terça-feira, 15 de janeiro de 2013

GUIA DA ESPOSA PERFEITA

Uma boa dona de casa sempre sabe o seu lugar

Vou mostrar um folheto que era entregue às mulheres espanholas que entravam na Sección Femenina, uma ramificação do partido político Falange Espanhola, do general Franco, ditador que governou o país entre 1936 e 1975, ano em que morreu. 
Lembro da sua morte porque minha mãe fez um bolo de chocolate pra comemorar. Eu me chamo Lola por causa de um poema de Garcia Lorca, uma das vítimas de Franco. Pra quem quer saber mais sobre a ditadura sangrenta de Franco, ela serve de pano de fundo para filmes fabulosos como Cria Cuervos e O Labirinto do Fauno.
Este folheto circulou pela Espanha entre 1953 e 1960. Como disse a fundadora da Sección Fememina, Pilar Primo de Rivera (que nunca se casou, apesar do ministro de relações exteriores de Franco ter tentado arrumar um casamento entre ela e Hitler, para começar uma dinastia fascista), esses ensinamentos fariam "as mulheres mais limpas, os filhos mais sadios, os povos mais alegres e as casas mais claras".
Pilar dizia coisas que até hoje são ditas por reaças que desejam perpetuar e justificar a exploração das mulheres pelos homens. Os mascus não a conhecem, senão gostariam dela. Tem como misóginos não se apaixonarem por palavras como "As mulheres não descobrem nada; falta-lhes o talento criador reservado por Deus para inteligências varonis"?
É difícil desassociar a direita do machismo. Não que a esquerda não seja machista, mas a sustentação maior do patriarcado vem do capitalismo. A reprodução de um modelo hierárquico começa com a família tradicional. Na direita não houve ninguém que falou algo parecido com o que disse Marx: "o progresso pode ser medido pela posição social do sexo feminino numa sociedade".
Vejamos a posição social das mulheres defendida pelo franquismo (minha tradução).
Guia da Boa Esposa: 11 regras para manter o seu marido feliz. Seja a esposa que ele sempre sonhou.
Tenha a janta pronta. Faça com tempo um delicioso jantar para sua chegada. Esta é uma forma para que ele saiba que vc estava pensando nele e se preocupou com suas necessidades. A maioria dos homens está faminta quando chega em casa. Prepare seu prato favorito.
Fique linda! Descanse cinco mintuos antes da chegada dele para que vc fique fresca e reluzente. Retoque sua maquiagem, arme seu cabelo. Lembre-se que ele teve um dia duro e só tratou com colegas do trabalho.
Seja doce e interessante. O dia de trabalho chato dele talvez precise melhorar. Vc deve fazer tudo que for possível para que melhore. Uma das suas obrigações é distraí-lo.
Arrume sua casa. Ela deve estar impecável. Faça uma última ronda pelas áreas principais da casa antes de seu marido chegar. Tire do caminho livros escolares e brinquedos. E limpe as mesas para que brilhem.
Faça com que ele se sinta no paraíso. Durante os meses mais frios do ano vc deve preparar a lareira antes de sua chegada. Seu marido sentirá que chegou a um paraíso de descanso e ordem, e isso também levantará o seu ânimo. Afinal, cuidar da comodidade dele te brindará com uma enorme satisfação pessoal.
Prepare as crianças. Escove os cabelos delas, lave suas mãos, e troque suas roupas se necessário. Elas são os pequenos tesouros dele, e ele vai querer vê-los reluzentes. 
Diminua o barulho. Na hora em que ele chegar desligue a lavadora, a secadora e o aspirador, e faça com que as crianças fiquem caladas. Pense em todo o ruído que ele teve que aturar no seu pesado dia no escritório.
Procure estar feliz. Dê-lhe de presente um grande sorriso e mostre sinceridade no seu desejo de agradá-lo. A sua felicidade é a recompensa dele pelo esforço diário.
Escute o que ele tem a dizer. pode ser que vc tenha uma dezena de coisas importantes para falar, mas o momento de sua chegada não é o melhor momento para dizê-las. Deixe que ele fale antes. Lembre-se que os assuntos dele são mais importantes que os seus.
Ponha-se no lugar dele. Não reclame se ele chega tarde, se sai para divertir-se sem ti, ou se não volta pra casa a noite toda. Trate de entender seu mundo de compromissos, e sua verdadeira necessidade de estar relaxado em casa.
Não se queixe! Não o sature com problemas insignificantes. Qualquer problema seu é um pequeno detalhe comparado ao que ele teve que passar. 
Extra! Deixe que ele se acomode no sofá ou se retire para deitar no quarto. Tenha uma bebida quente pronta para ele. Arrume sua almofada e ofereça-se para tirar-lhe os sapatos. Fale com voz suave e prazerosa. 

Incrível como algumas coisas nunca saem de moda, não? Quando os homens dizem "O mundo está perdido! Antes é que era bom", é nisso que provavelmente estão pensando. Mas era bom pra quem? 
E nós mulheres temos a obrigação de adorar sermos inferiores submissas! Caso não aceitemos essa submissão de bom grado, este vídeo de um minuto do período franquista mostra o melhor argumento a se usar com as mulheres.

P.S.: Um mascutroll deixou um comentário tão incrível que eu tive que destacá-lo.

150 comentários:

roseanjos disse...

Sabe que é disso mesmo que eles sentem falta? Fico pasma com isso.
Ainda acreditam que mulheres foram feitas para servi-los. E pior, tem mulher que acredita nisso também!!!

Chego ficar cansada.

Anônimo disse...

"ponha-se no lugar dele" - falar isso é no mínimo irônico. Se colocar no lugar da mulher eles não querem.

Lord Anderson disse...

Que coisa Lola.

Em 2012 eu vi uma lista muito parecida com essa divulgada por alguns grupos religiosos.

E nele era escrito com todas as letras que a mulher devia entender que aquilo (a felicidade familiar),"não era sobre ela em si, e sim sobre oq ela fazia pelo marido e filhos".

Particularmente eu tenho uma opinião bem diferente de como deveria ser a parceria de um casal.

Priscila disse...

Oi Lola!

Alguém postou este link no Classe Média Sofre e eu me lembrei dele imediatamente ao ler o teu texto. Especialmente o vídeo no início:

http://weeklysift.com/2012/09/10/the-distress-of-the-privileged/

Grão da Noite disse...

Pilar Primo de Rivera queria para as outras o que não quis pra si... Lendo a cartilha dela entendi direitinho por que ela nunca se casou. As "mulheres virtuosas" do "Mulheres diante do Trono" deviam ler aquele livrinho. Mesmo sendo das décadas de 1950/60, combina muito bem com elas.

Magalli Sampaio disse...

Sinceramente, isso nem me espanta. Depois que eu vi aquele vídeo das "mulheres diante do trono"... É triste ver que nos dias de hoje ainda há quem perpetue esse comportamento, quem o valorize. Uma vergonha. Só lamento.

FÁBIO disse...

minha mãe ate hoje, quando vou visita-la, faz o meu mingal de aveia, agora pergunte se minha namorada faz pergunte? Não custa nada ¬¬
Vocês feministas estão estragando os relacionamentos, parabéns ¬¬

Anônimo disse...

Desculpe mas isso é mentira, é anacrónico, no idos de 1960 não existiam electrodomesticos (lavadora, secadora y aspiradora). Acho que o machismo não é exclusivo do capitalismo, é mais uma das belas contradições que nos fazem a todos seres humanos.

FÁBIO disse...

Não e questão de submisão, mas sim de um cuidado com o parceiro, uma troca de gentilezas,eu imagino o inferno que deve ser ter uma namorada feminista, tipo " mô traz um copo d´gua?! a resposta: vai pegar você, que a Lola me disse para ser independente.

Valéria Fernandes disse...

Mas a graça reside aí, muitas mulheres patriarcais que escrevem manuais e dão palestras sobre como ser "a verdadeira mulher", nunca se casaram. Se forem religiosas, poderão responder que "Deus não lhes mandou o homem certo"; outras dirão que elas se sacrificaram pelo bem das demais. Quem melhor que uma mulher para escrever essas coisas? Aliás, a regra em grupos conservadores - com raras exceções - é colocar mulheres para repetir essas lapidares verdades machistas.

E, Lola, discordo que os mascus gostariam da Pilar. Afinal, você já mostrou por A + B em seus posts que eles não gostam de nenhuma mulher. Mesmo uma escritora de manuais como esse seria vista como alguém que pode, sim, ser chamada de puta, ou, no seu caso, de solteirona mal amada. ;-) Recusar casamento não é coisa que uma mulher possa fazer impunemente.

Anônimo disse...

Infelizmente o Brasil é campeão em baixar discursos do Franco e Mussolini, estes ditadores idolatrados por jovens entre 18 a 24 anos, sexo masculino, brancos, classe média, alguma semelhança com certos "seres" que posam como vítimas o tempo todo? São contraditórios, vivem na tal transferência de responsabilidades. Dizem que não tem ódio e isso é justificativa da falta de argumentos ou intriga da oposição, mas nas entrelinhas é bem diferente, mas quando lemos estes folhetos e os comparamos com o que está estampado por aí na rede é uma relação de poder onde um manda e o outro obedece, diferença é inferioridade e por aí vai...

Anônimo disse...

