sexta-feira, 22 de novembro de 2013

QUANDO AS MULHERES QUERIAM SEXO MUITO MAIS QUE OS HOMENS

Outro dia alguém recomendou, em algum post, um artigo de Alyssa Goldstein sobre como o estereótipo de que homens gostam de sexo, e mulheres não, é algo bastante recente (e obviamente falso). Escrevi um pouco sobre isso depois de ler Promiscuidades, da Naomi Wolf, mas já faz um tempinho. 
Então pedi para que uma leitora que já colaborou com uma tradução linda traduzisse o texto da Goldstein pro português. Lígia é professora de inglês e tradutora (o email dela, pra quem precisar, é ligets@gmail.com). E este artigo pode abrir a cabeça de muita gente. 

No século 17, um homem chamado James Mattock foi expulso da Primeira Igreja de Boston. Seu crime? Ter se recusado a fazer sexo com sua esposa por dois anos. 
Apesar da autoprivação de Mattock ter sido vista pela igreja como algo impróprio, a real causa de sua expulsão foi, provavelmente, o sofrimento da sua mulher. Os puritanos acreditavam que desejo sexual era uma parte normal e natural da vida humana, tanto para homens, quanto para mulheres (desde que heterossexual e praticado dentro do casamento, é claro). No entanto, eles também acreditavam que as mulheres queriam e precisavam muito mais de sexo que os homens. Para eles, não era problema um homem abrir mão de fazer sexo; para as mulheres, isso seria muito mais difícil.
Hoje em dia, no entanto, a crença de que homens se interessam por sexo mais do que mulheres está tão completamente disseminada que poucos ousam questioná-la. Seja por causa de hormônios, ou por parte da "natureza humana", homens simplesmente precisam se masturbar e consumir pornografia muito mais do que as mulheres (e se a mulher também tem essa necessidade, é porque há algo de errado com ela). De acordo com o senso comum, mulheres têm que ser convencidas a fazer sexo, devem ser persuadidas ou até forçadas até toparem, porque, afinal, fazer sexo não é algo que elas gostam tanto assim. Para as mulheres, sexo é algo ligeiramente desagradável, algo que elas fazem em busca de aprovação, apoio financeiro, ou para manter uma relação estável. E, já que as mulheres não são -- ao contrario dos homens -- escravas de seu desejo, cabe a elas a responsabilidade de evitar que "tirem proveito delas".
A ideia de que homens são naturalmente mais interessados em sexo é tão difundida que fica difícil imaginar que as pessoas em algum momento pensaram diferente. Ainda assim, por grande parte da historia do mundo ocidental, desde a Grécia Antiga ate o início do século 19, eram as mulheres que se acreditavam serem guiadas por um desejo sexual desenfreado. Em um mito da Grécia antiga, Zeus e Hera discutem sobre quem gosta mais de sexo, o homem ou a mulher. Eles então consultam o profeta Tirésias (a quem Hera havia uma vez transformado em mulher), para dar sua opinião. "Se o desejo sexual fosse dividido em dez partes, apenas uma delas caberia ao homem. As nove restantes pertencem à mulher", respondeu o profeta. 
Tempos depois, a mulher passou a ser vista como herdeira de Eva: sedutora e traidora. Seu ímpeto sexual era visto como um sinal de sua irracionalidade, de sua inferioridade moral e intelectual, e justificava o controle acirrado de pais e maridos. Os homens, não sendo consumidos pelo desejo carnal, e muito mais dotados de autocontrole, eram naturalmente mais adequados para posições de poder e influência. 
O médico e psicólogo Havelock Ellis pode ter sido o primeiro a documentar a mudança ideológica que havia acontecido. No seu livro de 1903, Psicologia do Sexo, ele discorre sobre várias épocas e culturas, e praticamente todas atestam o maior desejo sexual das mulheres. Nos anos 1600s, por exemplo, foi escrito que as mulheres não se sujeitariam a passar pelo parto, não fosse o prazer que obtinham do ato sexual não fosse muito maior que o dos homens. Na mesma época, foi dito ainda que as mulheres eram muito mais aptas ao sexo e muito mais ardentes que os homens. E mais: acreditava-se que as mulheres, durante determinados períodos, eram completamente dominadas pelo impulso sexual.
Mas os tempos estavam mudando. Em 1891, H. Fehling tentou ir contra o senso comum: "a ideia de que o desejo sexual feminino é tão intenso quanto o masculino é completamente equivocada. O surgimento do interesse sexual no amor de uma jovem é patológico". Em 1896, Windscheid escreveu: “na mulher normal, especialmente aquela das camadas sociais mais elevadas, o instinto sexual é adquirido, não inato. Quando é inato, ou surge por si só, é uma anormalidade. Como as mulheres não conhecem esse instinto antes do casamento, elas não sentem falta".
Mas o que causou essa mudança?
É claro que as ideias a respeito de gênero e sexualidade não são as mesmas em todos os lugares e que, em cada lugar, há sempre debates e diferentes pontos de vista. A história dessa inversão de paradigma não é fácil de traçar, não aconteceu de maneira uniforme, nem de uma hora para outra. A historiadora Nancy Cott aponta a ascensão do protestantismo como motor dessa mudança, pelo menos na região americana da Nova Inglaterra. Ministros protestantes, cujas congregações eram cada vez mais formadas por mulheres brancas de classe média, passaram a considerar prudente descrever suas fiéis como seres morais, prontas para responder ao chamado da religião (ao invés de “sedutora e traidora herdeira de Eva”). 
As mulheres, por sua vez, abraçaram esse papel, e ajudaram a construí-lo. Esse era o caminho para um certo nível de igualdade com os homens, ou até mesmo de superioridade. Por meio dos evangelhos, mulheres eram exaltadas como seres acima da natureza humana, criadas como anjos. Se as mulheres seriam o novo símbolo da devoção religiosa dos protestantes, elas teriam de abrir mão de reconhecer seus desejos sexuais. Apesar de os puritanos acreditarem ser aceitável, tanto homens quanto mulheres, ter desejos sexuais, as mulheres agora poderiam admitir fazer sexo apenas como ferramenta de manutenção de seus casamentos, e para permitir a realização de seu desejo de maternidade. A supressão dos instintos carnais, diz Nancy Cott, foi o passaporte das mulheres à igualdade moral.
Se posicionando como castas e virtuosas, as mulheres protestantes podiam agora tentar ser vistas como moral e intelectualmente iguais aos homens. Podiam tentar encontrar um lugar na vida política, advogando por causas como a caridade e a proibição do álcool. Além disso, numa época em que os maridos podiam legalmente estuprar suas mulheres (algo que só mudou nos Estados Unidos em 1933), a castidade e a falta de desejo pelo menos dava às mulheres uma desculpa para tentar escapar do sexo indesejado com seus maridos. 
Esses benefícios, no entanto, estavam restritos apenas a um grupo de mulheres. A ideia da castidade e virtude feminina se aplicava apenas às mulheres brancas e de classe média. Proletárias, imigrantes e mulheres negras continuavam a ser vistas como dotadas de instinto sexual e, portanto, como disponíveis sexualmente. Mulheres brancas e de classe média podiam enfatizar suas similaridades com os homens e, assim ter acesso a alguns de seus privilégios. Sua posição dependia fundamentalmente da sua distinção em relação aos outros tipos de mulheres. 
Mas se as mulheres puderam se elevar a um status de quase anjos, por serem desprovidas de desejo, agora a queda era muito maior caso se entregassem a seus instintos. Antes, as mulheres que pecavam, desde que se arrependessem, podiam ser reintegradas à comunidade. Agora, se pecassem, estariam marcadas por toda a vida. Essas “mulheres decaídas” eram afastadas de suas famílias e muitas vezes acabavam trabalhando como prostitutas para se manterem.
Anteriormente, o desejo sexual feminino era prova da inferioridade das mulheres, mas assim que o estereótipo se inverteu, ninguém argumentou que a lascívia masculina era sinal de irracionalidade, algo que pudesse impedir homens de participar de negócios e da vida política. Não só não era um defeito, como um grande apetite sexual passou a ser considerado positivo, quando virou uma característica masculina. Agora as mulheres, desprovidas de desejo sexual, não possuíam a ambição que leva ao sucesso. 
Assim como o sexo, a vida profissional era considerada suja e desagradável, dificilmente compatível com a delicadeza feminina. Já que seus instintos eram maternais ao invés de sexuais, era melhor que as mulheres ficassem em casa, cuidando de seus filhos. Mulheres negras e pobres, no entanto, ficaram de fora dessa idealização. Ainda eram vistas como apropriadas tanto para o trabalho, quanto para satisfazer os impulsos sexuais dos homens brancos, que não podiam contar mais com suas esposas angelicais para supri-los. 
Porém, a mais duradora consequência da ideia da mulher sem desejo foi o surgimento de um sexismo sorrateiro, cujas evidências aparecem a todo o momento em comerciais de fast-food e cerveja, em que homens são retratados como meninos de cinco anos em corpos de adulto. Mulheres são mais espertas, mais carinhosas, mais responsáveis, mais prestativas; homens, pelo contrário, são guiados pelo instinto e pelos desejos carnais. 
Como homens são incapazes de ajudar a criar seus próprios filhos (já que eles mesmos são crianças), esse papel deve recair sobre a mulher. Como homens são incompetentes demais para fazer o trabalho doméstico, ele deve ficar a cargo das mulheres. Como é impossível para um homem se conter, cabe à mulher se resguardar, usando saias compridas, ficando longe da bebida e da paquera. Para as mulheres, o fracasso por ter parecido puras demais agora significa que elas são responsáveis se forem estupradas. "A pureza das mulheres é a fronteira eterna contra a qual a maré da natureza sexual masculina explode", como disse um reformista do século 19. Essa atitude dura até hoje.
Mesmo quando os papéis de gênero se invertem, o sexismo tem uma capacidade impressionante de se adaptar, e a amnésia histórica colabora para isso. A associação do homem com apetite sexual é uma construção social recente, tanto quanto a associação de meninos com azul e meninas com rosa (menos de cem anos atrás, o papel das cores também era invertido). 
Mas mesmo com todas essas inversões, algumas coisas continuam surpreendentemente iguais. Quando as mulheres eram vistas como sexuais, seu lugar era em casa, como cuidadoras e mães. Quando as mulheres se tornaram sem desejo, seu papel continuou sendo em casa, como cuidadoras e mães. Não é engraçado como isso funciona? Os papeis de gênero ganham sua força pelo fato de parecerem naturais e eternos. Olhando para o passado, podemos observar como de fato são essas categorias: criadas por pessoas, e passíveis de serem mudadas por pessoas. 

