sexta-feira, 23 de abril de 2010

ALGUNS ESCLARECIMENTOS DA GROSSA AQUI

Ai, ai, gente, alguns comentários me cansam... Eu posso falar isso no meu blog ou a democracia e liberdade de expressão só valem pra quem discorda de mim? Isso ia ser um mero comentário, mas ficou tão grande que virou post.
Acho incrível que eu tenha que explicar uma coisa tão simples, mas tentem reparar como acontece uma interação: 1) eu escrevo alguma coisa, assim como outros blogueiros escrevem outras coisas. É o meu blog, então escrevo o que tenho vontade. Não gosto de ser pautada. Inúmeras vezes atendo a pedidos de leitoras, mas eu não sou burra, apenas ingênua. Sei diferenciar quem vem aqui e comenta frequentemente e quem discorda educadamente (e são um monte os que discordam), de quem aparece aqui só de vez em quando, sempre com a mesma agenda (que é discordar de mim em qualquer coisa que eu falo), sempre bem agressivo (e quanto mais anônimo, mais agressivo. Por que será?). Se o assunto me parece relevante, eu escrevo sobre ele. No post que gerou este enorme comentário, uma leitora fofa, carinhosa, pediu pra que eu visse um vídeo funk chamado Surra de Bunda, e sugeriu que eu talvez escrevesse sobre ele. Putz, não dá. Não tenho a menor gana de escrever sobre o vídeo. Já foi uma tortura ver metade do vídeo. O que eu escreveria seria óbvio demais. Não teria nada a acrescentar: acho lamentável, só isso. Mas volta e meia aparecem leitores exigindo que eu escreva sobre coisas ocorridas quatro, cinco anos atrás. Eu já escrevi sobre o mensalão (dica: digite o que você procura na busca lá em cima, à esquerda. Costuma dar certo). O mensalão certamente não é meu assunto preferido. Deve ser o do Tio Rei. Não é o de gente que pensa que o PT tem a melhor proposta de governo. Assim como, imagino, tucano não deve escrever com muita frequência sobre o Apagão ou a compra de votos pra reeleição ou a cratera do metrô...
2) Então, eu escrevo algo. Alguém decide comentar alguma coisa nos comentários. Quando eu e você abrimos a boca para dar nossa opinião, estamos sujeitos a críticas. Tem gente que concorda com o que escrevemos, tem gente que discorda. Simples assim. A minha caixa de comentários está aberta a todos, ao contrário de caixas de comentários de blogs de direita, que deletam comentários discordantes. Aqui eu deletei no começo uns cinco comentários que achei agressivos demais de um escroque (sinto-me à vontade para insultar trolls) como o Oliveira (coisas do nível “Pena que sua mãe não fez um aborto quando estava grávida"). Ele foi o único que já deletei. Com o tempo, desisti. Ninguém o leva a sério mesmo. Dá mais trabalho deletar um comentário do que ignorá-lo. Mas voltando, tem gente que pode querer comentar o seu comentário, ok? E se essa pessoa discorda do que você escreveu, ela não está necessariamente sendo agressiva. Eu até gostaria de responder cada comentário (como fiz no primeiro ano e meio do blog), mas é impossível, não tenho tempo. Felizmente, rolam uns excelentes debates por aqui, mesmo sem a minha presença (ou talvez por causa da minha ausência).
3) Alguém comenta o seu comentário. Pode concordar, dizendo “É isso aí!”; pode discordar, apontando contradições, pode apenas acrescentar algo que julga importante. Se você considera a resposta ao seu comentário agressiva, deixe um outro comentário, ué. Mas não fique se fazendo de vítima, dizendo “eu fui agredido(a) ao discordar da Lola”. Sinceramente, eu estou me fazendo de vítima agora? Não que eu saiba. Estou explicando, com o máximo de paciência, como funciona uma interação.
E acho estranho que comentaristas agressivos, como a Marciane, creiam ser o máximo em matéria de educação. A Marciane vem aqui com frequência, bate em quem quiser, e quando alguém lhe responde mais rispidamente (digamos, no mesmo tom de voz), ela se queixa da falta de educação alheia.
Claro, podem dizer o mesmo de mim. Mas eu realmente gostaria de saber como eu insulto, ofendo, e xingo (eu, xingar! Eu que não falo palavrão!), principalmente já que respondo tão poucos comentários. Tipo, o penúltimo post. Quem eu chamei de troll? O Oliveira! O Oliveira não é um troll? Sério mesmo? Repito pela milésima vez: troll, pra mim, é quem é mal-educado, agressivo, quem comenta coisas que não têm nada a ver com o post, e que faz tudo isso insistentemente. É a frequência que define um troll. Portanto, eu repito sempre que, até agora, em quase dois anos e meio de bloguinho, eu tive a infelicidade de ter apenas três trolls. Talvez 3,5. Teve uma leitora, esqueci o nome, que apareceu por essas bandas pra trollar, mas não ficou tanto tempo. Não considero a Marciane, por exemplo, uma troll. Nem o Renato, nem o Daniel (são esses os nomes? Nem lembro d'eles terem comentado antes, apesar d'eles adotarem um discurso de que já foram maltratadíssimos por essas bandas), muito menos a Mirella, que até guest post já publicou aqui.
Não, troll é diferente. Troll é gente com muito tempo livre, como o Oliveira. É gente com uma só missão: te calar. Fazer com que vc fique tão chateado(a) que pare de escrever. É uma coisa até meio contraditória, porque se eu parasse de escrever, o que o Oliveira faria da vida? Mas é uma relação de amor e ódio que os trolls têm pelos seus alvos de ataque. E praticamente todo santo blog um pouquinho maior tem sua cota de trolls. Eu até acho que tenho sorte, porque só tive três, e graças às boas deusas, não ao mesmo tempo. E insisto: por coincidência, todos os três trolls eram de direita, machistas, racistas, homofóbicos, elitistas — a escória mesmo. Não por discordarem de mim, mas por serem machistas, racistas, homofóbicos e elitistas. E, não à toa, de direita.
Um adendo: não conheço, nem conheci, meus três trolls pessoalmente. Provavelmente os nomes que usa(ra)m nem são de verdade. Como sei que eles são a escória? Por tudo que escreveram aqui. Lógico que, pra quem acha que o feminismo é uma praga que não deveria existir, ou que só é pobre quem merece, ou que gays são aberrações, esses trolls não são machistas, classistas ou homofóbicos. São heróis. Mas aqui eles não serão bem recebidos. Por isso que eu sempre r
ecomendo cuidado com quem está do seu lado. E do lado de quem você está. O Oliveira, meu troll atual, nunca escreveu algo com que eu pudesse concordar. Ele só fala besteiras, como dizer que mulher é propriedade privada do marido. Pode ser que haja um montão de gente que pensa assim e que vota no PT. Mas, na minha experiência pessoal, o mais comum é gente assim ser de direita. O que não quer dizer que, se vc não vota no PT, vc é necessariamente de direita. Ou que todo o pessoal de direita é preconceituoso. Preciso continuar? Tem gente que confunde as coisas.
E por falar em confundir as coisas... Desculpe, mas no meu blog, quem é mais importante? Um troll ou eu? Se eu parar de escrever, o blog acaba. Se o Oliveira parar de comentar, o blog só fica mais limpinho e cheiroso (homenagem às “massas cheirosas” da convenção tucana). O que eu quero dizer é que não estamos em pé de igualdade. Mas o Oliveira tem todo o direito de começar um blog próprio, e assim escrever sobre o que quiser, ao invés de simplesmente ofender quem não escreve o que ele quer ouvir. Eu não escrevo pensando no meu troll ou nos vários desafetos que tenho por aí. Escrevo pra quem eu gosto sobre o que eu quero escrever. Por que deveria escrever pra quem me odeia sobre algo que não tenho vontade de escrever? Sou assalariada de troll, por acaso?
Também considero bastante infantil dizer: ah, você nunca concorda com nada do que eu digo! Ué, perdão, acho que perdi alguma parte: eu tenho que concordar? Eu tenho que mudar de opinião só porque vc comentou? Assim como vc não tem que concordar comigo nem mudar de opinião. Agora, se chamar alguém de “de direita” e “reaça” é ofender, é porque o complexo de inferioridade é grande mesmo. Se alguém me chama de “de esquerda”, juro que não me ofendo!
No entanto, pra alguns comentaristas, parece que é assim: se dizem que sou intolerante, fanática, cega, burra etc etc, é só a opinião deles, e viva a liberdade de expressão. Se eu ou outro comentarista diz que quem não tá vendo é quem nos chamou de fanáticos e burros, é censura! É não querer acatar a opinião dos outros. Ah sim, há uma outra distinção recorrente que costumo ouvir: se um comentarista aparece pra concordar comigo, é um alienado, é puxa-saco, é claque, é cego pelo ídolo (eu, ídola de alguém!), é massa de manobra, não sabe pensar por si próprio. Se um comentarista aparece pra discordar, é um pensador independente, inteligente, e - tcharan! - SEM IDEOLOGIA! Ideologia só eu que tenho, entende? Os outros têm apenas opinião própria.
Enfim, dá muita preguiça explicar a mesma coisa cinquenta vezes. O que alguns comentaristas não se dão conta é que dá pra concordar em alguns pontos, mesmo sem concordar em tudo (e o mesmo vale pra discordar). Por exemplo, essa campanha dos 45 anos da Globo é tão óbvia que precisa de muito esforço pra não ver. Aí surgem algumas pessoas pra falar mal do Lula e do PT. Putz, mas era isso que tava em pauta? A questão ambiental no governo Lula? O mensalão? Eu pensei que o post fosse sobre a parcialidade da mídia (da Globo, em particular). Entendo que, em ano eleitoral, isso vai acontecer com cada vez mais frequência. O que não quer dizer que eu tenha de gostar.
Outro dia comentei alguma coisa sobre o golpe de estado na Venezuela em 2002, e já veio alguém dizer que eu AMO o Chavez e quero ter filhinhos com ele. Hmm... Houve um golpe de estado na Venezuela? Houve. O golpe foi do Chavez ou contra o Chavez? Contra o Chavez: ele foi preso e deposto (por poucos dias; o golpe fracassou). Quem esteve por trás do golpe? A mídia venezuelana e o governo americano (recomendo muito este documentário da BBC, A Revolução Não Será Televisionada). Olha, tenho um segredo pra te contar: vc pode não gostar do Chavez e da mídia venezuelana ao mesmo tempo! Que o Chavez seja um populista se perpetuando no poder não salva a cara da mídia venezuelana ou do governo americano, que volta e mexe patrocina golpes no seu quintal. Ou salva?
Entender que a nossa mídia se inspira na mídia venezuelana e tenta, a todo custo, eleger seus candidatos, de acordo com seus interesses, não quer dizer que o governo Lula seja perfeito. Ou que eu adore tudo que Lula fez e faz. Mas pra mim não resta dúvida que seu governo (principalmente o segundo mandato) trouxe enormes conquistas pro Brasil. Eu quero que esse governo continue, e tenho memória pra poder compará-lo com o governo anterior. Por isso, vou votar na Dilma. Posso? Obrigada.
E quer saber? Às vezes eu acho que sou paciente e tolerante demais. E aí reflito se só não mando o pessoal ver se eu tô na esquina porque eu sou mulher, e fui condicionada a acatar tudo caladinha. Mas putz grila, até no meu espaço eu tenho que ser tão cordial? Acho que não. Portanto, tucanitos tendo faniquitos, vão catar coquitos!

