quarta-feira, 26 de agosto de 2015

"NÃO ME INCOMODA SER FEIA, SÓ O QUE VEM COM O ADJETIVO"

Ilustração que a linda Dani Libardi fez pra mim e que vai virar quadro aqui em casa

Vários comentários excelentes e muita polêmica: este foi o resultado da discussão diante do post da S., "Sou gorda. Onde está o meu harém?"
Panthro sugeriu o episódio 3 da temporada 4 de Louie, "So did the fat lady". O final deste episódio tem um excelente monólogo que pode ser visto aqui (mas está em inglês, sem legendas). 

"Não poderia ter me identificado mais. Sou feia, segundo qualquer padrão que conseguiria imaginar. Não me incomoda, como me incomodaria? Me incomoda o que vem com o adjetivo.
Não sou gorda, pelo contrário, e jamais equipararia o que passei ao que a garota deve ter passado. Ainda assim temos histórias incrivelmente parecidas, em pontos que se repetem, e se repetem, e continuarão a se repetir...

Também ouvia os comentários maldosos de completo desconhecidos, também ouvias as piadas dos grupinhos, também ouvi o 'até ela' entre risos. Também era ignorada, e também via o garoto sendo zoado por eu simplesmente falar com ele. Ouvi o comentário do garoto feio. E acima de tudo a pretensão, proferida ou não, de que a garota feia se interessaria por qualquer um que fala com ela. Ouvi do 'beta', muito mais do que do 'alfa', que parecia estar ocupado demais e que não poderia me deixar mais feliz.
Ouvi de mulheres, em mais raras vezes, mas ouvi.
Poxa, só queria acenar para a autora. Acenar para a Lola também...
É só um comentário vazio e quer não pretende chegar a ponto algum. É só um aceno... (Anônima)

O maior prazer na vida é fazer o que
as pessoas dizem que você não
consegue fazer
"Queria prestar minha solidariedade a S, autora do post, mas fica difícil.
Um homem vem e escreve que os homens gordos e feios, coitados, são ridicularizados e só levam fora.
Outra vem e escreve 'simples , basta vc se amar e parar de chorar'.
Outra tenta dar conselhos pra autora se sentir melhor, e toma pedrada (vc só falou coisa óbvia, a autora já sabe disso, que desnecessário...).
Minha opinião (correndo o risco de tomar pedrada de qualquer um dos lados):

- por favor, não comparem homem gordo com mulher gorda. Não tem nem cabimento a comparação. TODOS os gordos que conheço estão casados ou namorando. O único que sei que é solteiro, é porque é um boçal, chato, machista, pegajoso, que ninguém aguenta namorar dois meses (mimimi, porque sou feio, porque sou gordo, porque sou pobre, porque vão me meter chifre), ninguém aguenta mesmo. Então, se o homem fica solteiro é porque é um CHATO e não porque é gordo.
- mimimi, só tem mulher interesseira. Nossa, não sabia que não existia homem interesseiro querendo "encostar" na primeira tonta que aparece. Pela minha profissão (médica), infelizmente já conheci alguns assim, que acham que médica é ser rica, e eles até já quiseram casar/ morar junto, pedir empréstimo pra mim kkkkkk tomaram um NÃO bem grandão.
- sou magra, ano passado e retrasado estava no sobrepeso. Emagreci porque quis, sabe por quê ? Porque sei o que os gordinhas passam e nem de longe quero passar pela mesma coisa. Já passei a adolescência inteira sendo chamada de feia porque era magrela com óculos fundo de garrafa, agora que estou ok, arrumadinha, operação de miopia, e um corpo nos conformes, não quero passar outra metade da minha vida sendo chamada de gorda feia. E não tem coisa pior do que se olhar no espelho e se achar feia. Não quero passar por isso de novo.
Gatx feminista: que se danem
os seus ideais patriarcais de
beleza. Eu sou lindx
Tenho permissão para querer emagrecer, ou vou ser fatalmente chamada de gordofóbica, como já fui chamada aqui três anos atrás? Paciência esgotando em 3,2 1...
- S, autora do post: fui chamada de feia durante todo o período de escola, e por motivos diferentes do seu, consigo me colocar no seu lugar e entender o que vc passa. Superei isso há muito tempo. Pode até pegar mal falar assim, fica clichê, mas a mudança na sua vida tem que vir de dentro de vc, e não de fora. Senão não adianta. E é possível sim, vc ser /se sentir linda.

Se quiser conversar um pouco mais sobre isso, se eu puder te ajudar, peça pra Lola nos colocar em contato que será um prazer. Bj e fique bem!" (Maria Valéria)

10 passos: clique p/ampliar
"S, Nesses dias que vc estiver mal, tenta focar nas qualidades, tá? Com certeza vc tem muitas. E psicoterapia tb pode te ajudar. Me ajudou, não 'curou', mas ajudou demais. É um processo lento, mas as coisas melhoram... Hoje eu gosto de uns 80% do meu corpo, na minha pré-adolescência eu gostava de uns 5%. Eu via defeito em tudo, tudo mesmo. Até quando eu recebia um elogio sincero eu achava que era zoeira. Estamos com vc. Beijos!" (Rê Bordosa)

"Me dá uma tristeza de saber que mesmo no feminismo, a gordofobia não é um assunto levado a sério. É muito fácil para as feministas magras falarem das gordinhas com atitude e que têm os namorados lindos. Só que até você atingir esse estado de autoestima, tem uma vida toda sofrendo com humilhações, piadinhas e fiscalização do corpo. Coisas desagradáveis faladas pelas pessoas que mais nos amam até completos desconhecidos.
É muito fácil dizer para ignorar e ter atitude. Muito fácil colocar a responsabilidade da redenção na vítima. De certo, é desejável às vítimas de gordofobia que saibam q o peso na balança não significa ser melhor ou pior que alguém, mas as pessoas têm que saber que gordo também é gente, cidadão, paga seus impostos e tem sentimentos como todo mundo.
É difícil pra gente superar tudo isso. Eu me forço a acreditar que vestir 40 ou 42 ou não ter ninguém me fiscalizando na fila do fast food é bom. Mas não é fácil ter 'atitude' quando o mundo te prova (falo por experiência própria) que você merece ser tratada com dignidade proporcionalmente ao seu percentual de gordura." (Mila)

Meu corpo não pediu tua opinião
"Já que há tantas pessoas dispostas a ajudar, eu sugiro para as pessoas magras e de peso normal: evitem frases gordofóbicas. Não vá falar: 'vou na academia porque se não vou sair rolando', 'não vou comer essa sobremesa porque não posso engordar', 'deleta essa foto porque fiquei com cara de gorda', 'não acredito que meu ex tá namorando aquela gorda', 'se eu não emagrecer 2 kg, não vou poder colocar biquíni na praia', 'tenho que emagrecer pra ficar uma noiva linda' (...) e tantas outras frases gordofóbicas. Se coloquem no lugar da pessoa gorda quando forem falar uma frase dessas. (Anônimo)

Outra ilustração super
verdadeira da Dani Libardi
"Por enquanto o que posso falar é que me IDENTIFIQUEI completamente com o post, COMPLETAMENTE.
Uma vez um cara falou: homem pode até namorar mulher feia, mas gorda NUNCA. Assim mesmo, com essas palavras. Isso faz anos mas nunca saiu da minha cabeça. É tão desgastante notar pelos comentários que parece que falamos idiomas diferentes e ninguém procura olhar o lado do outro. Um mascu aí falando que a mulher já nasce valorizada e o homem corre em busca de valorização, faz-me rir.

