segunda-feira, 27 de novembro de 2017

"MULHER PEDE PARA SER ESTUPRADA" SOB A LÓGICA DO CAPITALISMO

Uma leitora querida chamada Ice Princess me enviou este email:

Adoro seu blog e devo dizer que você me inspira muito.Você é uma das feministas que eu mais admiro e uma das pessoas mais fortes que já vi. Eu não sei se no seu lugar seria tão forte para aguentar tantas ameaças de gente tão má. Mas é Deus que sempre nos dá força. Por isso peço que Ele te abençoe e te ajude nessa situação difícil (eu sei que você é ateia). Parabéns. Continue sempre com o bom trabalho. Continue sempre a nos inspirar mais.
Pois bem, quando li um post antigo seu -- Como a lógica do friendzone iria funcionar sob a ótica do mercado de trabalho --, ri muito, achei genial e tive essa ideia inspirada nela:

Como a lógica do "mulher pede para ser estuprada" iria funcionar sob a lógica do capitalismo
Um homem entra armado em uma loja de doces e grita:
- PARADOS TODOS VOCÊS! ISSO É UM ASSALTO! SE DEREM UM PIO EU ATIRO!
Todos ficam com medo e não dizem nada.
Desesperado, o homem corre até uma fonte de chocolate e bebe com a mão todo o chocolate dela. Depois pega todos os doces e barras de chocolate das prateleiras e come tudo, igual a um animal. Não satisfeito, abre sua mochila e a enche de doces.
Um funcionário da loja com medo o observa de longe.
- EI, VOCÊ AÍ! VEM CÁ! -- grita o criminoso.
O funcionário vai correndo até ele.
O homem lhe dá a chave do seu carro.
- Quero que você encha o meu carro com todos os doces da loja. Não deixe nada. Coloque tudo.
- O quê? Mas você não pode fazer isso!
- Posso e farei.
- Não. Não pode não! Roubo é crime!
- Foda-se.
- Mas você não pode fazer isso! Se roubar tudo, nós ficaremos no prejuízo!
O assaltante dá risada da cara dele.
- HAHAHA! Mas quem pediu por isso foram vocês mesmos!
- Pedimos? Como assim?
- Vocês totalmente estavam pedindo para a loja ser assaltada.
O funcionário ficou irritado:
- VOCÊ É LOUCO?! NÓS NUNCA PEDIMOS PARA VOCÊ ASSALTAR A NOSSA LOJA!
- Não pediram? NÃO PEDIRAM? Você está de sacanagem comigo?
- Do que você está falando, seu varrido?
O homem desabafa com muita revolta:
- Eu estou desempregado há quatro meses, passando fome. Essa loja fica perto da minha casa, todo dia vocês botam uma enorme fonte de chocolate aqui na vitrine para me provocar, colocam anúncios por toda a parte, fazem pesquisas de mercado na rua, criam produtos cada vez mais atraentes, fazem comerciais em que o chocolate é sempre derramado em câmera lenta, usam pessoas fantasiadas de bichos ou então mulheres bonitas para vender seus produtos! E tudo isso vocês fazem para me provocar! Me torturar! Eu, um pobre coitado passando fome, com meu estômago roncando e vocês botam uma tremenda fonte de chocolate gigante na vitrine? Querem me matar do coração?
O funcionário fica pasmo.
- Senhor,o nome disso é marketing.
- MARKETING O CARALHO! VOCÊS ESTÃO ME PROVOCANDO!
- Nós não estamos lhe provocando, senhor, o marketing é somente para vender nossos produtos!
- NÃO! NÃO! VOCÊS FAZEM ESSAS COISAS PARA ME PROVOCAR!
- Não é para provocar o senhor, é para atrair novos clientes.
- PORRA NENHUMA! É PARA ME PROVOCAR!
- Não. O marketing que fazemos é dirigido a todo mundo, não somente ao senhor.
- NÃO! TODO ESSE MARKETING É DIRIGIDO A MIM!
- Por que o senhor tem tanta certeza disso?
- Ora! Mas que pergunta ridícula! Dois meses atrás vocês lançaram meu sabor de chocolate favorito: pistache! No mês passado foi paçoca, meu outro sabor favorito! E nesse mês vocês criaram um doce que é exatamente igual à receita de um doce que minha mãe costumava fazer para mim! E na semana passada, enquanto eu passava aqui, você sorriu para mim e perguntou se eu queria experimentar o novo doce lançado, que era o mesmo que minha mãe costumava fazer para mim quando eu era menino! Como eu podia resistir a tudo isso?!
O funcionário estreita os olhos e cruza os braços:
- Senhor, mas isso não significa que estávamos tentando o senhor. Nosso marketing não é dirigido a ninguém em específico, e sim ao público em geral.
- ISSO É RIDÍCULO! TUDO ISSO QUE VOCÊS FAZIAM ERAM MENSAGENS SUBLIMINARES PARA ME TENTAR!
- Não. Não eram não.
- ERAM SIM!
- O que nós fazemos ou deixamos de fazer nada tem a ver com o senhor nem com ninguém. Só tem a ver com nós mesmos.
- CALA A BOCA! E AGORA FAZ O QUE EU MANDEI! ENCHE O CARRO DE DOCES! -- aponta para ele a arma.
- Você não tem o direito de roubar!
- Ah por favor, vocês próprios se colocaram em risco.
- Como assim?
- Abriram essa loja em um bairro onde o índice de crime e roubo é muito alto, não instalaram câmeras de segurança, não colocaram segurança armado na loja e vocês nem têm seguro contra roubo. Vocês são um bando de bananas.
- Mas isso é porque a nossa loja é muito nova! Nós acabamos de abri-la! Nós não temos como nos defender de assaltos ainda!
- Não é problema meu. Entenda isso como uma punição por vocês não se darem o valor.
- A nossa loja não é ação na bolsa de valores para se dar mais ou menos valor, seu mentecapto.
- Que seja. Se querem evitar um assalto, parem de ficar mostrando e insinuando seus produtos para todo mundo!
- E por que então você simplesmente não paga pelos produtos?
- Hahaha! Por que eu pagaria se eu simplesmente posso tomar à força de vocês?
- Porque isso é violência e é errado!
- Mas eu não tenho culpa! Sou apenas um pobre homem seguindo meus instintos! Eu tenho fome, logo preciso comer!
- E porque você não trabalha para ganhar o seu dinheiro? Aí poderia comprar quantos doces quisesse!
- Ah... mas isso seria tão mais difícil! Melhor roubar mesmo! Mais fácil!
- Mas você é um completo idiota mesmo. Além de louco. Acha que razões tão fúteis justificam um crime? Se todos no mundo pensassem igual a você, ninguém trabalhava e todo mundo só roubava!
- Ah, mas eu posso, tenho direito.
- E quem te deu esse direito?
- Eu mesmo.
- Ah é? Mas seu direito termina quando começa o MEU!
- Por que você tá tão nervosinho? Foi você quem pediu por tudo isso ao se insinuar e ficar vulnerável!
O funcionário lhe dá um tapa forte na cara.
- Você pensa de uma forma completamente imatura, inconsequente, distorcida e egoísta. Primeiro: acontece que simplesmente "poder" fazer alguma coisa errada não é justificativa para fazê-lo. Nada justifica o mal e o errado. E segundo: NÃO é o mundo quem deve te policiar para que você não faça o que é errado e sim VOCÊ MESMO que deveria SE policiar para fazer o que é certo e não fazer o que é errado. A moralidade reside em nós mesmos, não no exterior. Se todo mundo fizesse o que quer o tempo todo, ninguém podia fazer nada. Se todos no planeta não tivessem essa consciência, de nada adiantariam as leis. Elas seriam só papel. Terceiro: QUALQUER UM pode resistir a fazer o que é errado porque todos nós podemos usar a razão, ao contrário dos animais, que só podem usar seus instintos. Se você não consegue se controlar, talvez seu lugar seja numa jaula com direito á plaquinha: "Perigo! Não tente esse animal! Ele não consegue controlar os próprios instintos"! Mas você nunca pensou nisso tudo, né seu idiota?
O homem lhe olha sem jeito, larga a arma e dá o fora.

