segunda-feira, 19 de agosto de 2019

O VASTO VOCABULÁRIO DE UM INCEL

Quem popularizou os incels (celibatários involuntários) foi Elliot Rodger, que se suicidou depois de matar seis pessoas na Califórnia, em maio de 2014.
Mas ainda tem gente que não sabe quem são esses rapazes extremamente perturbados -- tão perturbados que acham que uma das razões de não conseguirem mulheres é por terem a estrutura óssea facial errada. Não é pela personalidade misógina e reclusa. São os ossos da face, entende?
Incels são um subgrupo de mascus, assim como MGTOWs (homens que querem se segregar das mulheres) e PUAs (pick-up artist, ou artista da sedução). E eles têm um extenso vocabulário próprio, que algumas pessoas já tentaram compilar. 
A Zzacchi fez esta ótima tradução de um artigo da Vice

low inhib = cara de pau, sem vergonha, audaz, (ao pé da letra é "baixa inibição")
Beta-bux = (homem) beta rico, "bux" é tipo "grana", beta com grana
All or Nothing = pega ou não pega (ou vc é um incel ou vc é um fodelão)
Ascending = ascendendo (literalmente), pode traduzir como "o cara que tá evoluindo de incel pra um cara normal" (alguém que começou a pegar mulher)
Aspie = Síndrome de Aspenger. Alguns Incels acreditam que não pegam ninguém porque pode ser que tenham Aspenger.
Blackpill = tipo a noção de "redpill", a blackpill é quando o cara (incell) percebe que nada que ele faça jamais o fará conseguir sexo com alguém.
Bonesmashing = a prática (doente) de bater até quebrar ossos para que eles se recuperem e cresçam até mudar sua estrutura óssea. Alguns incels fazem isso para aumentar as mandíbulas pois não têm grana para cirurgia plástica.
Boyo = garoto, rapaz
Chad = o típico cara de 1,85m, branco, bonitão, que "rouba" as minas que os incels desejam. Pode traduzir como "gostosão"
Brad = um cara entre o "gostosão" e o cara normal, mediano. É um cara que pega uma ou duas minas mas não é nem de longe um garanhão. Eu traduziria como "ajeitado".
Currycel / Ricecel = incels asiáticos que acham que não pegam ninguém por serem asiáticos. Tentam parecer o mais branco possível. Seria tipo "Arroz virjão" e "Curry Virjão". (É óbvio que incels, além de misóginos e LGBTfóbicos, também são racistas).
Escort Theory = a teoria da prostituta. Alguns acham que deveria haver uma "distribuição de sexo", e que um jeito seria arrumar prostitutas ("escort" seria mais como "cortesã").
Femoid = termo pejorativo para mulher, prefiro não colocar um equivalente em português.
Going ER = ER é a inicial do assassino que atropelou várias vítimas, "dar uma de ER" é equivalente a sair matando numa fúria descontrolada.
Gymcel = Incel marombeiro. Quer deixar de ser incel indo à academia.
How over is it? = "quão perdida é minha causa?" -- uma pergunta frequente que incels fazem uns aos outros para se avaliarem fisicamente.
Incel Tears = Lágrimas incel, ou chororô incel.
LDAR = Deita e chora. Desista. Ou inclusive se mate.
Lookism = "feiofobia" ou "aparencismo". A noção de que as pessoas só pegam quem é atraente.
Looksmax = a tentativa de tentar ser o mais bonito possível, comprando roupas bacanas, fazendo cirurgia e indo à academia, "maximizar o visual"
Manlet = (homem) nanico, incel baixinho.
Mewing = prática postulada por Mike Mew que consiste em pressionar a língua no céu da boca pra mudar a aparência (sério galera, esse povo come cocô, não é possível.)
MGTOW: "Men going their own way" -- "homem tomando o próprio rumo" -- quando o incel nem sequer está à procura de interesse sexual e amoroso.
Mogged = "emasculado", "castrado" -- quando um homem é emasculado por outro maior e mais forte.
NEET = sem estudo, emprego ou conhecimento técnico. Um "zero à esquerda".
Proper swallow = outra técnica que praticam para evitar maçãs do rosto encovadas, consistindo em engolir a comida sem sugar os dentes e o ar dentro da boca enquanto mastigam.
PSL = o cara que é PUA, Lookmax e misógino. Sério. E os incels que inventaram isso nem sabiam que este é o Partido do Suco de Laranja, o partido do Bolso. 
Roidcel = incel maromba que injeta bomba e usa esteroides.
Roastie = pejorativo pra mulher, "arrombada". Incel acredita que uma mulher fica deformada se faz sexo.
St. BlackOps2Cel = um maluco qualquer aí que foi santificado pelos incels. Foda-se.
Stacy = a mina bonitona, que tem qualquer cara a seus pés (e que normalmente pega os "Chads"). Traduziria como "gostosona" mesmo.
Wizard = Virjão de mais de 30 anos.
Sinceramente, se você é um incel (ou um mascu de forma geral), saia dessa vida já. Não existe mascu feliz. São apenas homens frustrados que odeiam o mundo em que vivem e culpam as mulheres por todas as suas mazelas.

