sábado, 16 de abril de 2016

NÃO VAI TER GOLPE (ESPERO)

Manifestação artística contra o impeachment ontem, em Fortaleza

Amanhã, domingo, é um dia decisivo. E é o grande dia pra muita gente que não aceitou o resultado das eleições de 2014 e, desde 26 de outubro daquele ano, sonha em destituir Dilma.
Estou preocupada. Por mais que eu esteja insatisfeita com este governo, entendo que não há base legal para o impeachment. Dilma não está sendo acusada de corrupção, e sim de crime de responsabilidade devido às pedaladas fiscais, o que quase todos os governos (incluindo os estaduais, da oposição) também fazem. Neste contexto, impeachment é golpe. 
Jean Wyllys disse hoje, num discurso, que este "processo de impeachment é uma eleição indireta para a presidência, forçada por partidos que sabem que jamais ganharão uma eleição presidencial direta". Imagino que ele estava se referindo ao PMDB e a Michel Temer. Afinal, quem votaria no Temer pra presidente? (e não, gente, ninguém votou no Temer quando apertou 13 um ano e meio atrás. Assim como ninguém votou no vice do Aécio -- alguém lembra quem era? -- quando apertou 45.
Luiza Erundina explicou, também em discurso na Câmara hoje, que o "objetivo das legendas policialescas e excludentes é voltar ao poder sem esperar as próximas eleições". E até que enfim Luciana Genro mudou de ideia e se posicionou contra o processo. Segundo ela, "derrotar o impeachment é o melhor caminho para seguir a luta contra a corrupção e por uma verdadeira democracia". 
Esses três (excelentes) políticos que citei são de oposição do governo. São do PSOL, que nunca fez parte do governo Dilma. Mas eles compreendem que impeachment neste contexto é coisa de golpistas de direita. 
Pior é quem está por trás do impeachment: o grande capital, representado pela FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), a velha mídia, que sempre teve queda por golpes, e, dizem, o imperialismo americano, muito interessado numa volta à direita na América Latina e no Pré-Sal. 
Pensar que essas entidades te representam ou pensam com o bem-estar do povo é bastante ingênuo. É como disse Leonardo Boff: "Se os pobres desse país soubessem o que estão preparando para eles, não haveria ruas que coubessem tanta gente para protestar contra o impeachment". 
Amanhã, quem vai abrir a sessão da Câmara será Eduardo Cunha, maior lobista das teles, aquelas que querem encarecer e limitar o nosso acesso à internet (pra gente não poder ter informação independente). Cunha, este sim, é acusado de corrupção, de ter contas de banco na Suíça.
Na segunda, a comissão especial (montada por Cunha) aprovou o relatório pedindo o impeachment por 38 votos a 27. Os golpistas esperavam uma diferença maior. 
Que medo dessa capa!
Para que o impeachment passe amanhã, são necessários dois terços dos votos (como são 513 deputados no total, isso quer dizer 342 votos). O governo não precisa ter 171 votos para barrar o processo. Se deputados faltarem e os 342 votos não forem atingidos, não passa. 
Se o impeachment passar na Câmara, ele vai pro Senado, que irá julgar o pedido (precisa aprovar esse pedido até 11 de maio). Depois, o prazo que o Senado tem para analisar o processo é de 180 dias. 
Enquanto isso, a presidenta é afastada do cargo. Aí teremos uma votação, para ver se o Senado aprova a denúncia (por maioria simples) e, mais pra frente, outra votação fundamental: se dois terços dos senadores, ou seja, 54, aprovarem, o impeachment passa. E então, além de perder o cargo, Dilma ficaria inelegível por oito anos. 
Votação pelo impeachment de Collor
Com Collor, em setembro de 1992, foi bem diferente. Primeiro que ele era acusado de corrupção. A Câmara aprovou o pedido de impeachment por 441 votos (eram necessários 336), 38 contra, 23 ausências e uma abstenção. Uma lavada. Collor foi afastado em outubro, e seu vice Itamar Franco assumiu. No dia 29 de dezembro, quando começou o julgamento pelo impeachment no Senado, Collor, sabendo que iria perder, renunciou. 
A essa altura, grande parte do país estava mais interessada no assassinato da atriz Daniella Perez.
Naquela época, não teve isso de país dividido. Quem se manifestava eram apenas os pró-impeachment. Até a velha mídia, que tanto ajudou a eleger Collor, o queria fora. Hoje há enormes manifestações contra e a favor do governo. 
Por isso, não dá pra saber o que vai acontecer amanhã. A oposição golpista e a mídia prometem que tem 342 votos a favor do impeachment, mas eles não parecem muito eufóricos nem estão comemorando. Já o governo diz ter 200 votos para barrar o pedido. Há um certo clima de virada no ar, principalmente com os governadores ligados ao governo cobrando o voto contra o impeachment de seus aliados. Tanto que surgiu um boato de que a votação seria adiada, pois Cunha não teria os votos suficientes para fazer o processo passar. 
O mundo todo está de olho no Brasil, porque somos um país importante (ouviu, pessoal que odeia o próprio país?) e porque o que acontecer aqui poderá influenciar outras nações vizinhas. Uma coisa é certa: o discurso dos reaças de moralização da política e contra a corrupção cai por terra quando vemos quem assumirá se Dilma cair -- Temer e, se ele também tiver que sair (pois está envolvido nas mesmas pedaladas fiscais de Dilma), Cunha. Duas raposas que ninguém em sã consciência botaria pra cuidar do galinheiro.
E antes que trolls gastem seu tempo me mandando começar a procurar emprego a partir de segunda: minha vida mudará muito pouco se este governo sair. Sou servidora pública, não servidora de um ou outro governo. Continuarei a lecionar na UFC, a menos que o novo governo decida fechar todas as universidades públicas. 
E vocês acham que os estudantes e os movimentos de esquerda aceitariam isso passivamente?
Mas estou na torcida para que não tenhamos golpe. Que possamos começar a semana que vem com uma saída pela esquerda. 

180 comentários:

Anônimo disse...

Na época de Collor não havia manifestações a favor dele, enquanto no caso de Dilma tem muitas pessoas se manifestando e apoiando. Não estou muito confiante de que a Dilma vá se salvar dessa.

Interessante que me parece que o pt escolheu o almofadinha do temer/pmdb para vice justamente para agradar a classe média, para parecer neutro e para mostrar que não era 'radical', pois seria mais coerente escolher alguém do psol para vice, mas se isso ocorresse era capaz do pt perder e ser chamado de 'comunista' pela classe média que quer parecer rica e que sonha em um dia ser rica de verdade. Querer agradar a classe média metida a rica levou o pt a presidência, mas tbm está sendo motivo da sua ruína.

Boa sorte para Dilma e para o país tbm e principalmente para nós, os/a brasileiros/a.

Patty Kirsche disse...

Eu soube que 104 parlamentares já se mandaram e não vão participar num boicote ao golpe. Também li uma entrevista com o Ciro Gomes na qual ele falou com muita certeza que na câmara esse pedido não passaria. Mas também vi uma discussão com o Ruy Pimenta na qual ele falou que, independente do resultado, a direita vai continuar tentando. Eu tendo a concordar com ele, porque a direita não está conseguindo tirar o PT do governo federal pelas vias democráticas. A questão é que isso está gerando uma mega reação da esquerda. Eu acho que teremos uma mudança no regime a partir de agora porque esse esquema de acordos PT-burguesia não está funcionando mais. Se o PT resistir, vai ter que arranjar um jeito de brigar e governar sem apoio, inclusive do judiciário. Porque o STF não parece muito a fim de ajudar, não. Enfim, temos muita luta pela frente.

