quarta-feira, 20 de março de 2019

COMO É TRAUMA DE MASCU

Gente, fui convidada para participar do programa Encontro com Fátima Bernardes ao vivo, na sexta-feira, pra falar um pouco sobre como pensam os misóginos. Acho que seria uma visibilidade importante. Um monte de gente que eu admiro achou também, quando eu falei disso no meu Twitter, ontem à noite.
Eu gostaria de ir. O porém é que hoje voo pra Brasília, e amanhã dou duas palestras na UnB, uma às 10h, no campus Darcy Ribeiro, e outra às 16:30, no campus Planaltina. Vocês estão convidadxs pra ambas! Por favor, apareçam!
Pra estar no Encontro da Fátima, eu teria que ir de Brasília pro Rio ainda na quinta. Até aí, sem problemas. A Globo pagaria minha passagem de Brasília para o Rio, hotel, e a volta. O problema é que o SCDP (Sistema de Concessão de Diárias e Passagens) já pagou a minha passagem de volta de Brasília para Fortaleza, que seria na sexta de manhã. E também já depositou o valor de duas diárias na minha conta. 
Na Universidade Estadual da Bahia,
campus Caetité, sertão baiano,
na última sexta-feira à noite
No final da viagem, preciso prestar contas de tudo isso. Se eu ficar irregular, o sistema de concessão não paga mais as despesas das minhas viagens para palestras e bancas em outras universidades por um ano (e lembrando que, em 95% das minhas palestras, eu não cobro nada, apenas as despesas com viagem e hospedagem).
Como eu pensei em resolver o problema? Eu devolvo a passagem de volta que o SCDP já concedeu (R$ 435) e uma das diárias (creio que cerca de R$ 300). Mas pra isso conto com a ajuda de vocês. Vocês podem doar esses R$ 735 pra mim? Se cada um doar um pouquinho, não vai doer no bolso de ninguém. Por favor, façam o depósito na minha conta no Banco do Brasil (ag. 3653-6, cc 32853-7), ou na minha conta no Banco Santander (ag.  3508, cc 010772760), ou no PayPal aí do lado.
Se vocês doarem mais que os R$ 735, eu repassarei o excedente para a família de Iasmyn Nascimento de Souza da Silva. Iasmyn, de 20 anos, e sua namorada Juliana, de 24, foram assassinadas a facadas por um vizinho em Angra dos Reis (RJ). Ele era foragido da Justiça (agora foi preso) e já havia matado outra mulher em MG. No último sábado, ele assediou Iasmyn, eles discutiram, ele partiu para cima dela com uma faca. Juliana, ao tentar defendê-la, foi golpeada também. Um terrível lesbocídio. A família de Iasmyn precisa do dinheiro para o enterro (a vakinha termina na sexta, mas a família é pobre, e certamente precisará de mais dinheiro). Veja no final deste post quanto dinheiro foi arrecadado e como ele foi distribuído.
Bom, então eu vou pro Programa da Fátima! 
Atenção: agora, no aeroporto de Fortaleza, recebi duas péssimas notícias. Uma, que meu voo foi cancelado. Vou chegar muito mais tarde hoje em Brasília. Duas, que a produção do programa da Fátima cancelou a pauta, sem maiores explicações, por enquanto. Então o tema não seráo mais sobre grupos de ódio e não irei mais ao Encontro. Muito obrigada a todxs que doaram dinheiro (ainda não sei quanto), e não se preocupem, que o valor será doado à família da Iasmyn. Na sexta, quando eu estiver de volta à Fortaleza, faço a transferência e aviso vocês do valor). Ontem, quando uma produtora do programa me contatou, ela também pediu prints que mostrem como esses homens frustrados que habitam o submundo da internet pensam. Enviei vários pra ela.
Sentimento de entitlement
desenhado: numa caixa,
"Eu quero"; em outra,
"Não é justo"
E me lembrei também desses dois relatos que eles publicaram no chan do Marcelo, que vou reproduzir abaixo (eu tinha publicado sem querer, sem ilustrações ou links, em setembro de 2017, daí alguns comentários na caixa, antes de eu remover o post). 
Um dos muitos problemas dos mascus (e de muitos homens que não necessariamente seguem uma ideologia de ódio) é que eles nascem achando que o mundo lhes deve alguma coisa (vaga na universidade, um bom emprego, reconhecimento, as "melhores mulheres"). É o sentimento que em inglês se chama entitlement. Eles pensam que merecem tudo isso apenas por terem nascido homens e brancos, e se frustram quando veem que o mundo não é bem assim e que, apesar dos privilégios indiscutíveis que eles têm por serem homens, há mais gente no mundo batalhando. 
