domingo, 19 de setembro de 2010

COLUNISTAS DA VEJA CELEBRAM SUA VITÓRIA PESSOAL... EM 2006

Sei que geralmente reservo o bloguinho no domingo para coisas leves. Mas quem pode dizer que isso não é leve? É imperdível: Diogo Mainardi e Reinaldo Azevedo batem papo às vésperas do primeiro turno das eleições de 2006 (ouça aqui). “Olha, eu tô achando que tá batendo na trave mas vai ter segundo turno”, comemora tio Rei. Diogo é o otimismo em forma de gente: “Morreu, tadinho do Lula, já era, acabou”.
Grandes analistas políticos que são, os dois símbolos da imparcialidade da Veja vociferam: “A metade [do país] que não ganha esmola não quer saber de esmola”. Isso mostra por que é legítimo pensar que, numa volta do PSDB ao poder, benefícios responsáveis por tirarem milhões de pessoas da miséria, como o Bolsa Família, não seriam mantidos (e porque, afinal, a história de “Foi FHC que começou o Bolsa Família!” soa tão falsa. Ou alguém diria que a mídia, os partidos de oposição, e os eleitores desses partidos são a favor do Bolsa Família?). “A verdade é que Lula está sendo eleito pela clientela da miséria”, diz tio Rei com aquela voz melodiosa que lhe possibilita se candidatar a ser o próximo Boris Casoy da TV brasileira. Nessas eleições de 2010, o próprio tio se revoltou quando um jornalista perguntou a seu candidato se Serra acabaria com o Bolsa Família. “Que injúria!”, bradou o colunista da Veja. “Isso é terrorismo eleitoral! Como os petralhas podem descer tanto?!”. É incrível: passam anos falando de “clientela da miséria”, de eleitores analfabetos que vendem seu voto por esmola, de maior programa de compra de votos do mundo, mas, nas eleições, vira terrorismo eleitoral supor que Serra vai impedir essa tramoia nefasta de continuar existindo. Pelo contrário: é nessas horas que ele jura que vai dobrar o Bolsa Família! E eles querem que alguém acredite?
Sempre feliz, Diogo segue inabalável no seu otimismo: “O que a gente sabe é que no segundo turno, depois de um mês de apurações, a eleição acabou, já era, Lula e o projeto golpista dele foram pro brejo. Acabou a eleição, a gente se livrou dessa gente”. O que havia acontecido para despertar a chama da esperança nos dois BFFs (best friends forever)? O escândalo dos aloprados, em que gente ligada ao PT foi pega tentando comprar um dossiê. A Veja achou que isso seria suficiente pra apagar a popularidade de Lula, visto pelo povo, esse ingênuo inconveniente, como o maior presidente que o país já teve. Hoje Reinaldão tenta fazer grudar um novo escândalo, como o da Receita, sem sucesso. Mas em 2006 eles estavam eufóricos. “E se for assim é quase uma vitória pessoal sua e minha, hein?”, interrompe tio Rei, com a modéstia que lhe é peculiar.
Eles também discutem se devem começar a falar mal do Alckmin naquele momento ou só depois do segundo turno. Tio Rei recomenda que só depois, por uma questão de “estratégia”, ou talvez dê pra chamar de Efeito Ricúpero. Ricúpero foi o ministro da Fazenda pró-FHC que disse em 1994, sem saber que o microfone estava ligado: “Eu não tenho escrúpulos, o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde”. A diferença de Ricúpero com os colunistas da Veja é que eles sabem que o microfone está ligado, e ainda assim não se encabulam em revelar a “estratégia”. E aquilo que eu vivo dizendo, a direita não tem paixão política a favor de alguma coisa, apenas contra. Como sintetiza tio Rei: “a vitória não é a vitória do Alckmin, a vitória é a derrota do Lula”.
Os dois concordam: “O Lula é um mal pro país, o petismo é um mal pro país, o país precisa começar a cuidar de seus problemas”. Problemas que, pelo visto, não incluem a miséria ou o desemprego, detalhes tão pequenos que foram esquecidos pelos governos passados, aqueles que a dupla dinâmica apoia.
No final do bate-papo, como se fosse um bonus track da falta de compreensão do que seja o país, os dois revoltam-se que o PSDB “vai dar moleza” e não vai cassar os direitos políticos ou mandar pra cadeia o Lula. “Não dá pra partir pro acordão agora não”, dizem eles, como se os tucanos já tivessem vencido. “Eu tenho só um mês pra começar a encher a paciência desses caras, porque depois eles são história”, prega Diogo, acertando, mais uma vez, o diagnóstico certeiro que faz sobre o Brasil. É, Lula e o PT seriam história, e ninguém nunca mais falaria deles (só os delegados das cadeias, talvez?).
E pega tão mal pro patrocinador também, não? O Sul América é o que, banco e seguradora? Pois é. Fica a pergunta: vocês comprariam um seguro de um patrocinador da Veja?
E aí, no segundo turno, Alckmin entrou pra história como o único candidato no mundo a ter menos votos que no primeiro turno. Queria saber: isso também pode ser visto como uma vitória pessoal de vocês, Dioguito e tio Rei?

