sexta-feira, 8 de maio de 2015

"GOSTO MUITO MAIS DE SEXO QUE O MEU NAMORADO"

A S. me enviou este pedido de ajuda bem aflito:

Oi, Lola, tudo bem? Acompanho seu blog há algum tempo, no começo porque alguns amigos feministas compartilhavam postagens suas no Facebook quando eu, nessa época, não me considerava uma feminista.
Você contribuiu para essa minha descoberta do feminismo e me ajudou a entender a necessidade urgente da equidade de gênero, especialmente em se tratando de relações afetivas (não somente em questões sociais hierárquicas, de trabalho etc). 
Hoje, me considero feminista e, talvez por isso, sofra um pouco mais. Quando a gente sabe mais, a gente acaba sofrendo mais por ter esse conhecimento, concorda?
Depois dessa contextualização, gostaria de compartilhar uma aflição contigo. Lá vai:
Namoro há um ano e alguns meses. Amo meu namorado, ele é o meu primeiro relacionamento sério. É muito companheiro, feminista (é sério!), atencioso, sempre se importa com o meu bem estar e com as minhas vontades. Estamos morando juntos desde o começo do ano. Acontece que eu tenho mais vontade de transar do que ele. E foi sempre assim, desde o início do namoro. 
Conversamos sempre sobre isso (e tenho medo até de ser um pouco repetitiva), mas não têm surtido muito efeito. Ele sempre diz que vai mudar, se esforçar mais, e eu já propus de me esforçar para mudar também. Ser mais "atirada", tomar a iniciativa (coisa que faço pouco, por receio de inibi-lo em vez de despertar a vontade).
As desculpas dele (não na hora H, mas depois, durante a DR) são sempre as mesmas: estava com sono, comeu demais, bebeu demais. Propusemos assistir filmes eróticos (para homens e para mulheres), mas isso nunca rolou. Ele também sugeriu de eu tomar iniciativas mais explícitas, mas das vezes que fiz isso, senti que não rolou uma empolgação da parte dele...
Hoje conversamos de novo sobre isso e ele disse que, sempre depois que a gente tem essa discussão, ele fica se policiando e ansioso para fazer as coisas certas e mudar, e isso o deixa um pouco tenso. 
Cheguei à conclusão de que essas conversas trazem um sofrimento grande tanto pra ele quanto pra mim, como se ele não pudesse fazer o que tem vontade (que é dormir, comer, beber, assistir filmes), pois precisa atender minha necessidade sexual. Algumas vezes penso que não sou atraente o suficiente, ou que ele está interessado em outras pessoas, mas são apenas devaneios. A gente passa muito tempo juntos e ele não dá nenhum indício de que não me ame mais.
Não sei mais o que fazer, pois isso me deixa um pouco infeliz e sem perspectivas de mudança, apesar de amá-lo muito e de o nosso relacionamento, fora o sexo, é maravilhoso.
Às vezes fico pensando se seria o caso de a gente propor um relacionamento aberto, mas não tenho a menor vontade de transar com outro cara que não ele, e acho que não conseguiria lidar com isso de maneira muito tranquila. Penso até que isso nunca se resolveria e que, se eu quisesse transar com mais frequência, teria de terminar. Uma visão um pouco trágica, eu sei. Jamais terminaria com ele por causa do sexo.
Me ajuda!

