terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

90 ANOS DE OSCAR, 30 ANOS DE BOLÃO, 10 ANOS DE BLOG

Já faz tempo que devia ter escrito este post, mas agora vai!
Como vocês viram, saíram as indicações pro Oscar 2018! E há algumas novidades pra comemorar. 
Primeiro que, dos nove indicados a melhor filme, há alguns que são protagonizados por mulheres. É o caso de Lady Bird: É Hora de Voar, A Forma da Água, Três Anúncios para um Crime, e até The Post: A Guerra Secreta
Pra quem duvida que filmes com histórias sobre mulheres (ou sobre negros, como em Corra!) não são comuns, faça o teste. Pegue os, sei lá, dez últimos anos de Oscar e veja todos os indicados a melhor filme, e veja quantos têm mulheres como protagonistas. Faça isso também com os filmes de maior bilheteria. São poucos! Por isso, quando eles aparecem com certa abundância, a gente tem que celebrar.
Ainda falta que mais histórias sobre mulheres sejam feitas por mulheres, mas a gente chega lá. 
Estou feliz que Greta Gerwig foi indicada, por Lady Bird! É a quinta mulher a ser nomeada na categoria de melhor diretor. Calculem só: 90 anos de Academia, 5 indicados por ano -- isso dá 450 nomes -- e apenas 5 desses nomes foram mulheres, todas brancas. E só 5 foram negros. Nenhum ganhou até agora.
A categoria de melhor diretor tem, então, uma mulher, um negro (Jordan Peele), e um latino (Guillermo del Toro). Aliás, é uma pena que Dee Rees (de Mudbound) não tenha sido indicada. Seria a primeira mulher negra (ainda não me conformo que Ava DuVernay deixou de ser indicada por Selma em 2015). Rees, no entanto, concorre a melhor roteiro adaptado (junto com Virgil Williams). E torna-se a primeira mulher negra a ser indicada nessa categoria. 
Quatro mulheres foram lembradas a melhor roteiro, a primeira vez em 14 anos (e é raro mulheres serem indicadas nessa categoria): Emily V. Gordon (Doentes de Amor, junto com Kumail Nanjiani), Greta Gerwig (Lady Bird), e Vanessa Taylor (A Forma da Água, junto com Del Toro), todas para roteiro original. Rees está no páreo para roteiro adaptado.
Jordan Peele é a terceira pessoa a ser indicada para direção, roteiro e melhor filme no mesmo ano. E, óbvio, o primeiro negro a conseguir essa façanha. Aliás, há de se destacar a façanha que é Corra!, um filme de terror, ter sido lembrado. Tanto Corra! quando A Forma da Água são excelentes, mas são o que se chama genre movies, filmes de um gênero específico (terror e fantasia, respectivamente), categorias que o Oscar costuma esquecer. 
E também é legal que um filme que já entra forte pra iconografia gay, Me Chame pelo Seu Nome, esteja concorrendo a vários prêmios.
Yance Ford é o primeiro diretor trans a ser indicado (pelo documentário Strong Island). E o filme chileno Uma Mulher Fantástica, com a atriz trans Daniela Vega, está concorrendo a filme estrangeiro. 
Rachel Morrison é a primeira mulher a ser indicada na categoria de melhor fotografia. Só lembrando mais uma vez: 9 décadas de Oscar, 450 indicados nessa categoria, e só uma mulher! 
Mais algumas curiosidades bacanas: Mary J. Blige é a primeira pessoa a ser indicada para uma categoria de atuação (melhor atriz coadjuvante) e melhor canção no mesmo ano e pelo mesmo filme (no caso, Mudbound). 
Timothée Chalamet, 22 anos, de Me Chame pelo seu Nome, é o ator mais jovem a ser indicado à categoria de melhor ator (ator coadjuvante já teve um monte de criança). O mais jovem a ganhar um Oscar é Adrien Brody, que tinha 29 quando ganhou por O Pianista
Agnes Varda, indicada para documentário, aos 89 anos é a pessoa mais velha a ser indicada ao Oscar. Mas ela é apenas alguns dias mais velha que James Ivory, que tem boas chances de ganhar roteiro. Varda roubou a cena ao não querer viajar da França para os EUA e mandar uma montagem sua em papelão. 