57 comentários:

Anônimo disse...

Excelente post! Lola, és ótima mesmo. Tomara que consigamos mudar logo essa mentalidade. Abraços e ótima semana para as duas e para os leitores educados do blog ;)

Anônimo disse...

Na história vemos o velho "romantismo" do bandido passando fome que rouba para comer, coisa raríssima de acontecer, a esmagadora maioria dos bandidos rouba para ostentar e por falta de caráter

Emile Sartori disse...

Ice Princess que ótimo texto, sacada genial, parabéns!!

Lola, como sempre um ótimo texto para nos fazer pensar. Obrigada por trazeres esses momentos para os nossos dias.

abraços

Anônimo disse...

Eu parei de ler aqui

"Eu estou desempregado há quatro meses, passando fome."

Porque essa comparação é muito mas muito ruim mesmo.

A pessoa não estupra porque está com "fome de sexo". Estupro não tem nada a ver com sexo.

E na boa, ter uma loja de doces não faz de ninguém um capitalista.

Anônimo disse...

Essa não e a logica do capitalismo.
Esta e a logica torta de quem acha que crime e ferramenta revolucionaria.

Dois cidadãos desempregados, mesma necessidade. Um pega latinhas e faz bico na feira para se sustentar, o outro cresce o zoião no que e dos outros e fazendo uso de violencia rouba.
Adivinhem quem esta certo pela logica da esquerda?
Brasil e campeão mundial em latrocínios, pensem nisto nas próximas eleições

Anônimo disse...

Ninguém pede para ser estuprada, e nem para ser assaltado. A gigantesca maioria dos homens não e estuprador (Ser fossem o mundo já estaria inabitável) O que acontece e que existem ladrões e estupradores por ai sim, então e prudente tomar certos cuidados.
O feminismo radical esta tomando a mídia mainstream esta dominando a midia e demonizando todos os homens. Elas tomam como o ser humano padrão as mulheres, logo tudo que é masculino e mau e deve ser evitado,Para uma feminista não há decisões pessoais, não existem pessoas, apenas a “sociedade”, como sendo uma espécie de ente abstrato com vida própria. Não é um homem, enquanto pessoa, que decidiu cometer um crime, e sim a “sociedade machista”, como se o machismo fosse uma espécie de força maligna que entra nos homens e obriga eles a fazerem coisas más, e não que um homem, enquanto indivíduo, decidiu realizar um ato violento. Um homem se vê como indivíduo, dessa forma assume sozinho a responsabilidade pelos seus atos, assim como não culparia todas as mulheres pelo ato de uma. Mas uma mulher, caso seja feminista, verá no ato de um único homem entre milhões um problema social, e consequentemente culpará todos os homens. Dessa forma conseguem o malabarismo de transformar um único assassino em milhões de homens como uma representante do machismo, de modo que todos os homens viram um pouco assassinos pelo ato de apenas um.

Anônimo disse...

Homens estupram sob a logica do capitalismo, estupram sob a logica do socialismo, feudalismo, anarquismo o que for,a utopia masculina esta ligado ao estupro sempre pois isto e tudo o que eles são; estupradores violentadores que devem serem constantemente contidos.

Anônimo disse...