Eles nunca querem inverter a situação!
Quando eu morava com meu namorado na casa dele (ele pagava o aluguel) eu tinha que fazer todas as tarefas domésticas sozinha, sabendo que um dia essa situação mudaria, eu aceitei. Agora moramos na minha casa e eu faço questão de exigir que ele faça as tarefas, assim como ele fazia comigo. Pergunta se a casa fica limpa e arrumada como eu deixava? Hahah
E se não quiser fazer ele já sabe que a porta da rua é serventia da casa, mais ou menos como ele fazia comigo. É tão bom mudar de lugar, ficar sentada no sofá enquanto ele lava a louça da janta.. ;)

Huan Icaro Piran disse...

Rachei com o coment do mingau ekwahheawklhkewa

Dani Andrade disse...

FABIO, se não custa nada porque vc mesmo não faz?
Vcs estão estragando os relacionamentos achando que namoradas são mães ¬¬

Anônimo disse...

Querido fabio... Se sua mae ainda faz mingau pra vc tu tem problemas mto maiores do que sua namorada nao fazer....

Anônimo disse...

Pô, fábio do Mingau, super te entendo....

Na época em que era Senhor Meu Namorado (a alcunha é irônica, fazfavô), Senhor Meu Marido acordava e sua mamãezinha lhe preparava um nescau com leite "aerado" (batido no liquidificador. Segundo ele, era fundamental que fosse batido no liquidificador, porque assim "o leite fica mais saboroso". Aham.
Um belo dia, Senhor meu Namorado olha pra mim e diz: "quando a gente se casar você vai fazer leite batido pra mim, né?"
Eu só redirecionei meus olhos para ele. Não movi um músculo. Nem emiti palavra.
ponto parágrafo.
Primeira manhã do casal recém-casado na casa nova. Mulher arruma a mesa toda do café da manhã (mais pelo prazer de estrear a louça nova, o porta-leite longa vida todo cromado, lindo, e ver a mesa bonita do que outra coisa) mas está podre de sono, de camisola e pegnoir praticamente dormindo à mesa.
Daí que, durante seu sono à mesa, a mulher ouve o marido: "Cadê o meu leite batido?"
Mulher sem abrir os olhos direito pega o leite no porta-leite de cromo com a mão esquerda e, com a mão direita, "esbofeteia" o leite.
Depois, entrega para o marido: "Pronto! Táqui o leite batido!" E volta a dormir.
Nunca mais o marido pediu leite batido.

Bjocas,
Madrasta do Texto Ruim
(Tô com preguiça de me logar no google, favor compreenderem)

Mirella disse...

Fábio,


Mingau era o nome do meu gato que fugiu quando eu era criança.

#RIPMingau #Mingauviveemnossoscorações



Agora, falando sério, você faz mingau para sua mãe?
Afinal, não é questão de submissão, é uma troca de gentilezas. Ou vc não é gentil com a sua própria mãe?

Priscila disse...

Awwwwwwwwwww, Fábio, que fofura!!!

Conta aí pra gente... sua mamãe faz leitinho com pêra, também? Faz, cuti-cuti?

Patty Kirsche disse...

Quer dizer, não é pra ter marido, é pra ter um filho, né? Porque um homem que não consegue cuidar de suas coisas sozinho é um crianção! É isso que a cultura machista cria: um bando de homens infantis. As meninas já são chamadas de mulher assim que começam a menstruar. Homem é menino, moço, rapaz até 40 anos. Deve ser por isso que aqui no Brasil chamam a gente de "senhora" desde que chegamos à adolescência, e o termo "senhorita" caiu em desuso. Afinal, só merecemos respeito se somos casadas.

Anônimo disse...

Fabio nem deve ter namorada é por isso q ela não faz mingau pra ele (ela nem existe)

que mulher aguenta?

Anônimo disse...

Mascu bebezão da mamãe rsrsrs

Carlos disse...

Eu não sei como esses caras acham que esta época era de "ouro", o cara se matava trabalhando além das 8 horas diárias e a mulher fazia todos estes "mandamentos" de esposa em menos de 4 horas diárias.

Anônimo disse...

Mascu bebezão da mamãe rsrsrs

Anônimo disse...

mirella, aí que tá. vc tocou no nervo exposto. normalmente, meninos como o fábio do mingau não tratam as mães com gentileza.

as mães de meninos como o fábio do mingau são escravizadas quase. é a roupinha passadinha sempre de um jeito e ai dela se o mingauzinho tiver uma pelotinha.

sabe, menino que acha que tudo aparece do nada já limpo e dobrado. aqueles que largam as meias na sala e a mãe sai catando...

Ariane disse...

Bom, tudo seria diferente se houvesse uma reciprocidade (guardadas as devidas proporções, porque essa de deixar tudo brilhando, não poder reclamar de nada e estar sempre lindo é uma coisa que ninguém merece, seja homem ou mulher). Esses dias eu estava na casa do meu namorado porque eu estava de férias, e ele estava no trabalho (estava na dele porque ele mora sozinho e em outra cidade). Daí, pra meu conforto, mas também pra deixá-lo contente, eu fiz uma limpa na casa.

Ele limpa a casa pra me receber quando vou visitá-lo, e no dia anterior tínhamos lavado roupas juntos (eu não sei lavar roupa, então ele basicamente me ensinou). Tem coisa mais linda que essa?

Anônimo disse...

O que mais revolta e deixa triste é saber que MUITAS MULHERES acham esse comportamento ideal atribuído a elas, natural.

Huan Icaro Piran disse...

Problema nenhum de sua espoza lhe fazer o mingau...quando vc estiver queimando de febre, em estado vegetativo ou coisa similar.

Eita falta de orgulho próprio, eu reclamando de minha mãe por vezes infantilizar a relação e o outro pedindo mingau de manha...dai vc me broxa cara.

Anônimo disse...

Puxa! Parece até a pregação favorita do pastor da minha mãe, que ele repete todos os anos no dia das mães. Tem que rir para não chorar.

Bruno S disse...

Se esse folheto já era retrógado na época (se não fosse, não ia ser necessária sua propaganda), é triste ver que tem gente querendo se manter nesses ideais 60 anos depois.

Algo desse nível vindo de um regime franquista deixa a seguinte mensagem para quem concorda com o guia "diga-me com quem andas, que te direi quem és".

E ainda tem a clara contradição da autora nunca ter se casado e ter tido sua própria carreira.
Isso dá outra mensagem. "Faça o que eu falo, não faça o que eu faço".

Sara disse...

Esse post foi pra espumar de ódio heim Lola, cacete, se aparece um machista na minha frente hje sai morto....

Anônimo disse...

Essa do mingau foi boa. Como disseram aí, se o cara faz mingau pra mãe e pra namorada também quando ela pede, realmente é questão de gentileza. Gentileza tem que ser MÚTUA.
O meu noivo já também ensaiou passar pra mim as coisas que a mãe dele faz pra ele até hoje (não vou dizer porque é muita vergonha), e eu já cortei. Enquanto isso tô domesticando e ele já lava a louça todo sozinho e faz meu café da manhã. :D
Mas ele não faz tudo sozinho, eu passo a roupa dele de vez em quando.
Isso é troca de gentileza.

Anônimo disse...

Tem homem que não quer uma companheira e sim a mamãe, melhor continuar morando com ela, evite relacionamentos, assim tem seus caprichos, mimos continuarão. Uma relação a dois é bem diferente, cada um cuida de si, exceto em casos de doença e necessidades mais urgentes onde a presença e cuidados são fundamentais, como quando o companheiro(a) está hospitalizado ou enfermo.

Carol NLG disse...

Poxa, minha mãe veio me visitar esses dias e fez minha comida preferida! *Saudades já


Agora, falando sério. O que o povo tem contra, sei lá, IGUALDADE? Na minha casa, eu e meu marido DIVIDIMOS as tarefas. Minha mãe comentou o tanto que é bonitinho que ele "me ajuda" nas tarefas do lar. Ele respondeu de imediato que ajuda coisa nenhuma. Só faz a parte dele. Dá pra ver por que me casei, né?

Anônimo disse...

"Carlos disse...
Eu não sei como esses caras acham que esta época era de "ouro", o cara se matava trabalhando além das 8 horas diárias e a mulher fazia todos estes "mandamentos" de esposa em menos de 4 horas diárias."


Imagina agora que a mulher acumulou mais 8 horas... e os homens, bom, né?

Mirella disse...

Anon das 13:13, claaaro que ele não faz. Se fizesse tava lá na cozinha fazendo mingau e não enchendo o nosso saco aqui, haha.

Amanda Backes Kauer Kauer disse...

Não é questão de radicalizar Fábio. Pode e deve existir agrados para com o parceiro, mas há de ser recíproco, e não só de um lado. O que o post mostra é uma doutrina que escraviza a mulher, escrava da família, dos problemas dos homens, sexual. Espero que apesar desse seu comentário você tenha entendido isso. E sua namorada não te faz mingau, e você, faz algo que ela goste, ao invés de só pedir? E não atender a esse pedido seu é estragar o relacionamento? Um relacionamento pra ti consiste em ela fazer mingau?!

Amanda Backes Kauer Kauer disse...

Ahhh pois então, estamos estragando relacionamentos.por negarmos a fazer—mos o mingau... Shuashuashua

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHAH
rindo litros com o mingau do fábio!
imaginei a cena:
fábio: "oi, mãe"
mãe: "oi, ursinho lindo, fofo, coisa rica da mamãe... fiz seu mingauzinho de aveia... quer na boquinha? vou soprar pq está muito quente e pode te queimar!"

Anônimo disse...

Olha eu rachei com o mingau. Lola, ele pode ser chamado Oficialmente o Fábio do Mingau de agora em diante? Podemos trocar o termo "mascu" por mingau??

Eva disse...