75 comentários:

Oliveira disse...

Lola:

A frase “Pena que sua mãe não fez um aborto quando estava grávida" fica horrível fora do seu contexto. Quando eu escrevi isso era para comentar um post que você defendia o aborto, que eu chamo de assassinato de crianças.

Seja, pelo menos, honesta!

Oliveira disse...

Quanto a essa frase:

"Ele só fala besteiras, como dizer que mulher é propriedade privada do marido".

Todo mundo que leu sabe que eu estava falando sobre uma das características do anarquismo.

Deixe de falar besteiras você!

Shoujofan disse...

Lola, você tem muita, muita, muita paciência. Volta e meia viro para meu marido e digo isso. Ele é leitor eventual de seu blog.

Eu realmente não tenho paciência com trolls, com malas sem alça e diminuí em muito meu aborrecimento quando acabei com o anonimato no meu blog e exigi registro. Claro, basta ver o nome de alguns que rejeito. E eles cansam. Não acho que blog pessoal deva/possa ser aputado. E na minha casa só entra quem eu deixo. E não me importo de ser chamada de extremista ou ditatorial.

Bem, eu li boa parte dos coment[arios nos últimos posts. Concordo com boa parte do que você disse sobre a manipulação, mas acho chover no molhado vir bater palma ou dizer é isso aí. Especialmente quando o assunto "eleição" me dá engulhos.

Para discordar, raramente escrevo. Aliás, acho cansativo entrar em um blog para discordar. Posso estar muito errada, mas não sei se enriquece a discussão. Só postei discordâncias duas vezes, uma quando você reclamou de forma que achei preconceituosa do sotaque "rato de praia da Zona Sul" do Marcos Palmeira, outra no caso do Roman Polanski, no qual discordo de você em quase tudo e não me contive. Aliás, fiquei vários dias sem visitar o seu blog, porque fiquei com raiva. Mas daquele tipo que a gente sente de uma amiga. Dá e passa, mas não mudei de posição. De qualquer forma, como você bem pontuou, seja para concordar, discordar, whatever tem que ser on topic.

Vejo muita gente com uma energia danada, que pdoeria produzir seus próprios blogs se limitando a tenta impôr pauta em blogs alheios. Não acho falta do que fazer, em muitos casos é preguiça e uma forma enviesada de homenagem.

Continue escrevendo, pois seu blog faz diferença na net brasileira.

claudiamay disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiana disse...

Oliveira, vá catar coquinhos! Procura a tua turma.

Ana disse...

Lola, eu te adoro!! Leio sempre e comento pouco, geralmente concordo com você e acho suas abordagens sempre inteligentes, humanas e esclarecedoras! Por favor, continue escrevendo, você é importante para nós. Bjo

claudiamay disse...