Outra coisa que me chama a atenção é quando leio relatos de momentos traumáticos de mascus. São muito diferentes dos traumas que tantas mulheres têm. Acompanhem este caso que, apesar de anônimo, atribuo a um membro da quadrilha chamado Goec, um terrorista perigoso que continua solto e diz viver na Alemanha ou na Suíça (atenção, que o relato contém linguagem ofensiva e preconceitos explícitos):
Eu vejo vocês reclamarem da vida como se o planeta inteiro fosse como o Brasil. Não, pessoal. O mundo civilizado (Europa) não é como o Brasil.
Eu me lembrei hoje de algo que me deixou muito triste na infância e me fez abandonar um sonho por um tempo. Quando eu tinha 6 anos minha mãe me colocou na natação. Apesar da pouca idade eu era foda e gostava muito desse esporte.
Um dia, não me lembro com qual idade mas lembro que eu já tinha aprendido os quatro tipos de nado, virada e muitas outras coisas.
Ate que um professor chamado William (nunca vou esquecer este nome), musculoso, de óculos escuro, metido a playboy, passou a dar aula. Esse cara tinha uns 30 anos de idade, formado em educação física e que simplesmente dava em cima de TODAS as mulheres. Até nas de 6 anos de idade. E em relação aos homens ele fazia o contrário.
Passava atividades pra gente e depois ia conversar com as mães dos alunos pra tentar comer.
Um dia esse filho da puta passou uma atividade pra todos terminarem e eu fui o primeiro acabar. Acabei antes de uma vadiazinha que devia ter uns 15 anos de idade e era mais avançada que eu.
Sabem o que ele me falou na frente de todo mundo?
Por que você mente tanto? Nunca na sua vida você vai terminar antes da (nome da puta que não lembro). Isso acabou comigo. É a única coisa ruim que eu me lembro da infância.
A menina virou pra ele e disse que ela havia feito pausa e por isso eu terminei primeiro. Aí o cara olhou pra mim e disse: Ah, então está bem.
Depois disso eu perdi o amor pela natação e acabei largando meses depois. Eu amava aquilo. Fazia 3 vezes por semana.
Eu era uma criança inocente. Vocês acham certo fazer isso com uma criança? Vocês já fizeram isso com uma criança?
Email de Goec enviado a mim
anteontem (clique para ampliar)
Voltei a fazer quando fui pra Alemanha.
E o que eu tenho pra falar?
Eu NUNCA vi um professor ser antiético da forma como esse William fez e muito menos um professor cantar alunas ou ter QUALQUER atitude que possa ser considerada não profissional. Não tem gente cantando ninguém, não tem gente humilhando as pessoas para aparecer etc.
Ai quando chega um BOSTILEIRO [forma que mascus chamam brasileiros] pra fazer video, critica justamente as partes que são a base da sociedade civilizada, como ética, respeito, separação total da vida privada e da profissional etc.
Boteco na Alemanha
O lugar de trabalho no Brasil é mais informal que um boteco na Alemanha. Eu fico impressionado em como o Brasil é uma merda. Todas as lembranças que eu tenho dessa merda me fazem pensar em botecos. País sem cultura, sem história, sem regras não tem futuro.
Por isso eu não tenho pena de fuder com a vida de brasileiros. Não tenho pena de ligar pra mãe de um cara e dizer que o filho está em estado grave no hospital depois de sofrer um acidente. Não tenho pena de estuprar uma mulher brasileira. 
Não tenho pena de nada. Quero apenas vingança.
E um dia eu vou achar esse professor William. Estou na cola dele, hue [jeito que alguns mascus manifestam rir].
E quando eu souber o nome dele, o endereço dele, o nome da mãe dele, vai ser bem diferente de quando eu era uma inocente criança de 8 anos de idade.
Ontem estava relendo alguns prints e me deparei com este, escrito por Marcelo dois meses antes de ser preso. Ele tinha muita certeza da impunidade. Me deu uma satisfação enorme lembrar que ele foi condenado a 41 anos de prisão. Clique para ampliar
Este é relato do ex-líder da quadrilha, Marcelo, que foi preso em maio do ano passado e condenado a 41 anos de prisão, em dezembro. Ele escreveu isso no chan no início de 2017, quando havia comprado uma apartamento novo em Curitiba -- com dinheiro da mãe -- e Temer ainda era presidente.