Ah, e acreditem se quiserem, Meryl Streep vai fazer 68 anos. Ela quebrou seu próprio recorde ao receber a 21a indicação.
James Franco, muito elogiado por Artista do Desastre, não foi indicado ao Oscar de melhor ator por ter sido acusado de assédio recentemente. É a força do movimento Me Too e, mais recentemente, Time's Up. Casey Affleck, que levou a estatueta pra casa no ano passado, hoje não teria a menor chance. Sinal de que as coisas estão mudando... 
Meu pai, eu, e meu filhotinho
Piteco (Pity para os íntimos) em
1985, em Búzios, três anos antes
de começar o bolão
Mas tem coisas que não mudam, e uma delas é o meu tradicional bolão do Oscar, que este ano completa três décadas! Comecei o bolão em 1988, só com a minha família. A gente sempre assistia à cerimônia (que costumava ser às segundas-feiras), e um ano eu resolvi apostar. Quem será que acertaria mais vencedores? Meu amado pai, que não ia muito ao cinema (e naquela época pré-internet o único jeito de ver os filmes era indo ao cinema, ou esperando meses até que saísse o vídeo, ou anos até que passasse na TV -- nem lembro se tinha TV a cabo naquele tempo; tinha?), foi o vencedor daquele bolão, e ficou insuportável. 
Ele passou um ano se considerando o maior especialista em cinema da família, quiçá do mundo, e brincava sempre dizendo, em portunhol, "Se vocês quiserem saber algo sobre cinema, já sabem a quem perguntar". 
No ano seguinte a ordem foi restabelecida: eu ganhei o bolão. Pouco depois comecei a namorar o maridão e ele entrou no jogo também. 
O bolão crescia a cada ano (tinha leitores e leitoras minhas do jornal que participavam, e participam até hoje!). Mas foi só quando comecei este bloguinho, há dez anos, que pude convidar todxs vocês. Quem faz a gentileza de organizar todo o bolão é meu querido Júlio César. Ele bolou esses formulários para vocês preencherem. Este é o do bolão grátis. Vocês não pagam nada pra entrar e também não ganham nada -- talvez a minha admiração, gratidão ou inveja por terem acertado mais do que eu. É hiper fácil e rápido de participar, e vocês não têm nada a perder. Então, por favor, apostem!
Já o bolão pago é este. Também é simples participar! Pra entrar, a taxa é de R$ 25.  Quem quiser deve depositar este valor numa das minhas duas contas -- Banco do Brasil, agência 3653-6, cc 32853-7, ou Santander, agência 3508, cc 010772760, ou pagar pessoalmente, se você mora em Fortaleza, ou depositar R$ 28 no PayPal (um pouquinho a mais porque eles cobram uma porcentagem do valor). 
Depois de pagar, mande um email pra mim (lolaescreva@gmail.com) e pro Júlio (jcaoalves@gmail.com), com uma cópia do comprovante. Se for pelo PayPal, é só me avisar, que o nome da pessoa aparece. Aí é fazer as apostas. Só consideramos as vinte principais categorias. Quem acertar mais categorias ganha o bolão. Se há empate, o montante é dividido. 
Como a cerimônia do Oscar é dia 4 de março, e o Júlio precisa de um tempinho pra organizar as tabelas, as apostas devem ser feitas (tanto no bolão pago quanto no gratuito) até as 23:59 do dia 2 de março, uma sexta-feira. Eu ainda vou lembrar vocês outras vezes, mas, quem se sentir seguro dos palpites, aposte já! 
Vamulá, gente! É a única coisa tradicional que eu faço na vida. E nem sou eu que faço. Nem vou mais ao cinema, chuif. Mas o Oscar ainda é importante pra mim. É a hora que eu me animo pra ver a maior parte dos filmes. E, sinceramente, nos últimos anos eu só tenho visto a cerimônia por causa do bolão. Portanto, não deixe de participar deste meu 30o bolão, o décimo aqui no bloguinho!
Todos os indicados ao Oscar 2018

18 comentários:

Anônimo disse...