O homem tem as oportunidades na mão, a ele é dado o poder da escolha, enquanto a mulher tem de calcular cuidadosamente seus passos para não ultrapassar os limites da moça de família e a puta, da bonita e da feia, da apresentável e da gorda.
Quanto aos comentários falando que tem um monte de gordinha namorando, que o que importa é atitude, isso pra mim é igual boto cor de rosa, para mim é lenda e só." (Sandra)


"Fico triste em ver os leitores da Lola perpetuarem o mito ridículo de que gordas não têm vida sexual. Sou gorda, bem gorda, e nunca me faltou parceiro. E relacionamentos também. Óbvio que tem pessoas que não se interessam por mim, mas ninguém está imune a isso. Entendo que isso é um drama pra quem é adolescente, mas um adulto já deveria ter entendido que atração sexual é muito mais complexa do que o padrão estético midiático. Existe gosto pra tudo.
Me incomoda saber que meninas jovens plus size vão ler esse texto e acreditar que estão fadadas à eterna solidão, assim como eu me sentia quando eu tinha treze/ catorze anos. No mais, nunca fui ridicularizada em um encontro ou quando dava em cima de alguém. Meninas que têm esse medo: coragem! A internet ajuda muito também (viva o Tinder!), principalmente pra quem não tem muito saco de sair mais pra night.
E não, você não precisa ser uma pessoa super extrovertida. Sou bem anti social, nerd, e não tenho problemas. A maioria dos meus amigos atuais são ex-parceiros. Tenho muito mais dificuldade de fazer amizades com meninas.
Agora, já o mercado de trabalho é sim um problema. Tive (e tenho) muita dificuldade de conseguir emprego. Diria que 2/3 das minhas entrevistas de emprego mal sucedidas são por causa disso. E olha que eu sou bem móvel, já tive empregos em que ficava em pé dez horas por dia, subindo e descendo escada." (Júlia)
Baleia é um bicho magnífico. Como virou insulto?

96 comentários:

Anônimo disse...

Eu to falando que aquela minha tabelinha (namoro) esta certa...

As mulheres atraentes pobres querem os homens uteis (ser rico nao é a unica forma, mas é a melhor forma);

As feias, as gordas e as ricas querem homens bonitos.

Agora eu tenho uma prova (famosa que possa ser conhecido de todos voces)... o mendigo gato foi aceito por uma gorda sem ele ter nada, inclusive ele esta morando na casa dos pais, e ja tem 1 filho... aqui a prova:

http://entretenimento.r7.com/domingo-show/videos/mendigo-gato-luta-para-sustentar-familia-e-ganha-surpresa-no-palco-28092014

Se essa mulher fosse bonita que nem ele ou se ele fosse gordo que nem ela, ela jamais o aceitaria sem nada.

Anônimo disse...

Vou explicar o porque dessas escolhas... as mulheres atraentes pobres tem uma vida 'chata', portanto elas dao preferencia pro homens uteis, para diverti-las e entrete-las.

As feias e as gordas querem os bonitos, pois assim elas passarao a serem notadas pelas pessoas.

As ricas (principalmente as bem-nascidas e herdeiras) querem os homens bonitos, pois nao precisam de homems uteis, ja que elas tem um vida de diversao e entretenimento (viagens, baladas, shopping, etc...)

Anônimo disse...

Por incrivel que pareça é mais facil um homem 'apenas' bonito ser aceito por uma bonita rica do que uma bonita pobre.

Anônimo disse...

Aonde nesse mundo que homens gordos são todos casados e arrumam parceiras assim? Eu já conheci várias mulheres que diziam ter pavor de homem gordo e tenho muitos amigos gordos que são depressivos justamente por nunca conseguirem relacionamentos (e os caras são muito gente boas, são respeitosos, educados, conversam bem, muitos não são nerds tetudos, são apenas gordos). Pra ambos os sexos ser gordo no campo dos relacionamentos dificulta as coisas. Pegue 2 gordos um de cada sexo e crie uma conta no tinder pra eles (uma foto que mostre claramente que são gordos), vamos ver depois de 1 semana quem ganha mais matches, convites pra sair e etc? A resposta é ÓBVIA, tão óbvia que existem sites que fazem essas experiências e o resultado é sempre o mesmo: A gorda arruma vários matches, convites pra sair, convites para sexo casual e etc. e o gordo sempre fica no 0 a 0.

Anônimo disse...

Pra acabar com a gordofobia, basta que os gordos fiquem entre eles... mas nao o gordo quer a mulher em forma por que sente mais atraçao e as gordas querem os magros pra terem mais visibilidade social.

O problema dos gordos é que eles sao auto-preconceituosos!

Anônimo disse...

Anonimo das 15:28

nao tenho o link, mas me mostraram um video estrangeiro que fizeram um "experimento social" de um moço e uma moça marcarem encontro pela internet ou sei lá qual aplicativo, e na hora do encontro se disfarçarem de gordos, procure esse video e tire suas conclusões.

Eva disse...

Eu já acho que não dá para estabelecer um padrão nem de um lado nem de outro. Existem homens e mulheres que têm dificuldades em conseguir relacionamento porque são gordos, assim como tem muitos que se relacionam normalmente. Tem os que não conseguem por outros motivos, com o post citou (no caso do cara "chato"), e aí não adianta culpar o peso. Não sei se há estatísticas para isso, que prove de alguma maneira o quanto ser gordo ou não influencia nesse aspecto; se tem, não conheço ainda.

Percebo que as pessoas têm uma tendência a proclamar que é assim ou assado de acordo com suas experiências pessoais. Se é gordo e não encontra parceiros, diz que é devido à gordofobia; se é gordo e se relaciona sem problemas, diz que isso não é obstáculo.

Eu, particularmente, conheço muita gente acima do peso e nunca vi ninguém se queixar de que não namora por causa disso, muitas são casadas, noivas etc. Enfim, não estou dizendo que não é problema, mas a impressão que me dá é que não há uma regra, depende muito de cada pessoa. Que ser gordo não é sentença de solteirice eterna.

Anônimo disse...

E os mascus atacam novamente! É incrível como esses sujeitos são incapazes de olhar pra além do próprio umbigo, tudo tem que girar ao redor deles, que saco! Como bem disse a Eva não dá pra estabelecer padrões. Ainda não entendi essa necessidade desesperada de encaixar pessoas em padrões e caixinhas inúteis, o ser humano não cabe nessas limitações estúpidas.

Anônimo disse...

tem uma carteira dos correios q é considerada bonita pela sociedade-perdir o link da materia-ela poderia muito bem estar com um homem util,mas nao,ta la trabalhando sol a sol.Seu argumento cai por terra

Anônimo disse...

Será possível que esse mascu dos "homens úteis" não cansa? Todo post é a mesma ladainha... Aqui é um blog feminista, ninguém acredita nessas baboseiras, ninguém aqui vai ser convencido por você. Vai procurar um fórum mascu pra fazer sua pregação.

Anônimo disse...


Esse anônimo das teorias das gordas com homens bonitos e homens uteis e blá blá blá não tem outra coisa p fazer da vida né? Kkk só rindo mesmo.
Não tá fácil pra vc né colega?


Sandra

Anônimo disse...

Anon 16:16

É normal que tu negue minhas teorias, pois as mulheres nao tem senso de justiça e fazem o que é conveniente.

Anônimo disse...

Lola

To criando coragem para mandar para vc um guest contando porque eu frequentava fóruns e blogs mascus ;)

Quanto ao post em si, eu não tenho conselhos a dar ou falar qualquer coisa que possa minimamente melhor a situação, apenas falar que as vezes me pego filosofando, porque temos essa necessidade de reconhecimento? Essa necessidade que nos achem belos? Deve ser muuuuita liberdade viver verdadeiramente uma vida totalmente desconectada do que outro pensa ou quer; mas não sei isso existe de fato 

Sandra

Anônimo disse...