Eu me espelho em caras como o Michel Temer.
Veja a mulher do cara, branca, gostosa, enquanto ele é velho, rico e sábio.
Este Michel Temer tem vários livros de Direito Constitucional.
O cara é definitivamente ALPHA.
Ele não é ALPHA porque é bombado ou maromba, ele é ALPHA por sua capacidade intelectual e financeira.
Acabei de sair de um Uber. A vadialher era uma 8/10 [nota que mascus dão pra aparência das mulheres] e toda falante. Ai eu falei que estava voltando do apartamento que eu acabei de comprar, e falei que tinha passado em concurso. Aí a vagabunda já começou a melar a boceta.
Mas fiquei puto porque a vadia disse que também passou neste concurso só que para ANALISTA. É da área de DIREITO.
Já estou puto até agora porque não aceito ser superado por uma esgotalher, mesmo que seja em outra área.
Vadias sempre tem que ficar ABAIXO de mim.
Me lembro que quando era criança jogando com a minha mãe eu batia nela quando ela ganhava, porque dizia que vadialheres sempre tem que perder, eu sou homem e sou melhor. Nunca aceitei perder pra nenhuma vagabundalher.
Estou puto até agora. Imaginei esta vadia chupando rolas gozando com o salário de 10k. Salário que era para EU estar ganhando.

PRESTANDO CONTAS: PRA ONDE FOI O DINHEIRO QUE VOCÊS DOARAM PRA MIM 
Como a pauta do Encontro da Fátima foi cancelada, eu não precisei usar o dinheiro. Logo, tudo que vocês contribuíram em menos de quatro horas (o tempo em que este post foi publicado até o meu aviso de que eu não precisaria mais do dinheiro pra pagar a passagem) foi doado. Vocês me deram um total de R$ 507
Clique para ampliar
Agradeço muitíssimo, de coração! Só que, na sexta (22/3), quando fui tentar transferir esses 507 pra vakinha da família da Iasmyn, a conta já havia sido encerrada (arrecadaram 167%, muito bom!). Perguntei então às pessoas que me seguem no Twitter para me darem sugestões, e acatei as melhores. Portanto, na segunda doei R$ 357 para a vakinha que vai ajudar Gudo Bai a reconstruir a casa de sua família em Moçambique, atingida pelo ciclone (vocês ainda podem contribuir!). E doei R$ 150 para a vaquinha (via abacashi) organizada pela Déia (NaoInviabilize), uma incansável ativista dos direitos animais. Esta vaquinha era para custear medicações e cirurgia de um cachorro e uma gatinha doentes e já foi encerrada, mas sempre há outras. Mais uma vez, obrigada por tudo. Sei que posso contar com vocês!

44 comentários:

Felipe Roberto Martins disse...

Terrível..., o último depoimento (do texto) não é de um chefe de quad... e sim de um demente...

Anônimo disse...

"é que eles nascem achando que o mundo lhes deve alguma coisa (vaga na universidade, um bom emprego, reconhecimento, as "melhores mulheres")."

A historinha da natação é bem factível. E nada divertida. Mas minha vida inteira é uma sucessão de historinhas parecidas. Talvez não pelos mesmos motivos, acho que a de todo mundo é.
Por se importar com isso, mesmo após tanto tempo, e pelo resto do texto, concordo que esse cara tem algum, ou alguns, problemas. Mas...

Já pararam pra pensar que o mundo não deve nada a ninguém? Nem casa própria; nem carro novo; nem garantia de saúde, segurança, educação, vestuário e leite fresco para os vinte filhos que alguém queira ter; nem passagens de avião; nem tênis de marca; nem universidade de graça (FIES bom PROUNI mau); nem cotas (vou aceitar a idéia de cotas por dívida histórica quando Israel declarar guerra à Alemanha). E poderíamos continuar por muito, muito tempo.