Tipico pensamento mediano de canhotos que acreditam na falacia do “Todo ser humano e naturalmente bom, o que estraga ele e o sistema”

Não, não e assim Chesterton já refutou esta bobagem em sua obra realista quando afirmou
“A natureza humana e caótica, o estado natural humano e a barbárie”

tanto socialismo quanto anarquismo pecam na mesma tecla neste sentido. Desde os primórdios que o ser humano tem que fazer um esforço social muito grande para não cair na barbárie, por isto foram desenvolvidos a filosofia, a família nuclear, a religião, as leis e outras ferramentas sociais como forma de regulação e contenção entre os convívios…

donadio disse...

"Na história vemos o velho "romantismo" do bandido passando fome"

E no seu comentário vemos o ainda mais velho "não li, não entendi, mas vou dar palpite mesmo assim"...

Viviane disse...

Seguindo seu raciocínio e considerando que não é uma simples história de roubo, mas uma analogia com o crime de estupro:
Estupradores também não estupram por um "instinto sexual incontrolável", mas para ostentar poder e por falta de caráter.

Anônimo disse...

Homem é o novo preto.

Kasturba disse...

Anônimo das 12h06:
A história nao é sobre roubo. É sobre estupro. E a conclusão da história é justamente o contrário do que você entendeu: A conclusão é que não existe justificativa para que um estupro seja cometido. E que menos ainda cabe à vítima a culpa e a responsabilidade por evitar tal ato.

Mas de qualquer maneira, falando sobre roubo: Sim, a maioria dos roubos não são realizados por pessoas à beira da morte que roubam pao e água para saciar sua fome e sede extremas. Mas se essa idéia é romantizaçao, também é romantizada a idéia de que as pessoas de classe média que não roubam e "trabalham duro" para ter seus pertences não o fazem porque são pessoas de bem e têm caráter, e as pessoas de classe baixa que roubam, o fazem porque são preguiçosas e lhes falta caráter.

A maioria das pessoas que roubam, o fazem porque, assim como eu e você e todos de classe média e alta, também vivem em sociedade, e também têm vontade de serem aceitos e admirados no grupo a que pertencem. Da mesma forma que eu quero ter um relógio bonito, um tênis da moda e um celular maneiro, essas pessoas também querem. O mesmo marketing agressivo que me atinge durante os intervalos da novela das 8, e que diz que se eu não tiver o relógio X, tênis Y e celular Z, eu não sou uma pessoa "bacana" e não poderei ser feliz, também atinge as pessoas de classe baixa. A diferença é que eu sei que se eu trabalhar duro, posso economizar meu salário durante determinado tempo e comprar os meus objetos de desejo. Mas as pessoas de classe baixa sabem que mesmo se trabalharem duro (em geral muito mais duro que as de classe média) vao receber ao fim do mês um salário ridículo, que mal será suficiente para suas necessidades mais básicas (conta de luz e água, comida e um remédio), e que nunca, NUNCA vao poder adquirir seus objetos de desejo.
Algumas dessas pessoas se conformam com essa situação, seja por medo de serem punidas, por acreditarem na falácia de que se trabalharem ainda mais duro um dia vao conseguir superar as adversidades, ou por acreditarem que essa situação é algum tipo de decisão divina, e que depois da morte serão recompensadas por aceitarem resignadas a vida que lhes coube. Mas outras pessoas não se conformam frente a essas injustiças, e resolvem tomar à força aquilo que sabem que nunca iriam conseguir trabalhando de maneira "honesta". E é muito fácil pra nós, de classe média, dizermos pra essas pessoas que nasceram predestinadas e terem uma vida ralada e limitada em termos financeiros, que elas devem ser conformadas com essa situação, e aceitarem, submissas, seu papel de subservientes na nossa sociedade. Que devem acordar felizes e irem limpar nossas privadas sempre educadas e com sorriso no rosto. Difícil mesmo seria nós nos conformarmos com isso se a situado fosse contrária.
De qualquer maneira, nao quero dizer que deva existir a impunidade, e que devamos passar a mao na cabeça de bandidos. Mas enquanto continuarmos achando que "bandido nasceu mau caráter, e a única soluçao é cadeia", nunca vamos conseguir vencer a onda de violência que só piora no nosso país. A única soluçao realmente eficaz seria darmos a chance para todos de "trabalhar honestamente" em troca de um salário digno. Diminuir as diferenças salariais, as desigualdades sociais, e darmos educação pública de verdade, para que o filho do pobre não nasça já predestinado a ser pobre, assim como seus filhos e netos.

titia disse...

Excelente texto, Ice Princess. Mais claro é impossível, só não entende mesmo quem está com vontade de estuprar.

De um lado temos os caras que chegam aqui, leem um post sobre uma das piores-senão a pior-violências sexuais que se pode cometer contra uma mulher, refletem sobre o que vão comentar e então tentam expressar alguma empatia ou se esforçam em comentar sem falar besteira. Ou, se não tem nada a dizer, ficam calados. De outros, temos os babacas escrotos que transformam o post num Fla x Flu ideológico, menosprezando completamente os sofrimentos e riscos que as mulheres correm em favor de espalhar suas ideias tortas e silenciar uma minoria oprimida. Adivinha qual dos dois é de direita?

De boa, caras, se vocês não tem nada que preste sobre o assunto do post pra dizer não digam nada. Psiu. Silêncio. Calem a boca. Shut up. Silence. Fiquem quietos. Mordam a língua. Recolham-se à sua insignificância. Fechem a matraca.

Quanto aos homens escrotos se fazendo de coitadinhos: vão arranjar uma louça pra lavar.

Cara Valentina disse...

Sim, sim.

A parte do Marketing poderia tranquilamente ter sido escrita por um dos autores "pós-capitalistas" do Outras Palavras.

A autora sem querer expôs uma ideia séria da esquerda achando que tá fazendo uma analogia engraçadona e absurda.

Cara Valentina disse...

O título não está certo. O ambiente é capitalista (uma loja), mas os argumentos do assaltante/ estuprador são completamente distributivistas (o sistema desigual obriga o 'homem de bem' entitled a desafiar a ordem).

