segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ROXANE GAY, UMA FEMINISTA MÁ

"Bad Feminist", ou "Feminista má", é um ensaio de 2012 da feminista afro-americana Roxane Gay. E é muito bom (tem uma palestra dela de 11 minutos aqui, mas não deixe de ler o ensaio. Como não encontrei tradução pro português, as traduções neste post são minhas). 
Falamos sobre ele num dos meus cursos de extensão sobre gênero, literatura e cinema, e ele é ótimo para, a partir dele, discutir vários pontos relacionados ao feminismo. E eu sei que inúmeras discussões são necessárias porque um tipo de email que recebo frequentemente é "Posso ser isso / fazer aquilo (insira aqui tudo que você puder imaginar) e ser feminista?" Eu sempre respondo que yes you can.
Cavlin: Vc odeia ser menina?
Susie: Deve ser melhor que a
alternativa.
Roxane Gay começa dizendo que sua definição favorita de feminismo é a de uma australiana, Su: “mulheres que não querem ser tratadas como merda”. Ok, isso já estabelece o tom irônico de seu ensaio. Mas definir feminismo não é tão fácil mesmo. a definição geral de que feminismo é a luta pela igualdade de gêneros não é aceita por todxs, porque, afinal, ser igual a algo que não está dando muito certo é medíocre. Como cita Ana Cecília Dantas em sua dissertação de mestrado,“Exigir que uma pessoa se iguale a quem estabeleceu os padrões significa dizer que a igualdade jamais será alcançada”.
Além do mais, direitos iguais, legalmente falando, estamos perto de conseguir. Mas só a lei não basta para que mulheres e demais grupos historicamente oprimidos consigam algum tipo de igualdade. É preciso mudar a cultura. 
bell hooks prefere uma definição mais ampla: “feminismo é um movimento para acabar com o sexismo, com a exploração sexista, e com a opressão”. Hooks tinha problemas com feministas brancas que diziam que o feminismo era apenas sobre conseguir igualdade com homens no sistema vigente. Era óbvio para feministas negras e lésbicas que elas nunca teriam igualdade dentro de um sistema de supremacia branca e patriarcado capitalista, que hooks define como sexismo institucionalizado. Ou seja, as feministas mais revolucionárias não querem só mais direitos dentro do sistema –- elas querem transformar o sistema.
Em seu ensaio, Roxane alega não se sentir tão comprometida com o feminismo como deveria estar. Ela cita o que Butler escreveu em 1988: “Performar de forma errada o seu gênero inicia uma série de punições óbvias e indiretas, e performá-lo bem providencia a certeza de que existe um essencialismo de identidade de gênero”. 
Roxane se queixa de que essa tensão -- a ideia de que existe o jeito certo de ser uma mulher -- é constante. Vemos essa tensão nos padrões de beleza: o jeito certo de ser uma mulher é ser magra, usar maquiagem, vestir-se corretamente. Boas mulheres cuidam da casa sem reclamar.
Para Roxane, isso também se aplica ao feminismo. Existe um feminismo essencial, maneiras certas e erradas de ser uma feminista, e consequências por “fazer” errado. O “feminismo essencial” sugere raiva, falta de humor, militância, detestar pornografia, combater a objetificação das mulheres, odiar homens e sexo, focar na carreira, não se depilar. Roxane sabe que são estereótipos, mas muita gente acredita neles.
Acho que dá pra resumir: o problema do feminismo essencial é que, como se diz popularmente na internet, ele “caga regras”. 
Existe também o medo de aceitar o rótulo de “feminista”, que muitas vezes não é dito gentilmente. Um homem com quem Roxane estava saindo disse pra ela: “Você é algum tipo de feminista, não é?” Ela ficou quieta e pensou: “Não é óbvio que sou feminista, mesmo não sendo uma muito boa?”
Roxane cita Audre Lord: “Sou uma feminista negra. Reconheço que meu poder assim como minhas opressões são resultado de ser negra e mulher, e por isso minhas lutas nessas duas frentes são inseparáveis”. Como negra, Roxane vê que muitas feministas não se preocupam com racismo, pós-colonialismo, mulheres no Terceiro Mundo, combate aos arquétipos em que negras são enquadradas (mulher negra furiosa, mammy, Hottentot -– mulher com bunda grande que desperta desejo sexual e é vista como freak).
Vidas negras importam. Deveriam
importar pro feminismo também
Roxane menciona um caso ocorrido em 2008. Uma feminista negra americana reclamou que uma editora feminista, Seal Press, não tinha muitas mulheres não brancas no catálogo. Uma das editoras da Seal respondeu que não recebia propostas suficientes. Em outras palavras, ela pôs a responsabilidade de fazer o feminismo mais inclusivo nas mulheres não brancas. Houve um grande debate na blogosfera. Roxane diz e pergunta:
“Essa ignorância e desinteresse em incorporar os temas e preocupações das mulheres negras no feminismo mainstream me desinclina a aceitar o rótulo feminista enquanto ele não aceitar pessoas como eu. Será essa a minha forma de essencializar o feminismo, de sugerir que existe uma forma correta de feminismo ou um feminismo mais inclusivo?”
Ao mesmo tempo, o feminismo também é muito criticado porque ele promete que é possível para uma mulher "ter tudo", "have it all", que na prática só funciona para mulheres privilegiadas. Mas, segundo Roxane, essa noção de querer e poder ter tudo é atribuída ao feminismo injustamente, porque faz parte da natureza humana querer tudo. Seria muita responsabilidade em cima de um movimento cujo principal objetivo é conquistar a igualdade. 
Roxane confessa: “Estou falhando como mulher. Estou falhando como feminista. Aceitar o rótulo feminista não seria justo para as boas feministas. Se sou mesmo uma feminista, sou uma feminista má”.
E ela lista: ela quer ser independente, mas quer que alguém tome conta dela, alguém em casa. Ela quer ser forte e profissional, mas não gosta de ter que trabalhar tanto para ser levada a sério. Ela ouve rap com letras que são degradantes para as mulheres. 
Consertar o mundo
Rosa é sua cor favorita. Ela adora vestidos e moda. Ela se depila. Ela não sabe nada sobre mecânica. Quando o carro quebra, ela não é independente. Ela adora homens. Ela vê algumas tarefas domésticas como pertencentes a um gênero: cortar a grama, levar lixo pra fora, matar baratas, são tarefas masculinas, para ela.
Às vezes ela finge orgasmo, porque é mais fácil. “Então eu me sinto culpada porque a irmandade não iria aprovar”. Ela nem sabe o que é essa irmandade, mas tem certeza que as boas feministas não temem essa irmandade porque se comportam direitinho.
Feminista peluda
Ela ama bebês e quer ter um. Ela se preocupa em morrer sozinha, sem casar. “Isso meio que me mantem acordada à noite, mas eu finjo que não porque tenho que ser evoluída. Meu sucesso deve ser suficiente se sou uma boa feminista. Não é suficiente. Não chega nem perto”. 
Pra resumir: ela é uma mulher com 30 e poucos anos tentando se aceitar. Ela é humana. Tem defeitos. Quem não tem? Roxane conclui:
Virginia Woolf: uma femi-
nista é qualquer mulher
que conte a verdade sobre
sua vida
“E mesmo que eu possa ser uma má feminista, estou profundamente envolvida com temas que são importantes ao movimento feminista [misoginia, sexismo, desigualdade salarial, culto à beleza, direitos reprodutivos, violência contra a mulher etc]. Estou tão comprometida a lutar bravamente pela igualdade como estou comprometida a desfazer a noção de que existe um feminismo essencial”. 
Mas ela é o tipo de feminista que também se importa com questões menores, como Kristen Stewart ser crucificada em público por trair Robert Pattinson.
Roxane se arrepende de ter internalizado os mitos ridículos sobre feministas (aqueles que ela cita no começo). “Não quero dispensar o feminismo como tantas outras mulheres fazem”. 
No entanto, insiste ela, “Também quero ser eu mesma. O mau feminismo parece ser a única maneira que eu posso abraçar o feminismo e ser eu mesma”. 
E agora sim ela conclui: “Não importa que problemas eu tenha com o feminismo, eu sou uma. Não posso nem irei negar a importância e necessidade absoluta do feminismo. Como a maior parte das pessoas, sou cheia de contradições, mas tampouco quero ser tratada como merda por ser mulher. Sou, portanto, uma feminista má. Prefiro ser uma feminista má a não ser feminista”. 
Amen, sister!

234 comentários:

1 – 200 de 234   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

"Ou seja, as feministas mais revolucionárias não querem só mais direitos dentro do sistema –- elas querem transformar o sistema"

Só faltou combinar com a outra parte. Como se pretende fazer pessoas viverem deu ma forma que elas não querem nem acreditam?
Acho que e ai que o feminismo se perde, em querer manter dialogo com o opressor que não esta aberto a este dialogo, para mim feminismo limpinho cheirosinho não se cria, feminismo que "pede licença" não tem produtividade, não se faz revolução "pedindo por favor" a revolução e uma ruptura violenta, e violência pode ter bom uso se bem dosada.

O foco do feminismo deve ser o emponderamento da mulher, e um trabalho de construção de uma teia social feminina que convença o maior numero de mulheres a não fazer concessões para com os inimigos opressores,Não se pede licença para opressores, não se dialoga com opressores, não se tem sentimentos românticos para opressores, não se erotiza a opressão dos agentes do patriarcado. Feminismo que dá resultado e o de ocupação de espaços principalmente de formação intelectual onde não se admite opressores. o feminismo vai ter exito quando a irmandade feminina substituir a família patriarcal burguesa e educar suas crias de acordo com seus dogmas revolucionários e libertadores, dai veremos em poucas gerações que a doença chamada masculinidade/machismo será tão erradicada e especie de estudos como os Neandertais.

Anônimo disse...

Infelizmente esse mundo é controlado por politicos que servem o interesse de capitalistas globalistas racistas eugenistas americanos e europeus. Não temos muito oque fazer por nossa sociedade.

Anônimo disse...

"não se dialoga com opressores, não se tem sentimentos românticos para opressores, não se erotiza a opressão dos agentes do patriarcado"

Tá, eu sou mulher cis hétero, gosto de me relacionar com homem, tenho tesão em homem, e gosto de pau(Eu não gosto e de machismo e falta de respeito),e não existe a menor possibilidade de eu virar lesbica. E agora vão caçar minha carteirinha?

Anônimo disse...

Você se depilar e usa rosa também é? Lava a louça e prepara a comida? Lava as cuecas dos xy? Uma pena, pois você só esta sendo reprodutora passiva do machismo.

Heterossexualidade é imposta, o mundo seria melhor se todas fossem lésbicas, ninguém vai caçar carteirinha, mas as libs acham que vão conseguir algo erotizando a opressão.

Anônimo disse...

Virar lésbica ninguém vira, esta e uma condição inerente a sexualidade individual.

mas assexual e possível sim, eu sou a prova disto, desde que comecei a militar e a conhecer os mecanismos sutis de opressão do patriarcado( nem tão sutis assim) eu comecei a matar o mito do amor romântico em minha psique, e isto e muito libertador sim.

Ate porque sem o mito do amor romântico fica difícil sentir atração por homem, fisicamente eles não são muito atraentes,então sem esta programação patriarcal não e tão difícil se libertar.

Jonas Klein disse...

E o fato e que ser feminista não e fácil, nem para homem nem para mulher, eu acho que a Roxane, só precisa retocar esta parte das tarefas domesticas, que ela pensa que tem coisas que são dever dos homens, e especialmente a parte que ela perde o sono por causa da questão do casamento, não que uma pessoa que feminista, não possa querer casar, mas dai perder o sono por casa disso ai já e demais, no resto do que ela descreve sobre o perfil dela, eu não vejo nada que seja contraditório com fato dela ser feminista, ate porque a ideia principal do feminismo dar liberdade as mulheres, e não as prender em um outro estilo de opressão.

Eu acho que Roxane, esta e precisando de mais empoderamento em todos os sentidos.

Um boa tarde todos(as)

Anônimo disse...

Ver uma porcaria de um homem como o individuo ai acima dizendo do quem feminista "precisa ou deixa de precisar" e de fazer meu ovários doerem.
Faz um favor Jonas vá para algum bar cheio de omi inútil igual você vomitar para eles suas teorias imbecis, e no esgoto do testosterona o lugar de vcs.

Anônimo disse...

Não existe homem feminista! Se algum homem quer fazer algo de útil uma vez na vida que desconstrua o machismo nos lugares que frequenta e deixe os espaços das mulheres em paz!

chega de piroco xy e o diabo que for invadindo os espaços das mulheres

Anônimo disse...

De fato o "have it all" é constantemente atribuído ao feminismo, mas também não é pelo motivo que ela cita, na minha opinião...

Mulher TEM que ter tudo pra ser feliz, TEM que dar conta de tudo sem reclamar, TEM que fazer tudo com maestria, TEM que... TEM que... TEM quem... Ah... maldito feminismo, arruinou a vida das mulheres!!!!
Cara, eu queria uma moedinha cada vez que eu escuto/leio isso. Eu já teria uma caixa forte igual a do Tio Patinhas...

Quem criou o mito do "have it all" foi o patriarcado. E como fazem os molequinhos do primário quando aprontam e culpam o coleguinha de classe, uzomi apontaram o dedo pro feminismo. "Viu??? Eu disse que isso era ruim pra você".
"Have it all" é só mais um estratagema para os folgados não terem que tirar o rabo do sofá, enquanto tem uma vassala trabalhando triplicado por e para eles.

Jane Doe

Mila disse...

1. Os tipos de feminismos sempre me intrigaram, tenho dificuldade de assumir qualquer lado. Na maioria das vezes, sigo o feminismo mainstream, que é branco, universitário, de classe média, pois, em geral, as pautas desse tipo de feminismo me contemplam.
Mas obviamente esse feminismo tem seus derrapes. Já vi aqui no blog e em outros espaços deslizes com as vivências de negras e gordas, grupos os quais me identifico. Devem haver outros deslizes também com outras vivências, vez ou outra alguém aponta aqui. No entanto, nem sempre o feminismo negro me contempla em sua totalidade, geralmente há várias pautas relacionadas à mulheres negras de periferia.
2. A segmentação de feminismo me divide ainda em relação à representatividade. Embora eu tenha a impressão de que Às vezes ele divide as discussões, por outro lado, é válido que os diferentes públicos tenham a sua voz respeitada e ouvida. No texto, há a fala da bell hooks. Penso que isso pode se aplicar à nós ocidentais em relação ao feminismo islâmico. Antes de ficar apontando o dedo e dizer que elas não são feministas, é prudente ouvi-las e trocar experiências. A maioria das pessoas não tem conhecimento e vivência do Islã, por vezes, repetimos como papagaios o que vemos e ouvimos na mídia, cuja abordagem é duvidosa. Não é raro que a feminista ocidental soe racista e colonialista com a feminista islâmica.
3. Esse negócio de "virar lésbica". Será que isso não municia os defensores da cura gay? Pessoalmente acho um desrespeito para com as lésbicas, transformar a opressão delas como critério para ser (ou parecer) mais feminista que as outras. Creio ser mais efetivo empoderar as minas ao seu redor.
4. No ápice da briga rads vs libs, me questionei da produtividade de xingar e impor critérios de feminismo umas às outras, a chamada "carteirinha". Adianta ser feminista combativa na net e não fazer nada contra a opressão na prática.