Menos choro e mais trabalho é lindo. Mas não deveria valer só pra mascu.

Anônimo disse...

eu sei que essa postagem evetualmente será refeita ou apagada tá, deve ter dado algum pau na agenda do blogger

mas lola, pelo amor de deus né, a gente não fica frequentando fórum desses caras mas você fica trazendo esses depoimentos pra cá, tenha do poxa... parece que gosta

Joana disse...

O maior trauma dos mascus é ser quem eles são, simples assim.

Anônimo disse...

Ah esses mimimis mascus chororoes dão nos nervos. Eles que vão arrumar uma enxada e um quintal pra capinar

Anônimo disse...

O lugar dessa gentalha absurda é na prisão, eles ficam por aí ameaçando de morte desafetos? Prisão, tem que ser tratado como terroristas esses dementes.

Anônimo disse...

Acho a Lola uma pessoa muito democrática, se o blog fosse meu eu não publicava nada que nem remotamente fosse contra minhas convicções. Esses trolls sem noção que vivem por aqui iam pastar em outro lugar

Anônimo disse...

Esses retardados desses mascus vivem por aí idiotando sem parar, "exigindo" que as opiniões doentias deles sejam pública das, vi muito num vídeo da Luísa Sônia e em vários sites e blogs feministas.

Eu só denunciava esses retardados, encaminhava direto pra PF, nunca publicava nada que esses cretinos postassem.

Anônimo disse...

O que a gente gosta é de saber que o Merdelo está preso, deve estar adorando, lá só tem homem , enrustido imundo que ele é.
Gays assumidos são pessoas corajosas que vivem com suas escolhas. Enrustidos são misóginos, sempre.

Rafael Cherem disse...

1- Tenho enorme dificuldade de acreditas nas histórias de "sucesso" desses caras.

2- Lola seu trabalho denunciando é formidável, mas gostaria de colocar uma questão, no ataque em SP houve um debate sobre não divulgar o nome dos assassinos, nunca se questionou sobre a divulgação que dá a eles no seu blog? Será que isso também não alimenta as ameaças?

3- Bom, se vc for no programa lembra que todo dia existem Youtubers repetindo as mesmas ideias, isso em um dos maiores sites do mundo.

Anônimo disse...

É lola, é terrível como eles são infantis e odeiam mulheres por motivo nenhum. Veja, o cara da piscina foi defendido pela moça de 15 anos, e a odeia ainda sim... O mascu morador da Alemanha é iludido. Muitos brasileiros aqui tem vida duríssima, e estão longe de aproveitar essa 'civilidade' toda. Todavia, para um racista, não faltam lugares para ele ter o ódio acolhido, embora também seja alvo de ódio como todos os outros 'latinos' impuros.

titia disse...

Trauma porra nenhuma, só birra de moleque mimado que acha que o mundo tem que girar ao redor deles. Só mimimi de bostinha leite com pera que se recusa a sair do mundo da fantasia e agir como gente grande. Tinham que trancar tudo numa cela e jogar a chave fora.

07:30 você é anarcocapitalista ou é só inconsciente de como o atual sistema sócio-econômico funciona? E de como o histórico da escravidão até hoje prejudica a vida das pessoas negras? Se o seu caso for de desconhecimento, vou repetir aqui um conselho que dei em outro post pra outra pessoa: vai atrás de um sociólogo, um historiador, um antropólogo e um economista e pede para esse pessoal qualificado de verdade te explicaram como isso tudo funciona.

Se for anarcocapitalista cresce e começa a pagar umas contas antes de vir reclamar das estruturas e programas estatais.

E esse tal de Goeca aí, ahai, se tá mesmo na Alemanha pode apostar que está ilegal, morando numa barraca ou num abrigo de mendigos, fazendo faxina e lavando privada de boteco sem nenhum direito trabalhista e se cagando de medo cada vez que a polícia ou um neonazi chega perto. O Goeca com certeza é tratado como lixo por todos os alemães que ele chega perto, mas pra não admitir que quebrou a cara e continua sendo um fracassado na 'terra dos sonhos' da reaçada inventa essa mentira de que é elegância, formalidade, educação, cultura... não, Goeca, é porque você é um lixo mesmo e os alemães te tratam como tal. Agora cai duro e morre que o mundo ganha mais.