35 comentários:

Lara disse...

Só acho que esses caras querem é atenção, quanto mais os ignoramos melhor.

Marcelo Pereira disse...

Fico muito triste ver que não somente a direita se prende a estereótipos, mas muito esquerdistas também. Por não gostar de bares, por ser muito tímido e com fortes dificuldades financeiras, tenho dificuldade de conquistar mulheres.

Sou esquerdista, altruísta, sensível e apoio o feminismo (embora veja misandria em várias manifestações feministas) e me dói ver que características minhas, que não dependem de minha vontade estão ligadas a sádicos que vivem de cultuar o ódio.

As campanhas contra o assédio tornaram as paqueras mais raras. Isso aumentou a minha timidez, pois nunca fui de abordar mulheres sem que elas "deem mole". Todas as namoradas que eu tive, sem exceção, foram mulheres que eu já sabia de antemão que gostavam de mim. Nunca tomo a iniciativa diante de mulheres que não demonstram algum tipo de afeto para mim.

Rotular os celibatário involuntários" como fascistas é rotular quaisquer homens na mesma situação como tais, o que é uma mentir gravemente ofensiva. Todos sabem que as regras para se conquistar uma mulher são rígidas e cheias de exigências. tanto isso é verdade, que quem consegue a sua mulher luta com unhas e dentes para não perder.

Gostaria muito que as esquerdas reconhecessem as dificuldades de vida afetiva de vários homens que realmente são altruístas e progressistas. É preciso acabar com estereótipos e reconhecer que a meritocracia também não existe na vida afetiva e que conquistar o afeto de alguém nem sempre é tarefa fácil, até mesmo para quem é gentil e afetuoso.

Espero mais debates a respeito, além de medidas que favoreçam a vida afetiva dos mais tímidos, que não curtem bares, que não confiam nos Tinders da vida e que gostariam de conhecer mulheres mais receptivas para a vida amorosa, que não transformam a conquista afetiva em uma meritocracia do amor.

É importante não transformarmos as relações afetivas em uma meritocracia onde os homens que conseguem conquistar as mulheres é que tem valor. Não é porque um homem tenha dificuldades de conquistar uma mulher que ele seja necessariamente mau e conservador.

Anônimo disse...

──────────────────────────────────────────────────────────
PSL = o cara que é PUA, Lookmax e misógino. Sério. E os incels que inventaram isso nem sabiam que este é o Partido do Suco de Laranja, o partido do Bolso.
──────────────────────────────────────────────────────────

Ahahaha!

No entanto, é mister uma miliciana correção: o partido PSL é o ┌Partido de Sicários e Laranjas┐

Alan Alriga disse...

Na última sexta feira vi dois incels "conversando" (zurrar seria o certo), sobre como o feminismo e você Lolinha estavam "obrigando" as mulheres brancas a "ficar" (me recuso a usar o termo que eles usaram) com homens negros, que se não fosse principalmente por sua causa, eles teriam todas as mulheres brancas que eles quisessem.

Eles também ficaram xingando as militantes do PCO, e falaram algo curioso parar um incel mais novo que tinha acabado de chegar que era: "se você não tiver nojo de se "sujar" com uma "mulher negra" (eles usaram um xingamento em inglês que eu nunca ouvi na vida, mas pelo teor da conversa se referia a mulheres negras), basta fingir ser de esquerda e se filiar ao PCO, pois as militantes do partido adoram "dar" pra homens brancos...