Lola,
Eu te vi pouquíssimo lá na UFSC, nos encontramos na Abrapui em 2009 e você viu meu ursinho dançar. Isso definiria a minha relação com você se não fosse pelo seu blog, que me traz sempre tanta vontade de me esclarecer mais, de participar mais. Não concordo e acate tudo que você fala; o que você fala me impele a buscar conhecer muitas coisas que antes me eram invisíveis (junto com outros autores que também fazem isso, é claro e saudável), e também participar de discussões, discordar, mudar de opinião. A parir dessa busca, da participação, minha consciência--como mulher, estudante, agora mãe--tem se fortalecido. Ter os seus trolls, essas pessoas inflexíveis e bobas, sem auto-estima, sem perspectiva de mudança (porque quem cresce, muda, invariavelmente), é apenas uma das formas de lidar com as tantas coisas duras com as quais a gente se depara. Os trolls, ao menos, são visíveis, eles são claros e bem definidos. O que você muitas vezes faz aqui é revelar problemas muito menos visíveis que os trolls... Isso é de muito valor. Não sei se o que eu estou dizendo faz lá muito sentido ou está no contexto certo, mas é isso que eu sinto--e este comentário pode ser até uma espécie de agradecimento, se "agradecer" é realmente a palavra. Trollagem é medo, trollagem é vingança. Se você é grossa, é uma grossa desveladora, lutadora, libertária... O que, convenhamos, é bastante saudável. Tem pessoas muito legais que participam aqui dos seus comentários, que discutem, que reagem... É uma porta aberta pra discussão. Independente de eu concordar ou não, de gostar do seu estilo ou não (até porque muitas vezes eu não gosto e sinto vontade de fazer diferente), continuo lendo o seu blog e vejo que muitas pessoas fazem o mesmo, não porque concordam com você, mas porque procuram sempre discutir coisas importantes. Discutir, e não determinar (que também é uma coisa que eu acho que você não faz). Enfim, acho que é isso =)

Maria Valéria disse...

Lola, eu não sou exatamente petista, como vc, mas tõ com vc num aspecto: odeio o PSDB, e posos dizer isso com propriedade pq sou paulista e estou vendo como o governo do PSBD, tanto do estado, como da capital( onde morei 4 anos), tem tratado a saúde, a educação, a segurança, etc( O Serra dizer que vai cortar o salario dos professores que estão fazendo greve pq professor ganha bem e não tem do que reclamar, foi o fim!!)...
Então, é isso... continue com suas opiniões, pq vc nucna vai agradar a todos.
E qwto a comentarios ofensivos, sinceramente, pq vc não bota moderação?Moderação não no sentido de exluir quem discorda de vc, mas pra excluir post de quem ofende. Outro dia, uma gde amiga minha discordou de um asusnto meu, fez uma réplica enorme, com os argumentos dela, coloquei lá, e aceitei, claro, pq ela não me ofendeu, somente discordou. Outro dia, um blogueiro disse que gostou do meu texto em geral, mas achou que exagerei nas palavras. Normal, publiquei tbem. Agora, quem vier no blog rpa me xingar, mando o post pros quintos antes mesmo que outras pessoas tenham chance de ler...kkk beijos!!!

Giovanni Gouveia disse...

Minha vizinha Lola (Ceará e Pernambuco são estados vizinhos, sim?), e o pior que eu até sonhei com isso, passei bom tempo pensando nisso.

1- Achar que pode falar o que quiser, e quando há tréplica acha que é censura, é não ter a mínima noção do que seja censura, aliás é querer censurar a posição divergente.

2- Este é um dos blogs mais democráticos, no sentido da liberdade de expressão, posto que não há moderação prévia. Só vi comentários excluídos quando havia agressões pessoais, ou quando a resposta ao comentário virou post.

3- Esse espaço, embora não seja secreto, é de Dolores Aronovich, mais conhecida como Lola, as pessoas podem até sugerir/pedir que ela escreva sobre algo, mas quem de fato, e de direito pauta o blog "Escreva Lola Escreva", é Lola, aliás este é um blog confessional, tentar querer transformar Lola em direitista machista, racista e homofóbica, por exemplo, é, para além de uma indelicadeza, uma agressão. Acho Lola extremamente pacientem, deve ser a veia do magistério.

4- Acho que Oliveira (assim como era Santiago e alguns outros) tem este espaço como altar de Onã...

Eliana disse...

Oliveira , nao entendo porque voce nao gasta o seu tempo livre para escrever um blog inteirinho seu, se voce precisa de instrucoes , passo passo para inaugurar o seu proprio cantinho,busque ajuda, pesquise , sei la.
Esse fanatismo pela Lola vai te l
evar a loucura cara!!!"
Va se tratar meu amigo!!!!

James Figueiredo disse...

Porra, eu tô é tentando entender até agora EM QUE contexto é possível que a frase “Pena que sua mãe não fez um aborto quando estava grávida" NÃO fique horrível, ou seja longinquamente aceitável...rs

Adriana disse...

Ah e o Oliveira é empresário porcaria nenhuma! Deve ser um "zé-ninguém" desocupado, enfiado dentro de um quarto o dia todo, na frente de um computador barato cheio de adesivinhos colados, short velho e camiseta escrita Cavalera (detalhe: camiseta falsa comprada na 25 de março!..kkkkk). Ah sim, com algum complexo que nehum psicólogo até hj deve ter dado conta de sanar.

Não esqueça Lola: no fundo ele é apaixonado por vc! E sua agressividade é só uma forma de se vingar pela indiferença que vc o trata. Pobre Oliveira!! Dó grande dele!...kkkkkkkkkkkk

*Ps: Ele deve morrer de ciúmes do maridão!!...kkkkkkkk

Yvy disse...

Oooooooooops, sensacional ! Falou e disse, Lola ! Quantos aos divergentes... aaaaaaah ! querem palco sabem que seu blog esta em toda blogosfera e é muito divulgado então... pois é. :)

Bj.

brasil disse...

Muito paciente você.
Infelizmente, como boa blogueira, está sujeita a isso.
Mantenha o ritmo e toque o blog. Vai muito bem assim.

Anônimo disse...

Gostei dos esclarecimentos que você fez no post de hoje, Lola. Mas não concordo com sua declaração de que eu ofendo as pessoas e que eu só venho aqui pra discordar (elogiei, por exemplo, um post recente sobre filme). Sou educada e coloco isso em prática quando escrevo, especialmente quando há respostas ao que escrevo. Se me alterei um pouco (ainda assim sem ser mal-educada) foi quando um ou outro decidiu me xingar. Ser enfática não significa ser mal-educada. Mais uma vez, parabéns pelo post de hoje. E fico no aguardo de mais um post sobre filmes (não, não estou pautando seu blog; estou apenas pedindo mais do que você sabe fazer bem [entre outras coisas, claro!]). Marciane

Camila disse...

Ah Lola, esse Oliveira é uma piada!

Olha só ele tentando se defender... Explicar o inexplicável. Justificar o injustificável. Pedindo honestidade...

Que ironia!

aqueladeborah disse...

Lola, eu sei como é, tenho muitos Trolls :(
Alguns aparecem várias vezes para me insultar, criei até um e-mail para ajudar os coitadinhos :D

Os detalhes estão aqui:

http://aqueladeborah.wordpress.com/2010/02/19/para-os-meus-trolls/

e aqui:

http://aqueladeborah.wordpress.com/2010/04/12/para-os-meus-trolls-2/

Força Lola :)

Anônimo disse...

Olá Lola,
Sei não, mas acho que o Oliveira é um carente, um apaixonado imaturo e mimado querendo a qualquer preço chamar sua atenção. Achei muitíssimo bacana o seu blog, mas se livre por favor desse mala porque ninguém merece. Ana Maria

Pati disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dai disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dai disse...

Lolinha, saudades!

Eu quase desisti de comentar quando li a Shoujofan, que diz muito do que eu gostaria, de forma breve e precisa, mas acho que vale a pena escrever algo.