Minha resposta: É complicado, querida S., mas o seu caso é tão comum... Como a gente vive numa sociedade em que os homens têm que se mostrar dispostos a fazer sexo o tempo todo -- se não, o que vão achar deles? --, e em que as mulheres têm que fingir que sexo nem é aquilo tudo -- se não, o que vão achar delas? --, a gente se esquece que milhões de pessoas não se encaixam em fórmulas prontas. Existe muito homem que não se interessa tanto por sexo. Eu conheço um monte de casais héteros em que a mulher tem mais desejo que o parceiro. E é um problema quando acontece esse descompasso.
Não sei se tem solução pra isso, mas acho que, num relacionamento, as duas partes precisam se adaptar. Ambos precisam ceder (e não só no sexo, como em tudo), encontrar um meio termo. Não vai dar pra transar todo dia, porque ele não quer (e ele tem direito de não querer), mas ele tem que se esforçar um pouco. Eu acho que o toque, o carinho, a intimidade, os olhares, são afrodisíacos. E não tem nada de errado em você tomar a iniciativa.
Outra coisa: nada disso de pensar que, só porque ele não se interessa tanto em transar, é porque ele não te acha atraente. Em geral, pessoas com baixa libido sentem pouco tesão por todo mundo. Não costuma ser pessoal. Seu namorado pode te achar linda e maravilhosa e ainda assim ter menos vontade de transar com vc que você com ele.
Mas a verdade é que se não há tanto sexo quanto você gostaria já no começo do relacionamento (vocês estão morando juntos há poucos meses), a coisa não vai melhorar com o tempo. Pelo contrário. A grande maioria dos casais passa a fazer menos sexo com a rotina. 
Vocês têm que tentar fazer atividades juntos (dançar, por exemplo, viajar, ir à praia, passear) e se esforçar pra que a rotina não tome conta de tudo. Conversar mais sobre a falta de sexo, no momento, não deve estar ajudando, porque ele já sabe. Tem que ir com calma, agindo conscientemente pra melhorar a situação. Eu digo "conscientemente" porque as duas partes realmente precisam fazer um esforço consciente.
Abrir a relação pode ser interessante, mas se vc não tem vontade de transar com outros caras, e se vc acha que não conseguiria lidar bem com isso, é melhor não tentar. Ademais, como eu já disse, são grandes as chances que seu namorado tenha menos desejo sexual de forma geral, não só com vc. Boa sorte pros dois! 

100 comentários:

Anônimo disse...

Quanto casal branco, hetero e no padrão de beleza.

Anônimo disse...

Eu acho que ficar conversando direto sobre isso só vai deixar o cara bolado....daqui a pouco ele vai começar a brochar!!!

Anônimo disse...

Que mulher chata! Vão fazer terapia de casal... escancarar isso num blog não ajudá-la em nada...

K. disse...

O que eu faço qndo tenho dinheiro, e o que eu recomendo à Autora do post e ao Casal em si, é fazer uma massagem sexual. Principalmente massagem Tântrica, Lingam, Yoni e Tailandesa.

Não rola sexo. E é ótimo, pq tocam o seu corpo todo, vc acaba aprendendo mais sobre vc e é bem profissional.

Em alguns lugares atendem casais simultaneamente. (o custo das massagens é de 150 reais pra cima)

Qnto a sexo em relacionamento, o mais difícil pra mim é isso: a diferença de desejo sexual.

Eu tenho problema de ejaculação precoce e eu tinha uma namorada que queria que eu tentasse várias vezes, pq ela queria gozar, claro, e tb pq ela tinha um desejo maior. E é meio foda que, comigo é assim, depois de gozar 2 vezes, a minha ereção fica irregular e qualquer coisa o pênis cai e tem que esperar nova ereção.

Teve uma outra namorada que se sentia terrivelmente culpada por causa da ejaculação precoce. Achava que era culpa dela e começava a chorar. Eu dizia que não era problema dela. Enfim, tb não deu mt certo.

Hoje eu evito transar e relacionamentos. E acho que é melhor pra mim, por enquanto pq eu fico mt abalado e preciso me dedicar mais ao trabalho.

Por isso qndo acho que to precisando me aliviar mais procuro massagem. Evito prostituta pq acaba me deixando deprê.

Sexo é uma coisa mt sentimental. Deixa todo mundo mt frágil.

Mas todo mundo quer fingir que é descolado e q trepar é coisa simples.

Jonas Klein disse...

Olá A S e Lola

A S eu tenho a solução pra você, termina com esse cara e vem namora comigo KKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

Brincadeira não leva a mal ta.

