segunda-feira, 9 de abril de 2018

HOMENS DE BEM COMEMORAM NO PUTEIRO A PRISÃO DE LULA

Não sei se eu já tinha ouvido falar em Oscar Maroni. 
Ele é um "empresário de casa de entretenimento para adultos" (quais adultos? de que gênero? de que cor?) ou, pra usar um termo mais conhecido, um cafetão, um gigolô. Em outras palavras, vive de explorar mulheres sexualmente. Já esteve preso por sonegar impostos e outros crimes. Ao pesquisar, vi que o sujeito é respeitado por reacinhas playboys da estirpe de Danilo Gentili. Ano passado Maroni se lançou candidato a presidente com o slogan "O Brasil está uma zona, e de putaria eu entendo". Foi filiado ao partido nanico PTdoB e candidato a prefeito de SP dez anos atrás e teve menos de 6 mil votos.
Neste final de semana, Maroni se superou. Ofereceu cerveja de graça a coxinhas que foram comemorar no seu puteiro em SP a prisão de Lula. Num discurso, o cafetão diz para um grupo de festivos conservadores que já transou com mais de 2.700 mulheres, e os virjões gritam "Mito! Mito!" (parece que essa palavra é adotada sem cerimônia por eleitores da direita. Serve para elogiar qualquer crápula preconceituoso). 
Em outro vídeo, Maroni aparece vestido de presidiário e exibe uma prostituta só de short, que tenta se esconder da multidão. O cafetão então a vira e chupa seu seio.
Noutro vídeo, Maroni promete cerveja de graça para todos se Lula for morto na cadeia. Um reaça pergunta, rindo, "E se for sofrida a morte?" (Maroni não estava brincando. Diz ele: "Minha palavra é que nem tiro: quando eu solto, não volta mais". Mas aparentemente tudo bem ameaçar ex-presidente. Pode até atirar em ônibus!). 
Em seu discurso aos reaças (convocados pelo MBL), Maroni diz a um de seus ídolos: "[Sérgio] Moro, você tem um vale vitalício, enquanto o seu pau funcionar, para frequentar o Bahamas Club". E ainda pede para a Polícia Federal e o Ministério Público sortear "cinco de vocês aí para frequentar o Bahamas Club".
A esta  altura, já está óbvio que este "brasileiro que voltou a acreditar na sua pátria" (como ele se definiu na sexta) é um attention whore. Quer chamar a atenção, custe o que custar. É o lema dos reaças: falem mal, mas falem de mim. Não existe publicidade ruim -- é o mote daquele outro que eles também chamam de mito. 
Ao falar dele, estamos dando a Maroni o que ele quer. Mas não dá pra não falar. Afinal, se a belíssima foto do jovem Francisco Proner é a imagem da resistência à prisão de Lula (e desde já a foto do ano, digna de um Pulitzer), a imagem da comemoração da prisão de Lula é esta feita num puteiro, com faixas saudando os principais juízes de sua prisão, Carmen Lúcia e Sérgio Moro.
A imagem me causa ânsia. É um retrato fiel do machismo, e mais uma prova de que como o golpe contra Dilma foi, e continua sendo, misógino. O coro dos reaças festejando é totalmente masculino. O cafetão oferecendo a presa aos abutres é um "magnata do sexo" que mede seu valor pelo dinheiro que tem e por quantas mulheres conseguiu alugar. As únicas mulheres presentes nesse cenário são a prostituta e o cartaz da juíza. A juíza só é celebrada porque deu o voto que eles queriam, o de condenação a Lula. Mas apenas ao juiz macho cabe o "vale vitalício" para frequentar o puteiro. 
Não é apenas que a comemoração no prostíbulo exclui as mulheres. Ela usa as mulheres não para comemorar, mas como objeto de troca a ser comemorado. A prostituta nua sendo subjugada por Maroni não tem voz, não tem rosto, tem a boca coberta pelas mãos do patrão. Não parece feliz. Não parece estar comemorando coisa alguma. Minha sororidade a ela. 
Essa imagem só confirma o que conhecemos tão bem, pois somos alvos frequentes dos reaças -- que o lugar que eles reservam às mulheres é no puteiro ou no lar, para as "belas e recatadas" (depois reaças fingem não entender como tantas mulheres não votam na direita).
O cidadão de bem, o defensor da família tradicional, o homem honrado que quer fechar museus que vão contra a moral e os bons costumes, 
é justamente esse que leva o filho pra perder a virgindade num puteiro, que mataria a esposa (pra defender sua honra) se ela o traísse, mas não considera traição transar com prostitutas. É exatamente esse tipo de homem que ataca feministas nas redes sociais, pois nos vê como entraves para a sua liberdade -- a liberdade de seguir sendo o babaca que é sem ser criticado. 
Essa imagem, apesar de terrível e chocante, deve ser compartilhada (cobrindo a nudez; não por moralismo, mas por respeito à prostituta). Deve ser registrada porque é o espelho da nação que nos tornamos após o golpe de 2016. Uma nação em que cafetões ameaçam um ex-presidente enquanto cumprimentam juízes e bolinam mulheres. 
Foi Marcela Campana, leitora do blog, feminista e mestranda pela PUC-SP, quem me pediu para escrever este post, embora eu esteja muito sem tempo. Deixo com vocês as palavras dela sobre mais esta marca lamentável dos misóginos:
A saga da condenação de Lula gerou um turbilhão de acontecimentos e imagens que com certeza ficarão para a história e devem ser interpretados não na sua especificidade meramente factual, mas no campo do simbólico.
No dia 5 de abril de 2018, confirmada a rejeição do STF ao pedido de habeas corpus de Lula e emitido o mandato de prisão pelo juiz Sergio Moro, começaram as comemorações dos opositores aos governos do PT. Nada inesperado, levando em consideração as paixões tristes que cercam a imagem de Lula e os anos de espera pela efetivação da punição. O inesperado aconteceu na total falta de critério na vinculação da indignação “contra a corrupção” de boa parte dessa “gente de bem” com personagens polêmicos.
No mesmo dia 5 de abril, começaram a circular pelas redes sociais (em especial o whatsapp, que é o recanto dos microfascismos) vídeos onde Oscar Maroni, conhecido por ser dono do Bahamas, uma casa de prostituição de um bairro nobre de São Paulo, ofereceria cerveja gratuita na frente de seu estabelecimento caso Lula fosse preso. Em outro vídeo ele declarou que se Lula fosse morto ele ofereceria cerveja durante o mês (“Se o Lula for preso, a cerveja é de graça até a meia noite. Agora, se matarem ele na prisão, a cerveja vai ser de graça durante o mês inteiro”, assinalou o empresário). Ao Moro ofereceu “um vale vitalício para frequentar o Bahamas Clube”, bem como a membros do MPF e da Polícia Federal.
Automaticamente, algumas páginas começaram a divulgar a “comemoração”, como a da agência de notícias falsas e polemização MBL, convocando seus seguidores. 
No dia 7 de abril, com a decisão de Lula de se entregar à Polícia Federal, um evento foi armado na frente do Bahamas, com direito a um show grotesco. Nasceu a imagem que sintetiza todo esse processo que testemunhamos: Oscar Maroni e uma mulher nua realizam o show, ele com gestos violentos e agressivos direcionados ao corpo feminino desumanizado, ao fundo a foto do juiz federal Sergio Moro e da ministra do STF Carmem Lúcia, segundo Maroni seus “exemplos de vida e dignidade”.
Rapidamente a imagem do fotógrafo Túlio Vidal, que cobria o evento, se alastrou, e questionou-se a figura de Maroni, conhecidíssima em São Paulo por responder (em liberdade) a diversos processos que vão desde sonegação de imposto até formação de quadrilha e tráfico de mulheres, sendo condenado em 2011 a 11 anos de prisão pelos crimes de favorecimento à prostituição e manutenção de local destinado a encontros libidinosos. 
Ou seja, comemorou-se a prisão de um ex-presidente na frente de um estabelecimento pretensamente regular em uma festa oferecida por um homem que responde a diversos processos e que vive de explorar mulheres, o que possibilitou que ele oferecesse milhares de reais em cerveja.
Movimentos que no ano passado atacaram exposições de arte com argumentos moralistas hoje se prestam a divulgar e vangloriar esse tipo de situação. 
A imagem que fica
O Facebook está derrubando posts que denunciam a hipocrisia das pessoas que foram "comemorar" a prisão do Lula. Na imagem registrada do "show" armado por Maroni para "pessoas de bem" que lutam contra a corrupção (ironia), foi usada uma mulher nua. A foto que circula demonstra a violência com a qual a cafetinagem age sobre o corpo feminino, e o espaço que a mulher pode ocupar frente ao homem, o de submissão. Os vídeos do momento não são menos grotescos
Que fique claro o que sempre esteve em jogo para esse grupo de pessoas: o bandido é o Lula, o empresário explorador de mulheres que responde a diversos processos é digno desse tipo de valorização e prestígio. O show é às custas da humilhação de mulheres, claro.
A imagem sintetiza que o discurso que permeia e justifica o ódio à Lula, “contra a corrupção”, na verdade mascara a essência do ódio pelo avanço das pautas igualitárias e progressistas, contra a conquista de direitos das minorias. A mobilização foi para que Maronis pudessem continuar fazendo um show desse tipo sem problemas. O operário foi preso, a primeira presidenta deposta, e os Maronis voltaram ao poder. Tudo está de novo no lugar. 
Apesar das falhas do PT, seus governos representam um avanço social, e isso devemos defender a todo custo. Que essa imagem resuma o que lutamos contra: o privilégio centrado na forma do patriarcado misógino, branco e rico, que hoje brada que "a lei deve ser para todos", enquanto anda livremente apesar dos diversos crimes que carrega nas costas, aplaudido pelos seus hipócritas semelhantes.
A nossa luta não pode parar.

