domingo, 12 de julho de 2009

MEUS CONFLITOS COM O CHOCOLATE

Admito que meu relacionamento com o chocolate tem mudado através dos tempos. Eu sempre fui viciada, chocólatra mesmo, mas minha relação com meu único vício ficou muito tumultuada em 2006. Ou seria 2005? Não sei, só sei que vários fatos desagradáveis aconteceram ao mesmo tempo. Primeiro que o meu fígado pediu água. Após um final de semana mais excessivo, ele disse que assim não iria continuar a me aguentar. É péssimo quando isso ocorre. Eu nunca fui hospitalizada nem nada do gênero, mas passo mal. Fico com ânsia, dor de cabeça, dor de estômago, tudo junto. Às vezes até minha visão fica turva. Essa é a minha overdose e a minha ressaca. E eu amo chocolate, mas odeio passar mal. Bem próximo dessa overdose que durou mais do que devia (quase uma semana! Geralmente passa em dois dias), eu quebrei um dente comendo chocolate. Décadas e mais décadas comendo chocolate e de repente eu faço croc e o meu dente faz crec, ou vice-versa. E, pra registrar de vez o meu inferno astral chocolatal, eu... eu... ai, é horrível demais pra contar. Não é seu horário de almoço, é? Bom, digamos que fui abrir uma barra de chocolate e vi um pozinho. Decidi investigar antes de dar a primeira mordida, e o que encontro? Uma minhoquinha. Um verme amarelo, dentro da barra! Aquilo foi tão nojento, ó deuses maias! Ah sim, definitivamente foi em 2005. Agora lembro porque sei que contei pra uma turma de inglês e alguns aluninhos adolescentes super fofinhos ficaram brincando comigo o semestre todo. Sabe, contando piadas do tipo “O que é pior que encontrar uma minhoca no seu chocolate? Encontrar meia minhoca no seu chocolate! Hahahahaha!”. Eu jogava livros em cima deles, mas eles não paravam. Verminho no chocolate dos outros é refresco.
O pior é que essa situação do chocolate vivo aconteceu duas vezes no mesmo semestre. Foi um sinal. A primeira foi um chocolate com amendoim da Garoto que comprei num supermercado perto de casa. Não recomendo comprar chocolate em mercados pequenos, bares ou padarias. As barras têm pouca saída, ficam na prateleira durante meses, e o chocolate pode tomar vida. Também devo reconhecer que geralmente a culpa disso é do amendoim, não do chocolate. As três vezes na minha vida que essa coisa terrível aconteceu foram todas com chocolate com pedaços de amendoim. Uma foi quando eu era bem nova, e trabalhava como secretária do meu pai. O nível de chocolate no meu sangue ficou baixo e eu mandei meu amado pai largar qualquer coisa sem importância que estava fazendo e sair pra comprar uma barra de chocolate. O escri dele era na Av. Pamplona, quase esquina com a Paulista, e o mais próximo era um boteco. Ele voltou esbaforido com uma barra, na época em que as barras ainda tinham 200 gramas. Eu fui abri-la e havia um bichinho! Meu amado pai quase chorou comigo. Nesta ocasião de 2005 foi parecido: chocolate com pouca circulação, amendoim... Reclamei no supermercado, exigindo meu dinheiro de volta, e eles, desconfiados, pediram pra ver o chocolate. Até parece que vou guardar chocolate bichado! Eles que façam criação de verminhos em chocolate!
Num período próximo de 2005 eu comprei chocolate, também com amendoim, mas num supermercado grande, o Big. A marca era Big, mas é só olhar no rótulo e você vê que é da Neugebauer. E os mesmos sintomas: pozinho e minhoquinha (felizmente, antes do chocolate chegar perto da minha boca). Escrevi uma carta a Neugebauer (acho até que enviei fotos), e eles pediram desculpas, falaram do rígido controle de qualidade, e juraram que o problema estava no armazanamento do chocolate, não na produção. Ou seja, a culpa era do Big, e os tabletes foram recolhidos. De toda forma, a fábrica me enviou uma caixa com umas cinco barras de chocolate, que foram devidamente devoradas, após cuidadosa análise. Nós viciados não conhecemos o fundo do poço. Eu lembro da cena de Farrapo Humano, quando o Ray Milland, desesperado, tenta vender seu instrumento de trabalho, sua máquina de escrever, pra poder comprar álcool. Não é à toa que o maridão me chama de “meu farrapinho”.
Mas quero fazer aqui a defesa do chocolate como instituição. Num cálculo conservador, cheguei à conclusão que, durante a minha vida, devo ter comido umas 3,300 barras. Vamos considerar que comecei a comer chocolate aos 8 anos (acho que foi antes de eu começar a engatinhar, mas pra efeitos estatísticos, vamos dizer 8), numa média de cem barras por ano. Houve épocas em que comia chocolate todos os dias (tempos felizes) e épocas em que só comia chocolate nos finais de semana (fins de semana felizes). Mas vamos chutar cem barras por ano, durante 33 anos (meu 42o ano de vida está apenas começando), e dá umas 3,300. Pouco, se você for pensar bem. Dessas 3,300, só três tinham bicho dentro. Qual a porcentagem? 0,1%. É isso, né? Ou chocolate em excesso prejudica as funções matemáticas?
Agora pense num pimentão. Pelas minhas contas, de cada vinte pimentões que corto, um tem verminhos dentro. Todo mundo com quem eu falo diz que não é assim, que eu tô de marcação com o pimentão, e que eles nunca encontraram bichinho dentro de pimentão. Não é minha culpa que eles não sejam observadores. Que los hay, los hay. Então a incidência, cientificamente falando, de bichinhos no pimentão é de 5%. Contra 0,1% dos bichinhos no chocolate. Conclusão lógica? Chocolate é um alimento muito mais saudável que pimentão! (e não vou nem falar de outros vegetais, verduras e frutas que quase sempre vêm com o bônus-surpresa do bichinho. Nessas horas eu penso em vestir uma camiseta do tipo “I love agrotóxicos”).
Depois desses tristes incidentes com o chocolate, eu jurei abstinência. E fiquei uns seis meses sem colocar uma só gota de chocolate na boca. Eu me imaginava indo a reuniões de Chocolátras Anônimos e dizendo: “Olá, meu nome é Lola, e faz cinco meses, três semanas, dois dias e sete horas que não como chocolate”. E todo mundo respondendo, solidário: “Olá, Lola”. Quando voltei a comer chocolate (porque vi que, sem chocolate, minha vida era nublada e sujeita a chuvas e trovoadas), foi bem pouquinho, uma barra por semana. Até ir pros States e toda minha alimentação balanceada ir pras cucuias (lá tinha saco de M&Ms de um 1 quilo por 8 dólares!). O maridão jura que várias fábricas de chocolate do Sul faliram durante a minha ausência.