Realmente, pouco se discute sobre o que cabe aos comentadores de um blog.

Acho que o bonito mesmo é acreditar que não se deve moderar, para que não haja uma camisa de força de ideias e a gente que comenta possa se expressar livremente.

Mas o fato é que o sentido de ética na Internet é um aprendizado em construção.
Ainda precisamos nos conscientizar mais fortemente sobre a importancia de se preservar os limites do outro quando construímos um diálogo por aqui.

Não estamos numa assembléia nem numa mesa de bar. E - não necessariamente - nem entre amigos íntimos.
Quando visitamos um blog - algo custoso de manter e coordenar - acredito que temos de tomar cuidado para não sermos impertinentes com o nosso interlocutor. Senão, a pecha de troll é realmente cabível. A implicancia, a cisma, a repetição insistente e vociferante são sintomas "troll" aos quais grande parte dos leitores entusiasmados estão sujeitos.
Eu sou uma comentadora muito inflamada, já discordei de vc inúmeras vezes - espero que nunca tenha ficado chateada - tentei, apesar de, demonstrar o respeito e o reconhecimento que tenho pelo seu blog e pelo relevo das discussões que ele promove. Não sei se consegui sempre e uma coisa que tenho tentado é ser mais comedida. Acho que é aprendizado adquirico com a prática.

Nem sempre precisamos demarcar uma posição discordante num blog, há outros espaços pertinentes para uma interlocução tenaz (já que comentário não deve se pretender post - e jamais o será, por questões práticas e estruturais).
Sempre é possível deixar um link.

Seu blog é um blog político. Cinema, comida, finanças, tudo o que passa por sua interpretação tem forte viés político. Lógico que você não precisa falar ou entender de tudo. Em ano eleitoral isso pode virar uma bomba relógio, à exemplo da atitude Veja, nossos queridos candidatos Malas vão investir pesado em redes e mídias sociais.

Teremos uma série de trolls pagos e encomendados, pode apostar. Além disso, os comentaristas políticos estarão vivendo o extremo de seu momento militante e podem extrapolar a fronteira ética, transformando sua caixa de comentários num pequeno palanque.

Eu não vejo razão alguma para vc tolerar isso, não acho que seja desrespeito ou camisa de força estabelecer alguns limites, sobretudo quando o fio da ética esgarça.

Ao contrário: é parte da construção de uma nova ética, pautada em novas fronteiras, aqui no virtual. Já que, pelo jeito e infelizmente, esse limite nem sempre está tão claro para todo mundo.

beijos.

Luciana disse...

Puts, veim aqui achando que teri um post legal. E mais um post e gigantesco só se explicando?
Realmente vc não aceita a crítica pois precisa "gritar" toda a hora que te criticam em algo e dessa vez ainda se fazendo de vítima?
Sim vc se faz muito de vítima e manipula o que os outros escrevem, tira do contexto, troca palavras dizendo que fulano te xingou de tal e tal.
E fui ler sobre seu post que vc escreveu sobre o mensalão, aquilo foi ridículo hein? Quer dizer que o mensalão é obra de tucanos que quiseram puxar o tapete dos petistas? E que não existiam provas? Forçou demais!!!
Mais um blog que pararei de ler. Forçação de barra, se fazer de vítima ainda com o intuito de fazer seu séquito te lamber e xingar quem critica idéias suas é demais.
Agora entendo pq é tão fanática pelo Lula.
Outra coisa engraçada. Vc disse que votará na Dilma por quer que esse governo se perpetue. Ou seja vc SABE que se Dilma ganhar será uma continuação de Lula. E como que nos diz que o filme do Lulinha não foi campanha política já que o mesmo não estará concorrendo?
Ahhhhhh por favor Lola, o povo não é burro!

GiGi disse...

Só queria comentar sobre o vídeo das Tequileiras.

É, Lola, não tem o que falar disso. Cada vez mais penso que integridade de caráter e respeito não mais se refere a gêneros, ou seja, o fato de ser homem ou mulher, mas a indivíduos.

Antes eu pensava que essas mulheres denegriam a imagem da mulher como um todo. Atualmente, penso que não. Elas só estão negativando a si mesmas e não todas, afinal chegamos a um ponto em que as pessoas são demasiadamente diferentes e quem tem bom senso crítico sabe diferenciar e separa o joio do trigo.

Desse modo, nem esquento mais a cabeça quando vejo esse tipo de coisa. Não vale a pena mesmo.

Desculpe se fugi do assunto em questão!

Beijinhos

Patrick disse...

Vou propor ao Jorge Ben uma nova letra pra sua famosa música:

"Lola Maravilha, nós gostamos de você".

aiaiai disse...

Lolinha,

eu já disse que te amo????

Já, né, um monte de vezes. E eu sou a prova cabal de sua tolerância para com os discordantes. Discordamos em vários assuntos, mas vc sempre me tratou com respeito.

Só para relembrar alguns pontos de discordância: não gosto de chocolate, nem de caes e gatos, e não aceito mulheres que acham que tem o direito de "escolher fazer risoto" (piadinha que só quem acompanha o blog vai entender kkkk).

No entanto, adoro até quando vc escreve sobre gatos kkkkkk

O post comentário tá ótimo e já rendeu pelo menos um lucro: a tal da luciana disse que não virá mais aqui. Beleza. Menos uma chata.

Aproveitando: recomendo post muito bem escrito e cheio de informações do Azenha:

http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/o-cyborg-de-2010.html

Acho mesmo que é obrigatório para quem não quer se informar de verdade.

Samantha disse...

Sabe o que eu acho, Lola, bem resumidamente? O blog é seu e você escreve sobre o que quer, expondo é claro o seu ponto de vista sobre as coisas. E, consequentemente, lê quem quer. Discordar é normal, eu já discordei de vc várias vezes, até pq cada um tem uma opinião. E o espaço de comentários é para isso. Infelizmente, tem gente que não consegue discordar de IDÉIAS e já parte para a agressão. E sabe o q vc faz com esseS? Ignora. É a melhor coisa.

Espero q essa trollagem não te desanime de escrever.

Anônimo disse...

Lola:

[off topic]
Olha só que absurdo:
Coreia do Norte alega "barbeiragem" e proíbe mulheres de dirigir
UOL http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u724566.shtml
SÉRGIO RANGEL
Enviado especial a Pyongyang

As mulheres trabalham pesado na sociedade norte-coreana, mas não têm os mesmos direitos que os homens. Elas não dirigem carros nem bicicleta na capital norte-coreana. Também não podem fumar no país. A alegação oficial para a proibição das mulheres no trânsito é que elas já provocaram muitos acidentes em Pyongyang. A proibição foi determinada há cerca de dez anos pelo "querido líder" Kim Jong-Il, filho e sucessor do "pai da nação'', o "presidente eterno" Kim Il-Sung, morto em 1994."
Eduarda

Anônimo disse...

É isso aí Lola!

Daniela M.

Márcia disse...

"Quer dizer que o mensalão é obra de tucanos que quiseram puxar o tapete dos petistas? E que não existiam provas?"

Caramba, a pessoa lê o post da Lola sobre o mensalão e chega a essa conclusão, noooosssaaa! Tem mesmo que desistir de ler o blog da Lola se não entende patavina, pô.

Luciana, entendo perfeitamente!

Lola, você é sim uma fulô de pessoa.

Augusto disse...

Lola, ñ perde seu tempo dedilhando esclarecimentos, quem sentir-se ofendido que ñ siga mais o teu blog putz!

