domingo, 8 de julho de 2012

TESTANDO NOVA ESTRATÉGIA PRA VENDER LIVRO

Vocês precisarão ler o post pra descobrir quem são alguns dos caras na foto

Magníficas pessoas, vocês não estão comprando meu livrinho como deveriam. Vocês veem que comecei a vender o livro no domingo passado e, até agora, só vendi 52 exemplares. Sei que algumas pessoas (como a Liris, idealizadora do projeto) podem achar isso muito, mas pra mim é pouco. Ela bota fé que, nesse ritmo, venderei todos os 210 exemplares até o final do ano. Final do ano?! Quero vender até o final do mês!
Fui três vezes ao correio. Várias pessoas já receberam o livro autografado. Infelizmente, fiquei sabendo que os correios aumentaram um pouco o valor no dia 19/6. Pra quem tá comprando dentro do Brasil não muda nada. O livro continua saindo por R$ 22 mais 8 de frete com envelope especial com bolhas de plástico. Mas, pro exterior, aumentou um pouco (o livro sai por R$ 43 pra EUA e Canadá, R$ 45 pra Europa, R$ 51 pra Ásia, e R$ 52 pra África). Vamulá, que quero vender o livro pra todos os continentes (até agora, foi só pra França, Itália e Japão. Pessoal de Nova Zelândia, a crônica de Senhor dos Anéis tá inclusa!).
Uma leitora no Twitter me avisou que eu posso mandar o livro por um tal de Registro Módico, que sai mais em conta. Eu chequei: o livro registrado normalmente sai por R$ 6,10 (mais 1,90 do envelope dos correios). Se enviado por registro módico -– que só vale pra dentro do país -–, fica por R$ 3,90. A diferença não é significativa: em vez de pagar R$ 30 por um exemplar, você pagaria 28. Mas, se ao invés de eu usar o envelope do correio, eu usar um envelope normal, sem bolha de plástico, são 22 + 3,90 + 0,40 = R$ 26,30. A diferença aí já é algo pra se pensar. Portanto, você decide: ou paga R$ 30 e recebe o envelope com bolha de plástico enviado pelo registro normal, ou paga R$ 26,30 e recebe em envelope normal, enviado por registro módico. Eu não tenho lucro nenhum com o envio. Fica a seu critério.
Pra pagar, você sabe: é só depositar R$ 30 ou R$ 26,30 na minha conta no Banco do Brasil, agência 3653-6, cc 32853-7, ou Banco Santander, agência 3508, cc 010772760. Daí você manda pro meu e-mail (lolaescreva@gmail.com) um comprovante de pagamento ou printscreen, seu endereço (com CEP), e umas linhas que me inspirem para escrever uma dedicatória. Algumas pessoas me disseram que pra transferir dinheiro de outro banco que não esses dois, estão pedindo o CPF. Neste caso, me envie um email e eu te envio meu CPF (acho que não é bom divulgá-lo, embora eu não entenda bem o porquê).
Escrevi muitas dedicatórias, e estou adorando fazer isso. Tanta gente tem escrito coisas lindas nos emails! Vejam o caso da Milena, atualmente morando em Campinas. Ela diz que a identificação que ela sente pelo que escrevo a lembra de uma frase de Eduardo Galeano: “Eu não conheço felicidade maior que a alegria de reconhecer-me nos demais”. E Milena diz que se reconhece nas minhas palavras.
Bom, mas como os livros não estão vendendo tão bem quanto deveriam, decidi incrementar a propaganda. Vou objetificar os homens sexualmente como estratégia de venda (reconheço que não é uma ideia tão original)! O Rhuan é um dos meus leitores mais antigos. Lembro quando nos conhecemos, num shopping em Joinville. Eu estava lá à tarde pra pegar minha carteirinha de crítica, que me dava direito a entrar no cinema sem pagar nada, e com acompanhante (bons tempos, chuif), e quando deixava um corredor, veio uma gracinha de menino e me perguntou: “Com licença, desculpe incomodar, mas você é a Lola?”
Já contei essa história aqui. Eu não sabia, mas ele era menor de idade! Quer dizer, eu não fiz nada com ele, nem cheguei a ter pensamentos impuros porque eu já era uma respeitável senhora de bem (ha ha, vocês não imaginam como eu me divirto escrevendo uma frase dessas!), mas eu o achei muito bonito. Ele me mandou uma foto recente agora que comprou o livro, e continua lindo, claro. Obrigada, Rhuanzinho!
Inúmeros homens (e mulheres) bonitos compraram meu livro, mas só vou falar de mais um: o Pedro, que tem a cara de pau de se autointitular “meu melhor fã”. Não conheço o Pedro pessoalmente, mas ele fundou uma comunidade no Orkut em minha homenagem. Foi em 2006, sem eu saber, e antes de eu entrar no Orkut (agora, acho que estou de saída. Alguém ainda tá lá?). Minha comu está mais parada que este bloguinho num domingo de julho (eta pessoalzinho que tira férias, vocês, hein?), e a verdade é que o Pedrinho, um advogado machão da tradicional sociedade baiana, não gostou de ver minhas escritas meio que abandonarem o cinema e se dedicarem ao feminismo e ao comunismo (é, comunismo! Afinal, como disse algum desafeto, eu já estive até na Rússia!). 
Pedrinho comprou dois livros, um pra ele e outro pra sua grande amiga Maíra. Reproduzo aqui a dedicatória que enviei em cada um dos exemplares:

