sábado, 18 de setembro de 2010

DÚVIDA: MANDAR UM CARA PENTEAR MACACA OU EXPLICAR POR QUE ELE É MACHISTA

Com quase uma semana de atraso, queria pedir a vocês para comentarem o ridículo, tosco, idiotizante artigo de um tal de Luiz Felipe Pondé, publicado na Folha de SP. Eu fico pasma que a velha mídia dê espaço para colunistas preconceituosos destilarem suas ideias ultrapassadas. Não dá pra ter um só colunista com uma mente um pouquinho mais aberta, não? Pelo jeito, não. Os jornais, tão pluralistas e democráticos, parecem contratar gente que vai seguir à risca a linha editorial dos patrões. Não há divergências. Quer ver diversidade? Pra isso existe a blogosfera, que não permite mais que a velha mídia forme opiniões. Agora, tudo pode ser contestado. Não nas páginas dos jornais, mas nos blogs, na caixa de comentários dos blogs, até no twitter.
Desta vez, Pondé revela o seu nojo por pelos. Não os dele, e sim aqueles nos corpos das mulheres. Tem tanta coisa errada com o artigo que fico com preguiça de comentá-lo, e peço a ajuda de vocês. Considero que um cara como o Pondé seja um caso perdido. Ele sabe que é machista e faz seu marketing em cima disso. É dessa forma que consegue atrair alguma atenção. Dei uma olhada rápida em outros artigos que ele publicou, e a temática é sempre a mesma: atacar o que ele chama de “grupos militantes da sociedade que só atrapalham (de propósito) a já conturbada vida contemporânea entre homens e mulheres”.
Por exemplo, num artigo sobre pulseirinhas do sexo, ele já tinha falado altas besteiras e reclamado que as meninas de hoje são “fáceis”, um termo absurdo que eu já lutava pra abolir na minha adolescência, na década de 80, porque não aceitava que meninos pudessem transar o quanto quisessem por aí e que isso fosse visto como uma grande coisa, enquanto que pra mim havia expressões que me julgavam como vadia, galinha, piranha etc – e que existem até hoje. Reproduzo um trecho do artigo do Pondé sobre as pulseirinhas: “Mães de 50 anos se deliciam em vender a imagem de si mesmas como máquinas de sexo. Na realidade, no silêncio de seu quarto escuro, são umas invejosas, que queriam ser como suas filhas: mulheres fáceis”. Pra ele, “mulher fácil é mulher barata”. Isso, continua colocando preço no sexo, como se mulher não gostasse de sexo – a gente só o vende.
Por trás desse papo sexista se esconde um sujeito profundamente conservador, inseguro com as mudanças todas que aconteceram, e que seguirão acontecendo. A visão dele do sexo é que “Não existe sexo saudável, todo sexo, para ser bom, tem que ser meio doente, escondido, miserável, maldito, sujo”, ou que “Nudez sem castigo não dá tesão, por isso, toda nudez tem que ser castigada”. Aham. Senta lá, Cláudio! Depois são as feministas que são mal-amadas!
Algumas leitoras recomendaram que Pondé fosse simplesmente ignorado, já que trata-se de um provocador, um troll. Mas acho que pode ter gente que o lê sem perceber o quanto ele é machista. Lembram da pesquisa que mencionei, que apontava que a vasta maioria d@s brasileir@s apoia direitos iguais e igualdade de gênero? E muitas de vocês disseram que uma coisa é a teoria, outra, a prática? Então. Acredito que a maior parte do pessoal não quer ser atrasado. Não quer ser identificado como sexista, racista, homofóbico etc. E que esse pessoal muitas vezes não sabe que está sendo preconceituoso. Quando a gente aponta prum homem que ele tá sendo machista, a primeira reação geralmente é: “Não pode ser! Eu tenho mãe! Sou casado com uma mulher! Tenho amiga mulher! Adoro mulher! Não posso ser machista!”. Esse sujeito não sabe que o que faz alguém preconceituoso ou não é justamente o que ele diz, e como ele age. Se suas ações e seu discurso for preconceituoso, pronto, você é preconceituoso. Não quer ser considerado preconceituoso? Simples: mude seu comportamente e suas palavras.
Bom, queridas leitoras e leitores, vamos ser didáticas e explicar pro pessoal que tem boas intenções, que quer mudar, o que há de errado com o artigo do Pondé. Tirando a ignorância suprema do cara não saber que Ann Coulter é uma das maiores representantes da direita americana. Tipo um tio Rei de saias. Ou que Phyllis Schafly, outra reaça, fez sua carreira pregando que o lugar da mulher é ao lado do seu homem, em casa, cuidando da prole. Essas são as mulheres que Pondé aprova!

