sexta-feira, 4 de maio de 2012

VOLKS RESPONDE SOBRE ANÚNCIO MACHISTA. QUER DIZER...

Continuo indignada com o anúncio da Volkswagen que saiu publicado num jornal de Jundiaí no domingo. Não sei se foi veiculado em outros lugares também. Deve ter sido, porque não parece uma propaganda local. Ontem vocês descobriram que a agência responsável é uma das maiores do país, a AlmapBBDO. Este é o twitter da agência, e seu email é almap@almapbbdo.com.br Mas a responsabilidade maior não é da agência. É do cliente, no caso, a Volkswagen do Brasil, que aprova uma asneira sem tamanho em que uma mulher enfia uma faca numa torradeira, enquanto o título “adverte” (quem? Os homens?): “Cuidado: ela também dirige”.
Nem se trata de uma questão de interpretação. O machismo nesse tipo de anúncio é claro e cristalino. Estão falando que nós, mulheres, somos imbecis e não sabemos dirigir. Logo, não devemos dirigir. É incrível que um anúncio desses seja usado pra vender carro. Tipo: desprezar metade da população não parece exatamente uma estratégia genial pra vender mais carros. Por que uma mulher compraria um carro de uma marca que acha que ela não tem competência pra dirigi-lo? E qual é mesmo a estatística? Que mulheres compram ou influenciam na compra de 40% dos carros? De qualquer jeito, sei lá, jogar fora esses 40% não parece inteligente. Parece coisa de publicitário e cliente que enfiam faca na torradeira, quero dizer, pé na jaca. Eles já nos chamaram de estúpidas e péssimas motoristas. O que será que reservaram pro Dia das Mães, que é a segunda data comercial mais lucrativa (só perde pro natal) do ano? Mal posso esperar.
Ontem enviamos centenas de tweets pra Volks (@CarroMesmo) e escrevemos muitas mensagens no Facebook. Uma leitora, a Ana, recebeu uma resposta da Volks por email:

“Sra. Ana,
Agradecemos o seu contato.
Em atenção a sua mensagem, lamentamos sinceramente o fato de que a nossa comunicação publicitária tenha sido percebida por V.Sa. como ofensiva ou mesmo discriminatória.
Obviamente, não foi nossa intenção causar qualquer tipo de desconforto a quem quer que seja, porque sabemos que conquistar a simpatia das pessoas é um fator essencial para nosso êxito.
A VW é uma empresa de abrangência mundial que faz questão de respeitar crenças, hábitos e procedimentos de todas a sociedade, em qualquer parte onde ela tenha sua base de operação.
Contando com sua compreensão, colocamo-nos a disposição.
Atenciosamente,
Renata Moreira
Central de Relacionamento com Clientes Volkswagen”

Resposta mais burocrática e fugidia, impossível! A Volks não lamenta de jeito nenhum ter veiculado um anúncio obviamente machista. Lamenta é que a leitora tenha percebido a propaganda como ofensiva. O machismo está nos olhos de quem vê! Já ouvimos isso antes...
O que mais chama a atenção é que a resposta nem tenta apelar pra mais antiga das desculpas (foi só uma piada!). Não, não há qualquer tipo de justificativa. Eles só “lamentam sinceramente”. Teria sido mais honesto se eles respondessem que executivos da Volks e publicitários da Almap estavam numa sala de reunião vendo anúncios antigos, vintage, das décadas de 1950 e 60. Sem querer, o estagiário ou o homem do cafezinho -– a Volks ainda está investigando pra poder identificar e punir o responsável -– se confundiu e mandou pro jornal não um anúncio de 2012, mas um vintage de décadas atrás. Ha ha, vocês não perceberam, mulheres? Alguém ainda usa torradeira hoje em dia? Foi uma homenagem à série de TV Mad Men!
Uma outra leitora decidiu mandar uma mensagem diferente pra Volks. Ela se juntou a um amigo e, juntos, escreveram um email absurdo, fingindo ser um total babaca (como os mascutrolls que comentam aqui no blog):