Agora falando serio mesmo, sabe quando eu frequentava o site yahoo respostas, eu lidei com vários casos semelhantes ao seu, pra esse problema não existe solução magica, e ate onde eu sei o que provoca falte de desejo sexual no homem:

1 - nível de testosterona abaixo do normal.
2 - problemas psicológicos.
3 - muito cansaço físico ou mental.

Quanto questão dele poder ter menos testosterona que normal no organismo, o jeito para saber isso e ele procurar um medico e fazer um exame.

Ele também pode ter algum problema psicológico relacionado ao sexo de forma direta ou não, que ele talvez nem tenha contado a você, o jeito ele procura um psicólogo checar isso.

Quanto a estar muito cansado, isso e mais fácil de detectar a calça numa conversa.

Eu aconselho você a sugerir ao namorado que procure um terapeuta sexual para iniciar, pois estes são médicos especializados em resolver problemas sexuais de homens e mulheres.

Agora e por ele e um cara feminista, se ele fosse um machista, eu diria que e quase certo que ele e um gay enrustido, isso explicaria a falta de interesse sexual dele por você, mas se ele e um feminista eu descarto esta hipótese, neste caso se ele fosse gay ela já tinha assumido.

Bom dia

Mariana K disse...

Ah, pois eh. Conheco bem essa situacao.

Duas dicas: primeiro, masturbe-se mais. Compre um vibrador, uns brinquedinhos... Vai melhorar muito sua vida pessoal e a dinamica do casal. E quando vc se conhecer mais, vai poder ensinar coisas para ele. Nao da pra entender pelo seu texto se o sexo eh bom quando rola. Talvez ele precise de umas licoes, e ele te ama entao vc vai ser a melhor professora ;)

segundo, faca um balanco de quao agressivas sao suas investidas, versus como esta a vida do cara. Se ele esta estressado, doente, etc, realmente eh chato ficar insistindo. Mas se nao, e vcs so estao caindo na rotina, vale a pena ir insistir um pouco mais.
Eu sempre gostei mais de sexo que meus namorados e me lembro de me sentir "rejeitada" quando tomava iniciativa, quando era mais novinha. A realidade eh que a gente aprende uma ideia surreal do sexo, vinda dos filmes pornos (mesmo que vc nunca tenha visto porno, eh uma coisa que esta na nossa sociedade), de que se a mulher der uns beijinhos e se esfregar um pouco nele, em menos de 2 minutos ele vai pular nela com o pau duro. Mas pra varias pessoas a preguica eh mais forte que o tesao, e se vc esta com uma pessoa assim, tem que investir mais nas preliminares. Vale para todos os sexos, eu acho.

Anônimo disse...

Eu me achava uma alienígena por ter essa mesma sensação... Sou casada há quase 10 anos e desde o início tenho muito mais apetite sexual que ele. Já conversamos muito sobre isso e em muitos momentos conseguimos chegar a um meio-termo bom para os dois. Também já me perguntei muito se o problema não seria eu, o fato de ser pouco atraente para ele. Já cheguei a imaginar que ele deveria ter outra etc. Mas hoje entendo que ele me ama e que a libido dele é diferente da minha, como a Lola bem colocou. Hoje aceito bem isso. Uma coisa que digo é que nada é mais brochante para um homem do que esse tipo de cobrança. É preciso conversar, sim, claro, sobre tudo inclusive, mas não acabar caindo na cilada machista de achar que todo homem deve ser uma potência sexual, estar louco de tesão o tempo todo. Meu marido é um homem maravilhoso, muito aberto a discutir e aprender sobre qualquer assunto que seja, sempre esteve em meu lado nos momentos mais difíceis, e hoje vejo que eu não o trocaria por nenhuma máquina sexual. E fica uma dica, amiga: sex shop. Aprender a se masturbar, com as mãos, com apetrechos, é libertador. Com o tempo você também pode incrementar o relacionamento com alguma práticas que aprender sozinha. Nada substitui o sexo com o parceiro para mim, mas foi um excelente jeito que achei de compensar essa nossa diferença de libido sem ter de recorrer a outro homem - coisa que eu nunca quis fazer, pois só tenho desejo mesmo pelo meu marido. E o amo muito, jamais o magoaria.
Enfim, boa sorte!

