sexta-feira, 1 de junho de 2012

FEMINISTAS, NOS DEEM UMA CHANCE

O Francisco me enviou este email. A parte dele vai ficar em itálico. Minha resposta vem depois de cada parágrafo.

Um post seu que me deixou bastante chateado por estar no seu blog foi “Uma zona de perigo chamada friendzone”. Esse post replicou um pensamento muito corriqueiro em outras passagens do seu blog e muito comum em todas as mulheres. É o pensamento de que o homem solitário que passa todo o tempo livre na internet ou jogando vídeo games e não tem habilidades com as mulheres é assim por culpa dele. De certo modo, eu entendo porque vocês são assim.

Comentário do maridão, porque eu li o email pra ele: Vocês, hein? Suas víboras!
Comentário meu: Uau! Francisco, como você sabe o que pensam todas as mulheres sobre todos os homens? Você fez uma pesquisa?

Vocês estão acostumadas a interagir com homens descolados, simpáticos, divertidos, que fazem vocês se sentirem bem na presença deles. Todo cara solitário sempre sonhou em ser esse cara divertido, e sabe por que ele não é? Porque ele não atende ao padrão: alto, bonito, forte e bombado imposto pela sociedade. O cara solitário um dia já tentou sair à rua e encarar o mundo, mas por não atender aos padrões descritos acima foi massacrado por rejeição, bullying, e constrangimento e dessa forma foi cada vez mais se isolando no mundo dele.

Fran (não vou chamá-lo de Chico porque isso lembra meu ídolo, o Buarque, aquele cara alto, forte e bombado), pessoas divertidas e simpáticas são legais. Eu gosto e às vezes (não sempre, depende do dia, depende da companhia) sou uma dessas pessoas. E digo mais: gosto não só de caras simpáticos e divertidos como de mulheres simpáticas e divertidas! Acho que o mundo seria melhor se todo mundo sorrisse mais. Já os mascus acham que rir e mesmo sorrir são sinais de fraqueza. 
Mas me explica o que ser simpático e divertido tem a ver com ser alto, bonito, forte e bombado? Você está dizendo seriamente que homens altos e bonitos não podem ser simpáticos e divertidos? Ou que todo cara simpático e divertido é alto e bonito? Sei não, mas gordos costumam ser bem divertidos, não? Um dos sujeitos mais engraçados que já conheci é gordo. Não gordinho -- gordo mesmo. E meio nerd, de óculos, espinhudo. Mas eu nunca o vi desacompanhado. Ele sempre teve namoradas, e está no seu segundo casamento. Ah, dirá você, ele é milionário! Não, não é. Ele nasceu na periferia e nunca teve uma profissão estável, nunca ganhou bem. A mulher ganha mais que ele. E mesmo assim eles se amam. Incrível, não?
E conheço um monte de caras (e de mulheres) nessa situação. Aliás, você também conhece. Tente encarar o mundo novamente: saia à rua. Olhe a sua volta. Todos os caras que você vê com mulheres são altos, bonitos, fortes e bombados? E as mulheres que você vê com os nerds, são todas Giseles? Ou são pessoas normais, gente como a gente?

Para piorar a situação, vocês mulheres descontam todos os traumas que os descolados causaram em vocês nesses caras solitários. Se o solitário, tentando ser legal, insiste em pagar uma conta, vocês dizem que ele é um machista igual a um ex-namorado rico que queria pagar suas contas para controlar você. Entretanto, se ele diz que não paga conta nenhuma, vocês dizem que ele é igual um ex-namorado descolado que não acrescentou nada na sua vida é só causou traumas. Ou seja, o cara bonzinho está sempre errado para vocês, ele é o ser mais desprezível no mundo para vocês pois além de nascer homem ele é socialmente inapto e nada fisicamente atraente. Ou seja, deles vocês mulheres não aproveitam nada.

Fran, sobre homem pagar conta, já falei disto aqui. Agora, não vejo mulher descontando “trauma” nenhum nos outros. E seu raciocínio está errado: se nós saímos apenas com caras descolados, por que cargas d'água estaríamos jantando com um carinha solitário? E que mundo maniqueísta o seu, hein? O ex-namorado rico ou descolado não podia ser um cara bonzinho? Só os solitários são legais e bonzinhos? Você realmente está tentando me convencer que os caras bonzinhos ficam sós por serem bonzinhos? Que estranho! Praticamente todos os casais amigos que conheço são feitos de homens (e mulheres também) bonzinhos. A característica em comum entre todos eles é justamente essa -– nenhum é bombado, pensando bem; alguns são divertidos, outros não; alguns têm bons empregos, outros não; mas todos são bonzinhos. Bonzinhos no sentido de serem homens éticos, sinceros, pacíficos, não preconceituosos, que acreditam em igualdade.
Pergunte pra mulherada aqui neste blog o que é um homem desprezível. Lord Anderson é homem, e ninguém o acha desprezível. Pelo contrário, da última vez que vi tinha até lésbica querendo se converter só pra sair com ele. Nós gostamos muito de homem! Mas tem uma espécie de homem que é sim desprezível: homem machista, homem que se acha merecedor de alguma coisa só por ter nascido com pênis, homem que pensa ser bonzinho mas só finge ser bonzinho pra pegar mulher (e ainda por cima reclama quando não consegue). Pra resumir: mascus.

Agora, imagine como é viver a vida inteira sendo esse zero a esquerda, sendo invisível para o sexo oposto? Você acha mesmo que o cara que passa horas jogando vídeo game não preferia estar passando um bom momento com uma garota? E quanto mais os anos passam, mais a situação vai se agravando, pois mais ele vai se isolando e desistindo de mudar, mais ele vai ficando velho e desprezível às mulheres. Você acha que alguma mulher bonita e saudável teria paciência para ajudar um homem a superar seus traumas e sua inexperiência sexual?

Ahá! Quer dizer que não basta qualquer mulher, né? Tem que ser bonita! (o saudável tá aí por conta. O que é saudável?). Olha só uma novidade pra você: tá cheio de mulher nessa situação. De repente a garota adolescente também preferiria estar passando bons momentos com um garoto, mas tá lá jogando videogame (mulher também joga), invisível pro sexo oposto (aliás, que termo escroto esse, sexo oposto. Oposto a quem? Somos tão diferentes assim?). Mas você não quer qualquer mulher. Você quer a mulher que o mundo jurou que você merece, que é a modelo da revista! Então baixa a bola, véio. Diminua as expectativas, recolha as cobranças. A Angelina Jolie não vai querer nada contigo, assim como o Tom Cruise me ignora até hoje.
Ainda assim, eu acredito piamente que pessoas “invisíveis pro sexo oposto” acabam encontrando alguém. Eu acho sim que toda panela tem sua tampa. Não creio nessa ladainha de que gorda vai ficar pra titia, ou que nerd vai ficar pro titio. E por que não? Ué, porque eu conheço um monte de gorda que tem namorado, marido, casinhos, sexo. E um monte de nerd também. Mas não pode se isolar. Tem que ser um pouquinho sociável, não transpirar ódio e rancor por todos os poros (isso afasta, sério), se comunicar com as pessoas -– e que bom que hoje existe internet!

Alguma mulher respeita um homem com quase 30 anos que faz sexo igual a um de 15 e que sofre de problemas como ejaculação precoce e disfunção erétil? Como você acha que um rapaz que sofre desses problemas se sente ao sentar em uma roda de mulheres e ouvir elas falarem que exigem que o parceiro seja ótimo na cama, que leve elas às alturas?

Ué, o que o rapaz solitário e socialmente inapto tá fazendo sentado junto a uma roda cheia de mulheres conversando sobre sexo? Ele tropeçou e caiu em cima da mesa? Você está se contradizendo, Fran. Sim, tá cheio de mulher cheia de amor pra dar e sem tantas exigências como você pensa. Quem liga pra tamanho de pênis, por exemplo, é homem, não mulher. Mas sabe o que mulher não gosta? De transar com um carinha que depois vai chamá-la de p*ta porque... ela transou com ele.

E assim muitos vão se afogando em pensamentos estranhos, auto-destrutivos, muitos descontam tudo isso no álcool e nas drogas e muitos viram psicopatas sociais que saem por aí atirando nas pessoas.

Opa, assim você me assusta, Fran. Tá muito Realengo feelings pro meu gosto. Isso parece uma ameaça: se vocês mulheres (só as bonitas e saudáveis, claro) não liberarem sexo pra nós solitários inaptos, vamos sair por aí tropeçando na mesa de mulheres falando sobre sexo e atirando nelas!

Mas aí então você vai dizer que uma das lutas das feministas é tentar destruir o padrão imposto pela sociedade de que o homem tem que ser pegador e ter várias mulheres. Mas peraí, o que vocês estão fazendo para mudar isso? Vocês estão dando uma chance para os caras socialmente inaptos?

Ah tá, agora entendi! A missão do feminismo é “dar uma chance para os caras socialmente inaptos”! Por que você não falou antes? Nós feministas temos que transar com os solitários! Assim sim o mundo será melhor! Mas peraí, da última vez que ouvi, nós feministas não éramos ogras gordas peludas e bigodudas? E vocês não queriam só as mulheres bonitas e, como é que você colocou, "saudáveis"? Pô, Fran, você não quer uma chance nossa. Sem falar que a maior parte de nós está ocupada fazendo sexo com caras bonzinhos.

Não, vocês estão descontando neles todos os traumas que tiveram com os descolados e criando assim mais ódio neles. Ou seja, o feminismo erra ao reduzir o homem a um ser que vocês descrevem usando vários preconceitos e paradigmas, que para alguns homens podem até serem verdades, mas com certeza não se aplicam a maioria masculina.

É verdade, Fran, somos nós feministas que reduzimos todos os homens a duas categorias: descolados e solitários. Ou, como preferem os mascus, alfas e betas. Releia o que escreveu e responda: tem certeza que nós feministas é que fazemos essa redução? E quem te falou que sofremos grandes traumas com os descolados? Ou com os homens em geral? Ou que odiamos homens? Fran, você acredita demais nas besteiras que lê nos blogs e fóruns mascus. Segundo eles, 20% dos homens pegam 80% das mulheres. Essa é uma estatística que não faz o menor sentido.

Portanto, encerro minha carta deixando uma sugestão: Por que você não faz mais postagens ajudando os homens a melhorarem sua auto-estima? Por que ao invés de gastar tantos posts atacando os masculinistas, você não faz alguns estimulando as mulheres a respeitar os homens do jeito que alguns deles são: baixos, gordinhos, fracotes, gagos e tímidos? Não há mundo sem homens, e a maioria dos homens, para sua surpresa, não são fortes, agressivos e opressores como você pensa. Eles são até bem inseguros como muit@s de su@s leitor@s.

Desculpe decepcioná-lo, mas meu blog é feminista, não é um blog PUA (Pick Up Artist, que "ensina" homens a pegar mulher). Por que você não pede a blogs mascus pra trocar o disco da misoginia e melhorar a autoestima dos homens? Ou você vai me dizer que a melhor maneira de melhorar a autoestima masculina é afirmando que mulheres são vadias interesseiras que só gostam de cafas? 
Aproveite e indique um post meu (não precisa ser dois, só um) em que eu estimulo mulheres a não respeitarem homens como alguns deles são (baixos, gordinhos, fracotes, gagos e tímidos, segundo você). Os únicos homens que a gente não respeita são os machistas e os misóginos e os homofóbicos e os racistas e os gordofóbicos. Ou seja, os preconceituosos em geral. Esses não merecem respeito algum, mas creio eu, ou quero acreditar, que a maior parte dos homens (e das mulheres) não é preconceituosa. Ninguém aqui quer um mundo sem homens. Isso é fantasia conspiratória sua. Neste blog você encontrará muito mais amor e respeito aos homens que nos blogs mascus (Lord Anderson que o diga).
E Fran, obrigada por me informar que existem homens inseguros. Se não fosse você, eu jamais saberia. 
Leia a resposta do Amauri pro Francisco.

510 comentários:

1 – 200 de 510   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

Esses caras que rotulam as mulheres pra justificar por que são "pega ninga" me fazem rir. É sempre a mesma coisa "mulher só quer saber de carro", "mulher só quer saber de dinheiro", "mulher não gosta de bonzinho". Eu digo: vcs estão procurando mulheres no lugar errado, ou então gostam justamente daquele tipo de mulher que tem tendência a ter esse comportamento (p. ex, as piriguetes de balada). Procurem em outros lugares.
Isso serve pras mulheres que rotulam todos os homens também.

Carol disse...

Engraçado, o tipo de cara que eu acho bonito é o oposto desse rapaz descreveu, eu gosto de homens magros, bem magros, não do cara metido a descolado, aliás todas as minhas amigas odeiam esse tipo de cara musculoso, ou seja, YOUR OPINION IS INVALID CHICO

Anônimo disse...

"Esse post replicou um pensamento muito corriqueiro em outras passagens do seu blog e muito comum em todas as mulheres. É o pensamento de que o homem solitário que passa todo o tempo livre na internet ou jogando vídeo games e não tem habilidades com as mulheres é assim por culpa dele. De certo modo, eu entendo porque vocês são assim."

Admitir que tem um problema é o primeiro passo para resolvê-lo.
Experiência própria.

Carol disse...

PS: eu tenho uma amiga muito linda e ela namora um cara baixinho e gordinho

Anônimo disse...

O anônimo das 10:45 disse tudo.
E que tal começar a ser verdadeiramente um cara bacana e não finjir ser um "bonzinho"?

F. disse...

Eu acredito que quando uma pessoa começa a se sentir assim, a acreditar que é ou vai ser rejeitado por qualquer um, está na hora de procurar ajuda. A gente sabe que a maioria das pessoas são simplesmente normais, quase ninguém é superbonito, um poço de inteligência e muito menos, totalmente seguro, isso não seria muito humano, eu acho. É claro que a grande maioria das pessoas que vão comentar aqui não tem corpos perfeitos, não são adoradas pela sua simpatia, nem nada, nós temos grupos de amigos, algumas relações amorosas e muita gente já passou bons períodos sozinha. Dói um pouco, mas aí a gente sai pra trabalhar, fazer um curso, ver um filme, correr no parque (ou só sentar no parque), bater papo pela internet (pq não?) e ninguém se torna a pessoa mais segura e descolada do mundo, mas a vida segue. Portanto se uma pessoa não consegue mesmo enxergar a saída, eu acredito que ela tem que procurar ajuda, pq ela não vai convencer o mundo a ser diferente.

May Pacheco disse...

Esse ai pegou pesado hein. Olha, vou te dizer porque caras assim ficam sozinhos. 1- é porque acham que as mulheres devem ter pena deles, ao invés de tratá-las bem e compensar a sua "feiura" com amor, inteligencia, carinho e tantas outras coisas que SIM SÃO BEM MAIS IMPORTANTES QUE A APARÊNCIA. Fran. Meu namorado não é desse padrão de beleza masculo, imposto por homens, SIM POR HOMENS, por que eu to nem ai se ele vai ou não ser bonito aos olhos da sociedade. EU QUERO É QUEM ME RESPEITE, QUEM ME TRATE BEM E QUEM TENHA A MENTE ABERTA A OUVIR AS MINHAS OPINIÕES, UM SER HUMANO, E NÃO UM BRUCUTU QUE SE ACHA DONO DO MUNDO. E ele é sim aquele cara que se enfia em livros, que joga videogame ( e eu jogo com ele) e que adoro fotografias, ele tem SENSIBILIDADE, ele tem CORAÇÃO e CÉREBRO, então não venha me dizer que mulher não gosta de homem bonzinho, você esta equivocado. Tive um ex sim, e também era bonzinho, também era viciado em video games e internet, o problema é que ele não me incluia nisso. E foi por isso que terminou, não porque ele era um nerd, mas porque ele esquecia de MIM. E como você vai esperar de nós " que não tenhamos preconceito" quando você tem preconceito contra mulheres fora do padrão? ESQUECE ESSA DE BELEZA, PARE DE CULPAR AS MULHERES E MUDE SUAS ATITUDES. ISTO É QUE ESTA TE AFETANDO. SUAS ATITUDES, UNICAMENTE ELAS.

Lucas disse...

Bom, pelo menos o cara tentou conversar e expor os pontos dele em vez de só vir anonimamente nos comentários xingar todo mundo com aquela verborragia repetitiva e agressiva.

Agora, Francisco, se você estiver lendo isso, alguns pensamentos de alguém que também não tem as maiores habilidades sociais.

Típico nerd, gosta de videogames, livros, RPG, não é grande atleta nem tá no padrão de beleza. Estou bem longe no tal lendário "deserto sexual", mas também não entro na linha dos "pegadores".

Mas ok, você fala de homens retraídos, fora dos padrões, sem auto-estima, que se fecham em raiva e rancor contra esse mundo e essas mulheres. Ok, é compreensível, muitas mulheres se fecham em raiva e rancor também. Mas, novidade: ninguém vai te tirar dessa bolha, nem ninguém tem a obrigação de fazê-lo.

Primeiro, aprenda a ser crítico. Critique o mundo no qual você cresceu que te fez acreditar em um monte de mentiras sobre as pessoas e sobre como relações humanas funcionam, e critique a si mesmo pra ver o quão condicionado por esse mundo você está. E não jogue a culpa no outro grupo (pessoas descoladas, que acredite podem ser infelizes também, ou mulheres). Põe a culpa onda ela deve, no sistema e em quem o perpetua pra benefício próprio.

E se você tem um problema, encare-o. Você tem baixa auto-estima? Vá procurar terapia, sério. Fez maravilhas pra mim e pra muita gente.
As garotas padrão Malhação não te dão bola? Vá procurar pessoas com gostos e estilo mais parecidos com o seu. Vá a bares de rock, fóruns de internet, comunidades... procure pessoas que tenham a ver com você. Acredite, elas são muitas.

E ainda, critique-se ao ponto de mudar. Saia da sua bolha.
Vá pro bar falar merda com os caras e as moças da faculdade, aprenda a dançar, pratique uma atividade física, se relacione com pessoas diferentes de você.

Chacoalha esse mundo aí meu filho, e procure lugares, no mundo e dentro de você mesmo que te façam sentir bem com você mesmo.
Veja bem, não num núcleo pseudo revolucionário onde as pessoas dão apoio umas as outras elegendo as mulheres como inimigos e vivendo de rancor.

Vai procurar ser feliz, não se vingar. E não espere que outro grupo tome a responsabilidade de mudar sua vida por você. Você tem que mudar como enxerga o mundo e a si mesmo, e aí tomar uma direção, deixando a cultura e os preconceitos pra trás.

Boa sorte aí.

Anônimo disse...

a maior mentira que escuto de grupos de mulheres é dizer que tamanho do pênis não importa.

Se mulher não se importasse com isso o mundo seria muito diferente.

Vivi disse...

