sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

LULA, VOCÊ SERÁ LEMBRADO

Hoje é o último dia de Lula no cargo, e ele vai deixar saudades. Sai com aprovação recorde no mundo, com 87% de aprovação. Quem chegou perto disso? Michelle Bachelet (Chile) e Nelson Mandela (África do Sul), com 84% e 82%. A diferença é que Bachelet não conseguiu fazer seu sucessor, enquanto a de Lula toma posse amanhã (nossa primeira presidenta, que no início do horário eleitoral teve sua luta pela liberdade comparada à de Mandela). Pra efeito de comparação, FHC deixou o governo com 26% de aprovação. É esse o placar: Lula 87% vs FHC 26%. Só essa pequena diferença já explica por que um presidente consegue eleger uma ministra com perfil técnico, sem experiência nas urnas, e outro precisa se esconder pra não ser associado com seu candidato. Lula deixa o país muito melhor que o pegou. Não há um só indicador que aponte o contrário. A gente vê isso nas ruas, sente a euforia das pessoas, acompanha quem vem de família que nunca cursou uma faculdade ter acesso à educação superior. E no nordeste, então, nossa região mais pobre, que nos últimos anos do governo do PT teve crescimento chinês, a mudança é ainda mais visível. Imagino que seja justamente isso que faça a elite espumar de raiva. Onde já se viu 52% da população brasileira ser classe média? Antes esse era um luxo para poucos, e agora é a maioria. Gente que até ontem era pobre agora viaja de avião, ocupa hotéis, disputa vagas nas federais, desvirtuando o que era dos happy few por direito adquirido, porque eles fizeram por merecer. Isso sem falar que tá cada vez mais difícil arranjar uma empregada doméstica! Eu não entendo muito bem o ódio a Lula. Ontem, por exemplo, os 6% que não aprovam seu governo puseram nos Trending Topics do Twitter a tag Fora Lula. Quer dizer, o cara vai sair hoje de qualquer jeito, então por que gritar "Fora Lula"? Deve ser a vontade de quem perdeu três eleições seguidas ter o gostinho de poder ganhar alguma coisa. Vai que eles narram a história pros netinhos como o dia em que foram capazes de tirar Lula do poder. Um blog de extrema direita escreve rancores assim: “Sabe, Lula, sabe quem estuda, quem tem educação, quem tem vergonha na cara, quem conhece malandro? Estes brasileiros desprezam você. Tem nojo de você. Tem asco de você. Não podem nem ouvir a sua voz pegajosa, as suas piadinhas de baixo nível, o seu caráter do mais baixo calão. [... Você] será lembrado como um chicaneiro, um populista ardiloso, um espertalhão, um estelionatário eleitoral. Você fez o que, Lula? [...] A verdade, Lula, é que você pegou tudo pronto”. E continua, sem disfarçar o seu nojo pessoal por uma pessoa que não conhece.Teve um monte de presidente por quem eu não senti nenhuma admiração, muito pelo contrário: Sarney, Collor, Itamar, FHC... Mas não me lembro de alguma vez chamá-los de safados, porcos imundos, idiotas, asquerosos etc. Até porque eu, que tive o privilégio de nascer na classe média e vou me manter nela pro resto da vida, não era muito afetada pelo governo. Não era eu que dependia dele. Eu estudava em escola particular, tinha emprego, comprava dólar com o que sobrava do meu salário. Na minha vida pessoal, os oito anos de FHC me afetaram quase nada (eu não estudava nem trabalhava em universidade federal na época). Mas eu não me via como centro do universo e não votava pensando em mim, mas na vasta população que não teve a sorte de nascer numa família que nunca soube o que é passar fome. Esses 6% que odeiam Lula com tanta força perderam alguma coisa no seu governo? Qualquer coisa? Ficaram pobres? Ou é só que eles consideram injusto que tenham que disputar vagas em universidades e assentos em avião com quem está abaixo deles? A maior parte do ódio contra Lula é preconceito de classe. É só ver como o vocabulário do fascistóide que escreveu as linhas acima copia a visão hierárquica que tem da sociedade: baixo nível, baixo calão. Pra eles, a gente nasce em castas, e quem nasce rico ou classe média é porque mereceu. Um indivíduo pode até sair da sua classe, mas apenas com seu esforço próprio, sem nunca depender de um aparato social. Pra eles, a vida é uma eterna competição, na qual vencem os melhores. E todos temos a mesma linha de largada. Portanto, eles detestam que o Estado dê um empurrãozinho pros que têm menos, porque isso sim é tumultuar a competição. E também, pô, imagina que droga se todo mundo melhorar de vida! Não pode ser que todos mereçam. O conceito de meritocracia se baseia na exclusão.O próprio Lula é um símbolo de quem, pra eles, jamais poderia ter “chegado lá”. Não porque ele foi beneficiado pelo Estado, mas por ser tosco, sindicalista (patrão é bom, sindicato é ruim), de uma região atrasada. O mínimo que se podia esperar dele, com essas qualificações (pô, ele nem fala inglês!), é que fizesse um péssimo governo. Que afundasse de vez o país, pra gente se ver livre dessa raça por pelo menos trinta anos. E, no entanto, ele fez uma excelente administração, aprovada por 87% dos brasileiros. Como explicar? Dizendo que ele pegou tudo pronto, que no fundo não fez nada, e que todos que não têm essa opinião ou são analfabetos como ele ou são comprados. Porque quem está certo são esses 6%. Esses 6% que não têm um argumento sequer que não seja baseado em ódio irracional, mas que só podem estar certos. No grande Doze Homens e Uma Sentença, esses 6% seriam representados pelo homem rábido que deseja condenar "a gentalha", e é deixado falando sozinho, submerso em sua raiva.
Pra imensa maioria, Lula é o maior presidente que o Brasil já teve. E temos muita esperança que Dilma faça um governo melhor ainda. Vocês perderam. Aceitem que o tempo em que o país era governado por uma elitezinha já passou.