Mila disse...

Em tempo, um link interessante: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/proa/noticia/2015/09/o-que-esta-por-tras-do-termo-feminazi-4851370.html

Anônimo disse...

O machismo rouba da mulher sua arma mais poderosa, ele rouba sua voz.

Enquanto não acreditarmos que o feminismo é realmente empoderador, e exercermos esse poder, vamos continuar nos nichos segmentados desses feminismos que nunca se entendem, vigiados entre si e esquecidos de vigiar o inimigo maior, permanecendo este livre para nos colocar de volta ao "nosso lugar" de sempre.
A cada suspeita de rebeldia da mulher, ao menor sinal de que acreditamos que não seremos mais silenciadas, desperta o cala boca mais feroz p/ não nos deixar esquecer que a liberdade não nos pertence.
Tá passando da hora das mulheres acreditarem que podem, que são capazes, que a liberdade é sua por direito, inerente à sua qualidade de ser humano que é.
Chega de baixar a cabeça aceitando estereótipos do que é ser feminista. Chega de se justificar. Chega de passar a mão na cabeça dos homens. Homem nenhum passa a mão na cabeça de mulher. Chega do feminismo delicado e subserviente que se justifica diariamente. Que cada uma de nós seja feminista e exerça o seu feminismo, seja ele qual for, mas que o exerça, doa a quem doer, até que todas sejamos definitivamente livres.

Jonas Klein disse...

Que horror que uma inveja irracional e um sentimento ruim e ate perigoso.

Anon (revoltadinha) das 14:12

Saiba que nada do que você pense ou diga sobre mim, vai me ofender ou fazer eu me sentir mal, pois o que vem de baixo (e ponha de baixo no teu caso) me atinge.

Dito isso pode a ir lá pro canto e ajoelhar começar chorar, too nem ai para você...

Anon 14:16

Você não me citou direto, mas percebi que foi comigo.

O feminismo e um conjunto de ideias, por isso e uma ideologia, sendo assim quem concorda com as ideias do feminismo, eu penso que pode sim se dizer feminista, por isso me permita discordar quando alguém diz que homem não pode ser feminista.

E se você concorda com uma ideologia, você faz parte daquela ideologia, eu posso dizer que eu sou de direita, porque eu concordo 100% com a maioria das ideias da direita, e não porque eu sou adepto do relacionamento aberto, que isso me faz ser menos direitista, do quem só curte monogamia.

Agora eu concordo que homens não podem e querer ter nem querer ter posição de liderança dentro do movimento feminista, pois o objeto do feminismo são as mulheres, e o fato de não poder ter posição de liderança no movimento, não faz da pessoa menos feminista.

Por fim o feminismo não foi criado para ser um Club fechado de mulheres, mas sim para ser um movimento, com foco em liberdade interesses basicamente.

Fabiano disse...

Achei o artigo muito interessante. Desfaz mitos em relação ao que é "ser feminista".

Eu acho o blog da Lola sensacional, pois aborda várias questões, opiniões diferentes, sem cair no didatismo ou querendo mostrar uma suposta "imparcialidade" inexistente no ser humano. Imagino todo o trabalho, problemas que lhe trazem. Mas sem dúvida, é fabuloso.

Anônimo disse...

Tbm acho que se fosse contra as normas sociais ser hétero ia ter muito mais gays, e a desculpa seria que homem entende de homem e mulher de mulher, e que não teria nada a ver casais sexos opostos já que eles são tão diferentes. Faz sentido sim, é uma coisa a se pensar.
Vamos supor que esse modelo família tradicional acabe, eu acho que vai ter muita gente mais confortavel pra se assumir ou buscar entender sobre sua sexualidade.
Sexualidade é algo muito reprimido na sociedade, não dá pra ter convicção que todos iam ser em maioria hétero se não houvesse homofobia.

Anônimo disse...

Jonas, o feminismo foi um movimento criado por mulheres e para mulheres. Tem lugares que devem sim ser um club fechado de mulheres. Na ágora as mulheres nao eram proibidas de votar? Pois bem, ja passou da hora das mulheres terem um lugar so para elas sem nenhum homem entrar. Que else fiquem enter eles, visto wue nao gostam de mulher.

Anônimo disse...

Não acho, se for assim negros não podem gostar de brancos já que automaticamente o branco é melhor tratado que ele. A mulher não pode é se envolver com pessoas preconceituosas, mas como essas pessoas existem aos montes, essa é a maior dificuldade, encontrar pessoas boas para se relacionar.
Também acho desnecessário falar que adora pau, homem não se resume a isso, acho que é forçar a barra pra dizer que é hétero.

Anônimo disse...

“feminismo é um movimento para acabar com o sexismo, com a exploração sexista, e com a opressão”.

Eu trocaria para

“feminismo é um movimento para acabar com o sexismo contra mulheres, com a exploração sexista de mulheres, e com a opressão das mulheres pelos malditos homens”.

Ai sim é uma descrição justa e condizente com o movimento atual.

Anônimo disse...

13:58

Como asism não é possível virar lésbica mas é possível virar assexual? Por acaso a assexualidade é uma sexualidade diferente das outras? A sua sexualidade nasce com você e por mais que você tente mudá-la só vai bater com a cara na parede e se martirizar por não ceder aos seus desejos primitivos (ou a falta deles). Independente da sexualidade que for você não vai conseguir mudar a que você já tem, pode até emular outra sexualidade (pode por exemplo começar a ficar com mulheres mesmo morrendo de nojo ou então pode parar de fazer sexo mesmo morrendo de vontade), mas a sua sexualidade original vai sempre estar lá te cutucando.

Agora, se eu estiver falando besteira e realmente houver uma maneira de se tornar, efetivamente, assexual, me fale, pois sou o primeiro da fila pra mudar minha heterossexualidade.

Anônimo disse...

16:04 e por qual mortivo as mulheres deveriam se preocupar com os homens? Eles querem mais que as mulheres voltem para a cozinha ou se explodam. Preocupar com homem é perda de tempo.

camila santos disse...

De novo a perseguição a lésbicas. gente PAREM de botar lésbicas em tudo , deixem as lésbicas em paz!! 13:52 lésbicas são mulheres mesmo que todas mulheres fossem lésbicas iam todas continuar sofrendo machismo , dizer que ser lésbica é ser livrar de machismo é a mesma coisa de dizer que se todos homens virassem gays iam deixar de ser machistas.Parem de perturbar as pessoas, nisso os homens gays tem vantagens não são usados nessas merdas por um bando de gente escrota. Eu fico imaginando como deve ser uma merda ser lésbica e ter que ouvir tanta bosta. É sempre assim em todo post, vem um troll dizer para todas as mulheres virarem lésbicas ai aparece uma hetero dizer que ama pênis , vocês não cansam?

Anônimo disse...

"A sua sexualidade nasce com você e por mais que você tente mudá-la só vai bater com a cara na parede e se martirizar por não ceder aos seus desejos primitivos "

Determinismo biológico em dose alta neste comentário.

Anônimo disse...

16:10

Foi exatamente o que eu disse no meu comentário, só falta o feminismo admitir todas as ideias do seu comentário de forma descarada, muitas militantes ainda ficam no "não, mas pera ai, queremos igualdade sim e isso significa que homens também devem participar e bla bla bla", apenas sejam sinceras e admitam que fodam-se os homens, vocês querem mais é que eles se explodam e acham que são todos uns escrotos que odeiam metade da população mundial, porque ai sim vai ser verdadeiro e honesto.

Anônimo disse...

camila por que se incomoda tanto quando se fala de lésbicas, que o mundo seria melhor com mais lésbicas? Deixe de ser lesbofóbica.

Anônimo disse...

16:16

Onde? Negar que você nasce sem uma sexualidade definida é meio desonesto...

É desonesto porque se sexualidade fosse uma escolha ninguém viraria homossexual ou assexual (afinal, quem em sã consciência ia escolher ser homossexual numa sociedade que trata qualquer um fora da norma como um lixo?)

É desonesto porque você alimenta o argumento dos reaças de que existe cura gay e que a sexualidade pode ser mudada com muita oração e deus no coração (REALLY?)

É desonesto porque você faz algumas pessoas acreditarem que sexualidade é algo condicionado e faz com que essas pessoas tentem ser o que não são, causando desconforto emocional pra elas

É desonesto porque você joga anos e anos de estudos biológicos no lixo por causa da sua ideologia, você basicamente coloca uma venda nos olhos, tapa os ouvidos e grita lá lá lá, não quero te escutar e eu tô certx.

Anônimo disse...

Sim, fodam-se os homens.

anon A. (radfem) disse...

+1 para o comentário da anon 16:27 sobre sexualidade


anon 16:22, você saca que feministas não são um hive mind, né? Existe as que de fato odeiam homens, existem as que se importam com homens, e as que não ligam a mínima para eles.


Sobre "virar lésbica", eu concordo que é bastante lesbofóbico. É bem frequente no grupo radfem que frequento ver as radfems lesbicas putas com as radfems héteros por causa da defesa ao "lesbianismo político". As lésbicas consideram que isso é descaracterizar o que o lesbianismo é (trocar "amor à mulheres" por "querer distância de homens"). Seria melhor usarem o termo 'celibato', faz mais sentido e não fere a sexualidade dos outros.


Sobre homens poderem ser feministas, eu acharia muito melhor se passassem a usar o termo 'pró-feminista' ou 'aliado do feminismo'. Isso evita boa parte dos problemas com roubo de protagonismo e passa a mesma idéia.

anon A. (radfem) disse...

Ah, outro problema com 'lesbianismo político' é que se uma mulher que ainda sente atração sexual ou romântica por homens se chama de lésbica, e aparece um cara por quem ela se interessa porque ele é 'diferente', você passa a mensagem que lésbicas podem se relacionar romanticamente ou sexualmente com homens. E esse tipo de situação é bem problemática para quem é lésbica de fato.

camila santos disse...

O problema não é falar de lésbicas! O problema é sempre usar lésbicas nessas tretas , as pessoas só falam de lésbicas quando o assunto é esse.
16:26

Anônimo disse...

Atração sexual e romântica por exatamente o que? Depois de muito estudo e conhecimento sobre o Miro do amor romântico, que foi induzido por gerações pelo patriarcado na psiquê feminina para nos naturalizar a opressão, voce consegue anular isto e percebe que homens na verdade só tinha atrativos artificias .

Anônimo disse...

* mito do amor romântico

Anônimo disse...

17:04

Pela pessoa em si? Ou vai negar que homens são pessoas agora? O que faz uma mulher ser apaixonante? Não são suas qualidades, sentimentos, caracteristicas e etc? Homens também possuem a mesma coisa...

Zero disse...

o fato de sexualidade ser natural não significa que não possa ser controlada pelo próprio individuo.

eu cansei de falar isso que elas disseram aí em cima, de chutar os caras das vidas de vocês, mas como também sou homem vocês viram como repressão. :/

façam o que bem entender, eu faço minha parte. pretendo (como se alguém me quisesse kkk) morrer virgem. não vai mudar o mundo, não vai fazer com que todos os outros homens façam o mesmo. mas o que cabe a mim, eu faço.

Zero disse...

anônimo (a) de 17:32

não posso falar por todos (eu sei que eu não tenho) mas homens são naturalmente menos atrativos que mulheres, e também se dedicam menos a serem atrativos.

esclarecendo, diversas partes do corpo feminino atraem os homens (como seios, bunda, pés, etc.) não creio que o inverso ocorra...

PS: isso não quer dizer que mulher não se atraia naturalmente, só quis dizer que há menos atrativos (diversidade).

Anônimo disse...

Zero,

Você é um clássico exemplo de como emular uma outra sexualidade é algo frustrante. Se isso fosse realmente fácil e plausível você não viria em todo post criticar quem faz sexo, meu chute é que você não tem muita habilidade social pra conseguir sexo, dai fica bolado por isso e fecha-se em si mesmo bradando aos 4 ventos que "escolheu nunca transar na vida" e que "Quem faz sexo tá errado", mas isso tudo não passa de uma defesa que você mesmo criou em volta de si pra minimizar os danos que a vontade de fazer sexo (não atendida) te causa. Cara, vai pro mundo, vai pra algum lugar conhecer gente, vai conversar com pessoas do sexo oposto (ou do mesmo sexo se for o que te interessa), uma hora acontece, desencana! Agora, se você for mesmo assexual, então ok cara, parabéns eu realmente admiro isso, mas sexo não é errado nem degradante nem nada disso quando feito entre 2 pessoas consensualmente.

Anônimo disse...

Zero eu tentei dizer a você ontem, que tem casais que podem ficar juntos sem fazer sexo e que há outras maneiras de se fazer sexo igualitário, e que a mulher também pode dominar o homem.

Mas o que ocorre é que as pessoas pouco se abrem pra esses tipos relacionamentos, ou segue papeís de gênero e sociais aceitaveis e acham que só existe relacionamentos assim, isso é o que causa frustrações.

Anônimo disse...

Entendo quem não gosta de sexo mas não parece ser o seu caso vc forçar a ser assexuado, já que afirmou sentir atração por mulheres.

camila santos disse...

Zero só você acha isso e acho que seria melhor dizer homens tem menos atributos, o fato dos homens terem menos atributos para diversas pessoas os tornam mais atraentes. Homens tem bunda mulheres também a diferença é que as mulheres tem seios e seios são uma perturbação.

Zero disse...

anônimo (a) 17:44

já falei que eu controlo (e não que não sinto nada). dessa vez não critiquei ninguém.

seu "chute" já foi dito por mim antes: não nasci pra isso, e admito que não tenho nenhuma habilidade social, como você disse. (pus inclusive entre parênteses no comentário ali).

" pra minimizar os danos que a vontade de fazer sexo (não atendida) te causa."

sinceramente não creio que não fazer sexo dane alguém.

outra coisa, já não falo mais que acho que seja degradante ou algo assim.

eu não ligo de não ter essa aptidão e não me quererem (eu nem tento, não saio, etc.)

só uma coisa, hoje (metaforicamente) se eu fizesse sexo, eu seria hipócrita, porque não é porque as mulheres fazem com outros que "tem" que fazer comigo, isso sim é machismo. ;)

Anônimo disse...

Discordo de vc Zero, acho que homens tem sim muitos atrativos. Vc sendo hétero não vai perceber isso, mas eu como sou gay, sim. E não estou falando de uma beleza padrão, estou falando de homens comuns, gordinhos, barrigudos, magrelos sem bunda, todos me atraem bastante.
Tudo é uma questão de ponto de vista.

Zero disse...

é que talvez vocês não tenham lido os meus antigos comentários, eu nunca disse que não sinto nada. eu só mantenho sob controle. também nunca falei que é fácil, só não é impossível.

Camila, desculpe mas não entendi completamente seu comentário, então prefiro perguntar do que tirar conclusões equivocadas.

como assim só "eu acho isso" ? todo o corpo masculino é atrativo como é o feminino ?

a bunda masculina não é atrativa as mulheres? é isso ?

camila santos disse...