Jane Doe disse...

...diz viver na Alemanha ou na Suíça(...)
HAHAHAHAHAHA... otário!!! Onde foi que você veio parar!!! Eu moro na Alemanha HÁ MUITOS ANOS e posso dizer com certa propriedade: Apesar de haver muitas exceções (com a graça da deusa) , alemães em média TOLERA outros alemães e DETESTA TUDO - eu nem tem como eu enfatizar mais - e TODOS que não são alemães... não interesse se você veio da Dinamarca ou do Turcomenistão.

Sério, não alemães/não feito/produzido por alemães dentro da Alemanha ficam numa categoria entre o tártaro do dente e uma barata voadora que invade sua casa no meio da noite...

Se veio aqui pra se sentir especial... zifudeu...

Cão do Mato disse...

Não vão me dizer que vocês acreditam que os depoimentos desses tais "mascus" são sérios, né? Tá Tá na cara que é trolagem pura...

Anônimo disse...

Mascus e suas ameaças de morte estupro e tortura devem ser investigados e presos, vão ficar todos juntinho s com o Merdelo e resolver a pederastia enrustida deles lá na prisão, que é o lugar deles. Gay assumido é coragem e luxo, gays enrustidos são esses misóginos escória da sociedade

Unknown disse...

Também não vejo nada traumático nesses depoimentos. Só provas que esses caras são mais baixos e medíocres do que acreditava que fossem. Birrinha covardes, sem motivos, por isso acredito que eles só sejam monstros que querem se apresentar como alguém com motivos quando só era o reflexo da pequenez deles.

Juliana França disse...

Oi Lola, tudo bem? Meu nome é Juliana e eu estou desenvolvendo um trabalho acadêmico que envolve o tema de masculinidade tóxica e chans. Não encontrei seu e-mail, mas gostaria de entrar em contato com você dadas as suas experiências passadas. Meu twitter vai linkado nesse comentário. Agradeço qualquer eventual retorno! Abs.

Anônimo disse...

Verdade, são maricas, q não aceitam ser rejeitados.
Deviam ser preso antes q fizesse oq prometem

Alan Alriga disse...

1 no print em que ele fala sobre o MK Ultra tem muito potencial de ser verdadeiro, não vou explicar mas vou deixar um link que explica de forma simples e resumida:
https://googleweblight.com/i?u=https://super.abril.com.br/ciencia/assassinos-remotos/&hl=pt-BR

2 esse cara é um total doente mimado que cria "traumas", para justificar o seu ódio.

3 já cheguei a ver vídeos de pessoas sendo mortas, mas ler a forma que ele se refere as mulheres, FOI PIOR DO VER OS VÍDEOS QUE EU REFERI. Não tem como sentir pena de um ser asqueroso desses; pessoas assim deveriam ser presas para sempre, não, melhor ainda deveria existir pena de morte para esse tipo de lixo.

Anônimo disse...

Tu acredita q a justiça estajam monitorando os mascus da dogola, ou acredita q a PF é incompetente ?

Anônimo disse...

E vc? Por que vive num lugar que te tratam como lixo? (A crer na suas próprias palavras)

Anônimo disse...

Acabo de receber mensagem da reitoria da UFRGS, sobre os rumores de atentado que os mascus pretenderiam fazer no Campus do Vale. As polícias civil e federal, a ABIN e a Brigada Militar foram acionadas pela universidade diante das ameaças. Os textos da "deep web" com as ameaças estão circulando no Facebook.

Anônimo disse...

É preciso ter muita coragem para usar uma arma. E mais ainda para tirar a própria vida. Frescura é ficar puto da vida como se tivesse perdido o salário mais juros por conta de um TEXTO. E isto é o que aconteceu aqui. Quem reage dessa forma certamente não aguentaria meia hora de bullying.

Claramc disse...

O que a falta de psicanálise não faz com uma pessoa!

jean canesqui disse...

Hahahahahaha!