Não escutei mais porque o meu ônibus tinha acabado de chegar, mas essa não foi a primeira vez que eu ouvi isso sobre fingir ser militante de esquerda para "pegar" mulheres negras. Mas confesso que nunca vi nenhum site, blog, canal do YouTube de esquerda alertando sobre essa prática de enganar mulheres negras pobres, já vi alertando mulheres de classe média, mas nunca das classes pobres.

titia disse...

A gente até tenta mas não dá pra deixar de ser má. Sério, não dá. São um bando de bostinhas mimados que acham que o mundo deve girar ao redor do que eles querem 24/7 e não admitem que não seja assim. Um bando de babacas que cresceu assistindo pornôe ouvindo dos pais que era o tesourinho por ser o machinho e quando teve que sair da bolha pra ir pro mundo real não conseguiu lidar com a vida.

"As campanhas contra o assédio tornaram as paqueras mais raras". Já parei de ler aí. Se compara assédio com paquera não é cara legal porra nenhuma. Tomar no meio do rabo.

Anônimo disse...

Lola
Sobre o caso da Emma a polícia daquela cidade não tem nenhum recurso. Foi muito acuada pela população. A garota foi encontrada com sem calça e calcinha, quando perguntado o delegado disse que não havia ocorrido estupro porque a Emma disse que só fez isso para confundir a polícia pra que achasse que fosse estupro. Em outro momento ele diz que imagens proximas ao local mostram que eles estiveram no local do homicídio depois do fato "pra olhar" e em seguida entravam num mercado próximo e compravam poucas coisas (pra mim porque sabiam que tinha câmeras então despistavam). Caroline pregava necrofilia, estupro, necropedofilia e espalhava essas mensagens na Internet. Mandou e mail pra vc confessando que gostava disso. A polícia não fez exame com kit anti estupro na moça. Levou em conta a palavra dela. Precisa apreender os computadores dela e do namorado e acessarem as contas dela na internet. Vão achar mais crimes delas e dos outros. Incluindo o Marcelo Nada some na Internet mesmo. E ela não tem tanto conhecimento em informática quanto os outros. Como você fala sempre de todo o caso dogolachan desde sempre e as outras vítimas não o fazem, talvez essas informações possam ser mais importantes pra garantir a distância prolongada dessas pessoas. Não publique este comentário.
Estrangulamento é um crime muito pessoal, poucas mulheres cometem estrangulamento. Exige força, é demorado, a pessoa não morre na hora. Vc tem que olhar nos olhos da pessoa o tempo todo até morrer. Há pouquíssimos casos na história de mulheres que assassinaram por estrangulamento. É uma psicopata mesmo. Ou aquele antro tornou ela uma psicopata porque já tinha alguma predisposição não sei. Não tem nada a ver com satanismo e ela precisa ser ligada ao Marcelo porque é uma cria dele. E a frieza é assombrosa. Não publique.

Marina disse...

Marcelo Pereira, as questões q vc colocou que vc tem, devem te dificultar vc ter relações sociais de uma maneira geral, não somente com mulheres. E outra, dificuldades com relações afetivas temos todos.
A questão dos incels é q eles colocam toda a responsabilidade de suas dificuldades nas costas de mulheres, nutrem ódio e descarregam esse ódio todo nas mulheres. Nem toda pessoa tímida e reclusa é um incel psicopata. Mas tem mtos deles são reclusos e tímidos. Se vc não é, não vista a carapuça, oras!
E uma dica, se vc quer melhorar sua relações sociais e afetivas, te aconselho a parar de ver relações como conquistas. Existem sim mulheres que exigem uma série de coisas pra ficar com um cara, assim como tem caras que exigem até um tipo de pedicure específico (sim, já vi memes sobre). Resta vc procurar o tipo de pessoa q vc quer. Eu por exmeplo, não tenho paciência pra essas regrinhas insuportáveis e tem mta gente por aí q tbm não tem. Seja sincero, busque conhecer uma PESSOA, não conquistar uma COISA ou um status. Comece por aí q já ajuda! E as novas ferramentas tão aí pra isso. Eu sou casada ha mto tempo, mas tem uma amiga minha que já teve namorados ótimos pelo Tinder mesmo. Tem q ter paciência pra vasculhar, mas tem gente por aí q não vive na base dessas regrinha idiotas.