110 comentários:

Patty Kirsche disse...

Pelo que percebo, as duas visões, mesmo que diferentes, são empregadas para sustentar a mesma ideologia. Porque, quando as meninas eram vistas como dotadas de intenso desejo sexual, acreditava-se que não era errado um homem abusar duma garota, que ele estaria só "despertando" os instintos dela. Inclusive, Foucault chamou essa ideia de corpo feminino como hiper-sexualizado de "histerização do corpo feminino". E ainda hoje somos vistas como histéricas. Toda a ginecologia se move no sentido de coibir nossas manifestações sexuais "para o nosso bem", porque início "precoce" da atividade sexual traz riscos, porque "múltiplos parceiros" é um risco...

Anônimo disse...

A mulher deve se preservar. Não adianta fantasiar com "igualdade plena". Um cara que teve várias namoradas é considerado "bem sucedido" enquanto que uma mulher que teve muitos namorados fica com a pecha de "usada". E isso tem razão de ser: imagina casar com uma mulher que já passou na mão de uma cambada??? Aí depois vc tem filhos com ela e sai na rua, vai ficar um monte de caras olhando e pensando: "essa aí eu já peguei!"...não dá né?? Esse tipo de mulher tem seu espaço sim, sem problema, nada contra elas, mas só servem para namnoros rápidos, para casar e ter filhos tem que ser uma mulher que se dê mais valor, que se preserve. Sempre foi assim e sempre vai ser, não adianta. Ao menos é o que eu penso (eu e a torcida do Flamengo, Corinthians, Grêmio, Galo, Vasco, etc). Mulheres, não caiam nessa lorota de que "tem que ter direitos igauis, tem que passar o rodo igual aos homens"...se vcs fizerem isso, não reclamem depois se não conseguirem um cara decente para casar, que lhês dê tudo do bom e do melhor. Ou encalhar. Abram o olho. Decência ainda é fundamental!

Rastreador HC disse...

Eu acho muito engraçado pessoas que dizem "verdades absolutas" tipo ah desde que o mundo é mundo é assim e acabou, não podemos contestar...Será que eles não percebem a burrice, cara eles só estão repetindo oq a sociedade diz hoje, daqui a 100 anos a "verdade absoluta" dele será outra e assim a sociedade segue.

Anônimo disse...

Lola,

Meu comentário não tem nada a ver com o post.

mas essa foi a chapa que ganhou o DCE da UFRGS :(

http://liberdadeufrgs.blogspot.com.br/2013/05/o-que-e-machismo.html

Sofia L.B. disse...

AMEI esse texto! ♥


aquarela surrealista disse...

Obrigada pelo texto,muito esclarecedor,Lola...

Lígia disse...

Adorei poder ajudar, Lola. Gostei muito do texto.

Bjinhos

Helen Pinho disse...

"a amnésia histórica colabora para isso" <3

André disse...

Pelo tempo de excitação e orgasmo, penso que as mulheres são mais sexuais que os homens. Inclusive o mais natural seria que uma mulher tivesse mais maridos.

Carol NLG disse...

Que post impressionante, Lola! Eu não sabia dessa questão histórica fenomenal! Sério, isso tem que ser divulgado! E estou fazendo minha parte!

Sara disse...

É inacreditável como o mundo deixa se levar por essa teorias absurdas sem fundamento algum, a sexualidade humana é tão variada, tem tantas nuances, que nem tenho paciência pra aprender todas as nomenclaturas que inventam para classifica-la.
Mas o engraçado é que o patriarcado sempre deu um jeito de colocar as mulheres de maneira geral como inferiores, isso é imutável...

tata disse...

Sensacional o texto! O nosso amigo anônimo aí ainda vive no tempo em que "toda mulher precisa ou quer se casar"? hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

BigMouth disse...

Passo longe de qualquer sujeito que se auto intitula "homem decente".

Anônimo disse...

anon 14.25hs tb acho q vc tem razão, e te juro que me preservei, eu não cheguei a me casar virgem, mas perdi a virgindade com meu marido, pouco antes de nosso casamento, sempre fui uma mulher submissa e meu marido tem verdadeira adoração por mim, tivemos lindos filhos, os amigos deles nem disfarçam a inveja que tem de nós e a declaram abertamente, porque além de tudo sou muito bonita e prendada.
Mas tenho uma compulsão secreta, como me casei virgem morria de curiosidade em conhecer outros homens, e pra falar a verdade enjoei do meu marido, embora transemos normal, quando ele esta afins.
Saio com muitos homens, geralmente desconhecidos, me realizo sexualmente com esses homens.
Já teve semanas que sai com um diferente a cada dia, as vezes até com dois no mesmo dia.
Sua teoria é tão estupida querido, que sinceramente me dá pena.

Cristiano disse...

Sobre o mito de Tiresias, à guisa de curiosidade: a discussão não é exatamente sobre qual, homem ou mulher, gosta mais de sexo, mas sobre quem sente mais prazer (pra quem lê em inglês, está aqui uma tradução de uma das fontes mais importantes desse mito: http://www.perseus.tufts.edu/hopper/text?doc=Perseus%3Atext%3A1999.01.0022%3Atext%3DLibrary%3Abook%3D3%3Achapter%3D6%3Asection%3D7). Tiresias foi chamado para decidir a questão dos deuses por já ter sido homem e mulher e conhecer na prática as especificidades do prazer de cada um.
Enfim, são duas coisas pra mim bastante diferentes, o prazer e o gosto, e acho ainda que nesse ponto a opinião geral se mantém: o orgasmo, por exemplo, de uma mulher e o de um homem deixam bem claro que o prazer sexual feminino parece (digo parece porque só Tiresias poderia comparar esses dois prazeres, hehehe) ser muito mais intenso, duradouro e inebriante do que o nosso.
Mas o texto tem bastante razão em problematizar essa questão, especialmente porque é sabido que muitas mulheres nem mesmo ao orgasmo chegam. A equação entre o volume do prazer e a liberdade de sentir esse prazer fecharia de uma maneira muito mais simples para as mulheres não houvesse um constante policiamento dos seus corpos e dos seus atos.
Por fim, o curioso da história é que os deuses, Zeus e Hera, discutiam sobre quem sentiria mais prazer, mas um defendia a opinião de que o prazer do outro era o maior.

Anônimo disse...

KKKKKKKKKK para o anônimo das 14:25

Anônima das 17:05, sei que você está de gozação, mas parece que o cara das 14:25 é tão estúpido que não iria perceber que você está zoando dele

Cara machista estúpido e cretino merece ser zoado mesmo.

Vai lavar uma calcinha, anônimo machista idiota das 14:25

Hamanndah com preguiça de logar

Lígia disse...

Anônimo das 14:25,

Obrigada por sua sincera preocupação conosco.

Mas pode ficar tranquilo. Seja de que torcida for, a gente não está nem um pouco interessado em caras com você. Nem pra namorar, nem pra casar, nem pra coisa nenhuma.

Se pudermos ficar bem, bem longe, melhor ainda.

Mas obrigada mesmo, viu?

aquarela surrealista disse...

Ô,anon das 14:25,ó,eu até concordo,e não serei hipócrita em negar que este pensamento retrógrado da homarada pega feio mesmo na hora h,pra mulherada...mas será que não tem algo errado não,será que mulher também iria querer um "galinha"pra casar?
Sou a favor que,se mulher não pode dar antes de casar,homem também não.Que negócio esse de "passar o rodo igual os homens"?eu pensei que rodo fosse coisa de mulherzinha(ironia ainda que tardia)quer dizer que vocês tbm pegam no rodo??passam o rodinho,ééé??