Fui uma criança gordinha. Sofri bullying na escola. Nao tao grave a ponto de ser agredida. Talvez fosse um bullying mais silencioso. Eu tinha amigas e amigos, mas poucos deles tinham voz ativa pra me defender. Na adolescência, os meus amigos meninos se afastaram, talvez por serem zoados por andarem comigo.
Já pegaram no meu pé por usar oculos, usar aparelho, ser baixinha,ser nerd, sotaque, as vezes por alguma roupa que eu usava ... Talvez, se eu nao fosse gordinha, essa pegação de pé poderia ter me incomodado. Mas eu sofri tanto deboche por ser gordinha que todo o resto nao fazia nem cosquinha.

Quando alguém falava "4 olhos"...eu sentia na voz da pessoa que ela nem sabia o que estava falando, que ela nem sabia o quanto era ilógica. Quando falavam "gorda feiosa" eu sentia o nojo na voz, o preconceito, a vontade de ofender.
Fora isso, essas pessoas viviam falando que ninguem ia gostar de mim, pq eu era gorda. Muitos diziam que preferiam morrer do que namorar comigo. Quando queriam zuar alguém, falavam que a pessoa "era meu namorado"...uma vez um menino chorou, porque falaram isso pra ele.
Quando saí da cidade pra fazer faculdade, vi que estavam enganados, afinal, vários rapazes se interessaram por mim.
Mas o estrago já estava feito.
Eu nao conseguia me amar. Eu nao conseguia estar perto desses rapazes. Eu tentava, mas nao conseguia. Qualquer moço que me lembrasse algum desses colegas (seja pela aparência, jeito, voz ou alguma ideia peculiar parecida) me causava repulsa.
Até hoje, tendo dificuldades para estar perto de homens. Mesmo se for pra pedir uma informação. Tenho poucos amigos e tenho namorado, mas sinto panico em estar perto de homens desconhecidos.

Anônimo disse...

Sandra, também acho isso, mas parece que é algo interno esse lance de ser reconhecido pela beleza, é só olhar o tratamento que as pessoas bonitas conseguem, ser bonito é viver a vida no modo easy.

AnonLivroAberto

Jonas Klein disse...

Anon 16:20


"senso de justiça" senso de justiça junto com pratica disso, no teu caso seria algum pega uma arma e te enche de bala no meia da rua.

Anônimo disse...

Acho que as pessoas nao querem reconhecimento pela beleza, apenas querem se deixadas em paz.


Para o anonimo das 16:22:
é sério que você é tao robô da sociedade que o fato da pessoa ser gorda já te faz acha-la feia ?

Anônimo disse...

15:28
homem gordo só quer mulher magra, homem negro quer banca.
mulher é objeto na nossa sociedade então ela tem que ser o padrão pro homem "gostar" dela

Anônimo disse...

Jonas, tu nao vai ganhar o 'uats' das gatinhas (nem das feias) da net, desista!

Anônimo disse...

AnonLivroAberto

É muito enigmático para mim isso, e falo como alguém que apenas teoriza a respeito, não conclui nada ainda, e tenho certeza que vou morrer sem viver essa tal liberdade da qual falei.
Realmente as pessoas em nossa sociedade quanto mais belas mais admiradas são, e veja, não há uma lógica, porque o cara que pesquisa a cura do câncer, a pessoa que dedica a vida a causas humanitárias, o gênio da economia, da informática ainda vá lá, mas por ser bonito, que mérito há nisto?????
Mas vivemos assim desejando ser admirados, reconhecidos, acolhidos, pelo outro, sempre o outro, vem do outro a validação que precisamos. E isso gera todos os traumas. Perceba que tanto neste guest post quanto no anterior a fonte de todas as tristezas é sempre o outro, por ter xingado, por ter agredido, por não ter aceitado, por não ter gostado a ponto de namorar
Os homens desejam namorar garotas bonitas e eu me pergunto, porque??? Se vc for pensar racionalmente de que forma isso influencia diretamente o relacionamento? Falei diretamente os homens porque vc é homem é apenas a proposta de uma reflexão. Pois me questiono isso também, o que de fato muda se eu namorar uma pessoa bonita ou uma feia?
Ontem estava pensando em coisas que meu pai falou p mim quando eu era criança que me marcam negativamente até hoje, e pensei, porque uma opinião, uma palavra vinda do outro nos marca tanto????

Sandra

Anônimo disse...

Esses que estão solteiros são os que idealizam uma mulher perfeita que, coincidentemente rs, nunca é gorda. Eu sou gorda e quase nunca saio com gordos. Não por preconceito, pelo contrário, sempre tive mais atração por homens maiores do que eu, mas porque eles são os que mais tem problema com o meu peso. A minha teoria é que eles se odeiam e logo odeiam tudo que se parece com eles próprios. O que percebo tambem é que os meus namorados tradicionalmente atraentes estao comigo por escolha enquanto os outros tendem a achar que estão fadados a ficar com gordas.

Anônimo disse...

O que são esses comentários? A mulher rica gosta do gordo útil, mas se a mulher for pobre gosta de bonito, rico...sei lá, perdi o interesse em ler no meio do comentário. Quem são essas pessoas que sempre fazem esse tipo de comentário? As personificações dos chatos do post que nunca arranjam namorada, pelo jeito. Impossível ser mais malinha que isso.

Anônimo disse...

Sandra,

Se eu tivesse a resposta pra esses questionamentos eu não viveria uma vida tão miserável, mas infelizmente é assim mesmo muita coisa que não deveria fazer sentido simplesmente acontece e parece fazer o maior sentido do mundo, acho que como homem eu penso que teria boas relações com todas as mulheres pelas quais me interesso e que elas se interessariam por mim e me desejariam se eu fosse lindo, ta ai algo que pode ter muita relação o desejo, nesses casos não se trata só de validação mas sim de sentir-se desejado de alimentar o ego e ele transbordar fazendo com que a pessoa sinta-se melhor consigo mesma.

AnonLivroAberto

Anônimo disse...

AnonLivroAberto

Eu entendo, é como falei, eu não tenho as respostas, e como vc já acompanha meus comentários deve saber que com relação a auto estima eu não sou referência rs, então se eu mesma tivesse as respostas minha vida também estaria resolvida.
O fato de teoricamente sabermos dos mecanismos, não significa que consigamos nos libertar deles, ou lidar minimante com eles, a gente tá aqui nessa sociedade, nesse tempo então lida com o que tem a mão.
É mais uma reflexão mesmo.

Sandra

Anônimo disse...

15:39, é o video que os homens que marcaram o encontro com a mulher sem saber que ela era gorda levantam e vão embora depois de dois minutos de conversa? Acho que só um foi educado e continuou conversando com a moça.

Anônimo disse...


Existem várias coisas na vida que não se consegue mudar, mas o peso não é uma delas. Existem aos montes estórias de sucesso, de pessoas que perderam dezenas de quilos e mudaram as suas vidas. Obviamente isso não é algo fácil. Exige disciplina, perseverança e muita força de vontade. Mas fazer algo de grande exige um grande esforço.

Anônimo disse...

Parece que só quem vê gordura são as próprias gordas. Fui "caçado" por uma gorda por 3 meses, namoramos 5 anos, moramos juntos 1 ano, nos separamos por outras questões, e até hoje a coloco como a mulher mais honesta com quem já me relacionei.
A cumplicidade era plena, a empatia perfeita, o sexo era de qualidade, um conhecia a família do outro e todos se deram muito bem.
O exagêro está na cabeça das gordas, e de alguns moleques que não conhecem mulheres mas conhecem bem o Facebook.
Ademais, só para constar, sou "mascu", como diz a Lola.

Anônimo disse...

E me rebaixar pra uma mulher igual a mim, eu nao vou!

Anônimo disse...

Infelizmente,por problemas de dor na coluna nao posso ser gorda mais, dentro da minha realidade.
Era divertido brincar de gangorra kkkk
e posso contar q nas duas era muito feliz e tambem muito triste.
bjus

Anônimo disse...

ano das 17:30 number 1:

e permanecer gordo entao é história de fracasso ?