Alan Alriga disse...

"Por não gostar de bares, por ser muito tímido e com fortes dificuldades financeiras, tenho dificuldade de conquistar mulheres."
Para cara, já cansei de ver homens feios, gordos bem pobres que precisam catar reciclagem para sobreviver com namoradas, você fala para não gerenarlizar homens que nem você, mas é você que está generalizando mulheres.
Se você não gosta de freqüentar bares, procure mulheres que também não freqüentes bares. A grande maioria das mulheres não ligam pra dinheiro, então não use a sua questão financeira como desculpa para generalizar mulheres como sendo interesseiras.

Anônimo disse...

" a grande maioria das mulheres não ligam pra dinheiro, então não use a sua questão financeira como... " WHATT? Em que mundo vc vive, Alan? Tem certeza que é aqui no Uga-uga BR? Cara, na boa: tem até o velho ditado que "homem de a pé não é nem homem", e outros semelhantes por aí. Sair e não ter $$ pra pagar cerveja + comida então, é block na certa! Já era! Vc está opinando sobre o que não sabe ou não viveu. Sério mesmo. Sem ofender, mas a mulher BR é a mais interesseira das galáxias. Ou vc acha mesmo Neymar e Ronaldinho- os dois - lindos de morrer?

Anônimo disse...

Alan, teve um caso relatado na NET há uns 2 anos de um rapaz esperto que se fez de esquerda e que era "sem gênero definido", que invadiu um movimento dentro de uma Universidade, e se fez passar por esquerda LGBT, etc... Ele usou o banheiro feminino, tomou banho compartilhado com várias estudantes, pegou 2 delas mesmo sendo "Gay" ou não, e saiu e publicou e zuou muito por causa da história. Pode pesquisar que vc encontrará.

Anônimo disse...

Puxa, incels se fingindo de gente para se dar bem!

Por que não se tornam gente, de verdade?

Alan Alriga disse...

😂😂😂😂😂😂😂 Sou do Uga-uga BR mesmo, mas nunca passei por isso, isso não é a minha realidade. Nunca precisei gastar dinheiro 💸💸💸 para sair com mulher nenhuma, não sei o que é passar horas com uma mulher que só está comigo porque eu estou gastando dinheiro com ela, eu só sei o que é ver uma mulher atravessar dois Estados só para me conhecer, e olha que a gente almoçou e jantou miojo🍝.
Eu passo quase 100% do meu tempo com mulheres todos os dias do ano e sim eu amo isso. E sabe o que mais eu escuto delas? Reclamações sobre ter que passar horas com algum idiota, que só sabe falar que "faz e acontece" sendo que se isso fosse verdade o cara séria rico e não um pobre pé rapado, que nem sabe conversar direito, que só fica olhando pros peitos delas fingindo que está prestando atenção no que elas falam, enquanto empurram o máximo de bebida possível para ver se assim consegue convencer elas a transar, sendo que muitas das vezes quando isso rola o cara está tão bêbado que, ou ele broxa ou dorme, mas até lá elas precisam fingir que o cara é o melhor do mundo e dá-lhe gemido falso para ver se o cara acaba logo para de manhã elas irem trabalhar frustadas, enquanto o cara só falta falar que fez a mulher pedir arrego várias.

E você sabe do porque eu não passo por isso?
Simplesmente porque eu sei conversar com uma mulher sobre qualquer coisa, sério mesmo, seja sobre arte, poesia, música, guerras, militarismo, genocídio, torturas, sexo, BDSM, ocultismo, teorias da conspiração, livros, HQs, religião, flores, coisas fofas, mecânica, animais, moda, cultura; e claro o mais importante de tudo SOBRE ELA MESMO DE VERDADE, e não somente para tentar levá la para a cama, saiba escutar de verdade, beba cada palavra que saia da sua boca, preste atenção nos olhos dela enquanto ela fala e não nos peitos, e quem sabe algum dia vocês não precisem gastar "dinheiro" para poder desfrutar da companhia de uma mulher.