92 comentários:

Anônimo disse...

Esta é tipo de propaganda para o seu "negócio" que o bandido quer. Sinceramente, não acho que um sujeito desclassificado como esse merece qualquer tipo de atenção, não importa o que diga ou fale.

Anônimo disse...

Até parece que só os membros do MBL que frequentam puteiro comemoraram a prisão do Lula, tirando os "ativistas" e "militantes" profissionais que juntaram todos na sede do sindicato, o Brasil inteiro comemorou então tem gente de todo jeito.

Anônimo disse...

e bem a cara da direita brasileira (e mundial)

HIPOCRISIA PURA

CÂNCERvadores (repetindo pra ficar bem claro: CÂNCERvadores) falsos-moralistas

eu tenho nojo

Anônimo disse...

entre o cafetão maroni e a prostituta

a garota de programa é sem dúvidas a mais digna

Anônimo disse...

Eu estou com nojo do Brasil,nojo de morar aqui. Não vou embora daqui por falta de condiçoes.

titia disse...

Os "cidadãos de bem" que batem no peito como gorilas e berram que odeiam imoralidade, putaria, exigem que os pobres arranjem emprego, que deixem de ser parasitas que querem bolsa-família pago com os impostos que os guardiões da moral e dos bons costumes... tem como ídolo um poço ambulante de DSTs que explora mulheres, agride, estupra, chantageia, espalha a imoralidade e a putaria; e que também é um vagabundo, que não trabalha (não, explorar o trabalho dos outros não é trabalhar) e sonega impostos, parasitando a sociedade e a nós, que trabalhamos e pagamos nossos impostos.

Reaçada, cadê a coerência que vocês adoram nos cobrar?

Anônimo disse...

Lola, não sei se vc já ouviu falar, mas esse oscar maroni tbm aparece em um doc chamado ''Um Lugar ao Sol'' de Gabriel Mascaro. Neste doc ele entrevista ricos que moram em ap com cobertura em 3 grandes capitais, e este cafetão foi o entrevistado de São Paulo. Este doc é um show de horrores pela mentalidade e preconceitos desses tais privilegiados. Esse cafetão deu um show de boçalidade e arrogância, disse que tinha genética de líder, que tem mulher que nasceu para ter bolsa Louis Vuitton e outras saco de plástico, que ele anda nos melhores hotéis e mais caros, tem os relógios mais caro, que tem pena de quem não tem um jaguar e fala com orgulho da tal cobertura em São Paulo que ele comprou para ostentar, explorando o corpo das mulheres que se prostituem no bordel dele.

Minha solidariedade e sororidade a esta moça, não sei o que a levou a se prostituir e parar no bordel deste monstro, deste psicopata. Mas nada justifica tanto desrespeito e humilhação a uma mulher. É este cafetão que está cometendo o crime, pois lenocínio (exploração sexual) é crime e ainda incluindo abuso, humilhação e constrangimento em público. A Carmen Lucia, apesar de ''homenagem'', é uma excluída tbm da parte ''divertida'' dos serviços criminoso desse cafetão. Pois é uma mulher passando por um papel ridículo de ter sua imagem na porta do prostíbulo e vinculado a um antro que explora mulheres. Minha solidariedade a ela tbm.

Anônimo disse...

Foram brincadeira chulas e de extremo mau gosto. Mas, apenas brincadeiras. Não vamos radicalizar ainda mais o clima no país que já está demais.

Anônimo disse...

Que ódio é esse contra um empresário, temos que ser todos comunistas agora?

O cara tá só pegando carona na publicidade para alavancar seu negócio, o que há de errado nisso?

E outra, ele não ganha dinheiro com o corpo das mulheres, o dinheiro do programa é delas. O que ele vende e ganha dinheiro são os quartos e as bebidas que ele vende ( sim, ele vende caro ). Não há nada de ilegal nisso.

Baixem a bola aí....

Anônimo disse...

Acho que está na hora dos apaziguadores, não de gente para jogar mais gasolina no incêndio que está o país.

Anônimo disse...