“Boa tarde,
Estou entrando em contato para elogiar não somente a qualidade de seus veículos, que estou tendo o prazer de comprovar com meu recém adquirido Volkswagen Jetta, mas também sua postura como empresa tradicional e de família, que preza pelos valores morais do cidadão de bem.
Também preciso dizer que achei divertidíssimo o anúncio de vocês que vi no jornal aqui de Jundiaí onde uma mulher manuseia desastrosamente uma torradeira! Hahaha, o que ela não faria com um carro, não é mesmo?
Minha senhora também achou muito engraçado. Ela não dirige, eu não deixaria meu carrinho nas mãos dela por nada nesse mundo. Vocês sabem, mulheres são realmente muito ruins no volante, elas batem em tudo. Deveriam permanecer cuidando do tanque e do fogão, hehehe.
A única vez que minha senhora saiu com o carro foi para me levar ao hospital, e adivinhem? Bateu em outro carro! Depois disso dei uma correção que ela nunca vai esquecer, e ela jamais voltou a me pedir o carro novamente! Felizmente hoje tenho um filho homem e posso contar com ele para me levar para o hospital, se precisar!
Acho muito importante essa iniciativa de vocês colocarem anúncios assim nos jornais, é bastante ousada nos dias de hoje, tempos em que as mulheres esqueceram sua verdadeira vocação de esposa e mãe, de mulher do lar.
Enfim, gostaria de agradecer novamente, não só pelo maravilhoso veículo, mas também pela ajuda na manutenção dos valores tradicionais da família como ela deve ser!
Obrigado Volksvagen!”

Devo confessar que ri com o email, porque é tão exagerado, tão idiota, que nem se Bolsonaro e Malafaia escrevessem uma mensagem a quatro mãos, conseguiriam produzir algo tão retrógrado. Mas a Volks respondeu! Sério mesmo. A leitora me enviou a resposta recebida:

“Sr Eduardo,
Confirmamos o recebimento de sua mensagem, na qual o Sr. tece elogios aos nossos Produtos. [sic, eles escrevem produtos com P maiúscula].
Manifestações dessa natureza são para nos motivo de grande satisfação, pois, na verdade todos os nossos esforços têm sido canalizados para atingir tais resultados junto a todos os nossos clientes, e demonstrações como a sua renovam nossa intenção de continuar atuando de forma constante nesse sentido.
Continuamos a sua disposição.
Atenciosamente,
Rodrigo Alves
Central de Relacionamento com Clientes Volkswagen”

Não vou nem entrar no mérito da Volks dizer que “continua à disposição” de um cidadão que bate na mulher pra discipliná-la. Prefiro pensar que a Central de Atendimento da empresa está habitada por robôs, que respondem a todos os emails com modelos de cartas (“Lamentamos sinceramente” pra reclamações; “demonstrações como a sua renovam blablabla” pra elogios).
Bom, já que a Volks do Brasil não leva nossa revolta a sério, vamos escrever pra matriz (email: vw@volkswagen.de), pra Volkswagen alemã. Será que eles sabem que sua representante brasileira veicula anúncios machistas? Eles fazem anúncios assim na Alemanha também, ou lá os protestos seriam maiores, com possibilidades de boicote à marca? Vamulá, pessoal! Vamos mostrar a força das redes sociais. E vamos avisar esses executivos e seus publicitários de estimação que o mundo mudou um pouquinho de 1950 pra cá.

79 comentários:

@vbfri disse...

Nunca tive um carro da volks. Agora é que não vou ter mesmo!

Anônimo disse...

É sério isso? Que essa propaganda foi veiculada recentemente? Parece propaganda dos anos 50, e já seria explicitamente de mau gosto mesmo em 1950, imagine em 2012.
Quem deve ter adorado são as outras montadoras, por que NÉ? Não é com tanta frequência que o concorrente se queima sozinho assim.

André disse...

"...na verdade todos os nossos esforços têm sido canalizados para atingir tais resultados junto a todos os nossos clientes, e demonstrações como a sua renovam nossa intenção de continuar atuando de forma constante nesse sentido."
Quais seriam os resultados:
1) Promover os valores morais do cidadão de bem?
2) Promover momentos agradáveis de pura diversão familiar sadia utilizando o chiste da mulher inábil?
3) Promover a exclusão de 50% da população do mercado de automóveis?
4) Promover a verdadeira vocação das mulheres de mãe e esposa?
Por fim, Almap tem alguma coisa a ver com Almeida Prado, sobrenome do famoso professor?

Um Pouco de Vida disse...

Falta de criatividade dos publicitários (que precisam ofender algo ou alguém para fazer publicidade) e falta de tino comercial dos executivos não justificam, mas explicam o porquê desse tipo de propaganda ainda existir...E brasileiro tem essa "coisa" machista tão enrraizada que acha "normal" esse tipo de propaganda.