Ps: Sim amiguinhos eu já conversei sobre tudo isso com mulheres, sabendo conversar bem qualquer assunto pôde render muitas horas de boa conversa 😉

Anônimo disse...

Acho que o problema levantado pelo Marcelo Pereira é uma consequência de a Lola ter adotado o termo “incel” como um termo válido. Não é.

Supostamente, “incel” tem o inocente significado de “celibatário involuntário”, mas trata-se na verdade de um eufemismo criado por mascus para validar seus grupos de ódio.

Reconhecer o termo “incel” equivale a reconhecer a expressão “ideologia de gênero”, que é também um termo criado por (outro) grupo de ódio, igualmente tentando fazer parecer que se trata de algum conceito válido e respeitável.

Fernando Taveira disse...

A youtuber Contrapoints fez um vídeo excelente sobre os incels. Ela resume como um culto de morte, por que essa cultura os faz acreditar que estão condenados a solidão e infelicidade.
Acho que é mais fácil criar essa realidade paralela e acreditar que são caras bonzinhos e as mulheres são demônios. Mais difícil é admitir que não conseguem relacionamentos por que são uns escrotos, misóginos e uma mistureba de preconceitos.

Anônimo disse...

LDAR é Lay Down and Rot (Deite e apodreça).

titia disse...

Fernando Taveira exatamente isso, esse "movimento" nada mais é do que uma fuga da responsabilidade pessoal.

Anônimo disse...

Esses caras ficam assim por causa de tres fatores:

Competição masculina (quem pega mais), cuja pressão gera nervosismo e impede qualquer interação social.

O cristianismo, que diz que sexo é pecado, portanto desejo é tentação do diabo e não algo natural. O que por si só já é a base para vários problemas psicológicos.

O feminismo, que diz que toda relação heterosexual é estupro, o que paradoxalmente reforça a ideia machista que mulher não gosta de sexo.

O melhor remédio para sair dessa vida é o foda-se, que quanto mais cedo for aplicado, melhor.

Anônimo disse...

Ah sim, o feminismo é culpado pela cultura do estupro, hahaha! Mais cínico e forçado impossível!
O que reforça esse mito de que mulher não gosta de sexo é a repressão que ainda existe e os dois pesos e duas medidas usados para julgar a conduta sexual de homens e mulheres (garanhões
x vadias). Claro, não podemos nos esquecer da conduta egoísta da grande maioria dos homens que no sexo só se importa com o próprio prazer e cultuam o próprio pau como centro do universo.
A cultura do estupro se justifica pelos números, e o que o feminismo faz é conscientizar as mulheres e dar apoio a quem já sofreu com abusos sexuais. E vai continuar a fazer isso, mesmo que incomode você (que parece não saber a diferença entre estupro e sexo consentido).
Concluindo: mascus são assim porque não prestam mesmo, assim como racistas, homofóbicos e outros da mesma laia.
Vai demonizar o feminismo pra lá.

Anônimo disse...

É só procurar em espaços radfem, e até em comentários deste mesmo blog, que você vai encontrar feministas dizendo exatamente estás palavras. Sei que não é a posição da autora deste blog, mas é uma ideia que existe dentro do feminismo sim.
E aliás, ninguém falou em cultura de estupro aqui.

Anônimo disse...

A teoria de que "tudo é estupro" é utilizado por machistas e misoginos para deslegitimar a cultura do estupro, então tem tudo a ver com o que você falou sim.
Agora, não sei se é cinismo ou ignorância mesmo, mas essas ideias das radfems não tem um milésimo de alcance se compararmos com a opressão sexual ostensiva que a mulher sofre, produto do machismo estrutural.
O problema é a misoginia, e não teorias radicais que chegam a pouquíssimas pessoas.
Mas é CLARO que homem vai se incomodar com o feminismo radical, e não com o machismo, né?

Anônimo disse...

Um conselho para os caras: deixa de procurar validação externa e cuida da sua vida que é o melhor que vc faz.

Anônimo disse...

Não é tão simples assim. Entendo que os caras precisem de tratamento e que entram numa avalanche de misoginia e visões deturpadas da realidade, mas isso seria consequência justamente da rejeição social e feminina prévia. O que estaria por trás dessa rejeição? Pq alguns homens não conseguem fazer algo que é absolutamente natural e parte da natureza humana que é se relacionar com o sexo oposto? Creio que são questões que não podem ser ignoradas na discussão.