Tenho sobrepeso, meus exames estão ok, me sinto bem, minha familia me ama, assim como meu namorado e meus amigos, tambem amo eles, e amo minha profissao. Faço voluntariado. E sou muito feliz. Entao eu sou uma história de fracasso ???

quer mais gordofobia que isso ?! chamar emagrecimento de "história de sucesso" !

Esforço ? Eu gasto meu esforço pra me aperfeiçoar profissionalmente, pra aprender mais outro idioma, pra juntar dinheiro pra viajar e comprar casa propria...
Mas nem pensar que eu perco mais 1 dia da minha vida pra tentar entrar no padrão ! Eita sociedade !

Eva disse...

Hoje seria um bom dia pra moderar os comentários, porque olha... tá difícil isso aqui.

B. disse...

Anônima 16:24

Tirando a parte de ser gorda, como vc relatou, o restante do seu relato é minha vida sem tirar nem por. Sofri bullyng (antes de ter esse nome) agressivo durante toda minha vida escolar. Guardo raiva de alguns até hoje e desejo que se ferrem, não perdoo não. Para mim, escola é antessala do inferno. Tenho amigos/as que fazem licenciatura e postam "ai, amo meus aluninhos". Ou o tempo passou ou então não sei onde essa gente da aula.

Anônimo disse...

As mulheres atraentes pobres gostam de homens uteis;

As feias, as gordas e as ricas gostam dos homens bonitos


e as atraentes,pobres,que periodos estao gordas ou magras.e ai?!
kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

17:40

É óbvio que emagrecer é sim uma história de sucesso. Diminuir todo o esforço das pessoas que alcançaram isso é ridículo.

Ninguém é obrigado a emagrecer. Se a pessoa se sente feliz dessa forma, ótimo. Mas existem pessoas que passam a vida reclamando de não serem aceitas por causa do peso, mas que não fazem nada para mudar isso.

Anônimo disse...

Caso tenho alguma adolescente gordinha ou gorda lendo este blog:
por favor, nao acredite quando dizem que gordas são feias ! Vocês são lindas !!! E se alguém te faz sentir feia, se afaste dessa pessoa. É o conselho que eu gostaria de ter recebido quando tinha uns 12, 13 anos...
Tive amigos e amigas que viviam "valorizando" as pessoas magras, amigos que se diziam meus amigos mas tratavam melhor as amigas magras, amigas que se diziam minhas amigas mas que surtavam quando nao entravam na calça 38 (mesmo na minha frente, falavam que estavam horríveis e coisas do tipo, enquanto eu usava uns 3 numeros a mais). Gostaria muito de ter sido capaz de me afastar dessas pessoas. Por que nao fui ? porque eu achava que, por ser gorda, merecia ouvir aquilo, que era óbvio. NAO é.

Caso tenha alguma (ou algum )adolescente magra ou com peso considerado normal:

por favor, tenham mais empatia pelos colegas acima do peso ! cuidado com o que falam pra eles ! E se nao tem nada de bom pra dizer, nao diga nada ! Mais ainda, nao descontem suas frustações em quem já está fragilizado pelo cobrança idiota e cruel do tao padrão ideal.

Para todos os jovens:
se libertem do "padrão" imposto. O bom é ser uma pessoa boa e feliz. E só. Nao tentem mudar pra agradar os outros.

Anônimo disse...

Anon 17:56

Se nos periodos gordos elas ficarem um pouco gordinhas e depois voltarem a serem magras... nenhum homem vai se importar.

Anônimo disse...

Anon das 17:57

diminuir o esforço eu nao diminui. Nao nego que tenha havido esforço. Sei que ouve. E muito.

Mas qual o sucesso disso ?
O sucesso é estar no padrão ?

Se a pessoa está feliz, que ótimo ! Se quer emagrecer, que emagreça! só nao venha chamar isso de história de sucesso, pois nas entrelinhas, eu leio que, engordar (ou continuar gordo) é história de fracasso. E de gordofobia o mundo já tá cheio.

Anônimo disse...

Tem várias mulheres gordas namorando e casadas tbm, só que algumas delas ou talvez várias delas não vivem no mundo cheio de glamour das feministas brancas de classe média-alta e alta das grandes cidades. Assim como tem homens gordos insuportáveis, tem mulheres gordas insuportáveis tbm, talvez como a própria autora do post por exemplo. Assim como tem mulheres gordas brancas e de classe média-alta e alta (o caso de muitas feministas), tem mulheres magras que são negras e de classe média-baixa e pobres. Tenho um amigo que é magro e tem uma namorada gorda e não é um pouco gorda não, ela é bem gorda mesmo. Assim como já vi mulher gorda namorando homem gordo tbm. Aliás já vi mascu racista preferi uma gorda branca do que uma negra magra porque o gene ariano era mais importante para ele.
Tem muitas feministas gordas que se comportam de forma parecida com os mascus. O monte de mascu diz que está sozinho porque é feio enquanto a feminista diz que está só porque é gorda. No mundo doentio e egocêntrico dessas feministas só mulheres saradonas, bombadas ou com corpo de "miss universo" estão namorando e casadas. Eu queria que essas feministas fossem passear nas periferias e interior do Brasil para ver tantas bombadas, saradas e misses casadas. Nem todo homem pobre e feio é um mascu babaca, mas eles tbm não fazem parte do mundo glamouroso das feministas.
Já passou da hora dessas feministas procurarem uma ajuda psicológica porque isso já se tornou doentio, obsessivo e infantil e o blog além de não estar dando resultados parece que só alimenta essa situação doentia.

Anônimo disse...

O que esses mascus não entendem - e por isso criam essas teorias ridículas de homens úteis e o escambau - é que eles não pegam mulher não é porque eles são feios, bonitos, gordos, sarados, ricos, pobres, nerds, whatever. É simplesmente porque eles são BABACAS. Não tem a ver com aparência ou condição financeira. Tem a ver com caráter. Com ideologias. Tem a ver com eles serem pessoas DESAGRADÁVEIS, simplesmente.

Um exemplo disso, é que eu acho o AnonLivroAberto um cara interessante, pelo que ele pensa, por ter se ~regenerado~ (hahahah!) e ter deixado de ser um mascu escroto. Não tô nem aí pra aparência dele, sério mesmo. Eu acho ele um cara interessante, pegável.

Fernanda

Anônimo disse...

Fernanda, obrigado pelas palavras que me tocam, apesar de não ter me "regenerado" ainda, eu parei de visitar fóruns masculinistas e tento me focar em outras coisas como aprendizado, há um longo caminho para desconstruir o que está enraizado na minha mente, mas é a simpatia de pessoas como você a sandra, a lola e uma outra comentarista aqui (acho que é ingrid uma que tem uma foto deitada) que me motiva a continuar tentando ser uma pessoa melhor a cada dia.

AnonLivroAberto

Anônimo disse...

Corrigindo:

Anônimo 17:57

"Ninguém é obrigado a emagrecer. Se a pessoa se sente feliz dessa forma, ótimo. Mas existem pessoas que passam a vida reclamando de não serem aceitas por causa do peso, mas que não fazem nada para mudar isso."


O que você não entende é justamente isso: a pessoa não tem que fazer algo pra ser aceita, os outros é que tem que aceitá-la do jeito que ela é!

Fernanda

Carla disse...

Mas existem pessoas que passam a vida reclamando de não serem aceitas por causa do peso, mas que não fazem nada para mudar isso."

Disse tudo, se você é negro e sofre racismo vire branco. Dá pra fazer, Michael Jackson conseguiu...
Não é o preconceito q tem q acabar, é a vítima q deve fazer algo pra n ser discriminada, se enquadrando no padrão. Q gênio!
Como sempre gente mimizenta querendo dizer q n é bem assim pq conhece fulana q é feliz gorda. Diminuindo o sofrimento alheio.
Engordem bastante, fiquem uns bons anos sendo humilhados, depois digam q n é bem assim.
O problema n é querer ser reconhecido como lindo, estão de sacanagem ou n querem ver o óbvio?
O problema é a humilhação! Ninguém é obrigado a nós achar bonitas, mas essa gente tem prazer em nos humilhar, debochar da nossa cara.
Eu acho muita gente feia nem por isso infernizo suas vidas.
E a S. estava respondendo a falácia dos mascus de q todas as mulheres tem homens rastejando aos seus pés, até gordas, o q é inacreditável para eles , n reclamando q n tem pau de Ouro atrás dela.
É isso q todas tão falando aqui.
Queremos respeito, to pouco me fudendo se me acham bonita.