25 comentários:

L. Archilla disse...

Eu to começando a crer que a direita vive uma certa psicose coletiva. Primeiro eu leio isso aqui: http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/serra+ao+ig+muita+gente+diz+que+pena+que+lula+nao+apoia+serra/n1237769685841.html

É o Serra dizendo que muita gente lamenta o fato de Lula não o apoiar e que, se ele tivesse esse "detalhe" do apoio, ganharia fácil as eleições. Tá, né, e se minha avó tivesse barba ela seria meu avô. Será que ele realmente considerou a possibilidade de ter o apoio de um cara de outro extremo do espectro político? E que tá GANHANDO?

Depois eu leio aquele texto do NPTO que vc linkou. "PT é o coletivo Borg" define a matéria. Esquizofrênico paranóide perde longe.

Agora isso!! Jesusmariajoséeoburrico! Eles acharam que, por ter segundo turno, a vitória era certa??? Se for assim, na atual conjuntura a gente pode comemorar a vitória da Marina, certo? ahahhahah

Nem falo nada...

Laurinha (Mulher modernex) disse...

rsrsrs... Lola, esses dias estava olhando umas comunidades no orkut e tem gente querendo saber onde estão os militares, falando que conversou com um coronel fulano de tal... Não falta mais nada.
Até um deles escreveu algo assim como os militares só vão sair às ruas se o povo pedir como fez em 64, mas parece que a metade hoje em dia não quer... Lola, eu ri muito.

Bjus e bom domingo!

Omar Talih disse...

Esses caras estão desesperados e atirando para todos os lados tentando acertar alguma coisa... qualquer coisa e felizmente tem acertado o próprio pé. Essa ultima da Erenice é cria de um filiado do psdb e a partir de um emprestimo negado. Se for preciso dirão que Fidel Castro financia a campanha da Dilma... eles são capazes de tudo no desespero. E, o psdb esta mais rachado que terra sem chuva no sertão nordestino. Logo mudarão de nome como outros de direita; pfl que virou dem; pds, do maluf que virou pp e por aí vai.

Marlies e Gabriela disse...

Lola, vc ouviu falar da quebra de sigilo de 60 milhões de brasileiros das duas Verônicas (Serra e Dantas)?
Segue o link do texto do Leandro Fontes, sobre a reportagem da Carta Capital que ninguém comentou...
http://brasiliaeuvi.wordpress.com/2010/09/15/a-quem-interessa-tornar-a-cartacapital-invisivel/

Marlies e Gabriela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Louise disse...

O pior dessa campanha eleitoral de nossa imprensa "isenta" nem é mais a propaganda pró-Serra, mas a tentativa de desqualificar a democracia brasileira , querendo construir um cenário de instabilidade e de "chavismo" que só existe na cabeça da direita, insatisfeita por não conseguir chegar ao poder através do voto popular. Prevendo mais uma derrota, eles já querem estabelecer a ideia da "verdadeira democracia", que não está sendo respeitada no Brasil devido ao "populismo" lulista e à "ignorância crônica" da massa que não é cheirosa. A "verdadeira coisa", para a direita, é sempre o oposto da coisa em si. Assim, a "verdadeira democracia" não pode ser essa que aí está, porque nessa eles não têm mais chance. Não é à toa que o Estadão vem cuspindo uma série de artigos nesses últimos dias, insinuando que o Brasil vive em uma ditadura fascista, populista etc. Sem falar na forma como lidam com a questão da Venezuela, que virou a nova União Soviética, em um cenário de guerra fria do século XXI comicamente alimentado por esses jornais. Do jeito que as coisas estão, só nos resta ficar em alerta, eu não duvido nada que haja gente disposta a fazer um remake da "MARCHA COM DEUS E A FAMÍLIA PELA LIBERDADE", ou, quem sabe, pela "VERDADEIRA DEMOCRACIA", que só os ilumistas tucanos podem implementar. Estejamos atentos, eu ainda temo pelo que a direita possa estar preparando para o pós 3 de outubro.