17:44 Eu não acho tão errado essa crítica ao sexo mas se esse for o perfil do zero é bem triste.

Anônimo disse...

18:00

Mas é isso mesmo Zero, você sente vontade de fazer sexo, sente atração sente desejo e cada vez que não atende esse desejo ele vai se acumulando, ficando reprimido. Você sente falta de outro corpo, de interação e infelizmente não tem as habilidades pra isso (eu sou exatamente igual a você, só que minha lombra com isso é diferente).

Anônimo disse...

Eu acompanho as postagens do Zero há alguns meses, desde quando começou a postar aqui. Apesar de estranho aos olhos da nossa cultura atual - excessivamente sexualizada - acredito que ele pode perfeitamente abdicar do sexo e ter uma vida saudável. Provavelmente, canalizando esta energia para outras áreas.

Os questionamentos que o Zero faz a respeito da sexualidade me parecem pertinentes. Acho natural não gostar de sexo ou não desejar ter relações sexuais. Da mesma forma que considero natural uma vida sexual livre e ativa. São escolhas apenas.

Enfim, apesar de gostar de sexo particularmente consigo compreender o ponto de vista dele, ainda que muito divergente do meu.

Zero disse...

anônimo 18:04

entendi seu ponto, porem creio que homens tendem a ser mais visuais, claro que você vai se atrair pelo que condiz com sua sexualidade.

mas meu ponto é que pras mulheres, o corpo masculino não tenha tanto atrativo.

(ou vai ver é só o meu mesmo. kkk) serio, ou só mais uma visão equivocada.

camila santos disse...

Eu disse que só você acha que o corpo masculino é menos atrativo porque o fato de terem menos atributos é o que os tornam atraentes. Sobre a bunda eu não vejo muita diferença na bunda de homem e mulher , acho que só a forma dos dois verem mesmo! tipo a mulher não olha para a bunda do homem por causa do c* e sim porque pode ser bonita , agora muitos homens se importam mais para o que tem no meio sabe é até errado dizer que a paixão do homem como as pessoas dizem é bunda porque na verdade é o tutu haha.

Raven Deschain disse...

De fato.

"Virar lésbica" é tão ruim quanto cura gay. Ao afirmar que é possível virar lésbica vc afirma que homossexualidade é uma escolha, portanto passível de mudança.

Zero disse...

Camila e anônimos (as)

também não é pra tanto, não sou infeliz só por não fazer sexo. eu compreendo que não é pra mim.

por exemplo: todo mundo é (ou tem aptidão) pra ser médico ? ou atleta ? ou músico ?

obvio que não. só que quando se trata de sexo ou relacionamentos, se cria a ideia de que é 100% natural e alcançável a todos. e não é bem assim.

eu não posso deixar a "falta de outro corpo" como você diz, me consumir, porque tenho consciência que esse "outro corpo" não está na minha alçada. então é seguir em frente.

como o outro anônimo (a) disse, eu canalizo minha "energia" em outras coisas, vivo normalmente, etc.

Raven Deschain disse...

Gente, a caixa de comentários vai virar de novo a não-vida sexual do Zero? De novo?

Desculpe Zero, mas tá chato.

anon A. (radfem) disse...

@anon 17:04
Não gosto do termo 'atração romântica' e de romance no geral. Eu usei isso na definição pois é assim que as pessoas costumam definir, mas pessoalmente dou mais valor para a atração sexual do que a romântica.

@Zero
Acho que você está se baseando demais no que você vê como homem hétero. Eu, por exemplo, assim como o anon 18:04, acho diversos tipos de homens e características físicas masculinas atraentes.

Anônimo disse...

Raven, numa boa, mas você está agindo exatamente igual aquela galera que implica contigo. Ciúmes porque o Zero está sendo o foco das atenções? Menos, bem menos.

Anônimo disse...

Se homem olha pra bundo por causa do c... hmmm ,então tem algo estranho aí.

anon A. (radfem) disse...

Acusar de ciúmes é bem besta... É normal achar ruim a caixa de comentários se desvirtuar para algo nada a ver com o post.

Anônimo disse...

Homem não é mais visual a mulher que é mais objetificada

Zero disse...

não, não. a Raven tem razão. eu não tive intenção mas acabei desvirtuando o post.

já incomodei demais, não voltarei mais...

Anônimo disse...

Anon A. radfem, você pode até achar ruim determinadas conversas na caixa de comentários, porém se cabe a alguém reclamar (ou moderar, ou censurar, como queira), este alguém é a Lola, dona do blog. Ninguém lhe obriga a ler certos posts. Garanto que todos nós aqui nos deparamos vez ou outra com posts que nos desagradam. Daí a nos sentirmos no direito de censurar os comentaristas pedindo para que mudem de assunto, isso sim é uma postura "besta" ao meu ver.

Anônimo disse...

Deixa de cu doce, Zero. Eu gosto dos teus posts. Fica aí. :)

Anônimo disse...

Da mesma forma que gosto dos posts da Raven também, por isso mesmo acho que essa postura ranzinza não combina com ela.

camila santos disse...

Eu acho melhor a caixa de comentários virar a não vida sexual do zero do que "mulheres virem lésbicas" ai vem uma heterossexual e vcs sabem o final.

Rê Bordosa disse...

Adorei!!! Quero minha carteirinha de feminista má!

Zero disse...

eu não vou deixar de ler o blog, eu sempre leio. só não vou mais estragar os posts.. kkkk

Rê Bordosa disse...

As femistremistas podiam fazer uma bíblia, né? Assim ficaria mais fácil a gente saber o que pode e o que não pode... Assim nós tolinhas, que ainda não somos "empoderadas", vamos saber o que podemos e o que não podemos, né?

Maoméia subiu a terceira onda e recebeu diretamente da deusa os 10 mandamentos:

1 - Não lavarás cueca de macho! Nem mesmo se esse macho for um doente inválido que cuidou de você a vida inteira e agora está paralisado na cama precisando da tua ajuda.

2 - Não cozinharás para macho! Nem mesmo se você for Cheff de um restaurante.

3 - Não dirigirás sua palavra a um homem jamais pois estes são impuros. Se o fizer, tu te tornarás impura!

4 - Não deitarás com piroco! Tenha fé e sua heterossexualidade será curada pelo poder da espírita santa! Até que atinja essa bênção resistirás aos desejos da carne e se preciso for te tornarás celibatária.

5 - Não comerás o biscoito proibido: biscoito de macho... E nem agradarás a macho nenhum para ganhá-lo.

6 - Odiai o opressor como a ti mesma!

7 - Não erotizarás tua opressão!

8 - Não te depilarás, nem maquiarás, nem pentearás o cabelo, nem tomarás banho. Abdicarás de tais rituais profanos que só servem ao patriarcado.

9 - Não darás de quatro, nem mesmo para outra mulher! É degradante, objetificante e animalizante! A animalização do sexo é produto do patriarcado.

10 - Nunca te utilizarás de pirocos de borracha e nem mesmo de teu dedo ou tua língua em tuas relações sexuais com tua cônjuge, pois tal ato é profano! Tudo aquilo que penetra um orifício é fálico e profano!


É pra louvar de pé! Eu quero ouvir um amém, zirmãs!!! Amém?!


[Para quem tem dificuldade de entender ironia: sim, isso foi uma ironia!]

Anônimo disse...

Tem lésbicas forçando a barra , tentando estimular o ódio ao homem ,não ao machismo!! Pregar ruptura violenta?? Violência bem dosada?? Obrigação de virar lésbica ou assexuada por opção??dogmas revolucionários e libertadores? O movimento feminista virou religião foi? Acho que tem lésbicas tentando aumentar o número de parceiras aqui, fomentando o ódio a homens para benefício próprio!! Quem for influenciável vai cair nesta conversa sem cabimento! Muitas feministas tem namorados homens , existem homens que não são machistas e são respeitosos ,carinhosos ou bons parceiros sim.. Tem muitas feministas com maridos aqui no blog. O pessoal está um pouco perdido com a sexualidade também ao ficar escolhendo o que é ou do que gosta! As pessoas normalmente tem uma orientação e preferencia natural que dificilmente vão ser mudadas, ou não existiria homossexuais.. E validaria a história da cura gay!! O zero é uma pessoa que precisa de ajuda... É carente de atenção, tem uma leve tendência depressiva em suas postagens.. Pelo que entendi ele gosta de mulheres , quer fazer sexo sim, mas a parte racional ou até incapacidade de arranjar parceiras está dificultando ele! A assexualidade dele não é natural , e sim auto forçada e induzida(o mesmo diz se reprimir), ele ainda participa tentando sugerir que fiquemos na masturbação ou assexualidade? Reprimir a sexualidade e viver na solidão ou escolher orientação sexual não natural? (algo que as religiões pregam?não seria esses dogmas iguais aos religiosos que querem obrigar a heterossexualidade , só que no caminho inverso?) Onde está a inteligência e sensatez do movimento?? O texto me parece muito mais adequado do que os comentários expostos infelizmente

Anônimo disse...

Clap clap clap clap

Anônimo disse...

Parabéns Rê bordosa!! Eu concordo com você! Fiz o comentário acima quase junto com você. Completamente sem noção o extremismo absoluto e religioso

Anônimo disse...

Misandria á solta!
Anônima troca o termo homem pelo termo mulher,as feministas iriam falar que é machismo,misoginia,para de estragar o movimento,vai mandar teu pai,teu irmão se fuder também?tenho um filho HOMEM e não gostaria que ninguém por causa do pênis mandasse ele se fu*** aí a treta ia ser comigo.
Taty

Raven Deschain disse...

Ahn? Ciumes? Aff quantos anos cês acham que eu tenho? 12?

Os comentários estavam legais até o anônimo começar a zoar o Zero (coisa absurdamente desnecessária aliás). E parem de usar palavras levianamente... Ditar... Meldels. *revirada de zóio*

Rê Bordosa. Huahsuahsuahsuahhsuahsua meldels. Vou imprimir isso em papel cartão e colar na minha porta. Quem entrar na minha casa vai ler.

E Zero, não seja bobo. Não precisa ir embora. Mas tb não precisa convencer cada doido que vem aqui dizer que vc não transa.

Raven Deschain disse...

Mas pensando agora, sou uma péssima feminista tb. Tou meio cagando pra esse negócio de maquiagem. Eu amo maquiagem. Uma das minhas maiores felicidades esse ano foi quando chegou minha paleta de contorno da China.

Tem mulher morrendo. Não ligo se outra guria quer usar uma base matte de efeito mousse. Desde que o namorado não mate ela por isso.

Queria a opinião da Marcia sobre isso. Cadê ela?

Ingrid Bezerra disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Muito bom Rê Bordosa!

Ri horrores aqui, principalmente o mandamento sobre os vibradores. Os meus bebês vibros até choraram aqui.

Fabiano disse...

Eu não acho que existam "lésbicas mal intencionadas, tentando mudar a orientação sexual de outras mulheres para benefício próprio".
Imagino que existam jovens que já tiveram namorados ou relações sexuais com homens, por conta da pressão social, e que ao se assumirem lésbicas e feministas, passam a acreditar que todas as mulheres podem abrir mão da heterossexualidade, ou que isso seria libertador.
Mas é natural que ao amadurecerem, vão perceber que a coisa não é tão simples assim. E muito menos desejável, pois se sabe que tentar forçar uma mudança artificial da orientação sexual é fonte de profunda insatisfação, e podendo levar ao suicídio.

Zero disse...


me mencionaram, tenho direito a réplica, não foi minha culpa.. kkk

anônimo (a) de 19:34

eu gostar ou desejar não significa nada. querer não é poder lembra ? outra coisa, como já disse muito aqui, não é porque vocês gostam, tem atração e fazem sexo ou se relacionam com outros homens, não significa que comigo tem que ser assim.

isso eu considero machismo sim, é uma das "máximas" machistas (se faz com outros, tem que fazer comigo).

sim, foi um grande erro eu sugerir o mesmo a vocês, é que por um momento pensei que pudesse ajudar.

só frisando, sou ateu. minhas escolhas e ideias são frutos de minha própria cabeça, não tenho embasamento religioso algum.

também nunca pretendi reprimir ninguém ou criar um movimento, foi uma ideia que achei que poderia ser util.

Zero disse...

eu não sei se vocês apagam, mas é um milagre não aparecer uns figuras aqui pra dizer:

"feminista é tudo igual, diz que odeia homem, mas tem até vibrador"

(já vi pérolas semelhantes em outros sites feministas)

Anônimo disse...

Minha intenção não foi zoar o zero, mas fazer ele refletir e buscar a felicidade! Tem desejo por mulher e vai ficar na solidão?? Vamos ficar concordando com ele para agradá-lo?! Se ele estiver satisfeito e feliz tendo escolhido a assexualidade(termo que seria incorreto ,visto que naturalmente ele exibe desejos), ok!! Acho que ele tem admiração e desejo por mulheres, e ao que parece é heterossexual e auto intitulado assexuado. Quantas experiências sexuais positivas ele teve? Já teve alguma namorada ou namorado? Me parece que ele precisa começar devagar apenas e não se recolher a solidão e celibato auto imposto e "racionalmente justificado" , ainda mais sendo um heterossexual natural.. Acho um equívoco, mas todos têm liberdade de escolher com vivem né?! Eu respeito.

Ingrid Bezerra disse...

Zero, eu amo pés masculinos (sou podólatra também) e adoro uma bundinha masculina, especialmente se for sequinha, do tipo que o cara abaixa e dá para ver com facilidade o furinho feliz, bem provocativo para as brincadeiras anilingus. Cada homem me atrai com algum (ou alguns) atributo (s). Tem os que me enlouquecem com as coxas viçosas, peitoral, rosto, cabelo, piru (independente de ser gordo, magro, negro, branco, amarelo, moreno)... homem tem tantos atrativos quanto mulher (só que você não vai encontrar essa valorização nos ridículos e irreais filmes pornôs).

Pras malucas que querem que todas viremos lésbicas, simplesmente não dá. Eu gosto de cacete quentinho torado na minha vagina, não tem como eu me privar de tal prazer. O que eu não gosto é de homem machista, e esses eu dispenso. E definitivamente não tem como reverter orientação sexual. Em muitas pautas eu me considero mais próxima do feminismo radical, mas essa loucura não dá.

Julia disse...

Sou só eu ou mais alguém se acaba de rir com os comentários da Camila?

"É até errado dizer que a paixão do homem como as pessoas dizem é bunda porque na verdade é o tutu." (SANTOS, Camila. Escreva Lola Escreva, 2015)

Eu devo ser muito besta porque estou rindo muito disso.

Você está certa, Camila. Você é maravilhosa. Bju

Anônimo disse...

Re Bordosa, pode dar todos os buracos do seu corpo para quem quiser, mas tente ao menos refletir sobre a historia do sexo anal,oral entre outras formas animalizantes: so eram praticados por homens nas mulheres porque o feminino sempre teve um a importancia equivalente a de um animal, ser usado da maneira,na hora e no lugar que os homens quisessem. Foi assim na grecia antiga, roma e infelizmente ate os dis de hoje. EU nao pretendo fazer nada desse tipo e nem quero que minha futura filha seja forçada a isso. Respeite as mulheres que pretendem viver sem essa forma de sexo nas suas vidas, porque ao contrario das otarias conservadoras,nos nao queremos submeter nossos corpos a violencia (para mim é uma violencia, repeite-me) pelo prazer egoista de um homem.