Oloko! Comunista fazendo bolão de dinheiro para o Oscar? E eu achando que não eram elitistas.

Substituí os 25,00 por um pacote de macarrao porque Socialismo todo mundo passa fome.

Blog piada!kkkk

Anônimo disse...

Mulheres e Negros agora tem cota no Oscar. Por isso essas indicações. Difícil é engolir que até nisso tem cotas agora, deixando produções muito melhores de fora só por conta disso. Assim como em Universisades e concursos públicos pelo Brasil afora, alguns melhores ficam de fora para ajudar alguns piores. E vamos levando a Nação desse jeito mesmo, todos a caminho do abismo sociocultural.

Anônimo disse...

Melhor Filme

Quem deve ganhar: forma da água
Quem eu gostaria q ganhasse: me chame pelo seu nome

Melhor Direção

Quem deve ganhar: guillermo del toro
Quem eu gostaria q ganhasse: greta gerwig

Melhor Ator

Quem deve ganhar: gary oldman
Quem eu gostaria q ganhasse: timothée chalamet

Melhor Atriz

Quem deve ganhar: frances mcdormand
Quem eu gostaria q ganhasse: meryL (lola, tá faltando esse L no nome da atriz no seu post) streep

Melhor Roteiro

Quem deve ganhar: 3 anúncios para um crime
Quem eu gostaria q ganhasse: não tenho preferência, pode ser '3 anúncios' mesmo

Melhor Adaptação

Quem deve ganhar: me chame pelo seu nome
Quem eu gostaria q ganhasse: me chame pelo seu nome

Melhor Animação

Quem deve ganhar: o da pixar, como sempre
Quem eu gostaria q ganhasse: van gogh (seria ótimo a academia quebrar o protocolo pela menos uma vez na vida)

e por fim: Melhor Curta Animado

Quem deve ganhar: não sei
Quem eu gostaria q ganhasse: In a Heartbeat (vencedor moral), q nem ao menos foi indicado

c%ralho academia, logo o melhor curta de animação do ano passado? vão se f*der

Bjs

Ezco Musaos disse...

Só assisti Corra! até agora, e, sinceramente, é um bom filme sim, a crítica ao racismo é inteligente, mas acho que "flerta" um pouco com a misoginia ao demonizar determinada personagem feminina, embora naquele contexto uma cena tão agressiva faça todo sentido (é um filme de terror, ué), mas me pergunto: por que tanto foco e detalhamento na morte de uma mulher, quando os vilões masculinos são mortos praticamente offscreen? (não vou explicar mais porque posso ser acusado de dar spoiler). Se eu tiver tempo de ver os demais filmes, vou tentar entrar no bolão, mas sou péssimo nisso. :)

Anônimo disse...

16:14 - quem é a comunista? piada é vc, seu mascu de bosta

16:14 - "mulheres e negros tem cota no oscar" (sic), fonte: seu cu

e não, é exatamente o oposto: muitos piores ficam de fora para ajudar outros muitos melhores; e vamos assim mesmo com a ~nação~, todos a caminho da ascenção sociocultural

Ezco Musaos disse...

E começou o esperneio da mascuzada. Lixo das 16:54, por acaso apenas produções compostas exclusivamente por homens brancos são dignas de concorrer a premiações? Da eterna cota para homens brancos no Oscar você não reclama, né mesmo? Não quer ver mulheres e negros no Oscar? Volte pro bueiro de onde não deveria ter saído e seja feliz.

Anônimo disse...