41 comentários:

Mari Moscou disse...

Lola, cada vez mais me surpreendo com a sua paciência para squer LER este tipo de artigo que não acrescenta nada pra ninguém, heheheh... Que estômago! :)

Relancei meu blog, com novo layout e um artigo hoje sobre um outro sexismo, o da pílula anticoncepcional (sim, isso mesmo). Dá uma olhada lá:

www.mulheralternativa.net

(Ah, e tem receita de sopa de abóbora hahahaha)

Amon B. disse...

Trecho do e-mail que enviei para a ombudsman da Falha:

"O grande problema é que o Pondé se coloca duplamente em um lugar de autoridade: como colunista de um importante jornal e como professor universitário. Veicular o texto dele é ratificar posições que engendram a violência física ou simbólica.

Vou a um exemplo claro: alguém pode até ter a opinião de que o negro é inferior, sujo e inapto para oficios intelectuais. Contudo se ele externaliza essa ideia comete um crime. O jornal não tem obrigação de veicular a opinião do racista apenas para contemplar a miríade de pensamentos que realmente existem."

Mari Biddle disse...

Lola, acho que não vale a pena dar atenção para o Pondé. Engraçado como o conservador é contraditório né? Essa Ana C. diz coisas tão absurdas como 'mulher não pode ter dinheiro' e ela trabalha fora - ela é advogada. Igual a tosca da Maria Mariana que prega a mesma coisas e não vê que só o fato dela ter escrito aquele livro horrendo é um 'trabalho', que gerou dinheiro para ela. É muita contradição.

Enfim, eu nunca tinha visto a foto do Pondé daí, dei um Google e só vi um velhinho intimidado e com muito medo. Vale a pena educar esse serzinho pequeno não...

aiaiai disse...

Acho que Amon é que está certo...tem que reclamar com a ombudsman...

comentar o que? o cara só fala besteira...não dá para ponderar em nada.

Eu li esse troço e achei que era uma brincadeira de algum adolescente idiota tentando chamar a atenção...agora a Mary Biddle vem dizer que o cara é um velhinho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
to passada

adolescente idiota a gente ainda aguenta, mas velhinho idiota é triste, né?

Victor disse...

Eu já conhecia a Ann Coulter. Meu, eu RIO dessa mulher. Ela fala coisas LOUCAS, você fica realmente duvidando se é verdade. Tem um vídeo que eu assisti que fala um pouco sobre ela, vê se você gosta, Lola (é para rir! rsrsrs):

http://www.youtube.com/watch?v=ye_2a7Lrl80

Eu amo MUITO esse vídeo.

Carla Mazaro disse...

Eu tentei ler o artigo... ams ao ler que macacAS atraem macacos e aves FEMEAS atraem aves macho eu parei.... Pq onde eu estudei biologia são os machos q são coloridos e entram em disputas para atrair e conquistar as femeas

primeirocego disse...

Tem hora que realmente não dá pra discutir. Questionar um argumento de certa forma legitima esse argumento, porque o questionamento pressupõe um nível mínimo de racionalidade.
E quando o cara diz coisas como 'o macho branco heterossexual tem menos direitos que a rúcula' ou 'se a mulher não servir pra seduzir o homem, pra que vai servir?' tá claro que ele já abandonou a racionalidade há muito tempo.

Anastasia disse...

Incrível como jornais grandes dão espaço a essa gentinha. "Machinhos do piupiu duro" é como gosto de chamá-los, pois se comportam como bebês descobrindo o que tem no meio das perninhas. Não possuem base científica, filosófica, humana, nada. Somente uma moralzinha chula que não condiz com a realidade (só se for a deles, de pega-ninguém). São ótimos objetos de análise para os seguidores de Piaget, pois só estudiosos da mente infantil para darem importância.