Os argumentos do funcionário da loja (que seria a persona de uma "feminista iluminada", seguindo a sofrível e desastrada analogia) são mais pro lado "liberal conservative" (respeito aos limites de propriedade, trabalho, mérito, etc.)

Em outras palavras, a autora tem um ethos moral de direita, mas não percebeu ainda. Vocês são umas gracinhas, hahaha...

Anônimo disse...

Homem é o novo nada.

Anônimo disse...

Ninguém precisa de religião para se conter, precisa só usar o lobo frontal. Não se precisa de família nuclear para se conter se fosse necessário crianças criadas em orfanatos se tornariam todas bandidas.
Papinho brega de de beato católico ou puxa-saco de pastor. Provavelmente cheio de recalque.

Anônimo disse...

Mimimimimi

Anônimo disse...

É preciso apenas um ESTADO LAICO bem estruturado para que exista ordem.

Anônimo disse...

Que pessoa completamente insana esse anônimo sem acentos no teclado que uma hora defende os homens com unhas e dentes e logo depois usa essas mesmas unhas e dentes para atacar os homens, protege e comenta a favor dos homens, do capitalismo e de tudo mais que for masculino e minutos depois ataca e argumenta contra a masculinidade, contra os homens, contra todos os sistemas criados por homens, etc. Alternando nessa loucura e incoerência total até cansar ou até a Lola não aceitar mais os comentários dessa mesma pessoa. Essa pessoa precisa urgente de tratamento, não ficar vomitando fragmentos dessa guerra interna dela aqui na caixa de comentários.

Anônimo disse...

ZZzzzzZzzzzzzsZZZzZZzzzz,lá vem mais um com aquela utopia ridícula de que tudo é individualismo. Oh não, as mulheres não ficaram confinadas ao lar por tanto tempo porque a sociedade lhes negou o domínio público. Foram só alguns indivíduos que impediram as mulheres de participar da esfera pública por tanto tempo.
O machismo não existe isso é tudo mentira. Blá blá blá blá.
Comentários de pessoas sem conhecimento de nada como o teu não valem a pena responder, mas se quiser entender como o homem é produto da sociedade em que vive, observe as diferenças entre os modos de vida das muitas sociedades humanas. Pessoas precisam estar inseridas na cultura humana para se comportarem como pessoas. Leia o caso das meninas lobo. Criadas longe da humanidade agiam como lobos. Não basta apenas ter genes para ser gente!
É na forma como a sociedade é estruturada que existe uma cultura machista que forma homens e também mulheres machistas e também cria uma cultura do estupro onde além de se cometer o próprio ato do estupro tambem se minimiza, nega e se relativiza o problema. E, como sempre, culpa a vítima.

Anônimo disse...

Pense num troll pra gostar de olhar a vida dos esquerdistas.

Anônimo disse...

Não há nenhum feminismo radical invadindo o mainstream. Que delírio é esse teu? Não se culpabiliza TODOS OS HOMENS, se culpabiliza o autor da agressão/estupro, o MACHISMO e a CULTURA DO ESTUPRO. Se você não entende a diferença entre culpabilizar estas três coisas e culpabilizar TODOS OS HOMENS o problema está em você, não no feminismo que invadiu o mainstream - que nem é o feminismo radical, diga-se de passagem.

Anônimo disse...

Poderia ser escrita por um dos autores pós-capitalistas do outras palavras porque eles entendem bem a lógica do capitalismo liberal. A última parte do texto representa bem essa visão capitalista de responsabilizar o indivíduo por tudo. A visão do dono da loja é a de muitos que assediam mulheres ou minimizam o problema do machismo, quando se referem a propriedade privada, por exemplo. Mas quando se trata de do machismo eles assumem a posição do assaltante culpando as mulheres - os doces provocantes - ou sua condição de homem no mundo. No último caso sempre negam que a culpa tambem é deles e que poderiam dizer não.
Tem muita gente não entendendo o que se quer dizer com cultura do estupro. Acham que está se tirando a culpa do indivíduo agressor, sqn! Mas o termo chama atenção para a minimização, negação, normalização, relativização do problema por parte da sociedade. Porque é isto que acontece.

Anônimo disse...

mas, em primeiro lugar, quem criou a "cultura" machista, meu anjo?

quem regula, controla e mantém isso até hoje?

Gabi disse...

Gente, eu não acredito que os homens são podres por mera construção social da sociedade patriarcal machista PORQUE QUEM CRIOU TUDO ISSO FORAM ELES.

Gabi disse...

"Elas tomam como o ser humano padrão as mulheres, logo tudo que é masculino e mau e deve ser evitado"

As mulheres SÃO os seres humanos reais, completos, o padrão de ser humano, a norma, os seres humanos fundamentais, quintessenciais. Para nós mulheres nós somos humanas mesmo e sempre seremos, verme, só vocês homens que conseguem nos enxergar como tudo, de escravas-objetos a deusas-mães, menos humanas.

Vejam esse outro comentário de um homem que comprova isso:

"Desde os primórdios que o ser humano tem que fazer um esforço social muito grande para não cair na barbárie, por isto foram desenvolvidos a filosofia, a família nuclear, a religião, as leis e outras ferramentas sociais como forma de regulação e contenção entre os convívios…"

Ele não vê as mulheres como seres humanos. O que ele chama aí de ser humano na verdade são os homens. Os homens que são essas bestas primitivas que não são capazes de conviver em sociedade livremente e precisam ser guiados, controlados e contidos por forças externas a eles. Só que a família nuclear, a religião, a filosofia, as leis e outras instituições de controle masculino não são de fato forças externas aos homens, elas são invenções projetadas pelos homens, servem a eles; são feitas por eles a partir de sua própria imagem, seus desejos e necessidades; intensificam o problema em vez de miná-lo e nem é preciso dizer que são ineficazes em cumprir com sucesso esse suposto objetivo de regular, controlar e conter dos homens.