31 comentários:

Masegui disse...

Clap, clap, clap clap!!!!

Feliz 2011!

Tainã Almeida disse...

Olá lindo blog, e feliz 2011.

Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida.
Mais o que o adolescente pensa disso?

Visita meu blog?

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

Se gostar dele, seque lá! beijos.

Flovi disse...

Não poderia terminar o ano com um texto melhor. E que venha 2011!

Rachel L. Lambrecht disse...

Parabéns pelo post, Lola!
Meus sentimentos contidos nessas linhas.
Só há pouquinho tempo, vendo uma entrevista dele, me caiu a ficha que o Lula iria passar a bola, e deu aquela tristeza...
Mas vem Dilma aí, e tenho certeza que esse país ainda tem muito mais por crescer.
Feliz ano novo!

Shiryu de Dragão disse...

Quero so ver de onde a Dilma vai tirar o sucessor dela em 2014....
Em todo caso, boa sorte pra ela. Afinal tb votei nela no segundo turno. Aquele Serra, alem de ser mentiroso, é um mané que nao entende nada de política.
Entretanto a Dilma sequer tomou posse do cargo e ja teve deslize. Um dos futuros ministros dela (que tem 80 anos!!) foi pro motel fazer orgia com outros casais e pagou a conta com o tal cartao corporativo. O que vc tem a dizer isso Doina Lola??

Lord Anderson disse...

Texto perfeito p/ fechar o ciclo Lola.

Só lamento que Dilma vá enfrentar ainda mais odio e preconceito durante seu governo.

Tudo bem...

Vencemos esses 8 anos de bombardeio sem tregua.

Venceremos ou outros tb.

Felzi 2011 a vc, familia e todos os leitores

Cacá disse...

lindo post

disse...

adorei o post, só achei pequeno! não sei qnt a vcs mas eu queria sim um terceiro mandato... depois dos dois da dilma (pouca coisa hein)

amanhã é ver a posse e acompanhar no blog e no twitter, tomara q a lola assista e vá comentando por aqui =D

Nadia disse...

Muito bom!
Essa ira da direita me fez lembrar de uma amiga, que nas vésperas da eleição disse que não votaria pela continuidade do governo Lula (Dilma) porque foi vítima do achatamento da classe média. Detalhe, ao contrário da grande maioria dos brasileiros, que trabalham de 2ª a 6ª feira, a pobre coitada ralava... somente 2ª e 6ª feira! Aí pensei com meus botões: Filha tá ruim pq vc não quer trabalhar, né? E olha que não falta trabalho pra uma bem formada veterinária com alguns anos de experiência... afinal, hoje no país das maravilhas econômicas, os pobres dão muito boa vida aos seus lulus de estimação!
Sinceramente, não dá pra classificar essa gritaria como outra coisa, só como preconceito!

Fagner França disse...

Umas das grandes alegrias deste ano foi descobrir teu blog.Parabens e feliz ano novo.

Ana J@zz disse...

Wow!fechou o ano com chave de ouro Lola!, memória boa pra lembrar desse filme hein!
Feliz 2011!

Caio disse...

Belíssimo texto com belíssimas fotos!


Descobri seu blog há pouco tempo e comecei a seguir. Não me arrependo. Não pare de escrever, hein?

Um abraço,

Caio

Barbara O. disse...