Não dá para encará-los com seriedade. Nem de biologia básica entendem. Só resta lamentar.

Mudando de assunto, sonhei com vc!!!! Nunca tinha sonhado com alguém que não conhecia. E no sonho eu conversava com vc e seu marido sobre cinema hauahauahauahauaha. Viagem!

Abraços.

Anastasia disse...

Voltando...

O blog onde está publicado esse "artigo" (artigo??? hum...) tem tanta urucubaca que nem abriu aqui. Deu erro!

Saravá!

Loy disse...

Quando eu aponto para algum homem do meu convivio e mostro o quanto ele está sendo machista, a reação é sempre estranha. "ah, vc é feminista", como se eu estivesse tentando disfarçar alguma coisa por trás de uma máscara. E depois de ganhar o rótulo, a conversa fica impossível. Porque eu sou "feminista" e isso é a marca da origem do meu discurso, o que o invalida. Como se dissessem que não sou neutra, por isso minha opinião está contaminada.
Não sabem que o discurso do senso comum é misógino e jamais será neutro, ele próprio

joshua disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Loy disse...

ah, e logo depois de rotular meu discurso, ouvem mais dois minutos, para só então perguntar se eu me depilo

joshua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joshua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joshua disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caso me esqueçam disse...

eu nao acho que um artigo desses nao deva ser lido ou que deva ser ignorado. e tambem nao acho que devamos ficar caladas porque nao iremos "educar" o ponde. o cara eh um caso perdido, isso nao tem que ser discutido. mas devemos sim fazer um esforço de continuar criticando um sujeito desses porque ha outras pessoas que podem ser "salvas" desse tipo de comportamento mediocre.

Wonderwoman disse...

Lola! Tinha certeza que mais cedo ou mais tarde você ia comentar o artigo do Pondé, depois do debate que rolou nos comentários aqui no blog. Viva!
Quando li o artigo também pensei que talvez seja ele mesmo um troll. Acho que porque a gente quer acreditar que, assim como na pesquisa, ao menos na teoria, no papel, na foto, ninguém quer ser preconceituoso. Mas eu não sei não...
Sei que a quantidade de absurdos do artigo é enorme e a primeira reação é: não alimente os trolls. Mas se a gente pensar pelo lado dos que lèem e concordam - e ainda comentam - não dá pra calar. Merece sim nosso repúdio. Um sujeito que acha que mulher serve apenas para a satisfação sexual masculina está precisando receber um levante feminino contra si.
Isso não vai mudá-lo - quem acha que vai mudar a cabeça de um cara desses! - mas serve a abrir os olhos de outros, a fazer parar a disseminação dessas práticas machistas absurdas.
de novo, Viva! pelo post
abraços
Camilla

dolcinha disse...

Fofaronovich!
E não é que eu li HOJE sobre isso no blog da Maíra Kubik Mano? Fiquei bestificada - e não foi com as luzes de natal. O suposto texto desse escrotossaurus-babacus pode ser resumido em duas palavras: Backlash total.

Karen Lommez disse...

Lola, sabe o que eu falo disso tudo???

Mimimimimimi para esse Pondé! Só não mando esse visigodo pentear macaca porque é capaz dele reclamar dos pelos da pobre...

Sabe o que eu faço com a Polha de sp?
Mimimi pra ela, não compro mais. Porque realmente parece que homens de neandertal podem ter colunas, lá são muito bem-vindos. Na minha vida não. Se tivesse lido a coluna,reclamaria. Como não li, mas conheço muito bem o jornal (vc não imagina como são os de Minas Gerais...), não gasto dinheiro com eles. Invisto meu tempo no blog da LOLA! bj

primeirocego disse...

Concordo que o cara merece repúdio, e realmente a maioria dos comentários lá no artigo dele são de repúdio. Só apareceu um ou outro troll (anônimo, claro) concordando com ele. E não acho que dê para 'salvar' quem concorda com esse artigo. Uma coisa é a pessoa ser machista e ter idéias machistas sem entender por quê elas são machistas, isso merece uma crítica racional. Outra coisa é seguir um cara que diz com todas as letras e sem rodeios que a mulher existe para seduzir o homem. Pra mim tentar debater racionalmente contra essa idéia é mais ou menos como brigar com o nevoeiro.
Mas claro, isso é só minha opinião, não critico quem queira se aventurar a argumentar contra ele.

