domingo, 23 de fevereiro de 2014

REGRAS PARA GATOS

O maridão viu isso em algum lugar do Facebook e mandou pra mim. Eu só traduzi e encontrei algumas fotos fofinhas.
O gato não pode subir nos móveis.
Certo, o gato pode subir nos móveis, exceto na bancada da cozinha.
Ok, o gato pode subir na bancada da cozinha também, mas não quando estou preparando comida. Trato?
Então tá... O gato pode ir onde quiser, quando quiser, desde que não me estapeie no rosto às 5:30 da manhã exigindo ser alimentado.
O gato será alimentado às 5:30 da manhã. 

11 comentários:

Michele disse...

"...desde que não me estapeie no rosto às 5:30 da manhã exigindo ser alimentado."
Hahah pensei que só minha felina linda fizesse isso comigo. Gatos são tudo de bom <3

Anônimo disse...

She sights a Bird-- she chuckles--
She flattens--then she crawls--
She runs without the look of feet--
Her eyes increase to Balls--

Her Jaws stir-- twitching--hungry--
Her Teeth can hardly stand--
She leaps, but Robin leaped the first--
Ah, Pussy, of the Sand,

The Hopes so juicy ripening--
You almost bathed your Tongue--
When Bliss disclosed a hundred Toes--
And fled with every one--

Emily Dickinson

Anônimo disse...

Cat haiku

a dead fairy
dropped gently on my lap
by the proud house cat

Zrs disse...

Melhor companhia do universo, perfeição da natureza! Amo meus meninos peludos.

Anônimo disse...

Minha vó tá com um gatinho agora que é super fofo e me adorou, mas é um capetinha... ele me vê como uma fonte inesgotável de brincadeiras e se acha o último tigre de bengala da face da Terra.

jonas_cg disse...

Não posso ver nada sobre gatos que meu coração já bate forte de tanta fofura!!!! *_*

Caroles disse...

hahahahaha é bem assim, né, Lola. Meus gatitis aqui em casa vão onde quiserem... impossível tentar impor regras! falando em gatos, e já que estamos aqui no bloguinho, tu já leu esse texto da Aline Valek? http://www.alinevalek.com.br/blog/2013/02/gatos-sao-mulheres-que-nao-se-dao-ao-respeito/

Juliana Rocha disse...

Lola, temos mais de trinta aqui em casa. Então imagina de quem é a casa :)

Izabel disse...

Eu tinha preconceito com gato, tipo jamais faria qualquer coisa ruim (com qual ser) mas acreditava naquelas baboseiras de que gato é isso é aquilo, pois bem, uma vira lata (liiindo) decidiu que queria morar lá em casa, isso mesmo, ele decidiu, foi indo indo, ficando ficando e hj eu amoooo gatos, e esse tal agora é um folgado vive lá em casa é nosso e não sai mais.

João Paulo disse...

Lola, queria te fazer um pedido, se vc tiver tempo ou achar oportuno! Adoraria ler o que achou do filme Ninfomaníaca, se vc assistiu! AH! Mais um, sem querer abusar: da próxima vez que viajar deixa um guardinha na caixa de comentários que eles tão virando uma ninhada de trolls.

Marilia Bavaresco disse...

Amo amo amo!!!! Sou uma Elurófila com orgulho!