Anônimo disse...

Fernanda,

Se um dia você ficar com o AnonLivroAberto toma cuidado e não se deixe filmar nem mande nudes, porque ele já falou aqui que compartilha revenge porn (inclusive com nomes e dados das moças, quando recebe) e não liga para as consequências que isso pode causar na vida delas.

Anônimo disse...

18:04


Emagrecer é estória de sucesso sim.

E isso não é gordofobia.

Se vc não quer estar dentro dos padrões, ótimo.

Mas se outra pessoa quer, e conseguiu, teve sucesso.

Anônimo disse...

Se eu quiser engordar 20 kg também será uma história de sucesso ?
ou isso só vale pra entrar no padrão ?

Só falta me dizer que nao é gordo ! Daí vai ser o cúmulo ! Gente que nunca foi gorde querendo falar o que é gordofobia !!!

Anônimo disse...

18:42

Comparar cor de pele com obesidade é totalmente sem sentido.

Cor de pele, até o momento, não é modificável. E não é um problema de saúde pública.

Obesidade é modificável, e é um problema de saúde pública.

Se uma pessoa quer ser obesa, que seja. Todo mundo tem o direito de ser feliz.

Anônimo disse...

18:53

Se engordar 20 quilos é o sonho da sua vida, e vc conseguir, teve sucesso no seu objetivo.

Anônimo disse...

Quando numa conversa sobre obesidade, alguém me fala "é questao de saúde" ou " é só emagrecer"

no fundo, no fundo, no fundo...parece que eu "leio" assim

"nao estou ligando pra tua saúde só quero justificar meu preconceito com gordo" ou "eu falo que voce deve emagrecer, mas eu gosto que voce seja gorda, pra eu poder te zuar"

Tenho que treinar minha mente pra ler ao pé da letra. Mas nao tá dando.

Anônimo disse...

Anon 18:53

Eu já fui gorda. Eu tinha três opções: permanecer gorda e ligar o foda-se, permanecer gorda, mas ficar me lamentando o resto da vida ou emagrecer. Escolhi a terceira opção. Perdi 20 quilos, e tive sim SUCESSO no meu objetivo.

Anônimo disse...

A Organização Mundial de Saúde, o Ministério da Saúde são instituições fascistas e gordofóbicas, pois fazem o absurdo de dizer que a obesidade é uma epidemia mundial, e que aumenta o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

Com certeza são financiados pela indústria da moda e de produtos para dieta.

Anônimo disse...

Ter sucesso no seu objetivo e uma história de sucesso são coisas diferentes.

Se era sua meta, sim, você teve sucesso !

Mas nao é uma história de sucesso e nem de fracasso. Apenas uma história.

Pra mim, está é mais que óbvio!

Se a meta de fulano era mudar de emprego, e ele mudou. Sim, ele teve sucesso no objetivo. Daí a ser uma história de sucesso, são outros quinhentos.

Nao pretendo nem engordar e nem emagrecer. Mas se eu engordar as pessoas fazem uma semblante de tristeza pra perguntar o que aconteceu, E se eu emagreço, de alegria. Isso é gordofóbico.

Há anos atrás fiquei doente (nada muito grave) e emagreci uns 5 quilos em 10 dias mais ou menos. As pessoas vinham felizes me perguntar o que eu tinha feito. E mesmo quando eu falava que tinha ficado doente, muitos falavam "ah, mas doença assim que é boa", "valeu a pena ! pelo menos emagreceu" , " queria uma doença assim", "o ruim que depois que sara engorda de novo" etc..
Pra essas pessoas foi uma "história de sucesso". Quer mais gordofobia que isso?

Anônimo disse...

um comentário pior que o outro

Anônimo disse...

Para mim não foi fácil emagrecer 20 quilos.

Por isso, admiro muito quem consegue emagrecer 70 ou 80 quilos. É necessário muita coragem, determinação e disciplina.

Essas qualidades sempre vão despertar em mim admiração.

Anônimo disse...

nenhum problema quanto a OMS e etc
eu acredito !
eu tenho sobrepeso e estou saudavel ! com todos exames em dia ! mas acredito nas estatísticas!
O que eu nao acredito é em gente que nem me conhece e chega zuando algum gordo, daí qd eu dou um toque a pessoa fala "é que eu to preocupado com a saúde dele" , "pq meu medico disse que nao é saudavel", etc.

por acaso essas pessoas tambem se preocupam com os fumantes? ficam fazendo deboche e piadinhas com eles e depois falam que estao preocupados com a saúde ?
o pessoal que tá tao preocupado com a saúde..por acaso quando dá festas em sua propria resisdencia... verifica se quem bebeu tem carona ou vai voltar de taxi ? ou deixa de servir bebida porque está preocupado com a saúde ?

Anônimo disse...

"por acaso essas pessoas tambem se preocupam com os fumantes? ficam fazendo deboche e piadinhas com eles e depois falam que estao preocupados com a saúde ?
o pessoal que tá tao preocupado com a saúde..por acaso quando dá festas em sua propria resisdencia... verifica se quem bebeu tem carona ou vai voltar de taxi ? ou deixa de servir bebida porque está preocupado com a saúde ?"

Tao obvio.

quanto a igual financeiramente e fisicamente se torna falacia pelo meio externo.doenças e crises financeira.

Anônimo disse...

E se eu for uma gorda, gordona, obesa, mórbida e podre de doente, que merdas vcs tem a ver com isso?

Pago meus impostos, amor e posso usar o Sus tanto quanto vc.

Anônimo disse...

Cara, meu marido é extremamente útil na minha vida. Me acompanha em todos os momentos: ele tá lá na hora de sorrir e na de chorar(e confesso que o inverso tb é verdade).
Tem mais uma coisa que é de extrema utilidade que ele faz muito bem, sabe qnd vc tem aquela coceirinha nas costas que vc não alcança?!
Poi é...

Carla disse...

18:42

Sem sentido é a solução de vcs, basta emagrecer e pronto. O problema n é esse, é a gordofobia e muita gente emagrece só por isso, para n ser humilhada e n pq quis, e isso n resolve porra nenhuma, pq ainda tá cheio de idiota q acha q pode ser preconceituoso com disfarce de mimimi saúde, mimimi brincadeira.

A solução para o racismo é virar branco.
Se é gay vire hétero.
Se é gordo emagreça.
Se se veste com estilo diferente,tipo gótico, é só usar roupas normais da moda.
Se usa óculos, dê um jeito de usar lentes.
Se teu cabelo n é liso, alise.
Se tua sobrancelha n tá feita, vai sofrer na pinça. Vi uma repórter da globo ser criticada por isso.
E por aí vai, n é o ser humano babaca q tem que aprender a respeitar os outros, as vitimas é que tem que fazer algo para n darem motivos para serem zoados.

E essas ideias geniais vindas de feministas... Para que lutar contra machismo? Basta a gente parar de se importar de ser tratada como lixo, eles podem continuar nos humilhando, é só a gente n ligar.
Tudo resolvido.

Carla disse...

Melhor, é só mulheres virarem homens. Aí vamos ser respeitadas, isso ou n ligar mesmo e continuar tudo a mesma merda.

Anônimo disse...

Comentários no padrão G1

Anônimo disse...

anon das 18:47: eu não ficaria com o AnonLivroAberto simplesmente porque eu sou casada e sou monogâmica. Mas isso não impede que eu o admire.