Querido Pedro,
Vc deveria saber que essas mãos calejadas de carregar placas em protestos feministas são capazes de escrever muito mais que dez linhas. O tema do blog pode ter mudado, mas continuo prolífica como sempre. Então, ontem mesmo eu estava pensando em você, seu víboro. Estava pensando como você me abandonou COMPLETAMENTE. Eu lá sendo ameaçada de morte por um monte de troll, e cadê o meu “melhor fã”? Eu até passei por Salvador em abril (pra ir pra Jacobina), e CADÊ a recepção festiva que eu merecia no aeroporto? Nada, tive é que ficar vendo a cara do Luis Eduardo Magalhães num mural... Pedrinho, por mais que você tenha me abandonado, você vive no meu coração partido! Abração da Lola

Querida Maíra,
Este livro é um presente daquele seu amigo Pedro, que se referiu a você, por email pra mim, como “aquele ser” que ajudou a criar a comunidade do Orkut em 500 a. C. (acho este comentário desrespeitoso em relação a nossa idade). Aquele projeto de Paul McCartney ainda sugeriu que eu escrevesse: “Querida Maíra, você é uma gordinha muito alternativa e 'revoltadinha' [pois é, ele pôs assim, entre aspas]. Se tornou uma péssima fã, então vá se f*der!” O lado bom é que nunca encontrarei este exemplar num sebo. Melhor sorte com os amigos da próxima vez! Abração da Lola

Mas, pra que ninguém se assuste, meu coração partido ainda é capaz de sentimentos nobres. Eu não escrevo palavrões em todas as dedicatórias. Reproduzo aqui o que escrevi pra Bruna, do Rio Grande do Sul:

Querida Bruna,
Vc não faz ideia do quanto adorei o que você escreveu no seu email (“imagine que a cidade que um dia você conheceu e simpatizou está ficando um pouquinho melhor por causa do seu blog”). Que legal ouvir isso! Mas não é por causa do blog. É por SUA causa! A inspiração pode ter vindo do blog, mas é você que está colocando todas essas ideias revolucionárias em prática aí na linda Passo Fundo. Abração, querida, e continue!

Viu? Compre seu livrinho e ganhe uma dedicatória cheia de amor e com pouquíssimos palavrões. Muito obrigada a tod@s que já compraram, e pra todo o restante, abram essa carteira, seus pão-duros miseráveis!

19 comentários:

Beatriz disse...

Blog da Lola, o point dos gatchenhos. em clima de azaração, pegação e crítica de cinema ;)

Sara disse...

Lola embora ja tenha comprado seu livro e melhor de tudo ainda de quebra te conheci na noite de autografos aqui de São Paulo, confesso que sou vítima da propaganda, ainda mais com esse garoto propaganda de chapeu mexicano o Rhuan, golpe baixo heim cai q nem patinha.
Vou esperar as agencias bancarias abrirem e vou pedir um exemplar pra uma amiga muito querida que de vez em quando aparece aqui pra te ler.

bruna disse...

Lola, adorei a dedicatória que você me escreveu! Nem recebi o livro ainda (nós estamos quase nos extremos opostos do Brasil hahaha) mas adorei a dedicatória!

Ter um livro carinhosamente enviado pela Lola não tem preço. E por mais que você não seja tão fã de cinema, o livro vale muito por ser escrito pela Lola, com aquelas "ideias loucas" que entram em qualquer tema de qualquer filme e refrescam os pensamentos.
Adoro blogs (em especial, este blog), e amo ainda mais os livros. Ter um livro em mãos é algo especial, é quase uma ideia materializada, só precisa ser lida! Então aproveitem e comprem o livro da Lola antes que acabe! :)

Anônimo disse...

A capa é parecida com a do manifesto SCUM de proposito ?

Augusto disse...

Comprá-lo-ei quando receber, Lola. Tenha calma, que sou uma pobre criança sem dinheiro.

Carol NLG disse...

Lola
você não tem noção do alívio que estou sentindo de saber que ainda tem o livro! Juro!

Agora que já sei quanto custa pra mandar pra África, amanhã mesmo vou comprar! Pergunta: o preço do frete é o mesmo independente da quantidade de livros? Estou pensando em comprar mais de um, pra dar de presente por aqui, por isso a pergunta :-)

lola aronovich disse...