Wonderwoman disse...

primeirocego, li seu comentario e isso me fez pensar numa coisa: acho sim que vale argumentar contra, senao pra repudiar o proprio autor e o conteudo do artigo, mas tambem pelo fato de que, ao que me parece, absurdo ou nao, quando ele diz que mulher serve apenas pra seduzir ele esta dando voz, apoiado em sua "autoridade academica" (alias adorei o email pro ombudsman) ao que esta na cabeca das pessoas, nas praticas sociais. Ninguem se diz sexista, mas mulher "feia, que nao se cuida, nao se depila" serve pra que?
Nao sei se fico tentando argumentar pelo fato de que esses preconceitos me provocam reacoes viscerais... mas continuo achando valida a briga.
Camilla

Clara Gurgel disse...

Lola,assim que li o post desse cara,fiquei estarrecida.Na minha opinião,ele "brinca" com coisa muito séria. Muitas mulheres têm pagado com a vida o fato de terem se tornado reféns de homens com discursos como esse. Talvez o objetivo dele seja única e exclusivamente causar polêmica, porque não consigo conceber a idéia de que,uma pessoa privilegiada como ele,que frequentou os melhores colégios,com nível universitário, use toda a sua erudição para um desserviço desses.Lamentável!
Outra coisa que me deixou preocupada também,é o fato de que "pensadores" como esse,ainda encontrem "eco" para suas sandices.Viram o número de seguidores? Cento e vinte e seis!No mínimo devem achá-lo "engraçadinho" ou "provocador".
Que desperdício!!!

Ana disse...

Lola, eu fui uma das que me surpreendi com o tal texto desse senhor que nao conhecia, porque o texto além de machista é ruim mesmo. Mais surpresa fiquei porque o autor é professor da FAAP e da PUCSP, é doutor e psicanalista.

Mas além disso nao acho que a culpa seja do que agora tem se chamado "velha midia". Veja bem em 2006, o tal professor dava entrevista pra revista Teoria & Debate da Fundaçao Perseu Abramo, que se diz de "esquerda" link aqui http://bit.ly/bEiW0k

Ou seja, o tal caso do Professor Pondé é ainda um mistério.

=Maíra= disse...

Nossa, Lola, ainda bem que os comentaristas escracharam o texto no blog do cara...

Só um Prestobarba bem afiado pra salvar um camarada destes, pqp!

Amon B. disse...

Ah, e a Ana Diniz deu uma resposta de alto nível ao Pondé no nosso blog:

http://solidaliberdade.blogspot.com/2010/09/resposta-ponde.html

Loy disse...

por falar em machismo
http://hryun.com/2009/10/16/machismo-se-aprende-brincando/

Glória Maria Vieira disse...

No mínimo este senhor Pondé veio de algum circo cujas piadas são muito, muito sem graça, Lolita. Ele se finge, né?! Alguém tem que dizer a esse cara pálida que se depilar, ou não é uma questão de escolha e não de padrão estético. A visão que ele tem de bonito, pode não ser a mesma pra outros. Ou o senhor dono das observâncias não sabe o que é relativismo?

Eu ein...

Bru Holmes disse...

Lola, tem um texto da cronista Martha Medeiros, saiu na Zero Hora do domingo passado(acho), cujo título é Mulheres Cabeludas. Dá um Google se quiser passar mal e tiver estomago. É ridiiiiculo, a la Pondé. Texto mega retrogrado!
E se puder comenta-lo, eu agradeceria! beijos!

Diana disse...

Que bom que a Dilma vai ganhar e esse tipinho de gente vai se refugir no exterior - se é que cumprem algo do que dizem - e, claro, ainda mantendo sua linda bolsa de professor universitário sem jamais aparecer (não que hoje em dia apareça, mas né?).

Eu nem sou particularmente petista, mas se essa gente for cumprir suas promessas, torço pra Dilma com gosto.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ultimamente estou tão cansada de ler tanta coisa machista que tenho preferido mandar pentear macaca mesmo, rsrsrs... A gente se reveza. Umas explicam e outras mandam pentear macaca, depois troca... Machistas em geral são muito chatos, muitos são arrogantes, cheios de senso comum e cansativos.