Anônimo disse...

Querida Hamanndah não estou de zoeira, essa é parte de minha história mesmo, sinto muito se lhe choquei, mas não menti uma única virgula.
Meu marido é um tremendo de um machista e te garanto que ele bem merece os chifres que leva a rodo.

Nádia disse...

Tudo bem que o anônimo das 14:25 é machista e quer levar todas as torcidas de futebol com ele. Mas será que ele se perguntou se as mulheres que seguem seus instintos sexuais e ficam com quantos caras der na telha quer casar com um banana igual ele? Óbvio que não.
E se alguma mulher reclama que não consegue um cara decente para casar: primeiro, ela não te incluí entre os 'decentes'. Segundo, ela não trocaria a soma das maravilhosas transas aleatórias por um casamento medíocre.

Licca disse...

"Esse tipo de mulher tem seu espaço sim, sem problema, nada contra elas, mas só servem para namnoros rápidos,(...)"

Porque, obviamente, mulher que fica com muitos nunca pode querer e até se casar. Já o homem pode ter relacionamento com meio mundo e ainda, um dia, pensar em se casar. Tão naturalmente óbviooooo!!!!

"(..)para casar e ter filhos tem que ser uma mulher que se dê mais valor, que se preserve."

Em dólares ou real mesmo? E ela deve se preservar por mumificação ou em formol?

"imagina casar com uma mulher que já passou na mão de uma cambada??? Aí depois vc tem filhos com ela e sai na rua, vai ficar um monte de caras olhando e pensando: "essa aí eu já peguei!"...não dá né??"

Imagina casar com um homem que já passou na mão de uma cambada de mulheres?! Aí depois vc tem filhos com ele e sai na rua, um monte de mulheres olhando e pensando: "esse aí eu já peguei!... não dá né??


"se vcs fizerem isso, não reclamem depois se não conseguirem um cara decente para casar, que lhês dê tudo do bom e do melhor."

Tipo você?! Melhor não ser "pura" mesmo HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Anônimo disse...

"se vcs fizerem isso, não reclamem depois se não conseguirem um cara decente para casar, que lhês dê tudo do bom e do melhor."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Essa foi a melhor parte, chorei de rir!!

Anônimo disse...

Isso me lembra de uma letra simples e que adoro do Pato FU, de uma música chamada O filho predileto do Rajneesh:

Você sabe que a mulher tem um apetite sexual
Dez vezes maior que o seu?
Amigo meu.
Você pode passar uma semana inteira
Resguardando a fronteira do lar
Mas ela sempre quer mais
Mas ela sempre faz mais que você!

Por isso é que o filho é mais dela
Por isso é que o filho é mais dela
Você traz a comida
Mas a panela é dela!

Pela minha vivência e conversa com amigas é pra lá de fato confirmado que nós temos mais vontade de sexo que os homens.

Anônimo disse...

Mesmo que seja gozação, isso é mais comum do que parece.

Anônimo disse...

Que lastimável esse chapa 3 do DCE da UFRGS... agora é que não quero estudar mais lá mesmo.

Wellington Fernando disse...

Mulheres gostam de sexo? kkk! Até parece! :p

Vou provar o contrário agora dando 16 motivos pelos quais as mulheres odeiam sexo:
(Por favor, ligue o seu detector de sarcasmo antes de prosseguir...)

1- Mulheres odeiam preliminares.
2- Mulheres adoram homens com ejaculação precoce.
3- Mulheres se masturbam sozinhas apenas para agradar o parceiro.
4- Mulheres traem sexualmente seus maridos com outros homens porque elas não gostam de sexo.
5- Os pontos erógenos das mulheres só dão prazer imaginário.
6- Os orgasmos das mulheres são imaginários (coisa de bruxas medievais histéricas).
7- A palavra "siririca" foi inventada só para encher o dicionário.
8- A sociedade nunca reprimiu a sexualidade feminina.
9- A lubrificação vaginal é só uma coriza no lugar errado.
10- Mulheres se masturbam pensando em dinheiro (meu amigo mascu confirmou isso).
11- Mulheres gostam mais de fingir orgasmo do que senti-lo.
12- Mulheres são as maiores frequentadoras de sex shops, mas só vão lá para comprar obras do Picasso.
13- Existem filmes pornôs feitos especialmente para mulheres só para fazerem média com os homens.
14- Os orgasmos múltiplos das mulheres não são divisíveis por zero, logo, não existem.
15- O período fértil feminino não passa de uma tentativa de golpe comunista do Governo Dilma (segundo consta nos anais astrológicos do Profeçor Olavo de Cavalo).
16- A sexualidade feminina foi reprimida porque as mulheres não gostam de sexo. Não, péra...

Papo sério agora: acho muito triste que muitas pessoas - e até mesmo algumas mulheres - acreditem que as mulheres não gostem de sexo ou não sintam prazer. É de partir o coração saber que muitas precisam se reprimir e levar uma vida inteira sem experimentar os prazeres que nossos corpos são capazes de nos dar.
E viva o prazer feminino!

Anônimo disse...

Até hoje nos EUA as mulheres negras e latinas são consideradas predadoras degeneradas sexuais o famoso "sangue quente".

Anônimo disse...

anon 14.25hs tb acho q vc tem razão, e te juro que me preservei, eu não cheguei a me casar virgem, mas perdi a virgindade com meu marido, pouco antes de nosso casamento, sempre fui uma mulher submissa e meu marido tem verdadeira adoração por mim, tivemos lindos filhos, os amigos deles nem disfarçam a inveja que tem de nós e a declaram abertamente, porque além de tudo sou muito bonita e prendada.
Mas tenho uma compulsão secreta, como me casei virgem morria de curiosidade em conhecer outros homens, e pra falar a verdade enjoei do meu marido, embora transemos normal, quando ele esta afins.
Saio com muitos homens, geralmente desconhecidos, me realizo sexualmente com esses homens.
Já teve semanas que sai com um diferente a cada dia, as vezes até com dois no mesmo dia.
Sua teoria é tão estupida querido, que sinceramente me dá pena.

---------------
Que bom contar isso, assim não confio em humano nenhum e não caso nunca!

Anônimo disse...

KKKKKKKKKK para o anônimo das 14:25

Anônima das 17:05, sei que você está de gozação, mas parece que o cara das 14:25 é tão estúpido que não iria perceber que você está zoando dele

Cara machista estúpido e cretino merece ser zoado mesmo.

Vai lavar uma calcinha, anônimo machista idiota das 14:25

Hamanndah com preguiça de logar

--------------
Ela ate pode estar zoando mas casos como este acontecem com muita frequencia.

Anônimo disse...

Querida Hamanndah não estou de zoeira, essa é parte de minha história mesmo, sinto muito se lhe choquei, mas não menti uma única virgula.
Meu marido é um tremendo de um machista e te garanto que ele bem merece os chifres que leva a rodo.

---------------
Então se você não concordar em algo com seu marido já vai botando chifres nele? Que bom saber como a sociedade pensa.

Anônimo disse...

anon 21.22hs sou feminista embora pouca gente saiba disso, luto pelas mulheres, mas a minha maneira, acho que o sistema é injusto com as mulheres em todos os aspectos, portanto eu burlo esse sistema descaradamente mas não abertamente, e não estou nem ai com quem me considera errada.
E problema é todo seu se não deseja casar, mas se for um machista, como parece ser, estará fazendo um grande bem a humanidade, e se arrepender e achar que encontrou uma mulher decente e virtuosa pra casar que ela percorra os mesmos caminhos que eu percorri, e chegue as mesmas conclusões que eu, e pouco se importe com o seu senso de decência hipócrita.
Anon 21.27hs a sociedade não pensa como eu, muito pelo contrário, o que eu faço só é da minha própria conta e responsabilidade, não busco aprovação dos meus atos.
Mas não tenho a menor dor de consciência, te garanto.

Anônimo disse...

anon 21.22hs sou feminista embora pouca gente saiba disso, luto pelas mulheres, mas a minha maneira, acho que o sistema é injusto com as mulheres em todos os aspectos, portanto eu burlo esse sistema descaradamente mas não abertamente, e não estou nem ai com quem me considera errada.
E problema é todo seu se não deseja casar, mas se for um machista, como parece ser, estará fazendo um grande bem a humanidade, e se arrepender e achar que encontrou uma mulher decente e virtuosa pra casar que ela percorra os mesmos caminhos que eu percorri, e chegue as mesmas conclusões que eu, e pouco se importe com o seu senso de decência hipócrita.
Anon 21.27hs a sociedade não pensa como eu, muito pelo contrário, o que eu faço só é da minha própria conta e responsabilidade, não busco aprovação dos meus atos.
Mas não tenho a menor dor de consciência, te garanto.
--------------
Não sou machista só não gosto de falcidade e traição têm algo contra isso?

Anônimo disse...

*falsidade

Jéssica disse...

"Não sou machista só não gosto de falcidade e traição têm algo contra isso?"