Nossa Lola, pra ser sincera sinto um misto de tristeza com raiva. Porque, ou o cara é MUITO jovenzinho pra ter essa cabeça fantasiosa ou é muito mimado que joga a culpa toda do seu afastamento social nos outros.
Fico me perguntando, será que esses caras são casos isolados ou tem um monte assim. Me pergunto tb de onde vem esse mundo totalmente fora da realidade que ele descreve. Será que é da televisão, fimes etc que nos transmite esse mundo maniqueísta? Tá, uma coisa é nós criticarmos o padrão único de beleza, mas a realidade é muito mas diversa oras. Onde é que tem esses descolados/fortão versus bonzinho/retraído? Tipo bonitão malhadão (esse preconceito acontece com mulher tb) tem que ser escroto? Retraído é necessariamente legal? È muito filme Hollywood de adolescente isso (cara popular, loira gostosa burra, retraído e nerd bonzinho..). E de onde que ele tira que ” vocês estão descontando neles todos os traumas que tiveram com os descolados” Putz, eu nunca vivi nenhum trauma de descolado não, esse descolado , popular etc, apesar de existir, não é como mostra nos filmes não. Felizmente o mundo é muito mais diversificado que isso.

Olha, não sei esse Fran quer ajuda, espero que seja sincero o pedido, mas se for, digo pra ele que o mundo fica MUITO MAIS LEGAL se ele abandonar essa fantasia de mulher CONTRA homem. Se ele entender que o mundo tem várias pessoas legais independente da aparência, mas que pra ele conseguir uma moça bacana, ele tem que se esforçar e se tornar um homem mais bonito INTERNAMENTE, bacana não por interesse, que não veja a mulher como um ser homogêneo, mas que existem várias mulheres bacanas e outras não (e isso não por serem mulheres, mas por ser humanas), que não seja preconceituoso, que tenha assuntos legais pra conversar com a gente, que não seja machista, que não seja mimado..Isto é, qualidades que se deseja em TODOS os seres humanos. Independente de homem/mulher, bonito ou feio. Se ele conseguir isso, além de talvez arranjar um moça bacana , ele verá que o mundo fica bem mais feliz assim, ao invés dessa ladainha de mundo Hollywood que ele imagina. Vá por mim rapaz.

Teresa Silva disse...

Esse rapaz precisa de duas coisas:

1) Fazer terapia. O post mostra que ele tem sérios problemas de auto-estima e socialização. Precisa de ajuda urgente. Mas, como os alcoolatras, tem que reconhecer que tem um problema e tem que querer melhorar. Se entrar em negação tipo "Eu não sou maluco pra fazer terapia! A culpa da minha solidão é de vocês, mulheres!", então esquece.

2) Procurar conhecer mais gente pra confirmar se o que pensa está certo. Fazer uma viagem, frequentar algum curso, fazer programas culturais. Sair da concha.

Carol disse...

"Olha só uma novidade pra você: tá cheio de mulher nessa situação. De repente a garota adolescente também preferiria estar passando bons momentos com um garoto"


Isso é a mais pura verdade, porque os homens acham que essas coisas só acontecem com eles? AH É, é por isso mesmo esses mesmos que se dizem nerds rejeitados só querem as top models da vida.

Patrick disse...

Dicas para o Francisco:

1) Mudar os ambientes que frequenta. Se você costuma ir a lugares onde se dá valor a bens materiais e aparência, não fique surpreso de encontrar por lá mulheres que só estão interessadas em (surpresa!) riqueza e aparência.

2) Faça o exercício diário de deixar de lado os preconceitos (como homofobia, racismo e machismo), inclusive em piadinhas e brincadeiras. Você não se dá conta da quantidade de pessoas a quem machuca diretamente ou passa a imagem de ser uma pessoa incoveniente, de espírito pequeno e egoísta. As duas hipóteses não vão lhe ajudar a trazer boa companhia. As mulheres mais afins a estes preconceitos provavelmente podem ser também mais sensíveis a outros preconceitos (como os do item 1).

3) Saia do casulo e do seu mundinho. Procure alguma atividade pública e cultural, como teatro, dança, cineclube, clube do livro, etc. Fuce a internet, procure informações nas universidades ou faculdades da sua cidade, corra atrás. Vai ficar surpreso como @s frequentador@s desses ambientes não ligam pra forma física, aparências, riqueza ou o seu jeito diferente de ser (mas não costumam ser simpáticos a atitudes preconceituosas, por isso abandone o machismo e outras tolices e treine bem o item 2).

4) No mínimo você vai ampliar seu rol de amigos, suas opções de lazer e enriquecer sua cultura. Mas logo você vai perceber como isso lhe deixa mais inteligente, torna sua vida mais divertida e o faz ser uma pessoa mais atraente ;) e interessante de se partilhar uma conversa ou um relacionamento.

Luci Mendes disse...

Pra mim, está super claro que esse rapaz é incapaz de enchergar mulheres como gente.

Pros mascus, tanto os agressivos quanto os mimimis, não somos gente. Somos coisas feitas apenas para relacionamento, com eles ou com outros.
Assuntos feministas como feminicídio, desigualdade salarial, abusos, pressão midiática pelo corpo impossível de se atingir, nada disso existe. Eles tem a incrível capacidade de ignorar tudo isso e a cara de pau de ficar seriamente clamando por dicas de relacionamento.

@vbfri disse...

Impressionante, eu estou solteira há quase 1 ano e não fico de mimimi por aí... Nem culpo os homens.
Podia ficar choramingando HORAS sobre como todos os homens interessantes estão casados ou namorando, ou estão solteiros e não querem compromisso enquanto eu "chupo o dedo". Mas acho ridículo.
Saio, me divirto, beijo na boca de vez em quando e vou para a minha casa feliz e contente.
Na verdade, a gente não precisa de ninguém para ser feliz, só de nós mesmos. E quando nós estamos felizes sozinhos, temos muito mais chance de sermos felizes acompanhados.

Laura Galli disse...

Amigo, sinceramente, vc tá procurando as mulheres erradas, e que provavelmente que NÃO SÃO feministas.
E outra coisa, essa história de generalizar com "vocês mulheres" não tá com nada, não me vi em nenhuma das tuas colocações em que escreves assim.
Não tenho mais nada a acrescentar, a Lola como sempre foi ótima.

Anônimo disse...

Esse rapaz é muito complexado,mas isso tbm acontece com mulheres.O problema de pessoas que pensam que são fora dos padrões,se é que existe um padrão ,já que, somos todos seres humanos e esse pra mim é o unico padrão que existe,o problema é a sua alta exigência em relação ao sexo oposto: tem que ser linda,inteligentissima,bem sucedida e apaixonada pelo individuo.No momento que suas exigencias baixarem e vc só quiser ter uma parceira para a vida tudo vai aparecer um monte de oportunidades de se relacionar com alguem.

Gabi disse...

Olá!

Reforço essa parte do comentário do Lucas **"Vá procurar terapia, sério. Fez maravilhas pra mim e pra muita gente."**

Terapia fez maravilhas por mim tb! :)
E a terapia não é tomar remédios, no meu caso, era só ter com quem falar, que me ouvia sem julgar e que por poder falar assim, sem pudores e expor meus pensamentos e opiniões, me faziam pensar em mim mesma e como eu me relacionava comigo mesma e com os outros.

É para isso que ela serve, para te ajudar a achar o seu lugar no mundo.

E ó: sou uma moça (acho que ainda posso falar assim de mim mesma :) bonita (não disse deslumbrante), simpaticíssima e inteligente.

E eu casei, com um moço que pode ser descrito como uma pessoa como vc: retraído, anti-social, fora do padrões de beleza impostos, etc...

Ah! meu marido tb é um típico nerd/geek, gosta de videogames, livros, RPG, jogos de tabuleiro e sabe o que mais? EU TB ADOOORO todas essas coisas. Além de ser otome... (fã de cultura japonesa/anime/mangas/cosplay e afins)

Ah! e como a May escreveu, esquecer do outro, é o que acaba com o relacionamento, não os gostos pessoais de cada um...

Que gostem da gente como somos é uma das coisas que buscamos. E a pergunta é: vc gosta do outro como ele é? OU acha que o outro deveria ser um 'pouquinho' diferente para vc gostar mais?

Anônimo disse...

o e-mail da garota 'rich girl problems'- que no fim das contas pegou a droga do emprego - ganha empatia. o do nerd problemático, patadas. entendo que ele PEDE, mas, caramba...

Juliana R. disse...

achei que o e-mail do francisco tem muita babaquice junta fantasiada de boas intenções. é o típico cara que não se acha machista pq não tem a intenção de ser, mas o discurso é de um machista qualquer. #fail

@vbfri disse...

Eu nunca namorei cara bonito. Já fiquei com caras lindos, mas nunca namorei um. Sou loira, com olhos azuis, pele branca, nem magra, nem gorda e muitos dizem que sou bonita. Namorei caras de "normal" para "feinho" mas que tinham algo. Todos muito inteligentes e sem muitas neuras. Aliás, o mais neurótico foi o que durou menos tempo.
Ah, e TODOS NERDS! Ou com alguma nerdice patológica.
Então, quem sabe, se você não choramingar e ficar de bem com a vida, vai arrumar uma menina com quem possa viver uma linda aventura.
Como disse a Beatriz em outro post, gente, a vida é divertida. Vai viver! (não foram essas as palavras, mas foi essa a ideia)

Luci Mendes disse...

Por que pedir dica de relacionamento justamente num blog feminista?

A única explicação que eu encontro é que eles são incapazes de nos ver como gente, sendo assim, incapazes de entender que mulheres tenham temas que queiram discutir entre si e que não incluam os órgãos sexuais sagrados dos homens. Imagina, um monte de mulher junta falando sobre outra coisa além de homem! Em nenhum filme de Hollywood se vê um fenômeno desse.

Os mascus se incomodam tanto com isso que tem porque tem que desvirtuar o nosso espaço. Tem que nos fazer falar deles, por bem ou por mal. Porque eles são supostamente o centro do universo.

Anônimo disse...

"Quem liga pra tamanho de pênis, por exemplo, é homem, não mulher. "

Desculpa Lola mas isso aqui não é verdade. Sou mulher, feminista, comento direto no seu blog como anônima e não estou te trolando. O tamanho do penis importa SIM para mim, não acredito nessa coisa de que "com 5cm já dá pra satisfazer" e mais do que o tamanho, a grossura também é muito importante (comprido e fino é uma desgraça).

Anônimo disse...

`que coisa.... eu nunca me senti atraída por homem bombado, forte e com pinta de pegador. sempre me envolvi com caras mais nerds, magros ou gordos mas nunca se enquadram no padrão vendido atualmente. Olha que sempre fui aquela menina bonita que se enquadra nesse padrão escroto. (o que muitas vezes fez com que não fosse ouvida, apenas vista.)

esse cara precisa se socializar, se envolver com gente de verdade e ser verdadeiro. ele tem que ser ele mesmo e não alguém que a mídia diz que ele tem que ser.

Anônimo disse...

Essa coisa que alguns homens adoram repetir: que os nerds nunca conseguem mulher e tal, é tão sem noção. Só pra ilustrar Francisco, o marido da minha dinda é bem comum, arquiteto, magrinho, usa óculos, meu pai era do tipo nerd quando conheceu minha mãe, além de tímido e gago (como você citou). E com relação a adolescentes, porque eu não entendi se tu é novo ou não, recentemente dois conhecidos de 17 anos, "tipicamente" nerds começaram a namorar, e aí?

E como já comentaram, alguns homens ficam sempre reclamando disso, como se todas as mulheres estivessem sempre namorando e fossem desejadas por todos, o que não é verdade, mas eu não fico culpando os homens por estar solteira, porque isso não faz sentido nenhum (y)

Enfim, só vi tu reproduzir o que muitos falam mas não vejo acontecer na vida real. E tenho uns 80% de certeza de que a mulher que tu quer tem que ser linda, toda frufru, corpo perfeito (?), e te agradar em todos os sentidos. Tá na hora de cair dessa nuvem, rapaz (:

Anônimo disse...

Lola, foi uma bela resposta.

Vou desabafar aqui... Uma das coisas que mais me deixa triste nessas generalizações é isso de que mulher não fica com homens que não se encaixem em padrão de galãzinho da novela malhação. Isso pq meu namorado está bem fora desse padrão. Ele é magrinho, com uma história de vida complicada, sofre com depressão e está desempregado há um tempo já, tenta se reerguer, mas a depressão é complicada. Talvez ele até fosse considerado um "solitário" pelo autor desse e-mail. Só que ele não é.
E a gente enfrentou tanta coisa, tanta falta de dinheiro, tanto comentário que fazem de mim pelas costas que deveria arrumar outra pessoa, pq profissionalmente tb eu tenho mais perspectiva de ganhar bem por ter ensino superior e ele não. Eu amo ele demais, é uma pessoa doce, me respeita, me trata bem, é divertido, me ama muito. E daí eu tenho que escutar toda essa ladainha de que mulher só sai com "descolado" riquinho, affff... Eu sei que existe um monte de gente como eu, que está do lado de um rapaz que tem dificuldades, apoiando, amando, tentando ajudar a superar (e ele tb me ajudando com os meus problemas)... Nunca tive namorado "descolado". Nunca fui atrás de alguém por dinheiro. FIco muito ofendida com essas generalizações e estereótipos sobre o ser mulher. Sou mulher e não gosto de ser reduzida a uma criatura interesseira. É extremamente ofensivo.

Lord Anderson disse...

Uma duvida seria Lola.

Sera que logo vão dizer que eu sou fake que vc criou???

hehehehehehe


Ok, mantendo o foco.

Obrigado pelos elogios, mas é bom sempre lembrar que eu não sou o cara perfeito, rs

Ja fiz muita merda, e ainda faço, e ja agi como babaca com mulheres, incluindo magoando uma pessoa de quem gosto.

Nunca foi proposital, mas claro isso não muda o fato.

Oq tento fazer é evitar isso, fugir dos cliches e esteriotipos que ensinam pra gente desde criança.

Eu ainda erro muito, embora tenha aprendido com blogs como o seu com as pessoas maravilhosas que conheci aqui.

E quando erro, reconheço e tento consertar e não repetir.

Eu até certo ponto me identifico com o Francisco. TB ja acreditei nessa historia de que mulheres são assim, são assado, só fazem oq fazem pq são do jeito tal.

Tb acreditei que eu só podia olhar pras garotas que estão dentro do padrão de beleza e ficar com raiva pq elas não olhavam pra mim, ignorando minhas outras qualidades.

É um padrão duplo e egoista, mas que é bombardeado na nossa mente todo dia.

Das hisotiras infantis aos filmes pra adultos, dos jornais a editorais de revistas.

Oq sempre destacam nas mulheres é a beleza, e no homem ele ser bem sucedido (leia-se ter dinheiro).

No final tem gente sim que acredita nisso e vive isso (mulheres que só querem homens ricos e caras ricos que querem mulheres trofeus), mas olha é só uma parte das pessoas, existe muito mais variedade ai fora.

Sai dessa bolha, reflete sobre oq afinal são mulheres bonitas e saudaveis, e se vc não ta exigindo oq vc mesmo não pode oferecer.

Procure pessoas mais proximas e não olhe a mulheres como inimigos a serem vencidos

ah, e aceite. tem muitas mulheres que não vão se interessar por vc, assim como vc não vai se interessar por todas.

é um fato da vida. lidar com isso faz parte de ser adulto.

Cão em Forma de Cão disse...

Alguns homens acham que sabem mais sobre mulheres do que elas mesmas e por isso não ouvem o que elas têm a dizer, típico de quem erra muito.

Gab disse...

Vou linkar esse post pra todo cara que eu conheço que fica chorando sobre friendzone!

Uma pena é que eles teriam que ler 90 vezes até começar a fazer sentido.
Eles realmente acreditam nessa ladainha de mulher ignorar bonzinho e só pegar descolado. Não entendem que o problema é que esses ~bonzinhos~ geralmente são tremendos machistinhas!

Desculpa mas nenhuma mulher que se dê ao respeito quer saber de um cara que fica fazendo piadinha de "mulher fazendo sanduíche, mulher na cozinha". É só entrar nesses redutos de nerds revoltados que você vê direto esse tipo de piada.

Desculpa mas você pode ter a aparência que tiver, eu não transo com homem machista e preconceituoso.

Anônimo disse...

"o e-mail da garota 'rich girl problems'- que no fim das contas pegou a droga do emprego - ganha empatia. o do nerd problemático, patadas. entendo que ele PEDE, mas, caramba..."
Adoro como tudo que vcs falam não faz sentido nenhum kkk Ser gorda e sofrer por isso é rich girl problems agora?
E se tu não reparou, tem uma galere dando conselhos pro cara, apesar disso não ter muito a ver com feminismo, diferente do post de ontem.

Thiago disse...

Esse cara tem problemas, e precisa de terapia, definitivamente. Ele se surpreenderia com a quantidade de garotas "nerds solitarias que passam horas jogando videogame" que são pessoas incriveis, daquelas que não dá vontade de sair de perto depois que se conhece. mas se o sujeito só anda procurando as top models "bonitas e saudaveis", aí complica.

Anônimo disse...

mulheres (e pessoas em geral)tem o direito de preferir o tamanho de membro que quiserem, assim como as características físicas e psicológicas que quiserem em seus parceiros.

a diferença é que um homem em geral é adestrado para procurar um certo padrão e as mulheres para se adaptarem a esse padrão. isso é efeito do machismo.

o inverso não existe, praticamente, só talvez essa palhaçada de metrossexualismo que só serve mesmo é pra vender futilidades, algumas testadas em animais. isso não é igualdade de gêneros, é capitalismo cru.

Vivi disse...

Luci, entendo o que vc diz. Também fico com esta sensação. Francisco, vc vê nós mulheres como SERES HUMANOS, dotados de sentimentos, que somos complexas, que somos diversas, que temos vontades e DIREITOS IGUAIS a vc? Que temos, com a Luci bem lembrou, nossas lutas/pautas e que nem tudo se resume a se relacionar com cara fortão versus dar chance ao bonzinho nerd? Se vc não ver a gente como GENTE, além dos seus anseios de ter dar uma chance ou não, além do papel da mulher em dar pro homem vc nunca vai sair dessa fantasia. Me pergunto, na boa mesmo, vc GOSTA de mulher como um ser humano? (não no sentido que vc seja gay), ou vc QUER uma mulher pra fazer sexo e que seja sua namorada só por ser mulher. Faço este questionamento sem querer provocar, mas é uma coisa a se pensar. E se vc não vê a gente como GENTE, vc nunca encontrará resposta neste blog feminista .

Anônimo disse...

Eu dou risada de gente que joga a culpa da própria inaptidão de vivência em sociedade nos outros e não em si mesmo.

Até prefiro que uma pessoa assim fique no ostracismo, Darwin se encarrega de não permitir que essa gente faça parte do pool genético. A natureza é, realmente, muito sábia.

Lord Anderson disse...

E sobre nerds...

Vamos aceitar que tem muito dito nerd por ai que é tão ou mais machista que muito "bonbadão" viciado em academia.


Talvez por justamente terem dificuldade em lidar com mulheres, nerd adoram ofende-las ou rebaixa-las por não serem "inteligentes" e não entenderem seus gostos.

Muitos nerds adoram babar nas gostosas, ao mesmo tempo que as rotulas de burras e que hostilizam qualquer moça que goste dos mesmos hobbys.

Sonado disse...