Anônimo disse...

Ter feito conchavos demais com a classe média, burguesia, elite, coronéis e derivados não fez bem ao pt. Agora aguenta.

Anônimo disse...

Dilma deveria ter mudado de vice na época da reeleição (se caso isso fosse possível). Um mandato com temer de vice já era mais do que o suficiente.

Alessandro Bruno disse...

Quem é responsável por decidir se a Constituição está sendo respeitada ou não é o Supremo Tribunal Federal.E o Supremo se pronunciou, a pedido do Governo, por sinal, estabelecendo qual rito deve ser seguido para que processo de impeachment seja constitucional.

E decidiu de novo, em sessão extraordinária, ontem (sexta-feira, 16/04) a pedido da AGU a manter o rito e a ordem de votação do Cunha.

Por isso, quem tem a competência de dizer se é golpe ou não, já se pronunciou. Não vai haver golpe, vai haver um Impeachment legal.

Anônimo disse...

O mala-sem-alça de sempre.

Anônimo disse...

"E até que enfim Luciana Genro mudou de ideia e se posicionou contra o processo."

Ué,a Luciana Genro sempre foi contra o impeachment.

Anônimo disse...

A maioria dos pró-impeachment nem sabe quem vai entrar se Dilma cair. Tudo massa de manobra que acha que o objetivo desse movimento é punir corruptos, kkkkkk

Anônimo disse...

Depois de ler que jean wyllys e Luciana genro são excelentes políticos fica difícil levar a sério esse post.

Anônimo disse...

O PP, a PPMDB o PRN eram aliados do governo e já mudaram de lado, só a lola que está vendo esse "certo clima de virada no ar"

Anônimo disse...

Impossível querer combater a corrupção com cunha no poder. Bando de loucos.

Anônimo disse...

O pp não era o partido de bostanaro?

Anônimo disse...

Resumo da situação para leigos:
Tá uma merda com Dilma no cargo
Vai ficar uma bosta sem ela

Anônimo disse...

Era sim, anom. das 22:24. Assim como o Maluf, o Collor e o Sarney o PT era aliado do Bolsonaro

Anônimo disse...

Que horror 22:29, o pt tbm fez muitas alianças super bizarras.

Anônimo disse...

Lola, pra passar pelo Senado é 50% + 1, ou seja, 41 senadores tem que votarem contra.

A mulher do Temer quer ser capa de revista, badalação mundial, etc... já que por eleições diretas o marido dela NUNCA ganhará. O mesmo "tesão" (devem tá igual a uma cascata, com a possibilidade) devem estar as mulheres do Cunha e do Aécio.

Anônimo disse...

Por isso a Heloísa Helena foi expulsa do partido e fundou o PSOL, ela não aceitou votar no Sarney pra presidente do Senado.

Anônimo disse...

*Lola, pra passar pelo Senado é 50% + 1, ou seja, 41 senadores tem que votarem a favor.

Anônimo disse...

A mulher do cunha é uma ex-apresentadora de telejornal da globo e as do temer e aécio são bem parecidas, o mesmo estilosinho.

Anônimo disse...

22:18

pra quem não tem a vergonha na cara de chamar o bolçovômito de mito ou qualquer baboseira, eles são excelentes políticos sim, inclusive um deles ganhou prêmio de melhor deputado (voto popular) e tb um outro do mesmo partido ganhou (voto de jornalistas)

22:07

o mesmo chato de sempre, só aparece pra falar da dilma, puto q fugiu

Anônimo disse...

Amanhã é -O- dia

acredito q a Dilma não sairá, mas tudo pode acontecer, torço para sua permanência

impeachment mesmo quem tinha q sofrer era o cunha, só q é mais fácil um fã do bolçonaro não ser otário

-O- dia é a amanhã

Alessandro Bruno disse...

Engraçado que os anônimos que só me chamam de mala/chato não apontaram o erro no meu argumento. O pessoal aqui gosta de ad hominem e ataques pessoais, depois reclamam dos trolls que comentam anonimamente no blog.

lola aronovich disse...

Gente, as fontes que tenho é que são necessários dois terços dos senadores pra aprovar o impeachment. Olhem isso: JusBrasil, Veja (desculpem!), e Correio Braziliense. Todas falam em dois terços, ou 54 senadores.

Anônimo disse...

Ela não esta sendo acusada de crime neste processo de impedimento pois ele e anterior a delação do Delcidio, senador preso do PT que relatou pra livrar o seu que Dilam sabia e toda lavagem de dinheiro do partido quando era do conselho da Petrobras e continuou sabendo como Ministra da casa civil e posterior como presidenta.

Anônimo disse...

"...quem assumirá se Dilma cair -- Temer e, se ele também tiver que sair (pois está envolvido nas mesmas pedaladas fiscais de Dilma), Cunha."

Pela lei,se Cunha assumir ficará por apenas 3 meses.Depois disso,novas eleições para presidente.

Anônimo disse...

Como eu li por aí, usar como exemplo o impeachment do collor é um bom exemplo, exemplo do que teria acontecido se collor tivesse um partido forte e massa de manobra como o pt tem

Anônimo disse...

Justificar as pedaladas, um belo eufemismo para crime de responsabilidade, dizendo que outros tb fazem é muito feito para uma presidente... Se o crime que existe é suficiente para o impeachment é o que será decidido pelo Senado se o pedido passar, ela terá tempo e condições de se defender, bem diferente se fosse um golpe de verdade...

Anônimo disse...

Blindagem perfeita, escolher um vice ruim e ficar repetindo-se a exaustão, ele que vai assumir, estratégia perfeita para não ser punida por nenhum crime...

Anônimo disse...

"22:07

o mesmo chato de sempre, só aparece pra falar da dilma, puto q fugiu"

A verdade dói,né,anônimo das 23:28?

Anônimo disse...

Impeachment é um processo político, po-lí-ti-co, POLÍTICO.
Estamos entendidos?
Nada a ver com justiça, crime e pataquada toda que quiserem arrumar.
Dilma perdeu no momento em que perdeu a direção da Câmara.
O PT tava tão cedo pelo seu plano de poder que deu de mãos beijadas ao PMDB (tb conhecido como o partido mais fisiológico que se tem) a vice-liderança, a direção da Câmara e, como se não estivessem satisfeito, do Senado.
Inteligência pra quê, né, quando o que se tem em jogo é a presidência.
Fizeram merda em vários níveis e os adversários só estão fazendo proveito disso.
Bem-vindos ao mundo da política, é assim que se faz.
Bobeou dançou.

A merda é que com esse circo, o PT tá enterrando toda uma ideologia de justiça social.
Não tão satisfeitos com o impeachment?
Azar, vai continuar.
Querem fazer algo pra amenizar?
Mexam suas bundas e após o impeachment (ou diria que na segunda-feira mesmo) vão lá fazer manifestação pra tirar CUnha, Renan & Cia de onde estão.
Do centro do poder.
Quero mais de milhão nas ruas fazendo pressão, dessa vez não são só r$0,20 nem um puta esquema de corrupção. É pra fazer a faxina na nação.
E fazendo a coisa bem feita, coxinha e mortadela vão estar juntos por essa bandeira.

Anônimo disse...

*cego
Aff

Anônimo disse...

Todxs vocês votaram no Temer, não se esqueçam disto.

Anônimo disse...

A meta é derrubar um por um.
Se não, tchau e benção.

Anônimo disse...