Julia disse...

Me impressiona também como o pega-ninguém (sem querer ofender) do Zero consegue canalizar a atenção da maioria das mulheres do blog para si.


Quanto a você não achar o corpo dos homens atraentesm Zero, significa apenas que vc é hétero. Mais do que isso. Na escala kinsey você está láaaaaaa no zero.

Foi por isso que vc escolheu esse nick? As coisas estão começando a fazer sentido agora..

Natasha disse...

Quem n transa é reprimido e infeliz? Puta merda... para ver como o mundo é hiper sexualizado.
Q eu saiba n somos ninfomaníacos para viver sem sexo, eu estou a três anos sem nem beijar homens, pq desisti de vez, n tenho interesse algum em manter contato com esses bostas e foi a melhor coisa q fiz na vida. E antes q venham como mimimi, n estou obrigando ninguém a fazer o mesmo, se vcs ainda tem esperanças só lamento.
E acho que a coisa toda tem muito a ver com o cérebro, n é puramente físico, já li isso em algum lugar, posso passar meses sem vontade alguma, mas se começar a pensar em sexo a vontade vem, masturbação está aí para isso.
Ninguém tem que virar lésbica, pq nem tem como fazer isso.

Ingrid Bezerra disse...

21 de setembro de 2015 20:17 -> Eu posso estar enganada, mas parece mais o Zero falando, hihihi. Desculpe caso não for. Mas olha, é ok se você for mulher e achar sexo com homem tudo isso aí que você falou e utilizar isso aí na sua vida. Chato e irritante é quando vem a um Blog (na qual muitas mulheres gostam de sexo com homem) repetir isso loucamente como mascu querendo impor.


Zero disse...

desculpem por postar de novo, é que já desperdicei muitos comentários e até hoje não consegui ser claro como gostaria.

Ingrid. apesar de soar ridículo, nunca mesmo imaginei que o corpo masculino atraísse a mulher.

e não falo nem dos pornôs, me refiro mais ao que se tornou "senso comum", falo do "quem gosta de homem é viado". mulher que demonstra gostar de homem é tratada como um ponto fora da curva, acho que é por isso.

anônimo (a) das 20:01

não me senti zoado. eu já disse, não se trata de querer, sozinho não existe nada. não posso forçar alguém a me querer entende ? eu só me "privei" daquilo que nunca tive. eu não "escolhi" nada, eu simplesmente aceitei.

"Tem desejo por mulher e vai ficar na solidão??"

o que vou fazer ? querer não poder. alguém teria que me querer também.


"Quantas experiências sexuais positivas ele teve? Já teve alguma namorada ou namorado?"

nenhuma. nem positivas nem negativas. nunca nem beijei uma mulher.

como já disse muito, é machismo eu me achar automaticamente merecedor porque os outros são. não é assim. eu tenho consciência do que me cerca, sei que não tenho atrativos, não tenho jeito pra conversar, tenho um certo medo de mulher (de ser zoado). eu sei disso e aceito. forçar algo que não é pra mim, poderia sair muito pior e mais traumático do que a solidão.

camila santos disse...

19:32 Você que ta forçando a barra nem sabe se
são lésbicas mesmo que tão fazendo isso e já ta
generalizando, em todo post sempre botam
lésbicas em treta de homem e mulher então não
acredito que seja lésbica nenhuma e parem de
achar que lésbica tem que gostar de homem que
viagem.

Anônimo disse...

Taty, e dai que a misandria anda solta? Tem o estado islamico sequestrando meninas e vendendo elas como escravas sexuais. Tem funk incentivando o estupro em suas letras. As mulheres estao com medo. Elas tem direito de ficarem com medo e de se distanciarem de quem disconfiam. Que voice ensine o seu filho HOMEM a respeitar as mulheres, e no futuro, com a nova geracao, as mulheres percam as poucos o medo.

Julia disse...

Ainda não tinha lido os comentários da Ingrid.
Só posso dizer que fiquei corada hehehe

Anônimo disse...

Exatamente Júlia! Rsrsrsr

Sexo animalizante? Como faz se você gosta de praticar? E no caso dos gays? Também são oprimidos uns pelos outros? Normalmente eles são ativos e passivos(por falta de nomenclatura melhor)... Se homens (gays)podem, gostar deste tipo de sexo, mulheres não podem?? Ou somente homens heterossexuais são homens opressores? Acho que existe uma generalização errada. Ser contra machismo é completamente racional, mas ser contra homens ou odiar eles, e acusar de coisas que não oprimem de fato,,falta de reflexão! (no caso do sexo pode ser muito prazeiroso para algumas mulheres,algumas praticas! Elas têm direitos de gozar dos mais variados tipos de sexo que agradem e sejam consensuais), o benefício não é do homem e sim do casal..Não é necessário inventar novas formas criativas de opressão, quando existem muitas reais

Anônimo disse...

Por um mundo com mais Ingrids e Rês bordosas e menos rads chorosas!

camila santos disse...

"Nunca mesmo
imaginei que o corpo masculino atraísse a
mulher" O fato de a maioria das mulheres do planeta serem heteros não convence? Ou as mulheres se importarem mais com o prazer do homem do que com o próprio também não? Percebo que os homens sempre querem que as mulheres dão mais de si mesmas mas não fazem o mesmo e zero as coisas que você diz não passam de sua alienação com o machismo normalmente os homens que dizem "Quem gosta de homem é viado" São os mesmo que dizem que mulher gosta mesmo de dinheiro aliás a frase completa é quem gosta de homem é viado mulher gosta mesmo é de dinheiro.

Anônimo disse...

Camila, depois que você disse que um homem olha pra bunda de uma mulher por causa do buraco não dá mais pra levar a sério nada do que você fala migs... O que conta é o formato, volume, tamanho, tudo menos o buraco (que não é imaginável e muito menos visível). Assim como a Ingrid falou que olha o formato e tal pra homem é a mesma coisa...

Anônimo disse...

Deve-se sim refletir em relacao aos 3 a 5 mil anos de odio dos homens contra as mulheres. Se existiram tantos homens "bons ", porque ate pouco tempo NO BRASIl nao era crime matar a esposa traidora? Porque os homens proibiram as mulheres de estudarem e votarem? Porque um poeta escreveria um Iambo das mulheres? Porque San to agostinho, aristoteles,pitagoras,platao,Socrates,shoupehauer,Freud entre outros disseram que todos os problemas\caos é culpa da mulher? Serio, nunca VI um homem sequer falando que eles estavam errados. Os homens odeiam mulheres, e infelizmente elas mentem para si proprias que sao amadas....

anon A. (radfem) disse...

Voltei que esqueci de comentar o post...

Acho engraçado o tipo de feminismo da autora ser 'bad feminism'. Esse feminismo pouco confrontacional, cheio de exceções, que corre a todo custo do esteriotipo da 'lesbica peluda' e 'carreirista insensivel' é exatamente o que é bem aceito e divulgado pela mídia. Esse é o 'good feminism'.

Anônimo disse...

Natasha, é mais que óbvio que você teve um ou mais relacionamentos com homens traumáticos!! Impossível generalizar.. Não existe nenhum homem legal ou bom? Nenhum sabe respeitar mulher? O cara nasce com um penis e automaticamente já pode ser classificado como bostas ,inúteis ,machistas e etc?? Não discordo que existe machismo na sociedade ou problemas graves no comportamento de muitos, mas nem uma minoria existe? É situação é tão extrema assim? Temos mais de 3 bilhões de homens no mundo, mais de 100 milhões de brasileiro.. Todos são criminosos, desonestos, machistas, imprestaveis ,etc? Acho extremo demais! Uma minoria deve existir ,mesmo se quiser ser pessimista!! Camila- não critiquei todas as lésbicas do blog, e nem me referi a você; mas tem algumas radicais que parecem ter segundas intenções pregando a conversão da sexualidade.. Quase algo religioso! Tô fora! Discordo

anon A. (radfem) disse...

"Em muitas pautas eu me considero mais próxima do feminismo radical, mas essa loucura não dá." (Ingrid Bezerra)

opa, só deixar o lembrete que 'lesbianismo político' não é consenso dentro do feminismo radical o/ (como falei lá em cima, geralmente são as radfems lésbicas que são contra, e as radfems hetero que são a favor, nunca vi resolverem esse briga)

Ingrid Bezerra disse...

Foi mal Julia, desculpe. ;)


Anônima 21 de setembro de 2015 20:40,

Brigada brigada <3 :*

.* . * . * . * . * . *
.* . * (\ ***/) * . *
.* . * ( \(_)/ ) * . *
.* . * (_ /|\ _) * . *
.* . * . /___\ * . *
*. * . * . * . . * . *

Ah, eu acho que esse negócio do homem preferir o cuzinho ou a bunda depende muito do homem. Acredito que tenha homem que goste sim das formas da bunda e sinta extremo prazer em tocar esta parte (ou colocar/esfregar o piroco só entre as nádegas, hummm hahaha) e outros devem preferir o furico mesmo. Acho que não dá para generalizar porque cada pessoa é um pessoa com suas peculiaridades, mesmo que essas pessoas sejam homens. E da mesma forma deve haver mulher lésbica ou bi que gosta de bunda, cu, ou somente um dos dois né... atração/fetiche é muito plural.

Ingrid Bezerra disse...

21 de setembro de 2015 21:19, nossa que horror! O que tem demais em falar de sexo?! É tão maneiro e amor falar de sexo, especialmente entre mulheres <3 . Dividir experiências, etc. Não seja rancoroso(a). Você não precisa ler se não quiser, oras.

Anônimo anon A. (radfem),

Eu ainda estou aprendendo sobre estas questões de lésbicas junto com rads, etc. Por isso que posso cometer deslizes, já que ainda estou aprendendo sobre Lesbianismo e bissexualidade. ;)

Anônimo disse...

Zero, não pode desistir cara. Você deve ter sido rejeitado algumas vezes e desanimou. Eu aposto que existe milhares de mulheres pensando exatamente o mesmo que você.Querem companhia mas ninguém quer elas(pura ilusão).. Termina com uma montanha de pessoas solitárias, insatisfeitas,podendo se revoltar e se abster sexualmente ,ou se entristecer,desanimar,desistir e por isso não ter vida sexual,onde se contentam com a masturbação ao invés de um relacionamento bacana, não somente para sexo, mas para afeto, apoio, e muitos benefícios que uma companhia traz, seja na amizade ou namoros.


A maioria esmagadora é mais feliz com uma companhia do que sozinha(somos seres sociáveis). Vi um comentário falando que nosso mundo é hiper sexualidade pois criticaram quem não transa.

O problema é não se relacionar com o próximo ,pois relacionamentos não são só sexo.Estão se excluindo, e se privando de bons momentos.Sou homem , e nunca odiei uma mulher. Essa história de 5 mil anos de ódio não me define. Nunca culpei mulher de nenhum problema e concordo que não faz sentido e está errado. Então já conhece um anônimo das 20:52

Anônimo disse...

Que legal, agora o blog da Lola tem torcida. Julia vc decepcionou a sua :/ No caso da Rê Bordosa é anti-torcida

camila santos disse...

Eu nem sei quem é você e não faço a mínima questão que você me leve a serio 20:48 E eu não disse buraco eu disse CU e onde eu disse que cu é visível? Para de comparar homem com mulher, mulher não olha para bunda do homem e pensa "queria comer essa bundinha" homem olha para a bunda da mulher pensando no que tem no meio, você acha que essa fixação masculina por bunda é sem motivo? Ou você é boba demais ou é homem e ficou ofendido e se ficou ofendido não posso fazer nada querido.

Anônimo disse...

Ainda bem que existe homem que nao liga pra bunda.

camila santos disse...

Existe e sempre existiu homens misoginos mas não acho certo dizer que todos homens são assim, melhor dizer muitos 20:52

Anônimo disse...

Eu acho triste também ,trocar relacionamentos por masturbação. Mas cada um sabe o que faz da vida né?

Anônimo disse...

Camila fala umas besteiras as vezes. Deve ser feminiciante

Anônimo disse...

Mulher de novo com esse not all men, generalizem por favor nao tenham medo de magoar os homens, ate pq eles se beneficiam do sistema. Parem de se preocupar ,se tem homem que não é escroto eles nao merece aplausos, nao fazem mais que a obrigação.

camila santos disse...

21:48 Não é que as vezes eu falo besteira , É que as vezes eu digo coisas que não agradam os homens principalmente.

camila santos disse...

Isso não é "not all men" meus irmãos não são assim então eu tenho que culpar eles por isso? 21:51

Ingrid Bezerra disse...

"Anônimo disse...

Eu acho triste também ,trocar relacionamentos por masturbação. Mas cada um sabe o que faz da vida né?
21 de setembro de 2015 21:46"


Verdade. Masturbar-se sozinha de vez em quando é super show, mas eu por exemplo não conseguiria viver só disso tão bem para sempre. Legal para mim é se masturbar com o parceiro também, gosto tanto de ouvir o barulhinho que o pênis faz quando masturba.... ah, mas é claro, no meu caso, junto com um bom relacionamento fica perfeito. <3

Ingrid Bezerra disse...

desculpem qualquer coisa... aiiiiii, é que hoje eu estou tão feliz. e nem sei porque direito!!!!

Anônimo disse...

Camila, acho que homens gostam de bunda principalmente! Tenho amigos que não são tão chegados em querer sexo anal, acredite!!

Homens gostam de muitas partes do corpo de mulheres, vocês de forma geral são lindas!! :D
(comentário masculino sem objetificação, e sim admiração)

De forma geral concordo com a ingrid sobre os gostos e fetiches pessoais

Anônimo disse...

Se eles nao são assim são a minoria estamos falando pra quem é assim, se o cara nao é ele não vai ficar preocupado, mas não precisamos explicar toda hora que for falar, tipo fulano estuprou mas lembrando que nem todo homem é assim. Me poupe , é comum o oprimido ter medo de ferir os sentimentos do opressor, simdrome de estolcomo.

Anônimo disse...

Tem que tomar cuidado para o oprimido não virar opressor , ou não?

Anônimo disse...

Nao acho que todo homem gosta de bunda, meu ex nao ligava pra bunda, mas ele é de outra cultura e nem ligava pra anal. Por isso que é bom as mulheres optarem por homens de outras culturas, eu mesma nao me emcaixo no perfil gostosona, e não gosto de marombeiros. Gosto de magros, e como aqui no nosso país é difícil um homem gostar de magrinha eu procurei em outro lugar onde homens não ligam pra corpao ate pq eu tbm não ligo.

Natasha disse...

Minoria de bostas? kkkkkkkkkkkkkkkkkk É a maioria, infelizmente. As noticias de como as mulheres são tratadas como lixo em qualquer parte do mundo prova isso.
Na net tem um monte de homem bonzinho e maravilhoso, agora na realidade nunca vi.
Seria um sofrimento trocar relacionamento por masturbação. se eu estivesse sofrendo, estou muito melhor agora.
Eu acho q muita mulher se engana, basta ver vários comentários e posts de mulheres feministas ficando com babacas, esperando o dia iluminado em que irão mudar. O que raramente acontece. Se a mulher for machista e desinformada aguenta coisa pior.
N tive relacionamentos tão traumáticos, como já li aqui de mulher apanhando e sendo estuprada pelos lixos, só cansei de se tratada como pedaço de carne e empregadinha.