Anônimo disse...

Que feio Lola, chamando quem pede pra vc comentar sobre o caso da UNE de "transfóbica", sem nem conhecer a pessoa. Muito feio, decepção pra muitas seguidoras.

Anônimo disse...

Há alguns anos atras eu namorei um rapaz que era um pouco mais novo que eu (cerca de 3-4 anos), e ele não tinha mta disposição tb não...
As vezes no meio do sexo ele parava pra ir ver futebol... no meio sem ngm ter gozado e tal... uma vez ele queria ver a Champions League e falou pra eu ir continuando que ele ia ver a escalação do time rs
Comecei a me sentir mal afinal será q o problema era eu? E comecei a dar uns toks nele e o cara nd de conversar ou alterar o comportamento... Detalhe ele não gostava de beijar qdo transava...
Ahhh encanei mas ele não ajudava a desencanar, então comecei a sair com os outros caras... e td era normal e as vezes perfeito...

Depois de mtas tentativas com ele e mtas frustrações eke me diz que o problema é q sexo com namorada tem envolvimento tem q ser bacana e tal que ele preferia transar com prostitutas... Vai lá e pronto ele não deve nada a ela só o $$ e a vida sexual dele até nos conhecermos tinha sido assim...

O machismo faz mto mal a vida sexual dos homens pq eles contam vantagens entre eles, mas muitas vezes não mantém seus relacionamentos satisfatórios pq foram criados em modelos machistas...
Ahhhh ele e os amigos viviam falando q mulher direita não faz isso não faz aquilo e não gosta de sexo...

Anônimo disse...

Anon 12:22
Foi eu que ela chamou de transfóbica (com um x queer insuportável no fim: transfóbicx!) hahahaha
Eu só visito esse blog ainda pra comentar as coisas que estão erradas no meio não-radical pra tentar desconstruir, afinal esse ainda é o blog fem mais acessado. Acho uma pena que quando sugerimos pautas ela nos trate assim só pq somos rads. Depois diz que nossa sororidade é que cai por terra. A nossa, né.

Anônimo disse...

Ai, se fosse o contrário... Homem insistindo para mulher transar mais...

MACHISTA! MISÓGINO! OPRESSÃO!

Anônimo disse...

Também vivo a mesma situação. É mais fácil achar um diamante raro no meio da estrada do que convence-lo a fazer sexo. E as vezes, quando acontece, parece desesperado pra acabar logo com aquilo.

E não adianta roupa sexy, lap dance, jantar, filme erótico, brinquedinho, joguinho, kama sutra, mandinga, promessa blábláblá... já tentei de tudo (tá, confesso - mandinga e promessa não tentei. alguém sabe alguma???). O cara não quer, não é lá muito chegado e ponto final...

Anônimo disse...

Anon 12:45

Homens não conversam para ter mais sexo, uma grande parte manipula, coage,intimida pra conseguirem o que querem...
Qtas mulheres durante anos e anos se submeteram aos desejos dos maridos msm q sem vontade pq era simplesmente o seu dever... Não havia um dialogo...

Lembro de um papel que o José Wilker fez que falava pra esposa que ia usá-la... Minha bisa só foi saber como os filhos foram parar dentro dela depois do 3º...

Nenhuma mulher está pensando unicamente em si mas sim no relacionamento de ambos...

Fabiano disse...

Embora isso possa soar machista, mas vou falar assim mesmo:

Nunca passou pela sua cabeça que o seu namorado possa ser gay?

Anônimo disse...