Francisco, siga os conselhos de Luas, Teresa Silva e Patrick aqui encima, eles estão dando uns toques que vão fazer você entender onde esta o problema. ;D

Alias, segundo sua lista, um neeter, nerd e rpgista como eu que alem de feio e chato é magrela (muito) ter uma noiva e uma vida social é anatema cara...reve isso ai ^^>

Vai por min, tem muita garota que gosta de games, rpg, anime e etc, inclusive que são feministas. Há uma briga por se conseguir espaço nesses meios e respeitar o direito delas por isso é meio caminho andado. Tenho boas amigas que procuram alguem para assumir o plyer 2 de seu console ou para fazer par romantico, só tem que aceitar que ela é um Guerreiro 5 Warlock 4 Chantre de Guerra 6 com um castelo e um exercito, o que muitos rpgistas não aceitam de boa (vai encontrar dois bons artigos aqui http://www.paragons.com.br/?p=29928 e aqui http://livrodosespelhos.com/mulheres-e-o-rpg/ que mostram os atuais debates sobre machismo, feminismo e a participação da mulher no cenario de jogadores de RPG).

Com sorrizos e respeito se consegue uma vida muito boa...alem de fazer bem para o coração!

Gabriela Galvão disse...

Peraê, peraê. Também imagino qe ñ tem ninguém fazendo concurso pra santa aqi.

Donqe o combo ejaculação precoce + disfunção erétil é difícil de lidar... Qe tal procurar ajuda nisso ao invés de achar qe a pobre tem qe compreender tudo? Am, am?

(Acho qe são duas coisas diferentes mesmo. Acho qe a disfunção erétil é especificamente a dificuldade com ereção, né?)

Lucas disse...

E mais uma ponto, só pra ilustrar:

Quando você ficar puto por que uma garota te coloca na "friendzone", ou uma garota legal não reconhece como você é um cara fantástico, pergunte-se: Você nunca fez isso? Não está fazendo nesse exato momento?

Acho que todo mundo aqui já deu um fora numa pessoa que gosta muito, porque esse gostar não tinha nenhum interesse além de amizade. Eu já fiz e já fizeram comigo. Agora, você não se interessar por alguém faz de você uma pessoa ruim? Você acha certo cada garota com quem você não ficar, por qualquer motivo que seja, te considerar um monstro?

Então use a empatia e pense que ninguém tem a obrigação de se sentir atraído por você.

Sonado disse...

Muito bem pontuado Lord Anderson!

Temo que eu já tenha comprado uma briga ou duas por conta desse tipo de situação. Não que eu seja perfeito, durante minha pré adolescência, por influencias equivocas tive minhas gafes, mas ai vem a questão de amadurecimento, eu era um pirralho com o rei na barriga, como tantos outros garotos de 13 anos.

Mas como diz um amigo e camarada que mais sorri do que fala:
"Dai a gente cresce e descobre que somos uns merdas como todo mundo!" - Tio Leo

Ana Carolina disse...

Caro moço do post:

Se você se considera "inepto socialmente", por que não deixa de usar isso como escudo contra as pessoas e tenta resolver? É, isso mesmo, tentar ser gentil com as pessoas ao seu redor (e sem a babaquice da friendzone - legal com todo mundo, independente de sexo ou idade, simplesmente por ser legal), tentar criar assuntos com as pessoas, ter amigos que tenham interesses em comum com você. Sério, você tem amigos? Pessoas com quem conversar?

E se você acha que está no meio de pessoas que só dão valor pro físico e pro dinheiro, por que não procurar outras pessoas? Mudar de círculo social, para algum que tenha mais a ver com você. Costuma funcionar - eu mesma só comecei minha socialização efetiva quando fui conviver com pessoas que são mais a minha praia, que prezam inteligência e caráter.

Outra, a moça "bonita e saudável". Tem certeza que uma Gisele vai bater na sua porta e perguntar se você está lá dentro? Sério? Isso não vai acontecer. Às vezes acho que ocorre uma falha na educação sentimental dos homens - mulheres já ouvem por aí que príncipe encantado não existe, mas homens houve que princesa encantada não existe com qual frequência?

Então olhe para você mesmo. O que vocÊ pode fazer de melhor para vocÊ mesmo para, quem sabe, conseguir um relacionamento com uma pessoa legal.

Anônimo disse...

'Muitos nerds adoram babar nas gostosas, ao mesmo tempo que as rotulas de burras e que hostilizam qualquer moça que goste dos mesmos hobbys.'

quase todos os que eu conheço. o cara reclama que mimimi ninguém o quer, mas ele nunca quer alguém parecido com ele próprio. acaba em solidão, óbvio.

e algumas amigas minhas, numa reação do meu ponto de vista tremendamente equivocada, passaram a adotar a lógica de apenas aceitarem homens igualmente fora dos padroes delas. igualmente, estão sós.

Anônimo disse...

Quem liga pra tamanho de pênis, por exemplo, é homem, não mulher.

Não creio que isso pode ser generalizado já que eu também prefiro homens com o pênis acima da tal média dos 12cm. Muito grande me machuca, muito pequeno não tem a menor graça pra mim.

É claro que um homem de pênis pequeno (ou muito grande) pode compensar isso de formas inteligentes e já tive experiências positivas nesse sentido, há quem diga que sexo se faz com o corpo inteiro e não apenas com a genitália e eu concordo com isso. Mas dizer que "só homem" se preocupa com o tamanho do membro não me parece ser verdade, no meu caso pelo menos eu garanto que não é.

Gabriel disse...

Acho que grande parte dos homens em algum momento da vida chega a imaginar as mesmas coisas que o cara do post. Mas a maioria vence essa etapa no fim da adolescência.

Já parei para pensar no que leva o cara a fantasiar tudo isso. Pois é, sim, uma fantasia, um escudo, uma maneira do cara se blindar de enfrentar as coisas. Sinceramente, me dá vergonha todo o vitimismo dele.

Primeiro, nós homens temos muito receio do outro (homem/mulher), não temos recursos emocionais desenvolvidos para lidar com a incerteza que é o que o outro pensa de nós. A solução? Dar a cara a tapa, amadurecer, sair da casca e descobrir que a maioria dos seus medos de rejeição são infundados, e os que são de verdade, o são e pronto. Nada que um pouco de humor não ajude.

Segundo, o homem gosta realmente de fantasiar que as mulheres estão lhe excluindo dos prazeres da vida. Uma mesa cheia de mulheres sempre está rindo de um homem (será? claro que não, e se for nem sempre é a respeito de seus atributos sexuais). Mas isso é reconfortante para a maioria, sublima o desejo, troca ele por um ressentimento, por uma postura de indiferença. Ai ele começa ler essas porcarias de sites masculinos sobre as teorias das mulheres víboras, de como vivemos em um mercadão sexual que você sempre tá valendo nada, que elas são frias. Se você lê essas coisas, se você acredita nessa coisas, você merece estar aonde está.

Saia, viva as coisas, a sua zona de conforto nada mais é do que medo, ressentimento. Pare de associar características físicas a atributos afetivos. E sim, homens que passam o dia inteiro jogando vídeo game e mexendo na internet (sites mascus e pornô? apostaria que sim) não tem "habilidades" com mulheres. Saber se relacionar é uma prática (não essa prática dos sites de pegar mulher e suas regras de como chegar, como falar, como sair por cima). É uma prática de afeto. Você gosta de estar perto de mulheres. Então seja um cara aberto, verdadeiro. Nada de ser o "bonzinho" esperando a gorjeta afetiva.

Na boa, coração aberto, meu velho. É só o que te digo.

Gabriel BH/MG

Nina. disse...

Ah, cara...não é bem assim.
Francisco, sua situação é triste e desperta, sim, minha empatia. Homens e mulheres passam por esta situação, sério. Mas quase todo mundo mais cedo ou mais tarde sai dessa.
Mas se você procura uma mulher bonita e saudável, facilmente vai topar com mulheres procurando homens bonitos e saudáveis. E não é SAUDÁVEL guardar tanto rancor. Você não merece isso. E não é só o sistema que lhe agride, é você mesmo também.
Falo isso como namorada de um cara bonzinho. E nerd. E fã de videogame. E que passa o tempo livre na frente do computador. A gente se diverte vendo filme trash, falando de video game. Eu não posso jogar porque tenho disritmia cerebral (opa, não atendo o critério de ser saudável).
Eu sei que sou bonita, e que ele é também, mas nenhum de nós se enquadra no dito "padrão de beleza". Mesmo assim, todos os nossos amigos dizem que somos um casal lindo.Estamos juntos há quatro anos e somos felizes.
Mas, se você me visse na rua, nem perceberia.
Mas quando eu abro a boca, quando eu danço ou quando eu desenho, aí eu chamo a atenção.
Foi fácil perceber que pessoas que se ligam nas aparências simplesmente não fazem o meu tipo, e me desagradam.
Mas vem cá, você diz que o homem rejeitado pode desenvolver pensamentos autodestrutivos e até, sei lá, sair atirando nas pessoas.
E a mulher que não é "bonita" nem "saudável", como se sente?

Anônimo disse...

"mulheres já ouvem por aí que príncipe encantado não existe, mas homens houve que princesa encantada não existe com qual frequência?"

a gente ouve a vida toda é que tem que beijar o SAPO para ele virar príncipe...
Entendo que é difícil para todo mundo, mas a mulher é duplamente cobrada: a mulher tem que ser "bonita e saudável", o homem só tem que ter uma mulher "bonita e saudável". A mulher é objeto nesta história e é isto que queremos mudar.

Eva disse...

Moço, procure mulheres mais parecidas contigo. Pare de se esconder do mundo, de usar esse escudo de que é solitário e ninguém quer. Disfunção erétil e ejaculação precoce precisam de acompanhamento profissional, não dá pra cobrar de ninguém, que nem nos conhece direito ainda, tenha que lidar com os nossos problemas.

Saia de casa. Eu não sei de onde você é, mas em SP, tem alguns points de RPGistas e de cardgamers onde todo tipo de nerd é bem aceito, e é frequentado por homens, mulheres, trans, hetero, homo, bi... gente de todos os tipos, todas as origens. Temos os nossos ineptos socialmente por lá, e acredite, com o tempo, mesmo os nerds mais fechados vão aprendendo a se socializar, trocar ideias sobre jogos de tipos diferentes, inclusive com a mulherada que gosta da mesma coisa.

Agora, não vai adiantar você chegar nesse tipo de lugar, em SP ou em outros lugares, se você chegar com um conceito machista em mente, e esperando encontrar mulheres do tipo modelo de capa de revista. São mulheres reais, e ai tem de tudo quanto é tipo, forma, tamanho, orientação sexual, gostos. Trate a gente com respeito, como você trata outros homens, trocando ideias sobre as coisas que você gosta, e acredite, a gente responde e faz amizade. Acredito que mulheres nerds de outros lugares sejam assim também, desde que você as trate como gente, o que não é nada difícil, acredite.

Andrea disse...

Sinceramente, acho que a resposta à carta soou agressiva demais... parece-me mais uma situação de alguém que precisa de ajuda e esclarecimentos. Até concordo que os esclarecimentos foram feitos, mas acho que o tom agressivo foi desnecessário. Acho que é uma técnica de discurso que não estimula a reflexão, e sim beira a humilhação. Lola, você acha mesmo que, depois de humilhada, uma pessoa vai concondar com você em algum ponto???
Depois, juntando os comentários, o tratamento dado ao cara já tá beirando o "bullying".
Acho lamentável que alguém como você Lola, que me parece ter um senso crítico tão apurado, utilize-se dessas tácticas de argumentação.

Eva disse...

E sobre o tamanho de pênis, também discordo, Lola. Assim como tem quem goste de homem alto, homem baixo, mulher magra, mulher gorda, seio grande, seio pequeno, tem quem prefira pênis grande, pênis pequeno.

Eu tenho meus gostos, e sei que minhas amigas têm os delas. Mas o que não vale é achar que toda mulher só gosta de um tamanho único, padrão. Conheço quem prefira pênis grande, e quem não faça nada com homens que tenham pênis grande. Existe preferência por grosso, por fino, e ainda mulheres que realmente não se importam com o tamanho do amigo do homem a quem deseja. O que o povo precisa tirar da cabeça é a ideia de um padrão único pra qualquer coisa. Vamos nos cobrar menos e nos divertir mais, a vida fica mais leve e todo mundo sai ganhando, sem neuras.

Anônimo disse...

eu não tenho, quase nunca, empatia. só quando pessoas morrem ou sofrem violência (daí apoiar o feminismo). ou com animais nessa situação, embora bem menos (daí não ser vegetariano, mas não ser babaca com quem é).
daí minha empatia com alguém cujo o problema é não ter parceiros sexuais vai ser nula. foda-se.

Priscila Boltão disse...

Lola, desculpa, esse comentário vai ficar enorme, mas não aguento.
Esse post me deixou, muito, muito revoltada.
Eu sempre fico intensamente PUTA DA VIDA (puta aqui sendo usado no sentido de "extremamente raivosa") com essa historinha criada pelos mascus coitadinhos de "friendzone". "Ah mimimi, eu sou um acara tão legal, essas mulheres malvadas não me querem pq só gostam de cafajeste". Lola, eu sei que vc não curte palavrão, mas eu preciso desabafar. VÃO A MERDA.
Querem discutir friendzone? Querem falar sobre como a sociedade b*cetista malvada excluiu vocês? Deixa então eu contar uma coisa.
Eu fui friendzoned. A minha vida toda. E eu sou a garota.
Então vamos lá. Eu tenho 24 anos e nunca tive um namorado de verdade. Saí com uma garota por uns 3 meses, não pq seja lésbica, mas pq ela gostava de mim. A minha carência era tanta q eu estava com alguém q eu não gostava realmente só pq ela gostava de mim (obviamente, não deu certo). E só. Exceto por uns beijinhos nas raras vezes em que me obriguei a sair de casa, essa é minha experiência em relacionamentos.
E a vez q sofri abuso, porque pra mascu, isso é uma oportunidade né? Muita gente pensou assim qdo falei. Oportunidade. Pq a virgem feia de 19 anos q ngm queria pegar fez sexo, quem liga se é consensual? Pq mulher nem gosta de sexo, né?
Enfim. Eu sofri bullying. Muito bullying. Vc acha q sua vida foi triste na escola? Eu não te conheço, Francisco, mas eu sei que oq eu sofri de bullying foi feio. Pra vc ter uma idéia, os meninos passavam por mim sem me olhar nos olhos, porque segundo eles eu era um "não-ser" que poderia tomar as almas deles se me olhassem nos olhos. Sim, um deles me disse isso, anos depois, rindo, achando muito engraçado. Bullying sempre é engraçado pra quem faz, nunca pra quem sofre. Pra mim, na época, aos 15 anos, vendo minhas amigas perderem a virgindade e namorarem, casarem, até, não era nenhum pouco engraçado.
Eu já tinha depressão, desde criança. Piorou muito.
E eu sou feia. Eu sei q sou. Eu sei q feia é a sociedade e seus padrões, yadayada, mas pois é, eu nunca correspondi o padrão. Pros efeitos dessa conversa, vamos só dizer, sou feia. Minha foto de avatar parece bonitinha, até. Pq nesse dia eu fiz escova, prancha, 15 quilos de maquiagem, sutiã mágico, ângulos que não mostrassem gorduras, decote. E photoshop, claro. No dia a dia, eu não uso nada disso.
Então vamos ver, eu sou feia. E sou "louca", tb segundo os conceitos da sociedade. Eu tenho depressão e transtorno borderline - se vc não sabe oq é, imagine um transtorno bipolar muito piorado e auto-destrutivo. Eu me corto. E tenho bulimia. E sou muito co-dependente quando me apaixono. Sempre fui do tipo que dizia q ia se matar se fulano não me amasse. Tentei algumas vezes. M cortei na frente de um cara que eu gostava qdo ele ficou com minha melhor amiga. Tomei um monte de comprimidos quando o "então amor da minha vida" de anos depois começou a sair com minha nova melhor amiga. (Que sorte eu tenho com amores e melhores amigas, não?). Pois é. Vc deve imaginar q nada disso ajuda.
Então, eu nunca - NUNCA - coloquei ngm na friendzone pq sabia q meu valor na sociedade sempre seria medido a)pela minha beleza e b)pelo homem q eu arranjasse. E eu nunca tive nada disso. Então eu dei chances pra cada cara q se aproximou - e não em leve a mal, um ou outro se aproximou - mas nunca durou nada. Cara, como eu disse, até namorisquei uma garota de tanto medo de ficar sozinha. Mas nunca funcionava.
Eu sempre acabava na tão falada "friendzone", q uns anos atrás não tinha nome. Era sempre o tal do "você é uma pessoa maravilhosa", "vai encontrar alguém que te mereça". "Não é você, sou eu". Conhece essas frases, Francisco? Eu tb. Ouvi cada uma delas em todas as suas variações, de cada cara por quem me apaixonei e até dos que não me apaixonei, mas que achei, estupidamente, que poderiam se interessar por mim.
(continua)

lola aronovich disse...

Estou adorando os comentários, pena que eu tenha que sair pra dar aula. Por enquanto, os homens aqui (e as mulheres também) estão dando conselhos ótimos! Mas é claro que é só uma questão de tempo pros mascus chegarem dizendo que certo mesmo está Nessahan, aquele que ensina a ignorar mulheres ou tratá-las como lixo porque mulher gosta de homem cafa. Sigam seu conselho de não olhar pra mulher, e de repente virar pra ela, fitando-o. Funciona que é uma beleza!


Sobre o tamanho do pênis, embora este não seja nem de longe o foco do post, sim, fiz uma generalização. Não quer dizer que nenhuma mulher ligue pro tamanho do pênis do parceiro, ou que goste de pênis pequeno, ou whatever. Mas o que vejo é que obsessão por tamanho de pênis é algo muito masculino. Convenhamos, esses bombeadores (???) e “enlarge your penis” que chegam o tempo por email não chegam pras mulheres, mas pros homens. Acho que homem é muito mais suscetível pra ver filme pornô e acreditar que só um pênis de 25 cm satisfaz. Sério, não vejo essa obsessão nas mulheres de jeito nenhum.

Priscila Boltão disse...