Mas nós mulheres não precisamos de nada disso, não fomos nós quem criou e quem mantêm essas merdas, não planejamos nem controlamos essas instituições. Não precisamos de abusos, nem de guerras, nem de Pátrias, nem de Classes, nem de Sistemas Monetários. Essas instituições masculinas nos destroem, nos machucam, nos oprimem, nos exploram e dão controle aos homens sobre as nossas vidas.

"O macho, que não tem nenhum senso de certo e de errado, nenhuma consciência moral, (que só pode originar-se da capacidade de se colocar no lugar dos outros) carente de fé em seu ser inexistente, desnecessariamente competitivo e, por natureza, incapaz de cooperar, sente a necessidade de direcionamento e controle externos. Por isso, criou as autoridades – sacerdotes, especialistas, chefes, líderes, etc. – e o governo. Como deseja que a fêmea (Mamãe) o guie, mas é incapaz de aceitar esse fato (afinal, ele é um Homem), como quer desempenhar o papel da Mulher, usurpar sua função de Guia e Protetora, se encarrega de que todas as autoridades sejam machos.

Não existe nenhuma razão para que uma sociedade formada por seres completos, racionais, capazes de ter empatia, e sem nenhum motivo natural para competir, deva ter um governo, leis ou líderes." SCUM Manifesto

Anônimo disse...

Tenho que concordar com o comentário do Mascu Valentino. Que analogia ruim, muito bagunçada e tão.. idiota... totalmente capitalista pra tentar criticar o capitalismo? Oi?! A crítica era pra ser ao estupro e a cultura do estupro? Porque fora a correlação óbvia das frases estapafúrdias tentando justificar o roubo nessa conversa absurda a analogia foi péssima e não faz muito sentido. A mulher está sendo comparada com uma posse? Uma loja sendo roubada? Um empreendimento capitalista? Além de que a história toda é muito mal elaborada, cheia de furos: pra que o cara fica batendo papinho e se justificando se ele tá lá só pra roubar? A loja é muito nova, acabaram de abrir, mas já funciona há meses, no mínimo? O funcionário simplesmente dá um tapa forte na cara de um assaltante armado e ele deixa a arma e foge? Kkkkk Isso só pode ser piada com a nossa cara. Tô achando que esse texto foi escrito intencionalmente como um cavalo de Troia pra trollar a Lola e o feminismo.

Anônimo disse...

Vou te responder com uma pergunta: Quem são os cuidadores primários de homens e mulheres que fazem com que eles internalizem a CULTURA machista? Embora vivamos em uma cultura machista muitas pessoas se esforçam para superar mudar isso. Mas o machismo certamente não vai deixar de existir enquanto houver pessoas que negam, minimizam, ou naturalizar o problema.

Anônimo disse...

Eu acho que é você quem tá ficando maluc@! To tentando achar até agora a tal pessoa insana e não consegui identificar quem tá sofrendo de dupla personalidade.

Anônimo disse...

Não entendi a analogia.

Qualquer desempregado pode uma hora arranjar um emprego, ganhar uma grana entrar na loja e comprar os chocolates.

Já o homem não pode comprar o corpo da mulher, a não ser que ela seja uma prostituta.

Sem ofensa, mas é bem tolo o texto.

Anônimo disse...

O machismo tá no mundo inteiro, não só dentro de casa, não só na primeira infância. Não são as mulheres quem estão ensinando os homens a serem estupradores, abusadores, agressores, etc. A questão toda é sobre controle e relações de poder. Fica a dica.

Anônimo disse...

Você mesmo, anônimo que não costuma usar acentos, que tá com problemas mentais e emocionais sérios e vive querendo chamar atenção aqui nas caixas de comentários do blog. Qualquer pessoa pode notar, tá todo mundo vendo isso faz tempo...

Anônimo disse...

"Mas nós mulheres não precisamos de nada disso, não fomos nós quem criou e quem mantêm essas merdas, não planejamos nem controlamos essas instituições. Não precisamos de abusos, nem de guerras, nem de Pátrias, nem de Classes, nem de Sistemas Monetários. Essas instituições masculinas nos destroem, nos machucam, nos oprimem, nos exploram e dão controle aos homens sobre as nossas vidas"

Há sim claro são seres angelicais e puros, claro.
Não se pode negar que a maioria dos casos de violência contra mulher são praticados por homens, mas e a violência de mulheres contra mulheres? O que mais se vê em porta de escola e meninas saindo na porrada com meninas, ou aos bandos espancando uma só.
E olha que interessante, segundo a Unesco a maioria das violências físicas e emocionais cometidas contra crianças e idosos parte de mulheres, ate porque são maioria das cuidadoras.
Refute isto.

Anônimo disse...

http://78.media.tumblr.com/7ecea4587cb81f9098446156e1569de7/tumblr_ouj69rKaC81ra5f55o1_1280.png
http://78.media.tumblr.com/f43d4d37cf4d574c3850fa50891f258b/tumblr_ouj69rKaC81ra5f55o2_1280.png
http://78.media.tumblr.com/c8d0730d03cc5bfbc7626fdb27ab90c6/tumblr_ouj69rKaC81ra5f55o3_1280.png

Anônimo disse...

Por que vocês não são capazes de admitir que as mulheres são mais humanas que os homens? Que muitas vezes os homens são cruéis, covardes, traiçoeiros, aproveitadores, opressores, retrógrados, repressores, agressores. Muito mais do que as mulheres, não tem nem comparação... A imensa maioria (mais de 95%) dos crimes violentos no mundo inteiro são causados por homens, as poucas mulheres que cometem crimes semelhantes estão em situações limites, extremas. A quantidade ínfima de mulheres, insignificante em comparação com a massa de homens, que vivem causando mal às outras pessoas – ainda mais se considerando que os danos que os homens causam geralmente são piores, mais graves do que o que é provocado por mulheres nocivas – são a prova de que o grupo inteiro de mulheres não precisa desse tipo de coisa.