Zero disse...

Júlia, sempre gostei do símbolo zero, desde criança, por isso é meu nick. combinar com minha vida "zerada" foi apenas coincidência.

eu tive pequenas rejeições na adolescência, mas não posso nem falar que fui rejeitado porque nunca procurei isso. sempre me vi distante da possibilidade e já desisti antes de acabar me frustrando demais. (eu desisto de coisas que vejo se distanciarem demais da minha alçada).

hoje em dia, analisando de forma mais coletiva. também pesa o fato do mal que outros homens já fizeram. isso agregado a minha complexidade.

por exemplo, eu não me sentiria confortável, porque eu sentiria que estaria subjulgando uma mulher, em caso de "receber" sexo (oral por exemplo).

na verdade eu agradeço ser tão "desqualificado" como sou, assim o risco de acabar ocorrendo algo é "zero". kkk

Anônimo disse...

Essas comentaristas que conheceram n homens na vida toda, mas querem generalizar o comportamento de n homens pra n^43562716 outros homens. Tá serto, vou usar no meu TCC esse raciocínio indutivo, será que tiro 10?

Rê Bordosa disse...

Anônima 20:17 que não sabe interpretar texto,
O que escrevi foi justamente uma crítica a quem gosta de cagar regra. Eu faço o que eu quiser com meus orifícios, e quanto a você, não é problema meu, faça o que quiser da sua vida.
Sugiro (e não obrigo) que vc reflita, se vc tem o direito de fazer essas escolhas pela sua filha... Torço para que sua filha seja livre, inclusive livre pra recusar sua opinião sobre a vida sexual dela.

Anônimo disse...

Zero, e se você fizer o sexo oral? Qual a desculpa?? Você será subjugado? E se você só abraçar , acariciar e beijar o corpo de uma mulher por inteiro? E se você masturba-la? E se acariciar os seios dela delicadamente ,talvez variar os estilos? Massagear? Deslizar a língua na parte interna das coxas?beijar o bumbum? Fazer o sexo não animalizante e opressor?(que eu acho uma extrema besteira pseudointelectual)

Você sabe que pode beijar ,acariciar ,usar a língua e lábios nos pescoços, pés, barriga, umbigo , costas e região lombar,etc?!

É possível ser opressor com delicadeza, respeito, carinho, e sexo consensual? O que cada feminista ou mulher considera errado é individual? Acredito que muitas não feministas pode, até gostar disso que você considera abusivo! Ser abusivo, sem abusar e gerando prazer?? Acho que você precisa refletir muito.

Não sou mulher, não sei qual é as preferências das feministas ou o que é permitido, consensual, adequado ,não considerado abusivo ou humilhante, mas sei que sexo tem suas infinidades de possibilidades!

Rê Bordosa disse...

Amei o comentário apimentado, Ingrid!
:)

Anônimo disse...

Natasha, você desistiu.. Encare sua fraqueza e pare de esconder sua insatisfação! Você teve relacionamentos negativos e pouco saudáveis e parece que nem de longe teve um único relacionamento minimamente normal com um homem! É importante avaliar seu ambiente social , quantos relacionamentos você teve e etc.. Qual o grau de instrução e formação educacional destes homens que tratam você como empregadinha, estupram, só tratam como pedaço de carne e etc? Você já teve um único amigo homem? Conhece familiares honestos? Amigos? Maridos de amigas? Namorados de amigas? Você tem amigos ou amigas? Ou decidiu viver bem sozinha?? As vezes o lugar onde mora ou frequenta, principalmente se for um lugar insalubre(favela), comunidades e etc; podem conter uma população mais carente nos aspectos educacionais, morais(com alguns exemplos e más companhias ,,aspectos culturais fortes como funk e sua cultura, etc) ; as variáveis são infinitas..(não estou generalizando afirmando que favelas e comunidades são lugares de pessoas ruins, mas quem já morou ou viveu em uma ,sabe que está longe da perfeição, tem seus problemas ,defeitos, limitações e realidade difíceis! Sem hipocrisia)

Rê Bordosa disse...

Zero,

Pelo que vc falou, não parece ser assexual. Assexual não é escolha, a pessoa simplesmente não sente desejo sexual. Me parece mais que você é heterossexual celibatário, que optou pelo celibato por timidez e auto-estima baixa (já que disse várias vezes que se sente atraído por mulher e ninguém te quer).
Acho que você ta com uma ideia um pouco equivocada sobre sexualidade feminina. Parece que vc caiu direitinho no discurso de que mulher não gosta de sexo, não gosta de homem e qualquer coisa fora do papai-mamãe é degradante pra mulher... Discurso, que curiosamente é defendido ao mesmo tempo por mascus e femistremistas (vai entender, né? Juram que estão de lados opostos, mas usam o mesmo discurso).

Na boa, pra conquistar alguem vc tem que se arruscar, interagir. Acho que vc ta superestimando demais o "levar um fora". Ninguém morre porque tomou toco. Vc não tem nada a perder se arriscando, afinal, o NÃO você já tem, se levar um SIM ta no lucro. Seja respeitoso, bacana, gentil e tente a sorte com alguma moça, vai ver como não é nada de outro mundo.

Zero disse...

anônimo 23:11

eu também não sou mulher, então não posso afirmar que A ou B não é abusivo para uma mulher.

bem, a "desculpa" na minha época mais radical seria que no caso, eu estaria "invadindo" e desrespeitando o corpo da mulher. para mim, não havia saída, de um jeito ou outro, o homem estaria submetendo a mulher em prol de si mesmo.

no final do seu comentário você soa bastante irônico, não sei se foi intencional ou não. mas enfim:

como já falei, é a minha visão e considero fazer minha parte. não pretendo mudar o mundo ou salvar ninguém, muito menos ditar como cada um deve viver. não mais.

não posso simplesmente achar que não estaria sendo abusivo ou desrespeitoso, isso é ver só o meu lado. e o lado da mulher, onde fica ?

qual o bem que eu estaria fazendo a uma mulher sendo apenas mais um egoísta a ter prazer com o corpo dela ? nenhum.

meu único foi agir de forma totalmente equivocada e acabar soando ditatório, porque eu me reclusar e sequer tentar, não vejo mal algum a ninguém, sinceramente.

Rê Bordosa disse...

Lendo os comentários da pra ver que algumas pessoas não conhecem um meio termo entre "proibido" e "obrigatório". Se alguém fala que sexo anal/oral é PERMITIDO já começa o mimimi " ain, tão me obrigando".

Já ouviram falar em liberdade individual?
Parecem que vivem com a própria cabeça enfiada na bunda!

Julia disse...

Precisa pedir desculpa não, Ingrid :)

E esse seu argumento, Zero, me pareceu uma desculpa muito da furada pra não não chupar uma buceta.

Rê Bordosa disse...

Zero, vc coloca que estaria tendo prazer com o corpo da mulher como se gosse unilateral, como se a mulher fosse incapaz de sentir prazer com o seu corpo, e não é assim.
Se o sexo é consensual a mulher curte tb.
Da uma lida no relato da Ingrid. Ela parece estar sendo obrigada a alguma coisa ou usada por alguém? Não.

Zero disse...

Rê, o meu comentário acima "serve" como resposta pra você também.

eu não vejo mal algum em me controlar, evitar algo que possa ser ruim ou até traumático pra ambas partes.

e mesmo que eu "esquecesse" tudo e passasse a me relacionar, eu (pessoa) dificilmente agregaria algo na vida de uma mulher.

ok. concordemos que não seria abusivo ou desrespeitoso. mas isso faz automaticamente ser bom pra ela, certo ?

olha, existem milhões de negatividades possível e pouquíssimas positividades reais.

como eu falei, eu não me sentiria bem, eu não me vejo merecedor de tal, eu sinto que vocês que gostam, merecem coisa melhor.

eu seria paciente, dedicado, ouvinte, gosto de conversar, cuidar, ouvir, fazer massagem, etc.

mas isso se consegue com amigas ou num SPA, não sei...

atributos e qualidades físicas / sexuais eu não tenho. então pra que "atrasar" a vida de alguém ? quando posso me reclusar e aceitar minha realidade? é bem mais fácil, pratico e rápido.

Anônimo disse...

Zero não quer transar?? Que bom!! Não transa,mas para de encher o saco!
Te garanto que as mulheres não sentem falta.

Zero disse...

Julia, não sei se foi irônico, mas ok.

não é desculpa de nada, a mulher é que teria nojo de ser chupada por mim. kk

Rê, como expliquei ali, só por não ser obrigado / forçado, não torna bom ou prazeroso, automaticamente.

"como se a mulher fosse incapaz de sentir prazer com o seu corpo, e não é assim".

olha, falando do meu corpo especificamente, acho bem difícil, pra não dizer impossível / improvável.

com outros, a coisa muda de figura, não posso afirmar nada. falo por mim.

Zero disse...

anônimo (a) de 23:52

foi o que eu falei no inicio. ninguém dará falta.

e não volto mais agora, não se preocupe.

camila santos disse...

Zero larga de ser bobo kkkkkk Se você ligar pra tudo que os anônimos dizem ta ferrado...

Zero disse...

Camila, eu não tive intenção de chamar atenção, como dizem. eu só comentei sobre um outro comentário, e vou respondendo quem fala comigo.

eu não tenho intenção de estragar os posts. acho que o melhor é ir embora mesmo.

se não vão começar a falar que um "macho" está estragando um espaço feminista. e involuntariamente estou mesmo. peço desculpas a todas vocês.

e ele ou ela tem razão. ninguém dará a menor falta.

Anônimo disse...

Em vez de ficarmos discutido quem gosta ou deixa de gostar de piroca, convido a todas a um olhar critico sobre algo mais sério, a pedofilia e estupro institucionalizada no Islã, milhares de meninas e mulheres no mundo são vitimas todos os dia, o feminismo não pode se calar sobre isto.
Diva

https://www.facebook.com/pedofiliaislamica/videos/424587387749388/?hc_location=ufi

Nem o presidente, nem o parlamento, nem qualquer outra pessoa tem o direito de restringir uma coisa permitida por Alá.". Sheik Muhammed al-Hasmi membro do parlamento do Iêmen, sobre o casamento de meninas de até 9 anos de idade com homens de todas as idades.

100% DOS MUÇULMANOS SÃO A FAVOR A LEI ISLÂMICA A FAMOSA SHARIA QUE APROVA A PEDOFILIA, O APEDREJAMENTO, MUTILAÇÃO GENITAL, E OUTROS ...

Eli disse...

Nossa, odeio esse bando de celibatário que se diz assexual e esse tipo é uma praga na comunidade assexual. Tipo, eu encontrei esse cara num site de relacionamentos entre assexuais e quando eu disse que não sentia atração sexual (dã o que eu estaria fazendo num site pra assexuais se eu sentisse atração sexual?), ele simplesmente me soltou a frase mais não-assexual que existe: "sortuda" (que?).

Ser assexual além de não sentir (ou sentir bem pouca) atração sexual, é uma soma de experiências não-assexuais desde a infância, é uma vida convivendo com isso. E parem de romantizar o "ser assexual", nós temos infinitos problemas como qualquer outra pessoa de qualquer outra sexualidade. Vocês calariam a boca se ouvissem as merdas que eu ouço ou tivessem que trilhar o longo caminho até o entendimento de que você não é errada.

ps: nada contra celibatários, só entendam que não fazer sexo não tem nada a ver com assexualidade. Aliás, tem muito assexual em relacionamentos sexuais e/ou na cena BDSM (devo ter acabado de estourar a bolha pra muita gente rs)

ps2: considero também pessoas que por um motivo ou outro (traumas, etc) passaram a não sentir atração sexual como assexuais. Mas percebam que a diferença está que essa pessoa não está se forçando para não sentir isso, ela parou de sentir naturalmente.

Anônimo disse...

Zero
Homem sem testosterona= homem assexual
A sua libido é baixa,por que além da sua insegurança e do seu fracasso,os seus níveis hormonais devem estar baixos.

Zero disse...

Eli, se seu comentário é destinado a mim, o responderei.

não me considero assexual e nem parte de nenhum grupo ou movimento.

também nunca participei de nenhum site de relacionamento, de qualquer tipo.

só quis esclarecer as coisas, não gosto de deixar mal-entendidos.


PS: minha libido é alta, sinto desejo. só controlo.

PS 2: porque o Captcha trava tanto ? kk

camila santos disse...

Zero você não transa porque não consegue arrumar mulher? ou não transa porque não gosta? A minha libido é alta mas eu sinto desejo por pouco tempo , pareço uma velha kkkk

Anônimo disse...

Zero, cuidado. Querem cassar tua carteirinha de assexual, kkk.

Zero disse...

Camila, de principio eu não transo porque não procuro conseguir. se eu conseguiria se procurasse, não sei dizer... kkkk aí é outra historia, envolve outra pessoa.

envolve muita coisa, minha inaptidão, minha timidez, meu medo, etc. e fora o fato de achar que estaria "atrasando" a vida de outra pessoa, que poderia arrumar coisa bem melhor.. kk

e ainda tem a velha do "estar submetendo" (essa já não levo mais em consideração).

enfim, envolve muita coisa....

Zero disse...

anônimo (a) 01:40

sem problema. eu nunca me defini como assexual. eu sinto desejo. eu me "defino" como virgem, que é o que sou. e nada mais.

Anônimo disse...

"Acho que você está se baseando demais no que você vê como homem hétero. Eu, por exemplo, assim como o anon 18:04, acho diversos tipos de homens e características físicas masculinas atraentes."

Nossa, anon A. as suas colegas rads vão te caçar com tochas e lanças.

Anônimo disse...

Anônimo das 01:46, gente que só sabe criticar e minimizar a vivência alheia também é um porre.

Anônimo disse...

Quem acha que o Zero é assexual é muito burro mesmo, isso não é ser assexual, ele só escolheu não fazer sexo, ninguém está atacando a assexualidade.

Se ele não quer fazer sexo, mesmo não sendo assexual, beleza, nada de errado, eu também não sou muito de fazer sexo, gosto de ficar na minha. Mas sabe o que é chato? É ele ficar falando que "sexo é ruim, sexo não é útil" e ficar querendo que as outras pesssoas parem de fazer sexo, sendo que nem ele mesmo acredita nisso, ele só usa esses pensamentos como bode expiatório.

Seria muito mais bonito se ele só aceitasse que sexo é bom sim, mas ele não quer fazer no momento ou nunca, por qualquer motivo que seja. Se ele fosse assexual ele nunca teria dito que sente atração sexual por mulher.

Zero disse...

nenhuma. eu sei que não. não fiz intencionalmente e pedi desculpas. se a Lola e a maioria das mulheres aqui quiserem que eu não volte mais, respeitarei isso.

o fato de mulher odiar ou não virgens não faz diferença nenhuma pra mim, eu não estou aqui pra procurar sexo ou "competir" sexualmente.

outra coisa, a Anon. A (que se intitula radical) mostrar que também sente atração por homens é o maior "tapa" na cara de coxinhas imbecis que desconhecem feminismo e adoram falar que "feminista odeia homem ".