Contra você querer impor seus valores às outras pessoas, com certeza sou. Se não gosta, então não seja falso e não traia, nem seja amigo de pessoas assim, o resto do mundo não tem nada a ver com isso.

lola aronovich disse...

Mascu é tão, tão, mas TÃO estúpido que vê uma manchete dessas ("Estudo: falta de desejo é reclamação de 48,5% das mulheres") e faz tópico em fórum pra dizer besteiras como "Tá vendo? Tá vendo? Não falei? Mulher odeia sexo! A Real não falha nunca! Contra fatos não há argumentos!" e todas aquelas frases prontas com as quais eles se comunicam entre si. Aí vc lê o PRIMEIRO PARÁGRAFO e tá escrito que 48,5% das mulheres QUE PROCURAM ATENDIMENTO MÉDICO POR CONTA DE DISFUNÇÕES SEXUAIS SE QUEIXAM DE FALTA OU DIMINUIÇÃO DO DESEJO SEXUAL. Ou seja, não é 48,5% do total das mulheres no mundo, é das mulheres que buscam tratamento pra disfunções sexuais (pros homens, é mais comum buscar tratamento pra impotência ou ejaculação precoce, embora -- lamento informar -- muitos homens TAMBÉM busquem tratamento para falta ou diminuição de libido). E, assim, só o fato das mulheres buscarem tratamento pra falta ou diminuição de desejo mostra que elas se preocupam com isso. Quem sabe elas até gostam de sexo?
Aí, nos fóruns dos que não sabem ler, um imbecil ainda escreve: "E agora suas feminazis malditas, VÃO FALA O QUE AGORA???"
Ué, a gente vai falar que vcs não sabem ler. Mas isso vcs já sabem.
(A manchete do Terra é enganosa, mas nenhum dos 23 guerreiros de um real que comentaram a notícia se deram ao luxo de lê-la?).
É idêntico aos mascus que comentam aqui: nunca leram um post.

Anônimo disse...

Ah, cara... agora não me sinto mais uma alienígena.
Aqui em casa a coisa rola dessa forma, quem quer mais sexo sou eu! Sempre estou pronta, eheh... mas nem sempre dá, pois ele é quem muitas vezes está cansado ( coitado, tem um trampo muito pesado). Eu só não tomo a iniciativa mais vezes para não forçar a barra. (mesmo tendo trabalhado o dia todo também e estando cansada).

Anônimo disse...

Sawl - The Rebel

Lola, eu gostaria que você opinasse sobre um documentário tendencioso sobre a questão do aborto chamado Blood Money. As declarações do diretor, na minha opinião, foram reacionárias e machistas.
Aqui está o link:
http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-104558/

Quem além da Lola quiser opinar,fique à vontade.
Abraço

Sawl - The Rebel

Anônimo disse...

Nossa, dessa vez a dolores se superou, usou ate um conto de fadas bobo grego, para tetar justificar essa sandice.
Todo mundo sabe que MULHERES TEM BAIXA, libido, quantas paqueradas uma bela mulher leva por dia ? e um rapaz, quantas cantadas leva de mulheres por dia ?
isto se deve a algo que os doutrinadores em desconstrução social, acham que e uma terrível conspiração do patriarcado, A BIOLOGIA.
Mulheres engravidam, portanto, se tiverem o mesmo apetite sexual que os homens, elas estão lascadas, a revolução comportamental sexual, se deu há apenas 50 anos, devido ao anticoncepcional, mas 50 anos de revolução comportamental, não pode subjugar 5 bilhões de anos de evolução humana, assim num vapt vupt.

O que quero dizer senhoras loletes, e que em matéria de libido, nós somos turbinas, e vcs mulheres, fogões a lenha.
vcs precisam de todo um contexto fetichista para se exitarem, nos apenas o estimulo visual.
Vivam com isto ;)

Anônimo disse...

Gente, foi mt engraçado o mascu reclamando asneiras, mas vamos admitir que a mulher ainda se trava mt por causa de homem. Sempre quando eu começo a me envolver com um homem, a vontade de transar bate geralmente no 2 encontro e eu já inicio um processo de auto-flagelação dizendo que não posso, q preciso esperar mais, que ainda não e blablabla. Daí, com o passar dos encontros a vontade vai aumentando e a insegurança tb. E isso acontece demaaaaais com minhas amigas. Umas até extrapolam o nivel da minha paciencia de tanto reclamarem que querem mas não podem ainda, que está mt cedo, etc. Sim, temos que nos desvencilhar dessa neura idiota, mas é mt dificil. Infelizmente, sinto que as mulheres ainda estão a mercê das vontades e "não vontades" masculinas.

Anônimo disse...

Esses coisos vivem dizendo que adoram mulher virgem, eu sou virgem e só fui maltratada pelos homens com os quais me relacionei.

E aí mascus, lógica cadê?

E conheço diversas amigas que casaram virgens e/ou só transaram com o marido (mesmo qdo ainda não eram casados) e os maridos as tratam mal.

Eu um dia pensei que isso poderia fazer os homens me "respeitarem" mais, mas estou vendo que... não. Desrespeito vem de qualquer maneira.

Barbara O. disse...

Os orgasmos múltiplos das mulheres não são divisíveis por zero, logo, não existem.

Eu ri.

Anônimo disse...

Um fator social simples que explica bem esta questão de procura e interesse pelo sexo oposto.

Se você for dono de uma casa noturna, e estipular " homens pagam x, mulheres gratis"
A casa bomba.

Se vocês fizerem ao contrario, "mulheres pagam x, homens gratis"

Tenha certeza que você irá a falência.

Homens gostam de mulheres.
Mulheres gostam de serem gostadas por homens.

Wellington Fernando disse...

Se alguém ainda duvida do sofrimento que muitas mulheres passam pelo fato de seus parceiros não quererem sexo, recomendo que leiam os comentários do post Quando ele não quer mais fazer sexo. O mito de que os homens gostam mais de sexo e que estão sempre disponíveis causa muito sofrimento para muitas mulheres.

Quanto ao anônimo que disse que a mulher tem baixa libido, ele esqueceu de falar da repressão sexual feroz que as mulheres sofreram desde a invenção da propriedade privada até os dias de hoje. Como uma mulher pode assumir que gosta de sexo num mundo onde as mulheres que gostam de sexo são chamadas de fáceis, vadias, quengas, imorais, vagabundas, etc? Além disso, dar cantadas em homens dentro de uma cultura do estupro representa um risco à integridade física da mulher. É justamente o machismo que cria em alguns homens a visão de que as mulheres são "assexuadas". O machismo e o patriarcado foram que mutilaram a sexualidade das meninas.

Anônimo disse...

Eu sempre quis entender essa controvérsia dos tempos modernos: se mulher odeia taaaaaaaaaaaaanto assim sexo e só o usa como moeda de troca, porque essa necessidade tão grande de controlar a sexualidade feminina????

De fato, existe um número muito grande de mulheres que tem problemas com sua sexualidade, fruto desse controle insano que citei aí em cima.
A dificuldade no orgasmo não está ligada a uma "falha física" ou uma "falta natural de desejo". Existe um órgãozinho muito interessante chamado clitóris cuja a única função é produzir orgasmo - muitos deles, muito muito bons - e meu chapéu como ele é eficiente nisso!!! Quando homens e mulheres tirarem seu foco exclusivo no "poderoso pinto das galáxias" as coisas vão fluir muito melhor - pra todos os envolvidos.

Jane Doe

Anônimo disse...

Anon 23:37

"Todo mundo sabe que MULHERES TEM BAIXA, libido,....."

Fato comprovado, principalmente, depois dos filhos.

O que não dá pra discordar no texto é que: "acreditava-se que as mulheres, durante determinados períodos, eram completamente dominadas pelo impulso sexual."

Pedro disse...

Gosto muito de sexo, mas confesso que detesto as ninfomaniacas. Já namorei uma e ela queria sexo a toda hora. Se dizia fiel, mas pode uma ninfomaniaca ser fiel visto que meu trabalho tem viagens de 30 a 60 dias? Terminamos, não pelo fato de ser ninfomaniaca e sim por outros motivos.

Uma vez um senho de 85 me disse que para casamento a mulher não deve gostar tanto de sexo, senão é chifre na certa. Depois de conhecer uma ninfomaniaca, passei a pensar na frase desse senhor.

Loup~garou disse...

@Anônima 22 de novembro de 2013 23:53:

Se desligue um pouco do cachorro correndo atrás do próprio rabo que é o debate progressista x conservador e pesquise sobre os conceitos budistas de samsara e gasshô. Veja-os como metáforas, pois é uma religião extremamente flexível e instrumental.

Para qualquer lado que você atirar, você vai se decepcionar. Com o tempo, você vai enxergar as contradições e a natureza dúbia do mundo e dos fatos, que conseguem produzir consequências tristes e felizes, simultaneamente, em cada expressão. Se seguir a lógica conservadora e se manter virgem se mostrou inútil, não coloque a mesma carga de esperanças sobre a alternativa feminista.