@00:32
Votei PORRA NENHUMA!

Anônimo disse...

dilma fica

Anônimo disse...

00:21

q verdade? a q dilma vai ficar? isso dói pra vc? Pra mim não

Anônimo disse...

23:36

vc é chato, pq seus comentários são chatos, ng precisa te ~refutar~ pra vc parecer menos mala

Anônimo disse...

Quem exigiu o impeachment foi o povo,e não o Cunha,o Aécio,a Globo,a Fiesp ou esse suposto imperialismo americano.

Anônimo disse...

"e não, gente, ninguém votou no Temer quando apertou 13 um ano e meio atrás. Assim como ninguém votou no vice do Aécio"

Eis o problema era obrigação lembrar. Analfabetismo politico e o que sempre nos coloca nestas encruzilhadas, ate quando o povo brasileiro vai continuar votando com a cegueira ideológica alguns e com a barriga/bunda maioria ? Ate quando vão continuar votando em politico vendido como sabão em pó por marketeiros? Ate quando vão continuar a fazer culto a personalidade?

Politico e funcionário publico temporário só, não e salvador de pátria, não e messias, não e lider, não precisamos de lideres mas sim de gestores competentes.

Uma das piores coisas que o FHC fez foi comprar e institucionalizar a re eleição, isto acabou com o futuro do Brasil a re eleição tem que acabar, e 5 anos para cada eleito e adeus não volta mais, alternância de poder e a solução.

Anônimo disse...

Esse mimimi já tá ficando feio.
Vamos aos fatos:
1º Não lembrar quem foi o vice do Aécio,não significa nada,pois perdeu a eleição e ponto.
2º O Vice foi escolhido pelo partido, não foi colocado lá a força por ninguém e sim a foto dele estava presente na urna no momento da votação.
3. Querer comparar a mobilização de Collor com agora chega a ser patético, mas tinhamos as ferramentas sociais que temos nos dias de hoje de informação em tempo real.
4.Vamos parar com essa história que Dilma foi eleita pela maioria do povo brasileiro,isso é outra balela, vamos aos números.
Aécio teve 51.041.155
Brancos foram 1.921.819
Nulos 5.219.787
E prepare-se para o susto
As abstenções foram de 30.137.479
Sabe o que isso significa?
Que os que quiseram Dilma foram 54.501.118
E os que não quiseram foram 88.320.240
Dá pra entender ou é preciso de desenhar?
5. Sabe quanto vale a Elba que foi o motivo que levou Collor a perder o poder em valores atualizados? Provavelmente não, mas te digo R$30.000,00 quer comparar com o rombo na Petrobras?
6. E pra finalizar por que nunca falam de Renan, que é o pior de todos? Sempre e Temer e Cunha mas nunca vejo nada a respeito dele,será que é por que ele é amigo dela?

Anônimo disse...

00:43

fala isso pros idólatras do bolçomerda, vc os definiu direitinho, o cérebro desses ebolas é menor q a de uma galinha

Anônimo disse...

VIVA SÉRGIO MORO.

Anônimo disse...

Esse mimimi já tá ficando feio.
Vamos aos fatos:
1º Vamos parar com essa história que aébrio não foi eleito justamente, isso é outra balela, vamos aos números.
Aécio teve 51.041.155
Brancos foram 1.921.819
Nulos 5.219.787
E prepare-se para o susto
As abstenções foram de 30.137.479
Sabe o que isso significa?
Que os que quiseram Dilma foram 54.501.118
E os que não quiseram o Aébrio foram 108.320.240
Dá pra entender ou é preciso de desenhar?
5. O rombo na Petrobras não tem nada a ver com a dilma, e sim com o PP, partido do bolçonaro
6. E pra finalizar: por que nunca falam de Renan, que é o pior de todos? Sempre Dilma e Lula, mas nunca vejo nada a respeito dele, será que é por que ele é do mesmo partido e amigo do temer e do cunha?

Anônimo disse...

A mídia e golpista, os empresa rios são golpistas, a industria e golpista, a classe media e golpista, os estudantes de exatas são golpistas, o Facebook e golpista,os militares são golpistas,a policia e golpista, a OAB e golpista, a policia federal e golpista, o judiciario e golpista,a família tradicional e golpista, a igreja católica e golpista, as igrejas evangélicas são golpistas,uzamericanus são golpistas,os Rockeiros são golpistas, uzomi são golpistas,os comerciantes são golpistas, os profissionais liberais são golpistas, os produtores rurais são golpistas,o juiz de futebol e golpista, o sindico do ´predio ai e golpista,o Silvio santos e golpista, o Galvão Bueno e golpista, o Cebolinha e golpista....esqueci alguém?

Anônimo disse...

Golpe e tentar virar ministro para não ser preso

Anônimo disse...

Vote em alguém que você acha competente não em alguém que você sinta pena ou pior que parece seus amigos bêbados do buteco.

Anônimo disse...

Lola, não tem lógica precisar de 2/3 dos senadores, pois eles são uma espécie de "governadores estaduais que trabalham em Brasília", são eleitos pela maioria de seus respectivos Estados e são poucos candidatos.

Anônimo disse...

Vamos supos que a Dilam se mantenha no cargo, como ela vai governar sem apoio no congresso e senado? Vai instaurar estado e exceção e governar por decretos? Passando por cima do STF?
este governo e insustentável, a extrema esquerda ta adorando sabe que o que resta e radicalizar, sonham em invadir comércios e promover saques, invadir terras produtivas destruindo e matando tudo para acabar com o agronegócio,incitar a periferia e invadir condomínios matando e expropriando o que eles chamas de inimigos burgueses, dominando escolas e universidades expulsando quem tem discurso diferente do seus,romper relações com países de primeiro mundo e se alinhar a países que fazem apologia ao terror e a revolução bolivariana, cercar com tributos e cercear religiões cristãs,estatizar e parelhar tudo o que puder, estatizar os meio de comunicação por completo .Pura histeria coletiva esta e a verdade.

Anônimo disse...

Porra!!!
Ter que ler "5. O rombo na Petrobras não tem nada a ver com a dilma, e sim com o PP, partido do bolçonaro"
É de cair o cu da bunda!
Não foi o status quo que mandou matar Cristo, mas a platéia lá que preferiu salvar o outro condenado.
Aham.
Lógica 10.
Vai longe.

Anônimo disse...

"Vamos aos fatos:
1º Vamos parar com essa história que aébrio não foi eleito justamente, isso é outra balela, vamos aos números.
Aécio teve 51.041.155
Brancos foram 1.921.819
Nulos 5.219.787
E prepare-se para o susto
As abstenções foram de 30.137.479
Sabe o que isso significa?
Que os que quiseram Dilma foram 54.501.118
E os que não quiseram o Aébrio foram 108.320.240
Dá pra entender ou é preciso de desenhar?
5. O rombo na Petrobras não tem nada a ver com a dilma, e sim com o PP, partido do bolçonaro
6. E pra finalizar: por que nunca falam de Renan, que é o pior de todos? Sempre Dilma e Lula, mas nunca vejo nada a respeito dele, será que é por que ele é do mesmo partido e amigo do temer e do cunha?"

Reitero

Anônimo disse...

01:14
Dilma não governa desde o fim do mandato passado.

Histeria coletiva está havendo dos dois lados.
Fato.

Se a extrema esquerda vai radicalizar mais ainda ela vai fazer isso sozinha, se esgoelar pra ouvidos moucos, pq o poder de fogo dela é praticamente nulo.
Agora se vc estava falando do MST, PT e outros movimentos que dependiam dele no poder, te preocupa não, pois acabou a teta, logo eles se arrumam noutra ou arranjam outra forma.