Luci disse...

Infelizmente, aqui na terra da batata também tem propagandas sexistas...exemplos: http://www.spiegel.de/fotostrecke/fotostrecke-48613.html

A Volkswagen vem fazendo isso desde sempre: http://einestages.spiegel.de/static/entry/denn_zum_kochen_sind_sie_da/98605/vw_werbung.html?o=position-ASCENDING&s=0&r=48&a=24625&of=5&c=1

aiaiai disse...

parece ficção, né? A única forma da VW explicar essas respostas é dizer que o Rodrigo e a Renata são robôs, né? porque se colocarem culpa nos estagiários, os estagiários dessa vez vão se revoltar.

Ana disse...

Ri muito com o e-mail mascu fake, ahahahaha!

Mas eu não sei, gente. A propaganda é absurda, a cara de paisagem da Volks é revoltante, mas se um e-mail desse caísse na minha mão numa empresa eu não ia nem saber como responder... Quer dizer, não dá pra xingar o cliente, dá? Fiquei pensando nisso.

JAMAIS comprarei carro da Volkswagen, podem ter certeza. Não vão ficar com nem um mísero centavo suado meu. Ao contrário do que eles pensam, não passo o dia enfiando faca em torradeira, não!

Alguém devia fazer uma versão "cuidado, ele também faz publicidade"...

Anônimo disse...

Lola, sugiro também que a gente mande mails para a vice-presidente de vendas e marketing da Volkswagen do Brasil, Jutta Dierks

como mulher, na posição em que está, não é possível que aprove esse tipo de propaganda.

jutta.dierks@volkswagen.com.br

Anônimo disse...

pra garantir,

sugiro mandar com cópias para

jutta.dierks@volkswagen.de
jutta.dierks@volkswagen.com

Luci disse...

Aqui, além da possibilidade de um boicote ou reclamacao direto com a empresa, pode-se também mandar uma reclamacao direto pro Werberat (tipo uma instituicao que controla propagandas).
Eles examinam o caso e podem entrar em contato com a empresa, pedindo a anulacao ou mudanca da propaganda. Caso a empresa nao reaja, eles informam a mídia para que a propaganda nao seja mais publicada, o que geralmente acontece em último caso (se a empresa recebe um aviso da Werberat, eles tiram a propaganda).
Por isso, é raro se ver pedidos de boicote.

Bruna disse...

O pior é ver que quem respondeu o primeiro email foi uma mulher.

Dói menos acreditar que são robôs que respondem, mesmo.

Ana Gabardo disse...

CA-RAM-BA. Isso parece piada ou mentira. Se fosse veiculado no G1 eu não acreditaria em nada disso.. que merda.
Tô chocada. E vou enviar e-mail, claro.

Teresa Silva disse...

No jornal O Globo (RJ) de domingo esse anúncio não saiu. O que me faz pensar que foi um anúncio direcionado para as cidades interioranas, onde os brilhantes publicitários pensam que só existem machistas e ignorantes que achariam graça do anúncio.

Anônimo disse...

Esse bando de babacas não admitem que as mulheres estão deixando os homens para trás em praticamente tudo (eles só predominam no futebol, que realmente é algo muito relevante), e tentam nos atingir de todas as formas.
Hoje a mulher não precisa mais nem usar o órgão masculino para gerar um filho... Desde que isso se tornou possível, vi que a mulher está muito afrente e acima.
Não que homens seja inferiores, eles têm suas funções importantes tanto quanto as mulheres... Mas entendam: MULHER NAO PRECISA MAIS DE HOMEM PARA NADA, GET IT?

Lidiany CS disse...

Ainda bem que recentemente deixei de comprar um Gol para comprar um Novo Pálio! LULZ
Se tivesse visto essa propaganda ontem nunca compraria e sim eu me lembrei imediatamente de Mad Men!

Belisa disse...

Meu Deus!!! O pior é a resposta super bonita ao homem que deixou bem claro bater na mulher. Empresa machista! Boicote já!

Anônimo disse...

Olhem o código de conduta. Eles não respeitam o próprio código rsrs.

http://www.vw.com.br/pt/institucional/codigo_conduta.html

Anônimo disse...

Acho que é exatamente essa a base do masculinismo:

http://29.media.tumblr.com/tumblr_m3haeayTwN1rqokrzo1_1280.jpg

(eu sei que fala sobre transgênero e bater em criancinhas mal educadas, mas dá pra entender a idéia, né?)

