domingo, 13 de agosto de 2017

TRABALHADORES PODEM NEGOCIAR COM PATRÕES NUMA BOA

Amanhã escrevo sobre Charlottesville, prometo. 
Hoje deixo este post divulgado pelo Ubiratan, que perguntou: "Foi pra isso que os reaças bateram panela?"
O post contradiz uma das mentiras golpistas: de que a retiradas dos direitos trabalhistas é ótima pros trabalhadores que, assim, poderão negociar livremente com seus patrões. 
Porque patrão sim é que trata bem os funcionários! Não aqueles sindicatos vagabundos! 

22 comentários:

Anônimo disse...

Cara... tem funcionário que vai no banheiro a cada 30 minutos. E a cada uma hora ele tira 10 minutos pra fumar. Isso massacra o empresário e mata o empreendedorismo no Brasil.

Não é a toa que twitter, facebook, google, microsoft e tantas outras empresas foram criadas no paraíso do capitalismo: os EUA.

Ser de esquerda é fácil, difícil é viver sem internet e smart phone... portanto, deixem de ser hipócritas.

Anônimo disse...

Sindicalista ainda existem.
So vc se associar a eles.
Vc tem a LIBERDADE de se associar a eles.

Simples.

#pas

Sérgio Carneiro disse...

Ainda bem que a Angelica Rodrigues pode ir ao Prezunic fazer suas compras.

Só o liberalismo econômico permitiria isso, comprar o que quiser e não usar o ticket ração.

Graças á "não regulamentação da mídia" permitiria que alguém tivesse um blog e não fosse considerado clandestino.

Estão reclamando de que?

Felipe Roberto Martins disse...

Infelizmente vai piorar, sou otimista, mas não consigo perceber melhora sobre o assunto no futuro!

Anônimo disse...

Trabalhador quando é bom recebe proposta da concorrência pra mudar de empresa e o patrão ainda oferece mais pra ficar, ou seja, tem condição de negociar salário e benefícios e ainda escolher a melhor oferta.

Mas o brasileiro médio não, quer trabalhar pouco, só vive pensando no próximo feriado e ainda acha que patrão tem que pagar muito por serviço nal feito.

Anônimo disse...

O socialismo funciona sim, vide Venezuela,Coria do Norte um sucesso, e também e justo para com os trabalhadores, vejam a situação deles na China, um paraíso proletário.
Capitalismo mau opressor, vide Coreia do Sul, Canadá, Alemanha, Japão...um inferno.

Anônimo disse...

Esses 3 caras que comentaram antes são trolls?

Anônimo disse...

Proferssora eu estou preocupado mesmo e com o carro que vende ovos, será que ele vai passar segunda qui na rua de casa? Semana passada não veio :/

Anônimo disse...

Lola, sou mulher e empreendedora e já entrei no negócio com um mindset de respeito e bem-estar ao funcionário. Mal comecei e nossa produtividade é espantosa.
Diminuí a carga horária (mas não o salário) e estou implementando compliance...pessoas em outros empregos, ja estabilizados querem vir trabalhar pra mim, que estou ainda conquistando mercado.
A equipe é comprometida e responsável, tem autonomia e criatividade.
A clientela percebe a diferença, o ambiente é agradável e leve.
Apesar de eu ir além do que a lei trabalhista exige, ainda acho que os e empresários em geral não estão prontos para negociar de forma justa com o funcionário.

João Antonio Alves Martins disse...

15:38

O vale do silício recebe dinheiro do governo e possui até centros de pesquisa do governo e empresas financiadas pelas forças armadas americanas. Um exemplo disso é a Boston dynamics.

20:47

O que você acharia de uma pessoa que adjetivasse os empresários da forma como você adjetivou o trabalhadores médios?

Anônimo disse...

E completos idiotas! Do tipo que apanha e defende o agressor.

Anônimo disse...

Estamos falando de respeito nos locais de trabalho ir ao banheiro e direito a se alimentar sao direitos basicos.
No fundo vcs querem a volta da escravidao.

Anônimo disse...

Nos queremos respeito nos locais de trabalho patrao nao e meu pai mas tambem nao e meu dono.
Pobre de direita e fogo acredita que uma pessoa e uma grande capitalista porque faz compra no mercado e pra rir

Anônimo disse...