(continuação)
Isso tudo foi minando o pouco de auto-estima q eu tinha e no decorrer dos anos, minha fobia social - q acho q era até normal no começo - piorou muito, ao ponto de eu não sair de casa a não ser pra trabalhar. Dei graças quando terminei a faculdade, não só pelo estudo, mas por nunca mais ter q entrar naquele meio social ao qual nunca pertenci. Faculdade é onde as pessoas bebem, fazem amigos, namoram, né? Eu não. Eu estritamente estudei nos ultimos seis anos. Eu não fiz UM amigo ou amiga em seis anos. Conhecidos aos montes, com os quais não pretendo nunca mais falar.
Tá vendo pelo meu texto, como eu não tive sequer uma experiência social normal minha vida toda? A falta de homem é só parte disso. Tb tenho pouquissimos amigos. Porque desenvolvi um medo de pessoas. Medo de rirem de mim outra vez. Medo de poderem jogar de novo na minha cara que eu sou feia e gorda e ngm nunca vai me amar como fizeram comigo durante os anos de escola.
Eu me deixei afetar.
Então chegamos ao ponto principal: O fato de tudo isso ter me afetado tanto, por um acaso fez com que eu me escondesse atrás de um teclado e ficasse reclamando de como os homens são maus e não ficam com mulheres legais como eu?
Não. Eu tenho plena consciência. Consciência de que:
1) Eu sou feia pros padrões da sociedade. Não adianta esperar que o Brad Pitt corra atrás de mim, pq simplesmente, eu tenho q baixar as espectativas, fim.
2) Eu sou louca pros padrões da sociedade. Por pior q seja, a maioria dos caras simplesmente não quer ter que lidar com gente louca.
3) Eu sei q tem homens lá fora que não ligam pra isso. Que aceitariam minha fobia social. Que não ligam pra aparência. Tem caras legais, de verdade, que gostariam de mim.
But guess what? EU NUNCA VOU CONHECE-LOS PORQUE NÃO SAIO DA CAVERNA.
E tá, não saio pq, ó, eu tive tantos traumas. Verdade. Então, claro, vou me esconder do mundo e continuar culpando o mundo. Errado.
Eu faço terapia. Eu tento trabalhar com meu psiquiatra nesse ódio intenso que sinto contra mim mesma. É difícil pacarai, mas eu continuo indo.
Não pq assim eu vou arrumar macho. Mas pq não dá pra viver assim.
Eu continuo levando minha vida, continuo tentando. Quem sabe, aos pouquinhos, eu me livro das correntes que a sociedade colocou em mim, que me aleijam, porque eu não me encaixo.
Eu me recuso a ser uma vítima. É só isso. Não to me fazendo de heroína. Só estou dizendo pq esse vitimismo me deixa puta.
A vida é uma droga? É. O mundo é uma droga? Com certeza. Bullying, rejeição, podem destruir a auto-estima de uma pessoa, destruir sua vida e sua capacidade de interação? Ô se podem. Eu sei bem
Eu senti na carne cada uma dessas coisas q os homens q vejo falando de friendzone tanto reclamam. E to de pé, não to? Em vez de me esconder atrás de um teclado culpando todo mundo menos a mim, eu sei exatamente a parte que me cabe nisso, assim como a parte q cabe a "sociedade malvada", os "homens malvados". É, tem mulher q só quer homem bonito e rico. Tem sim. Tb tem homem que só quer mulher bonita e obediente. Tem mesmo. Mas eu não vou culpar um gênero inteiro pelos meus problemas.
Então, STOP WHINNING. Adoram chamar as feministas de vitimistas. Só q é exatamente o oposto. Vitimismo é culpar o resto do mundo pelos seus problemas e não fazer nada pra mudar isso.
Então, antes de reclamar sobre como as mulheres são malvadas, pense se são só as mulheres. Seres humanos rejeitam outros. Live with it. Não é desculpa pra culpar um grupo inteiro.
Pronto, desabafei, desculpa pra quem leu até aqui.

Daní Montper disse...

Lola! o/

O guri do post está bem deprê hein! Acho que ele deve procurar ajuda e tentar mudar o que ele não gosta nele mesmo e na sua maneira de se relacionar com xs outrxs. Ninguém é perfeitx, tudo na vida é aprendizado - erros e acertos - o que não é bom é ficar se lamentando e muito menos colocando a culpa de seus próprios problemas em terceirxs.

Sobre nerds, lá vem os esteriótipos... Não fico ligada nisso, fico com caras que admiro, e isso significa bom caráter e boa inteligência emocional, o físico vem depois - situação profissional ou econômica nem entra - e sou bonita e saudável (eu acho, mas não sei o que significa ser bonita e saudável pra ele).
Sobre tamanho do pênis, isso vai muito do que a pessoa entende como sexo, se pra ela sexo é apenas (ou o mais importante)pênis na vagina, então tamanho pode ser importante, mas não acredito que isso esteja acima da personalidade do carinha - a não ser que a pessoa esteja buscando apenas um "sextoy" - e para isso existem os vibradores...
Sobre ejaculação precoce, isto ocorre muito com caras inseguros ou que não tenham controle sobre si mesmos (prática), e é super fácil de 'corrigir' - uma consulta com urologista pode ajudar bastante.

Marina Rodrigues disse...

Engraçado que ele ignorou completamente a existência de mulheres solitárias. Quer dizer, mulher gordinha, que joga video-game e que não é muito sociável ele não quer saber mesmo, aliás, ele nem cita elas. Acho que isso é muita televisão, ele acabou aprendendo que só existe mulher gostosa e que ela só vai pegar um homem se ele for muito rico ou se ele for gostosão. Eu meio que sou uma dessas meninas "solitárias" (leia-se: gordinha e que gosta de video-games) e nunca liguei muito pra aparência dos meus namorados (tenho 19 anos e namorei 3 meninos). Meu atual namorado é o mais atraente dos três, mas não foi isso que me chamou mais atenção nele. Sou uma menina relativamente nerd, já fiz cosplay, já mexi com web design e programação. Aliás, foi assim que meu atual namorado me conquistou: me dando aulas de C++! hahahahaha... Engraçado isso né? A gente namora a dois anos e uma das melhores lembranças que temos foi em um feriado de carnaval que passamos juntos, praticamente todo em casa, zerando Zelda: Skywarsword! Esteriótipos nãaao ;)

Luciana disse...

Francisco,

Existe diferença entre homem bonzinho e homem covarde/babaca que se acha bonzinho.

Quantas meninas boazinhas e legais será que vc já não rejeitou porque não as considerava bonitas e "saudáveis" (pqp)?

Seu e-mail é um atestado de homem mimado e covarde, que passa o tempo todo colocando a culpa no mundo, no universo e em tudo mais para as coisas que sente e usa isso para justificar a sua inércia.

Eu sei que as vezes, quando sofremos com uma autoestima baixa e depressão, não é fácil. Mas existe ajuda profissional para isso. Não em blogs, meu caro, mas com psicólogas e psicólogos. Isso vai te ajudar, inclusive, com a questão da ejaculação precoce.

beijes

ps.: Você é limpinho? Olha, vc pode ser deus grego da beleza/descolado e musculosão (eca), mas se não tomar banho direito, ninguém vai te querer mesmo.

lola aronovich disse...

Andrea, sou uma pessoa irônica. A ironia é vista como agressiva para algumas pessoas. Vc certamente é uma dessas pessoas. Eu acho engraçado que um cara que já venha cheio de certezas mascus venha pedir conselhos amorosos num blog feminista. E eu respondi com essa ótica. Agora, tem muita gente aqui respondendo com o maior carinho e empatia, com seriedade, sem ironia nenhuma. Não vejo bullying de forma alguma.

E gente, ainda sobre tamanho do pênis, pelamor, né? Dizer que “mulher não gosta de homem bombado” não quer dizer que NENHUMA mulher na história da humanidade não goste de homem bombado. Dizer que quem liga pra tamanho de pênis é homem, não mulher, nào quer dizer que nenhuma mulher ligue, ou que muitas mulheres tenham sua preferências individuais. Fica meio difícil escrever um texto se, a cada frase, a pessoa ter que escrever “mulher não gosta de homem bombado, quer dizer, algumas gostam, a maioria parece que não”. Eu não falei em nenhum momento que não existe mulher que não ligue pro tamanho do pênis, ou que há algo de errado nisso. Só que, pela minha observação, tamanho é uma obsesessão masculina.

Anônimo disse...

"Mas o que vejo é que obsessão por tamanho de pênis é algo muito masculino. Convenhamos, esses bombeadores (???) e “enlarge your penis” que chegam o tempo por email não chegam pras mulheres, mas pros homens. Acho que homem é muito mais suscetível pra ver filme pornô e acreditar que só um pênis de 25 cm satisfaz. Sério, não vejo essa obsessão nas mulheres de jeito nenhum."

No meu email isso chega todo dia hahahahahahaha!!!!

Homens se preocupam com o tamanho do pinto, mulheres com o tamanho da cintura. Tudo isso faz parte daquele velho esquema midiático de nos deixar escravos de alguma coisa e mais suscetíveis a comprar ilusões (aumentadores de pênis, remédios pra emagrecer etc.).

Minha experiência diz que quando uma pessoa SE GARANTE, tanto faz as duas coisas - o tamanho do membro masculino ou da cintura das mulheres.

E quanto a mim, bem eu prefiro os gordinhos de pau grande mas nem por isso vou discriminar todo o resto da humanidade por isso, é só uma preferência.

Braga disse...

parar de postar anônimo, isso não é saudável.
escrevo muito pior anônimo.

bem, o cara num precisa de 'uma chance', o cara precisa de dois médicos (uro e psi) e parar de acreditar em mitos machistas idiotas.
e procurar se relacionar com quem tem interesses semelhantes. ou mudar de interesses, também.
até porque eu nunca vou entender essa tara por videogame. vai ler um livro, desgraça!

Anônimo disse...

Eu poderia escrever uma tese de mestrado em cima do email de Francisco mas decidi poupar o tempo de todo mundo e deixar um comentário mais suscinto: o problema dele é não entender que todas as suas frustrações devem-se, sim, à sua própria incapacidade de lidar consigo próprio. Pode falar o quanto quiser que mulher é isso ou aquilo e se apoiar em todo tipo de generalização idiota que só meninos de 14 anos acreditam, porque lhes carece vivência, mas o fato é que ele se acha um merda e é claro que o mundo inteiro agirá de acordo.

Enquanto ele não fizer por merecer, vai continuar se apoiando em idéias idiotas porque é só isso que lhe resta.

Não precisa ficar rico e fazer o pênis crescer 25cm: basta parar de se achar um merda e um coitadinho.

Iara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

O que esse cara não percebeu, porque não convém a ele, é que ele é um exemplo típico do mal que o machismo causa aos machistas.

O cara que diz que não pega ninguém "porque é bonzinho demais", que mulher só gosta de fortão bombadão ricão pintudão age igualzinho à mulher que sai por aí falando que homem não presta e que ela precisa perder 50kgs para encontrar o amor de sua vida. Nos dois casos, as pessoas têm um problema sério consigo e transferem a responsabilidade disso não para si mesmos, mas para esse mundo grande e cruel que OUSA não se adaptar às suas necessidades tão particulares.

Francisco, vê se cresce.

Iara disse...

Ah,mas o que é a inocencia da idade!
Eu já cai nessas conversas de `ninguém quer nada comigo porque sou nerd e legal, mulher gosta mesmo de canalhas´.
Bom, aprendi o seguinte nesta vida,existe um filme que define tudo e se chama `O bebe de Rosemary´.
Está ali a melhor definição e lição que aprendi da vida, ninguém é o que parece ser e as boas intenções dos outros podem ser péssimas com nós,nunca se sabe.

Acabou também minha paciencia,é hora dos mascus começarem a evoluir,ou naturalmente vão desaparecer, porque pular do discurso vazio e agressivo para esse chororo de ninguém me quer , já me deu sono.
E por que será que li o que o rapaz diz e senti um elemento de manipulação? Na base de mulheres sejam sempre o que eu quero que voces sejam e ponto , se estou mascu eu bato, se estou chororo eu quero colo,mas no fim eu manipulo como eu quiser...
Enfim, cansei desses mascus, pra mim só trocam de discurso, já passei por namorados assim , nem todos eram agressivos, tive esses manipuladores emocionais também.

Omar Talih disse...

Me parece que este "Fran" tá é querendo e precisando de um NAMORADO macho alfa que o domine. Nunca vi tantas bobagens juntas. Sou negro, baixinho, pobre, feio, e de "pau pequeno". Meus amigos me chamavam de K-suco de asfalto e outros adjetivos indizíveis. Mas, isto não me fez um cara solitário e amargo com a vida e as mulheres e homens que conheci. Sou um cara feliz, me dou bem com ambos os "dois" sexos. Chega... é muita idiotice para um cara só.

Sonado disse...

O Gabriel colocou muito bem sobre os receios e medos masculinos. Assim como as mulheres tem problemas para se aceitar fisicamente, nós também temos. Todos nós somos humanos no fim...
Agora...

"E sim, homens que passam o dia inteiro jogando vídeo game e mexendo na internet (sites mascus e pornô? apostaria que sim) não tem "habilidades" com mulheres"

Ta errado isso cara, reveja. Eu sou neeter, passo 1/3 de meu dia na internet (passamos outro 1/3 dormindo) e nem por isso sou socialmente inábil. Aprendo muita coisa diferente por aqui. Games são divertidos também, mas moderação é a chave de tudo na vida ;D

Concordarei em quase tudo com os argumentos de Nina, Eva, Braga e Daní Montper. Só discordo que SP tenha só vantagens, é uma cidade como qualquer outra, só que tudo ai é em maior escala, acha-se nerds de todos os gostos em cidades de 10 mil habitantes...mas em menor escala.

Marcos Godoi disse...

"Ainda assim, eu acredito piamente que pessoas “invisíveis pro sexo oposto” acabam encontrando alguém. Eu acho sim que toda panela tem sua tampa. Não creio nessa ladainha de que gorda vai ficar pra titia, ou que nerd vai ficar pro titio. E por que não? Ué, porque eu conheço um monte de gorda que tem namorado, marido, casinhos, sexo. E um monte de nerd também. Mas não pode se isolar. Tem que ser um pouquinho sociável, não transpirar ódio e rancor por todos os poros (isso afasta, sério), se comunicar com as pessoas -– e que bom que hoje existe internet!"

Lola, esse trecho foi magnífico. Em um período de depressão, eu tive pensamentos muito próximos dos dos mascus (embora não fosse tão extremista). Depois que melhorei cheguei a exatamente a essa conclusão, e vi que este era o meu erro. Agora fico triste quando encontro outros caras pensando dessa forma. E o pior é que não adianta tentar mostrar isso pra eles, porque eles tem ideia fixa.

Carol disse...

Um garoto do qual antigamente eu tinha uma queda, não era disso também, ele magrinho e era a definição de nerd, cabelo cacheadinho, entrou na faculdade de direito com 16 anos, enfim, mas eu gostava dele por outros motivos, eu sempre achei ele bonitinho, mas foi a personalidade dele que ma atraiu, ele era feminista e sempre respeitava as mulheres e me tratava MUITO BEM, então fica a dica, não seja legal com a mulheres porque você quer fazer sexo com elas, respeite as mulheres independente de quem seja.

Sonado disse...

Iara, perfeito. Queria que todos que leem aqui concordassem com você.

Estou vendo que tem muita gente revoltada com o posicionamento infantil do frank...bem, ele ao menos veio aqui, como disse a lola. Imagina se ele vai em um site dos Mascus? Dai teremos mais um machista em treinamento...não, é melhor uma doze de paciência, mostrar para ele onde ele esta fazendo a coisa errado e esperar que ele amadureça com o tempo ^^

Anônimo disse...

O problema do Chicão aí é que ele não presta como um todo. Se prestasse, não precisaria se fingir de bonzinho para conseguir uma migalhinha de amor mal-dada. Quem presta sabe seu lugar no mundo e que tem espaço nele, o espaço que a própria pessoa se dá. Quem não presta fica aí de mimimi mulher não vale nada trancadinho no quarto com medo da luz do sol... toma vergonha, rapaz.

Eva disse...

Sonado, eu não quis dizer que SP só tem vantagens, mesmo porque eu moro na Grande SP. Morei na capital por 5 anos e não aguentei as desvantagens, que são enormes, de uma cidade desse tamanho.

Só compartilhei a minha vivência, afinal, aqui sempre foi comum ir até a capital pra jogar RPG, desde que a Dragon Valey fechou Q.Q

Mas, por causa de blogagem, eu tenho conhecido gente do Brasil inteiro, e só confirmou minhas suspeitas: nerds, de todas as cores, jeitos, tipos, estão em todos os lugares. Só que se o cara é de um jeito, tem tal e tal gosto, e procura pessoas obviamente com gostos opostos, é muito, mas muito mais difícil fazer dar certo. De exemplo dou um ex-namorado meu, que queria me proibir de jogar RPG, porque só tinha homem nas mesas de jogo... óbvio que por esse motivo ele virou ex (e não se conformou muito bem com o fim da relação, mas a vida segue, né?).

Luiza disse...

Ah, Lola, não perde tempo com esses mascus. São um bando de bobo machista que tem mais é que morrer virgem mesmo e beeem longe da gente. Somos lindas demais!



beijos, linda =***

Braga disse...

'bem, ele ao menos veio aqui, como disse a lola. Imagina se ele vai em um site dos Mascus? Dai teremos mais um machista em treinamento'

ótma observação, rapaz do molotov!

Anônimo disse...

Olha, eu não sei se o cara do texto vai ler os comentários, mas deixa eu contar uma coisa.

Quando estava na faculdade, conheci um menino super nerd. Completamente cinéfilo, super inapto para o comportamento socialmente esperado de um cara quando interage com uma menina.

Pois bem, como esse negócio de preconceito das mulheres com os nerds é história pra mascu dormir, nós ficamos super próximos. Adorava conversar com ele, pois tínhamos os mesmos gostos pra música e cinema, um senso de humor parecido, ele é super inteligente...enfim.

Fiquei apaixonada por ele, me declarei, nós trocamos uns 2 beijos, mas...não rolou.

E agora, o mais chocante para o autor do e-mail: eu estou (e estava, na época) no padrão de beleza imposto pela sociedade, as pessoas me consideram bonita, sou articulada, enfim...sou o que você chama de "mulher bonita e saudável".

E ele me disse que não queria ter nada comigo porque ele "não servia pra essas coisas", "não conseguia se relacionar com ninguém", "não era esse tipo de cara"...

E agora? Meu caso é a quebra do paradigma ou só mais uma ilustração de que essa fábula de vocês não passa de uma bobagem?

O que aconteceu é que ele não ficou afim de mim, como eu tinha ficado dele. É o que ocorre em toda história de amor/paixão/atração não correspondidos: uma parte quer, a outra não, e ponto.

Porque não dá pra você usar seus argumentos preconceituosos agora: o cara era nerd e na dele, eu sou "bonita e extrovertida". Levei um fora porque ELE SE CONSIDERAVA inapto e ponto final. O que vocês mascus tem a dizer agora?

___________________________________________________
Aliás, Lola, queria muito te agradecer, viu?

Depois de conhecer seu blog, tive uma epifania: "putz grila, o Fulano (o cara que relatei aqui em cima) é um mascu! Ele só não demonstrou pra mim seu machismo, nunca chamou nenhuma mulher de vadia na minha frente, ou foi racista/homofóbico."

Mas, na época, fazia parte de comunidades no Orkut (eu sei, gente, tô velha) do tipo: "Bonzinho só se fode", "Homens que não tomam a iniciativa", "Celibatários não sei das quantas"...e do OLAVO DE CARVALHO AHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHA...ai Senhor, que menina jovem nunca se interessou por um mau elemento, né? Juntando isso a alguns comportamentos dele é que eu percebi seu masculinismo (argh) e pude enterrar de vez esse caso mal resolvido.

(Porque o idiota, apesar de ter me dado um fora, vivia de indiretas pro meu lado...só que nunca era assertivo. Totalmente o contrário do que os mascus pregam sobre ser bonzinho, aliás, né?)