Anônimo disse...

"O que mais se vê em porta de escola e meninas saindo na porrada com meninas, ou aos bandos espancando uma só."

Tradução: Machista delirante desesperado para distorcer a realidade tirando farsas misóginas da mente surtada dele.

Não vale a pena nem um pouco desprender energia e perder tempo com esse otário...

Anônimo disse...

"Eu parei de ler aqui

"Eu estou desempregado há quatro meses, passando fome."

Porque essa comparação é muito mas muito ruim mesmo.

A pessoa não estupra porque está com "fome de sexo". Estupro não tem nada a ver com sexo.

E na boa, ter uma loja de doces não faz de ninguém um capitalista.

27 de novembro de 2017 12:25"





também achei péssimo, mais que péssimo, horroroso isso aí

Anônimo disse...

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-37730441

Por que os homens são responsáveis por 95% dos homicídios no mundo?

A violência é predominantemente cometida por homens jovens no mundo inteiro.

Estudo sobre homicídios feito pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e publicado em 2014 aponta que 95% dos assassinos no mundo são homens. Eles também são a maioria das vítimas de mortes violentas.

Mas por que as mulheres, que representam pouco mais de 50% da população mundial, cometem muito menos homicídios que os homens?

Acadêmicos há anos tentam buscar respostas para essa pergunta. Os achados empíricos variam e as explicações vão desde testosterona a diferentes tipos de socialização.

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-37730441

Anônimo disse...

Desde uma tenra idade, os meninos apresentam um sadismo, crueldade e violência que é extremamente diferente do comportamento das meninas. Alguns meninos podem ser considerados bem-comportados se suas ações forem comparadas à violência do garoto médio, mas mesmo os meninos mais gentis mostram uma brutalidade/maldade quando comparados às meninas. No entanto, esta violência é ignorada porque é considerada a norma para meninos. "Garotos serão garotos". A violência deles não é apenas esperada, ela é encorajada, incentivada como prova de normalidade. Apenas os casos mais extremos são notados. Então, o garoto médio é violento por anos antes que ele possa realmente ser pego como um estuprador ou um assassino (e a maioria dos estupradores e muitos assassinos de mulheres nunca são apanhados). Contrariamente aos mitos modernos, os homens e meninos que são agressores não são anormais. Até as estatísticas do patriarcado comprovam isso: uma garota ou mulher provavelmente será atacada por um menino ou homem ao qual ela está próxima, geralmente um parente. Mulheres que pensam que podem evitar a opressão dos garotos contra as garotas enquanto ainda aceitam meninos em suas vidas estão se iludindo.

Anônimo disse...

As pessoas não estupram por causa de instinto ou pq sentem falta de sexo.

Anônimo disse...

Atenção "romântica" Kasturba, a maioria das vítimas de assalto não são pessoas de classe média ou alta que estão bem protegidas em suas casas, condomínios e carros, os pobres é que são mortos e roubados por "meninos de moto ", que na opinião são vítimas da propaganda agressiva

Anônimo disse...

Capitalismo é o câncer que destrói nossa prosperidade. Prosperidade não é fazer um monte de lixo, mas sim usar nossos recursos com sabedoria para que todas as necessidades de todo mundo sejam atendidas.

É uma pena que a revolução socialista dos trabalhadores não trouxe ou não possa trazer abundância para todas as pessoas e revolucionar verdadeiramente. Isso mostra que qualquer sistema monetário é intrinsecamente injusto e corrupto. É tempo para uma Economia Baseada nos Recursos e na Lei Natural.

A posse de propriedade é o cerne do mal que é o capitalismo. Capitalismo é o puro mal, ele viola e rouba todas as comunidades que atravessa, à medida que procura novas vítimas, quero dizer "mercados". É tempo para abundância para todo mundo com um sistema não-monetário como a Economia Baseada em Recursos e na Lei da Natureza ou o Projeto Venus https://www.thevenusproject.com/

Precisamos abolir o capitalismo, nos livrarmos de todas as classes e construirmos um sistema não-monetário baseado na lei natural dos recursos. Sistemas Monetários de Bancos Centrais são projetados para escravizar. O dinheiro sempre corrompe, infesta e apodrece como um furúnculo, causando má-fé nos trabalhadores. O melhor é um sistema não monetário. Tudo o que precisamos, no máximo, é de 4 horas semanais de serviço comunitário para termos abundância para todas as pessoas. Não mais escravidão militar ou assalariada. Chega! Economia Baseada em Recursos já!

titia disse...

Não, 09:27, mas essas são as desculpas que dão pro estupro e que os machistas/burros aceitam ou fingem que é verdade. Por isso que cabe criticá-las.

Anônimo disse...

Privatizar as cadeias e fazer com que o preso pague sua própria estadia vai melhorar a visão deles do trabalho duro. Tenho nojo de esquerdistas como você que defendem o fim da polícia e passam a mão em cima do bandido quando a realidade mostra um país que melhorou a renda per capita comparado aos anos passados e mesmo assim a corrupção aumentou. Tenho nojo de esquerdistas que sempre tentam tirar policiais das universidades e com isso as mulheres acabam voltando para suas casas com o maior risco de serem estupradas. Tenho cada vez mais nojo desse país de merda em que para sobrevivermos precisamos passar em algum concurso porque tanto empreender quando ser trabalhadpr é uma merda. Enfim, sou uma feminista mas sem ser esquerdalha.

Anônimo disse...

E também a maioria de assassinos dessa merda de pais diga-se de passagem.

Anônimo disse...

Abraços para você também :)

Ice.

Ice Princess disse...