CTMom disse...

You go girl!!! It's your blog and you blog what you want to!!!

Laura disse...

Meu apoio, querida ;*

lola aronovich disse...

Troll não tem escrúpulos mesmo, né, Oliveira? O troll em questão me mandou essa mesma mensagem do “pena que sua mãe não fez um aborto” várias vezes, e nenhuma delas tinha qualquer relação com o post em questão. Até porque faz um tempinho que não escrevo a favor da legalização do aborto — que, por sinal, é apoiado por ampla maioria dos leitores (e principalmente leitoras) deste blog, a julgar por uma pesquisa que fiz (em 2008, creio, mas o perfil não mudou).


Shoujofan Valéria, Dai (e outras), tenho muito respeito pela opinião de vcs, que sempre contribui com o debate, inclusive (ou talvez principalmente) quando vcs discordam de mim. Não me lembro de nenhuma vez em que vcs foram agressivas comigo e, espero que eu não tenha parecido agressiva com vcs. Sempre foi um debate de alto nível.
Ah sim, Dai, é verdade: não podemos nos esquecer dos trolls pagos. Vai ter muitos deles em ano eleitoral...

(Deletei alguns comentários repetidos aqui).

lola aronovich disse...

Claudinha querida, nunca vou me esquecer do seu urso! Parabéns pelo bebê! Na última vez que tive notícias sobre vc, ouvi que vc estava radiante com a gravidez. Fico feliz por vc! E vou ter dificuldades pra esquecer aquela noite em São José do Rio Preto com vc, a Andrea e a Silvia. Meio traumático, sabe? Hahahaha!


Aiaiai, vc sabe que eu te amo tb, mesmo quando discordo de vc. Adoro gente com senso de humor! Sua agressividade é engraçada – e isso é um elogio (porque, pô, convenhamos, nada pior que gente zangada E sem graça).

lola aronovich disse...

Maria Valéria, seus comentários são sempre ótimos. Olha, moderação de comentários dá muito trabalho pra um blog que costuma receber tantos comentários. Isso significaria atrasar a publicação de coments (porque não tenho como ficar na frente do computador o dia inteiro) e, assim, cortar o debate. Não quero fazer isso.


Gio querido, vc é um dos meus comentaristas mais antigos, e dos mais inteligentes. Admiro muito tanto vc como pessoa política como quanto homem e marido (alheio). Suas declarações de amor pra Cris sempre me fazem suspirar!

lola aronovich disse...

Deborah querida, que saco ter mais de um troll ao mesmo tempo, hein? Ainda bem que vc leva isso no maior bom humor!

Luciana, impressionante o que vc entendeu sobre o que escrevi sobre o mensalão. Mas a interpretação é sua, entenda como quiser. Seu último parágrafo, porém, denota que vc tem alguns problemas: “Vc disse que votará na Dilma por quer que esse governo se perpetue. Ou seja vc SABE que se Dilma ganhar será uma continuação de Lula. E como que nos diz que o filme do Lulinha não foi campanha política já que o mesmo não estará concorrendo?”
Ahn, sim, Luciana, eu e várias pessoas que vamos votar na Dilma sabemos que a Dilma é candidata do Lula, do PT, e esperamos que ela dê continuidade ao tipo de governo. Mas talvez seja surpresa pra vc: eu e várias pessoas já íamos votar na Dilma muito antes do lançamento do filme. Imagino que vc não saiba, por exemplo, que boa parte das pessoas que dizem que vão votar no Serra acham que ELE é o candidato do Lula. Isso é apontado por inúmeras pesquisas. Certamente, como o filme “Lula, o Filho do Brasil” fala tanto do Serra e da Dilma e do PT em geral, as pessoas aprenderam a associar Lula e Serra através do filme.
Não é bom usar ironia com gente que já tem problemas de interpretação com textos diretos. Sorry. Adeus. Vc será lembrada.

lola aronovich disse...

Gigi, desculpa se te usei como exemplo de sugestão educada e carinhosa que não pretendo acatar. Mas é que realmente não saberia o que escrever desse vídeo horroroso. Cruz credo. Mas pode sugerir à vontade, viu?


Tchau, pessoal! Muito obrigada pelos comentários. Agora tenho que correr, que este é meu horário de almoço e tenho uma reunião a tarde toda.

Anônimo disse...

Lola, sou do time das q comentavam aqui frequentemente e optaram por sumir por não concordar com sua forma de “debater”. Não fui mal-educada nem ofendi ninguém nas discussões em q participei aqui (tanto q fiz muitas amigas no blog, entre pessoas q discordam de muito do q penso, mas também fui bastante trollada por seus “aliados”, e por isso comento anonimamente), mas não vi muita reciprocidade. Botei minhas garrinhas de fora qdo fui ofendida. Mas não vale a pena. Desgasta tentar se explicar pra se defender o tempo todo. Pq é isso q vc faz com quem discorda de vc: a pessoa começa questionando um argumento, e sua resposta é colocar a pessoa em xeque, acusando-a de preconceituosa, elitista, “de direita” e o q mais sua imaginação permitir. E aí a pessoa sente q precisa SE explicar. Isso é desgastante, eu não gosto de me explicar pra ninguém, gosto de debater idéias, fatos, raciocínios. Poucos conseguem ver essa diferença e levam pro lado pessoal.

Vc acha q tem uma postura democrática por não deletar comentários, mas nós sabemos q é muito melhor pra vc ratificar sua posição como sendo a “certa” e “infalível” se seus inimigos estiverem sempre visíveis, atrapalhados, falando bobagem e à disposição para serem escrachados. Por isso vc não deleta. Qual seria o grande prejuízo pra democracia do blog em se deletar comentários ofensivos, sem nenhuma argumentação, nenhum fato? Nenhum, ora. Subiria o nível do debate. Mas vc coloca todos q discordam de vc no mesmo balaio do Oliveira (uma caricatura grosseira q, muitas vezes, me soou como alguém querendo ridicularizar a direita, como o assaltante corintiano q bota uma camiseta do Palmeiras para assaltar alguém), por exemplo. Precisa colocar. Pq vc se recusa a debater os argumentos, então segue criticando as pessoas, como eu disse antes. Mas pra isso, precisa q elas se exponham.

Sempre me incomodei com o reducionismo q se faz quando se vem discutir nesse blog. Assim: se vc supostamente é de “direita” (a direita do mundo maravilhoso da Lola, não a direita de verdade) também é homofóbico, preconceituoso, elitista e não gosta de gatinhos. Agora, se vc é de esquerda, é feminista, solidário às causas sociais e adorador de gatinhos. Nunca houve cinza por essas bandas, só preto e branco. E isso me cansa muito, pois adoro viver em technicolor.

(e continua...)

Anônimo disse...

(continuando...)

Mais uma coisa: um grandessíssimo desserviço q vc faz nesse blog é dizer q PSDB é de direita. Vc acredita mesmo nisso? Não acha q seria mais justo dizer a verdade, q o PSDB é esquerda moderada, posição da qual o PT também faz parte? Eu fui estudar, conhecer o q é direita e esquerda. E infelizmente isso me vez ver quantas bobagens vc alimenta por aqui. Se vc realmente sabe o q é direita e esquerda, sabe q no país não temos NENHUM partido expressivo q possa se dizer representante da direita clássica, nem o DEM. Creio q não preciso explicar q isso não significa q não exista direita no Brasil: ela existe sim, mas não é representada em nenhum grande partido. Muito menos no governo. Ou me explica como o Serra, q criou uma lei como a anti-fumo, q afronta a liberdade individual no q ela tem de mais íntimo, pode ser um cara de direita, sendo q a direita é individualista e liberal por excelência? Eu só vejo duas explicações pra se dizer uma coisa assim: ignorância ou má-fé.