General da Real disse...

Pois eu fico feliz que ainda existam homens honrados como esse eximio senhor que mandou o email pra VW, aprendam feminazis peludas e nojentas com este cidadão de BEM

Anônimo disse...

Passei cinco anos juntando dinheiro para comprar um Voyage (carro dessa montadora).
Depois de ler isso fiquei conciente e não vou mais comprar, vou doar o dinheiro do carro para uma organização feminista.
Obrigado Lola!

Anônimo disse...

Deus, meu... Quase me caguei nas calcas de tanto rir da carta. Tambem enviei emails para as duas Volks, a brasileira e a alema. A de lah, enviei em ingles. Mas meu ingles eh bem ruizinho. Espero que eles entendam. (Isabel)

Anônimo disse...

Anonimo das 11:37: na verdade mulher precisa de homem, sim. E quem ia fazer esses anuncios tao legais?

Majô disse...

General da Real, vc é engraçado querendo ou não.

Se estiver de brincadeira, é engraçado.

Se não estiver, é mais engraçado ainda. Como pode não ter entendido que a carta é fake?

Gabriele Albuquerque Silva disse...

Mandei uma mensagem via Facebook, não recebi resposta. Mandei agora também para a Volks alemã

Fernanda Mychelle disse...

Eu estou tão indignada com isso. Não consigo acreditar que eles sejam tão estúpidos!
Enviei um e-mail p a matriz alemã, se receber um retorno repasso p vcs.
Lolinha, sua batalha é mto inspiradora e me motiva enormemente.
Sei que é bobagem, mas ontem fiz (como uma pequena homenagem à vc) uma apresentação, no encerramento do meu curso de inglês, todinha baseada nas ideias e fontes oferecidas pelo teu blog: "Beauty that hurt".

Ana Gabardo disse...

Ai gente, que lixo mesmo. Recebi e-mail da Volks Brasil em resposta e ele é idêntico ao que está no post de hoje. Quer dizer.... copiar e colar e fingir que tá tudo bem.

Bora enviar pra volks alemã também.

Anônimo disse...

General da Real,
Vá bater a sua punhetinha diária.
Vc sabe muito bem como fica chato e azedo sem o único prazer (solitário) que vc consegue...

Anônimo disse...

Que absuuurrrdo minha gente!!!!

Falei desse anúncio pra minha mãe, que está fazendo tests drive pra comprar um carro, pensamos até em comprar um Fox, e ainda bem que não compramos. Minha mãe ficou indignada e disse que nunca mais vai comprar carro da Volks, e nem eu. rsrs

Vamos comprar um da Kia, é melhor e até onde eu sei, não faz propagandas machistas.

Anônimo disse...

Oi Lola,

acho que esse seria um caso de enviar a propaganda e a reclamação também para o CONAR, que é o nosso conselho de altorregulamentação publicitária. Embora nem sempre eles atuem tão bem quanto deveriam, eles podem sim fazer alguma coisa.
Lamentável a conduta da Wolks. Eu, como publicitária, me sinto extremamente envergonhada com muitos 'companheiros' de profissão.
Um abraço

Anônimo disse...

multinacional sempre teve espaço pra deitar e rolar onde não há ordem e (nem) progresso.

Flávia D. disse...

Eu já tinha um super preconceito com essa marca, por problemas que já tive com eles. Agora então é que meu pés nunca mais vão pisar nessa concessionária.

li disse...

pior que se eles fizerem uma propaganda dessas aqui na alemanha não vai causar choque, se duvidar nem vão notar o machismo por tras do anúncio. #desilusões

Larissa disse...

nossa, podiam ter disfarçado melhor o email masculino... ficou muito fake!
acho de uma burrice sem tamanho, pois as mulheres compram MUITO e cada vez comprarão mais, olhando pelo lado comercial eles cometeram um erro absurdo. Uma coisa que a gente erra quando analisa propaganda é esquecer que nem sempre somos o target.. o problema é que eu tenho TRÊS amigas que tem esse carro da propaganda.

Len disse...

E o conar? nao pode fazer nada?

Anônimo disse...