36 comentários:

Dånut disse...

Definitivamente não combino com a Lola em comidas :P
Adoro chocolate branco, acho o preto só razoável, adoro pimentão...


Do mais, gostei do texto ^^

asnalfa disse...

Mas Lola.... encontrar minhoquinhas em verduras é legal. Isso significa que o alimento nao contem agrotoxicos! Sobre minhocas no hcocolate é nojento mesmo. Pq seu dente quebrou? Acho que é carie. Vc devia escovar seus dentes umas 6 ou 7 vezes por dia. Eu faço isso. Sua massa adiposa advem do chocolate mesmo? Ou é hormonal?
Uma vez comprei aquelas pizzas prontas da Sadia e quando abrir a embalagem... my god... Tinha mofo e teia de aranha dentro... Fui no supermercado e troquei por sucos... Bjos.

Kaká disse...

Nunca encontrei bichinhos no chocolate, mas já abri barras que o chocolate estava em pó nas pontas, já passado, felizmente foi na frente do caixa e troquei na mesma hora.
Todo ano um amigo suíço da minha mãe vem passar férias aqui em Fortaleza e ele sempre deixa aqui em casa de 3 a 4kg de chocolate, em barras, em caixas, e umas bolinhas recheadas. Ontem foi o dia dele vir aqui. :) Eu sou purista no que se refere a chocolate, gosto dos amargos, dos com leite e no máximo o crunch (com flocos de arroz), mas esse suíço traz um com laranja que é maravilhoso, é o meu preferido.
Geralmente eu com uma barra por semana, aos poucos, mas esses quilos presenteados vão embora rapidinho. :)

lena disse...