Enfim, me estendi demais e ninguém vai ler nada disso. Então vou pra algumas rapidinhas q fazem contrapontos a algumas coisas erradas q vc escreveu aqui e me mando:

- Sobre direita e esquerda, pra esclarecer (e não criar mais conceitos errados), recomendo começar por esse texto (e o ensaio q ele menciona): http://www1.folha.uol.com.br/folha/pensata/ult2707u37.shtml

- Sobre lei contra crueldade contra animais: são leis estaduais/municipais q instrumentalizam (ou não) a proteção aos animais. Então pode haver sim uma lei válida e proposta por um deputado petista do RS q permite o sacrifício em rituais religiosos (vamos lembrar q liberdade religiosa é garantida pela Constituição), o q é uma barbaridade, do meu ponto de vista. Mas olha como são as coisas: sabia q em São Paulo o Kassab proibiu a adoção de animais pretos nos CCZs nos dias anteriores e seguintes às sextas-feiras 13? Justamente pra evitar esse tipo de ritual. Tá vendo como até entre DEMos ainda batem alguns corações?

- O Instituto Millenium cobra sim pela participação em seus seminários, sabe por quê? Não recebe subsídios do governo e nem de partidos, para poder garantir o máximo de isenção possível. Lógico q eles defendem uma ideologia (contrária a sua), mas pelo menos não estão atrelados economicamente à máquina estatal, o q é o mais próximo de imparcialidade q se pode chegar. Também recebem doações de qm quiser doar. Elitistas? Eles disponibilizam gratuitamente todo o material gerado nos seminários para download, pra qualquer um baixar.

Patrick disse...

Os membros do Instituto Millenium não tem vinculação com o poder público? E o monte de concessões públicas de Rádio e TV que eles possuem, pelas quais não pagaram nem um centavo?

Aucilene disse...

Aijisus!

Tem gente pra tudo mesmo, né? Se incomoda tanto, pra que vem ler, gente? coisa mais dodói!

É triste, mas é hilário.

Siga, Lola, siga!

bjos

Roberta disse...

Isso aí Lola!Chuta o balde!
O blog é seu e vc escreve o que quiser nele,se não gostaram vão ler Turma da Monica!

Shoujofan disse...

Lola, nunca, nunca, nunca fui agredida aqui, salvo pelo seu mais recorrente troll (*que escreveu para mim o que costuma escrever para você*). Se não comento mais é por opção, por acreditar que um blog pessoal é pessoal mesmo e ponto final, e por falta de tempo. ;)

Mas todo dia passo por aqui.

Anônimo disse...

Patrick, voce quis dizer membros ou mantenedores? Uma coisa e bem diferente da outra. As contribuicoes recebidas, todas, sao de iniciativa privada. Estao a disposicao no site do instituto para quem quiser ver.

Mas uma pergunta: se o instituto fosse realmente sustentado com dinheiro publico ou agraciado pelo governo, por que atacaria tanto o mesmo? Ingratos ou muito ousados?

Alexandre Gonçalves disse...

É uma pena que essa anônima não se identificou. Pois ela disse somente TUDO!

Muito feio da parte de dona Lola não aceitar opiniões contrárias e tentar humilhar leitores que discordaram dela. Muito ridículo isso.

Um post inteirinho apenas para garantir sua puxação de saco e para expor quem é contrário a ela para xingamentos de seus fãs.

Não sei quem a chamou de megera autoritária aí, mas se teve alguém que a chamou mesmo disso, estava redondamente certo!

Maria Beatris disse...

Quantos posts será que Lola fará para que ninguém mais discorde dela? Realmente os posts do caso Polanski foram exemplo mór dessa palhaçada. Ela ficou batendo na tecla se explicando para quem não concordava, se fazendo de vítima para ver se ficavam com dó e não criticavam suas idéias e tentando convencer todo mundo de que ela estava certa!

Amanhã terá um post colocando mais um de seus desafetos na roda para sacos de pancadas de seu séquito de fãs... hahahahaha

Isso está virando piada!

Adriana disse...

Anônimo, Alexandre Gonçalvez, Maria Beatris = Oliveira!

Não porque são iguais ao Oliveira, mas sim porque são a mesma pessoa, com certeza! Mesmo discurso, mesmas palavras, mesmas teclas batidas. Afinal, só mesmo o Oliveira que passou ontem o dia inteirinho neste blog poderia criar tantos "personagens" para atacar a Lola por todos os lados, porque destes aí, debate não vi nenhum, só uma enxurrada de acusações levianas com as mesmas palavras e mesmo tom!

O Oliveira não está fazendo escola, não tem seguidores.Ele mesmo tá sendo o professor e os aluninhos dele. Concordo com o Masegui: o Oliveira é um idiota!

Ághata disse...

Pois é, Lola, te acho tão paciente.

Ah, sim, adorei você ter falado na hipocrisia do povo ficar 'Aiai, tão me ofendendo mimi' enquanto xingava todo mundo que discordava de alienados e fanáticos.

m. disse...

ai lola, ignora esse povo, serio. eles querem é ver o circo pegar fogo aqui no seu blog. querem te calar, pelo que vc acredita, e ficam com essa manobra de "oh, vc é fanática e seus leitores tb"....afff...que preguiça! dizem que vc nao quer que discordem de vc, mas eles é que nao guentam ler uma opiniaozinha discordante sequer que já ficam loucos se descabelando.....

Anônimo disse...

Nossa, e a corrida para o Planalto ainda nem começou... o blog periga pegar fogo quando a campanha começar pra valer. #fujamparaasmontanhas
Mônica

Serge Renine disse...

Olá Aronovich:

Nossa, seu blog está em guerra?

Você foi pra Fortaleza? Como você é folgada! Agora pode ficar de férias todas os dias.

Minha querida, não esquente a cabeça com os comentários contrários. A democracia exige paciência e tolerância. O saudoso Presidente Juscelino nos deixou essa lição. Estoicamente vamos vencer.

Quanto a política você sabe que eu votei no Lula duas vezes, confesso que na Dilma ainda não sei...

Vi que conseguiu um anunciante muito bom no sue blog. O Submarino. Eu compro vários livros deles. Parabéns!


Boa sorte na nova vida!

Oliveira disse...

Lola:

Você é uma mentirosa!
Eu te desafio a mostrar eu falando a frase do aborto, “Pena que sua mãe não fez um aborto quando estava grávida" sem ser para comentar um post de aborto seu em que você defende o assassinato de bebes. E eu só escrevi essa frase uma vez. Mentirosa!


Adriana:

Não queira dar uma de inteligente. Você não o é! Da pra perceber pela sua sintaxe primária.

Débora Lima disse...

Oi Lola!

Sou daquele tipo de leitora que lê de vez em quando seu bloguinho mas nunca comenta... ^^'

Mas vou comentar, ó que milagre.
Só pra te dizer, vc realmente tem muita paciencia! E por favor não deixe nunca de escrever o que lhe vem na telha, só por causa de um bando de trolls e pseudo trolls!