Lola, que lindo este texto. Estou pensando em talvez sair do Brasil, mas este seu texto balancou meu coracao...

beijcoas!

nelsonalvespinto disse...

Belo texto.

Em minha opinião são dois fatores que causam este ódio: imprensa e religião.

A imprensa golpeou o Lula duramente estes anos todos. O acidente da Gol foi o caso mais escandaloso a meu ver.

A mistura que o Serra fez entre política e religião, mais o apoio do governo brasileiro ao Irã em detrimento de Israel, permitiu que os conservadores tivessem o apoio de uma classe que não gosta de política. Para estes o ódio ao Lula é o ódio ao político, ao mal.
(Uma amiga cristã chegou a me dizer que odiar ao PT era amar as coisas de Deus. Isso nunca foi ensinado por Jesus).

Nosso maior problema nos próximos anos é lidar com jovens cada menos politizados e cada vez mais manipuláveis.

Leila Silva disse...

Lola,
Um feliz 2011 para você e sua família.
Maravilhoso o post, não perco um, nem quando estou viajando, só não costumo deixar comentários sempre porque temo ser repetitiva. Mas sigo fielmente e aprendo muito por aqui, e também coloco sugestão no facebook (sim, eu estou no facebook...rs).
Eu não vou à posse, infelizmente, minha irmã já está lá em Brasília esperando, toda emocionada. Vou acompanhar pela tv mesmo. O Lula vai deixar saudades sim, embora estejamos todos (quase) entusiasmados com Dilma e orgulhosos de ter uma presidenta.
Hoje conversei muito com um amigo de Fortaleza (ele trabalha com a prefeita daí) e ele disse que há um otimismo, uma esperança nunca antes vista no nordeste. Ele, assim como eu, morou muitos anos fora do Brasil e está extremamente feliz aqui, agora. Eu também estou e confiante como nunca estive.

Essa semana mesmo escutei o comentário de uma senhora sobre as empregadas domésticas, disse que tinha uma muito boa, mas que ela voltou para Recife. Li na Carta Capital que muitos nordestinos estão realmente voltando...fico muito feliz com tudo isso, uma pena que o egoísmo de algumas pessoas não as deixem ver um palmo à frente de seus narizes, mas acho que sempre foi assim. não é?

Feliz 2011 para todos.

Ediane Oliveira disse...

Lola, adoreei teu texto! Divulguei no meu blog e coloquei teus créditos. Gosto muito daqui, me sinto em casa.

Beijos e feliz ano novo.

Anunciação disse...

Belíssimo post.E quem quer conhecer melhor o Lula,a leitura da entrevista dele aos blogueiros,mostra que nada tem de ignorante,analfabeto e sem noção.Ficou devendo alguma coisa,mas espero que a presidenta corrija aos poucos;ela vai ter uma luta insana pela frente.Feliz 2011.

Dona Aninha disse...

Verdade, Lola!!!!
Sou grata por ter vivido, compreendido e experimentado a era Lula!

Feliz Ano Novo!

REBECA PEREZ SILVA disse...

oi Lola que bom te encontrar hoje feliz 2011 ..parabens pelo post quero te convidar para falarmos das lutas pelo nosso direito e de alguma forma ajudar a nossa presidente.tera algumas dificuldades com todo este povo odioso da Direita receba um grande beijo sou tua fã vou te seguir no twitter
Rebeca Perez Silva

Lord Anderson disse...

Um Feliz 2011 para vc, sua familia e todos os leitores.

Seu blog foi muito importante p/ mim esse ano.

Ma ajudou a ficar mais politizado, a entender mais o feminismo, a ver o preconceito e a intolerancia camuflados na sociedade.

E se não fosse o suficiente, fiz novos amigos, todos pessoas incriveis.

Obrigado Lola e muita felicidade.

:)

Laetitia disse...

Feliz Ano Novo, Lola!

Bom, antes de mais nada, eu concordo com vc. Não conheço presidente que tenha feito mais pelo povo... mas vou dar uma Regina Duarte e dizer que "tenho medo", por perceber que boa parte desse avanço social promovido por Lula não veio do investimento direto e concreto dos cofres do governo, mas sim do crescimento desenfreado da oferta de crédito, que atinge níveis estratosféricos.

Sou contra crédito para agricultor e pequeno empresário? Nem um pouco. Sou contra crédito pessoal para fazer girar a economia, aquecendo o consumo e a produção? Também não. Mas nossa economia é baseada em elos frágeis, somos fortemente dependentes do capital externo, por isso, gerar uma extrema euforia de consumo entre todas as parcelas da população pode causar uma falsa impressão de ascensão social e crescimento de oportunidades, quando na verdade o esquema todo pode ruir a qualquer momento. Não sei se é pensamento retrógrado meu, mas não acredito no desenvolvimento social pautado em investimentos privados, e é isso o que acontece quando a população 'enriquece' e consome mais graças a empréstimos bancários e 'progride' graças a instituições privadas, como universidades (caso do Prouni, por exemplo).