Autora, vivo o mesmo... e sabe o que? Não tem jeito. Isso também é muito cultural, pq imagine vc fosse um homem falando que a namorada não quer sexo, as respostas seriam o que? "Filho, te acustuma que é assim mesmo".

Mesma coisa... tem gente que gosta mais de comer, tem gente que precisa de mais ou menos sono...ele na vai mudar e acabou. O que eu fiz, comprei um vibrador, com pilha, eu não preciso nem mexer a mão.

A gente se vira como pode.

Anônimo disse...

toca uma sirica amiga e fique de boas.

Thomas disse...

Deixa eu adivinhar: seu namorado é um sedentário que come carne.

Uma dieta rica em gordura saturada promove o bloqueio das artérias e o primeiro sinal de má circulação sanguínea é o que os médicos costumam chamar de "pau brocha". Sem contar o fato de que a carne que vocês consomem vem cheias de hormônio, um deles estrogênio, o que também não ajuda muito a libido masculina.

Por isso eu sempre recomendo a todas as mulheres se relacionarem com um vegano atleta, como eu. Vocês não sabem o que é sexo até transarem com um vegano atleta. Nós somos verdadeiras máquinas, isso me causa até certos problemas na minha vida sexual, pois é muito difícil encontrar uma mulher que aguente o meu ritmo na cama.

Além disso, eu recomendaria que você termine o seu namoro. Namoro sem sexo é amizade pra pessoas extremamente egoístas, simples assim. Não se prenda à essa relação achando que é amor, porque não é. Isso é só egoísmo, isso é só um reflexo da sua própria insegurança.

A verdade é que você gosta de sexo, então deve procurar um relacionamento em que exista muito sexo da mais alta qualidade. Continuar nesse seu relacionamento só vai trazer infelicidade pra você. Seu namoro e você não foram feitos um pro outro. Deixa que ele arrume alguma mulher frígida por aí, que os dois serão muito felizes. Você precisa arrumar um homem que goste de putaria de verdade.

Você vai ver como é maravilhoso ter um relacionamento com uma pessoa que você ama, que é sua amiga e que não consegue passar um dia sem fazer sexo pelo menos 3 vezes.

Não precisa agradecer pelos meus conselhos.

Anônimo disse...

Hora de vocês começarem a refletir ou prestar mais atenção nas coisas, o parceiro(a) de vocês pode ser gay. Falo por experiência própria, noivado/namoro de 6 anos, mas amo ele fazer o quê, só não curto sexo hetero. Pois é, faço meio sem vontade, só pra agradar mesmo. Nunca senti atração física por homens, mas estou com ele porque é um companheiro maravilhoso e o amo muito como ser humano. Trocar uma relação assim só pra fazer sexo com mulher? Não, obrigada, prefiro ser feliz com ele fazendo sexo sem vontade de vez em quando. Minha vida vai muito bem, quanto a dele, procuro compensar essa esporadicidade de relações sexuais com outras coisas também importantes pra um relacionamento.

Anônimo disse...

'isso me causa até certos problemas na minha vida sexual, pois é muito difícil encontrar uma mulher que aguente o meu ritmo na cama"

Com certeza é pelo ritmo de "máquina" na cama, e não porque o sexo é ruim kkkk

90% dos homens que falam "sou máquina na cama" me lembram mais uma britadeira do que um bom orgasmo.

Anônimo disse...

Hum. Duvido que médicos usem o termo "pau brocha".

Thomas disse...

"Com certeza é pelo ritmo de "máquina" na cama, e não porque o sexo é ruim kkkk

90% dos homens que falam "sou máquina na cama" me lembram mais uma britadeira do que um bom orgasmo."

É porque você nunca teve a experiência de ter um homem sexual machine na cama, então não sabe do que tá falando.

Quando digo "máquina", quero dizer que a minha libido é muito alta e posso fazer sexo por horas. Mas sou uma máquina versátil, tenho muitas opções no meu menu. A mulher faz o pedido e eu executo com perfeição.