Agora o que os direitistas e o povo de extrema direita tá fazendo não deixa nada a dever.
Estado mínimo, terceirização de atividade fim, estatuto da família, do nascituro e afins são de lascar.
No campo macro eles facilitam pro mercado predatório (pq ninguém é bonzinho e os tubarões internacionais definitivamente não são unicórnios vomitando arco-íris) e no campo micro, pessoal, eles tolhem liberdade e metem o bedelho na vida dos outros.
Nenhum lado tá bom nem certo.
A gente tem que espernear sempre por um mundo melhor.

Anônimo disse...

Lola, parabéns pelo texto. Acho que você fez um ótimo resumo do que está acontecendo com o país. Concordo com suas opiniões políticas e acho que nós temos visões muito parecidas. Abraços!

Anônimo disse...

dilma fica

Anônimo disse...

Lola, caso o processo do impeachment passe na câmara amanhã, o senado irá votá-lo. Mas acontece que o senado irá votá-lo duas vezes. A primeira votação é pra decidir se a casa acolherá ou não o pedido de impeachment. Caso a casa acolha o pedido, o processo será aberto e Dilma será temporariamente afastada do cargo. Dilma ficará afastada do cargo por 180 dias OU até que o processo se encerre, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O processo se encerra com a segunda votação, que decidirá se Dilma cometeu ou não crime de responsabilidade. Se o Senado concluir que Dilma cometeu crime de responsabilidade, ela é definitivamente afastada do cargo de presidente e fica inelegível por 8 anos. Mas se o Senado concluir que não houve crime coisa nenhuma, Dilma volta para o cargo como se nada tivesse acontecido.
.
O quórum da primeira votação é maioria simples e o quórum da segunda votação é 2/3 do total do número de senadores (54 de 81 senadores). São duas votações, com dois quoruns diferentes. Maioria simples significa maioria do número de deputados presentes na sessão. Por exemplo: se 70 deputados comparecerem na sessão, a maioria simples são 36 deputados (50% + 1). Se apenas 50 deputados comparecerem na sessão, a maioria simples são 26 deputados (50% + 1).
.
O Renan Calheiros pretende realizar a primeira votação no dia 11 de maio, mas não existe nenhuma lei que o obrigue a realizar a primeira votação nessa data, e ele pode alterá-la se desejar. A partir do momento em que a primeira votação é feita, caso o Senado decida acolher o processo de impeachment por maioria simples, Dilma ficará afastada temporariamente do cargo. Isso significa que mesmo se o governo perder a votação que ocorrerá daqui a pouco na câmara, a Dilma continuará no cargo por mais umas três ou quatro semanas, até que o senado realize a primeira votação e decida acolher ou não o processo. Caso o senado não acolha o processo, Dilma não é afastada e o assunto do impeachment se encerra.
.
Lola, eu só escrevi esses esclarecimentos porque algumas pessoas postaram comentários falando que o quórum de votação no senado corresponde a metade do número de senadores. Eu vi que você respondeu esses comentários, citando algumas fontes. Percebi que esse assunto pode gerar uma polêmica, e então resolvi escrever esse pequeno texto de esclarecimento. Mas você está super correta nas informações fornecidas no seu texto, que foi muito bem escrito! Inclusive, esse quórum de votação que você citou (2/3 do número de senadores) está previsto no artigo 86 da Constituição da República. Achei seu artigo um ótimo resumo, sintético, preciso e confiável. Parabéns!

Anônimo disse...

Eu sou o moço que escrevi o comentário grande aí em cima, falando sobre as duas votações que ocorrerão no senado caso o impeachment passe pela câmara, sendo que a primeira votação tem quórum de maioria simples e a segunda votação tem o quórum de 2/3 do total de senadores. No segundo parágrafo do meu texto acima, eu fui exemplificar o que é maioria simples, e acabei usando o termo "deputado" onde era pra ter escrito "senador". Não dá pra editar o comentário postado, então estou publicando outro comentário pra corrigir essa minha falha.

Anônimo disse...

Estou com receio que o Temer assuma o governo.
Tenho medo que ele faça o pior negócio do mundo, como comprar por um bilhão uma usina que vale 50 milhões.
Tenho medo que ele faça acordos espúrios com empreiteiras.
Que promova competições esportivas(As duas maiores do planeta de uma vez) e construa estádios caríssimos superfaturados e inúteis.
Que estabeleça alianças com ditaduras(E mande bilhões para elas ou perdoe milhões de ditaduras sagunarias africanas.
Que conceda empréstimos suspeitos a essas ditaduras.
Que quebre o país, levando 4 mil indústrias a fechar suas portas.
Que a indústria automobilística venda 50% menos.
Que 10 milhões de brasileiros percam seus empregos.
Que surtos de doenças estranhas se tornem epidemias.
Que aumente os impostos ate se tornarem insustentáveis
Tenho medo.
Já pensou se acontecer isso tudo?

Anônimo disse...

Oi, sou eu de novo, o cara que comentou sobre os quóruns das duas votações do senado. Eu vi suas três fontes Lola, e essas três fontes (Jusbrasil, correio brasiliense e Veja) não citam o quórum por maioria simples na primeira votação. Acontece que o STF decidiu que cabia ao senado receber ou não o processo de impeachment, por maioria simples, no dia 17 de dezembro de 2015. É por isso que essa informação não aparece nas suas três fontes, já que as matérias do Jusbrasil, do correio brasiliense e da Veja foram escritas e publicadas antes da decisão do STF. A matéria do Jusbrasil tem mais de um ano, a matéria da Veja é de 12 de março de 2015 e a matéria do correio braziliense é de 2 de dezembro de 2015. Bom, isso é um detalhe insignificante. O fato é que no texto do blog você afirma que as duas votações ocorrerão no senado, e que o quórum de 2/3 se aplica na segunda votação. Está tudo certo. Tudo perfeito. As informações publicadas por você estão corretas e precisas. Parabéns novamente pelo texto que resumiu muito bem o assunto. Abraços!

Anônimo disse...

Lola, acho reprovável a articulação de Temer contra Dilma. Parece urubu em cima da carniça. Mas não vejo como se atribuir a ele (ou ao partido dele) a perpetração de um golpe de estado, simplesmente por não possuir o domínio de todos os fatos, desde o início. Como os fatos, de igual modo, tiveram artífices distintos ao longo de todo esse tempo, não há como se atribuir ao processo de impeachment a natureza de golpe, pela falta de unidade. Quem elaborou e protocolou a ação foram dois juristas - um deles, ex petista decepcionado. Quem aceitou o processamento foi o (execrável) presidente da câmara. Quem definiu algumas regras foi o STF. Quem está votando (e decidirá) é o poder Legislativo inteiro. Como se caracteriza então, a atuação de todos esses agentes como golpe? Só se for um Golpe multitudinário... Seria, assim, golpe a decisão de uma ampla maioria do Poder competente, no sistema republicano de freios e contrapesos?

Anônimo disse...

Esqueceu de citar que muitas pessoas não acreditam no resultado das eleições. Acham que houve fraude no primeiro e no segundo turno. Estranham que uma presidente que quase ninguém suporta tenha sido reeleita.

Anônimo disse...