Eu não achei a propaganda machista... 1) Se fosse um homem no lugar da mulher na foto, ninguém acharia estranho um homem na cozinha fazendo uma besteira dessas... Quer dizer, um homem pode levar a fama de que não se dá bem na cozinha, mas mulher não pode levar a fama de mal motorista...
2) A propaganda me deu a entender que mesmo aquela mulher que mal sabe que não se pode enfiar uma faca na torradeira, pode dirigir um carro da volks que ainda estará segura.
3) Quando que as pessoas vão parar de se sentir ofendidas por qualquer coisa? Hoje em dia tudo é motivo para as pessoas reclamarem, entrar com processos, tirar vantagem dos outros simplesmente porque se sentiram ofendidas com algo tão banal...
4) As respostas do atendimento de sites de grandes empresas são meio automáticas... Eles têem modelos de respostas e as usam frequentemente. Não concordo com essa atitude das empresas pois cada caso é um caso e necessita de respostas mais específicas.
5) Mulheres não precisam de homens e homens não precisam de mulheres. Se você é independente, você é capaz de fazer suas escolhas e aturar as consequências de cada uma. O importante é se sentir bem com as escolhas e respeitar as escolhas dos outros (isso vale para todas as coisas).

Anônimo disse...

Pro Anonimo das 14:07:

MEU FILHO, tá escrito ali ó "CUIDADO ELA TAMBÉM DIRIGE", será que você esqueceu de ler, ou não teve cognição o suficiente pra ligar a frase à imagem?

Michele disse...

Aposto que esse anonimo tosco que postou 5 motivos é homem!

Filho, leia o seu item 5. Vc é independente? então cuide da sua vida e deixa as pessoas se indignarem com o que elas quiserem ok?

RESPEITE

Anônimo disse...

Lola,

Faz pouco tempo que acompanho seu blog mas desde que conheci fiquei viciada, leio todo dia.
Agora vou falar com ex-funcionaria de call center. As pessoas que lá trabalham agem sim como robos, não por falta de capacidade em perceber que uma propaganda é machista, que um produto é ruim e etc.... mas por ser regra de praticamente todas as empresas de grande porte e que tem sua central de relacionamento terceirizada. Quantos funcionários vc acha que tem lá? Faz idéia de quanto ganha a "mocinha do atendimento"? Provavelmente a única pessoa que ficou sabendo o conteúdo do e-mail foi a atendente, não digo que reclamar não adianta em nada, não é isso, quando o atendente recebe a reclamação ele responde o e-mail e registra um perfil de reclamação ex: reclamação - propaganda tal, esse é o unico indicador que o "dono dos porcos" recebe.

Giulia disse...

Acabei de receber uma resposta do e-mail que mandei pra Central de Relacionamentos e recebi exatamente a mesma resposta que a Lola postou. EXATAMENTE a mesma resposta, linha por linha, assinada por esse tal de Rodrigo Alves.

Lily disse...

Achei a propaganda nojenta. Sinceramente, num mundo tão competitivo, eles se ferraram sozinhos.
Eu acho de uma estupidez extrema uma organização grande como a volks se posicionar dessa forma.
MAS, é claro que a resposta dos emails é automática minha gente. Isso tá tão óbvio. E essa resposta automática só demonstra ainda mais a falha na comunicação da empresa, que nem lê os emails que os públicos enviam e já tascam uma respostinha programada, ou seja, tá tudo errado.

E para o Anonimo das 14:07:

Sério, filhote, essa reclamação de que "hoje em dia todo mundo reclama de tudo, e ngm mais acha graça nas coisas" é a resposta mais irritante do mundo. É bem a cara daquele povinho que adora se intitular de "politicamente incorreto".

yulia2 disse...

TEM que enfiar essa faca no c* de quem fez essa anuncio. hehe

Anônimo disse...

Tab recebi a mesma resposta padrão. Ou seja o problema minha perecepção:

"Agradecemos o seu contato.

Em atenção a sua mensagem, lamentamos sinceramente o fato de que a nossa comunicação publicitária tenha sido percebida por V.Sa. como ofensiva ou mesmo discriminatória.

Obviamente, não foi nossa intenção causar qualquer tipo de desconforto a quem quer que seja, porque sabemos que conquistar a simpatia das pessoas é um fator essencial para nosso êxito.

A VW é uma empresa de abrangência mundial que faz questão de respeitar crenças, hábitos e procedimentos de todas a sociedade, em qualquer parte onde ela tenha sua base de operação.

Contando com sua compreensão, colocamo-nos a disposição.