Tô até vendo os outros comentários de gente ofendida com o que eu disse. Se eu falasse que sou brocha e assexual, teria até gente aí querendo me abraçar e ser meu amigo e me recomendando grupinho de facebook, mas um homem que gosta de sexo e faz bem... difícil lidar, né?

Anônimo disse...

hahaha Thomas tem problemas de autoestima... ele vem aqui provar o quão másculo ele é...
Quão viril ele pode ser...

Tds os posts dele são nesse sentido...
Acho que ele nunca deve ter feito uma mulher gozar...

Jonas Klein disse...

Anon 12:29

"Depois de mtas tentativas com ele e mtas frustrações eke me diz que o problema é q sexo com namorada tem envolvimento tem q ser bacana e tal que ele preferia transar com prostitutas..."

E por isso que digo que o machismo não passa de uma mentalidade de bordel, e só todo home parasse para pensar iria ver que ser machista não lhe trás nenhum lucros muito pelo contrario, os homens seria os primeiros a se virar contra o machismo...


Anon 12:45

Segundo ela conta, ela apenas e insistente no convite pra transa com ele, mas nunca chantageou ele para conseguir sexo nem abusou sexualmente dele, em função disto o teu argumento esta na lona, pois mesmo se fosse ao contrario sendo assim não haveria machismo, misoginia, opressão...


Anon 14:01

Você já pensou em ate um certo ponto se abrir com ele e dizer que sente vontade de transar com outras mulheres? (mas sem dizer que não curte sexo hetero) eu não sei se você sabe mais a maioria dos homens não se incomoda se sua parceira transa com outra mulher, se ele e um cara mente aberta assim e também não e ciumento, ele provavelmente te liberaria para se divertir com outras mulheres, ai faz um meio termo entre você ele.

Ci disse...

Eu sempre gostei mais de sexo do que meus namorados, cheguei a brigar com um deles por causa disso. Hoje , eu aprendi que cada um tem seu ritmo, essa mentira que ouvimos desde de pequena que homens gostam muito mais de sexo, se torna frustrante, tanto para homens, quanto para mulheres. Como mulher, você se sente rejeitada, afinal, homensino estão sempre prontos para o sexo, como homem, não querer sexo e ser julgado por isso, se não quer só pode ser gay.
A questão é que cada indivíduo, tem libido diferente, o negócio é conversar e tentar acertar o ritmo.
E se o cara é tão legal assim, vale a pena conversar.
Cada um sede um pouco.
Thomas, saúde é extremamente importante, porém não quer dizer que um cara ou uma mulher que se alimente bem , faça exercícios físicos regularmente, seja um vulcão na cama. Cada um é cada um.

Thomas disse...

"hahaha Thomas tem problemas de autoestima... ele vem aqui provar o quão másculo ele é...
Quão viril ele pode ser...

Tds os posts dele são nesse sentido...
Acho que ele nunca deve ter feito uma mulher gozar..."

Esse é um dos problemas dos esquerdistas. Nessa necessidade de vocês de abraçarem a todos e incluírem todo mundo sem discriminação, o que é algo positivo, acabam como efeito colateral criando uma cultura de mediocridade.

O normal pra vocês é chegar falando que é maluco, que tem derrame, que tem hemorroida, que é viciado em cheirar pé, que gosta de comer da lixeira, que tem duzentos problemas mentais, é brocha, assexual, obeso, fedido, feio, escroto etc.(só não pode falar que é direitista). Vocês acham lindo isso, abraçam as pessoas, falam que a culpa não é delas, é da sociedade, passam grupinho de fb, marcam pic nic no parque e nunca passa pela cabeça de vocês falar "OW SEU BABACA ESCROTO PARA DE BABAQUICE E DE CHORAR E PELO MENOS TENTE MELHORAR".

Aí quando chega alguém que não tem problemas mentais, alguém saudável, que tem um belo corpo, um pênis grande, uma ótima e saudável vida sexual gratificante, uma pessoa que se ama e se sente perfeitamente confortável na própria pele... isso ofende vocês.