Falando assim, do nada em um blog de cultura e política pode parecer indecifrável e até mesmo esotérico, mas com o mínimo de pesquisa e interesse você vai ver que é extremamente simples, banal até.

Nos vemos.


Cardoso disse...

aninima 23:53. Ser virgem é algo belo e louvável. Casar com uma mulher que só transou com vc é motivo de orgulho para todo homem. Na verdade nenhum homem gosta de dizer que sua mulher já transou com outros caras e fica constrangido se souber que alguém próximo na transou com sua mulher. Isso faz ele até se afastar do parceiro anterior. Nas rodinhas de homens não há possibilidades de um que casou com uma virgem e seja fiel ser motivo de chacotas. Mas já vi várias vezes caras legais serem motivo de chacotas pq a esposa dele transou com algum drogado, bandido ou algum babaca anteriormente. De cada 100 homens que forem consultados se vc perguntar se eles preferiam que suas mulheres nunca tivessem transado com ninguém antes deles, 99 vão dizer que sim. Por isso, creio que a virgindade é algo ainda bonito, apesar de saber que isso não é sinonimo de casamento feliz, pq isso vai depender do marido, claro.

Anônimo disse...

O texto começou bem, mas achei que a argumentação ficou incoerente a partir de um ponto... é uma pena.

Ta-chan disse...

Gente, de boa, vamos parar de jogar conversa fora com masculinistas, machistas e outros congeneres.Eles não querem e não vão mudar de opinião.Dialogar com a maior parte deles aqui nos comentários só nos faz perder tempo e palavras.
Por mim a Lola podia bloquear esse povo todo que só ia acrescentar valor ;).

No mais, deixo uma musiquinha pra animar :):

"Quero uma garota
Que já tenha sexperienced
Não tenho razão para me importar
Com que os outros pensem

Não tenho medo de te dizer
Que essa garota pode ser você
Desde que tenha sexperienced

Já experimentei ter paciência
Com as mais inibidas
Mas enchi o saco e agora quero
Só mulheres vividas

Na cara dura vou te dizer
Que essa garota pode ser você
Desde que tenha sexperienced"

Anônimo disse...

Não pode cair no erro de ficar brigando agora pra ver quem tem mais desejo, mulheres ou homens... cada indivíduo é diferente do outro, essa é a graça.

Clara Averbuck disse...

eu não sei o que é pior: o pensamentinho mascu ou a gramática deles! como você aguenta, lola?!

Tiago disse...

Cardoso:

Deixa eu ver se eu entendi, então é "belo e louvável" só por que assim você não vai ser motivo de piadas nas rodinhas de "amigos"?

Egozinho bem frágil esse seu hein?

MCarolina disse...

Que interessante, já tinha pensado nisso mas nunca tinha lido um texto abordando como essa visão mudou com o tempo. Me lembrou um pouco a Índia, que já teve sua época de Kama Sutra e agora tem uma ideologia bem puritana (só ideologia, claro, e bem machista).
Quando aos bizarros anônimos que postam aqui falando de mulher virgem e rodinhas de amigos, esse blog atrai essa gentinha igual UOL, G1 e outro portais de notícia. O pior do pior, o lixo da sociedade. Se eu fosse a Lola nem publicava esses comentários porque discutir com eles é pura perda de tempo. Aproveitem só para fazer piadas.

Anônimo disse...

Sou a anônima que disse ser virgem porém não respeitada pelos homens.

A mascuzada só veio dizer que é belo ser virgem, que todo homem prefere as virgens (meu último namorado inclusive era reaça e com quase toda a certeza mascu, e exigia mulher virgem - só fui saber disso depois que começamos a namorar - e dava valor pra essas coisas, mas nunca foi capaz de me respeitar como um ser humano) mas explicar como pode um homem querer uma virgem e mesmo assim a desrespeitar (porque mascu que é mascu não respeita a mulher só por ela ser mulher) ninguém foi capaz de.

Pois é.

Anônimo disse...

interessante que o post e sobre mulher gostar mais de sexo do que homem (vai saber de onde tiram isto)
mas em nenhum comentário feminino aqui eu vi uma mulher dizendo, "EU GOSTO DE SEXO, EU GOSTO DE HOMEM"

porque será? posers ?

lola aronovich disse...

EU GOSTO DE SEXO! EU GOSTO DE HOMEM!
(Repitam comigo, meninas hétero. Porque quando não se fala o óbvio um mascutroll acha que estamos mentindo. E quando se fala o óbvio, também. Ah, e o artigo não é sobre mulher gostar mais de sexo que o homem, é sobre quando existia essa percepção, e como e porque isso se inverteu. Sei que vcs não costumam ler, mas... Nem sei porque estou respondendo, se vcs nem sabem ler).

Elaine Telles disse...

Anon 12:36,
deve ser porque a mulher que diz gostar de sexo ganhar imediatamente o rótulo d "puta, vadia, piranha", "vamos usar e jogar fora, que essa não é mulher séria".

indecente disse...

"vcs precisam de todo um contexto fetichista para se exitarem, nos apenas o estimulo visual.
Vivam com isto ;)"

Minha libido está baixa pq tem mto homem burro, feio, machista.
Vivam com isto

Sara disse...

Pro mascu das 12.36hs
Fazendo coro com a Lola eu tb "GOSTIU", pode ser cru ou tostadinho, eu gosto é de homem....apesar dos pesares do machismo, ainda assim eu gosto é de HOMEM..

Anônimo disse...

Vc é tão ridículo q beira o otarismo.
Cuidado pq se lavou, enxugou e calou vc nunca ira saber com q olhos olha os moços no mercado, restaurante, aeroporto sua companheira ou parceira!
E vc ainda se atreve a dar conselho! Rs rs rs rs
Ser rodada ou rodado é feio, se vc deixa a vulgaridade tomar conta de seu caráter.
Quero ver vc, qualquer homem ou cientista descobrir quantos moldes visitaram o canal vaginal se provavelmente nem a própria proprietária se ñ considerar isso relevante irá saber.
Bom seria amar, se entregar e ser feliz pro resto da vida.
O ideal!
Mas tem gosto pra tudo nessa vida.
Se envolver é bom demais, ser promíscuo (a)
tem consequências.
Suas colocações beiram a ingenuidade.
Cuidado podes estar com uma puritana emergente no ramo do puritanismo.
Joana D'arc

Anônimo disse...

Eu não vou me estender muito pq não vale a pena discutir com alguém que se baseia em informações prestadas por psicólogos ,cientistas sociais e afins para argumentar algo tipicamente fisiológico. Na segunda entrevista no programa do Jô o professor DR Elsimar Coutinho afirma:"O desejo sexual é hormônio masculino dominante""O desejo sexual pertence a todos os machos
de todas as espécies".

Sara disse...

anon 16.11hs , esse Dr Elsimar Coutinho é pródigo em soltar pérolas.
Há algum tempo atrás ele disparou que os malditos homens que praticam crimes passionais deveriam ser tratados com atenuantes na justiça pois o CIUMES DOS MACHOS é incontrolável.
Portanto meu amigo se esse cientista maluco estiver certo mesmo, a sociedade faria um enorme bem em proibir o nascimento de meninos, visto que eles estão fadados a serem criminosos.

Renato ripol disse...

O ideal seria que todas as mulheres promiscuas fossem honestas quanto ao seu comportamento e nao ficasse se passando de santa quando forem a procura de um otario para relacionamento serio

Carol NLG disse...

Achei engraçado o mascu aí em cima dizendo que "homem adora casar com mulher virgem/que só transou com ele".

Sabe como é, faz sentido. Gente desse tipo não se preocupa muito com o prazer feminino (hein? Prazer feminino? Lenda feminazi!). Daí, se a mulher já teve algum contato com outro, pode saber que está perdendo tempo. Essa história de orgulho em casar com virgem nada mais é que um tremendo pânico de comparação. Quem vai ficar com um babaca que não se importa com o prazer alheio se souber que tem coisa melhor no mundo?

andrea saores disse...

Esse doutor
e acusado de falta de etica em suas pesquisas. Ficou testando Deprovera em muheres pobres e negras quando no exterior ja era falado que deprovera trazia prejuizo a saude. Apesar disso, o Anonimo ai ainda consegui deturpar o que o cara disse fazendo parecer que ele defendo qeu mulheres nao tem libido, quando nao e isso qeu ele diz"
"Elsimar Coutinho: Olha, a testosterona é o precursor do estradiol, para começo de conversa. A testosterona, o hormônio masculino, é a matéria prima para o hormônio feminino. A mulher que não fabricasse testosterona, não teria hormônio feminino. Então é a testosterona que se transforma em estradiol através da ação da aromatase [enzima responsável pela transformação de testosterona em estrogênio], que é uma enzima que as mulheres têm e os homens não têm, quer dizer, os homens têm mas é um pouquinho de nada, porque o homem também faz um pouco de estradiol, e é indispensável para o homem, porque o homem que não tem estradiol tem osteoporose também, e as pessoas não sabem disso. O indivíduo que nascer sem receptores de estradiol do sexo masculino tem osteoporose com 20 anos de idade, já tem dois casos na literatura. A testosterona da mulher é importante para o libido e para a receptividade dela. O ovário fabrica aquela quantidade de testosterona, que dá a mulher libido, protege o cérebro dela da doença de Alzheimer [conhecido como mal de Alzheimer, é uma doença degenerativa do cérebro], protege da depressão, e quando a gente fala de depressão, o Malcolm tem uma grande experiência com testosterona nas mulheres deprimidas, ela faz os implantes com testosterona e a depressão desaparece."
Falta interpretacao de texto ou carater?