Lola, só uma dica. O termo prostituta é considerado pejorativo e ofensivo pelas meninas.

Elas preferem o termo Garota de Programa.

Anônimo disse...

esse homem é um nojo de ser humano

Anônimo disse...

No site do Estadão, com a matéria sobre o horror no bordel, a maioria dos comentários é de trogloditas elogiando o cafetão e poiando o desrespeito às mulheres, os comentários são de fazer nojo. Os mascus ainda tem a cara de pau de afirmar que são poucos os que apoiaram isso.

O cafetão e o MBL ainda cantaram o hino nacional, se achando os ''grandes patriotas e paladinos da moral e dos bons costumes''. E o rodízio de cerveja, tudo indica que foi patrocinado pela ambev, do Paulo Lemann.

Tem misóginos xingando as feministas, chamando o cafetão de ''corajoso'' e ''honesto'', mesmo ele sendo um bandido envolvido em vários crimes e sendo um covarde e pedindo para o cafetão ser candidato a presidência.

Anônimo disse...

O engraçado é que a coxinhada foi lá lavar o predio da Carme Lúcia, maaas essa foto nenhum deles quis tirar essa foto que é muito mais ofensiva.

Anônimo disse...

Não sabia que ser criminoso era ser ''empresário'', pois lenocínio é crime. Elas odeiam o termo prostituta pois deixa claro que é alguém que aluga o corpo, enquanto ''garota de programa'' faz a coisa parecer menos suja, sórdida e nojenta que é, tipo uma ''namorada de aluguel'' por uma noite ou um pouco mais. Ninguém está condenando a moça, muito pelo contrário. O criminoso é ele. Que inclusive já pagou e ainda paga muita propina, as vezes com o corpo alheio, para não ir preso.

Anônimo disse...

Não entendo, uma hora os misóginos se sentem ofendidos ao ser relacionados ao cafetão oscar maroni e seu bordel, outra hora defendem o cafetão e com ironias.

Anônimo disse...

Moro e Maroni, a dupla sertanoja do momento, já que é moda nesse gênero defender ditadura militar.

Anônimo disse...

Brasil é o primeiro país do mundo em que a presidenta da suprema corte é homenageada em um prostíbulo, antro de misoginia e exploração sexual de mulheres.

Anônimo disse...

O Tribunal de Justiça de São Paulo faz parte da clientela vip do bordel de oscar maroni. Por isso o cafetão molha sempre a mão deles.

Anônimo disse...

Assim que chega ao Bahamas, o cliente é avisado das regras:
– O valor da entrada é 231 reais, dos quais 100 podem ser consumidos.
– O valor mínimo do programa é 500 reais e dura uma hora. Depois, ouvimos das jovens que, se o pagamento for feito com cartão de crédito, 20% do valor ficam com a casa. Se a opção é dinheiro, 100% são da garota. Algumas chegam a pedir 1 000 reais pela hora do cliente.
– O valor do quarto custa 100 reais por uma hora. Se levar duas mulheres, paga 200 reais.
– As meninas não têm autorização de puxar papo com o cliente ou tocá-lo para oferecer seus serviços. O homem é que puxa o assunto. Sexo na frente dos outros é proibido.
– As garotas, em geral, são bem jovens, na casa dos 20 anos. Havia, nesta tarde, muitas loiras, poucas morenas e nenhuma negra.
– O perfume preferido delas é Tommy Girl.- Maroni exige que elas estejam sempre com as unhas feitas e maquiadas.- Uma garrafa de long neck de Skol custa 35 reais. A caipirinha, 45. A coca-cola, 15 reais.

Depois um mascu descarado e mau caráter aparece dizendo que isso não explorar a prostituição?

Anônimo disse...

''MOVIMENTO INTENSO
Ontem, véspera do início da Copa e com a cidade abarrotada de turistas, 80% do público da casa era composto por estrangeiros. “Isso aqui estava uma alegria”, disse uma menina de 19 anos, nascida em Vitória e frequentadora do lugar há nove meses. Ela não fala inglês, mas disse que a cerveja e a vodca ajudam a entender o que os clientes querem. “Tinha muito árabe, muito croata e alguns franceses.” A escala dela de apreciação dos clientes de fora: “Americanos são muito mecânicos; árabes e libaneses pechincham para pagar, mas são carinhosos; alemães e ingleses bebem demais; italianos gostam do que fazem.”

TRÊS GATOS PINGADOS
Embora o sucesso da noite passada – na madrugada passada, havia 100 clientes para 80 profissionais –, pode-se dizer que a transmissão do jogo no Bahamas foi um mico. Além do repórter de VEJA SÃO PAULO, havia apenas três clientes. Todos brasileiros. Dois deles eram amigos na faixa de 30 anos, com cara de mauricinhos que frequentam a Disco e o Número. Um deles tinha aliança na mão esquerda. O outro trocou de roupa e ficou de roupão e de chinelo enquanto bebia Budweiser e conversava com algumas garotas. No final do jogo, os amigos subiram para o quarto com duas morenas. O terceiro cliente – também de aliança – tinha por volta dos 45 anos e ficou o tempo todo conversando no bar com a mesma mulher. “Os clientes vão chegar mais tarde porque hoje é Dia dos Namorados e prefeririam assistir ao jogo em família”, analisava Maroni.



FEZ GOL, TIROU A BLUSA
Mesmo com pouco público, Maroni manteve o que anunciou aos clientes: a cada gol feito pelo Brasil, as meninas presentes tiravam a blusa. “Ah, em gol contra não vou mostrar meus silicones”, dizia uma loira parecida com a atriz Ellen Roche quando Marcelo pontuou para a Croácia. Nos outros três gols do Brasil, elas cumpriram a promessa. Das vinte meninas presentes, apenas duas delas têm seios naturais. Todas as outras ostentam próteses em tamanhos variados. Há algumas que também têm silicone no bumbum, à Valesca Popozuda. Uma delas brincou com Maroni: “Por que você enrolou essa estátua grega com pano verde? Eu aqui me expondo e ela toda recatada.” Ele deu risada.

FIGURINO
Não que elas tivessem muito o que tirar. Parte das funcionárias anda de lingerie e outra usa apenas uma regata temática da seleção e calcinha. Todas usam saltos altíssimos. Duas delas tinham modelo com a sola vermelha (seriam mesmo Christian Louboutin?). Algumas estavam de vestido de renda, muito bem cortados, um claro sinal que investem parte do dinheiro que ganham em roupas.''


Vai dizer que isso não é exploração sexual?

Anônimo disse...

Se o tal ''hotel'' desse cafetão só tem como finalidade o sexo pago e ele administra tudo isso, então ele é cafetão mesmo. E caftinagem é crime.

Anônimo disse...