Alguns artigos da imprensa "isenta", sintomáticos da construção ideológica que a direita está pondo em andamento:

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100919/not_imp612120,0.php

http://oglobo.globo.com/pais/moreno/posts/2010/09/15/eleicoes-2010-avanco-ou-perigo-para-democracia-brasileira-324610.asp

http://portalexame.abril.com.br/rede-de-blogs/blog-do-bolivar-lamounier/2010/09/17/me-engana-que-eu-gosto-raizes-do-comodismo-da-classe-media/

Etc...

Basta digitar "democracia" na página de notícias do google, para descobrirmos que estamos vivendo em uma "ditadura lulista".

Flávia CML disse...

Lola, meu irmão me indicou o seu blog e desde então eu me viciei: não deixo de ler um dia sequer! Além disso, divulguei ele pras minhas amigas, que também estão viciadas...

Eu já tinha várias ideias feministas (por isso meu irmão acho que eu ia adorar este blog - e ele acertou), mas você me abriu os olhos pra várias coisas que eu ainda não tinha percebido. Minha empolgação é tanta, que a minha monografia da pós será sobre o direito à igualdade e as mulheres.

Mas hoje eu queria fazer um comentário de política aqui (tudo a ver com o post). Eu fico enojada com a campanha pró-Serra que o PiG faz, mas o governo Lula trouxe tantas coisas boas para o país que as matérias sobre como a vida da população melhorou acabam "escapando" do filtro anti-Lula. De ontem para hoje li duas matérias no g1 que mostram isso.

Uma é sobre o turismo religioso (http://g1.globo.com/economia-e-negocios/noticia/2010/09/turismo-religioso-estimula-economia-de-mais-de-300-cidades-do-pais.html) e eu adorei o seguinte parágrafo: "O aumento da renda dos brasileiros, do trabalho formal e do acesso ao crédito tem sido essencial para que essa tendência de expansão do segmento de turismo religioso se mantenha e possa ser observada não apenas em Aparecida, mas em todo os destinos do país, de acordo com o setor."

E hoje foi uma matéria sobre as domésticas - emprego mais ocupado pelas mulheres, 17% do total, seguido pelo comércio e educação/saúde/serviços sociais, segundo o IBGE (http://g1.globo.com/economia-e-negocios/noticia/2010/09/nova-domestica-tem-carro-zero-e-faz-faculdade.html).

As mulheres continuam ocupando os postos de trabalho que pagam menos, mas em que outro governo os empregados domésticos poderiam ter o avanço que tiveram nesses últimos 8 anos? A matéria fala sobre domésticas que tem carro zero (com o financiamento conseguido graças à expansão da oferta de crédito), fazem faculdade, têm casa própria, pagam escola particular para os filhos...

E adorei a consciência que elas estão adquirindo sobre o valor do trabalho delas - adorei a última frase do texto: "Chega de escravidão, não nasci para isso. Tenho consciência dos meus direitos e sei que posso encontrar um emprego melhor" - a frase é de uma empregada que quis negociar um aumento com a patroa e ela não aceitou.

Beijos e bom domingo!

Vitor Ferreira disse...

Ai Lola, direita no Brasil é tão patética, sem carisma, nem piada dá pra fazer. Não tem nem um Bush, uma Palin.

lola aronovich disse...

Ah, vcs são @s melhores... Ótimos comentários!
Lauren, twittei parte do seu comentário. A parte do “Se minha avó tivesse barba ela seria meu avô” explica bem a loucura do Serra de querer ser candidato do Lula!


Laurinha, tenho lido comentários desse tipo tb, “Cadê os militares?!”. E isso vindo de gente que ADORA a democracia...

lola aronovich disse...