Zero disse...

anônimo 01:59

eu não faço mais isso. foi um momento infeliz na minha vida, do qual me arrependo. não escondo isso. erros não são feitos pra serem escondidos, e sim servir de aprendizado.

tive e tenho algumas ideias equivocadas, quem não tem ? não tenho vergonha disso. nunca falei que o que faço ou penso é certo (o único certo) e sim que achava que agia certo, dentro da minha vida.

Anônimo disse...

Vão caçar a carteirinha da anon A. kkkkkkk

Anônimo disse...

"Seria muito mais bonito se ele só aceitasse que sexo é bom sim, mas ele não quer fazer no momento ou nunca, por qualquer motivo que seja"... Ele irá "aceitar que é bom" ou "considerar sexo bom" como? Tem de aceitar como bom porque você impõe, independente da vivência dele com o sexo (ou com a falta de)?
Você usa um argumento estapafúrdio desses e, de quebra, ainda começa o post taxando de burro quem pensa diferente. Maneira sua lógica...

Anônimo disse...

Queridx, a sexualidade é inerente ao ser humano, o sexo bem feito, é bom sim. É simples, é instinto, é natural. * É * pra ser bom, pois é o mecanismo para nos reproduzirmos, se não fosse para ser bom, já estavamos todos extintos (chato esse papo de extinção, né?), e até por uma questão estatística é possível determinar que sim, é algo bom, inclusive faz bem a saúde mental e física, tem artigos mostrando isso, basta usar os dedinhos para pesquisar em vez de bostejar.

Um caso a parte é a assexualidade, a pessoa simplesmente não sente atração e vontade nenhuma, mesmo assim, não quer dizer necessariamente que um assexual acha o sexo algo ruim, simplesmente não tem atrativos para essa pessoa.

bjs.

Anônimo disse...

"Queridx", bostejar é impor que o sexo deve ser considerado bom para todo mundo. Como se houvesse um consenso quanto a isto. Teoricamente, deveria ser bom mesmo e a "natureza" faz o seu papel. O sexo traz beneficios à saúde física e mental, claro, desde que bem feito e obviamente desde que feito com vontade. Só que também existe quem não curta o esporte, meu anjo. Independente do risco da nossa espécie entrar em extinção, independente da sua cagação de regras, independente da sua prepotência, independente das suas estatísticas, independente de qualquer outro fator externo. Sexo é uma vivência e como tal é particular, pessoal e única. Não é porque um dono-da-verdade convencionou que é bom ou ruim que assim será e ponto final.
Acho que você usa seus dedinhos em demasia para certas atividades, talvez fosse bacana fazer uso da cabeça também.
Beijos.

Anônimo disse...

"De que o mel é doce é coisa que eu me nego a afirmar, mas que parece doce eu afirmo plenamente". Raul Seixas

Anônimo disse...

Zero justifica sua fraqueza usando argumentos incoerentes das feministas extremistas radicais. Ninguem esta fazendo bem a ele validando essa pseudoracionalidade autodestrutiva, autodepreciativa, depressiva. De fato os comentarios tem uma perspectiva de um portador de depressão que não se acha util, qualificado, bom.. Como citado por alguns, auto estima zero ou nula! Vai ficar saudavel amigo, fazer bastante academia , estudar bastante, trabalhar, ser vaidoso de maneira saudavel, se arrumar, usar roupas bacanas, tentar ser melhor e evoluir sempre! Você precisa tratar sua baixo auto estima, sua depressão se for o caso, e esquecer a besteira que só porque nasceu com um pênis pertence "as castas dos inúteis" e de lá nunca sairá," pois homem nenhum presta"! Isso é bobagem das extremistas e pode-se ser um homem bom,respeitoso,util, legal, bom companheiro e fazer uma mulher feliz.. Sua depressão vai te prejudicar! Você simplesmente não se acha atraente ou acha que não tem qualidades.. Pois não se contente com isso e procure ser atraente e ter qualidades,ser melhor e acima de tudo ser feliz! Esta no caminho da depressão e autodestruição fundamentado em muitas idéias incoerentes.. Você tem potencial para ser um bom homem, não machista, benéfico e construtivo para vida de qualquer mulher. Mas deve querer evoluir, melhorar, e neutralizar estes aspectos "incapacitantes" que pensa fazer de você indigno.. Seja aparência ou o mentalmente! Transforme-se em uma pessoa benéfica e construtiva aos outros e logo resolverá o celibato auto imposto.

Anônimo disse...

Tem tantos caras tranqueiras por aí se achando o máximo. Enquanto isso, outros com bom potencial para se tornarem parceiros cúmplices, respeitosos, preocupados com o prazer feminino sentem-se incapazes. Contradições da vida.

Zé Costa disse...

A caixa de comentários aqui me choca, às vezes. Longe de mim querer protagonismo no feminismo mas que considero sim um feminista que está sempre lutando pra desconstruir o discurso machista em todo espaço que frequento e arrumando encrenca por isso, inclusive com minhas irmãs que são bem machistas (porque cresceram numa sociedade assim e decidiram não questioná-la). Aí "descubro" que nada mais sou do que um opressor porque I was born this way e ponto. E que tenho que odiar homens (e a mim mesmo, no caso) pra poder sentir que estou fazendo algo? Chocado.

Enfim, por vezes fico perdido nessa história e não entendo bem porque existe tanta dissidência dentro do feminismo quando o seu objetivo parece ser um pouco evidente. Mas talvez eu seja muito inocente...

Anônimo disse...

Zero- Esse discurso do coitadismo de que:"ninguem gosta de mim, ninguem me quer, sou imprestável ,etc" , é uma forma de atrair atencao e satisfazer a sua carência pela atenção! Esta com problemas? Resolva!! É facil? Quero simplificar? Não! Mas lamentar e se enganar não resolve nada.. Não tem ninguem parecido com você? Ninguem que se sinta infeliz ou rejeitada? Ninguem que se acha muito feia e não merecedora?? Você tem alguma deficiência grave fisica? Hoje existe plásticas reconstrutivas, cirurgia bariatrica,próteses dos mais diversos tipos, lipoaspiração,academia, suplementos, plásticas para as mais diversas necessidades, perucas, dietas, esportes, estilos de vida saudáveis, teatro e atividades artísticas para aprender a se expressar, livros, educação e etc.. Qual o caso tão grave? No mas, conheço casais de obesos, casais de anões, casais com síndrome de down, casais de cadeirantes, casais de deficientes visuais, casais idosos, casais com as mais diversas peculiaridades ou "deficiências" que são felizes! Se aceitam com suas imperfeições e etc!! Soluções existem! Se planeje financeiramente, emocionalmemte, junte toda sua vontade, disciplina , desejo e persistência e resolva as suas questões, não importa o quanto demore!! Não vou alimentar sua carência por atenção que insiste no vitimismo, e em despertar pena ou dó! Isso vai te destruir, cedo ou tarde!! Você parece perdido.. Esta socializando com alguns tipos especificos de feministas que odeiam homens para reforçar o ódio não velado que sente por si mesmo?? Reflita.. O seu problema é falta de coragem e covardia!As vezes precisamos de um puxão de orelha para melhorar e tomar jeito!!

Anônimo disse...

Não li todos os comentários, mas alguns que li... véi... é de fod*** o palhaço!!

"Mais vamulá"...

Nada é mais reprimido pela sociedade do que a sexualidade. A feminina então, nem se fala. Causa mais ataques de pânico, mortes, choro e ranger de dentes do que desastres naturais.
Mas a luta não é justamente para que todxs expressem sua sexualidade de maneira livre?? Para respeitarmos a nossa complexidade como seres humanos?? Para que não exista mais "caixinhas" - aqui só colocamos os homos, aqui só os heteros, ali só os bis, lá só os assex?
Então pra mim nada mais sem sentido do que "virar________(preencha aqui o que diz a etiqueta da sua caixinha)".

Sobre mulheres não se sentirem atraídas pelo corpo masculino - vou contar um segredinho p. vocês: Na minha academia tem um treinador com corpo de deus grego, carinha de geek e cabelinho de anjo. Meeeeeeeeeeu chapéu, se eu fosse solteira (ops... casei com um piroco, perdi 10 pontos na minha carteirinha)I'd ride him like a stallion (agora perdi definitivamente meus direitos feministas... vou lá vestir minha fantasia de mico de piroco)


Rê Bordosa: Amei os mandamentos... brilhante ;)


Jane Doe

Raven Deschain disse...

Meldels, eu tou com vontade de ir na casa desse Zero, dar um chá de buceta.

Aí ele trepa e para com esse papo.

Mas falano sério agora, Zero, seus comments são bem depressivos mesmo. Vc já procurou tratamento pra isso? As veses é "só" doença e depressão tem tratamento, migo.

Anônimo disse...

E ainda tem gente que vem comentar que existe feminismo islâmico,que o islã vai melhorar kkkk rindo até 2075.

Sonado Alaikor disse...

Esta postagem é muito boa Lola, vai ser muito útil para explicar aos homens com quem converso algumas coisas que criticam no feminismo e vivo pedalando para tentar responder :D

Anônimo disse...

Beeeem, já faz tempo que eu sinto raiva de ter que pedir desculpas toda vez que reivindicamos alguma coisa em prol do feminismo. Falamos sobre homens, mas temos que ser boazinhas e especificar que "nem todos" porque né, pode magoar. Achei que fosse óbvio. Não me sinto ofendida quando minha amiga negra fala que branco oprime e faz merda, porque eu não sou idiota e sei muito bem que absolutamente nada nessa vida é 100%. Dito isso, acho legal o diálogo, mas sem muito esforço pra educar machistas. Como alguém disse em um post aí, as mulheres avançam e param de aceitar tudo, e só vai restar á eles (preciso dizer "nem todos"?) se adaptarem. A onda conservadora tá crescendo, mas o feminismo também, podem acreditar. Há 20 anos atrás uma campanha ridícula como a da Risqué nem teria sido questionada; hoje ela quase saiu de circulação, e isso diz muito sobre nós.
Sobre o post da Ingrid: o barulhinho é massa mesmo.

Dan






Mila disse...

Anon 10:22. Falavam isso para as negras, latinas e todas as que decidiram tomar um espaço para o feminismo.
Sério, converse com uma feminista islâmica. Nós ocidentais temos que parar com esse papinho de que só o nosso feminismo presta.

Rê Bordosa disse...

Jane Doe,

Rachando de rir aqui com seu comentário, rsrsrs
Bjus!

Anônimo disse...

Vão dizer que enquanto homem, hetero, cis, branco, com formação acadêmica, de classe média alta, eu não posso falar nada sobre o assunto. Sinceramente, não me importo com o que dizem. Qualquer luta que se dá por em torno de poder e conquista de territórios não é uma luta libertadora mas, sim, reacionária. Vou querer calar alguém por conta disso? Claro que não. Eu acredito na potencia do feminismo, do meu lugar privilegiado, lamento que poucas pessoas, inclusive feministas, também acreditem.

No mais,

Lola, te adoro! Não aceitar jamais que digam o que você é ou deixa de ser, por bem, ou por mal, isso é lindo, mulher!

Natasha disse...

23:27

kkkkkkkkkk Desculpa mas eu ri, eu desisti mesmo, mas veja como são as coisas, é tão enraizado o mimimi de que mulheres n vivem sem homem, que o fato de eu n querer mais nada com nenhum é fraqueza???!!
Olha, quem está incomodado com isso é você. Para mim está ótimo, mas segundo a sua opinião baseado em nada, estou sofrendo muito...
Nunca estive melhor, cada vez menos me importo com opinião masculina.
E sim, nunca vi homem que n fosse machista, a única diferença é que uns são mais e outros menos.

Carol Pirlo disse...

Natasha, meu apoio a vc.
Eu também não quero relacionamento amoroso e/ou sexual com homem nenhum. Sim, é por causa de um trauma, admito. Não quero pq a única vez que eu confiei num homem deu merda, e enquanto ele está contente e sorridente, eu fiquei destroçada e me sentindo um lixo, pagando psicólogo para me recuperar.
Não sou a feminista odiadora de homens, pq tenho pai e irmãos que gosto muito. Mas não passo a mão na cabeça deles pelos machismos que cometem. Eles sabem que o gênero deles é opressor do meu.
- Não, não preciso de homem ao meu lado para ser feliz. Não preciso de relacionamento.
- Não sou assexual, sou hetero celibatária e optei por isso. Numa sociedade marcada pela hiperssexualização, parece que escolher não ser "transão" é ser um pária.
- Essa é a minha maneira de lidar com meu trauma. Amanhã, de repente, eu posso querer me relacionar. Mas isso diz respeito a mim e somente a mim.
- A vida seria bem mais simples se não ficássemos cagando regras nas vidas dos outros.
- Ler sobre isso num blog feminista e saber que essa opinião é comum me dá a sensação de que ainda temos muito a avançar.

Anônimo disse...

Perplexa com certos comentários.
Uma falta de respeito com as lésbicas. Uma banalização escrota. Isso tudo de "temos todas que virar lésbicas" só reforça aquele negócio de "não existe mulher lésbica, tá experimentando", reforça o fetiche masculino por ver duas mulheres transando. Lembrei daquelas 2 BBBs que eram um casal no programa, mas, quando saíram, cada uma arrumou um homem. Usaram o lesbianismo pra se promoverem. Enfim, mais respeito com as lésbicas. Elas sofrem por causa desse tipo de banalização.

Anônimo disse...

Ou vira lésbica ou assexuada, não há outra alternativa. Não quero apoiar gente que me oferece a mesma coisa que a opressão masculina: regras, imposições estapafúrdias, intolerância e autoritarismo. Nem se interessar por homens é permitido... é errado, é contra o movimento, é pecado... nossa, estou na igreja? Parece um padre condenando seu fiéis. Isso aí feminismo? Que triste! Parece o que está escrito na bíblia: pode isso, não pode aquilo.

Anônimo disse...

À moça que matou os homens de sua mente controlada: sua vida deve ser bem sem graça. Deve ser um robô.

Anônimo disse...

Entre ser machucada e magoada ,ou ficar sozinha ,o racional e diria previsível é fazer o que estão fazendo! (É uma consequência bem comum, para isso)
Não se trata da falta de sexo e sim da falta de relações afetivas positivas! Acho que a falta das duas palavras citadas pelo Dan: "nem todos" , está gerando problemas de compreensão para algumas , que optam por ser lésbicas ou ser celibatárias!!!
Se vocês realmente acreditam que ficar sozinha é melhor do que ter um bom relacionamento(algo impossível na sua cabeça, claramente pela sua noção distorcida de que não existe homem que "preste" ou "não machista" , fato notadamente claro que resulta de uma relação evidentemente traumática!) Querem agir e acreditar nisso? Ok! Mas não transformem em cartilha..