Poeminha do Impicho

O coxinha quando nasce
Dá golpinho de montão
Mortadela quando como
Causa até má-digestão

O tucano não é gente
É só quer o mal do povo
Me vê uma luta de classe
Pro mundo regredir de novo

Se você é esquerdista
Comedor de criancinha
Vai pra Paris anualmente
E usa iPhone com capinha

Negociando a Lula dança
Pela anta no salão
Com o Temer observando
E o Cunha na marcação

Pedalando no Lago Norte
Presidanta se exercita
Se coletivo vai no rumo
A torcida se agita

Com o vento e mandioca
O cachorro vem atrás
A figura tá oculta
É dia dos animais

20 conto eu te pago
Pra cê se manifestar
Pro outro lado uma camisa
Da CBF vou jogar

Na CUT só tem gente honesta
No MST, trabalhador
No Planalto, gente boa
E eu minto sem pudor

Esquerdistas são vermelhos
Os coxinhas são azuis
Essa briga é lamentável
Vão procurar Jesus

O domingo tá chegando
Desespera o cebolão
Se você cair num bait
Vai tomar um marretão

Anônimo disse...

a) Eu de coração espero que o impeachment não passe mas eu vou achar bom pois eu quero ver as seguintes situações.

a) Eu quero ver a cara dos justiceiros quando unidos PSDB e PMDB pararem as investigações pois o alvo era o PT

b) Eu quero ver a cara dessa classe média metida a rica quando o projeto do PMDB entrar em vigor e mexer em direitos trabalhistas.

c) Os brasileiros necessitam de um choque de realidade pois viraram massa de manobra de um movimento machista que pretende jogar direitos sociais no lixo.

d) Eu vi o discurso do Jean Willys foi 1000, O Jean defende projetos para os portadores de doenças raras e mulheres grávidas e luta contra a intolerância religiosa mas ele é vítima de homofobia.

d) Eu tenho críticas ao governo mas o congresso jamais quis resolver a crise votar estatuto da família em ano de crise é absurdo e fora que é uma lei inútil

Anônimo disse...

Sinceramente acho que a Dilma pode sair hoje, mas como o temer vai governar se ninguém o suporta tbm? E o cunha, quem o suporta? Esse argumento de que a dilma tem que sair porque ninguém a suporta é tão tosco.

"23:36

vc é chato, pq seus comentários são chatos, ng precisa te ~refutar~ pra vc parecer menos mala"

Exatamente, falou tudo! Esse é mais um que ninguém suporta tbm.

Anônimo disse...

Não vai ter golpe
Vai ter impeachment

Anônimo disse...

(Viviane)
É mesmo, Alessandro? Então seus problemas acabaram, pois eu estou com um pouco mais de paciência hoje e vim responder (não escrevi "refutar" porque Olavo e seus seguidores conseguiram estragar essa palavra). Vamos lá: tudo o que você escreveu está correto sobre a FORMA do processo, lembrando que o STF, até agora, NÃO se pronunciou sobre o conteúdo - até porque só vai poder fazer isso depois que o processo for votado pelo Legislativo.
Nas atuais condições, o impeachment é considerado golpe de estado porque, até hoje, não se conseguiu atribuir um crime sequer à presidenta:
1- infração à Lei de Responsabilidade Fiscal não é crime de responsabilidade segundo a CF (mas isso o Donadio explicou bem melhor que eu, quando você insistiu nesse argumento semanas atrás);
2- se existe outro "crime" além desse, qualquer cidadão, inclusive você, pode protocolar um pedido de impeachment no Congresso. A OAB tentou e não conseguiu, talvez porque o digno presidente da Câmara não precisasse mais de pretexto para se vingar do PT. Boa sorte!
Bom, mesmo tentando responder com argumentos, quem frequenta este blog sabe muito bem que você, Alessandro, não passa de mais um "pombo enxadrista", que gosta de dar uma de ofendidinho quando sabe que não tem mais argumentos. Pronto! Pode começar a me acusar de ad hominen. Só que fazer isso sem responder aos meus argumentos vai ficar feio para você, não para mim...

J A.C disse...

No começo dessa agitação, também fui a favor desse impeachment. Mas parei para pra ver e avaliar os "cabeças"por trás desse plano e meu Deus! Só canalhas, que já nem deviam estar em algum cargo sequer. Se for pra ficar pior, prefiro como que seja como está.

Anônimo disse...

Meu filho a decisão do supremo não foi sobre se tem ou não crime de responsabilidade. Para de ser burro. E não vai ter golpe.

Anônimo disse...

Seu textao teria lógica se tivéssemos sistema de parlamentarismo. Aí sim o presidente sai por motivos POLÍTICOS PO-LI-TI-COS POLÍTICOOOOSSSDDVUJVGJXDS

Anônimo disse...

@9:35
Aham.... Duvideodó se o presidente da Câmara fosse do PT que tinha impeachment.
Então é político sim!

Se não, o que explicaria O picolé de chuchu ainda não ter ido pra berlinda?
Alguém aqui já recebeu os créditos da nota paulista?
Sabe o nome disso?
Pedalada fiscal.

donadio disse...

"Gente, as fontes que tenho é que são necessários dois terços dos senadores pra aprovar o impeachment. Olhem isso: JusBrasil, Veja (desculpem!), e Correio Braziliense. Todas falam em dois terços, ou 54 senadores."

São duas votações distintas no Senado.

Se a Câmara aprovar hoje, o processo segue para o Senado, que tem um prazo de dez dias para aceitar ou rejeitar a denúncia. Essa votação se decide por maioria de 50%.

Se o Senado aceitar a denúncia, abre-se o processo no Senado, com prazo de 180 dias, e direito a ampla defesa (sim, com a Dilma podendo se defender, provavelmente ao vivo e a cores, via rádio e TV - ou a Globo e cia. vão fazer um caladão?).

O impeachment propriamente dito só é votado no final disso, e aí só passa por maioria de dois terços.

Alessandro Bruno disse...

Valeu, Viviane, pelo menos um comentário com conteúdo me respondendo.

Quanto as pedaladas serem crimes de responsabilidade ou não, a questão divide a opinião dos Juristas, você e o Donadio ficaram com a versão mais favorável ao partido e ignoraram a outra. Quer ver uma fonte isenta, que explica bem porque muitos especialistas (inclusive a OAB) acreditam que seja, o próprio politize que a Lola citou no texto explica isso:

http://www.politize.com.br/leis/dilma-cometeu-crime-responsabilidade-contra-a-favor/

E quanto ao STF, o próprio Decano, o ministro Luís Roberto Barroso, já disse em todas as letras que o Impeachment não e golpe.

http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2016/03/impeachment-nao-e-golpe-diz-barroso-comissao-da-camara.html

donadio disse...

Porra, "suportar" não é sinônimo de "apoiar".

Anônimo disse...

"Os brasileiros necessitam de um choque de realidade pois viraram massa de manobra de um movimento machista que pretende jogar direitos sociais no lixo."

Movimento machista???

Anônimo disse...

SOMOS TODOS MORO.

Anônimo disse...

dilma fica

Anônimo disse...

Dilma sai.

Anônimo disse...

dilma sai em 2018
lula volta em 2019

Anônimo disse...

Ai q sdds do governo Lula, bons tempos

fhc chora

Anônimo disse...

"dilma sai em 2018
lula volta em 2019"

Dilma sai em junho

Caiado presidente em 2019

Anônimo disse...

Lola, não vai ter golpe, vai ter impeachment.
No mais é #TchauQuerida

Anônimo disse...

Sinceramente, tanto faz. Acho que nada disso (dilma ficar ou sair) muda muito a vida de quem é da classe média.

Anônimo disse...