Awwwwwn, a mamãe faz o mingauzinho e a namorada corrompida pelo feminismo não quer fazer? Poxa, mas se sua mamãe faz mingau, sua namorada não deve ter idade para mexer no fogão, não é? Afinal, não é possível que você seja adulto, com uma reclamação ridícula dessas, Fábio Mingau, então só posso supor que a sua namorada é a sua amiguinha do Jardim de Infância.

________

Falando sério, quem aguenta, né? Queremos parceirxs, companheirxs, iguais, não um filho pra criar. O dia que eu quiser criar uma criança eu adoto.

Anônimo disse...

Pior que esta situação é super atual também..
E desde sempre, repararan que mulheres machistas têm dó dos seus maridos?
Elas fazem tudo para eles e ainda tem dó dos coitados. "coitado, ele não sabe fazer nada sem mim.."

Ana disse...

A parte que eu mais gostei foi: "Escute o que ele tem a dizer. pode ser que vc tenha uma dezena de coisas importantes para falar, mas o momento de sua chegada não é o melhor momento para dizê-las. Deixe que ele fale antes. Lembre-se que os assuntos dele são mais importantes que os seus."

LEMBRE-SE: OS ASSUNTOS DELE SÃO MAIS IMPORTANTES QUE OS SEUS.

Ri demais.

--

@Priscila

Colega, adorei o link que você postou. Muito obrigada.

@Huan Icaro Piran
"Rachei com o coment do mingau ekwahheawklhkewa"

Um [2] bem grande, amigo.

Ana disse...

@Fábio
Você não sabe fazer o mingau sozinho? Pede a receita pra sua mãe, cara, aí vai dar pra comer quando der vontade!

... Não, sério. Provavelmente não vai resolver o seu problema com o feminismo, mas você vai ter o seu mingau.

Fica a dica.

Mamwyn disse...

O cara não sabe nem escrever mingau certo. Que bebezão do carai, faça a sua própria comida.

Marcelly disse...

anon das 13:53 rachei....

hAUHauAHauhahuAHauhauAHUA


e eu nessedomingo..tendo essa discução no meio d eum monte de homem..resultado??
vofugir pra Marte..nem meu namorado me apoia..owww shitt...

eh foda viu..esse cartaz aieh da semana passada?

parece ser.


e meninas..

nada de falas como "doutrinar"ou "treinar"
..devemos respeitar nossosparceiros..e nao vamos dar mais munição pra esses mascus idiotas...

Priscila disse...

Carlos disse...
Eu não sei como esses caras acham que esta época era de "ouro", o cara se matava trabalhando além das 8 horas diárias e a mulher fazia todos estes "mandamentos" de esposa em menos de 4 horas diárias.

15 de janeiro de 2013 13:10


-----------------

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
HAHAHAHAHAHAHAHA
HAHAHA
HAH
HAH
...
HAH.

Carlos, queria te ouvir dizendo isso na frente da minha mãe, dona-de-casa e mãe de quatro filhos, que antes disso já tinha sido a "mãe" de seis irmãozinhos menores quando ficou órfã. Aos 13 anos.

Mas o que eu queria MESMO era ver você cuidando de uma casa e de quatro crianças em 4 horas diárias. Vamos lá, estou cronometrando.

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

Ane disse...

nadinha diferente daquele video das evangelicas que andou circulando esses dias! bizarro!

Luciana disse...

Evidente que esse discurso não era algo positivo, mas não acho que a nossa situação - 8 horas de trabalho (no mínimo) + 4 horas de atividades domésticas (todas divididas com o marido, claro, pelo menos no meu caso.) - tenham melhorado muito, não.

Ane disse...

Anonimo 15 de janeiro de 2013 12:07 meu filho dá uma "googlada" básica que vc vai ver que existiam SIM eletrodomésticos naquela época, nao podiam ser tao baratos ou acessiveis como hj mais existiam entao nao viaja!

Fabio do Mingau, tenho dó de vc mais do que da sua namorada/mae. melhor vc rever seus conceitos

Josiane Caetano disse...

Quando eu dava aulas para o Supletivo, lembro-me que tirei cópia para a montagem de apostila de uma capítulo de um dos livros da coleção "Vida Privada no Brasil", para discutirmos sobre as vitórias- ou não- do feminismo no Brasil e assim, os alunos poderiam ter material para escrever um texto argumentativo. Pois neste trecho, mostrava os 10 mandamentos da esposa, publicada numa revista feminina de 1910. Entre as regras muito parecidas com as que você mencionou neste post, também incluia o que fazer em casos de "abandono" do marido. A regra era " esperá-lo", pois a mulher era o "orgulho do nome dele" e que quando ele voltasse ele provavelmente a "abençoaria". Um absurdo tão grande que toda classe vaiava a regra, pra depois falarem piadinhas ou acabar soltando estas preciosidades machistas que aparecem nestes momentos...

Moema L disse...

Não precisa voltar tantos anos para encontrar "manuais" ou "listinhas" de como agradar seu marido. Sites como terra, ig, yahoo entre outros vivem cheio delas. E em todos esta escrito mais ou menos a mesma coisa que este só que com uma linguagem diferente.


E a mascuzada, adoraaa...

Anônimo disse...

Esse Fábio tá de gozação com a gente...só pode!!!

Cética disse...

Mas,se é exatamente por isso que a maioria dos homens se casam ( apesar deles tentarem nos convencer que somos nos as principais beneficiadas com isso e todo aquele blá blá besta conhecido ) pra ter uma segunda mãe,e de quebra a chocadeira dos filhos deles,é até compreensível o chororó deles,deve ser f*oda perder tanto privilégio assim !!!

Moema L disse...

Hooo... Fábio, fiquei até com dó de você, deu até vontade de fazer um mingauzinho pra espantar a deprê.

Pena que não sei cozinhar... Olha o que essas feminazis fizeram comigo, agora nunca vou ter marido.....

hehehehe

Cone disse...

Oh vida, oh azar

Como são sofridas as mulheres oprimidas...
Como são sofridos os homens abandonados...

Existe um oceano de diferença entre fazer um agrado pra quem se ama, e ser submissa. Do mesmo jeito que existe um oceano de diferença entre saber cuidar de si mesmo e ser um pobre coitado abandadona.

Agora uma trouxa de roupa pra lavar ninguém quer né?

(P.S.: antes que me joguem pedras, a trouxa de roupa pode ser lavada por homens e mulheres viu. Não é uma "referencia machista a uma atividade subserviente atribuída historicamente às mulheres")

Aline Araujo disse...

Normalmente eu fico com ódio desse tipo de coisa, mas neste caso o manual é tão absurdo que até achei graça.

O que me assusta mesmo é a respeito da data da ditadura de Franco, e outras ditaduras em geral, inclusive a nossa.

Historicamente, isso foi ontem! O que me faz ter um enorme preconceito com quem acha que o feminismo não é mais necessário, que as mulheres já não têm motiva por que lutar.

Anônimo disse...

Boa parte dos homens de hoje são eternos garotões. Acostumem-se com isso.

Anônimo disse...

Fábio, sinto muito, mas nenhuma mulher em sã consciência casará com você. HAHAHAHAHA

Raíssa disse...

Fábio pense se você tivesse que ser a esposa perfeita do post. Pense por um segundinho, vc ia gostar? Vc quer se anular pq seu gênero sempre foi obrigado a isto? Vc ia querer passar a vida dentro de casa, fazendo coisas sem reclamar e sem que ninguém achasse importante "por que os assuntos do seu marido são mais importantes"?

E outra coisa, vc faz coisas para a sua namorada? Pq vc acha q é obrigação dela viver pra te agradar?

Essa do mingau foi mortal!

Relacionamento não é o mesmo que servidão, amigo, vc quer cozinheirX, faxineirX e mamãezinha de graça? já aboliram a escravidão sabia?

nina disse...



Lola, eu lembro que na casa de uma tia ainda tinha umas dessas revistas antigas, brasileiras, pra mulher. Tava cheeeio de dicas desse tipo, 'como agradar seu marido'.

E eu ainda ouço coisa parecida direto. Tipo aqui onde trabalho. Uma das outras funcionárias vai almoçar em casa todo dia, porque né, tem que fazer o almoço. E me diz toda preocupada, como é que vai ser quando eu me casar (HAHAHAHA) e tiver que cozinhar pro meu marido (HAHAHAHAHAHAHAHA) porque eu sou vegetariana e homem gosta de carne (pausa pra rir).
Eu disse que 1) se eu me casar/me relacionar um dia com quem quer que seja, uma das primeiras coisas que vão descobrir sobre mmim é que sou vegetariana por questões ética. 2) a segunda coisa é que eu não fico cozinhando pra ninguém o tempo todo, francamente. Daí ela me diz, na maior inocência (porque só pode, gente) 'mas tem homem que não dá conta de cozinhar'
Tem quer rir pra não chorar com uma coisa dessas né? então a gente nasce programadas geneticamente pras tarefas domésticas. Arrã.

Anônimo disse...

Acho tudo injusto sempre, acho mais injusto ainda nos tempos de hoje a mulher acumular uma jornada de trabalho de 20 horas diárias, pois os homens de hoje também não são como os de antigamente, se a mulher não trabalha fora passa fome depois de casada ainda por cima! Não que eu seja chata, sou extremamente antipática mesmo! Na casa do meu namorado a mãe dele ainda o trata como um bebê, é o caçulinha, mas tem 31 anos... e quando ela o pede pra lavar a louça ele vira pro canto e dorme. Graças a Deus de vez em quando ela permite que eu mande na casa dela, não sobra 1 prato sujo na pia depois do almoço; se for eu que cozinhar já logo aviso que cada um lava o proprio prato, o talher e o copo que usou. Não sobrecarrega ninguém. E mais: já avisei que se quiser empregada doméstica que fique rico e pague 2, caso não tenha condições que aprenda desde já: a lei do retorno existe, e para esses caras aí do mingau... só lamento, a mãe do cara morre aí, o bebezão vai morrer de fome!