Atenciosamente,

Fernanda Melo
Central de Relacionamento com Clientes Volkswagen"

yulia2 disse...

bem , nunca quis um volkslixo mesmo... agora é que eu não quero mesmo... prefiro hyundai, kia... menos este!

Bia disse...

Mais do que mandar um email, deveríamos mandar alguns milhares de emails, lotar a caixa e nos fazermos notar. Não acho que a Volks esteja preocupada com machismo ou qualquer outra coisa relacionada, só com dinheiro, afinal, é uma corporação. Ao contrário do que A Corporação deseja, não devemos encara-las humanizadamente, mas FINANCEIRAMENTE.

Sempre voto pelo BOICOTE.

yulia2 disse...

é boicotar essa merda e pronto.

Raquel disse...

Sobre o primeiro argumento do anonimo que acha que a publicidade da Volks não é machista: Se a personagem com a faca na torradeira fosse um homem, ainda assim a publicidade seria machista, pois ele estaria "invadindo" um espaço em que ele não está acostumado, não tem conhecimento, "pois é espaço da mulher", seria da mesma forma machista. Não entendo, se queriam falar sobre direção defensiva porque não falam diretamente, ou usam uma analogia mais próxima? Homens e mulheres cometem deslizes todos os dias que não tem relação direta com poderes diferentes por causa do gênero, como atravessar fora da faixa, falar ao celular enquanto dirige, etc, e muitos outros...
Na minha opinião, utilizaram sexismo porque isso vende, senso comum e sexo vendem, é a lógica capitalista para impulsionar as pessoas a comprarem coisas que elas não precisam.
Para terminar, para quem acha que "reclamar" desse tipo de publicidade é algo menor, banal, assista o "Missrepresentation", indicado pela Lola em outros posts...

Raquel disse...

Explicando um pouco melhor o comentário anterior: da forma como está posta a propaganda da Volks, se a personagem fosse masculina, se colocaria numa situação de perigo por fazer algo que supostamente não tem conhecimento/capacidade, e no caso sendo homem, não sabendo como "funcionam" aparelhos domésticos, etc., pois não tem a obrigação de preparar sua própria alimentação, estaria invadindo uma área feminina... Enfim, argumentação ainda na lógica dos anos 1950. Achei melhor explicar, porque ficou estranho o que eu disse, ainda não sei se consegui me fazer entender mas...

Rayara disse...

Ri muito com isso da Volks! É tão absurdo que soa cômico.... Vou divulgar pro povo da publicidade todo da UFC! hehe

Lily disse...

Raquel,
Deu pra entender sim, ficou melhor explicado ( pelo menos para mim), nesse último comment, que vc exemplificou. E concordo.

Em relação aos mascus anônimos:
Queridos, a vida de vcs deve tá bem fail pra vcs ficarem vindo aqui, comentar de hora em hora.
Senta lá.

Laís disse...

Gente,
não se revoltem muito com a Volks pelas respostas aos e-mails. Trabalho numa empresa em que, mesmo sendo humanos os responsáveis pelas respostas, seguimos um padrão bastante robotizado. É muito provável que a pessoa responsável de responder aos e-mails não tenha autoridade para falar em nome da empresa, nem se retratar, nem pedir desculpas (é o meu caso), e seja obrigada a dar respostas padronizadas a todos elogios e críticas.

Conhecendo essa realidade, não sei como fazer os protestos chegarem a alguém que possa responder assumindo uma posição: na maioria dos lugares, quem responde aos contatos são estagiários instruídos a só reproduzir respostas prontas.

lala disse...

Gente... tb já fui atendente de call center e a realidade é a mesminha a q a Anônima de 14:35 relatou. Há um roteiro a ser seguido, os empresários nem ficam sabendo do que tá se passando.

MANDAR E-MAIL NÃO RESOLVE!
O que deve ser feito é fazer barulho nas mídias e sites de relacionamento!!!
Se eles olharem um monte de comentário depreciativos no FB, Twitter etc, eles vão se mover, pq TD MUNDO TEM FACEBOOK (ok... eu não tenho, por exemplo), mas se tiver um movimento forte nessas redes eles vão se mover, pq estarão expostos!!! Pq vão estar a mercêr da opinião pública!!!
E-mail é algo privado... podem entupir a caixa deles, não vai fazer cócegas!
Tem tb o site Reclame Aqui, pode ser um bom canal!

Luisa disse...

Fazer uma reclamacao no ReclameAqui também é uma boa idéia

Anônimo disse...