(Meu Deus, que comentário super mal escrito. Desculpa gente, mas acho que deu pra pegar a essência da coisa!)

Sonado disse...

Realmente EVA. Particularmente o que me deixa mais feliz em ser um neeter que fica pentelhando todos os dias vc´s bloogueiros nerds é conhecer tanta pluralidade xP
Aqui tmb perdemos a loja RPGLages...uma lastima T-T
Agora, que chato essa história com seu ex, acho que eu tive sorte com minha noiva. Mesmo em uma mesa de 7 pessoas onde 5 eram garotas e o rapaz de 'indole duvidosa' segundo ela, não tive esse tipo de problema, ela levou numa boa. Aceitas as atividades que a pessoa do relacionamento gosta é uma das chaves para um relacionamento saudável ^^

Anônimo disse...

Portanto, encerro minha carta deixando uma sugestão: Por que você não faz mais postagens ajudando os homens a melhorarem sua auto-estima? Por que ao invés de gastar tantos posts atacando os masculinistas, você não faz alguns estimulando as mulheres a respeitar os homens do jeito que alguns deles são: baixos, gordinhos, fracotes, gagos e tímidos? Não há mundo sem homens, e a maioria dos homens, para sua surpresa, não são fortes, agressivos e opressores como você pensa. Eles são até bem inseguros como muit@s de su@s leitor@s.

Mas que fofinho esse rapaz. Primeiro não se assume o bostão que é e usa o #mimimi mulheres [insira aqui um monte de besteiras], depois de apelar para todo tipo de falácia solta essa de que a Lola deveria parar de falar mal dos mascus e ajudar os homenzinhos, ensinando para as mulheres que devemos ter uma super pena deles e dar pra qualquer palerma que existe no mundo. ESSE MANJA MUITO DA VIDA.

Anônimo disse...

Gente que terra que esse sujeito vive? Nerd que não pega ninguém é o esteriótipo mais trouxa do mundo, é só dar uma passadinha da Campus Party : uma bando de nerd gente boa, se curtindo e se pegando(é óbvio que não é só isso, né gente?). o.O

Mulher, no geral, não gosta de homem com um padrão definido ou uma "forma" certa. Gosta de ser BEM tratada e de alguém que queira fazer uma relação dar certo, o resto é gosto e tem gosto pra tudo.

O problema é que tem homem que acha que a vida é um comercial da AXE, com mulheres "gostosas" de biquini correndo atrás dele.

Tem muita nerd fora do padrão procurando um nerd legal e vice-versa, mas não é em fórum de mascu que você vai achar.
Fica a dica.

Dri Caldeira disse...

Querido Fran: acho que vc não é quem diz ser, é apenas um fake querendo se passar pór coitadinho, por abandonadinho pra ver a reação das pessoas que normalmente comentam aqui.
E, se vc for de verdade, lamento muito. Pois atribuir à outros uma culpa que é somente sua ( a de não saber se impor, a de não saber fazer prevalecer a sua vontade) é sim um motivo para afastar mulheres. Se tem uma coisa que eu detesto em homem é que ele carregue consigo complexo de vira-lata, q é o q vc tá fazendo.
Mas ainda acho q vc é fake. Tá com o discursinho machista muito politicamente correto pro meu gosto, coisa ensaiada.

Anônimo disse...

tá muito engraçado isso... os machistas perceberam que na agressão estão perdendo o poder e agora vêm com chantagenzinha emocional.

querem apostar QUANTO que esse Fernando não existe e que o email é só uma forma de dar assunto lá nos fóruns dos mascuzões? Aposto o que vcs quiserem.

Anônimo disse...

Mas ainda acho q vc é fake. Tá com o discursinho machista muito politicamente correto pro meu gosto, coisa ensaiada.

Eu não acho, tenho certeza.

André disse...

Francisco,
Não precisa gastar com remédio nem com terapia, muito menos esperar ajuda das mulheres. Leia as dicas do Patrick, 11:28.

Lord Anderson disse...

Eva, Sonado

é aqui tb fechou quase todos os espaços pra se jogar rpg.


tem que ser em casa mesmo.

Pena

Anônimo disse...

deuses! quantos equívocos!

muita coisa que eu diria, a lola já falou, mas, gente, o que vem a ser esse homem "descolado" que traumatiza mulheres? tá mais é pra um pavão que só se ama.

e, pobrezinho do post, vou te dizer umas coisas. tenho tesão por caras mais velhos (vamos concordar que essa forma física toda que vc valoriza num homem já está meio que caindo qdo o cara faz 50. sim, gosto de homens BEM mais velhos tbem), de carecas (não os que deixam crescer um metro de cabelo e penteiam por cima da careca, mas aqueles que raspam mesmo, se assumem carecas e ficam lindos), de baixinhos (tenho quase 1,80 e a gente há de aceitar que, se eu só quisesse caras mais altos que eu, ainda mais qdo eu quero usar salto, eu teria ficado só com uns 3 caras na vida), enfim, de HOMENS REAIS. só pq frequento academia e tenho a bunda dura, não quer dizer que eu quero o coleguinha de academia que fica se comendo no espelho. se gosto do que vc chama de "bombado"(acho o termo preconceituoso até dizer chega, mas...)? sim, já fiquei com alguns. mas, meu amigo, se vc quer saber, eu tô pouco ligando pra isso tudo.

um cara com quem eu possa conversar, que me faça rir, que seja amigo acima de tudo (pq tem uns caras que acham que mulher é sempre rival e yoko ono)... nossa, isso ganha qualquer mulher.

e uma dica preciosa. mulheres ODEIAM coitadismo. do mesmo jeito que homens, acho eu, devem odiar. se a própria pessoa se acha uma coitada e bota a culpa dos seus fracassos nos outros (o mundo não é bonzinho com ninguém!), me diga QUEM, além de uma psiquiatra fazendo pesquisa, vai querer sair com esse homem?

mas eu ia amar comer besteiras e jogar videogame com um cara tímido, mas divertido e interessante. ia adorar até, sei lá, ficar vendo hitory channel com ele.

um amigo de um ex meu dizia que mulher só queria grana. trabalhou um monte e comprou um apartamento numa área bem bacana. comprou carrão. continuou pegando ninguém. depois ele botou na cabeça que mulher só ligava pra homem sarado. entrou pruma academia e continuou não pegando ninguém. aí ele decidiu ser babaca com todas as mulheres e usar todas. curiosamente, nas noitadas em que ele terminava bêbado caído no chão (isso com mais de 30! olha só que sexy e atraente), ele ficava falando pra todo mundo que as mulheres eram cruéis e que quem gosta de homem é gay. quer dizer...

amigo, vai pra vida. tome as rédeas da própria vida e pare de achar culpados. assuma sua parcela de responsabilidade pela sua felicidade e mande ver.

Vivi disse...

Nossa Priscila, desejo toda sorte pra vc superar a situação viu. Só pelo seu comentário, dá pra ver que vc é bem esclarecida, tenho certeza que vai conseguir ;)

Só pra dizer mais uma coisa. Entendo qndo dizem pro cara procurar quem se parece com ele (nerd etc).
Mas temos que ter em mente tb que, apesar do padrão único de beleza que existe sim e deve ser criticado, isso não significa que “as pessoas” bonitas/magras/no padrão sejam ruins, e “as pessoas” feias/gorda/ nerd/fora do padrão sejam boas. O Francisco parece cometer este equívoco maniqueísta e nós não podemos incorrer nisso tb. Uma coisa é a “sociedade” e as pessoas “PENSAREM” que só é bonito se estiver no padrão. Outra são as pessoas “SEREM” bonitas, mas não “pensarem” que só isso é bonito. Muitas vezes os dois se juntam (pessoa no padrão bonita só achar o padrão único e descolado bonito), outras não. Digo isso porq quando falam pro Francisco “baixar a exigência”, até entendo em parte, mas isso não significa que pessoas fora do padrão e nerd são automaticamente mais abertas.O Francisco mesmo demonstra o contrário, ele está fora do padrão, mas adota o “pensamento” e “atitude” de valorizar o “padrão” (mulher bonita e saudável). Ele parece pensar que por estar fora do padrão gostosão, isso o faz bonzinho. Mesmo porque não é se a pessoa está no padrão que a define como preconceituosa ou machista, mas se ela “age” e “pensa” de forma preconceituosa ou machista. Digo isso para pesarmos o machismo e preconceito enquanto algo que está em nós, e na sociedade, e não na “aparência” da pessoa. Por isso, podem ter pessoas feias e bonitas preconceituosas, como podem ter pessoas feias e bonitas com menos preconceito. Desculpe se ficou confuso, mas só pra ponderar que o preconceito está muito além da aparência física da pessoa. Por isso, no caso do Francisco, ele não te que só “baixar o nível” (sim ele tem que fazer isso tb, mulher é muito mais que beleza) mas tem que procurar pessoas que não tenham preconceitos (além dele melhorar como pessoa (!!) óbvio “ululante” cmo diz a Lola..rs)..

Sonado disse...

Dri Caldeira, como vc dá a cara a tapa, ao contrario do pessoal que posta como 'anonimo' a considero com grande estima. Porem temo discordar de cada palavra que diz. Contudo já bem disse Voltaire em sua celebre frase "posso não concordar com uma palavra do diz, mas defenderei até a morte seu direito de o dizer!"

Talvez ele seja um fake, talvez eu seja um fake...talvez você seja um fake. Mas é preferível tentar corrigir o problema na base a chutar o pau da barraca...

Braga, grato. Estou fazendo uma licenciatura já para pegar a coisa pela base, que mascus barbado, reacionários, nazis e ademais canceres sociais não tem muito mais jeito depois de constituídos x_x

Vinicius disse...

Eu fico imaginando como é ter algum ou vários transtornos psicológicos e acabar descendo pro lado mais fácil, o masculinista.

Digo, não dá pra dizer que alguém que tem algum transtorno psicológico é culpado por isso. Ninguém quer ter distimia ou paranoia. Entretanto, não dá pra superar esse tipo de coisa com "força de vontade".


Até conseguir perceber que se necessita de uma ajuda psicológica, de um terapeuta ou de um analista, o sujeito já se fodeu inúmeras vezes, já caiu na merda tantas vezes quanto se pode imaginar.

Me parece que não cair para o lado masculinista é quase como uma ação não-econômica do psiquismo, manja? Como se fosse extremamente mais difícil não ser um misógino, nesta situação.

aiaiai disse...

vai viver Francisco! Olhe ao redor e veja quanta gente consegue viver e ter muitos momentos de felicidade sem se encaixar em padrão algum.
Nossa luta é por um mundo em que as pessoas nem tenham que pensar como você pensa ("estou condenado a ser infeliz pois não me encaixo nos padrões"). Um mundo mais igualitários onde as pessoas - mulheres e homens - tenham o direito de viver e buscar a felicidade - independente do padrão físico/comportamental.
No fundo, acho que você é um feminista também. Ou não?

Anônimo disse...

Contudo já bem disse Voltaire em sua celebre frase "posso não concordar com uma palavra do diz, mas defenderei até a morte seu direito de o dizer!"

Desculpa aí queridão mas Voltaire NUNCA escreveu isso.

Braga disse...

na internet só tenho certeza da minha própria identidade.
mas não sei que diferença faria esse garoto 'ontologicamente' (?) existir ou não, até porque o comportamento e o discurso são comuns, o que valida o debate sobre o tal e-mail.

Paula Mariá disse...

OBRIGADA LOLA.

Tem que ter muita paciência para responder mimimi masculino, heterossexual (e deixa eu adivinhar: cis e branco?).

Sonado disse...

Lord Anderson, normal, mas fico feliz em ver que mesmo com as péssimas situações que ocorrem em dados grupos de RPG quanto ao machismo, ainda temos pessoas extremamente conscientes como vc e a Eva no nosso meio ^^

Anônimo disse...

vivi, eu tendo a concordar com vc. não gosto disso de "baixar as exigências". eu acho que cada um tem que querer o que dá tesão. só que tem que ser humano, né, pq exigir gente igual a capa de revista photoshopada é ridículo.

e tem gente de todo jeito. já teve cara que demorou DOIS ANOS pra chegar em mim pq achava que eu não ia dar mole pra ele. me deu preguiça foi a demora toda.

Anônimo disse...

paula mariá, isso pq vc não tava aqui ontem qdo um cara disse que tinha virado mascu ONTEM por causa dos comentários de um post. ô, dó...

Sonado disse...

"na internet só tenho certeza da minha própria identidade.
mas não sei que diferença faria esse garoto 'ontologicamente' (?) existir ou não, até porque o comportamento e o discurso são comuns, o que valida o debate sobre o tal e-mail."

Definitivamente Braga!

"Tem que ter muita paciência para responder mimimi masculino, heterossexual (e deixa eu adivinhar: cis e branco?)."

Paula Mariá, vai com calma que eu conheço uma moça negra e bisexual extremamente preconceituosa (ela curte um estilo de musica e sai no soco com pessoas de outros estilos...) x_x
Não vamos generalizar isso ai que preconceito não tem prerrequisito.

Anônimo disse...

"e tem gente de todo jeito. já teve cara que demorou DOIS ANOS pra chegar em mim pq achava que eu não ia dar mole pra ele. me deu preguiça foi a demora toda."

E pq vc não chegou nele?

Marta SP disse...

Talvez eu esteja de bom humor hoje, pois olha que o relato do mocinho que escreveu não me deixou muito nervosa não. Acho que em certos trechos ele descreve o pensamento de muitos homens, e mulheres tb. Me parece vindo de alguém que vê um problema, que tem as ideias do que possa ser a causa dele, e que não consegue achar a saída. Infelizmente, as ideias pré-concebidas dele sobre o que é “cara legal”, etc e talvez até das “mulheres” que ele quer seja realmente tudo produto da nossa maravilhosa society, de tudo que ele viveu até agora, dos filmes que viu, do que leu tb... Acho que se trata de alguém em busca de respostas, que está perdido, quer se relacionar, namorar, se divertir, enfim, não consegue se encaixar. Acho interessante e um sinal ele estar aki no blog : homens estão vindo em busca de respostas, porque eles tb são prejudicados pelo modelo que vigora para todos. Na grande imprensa ele não vai achar luz, mesmo. Acho que pode virar um super companheiro para alguma mulher, se tiver acesso à informações legais.

Bjos à tod@s e todos

Sonado disse...

"paula mariá, isso pq vc não tava aqui ontem qdo um cara disse que tinha virado mascu ONTEM por causa dos comentários de um post. ô, dó..."

Se alguém esta encima do muro, refletindo e mal instruível, chutar ele para o outro lado não é exatamente uma boa ideia de como se fazer aliados...

Dri Caldeira disse...

Realmente Sonado, eu sou um fake com nome e sobrenome. E cá entre nós, o cara vem num blog FEMINISTA com esse tipo de dúvida, se vitimizando? Sei, postura de mascu, tá na cara.

Anônimo disse...

Dá pra perceber quando alguém tá a fim de vc, tipo, edá pra sacar algumas coisas...

Seria mais fácil se as mulheres não ficassem esperando a gente chegar, mas também chegassem, ou pelo menos avisassem antes da merda acontecer: "Eu não vou ficar com vc".

Anônimo disse...

13:56 - pq ele não tinha chamado minha atenção até chegar em mim. eu nem achava que ele ligava pra mim. enqto isso, eu tava ficando com outros caras...

Anônimo disse...

Esse mito da friendzone me dá muito medo. Eu não consigo ter muitos amigos homens porque acabo vendo todos com alguma desconfiança - claro, eu sou insegura, acredito que dificilmente alguém vai querer ser meu amigo pelo que eu sou.

Eu tenho medo de ter que "pagar" pela bondade dos outros, como se eu não tivesse valor algum além do meu potencial como auxílio masturbatório.

Isso obviamente não significa que eu ache que sou bonita ou desejável. Muito pelo contrário - eu imagino que tenho um valor social tão pífio que só pessoas manipulativas, procurando alguém inseguro, frágil e burro, iriam me procurar. Se eu fosse bonita e desejável, tentariam me seduzir, ou se apaixonariam por mim de verdade. Se eu fosse legal, inteligente, eu teria amigos de verdade.

Como não sou nada disso, eu me sinto não-humana. Tenho medo de me verem assim também. Tenho medo dos meus sentimentos serem só um obstáculo pro uso de um objeto - um objeto que nem mesmo é querido, só utilizado em segredo e jogado fora.

Anônimo disse...

A angústia da incerteza, aliada com a possibilidade iminente de rejeição faz tudo piorar. Não dá pra saber se vai rolar algo, se não rolar, fodeu, eu nunca mais vou conseguir olhar na cara da pessoa que me deu um magnífico fora.

Rubens disse...

Todos os conselhos aqui são ótimos, mas o da Aiaiai resume tudo. Vai ver a vida cara.

Todo pé cansado tem seu par de chinelo velho, mas só acha quem procura.

Anônimo disse...

13:59 - eu dificilmente espero se eu gosto de alguém. eu pelo menos indico que tô a fim. acontece que tem gente com quem a gente não lida e, por isso, não conhece direito. e aí o interesse não é acordado.

e eu não sei se eu diria pra um cara que eu mal conheço "eu não vou ficar com vc". se eu mal conheço, posso mudar minha opinião. o que acho errado é o cara já chegar num "ou dá ou desce". a pessoa que se interessa por outra tem que se mostrar. adianta alguém ser apaixonado por sei lá qto tempo se o outro nunca nem viu essa pessoa direito? apareça, seja gentil, converse...

Anônimo disse...

Desculpa aí queridão mas Voltaire NUNCA escreveu isso.


=========================

to absolutamente chocada com o fato disso ser verdade.... eu também não sabia! (A frase é de Evelyn Beatrice Hall, que escreveu a biografia de Voltaire).

quem disse que a gente não aprende nada de bom lendo comentários em blogs? hauhauahauhauahauha

Anônimo disse...

14:00 - cara, todo mundo é rejeitado em algum momento da vida. o esquema que citei acima de "ou dá ou desce" assusta e pode dar mais rejeição do que se a pessoa (homem ou mulher) chegar sendo legal, gentil, se mostrando interessada... aí a pessoa pensa:"nossa, ele pode ser bem legal". conversar, chegar perto, etc, tudo isso pode mudar a primeira impressão, sim!

Anônimo disse...

"e eu não sei se eu diria pra um cara que eu mal conheço "eu não vou ficar com vc". se eu mal conheço, posso mudar minha opinião. o que acho errado é o cara já chegar num "ou dá ou desce". a pessoa que se interessa por outra tem que se mostrar. adianta alguém ser apaixonado por sei lá qto tempo se o outro nunca nem viu essa pessoa direito? apareça, seja gentil, converse..."


Não, não, eu tô falando nas situações mais declaradas, tipo quando já tá na cara. Parece que a pessoas espera a outra chegar e fica preparando uma botinada delicada... Que tente não machucar e etc... A intenção é boa, mas machuca.

Sonado disse...

"Realmente Sonado, eu sou um fake com nome e sobrenome. E cá entre nós, o cara vem num blog FEMINISTA com esse tipo de dúvida, se vitimizando? Sei, postura de mascu, tá na cara."