Masturbação e ausência de parceiro sendo homo ou heterossexual,(tirando assexuais) é melhor que ter relações afetivas positivas? Vocês acham mesmo isso? E acreditam sinceramente que é uma opinião e percepção não alterada por um trauma? Se sim! Ok!! Respeito muito isso

Se forem jovens, é muito comum que tenha faltado "tato" na hora de escolher o parceiro!(eles não vêm com etiqueta de machistas e canalhas).. Talvez fazer amizade com homens, conhecê-los bem antes de cogitar relacionamentos, seja uma em mil formas de evitar essas consequências desastrosas.. Tiveram muitos relacionamentos para concluir que todos ou quase todos não prestam? O mal caráter é derivação de uma doença que os homens nascem? Vem junto com o penis deles?? Não será a falta de educação, respeito ,empatia , caráter ,de jovens naturalmente agressivos, machistas e etc? Conheceram esses parceiros onde? Colégio? Rua? Balada? Shows? Faculdade? Vizinhança? Alguns ambientes tem mais pessoas imaturas e ignorantes, e outros menos..

Mimimimi? Amiga, não sou eu que aparento odiar o mundo , tudo e todos e estou com mimimim.. Relacionamentos ruins ,quase todos no mundo já tiveram! Dificilmente alguém deixa de se machucar ao longo da vida afetiva? Deixar de se envolver é a saída mais racional?? Não sei...acho isso mimimi e falta de coragem para curar suas feridas! Sociedade hiper sexualizada? Outro mimimi e desculpas para manter sua fraqueza e rancor! Dar um tempo depois de uma queda é normal.. Nunca se recuperar disso? Existe controvérsias!

Raven Deschain disse...

Gente, bem escroto esse papo de "é impossível ser feliz sem um relacionamento". É possível, sim.

Mais Jout Jout Prazee na vida de vcs.

Natasha disse...

Carol, obrigado. Cada um deve fazer o que acha melhor para si.

13:20
Tá "serto", porque a única coisa q importa na vida de uma mulher é homem...

14:04'
Você é uma comédia, a única ou único que está cagando regras é você (talvez seja homem para ficar tão puto por eu nada querer nada com vocês ). Insiste que estou muito infeliz por n querer relacionamento, sem nem me conhecer, q é impossível ficar sem transar se n for assexuado.
Onde eu falei q todo mundo tem q fazer o mesmo? Eu acho homem um monte de bosta mesmo, mas convivo na base da educaçao, porque tem q conviver, parentes, no trabalho. Mas relacionamento amoroso zero. Enquanto forem educados comigo, eu tb vou ser. Caso contrário mando tomar no cu.
Agora me diz como isso atrapalha a sua vida? Pq tá muito incomodada.
Tenho 30 anos, moro sozinha, viajo, saio com amigas. To mal mesmo pareço um robô cheia de ódio kkkkkkk
Hiper sexualizada? Imagina... por isso q é absurdo n querer transar...

Anônimo disse...

Eu acho possível também! Mas temos que ser sinceras, é uma vida somente com o amor "fraternal" ,isso se a pessoa amar e ser amada(por família e amigos, quem sabe)!! Sem o amor na vida, sem a paixão ,sem a cumplicidade, sem apoio que pode-se conseguir através de um relacionamento,sem aquele orgasmo incrível ou excitação que não se consegue na masturbação, e muitas facetas e benefícios que deixam de agregar na vida. Você não se machuca? Verdade. Mas abre mão de muitas coisas sim!! Ter relacionamentos tem muitos aspectos negativos, mas tambem tem seus pontos positivos. Cada escolha vem acompanhada de seus prós e contras

Anônimo disse...

Não sou homem e nem estou preocupada com você! Curta sua vida , suas viagens,sua casa vazia, suas amigas mulheres(preconceito de gênero? Será?) e continue achando que homem nenhum presta porque nasceu com um pênis!!! Não fui eu que disse que você era um robô ou que é impossível viver sem relacionamento. Isso é um contra-ponto, e não estou cagando regras, saiba ler ok?

"Masturbação e ausência de parceiro sendo homo ou heterossexual,(tirando assexuais) é melhor que ter relações afetivas positivas? Vocês acham mesmo isso? E acreditam sinceramente que é uma opinião e percepção não alterada por um trauma? Se sim! Ok!! Respeito muito isso."

Cada um vive como quiser! Eu respondi você porque é muito arrogante e irônica com essa de mimimimi e blablabla. Falei em umas 3 mensagens já que não tem haver com sexo:

"Não se trata da falta de sexo e sim da falta de relações afetivas positivas! Acho que a falta das duas palavras citadas pelo Dan: "nem todos" , está gerando problemas de compreensão para algumas , que optam por ser lésbicas ou ser celibatárias!!! "

Leitura por favor amiga! E não seja rancorosa.. Você deve estar certa!! Nasceu com penis, não presta!! Só me incomoda sua posição, pois pode incentivar e engendrar um ódio injustificado a muitos que nunca abusaram de mulher ou fizeram nada(o discursos do ódio é improdutivo e não acho que jovens precisam ser influenciadas a ser solteironas celibatarias ou lesbicas para ter saida, como foi pregado por alguns aqui).. Eu não acho que temos que deixar de ser oprimidas para o lugar de opressoras ou odiadoras! Meu incomodo é com o excesso de ódio e rancor que você invoca, que pode influenciar as outras negativamente..(reitero minha posição de que ninguem precisa virar lesbica ou celibataria obrigatoriamente! Se optar por isso, é um direito que as pessoas tem, a partir da liberdade individual que se tem. Uma conquista de todas as mulheres!!)

Anônimo disse...

"Você é uma comédia, a única ou único que está cagando regras é você (talvez seja homem para ficar tão puto por eu nada querer nada com vocês ). Insiste que estou muito infeliz por n querer relacionamento, sem nem me conhecer, q é impossível ficar sem transar se n for assexuado."

Sua neurose com homens é tão grande, que qualquer coisa que não lhe agrade é atribuída a eles. Acho que ninguém perde nada, não tendo um relacionamento com uma pessoa que transpira ódio e rancor , seja homem ou mulher, pois essa negatividade deve ser toxica!! ( sim, você tem opção também por mulher! Como ser heterossexual com tanto ódio? Você deseja homens e os odeia ao mesmo tempo? Seu celibato faz sentido total dada sua contradição interna!Não nasceu assexual, não deseja mulheres, odeia mas sente desejo por homens, conclusão: Masturbação e solidão saudável com amigas! É sua unica opção atual. Não vejo uma escolha)

"Tenho 30 anos, moro sozinha, viajo, saio com amigas. To mal mesmo pareço um robô cheia de ódio kkkkkkk
Hiper sexualizada? Imagina... por isso q é absurdo n querer transar..."

Sua risada demonstra o excesso de felicidade que você tem! E todas estas conquistas podem ser feitas apenas sendo um ser humano com dinheiro.. (ter amigas é mais que obrigação, dado sua maneira de pensar.. Ou é isso , ou vive sozinha usufruindo de coisas compráveis, como casa vazia e viagens!!)

B. disse...

Gente, o post é sobre a Roxana Gay ou sobre o Zero? A maioria dos comentários que li se referiam só ao Zero...

Só eu que achei meio ridículo a mulher se dizer feminista e achar que homem é que deve matar barata de defender a donzela...? É a típica caricatura de feminista que fazem "é feminista, mas depende de homem pra tudo"...

Bom, fora isso: de certa forma, também me considero feminista "má", pois muitas coisas ditadas pelo movimento eu não me enquadro. Não me identifico com Marcha das Vadias (pelo menos com as principais pautas de ficar de peito de fora...e gritar que é megaliberada), também me irrita essa coisa de passar a mão na cabeça de mulher, só por ser mulher. Outra coisa que me irrita em alguns feminismos é botar TUDO que é pauta na frente da das mulheres. E por aí vai. Mas também prefiro ser má feminista do que ser machista.

Natasha disse...

14:55

A realidade fala por si colega, e eu já disse que quem quer continuar se relacionando com homens q continue. É ridículo demais, n posso dizer nada contrário as suas crenças pq sabe lá como estou te obrigando a agir igual a mim. E você está de mimimi, já que está me alugando desde ontem com a mesma conversa.


"Masturbação e ausência de parceiro sendo homo ou heterossexual,(tirando assexuais) é melhor que ter relações afetivas positivas? Vocês acham mesmo isso? E acreditam sinceramente que é uma opinião e percepção não alterada por um trauma? Se sim! Ok!! Respeito muito isso."

Pois é, se eu fosse assexuada n teria nada de errado n querer relacionamento, mas como n sou, com certeza estou traumatizada.

Eu sei que vc n falou do robô, só ironizei.


Não sou homem e nem estou preocupada com você! Curta sua vida , suas viagens,sua casa vazia, suas amigas mulheres(preconceito de gênero? Será?)

É, adoro minha casa vazia, gosto de ficar sozinha, o que tb é visto como trauma por muita gente e sim n quero amizade com homem, se é preconceito ou n, estou pouco me lixando.
Muita engraçado, qual é a diferença entre vc e as que ficam dizendo que todas devem virar lésbicas???? N sou obrigada a manter contato, amizade, relação amorosa com homem nenhum.
Se você quer, ótimo.

N considero ódio dizer que homens são bostas, é constatação da realidade, n passo a vida como mascus, perseguindo qualquer homem, xingando... Se isso é ódio, o que será que é quando os homens q chegam ao ponto de torturar e matar mulheres? Sou tão ruim quanto eles, pois é...

Natasha disse...

Sua neurose com homens é tão grande, que qualquer coisa que não lhe agrade é atribuída a eles.

Não é neurose alguma, geralmente quem fica puto por mulher não querer nada com homem, imagina só? São homens. Para mulher ser chamada de lésbica por isso, é coisa de segundos.
Só sentia desejos por homens quando admirava eles, pensava que eram legais, agora tendo aberto os olhos, difícil sentir desejo, bem difícil.
Sobre ódio já falei.

O resto realmente n entendi bem, minha obrigação ter amigas???? Minhas amigas tem namorados, eu n meto e nem falo nada sobre a vida intima delas, pouco me importa. Já sabem o que eu penso, portanto n ficam de mimimi como vcs. De resto falamos de tudo.
É assim que as coisas funcionam, vc trabalha e ganha dinheiro.

E se você acha que eu sou infeliz ou não, pouco me importa, francamente.

Anônimo disse...

"Muita engraçado, qual é a diferença entre vc e as que ficam dizendo que todas devem virar lésbicas???? N sou obrigada a manter contato, amizade, relação amorosa com homem nenhum.
Se você quer, ótimo. "

Leitura amiga!! É só ler ao invés de destilar ódio!

"(reitero minha posição de que ninguém precisa virar lésbica ou celibatária obrigatoriamente! Se optar por isso, ****é um direito que as pessoas tem, a partir da liberdade individual que se tem. Uma conquista de todas as mulheres!!*****)"

Não vou te alugar mais! Seria o mesmo que tentar convencer um padre ortodoxo sobre o relacionamento de homossexuais ser legitimo!! Você esta ancorada nas suas "crenças" de ter pênis é mal caráter e bosta.. Com constatações legitimas!! Parabens.. Só precisa ler uns 15 vezes para não distorcer e tentar entender, pois sua falta de habilidade em leitura foi sériamente exposta, assim como seu extremo preconceito para com as coisas e pessoas!! Pra mim é um novo tipo de opressão! Sou contra ela também

Anônimo disse...

Natasha, essa anônima que está incomodada com sua sexualidade provavelmente só quer encher o saco. Porque não vejo motivo para tamanho desconforto com a vida alheia, ainda mais com a vida de um desconhecido. Sugiro que a deixe falando sozinha. Seu posicionamento foi claro, a opção de vida é sua e só diz respeito a você. Não perca seu precioso tempo com quem nada tem a acrescentar. Numa boa.

Ela disse...

Comentários deprimentes, tá mais do que óbvio que a sociedade é hiperssexualizada. Veja aí a pegação no pé do zero e da Natasha.
Quer horror, o ser humano não querer transar! Tá traumatizado, tem algo de errado, depressão mimimimimimi.....
Gostar de estar sozinho tb n é normal... puta merda... Sou anormal então, pq sempre adorei ficar sozinha, no meu canto, lendo, ouvindo música. Gosto de sair sozinha.
E as pessoas estranham, isso aí é absurdo, como assim vai no cinema sozinha? Tem que ir com alguém, tem que ir com amigo, parente, qualquer um.
Essa balela de que ninguém é feliz sozinho, já deu né?

Eu acredito que tenha homens decentes, acontece que nunca encontrei um. Só relacionamentos ruins, e decidi q enquanto n encontrar um que preste fico sozinha mesmo, celibatária.

Ainda n entendi que dano essas mulheres que acham todos os ruins e mantêm distancia deles vão causar a sociedade. Isso no máximo é autopreservação, ódio é o que homens fazem e sempre fizeram conosco.

Natasha disse...

15:31

Tem razão, isso já ficou claro.

Anônimo disse...

Não estou incomodada com a sexualidade dela(faça o que quiser, é perfeitamente correto) e sim com o preconceito! Sem mais.. Quem ler, vai entender!!! Ambas foram muito claras nas exposições dos pontos de vista, e cada um age da forma que achar correta! Eu sou contra comentários preconceituosos, inclusive, pasmem: contra homens!! (ohhhh) Sou extremamente contra o machismo!! Mas apologia ao ódio e preconceito sempre causa ainda mais conflitos, guerras, problemas e opressão.

Tenho direito a exprimir minha opinião também! Não quero encher o saco e muito menos ser distorcida! Apenas isso e nada mais

Rê Bordosa disse...

Raven,

Jout Jout é amor! <3 <3 <3


E pra fechar, como os comentários já viraram terapia de grupo para o Zero, aqui vaium vídeo para o Zero:

Jout Jout, Jumpy e a big picturização das coisas
https://www.youtube.com/watch?v=ezxWrYwVv2U

Zero, acho que vc ta maximizando seus defeitos, você com certeza não é esse lixo que vc imagina. Vc com certeza tem qualidades, foco nas qualidades, rapaz!

Obs: esse vídeo é pro Zero, mas vale pra todos, assistam. Acho que todos nós temos aqueles dias, como diria Raul "Tem dias que a gente se sente, um pouco, talvez, menos gente".

Rê Bordosa disse...

15:41,

Não acho que a galera esteja pegando no pé do Zero, o que mais vi aqui foi tentativa de ajudá-lo.
Se alguém me disser "to bem solteira, foi uma escolha minha", ok, nada a declarar. Mas como ele disse que não tem outra opção porque é um cara sem valor, que ninguém ficaria com ele, que não tem qualidades, nem potencial para fazer alguém feliz, etc... Aí é outra história.

Zero disse...

eu não sou mal-intencionado, cínico ou debochado. só ingênuo demais, ou equivocado demais.

eu só tentei ser claro como gostaria, formular um raciocínio que ilustrasse a minha visão, opinião.

eu não sou depressivo, não tenho crises ou algo semelhante. eu só não faço sexo. ponto.

e sim, existe a possibilidade de eu fazer e achar ruim, ou simplesmente não agregar nada a mim ou ao outro. enfim.

eu não me sinto inferiorizado como pessoa, ser humano. só menos atrativo ou "capacitado" física / sexualmente. não tenho nenhuma deformidade, nada. só não sou bonito.

e também há de levar em consideração a possibilidade de eu ser péssimo de cama caso tivesse uma vida sexual. existem muitas possibilidades, positivas ou negativas.

eu não quis chamar atenção, só fui respondendo, e o assunto acaba se desenvolvendo demais. eu só queria deixar claro minha visão.

eu não ligo de não ter um corpo atraente, de não ser bonito. não temos tudo que queremos e não somos tudo que sonhamos. e nem sempre ter aquilo que se quer, lhe faz feliz plenamente. nada é perfeito.

eu não vou mais estragar os posts. kk

Anônimo disse...