E, (in)felizmente, eu acredito que as pessoas podem sim mudar, evoluir. Eu acompanho o blog da Lola há muito tempo e sempre me ligo nos comentários do AnonLivroAberto. Eu acho (espero!) que ele já evoluiu em muitos aspectos (pelo menos de acordo com o discurso dele) e acho que ele pensaria duas vezes antes de praticar revenge porn com alguém.

Fernanda

Anônimo disse...

Incrivelmente aconteceu isso também, eu fazia parte de grupos de porn no whatsapp e saí de todos eles, não estava me fazendo bem. Não quero e nem mereço os parabéns por fazer a coisa certa, mas foram as poucas pessoas que me tratam bem aqui e que sâo centradas e não men-haters que me fizeram tomar pequenas decisões como essa que juntas podem estar me tornando alguém melhor...

AnonLivroAberto

Anônimo disse...

Comparar homossexualidade etnias com obesidade é muita idiotice pra um post só, a pessoa não pode escolher se é gay ou não e do mesmo jeito não pode escolher se é negro ou não , claro que NINGUEM quer ser gordo, mas emagrecer é muito mais barato do que fazer cirurgia pra ficar branco (o sangue não tem jeito, alou gente) e ser gay não tem nada nesse mundo que faça mudar, parem de troxismo e vão repensar essas ideias racistas e homofobicas

Anônimo disse...

Post não, comentário, desculpem me

Carla disse...

00:24

kkkkkkkkkkkk cara vc é burro ou burra demais. Não está entendendo o óbvio, vcs vem com esse mimimi de que é só emagrecer, tudo na maior empatia, claro. Como se n tivesse nada de errado na pessoa ter q emagrecer para merecer respeito, para conseguir emprego, para sair na rua sem ser xingada... Gordos n são respeitados, fato.
Vcs são gordofobicos mesmo. Para que mudar a mente doentia das pessoas q tem prazer em humilhar os outros? É só emagrecer. É outro tipo de disfarce dos gordofobicos, o de vcs é fingir entender tudo, se importar, para em seguida dizer que estamos choramingando por nada, emagrece aí e cala a boca.

Se o gay muda ou n, n sei, mas bastaria ele fingir q é hétero para ser respeitado. Vendo o Michael Jackson é possível sim virar branco, já vi até uma modelo fazendo o mesmo, clareando a pele. N que eu concorde com isso, só seguindo o brilhante raciocínio de vcs, é isso que as pessoas diferentes devem fazer para n serem hostilizadas, se enquadrar no padrão doentio dos outros, quem n quiser é fresco que só sabe choramingar.
Parabéns, resolveu tudo.

Carla disse...

Agora me responde, se eu emagrecer a gordofobia acaba? Não, pode acabar para mim mas para quem é gordo vai continuar na mesma e se eu engordar de novo, vão em cima de mim me humilhando mais uma vez, porque gordo n merece respeito.
E falam como se emagrecendo viveríamos no mar de rosas, vão se ferrar, já estamos com psicológico fudido, emagrecer n vai mudar porra nenhuma.
Duvido que minha depressão suma, os ataques de pânico desapareçam, e a dificuldade e a vontade zero de ficar perto dos outros melhore.

Anônimo disse...

fui uma criança razoavelmente gordinha.
nao me importava com os apelidos.
Mas quando entrei na adolescencia me senti invisivel socialmente, alem de receber comentarios maldosos dos meus colegas.
resolvi emagrecer.
emagreci uns 15 kilos. O suficiente pra entrar em calça 38.
alguém acha que foi história de sucesso ter passado por privação alimentar ? contar calorias por anos ? forçar vomito ? dormir com fome ?
e sim.... teve muito gordofóbico e sem noção na época achando que eu tinha força de vontade, vencedora, guerreira, e etc...
sucesso foi sair desse ciclo e dar um chute no maldito padrao social.

Anônimo disse...

Duas coisas são fatos... Uma é que a gordofobia bomba no mundo. Os gordos realmente sofrem muito. Mas eu não sei como combater o preconceito, como combater a gordofobia... Tipo, os gordos querem ser considerados bonitos sendo gordos ou querem que as pessoas simplesmente sejam indiferentes em relação a isso? E é o ponto de vista estético que incomoda ou existem outros desdobramentos além da estética que os oprimem?

A outra coisa é que a alimentação nos países um pouquinho menos pobres viraram um lixo. Cheias de gordura, conservantes, sal, açucar e etc. Dá muito trabalhar comer corretamente... Então, tendo em vista como é horrível a questão da gordofobia, alguém tem uma sugestão para estimular a boa alimentação, sem que os gordos se sintam humilhados/discriminados, considerando que uma das consequências mais diretas da má alimentação é o aumento de peso?

Anônimo disse...

AnonimoLivroAberto,
Também acompanho os comentários da Lola aqui no blog e vejo a evolução dos seus comentários. Parabéns! Como na internet tudo é 'suspeito', espero que você realmente exista e que você esteja passando por essa transformação. Continue perseverando... o mundo é um lugar meio ingrato as vezes, mas com certeza você vai encontrar mais paz interior procurando se aceitar e aceitar aos outros, do que alimentando raiva e mágoa nos fóruns que tu frequentava antes.

Anônimo disse...

Falar sobre gordura e magreza é fácil quando não se está em nenhum lado da moeda nem nunca esteve... Eu fui uma criança gordinha e nerd, sofri bullying até não poder mais e virei uma adolescente extremamente simpática e divertida pra compensar o "defeito" de ser gorda, ai meu escape já que ninguém queria namorar comigo era simplesmente sair, beber e convidar qualquer um que topasse sexo. coleciono one night stands e até hj só tive/tenho um namorado. o que isso desencadeou na minha vida mais tarde: anorexia, depressão e ansiedade. não é maravilhoso o mundo? cheguei aos 47kg com 1,67 de altura e todo mundo elogiava e achava lindo e me ajudava a sustentar meu distúrbio. quando comecei a ter sequelas só recebi críticas. até hj sofro com os três mencionados acima e recentemente por causa da anorexia sofri um acidente que alterou minha aparência :) ain't life so pretty? mas é frescura, mas tu não é gorda, não poe essa calça e essa blusa que parece uma linguiça comprida, nada de frente nada de lado nada de costas e por ai vai... se alguém me ensinar a ligar o foda-se ficaria muito grata, porque há anos lido com terapia e com remédios e não consegui coisas mto maiores que deformar meu corpo e entrar na menopausa aos 18 anos (hj tenho 23) por falta de hormônios e enfim. não é só se ajudar e "mudança de dentro pra fora", pular fora de um padrão de vida repetido há anos e receber martelada de todo mundo próximo, mídia e médicos não ajuda muito não. só dá cada vez menos vontade de sair de casa. e sim, ter sido gordinha só fodeu a minha vida e eu tenho terror absoluto de voltar a ser a " a amiga gorda"


queen b

Anônimo disse...

só um adendo:
eu tenho olhos verdes azulados, cabelo loiro, sou branca estilo nunca pegou sol na vida, boca estilo angelina jolie e sinceramente só fui chochada por isso. VOLTA E MEIA se eu me "monto" muito ou vou num lugar com pessoas de mente mais aberta recebo elogios. cantada de rua sempre, mas elogio sincero só com roupa que faz truque de peito/bunda, maquiagem com bronzer, salto alto pra empinar mais...

queen b

Anônimo disse...

Não tinha lido teu comentário, mas é exatamente isso, tirando que eu ainda não consegui sair do ciclo. Tu tá na merda e as pessoas te encorajam a entrar ainda mais, parabenizam o "sucesso" e quando efetivamente algum problema sério acontece tu é taxada de louca sem noção. tããão simples...

queen b

Rê Bordosa disse...