Vai por min, conheço fakes que tem até endereço postal... '-'
De postura de mascus posso não entender tão bem, mas entendo de ser inseguro e entendo sobre ter ideias equivocadas mas procurar pessoas razoáveis para as esclarecer.
Nesses casos uma boa dose de paciência, tão cara ao convívio social, se faz necessário.

Vinicius disse...

Porra, sejamos sinceros, é difícil aparecer um sujeito que "se transforma" em masculinista ou em feminista pq viu uma caixa de comentários hostil...

Besteira....

Anônimo disse...

Diquinha para os mascuzões, porque hoje eu estou de muito bom humor: não deixem o google indexar os fóruns que deveriam ficar privados. Isso pode causar uma série de constrangimentos a vocês, sem contar é claro processos judiciais. Bjinhos!

Anônimo disse...

eita falta do que escrever

Anônimo disse...

Qqr coisinha mandam o cara fazer terapia. Terapia, o caralho! O cara precisa é de SEXO, ñ de abobrinha....no post da frindzone já deram conselho: vai pra casa da luz vermelha desafogar o ganso...

Sonado disse...

Apesar de concordar com vc Vinícius, acho que chutar o pau da barraca não vai ajudar a corrigir o problema também (se bem que tem hora que só chutando mesmo...)

Anônimo disse...

14:06 - essa experiência que eu tive foi num esquema de ele falar prum amigo dele que tava a fim de mim. eu disse pra esse amigo pra ele falar comigo pq eu conversaria de boa com ele. a história só desandou pq ele ficou putinho pq eu disse que, nesses dois anos, eu tinha ficado com outros caras. fui chamada de puta pra baixo. sim, vou ficar sem transar 2 anos só pq ele quer.

sabe, ele se sentia inferior. e isso não é atraente! eu não teria que fazer o favor de ficar com ele (sim, ficamos. não deu certo). eu tinha que ter vontade de ficar com ele. e, pô, um cara de 45 que não sabe chegar e dizer "oi"? sabe?

enqto isso, na sala de justiça, dei um super mole pra um cara sábado passado e assumi que tô a fim. eu chego qdo eu sei que quero. se eu ainda não sei se o cara é legal, eu não vou chegar. entende? não é maldade. é pq não conheço o cara o bastante pra sentir vontade de ficar com ele!

e, tirando aqueles caras que são violentos (já cheguei em casa com a mão inteira de um cara marcada no meu braço), eu costumo conversar mesmo se eu não vou ficar com o cara. posso não ficar com ele, mas por que não posso ganhar um amigo? e eu digo se realmente não rolar. não vou ficar alimentando esperança pq eu acho sacanagem.

Anônimo disse...

14:10 - terapia é bom pra todo mundo que sentir vontade de fazer. adoro. e nunca fui pega-ninguém.

Sara disse...

Não da pra ter idéia da idade desse carinha do post, mas pela lógica deve ser muito novinho ainda, se não fosse assim, ele ja teria percebido que o mundo não é como ele pinta.
Ainda que eu pense que ja que ele se descreve como um rapaz de aparência ruim e com varios problemas, supostamente não deveria ficar desejando as garotas "bonitas e saudaveis", mas ainda assim o mundo é tão variado que ja vi muitos casos de casais com todos os tipos de diferenças, sociais, raciais, ideológicas, e fisicas, e que por incrível q pareça ainda se dão bem.

Juliana Abi disse...

Eu tbm ja fiquei solteira um ano e nao botei a culpa nos homens, botei a culpa em mim mesma pq sabia que era minha!!
Eu era como o Fran (provavelmente ele é) ai do post, nao saia de casa, nao tinha amigos, ou seja, nao procurava me socializar. E as vezes nem precisa sair de casa, entre num bate papo pela internet, é dificil mas é possível encontrar gente bacana.
Muito ja me disseram: "tá esperando o Tom cruise bateu na sua porta? Espera jogando video game que o tempo passa mais rápido" kkkkkkkkkkkkk O mesmo vale pra você, rapaz

E ódio e rancor realmente afastam gente, isso contagia.
E como eu disseram, seja legal, nao um falso bonzinho, ninguém namora com outra pessoa por pena.

Anônimo disse...

Olá. Meu nome é Nathalia, tenho 25 anos, jogo video-game, namoro o cara MAIS LINDO DO UNIVERSO (que os amigos zoam por ele ser obeso) e só postei como anônima porque o google se recusa a me logar :~

Já tive vários "amigos" como você, Francisco, homem que só se aproximava com interesse lascivo.
Mulher não pode querer amizade, né? Tem que cair aos pés (leia-se fazer sexo) de qualquer cara que aparece sendo gentil com ela, né?

Eu já estive interessada em um amigo que não quis nada comigo. PACIENCIA. Ele não é obrigado a me querer. O problema é todo MEU. Ele não tem culpa nenhuma.

Agora, os "amigos" com quem eu não quis relacionamento vem me chamar de VAGABUNDA nas minhas costas porque eu não quis nada com eles? Reclamar de friendzone? Sério? Eu quero sua amizade! Se eu não quiser namorar com você eu automaticamente não presto?
Sério mesmo?

Presta atenção.

Bruno S disse...

" Lord Anderson disse...

Uma duvida seria Lola.

Sera que logo vão dizer que eu sou fake que vc criou???"


Sempre desconfiei de você, cara. Perfil que agrada todas as leitoras daqui só podia ser um fake.

Lorelai disse...

Esse relato, que pode ser fake ou não, me lembrou um artigo que li dias atrás. O artigo falava de como homens são treinados desde que nasceram a ver mulheres APENAS como objetos decorativos e como a sociedade diz aos homens que eles DEVEM ter uma mulher gostosa. Não tenho o link do artigo aki, mas só queria comentar como a objetificação da mulher ainda continua MUITO FORTE na mídia e como mulheres e homens são prejudicados por isso quando vão em busca de relacionamentos.
MALDITO MACHISMO!

Sou tão grata por esse blog que me fez abrir os olhos e me fazer uma pessoa muito mais esclarecida e feliz. E a tantas outras pessoas também.

Bruno S disse...

No mais, realmente impressionante a quantidade de comentários hoje. Com boa participação da ala masculina dos leitores.

Acho que no fundo, todos nós também já nos sentimos deslocados, inadequados, esquisitos, indesejáveis.

Quase todo mundo se sente assim na adolescência. Só que em algum momento a gente descobre que os outros são mais esquisitos ainda. E que há mulheres doidas o suficiente para gostar da gente.

Lord Anderson disse...

Bruno

é que a Lola é a mestra suprema dos fakes.

Tem fake que ela cria que tem até vida propria.

Anônimo disse...

O Francisco está corretíssimo. O homem de atributos medianos, e principalmente o Nerd, é INVISÍVEL para as mulheres. Ele nunca será mais do que um "amiguinho" prestativo para elas. Aquele que ajuda nos trabalhos, aquele que dá carona a ela, aquela que vai ao restaurante e pága a conta. A muleta emocional que fica ouvindo almentações de mulheres por relacionamentos frustrados...etc Só isso, e nada mais. Ou seja, além, é um fantoche que a mulher usa como quer. Isso é friendzone. Mas ainda bem que esta expressão está se popularizando e muitos homens estão se conscientizando de que não vale a pena ter amizade com mulher com a esperanças dela abrir as pernas pra ele, e dá pra ver que as mulheres estão começando a ficar com medo.

Anônimo disse...

SEEEMPRE o cara solitário que não consegue encontrar ninguém e reclama das mulheres por causa do alto padrão estético desejado.

Ninguém quer saber das nerds e solitárias também. Aí fica difícil mesmo, né campeão?

Anônimo disse...

"14:10 - terapia é bom pra todo mundo que sentir vontade de fazer. adoro. e nunca fui pega-ninguém."
- Não acho q ouvir abobrinha seja bom...já disse e repito: o cara quer SEXO, ñ ouvir abobrinha...

Anônimo disse...

"não vale a pena ter amizade com mulher com a esperanças dela abrir as pernas pra ele"

realmente, fazer tudo isso só pra gente ABRIR AS PERNAS é inútil. vão continuar chupando o dedo. mas, se eles genuinamente querem se aproximar, se divertir conosco, ir ao cinema, rir, fazer nada junto, jogar videogame junto, beber junto, dançar junto... aí a coisa muda e é bem provável que a gente abra pra eles bem mais do que as pernas.

Anônimo disse...

14:32 - se ele quer só sexo, a zona tá cheia de profissionais. por que então querer só sexo com as mulheres por aí sendo um coitadinho? se não quer se dar ao trabalho de se mostrar interessante, desejável ou legal, pode pagar pelo serviço. não enche o saco de ninguém e ainda trepa.

só não vá culpar a mulherada por não ter capacidade de ser gostado.

e terapia é bom pra tudo, não só pra gente como o cara do post.

Anônimo disse...

Ninguém gosta de homem chorão. Mulher chorona até tem apoio da sociedade, ombros amigos, consolo e uma ampla rede de suporte emocional, esse blog é prova disso com os seus posts sobre "gordofobia". Homem chorão recebe desprezo. É assim que funciona, todos esperam que você seja forte, seguro e confiante, até mesmo feministas que supostamente lutam contra padrões estabelecidos de gênero nesse ponto os defendem como o mais ferrenho machista.

Eu sei que você inveja as mulheres, as possibilidades de apoio que elas tem em momentos de fraqueza (a própria tolerância a fraqueza), a ausência de responsabilidades, uma vida mais tranquila. Você queria isso né? Você queria jogar os seus video-games e ser admirado exclusivamente com isso como as "gamer girls" que enchem o saco de todo mundo divulgando os seus hobbies na internet. Ai de ti, isso é impossível, então ou você toma uma atitude e vira homem ou se afoga em autocomiseração.

Lide com isso.

Anônimo disse...

Ora, se a mulher não quer abrir as pernas pra ele, e quer o cara só como "amigo" (pra ñ usar outra expressão) de nada adianta ir ao cinema, jogar videogame junto, beber junto, dançar junto...ela não vai abrir as pernas pra ele...

Anônimo disse...

14:40 - ah, tá. então, pra vc, ou a mulher quer o cara na hora ou então não vale mais? eu, hein. que bela sexualidade vc deve ter.

se eu não me divertir ao lado de alguém, não é na cama que vou esperar me divertir com ele.

até pq ficantes/namorados/afins são amigos, não são? eu nunca transei com inimigos.

Anônimo disse...

Anônimo disse... a maior mentira que escuto de grupos de mulheres é dizer que tamanho do pênis não importa. Se mulher não se importasse com isso o mundo seria muito diferente. 1 de junho de 2012 11:14


pênis grande chega como que arrombando por onde entra!!! e nunca gostei e meus melhores amantes não tinham pênis graaaaaande e para compensar (pq homem carrega esse grilo) bem para compensar os caras faziam maravilhas com outros acessórios do corpo....
Ninita

Anônimo disse...

"se não quer se dar ao trabalho de se mostrar interessante, desejável ou legal" - Mas o tempo todo q tenta ser o "amiguinho" delas, ele se dá a esse trabalho...E concordo com vc: vá pra zona, tá cheio de profissionais...

E esse negócio de terapia é furada. Tempo e dinheiro são preciosos na nossa vida, e o tempo e o dinheiro q gastaria nestas terapias, gasta na zona ou economize, pois dinheiro é importantíssimo na nossa vida...

Anônimo disse...

ninita, esse inseguro que demorou pra chegar em mim depois de 2 anos, tem o maior pau que já vi na vida. adiantou? se tamanho de pau fosse determinante...

não vou ser hipócrita. pênis minúsculo não é legal. mas o que muito cara acha pequeno tá super dentro da média nacional e é totalmente OK! ninguém precisa ter 23cm pra ser feliz. e isso que os médicos chamam de "micropênis" tem como ajeitar. é só ir ao médico.

Anônimo disse...

14:46 - cara, pra vc, as pessoas então só se relacionam em troca de sexo, é isso? então os bissexuais vão ter que morar no topo de uma montanha, já que não podem ser legais e amigos pq não vão transar. eu, hein.

Bruna B. disse...

Mais do mesmo... o típico nerd, beleza abaixo da média, querendo que uma super-modelo caia no seu colo.

Olha, amigão, eu sou doida pra transar com o Vin Diesel ou um modelo parecido com ele, mas eles me dão moral? NOT! Agora, com licença, que vou ali num site masculinista reclamar dos homens safados que só querem mulheres bombadas, a la Gracyane Barbosa, e por isso eu fico aqui, num deserto sexual, sem ter direito ao meu exemplar de deus grego (com um pau de 25 cm e rico, obviamente).
Tsc, tsc.

Outra coisa, Chicão querido, disfunção erétil é problema de saúde e tem tratamento. Aliás, ejaculação precoce também tem tratamento.
Não adianta ficar de mimimi porque uma mulher não quer um cara que não tenha as mínimas condições de dar a ela uma vida sexual saudável.

Vamos combinar, galera, é muita falta de bom senso querer que uma mulher 'bonita e saudável' tenha um relacionamento com um cara preguiçoso, relaxado, chato, feio, choramingão, apático, anti-social e que NÃO CUIDA DA PRÓPRIA SAÚDE.

Boston Medical Group nele, mermão!

Sonado disse...

Lord e Bruno, não vamos criar briga por algo tão pequeno. Temos um problema maior a debater aqui ^^

Anônimo disse...

Uau, 14:39! Eu não posso falar pra NINGUÉM que eu jogo videogame pq na SUA opinião eu estaria me exibindo??? UAU! *-* Desculpa! Eu não sabia! Vou ME ISOLAR DA INTERNET, sair da PSN, VENDER MINHA CONTA NO STEAM!
NINGUEM PODE SABER QUE SOU MULHER PQ EU GOSTO DE VIDEOGAME!!!!!!

Ai, bobinho, por favor, para de matar a aulinha de ensino fundamental pra vir em blog causar, para ;)

Juliana Abi disse...

Portanto, encerro minha carta deixando uma sugestão: Por que você não faz mais postagens ajudando os homens a melhorarem sua auto-estima? Por que ao invés de gastar tantos posts atacando os masculinistas, você não faz alguns estimulando as mulheres a respeitar os homens do jeito que alguns deles são: baixos, gordinhos, fracotes, gagos e tímidos? Não há mundo sem homens, e a maioria dos homens, para sua surpresa, não são fortes, agressivos e opressores como você pensa. Eles são até bem inseguros como muit@s de su@s leitor@s.

Mas que fofinho esse rapaz. Primeiro não se assume o bostão que é e usa o #mimimi mulheres [insira aqui um monte de besteiras], depois de apelar para todo tipo de falácia solta essa de que a Lola deveria parar de falar mal dos mascus e ajudar os homenzinhos, ensinando para as mulheres que devemos ter uma super pena deles e dar pra qualquer palerma que existe no mundo. ESSE MANJA MUITO DA VIDA.

----------------------------------
Pois é Anonimo e Lola, como se mulheres nao tivessem problemas o suficiente.
Esse cara provavelmente foi muito mimado pela mãe

Anônimo disse...

14:42 - Q coisa vcs vivem reclamando q os tais "mascus" dizem q vcs ñ gostam de sexo e sem querer vc acaba confirmando isso. hehehe

"se eu não me divertir ao lado de alguém, não é na cama que vou esperar me divertir com ele." - Ah, claro, tudo o q vc quer é se divertir: cinema grátis, lanche grátis, carona...Aí depois de se "divertir" com ele, qdo ele tenta algo, vc diz com a maior cara-de-pau: "somos só amigos". Ou seja, de q adianta tudo isso se ñ será mais do q um "amigo"? Vc se diverte, mas onde está a diversão do homem?

Vivi disse...

Anônimo das 14:39 , nada a ver o que vc fala. Por um lado, há sim a cobrança para homens serem macho alfa, ou “homem de verdade” (urrghh.. que termo horroroso), e a causa desta cobrança é justamente o machismo. Nós feministas, no geral queremos é o oposto disso- homens sensíveis, feministas, igualitários etc- o oposto, que sim, é condenado para os que adotam “homens de verdade” ou discurso de “machão”. Só que o caso deste Francisco não é esse!!! Não confunda a falta de empatia de alguns aqui com o machismo. O Francisco generaliza as mulheres, ele quer mulher “bonita e saudável”, ele, por estar fora do padrão “macho alfa” se intitula “bonzinho”, sem dizer o que de “bom” ele faz e pensa. Seu discurso soa SUPER objetificador da mulher. Não é porque ele não é padrão de homem pegador que ele é sensível e logo merece nossa empatia. Se vier um homem aqui, sensível, que sofre com o machismo por não ser o tipo “homem pegador”, mas que seja sem preconceitos, claro que merecerá nossa empatia. Vide alguns comentaristas homens daqui que são elogiados um monte pelas mulheres, e nem conhecemos a aparência deles, mas achamos bacana o que eles “pensam”.Não confunda homem fora do padrão/nerd com bonzinho e sensível merecedor de empatia. Por isso que falei lá em cima, o preconceito não está da aparência física da pessoa, está no que ela pensa/age. Por isso que não é pelo Francisco ser nerd/fora do padrão que ele merece empatia, já que ele mesmo parece ser preconceituoso. Não é por ele ser “chorão” (sim , acho que temos que nos questionar se não temos tb uma dose de preconceito com homens “chorões”, e se não é meio machista o termo) mas é pelo “conteúdo” da reclamação dele.

carolinapaiva disse...

Francisco

Se você admitiu ter problemas de sociabilidade, como espera arrumar alguém? Se não tem amigos, como espera arrumar um relacionamento amoroso? Em um relacionamento, há reciprocidade.
Pessoas saudáveis procuram pessoas saudáveis também. Ninguém gosta de ser a muleta emocional de outra pessoa? Isso desgasta e nos puxa pra baixo também.
Você simplesmente não pode exigir isso alguém. Se quer melhorar sua vida social, procure ajuda, não fique esperando a boa vontade dos outros, que outros se anulem por você.
Não é nada errado querer homens saudáveis. Ficar em casa com raiva do mundo não é nada saudável, e eu realmente acho que você deveria buscar uma terapia.
Eu fiz e foi ótimo pra minha auto-estima.
Já sofri bullying na escola também, e entendo que você veja com maus olhos os "bombados" e as "patricinhas", pois geralmente os populares que excluem os outros no colégio estão dentro desse padrão, mas polarizar é sempre ruim.
Tem muita gente descolada e popular que é legal de verdade, gente boa. Ser "bombado" ou "patricinha" não define caráter.
Você não é bonzinho por ser solitário, aliás, você se considera bonzinho por qual motivo?
Tu não acha que é muito fácil se colocar de bonzinho e o resto como cafajeste?

Sonado disse...

"Mais do mesmo... o típico nerd, beleza abaixo da média, querendo que uma super-modelo caia no seu colo.

Olha, amigão, eu sou doida pra transar com o Vin Diesel ou um modelo parecido com ele, mas eles me dão moral? NOT! Agora, com licença, que vou ali num site masculinista reclamar dos homens safados que só querem mulheres bombadas, a la Gracyane Barbosa, e por isso eu fico aqui, num deserto sexual, sem ter direito ao meu exemplar de deus grego (com um pau de 25 cm e rico, obviamente).
Tsc, tsc.