Então, o fracassadozinho da mamãe virou malvadinho pq o professor gostosão não acreditou nele?

Depois dessa, EU fiquei com vontade de oprimir o cara, tomar o dinheiro do lanche, abaixar as calças dele em frente de uma multidão e bater no rabo branco até ficar mais vermelho que a bandeira do antigo partidão.

jean canesqui disse...

Tive uma ideia para atrapalhar a vida dos channers pistoleiros. Vamos espalhar que como eles odeiam mulheres, eles praticam homoerotismo sadomasoquista. Eles escolhe os alfas na semana e se reúnem para servi-los sexualmente.

jean canesqui disse...

Lola, tem notícias da vida do Marcelo na prisão?

Anônimo disse...

O ídolo do Merdelo, o ex-presidente Michel Temmer acaba de ser preso. Demorou

Anônimo disse...

Tomara que vc já tenha conseguido o valor das passagens Lola, é muito importante que vc participe de um programa com grande alcance, levar a mensagem de sororidade a mais mulheres. A lei Lola é um grande avanço, a própria mídia muda o comportamento, dando mais importância e noticiando casos covardes e absurdos contra a mulher. E buscando soluções para esses casos

Anônimo disse...

Vai se enxergar seu idiota imbecil manipulado!

Anônimo disse...

Como sempre vc vai conseguir, espero vc lá representando todas nós, força Lola

Anônimo disse...

Lola vira lei, mascus viram marmita na cadeia

Alan Alriga disse...

Acredito que a PF não infraestrutura

Anônimo disse...

Gente , nunca tinha lido coisas tão idiotas como as reclamações desses caras, parece que são retardados mentais. E são doentes com certeza, ninguém normal pensa desse jeito torto . Nunca vi , nem o homem mais machista que conheci falar assim de mulheres. Mas é como andei lendo por aqui, esses caras são suspeitos, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Sempre que precisar conte conosco Lola! A família de Iasmyn Nascimento merece a ajuda. Abraço e parabéns pelo bom trabalho!

Henrique disse...

Eu achei o blog da Lola pelo Twitter. Eu fico aqui pensando se eu teria estrutura física e psicológica para enfrentar o que esta mulher ou caras como o Jean Wyllys passam em suas vidas todo santo dia. É muita gente ruim e canalha no mundo. Isso só reforça a minha convicção de não trazer filhos a este mundo.

Eu lido com muita gente com baixa estima, muita mesmo, mas nunca vi alguém tão sem noção, tão idiota quanto esse Marcelo. Como alguém da trela para o que esse cara fala? Só em ler os discursos de ódio dele a gente, claramente, percebe o quanto a vida dele é bem miserável. O que não dar a ele e nem a ninguém querer fazer a vida de outras pessoas miseráveis como a dele.

Muito feliz que ele tenha pego 41 anos de cadeia. Que sirva de exemplo para outros não façam o que ele fez. E que nesse tempo, ele possa refletir e chegar a conclusão que ele plantou o que colheu. Sempre é tempo para se tornar uma pessoa melhor. Sempre!

Conta Dois disse...

Passei por muitas situações na minha vida, principalmente na adolescência, período escolar. Por ser tímido e estudar em escola de filhinhos de papai até a oitava série (eu era um dos mais pobres), sofri bullying, era excluído, nenhuma garota se interessava. Insegurança e zero autoestima fizeram isso se estender até o ensino médio. Hoje sou bem resolvido e levo tudo isso como aprendizado. Jamais me tornei um desses dementes de fórum anônimo, pois tem algo importante que entra nessa formação, que é o caráter. Há pessoas que, simplesmente, não têm.

Anônimo disse...

Esses mascus além de tudo são burros. Se ainda são virgens, a solução é simples: paguem uma prostituta. Não tem dinheiro? Vai trabalhar em vez de destilar ódio na internet.
Parece até que não foram abraçados na infância pra agir assim. Um guri de 8, 9 anos até seria tolerável um discurso desse do professor, mas uma pessoa com idade pra ser um homem.. pelo amor de Deus, tenho pena da mãe desse ser! Esse daí teria que ser permanentemente internado!

Anônimo disse...

Simples, por que ele não vive lá coisa nenhuma e só inventou essa historinha baseada em puro preconceito.