Caramba, tô me sentindo impotente!

Eu mandei um email pra essa tal de Jutta Dierks, espero que dê em alguma coisa.

lala disse...

Seria legal ter algum contato na mídia, em algum site de notícias.
Não ri do e-mail mascu fake, pq sei que ele pode muito bem não é fake, e sim representativo de como as coisas ainda são para uma parcela da população, mas fiquei abismada com a resposta:
"Manifestações dessa natureza são para nos motivo de grande satisfação, pois, na verdade todos os nossos esforços têm sido canalizados para atingir tais resultados junto a todos os nossos clientes, e demonstrações como a sua renovam nossa intenção de continuar atuando de forma constante nesse sentido."

Gente! Se isso não dá uma bela matéria sensacionalista eu não sei oq dá!!! "VW faz propaganda machista e responde aos elogios com orgulho!"

lala disse...

(ps: eu sei q o email é fake, mas não duvidaria nada de alguém fazer algo assim "no sério".)

Dália disse...

Engraçado como a "percepção" das pessoas é que está errada, a propaganda é que ta certíssima...

Acho que usar canais como o Reclame Aqui pode dar certo... temos que tentar...

Sérgio Rossi disse...

Vi o post acerca da propaganda machista elaborada pela Volkswagen, realmente, inadmissível uma propaganda deste porte mesmo que fosse no passado e, ainda, mais atualmente onde vivemos em uma sociedade que defende na própria Constiuição a igualdade de sexo, cor, raça, religião. Dessa forma sugiro que se faça uma reclamação no CONAR - Conselho de AUto Regulamentação Publicitária no intuito de se aplicar uma muta a empresa e que seja tomada as medidas coibitivas a fim de coibir a veiculação desta propaganda. Segue o site: www.conar.org.br. Abcs a Todos

Master disse...

Gente, fui reclamar na CONAR e é preciso saber alguns detalhes, a garota que mandou a imagem poderia responder esses detalhes. Precisa de: Nome do jornal, data, seção e página.

Master disse...

Achei o jornal!!! http://www.redebomdia.com.br/flip/jundiai/2012/4/29/index.html

Carol disse...

Devidamente compartilhado no Facebook. Pior coisa para a empresa é a ver a imagem dela sendo arranhada. Então, como consumidores, a gente tem que exercer o poder de falar mal.

Carol disse...

Li agora os comentários. Acho que tem que fazer barulho no Facebook e no Twitter. Só citando alguns casos nos quais isso deu certo: Teve um senhor que fez vídeo reclamando de uma geladeira da Brastemp (não lembro o nome dele). Viralizou. Ganhou geladeira nova e pedido de desculpas. Teve a Arezzo, que tirou das vitrines a linha de produtos com peles depois de protestos nas redes sociais. E teve também a Melissa, esse ano, que levou blogueiras de moda num evento em NY que não gostavam de Melissa (e deixou as blogueiras fãs no Brasil). A empresa pediu desculpas e até a alta presidência se manifestou.

Facebook, Twitter, essas coisas, funcionam bem melhor que SAC.

Eva disse...

Reclamação no Conar feita. Vamos nos mobilizar! Já que não responderam nada, vamos continuar fazendo barulho.

Anônimo disse...

Quem puder, dê uma olhada na reportagem sobre a volks no G : http://g1.globo.com/carros/noticia/2012/05/volkswagen-mostra-hoover-seu-carro-flutuante.html
Acho que poderia rolar uma trollagem não?
bjs

LisAnaHD disse...

A VW é uma empresa de abrangência mundial que faz questão de respeitar crenças, hábitos e procedimentos de todas a sociedade, em qualquer parte onde ela tenha sua base de operação.
Contando com sua compreensão, colocamo-nos a disposição.
Atenciosamente,
Fernanda Melo
Central de Relacionamento com Clientes Volkswagen
4 de maio de 2012 14:49

>>>VW Respeitar hábitos, respeitar crenças e procedimentos de todas as sociedades, em qualquer parte onde ela tenha sua base de operação.... então RESPEITE, oras, FernandA.

Anônimo disse...

Tem que fazer uma reclamação no Conar também

Luna disse...

A impressão que tive é que eles tem uma resposta padrão.

Eu acredito (de 'crer', de não ter evidências que confirmem, só uma suposição) que seja basicamente o seguinte:

você envia um e-mail. De acordo com a categoria que você marca (crítica / elogio / etc), o servidor deles automaticamente envia uma resposta padrão que já foi pré-escrita pra todos esses casos.