Olá Lola, adorei seu post e francamente levei um baita susto só de ler que você encontrou um bichinho no seu chocolate, o pior de tudo é que eu comi esse chocolate max de amendoim da Garoto ontem e nem olhei pra ver se tinha bicho (até porque eu imagino que nunca tenha), mas vou passar a olhar bem pra eles *medo*

Eu não me considero chocólatra, apesar de ter comido uma barra de chocolate ontem e uma hoje (será assim que começa o vício?). Mas torço pra você vencer o chocolate!!

Quanto as verduras, já cansei de encontrar minhoca no pimentão, couve, alface, brócolis, elas estão por toda parte rs. Achei uma boa idéia de vestir a camisa "I love agrotóxicos" rsrs

Tina Lopes disse...

Uma vez achei um bombom mordido numa caixa da nestlé. Reclamei, disseram que ele tinha sido cortado pela metade numa escorregada da máquina, mas EU VI as marquinhas de dentes no bombom. E só me mandaram uma caixa pra reparar a nojeira. Bem, eu tambèm queria uma camiseta I Love Agrotóxicos porque tenho pânico de cisticercose e que eu saiba alimentos orgânicos sáo adubados com, bem, adubo e realmente prefiro nunca ver um bichinho. Uma amiga da minha irmá teve cisticercose depois de passar uns dias num sítio, só comendo orgânicos. Imagina, vermes no cérebro da coitada por causa de alface. Ui, desculpa, tá na hora do teu almoço?

Amanda disse...

Ai Lola, vc me fez relembrar coisas que meu cérebro tinha guardado naquele lugar especial das lembranças que fizemos de tudo para esquecer! Tinha completamete esquecido que tbm ja encontrei minhocas em barras de chocolates! Mas fingi que não vi rapidinho, me convenci de que não era importante e no mesmo dia ja estava comendo outra.

Bárbara - Αφροδίτη disse...

dels!!!

Tudo o que eu preciso na minha vida é de um saco de M&M's de 1kg. :O

uhahuauhahuhuaa....

AMO M&M's!

Eu já fui MUITO chocolatra, mas acho que já te contei, que atacou meu figado, e vomitei até a minha alma... =/ e á fazem 7 meses, que como muito pouco chocolate. Tudo bem que eu fiz uma panela de brigadeiro, e comi quase tudo, esses dias... hahahah... mas não consigo comer muito...


PS: Detesto pimentão, esse não posso sentir nem o cheiro, que já passo mal...

:***

Camila Castro disse...

Tenho horror a amendoim e náo consigo entender porque no mundo alguém teve a maldita idéia de misturar os dois. A única exceção ao amendoim é a paçoca... Sou paçocohólica. Vai entender...

Mas porque jamais como chocolate que contém amendoim, nunca encontrei minhocas num... Talvez essa tivesse sido minha salvação. Aqui na Noruega eles tem um com amêndoas que é de chorar. Como ao menos um por semana...

Quanto ao pimentão, pra mim é mesmo muito menos saudável que chocolate (e se alguém falar alguma coisa, vc tem até estatísticas pra provar!), pois sofro de uma intolerância a eles - não os digiro, e ficam ali conversando comigo por uns três dias. Por isso não como!

Adorei seu post... E o chocoolismo não é mau. Chocolate traz felicidade!

Má disse...

Aiii também não gosto quando encontro chocolate velho, fica meio esbranquiçado é ruim! Comprar em lugargrande é o melhor mesmo!
Eu não sou viciadona, mas gosto MUITO de ouro-branco! De 10 x que como chocolate 7 são ouro-branco . Como parei de fumar, acho q hoje em dia tô sem vício....:)

Bjo

Má disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Masegui disse...

1) Adoro chocolate, embora só coma de vez em quando... sempre exagero!

2) Chocolate não faz mal pro fígado que é (bem) tratado... com cachaça!

3) Minhoca é um absurdo, não tem pé nem cabeça!

4) Minhoca faz bem pra saúde... perguntem às galinhas e aves afins...

5) vou dormir, acho que estou precisando...

Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vitor Ferreira disse...