Se vc tivesse falando asneiras e de qualquer jeito, vá lá, mas seu texto é tão interessante e bem escrito! Imagino eu que vc leva tempo pensando no qua vai escrever, como vai abordar, relê o texto, coloca links [que eu sempre vou abrindo e descobrindo posts que deixei passar! Adoro!], e ainda coloca imagens ótimas. O mínimo que eu esperaria de um leitor -Se eu tivesse um blog- seria respeito. O que, como vc mesma ja falou, não quer dizer que o povo seja obrigado a assinar em baixo de Tudo que vc diz, ué, parece tão óbvio, mas pelo visto não é para todo mundo...

Enfim! Adoro a didática e a diversidade dos temas, você é fantástica =D

E pros chatos de plantão! Se vcs podem xingar e encher o saco, pq os outros não podem elogiar? Vão pro quinto dos infernos... u.ú

Mariana N. disse...

Lola, esse tipo de ogro aparece no meu blog de vez em quando, e olha q eu sou desconhecida e só escrevo besteira.
Acho que diminuiria a quantidade de gente babaca se você proibisse comentários anônimos.
Mas é só minha opinião.

Adriana disse...

Sintaxe, Oliveira? E por acaso, você sabe o que é isso?

Estou na internet, meu querido. Não preciso escrever perfeitamente para te agradar ou a quem quer que seja. Qto a você, nem com toda a sua "perfeita sintaxe" consegue ser levado a sério.

Ps2* E qto ao seu último "piti", você deveria reler todos os comentários que fez neste blog até hoje. Aí sim você saberia quem é o verdadeiro mentiroso e dissimulado aqui.

Ps3* E para finalizar (porque eu tenho vida social e não dependo do blog dos outros para respirar) só um conselhinho: Cuidado! Esta sua paixão pela Lola vai te matar! kkkkkk

**

Bom final de semana, Lola!!

Masegui disse...

Lolinha,

Estou muito ocupado estes dias, mas arrumei um tempinho pra dizer que o post de hoje foi muito bom, aliás, como sempre.

Alguém já disse hoje, mas vou repetir: você tem muita paciência!

Agora uma frase original: O Oliveira é um idiota!

Andréia Freire disse...

Pouco comento no blog. Mas posso dar uma sugestão? Que tal bloquear os comentários do Oliveira? Pra que um troll serve além de deixar o blog sujo? A ausência das baboseiras do Oliveira ia deixar a caixa de comentários mais limpa e mais agrádavel, pois boa parte dos comentaristas são pessoas educadas.

Koppe disse...

Também discordo de algumas opiniões tuas, por exemplo no caso Polanski que alguns mencionaram, acho que ali a Lola-cinéfila falou mais alto do que a Lola-feminista. Mas nem por isso vou xingar e ofender... até porque devo concordar com uns 90% do que tu escreve.

Concordo com a Shoujofan: "Continue escrevendo, pois seu blog faz diferença na net brasileira."

(E sim, eu era o que assinava como Gaúcho)

=draupadi= disse...

ai, lolita. acho q vc deveria começar a acreditar na existência do Céu. Juro, vc vai pra lá!!!
kisses!

lola aronovich disse...

Andréia, pois é, eu bem que gostaria de bloquear os comentários do Oliveira. Eu sei o IP number dele, se é assim que se fala, e sei que ele é do Rio. Mas acho que o blogspot, ao contrário do Wordpress, não permite bloquear IP numbers. Algo assim. Estou longe de ser uma expert em internet, não sei nem os termos corretos.
Moderar comentários dá muito trabalho, e atrasaria demais o debate. E deletar comentários também é um saco. E não muda muita coisa: como não tenho tempo pra ficar o dia inteiro no blog, eu só poderia deletar um comentário horas depois da sua publicação. Infelizmente, acho que o melhor que podemos fazer é ignorar o idiota. O velho "don't feed the trolls" (não alimente os trolls).

Ah, não sei se vcs notaram, mas estou fazendo uma experiência. Mudei a configuração do setting pra não permitir comentários anônimos. Isso não muda grande coisa, porque é só a pessoa selecionar um "open id" e dar-se um apelido na hora. Mas dá um pouquinho mais de trabalho. Enfim, não sei, só sei que estou cansada de anônimos. Porque pô, eu coloco meu nome completo, minha foto, meu email, só falta meu endereço (que não é muito difícil de descobrir), e assumo tudo que digo. E um comentador anônimo é o exato oposto. Não assume nada, não tem coragem de se expor (e eu fico pensando: medo de quê?). Nos comentários do post de ontem perguntei pra vcs o que achavam de eu tirar essa opção de comentarista anônimo, mas vcs não se manifestaram. Hoje a Mariana se manifestou a favor. Vou testar essa opção um pouquinho e ver o que acontece (provavelmente nada). Até porque, como lembrou a Dai, este ano vai ter muito troll pago por aí. E essa gente é profissional, sabe muito mais de assinatura de comentarista do que eu...

Luz! disse...

kkkkkkkkkkkkk

PSDB é esquerda moderada?

Anônima, diz onde você foi estudar política, ok? é que eu quero passar BEM longe...

Maria Valéria disse...

Lola, obrigada pela resposta. Leio muitas vezes seu blog, e confesso que por vezes não leio tudo o que vc escreve sobre politica,, pq como paulista governada pelo PSDB, rs, as vezes quero passar longe de posts sobre politica, ficar um pouco longe disso e respirar um pouco(rs)...
Mas lendo o que vc esvreve, temos muita coisa em comum. Alguns posts sobre feminismo, sobre mulheres, eu adorei, e sobre cinema tbem gosto.
Se vc quiser, vai no meu blog um dia e procure o marcador " assuntos polêmicos"... essa parte do meu blog, acho que vc ia gostar, pq pensamos bastante parecido em algumas coisas. O restante do meu blog é mais bobagem,rs, falando da minha vida, de outras coisas, mas os assuntos polemicos acho que vc ia godtar de alguns posts ;)
beijos!!
ps: vc tem razão qto a definição de " troll"... basta ler a lista de comentaristas mais assiduos que vc expôs aí e eu encontrei um troll do seu blog... rsrsrsrsrs
tbem não entendo, se detesta tanto o blog ,o que vem fazer aqui? eu só perco meu tempo com aquilo que me interessa, ou se não gostei nem perco meu tempo comentando...kkkkkkk

Mary Goes disse...

Oi Lola!!
Não liga para esses bobos não!! Eu e muitas pessoas gostamos muito do que vc escreve.
Parabéns pe lo seu blog!
Mara

olhodopombo disse...

Lola,
ter pensamentos proprios da trabalho....
e causa mal estar em quem não os tem

Roberto Ilia disse...

Cara Lola,

Sou co-editor do blog Terra Goyazes, (http://terragoyazes.zip.net) do Alberto Bilac. O Blog está publicando uma série que inventaria o governo ruinoso do tucanato (94-2002). São sete capítulos desnudando o período desastroso de FHC no poder. Apareça lá. Ah, pode mandar seus trols todos pra lá, que serão tratados como merecem: na pancada!

Abs

Roberto

Luciana disse...

Para quem quiser saber mais, já que pelo visto somente uns 2 ou 3 sabem de políticas ambientais aqui.
O resto não quer nem saber, se finge de cego ou é mesmo cego fanático.

Para saberem mais então, leiam O ECO. Sugestão de artigo:

http://www.oeco.com.br/reportagens/37-reportagens/21597-as-pererecas-e-os-bagres-de-lula

DÊMUSICA disse...