Anônimo disse...

Essa mulherada toda afetada dessa época, deveria ser UM SACO.

Blanka GDR disse...

Pobres espanholas submissas! Deveriam ser carreiristas, alimentar a família com comida congelada e deixar os filhos crescerem em creches. Eita feminismo maravilhoso!

Isaac disse...

Pena de um cara que não sabe fazer o próprio mingal (sic).

Matheus disse...

MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM,MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MINHA NAMORADA NÃO FAZ MINGAU PRA MIM!
Nossa, cara, como você consegue viver sem o mingau da tua namorada?

Teresa Silva RJ disse...

"Eu era neném, não tinha talco
Mamãe passou açúcar em mim"

Ah, esses carinhas que não querem crescer!

Rita Candeu disse...

Anônimo disse...

Desculpe mas isso é mentira, é anacrónico, no idos de 1960 não existiam electrodomesticos (lavadora, secadora y aspiradora). Acho que o machismo não é exclusivo do capitalismo, é mais uma das belas contradições que nos fazem a todos seres humanos.
15 de janeiro de 2013 12:07



=================

não existia na sua casa cara pálida
na minha tinha tudo isso e garanto que fazia um barulho danado

e na Europa tinha mais ainda
e o texto é sobre a Espanha de Franco - se é que vc. sabe o que tenha sido isso

e chamr machismo de bela contradição - só pode ser um desarvorado mesmo

Rose disse...

Que vacilo hein feministas? Atacar o machismo no ponto mais fraco: o não saber fazer o próprio mingau? Poxa aí é demais...hahahahaha (q dó)

Marli Belloni disse...

Pro cara que postou que as mulheres fazem o serviço da casa em quatro horas: da onde tirou isso, fio? Mãe é trabalho 24 horas. Criança tem de acordar, ajudar a se arrumar, dar café da manhã, verificar lição, levar pro colégio, buscar do colégio, dar almoço, conferir se tá estudando, o que tá fazendo, que livro tá lendo, que filme tá vendo, que jogo tá jogando... quando não tem de levar pra natação, pro balé, pro inglês e que tais...Casa tem de limpar, comida tem que cozinhar, supermercado e feira tem de ir, roupa tem de lavar, secar, passar (dia de passar roupa na casa da minha mãe era o dia todo: lençol, toalha de banho, de mesa, roupas das crianças, roupas dos adultos). Isso quando não tem ninguém doente, que aí mãe vira enfermeira. E se tem cachorro na casa, quem cuida? quem leva pro veterinário e pra dar banho? E o quintal, quem limpa? E o jardim, quem cultiva?
Agora, imagina isso, com a mulher trabalhando fora! Me poupe que homem trabalha mais - eu sempre, sempre trabalhei igual ou mais que meus dois maridos (um a cada tempo é claro, não sou dona Flor). Por isso ambos aprenderam rapidinho a cozinhar e cuidar da própria roupa. Fiz o que as respectivas mães não fizeram: ensinei a eles a serem homens e não meninos.

Ramilla disse...

Eu sempre gostei de casamentos (acho que mais da festa, do vestido, que da cerimônia em si) e sempre quis casar quando era pequena.
Esses dias, minha tia veio com uma história que o homem quer uma mulher pra ser a mãe dele, que a mulher tem que cozinhar para o marido e cuidar da casa (não importa se ela passa o dia fora trabalhando as mesmas 8h que ele, tem que chegar em casa e trabalhar mais). A amiga dela completou dizendo que se vc não souber fazer isso, o homem vai te trocar por outra.
Eu rebati dizendo que ninguém tem que fazer nada por ninguém, muito menos pra segurar marido. Se o homem está com vc apenas pelo arroz com bife que vc sabe fazer, ele não quer uma mulher, quer uma cozinheira. Acho que é uma visão muito reduzida do que é o casamento. Mas minhas opiniões são ignoradas pois o relacionamento mais longo que tive foi de 1 ano e 4 meses.
Só acho que se for pra casar e ter uma relação abusiva como essa, eu prefiro não me casar.

Anna D disse...

Gente, oi? Sério que mais da metade dos comentários até agora foi sobre o piá criado a leite com pera que e-xi-ge seu mingausinho feito pela mãe? Se não me engano, esse é um comentário que o mesmo mascutroll já postou aqui outras vezes. Sempre a mesma história do mingausinho. Whatever, quando li o título do texto achei que era sobre aquele Brito bocó, o senhor que estava procurando uma esposa e pôs anúncio no jornal, e que a Lola também comentou aqui. Mesmo divergindo do tema, este texto vem bem a calhar com o assunto, porque o Brito bocó estava participando de um quadro, pasmem, no Mais Você, para encontrar sua "alma gêmea". Aiai. Hoje ele finalmente escolheu entre oitenta candidatas (vi isso por acaso, pq acordei cedo e liguei a tv na globo e hoje era a super final). Pra quem não acompanhou http://tvg.globo.com/programas/mais-voce/O-programa/noticia/2013/01/any-vai-se-casar-com-brito-jovem-desbancou-mais-de-80-candidatas.html
Dispensando comentários sobre quão escroto e machista é o que esse senhor fez junto com o programa de tv em rede nacional mais assistido nas manhãs, acredito que o post de hoje funciona também como crítica atual, visto que as ideias de que a mulher deve ser perfeita-dona-do-lar estão muito bem representadas na procura do Sr. Brito bocó. Quem lembra do anúncio deste distinto senhor sabe que ele fez uma série de exigências, estipulando idade, comportamento, tipo físico etc. O que ainda me choca, desculpem minha inocência, é que programas de grande alcance nacional coloquem isso como algo positivo, criando até um novo quadro para "ajudar os dom-juans a encontrarem suas amadas", e o homem como aquele que provê a mulher, que lhe dará vida com o casamento. segue o link para o novo quadro no qual só homens querem participar, porque, segundo a apresentadora, "mulheres querem casar sempre né? São os homens que fogem do compromisso"
http://tvg.globo.com/programas/mais-voce/O-programa/noticia/2013/01/para-os-solteiros-de-plantao-inscreva-se-e-receba-ajuda-para-encontrar-esposa.html

Por fim, acho que o programa poderia disponibilizar junto com as inscrições das próximas candidatas ao matrimônio esse manual, porque assim elas já saberão o que fazer para manter o casamento, único objetivo da vida de uma mulher.

As desavisados, contém irônia.

Ju disse...

Muitas mulheres aceitam isso por causa de religião. Está escrito naqueles livros, gente. Elas acreditam que é vontade de deus, se não obdecem vão pro inferno.. essas coisas. Vi um filme hoje, A Fonte das Mulheres (La Source des Femmes) que fala sobre isso. Mesmo a doutrinação religiosa sendo soprada no ouvido delas (são muçulmanas), mesmo ouvindo que se não cedessem iam ser devolvidas, elas não desistiram e conseguiram o que queriam. Isso fez a minha raiva ficar menor Sara, se não estaria espumando também.

Anônimo disse...

Ainda estou rindo com a parada do mingau kkkkkkkkkkkkk

E olha que eu sou homem

Porra Fabio, minha mãe também me preparava mingauzinho quando eu tinha 7 anos de idade

Agora se eu quiser mingau eu que me vire e vá fazer

Pedir por favor pra sua namorada te preparar alguma coisa não tem problema

Sua reclamação teria sentido se fosse "eu faço tudo (até comida) pra agradar minha namorada, mas ela não me faz nada"

Agora ficar chorando porque sua namorada não faz Mingau na hora que você quer é pra cair o cu da bunda

Só falta, como já falaram, esperar que ela assopre o mingau quente pra não te queimar e te dê na boquinha

Ramilla disse...

Pior que lá em casa até hoje é assim: as mulheres colocam a comida no prato dos homens (tipo minha tia e o marido, minha avó com meu primo).
Quanto a mim, só coloco comida no prato dos meus primos mais novos pq eles são crianças e pq não gosto de criança perto de fogão.

Hamanndah disse...

O mingau fez lembrar um parente meu

Ele reclamou na Lua de Mel com a esposa que o mingau não estava igual ao que a santa babá dele fazia quando ele era menino

Ela estrilou, afinal, ninguém, na Lua de Mel, quer ser comparada com a babá, não é mesmo?

Pois é...

suelen disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
n tem como n rir disso,a mulher tem que fazer isso tudo e o homem faz o que?

comparando a vida de escravidão que a mulher tem que levar,o sofrimento do homem n é nada.

Gabriela disse...

Lola me diga se isso não e monstruoso...


Menina deficiente é abusada dentro da sala de aula em frente à professora

Garota de 15 anos sofreu o ataque por pelo menos dez minutos sem que fosse socorrida

http://noticias.r7.com/internacional/menina-deficiente-e-abusada-dentro-da-sala-de-aula-em-frente-a-professora-15012013


Quando os abusos foram descobertos a idéia genial dos autoridades foi colocar K.J. em um quarto com um dos rapazes que a estavam assediando sexualmente e pediram aos dois para "discutirem os seus problemas", segundo o processo.

É isso mesmo?Vc é estuprada e depois obrigada a conversar com o seu estuprador?