Obrigado Lola por ter postado meu texto!Fiquei muito feliz de vê-lo no seu site! :)
Francamente,eu nunca pensei que você fosse postar,eu mandei só para você rir kkk
Tive essa idéia a muito tempo,muito antes de ler aquele post de friendzone,sempre quando passava perto de uma cacaushow perto da minha casa.Ao olhar a fonte de chocolate eu pensava:"Os homens dizerem que não podem se controlar seria a mesma coisa que uma mulher assaltar uma loja de chocolate na TPM alegando que não consegue se controlar."hahaha!
Aí li aquele post de friendzone e tive essa idéia.
Eu devo dizer que eu estou chocada com os cometários de muita gente por aqui.Porque vocês acham que eu sou esquerdista?Quando foi que eu disse isso?kkk
Eu NÃO sou de esquerda nem de direita.Eu apenas sigo algumas idéias de cada lado quando isso é conveniente para mim.E não entendo porque tanta obssessão retardada e infantil da parte de alguns de vocês de quererem logo me rotular com uma ideologia política.Como se eu "precisasse" pertencer a algum lado.kkk Eu não tenho que obedecer a lado nenhum idiotas,porque ao contrário de vocês,eu não sou unilateral.Minha forma de pensar foi sempre MULTILATERAL.
Minha intenção NÃO foi fazer analogia política nenhuma,foi simplesmente ser HUMANISTA e solidária com as vítimas de assédio e estupro,quase sempre culpadas pela sociedade pela própria violência que sofrem,com os argumentos mais ridículos e ilógicos do mundo: "Ela pediu".Me diz,como mulher "pede"para ser estuprada?Nós por acaso carregamos uma placa na rua escrito "Me estupre"?
Eu fiz isso respondendo a alguns dos argumentos ridículos e absurdos que falam para as vitimas,que não fazem sentido nenhum e só tem a função de culpar a vítima.SEMPRE quem causa a violência é o agressor,NUNCA a vítima.É típico de pessoas más que fazem mau aos outros dizerem isso para as vítimas depois de cometer uma violência contra elas, porque elas pensam de uma forma pseudo-darwinista:Acham que "podem" fazer o mau a alguém porque os outros são "fracos" e eles são "fortes."(por isso o pediu.Quem mandou ser fraco?)E isso justifica ser cruel com alguém.O que elas não sabem é que,além de crueldade não ter nada a ver com força,cometer atos de crueldade covarde não prova que eles são fortes,pelo contrário,não poderia provar mais que eles são fracos.São pessoas que não tem a mínima ideia do que seja força.
Beijos,Ice. <3
Fique com Deus,e não se esqueça,Deus ainda te ama mesmo você não acreditando nele! kkk
(Eu não tenho coragem de dar a você meu nome verdadeiro porque tenho medo de ser perseguida pelos seus haters,lola.Eles perseguem qualquer um que fale com você,por isso eu me pelei de medo de só te mandar isso.Além disso a minha família também já tem um stalker virtual nos perseguindo a anos,por isso,eles me pedem para nunca dar meu nome em sites públicos.)

Ice Princess disse...

Na verdade,eu não sou nem de esquerda nem de direita.E em momento algum eu disse que era um dos dois.Pois não sou uma idiota esteriotipadora que pôe rótulos em mim mesma.Ou pôe rótulos nos outros,como você.Pois para mim,seres humanos são complexos demais para seguirem apenas a um rótulo.
Eu apenas sigo as idéias de cada lado quando alguma delas é conveniente pra mim.
E eu não entendo essa obssessão retardada e infantil de vocês todos de querer logo me rotular politicamente como quem põe rótulo em produto.Como se eu "precisasse" me enquadrar em um dos dois grupos.
E você é uma pessoa unilateral de mente muito fechada muito babaca e arrogante,metida á merda que não descobriu ainda que a verdade é relativa.Por isso não respeita e debocha da opinião dos outros.Como se a sua fosse ouro.

Kasturba disse...

E quem são esses "meninos de moto"? Meninos de classe média/alta que enjoaram de jogar vídeo game e resolveram sair por aí assaltando pra se divertir? Ou meninos de classe baixa que não tem outra forma de ganhar dinheiro para, sim, comprar não só comida, mas também tênis e óculos escuros maneiros pra tirar onda com as menininhas??

Acho que a visão romântica é sua, em relação às pueris crianças amáveis de classe média/alta. Você acha que elas não cometem crimes porque nasceram boas e puras? Seres angelicais que só querem o bem pro mundo?
Sinto desapontar, mas você está enganado. Se você, seus filhos ou mesmo eu tivéssemos nascido em situação de miséria, a chance de sermos nós os "meninos de moto" seriam bem altas, tá? As crianças da sua família podem ser bem cheirosas e fofas, mas são tão humanos quanto os "meninos de moto". Quer acabar com esse nível absurdo de violência? Lute para que os "meninos de moto" também tenham uma casa acolhedora pra ir, com uma cama quente, nescau e um beijo de boa noite. Que acordem e sua única preocupação seja ir pra escola (uma escola decente) e jogar video game, igual a todas essas angelicais crianças de classe média /alta.

Anônimo disse...

Anônimo 12:37, você é analfabeto funcional? Ou não leu o início do texto? O texto narra um assalto, mas o objetivo é fazer uma analogia com o estupro. Ou seja, listar as "justificativas" (que por sinal são absurdas) para um assalto, mas, no entanto, são aceitáveis para casos de estupros. É uma crítica muito clara à cultura do estupro, que, infelizmente, é brutal em nossa sociedade. O texto não tem nada a ver com o que você está comentando. Leia com atenção antes de escrever esse tanto de bobagem. Realmente no mundo falta amor e interpretação de texto.

Anônimo disse...