Lola, eu também amo chocolate. Adoro aqueles chocolates artesanais daído sul. Com qualquer coisa, menos passas. Acho que nunca cheguei a ter problemas no fígado por isso, mas minha glicose sobe que é uma beleza...
E também nunca encontrei bichos no chocolate. Também nunca ouvi ninguém me falar de algo parecido.

Juno disse...

Viciada em chocolate? Bem vinda ao clube.

Entrei aqui só por causa do nome, que faz referência a um filme de que gosto muito e acabei descobrindo mais um blog legal.

Voltarei.

Abraços

Ághata disse...

Aaah, eu amo chocolate...
Mas nunca tive uma ressaca deste tipo, quando como chocolate demais, eu fico com sono! XD

Denise Volpato disse...

Oi, Lola!
Posso passar um ano sem chocolate...nao sinto falta mesmo! Só que nao consigo uma semana sem aquela cervejinha!!! heheh pior, confesso que tenho um vício odioso para a maioria das pessoas: pagode!! hahaha prontofaley, adoro muito, mas escuto baixinho, viu? sem incomodar meus vizinhos...beijos

Somnia Carvalho disse...

Lola,
é por esses textos e outros que eu adoro ler o bloquinho...

boa noite e durma bem com seus chocolatinhos cheios de minhoquinhos...

Carla Mazaro disse...

Ai, Lola...
Eu não sou viciada enm chocolate.. na verdade de uns tempos para cá cmecei achar esses chocolates embarra doces demais... comecei a preferir os dark chocolates...
Lola, se vc encontra tantos bichinhos assim nas verduras legumes e afins você deveria escolhe-los melhor... ou será q em São Paulo só tem os com agrotoxicos por isso eu nunca achei nenhum bichinho?...

Alex Castro disse...

lola! não sei se viu, mas estou lançando meu primeiro romance.... é narrado em primeira pessoa por uma mulher... e eu adoraria que vc desse uma olhada, me falasse sua opinião, e me ajudasse a divulgar, claro! ;) posso te mandar o arquivo por email? beijos, alex

Deborah disse...

Lola querida, acredita que meu
último post foi (entre outras coisas) sobre chocolate?

http://aqueladeborah.wordpress.com/2009/07/10/eternas-maes/

E por sorte nunca ocorreu algo nojento assim comigo :P

Paola disse...

Lola,
Sua vesícula está em ordem?
Minha mãe tinha sintomas do gênero, era vesícula!


Bj

Paola

astrocat disse...

eu costumava comprar verduras e legumes num supermercado perto da minha casa. um dia, encontrei três larvas andando pela minha geladeira, morri de nojo, joguei tudo fora e lavei a geladeira toda, hahaha! agora eu compro de uma distribuidora de produtos orgânicos e NUNCA encontrei bichinhos. eu acho que é porque eles separam os pedidos individualmente, e devem dar uma geral antes de entregar. o melhor de tudo é receber em casa, mesmo!

Cris Prates disse...

Que nojo! Nunca encontrei vida se desenvolvendo em produtos industrializados. Já no pimentão e na berinjela encontrei muitos...Fiquei com medo do que Tina Lopes disse! SE eu enconrasse um bombom mordido dentro da caiza pensaria que era coisa de fantasma...

Debora disse...

Ainda bem que desse vício (chocolate) estou livre, mas não vivo sem leite e já abri caixa dentro do prazo de validade totalmente estragada, liguei para o SAC da empresa e no dia seguinte vieram trocar as caixas de leite.

Chris, mãe da Cecília disse...

Chocólatra de plantão se apresentando rssss
Eu sou apaixonada por chocolates, mas, cheguei num ponto em que ou reduzo, ou fico sem roupa de inverno. A grana está curta, então vamos reduzir o consumo rsss
Éca, minhoca no chocolate, ninguém merece! Yuck!!!
Eu prefiro os chocolates puros, sem 'agregados', mas na hora do desespero, vai o que tiver de bobeira rs

Beijos

Giovanni Gouveia disse...

0.0909%, esse é o percentual dos chocolates com tapuru, tendo como parâmetro o universo Lola.

No meu caso é 0,0000000000000000%, nunca encontrei nada parecido no chocolate, já nas goiabas...