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Os melhores são o 10 e 11.
Fico imaginando a esposa em casa sorridente, cabelo armado, casa impecável, janta deliciosa na mesa, crianças imóveis, todos esperando o pai... e ele só chega de madrugada e a mulher não pode nem se queixar ou perguntar com quem ele estava...
Perfeito!

Anônimo disse...

Morria virgem, morria de fome, de sede, de qualquer coisa que precisasse, mas não submeteria a nenhum item da lista!

Anônimo disse...

A maioria dos homens hoje em dia, vive sozinho nas grandes cidades, pois e solteiro ou separado, e não vivemos e chiqeiros, nem morremos de fome ( o homem moderno e independente descobriu que não há mais motivos para aguentar uma mulher em casa,e susteta-la ja que ele pode se divertir com varias na rua, obrigado feminismo)

Polyana disse...

Esse post me lembrou essa matéria no site do Terra: http://mulher.terra.com.br/noticias/0,,OI1261688-EI16610,00-Dez+coisas+que+eles+nao+querem+saber+de+uma+mulher.html

Acho que tiraram o post do ar, mas o texto que continha é exatamente esse aqui: http://www.safyra.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=106:dez-coisas-que-eles-nao-querem-saber-de-uma-mulher&catid=30:dicas&Itemid=71

Leio seu blog de vez em quando e gosto muito, Lola. Assisti outro dia "O riso dos outros" e vi sua participação, ótimas falas.
Beijos

Pedro Oliveira disse...

Amiguinho Fabio, eis a solução dos seus problemas:

http://tudogostoso.uol.com.br/receita/16918-mingau-de-aveia-basico-mais-delicioso.html

Divirta-se!

Anônimo disse...

Fábio...

Eu já passei por isso, namorada imaginária que acha que só pq não é real não precisa fazer nosso mingau... Vivemos em uma sociedade perdida onde o feminismo contaminou até os relacionamentos imaginários...

Márcio disse...

Fábio por favor nunca mais abra a boca novamente,você é um ladrão de oxigênio precioso e se possível se mate porque ninguém vai sentir a sua falta.

Joel Pinheiro disse...

Espanha franquista exemplo de capitalismo??

Quanto a pensador defensor do livre mercado defensor das mulheres, que tal John Stuart Mill?

Maíra disse...

Obrigada aos trolls pela diversão!
Ainda estou chorando com o fábio do mingau...

Sara disse...

Olhando essas regras tão comuns, pois infelizmente ja vi várias q são apenas uma variação desse mesmo tema, fico pensando na vida das mulheres no passado e até nos dias de hje, esta ai as "diante do trono" para perpetuar esse raciocínio.
Essas mulheres não podiam ter gosto ou vontade, tudo em suas vidas girava em torno de agradar seus maridos, deles dependiam pra sobreviver, devia ser sufocante, desesperador o espírito de conformismo, e como sabemos q a natureza humana é cruel, calcule vc ter q conviver com um cara irracível, violento e não ter outra alternativa a não ser se conformar, pensar sobre isso é um pesadelo, bendito é o feminismo que ja conseguiu tirar milhares de mulheres dessa condição sordida, mas ha muito ainda q temos q lutar, pra apagar de vez esse passado hediondo.

Anônimo disse...

Gentchy, a do MINGAU BOY aí foi de matar. Só pode ser trollagem, só pode!

Pablo disse...

Fica difícil cumprir a oitava regra tendo que dar conta das demais.

Sara disse...

Eu vi esse disparate de programa hje tb Anna D, e ele escolheu uma das garotas mais jovens, deve ter aproximadamente uns 50anos menos q ele, parecia ser uma garota q mal sabia falar, de tão timida, e tb demonstrava ser de condições bem simples, me deu imensa pena.
Mas é o nosso mundo, aquele mesmo q queremos e precisamos tanto mudar.

Luiza disse...

Hahahaha eu mostrei pro meu pai o post e o que o Fabio Mingau escreveu, e meu pai ficou puto! kkkk

Não posso escrever aqui o que ele falou do Mingauzinho, porque ofende outro grupo oprimido.

Mas foi hilário hahaha

Pam disse...

Lola,
Olha não sou muito de vir aqui no seu blog, não sou muito fã da sua escrita, apesar de concordar na maioria das vezes.
E estou aqui pra apontar um dos defeitos que eu já havia notado. Acho que você tem que ter mais cuidado com o tipo de informação que repassa, não custa nada buscar melhor, em menos de 5 minutos no google eu encontrei de onde vieram essas imagens (que na minha visão claramente pareciam ilustrações modernas). Essas imagens são da abertura de um programa mexicano, que usaram sim um texto dos anos 50 como base, mas fizeram a abertura pra contrastar com as mulheres do programa.
Acho que é um desserviço propagar informações erradas, e as certas são ainda mais interessantes

http://lacomunidad.elpais.com/loli/2010/11/8/guia-la-buena-esposa-1953-

Cética disse...

Sara disse...
Olhando essas regras tão comuns, pois infelizmente ja vi várias q são apenas uma variação desse mesmo tema, fico pensando na vida das mulheres no passado e até nos dias de hje, esta ai as "diante do trono" para perpetuar esse raciocínio.
Essas mulheres não podiam ter gosto ou vontade, tudo em suas vidas girava em torno de agradar seus maridos, deles dependiam pra sobreviver, devia ser sufocante, desesperador o espírito de conformismo, e como sabemos q a natureza humana é cruel, calcule vc ter q conviver com um cara irracível, violento e não ter outra alternativa a não ser se conformar, pensar sobre isso é um pesadelo, bendito é o feminismo que ja conseguiu tirar milhares de mulheres dessa condição sordida, mas ha muito ainda q temos q lutar, pra apagar de vez esse passado hediondo.

15 de janeiro de 2013 18:41

__________________________________

Sara,é por essas e outras que dá uma dor no coração,a cada vez que uma validadora "desavisada" maldiz o feminismo,ruminando o quanto era boa a vida da mulher,antes das malditas feministas aparecerem =/

Anônimo disse...

Que tristeza era a vida das mulheres antigamente! Veja só: aantes ela ficava em casa cuidando dos filhos, equanto o homem tinha que trabalhar de sol a sol para prover comida, que ela cozinhava. Realmente, a vida do homem antigamente era um mar de rosas, e a vida da mulher era deprimente.
Bom mesmo é a vida da mulher moderna: são objetos sexuais nas mãos de bad boys e depois ficam velhas encalhadas, deprimidas, dependente químicas de antidrepressivos e cuidando de um monte de gatos.

Anônimo disse...

Antigamente, o homem trabalhava duro, se casava, construía um patrimônio e deixava herdeiros que multiplicavam a herança. Mas hoje em dia.... Por que o cara vai casar e formar família, ter uma visão de futuro e deixar um legado para seus descendentes continuarem e ampliarem a herança, se pode muito bem ganhar o suficiente para zuar e passar a vida na putaria? Isso que tá levando a sociedade à estagnação e ao colapso social. Resta saber qual será a sociedade que nos substituirá quando a casa cair de vez. Eu aposto nos muçulmanos.

Luiz Prata disse...

Alguém querer que a namorada/esposa/whatever seja "mãe" dele é algo edipiano demais pro meu gosto...

Nah. disse...

Esse post me lembrou o filme "O Sorriso de Monalisa". Havia mulheres que queriam e mal esperavam por ter essa vida, foram criadas acreditando que seria maravilhoso mimar o marido enquanto a professora tentava fazê-las pensar um pouco hahahaha

Cética disse...

Engraçado é o desespero das amebas com pinto,fazendo "ameaças" e "previsões sombrias"; olha lá hein mulherada,os homens hoje só querem saber de putas,por culpas de vcs que têm o displande de recusar o privilégio de lavar cuecas e preparar mingaus...triste isso não é?SQN =p

Anônimo disse...

PARA RIDÍCULO Anônimo das 19:49

Que alegria era a vida das mulheres antigamente!
Veja só: antes elas ficavam em casa cuidando do marido e dos filhos, enquanto o homem trabalhava e nas horas vagas do trabalho se encontrava com prostitutas e amantes.
As felizes donas de casa, eram traídas porque sexo com esposa deve ser pra "procriação".
Agredidas pelo arroz queimado.
Estupradas quando não queriam sexo.
Assassinadas quando reclamavam de algo.
Mas, advinha, os "sofridos" provedores não eram presos, casavam de novo gerando novas vítimas.
Meu caro, o homem não precisa prover NADA pra namorada ou esposa porque mulher NÃO é um "bichinho" pra ser cuidado e sim um ser humano.]
Você precisa conhecer melhor as mulheres viu?
Mulheres sempre foram tratadas como OBJETO SEXUAL, seu acéfalo!
A diferença é que a mulher só podia escolher entre ser "a santa do lar" ou a "puta da rua".
Não havia o MEIO TERMO. Não havia a possobilidade da mulher ser tratada como cidadã e ser humano!
A "santa do lar" é o OBJETO da casa, e a "puta da rua" o OBJETO sexual, mas, AMBAS são objetos de homens machistas que querem desfrustar de sua posição.
Bom mesmo é a vida do homem machista: vive reclamando que mulher estuda, trabalha, e não quer cuidar só da casa, se envolvem com prostitutas porque estas são apgas para aturá-los, e depois ficam VELHOS encalhados, deprimidos, ridículos metidos a garanhão e que só prostitutas os querem(afinal nem gatos querem suas companhias).
Claro não esquecendo de "enrustidos" como você, que metem o malho nas mulheres porque tem atração não assumida por homens.
Um dia, vc ficará assim(se não mudar tua mente e aprender a ser um...HOMEM DE VERDADE!).