Temer que se uniu ao Cunha, já se sente presidente, participou efetivamente das manobras, falcatruas e até ameaças para conseguir o poder. Já o Itamar Franco, pelo menos tinha alguma dignidade e caráter. Se afastou do cenário político durante o processo. Não se pode esperar o mesmo da dupla Temer e Cunha, os mais golpistas, traidores e corruptos.

Anônimo disse...

Desculpe, mas esse argumento de que "outros faziam" por isso eh golpe não faz sentido.

Alguém cometer um crime justifica o crime dos outros por acaso Lola? Só transferir para coisas mais comuns, como estupro, por exemplo. Se ta todo mundo estuprando quer dizer que algum amigo seu não deveria ser punido se ele fizer também? Não né.

Então se pedelada fiscal se enquadra como crime de responsabilidade, se crime de responsabilidade é o requisito para ter o impeachment, e se a Dilma fez essas pedaladas fiscais, não é nada "golpe" tentar tirar ela do poder oras. Não da pra ser mais claro que isso. E que os outros pedaladores sejam punidos também! Onde já se viu defender que alguém que cometeu um crime não seja punido só pq tem outra pessoa que saiu impune em vez de querer prender todo mundo??????

Anônimo disse...

dilma fica

Anônimo disse...

Os outros pedaladores não serão punidos após o impeachment, caso aconteça. O alvo da punição é só o pt.

Daniel_hct disse...

A conduta do Temer e uma vergonha! um vice conspirar contra o presidente para assumir o poder. Eu acho que vice deveria ser que nem ministro: indicado pelo titular(seja prefeito, governador ou presidente), e se o titular quiser pode trocar o vice durante o mandato, como um ministro. Assim se elimina o possibilidade de um vice golpista. Porque vice nao tem funcao, a nao ser substituir quando o titular esta ausente e assumir quando o titular morre, renuncia ou perde o cargo, por isso mesmo deve ser absolutamente leal ao titular.

Anônimo disse...

Dilma sai.

Anônimo disse...

dilma sai em 2018
lula volta em 2019

Anônimo disse...

"Os outros pedaladores não serão punidos após o impeachment, caso aconteça. O alvo da punição é só o pt." (2)

dilma fica

Anônimo disse...

Uma vergonha mesmo ter um vice-presidente tão golpista e canalha como esse, o vice deveria permanecer neutro em situações como essas. O pt escolheu muito mal.

Anônimo disse...

Temo ter o Temer como ''presidente'' durante 2 anos e meio :(

Anônimo disse...

Trocar a dilmerda pelo temerda é 6 por meia dúzia.

Anônimo disse...

dilma sai em 2018
lula volta em 2019

Anônimo disse...

15:59

veja pelo lado bom, pelo menos não é CUnha e nem o bolçomerda, q são 10x mais bostas do q esses

Anônimo disse...

Ai, ai, ai ai
Está chegando a hora!
O dia já vem, raiando meu bem
E a Dilma está indo embora!!!

Anônimo disse...

dilma sai em 2018
lula volta em 2019

(2)

Anônimo disse...

Como estão as votações? Nem quero acompanhar pela tv e menos ainda pela redebobo, ecaaaaa

Anônimo disse...

Se as ausências se mantiverem, meu modelo projeta a vitória do impeachment por 357 votos a favor e 119 contra #sessaodoimpeachment

Anônimo disse...

Vixe, o pau quebra então

Anônimo disse...

Dilma sai em junho.

Caiado presidente em 2019.

Anônimo disse...

Dilma sai em junho

Bolsonaro presidente em 2019.

Anônimo disse...

A casa caiado

Anônimo disse...

bolsomerda fede demais, argh

Anônimo disse...

"bolçomerda fede demais, argh" (2)

Anônimo disse...

O boçalnaro nunca sofrerá um impeachment...porque ele nunca será eleito mesmo hehehehehe

Anônimo disse...

Com quórum de 498 deputados nesse momento, governo reconhece que situação ficou extremamente delicada na #sessaodoimpeachment

Anônimo disse...

Nas últimas 72 horas, os tradicionais financiadores de campanhas entraram em campo a favor do impeachment, ligando p/deputados. Funcionou.

Anônimo disse...

Só agora o pt percebeu que a situação é extremamente delicada? Brincadeira...

Anônimo disse...

A Polícia Rodoviária Federal interceptou em Anápolis ônibus com bolivianos que rumavam para Brasília:

http://www.metropoles.com/brasil/politica-br/onibus-bolivianos-que-viriam-para-manifestacao-sao-apreendidos-em-go

Rê_Ayla disse...

Pessoal que fica gritando #nãovaitergolpe lembra que votou em Temer também ao votar em Dilma? Lembram que PT passou os últimos anos de mãozinhas dadas com PMDB e outras ratazanas? Lembram que PT pediu impeachment de TODOS os presidentes a partir da redemocratização? Guinada à esquerda por um partido que passou os últimos anos abraçado à bancada evangélica, ao agrobusiness e a outros grupelhos conservadores?

Parabéns ao PT... as ratazanas agora abandonam o barco e o partido colhe o que plantou ao fazer alianças espúrias em nome de uma dita 'governabilidade'.

Anônimo disse...

Pois é, quem mandou fazer alianças de gosto duvidoso com cretinos? Se juntar com grupelhos conservadores é pior do que vender a alma ao demo, se deixam de fazer as vontades desses grupelhos uma única vez, já é motivo para eles destruírem qualquer um.

Anônimo disse...

Muito interessante http://linhacaatomica.blogspot.com.br/2016/04/pai-e-filho.html

Anônimo disse...

A votação já começou, e não tá bonito pra Dilma:

http://especiais.g1.globo.com/politica/2016/processo-de-impeachment-de-dilma/a-votacao-do-impeachment-na-camara/

Anônimo disse...

Temos que ser realistas. A pressão para encerrar o ciclo governista do PT é muito, muito forte.

O Brasil está em crise, sim. Mas não necessariamente resultante apenas da economia, mas de uma série de fatores.

Estou preparada para Dilma sair do governo, porque até as multinacionais tem fornecido muito dinheiro para essas manifestações pateticamente furiosas.

Ando muito apreensiva sobre o que vai acontecer no Brasil. Creio que não será o pesadelo de 1964 a 1985, mas não deixa de ser sombrio.

Seja qual o for o resultado, creio que a crise não acabará. O que sei é que essa crise vai mexer nas zonas de conforto de muita gente.
Hoje dará a resposta, a ser noticiada no café da manhã seguinte dos/a brasileiros/a.

Anônimo disse...

Pelo andar da carruagem, acho que vai ter golpe sim viu :(

Anônimo disse...

A maioria da (principalmente da extrema) direita é muito truculenta, não entende de leis (ou finge que não), e provavelmente pode derrubar um governo eleito democraticamente por conta de acusações ainda mal explicadas contra a presidenta.

Anônimo disse...

Dilma está tomando o maior pau, vai dar impeachment mesmo. Se fodeu!

Anônimo disse...

É Lola, vamos aceitar que dói menos. O golpe já está feito. Antes ela tivesse perdido a eleição.

Anônimo disse...

Adeus Dilma, já era. Que triste, nunca imaginei que o fim do governo do pt na presidência seria assim. Ainda mais sendo uma mulher como presidente.

Anônimo disse...

Agora as investigações vão parar?

Anônimo disse...

Vão parar no PT.

Anônimo disse...

Dilma foi traída tbm pelos bandidos da bancada evangélica que ela se juntou para se reeleger.

Anônimo disse...

Nossa bandeira nunca será vermelha. Adeus PT! Não volte nunca!