Anônimo disse...

Carol, é exatamente isso! Por isso que ADORO quando fico sabendo que uma mulher casada traiu seu marido machista. Até apresentei um amigo lindo, feminista e ÓTIMO na cama para uma amiga minha, casada com um imbecil desses.

E por q adoro? Porque a teoria desses machistas cai por terra. Eles acreditam que casar com uma virgem (ou com uma q quase n transa) a torna mais confiável quando na realidade isso n tem absolutamente nenhuma influência. E mais: como acreditam que mulher n gosta d sexo esses homens n estão nem um pouco interessados em agradá-las na cama, então o sexo é aquela coisa chata, o cara goza vai dormir e a mulher nem sente nada, óbvio q desse sexo elas n vão gostar mesmo. Quando ela finalmente transa com um cara n machista, q a trata bem e se preocupa com seu prazer aí ja era, adeus fidelidade. E eu quero mais q eles se ferrem mesmo.

Ms.Minna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Me deu vontade de contar minha experiência.
Dei, entreguei minha virgindade ao meu chefe falido com muita vontade de provar daquela descoberta, era a última de minhas amigas, aos 21 virgem.
Contei um conto de um desamor e ele com peninha me ofereceu consolo... num motel!
Quando viu aquela escarlatina nos lençóis me passou bronca, eu morrendo de vergonha erguí a cabeça e revelei q foi minha primeira vez, ñ queria nada dele (o q queria já tinha) e q podíamos ir embora.
Ele ficou tonto, me perguntou pq ñ revelei antes, q poderia ter sido mais amável. Tomou banho e voltou com muito mais tesão e transamos bem mais gostoso.
Nem tínhamos um relacionamento, era só paquera mesmo, ñ tive coragem, además em minha ilusão ele "chefe" ñ iria me querer pra nada sério mesmo.
Nos devoramos maravilhosos três anos, os melhores de toda minha sexualidade até q um ano e nove meses de fidelidade absoluta, (de minha parte pq ele era "casado" mas a esposa tinha câncer) resolví provar meu desamor, aquele q havia perdido justamente por ser virgen na época.
Ñ gostei mas me sentí a maior, e fui levando com os dois, sem amar nenhum de verdade, ria de ter um num dia e o outro no outro.
Um bom demais de dar e receber, outro pra lá de bom de me desejar a ponto de chorar e falhar.
Fui tão feliz, andava dona do ar, pedia sempre mais do chefe e desprezava o chorão, caminhava sorridente, chacoalhada e muito mulher estrada afora, minha mãe ficava pasmada com os telefonemas insistentes dos meus dois escravos pq eu amava ser escrava deles tbm.
Minha mãe dizia q mulher nova, bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor. E eu era!
Nunca me imaginei num casamento sem sexo como vivo hoje, escolhí um belo e promissor q me pareceu mais vantajoso...
Acho q paguei pelos meus pecados.
Minha mãe tbm dizia q pelo andar da carruagem nunca seria mulher de um homem só.
Hoje sou, e frustada!
Dar é bom demais, receber vicia, o calor dos corpos, os desejos as fantasias, o suor, os sussurros, os beijos possuidores, os odores, os gemidos, a tara, a vontade, os orgasmos, o zelo com os preparos, depilação, manicure, bodylotion, lembro dos óleos aromáticos...
Ser fêmea é o gênero perfeito. Amo ser fêmea dominar e ser dominada.
Sexo é um presente de Deus, sempre achei q poderíamos procriar sem termos prazer com isso mas Deus é generoso demais e acrescentou um detalhe chamado amar ao relacionamento.
Feliz é quem ama e é amado!
Mari Martins

Anônimo disse...

Andrea só um pequeno detalhe :receptividade(passivo) é diferente de desejo(ativo)

Anônimo disse...

~ser fêmea~

O texto todo tá idiota, mas esse ~ser fêmea~ foi de matar.

Anônimo disse...

Parabéns à autora do guest post. Ótimo texto!

M.

Laura disse...

Bom, só para rebater esses caras que estão dizendo que eles são uma turbina de desejo sexual, pergunto: Por que as mulheres se masturbariam? Eu me masturbo desde os 12 anos se não me engano, e não sou nenhuma ninfomaníaca. E um dia conversando com umas colegas (não eram amigas), descobri que todo mundo se masturbava também.
Sobre o homem querer mulher virgem, é no seu mundo que homem quer isso. Provavelmente de baixa escolaridade e religioso, me desculpe. Então não ache que o mundo é só o que vc olha a sua volta.

Sara disse...

Renato Ripol não vejo o porque de uma mulher ser honesta e sincera com homens machistas, os critérios que eles usam são totalmente injustos com as mulheres, portanto homem machista tem mais é que ser enganado, enrrolado etc etc.. de todas as formas possíveis, e ainda é pouco para retribuir o mal que eles causam...

andrea saores disse...

nossa anonimo, como e bom ter alguem para explicar meu desejo.
o que ha de tao terrivel em aceitar que mulheres sentem desejo?
Eu sinto desejo, entendeu?

andrea saores disse...


anonymo das 17:34
qd o homen ta recebendo oral ele é ativo ou passivo?
essa lingagem de ativo/passivo e meio antiquada vc nao acha?

e coitadas das suas parceiras.. se bem q tem mulheres que conseguem fazer de um limao uma limonada

Anônimo disse...

Mari Martins
Casa comigo!?!
Antônio Marcos Alencar

Anônimo disse...

Renato Ripol não vejo o porque de uma mulher ser honesta e sincera com homens machistas, os critérios que eles usam são totalmente injustos com as mulheres, portanto homem machista tem mais é que ser enganado, enrrolado etc etc.. de todas as formas possíveis, e ainda é pouco para retribuir o mal que eles causam...
---------------
Que opinião? Não concordar com um estilo de vida "moderno" por exemplo? Não querer praticar swinger?

Anônimo disse...

Sobre o homem querer mulher virgem, é no seu mundo que homem quer isso. Provavelmente de baixa escolaridade e religioso, me desculpe. Então não ache que o mundo é só o que vc olha a sua volta.
============
Os ditos de alta escolaridade e ateus os "evoluidos" na sua opinião só estão conformados já que nesse meio não existe mulher virgem e descente.

Anônimo disse...

Sexo é um presente de Deus, sempre achei q poderíamos procriar sem termos prazer com isso mas Deus é generoso demais e acrescentou um detalhe chamado amar ao relacionamento.
Feliz é quem ama e é amado!
Mari Martins

--------------
Colocar Deus neste meio é de uma canalhice tremende. Não é melhor dizer que é ateu.

Anônimo disse...

quanta idiotice feminista....mesmo com o desejo da mulher sendo considerado mais intenso que os dos homens,sempre existiu estupro,incesto e exploração sexual na prostituição,que era inclusive justificada,já que éramos consideradas "insaciáveis".Não havia nada de "louvável" nisso,penas justificativas para violências sexuais,ou vocês acreditam que não???

Estamos sempre f* enquanto houver machismo,não adianta ficarem catando vantagens em determinadas épocas ou em outras.

clarice

Anônimo disse...

e mais: para uma mulher ser sexualmente liberada ela não precisa se vestir que nem um pedaço de carne! Não sei porque feministas ainda insistem nessa de "liberdade de corpo" é se vestir que nem mercadoria sexual!

clarice

Anônimo disse...

"Por isso, creio que a virgindade é algo ainda bonito, apesar de saber que isso não é sinonimo de casamento feliz, pq isso vai depender do marido, claro."

E só vale para as mulheres não é amigo? nem ao menos pensa sobre o nosso constrangimento de estramos na rodinha de amigas e uma dizer "Ih,já tracei o seu marido"!

Não sei o que é pior mascus idiotas ou feministas fashion...

clarice

Erres Errantes disse...

"não caiam nessa lorota de que "tem que ter direitos igauis, tem que passar o rodo igual aos homens"...se vcs fizerem isso, não reclamem depois se não conseguirem um cara decente para casar, que lhês dê tudo do bom e do melhor."

Caro anon das 14:25, para conseguirmos "tudo do bom e do melhor", nós mulheres recorremos a outro expediente: TRABALHO.

Erres Errantes disse...

Muito interessante esse texto. Engraçado que sempre arrumam uma desculpa para dizerem que as mulheres são loucas e não merecem confiança. Na Grécia antiga, é porque elas eram ninfomaníacas e não conseguiam agir de modo racional. Hoje, é porque as mulheres têm TPM e por isso são histéricas e instáveis.