Sawl

Anônimo disse...

"Essas mulheres não podiam ter gosto ou vontade, tudo em suas vidas girava em torno de agradar seus maridos, deles dependiam pra sobreviver, devia ser sufocante, desesperador o espírito de conformismo, e como sabemos q a natureza humana é cruel, calcule vc ter q conviver com um cara irracível, violento e não ter outra alternativa a não ser se conformar, pensar sobre isso é um pesadelo";

Pois é Sara, e tem gente aqui falando como é pior ser "carreirista" e servir comida congelada e criar o filho em creches. Sendo a outra opção se anular completamente como ser humano, ter que aguentar calada marido traidor, talvez até violento, a gente vê bem pra quem é bom a manutenção desses costumes ultrapassados. Pras mulheres é que não é. E olha SHOCKING elas se rebelaram contra isso! Surpreendente, não? ¬¬

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Acho estranho esse povo que diz que antigamente homem trabalhava de sol a sol e a vida da mulher era fácil porque ficava em casa... Só se fosse pra classe abastada.
O homem trabalhava em um escritório, comércio, fábrica, pátio de obras...
Mulherada tinha aquelas famílias imensas, com vários filhos, tinha que lavar, passar, cozinhar, limpar pra esse povo todo e sem as facilidades que as pessoas tem hoje.
Meu avô era sapateiro. Minha vó era dona de casa, tinha sete filhos, lavava roupa em ribeirão, cortava lenha, cozinhava pra esse povo todo...
Quem mesmo que trabalhava de sol a sol?
E o pior é que nem era valorizado porque não era encarado como trabalho...

Anônimo disse...

Essa história do mingau me lembrou que meu pai fazia leite batido com Nescau pra mim até os meus 15 anos e agora meu marido faz o Nescau pra mim... hahahaha que estranho!

Anônimo disse...

PARA Anônimo BABACA das 20:02

Porque só "antigamente" homem trabalhava duro? Vc é daquela época? Nossa não sabia que vc era tão velho! kkkkkkk.
O que tá levando a sociedade em estagnação é o machismo de pessoas como vc.
Não só homens, ams tb de mulheres que acham que homens e mulheres devem ser tratados diferentes no âmbito social e cultural.
Levar a vida na putaria, seu avô, bisavô, tataravô, faziam isso(falo por mim mesma, meu avô vivia arrumando mulher do pior tipo), a diferença é que: sua avó, bisavó, taravó, tinham que aguentar calada toda sorte de: traição, humilhação, agressão, caladas!
O colapso social se estabelece em sociedades onde mulher é tratada como "coisa" como a sociedade muçulmana da qual vc de forma INBECIL elogia!
Sim, aposte nos muçulmanos, do qual uma boa parte tratam mulher como "coisa", agridem, estupram, mutilam, matam.
Vc é tão burro e imbecil que elogia uma sociedade onde uma menina de apenas 5 anos tem a genitália retalhada!
Tão babaca que enaltece uma sociedade onde uma jovem de 23 anos pega um ônibus e é estuprada até a morte por um grupo de monstros!
Tão imbecil que elogia uma sociedade onde uma menina de 10 casa com um homem de 50!
Enfim, tenha uma FILHA e veja se vc não vai querer que ela: estude, trabalhe, case com um homem de bem que a respeite e a trate como ser humano!
Antes vomitar moralismo e machismo, antes de julgar as mulheres aprenda a ser um HOMEM porque isso você não é!
Aposto em homens e mulheres de bem, não em seres moralistas, machistas e acéfalos como vc.

Sawl

Anônimo disse...

Engraçado é que estudos comprovam que mulheres casadas ou " amigadas" são as que mais usam antidepressivos, e não as solteiras como alguns mascus aqui tentam vender e acreditar.
"Os resultados demonstrando o estado civil das frequentadoras apenas sugerem que mulheres em um relacionamento estável (casadas ou amigadas; 67,42%) consomem mais do que mulheres solteiras ou viúvas".

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81082009000300004

Anônimo disse...

Não vejo nada de errado aí, qualquer mulher decente que preza por sua família seguiria a maioria dos pontos da cartilha, um homem de bem não teria nenhum motivo para desrespeitar uma mulher tão boa quanto a descrita.

O resultado disso só poderia ser a felicidade do casal e de seus filhos.

Anônimo disse...

Por ironia, Franco era pau mandado da mulher dele, que só se interessava pelo poder dele...

Anônimo disse...

Gente eu tô com uma dúvida aqui: eu sou lésbica e adoro fazer essas coisinhas pra minha namorada. Atualmente estou de férias e ela está trabalhando e estudando no Doutorado. É puxado pra ela e qnd ela chega em casa eu que fiquei o dia todo na boa quero mais é fazer tudo pra agradá-la. Espero que quando eu volte à rotina ela faça o mesmo por mim pois a moça é tendenciosa ao machismo. (vai entender) Vamos esperar pra ver neh. Se eu perceber que ela não age igualmente comigo aí sim partiremos para uma conversa séria.

Mordred Paganini disse...

Resposta ao Fábio troll: Hoje fiz escondidinho de carne seca com catupiry para o meu marido e continuo feminista.Cadê seu deus agora?

Anônimo disse...

O meu avô pelo menos nunca viveu na putaria. Só teve sua esposa e nem tinha grana para pagar prostituta. É que para vocês, todo o homem pagava prostitutas e tinha haréns. Só os mais ricos e homem do poder que tinham haréns. Homens como o D. Pedro que teve um monte de bastardos. Mas nem todo homem era D. Pedro. Por falar em D. Pedro, me lembrei de vejam que interessante: seu pai, D. João VI de Portugal, concedeu bastante liberdade e independência à sua esposa, Carlota Joaquina, até viviam separados. E olha o que ganhou: sua esposa tentou até conspirar contra ele, queria ficar com o trono. E há quem diga que D. João morreu envenenado e há quem diga que quem o matou foi a esposa.

FÁBIO disse...

Eu já te disse na sua pagina Mordred, você e minha feminazi do coração kkkk

Sandra disse...

O MEU MARIDO NÃO FAZ MINGAU PRA MIM, MACHISTA MALDITO

mas eu também não sei fazer mingau então tá tudo certo em casa <3

espero que o Fábio Cremogema esteja satisfeito com a repercussão do seu hilário comentário

Giovanni Gouveia disse...

O marido decide mudar de atitude. Chega em casa todo machão e ordena:
- Eu quero que você prepare uma refeição dos deuses para o jantar e
quando eu terminar espero uma sobremesa divina. Depois do jantar você vai me
fazer um whisky e preparar um banho porque eu preciso relaxar. E tem mais:
Quando eu terminar o banho, adivinha quem vai me vestir e me pentear?
O homem da funerária... Respondeu placidamente a esposa.

:D

Priscila disse...

SHORANDO com o Anon das 21:46. :'D

Anônimo disse...

Tadinho do Troll Fábio...

Não tem mingau e pior: não sabe fazer um (não quer aprender/não tem capacidade? Pra ta chorando é isso mesmo).
Então fica chorando as pitangas porque a namorada não quer fazer... Que dó gente!

E eu vivo fazendo docês e comida para meu namorado e sou muito feminista!
Uma coisa é você fazer por prazer, pra agradar, outra é você ter que fazer pra agradar, ser imposta a isso.

Uma campanha:
#AlguémFazMingalProFabio?

by. Biiia

Anônimo disse...

A família nuclear é a base da civilização. Toda a sociedade devassa, que corrompe se desintegra. Basta ver como o sociedade romana declionou. A sociedade romana era um bacanal, literalmente. Então os germanos, que segundo Tácito tinham mais "sexual restraint", e portanto, famílias mais estruturadas, destruíram a civilização romana, já combalida pela imoralidade.

Alan disse...

Se é o marido que sustenta tal casa, eu acho que a mulher tem que fazer tudo aí dessa lista. E ainda tá fazendo pouco.

Anônimo disse...

Aqui o trecho do livro do Tácito em Germânia:

"Envolvem-nas a pudicicia,(1) sem as seduções dos espetáculos, sem as exaltações dos banquetes. Os maridos e as mulheres ignoram o mistério das cartas Em tão numeroso povo muito poucos são os adultérios, cuja imediata punição é permitida aos maridos: de cabelos cortados, desnuda na presença dos parentes, o marido a expulsa de casa e a persegue, de açoite por toda a (povoado) aldeia; não há na verdade perdão, não encontrará marido, nem tendo beleza, nem tendo riqueza.

Ninguém lá se (ri) diverte com o vício, nem o corromper e ser corrompido é o viver como o século. Melhor procede ainda a cidade em que só as virgens podem casar e que somente uma vez se fixa o limite para o voto da mulher.

Assim só se vêm um marido da mesma forma que há um só corpo e uma só alma (vida), para que seu pensamento não vá além e seu desejo (cupidez) não seja mais (prolongado) intenso, para que amem o marido, tanto como o matrimônio. Limitar o número dos filhos ou matar algum nascido, é considerado infâmia pois os bons costumes valem aí mais do que as boas leis."

(1) – A respeito da pudicícia de que os germânicos sempre fizeram grande estimação, escreve Piccarolo que eles porfiavam em se manterem puros por muito tempo, “abstendo-se de toda relação sexual. Uma das coisas mais feias e reprováveis para eles é ter relação com mulheres antes dos vinte anos.”

http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/germania.html#19

Como vocês podem ver, os germanos levavam mais a sério a castidade, havia mais "sexual restraint", enquanto a sociedade romana era um bacanal, e séculos depois, os romanos foram massacrados pelos germanos. Pelas mesmas razões, eu acredito que no próximo século, o mundo ocidental será quase todo muçulmano. O Ocidente tá numa devassidão (como os romanos) e os muçulmanos têm mais "sexual restraint" (como os povos germânicos).