Não acredito que alguém chegue a LER os e-mails.

Imagino que pode-se fazer o teste enviando um e-mail de elogio e dizendo na caixinha que é uma crítica ou vice-versa.

Isso é um chute que tô fazendo, porque é impossível uma empresa grande ter uma ou duas pessoas conseguindo responder às mensagens, ainda que copiando e colando.

Anônimo disse...

Oi Lola, essas respostas deevm ser padrão, uma para elogio, outra para critica, e deste ponto podemos ver que a empresa está se lixando para os consumidores.
Além da propaganda machista, não se dignam sequer a ler os e-mails.

Anônimo disse...

Oi Luna, vi agora o q vc escreveu, escrevi qse a mesma coisa, penso como vc.

Katy disse...

Já postei minha reclamação na página da VW no FB!
Boicote já!

Cláudia disse...

Tem que escrever para Volks alemã para mostrar o que a sucursal brasileira está fazendo com o nome da empresa.

Babi Dayrell disse...

Lola, se quiserem mesmo escrever para a Volks aqui na alemanha me predisponho a traduzir a carta para o alemao!

Alex disse...

Me decepcionei com a Volkswagen há alguns anos, quando vi uma reportagem que mostrava o descaso da empresa com alguns compradores do Fox, os quais haviam perdido o pedaço de um dedo ao tentar deslocar o banco traseiro pra aumentar o tamanho do porta-malas. A reportagem dizia que o mesmo veículo, só que vendido na Europa, possuía uma peça mais segura que aqui era substituída por uma mais barata simplesmente pra aumentar o lucro do fabricante. A empresa não se prontificou a indenizar os consumidores. Eles vinham conseguindo a indenização judicialmente. Na época eu tinha um carro VW, mas, depois de ver essa reportagem, decidi nunca mais comprar um Volks. Essa campanha machista desastrosa me levou a fortalecer ainda mais minha decisão. Volks no more!

Anônimo disse...

Maravilhoso esse post, Lola! Hehe vou pensar 20 vezes antes de comprar um Volks, especialmente com tanta concorrencia boa de carros. Adorei o email da dupla, dá de goleada no quesito "criatividade" em relação à publicidade da Volks!!! Valeu

Táia disse...

PubliciOtarios. Que nojo dessa profissao.

Fordelone disse...

Em qual jornal isso foi veiculado?

Anônimo disse...

Encaminhar este horror às mulheres alemãs seria o ideal, para que se informem como seus compatriotas andam envergonhando a nação: humilhando mulheres dos quintais vizinhos numa forma cruel de enriquecer.

Nyckynha disse...

Wolks tb nao,juntamente com Peugeot e Citroen.
Ate agora a Nissan nao decepcionou em sua publicidade,acho que meu primeiro carro irei comprar com eles.

Mariana - viciados em colo disse...

Salve, Lola! Hoje o Conar - entidade de direito privado que possui a atribuição de olhar pela propaganda brasileira - julgou esta propaganda que você denunciou!

Está no campo notícias, consta do 'relatório' da reunião de hoje, 17/07 - veja 3 meses depois!

"Representação Nº: 114/12, "Volkswagen - Cuidado: ela também dirige". Resultado: arquivamento por maioria de votos."

Eu estava procurando o resultado de uma denúncia que fiz na semana passada (o parque da xuxa veiculou quatro filmes que induziam às crianças a se colocarem em situações de perigo) e fiquei curiosa com o título da campanha claramente machista que foi arquivada, daí coloquei no google e achei este seu post! Incrível!!!

Pois é, Lola, nós temos para nos proteger destes absurdos um colegiado de raposas que julgam representações três meses depois, quando sabemos que são poucas as campanhas que duram um!

No nosso caso, felizmente o Estado pôde intervir. A campanha não apenas feria o Código de Autorregulamentação Publicitária, mas também o Código de Proteção e Defesa do Consumidor. Daí agiu, rapidamente, o Procon/SP e tirou o lixo do ar!

Regulamentar a publicidade infantil é pouco. Precisamos mesmo deste novo marco regulatório para toda a comunicação!

Abraços!!!

Anônimo disse...

Publicidade assim, o melhor caminho é sempre reclamar com o Conar (http://www.conar.org.br/). Porque esperar uma resposta decente de uma empresa que faz uma cagada dessas...haja paciência!