Anônimo disse...

Masculinistas morrem de inveja de mulher mesmo né?
No fundo no fundo eles são frustrados porque são machos e queriam ser fêmeas.
Eles são o total oposto das feministas porque eles só enxergam o próprio umbigo, não entendem nada da vida das mulheres e acham que as mulheres vivem num "paraíso" de elogios, congratulações, consideração, atenção, respeito, admiração, adoração e bajulação constantes. Ou seja, tudo que eles acham que deveriam ter só por terem nascido do sexo masculino (e ironicamente acreditam que é o que as mulheres recebem de mão beijada). São uns coitados perdidos dignos do pior dos sentimentos: pena.

Anônimo disse...

Todas as imbecilidades que os misóginos falam sobre as mulheres são na verdade sobre eles mesmos. Eles que são merdas, vagabundos, "vadias" (sic), etc. etc.

Antipatriarcado / Antifascistas / Antimasculinistas disse...

E ai pessoal, vamos conversar sobre incels hoje? Eu já falei sobre esses bostas antes em contas anteriores, mas com essas novas travessuras em que eles estão se envolvendo é com o coração pesado que eu sinto a necessidade de mais uma vez repassar alguns conceitos básicos com vocês.

Então, tenho certeza que a boa parte de vocês já está ciente que a última tendência fodida e fetichista dos incel (e demais masculinistas) vem sendo eles tentarem denunciar profissionais do sexo para a Receita Federal. Isso é tanto patético pra caralho como também é muito escroto e fodido. É patético e idiota porque muitas profissionais do sexo pagam impostos, mesmo aquelas que são pagas inteiramente em dinheiro, mas aquelas que não pagam alguns impostos geralmente têm razões muito boas para o porquê de escolherem não fazê-lo, seja por causa da pobreza básica, por recusa em apoiar o governo / estado e / ou algum outro motivo.

Muitas pessoas estão em pânico com isso, mas a realidade é que, se você praticar uma cultura de segurança minimamente decente, será muito difícil para qualquer pessoa encontrar informações suficientes sobre você para fazer uma denúncia / relatório que será levado a sério. Agora não é hora de entrar em pânico, agora é hora de proteger o seu próprio pescoço.

Dito isto, quero deixar claro que essa situação não é nem um pouco tranquila. O fato de incels estarem tentando armar o governo / estado contra profissionais do sexo é indicativo de suas atitudes gerais em relação a nós: eles nos odeiam mais do que eles odeiam mulheres em geral.

Nós sabemos disso. Nós dizemos isso. Há um bom tempo. Nós dizemos isso ESPECIALMENTE EM VOZ BEM ALTA E CLARA toda vez que algum pedaço de lixo humano faz alguma merda e as outras pessoas começam a gritar sobre como eles só tem que ir ver uma prostituta. Incels não tem que estar em nenhum lugar perto de profissionais do sexo.

Eu já disse isso antes, muitas outras já disseram isso antes, e eu vou dizer de novo, assim como outras prostitutas estão dizendo isso de novo: QUANDO VOCÊS COLOCAM PROFISSIONAIS DO SEXO COMO SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA DOS INCEL TUDO O QUE VOCÊS ESTÃO DIZENDO É QUE VOCÊS ACHAM QUE NÓS DEVEMOS SER ALVOS PARA A MISOGINIA VIOLENTA DELES.

Antipatriarcado / Antifascistas / Antimasculinistas disse...

Apresentar profissionais do sexo como uma solução para o problema dos incel faz duas coisas. 1. Ignora a raiz real da raiva e do ódio deles: que eles se sentem que tem direito aos corpos e ao serviço sexual de mulheres e acreditam que, em virtude de existirem, devem ter acesso a qualquer mulher que desejarem. Confie e acredite que esses homens ficarão tão loucos, se não ainda mais loucos por terem que pagar por sexo, quanto pela rejeição total. Porque a raiva e o ódio dos incel não é sobre eles não conseguirem alguém para transar, é sobre o fato de que eles não podem ter qualquer mulher que eles querem. (COMO ELES MESMOS LITERALMENTE FALAM! EU NÃO SEI COMO AS PESSOAS PENSAM QUE SOMOS A SOLUÇÃO PARA ESSE PROBLEMA. -- Na verdade eu sei exatamente por que -- porque as pessoas nos veem como descartáveis. Nós somos as esponjas que absorvem a violência masculina para que as mulheres "respeitáveis" que só saem de graça possam estar mais seguras.)