O fato é que toda sociedade devassa se desintegrou. Aconteceu com os romanos, o mesmo acontecerá com o Ocidente moderno.

luana disse...

"A maioria dos homens vive sozinho"
Sim, e tem diarista ou come fora de casa. Tem sempre uma mulher pra fazer as coisas por ele, de graça - porque é da família - ou paga, porque ele não quer.

Claro que há exceções, mas elas são isso mesmo: exceções.


E isso de colocar comida no prato, cara, é tão comum! Vejo na casa de muita gente, da minha família, de amigos. E em festa? Tipo casamento que tem bufê ou fila pra jantar? As mulheres lá pegando dois pratos e os maridos sentados esperando. tenho um tio que não vai pegar comida em festa, porque 'tem vergonha' Aff. Eu deixava com fome, pra deixar de ser mimado.

Anônimo disse...

Felizes eram as mulheres soviéticas, certo? Parem com essa bobagem de "machismo de direita". Machismo é machismo - pela direita, pela esquerda, por qualquer via e ideologia.

Mordred Paganini disse...

pro analfabeto em história aí de cima: A Civilização Romana (não foi império em toda sua história) durou apenas do Século VIII A.C. até do século XV D.C., se formos considerar até a tomada de Constantinopla. Se formos considerar "apenas" até a cisão entre Império Romano do Oriente e Império Romano do OCidente, temos do século VIII até o o final do século IV D.C.

Mais de mil anos de civilização é pouco? Faz favor, seu retardado!

Anônimo disse...

A civilização romana durou bastante, mas quando os romanos se tornaram mais devassos, que a casa caiu.

O lado oriental (o Império Bizantino) durou até 1453. Mas isso porque o lado oriental estava todo cristianizado, eles tinham uma moral cristã mais sólida, por isso sobreveriam por mais mil anos. Mas o lado ocidental (que foi o que declinou) era um bacanal.

Huan Icaro Piran disse...

"A civilização romana durou bastante, mas quando os romanos se tornaram mais devassos, que a casa caiu.

O lado oriental (o Império Bizantino) durou até 1453. Mas isso porque o lado oriental estava todo cristianizado, eles tinham uma moral cristã mais sólida, por isso sobreveriam por mais mil anos. Mas o lado ocidental (que foi o que declinou) era um bacanal."

Aha, a má administração, invasões barbaras e o escambal foram uma mensagem divina certo?
A localização geografica de constantinopla não ajudaram em nada de certo...

Anônimo disse...

Ô do mingau! Não custa nada VOCÊ fazer mingau pra sua namorada, já que se trata de gentilezas, não é mesmo? Você quer uma namorada ou uma vice-mãe? Largue do pé da moça, saia da barra da saia da sua mãe e vá fazer seu mingau. Jesus! Quem é que vai pra casa da namorada pra ficar fazendo questão de ser servido de mingau?! Saia da casa dela e vá pra fila da merenda escolar!

Tigra disse...

Gente que associa comportamento sexual com fatos Histórico Geográficos...
Mas o que a porra em a ver com isso. Não entendo a obsessão de alguns na vida sexual do outro. AFF

Anônimo disse...

Lola! gosto muito quando vc fala, assim, explicitamente, de política... Sou adolescente e não aprendo esse tipo de coisas na escola... Ficaria super feliz se vc tocasse nesse assunto mais vezes! =D

Anônimo disse...

O comportamento sexual tem totalmente a ver com o declínio da civilização. Se você estudar a História, vai ver que nenhuma sociedade devassa prosperou. Pelo contrário, todas as sociedades devassas, que abandonaram a castidade antiga, declinaram. Foi assim com os romanos.

A devassidão sexual leva ao colapso social, além de transformar humanos em animais. As pessoas vivem para ao presente e não têm visão de futuro. Veja: por que o cara vai casar e formar família, ter uma visão de futuro, construir um patrimônio, ter filhos como herdeiros que continuariam e ampliariam a herança, se o cara pode muito bem ganhar o suficiente para passar a vida na libertinagem? É o que ocorre hoje.

Sara disse...

é claro não é anon 16.37 hs q o feminismo é culpado da decadência da nossa civilização, mascus como vc atribuem a culpa dos terremotos, tsunamis, erupções vulcânicas, tornados, furacões, enchentes , crise na familia, dissoluções dos valores, ao feminismo.
Qual sua sugestão para nos salvar dessa furia toda???? deixe-me adivinhar, seguir as 10 regrinhas de ouro do post passado....
VTNC lindinho ....

Anônimo disse...

Anônimo disse...

PARA RIDÍCULO Anônimo das 19:49

Que alegria era a vida das mulheres antigamente!
Veja só: antes elas ficavam em casa cuidando do marido e dos filhos, enquanto o homem trabalhava e nas horas vagas do trabalho se encontrava com prostitutas e amantes.
As felizes donas de casa, eram traídas porque sexo com esposa deve ser pra "procriação".
Agredidas pelo arroz queimado.
Estupradas quando não queriam sexo.
Assassinadas quando reclamavam de algo.
Mas, advinha, os "sofridos" provedores não eram presos, casavam de novo gerando novas vítimas.
Meu caro, o homem não precisa prover NADA pra namorada ou esposa porque mulher NÃO é um "bichinho" pra ser cuidado e sim um ser humano.]
Você precisa conhecer melhor as mulheres viu?
Mulheres sempre foram tratadas como OBJETO SEXUAL, seu acéfalo!
A diferença é que a mulher só podia escolher entre ser "a santa do lar" ou a "puta da rua".
Não havia o MEIO TERMO. Não havia a possobilidade da mulher ser tratada como cidadã e ser humano!
A "santa do lar" é o OBJETO da casa, e a "puta da rua" o OBJETO sexual, mas, AMBAS são objetos de homens machistas que querem desfrustar de sua posição.
Bom mesmo é a vida do homem machista: vive reclamando que mulher estuda, trabalha, e não quer cuidar só da casa, se envolvem com prostitutas porque estas são apgas para aturá-los, e depois ficam VELHOS encalhados, deprimidos, ridículos metidos a garanhão e que só prostitutas os querem(afinal nem gatos querem suas companhias).
Claro não esquecendo de "enrustidos" como você, que metem o malho nas mulheres porque tem atração não assumida por homens.
Um dia, vc ficará assim(se não mudar tua mente e aprender a ser um...HOMEM DE VERDADE!).


Sawl
15 de janeiro de 2013 21:06


---------------

1ºProve que todos os homens eram bandidos e todas as mulheres eram infelizes.

2ºVocê nem me conhece prove que eu sou gay. Que dizer que se eu criticar uma mulher eu sou gay?

3ºO que é um "homen de verdade" pra você? Os cornos mansos que estão infestando nossa sociedade?

Anônimo disse...

Aposto em homens e mulheres de bem, não em seres moralistas, machistas e acéfalos como vc.


-------------

O que é ser moralista pra você? Não matar, não roubar, não enganar, não trair tudo isso está inserido no moralismo.

Ju disse...

O que é um corno manso? O que não espanca ou mata quando sabe que é traído OU quando a mulher quer se separar dele?

Priscila disse...

Anon das 18:14, não sou a Sawl mas posso responder:

1- Mostre onde ela disse isso.
2- Não necessariamente, mas esse comportamento é bastante típico em homossexuais que têm dificuldade em se assumir.
3- Não sei o que um "homem de verdade" é, mas certamente sei o que ele NÃO é. E seguramente o "homem de verdade" não é alguém que utilize a expressão "corno manso".

------

Anon das 18:16

Não. Tudo isso está incluído na ética.
Moralismo é julgar o universo inteiro com base na sua própria noção míope de certo e errado.

Priscylla Knopp disse...

Congresso de "mulheres diante do trono" ou algo similar é prova disso, alías é EXATAMENTE isso!

Anônimo disse...

Não. Tudo isso está incluído na ética.
Moralismo é julgar o universo inteiro com base na sua própria noção míope de certo e errado.


----------


Eu julgo que matar e roubar é errado. Etica e Moralismo estão mais juntos do que pensa.

Priscila disse...

Anon das 16:49

Você está confundindo os conceitos de moral e moralismo.

Para ajudar:

http://www.dicio.com.br/moral/
http://www.dicio.com.br/moralismo/

Luiza disse...

Em defesa da namorada, vai ver a moça não encontrou a receita quando procurou por "mingaL" no seu caderninho de receitas na primeiríssima gaveta da sua linda cozinha.
Ah, gente... convenhamos... Sem mingau, não dá!

Loli disse...

Buen post, aunque quizás sería ''ético como mínimo'' y un buen blogger lo sabe... dejar el link original del post.

Gracias...http://lacomunidad.elpais.com/loli/2010/11/8/guia-la-buena-esposa-1953-/

Anônimo disse...

'Chego ficar cansada'

Eu morro e não entendo esse tipo de comentário. E daí que tu fica cansada? Alguma coisa vira mais ou menos verdade por causa disso? Ou tem alguém dependendo da tua opinião ou do teu cansaço pra mudar alguma coisa na própria vida?
Nonsense.

Ju disse...

É cansaço de ter que explicar coisas óbvias mais de uma vez, fazer esquema e desenho e há pessoas que ainda não entendem em pleno século XXI. É cansativo mesmo.