E dizem que os homens são tão racionais, mas são incapazes de controlar seus ímpetos sexuais ao verem uma mulher de roupa curta.

Qualquer discurso pode ser utilizado ao sabor do que convém no momento.

Letícia Calazans disse...

Hahahahahhahahhahahahahahahahahahahhahahhahahahhahsh

Mascuzão, minha siririca de hoje vai ser dedicada a você!

Mentira, nao há libido forte o suficiente queimpeça alguém de broxar de com vocÊ.

Anônimo disse...

Feministas gostam de penetração? pergunto porque eu li um artigo de uma feminista certa vez, não me recordo o nome( desculpem) que dizia que "a penetração era uma violência institucionalizada pelo casamento" desde que o homem descobriu que o "pênis era uma arma natural de opressão"
o que acham disto?

Anônimo disse...

e mais: para uma mulher ser sexualmente liberada ela não precisa se vestir que nem um pedaço de carne! Não sei porque feministas ainda insistem nessa de "liberdade de corpo" é se vestir que nem mercadoria sexual!

Quem determinou o que é se vestir como mercadoria sexual? O que é se vestir dessa forma? O problema é que tem pessoas que gostam de cuidar da vida alheia e ficar determinando que é "x", "y" e "z" em vez de olharem para uma mulher de minissaia e seguiram com suas vidas sem defecar pela boca. Eu acho que tem é que se vestir do jeito que quiser e ponto final. Ninguém tem nada a ver com isso. Apenas é considerado "mercadoria sexual" pq esse conceito está disseminado na nossa sociedade. Está nos olhos ignorantes, primitivos e retrógrados de quem vê.

Ms.Minna disse...

Tanto a imagem da mulher como amante do sexo de antes, como a de apática pelo sexo sao concepções machistas.
Primeiro que quem esta falando isso sao os homens. Em todos esses estudos e debates dos séculos passados nenhuma mulher se manifestava, eram os homens que estavam tentando dar alguma explicação para o modo de se comportar desse ser estranho que é a mulher.
Segundo, com o fato de acreditar que a mulher nao pode viver sem sexo, os homens de entao conseguiam justificar o fato de "guardar bem guardadinho" a mulher dentro de casa e nao deixar sair, afinal, somos volúveis, nao conseguimos pensar direito, estamos querendo sexo toda hora.
Depois veio a idéia de que nao gostamos de sexo, entao também, outra forma de domínio e de justificar que o homem sim pode trair, é normal neles, etc,
Portanto nem uma coisa nem outra é mais ou menos machista

Ms.Minna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

"Sobre o homem querer mulher virgem, é no seu mundo que homem quer isso. Provavelmente de baixa escolaridade e religioso, me desculpe. Então não ache que o mundo é só o que vc olha a sua volta."

Feministas costumam desconhecer o mundo da baixa escolaridade, da baixa renda, vivem em uma bolha 'classe-média-alta/grandes cidades e capitais' pra cima. Desconhecem a realidade das periferias, favelas, interiores e sertões do Brasil. Não sabem que determinadas coisas que querem glamourizar e impor as mulheres de seu meio já são algo sério em outras realidades sociais e regionais. Muitas mulheres escondem seu passado de farras para conseguir um casamento com homens...machistas, sim, quando mais jovens fazem discurso feminista mas quando chegam a uma determinada idade abandonam o feminismo para vestir a fantasia de 'mulher pra casar' e advinha, elas querem enrolar muitos homens machistas sim, não é a toa que tem tantas mulheres casadas com homens machistas em vez de 'homens feministas' e muitas dessas mulheres eram fanfarronas no passado. Não seja preconceituosa, tem homens machistas com boa escolaridade, na classe média, ateus e pode ter certeza, dando fora em mulher com passado promíscuo e depois elas aparecem para choramingar em blogs feministas. Se homem machista fosse tão desprezível elas não estariam se abalando em levar um fora deles. Se dessem valor aos 'homens feministas' não estariam perdendo tempo choramingando e se irratando com os machistas. Quando elas conseguem o casamento dos sonhos, a primeira coisa que fazem é abandonar espaços feministas e só voltam depois que 'descobrem', ohh que o marido é um machista.

Julia disse...

Quando um machista usa a palavra biologia já sei que vem merda por aí. Quando eu fiz fisiologia na faculdade fiz questão de ler a parte sobre desejo sexual e olha só: o livro descrevia todo o processo de excitação sexual até o orgasmo exatamente da mesma maneira para homens e mulheres, sem mais nem menos.

Anônimo disse...

Sou um homem casado e e sofro demais com o desinteresse da minha mulher por sexo. Tenho diversos amigos casados que fazem a mesma queixa. O fato de esse fenômeno ter se incorporado ao senso comum só pode ser explicado pela própria conduta da mulher contemporânea.

Anônimo disse...

Certamente eu quero muito mais sexo que a pessoa com quem me relaciono, que é portador de transtorno de personalidade esquizóide.

Para quem não sabe, o esquizóide é a pessoa exilada em si mesma, fechamento absoluto para se preservar (não é autismo). E ter intimidade emocional com alguém assim é um processo bastante complicado. A intimidade física também é difícil, eles se sentem violados em seu espaço pessoal quando fazem sexo com alguém e geralmente têm a libido baixíssima, isso se existente.

Eu ainda estou tentando lidar com isso mas provavelmente a relação não vai avançar porque nem adianta nada eu casar com ele e continuar tendo encontros por aí (ele não ligaria) porque vou continuar querendo ele e o nível de frustração de você amar uma pessoa, adorar seu corpo todinho e não poder encostar sem se sentir uma estupradora é algo de enlouquecer.

E ele estaria muito melhor com ele mesmo se não tivesse essa pressão do macho comedor que é imposta aos homens. Ele já falou várias vezes que se sente menos gente por não ser "normal", por não se permitir uma vivência sexual normal comigo ou com quem quer que seja. Acha que não presta pra nada.

E nem adianta dizer que ele (como todo esquizóide) é uma pessoa brilhante, inteligentíssima, cheia de virtudes interiores porque a pressão pelo papel de "homem" sempre pega ele de jeito. Andei passando uns textos feministas para ele ler e ele está adorando enxergar o que o patriarcado fez com ele também. Não vai resolver o "nosso" problema, mas acho que quando uma pessoa passa a entender o que acontece em sua vida e começa a se sentir melhor consigo, isso é bom para o mundo em geral.

Muito provavelmente não vamos continuar juntos e já está rolando esse luto entre nós. Ainda assim, fico feliz de ajudá-lo a brigar com esses preconceitos machistas com armas melhores.

Beijo Lola, amo seu blog.

Hamanndah disse...

Caro homem casado,!mulher gosta de sexo com preliminares, pois o orgasmo dela é quase exclusivamente clitoridiano.

Quando vc quer fazer sexo com sua mulher, mas não a trata com carinho, ela perde o desejo de fazer sexo com vc.

Você. quer que ela corresponda as suas necessidades sexuais- o que e justo - mas também está disposto a corresponder as necessidades sexuais dela?

O sexo, caro homem casado, deve ser satisfatório para os dois. Quando um homem que queremos nos procura para fazer sexo, mas não nos trata com carinho e atençao ao nosso prazer sexual na cama, nós broxamos.

Quando foi a última vez que vc acariciou/lambeu o clitoris da sua esposa nas suas relações sexuais? Foi há. muito tempo? Vc nunca se preocupou com o prazer dela?

Pois é, vc e seus amigos cadados precisam entender quw suas esposas querem tanto caricias sexuais quanto vc no sexo. Quando elas se recusam a fazer sexo com vcs, pode ser que vcs estão tratando-as como uma boneca inflavel, ou seja, uma mulher apenas para o seu prazer e não. para o prazer de AMBOS, MEU CARO, AMBOS, NEM SO VC NEM SO ELA

Hamanndah disse...

Pergunte a Patrick, que não é um homem machista, se a mulher dele está insatisfeita com ele? Vcs, mascus, imaginam que amamos homens machistas. Se isso fosse verdade, vocês não iam estar dizendo que não sobra mulher para vcs, pois é, honens como Patrick nunca ficam sozinhos. Quer outra prova que é o machismo de vcs que o prejudicam?

Hamanndah disse...

Nós , as feministas heterossexuais , amamos ser penetradas pelos homens que amamos/desejamos, quando estamos devidamente excitadas e estimuladas. O que não gostamos é de sermos "arriombadas", "violentadas", pois homens que usam o sey órgão sexual como uma arma - e não como um instrumento maravilhoso para o prazer mútuo não merece, sequer, um segundo do nosso pensamento, sequer do nosso tesão .

Hamanndah disse...

Foi o nosso Pai quem criou o prazer sexual, para a felicidade de seus(suas) filhos(as).

Meu orgasmo é uma delícia. e não abro mao dele para.me relacionar com qualquer homem machista, que não entenda que minhas necessidades sexuais são tão importantes quanto as delegacia

Hamanndah disse...

Não e a ausencia ou presença de um pedaço de pele que comprova se uma mulher e decente ou não

Anônimo disse...

Que texto incrível!

Anônimo disse...