Bjus Lola

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Mas pensando bem, até que esse texto alegrou minha tarde de domingo. Fui dar uma conferida nos comentários e as mulheres e homens que apareceram por lá, acabaram com a raça dele.
Talvez estejamos mesmo chegando lá.
Criaturas como essas infelizmente sempre vão existir, mas se muita gente já pensa diferente, eles se tornam inofensivos e ainda viram piadas.

Stela disse...

parei de depilar o braço pra nao ter mais que explicar pra ninguém que eu sou feminista hohoho

segundo o amigo do meu namorado, nao posso ser professora de criança de braço "peludo" (eu até tento, mas meus pelinhos nao crecem...) e sem sutiã!
ótimo, mais um motivo preu desistir da "carreira"

Dáfni disse...

Nossa, deu vontade de vomitar. Eu fico perplexa que uma criatura dessas tenha emprego como jornalista E, pior, professor. Devia ser proibido por alguma lei da física: caras deste tipo que aceitarem empregos em que vão influenciar pessoas, automaticamente se extinguem, virando pó.

Nathália. disse...

Então... difícil decisão. Melhor é mandar o cara pentear macaco macho. Ao menos assim a genter poupa a macaca fêmea de ter que aguentar aquele mimimi todo de "fêmea boa é fêmea do seu macho, que fica quieta e não reclama".

Arashi disse...

Lola, as opiniões dessa figura me lembraram um e-mail que eu recebi ontem. Dei uma olhada no google e consegui achar a origem nesse site:

http://www.savethemales.ca/bulgarian_marxist_terrorist_ti.html

Esse texto já é um nojo, mas se você olhar o resto do site vai ficar embasbacada. O cara é um reaça dos brabos. Quer dizer, ele acha que o feminismo é um complô dos Rockfeller pra escravizar a humanidade (leia-se os homens)! Tenha dó!

Sana disse...

Lola,

Parabéns pelo blog e pelas reflexões sempre pertinentes!
Fico realmente feliz em poder dividir (ainda que virtualmente) minhas inquietações com gente tão interessante quanto você!

Neo Pelucias disse...

Ótima resposta ao texto "Restos à Janela":
Pentelhando Luiz Felipe Pondé em quatro passos
http://neopelucias.wordpress.com/

Laetitia disse...

Descobri esse blog agora e tô amando. Não fosse o adiantado da hora, leria tudo hoje mesmo.
Acho que tudo que deveria ser dito a respeito desse cara já foi dito aqui... a mim, só resta engolir a má-educação e não dizer que homem assim não mereceu nem o útero da mãe. Ok, eu não sou mal educada e não disse isso, tá, gente.

Binah Ire disse...

Lola, quando penso em escrever algo a respeito de machismo e sexismo, vem você e escreve o que eu estava pensando. Há muito ainda o que se fazer para sermos no mínimo respeitadas, é muito difícil se fazer entender inclusive por muitas mulheres, que chegam a ser mais machistas do que alguns homens. A luta é árdua, longa e dura. Mas seguiremos em frente!

Leandro Correia disse...

Até que enfim eu encontrei alguém que rebata com integridade as asneiras que o Pondé escreve, como você, não entendo como ele tem seu lugar na grande mídia, o pior é ver o tanto de gente que repete o que ele fala como se fosse uma seita.

Fernanda Aruh disse...

Lola, você é uma linda! Sempre leio seu blog mas raramente comento, só que dessa vez, não deu pra segurar.
Trabalhei em um lugar no qual o Sr. Pondé dava umas palestras... O cara é extremamente arrogante e simplesmente tratava com muito desdém as pessoas com cargos inferiores (meu caso), enfim...
Na última edição da revista Superinteressante, Pondé escreveu um artigo na seção Polêmica explicando sobre a obrigação das mulheres serem bonitas e que, as que discordam dessa máxima, são as feias, que invejam a beleza alheia! Escrevi um e-mail à revista expressando todo meu repúdio a esse figura... Não sei se irão publicar mas me senti bem mais leve depois de falar tudo que penso sobre esse asqueroso.