Outra coisa, Chicão querido, disfunção erétil é problema de saúde e tem tratamento. Aliás, ejaculação precoce também tem tratamento.
Não adianta ficar de mimimi porque uma mulher não quer um cara que não tenha as mínimas condições de dar a ela uma vida sexual saudável.

Vamos combinar, galera, é muita falta de bom senso querer que uma mulher 'bonita e saudável' tenha um relacionamento com um cara preguiçoso, relaxado, chato, feio, choramingão, apático, anti-social e que NÃO CUIDA DA PRÓPRIA SAÚDE.

Boston Medical Group nele, mermão!"

Agora, essa ai sim parece ser um fake '-'

Anônimo disse...

14:53 - só pro seu governo, eu SEMPRE pago minha parte. se algum dia alguém paga algo pra mim, eu retribuo na próxima. deixa de ser boboca. diversão é troca. não tem nada a ver com me divertir às custas de alguém. isso seria idiota.

eu consigo me divertir muito na cama e fora dela com um homem. se vc não sabe que existem pessoas interessantes pelo que elas dizem e fazem, vc tá perdendo uma parte muito boa da humanidade.

e quem disse que o cara vai ser sempre amigo? inimigo eu sei que não vai ser. vc tem problemas sérios de interpretação de textos, credo! repito: se o cara é um chato fora da cama, jura que vou ter que transar com ele? o interesse surge fora da cama! a não ser que ele queira profissionais do sexo. aí elas nunca vão querer sentir tesão por ele. ele não vai precisar de nada além de grana pra pagar.

Anônimo disse...

bem, não sei qual é o tamanho/medida digamos oficial para o pênis ser considerado pequeno... mas nunca gostei de pênis enorme e talvez o que eu diga pequeno seja até um tamanho OK pq é o tamanho legal para todo tipo de transada sem deixar a mulher dolorida.
Ninita

Eva disse...

Lord Anderson,

Aqui em Guarulhos o que salva é que em meia hora eu chego na capital, onde tem o Centro Cultural São Paulo, reduto nerd tradicional, e mesmo a Terra Média, loja oficial da editora Devir.

Bruna B. disse...

Sonado


Sou fake não. Ironia mandou lembranças...

Achas que vou ficar passando a mão na cabeça de um mascu igual ao Chiquinho aí? Dando conselho de como pegar as gatchinhas? Ah vá.

E ressalvo o que escrevi antes: disfunção erétil é problema de saúde, mandem o cara procurar um urologista.

LisAnaHD disse...

Francisco, acho apropriado você procurar sexo pago e assim você poderá escolher a mulher que você quiser e se for legal com ela você sairá dos braços dela se sentindo feliz pq convenhamos: na vida tudo tem um preço e dinheiro é o preço com que pagamos, de uma ou outra forma. Acredite-me. Quem pensa o contrário está correndo atrás de UTOPIA.

Anônimo disse...

ninita, micropênis é problema mesmo e o cara não consegue nem penetrar. existem meios de retirada de gordura, etc, qeu podem ajudar nisso tudo. mas aí é caso de médico e sinceramente acho que vc nunca topou com um desses.

Ana disse...

... Prevendo uma quantidade infinita de comments hoje.
E justo por isso eu não devia ficar ocupando espaço só pra responder sem dizer nada, mas tem coisas aqui que simplesmente merecem minha atenção (Tipo, meldels, Lucas e Patrick, que comentários maravilhosos os de vocês *_*)

@Lucas
-- “Bom, pelo menos o cara tentou conversar e expor os pontos dele em vez de só vir anonimamente nos comentários xingar todo mundo com aquela verborragia repetitiva e agressiva. “[2]
E galera, vamos supor que seja um fake. Não dá pra gente pensar nos caras que estão por aí e realmente pensam assim? (eles existem, ou a gente não ouviria essas bobagens tão seguidamente). Prefiro que o cara venha e diga o que acha (com educação) a saber que ele vai tentar achar apoio com um bando de imbecis em algum canto obscuro do universo.

-- “Critique o mundo no qual você cresceu que te fez acreditar em um monte de mentiras sobre as pessoas e sobre como relações humanas funcionam, e critique a si mesmo pra ver o quão condicionado por esse mundo você está. “
É, isso funcionou comigo! Pouco tempo atrás eu tinha uma cabeça extremamente machista, e tinha crises de vítimismo. Mas adivinha, eu nem sabia! Eu achava que o mundo era daquele jeito, que todo mundo pensava daquele jeito... Agora já aprendi que não :)

@Patrick
-- “Mudar os ambientes que frequenta. Se você costuma ir a lugares onde se dá valor a bens materiais e aparência, não fique surpreso de encontrar por lá mulheres que só estão interessadas em (surpresa!) riqueza e aparência.”
Essa aí eu vou mandar pôr num outdoor. Fato.

-- “Faça o exercício diário de deixar de lado os preconceitos (como homofobia, racismo e machismo), inclusive em piadinhas e brincadeiras.”
MUITO IMPORTANTE! ANOTA ESSA NA GELADEIRA, CHICO \o/
Quer ver eu descartar um cara para todo o sempre? É só eu ouvir ele fazendo piada machista. Pronto, pode ser um doce de pessoa, não encostará em mim jamais.
... Tá, isso soou muitíssimo prepotente. Vou melhorar: Um dia ele pode abrir a cabeça, mas até lá, não o vejo como parceiro em potencial de jeito nenhum. Idiotices assim me fazem pensar na hora “ah, com esse aí não rola nada”. Sabe, o que sai da sua boca é extremamente importante, me mostra que tipo de mente você tem. Acho gente com essas idéias imbecis (machismo, racismo, homofobia, etc etc) insuportável. E claro, não é como se eu fosse um ser superior livre de qualquer preconceito. Mas eu luto com eles e não saio por aí vomitando coisas ao nível de “lugar de mulher é no fogão”.

@Laura
-- “E outra coisa, essa história de generalizar com "vocês mulheres" não tá com nada, não me vi em nenhuma das tuas colocações em que escreves assim.”
É, cara, o “vocês mulheres” depõe contra o teu discurso em níveis ASTRONÔMICOS. Faz um exercício mental: Você concorda com absolutamente tudo que todos os outros caras dizem? Age sempre exatamente como todos eles? Poisé, então, nós mulheres também não somos iguais. Porque PESSOAS nunca são iguais. Ter o mesmo órgão sexual é um detalhe, sabe, cabeça cada um tem a sua...

@11:39
-- “o e-mail da garota 'rich girl problems'- que no fim das contas pegou a droga do emprego - ganha empatia. o do nerd problemático, patadas.”
Oi amigão. Muitos aqui estão tentando ajudar o Francisco. Damos conselhos, falamos de nós mesmos e temos educação. Obrigada.

Ana disse...

@Lord
--“Eu até certo ponto me identifico com o Francisco. TB ja acreditei nessa historia de que mulheres são assim, são assado, só fazem oq fazem pq são do jeito tal.”
Sabe Anderson, acho que boa parte do povo daqui acreditava nessas bobagens, mas a gente abriu a cabeça. O problema é quando a pessoa se apega a isso de uma maneira tão ferrenha que nada nem ninguém consegue convencer de que não é bem assim.
Gosto qnd os caras vem aqui revoltadões pq acham que “mulher não gosta de nerd”, por exemplo. Aí aparece umas 20 dizendo “eu adoro nerds”, ou “meu marido/ficante/namorado é nerd”... E o cara não dá bola. Pô, qual o sentido da coisa então? Neguinho tá convencido de que É ASSIM E PONTO, não dá pra fazer nada pelo indivíduo =/

-- “Muitos nerds adoram babar nas gostosas, ao mesmo tempo que as rotulas de burras e que hostilizam qualquer moça que goste dos mesmos hobbys.”
Credo Lord, naõ me dá uma notícia dessas, agora eu vou lá pro canto chorar pq esse comment reduziu minha esperança de arrumar um namorado em 150%, rs

@Gabriel
-- “E sim, homens que passam o dia inteiro jogando vídeo game e mexendo na internet (sites mascus e pornô? apostaria que sim) não tem "habilidades" com mulheres.”
O problema está em:
a) aceitar tudo que os mascus malucos por aí dizem como se fosse VERDADE ABSOLUTA IMUTÁVEL ESCRITA NAS ESTRELAS
e/ou
b) achar que sexo é pura e estritamente o que se vê em pornô, sendo que aquilo ali é fabricado.
Aí acho que pode gerar problemas. Não por serem sites sobre direitos masculinos e sexo, mas porque tem que saber filtrar o que se vê. Tem coisa que presta, tem coisa que não.

@Priscila
... menina, QUE HISTÓRIA a sua O_O
“É, tem mulher q só quer homem bonito e rico. Tem sim. Tb tem homem que só quer mulher bonita e obediente. Tem mesmo. Mas eu não vou culpar um gênero inteiro pelos meus problemas. “
IDEM.

@Lola
-- “Andrea, sou uma pessoa irônica. A ironia é vista como agressiva para algumas pessoas.”
Agreed. Aqui em casa sempre dá barraco, rs. Pq eu não sei (NÃO SEI) falar sem usar ironia, e minha mãe fica P da vida porque ela não consegue entender que não é pra ser ofensivo, é pra ser mais leve.

@13:04
-- “O que esse cara não percebeu, porque não convém a ele, é que ele é um exemplo típico do mal que o machismo causa aos machistas.”
EXATO.

Ana disse...

@13:38
-- “O problema é que tem homem que acha que a vida é um comercial da AXE, com mulheres "gostosas" de biquini correndo atrás dele.”
AHAHAHAHAHAHA PQP, eu sempre odeio aqueles comerciais do AXE! XD

@13:44
-- “só pq frequento academia e tenho a bunda dura, não quer dizer que eu quero o coleguinha de academia que fica se comendo no espelho.”
*se dobra de rir* Realmente, não dá pra embarcar nesse tipo de raciocínio.

@QUATORZE E VINTE E OITO
VÁ SE CATAR. >:[

@QUATORZE E CINQUENTA E TRÊS
VAI JUNTO COM O VINTE E OITO. >:[

Anônimo disse...

Todo o raciocínio masculino não vale um sentimento feminino.
Voltaire

Sonado disse...

LisAneHD, se eu disser que sou anarquista vc subentende? '-'

Bruna B, diga que eu sinto saudades dessa dona, mas que não quero que me visite mais, ela sempre faz muita bagunça. E não acho que deva passar a mão na cabeça de ninguém não, mas podia problematizar a coisa numa boa, ou acha que vai conseguir transformar algo chutando o palanque?

Anônimo disse...

15:00 - Já ví q os tais "mascus" ñ estão errado qdo dizem q mulher ñ gosta sexo. Sabe q agora me veio uns questionamentos. Veja bem: o homem quer só sexo, a única coisa q ele "exige" é uma mulher com uma beleza mediana (e alguns como eu ñ exigem mto neste quesito e ñ tem problema se a mulher for gordinha...). Mas pq a mulher tem um monte de exigências? Pq o homem (se ñ for um destacado) tem q fazer um montão de coisas para "divertir" a mulher? Viu a diferença: a única diversão do homem com a mulher é na cama, ou seja, SEXO, por outro lado, as diversões da mulher c/ o homem é em outras coisas fora da cama, sem essas outras coisas, ñ há diversão na cama. Ou seja, vc está me dizendo q mulher ñ se diverte com o sexo, mas sim c/ outras coisas...

Anônimo disse...

Anônimo disse...
ninita, micropênis é problema mesmo e o cara não consegue nem penetrar. existem meios de retirada de gordura, etc, qeu podem ajudar nisso tudo. mas aí é caso de médico e sinceramente acho que vc nunca topou com um desses.
1 de junho de 2012 15:04

então estamos falando de anomalia e obviamente não me referi a isso... não, nunca topei com um desses e como é que o cara chega a ser homem feito sem procurar como consertar isso eu não entendo.
Ninita

Sonado disse...

"Todo o raciocínio masculino não vale um sentimento feminino.
Voltaire"

Devemos lembrar que ele era um libertino dos bons? (eu gosto delem, mas não gosto da forma como essa aqui foi interpretada)

Vanessa A. disse...

Um video pra essa carta:

http://youtu.be/gUeeIjyI7QQ

LisAnaHD disse...

Sonado disse...
LisAneHD, se eu disser que sou anarquista vc subentende? '-'
1 de junho de 2012 15:10

Não, Sonado, não entendo e vou apreciar sua explicação se vc deixar de lado todo e qq uso do sarcasmo e seus afins.

LisAnaHD disse...

Qualquer um que tem o poder de fazer você acreditar em absurdos tem o poder de fazer você cometer injustiças.
Voltaire

Sonado disse...

LisAnaHD, na verdade nem cheguei a usar sarcasmo, apenas perguntei porque acredito que a maioria aqui é bem esclarecida, e eu estou com a maior preguiça de demonstrar todos os tramites referentes a busca anarquista por conceitos que são tidos por utópicos.

Bruna B. disse...

Sonado


hahahahahaha Comigo é no popular...
hahahahahaha
Cara, vou te contar, tento ter paciência com esse papinho masculinista mas não consigo. É TOUT DE MÊME, eles reclamam de coisas que estão ao alcançe deles mudar, jogam a culpa nas mulheres e exigem que as feministas comprem suas brigas.
Esse cara aí é fake, as reivindicações dele são as que vemos everyday... e eu não vou ser 'cheia de dedos' com ele não.

Me desculpe, mas meus conselhos, experiências e palavras de apoio são guardados pra quem realmente precisa, não pra um cara que quer que as coisas caiam no colo enquanto ele joga Counter Strike.


Abraço!

Lucas disse...

Acho que mesmo que o relato seja fake, ele é válido porque é o caso padrão de muitos jovens e homens. Mesmo que de formas um pouco diferentes, todo adolescente fora do padrão já passou por isso.

Então, no mínimo serve como caso de estudo. As coisas postadas nos comentários, principalmente por homens que passaram por isso e superaram, assim como de mulheres que quebram essa idéia dos mascus, podem ser muito úteis pra que jovens em dúvida ou perdidos possam aprender algo ou ver como as coisas são diferentes do que eles foram ensinados a pensar.

Cada mascu "salvo" é um machista a menos! rs
Blog da Lola também é utilidade pública!

E pros caras que já começaram a vir reforçar os preconceitos do post, mesmo depois de tudo que as moças escreveram, dica: Mulher também não gosta de homem que não sabe interpretar texto.

LisAnaHD disse...

Atrás de cada homem de sucesso existe uma sogra em estado de surpresa.
Voltaire

pessoal, apenas pra gente se divertir um pouco, OK? é chegada a sexta-feira e logo mais vamos a uns tragos e uns etc. alegria alegria!

Sonado disse...

Bruna B.

Entendo seu posicionamento e respeito, mas concordo mais com o que o Lucas colocou em seguida a você aqui. Acredite, mesmo os mais libertários dos homens já tiveram momentos como o desse garoto e ninguém muda por vontade própria, somos todos frutos sociais. ^^

Susan disse...

Francisco e demais mascus que não entenderam até agora porque nem todos os comentaristas do blog querem colocar o Francisco no colo e dar dicas para ajuda-lo, sabe o porquê disso? Porque o Francisco é um machista, um misógino. Pedir para uma feminista ter pena de um misógino é quase tão ruim quanto pedir para um judeu se solidarizar com um nazista. Caiam na real! O mundo virtual está cheio de blogs masculinos voltado inteiramente para vocês. Parem de encher o saco aqui.

Sonado disse...

"pessoal, apenas pra gente se divertir um pouco, OK? é chegada a sexta-feira e logo mais vamos a uns tragos e uns etc. alegria alegria!"

No maney...no alcool T-T

Malditas dividas...mas ao menos por ajuda de minha noiva (que me emprestou dinheiro para pagar a faculdade que estava trancada) agora estou de volta a ativa \o/

Bruna B. disse...

Susan


CLAP CLAP CLAP pra ti, guria.
Disse, em poucas e boas palavras, tudo o que eu penso.
O discurso do cara tá lotado de misoginia.

Ariadne Melo disse...

Ai meu, acho tão babaca essa história de friendzone.

O pessoal aqui já deu um monte de exemplos, então só pra reforçar o coro: eu SEMPRE fui baixinha, gordinha, tímida, nerd, sempre gostei de videogames e jogos pra PC, sempre fui viciada em música e livros, sofri bullying pra caramba quando estava na escola porque era super CDF, tive pouquíssimos amigos (em algumas época, nenhum), sempre me senti "invisível" para os garotos (no meu caso porque sou hetero), já cheguei a ficar 5 anos sem beijar ninguém, fui perder a virgindade só com quase 20 anos, e olha só, hoje namoro um cara maravilhoso, um fofo que me respeita e me vê como PESSOA. Sabe como é que eu achei ele? Procurando por pessoas com gostos e interesses parecidos com os meus, e não pelo cara padrão, malhado, descolado e cheio da grana. E claro, sem fazer mimimi e ficar de vitimismo dizendo como os homens são maus. :P

Anônimo disse...

Esse post replicou um pensamento muito corriqueiro em outras passagens do seu blog e muito comum em todas as mulheres. É o pensamento de que o homem solitário que passa todo o tempo livre na internet ou jogando vídeo games e não tem habilidades com as mulheres é assim por culpa dele. De certo modo, eu entendo porque vocês são assim.

Só por esse comecinho dá pra sacar que:

1. Ele não convive o suficiente com mulheres

2. Ele não lê o blog

3. Ele joga nos outros uma culpa que é só dele.

Nem perderia meu tempo respondendo, sinceramente.

LisAnaHD disse...

Concordo com o Lucas em que mesmo o post sendo fake, i.e. que o Francisco tenha mentido sobre a situação dele, ainda assim é válido, afinal em vários posts onde guest se apresenta como mulher, lemos umas derrapadas e tanto das vítimas e suas supostas lamuriações... e as moças daqui do espaço expressam empatia e consolo na sua maioria. I apply critical thinking while reading.

O que eu diria para um rapaz que enfrenta o mesmo que Francisco diz passar, é que ele desenvolva algum hobby inteligente, legal pra ser compartilhado com as meninas. Saiba manter uma conversa inteligente sem ser chato e sem querer saber TUDO melhor do que todos. Mesmo que saiba a fundo o que a mina tá te falando, fique calado e escute... depois vc poderá ilustrar a conversa e sempre de forma agradável. Conquiste amigas primeiramente e amantes depois.

carolinapaiva disse...

Para os mascus que dizem que mulher exige "um monte de coisas" para se relacionar com homens:
Primeiro: vocês acham que um relacionamento se resume a sexo?
Segundo: relacionamento amoroso NÃO é só sexo. É companheirismo e amizade (pressupostos lógicos para o funcionamento de um relacionamento, não exigências).
Terceiro: para transar, é preciso tesão. Para ter tesão, é preciso atração sexual. Ou seja, mulher não é obrigada a transar com quem vocês determinam, mas sim por quem elas sentirem atração sexual (e isso é um pressuposto lógico, e não uma exigência).

Camila Fernandes disse...