Sugerir o contrário, agindo como se uma visita a uma profissional do sexo fosse uma solução para o problema incel, legitima a alegação falsa, fraudulenta e idiota de que a raiva e o ódio deles se originam de uma incapacidade de encontrar amor e romance, ao invés da realidade que eles tem um tóxico senso de direito / merecimento e uma visão de mulheres como menos.

2. Revela uma atitude realmente fodida e escrota em relação às profissionais do sexo, ou seja, que somos ou deveríamos ser algum tipo de amortecedor entre a violência de caras afundados em masculinidade tóxica e as “boas” mulheres que não cobram pela xana. Isso implica que é nosso trabalho e função proteger o mundo, especificamente as mulheres "boas", desses homens violentamente misóginos, posicionando-nos como algum tipo de devoradoras de pecados sexuais que podem sugar a violência e a agressividade desses escrotos desgraçados através dos paus deles.

Assim como a ideia que se vestir modestamente para evitar estupros ignora a causa real do estupro (estupradores) e culpabiliza roupas, beber ou qualquer outra coisa, implica em "tenha certeza que ele estupre outra, a garota (má)", assim também apresentar profissionais do sexo como uma solução para os incels implica em "certifique-se que eles só matem as prostitutas".

Tudo isso está muito claro por toda essa merda de denúncias à receita. Tudo isso é muito, muito claramente uma retaliação pelo fato de que temos a audácia de cobrar pelo que esses homens acreditam que eles deveriam poder ter de graça, sob demanda.

Antipatriarcado / Antifascistas / Antimasculinistas disse...

MAS ESPEREM ... AINDA TEM MAIS! Agora que falei sobre as atitudes de merda em relação às profissionais do sexo que dizem respeito especificamente aos Incels, vamos falar sobre algumas outras atitudes de merda mais gerais sobre nós relacionadas ao que já abordamos.

Além do fato de que apresentar profissionais do sexo como uma solução para o problema incel legitima sua retórica pateticamente imbecil e nos posiciona como amortecedores entre a violência misógina e mulheres "respeitáveis", ela também atua na ideia (falsa) de que vamos transar com qualquer um que pagar.

Fato divertido: profissionais do sexo não transam com qualquer um disposto a pagar, e a noção de que vamos é a base para tais chistes velhos e sem graça como: "então se você foder uma prostituta sem pagar é estupro ou roubo? * hurr durr harr huhh *"

Literalmente não há uma única profissional do sexo no mundo que vai foder qualquer um que acene com dinheiro para nós. Naturalmente, quanto mais privilégios a profissional tiver, maior será sua capacidade de recusar clientes que parecem desonestos ou perigosos, mas, literalmente, CADA PROSTITUTA TEM, PELO MENOS, UM PROCESSO DE TRIAGEM / RASTREIO BÁSICO.

Da profissional de sobrevivência ao ar livre que só pode se dar ao luxo de tomar decisões rápidas e instintivas com base em uma interação curta até a prostituta cara que tem o luxo de exigir uma verificação completa de antecedentes, TODAS temos algum tipo de critério pelo qual aceitamos ou rejeitamos programas.

Os processos de triagem não são apenas para eliminar os policiais que provavelmente nos agridem e / ou nos prendem, mas também para nos proteger contra os misóginos violentos. O incel médio teria dificuldade em passar por qualquer tipo de triagem porque aprendemos rapidamente a farejar homens violentos a uma milha de distância.

A ideia de que as profissionais do sexo são uma solução para o problema dos incels é idiota e fodida não apenas pelas razões que eu já disse aqui, mas também porque promove a ideia de que em virtude do trabalho que realizamos para sobreviver sob o capitalismo, estamos totalmente disponíveis para qualquer um a qualquer momento.

Esse tipo de atitude literalmente nos mata. Esse tipo de atitude nos despoja de nosso arbítrio e nos reduz a, na melhor das hipóteses, nosso trabalho e, na pior, nada além de nossos orifícios.