esta é a verdadeira - nua e crua - hipocrisia moderna: a vida sexual do outro indigna, a violência não. Parece que o drama (da violência) faz parte do nosso cotidiano - e que nós nos afeiçoamos tanto á ele, que não somos mais capazes de reconhecer quando ele ocorre. Pena que muitos parecem ter se esquecido de algo que nos foi ensinado no ensino primário : que não é certo bater nos outros, não importa qual seja o motivo.

Anônimo disse...

O marido resolveu que não estava liberado e resolveu expor a mulher.

Anônimo disse...

alguem sabe dizer se e verdade que eles voltaram?estranho,nao.depois de toda esssa humilhaçao,sera possivel eles terem um relacionamento saudavel?

lica disse...

Tb achei isso!

Anônimo disse...

O gordinho é um gatinho! Ela se deu bem... Não é pq é gordinho que não é gostosinho. De repente o marido sarado dela não tinha a maciez da pele de um gordinho gostoso. Mulher sente vontade de dar TB. Não somos assexuadas. Lidem com isso.

Anônimo disse...

Não sabemos da história toda. Então acho melhor não julga a Fabíola. Talvez o marido fosse violento, talvez a traísse, talvez ela quisesse só uma aventura. Sei lá. Só sei que eu não sou ninguém para julgar e condenar a Fabíola. E acho que ela nem fez nada demais. Muito homem faz isso e fica por isso mesmo. Nada mais justo que um mulher ou outra trair um machista. Afinal, chifre na cabeça das outras sempre dói menos pra masculino, né? Só lembram que existe honestidade qdo tomam chifre.

Gisa Chasez disse...

gostaria de deixar o link do meu blog--> http://butchesladys.blogspot.com.br/ para as meninas lésbicas que curtem o blog da Lola, e tem curiosidade sobre atração e sedução entre meninas. obrigado. um dia desses assisti ao profissão repórter sobre feminismo e os direitos das mulheres e quero dizer que você Lola está de parabéns.