Quem defende estes sistemas de trabalho sao adolescentes liberais de internet que nunca trabalharam e sao sustentados pelos pais.O capitalismo funciona mas nao e perfeito ele sempre gera algum desemprego entao se um empregado quiser aumenta o patrao manda embora e coloca outro no lugar e simples

Anônimo disse...

A anônima das 23:48 prova que o livre mercado.

Está implementando medidas que aumentaram a produtividade e que atraem funcionários.

Se ela está falando a verdade, é só questao de tempo até outrxs empresárixs comecarem a fazer o mesmo.

Menos estado é a melhor alternativa.

Anônimo disse...

Acabei de ligar no 0800 da Energisa ( concessionária de energia) para relatar um fato de bem público ( queda de um poste de energia na rua) e fui muito mal tratado pela atendente, qie repetia insistentemente qual era o n° da ligação de energia DA MINHA CASA, sendo que eu estava numa via pública e o poste estava caído a kilometros da minha casa. Esse tipo de gentinha ruim de serviço deveria ganhar 500,00 por mês e olhe lá, e não ter direito nenhum, pois é o retrato dos péssimos 0800 que vemos por aí. Preguiçosa!

Rafael Cherem disse...

Uma coisa que me irrita nessa reforma é o discurso "modernizante", não há nada de moderno voltar as condições de relação trabalhador-patrão de antes de 1945.

Anônimo disse...

Eu li o texto sobre a reforma trabalhista e tratam as pessoas como insumos, entre outros absurdos, particularmente não me afeta, pois tanto eu como meu marido somos autônomos e sabemos que a previdência social não é um bom investimento, por isso deixamos de pagar o INSS facultativo há três anos, mas temos amigos, parentes que dependem de trabalho com registro em carteira, nossas mães são pensionistas e a reforma da previdência provavelmente pode fazer uma revisão dos benefícios delas, poderíamos ignorar outros e deixar para lá, mas não dá e temos os três poderes voltados para si mesmos, congresso e senado comprados e comprometidos com os próprios interesses e de seus pares e o judiciário com benefícios e trabalham muito bem para quem realmente manda não apenas no Brasil como no mundo, são poucas empresas, famílias, maçonaria, estes sim são os verdadeiros donos do mundo.

Anônimo disse...

Anônimo das 09:56

Este tipo de gentinha como você mencionou é mão de obra terceirizada, barata, sem preparo, especialização, treinamento, conhecimento, pois muitos dados, informações a contratada(Energisa, ANS, Bradesco, Vivo, Claro, etc e tal) não passa para a contratante(terceirizada) e os funcionários apenas decoram um script na sua maioria, nisso é que dá o país não investir em tecnologia própria, contratar funcionários com melhor preparo, conhecimento e ter um serviço de call center, 0800 próprio e não terceirizado, pois quem é prejudicado não é apenas o cliente final, mas o primeiro cliente que é o funcionário. O seu comentário é típico de um explorador ou aspirante a tal, pois nem ao trabalho de pesquisar sobre isso teve e fica a chamar as pessoas de preguiçosas, acredito ser tratado a pão de ló pela mamãe ou então é uma pessoa arrogante, prepotente, egoísta e apática.

Anônimo disse...

Quero ver a pessoa aos 60 anos conseguir emprego que pague pelos anos de experiência profissional.

Anônimo disse...

Associação sindical eh compulsória no Brasil. Não uma escolha. Sindicatos fazem muito pouco pelos trabalhadores e muito por si mesmos.
Claramente o relato do post eh um abuso mas a clt nunca impediu isso na prática. Não eh culpa da reforma.

Funcionários brasileiros tem uma das piores produtividades do mundo. Na China, por exemplo, assim como em boa parte da Ásia, os trabalhadores deixam seu celular em um compartimento antes mesmo de bater o ponto. Aqui no Brasil isso seria considerado escravidão.


Alicia

donadio disse...

"Funcionários brasileiros tem uma das piores produtividades do mundo."

A produtividade do trabalho é uma função do capital, não da vontade do trabalhador. Ninguém derruba árvore tão rápido com um machado quanto com uma serra automática.

Aí vamos colocar o problema da produtividade no seu devido lugar: um patronato que quer super-explorar seus trabalhadores em vez de modernizar a indústria, e por isso não investe em pesquisa e desenvolvimento.