"brincadeira chula" é o c&ralho, seu merda

direiteba pseudo-moralista sempre aparece pra passar pano pro indefensável, são uns bostas mesmo

não é brincadeira, sua mula, isso É CRIME DE LENOCÍNIO, anta

"empresário"? esse ebola é um CRIMINOSO explorador sexual, seu lixo, vc acha q temos "ódio" desse bandido de bosta? É revolta por um traficante de ser humano não estar na cadeia, isso sim, sua besta

É claro q ele ganha dinheiro com o corpo das mulheres, ele trafica e explora sexualmente essas mulheres, seu idiota

É por essas e outras q direita é simplesmente a coisa mais NOJENTA q existe

Anônimo disse...

O episódio intragável promovido pelo cafetão, já é notícia pelo menos na Argentina e Espanha.

Anônimo disse...

O TJ-SP protege esse bandido pq frequenta o prostíbulo dele e recebe propina.

Anônimo disse...

Um dos episódios mais freaks entre os ocorridos no fluxo da prisão do ex-presidente: um famoso cafetão das altas rodas da maior cidade brasileira, dono do puteiro mais famoso e luxuoso do país, faz uma promessa de que, se Lula fosse preso, faria uma festa de comemoração no meio da rua, em frente ao seu bordel, localizado no bairro de Moema, um reduto de classe média alta em São Paulo, e distribuiria gratuitamente nove mil latas de cervejas geladíssimas a quem aparecesse por lá.

Nas redes sociais, ativistas da extrema-direita conservadora e que militaram pelo impeachment de Dilma, postaram convites chamando para o beer livre, usando a hashtag sextou, já que a sexta era o dia determinado para Lula entregar-se à Policia Federal. O MBL, foi um dos que convidaram explicitamente para a comemoração no puteiro. A festa em si foi inominável: em tempos de empoderamento feminino, o cafetão de luxo Oscar Maroni, expôs a bunda de mulheres negras vestidas a rigor e exibiu prostitutas com genitais à mostra, apertava e fazia outras coisas com os peitos das moças, diante do delírio do público conservador que compareceu. Ninguém via nada demais na exposição e humilhação da prostituta amordaçada nua na porta do prostíbulo e na calçada.

Vestido de metralha, o cafetão foi aplaudido, festejado e endeusado por ''cidadãos de bem''. O roteiro era bizarro. E o mais inacreditável: Na fachada do puteiro, foram expostos dois banners, desses produzidos em bom papel e alta definição. Um era um retrato do juiz Sérgio Moro e o outro um retrato da presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, como os heróis homenageados. Associaram a imagem da juíza à personagem Jacutinga de Fernanda Montenegro, que era cafetina.

No Brasil, a extrema-direita, que sempre fala em nome de uma suposta família cristã e dos tais bons costumes, a ponto de censurar e fechar exposições culturais em museus, faz uma festa no prostíbulo, exibe genitálias das prostitutas no meio da rua e tem juristas como patronos homenageados. E, ao mesmo tempo a esquerda, sempre definida como um grupo de ''ateus comunistas que comem criancinhas'', fica de olhos vidrados em um bispo católico que, em cima de um caminhão, celebra uma missa em São Bernardo do Campo/SP.

O surrealismo não para aí: depois do bizarro festim, o cafetão não para de receber apoio de dirigentes políticos e profissionais liberais, que o elogiam por ser um ''homem de palavra'' e pedem sua candidatura a presidente ou ao menos deputado federal. E quem duvida do seu potencial eleitoral com o voto dos ''arautos da preservação dos valores familiares'', em nome dos quais cancelam exposições de arte e retiram peças de cartaz? Viva a hipocrisia e a exploração da prostituição. Da soma disso, infelizmente é feito o Brasil.

Anônimo disse...

As descrições do local e seu funcionamento são de um típico prostíbulo mesmo, e o comportamento do sujeitinho é de um típico cafetão, dos mais grosseiros e vulgares.

Anônimo disse...

Lembrando que: LENOCÍNIO É CRIME! Quem diria que um cafetão estúpido, boçal, truculento, ignorante e vulgar, seria o novo ''mito'' e bandido de estimação do ''cidadão cristão de bem e defensor da família tradicional''. Que peculiar!

Anônimo disse...

Orgulho de estar do lado oposto desses tipos de seres humanos desprezíveis.

titia disse...

Claro que os mascus e reaças consideram esse monte de carne podre repositório de DSTs um empresário de sucesso, gente, afinal ele conseguiu realizar o sonho da mascuzada de ganhar muito dinheiro sem trabalhar. Mascus não ligam se o estorvo ganha dinheiro explorando, abusando, humilhando ou mesmo matando pessoas, o que importa é que qualquer um que consiga ganhar dinheiro sem precisar se esforçar ou contribuir (ou seja, um parasita bem sucedido) é ídolo dessa corja.

E olha só eu vivi pra ver a reaçada pedindo por "menos radicalismo" na hora de condenar verbalmente um cafetão estuprador e corrupto no mesmo dia em que saíram pelas ruas gritando pelo linchamento imediato de todos os esquerdistas. Ah, e há alguns meses antes, pediam a prisão imediata de Lula mesmo quando não havia sequer sombra de prova contra ele. Vão tomar bem no centro do olho do cu, seus merdas.

donadio disse...

"O termo prostituta é considerado pejorativo e ofensivo pelas meninas.

Elas preferem o termo Garota de Programa.
"

Elas são mulheres, não meninas nem garotas.

E a organização delas não parece ter nenhum problema com o termo "prostituta":

http://www.davida.org.br/

Cristiane Lira disse...

Eu não estou me importando nem um pouco se elas são prostitutas, putas, garotas de programa etc. Acho que a profissão prostituta, mulher a quem se paga para ter sexo, degradante, mas se ela faz isso sem ser forçada por ninguém é problema dela. Quando o número de prostitutos for igual ao de prostitutas e os serviços forem tão requisitados quanto os das prostitutas então estará tudo bem. Não será degradante desse jeito.
Também não estou ligando nenhum um pouco que se vá comemorar a prisão do Lula em um bordel ou em qualquer lugar. É apenas uma idiotice. O que irrita na direita conservadora é a hipocrisia, a falsa moral. Fizeram todo aquele carnaval na exposição Queer. Acusaram de apologia a pedofilia e a zoofilia onde não havia nada disso. Acusaram o artista do MAM de pedófilo quando por mais que eu ache inadequado uma criança tocar em um adulto nu aquilo não foi pedofilia. Queimaram bonecas de Judith Butler e a agrediram no aeroporto só porque acham que meninos devem usar azul e meninas usar rosa. Espalharam fake news de que Marielle teria sido casada com um traficante e defendia bandidos e no pior de tudo apoiaram a cura gay. São contra o aborto e chamam mulheres que o defendem ou o fazem de vagabundas. O MBL participa de todas essas coisas mas são convidados ilustres de dono de bordel. Isso pode. Disso os conservadores não reclamam. Mas se colocam como pessoas com moral acima dos outros.
Esse modo ansioso de viver a sexualidade por parte da direita conservadora me intriga. É engraçado que uma mulher não pode ser feminista. Isso é um crime. Mas ser garota de programa, tá ok. Não ser mais do que uma máquina de fazer bebês (mulheres dos supremacistas brancos) tá ok. Ser uma mulher troféu (para os trumps) tá ok. Ser "feminina" tá ok. Ou seja você pode ser tudo que elas acham que você deve ser. Mas ser feminista não pode. Ser contra o aborto não pode. Não depilar as axilas não pode. Querer ser gorda e mandar ir a merda quem não gosta também não pode. Não querer ter filhos não pode. Ser "masculina" não pode. Quando é que que essa gente vai parar de se meter na vida dos outros, especialmente das mulheres, hein?
Fico impressionada com a"liberdade" que mulheres podem ter na direita. Não acho que as mulheres são respeitadas como iguais por boa parte dela.
Lola, vou voltar a ler o teu blog depois que passar esse período de eleição, polarização, Lula. Não aguento mais ouvir falar do Lula na Net inteira.
Bjus, até mais!