Omar, quando foi que a Veja deu capa de que a campanha do PT era financiada por Fidel? Foi em 2002 ou 2006? Ah, vale tudo pra eles!


Marlies e Gabriela, pois é, é uma matéria excelente da Carta Capital. Se a gente precisasse de prova de que a imprensa apoia o Serra, o silêncio em torno dessa matéria seria a prova definitiva. A velha mídia não fala nada! Imaginem só se fosse a mesma matéria, mas dizendo que o filho do Lula ou a filha da Dilma quebraram sigilo fiscal de 60 milhões de brasileiros. Seria um escândalo!

lola aronovich disse...

Louise, fantástico o seu comentário. Concordo totalmente. Desqualificar a democracia brasileira (que ainda é bastante frágil e recente) não faz bem pra ninguém. É perigoso, irresponsável até. Aliás, prova de que a nossa democracia é frágil é esse discurso que a gente ouve em todas as eleições: “Se o PT ganhar os militares não o deixarão governar/assumir etc”. Desta vez mudaram um pouquinho pra “o PT vai instalar uma ditadura chavista”. É isso, Chavez é o bicho papão pra toda uma classe média brasileira que não sabe nada de História! E parte da direita já tem todo um discurso pronto pra explicar a sua derrota: não é que o povo escolheu (o povo que eles vivem chamando de analfabeto, vendido, idiota etc) o PT, é que as urnas eletrônicas foram fraudadas. E as pesquisas? Fraudadas tb! Ou seja, eles acreditam que a democracia brasileira seja uma fraude. E que, como vc disse, precisamos estabelecer a “verdadeira democracia”. Como? Através de um golpe militar, claro. Já vimos esse filme antes. Em 64.

lola aronovich disse...

Flávia, obrigada por viciar no meu bloguinho e por forçar suas amigas a viciarem tb! E pela sua monografia! Fico muito feliz mesmo, e se quiser escrever um guest post sobre algum assunto da sua monografia, fique à vontade. Essas notícias que vc linkou são ótimas! Tenho lido um pouquinho sobre turismo religioso, e acho uma maravilha. Ele vem ajudando muito a desenvoler algumas regiões. E isso das empregadas domésticas.. Adorei o discurso que vc citou!


Vitorzinho, parece piada mesmo. Mas eu a acho perigosa.

Clara Gurgel disse...

Lola,já viu essa cartinha que está circulando pelo Rio?
1. Ilmos. (as) Srs. (Sras)

1. O Clube Militar, preocupado com o panorama político brasileiro, nestes últimos anos vem realizando uma série de atividades voltadas para a preservação da unidade nacional e da democracia no nosso País. Assim, além de eventos que colocou em discussão a defesa da Amazônia, particularmente o problema em Roraima, também tratou de reunir grupos de civis e militares da reserva, de diferentes estados, em três “Encontros Pela Democracia”, sendo dois em 2009 e um em março do corrente ano. Neste último, realizou-se o painel denominado “PNDH-3: A Democracia Ameaçada”, com a participação do Jornalista Antonio Carlos Pereira, do Dr. Ives Gandra Martins e do Min. Waldemar Zveiter.

2. Agora, apesar de premidos pelo tempo, mas em face do previsto naquele PNDH-3 e da última reunião do “Foro de São Paulo”, que tornam clara a intenção de restringir a liberdade de expressão nos países latino-americanos, inclusive no nosso, realizaremos o Painel “A DEMOCRACIA AMEAÇADA: RESTRIÇÕES À LIBERDADE DE EXPRESSÃO”, no próximo dia 23 de setembro (5ª Feira), no horário das 15:00 às 17:00 horas, no Salão Nobre da Sede Principal do Clube Militar (Av. Rio Branco, Nº 251, Centro, RJ).

3. Considerando o trabalho sério, competente e de elevado profissionalismo que o evento exige, foram convidados três painelistas de alto gabarito e um mediador de reconhecida competência e experiência nesse mister. Assim, foram confirmadas as participações dos Jornalistas MERVAL PEREIRA e REINALDO AZEVEDO e do Diretor de Assuntos Legais da ABERT (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), Dr. RODOLFO MACHADO MOURA, restando pendente a confirmação de apenas um dos quatro convidados.