Cora disse...

"Se é o marido que sustenta tal casa, eu acho que a mulher tem que fazer tudo aí dessa lista. E ainda tá fazendo pouco."

.
.

o comment q resume todo o pensamento machista. e o masculinista.

pra emoldurar e ler sempre q algum idiota disser q a mulher deve ficar em casa.

pra ler sempre q algum idiota disser q é esta, a mulher valorizada.

ahã. MUITO valorizada.

o pensamento do patriarcado.

a mulher nunca fará o suficiente para o machista. nunca.

para garantir a submissão total e completa da mulher, além de mantê-la em casa sem rendimentos nenhum (portanto sem nenhuma possibilidade de sair do "lar", mesmo do "lar" violento, mesmo do "lar" indiferente), ainda foi preciso desvalorizar o serviço doméstico q é considerado "leve", "menor", "sem importância", "uma bobagem q a mulher faz em 4 horas". quando se põe na ponta do lápis qto CUSTA o serviço doméstico tem-se uma ideia do qto as mulheres foram e são exploradas. um serviço prestado gratuitamente.

em troca dele, o q recebe a mulher do machista?

NADA. já q ele se diverte com os amigos do trabalho.

NADA. já q ele transa com a amante ou com prostitutas. afinal, a "patroa" não pode ter interesse em sexo. além do q, reza a lenda patriarcal, mulher não precisa de sexo.

NADA. já q nem sequer o reconhecimento social essa mulher terá.

ela não recebe NADA em troca. qdo muito, deposita nos filhos a felicidade em busca de alguma realização pessoal.

q nem sempre encontra, já q muitas vezes, acaba menosprezada pelo filho pois viveu "às custas" do marido a vida inteira, dependente.

e isso q, grande parte das vezes exercia tarefa remunerada (costura e outros serviços q fazia em casa) q era muito importante para a manutenção da família, mas como ela não saia de casa, não era tb um trabalho reconhecido.

essa mulher não tinha direito ao cansaço.

como assim, cansada, se não saiu de casa?

se não fez NADA o dia inteiro?

o homem recebe por sua força de trabalho.

a mulher doa a sua força de trabalho.

mas observem q isso não é suficiente. ela é obrigada a doar tb a vida, os desejos, os sonhos, a opinião, os direitos.

por isso o feminismo é importante.

mesmo, ou principalmente para a mulher q não o reconhece.

por isso é importantíssimo q a mulher seja completamente independente financeiramente do parceiro.

se não o for, JAMAIS terá o respeito do machista. mesmo q ele diga mil vezes o contrário.

taí a fala do machista pra esclarecer tudo pra essas mulheres q defendem tão arduamente o machismo. q enxergam benefícios no machismo.

essa fala do machistinha aí expõe todos os benefícios a q a mulher tem direito no machismo.

Sara disse...

Cora esse seu comentario foi p aplaudir de pé, sinceramente.....

Anônimo disse...

A sua tese e valida, mas e uma via de mão dupla Cora, nos podemos segregar as feministas também.
Sua ideia parte do presuposto de que " homens não vivem sem mulheres, mas nos podemos viver sem eles"
Então você sugere que usem este "fato" como barganha, vamos fazer o homens mudarem suas naturezas na mara, senão não terão mais a " honra de nossas companhias" muito prepotente.

Priscila disse...

Anon das 11:16, de onde você tirou isso?

Eu li e reli o comentário da Cora e não encontrei nada que sequer insinuasse que homens não podem viver sem mulheres.

Penso que ninguém deve depender de ninguém para viver.

Claro que vocês podem "segregar as feministas". Aliás, não só podem. Vocês DEVEM. Sim, por favor, façam-no.

Deixem-nos em paz.

Cora disse...

galera,

já contei pra vcs como ADORO as confissões machistas?

ADORO tb qdo um machista vem reforçar meus argumentos!

.
.

olha só q fofo esse machistinha!! *-*

pena q não deixou um nome!! =(

.
.

olha só a pérola com a qual ele nos brindou:

“... vamos fazer o homens mudarem suas naturezas na mara...”

não é fofo demais?

faz parte da natureza do homem explorar e menosprezar e agredir mulheres!!

ai, q cuti-cuti!! não dá vontade de levar pra casa?

.
.

teve até um ato falho!

será q ele quis dizer “na MARA...vilha”?

ou foi na MARRA mesmo?

e ainda me chamou de prepotente!

“ter a honra de nossa companhia” é um pensamento tão... tão... tão... MASCULINO!!

será q ele estava me elogiando? o_O

pq né? são homens q creem q a mulher deva agradecer e se satisfazer com a mera presença masculina. isso já é O prêmio. qq gesto do homem além da mera presença é lucro pra mulher.

isso tá escrito lá na cartilha q eles seguem ao pé da letra.

.
.

e a gente aqui querendo ser respeitada enqto indivíduo autônomo!

onde já se viu?

.
.

galera,

já disse pra vcs q são as ostras q produzem as pérolas, e q ostras têm cérebro de ostra?

Cora disse...

obrigada, Sara.

escrevi o comentário pensando em todas as mulheres exploradas e menosprezadas e agredidas moral e fisicamente por homens e instituições e sociedade machistas.

passou muito da hora da gente dizer NÃO!

passou muito da hora da gente dizer BASTA!

Cora disse...


Priscila,

o fofo 1116 só pode ter tirado essa interpretação incoerente daquilo q eu escrevi do cérebro de ostra q ele têm.

.
.

e eu nem acredito q a gente AINDA precise dizer q ele não só PODE como DEVE segregar mulheres feministas!

aliás, deveria segregar mulheres de modo geral!

eu juro q pensava q eles JÁ FIZESSEM ISSO!!

mas não!

ainda está só nas ameaças.

hahahahahahahahahahahahaha...

quer coisa mais MASCULINA q ficar ameaçando mulheres com a sua ausência?

é por isso q eles defendem tanto a submissão e a dependência feminina. esse tipo de ameaça só faz algum sentido qdo a mulher não tem meios de viver sem o homem.

e isso sempre foi garantido com a dependência econômica, o medo da violência (mulher sem um homem está desprotegida e vulnerável) e as convenções sociais (o julgamento moral).

por isso os homens machistas e masculinistas esperneiam tanto!!

a mulher q tem o seu dinheiro e não precisa de um homem para sobreviver, não se submete a este tipo de chantagem barata.

Ju disse...

Quando eu acho que estava vendo tudo com clareza leio os comentários da Cora e tudo fica cristalino, transparente..

Por falar em comentarista brilhante, por onde anda a Ana?

Tadeu disse...

Só uma coisa mingaL hahahahahahahaha... A mãe deu tanto mingaL que o cérebro virou amido de milho.

Anônimo disse...

Qual o grande sacrifício e dificuldade de seguir estas "regras"?
O que tem de tão opressor nelas?
O que tem de mentira?

Sinceramente eu não ví NADA de negativo e de opressor

roseanjos disse...
Sabe que é disso mesmo que eles sentem falta? Fico pasma com isso.
Ainda acreditam que mulheres foram feitas para servi-los. E pior, tem mulher que acredita nisso também!!!

Chego ficar cansada.

Quem serve quem? Quem trabalha pra sustentar ou quem faz sua parte para "compensar"? Queriam o que? que o cara alem de trabalhar feito um condenado para trazer o pão de cada dia ainda tivesse que fazer tudo em casa? Francamente senti vergonha do seu comentário

Anônimo disse...
"ponha-se no lugar dele" - falar isso é no mínimo irônico. Se colocar no lugar da mulher eles não querem.

Não viu dizendo que era irrisório o "lugar dela" comparado ao dele? Ela estava em seu porto seguro fazendo as coisas com tempo e a lá vonte e ele? com supervisor no trampo ou anda na linha ou vaza

Lord Anderson disse...
Que coisa Lola.

Em 2012 eu vi uma lista muito parecida com essa divulgada por alguns grupos religiosos.

E nele era escrito com todas as letras que a mulher devia entender que aquilo (a felicidade familiar),"não era sobre ela em si, e sim sobre oq ela fazia pelo marido e filhos".

Particularmente eu tenho uma opinião bem diferente de como deveria ser a parceria de um casal.

Como seria? com uma inversão?Conhece alguma mulher que aceitaria fazer isso?


Magalli Sampaio disse...
Sinceramente, isso nem me espanta. Depois que eu vi aquele vídeo das "mulheres diante do trono"... É triste ver que nos dias de hoje ainda há quem perpetue esse comportamento, quem o valorize. Uma vergonha. Só lamento.

bonito é ver mulher disputando com os homens? bonita é esta guerra dos sexos iniciada pela feministas?

Anônimo disse...

quando se põe na ponta do lápis qto CUSTA o serviço doméstico tem-se uma ideia do qto as mulheres foram e são exploradas. um serviço prestado gratuitamente.

Gratuitamente? Casa comida roupa e absorvente energia elétrica, etc ao infinito caem do céu? (virgula tá falhando então relevem)
Vcs querem ser pagas até por escovar os dentes?
Por acaso elas quem pagavam a água luz para ficarem bonitas? elas que pagavam a educação das crianças?

Bom se era tão ruim pq não invertemos as coisas? alguma mulher séria capaz disso sem se tornar uma monstra?

Ju disse...

obrigada por ter liberado os comentários desse último anônimo, Lola.
Ri bastante, quer dizer.. o anon me convenceu com essa frase:

"Casa comida roupa e absorvente energia elétrica, etc ao infinito caem do céu?"

É muito amor, gente.