Cristiane Lira disse...

Sexualidade ansiosa mesmo! Vai de um extremo ao outro: ou puritanismo religioso ou prostituição, mas se a mulher transa com quem quer por prazer é vagabunda. Blegh!! Vou vomitar!

Anônimo disse...

Existem duas correntes ideológicas entre os coxinhas brasileiros; A direita conservadora, e a direita liberal. Elas se abominam.

=)= disse...

Olá "Anônimo Apaziguador" das 13:08 (pelo horário dos comentários e pelas palavras, supus que os 3 comentários eram seus).

Achei interessantíssimo esta amostra do tradutor online Português Brasileiro/Português Apaziguador. Imagino que funcionaria assim...
Português BR: "Maroni foi condenado pela justiça por formação de quadrilha, tráfico interno de pessoas, manutenção de local destinado a encontros libidinosos e favorecimento à prostituição"
Português Apaziguador: "Maroni sofre com o ódio dos comunistas por ser empresário, gerar empregos, ser gestor de complexo hedonista e promover entretenimento adulto"

Claro que quem está jogando gasolina na fogueira não é Maroni com as " brincadeira chulas e de extremo mau gosto" e sim esse pessoal mau-humorado que não sabe soltar uns kkk.
Talvez seja mesmo "radicalismo" prender este humilde empreendedor, acho mesmo produtivo que uma alma tão preocupada com a paz e harmonia como você venha pedir encarecidamente para o pessoal 'baixar a bola" #FazerOBemSemOlharAQuem #Paz . Minha aura está leve como a brisa tibetana depois de ler tão sábias palavras, tenho certeza que todos aqui compartilham deste sentimento de gratidão que estou tendo agora.
Namastë.

Anônimo disse...

Melhor comentário até agora!

Anônimo disse...

Pelo menos a Lola reconhece que houveram sim algumas falhas no pt, e é isso que está mais faltando na esquerda atual, senso crítico. Afinal só podemos fazer melhor no futuro se reconhecemos nossos erros para não comete-los novamente.

...

A profecia do saudoso poeta Cazuza se concretizou, 30 anos depois.

Anônimo disse...

Prostituição e estupro pago. Deve ser criminalizada seguindo o modo nórdico, onde se pune severamente o consumidor por crime de estupro e se acolhe a vitima que na verdade foi cooptada por um sistema capitalista machista.

Regulamentação da prostituição e pauta anti feminista.

Anônimo disse...

Acho que o ''Apaziguador'' deve ser o mesmo que não quer que as ''meninas'' sejam referidas como ''prostitutas'', mas sim ''garota'' de programa. Para o tal Apaziguador, isso deve ser mais ''fofo, cuticuti e meigo'' para a (falsa) moral do ''cidadão de bem'' empreendedor.

Anônimo disse...

Percebi que neoliberais e neoconservadores não se bicam, só se unem para atacar o pt e a esquerda, mas no fundo se detestam.

Anônimo disse...

''Um deles tinha aliança na mão esquerda. O outro trocou de roupa e ficou de roupão e de chinelo enquanto bebia Budweiser e conversava com algumas garotas. No final do jogo, os amigos subiram para o quarto com duas morenas. O terceiro cliente – também de aliança – tinha por volta dos 45 anos e ficou o tempo todo conversando no bar com a mesma mulher. “Os clientes vão chegar mais tarde porque hoje é Dia dos Namorados e prefeririam assistir ao jogo em família”, analisava Maroni.''

Nojento! Esse é o tal do ''cidadão de bem'', que trai a namorada/noiva/esposa no bordel e depois quer posar de falso-moralista cristão nas redes sociais e vestindo o abadá da CBF no carnacoxinha. Falando nisso, o herdeiro do helicoca virou diretor da CBF, a máfia fornecedora dos abadás dos carnacoxinhas.

Anônimo disse...

"Meu corpo, minhas regras"

Diante dessa máxima, não podemos criticar as mulheres que optarem por se prostituirem. Elas são tão exploradas com qualquer trabalhador. Elas vendem seus corpos e o trabalhador sua força de trabalho, em suma: É o que cada um tem para oferecer.
Elas não são forçadas, estão lá por livre escolha e quase a totalidade são mulheres que tem uma boa instrução e formação. Acredito que escolheram se prostituirem enquanto jovens e bonitas, afinal é uma profissão curta.

Desde 2002, a prostituição está no rol das ocupações brasileiras. Reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a atividade dos profissionais do sexo é restrita aos maiores de 18 anos. Só falta legaliza-la e para isso tem um projeto do Jean Wyllys na câmera.

O cara usa a prostituição para atrair a clientela (uma exploração comercial) e não sobrevive e nem é sustentado pelas mulheres que trabalham na sua casa. Nos clubes de mulheres, muitos homens também são usados com exploração comercial e sem eles a casa fecha. O lucro de ambas as casas esta na venda de bebidas e na cobranças de entradas caras.

Lenocínio é o crime de manter casa de prostituição, imputado aos agentes; e os bens jurídicos protegidos são a moralidade sexual e os bons costumes... "Moralidade sexual e os bons costumes"? Isso cheira ao conservadorismo, ao patriarcado, aos retrógrados. O mais estranhos é ver um texto deste dentro de um blog de esquerda.

Denunciando a falta de critérios ou a hipocrisia? Talvez. Mais vejo mais como um discurso dentro de uma certa conveniência.

Anônimo disse...

Pois só pra te irritar Lola, eu vou no Bahamas Sexta feira, vou comer esta puta,vou tirar uma foto com ela pelada e vou te mandar.

Anônimo disse...

Oh seu mascu liberal contra o ''puritanismo esquerdista''. Ninguém disse que as prostitutas são bandidas ou que todas são forçadas a se prostituírem não.

LENOCÍNIO
Trata-se de toda ação que visa facilitar ou promover a prática da prostituição de pessoas OU DELA TIRAR PROVEITO. Tipificado nos artigos 227 ao 230 do Código Penal, consiste, portanto, na mediação para servir a lascívia de outrem, no favorecimento da prostituição ou outra forma de EXPLORAÇÃO SEXUAL, na manutenção de casa de prostituição e no rufianismo.

