domingo, 9 de dezembro de 2018

SEDE DE VIVER: KIRK DOUGLAS, 102 ANOS

Amanhã eu falo do Bolsogate.
Hoje é dia de homenagear o grande ator Kirk Douglas, que quando nasceu, em 1916, foi chamado de Issur Danielovitch. Um dos pontos altos de sua longa vida foi ter contratado o roteirista Dalton Trumbo para escrever Spartacus. Foi a primeira vez em uma década que o roteirista entrava num estúdio. Ele estava indiretamente proibido de seguir sua carreira, pois havia sido acusado de comunismo pelo McCarthismo (a caça às bruxas que os EUA fizeram contra qualquer um que eles viam como esquerdista nos anos 50 -- parecido com o que o Escola Sem Partido quer fazer com os professores).
Obviamente, a família de Trumbo não gosta que Kirk seja visto como herói nessa história toda. 
Além de Spartacus, meus filmes preferidos entre os quase cem que ele fez são A Montanha dos Sete Abutres (que todo estudante de jornalismo e rádio e TV deveria assistir), Glória Feita de Sangue (um dos clássicos de Kubrick e um chamado contra todas as guerras), e o melodrama Assim Estava Escrito (The Bad and the Beautiful). 
Pra quem nunca ouviu falar nele, tá na hora de correr atrás do prejuízo.
Kirk comemorando seu 101o aniversário com seu filho e nora mais famosos, Michael Douglas e Catherine Zeta-Jones
 

18 comentários:

Anônimo disse...

"Amanhã eu falo do Bolsogate"

É muito amor pelo nosso presidente, quase todo dia um post sobre ele. 💘

E o que seria "Bolsogate" aquele cheque que um motorista depositou na conta na ex mulher do Mito? Vc acha que a reputação dele vai ser manchada por tão pouco? Petista é estranho mesmo, o Lula condenado em 3 instâncias, 14 juízes analisaram o processo com mais de 500 páginas é inocente. O assessor do Bolsonaro deposita dinheiro na conta da ex mulher dele pra pagar uma dívida, aí é certeza de culpa. Cegueira seletiva a gente vê por aí.

Valéria Fernandes disse...

Você me assustou com esse post. Olhei de relance e pensei "Kirk Douglas morreu?!" Como assim? OK. Agora, eu não sabia dessa história dos precedentes da "lista negra". Teria que ir pesquisar, mas acredito que stalinistas dominando todos os órgãos de classe das várias mídias nos anos 1930 e 1940 nos EUA me parece tão conto da carochinha quanto essa paranoia comunista de nossos dias no Brasil. Obviamente, acusá-los de ser era uma forma de quebrar os sindicatos... Well ... Well... Longa vida para Kirk Douglas e Olivia de Havilland, os grandes sobreviventes da Era de Ouro.

Anônimo disse...

Você então deve amar a Lola, comenta sempre aqui.

Anônimo disse...

O Kirk Douglas já tá virando pedra. Espero que esse ícone continue viva.

Anônimo disse...

Lola, você não posta mais críticas de cinema aqui no blog? Faz tempo que não vejo uma.

Unknown disse...

Pelo que pesquisei,parece uma idiotice completa( "Bravos americanos lutando contra cumunas")

Anônimo disse...

Lista Negra?

Eu conheço uma lista negra dos "inimigos da pátria": Reinaldo Azevedo, Danilo Gentili, Arnaldo Jabor, Demétrio Magnoli, Marcelo Madureira, Guilherme Fiúza, Lobão, Augusto Nunes, Diogo Mainardi e ...

Eu não vi o nome do Kirk Douglas, seria uma outra lista?

Anônimo disse...

Bolsogate? Que é isso? Alguma crise de identidade?

Quanto de suspeito tem que ser confirmado para torna-se a "alma mais honesta" do país?


Rafael Cherem disse...

Assino embaixo.Cinema e literatura são remédios contra certos comentários.

Anônimo disse...

É, Lola, elas fazem falta. #MaisCinema

Cristiane Lira disse...

"Pra quem nunca ouviu falar nele, tá na hora de correr atrás do prejuízo."

Valeu pela dica, Lola!

Também queria mais sobre cinema (e feminismo). É um assunto muito muito muito melhor que Bolsonaro.

donadio disse...

Cristiane,

é, o Bolsonaro é um péssimo assunto. É que nem a discussão sobre onde enterrar a avó: um assunto horrível, desagradabilíssimo, e que ninguém quer discutir.

Infelizmente, assim como o enterro da avó, é uma discussão que tem de ser feita.

Anônimo disse...

Cuidado Lola! O "esquerdista raiz" falou que devemos boicotar todo produto cultural americano se não, não somos "esquerdistas verdadeiros."

Anônimo disse...

O cara ganhava muito porque era assessor de deputado, não houve nenhum crime descoberto pelo coaf, apenas uma movimentação suspeita. Agora o que é de fato criminoso é expor o sigilo bancário do ex assessor do Flavio Bolsonaro mesmo depois do próprio "Coaf" detectar que não tinha nenhuma irregularidade, isso é criminoso, mais ridículo ainda é ver a grande mídia explorando o fato, fazendo manchetes irresponsáveis "Sugerindo" alguma anomalia.

Cristiane Lira disse...

E infelizmente ela está sendo feita em todos os meios de comunicação todos os dias. E é só o começo porque ainda nem é 2019. Já estou filtrando o assunto Bolsonaro, Donadio. Ninguém tem que ler algo tão desagradável todos os dias. É por uma questão de bem estar

Anônimo disse...

Você não pode fugir de algo que vai afetar a sua vida. De alguém com poder pra ferrar com boa parte da população brasileira.

Anônimo disse...

Queria saber negar a realidade desse jeito! Fingir que não têm nada de errado acontecendo e que as coisas podem piorar em muito.

Anônimo disse...

Que tal falar de todos os ministros sendo investigados ? Muito estranho vindo de um governo que disse que ia acabar com a corrupção