Carol, boa pergunta! Esqueci de falar nisso. Até agora, apenas duas pessoas compraram dois livros. Uma delas foi o Pedro, que comprou um livro pra ele, e outro pra dar pra Maíra. E ele pagou 60, ou seja, 30 pra cada. Mas, de fato, mandando em apenas uma vez, economiza-se um envelope (1,90) e em vez de pagar dois registros, paga-se apenas um, um pouco mais caro por causa do peso. Ou seja, não é 6,10, mas 7,45. Ou seja, os dois livros ficaram por R$ 53,35. O problema é que os livros mal cabem no envelope, que já é apertado pra um só livro. Eu tentei colocá-los num só envelope e fiquei com medo de rasgar, daí os mandei separadamente. Com outra leitora, acho que foi a Caroline, o Silvinho, vulgo maridão e assistente na envelopagem dos livros, conseguiu fazer os dois exemplares entrarem num só envelope. O pior é que não tem no correio envelope maior, pra dois livros. Quer dizer, tem um, mas é apenas pra sedex. Eu perguntei, e eles disseram que aquele envelope um pouco maior só pode ser usado pra sedex. Da próxima vez que alguém comprar dois exemplares, vamos tentar comprar um envelope de papelaria (não do correio), embrulhar os 2 exemplares com papel bolha, e enviá-los assim. PORTANTO, PRA QUEM QUISER COMPRAR DOIS EXEMPLARES A SEREM ENTREGUES NO MESMO ENDEREÇO DENTRO DO PAÍS, O PREÇO CAI PRA 22 + 22 + 7,45 + ENVELOPE = R$ 53. Uma boa economia, né? Portanto, comprem o livro pra dar de presente!

Rhuan disse...

Não vejo a hora de chegar o livro, espero que não demore!

Comecei a gostar da Lola lendo suas Críticas de Cinema que saíam num jornal aqui de Joinville, por isso o Livro tem um gostinho mais do que especial para mim, com direito a dedicatória então, sem palavras, será uma sinestesia lê-lo!

Espero que minhas fotos ajudem a levantar as vendas! Haha
Lolinha merece vender todo o estoque dos livros rapidão!

Natasha disse...

eu tambem esperava um livro sobre feminismo!

Maira Araujo disse...

Lola, que surpresa ver a dedicatória do livro publicada aqui, adorei! hahaha Pedro é assim mesmo, um "amor"!
anteontem, sexta-feira, foi nosso aniversário (fazemos aniversário no mesmo dia) e ele comprou o livro pra me dar de presente :D
ahh, e apesar de não comentar aqui eu leio todos os seus posts via google reader e assisto todos os filmes que você recomenda (adorei o missrepresentation e aquele da fábrica inglesa), vou ler e guardar seu livro com muito carinho :)

Edson disse...

Lolinha,

Gostaria de saber se tem críticas que não estão no blog e se tem fotos tuas e do fofo do Kelvin?

Torço pra que vc escreva outros livros tbm!

Patrick disse...

A dedicatória feita pela Lola é linda :). Vale a pena comprar o livro só pela mensagem personalizada =).

Amana disse...

Querida, fiquei corrida semana passada, mas farei o depósito hoje. Estou ansiosa por receber o meu exemplar!!! beijossss

lola aronovich disse...

Amana querida, nem manifestei minha felicidade e orgulho quando você disse, num outro post, que seu livro está pra sair. Parabéns! Tenho certeza que será maravilhoso, como tudo que você faz. Vou querer um!


Edson, não há crônicas inéditas, mas há cinco textos inéditos apresentando cada categoria, porque os filmes estão divididos em categorias. Tem também introdução, dedicatória, citações antes de cada categoria – estão muito engraçadas, eu nem me lembrava de ter escrito aquilo, e a Líris foi e catou as pérolas. Fotos do Calvin não tem, infelizmente. Quem sabe numa próxima edição, se o gatinho fizer a concessão de imagens?

Gabriele Albuquerque Silva disse...

Uma leitora aqui de Passo Fundo, que legal *-*

Eu quero comprar o livro, mas estou esperando receber meu salário, me demiti e tão demorando pra me pagar u.u mas assim que tiver a grana pretendo comprar!

Joyce Oliveira disse...

Eu jurava que os livros iriam esgotar em um ou dois dias, por isso corri pra garantir o meu.
Não sou muito de comentar aqui (e em lugar nenhum...sempre acho que não tenho nada a acrescentar), mas sendo fã da Lola como sou, e fã de cinema como sou, não poderia deixar de adquirir o livro, ainda mais autografado.
Minha tristeza foi o lançamento ser no meio de semana. Se tivesse sido em algum sábado ou domingo, teria viajado de Jacareí só para conhecê-la.
Mas logo todos os livros estarão vendidos. Eu mesma estou "fazendo campanha" pra todo mundo que conheço compre um exemplar.

ANINHA disse...

Gente, eu não sou homem e nem lindo como o Rhuan, mas comprem o livro da Lola!
Ganhei o meu de minha irmã, que comprou no lançamento de São Paulo.
A leitura é bem leve, deliciosa.
Recomendo.

Anônimo disse...

quanto gato hein Lola! e vc sempre como seu bom humor, me divirto

Juliana Leodoro disse...

Pessoal, pode comprar que é muito bom mesmo! Me diverti muito lendo. Amei também conhecer a Lolinha pessoalmente (Lola, eu era a criatura com uma cria pela mão e outra dentro do sling), dedicatórias fófis, Lolinha dez!