Agora feministas ser contra a explorar o corpo de mulheres é hipocrisia e falsa-moralidade?
Nenhuma feminista é contra as prostitutas terem direitos trabalhistas, pelo contrário, mesmo sendo contra, se elas exercem isso que tenham mesmo seus direitos como aposentadoria.

E vc foi repetiu a mesma conversa de antes que o cafetão é apenas um ''empresário'' que fez fortuna cobrando bebidas e ingressos caros. É o mesmo ''anônimo apaziguador'' querendo tirar uma de espertinho. Mas é muita cara de pau.

Anônimo disse...

Se o mascu cliente do prostíbulo Bahamas pagar o programa com cartão de crédito, uma porcentagem fica com a casa, isso é ou não é explorar o corpo alheio? Todos os quartos do motel é para negócio de lucro através do ato sexual. Depois vem mascu aqui querendo posar de ''apaziguador'' e liberal contra a tal moral esquerdista que ele acusa e defendendo cafetão enquanto posa de homem da lei. Ah vai te catar mascu descarado.
Uma coisa é uma prostituta se alugar por conta própria (O que já acho abominável), outra é usar o corpo dela e ainda dá parte do dinheiro p/ o cafetão, que espera na sala de visitas.

Anônimo disse...

O problema é que essa gente, como o tal do apaziguador, é mais solidário com a prostituição, que com a prostituta.

Anônimo disse...

O crime de lenocínio tbm serve para a caftinagem que explora a prostituição masculina, mas além de existir em menor quantidade que a prostituição feminina, a maior parte da clientela da prostituição masculina, não é formada de mulheres e/ou até casais, mas de homens casados, sim, os mesmos cidadãos de bem de sempre, vários deles ''bem casados'' e com filhos. Muitos deles devem vomitar homofobia pela internet afora tbm. Nos EUA teve até um caso de um conservador do partido republicano flagrado, que defendia a ''família tradicional cristã''.
A exploração da prostituição em maior parte está, como sempre a serviço de homens.

Anônimo disse...

A prostituição não é crime e ninguém disse que era, mas agenciar a prostituição é crime sim e, é o que o este cafetão troglodita faz.

=)= disse...

"O cara usa a prostituição para atrair a clientela (uma exploração comercial) e não sobrevive e nem é sustentado pelas mulheres que trabalham na sua casa. "

"Depois, ouvimos das jovens que, se o pagamento for feito com cartão de crédito, 20% do valor ficam com a casa. Se a opção é dinheiro, 100% são da garota"
***VINTE PORCENTO DO VALOR FICAM COM A CASA***

lola aronovich disse...

Mascutroll das 21:08, o q vc não faz e deixa de fazer na sua vida sexual não me interessa nem um pouco. E o único jeito de vc me irritar é continuar respirando.

Anônimo disse...

Mesmo que caftinagem não fosse crime e que as pessoas tenham toda a liberdade para se prostituírem, o que esse cafetão fez com esta moça foi humilhante, constrangedor, sórdido, abusivo e violento. E aparece um mascu que se acha apaziguador querendo posar de crítico do ''puritanismo esquerdista'' e que isso seja visto aqui como algo normal?

Vai nada p/ o Bahamas nenhum mascu, bando de fodido! Mas deve ter ido na última sexta tentando descolar uma cerveja 0800. E só!

Anônimo disse...

Que seja 0, 0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000001%. Isso é lucrar com o ''serviço sexual'' alheio do mesmo jeito seu mascu descarado. É crime de lenocínio, agenciar a prostituição, facilitar a prostituição, é crime! O mascu faz de tudo para inocentar e defender o cafetão de estimação.

=)= disse...

Olá Anônimo das 20:29
Ah, depois que me dei conta que o outro comentário poderia ser do Anônimo Apaziguador também, bem apontado.

E novamente entro em Nirvana (Polly wants a cracker, maybe she would like some food... Ah, é outro Nirvana, sorry), novamente entro em Nirvana ao contemplar esta preocupação em não constranger as prostitutas utilizando o termo "garotas de programa", afinal ver mulheres em situações humilhantes/degradantes não é nada bonito e é ruim pro karma, não é mesmo? Mas fica o dilema: humilhação pública X "publicidade para alavancar os negócios", ó dúvida cruel! Ok, cobram 20% das mulheres se for no cartão, mas isso seria exploração sexual? Bom vamos consultar o tradutor...
Português BR: "exploração sexual"
Português Apaziguador: "taxa de uso da marca Bahamas"
Ah, é isso! É como o Uber! Se elas estão lá é porque estão sob a marca Bahamas e nada mais justo do que contribuir para que este sistema genial de empreendedorismo funcione bem. Mas fora este detalhe todas são livres. Livre escolha, livre comércio, livre mercado.

Namastë. Om Gam Ganapataye Namaha.

Anônimo disse...

Mesmo que o cafetão não ganhasse nada e tenha comprado a tal cobertura brega apenas vendendo cerveja cara, ele facilita a prostituição, agencia a prostituição, o que é crime mesmo.

Esse mascu troll faz de tudo para defender o novo ''mito'', bolsolixo que se cuide hein, ganhou um rival mais fanfarrão.

Anônimo disse...

A opção de se prostituir é uma escolha das moças que frequentam o Bahamas. Elas não são forçadas. Acho que elas preferem lá porque o programa é mais caro e o lugar é seguro para elas. O mundo não é cor de rosa para quem se prostitui. Então, não vejo uma exploração por parte do Bahamas, mas um jogo de interesse. Pessoalmente, acho triste uma mulher vender seu corpo. Mas muitas escolhem esse caminho. São mulheres adultas e livres, não vou julgá-las.

Anônimo disse...

Ah Eh?!?! Então m,e aguarde:

Anônimo disse...

O cafetão pratica outros crimes tbm, não apenas lenocínio.

De acordo com o apaziguador, este é um cafetão altruísta. Na reversal russa do apaziguador, o cafetão é que paga para as moças se prostituírem. Esse é um cafetão de bem! O que seria deste pobre homem altruísta snif, se não fosse a cerveja cara? Iria passar fome sem a cobertura, os melhores hotéis, relógios, jaguar! Ah essas feministas ingratas!

Anônimo disse...

Só assim p/ ver a moça pelada, não é mascu? Só pagando mesmo! Não tem jeito! Vai contando as moedas!

Anônimo disse...

"Percebi que neoliberais e neoconservadores não se bicam, só se unem para atacar o pt e a esquerda, mas no fundo se detestam."

Exatamente, principalmente em questões como religião,liberação recreativa das drogas, aborto etc, e briga de foice entre eles.
Porem no quesito politica anti estado eles se unem.

Anônimo disse...

Depois dos bolsominions, agora tem os cafetãominions. É triste admitir, mas parece que nada é tão ruim que não possa ser piorado.

Cara Valentina disse...

É isso aí, amigas, bora todo mundo pra missa, igual ao paím no sábado. Libertinagem é coisa de direitista.