Mulher não é mercadoria, sua anta. No que cabe a prostituta, NÃO é o corpo dela que se compra. Apenas paga-se por serviços sexuais (e isso é bem diversificado, diga-se) durante determinado período de tempo.

Anônimo disse...

Mas é por isso que o feminismo está aí para lutar contra esse estado de coisas. A começar por uma educação não sexista para as crianças

Ice Princess disse...

Vocês homens não precisam do feminismo para demonizá-los,vocês JÁ fazem isso sozinhos.
Tudo que as feministas fazem é EXPOR os fatos.
Não é o feminismo que inventou a misandria,e sim sempre foi um fato histórico e biológico desde o inicio da humanidade que vocês machos são seres violentos e cruéis.Que sempre viveram matando gente inocente por razões fúteis.
É esse o padrão de ser humano que você quer que sejamos?
O que vocês todos machos são burros demais para pensar,é que se querem tanto assim provar que as feministas estão erradas é SÓ serem seres humanos melhores.Mas não. Vocês homens sempre apenas concentram inutilmente toda a sua energia em destruir o feminismo e as feministas.Ao invés de destruir o machismo e a masculinide tóxica que as verdadeiras razões de todos os problemas de vocês.Vocês latem para o quintal errado.
Eu gosto de dizer que ninguém é tão misândrico quanto VOCÊS próprios homens,sempre foram muito mais do que as próprias feministas.
Pense comigo:
Quem manda os homens para a guerra?Quem os espanca?Quem os mata?Quem os oprime?Etc.
São as feministas?São as mulheres?
Claro que não,SÃO os homens.
Por isso,que eu não vejo problema nenhum em ser misandrica,se voces PRÓPRIOS homens são.Mil vezes mais.Pois o que mais se vê em qualquer lugar é um homem matando outro.
E por isso,antes de apontar o dedo para as feministas motivado por puro ego ferido e sindrome de perseguição,vocês homens deveriam resolver os próprios problemas.

Anônimo disse...

Eu não quis dizer que homens devem comprar mulheres,e sim que eles devem transar com elas de forma direita e honesta como um ser humano,não um animal.Porém,como a analogia é com roubo,deve-se pagar pelos produtos.
Porém,tecnicamente homens pagarem para transar com mulheres certamente é melhor do que estuprarem elas.
E tecnicamente quando um homem sai com uma mulher,ele paga um jantar pra ela.Depois ela dá pra ele.
Com prostituta,esse processo é só mais RÁPIDO.
Ou seja uma prostituta não é diferente de qualquer mulher normal.Pois toda mulher tem seu preço.
Vocês homens só gostam de fingir que não é a mesma coisa porque acham que uma prostituta só cede a vocês por dinheiro.Quando na verdade TODA mulher faz isso.Nemhuma de nós fica com vocês só porque vocês são fodões não.kkk
Relação heterosexual SEMPRE foi um contrato de sexo/recursos desde o tempo das cavernas.
Então parem com esse vitimismo.
E tolo é o seu cú meu filho.
Ice Princess.

Kasturba disse...

Ice Princess, você está enganada. Eu nunca fiquei com homem nenhum em troca de jantar. Até porque, eu tenho meu próprio dinheiro, e se eu quiser jantar, eu mesma pago. Inclusive quando saio com homem, faço questão de pagar minha parte.
Se eu transo com um homem, é porque eu quero sexo, não jantar. E se hoje eu estou casada com um homem, é porque gosto da cia dele e do companheirismo, em todos os sentidos. Não por causa do seu salário.

Kasturba disse...

Eu reli meu comentário, e não consegui encontrar onde eu digo que sou esquerdista e defendo o fim da polícia, ou saída da policia das faculdades...
É impressionante como tem gente que, ao ver uma pessoa que não entoa seu discurso de ódio, já faz mil suposições a respeito desta pessoa.
Até mesmo porque eu nunca conheci ninguém que pregue o fim da polícia. O que se discute é a DESMILITARIZAÇÃO da PM. Algo que, inclusive, a maior parte dos próprios PMs apoiam. Com tanta coisa útil pra fazer, ficar se preocupando com "coturno engraxado" realmente não faz sentido (e como militar, posso te afirmar que essa é, sim, uma das maiores preocupações de muitos de nossos brilhantes coronéis e generais).

Talvez você até se espante em como eu posso pensar parecido com você: Eu gostaria que a polícia fosse melhor remunerada e melhor treinada. Gostaria que nosso judiciário fosse mais eficiente e eficaz, de modo que pobres não ficassem anos mofando aguardando um julgamento justo, e colarinhos brancos respondessem de verdade pelos seus atos. Gostaria que o sistema penitenciário fosse muito melhor estruturado. Que ao invés de ficarem jogados em celas imundas e super lotadas, os presos tivessem opção de estudar e trabalhar, para que fossem reeducados e posteriormente fossem melhor reintroduzidos à sociedade. Acho que você não deseja nada diferente disso, né?

Mas para mim todas essas medidas, apesar de necessárias, não são suficientes, pois estão todas focadas no sintoma do problema (criminalidade), e não na sua causa. Além de termos um sistema eficiente de punição e justiça contra os bandidos (eu não defendo "passar a mão na cabeça" de ninguém), acredito que devemos tomar medidas para evitar que novas crianças caiam na criminalidade. E no meu ponto de vista, essas medidas são garantir que TODAS as crianças tenham acesso a alimentação, educação e saúde de qualidade. Para que tenham uma vida digna, e possam sonhar em estudar, ter uma profissão e um emprego que lhe garanta uma vida confortável. Enquanto o filho do pobre vir como únicas opções "1 - ser honesto e passar a vida fazendo trabalho pesado e recebendo um salario ridículo que não é suficiente nem pras necessidades básicas" e "2 - virar bandido e ter uma vida loka com carrão e mulher bonita", podem construir quantos presídios forem, que o problema da violência não vai ser resolvido.