6 de fevereiro de 2018 16:54: kkkkkkkkkkk que bicha trágica

Anônimo disse...

o foda é que o Oscar representa uma indústria muito corrupta, existe muita grana envolvida e o lobby das indicações simplesmente vai mudar de cliente, com ou sem "cotas"

não é qualquer mulher,
não é qualquer negro,
não é qualquer trans,

isso aí vcs podem escrever

Anônimo disse...

Dois pontos a se considerar:
1-Não importa e bom tem talento ou não, o importante e agradar a modinha da turma do lacre.
2-Acusação já virou condenação, não precisa provar mais.

Anônimo disse...

18:46 - fonte: sua bunda

Anônimo disse...

lola, tá faltando um L no nome da atriz meryL streep

Felipe Roberto Martins disse...

Adorei a ideia do bolão do Oscar!!! Mas sou franco, acho o Oscar muito injusto em todos os sentidos, embora tenha melhorado.

Anônimo disse...


7 de junho de 2013 por beleorengo
Quem inventou o cinema?

O Cinema teve início aproximadamente em 1895, e em vários lugares ao mesmo tempo. Na França, os irmãos August e Louis Lumière criaram o cinematográfo. Na Alemanha os irmãos Skladanowsky surgiram com uma máquina semelhante, o bioscópio. E nos Estados Unidos o famoso inventor Thomas Edison criou o cinetógrafo e o cinetoscópio. As três invenções possuíam praticamente o mesmo princípio: captar e reproduzir imagens em movimento.

Os irmãos Lumière vinham de uma família de empresários, seu pai possuía uma fábrica de materiais fotográficos e seu nome já era conhecido no mercado.


Olha aí lola! Mais uma criação masculina em que as mulheres se beneficiam. E você ainda quer jogar tomates podres naquilo que é criação masculina? Não deveria nem estar promovendo bolão para algo criado por homens!

lola aronovich disse...

Bocejos pra vc, anon das 6:59. Procure saber mais sobre Alice Guy Blaché, que viveu na mesma época e lugar de Lumiere. Ela fez mais de 800 filmes e hoje é considerada a criadora do cinema narrativo (sabe 99% dos filmes que vemos hoje? São ficcionais, narrativos, e foi ela que fez o primeiro). Por que será que a maior parte das pessoas nunca ouviu falar dela, apesar da sua importância? Pra que inúteis como vc -- que nunca inventou nada na vida, até seu preconceito é bem antigo -- pudessem viver na ilusão de que "os homens inventaram tudo".

Anônimo disse...

Boa, Lola!

Blue disse...

me explica uma coisa sobre o bolão (o grátis mesmo, que eu estava vendo). bom, no bolão ganha mais quem acertar mais categorias obviamente. a questão é a seguinte, tem categorias que valem mais pontos que outros, tipo Melhor Filme (categoria mais importante do Oscar) vale 3 pontos, já Melhor Mixagem de Som vale 1 ponto ou não tem nada a ver, é tudo 1 ponto só, independente da categoria. eu vi o formulário feito pelo Júlio Cesar e estou interessado em fazer um bolão com meus amigos aqui do bairro. então eu gostaria de saber como funciona um bolão do Oscar, quais são as regras, como a dos pontos que citei. O formulário feito pelo Cesar me inspirou e serviu de referencial. Sei que a senhora é muito ocupada, mas se puder me explicar essas questões e contextos do bolão ficaria grato (pode me explicar também alguém que sempre participa do bolão da Lola e entende como funciona). eu ficaria muito grato, quero organizar um bolão com meus amigos, o formulário, mas preciso saber da questão dos pontos, prazo final de entrega e tudo mais. é isso.
Espero resposta sobre a questão

Anônimo disse...

amigo, o bolão da lola (pagou ou grátis) não tem sistema de pontos não

qualquer acerto vale apenas uma unidade

quanto a seu formulário, faça do jeito q vc achar melhor, com pontos, sem pontos, da maneira q lhe aprouver

Blue disse...

14:08 muito obrigado pelo esclarecimento, irei fazer o bolão com formulário com pontos únicos por categoria