4. Em face do acima exposto, o Presidente do Clube Militar convida V.Exa/V.Sa. para o referido Painel, que contará com o apoio do “Instituto Millenium” e de “THEMAS” (Centro de Estudos Políticos, Estratégicos e de Relações Internacionais).

1. CLUBE MILITAR
2.
“A Casa da República”
3.
DEMOCRACIA – SOBERANIA – UNIDADE NACIONAL – PATRIOTISMO

aiaiai disse...

kkkkkkkkkkk, belo post Lolinha! Qd vi esse troço eu sabia que vc ia gostar!

Clara,

O 4. participante do tal encontro já foi definido: é o gabeira. É isso mesmo, eu não to de sacanagem...o gabeira - ex-militante contra a ditadura - vai se unir a RA e MP para falar mal do PT...´vergonha alheia'.

Clara Gurgel disse...

Ai,"Aiaiai",é o Gabeira? Por que será que não estou surpresa? Posso te imitar? KKKKKKKKKKKKKK

Shey, Sheid, enfim... disse...

"A Veja, a Folha e o Estadão estão prestando um grande serviço ao Brasil, denunciando a corrupção na Casa Civil e a quebra dos sigilos.
"

Palavras do publicitário João José. Quase caí da cadeira pq eu até gostava de alguns artigos dele. A íntegra das pérolas está aqui http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=30761&tid=5504617793808556804&na=2&nst=49, (te mandei outro dia desses)..

Poutz....

Vivien Morgato : disse...

off topic a partir do comentário da Aiaiaiai: o que o Gabeira estava fazendo ao lado do Serra na visita deste último ao Rio?

Laurinha (Mulher modernex) disse...

rsrsrs... O mais engraçado é que a "ditatura brasileira" é a única ditadura do mundo em que a grande mídia mais fala mal do governo que bem... Esse povo que fala esse tipo de coisa bateu a cabeça na parede de raiva e aí ficou maluco. Só pode...

Masegui disse...

Eu tenho alguns medos... a velha mídia é poderosa e pode estar preparando alguma coisa para a última hora. Esses caras têm grana, têm visibilidade e são totalmente sem escrúpulos.

Acho que já passou da hora de uma campanha nacional contra o quarteto fantástico: Veja/Globo/Folha/Estadão.

Rita de Cássia disse...

Lola ,coloco aqui para você e seus leitores o link do mais novo golpe do psdb,inacreditavél a que ponto eles estão chegando.


http://www.alertatotal.net/2010/09/guerra-que-dilma-ja-perdeu-antes-de.html

Arashi disse...

@Vivien:

No Rio o PV está coligado com o PSDB e o DEM, o vice do Gabeira é do PSDB.

Decepcionante. Votei no Gabeira pra prefeito há dois anos e agora não posso fazer o mesmo em sã consciência. E votar no Sérgio Cabral, caramba...

Nathália. disse...

É muito glamour por parte da Direita brasileira... A Veja, então, uma revista super conceituada, nada manipuladora, com os melhores e mais confiáveis redatores de todos os tempos... hahaha

Nathália. disse...

P.s.: Cara, eu gostava do Gabeira, mas o lance tá tenso... sem chance de votar no cara. O que aconteceu com a ideologia dele? Vendeu por uma sunga mais apresentável e uns óculos importados?!

Arashi disse...

Sei lá, acho que o Gabeira jogou a toalha depois que perdeu pro Eduardo Paes em 2008... quer dizer, ele perdeu por 56 mil votos. Deve ter sido uma M.

Ma tá brabo mesmo. É o Gabeira ou o Cabral, que fica alardeando aos quatro ventos que a UPP é uma panaceia universal. Droga nanhuma. UPP não prende bandido, só realoca. Eles anunciam com antecedência aonde vai ter UPP, dão tempo de os caras saírem na boa e irem pra favela ao lado.

Ma. disse...

restrições à liberdade de expressão...


gente, imagina se aqui no Brasil tem liberdade de expressão?! que iiiiisso!!!!
o quarteto fantástico é tão perseguido, tadinho!! não pode falar nada...
ninguém fala mal de Lula, do PT... é tudo uma perseguição só... rsrs

ai ai ai ai ai... esse povo da direita tá tudo esquizofrênico, né?!
tão perdendo completamente a noção da realidade...

faz pena, faz medo ou faz rir???