Existem níveis de assexualidade! A pessoa pode sim sentir desejo sexual, se masturbar ou se apaixonar, mas não deseja realizar o ato. Como explicar... A pessoa fica excitada, com vídeos, ou com fotos.. Mas não sente vontade de realizar com outras pessoas, assexuais também podem se masturbar.
Então talvez o Zero pode sim ser assexual de certa forma, já que o jeito que ele fala é de quem não tem vontade de perder a virgindade, nem procura por sexo. E até se sentiria mal realizando o ato, segundo ele.

Então existe sim, assexuais que sentem desejo, se excitam, se masturbam, mas não estão interessados em fazer sexo. Não sei se usam outras definições, como demissexual, enfim... Mas eu já li relatos sobre assexualidade porque eu já tive dúvidas se me encaixo em algum nível.
Tem assexuais que acham outros lindos e até atraentes, mas daí a realizar o coito? Não, obrigado.

Anônimo disse...

Nojo dessa pegação no pé do Zero e da Natasha, como se simplesmente decidir não fazer sexo já tornasse a pessoa depressiva, coitada, causasse muita dó.. Aff vocês devem suas felicidades só ao sexo? Parabéns, tem gente que tá vivendo bem sem. hiperssexualizada? maagina

Zero disse...

anônimo (a) 17:45

no meu caso (falo por mim) é um pouco além disso:

eu creio que me sentiria mal pela possibilidade de critica e/ou de causar mal a mulher, e não que a mulher me causasse algum mal.

e também um pouco de medo de exposição (como ficar nu ou a pessoa comentar sobre mim pra outros) mas isso não é só relativo a sexo. eu tenho essa "paranoia" de modo geral.

por exemplo, durante muito tempo eu "escondia" meus gostos (filmes, musicas, etc.) da minha própria família só por receio de comentários ou brincadeiras.

me sinto seguro sendo "fechado".

isso + baixa autoestima + falta de atrativos = virgindade.

Zero disse...

olha, eu não me senti zoado ou "perseguido". tá tudo bem...

Anônimo disse...

Estão se esforçando muito pra justificar a insegurança, e covardia em se arriscar com relacionamentos..
Existe muito desconhecimento do que é a assexualidade também. As pessoas estão escolhendo suas opções sexuais, segundo a conveniência. Homossexuais ou heterossexuais insatisfeitos começam a virar assexuais agora!!
Trocar pessoas por videos ou fotos vai virar a nova moda agora? Realmente existe um esforço grande em reconhecer traumas com relacionamentos ruins ou insegurança e covardia associada a baixo estima ,junto a desconfiança com seus pares.
Não estou afirmando que é anormal ficar sozinho. Mas homossexuais e heterossexuais preferem ter relacionamentos afetivos positivos a viver na solidão e auto-celibato ou seriam assexuais.
Obviamente não ter relação nenhuma é melhor que ter uma relação destrutiva, isso eu concordo e é extremamente racional.
O caso do Zero que nunca beijou e nunca fez sexo, optando por não fazer porque acha que não o agradará , ou que não agradará o parceiro é racional mesmo??
Provavelmente também tenha vontade e desejo por chocolate, mas nunca vai experimentar pois não sabe se vai gostar!
Agradar o parceiro, ou gerar prazer sexual não depende da aparência,tão pouco é uma ciência avançada com pré requisitos! Obviamente as informações sobre os temas são vastas!! Não é necessário explicar sobre zonas erógenas, clítoris, afeto , tipos de sexo e etc.. Existe muitas variáveis, mas o sexo é natural como um abraço, um beijo na bochecha, etc! Não me estenderei no assunto, pois não acredito que a falta de informação ou falta de capacidade em gerar prazer, seja de fato o seu problema!! A insegurança, baixo estima, distorção de perspectiva sobre o assunto e outros fatores claramente vão te sabotar se você deixar!!Isso te fará um completo infeliz? Não! Esta feliz e satisfeito assim? Ótimo. Não é bullying contra quem não faz sexo ou apologia a hipersexualização, mas existe relacionamentos bons também. Pessoas boas e chance de ter relacionamentos saudáveis e benéficos. Nunca vi ninguém morrer por falta de sexo, e também existe mil maneiras de conseguir prazer, comendo, viajando , estando com os amigos e etc. Faça como quiser! Não vai morrer sem relacionamentos ou sexo, mas abre mão de boas coisas sim. Tudo na vida tem prós e contras. Relacionamentos funcionais e bons, oferecem muitos benefícios!

Raven Deschain disse...

Para de encher o saco da Natasha. Relação afetiva positiva eu tenho com a minha gata. Com minhas amigas e amigos. Com pessoas na internet.

Ninguém precisa de macho pra "ter uma relação afetiva positiva".

Isso e "falta de rola" difere no quê?

Anônimo disse...

Provavelmente tem um grupo que vai se identificar muito com as histórias do zero e natasha!

São pessoas que estão no auto celibato por opção, já que não enxergam soluções melhores..Estão erradas? Não!! Tem direito de fazerem isto? Sim, total!!

Mais importante que isso > Quem faz diferentes deles, está errada? De maneira alguma! O sexo é auto destrutivo como pregado por alguns?(Já vi muitas radicais e o próprio zero defenderem)? Extremamente errado! Todos os homens são bostas, imprestáveis ,traiçoeiros, monstruosos? Não. É possivel ser heterossexual ou homossexual e achar um parceiro bom? SIM

Minha intenção são as melhores Zero!! E meus sinceros desejos de felicidades a você!

Para reflexão > Seria um homossexual dentro de uma relação heterossexual(com parceira mulher) ou assexual (sem parceiro), infeliz??

Anônimo disse...

"Para de encher o saco da Natasha. Relação afetiva positiva eu tenho com a minha gata. Com minhas amigas e amigos. Com pessoas na internet.

Ninguém precisa de macho pra "ter uma relação afetiva positiva".

Isso e "falta de rola" difere no quê?"



Depois são os homens que vem as mulheres como objetos, e pedaço de carne!(ou seria o pedaço de rola?)

Eu acho que fazer o mesmo que eles é errado. Será o machismo as avessas?? Femismo..
Não sei. Mas não concordo com idéias preconceituosas

Anônimo disse...

Me senti meio jegue agora, meu ultimo comentário não teve muito a ver com o post. Enfim, sobre ser uma "má feminista", eu também tenho meus problemas. Um deles é o uso da palavra "vadia/vadio" e considerar alguém vulgar. Não vou mentir, pra mim algumas pessoas são, mas não costumo relacionar com a vida sexual e nem com gênero. Tenho uma amiga que ficou com vários caras na época da faculdade, mas nunca a vi como vulgar, porque ela simplesmente não era. Era só uma menina que ficava com quem quisesse. Tem a ver com comportamento, estilo, interpretação do outro. Essa galera do sertanejo universitário, por exemplo, é extremamente vulgar, e continuariam sendo mesmo se o discurso deles fosse castidade. Enfim, é pessoal e espero não estar reproduzindo machismo no meu ponto de vista.

Dan

Julia disse...

Natasha, to contigo.

E sobre o texto que eu nem comentei.. eu já tinha lido o original há algum tempo.
Achei superficial e bobo. Não é uma feminista boa porque acha que homem tem que matar barata? Poupe-me.

Sim, realmente ela é uma feminista má (traduzido assim parece que ela é uma feminista perversa, né? Antes fosse. E se canalizasse toda a perversidade para os homens seria uma excelente feminista, mas aí a gente lê e vê que ela é "má" porque acha que homem tem que levar o lixo pra fora. Se eles levassem o lixo pra fora pendurado no pinto faria todo o sentido.)


Enfim, como o texto foi escrito em 2012 espero que ela tenha desconstruído o machismo dela mais um cadinho agora.

Zero disse...

anônimo (a) 19:01

agradeço, não me senti me perseguido ou zoado em nenhum momento, não agora.

olha, tem varias mulheres falando mal de sexo ou de alguma experiência ruim com homens. eu não quero ser mais um, não quero acabar sendo uma lembrança negativa na vida de ninguém.

e há essa possibilidade, então não quero arriscar. como disse, tive "meia dúzia" de nãos na adolescência, e depois não tentei mais.

então não pretendo ainda "correr atrás" de algo que possa ser ruim pra ambos lados.

pode ser bom ? pode, mas também pode ser traumático. é um tiro no escuro.

e seria audácia minha me colocar em posição de conseguir, como se mulher estivesse na minha alçada. não tá nem perto...

Anônimo disse...

Foi essa otária que falou a respeito de Germaine Greer num programa em que foram ela, Naomi Wolf, Greer e Anita Sarkeesian: "Não sei pq convidaram Greer. Suas opiniões sobre transsexuais são nojentas, acho que vai ter climão." Enfim, third-wave e pós-moderna total. O que esperar de alguém que não só sabe que é como se autointitula uma "bad feminist", cita Butler... Lógico que não gostaria da tia Greer... No entanto os comentários do youtube para o programa, de mulheres e até homens diziam não saber o que alguém tão gênia como Germaine Greer estava fazendo num mesmo programa com aquelas ACÉFALAS da Naomi Wolf, Gay e Sarkeesian! RÁ RÁ RÁ

Anônimo disse...

Seria um homossexual dentro de uma relação heterossexual(com parceira mulher) ou assexual (sem parceiro), infeliz??

Acho que isso invalida a luta por igualdade, combate a preconceitos,e luta pela liberdade de vários movimentos! (inclusive o GLS)

Poderia ser todos heterossexuais felizes! (será?)

Acho que o ódio ao macho, esta causando problemas para sexualidade de algumas! Isso não aconteceria se o ódio fosse ao preconceituoso machismo!! (esse sim completamente errado!)

Problemas na sexualidade são reais, visto o numero de mulheres feministas que não tem vida sexual aqui. Nada contra!! Mas a existência disso é completamente desnecessária, embora legitima se feita por opção racional.(e não irrestrição opcional, dado a heterossexualidade e o ódio aos homens serem condições contrarias)

Anônimo disse...

Se bem que gosto da Wolf, well, curti O Mito da Beleza e só. Mas bem, ela é uma third-wave, não serve pra pisar no mesmo chão que Greer. Perto de Greer, Naomi é fraca como feminista, assim como Greer e Steinem eram fracas perto de Dworkin, Robin Morgan, Kate Millett e Shulamith Firestone... Enfim, esse blog demonstra uma desonestidade intelectual incrível.

Raven Deschain disse...

Gente, essa pessoa é louca ou muito, mas muito desonesta mesmo.

Vc tá aí dizendo que a guria precisa de "relação afetiva com homem pra ser feliz" tb conhecido como "vc precisa de rola" e o preconceito é nosso?

Vá se tratar, porra!

Ela não PRECISA de macho nenhum. Mulher nenhuma PRECISA.

Idiota.

Anônimo disse...

Apoiada, Raven.

Rê Bordosa disse...

Raven,

Que abéçuuuuuuuurdo!
Mulher precisa de homem! Assim como passarinhos precisam de bicicleta.


lola aronovich disse...

Aham, vc sim, anon das 19:26 e 19:36, que é de uma honestidade intelectual incrível. Chamando feministas de acéfalas só porque discorda delas... Criando rivalidades entre feministas, elencando... Isso sim é ótimo pro feminismo e pras mulheres, parabéns! Ajuda mesmo!
Por que não admitir que todas elas contribuiram e seguem contribuindo pro feminismo? Eu discordo do posicionamento transfóbico atual da Greer, mas não nego sua importância nos anos 70. Vc e outras radfems têm mais é que odiar um texto como o da Roxane Gay, porque tudo que ela diz é "viva o feminismo, vc pode fazer isso e aquilo e ser feminista". Pra quem adora ditar dogmas e cassar carteirinhas, qualquer uma que diga isso é uma inimiga a ser enfrentada. Por que combater o patriarcado, né? Vamos ficar fiscalizando femnistas!

Anônimo disse...

Germaine Greer, que tem transfobia e participou de um BBB no exterior?!
Parece que o feminismo radical esta muito em alta aqui
Desonestidade Intelectual é ser pró preconceito!
O blog da Lola não costuma apoiar isso

Anônimo disse...

Lola foi muito mais rápida! Parabéns pelo comentário

Marcia disse...

Raven, estou aqui! O sistema me fagocitou para uma instituição ultraconservadora, onde ser uma má feminista é um ato de rebeldia.

Amo make. Batom escuro então, aquele que mulher 'feminina' e de 'bom gosto' não usa é bem o meu favorito. Mas o coração bate forte é pelos 'Vermelho quenga' tenho uma coleção com uns 6! Acho que maquiagem é fascinante para análise feminista por que é uma técnica de culto ao eu que pode muito bem ser mobilizada para opressão e empoderamento. talvez com muita ênfase na opressão, mas usar make não corrói senso crítico a priori. Engraçado que trabalhar para o Estado, a maior e mais forte instituição machista da história, nunca é tão condenável como usar maquiagem´no discurso feminista, por quê será hein?

Eu, como toda feminista má, obviamente que dei um jeito 'indigno' de pagar as contas da casa (essa coisa mundana de classe média baixa, trabalhar para viver): tô recebendo para ensinar homens (mulheres também, mas tenho mais alunos). E claro que pautas feministas são exemplos de todas as aulas, ué.

Hoje mesmo,vou tentar ensinar sobre a legitimidade do aborto, para homens. Deixa eu explicar: lá no curso ultra-conservador de direito (hum, acho que foi um pleonasmo) onde dou aula, já fiquei sabendo que o professor de penal, promotor, passou duas aulas falando horrores sobre as 'assassinas' que abortam. Pois bem, o tema da minha aula será a Legitimidade do Aborto, o que a autonomia moral realmente significa e por que nenhuma noção de direito por ignorá-la. Tem poucas meninas na sala, a maioria é homem e eu estou lá, fazendo a minha parte de 'má feminista vendida ao patriarcado' e conversando, dialogando, pondo pulgas atrás da orelha de muito macho de plantão.

Vou mudar o sistema? Tenho plena consciência de que não, não vou. Mas sou perfeitamente capaz de ser feliz com um feminismo que se comprometa em salvar algumas mulheres, enquanto não pode salvar todas. Como má feminista que sou, óbvio que sou reformista. Não consigo acreditar em 'bondade' que vem da revolução, por ela ser 'a revolução'. Veja, sei que revoluções existem, mas, na minha avaliação, elas desmontam opressões construindo novas. Não consigo acreditar que um suposto regime que tivesse a maioria das mulheres do poder seria mais justo do que esses regimes que são governados por homens, mesmo que as mulheres tenham sucesso e reinventem um novo tipo de poder. Pronto, falei. Podem me mandar para fogueira, afinal, nenhuma bruxa é má o suficiente se ainda não foi queimada.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 234   Recentes› Mais recentes»