Em tempo, não precisa de agrotóxicos, basta colocar os vegetais de molho em água e vinagre que você não terá mais minhocas na cabeça.

Sabrina disse...

Oi Lola!
Existe essa coisa meio cool de ser em ser chocólatra, né?? Conheço várias pessoas que falam com orgulho notável que são chocólatras. Mas ninguém diz "Sou alcóolatra!", "Sou fumante" com tanta alegria. Vícios são vícios, devem ser tratados como tal.

Giovanni Gouveia disse...

Eu digo, Sabrina, sou fumante.
Aliás, ainda que eu tenha que fumar de joelhos nos grãos de milho, numa sala escura, eu vou fumar. Quanto mais apertam o cerco, mais prazer me dá de fumar... ;)

Mel disse...

Nossa...

Minhoca gosta mais de chocolate com amendoin do que você!! pode ser...
Nunca encontrei nenhuma... e vou começar a rezar para assim continuar. Apesar de que eu normalmente não como chocolate com amendoin, só... (pausa)

a gente esbarra nos botões e ó: http://www.ecolechocolat.com/ escola para chocolate... (suspeito que vc já deve conhecer, mas foi engraçado eu pesquisar o nome do chocolatinho e achar uma escola para chocolate!! rs)

(retorno) pois bem, como às vezes um chocolate com embalagem azul, o charge, pq ele é gostoso!

Quando eu tinha 15 anos eu comia chocolate, a gente come um dia, no dia seguinte repete (era uma época de estudo intenso, única época em que mechas de cabelo cairam! e só não cairam mais pq eu comia chocolate !! rs ) Aí eu não gostava tanto do resultado, pois engordei!

Então, eu amooo chocolate hoje, mas... a maioria do tempo vivo sem, mas sem café.... nanani-nananão!!! mesmo com o estômago ferrado...

chocolate quente, bolo de chocolate, tudo valee... comi um bolo delicioso de cacau semana passada, numa livraria aqui do lado, tudo de bom!!!! Um perigo!

Só o que amo mais do que bolo de chocolate é bolo de cenouraaaaaa! Enfim... rsrs deixa parar por aqui, senão vou ficar com fome... rs (apesar de ter acabado de comer lasanha...)

Amei o post!
Quem não tem conflito com o chocolate não sabe o que é ser feliz!!

Éris disse...

Eu gosto de chocolate, mas entre um chocolate e um quindim, pudim, e até gelatina de morango, sou mais os últimos.
Só gosto de chocolate com alguma coisa, tipo fondue de frutas ou queijo, aí sim o chocolate se torna maravilhoso.
Até hoje tem ovos da páscoa fechadinhos, quer? rsrsrs

Luiza disse...

meeeeeeeu já tem 30 posts aqui?
Lola...me solidarizo contigo.
comi um chocolate com minhoquinhas na semana passada.
foi trágico.
saudade de estar aqui.

Osinete disse...

Lola,tomara que eu encontre uma minhoquinha no próximo chocolate.
Quem sabe assim eu deixo de ser uma chocolatra. rsrsrs

=draupadi= disse...

aaaaaaaaahhhhhhh TE ODEIO!!!!
hj começava minha dieta No-chocolate. mas como resistir depois de ler tanto sobre o assunto???

Aline disse...

Ola! Eu não conheço você, mas achei interessante seus problemas com minhocas e chocolate com a mendoim! Acho que esse problema é exclusivo do amendoim com chocolate e não seu. hehehehe... acabei de encontrar uma no meu sonho de valsa. NUNCA MAIS COMO AQUILO. Ainda bem que eu analiso antes de morder. Que bom que voce não morreu, isso me diz que não irei morrer tb huashusahuushuha

bjão

Angelina disse...

Ah! Já encontrei uma minhoquinha no choquito! Mas nem por isso deixei de ser chocólatra....

taina fernanda disse...

eu também passo mal mais como so como brigadeiro e no domingo por que faço academia e dieta mais passo mal pra caramba agora nem sei a hora que vou consiguir comer comida todos domingos é assim sempre que como chocolate eu passo mal so que cada vez ta piorando não sei se é por que fiquei 3 anos sem e voltei comer agora mais no dia que como não almoço ou janto por que não aguento