VIU, Anderson, eu disse ontem que você era disputado! Virou até exemplo do post da Lola.

Bruna B. disse...

" Entendo seu posicionamento e respeito, mas concordo mais com o que o Lucas colocou em seguida a você aqui. Acredite, mesmo os mais libertários dos homens já tiveram momentos como o desse garoto e ninguém muda por vontade própria, somos todos frutos sociais. ^^"


Desculpe, mas nesses 30 anos de feminismo eu aprendi que misoginia não se combate com carícias e beijinhos. Se ficarmos passivas e cheias de condescendência com esses mascus não poderemos reclamar quando amigas, irmãs, conhecidas e desconhecidas sofrerem na mão deles.

Mas, é claro, respeito quem pensa diferente e tem estômago pra aguentar isso tudo.

Anônimo disse...

http://www1.folha.uol.com.br/bbc/1098915-no-reino-unido-garoto-de-12-estupra-menina-de-9-apos-acessar-sites-porno.shtml

Muito mais preocupante e muito mais importante que o mimimi do mascu.

Anônimo disse...

"O problema das citações na Internet é que nunca se sabe com certeza sobre a veracidade das mesmas" ~Albert Einstein.

LisAnaHD disse...

Sonado, eu já tive namorado duro de grana e até dividíamos a caipirinha... e eu paguei hotel pra gente passar o fds pq realmente a transa era imperdível !!!!

LisAnaHD disse...

15:30 rs... rs... rs... me passa outra dose de cashaska como diz o marido.

krasis disse...

Acho que as únicas dicas que eu daria pra esse rapaz é:

- Primeiro, esqueça essas idéias bizarras e generalistas de que mulheres só querem homens bombados, altos, lindos e modelos. Isso é extremamente estranho, tanto pq não existem apenas pessoas nesse estereótipo.

- Mais amor na sua vida, amor no sentido de, pense nas mulheres como seres humanos e não como objetos de consumo ou incomunicáveis. Nada melhor do que ter uma boa conversa sincera com uma mulher sem aquele desejo bizarro de querer "comê-la".

- O que eu e minha companheira sempre nos dizemos é, seja sincero, pois um relacionamento amoroso ou não sempre funciona melhor com a sinceridade, sem aqueles joguinhos novelísticos bizarros de ciúmes ou de domínio.

- Saia mais na rua, não quer dizer que seja apenas pra buteco e balada encher a cara, pois muitas pesso@s conhecem apenas essa lógica de sociabilização, estando bêbado. Vá almoçar com alguem, dar uma volta em algum lugar, sei la, algo bacana e fora da rotina.

Sonado disse...

Susan e Bruna B.

Com um suposto e/ou em potencial

Enquanto anarquista eu deveria é estar aqui berrando como uma gralha sobre um u outro comentário fascista, mas em vez disso tento ser mais tolerante, entender os porquês e dialogar '-'

Anônimo disse...

Muito mais preocupante e muito mais importante que o mimimi do mascu.

Concordo de todas as formas possíveis.

Em tempo, duvido que a culpa tenha sido da pornografia eis que do contrário todo homem que conheço seria um abusador nato. Não é verdade.

Susan disse...

Bruna B.

Obrigada!

LisAnaHD disse...

Nada existesem uma causa.
Voltaire

e nós todas e todos não estamos aqui comentando por mero acaso.

Bruna B. disse...

Sonado


Well, keep trying...

LisAnaHD disse...

Todo homem é culpado do bem que não fez.
Voltaire

Anônimo disse...

Adoro homens gordinhos!!! <3

Isabel SFF disse...

Pequeno conselho: TODO MUNDO (não apenas homens ou mulheres) que se sente inseguro demais pra conversar com outras pessoas, pra flertar, que tem auto-estima baixa deveria procurar atendimento psicológico. Dá pra perceber que em muitos casos, a pessoa descreve sintomas depressivos e/ou de fobia social e, ao invés de procurar tratamento sério, fica lendo esses lixos escritos pelos mascus ressentidos e só piora a situação - a ponto de DAR RAZÃO para um comportamento como o do atirador de Realengo (!), façam-me o favor.

Acreditem, buscar ajuda séria vai resolver muito mais problemas da vida de vocês do que entrar no blog de alguém que nem lhes conhecem e ficar reclamando do que @ don@ do blog em questão fala ou deixa de falar.

Bruna B. disse...

Anônimo das 15:35


Tá parecendo que não é bem a Lola que não aceita críticas, anonimozinho.
Mostre a cara e dê ela a tapa, covardão.

Sonado disse...

Bruna B.

É o que me resta fazer sabe, me prometi que não iria cair do niilismo para o fatalismo enquanto continuasse acreditando em uma sociedade sem hierarquias ^^

...mas comentários como o seu me deixam pensando se os molotovs não deveriam ser usados realmente -_-

Camila Fernandes disse...

Bem, eu ainda acho que o raciocínio mascu é uma furada. Num minuto eles reclamam que as mulheres transam com um monte de homens, são "vagabundas", e no minuto seguinte alegam que é muito difícil conseguir fazer sexo com uma mulher.

Lógica, sua linda, cadê você?

Joana B. disse...

Eu trabalho como modelo desde os 14 anos, tenho 24 agora. Moro em NY há 2 anos. Sempre fui lésbica e me relacionei com mulheres. Ao me mudar pra cá, conheci o primeiro homem verdadeiramente feminista na minha vida. Estamos namorando até hoje, e temos planos de casar em breve. Sou considerada bonita pelo padrão vigente, e ele é mais baixo que eu, ganha menos (trabalha como T.I. de uma empresa), é acima do peso (saudável, mas com uns quilinhos a mais), cronicamente gago, e desajeitado. Não me vejo com outra pessoa, e nunca me senti tão atraída e apaixonada por nenhuma outra - e nenhum homem antes. O meu namorado é BONZINHO, inteligente, gentil, especial, engraçado e ótima companhia :) Beleza normativa é o de menos (apesar de eu acha-lo maravilhoso).
Beijos pro autor recalcado.

carolinapaiva disse...

Anônimo 15:42

Sexo não é só o que está sendo discutido aqui. O Francisco falou em relacionamento amoroso.

Eu não sei você, né, mas não tenho tesão por homens preconceituosos. Não se trata de "me divertir pagando as coisas pra mim", mas de ter bom senso.
Não acho sexy chegar e falar pra mim que acha "todo o estupro engraçado", como um amigo meu que vive reclamando de friendzone fez, por exemplo.

Sobre o tesão: você tem tesão por todas as mulheres? Homens e mulheres sentem tesão por quem os atrai, oras.
É meio óbvio que uma mulher não vai pra cama com um cara por ele ser "legal" ou "cafajeste", mas sim pq ela gosta dele (fisica e romanticamente), no caso do relacionamento amoroso.
Pra sexo casual, ocorre a atração física, o mesmo que ocorre por vocês homens: transam com mulheres por quem sentem tesão.

Cláudio disse...

Direi algumas coisas que todos devem saber:

- Cidades são selvas de pedra, ou seja, é a lei do "mais" (mais bonito(a), mais esperto(a), mais forte, mais rico(a));

- É natural que TODAS as mulheres queiram, eu diria uns 10% dos homens, só que algumas não tem condições de chegar neles e se contentam com os "melhorzinhos" do restante;

- Homem casa única e exclusivamente por sexo e mulheres tendo alguma vantagem (exs: feia com bonito, pobre com rico, gorda com magro, etc).

Deixo muito claro que minha opinião é imparcial.

Anônimo disse...

Eu duvido que exista um "Francisco", isso aí tá parecendo coisa mandada dos mascuzões.

Mas "Franciscos" por aí, encontramos aos montes. Gente recalcada e folgada, que não faz nada, nadinha de valor para si próprio e fica socializando a culpa por aí. Ah, temos "Franciscas" também, só pra constar.

Essa gente que adota a postura de "o mundo é cruel comigo, mimimi é por isso que sou amargurado(a)" não merece o meu respeito, de forma alguma. Poderia dar inúmeros exemplos de pessoas que romperam esse paradigma inventado e levam a vida de boa maneira, independente de ser preto, gordo, magro, japonês, nerd, corintiano, flamenguista, pobre, alienígena ou o que seja, mas não é necessário citar nomes pontualmente porque basta colocar o nariz pra fora do quarto uma ou duas vezes por semana para saber que isso é verdade. E para saber que isso é verdade, também é necessário deixar o recalque e a inveja de lado e mexer a bunda pra fazer algo de util por si próprio.

Quem é folgado e acha que o mundo precisa se adequar a si vai encontrar causa e defeito em tudo. Então a menina bonitinha que é insegura vai dizer que ninguém lhe respeita por ser bonita, a feiosinha vai dizer que é porque é feia, a gorda dirá que é por ser gorda e por aí vai. Dirão que sofreram bullying, que são uns coitados, que precisamos ter pena deles. Não, não precisamos disso, porque pessoas assim já morrem de peninha de si mesmas e por isso são patéticas e têm uma vida idem.

"Friendzone" é apenas a consequência de um comportamento patético ao longo da vida. Muitos daqui já viveram amores não correspondidos, talvez muitos também já se enganaram a respeito dos sentimentos que têm por outra pessoa e talvez alguém aqui já tenha partido um ou dois corações sem querer. Agora, de quem é a culpa por VOCÊ ter elevado de maneira irreal as SUAS expectativas em relação a OUTREM? Só sua, sinto muito.

É difícil encarar a si mesmo como o grande algoz da vida, mas na grande maioria das vezes é o infeliz que dá causa a tudo e joga a culpa nos outros, porque de fato é mais conveniente, como alguém já fez questão de escrever aqui no blog. E haja terapia para essas pessoas. Falta espelho em suas casas com certeza.

O que eu digo aos "Franciscos" e "Franciscas" é que ninguém no mundo é obrigado ou pode ser obrigado a gostar de você, a concordar com seu estilo de vida e aguentar suas lamúrias.

"Homem não presta", "Todas as mulheres são vadias"... o que esses dois pensamentos têm em comum?

Eles saem da cabeça de gente desesperada que não se enxerga, literalmente. Gente que é tão covarde que não consegue detectar as causas do próprio fracasso.

E gente assim tem mais é que ficar sozinha mesmo, pra se encarar e aprender a ser gente.

Anônimo disse...

"Bem, eu ainda acho que o raciocínio mascu é uma furada. Num minuto eles reclamam que as mulheres transam com um monte de homens, são "vagabundas", e no minuto seguinte alegam que é muito difícil conseguir fazer sexo com uma mulher."

É muito difícil para a maioria dos homens, mas existe uma minoria de machos alfas que tem facilidade. Claro, essa "minoria" não é tão minoritária assim, são 20% da população masculina, então em uma cidade de 1 milhão de habitantes eles são por volta de 100.000 machos alfas. Homens de sobra para as mulheres rodarem sem deixar de ter exigências insanas.

daniellecarneiro.com disse...

Melhor post do blog ever!!!
Sua visão terapeutica da coisa foi simplesmente espetacular.
Te amo, Lolinha.
Bjs

Anônimo disse...

"Deixo muito claro que minha opinião é imparcial." KKKKKKKKKKKKKKKKK

Camila Fernandes disse...

Fora que eles adoram dizer que as mulheres só ligam para a aparência, mas o "conteúdo" que eles mesmos apresentam não é grande coisa. Não dá para dizer que eles são simpáticos ou educados. Eu não acho nem um pouco agradável o cara chamar uma mulher de puta porque ela usa roupa curta, ou dizer que lugar de mulher é na cozinha.
O único mascu que veio debater um assunto comigo (e a Lola deve lembrar do episódio) tinha o apelo intelectual de uma porta. Isso é uma das coisas que me atrai numa pessoa e eu também não vi em nenhum mascu. Talvez eles mesmos devessem se desligar um pouco dessa fixação com a aparência e a timidez e reparar que é exatamente o "interior" que não tem valido a pena.

Lucas disse...

Em tempo, acho que não é com generalizações e agressões que se faz um misógino repensar suas posições. Acho que ninguém aqui muda ou mudou uma convicção só na base da porrada. Um pouco de diálogo é essencial.

Não que tenha que ser condescendente. Qualquer tipo de luta, como o feminismo, tem mesmo que ter um tom mais combativo.

Mas muitos dos misóginos, como o caso tratado nesse post, estão mais perdidos e sem referência do que realmente adotando o discurso deliberado de ódio. Pra esses casos vale a pena tentar uma conversa franca.

Pros outros, se não vale conversar, não vale discutir também. Os deixemos se divertirem com suas úlceras auto-infligidas pelo ódio.

Ana disse...

Francisco, espero que você tenha conseguido chegar até esse meu comment (XD)

Observações pontuais sobre o post:

“Vocês estão acostumadas a interagir com homens descolados, simpáticos, divertidos, que fazem vocês se sentirem bem na presença deles.”
Ahahaha, se meu melhor amigO ouvisse isso acho que ele ia rir. Pq ele não se encaixa nesse padrão Mister Simpatia. Ele não se encaixa muito bem em padrão nenhum, aliás, talvez justamente por isso a gente se dê bem – pq adivinha, eu tbm não me encaixo.

“Todo cara solitário sempre sonhou em ser esse cara divertido, e sabe por que ele não é? Porque ele não atende ao padrão: alto, bonito, forte e bombado imposto pela sociedade.”
Ser divertido e ser bombado não têm relação nenhuma. Entendo que quisestes relacionar uma coisa a outra, mas eu juro que nunca vi alguém divertido ser ignorado porque era “feio”. Tipo, “esse sujeito não se parece o suficiente com o Brad Pitt para receber nossa atenção. Vamos ignorar seu bom humor”. WTF?

“(...)Ou seja, deles vocês mulheres não aproveitam nada.”
Francisco, tá bem claro que tu tens um conceito todinho pronto sobre o que as mulheres são: algo como uma massa uniforme que não gosta de caras assim, só assados. Isso precisa mudar, urgente. Deixa um pouco de lado os gêneros e presta mais atenção nas PESSOAS.
E o que tu descreveste nesse teu parágrafo é um cara que não quer realmente fazer algo, ele quer fazer algo QUE dê a ele uma mulher. Só. Ele não tem opinião própria, não pensa que x ou y coisa é certo, ele só reclama que tanto fazendo x ou y não conseguiu uma namorada. E eu fiquei perguntando, mas afinal, O QUE ele acha certo? Pagar a conta? Não pagar a conta?

“Você acha que alguma mulher bonita e saudável teria paciência para ajudar um homem a superar seus traumas e sua inexperiência sexual?”
Eu não vou entrar na questão de como você quer uma mulher BONITA E SAUDÁVEL, porque o povo já CANSOU de falar disso. Mas é bem ruim.

“Como você acha que um rapaz que sofre desses problemas se sente ao sentar em uma roda de mulheres e ouvir elas falarem que exigem que o parceiro seja ótimo na cama, que leve elas às alturas?”
O que, todas as mulheres do mundo se reuniram numa rodinha? Não me chamaram! Porque se eu estivesse lá, o assunto não teria sido esse.
Vou te contar um segredo: Eu tenho 18 (é, DEZOITO) anos na cara, e não beijei ainda. E aí? Você acha que eu fico em rodinha falando do desempenho sexual que eu espero? Caramba, eu nem beijei ainda, vou exigir O QUE de um parceiro?? Eu NÃO SEI o que exigir >___<””

Onde eu quero chegar? Tá cheio de mulher por aí que não exige coisa nenhuma de um homem. Algumas são como eu, outras não - Os motivos variam, mas o fato é que as opiniões SÃO DIFERENTES. Não enfia na tua cabeça que TODAS as mulheres não aceitam menos que serem levadas às alturas, assim, de graça, de cara, pq não é vero.

Ana disse...

“...e muitos viram psicopatas sociais que saem por aí atirando nas pessoas.”
Uma coisa jamais vai explicar a outra. Desculpa.

“Mas peraí, o que vocês estão fazendo para mudar isso? Vocês estão dando uma chance para os caras socialmente inaptos?”
Posso sugerir um exercício mental?
Você é a favor da igualdade de homens e mulheres, um mundo onde ninguém se sinta oprimido. Aí aparece uma garota daquele jeito X que você não gosta, e você tem que ficar com ela porque isso é parte da igualdade.
Não parece mais tão bom, né?
Olha, eu posso até não ter nada contra o tal estereótipo “socialmente inapto”, mas se eu não me apaixonei pelo cara, SÓ SINTO. Eu não tenho que dar chance nenhuma pra ele, exatamente como homem nenhum tem que me dar chance. E eu disse, 18tão na cara e nem um beijo ainda. Se não deu pra sacar, eu não sou exatamente um fenômeno da sociedade. Mas não espero de jeito nenhum que os caras me “deem uma chance”. Eu não quero uma chance, eu quero um cara que goste de mim O_o São coisas diferentes.

“Não, vocês estão descontando neles todos os traumas que tiveram com os descolados e criando assim mais ódio neles.”
E as criaturas como eu que nem trauma pra contar têm? A gente tá descontando nos nerds porque mesmo? O_o Eu por exemplo sou nerdzinha, qual o motivo que eu tenho pra uma coisa dessas?

“Por que você não faz mais postagens ajudando os homens a melhorarem sua auto-estima?”
Esse blog é, a princípio, voltado mais pras mulheres que pros homens. A Lola VIVE fazendo posts que ajudam as mulheres a melhorarem sua auto-estima, ensinando a gente a lidar com as inseguranças que a gente tem – e não são poucas. Não é que aqui não se discuta sobre o universo masculino, mas é que o foco é nas mulheres. Mas acho sim que a auto-estima masculina merece atenção! É uma boa causa para o masculinismo, não? Que tal? :) Mexa-se, Fran!

“Por que ao invés de gastar tantos posts atacando os masculinistas, você não faz alguns estimulando as mulheres a respeitar os homens do jeito que alguns deles são: baixos, gordinhos, fracotes, gagos e tímidos?”
Aqui você derrapou feio, Francisco. A Lola nunca, NUNCA fez propaganda do tipo “só os bombadões valem a pena”, muitíssimo pelo contrário. A gente vive tentando se educar pra aceitar as pessoas exatamente como elas são. Vai por mim, a gente sabe como esses padrões impostos são ruins. A gente NÃO gosta nadinha deles.

Camila Fernandes disse...

"É muito difícil para a maioria dos homens, mas existe uma minoria de machos alfas que tem facilidade. Claro, essa "minoria" não é tão minoritária assim, são 20% da população masculina, então em uma cidade de 1 milhão de habitantes eles são por volta de 100.000 machos alfas. Homens de sobra para as mulheres rodarem sem deixar de ter exigências insanas."

Certo, vamos por parte. De onde vem essa estatística? Você está falando de Brasil, da América Latina? Isso é uma pesquisa? É válido tanto para o Ocidente como, por exemplo, para os países asiáticos?
Já disse aqui e repito, jogar um número aleatório não dá validade aos seus argumentos. Tanto faz se é 20%, 1,618 ou 3,14. E é matematicamente idiota.

Agora, o que vem a ser "exigências insanas"?

Anônimo disse...

Um homem feminista é muito mais inteligente, divertido, sexy e pegável que um machista, fikadika.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 510   Recentes› Mais recentes»