Anônimo disse...

O que cor de bandeira tem a ver? Desde quando o pt quis mudar a cor da bandeira? Que bando de trolls idiotas.

Anônimo disse...

Lola sumiu? Cade a Lola?

Anônimo disse...

"O que cor de bandeira tem a ver? Desde quando o pt quis mudar a cor da bandeira? Que bando de trolls idiotas."

Idiota é quem não entende nem uma metáfora tão óbvia...

Anônimo disse...

Como se desse para acreditar em alguma previsão da Lola, a que pouco tempo atrás dizia que conservadores não colocavam gente na rua por acharem que "era coisa de vagabundo"...

O governo do PT já acabou. Só estamos lhe dando uma despedida adequada.

Anônimo disse...

Tudo mundo sabe que impeachment não é golpe, se chama de golpe por conta das circunstancias muito desonestas em que se deu esse impeachment. Depois chama os outros de lesados.

Anônimo disse...

"Tudo mundo sabe que impeachment não é golpe, se chama de golpe por conta das circunstancias muito desonestas em que se deu esse impeachment. Depois chama os outros de lesados."

Ô lesada, eu falei "o" impeachment, claramente me referindo ao impeachment em questão. Que é perfeitamente legal. Discorda? Vai reclamar com o Supremo Tribunal Federal.

Anônimo disse...

Todo mundo sabe que essa bobagem de cor de bandeira é uma metáfora estúpida e nada inteligente, na qual se brinca com a própria ignorância, por isso é tão idiota.

Anônimo disse...

Continua lesado, tentando explicar o que todo mundo já sabe e deturpando tudo. A trollagem está boa.

Anônimo disse...

"Todo mundo sabe que essa bobagem de cor de bandeira é uma metáfora estúpida e nada inteligente, na qual se brinca com a própria ignorância, por isso é tão idiota."

Mais idiota do que levar uma óbvia metáfora literalmente? De jeito nenhum.

Anônimo disse...

Não tem nada demais em se criticar metáforas idiotas.

Anônimo disse...

"Continua lesado, tentando explicar o que todo mundo já sabe e deturpando tudo. A trollagem está boa."

Se já sabe e persiste no erro, já não tem nem a desculpa da ignorância, é pura burrice mesmo.

Não é surpresa que estejam perdendo tão feio, seja na votação, seja na opinião pública.

Anônimo disse...

#TchauQuerida #ImpeachmentNãoÉGolpe
Agora estou feliz porque o Brasil vai voltar a ser como nos nos anos 90 sem gayzistas, feminazis, guerras de classes e negros revoltados e bandidos sendo tratados como vítimas da sociedade.

Anônimo disse...

Não tem coisa mais lesada com que esses trolls carniceiros chatos.

Anônimo disse...

"Se já sabe e persiste no erro, já não tem nem a desculpa da ignorância, é pura burrice mesmo."

Não se pode descartar a terceira possibilidade, má fé, especialmente quando se trata de petistas e seus apoiadores...

Anônimo disse...

"Não tem coisa mais lesada com que esses trolls carniceiros chatos."

Melhor ser um carniceiro que ser um parasita, como vocês.

Anônimo disse...

Carniceiro é pior que parasita porque é um parasita que não se acha parasita.

Anônimo disse...

"Carniceiro é pior que parasita porque é um parasita que não se acha parasita."

Hã... Não. Vá ler A Revolta de Atlas e entenda melhor seu tipo, parasita.

Anônimo disse...

Tem vários tipos de parasita e o blog da Lola é um antro desses trolls

Anônimo disse...

Dilma e o pt estão levando uma tremenda surra e o mais interessante é que vem principalmente dos próprios políticos bandidos das bancadas evangélicas e coronéis ruralistas.

Anônimo disse...

Boa parte dos posts misândricos já foram percebidos que vem dos trollzinhos de sempre.

Anônimo disse...

"Bancadas conservadoras e dos coronéis que o próprio pt se aliou, não é mesmo? Não queria dizer isso, mas bem feito."

Com certeza, gente que se alia com gente como Sarney e Kátia Abreu devia ter vergonha na cara e parar de dizer que tudo contra eles é direita.

Anônimo disse...

Foi o próprio pt que fez alianças com a bancada evangélica, coronéis ruralistas, maluf, collor, sarney, temer... Só desgraças, só a escória.

Anônimo disse...

O pt se aliou a bandidos da própria direita do mais baixo nível. Quando se faz aliança com esses bandidos é preciso fazer tudo o que eles pedem, se não eles fazem um estrago, destroem mesmo. E foi o que aconteceu.

Anônimo disse...

Até o collor escolheu melhor o vice dele.

Anônimo disse...

A Kátia Abreu é governista ferrenha.

Anônimo disse...

Tem evangélico levando lista para recordar o nome dos familiares mais próximos, que amor pela família hein O cara não sabia o nome da irmã, mulher, neta...

lola aronovich disse...

Onde eu estou, anon? Estou no Twitter. Na realidade estou sem internet. Bem no dia do impeachment, minha internet só cai (bem, está caindo direto faz uma semana, um inferno).
Alguém aí chamou Maluf de aliado histórico do PT? Cara, vai estudar história, vai. Tente não passar tanta vergonha em público.

Anônimo disse...

Gregório de Matos seria preso e torturado na ditadura militar também e faria poemas em homenagens sinceras para fhc, cunha, temer, alckmin, aécio, bolsonaro e todos esses. Então tanto faz o partido político ou nome.

Anônimo disse...

Ei, porque apagaram o poema de Gregório de Matos que eu postei? Quanto respeito com um grande poeta brasileiro, vindo de uma professora de línguas...

Anônimo disse...

Respeito? Usando o nome do poeta apenas por interesses partidários, cara de pau.

Anônimo disse...

Jean Wyllys cuspiu na cara do Bolçovomito
pelo menos essa votação serviu pra alguma coisa útil.

Anônimo disse...

Não deveria ser tão difícil assim ser ultra-conservador no período da colonização. Isso era muito mais regra do que exceção obviamente. Se no Brasil atual tem tanta gente assim, imagine nos seculos passados.

Anônimo disse...

Teu blog está cheio de trolls

Anônimo disse...

O tal lá querendo provar a qualquer custo que um cara que viveu no Brasil colônia do séc xvii de família de coronéis era ultra-conservador, oh que imprevisível e garante que se ele vivesse hoje em dia ele seria exatamente igual. Pode até ser, mas pra que isso? Pra que falar pelos outros? Ainda mais ditando e especulando como seria hoje em dia a mente de alguém que viveu a quase 500 anos atrás, caso vivesse hoje.

Anônimo disse...

Mesmo que fosse um super-ultra-mega-conservador agora, um conservador honesto de verdade e de caráter (coisa rara ou talvez impossível) criticaria corrupção vinda de qualquer partido político, incluindo a corrupção vinda dos partidos conservadores tbm.

Anônimo disse...

O que foi aberto agora foi apenas um processo de impeachment? Então não é o impeachment propriamente dito? Alguém pode me explicar, por favor?

Anônimo disse...

Dilma tem uma mea-culpa sim e isso não se pode negar, mas não há crime provado contra ela e espero que consiga se sair dessa.

Sergio Duarte disse...

Houve autorização para o prosseguimento.Só. Nem processo existe. A abertura do processo cabe ao Senado, pela maioria simples. Aberto o processo, a Dilma é afastada. Depois há novo julgamento, e ela só então sofreria o impeachment se tiver 2/3 dos votos contra.

Anônimo disse...