Gostaria de saber sua opinião a respeito. De minha parte, prefiro uma maior, senão total intervenção do Estado junto aos assuntos da sociedade: educação, saúde, moradia, até mesmo emprego. (Sim, tenho tendências socialistas.) Ao menos aqui pelo Sudeste, não é isso que se observa (não sei até que ponto o governo federal determina as coisas por aqui). Então, ao menos no pedacinho de Brasil que conheço, o desenvolvimento trazido pelo PT me preocupa, pq não sei até onde ele pode ser considerado concreto.

Laetitia disse...

Putz, perdão se meu texto ficou meio confuso. Sabe como é, pós-reveillon, e depois de umas e outras... regência verbal e tudo mais já mandaram beijos!

thiagocangaceiro disse...

Hoje só estou na universidade pelo belíssimo trabalho dessa administração em que lula é o general e milhões de pessoas foram e continuarão sendo seu grande exército!

Pedro.. disse...

Excelente texto. :)

É engraçado como a maior parte dos críticos do governo Lula se concentram num ódio à imagem pessoal dele.

Mentalidade infantil de atacar o indivíduo, e não o trabalho. E a crítica tende a ser sempre a de um populismo genérico, relacionado ao Bolsa Família... é muita falta de repertório.

... como se eu fosse a única. disse...

Eu vou contar uma coisa: hoje as pessoas não se sentem inferiores, não se sentem amedrontadas.

Não paramos mais o nosso carro velho ou popular (quando estamos certos nas regras do trânsito) pra dar passagem ao carro de luxo, que vem em alta velocidade, muitas vezes saindo de suas mansões ou condomínios fechados.

Não andamos com medo, nos shoppings, nas lojas... Não abrimos mão dos nossos direitos, com medo de parecermos pobres demais.

Não aceitamos grosserias. Respondemos muito melhor a eles.

Não damos passagem nas escadas rolantes. Não damos passagem nas entradas. Não abrimos portas. Não temos medo nas escolas particulares. Não temos medo nas faculdades.

Aprendemos, aliás, percebemos que o país tbm é nosso, e que se queremos algo, devemos lutar com aqueles que nos ajudarão a conquistar. Mas o melhor é que Lula não incentivou ódio de classes. Não odiamos os ricos, não queremos que eles morram, que se exilem em suas parises. Não queremos afrontar os direitos deles. Apenas conviver (Oooi?) juntos. todos crescendo crescendo.

Mas... com certeza, não ter um país de serviçais deve ser muito ruim ao orgulho deles.

VALEU DEMAIS LULA. Você mudou o país, criou cidadãos.

Luciana disse...

Feliz ano novo, Lolinha!
=*

Sardenta disse...

Perfeito, perfeito. Disse tudo que eu queria! =)

Calô disse...

Conhecendo o blog e me deparando com esse ótimo post.
Tô aqui lendo, de costas pra televisãoo enquanto passa a posse da Dilma.
O processo da campanha eleitoral foi muito estranho e feio. Não que não soubéssemos, mas ficou perfeitamente nítido o quanto essa parcela pequena da população é hipócrita. O quanto queriam as coisas como estavam com seus graúdos mantidos.
Quando Dilma se elegeu, lia e ouvia cada absurdo que eu nem tinha mais estômago pra argumentar contra. Ler um post assim é como um engov nesse começo de ano. hehee

Um beijo e até a próxima, Lola!

Bianca Lanu disse...

Olá, sempre espio teu blog, parabéns pelo trabalho!
Edito um blog sobre saúde materno-infantil - Blog parto no Brasil.
Hj fiz um post sobre a posse de Dilma e linkei vc por lá, neste post sobre a saída de Lula, grata:

http://partonobrasil.blogspot.com/2011/01/primeira-mulher-tomar-posse-da.html

Abraços, Bianca.

wonderfulcauseiam disse...

Lula foi um grande presidente, mas arrisco dizer que Dilma será ainda melhor.
Por mais que a política no Brasil não seja tão digna de elogios, é bom saber que a presidência do Brasil está na mão de um pessoa coerente e não num fantoche da Rede Bobo.
Muito obrigado por ter me despertado a consciência política, Lola! É graças a mim e a você que a Dilma tá lá hoje.
Abraço!

Bruno Stern disse...

Para premiar ainda tem a foto do Lula com a camisa do Vasco!