Anônimo disse...

Caralho eu to muito triste. Descobri essa palavra, incel, a dois dias e bem é o que sou.
Sei lá por que, eu sofro por não conseguir afeto feminino, uma vez eu arranjei uma namorada atraente por quase um ano e depois que provei me viciei.
Depois que ela me largou eu passei a ser mais dedicado ainda a ser um cara atraente, voltei para a academia(sou o maior de quase todo lugar), comecei a trabalhara, faço faculdade, tento ser o mais simpático e gente boa dos lugares mas ainda assim me sinto como o cara menos desejável, tomo fora de mina que eu acho feia e só do em cima pra testar se eu to bem, não consigo moral em lugar nenhum, me sinto um autista as vezes, só chamo atenção de gay.
Eu só queria ter uma menina. Eu me esforço todos os dias, acordo cedo e durmo tarde, estudo trabalho, malho e leio auto-ajuda mas nada resolve meu problema.
To a fim de experimentar prostitutas para ver se eu fico satisfeito, mas só queria me sentir desejável e não só fazer sexo.

Ninguém disse...

Eles só não possuem os requisitos físicos o suficiente para atrair alguém, por isso são frustrados

Anônimo disse...

Olá! li o artigo e concordo e discordo de muitos tópicos: nº 1 as pessoas se distanciaram de um modo nefasto, vivem em uma bolha de realidade virtual e isso causou vítimas no mundo real(muitos rapazes, tem pouca ou nenhuma chance de conseguir pertencer a um grupo de amigos ou circulo social onde encontrem uma namorada ou relacionamento amoroso,garotas idem), nº 2 o excesso de idealização estética(digo tanto para os rapazes quanto para as garotas: você tem que ser bonito, tem que estar na moda, tem que ser simpático e sociável,tem que ser atlético)enfim o Darwinismo social criou uma classe de pessoas sem conexão ou meios de se conectarem, o incel negativo e agressivo é a inflamação do machismo/patrimonialismo/determinismo...

Anônimo disse...

Eu já fuxiquei gripos de mgtows, e eles são ainda mais misóginos que os conservadores "de família tradicional".
Eles basicamente reclamam da renegação feminina ao casamento tradicional, querendo de volta todos os antigos costumes abandonados no século xxi, como uma mulher feminina, submissa, delicada, mãe, amável, que mantém a casa limpa mas que ao mesmo tempo seja bem sucedida e pague as contas de casa junto com o homem.
Eles basicamente reclamam que as mulheres abandonaram o lar e as poucas que desejam ser esposas tradicionais enxerguem o homem como escravo provedor.
A única característica do machismo que "beneficia" a mulher é severamente criticada por esses homens.
Eles são uma piada, inúteis para as mulheres. Quem vive de p*u é cupim. Mulher é esposa tradicional sim, mas o homem vai ter que pagar as contas, caso contrário vai ajudar a limpar a casa e a criar os filhos sim. Se não tem dinheiro só resta chorar mesmo.

Anônimo disse...