Lembrando que o Collor também não tinha nenhum crime provado contra ele, tanto que foi inocentado na Justiça e não recebeu o mandato de volta e nem e elegibilidade.

Anônimo disse...

O bostanaro provocou o jean de propósito para o jean ficar irritado e sair de vilão. O jean infelizmente mordeu a isca, como o bostanaro quis.

Anônimo disse...

Nós seres humanos, como espécie, e especialmente nós homens, precisamos rever nossas prioridades na vida. Se cuidados com a saúde fossem importantes ninguém estaria morrendo em filas e nas portas de hospitais. Se qualidade de vida fosse importante, não haveria fome. Nós homens precisamos ter iniciativa para melhorar o nosso país e em verdade todo esse mundo em que vivemos. Algo simples seria entregar todos os cargos de poder às mulheres. Deixar tudo sob a responsabilidade das mulheres. Quem são as pessoas que servem todo mundo e só começam a se servir e comer sua comida quando vê que todos estão bem servidos e comendo? AS MULHERES! Quem é a grande maioria das pessoas trabalhando nas escolas, creches e nos orfanatos? Campos de refugiados por todo lado, quem trabalha? As mulheres. Os homens estão sentados tomando chá. Eles são bons? É difícil saber. As mulheres trabalham. Elas procuram fazer o que as outras pessoas pedem e o que elas necessitam. Ser gentil em casa, não importa o quão ruins as coisas estejam. Ser gentis nas estradas, se forem refugiadas, não importa o quão ruim as coisas estejam. São estupradas pelos homens, que lhes roubam os filhos para transformá-los em soldados-crianças. E ainda assim elas procuram fazer o melhor que podem. Por isso eu convoco todos os companheiros do meu sexo: deixem todos os cargos de poder e posições de controle e decisão na sociedade para as mulheres. É o melhor para todo mundo. Vocês sabem que isso é verdade. Não sejam gananciosos, egoístas, egocêntricos e estúpidos. Façam um pouco de esforço pelo bem de todo mundo, vocês são capazes! Eu acredito em vocês, eu acredito em mim, não somos tão diferentes assim :)

Anônimo disse...

Espero que os nostálgicos dos anos noventa não peçam a volta do ibope das decadentes novelas da globo e das terríveis micaretas.

Anônimo disse...

Esses trolls, apelando para a misoginia de sempre.

Anônimo disse...

Não sei como a Lola consegue ser tão otimista, admiro muito isso. Lamentável esses trolls.

Anônimo disse...

Mulheres com poder destruiriam o mundo? Retornaríamos aos tempos da pedra lascada? Engraçado que onde as mulheres têm poder são as sociedades com maior civilidade, as mais avançadas socialmente e as mais pacíficas também. Não são as mulheres que estão destruindo o mundo, causando guerras, pilhagens, estupros, negando direitos básicos à maioria da população e destruindo egoisticamente tudo que poderia melhorar a vida nessa planeta. Você e eu sabemos muito bem quem faz isso, meu caro. Mas você é incapaz de admitir isso e precisa reverter a realidade, jogar toda a culpa e projetar nas mulheres tudo o que há de pior, não é? Que covarde... Que vergonha!

Anônimo disse...

Que bom ver que estão apagando vários ataques de trolls.

No mais, amanhã é outro dia...

Anônimo disse...

Verdade seja dita: Brasil é país laico e democrático somente na teoria! Dilma foi ELEITA por eleição direta! Triste saber e ver o que foi dito pelos que votaram favoravelmente pelo impedimento! Epifania religiosa e familiar NÃO RESOLVERÁ A CRISE!

Anônimo disse...

Esses mascus ignorantes falam é merda. Os países onde as mulheres são mais respeitadas, com mais equidade entre os sexos, onde tem menos machismo e homofobia são justamente os países mais desenvolvidos.

Daniel_hct disse...

Finalmente o golpe passou! Depois da palhaçada que foi a votação, em que quase nenhum dos deputados que votaram no SIM falou do que estava sendo julgado ali, as "pedeladas" fiscais, mas sim da familia, dos filhos, das obras que o PT nao fez nos estados deles, da crise, do desemprego, das ditaduras bolivarianas sanguinarias, etc., sendo que muitos desses deputados estao envolvidos em corrupçao, sendo que o presidente da camara é provavelmente o politico mais corrupto do Brasil, o que efetivamente aconteceu foi um golpe. Golpe porque foi autorizado de forma inconstitucional ao senado a abertura do processo de impeachment, já que a constituição so permite isso com base em crime de responsabilidade. E a grande maioria dos deputados que votaram SIM ignoraram esse fato nas suas falas, agindo como se pudessem impedir a presidenta so porque nao a querem no governo, sem haver fato juridico que autorize sua cassação.

So nos resta ver para onde a ponte do Temer vai nos levar a partir de agora.

Anônimo disse...

1) Hoje NÃO é o impeachment. O que vai acontecer é a Câmara autorizar o Senado a abrir um processo para haver um julgamento da presidente.
...
2) O Senado então terá que decidir pela continuação do processo. Isso pode levar até 24 dias. Ou seja, até o dia 11 de maio. É preciso o voto de 41 dos 81 senadores (maioria simples) para o processo de impeachment ser instaurado.
...
3) Ou seja, se nessas próximas semanas o Senado decidir contra Dilma, então, SIM, a presidente será afastada do cargo. Isso acontecerá lá para o começo de maio, provavelmente. Mas ela é afastada temporariamente, e não destituída.
...
4) Nesse caso, Temer assume provisoriamente, por, no máximo, 180 dias - período esse em que cabe ao Senado formar uma comissão para, AGORA SIM, debater e decidir pelo impeachment.
...
5) Ao fim de 180 dias (lá para novembro), Dilma pode ser definitivamente ser afastada ou reassumir, dependendo da decisão no Senado. São necessários votos de 54 dos 81 senadores para a efetivação do impeachment.

Se tiver algum erro podem me alertar!

Anônimo disse...

Ixi, acho que a casa está caindo.....Saber perder faz parte do jogo.

Julia disse...

Orgulha da minha Bahia. O estado menos reaça do Brasil.

Anônimo disse...

finalmente esse dia chegou. aguentem firme, opositores das pessoas que tem religião católica, que querem ter uma família que preste, que querem crescer junto com o país e não tem preguiça de trabalhar! é a vontade de Deus! Que Deus abéncõe as pessoas de bem que querem apenas viver em paz e da melhor maneira.

Anônimo disse...

sou conservador e sou contra qualquer tipo de corupção, mas não é possível tirar todos corruptos de uma vez. O que acontece é um dominó que houve o primeiro peteleco, e todos acabarão caindo, se Deus quiser.

Anônimo disse...

Mais trolls mentirosos que fingem que acreditam que os corruptos de outros partidos serão derrubados. Pior foi o que usou a 'meritocracia' e a igreja católica no discurso.

Anônimo disse...

brasileiro muda de lado assim que vê que vai perder. Sem Dilma o país vai continuar a mesma porcaria de sempre. Não sei porque tanta comemoração.

Anônimo disse...

Não adianta ficar querendo comparar o Brasil com países de primeiro mundo. Temos que ver o que dá para ser feito com o povo e com o que temos aqui. Essa histeria, misturada com desespero não vai resolver nada.

Anônimo disse...

"brasileiro muda de lado assim que vê que vai perder. Sem Dilma o país vai continuar a mesma porcaria de sempre. Não sei porque tanta comemoração."

Mais uma governista amarga com a alegria que o povo brasileiro está sentindo no momento...