Gente, não sei se alguém já indicou, espero não estar sendo repetitiva.
Se alguém se interessar pelo tema, existem dois autores que tb pensam historicamente sobre a questão. Indico dois textos:

ENGEL, Magali. "Psiquiatria e feminilidade". In: DEL PRIORE, Mary (Org.). História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto/Unesp, 2004, pp. 323-361.

LAQUEUR, Thomas: Inventando o sexo: corpo e gênero dos gregos a Freud, Rio de Janeiro, Relume-Dumará, 2001.

Anônimo disse...

Pois é, vc e seus amigos cadados precisam entender quw suas esposas querem tanto caricias sexuais quanto vc no sexo. Quando elas se recusam a fazer sexo com vcs, pode ser que vcs estão tratando-as como uma boneca inflavel, ou seja, uma mulher apenas para o seu prazer e não. para o prazer de AMBOS, MEU CARO, AMBOS, NEM SO VC NEM SO ELA

Pode ser não, pq eu sempre procuro a satisfazer primeiro
O que mais vc sugere que "pode ser"?

Anônimo disse...

EU GOSTO DE SEXO, E GOSTO MUITO MESMO DE SEXO COM HOMENS.

Mas homem pra mim ou é pra ser amigo sem sexo, ou é SÓ pra fazer sexo e tchau.

Casamento, com todos os sacrifícios obrigatórios - e isso inclui ignorar a bacurinha em chamas quando a outra pessoa não tá a fim de sexo - eu só aguento com MULHER.

Não porque eu não goste de sexo com mulher - pô, ADORO - mas porque eu só consigo AMAR mulher.

Homem como amizade é legal pra caralho, só pra trepar é uma beleza, até porque é muito mais fácil chegar num mané e falar "Tô afim de uma trepadinha sã, segura e consensual hoje sem risco de bateção de panela debaixo da minha janela amanhã, topas?" que fazer isso com uma mulher, vai que a mulher é interessante, aí eu me apaixono e me fodo.

Aliás foi isso que aconteceu, conheci a minha, a nega me virou a cabeça, ela é linda, maravilhosa, fantástica, fenomenal, inteligente, teimosa, adorável, e cá estou eu há 15 anos sem olhar pro lado, porque só mulher consegue me hipnotizar desse jeito, me fazer deixar de pensar no meu próprio tesão pra me preocupar, por exemplo, com a tendinite dela, se o meu clitóris estiver muito feliz ganhando lá os carinhos e não esteja pensando em gozar tão logo.

Só mulher consegue me fazer ignorar meus instintos sexuais porque ELA está com dor de cabeça e não tá a fim, ou porque o sono DELA é mais importante, ou porque as necessidades emocionais DELA também o são.

E também não tô nem aí se ela já deu pra todo mundo, o que interessa é que ela continue não só dando PRA MIM mas também que continue ME AMANDO, CUIDANDO DE MIM, RINDO COMIGO, CHORANDO COMIGO, BRIGANDO COMIGO, ME XINGANDO SE EU ESQUECI DE DOBRAR AS ROUPAS, E FAZENDO AS PAZES DEPOIS SÓ PORQUE EU LHE FIZ UM CAFEZINHO QUANDO ELA MAIS PRECISAVA, DEI UM BEIJO E DISSE "TE AMO DEMAIS".

Detalhe, tenho várias amigas hetero que acharam um cara que lhes virou a cabeça desse jeito depois de galinhar à beça como eu fiz. Eu acho que elas têm a cabeça melhor que a minha, nunca que eu ia conseguir a proeza de galinhar com gente que pode me fazer apaixonar e largar todas por uma só, como elas fizeram.

Sortudos dos caras hetero que conseguem arrumar uma mulher de cabeça boa, que sabe separar sexo de amor, eles sabem que pras mulheres deles eles são REALMENTE ESPECIAIS.

Anônimo disse...

Vejo um pulo na lógica em determinado momento do texto. O texto vem do ponto que as mulheres "puras" se assemelhavam aos homens e por isso tinham mais privilégios, e salta direto pras consequências da inversão, dizendo que quando a maior sexualidade foi atribuída ao homem, nunca se questionou a racionalidade do homem. Está faltando o ponto de mudança. Se não se entregar aos desejos carnais era questão de superioridade, tem que haver um meio termo na cronologia, ou pelo menos fatos que deram início à inversão.

Além disso, como foi falado no texto, os esteriótipos atuais atribuem à masculinidade a questão de ser criança em corpo de homem. Isso é sim uma atribuição de que, ao se entregar aos desejos carnais(que vão além de sexo), a racionalidade diminuiu nos homens, enquanto as mulheres são mais "prestativas, inteligentes, afetivas", etc.

Esses esteriótipos podem contribuir para a naturalização dos comportamentos, mas de jeito nenhum é só uma questão de continuar forçando a mulher a "ficar em casa". Esse esteriótipo masculino é muito prejudicial para o homem, e não deveria ser analisado apenas pela ótica de que é "uma desculpa pra mulher ser oprimida".

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk sensacional o seu post... adorável esposa insaciável...pode continuar que você vai encontrar o amor de sua vida qq hora dessas...ai ele vai passar a ser só seu tbm...rsrsrsrs

Anônimo disse...

Pedro, me passa o contato dessa sua ex ninfomaníaca...hehehe vc não sabe tratar uma mulher como elas merecem... e outra, algumas gozam com palavras ...beijos lascivos e muita preliminar... trate-as bem meu caro...

Anônimo disse...

Trair o marido/namorado porque ele é machista não o fará deixar de ser machista...o mais provável é que ele se torne(Se souber) ainda pior, o que não é NADA BOM, o que menos precisamos é de mais e mais machistas nesse Mundo. Outra coisa, o que uma MULHER que se diz/é FEMINISTA ainda vive/faz ao lado de um machista ? Principalmente ao saber que machistas apenas as tratam como objeto, uma propriedade, uma mercadoria e não a vê como um ser humano que merece tanto respeito e dignidade quanto ele, então...Como algumas mulheres (que se dizem Feministas) ainda se sujeitam a se relacionar com um machista imbecil e idiota ? Tudo bem, casos são casos, inclusive em vários muitas mulheres são ameaçadas devido ao "companheiro" não aceitar o fim do relacionamento e infelizmente em muitas vezes isso acaba de uma maneira muito triste, é lamentável que esse tipo de coisa aconteça com tanta frequência(é lastimável que muitos ainda culpem as mulheres por serem estupradas, abusadas, maltratadas) enfim. Em certos casos, muitas conhecem o Feminismo depois de ter casado, ido morar com o sujeito e de fato, muitos homens sequer sabem realmente o que é o Feminismo...muitos estão tão alienados pelo machismo que nem conseguem ver a merda que estão fazendo(O que JAMAIS, NUNCA irá justificar os seus atos) tenho certeza que com uma boa conversa, diálogo muitos caras podem abrir os olhos e ver o mal que estão fazendo a eles próprios e principalmente as Mulheres, que são as principais e maiores vitimas dessa merda de machismo, patriarcado...os Homens podem e devem apoiar o Feminismo, mas vale frisar que NESSA LUTA, O PAPEL PRINCIPAL É DAS MULHERES, UNICAMENTE DELAS.
Quanto ao artigo principal do texto, SENSACIONAL.

Anônimo disse...

É difícil de entender que esse tipo de coisa não é definida pelo sexo da pessoa? As mulheres não tem a mesma libido, o mesmo vale para os homens. Seres humanos não são robozinhos, tipo, mulheres são assim x homens são assim. Fim de papo...

Anônimo disse...

Só tenho uma coisa a dizer:

Malditos crentes!

Wallace Moura disse...

Olha na minha opinião, sempre tive a impressão que homem gosta mais de sexo que mulher (NÃO estou dizendo que mulher não vá gostar de sexo), mas o apetite do homem é maior: evidencias pra isso não faltam: a maioria dos compulsivos sexuais são homens, problemas relacionados a falta de desejos e até aversão a sexo são mais comuns nas mulheres, tenho um artigo aqui em casa de 2 pesquisadores que diz que a mulher consegue suportar uma abstinência sexual com muito mais facilidade que o homem.
Se realmente o desejo da mulher é maior, por que existe toda uma indústria pornográfica quase que exclusivamente voltada ao público masculino? Já vi diversas matérias em sites femininos que mulheres chegam a preferir chocolate a sexo, e sim hormônios fazem diferênça: testosterona é o hormônio da libido, mais presente no homem, ele invariavelmente deixa o homem mais predisposto ao sexo. Outra questão é a masturbação: Na adolescência e ate após o n° de rapazes que a praticam é significativamente maior que o n° de moças. Só pra terminar: E não sei por que há esse enaltecimento do prazer feminino ser maior que o masculino, Há alguns pesquisadores que refutam isso dizendo que o prazer é muito individual e mesmo que seja verdade, ter um orgasmo maior não seria de muita valia pras mulheres, sendo que apenas 30% chegam lá, segundo dados estatísticos. A mídia hoje em dia parece ter uma necessidade de desvalorizar a sexualidade masculina.