Caras... Querem uma ideia? Se vc é feio, foque nos estudos. Se tu é liso/ baixa renda, vai estudar e mete uma cota/ prouni para cursos de alto nível. Agora, não vai escolher curso bosta! (Que você estuda pra caralho e sai desempregado da facul, isso quando você não está ganhando mal pra KCT como ocorre nas engenharias de pesca, ambiental, e outras bostas). Se vc curtir exatas, busque engenharias na USP, ITA, IME ou Ciência da Comp. em faculdades de referência (UFs e Us). Medicina é sinistro de difícil, mas certamente você vai conseguir uma estabilidade econômica para arrumar sua cara, além da injeção de moral e auto-estima. Se curte humanas, o bagulho é direito: faz faculdade e busca preparatórios para concursos militares / fiscais/ polícia federal / polícia rodoviária federal. E claro: exercícios físicos, treino e dieta. As minas curtem caras bonitos, mas também viajam em caras feios que tem naipe de "macho alpha" : cabelo padrão (corte que não aparente desleixo ou com muita "v!@dagem" tipo aqueles rabos de cavalo samurais, etc. Isso só fica bom em quem é bonito, pois até uma caqueira fica bem em quem é bonito, não arrisque.). Teu corpo também não deve transparecer desleixo (nem muito magro, nem gordo demais e de preferência dentro do índice de massa corporal ideal para sua altura. Ficar musculoso/ definido é bônus). Vai correr, caminhar, fazer flexões, barras, treinos pela internet... Até pesos de cimento servem. Higiene básica como escovar os dentes, tomar banho, lavar o rosto pelo menos 4 vezes ao dia reduzem o aspecto de sujeira, acne e odores (isso é o principal). Se você não tem uma barba "cheia" e que seja repleta de falhas, é melhor rapar. Manter uma barba que parece pentelho de C# não cai bem p/ vc. Conclusão: seja só feio, mas tenha sua grana no futuro, um corpo maneiro, auto-estima padrão, educação maneira... Etc. As mulheres n olham só para a beleza. Já vi muito cara feio dar "patada de urso" por ter auto-estima, moral e sua graninha de boas. Passar o dia jogando LoL ou Battlefield, ou o que quer que seja só vai te tornar cada vez mais um perdedor. Abraço, espero ter ajudado.

Anônimo disse...

Isso porque tu não sabe o que é viver com um transtorno metal que atrapalha toda a sua vida, tipo toc e ansiedade social. De que adianta saber falar se voce passa mau o tempo todo. Mas eu não nem tenho tempo para mulher, ja me sofro fom dificuldades ate para estudar e trabalhar que não são coisas futeis como namoro e sexo.

Unknown disse...

Concordo totalmente com os comentários que mostram como incels apenas buscam fugir de sua responsabilidade pessoal, acabei descobrindo também que essa própria denominação INCEL é uma maneira de se vitimizar e esconder o que eles realmente praticam e pensam. Eu também sou pobre, não sou nenhum galã de novela, mas vira e mexe arrumo alguma gatinha, corro de relações porque estou mal comigo mesmo (depressivo) já faz um tempo, agora ficar preso em certos padrões de pensamento é estupidez, já fiquei com várias garotas padrãozinho top zera e já fiquei com barangas, eu fico com quem eu me identifico e pronto. O mundo é assim, nem toda mulher bonita vai te dar ideia, nem toda feia vai te dar ideia, nos homens tbm somos feios, bonitos, interessantes ou chatos, foda se, abre uma cerveja e bora trocar ideia

Anônimo disse...

Vou me informar mais sobre o assunto, fiquei meio interdita. Perguntei para meu filho se ele já tinha ouvido falar em incel, ele disse que chegou a conhecer uns incel, pedi para ele descrever o que é do ponto de vista dele, ele respondeu que são caras que põem a culpa nas mulheres. Mas, de onde se origina isso? Da infância, educação, relação com pai e mãe? Faz parte de relação doentia familiar? Ou é um tipo de distúrbio mental? E qual a razão da obsessão por aparência? Porque, no mundo real e vital, essa coisa de ser feio ou bonito é tão relativa que não impede ninguém de se relacionar...

Anônimo disse...

Poucos sabem a dor de se sentir rejeitado. Adolescência é uma fase complicada, timidez, insegurança com aparência. Muitos homens sofrem nesse período. Imagine vc, viver anos sem ninguém te desejar, ninguém te olhar e te querer, e vc se dar conta que vc está fora do padrão. Alguns, com a maturidade conseguem melhorar e superar a frustração, outros não. A frustração é algo que facilmente se torna raiva. Mas repito, poucos conseguem ter empatia por essa dor.

Ana Rita disse...

"Todas as namoradas que eu tive, sem exceção, foram mulheres que eu já sabia de antemão que gostavam de mim." Então vc não é incel kkk incel é homem q não transa de jeito nenhum. Uma homen rejeitado por toda classe feminina. Algumas mulheres te acharam interessante. E sinceramente eu não sei qual o seu trauma em ser "escolhido". Porque mulheres não podem escolher? Isso pra mim é uma faceta da cultura do estupro. Não que mulheres escolhidas sejam estupradas. Mas minar flerte feminino é uma maneira de "castrar" o poder de escolha e a liberdade sexual feminina.