Eita, meu comentário no Guest Post! <3 <3 <3

Comecei a ler os comentários, mas essa mascuzada me deu uma preguiça... Parece até um bando de moleque jogando magic:
-Jogo a carta do mendigo bonito!
-Eu tenho a carta da mulher gorda! Mulher gorda ganha do mendigo bonito!
-Mas eu contra-ataco com minha carta do macho alfa...

Aff, um saco esse povinho que acha que pode quantificar e julgar as pessoas pela aparência, peso e grana.

Obs: amei o desenho da Dani Libardi!

Anônimo disse...

Anon das 02:19

claro que o que a gente quer é ser deixada em paz !!! é pedir muito ???

quanto a ser considerada bonita...várias pessoas me acham bonita !
porque a pergunta ? o fato de ser gorda deveria me fazer ser considerada automaticamente feia ?
Ohhh Myyyy Goddd.... é cada comentário !!!

ninguém é obrigado a achar alguém bonito, mas respeito é bom !!!
e quanto a alimentação, a minha é normal.... a maioria das pessoas comenta.... voce é gordinha e come tao pouco e comida saudavel assim ? sim! pra voce ter uma ideia, raramente como fritura, nao gosto de refrigerantes, etc !

mas quanto à má alimentação de forma geral, claro que deve ser combatida... porque acarreta outros problemas ! assim como o cigarro, que deve ser combatido... mas nao vejo fumante sofrer bullying adulto, nem ser xingado, etc

Lola, você precisa escrever mais posts como esse e explicar mais vezes o que é gordofobia !!! porque que dificil esses comentários....

Anônimo disse...

Anônimo em 09:02

O pessoal tá sabendo super mesmo

Uns falando que a solução é emagrecer (??!!!)
E outros jogando aquela velha do – to preocupado com a saúde (novidade!!!)

Tá complicada a coisa mesmo.

Sandra

Carla disse...

02:19

Como n sabe? N zoar o gordo é demais para vocês? N fazer piadas como nosso peso e aparência? N negar emprego só pelo peso sem importar se é qualificado? N ficar reparando no q gordo como, como se magros só comessem alface?
Tratar os outros com respeito é bizarro pra vcs .

Se alimentar mal prejudica todos mas adivinha quem recebe a preocupação dos outros? Gordos.
Se é magro e só come merda, as pessoas boazinhas tão pouco se fudendo p a saúde delas.
Pq o q importa é q estão magras, já o gordo n, estão se lixando pra nossa saúde, o problema é n sermos magros.
Os babacas nos infernizam pq n nos acham bonitas e isso quer dizer q queremos ser vistas como lindas? Sério?
Queremos q enfiem suas opiniões sobre nós no cu e nos deixem em paz, muito simples.

Anônimo disse...

Queen b, minha solidariedade pra você. Eu não fui uma criança gorda, mas sofri um bullying terrível por vários outros motivos. Um exemplo, tenho miopia desde pequena mas pra evitar zoação, eu não usava os óculos em sala de aula. Inutilmente, porque aqueles merdinhas arranjavam vários outros motivos pra me atormentar. Resultado? Baixo rendimento escolar e hoje seis graus de miopia em cada olho, do tipo que se eu tirar os óculos literalmente não enxergo um palmo diante do nariz.

Creio que o problema é que ensinam a gente, meninas, que temos que agradar os outros acima de qualquer coisa. Que devemos pensar nos outros antes de nós mesmas. Que se algo está errado na nossa vida sempre é culpa nossa. Que se as pessoas não gostam da gente temos que mudar até agradá-los, e não mandar esses babacas à merda e ser feliz. Ensinam às mulheres desde pequenas que só podemos ser autoconfiantes e felizes se os outros nos autorizarem a sermos assim. Mulheres felizes, que se amam como são e não ligam pra agradar os outros, mulheres que SE colocam em primeiro lugar e o resto do mundo vem depois, é o maior terror dessa nossa sociedade machista. Apanhei muito, sofri horrores, chorei uma cantareira e até quis me matar até aprender tudo isso. Mas aprendi. É difícil e dói como uma sessão de tortura, mas você pode aprender também. Todas podemos.

Me desculpe se estou dizendo besteiras, mas por que você não começa mandando um 'foda-se' pra quem SABE que você não está bem e mesmo assim te estimula a continuar nessa furada? Na minha opinião ninguém merece mais um 'foda-se' do que quem propositalmente te empurra pro fundo do poço. Também te aconselharia a procurar terapia, eu sou paciente psicoterápica e isso me ajudou um bocado a superar o bullying. Leia blogs que te ajudem, pessoalmente recomendo o Lugar de Mulher, muito bom. Também é preciso muita paciência e compreensão consigo mesma, porque é muita coisa pra deconstruir na cabeça e as recaídas são muitas. Você pode.

Mascus, vão se lascar logo. A opinião de vocês não conta. Nunca contou. E certamente não vão contar aqui. Se mandem. Juro que arranjamos outro lugar de onde tirar nossas risadas. Vão.

Dani Libardi disse...

Fico muito feliz de ver meus desenhos aqui de novo :D
Eu desenho pra que as pessoas percebam que todo mundo é bonito. Feiura é uma coisa inventada e que a gente acreditou... e como sofre com isso, né.

Dani Libardi disse...

E, ah, Lola, que legal que vai virar quadro o desenho. Seria lindo se depois vc me mandasse uma foto do quadro na parede junto com vc!
bjos

lola aronovich disse...

Na realidade ainda não emoldurei a linda ilustração nem coloquei na parede... Mas finalmente a casa passou por uma reforma, e agora será a hora de colocar os quadros. Amanhã quero levar uns 4 que tenho pra emoldurar. Aí é só furar parede, colocar, tirar foto...
Vou tirar a foto e te mandar sim, Dani! Super obrigada por tudo.

Dani Libardi disse...

Faça no seu tempo :)
Eu que agradeço

Anônimo disse...

fernanda, se o que importa é a pessoa se aceitar pq vcs gastam tanto tempo tentando mudar o que os outros pensam ?
se vcs realmente fossem tão confiantes e auto suficientes não ficariam culpando a sociedade por tudo.

Anônimo disse...

respeitem o direito dos outros de achar gordas feias !
é fato e direito.
podem começar o mimimi e chororo.

lola aronovich disse...

Anon das 11:53, caro troll: vc pode achar o que quiser. Só que uma coisa é achar feias todas as gordas, outra coisa é dizer isso em voz alta. Aí é gordofobia. E outra coisa é hostilizar gordas e quem fica com gordas. Eu posso te achar um bundão à vontade. E posso até dizer que vc é um bundão. Afinal, vc é anônimo. Estou no máximo ferindo seus sentimentos.
Eu rio bastante com esses comentários de "MIMIMI, vcs estão querendo forçar os homens a aceitarem gordas!". Ninguém além de vcs quer forçar ninguém a nada. São vcs que querem forçar gordas a emagrecer, forçar que homens rejeitem gordas, forçar que gordas sejam humilhadas. Sério que vcs acham que exigir respeito é igual a "forçar a gostar"?
De minha parte eu acho bom que um cara seja gordofóbico e preconceituoso de forma geral. Dessa forma já fica definido que o cara é um babaca e não merece se relacionar comigo.

Anônimo disse...

uma vez um moço disse que estava preocupado com a minha saúde (porque eu disse que era vegetariana)

ele disse isso enquanto fumava quase na minha cara

Anônimo disse...

anon das 11:30

nao sou a Fernanda, mas vou responder...

é importante a pessoa se aceitar. Mas nao é porque ela se aceita que nao tem problema ela ser xingada e humilhada pelos outros.

Eu super me aceito e sabe porque eu perco tempo tentando explicar isso ? Porque eu me preocupo com os mais novos e com os que ainda nao se aceitam, até chegar onde estou hoje, tive transtornos alimentares, e nao quero que passe por isso.


É tao dificil entender que pessoas gordas querem respeito ???
Ninguem precisa me achar linda, to nem aí pra opiniao dos outros... Mas respeito é bom !!!