Felipe Roberto Martins disse...

Estou muito assustado..., enquanto o Brasil não tiver uma Educação Básica Pública Gratuita de Qualidade que de fato funcione, não adianta, estaremos dentro do abismo, cada vez mais fundo...

Anônimo disse...

E só fazer o minimo de conta. O MINIMO de noção de gerenciamento de estabelecimentos. Que dificilmente Marone sustenta aquele inferninho dele, somente com cerveja cara e entrada.
É só pensar um pouquinho. Lá dentro tem lavagem de dinheiro, envolvimento com trafico de mulheres, entre outros.
Bate palma pra ele querido, só mostra quem você é

Cami disse...

Só peço por favor para parar de usar a palavra VIRGEM, ou virjão, ou virjona, como xingamento. Sem dúvida, qualquer virgem é melhor que um cara que transou (supostamente) com 2.700 mulheres (sabe-se lá em que condições). Além disso, isso aumenta a invisibilidade e preconceito com a classe dos assexuais (embora não seja sinônimo de virgindade, mas de ausência de atração sexual), pois falsamente coloca quem é sexualmente ativo como realizado e quem não transa como frustrado - e nós sabemos que não é bem assim (quer dizer, quando não mentimos pra nós mesmos, nós sabemos que não é bem assim).

Anônimo disse...

O cara é um neo machista de primeira.

Dizem que o medo é o principal responsável pelo nosso comportamento, e a vergonha é a segunda razão. "Não faço isso por medo de ser preso"; "não faço aquilo por vergonha".
O cara simplesmente perdeu o medo e a vergonha de ser chamado de machista, ele não liga mais para o politicamente correto.

Seu machista e .... Sim, sou machista sim, e daí?
Seu explorador de mulheres e .... Exploro sim, e daí?
Seu opressor sexista e.... E daí? Não ligo para sua opinião.

Anônimo disse...

O Maroni cobra 20% para utilizarem a máquina de cartão dele, o que há de errado nisso??? Além disso, esses 20% a mais nem é a puta que paga, mas sim o cliente.

Ele não está explorando o corpo da mulher, está simplesmente vendendo um serviço dele. Isso (esses 20%) é uma coisa entre homens, entre parças, a mulher nada tem a ver com isso.

O Maroni cobra caro? Sim!!! Mas garanto que os clientes pagam sorrindo, pois gostam de financiar um homem que lhes proporcione entretenimento adulto de boa qualidade.

Anônimo disse...

Mas a direita e conservadora e defensora da familia vcs sao e hipocritas

Anônimo disse...

E quem está julgando essas mulheres por se prostituirem? Tudo mundo aqui já repetiu milhões de vezes que não é crime se prostituir. Crime é a caftinagem, a facilitação da prostituição e o agenciamento da prostituição, que é o que este cafetão faz.

E óbvio que este cafetão trafica e explora mulheres, faz lavagem de dinheiro em seu bordel para empresários, juízes, etc. Entre outros crimes. Esses mascus cínicos querem que todo mundo acredite que esse cafetão, novo ''mito'' da mascuzada, tenha feito fortuna apenas vendendo cerveja cara.

Anônimo disse...

Nenhuma mulher está segura e protegida em um estabelecimento que promove humilhações às mulheres, ainda mais uma humilhação pública para uma grande platéia de misóginos metidos a falso-moralistas afoitos e embriagados.

titia disse...

"As moças não são obrigadas a se prostituir, escolheram, vão para os bordéis e pagam taxa por proteção, parará, piriri" - papo de falso moralista hipócrita que sabe que está errado só de abrir a boca. Prostituta que não é cafetinada cobra muito caro, e não "paga porcentagem" pra ninguém. Elas alugam o próprio espaço, fazem o próprio site, publicam os próprios anúncios, conduzem sozinhas as negociações. Mas as que esses lixos podem pagar são só as exploradas. As que 'querem' se prostituir eles não podem pagar nem por um beijinho na bochecha - e mesmo se pudessem não iriam querer, porque explorar, poder abusar, tratar como objeto é parte da graça para eles. O que eles querem é tratar a mulher como objeto, degradar sem dor na consciência ou reprovação social, e só a prostituta explorada que tem que aturar qualquer macho merda pra poder pagar as contas possibilita isso. Dá vontade de fazer um mutirão de castração. Sem anestesia.

Olha o mascu ameaçando ir no Bahamas! Vai gastar toda a mesada no ingresso, tomar um copo de torneiral e fazer um boquete no cafetão só pra tirar uma fotinha e ir embora... dá pra acreditar que alguém seja realmente tão patético? Pior é que dá. É típico da mascuzada fazer algo assim só porque acha que vai irritar as feministas. Dá até uma peninha.

Cão do Mato disse...

Olha, sem querer defender cafetão, mas eu nunca entendi muito bem esse negócio de que "prostituição não é crime, mas lucrar com ela sim". Pra mim, é como dizer que exercer a Medicina não é crime, desde que o médico trabalhe sozinho. Se passar a ser funcionário de um hospital, o dono do hospital está cometendo crime...

Anônimo disse...

"o que há de errado nisso?"

e vc ainda pergunta? seu bosta

Ele EXPLORA SEXUALMENTE e TRAFICA mulheres, será q há alguma coisa de errado nisso? Seu lixo

Depois os direitebas CÂNCERvadores querem vir cagar moral; como? se esses merdas não tem nenhuma?

03:35 - Pois é, só se esqueceu de dizer q ele é um bandido traficante e ladrão, VAI PRA CADEIA, sim, e daí??????

22:50 - o q está em questão não é o q as prostitutas querem, e sim q esse ebola de quatro patas é um CRIMINOSO explorador sexual e traficante de mulher; o q as garotas de programas querem ou não, não importa, aquele lugar é um covil do crime

"no quesito politica anti estado eles se unem" - seu cu, mascu

direita câncerva não é anti-estado nem aqui e nem no partido republicaipirano dos eua; eles defendem intervenção militar, ditadura, religião estatal e até monarquia, isso é ser "anti-estado" onde????? Aliás, nem a direita liberOTÁRIA é "anti-estado", ambos os lados da direita são merda e favorecem o corporativismo empresarial, ponto

e cala boca, mascu das 21:08, pega essa fanfic e enfia na sua uretra, seu bosta, nem pagando vc sai com mulher, seu rola-merda, vá tratar da sua infecção urinária, seu lixo, vc broxa até com boneca inflável, seu esgoto, cala a boca, animal, fracassado de merda

Anônimo disse...

12:01 - cala boca, mascu, a sua opinião e a merda q vc caga tem a mesma importância

volta pra sua fossa

vc não sabe de nada, vc é um TROUXA

O patriarCACAdo, o malixismo, o cristianismo, etc. toda essa merda está definhando e FODA-SE se vc não percebe, melhor assim, não vai nos atrapalhar, vai acordar um dia e se dar conta de é um bosta portador de anomalia y, sem eira e nem beira; e não estaremos nem aí, já teremos o q queríamos, seu mascu de merda, OTÁÁÁÁÁRIO

Anônimo disse...