Lola,
Desculpa mas eu nao conseguir ler seu último post... acho qeu vc estava brava demais. Claro se vc tem razão. Se as críticas conseguirem elevar o nível do debate vamos agregar mas se nao ajuda em nada, deixa o povo estribuchar. Então estribucha baby, estribucha (plageando a Zizi.) MÚSICA

Adrien disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adrien disse...

A Anônima falou muito bem mesmo. Fora que foi José Serra que sancionou o projeto de lei que acabou com a matança indiscriminada de animais sadios em canis e CCZs. Os gatos que a Lola tanto gosta foram protegidos por ele. E isso em todo o estado de SP e já foi copiado por outros estados tambem.
Já Lula culpa os animais pelos atrasos nas obras. Já Dilma manteve o modelo energético conservador herdado da ditadura militar e demonstrou absoluta falta de criatividade e modernidade em suas ações, pactuando com os lobbies históricos do atraso e predação que sempre definiram os rumos exploratórios de nosso desenvolvimento. Ignorou as possibilidades de implementação de tecnologias limpas no país como a energia eólica no nordeste que quase não geraria impacto ambiental, preferindo defender as empreiteiras e seus projetos megalomaníacos de hidrelétricas na amazônia que além de caros não geram benefício social, apenas impactos socioambientais.
Como eu disse, o PT jamais se preocupou com meio-ambiente. Nunca esteve em sua pauta isso. E Dilma demonstrou isso com força quando em Copenhague nos envergonhou dizendo que o meio-ambiente era uma ameaça para o futuro de todos nós.
Helloooo???
Lula então, só sabe fazer e falar besteiras quando o assunto são os animais ou o meio ambiente. Já disse até a pérola de que na época dele havia muito mais sacanagem e que ele subjugava e estuprava animais em seus 10, 12 anos.
Quando ele tem oportunidade de falar algo decente para os animais que são a parcela que mais sofre preconceito, humilhação e subjugação de qualquer ser, mais do que os negros, as mulheres, os gays, os deficientes, enfim.
E quando ele tem a oportunidade de fazer algo pela nossa natureza e garantir assim tambem a nossa sobrevivencia futura ele diz o que?
Que as pererecas não podem atrasar o futuro do país e ainda cita frases machistas e ironicas sobre a extinção das pererecas.
Lula sempre foi preconceituoso em todos os seus discursos.
Bem lembrando a pessoa aqui que recordou sua frase célebre: "Pelotas é terra de viado".

Imagine essa frase sendo proferida por algum político de direita. Nossa, a cruxificação iria cair solta.

Mas como é o Lulinha paz e amor, o povo dá risada, arrota hipocrisia e fica feliz no seu pão e circo.

Werner Wild disse...

Esse tipo de pessoa violenta que nem o Oliveira agride os outros com o pretexto de que o faz para não ser agredido. E quando a inevitável agressão acontece, por conta de seu comportamento, ele simplesmente acredita que deve triplicar a violência, porque agora ele está sendo agredido e não deve responder à altura, deve infligir um sofrimento para que seu agressor jamais esqueça. Quadro clínico de psicopata mesmo! E esquizofrênico também.

Parabéns pelo blog, Lola! Felizmente, com o crescimento os desafios são maiores, e acho que você está levando a situação com muita maturidade e paciência. Me tornei fã confesso do seu blog! Minha namorada já está até cheretando "quem é essa tal de Lola"! Ainda mais depois que descobriu que você está aqui em Fortaleza! Infelizmente, sentimentos absurdos de posse não são exclusividade masculina. Novamente, parabéns pelo blog e bem-vinda!

Ághata disse...

"PSDB é esquerda moderada?

Anônima, diz onde você foi estudar política, ok? é que eu quero passar BEM longe..."

Assino embaixo!

{Ps: Essa conclusão só não perdeu pra uma que eu já ouvi de que o governo de Hitler foi socialista.}

Liana disse...

Lola,
apesar de eu discordar de quase tudo q vc escreve sobre política e tb de discordar do modo como vc e outros por aqui tratam as pessoas q aparecem discordando...

vc não tem q perder tempo escrevendo post de esclarecimento como esse né. O blog é seu, vc defende o seu ponto de vista, escreve sobre o q bem entender e responde como bem entender. Quem não gostar q não leia, não comente.

Well Bernard disse...

Não gosto de ler o que o Oliveira escreve porque sofro de vergonha alheia.

Somnia Carvalho disse...

Lolinha voce e mesmo cordial! eu diria "puta merda" ate meu espaco precisa ser cordial?

rs...

voce fala de uma coisa super interessante... tem gente que acha que o blog da gente e para ser escrito mesmo aquilo que eles acham importante. Se isso acontece comigo imagina com voce!

todo santo dia tem uma amiga ou alguem me dizendo: nossa pensei num assunto pro seu blog. Eu acho super bacana por um lado porque essas pessoas estao pensando para alem de algo que a gente escreveu antes e ai elas querem fazer mais links...

por outro lado, ja senti algumas vezes meio obrigacao de falar de algo porque alguem que gosto tenha sugerido... acho que passou, mas para ser assim como voce, juro! conseguir ouvir tanta gente opinar, sem se abalar, continuar ai escrevendo e escrevendo tem que ser muito aberta mesmo para tudo.

Admiro voce Lolissima! admiro demais! e e uma pena que vc precise perder seu precioso tempo para fazer um post explicando aquilo que deveria ser obvio, mas nao e.

beijoca

Chico Xavier disse...

UAHUHUSHASUHUASHUASHUASHUASHUASHUIAhieyghyiasuiahSUIAHASHAIOSHJIOASJa
ASJIPJASDIOHJASUIOHASUIHUIASHUIASHUIASHUIASHIASUHUIASHUISHUISHUISHuiash[
PKSOPKSOKSOPKSOPKSPOKSOPKOPSKOPKOPSKOPSKPOKSOPKSKSOPKSOPKOPSKPOSKPOKASOPKSAOPAKSOPSKAASUSGUASHUHASUASHUAH

EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOoooooooooooooEUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooovv
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
EUTODANUATAKIEPILÉTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo
SHUASHUASHUSAHUASHUASHASHSUA
ASIHAUSHASUHAUSHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHSa
oSKOASKasopkasokasokasokasokSAOKASO
auhsuAHSUASHUHSUSHAushuashuHSUHASUHaushUASHuaSH
AUSHuashUASHuahsuS
ASIHAUSHASUHAUSHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHSa
oSKOASKasopkasokasokasokasokSAOKASO
auhsuAHSUASHUHSUSHAushuashuHSUHASUHaushUASHuaSH
AUSHuashUASHuahsuS
ASIHAUSHASUHAUSHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHSa
oSKOASKasopkasokasokasokasokSAOKASO
auhsuAHSUASHUHSUSHAushuashuHSUHASUHaushUASHuaSH
AUSHuashUASHuahsuS
ASIHAUSHASUHAUSHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHSa
oSKOASKasopkasokasokasokasokSAOKASO
auhsuAHSUASHUHSUSHAushuashuHSUHASUHaushUASHuaSH
AUSHuashUASHuahsuSASIHAUSHASUHAUSHUSAHUASHUASHUASHUASHUASHSa
oSKOASKasopkasokasokasokasokSAOKASO
auhsuAHSUASHUHSUSHAushuashuHSUHASUHaushUASHuaSH
AUSHuashUASHuahsuS