Tem uns comentarios que me fazem perder a fé na humanidade

Carla disse...

uma vez um moço disse que estava preocupado com a minha saúde (porque eu disse que era vegetariana)

ele disse isso enquanto fumava quase na minha cara


kkkkkkkkkkkkkkkkkkk é assim mesmo

Odara disse...

Eu fui muito magra na infância: críticas e pressão para engordar.
Engordei e fiquei gordinha na adolescência: críticas e pressão para emagrecer.
Hoje estou com peso médio mas comecei a ter cabelos brancos, advinha? Críticas e pressão para pintar!
Não tem jeito, todos querem sempre te enfiar na caixinha do padrão vigente.
Outra coisa, eu fumo e a galera vem questionar com esse papinho de saúde e tal mas eu sinto muito mais como uma cobrança para entrar no padrão que preocupação legítima comigo. Tipo: outro dia fui a uma festa de família onde encontrei gente que eu não via há muitos anos e as pessoas não se interessaram em perguntar nem como eu estava mas faziam questão de me mandar parar de fumar e pintar o cabelo! (se fosse pela minha saúde o que o cabelo tem a ver com isso? )

Anônimo disse...

anon 10:40

obrigada pela solidariedade :) eu não sei em que década se passou a tua infância, mas a minha foi nos anos 90 minha mãe até hj se culpa por não ter procurado tratamento psicologico pra mim na época. até hj nos duas nos questionamos até que ponto as crianças são más ou são ensinadas a repetir coisas horríveis pros outros, porque não é possível. o interessante é que hj ela trabalha com crianças e adolescentes e leva esses casos de bullying pra polícia e promotoria, pelo menos.

eu vou e volto da terapia conforme meu orçamento e da minha família, e os últimos meses foram aquela sequência de desastres financeiros, como moro numa capital é extremamente complicado conseguir atendimento nos caps e aquelas clínicas populares que se alastram... meu deus, talvez tenha sido azar mas só encontrei profissionais ... ruins, pra ser gentil.

sabe o que é engraçado? dependendo do meu humor eu realmente mando deus e todo mundo a merda quando começam a me encher, mas o MAIS difícil é justamente com pessoas próximas. algumas ultimamente começaram a entender melhor alguns dos meus problemas e evitam, mas claro, cometem deslizes. e sim, processo longo e complicado... domingo me estressei e já estava entrando em um looping de ódio, raiva, de que eu devia tomar controle da situação de novo (que é bem o que a anorexia proporciona, pra mim ao menos).. mas vamos em frente né. nem tenho dúvidas de que fomos socializadas pra acreditar que nos somos o erro, espero um dia conseguir apagar isso. um beijo pra ti e muito boa sorte na vida :)

queen b

Anônimo disse...

lola, eu sou gordofobica mesmo.
e estou nem aí pra vc não gostar disso, cai na real ! o mundo não vai mudar as opiniões só pq vcs acham errado.
bjs !!!

Ilka disse...

Odara,

Achei legal esse seu comentário sobre o cigarro, pois se tornou um preconceito aceito esculhambar fumantes, mesmo que eles estejam ao ar livre, sozinhos e curtindo seu cigarrinho.
Eu não fumo, mas já fui casada com um fumante e nosso acordo era que ele fumava na varanda. Várias pessoas me perguntavam como eu "permitia" que ele fumasse!
Para mim, o importante é que não joguem fumaça na minha cara, então se a pessoa é adulta, respeita meu espaço e não está me incomodando porque eu vou chegar e dizer "pára de fumar" ou "cigarro é nojento"?
Não é problema meu, simples assim.
E claro que em relação a gordos vale o mesmo, a velha desculpa da saúde para discriminar e ofender pessoas. Quem acha que não é saudável blá, blá, blá, e não foi indagado a respeito, guarde sua opinião para si, não precisa namorar ou adorar gordos, é uma mera questão de respeito.

Anônimo disse...

Um beijo pra ti também, queen b. É assim mesmo, a gente tem recaídas, muda de humor, cai em velhos vícios. Eu também fi criança ns anos 90 e já estive como você está agora, é realmente complicado e dolorido; o importante é a gente não desistir. Pena que você só encontrou terapeutas ruins, eu tive minha cota de profissionais ruins também mas no final achei alguém que me ajudou. Torço pra que um dia você encontre um excelente profissional e aconselho que confie no seu instinto; entrou no lugar e se sentiu mal, dê meia-volta e vá embora. A gente às vezes percebe de primeira que não vai se entender com aquela pessoa, mas resolve tentar e aí vai tudo pro buraco. Priorize-se.

Quanto às crianças muita gente não admite, mas crianças não tem empatia. São egoístas, só pensam em si mesmas, não se importam com os outros e não tem filtro. Pode ser que a criança não se incomode pelo coleguinha ser gordo, mas se o pai diz em casa que gente gorda é nojenta e merece apanhar, a criança vai acreditar e vai agir assim com o colega, sem se importar se isso o faz sofrer ou não. Talvez crianças não sejam más no sentido literal da palavra, mas elas não tem empatia nenhuma. Geralmente elas aprendem a ter empatia com os adultos com que ela convive, com os mais velhos, e algumas mesmo quando aprendem o que é empatia, escolhem não ter nenhuma. Veja-se os lixos humanos vomitando ódio semotivo nenhum no blog.

Quanto às pessoas próximas, realmente é mais difícil mandá-las se catar. Tente começar evitando essas pessoas, não respondendo as provocações delas ou falando sério com elas sobre gordofobia e como isso te prejudicou. Dá um oi e vá embora. Faço isso com uns parentes que são umas pestes e só de não ter que ficar lá, me obrigando a aguentar as asneiras deles já ajuda. E se sentir culpada lembre que você foi educada de forma errada e não deve se envergonhar de dar prioridade a você mesma. Demora mas chega um momento em que se colocar em primeiro lugar faz sentido e você faz naturalmente. Cuide de você mesma e não tenha pressa, vai acontecer. Boa sorte e muita felicidade pra você também. :)

Anon das 15:14 e eu te acho uma fresca babaca recalcalda recalcada que não consegue ver uma outra pessoa feliz mesmo estando fora dos padrões que já quer tentar botá-la pra baixo pra compensar sua própria inadequação. Bjinho no ombro pra ti e vai tratar do recalque. Agredir e desrespeitar as pessoas por causa de recalque é uma coisa muito feia.

Anônimo disse...

Pra esse cara aí só mulher linda e podre de rica escolhe um bonito por atração, né? Afinal, ela já é rica, já tem visibilidade social, pode se dar ao luxo de escolher um parceiro por quem se sente atraída. Agora gorda, feia, rica feia, bonita pobre só escolhem os machos na base da visibilidade social? Nossa, pobre de nós reles mortais que não podemos escolher um homem atraente (dúvido que existam muitas tops models e milionárias aqui).

Odara disse...

Exatamente Ilka!
Beijo ;)

Anônimo disse...

Anon de 17:57,

"Mas existem pessoas que passam a vida reclamando de não serem aceitas por causa do peso, mas que não fazem nada para mudar isso"

Emagrecimento não muda isso. O que muda alguém não ser aceito pelo seu peso é... ele ser aceito.

Lisandro Hubris disse...

Embora alguns homens represente o papel de “apaixonado” (para a mulher que combina com o seu perfil), e com tanto realismo que chega a convencer até o próprio macho, que de fato ele estaria amando...

Como os homens não amam as mulheres de forma incondicional, mais apenas cobiçam os maravilhosos encantos femininos...
Assim que a sua musa fica velha, fica feia, e fica gorda, ela perde todo o antigo poder atrativo que tinha de seduzir os machos.
Pois o “amor” que o homem parecia sentir pela sua companheira não passa de lenda, de fantasia, e da forma como a natureza convence os homens copularem com alguma mulher que o agrade...