11:35 - vc é um merda, mascu, a sua vida é uma merda, ng liga pra merda q vc é ou pra merda q vc diz, pq vc é um M-E-R-D-A

e eu tenho pena de vc, aliás... de vc não, pena eu tenho é da sua mãe, aquela coitada, obrigada a sustentar um saco de bosta feito vc

vc é um verme, quer dizer - vc é pior q um verme, vc é um mascu

faça um favor à humanidade e morra

Anônimo disse...

A prostituta tem a opção de 1. não se prostituir, 2. caso o faça, não utilizar a infraestrutura que o Maroni oferece (muitas alugam flats para essa finalidade). A mulher é livre para fazer o que bem entender, inclusive vender o corpo.

Anônimo disse...

O que a medicina e um médico tem a ver com cafetões e prostituição? Que comparação ridícula!

Anônimo disse...

O projeto de lei de regularização da prostituição do Dep. Jean Wyllys prevê que a prostituta dê 50% de seus rendimentos para o Cafetão.

Maroni não cobra nada delas, só dos clientes que usam as instalações da casa e do hotel adjacente.

Anônimo disse...

Quem aqui está impedindo alguma mulher de se prostituir criatura? Essas criaturas ainda confundem se prostituir com explorar a prostituição e acham que é tudo a mesma coisa? Isso já virou trollagem.

''utilizar a infraestrutura que o Maroni oferece...'' Nossa, que bonzinho ele, não? Que cafetão mais fofo! Pois isso é caftinagem, o crime de lenocínio, que é facilitar a prostituição e agenciar a prostituição. Entendeu agora? E é isso que esse bandido faz (entre outros crimes). Mas os mascus já entenderam muito bem sim, só estão de trollagem mesmo.

Anônimo disse...

Ainda bem que eu não voto no Jean Wyllys! Poucos do psol se salvam, a maioria ali é 'esquerdas havaianas'

Anônimo disse...

13:46 - e vc é um mascu broxa, gordo, pau-pequeno e fracassado (redundância) q o máximo q consegue pegar (pagando) é travesti (e ainda leva chifre das travecas, kkkkk)

até boneca inflável tem nojo de vc, seu imundo

Anônimo disse...

13:31 - é isso mesmo, mascu, seu destino é ficar com traveca

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkk gente as fanfic tão hilária, os mascu tao viajando mais do q a Madonna em turnê mundial, felizmente nao no plano físico como ela q tem um zilhão de vezes mais o poder q esses bosta sonham em ter.. Daria ate pena se nao fosse tao patético. Como dizia a Filó: oh, coitado

Anônimo disse...

O mascu é realmente chato, mas não gostei da sua gordofobia. Eu entro neste blog para me sentir acolhida e não gostei do seu comentário.

titia disse...

Mascuzada, todo mundo já avisou: cogumelos que nascem na bosta, embora combinem muito com vocês, não servem pra comer na salada. Faz vocês alucinarem mas não os torna capaz de argumentarem. Quando defendem o repositório de DSTs vocês não estão argumentando, mascuzada, estão viajando. E é a pior bad trip que já vi vocês fazerem na vida. Façam o favor de não voltarem vivos mas, se voltarem, evitem os cogumelos nascidos nos seus cérebros-ops, mal aí, na bosta... ah, é a mesma coisa no final. Evitem.

E quer vocês achem justo ou não, é LEI: prostituição não é crime. Cafetinar é. Enfiem um extintor no rabo, apaguem esse fogo aí e aceitem de uma vez. Superem.

Vai tomar banho Marmelo. Ninguém aqui acredita nos seus delírios, todo mundo sabe que você não tem dinheiro nem pra pagar uma puta de dez reais, e a única mulher que transaria com você de graça seria uma criatura alienígena disfarçada querendo implantar ovos na sua medula espinhal pra que as larvas te comam de dentro pra fora quando nascerem.

Troll do "feminismo é um movimento sem direção": vá dormir que seu mimimi já está me dando sono e eu ainda tenho o que fazer hoje.

實際Truth disse...

Então, quer dizer que mulher pode escolher um homem pela marca do carro e posição social, mas os homens não podem se aproveitar da ânsia de luxuria das mulheres para conseguir sexo fácil? Eu aposto que todas essas feministas que estão aqui xingando o Oscar Maroni, não namoraria de forma alguma um pé rapado. Outra coisa, se fosse mulheres de 60 anos pagando para sair com homens mais novos, eu aposto que você iria ficar quietinha ou então iria criar um texto criticando os garotos de programa.

Anônimo disse...

Burroo, não estamos atacando a prostituição, mas a cafetinagem. A exploração do corpo alheio! Ou vc pensa que a prostituta daquela foto horrível aceitou participar daquele show de horror de bom agrado ou foi ameaçada? Esse nojento do Marone, no minímo, deve ter ameaçado de ela nao poder trabalhar mais naquele (m)hotel.Uma mulher sem voz, sendo agredida e ridiculatizada para uma plateia de homens asquerosos que nao enxergaram ali um ser humano, mas uma propriedade do Oscar Maroni.

Luiz Carlos Velloso Fontenelle disse...

Exposições culturais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

04:02 - ô babaca,

se pra vcs omens: sexo só pagando, problema é de vcs, compra um boneca inflável e se divirta, seu traste

"namoraria de forma alguma um pé rapado" - e nem vc, né, seu otário, hipócrita de merda

oscar maroni é um criminoso, bandido, explorador sexual e traficante de mulher, se tá de mimimi pq tem gente "xingando" esse BOSTA, no mínimo é pq vc é tão lixo quanto ele

então cala sua boca, animal, faça q nem o outro mascu e morra

titia disse...

Mascus reclamando que as feministas estão reclamando do cafetão, inclusive o truth falsificado:

Cafetinagem é crime. Ponto. E se vocês são tão detestáveis, nojentos, escrotos e babacas que só conseguem mulher pagando, a culpa não é das feministas. É de vocês mesmos, seus bostas.

Não gostaram? FODA-SE! É apenas a verdade. Botem gelo nas suas bolas murchas e aceitem que dói menos.

"Ânsia de luxúria"? Daonde essa múmia saiu? Ninguém mais fala isso desde a época em que Machado de Assis escreveu Dom Casmurro. Deve ser por isso que está irritadinho, só consegue mulher pagando porque além de misógino e babaca, é mais velho que a primeira fralda do marquês de Pombal.

Sandra Martins disse...

Que matéria é essa? Fala de que mesmo? Mostra o que? É de embrulhar o estômago.
Um Brasil de todos sendo motivo de chacota. Sei lá, entende?

Raquel Adrien disse...

Prostituição não é crime.E quem se prostitui não é vítima.Aliás vítima do que?Ela foi obrigada a estar ali?

Oscar Fernandez disse...

I’m loving everything about this post