Anônimo disse...

Olha, eu entendo bem como é se sentir mal consigo mesmo. Acho que pela definição de incel, me incluo também (odeio rótulos, só pra constar), considerando que se trata de um homem com dificuldades involuntárias de relacionamento com o sexo oposto. Eu não sei bem se, de fato, sou feio/não atraente, visto que nunca nenhuma mulher me falou na cara que sou feio e que mereço a morte rsrs, pelo contrário, já me abordaram gentilmente, virtual e pessoalmente, me elogiaram e até me proporam um relacionamento. Mas o quanto sofri na escola, do ensino fundamental ao médio, por parte dos caras, puts! Me deixou traumatizado. Hoje em dia, se uma mulher me elogia, já acho que é mentira e quero bater (brincadeira). Atualmente estou desempregado, sem faculdade, não estou estudando, minha aparência não está das melhores. Perdi muito cabelo por conta de ansiedade, algo que inclusive faz tempo que tenho, desde a infância. Não preciso nem dizer o quão depressivo fiquei, né? Estou sem perspectiva nenhuma. Tento ter, mas na maioria dos casos sem sucesso.

Como eu disse, não gosto de rótulos, mas pela definição me incluiria, na visão deles. Nunca fiquei com nenhuma garota (22 anos e meio aqui), então é meio óbvio que eu seria inseguro, socialmente falando. O porém disso tudo, apesar de eu andar com a postura baixa e tal e já demonstrar insegurança logo de cara, não sei (acho que as pessoas à minha volta percebem), eu até que me viro "bem". Não tenho aquele esteriótipo de psicopata. Na verdade, eu tenho consciência de que as pessoas não tem nada a ver com isso, por isso busco tratar as pessoas de uma maneira legal, sem querer ser babaca. Mas tem hora que quero explodir, não por ficar com raiva das pessoas, é de mim mesmo. Fico com raiva da situação em que me encontro, dos meu vacilos, das perdas de oportunidade, seja qual for. É horrível!

Sem querer defendê-los, mas compreendo a dor e sentimento de rejeição desses caras. Só acho que eles têm que ter mais senso de que as pessoas não deve nada a eles. É meio foda você sentir atração por pessoas e não ter coragem de abordar e iniciar uma conversa. Acontece com as mulheres também, entretanto, é mais comum por parte dos homens sofrer deste problema.

Eu atualmente acho difícil me dar bem no quesito amoroso, visto que, se tratando de um cara com tantos problemas (mesmo que este, supostamente, não é horroroso visualmente), ainda assim é complicado. Fico extremante nervoso, ansioso, às vezes tenho crises de ansiedade muito fortes, a deprê, etc. Só tento segurar na frente da mulherada, apesar de não sair muito (hoje também seria difícil por conta da pandemia, mas enfim). É claro que uma conversa ou outra eu posso até ter de boa com elas, mas as parceiras em potencial... meu deus!! Que desastre. Foi bullying na infância. Uma família que não é das melhores mas não é das piores, também. Isso é tudo pessoal. Fazer o quê...

Desculpe pelo textão. Mas é que as vezes gosto de escrever muito mesmo. E queria desabafar.

Anônimo disse...

eu tenho uma personalidade introspectiva MUITO forte, eu tenho dificuldade com linguagem verbal no geral, esqueço as palavras, a própria palavra "introspectiva" eu não lembrava de jeito nenhum, tive que pesquisar no google "personalidade pessoa calada quieta" e sair procurando pela palavra que eu queria mas não lembrava, sei que isso é normal até certo ponto, mas comigo a frequência é MUITO alta, isso praticamente me impede de trabalhar com qualquer coisa de cunho verbal, tipo palestras, mas em compensação sempre fui muito bom em matemática e sou programador bem sucedido.
não sou feio, não sou pobre, sou nerd pa car*i e sou incel.
li a maioria dos comentários aqui e da pra perceber que a solução pra deixar de ser incel É SÓ UMA E SÓ UMA MESMO, conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar conversar

o que eu faço ? um tinder dizendo "procuro mulheres que não gostam de conversar" ?????

lllll disse...

Como já bem dizia Racionais: "Frustração, máquina de fazer vilão".