Robson disse...

Tenta ver se não há algum problema emocional/psicológico envolvido. Eu sou um sujeito com baixa libido, e é devido aos meus traumas. Embora vocês estejam juntos há bastante tempo, pode ser que ele esconda algo de você, pode ser que ele não queira te contar, afinal, você é muito importante pra ele...

Bem, isso é pura suposição, pelo seu texto não tem como saber, eu só estou dizendo que existem problemas emocionais que podem acarretar isso. Nesse caso é preciso apoio psicológico profissional. Eu não tenho mais esperança, mas seu namorado certamente pode superar.

ci disse...

corrigindo: cede

@vbfri disse...

Eu SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE tive a libido mais elevada do que os meus parceiros. Nunca na minha vida me relacionei com alguém que quisesse mais sexo do que eu.
É frustrante, é irritante, você se pergunta o que está fazendo de errado, porque a sociedade te vende justamente essa ideia de que o homem é quem sempre quer e a mulher é a que sempre tem uma desculpa.
No último relacionamento sério que tive, falei com todas as letras que sexo era, no mínimo, 3x por semana, exceto em caso de doença ou viagem.
Deu certo.
Eu acho que conversar com o cara só deixa ele com menos tesão. Por outro lado, reprimir essa frustração só fará você se sentir pior também.
Então, realmente não sei o que fazer (exceto terminar ou abrir a relação e procurar outro).
Eu, particularmente, não acredito que um relacionamento amoroso vai adiante sem sexo satisfatório...
Quer dizer, até vai, mas fica muito capenga. O sexo não é a coisa mais importante, mas é um fator determinante para distinguir o namorado de um amigo.
E, na boa... virar amigo de ex, em casos assim, às vezes pode ser a melhor coisa que você faz pelos dois.
Isso aconteceu comigo... acabei virando excelente amiga de um ex por quem não tinha tesão... Terminarmos o relacionamento foi a melhor decisão. Hoje temos uma naturalidade muito maior perto do outro...
Sei lá... Pra mim foi melhor. :)

@vbfri disse...

Thomas-Mingau-Terror-Das-Feminazi vomitou...:

"Aí quando chega alguém que não tem problemas mentais, alguém saudável, que tem um belo corpo, um pênis grande, uma ótima e saudável vida sexual gratificante, uma pessoa que se ama e se sente perfeitamente confortável na própria pele... isso ofende vocês".

Primeiro que quem tem tudo isso não sai gritando aos quatro ventos. A pessoa só tenta se afirmar naquilo que não sente segura.
Segundo que uma pessoa que é tudo isso (e tem a plena consciência disso) não vai perder tempo odiando ninguém (porque, né, não vai ter tempo).
Terceiro que quem é assim, não passa o tempo TODO trollando um blog que não condiz com suas ideologias.
Quarto que se você fosse tudo isso, tivesse tudo isso, etc, não seria uma pessoa tão amargurada que quisesse tantas coisas negativas para o mundo.
Quinto...
Ah, cansei.
Tenho absoluta certeza que você é um moleque de uns 15 anos, virgem (nada contra), com o pau pequeno, que tá de cueca na frente do computador com o quarto bagunçado, jogando Call of Duty e sonhando com a menina loira da sala de aula.
Diria que ou é o irmão mais novo, com uma irmã muito gata por quem você nutre um tesão (com uma tonelada de culpa junto) e um irmão daqueles bem bully.
Talvez você seja filho único, mimado pela mãe até dizer chega e com o pai ausente e/ou separado da mãe.
Daí fica vomitando ódio no computador.
Faz parte.
Conselho de amiga: procure alguma terapia, antes que você vire um adulto, de trinta anos, ainda de cueca no quarto bagunçado na casa da mãe, reclamando da vida e cantando de galo.
Sei lá.
Pode mudar a sua vida.
Beijonãomeligatchau.

@vbfri disse...

Agora o Thomas-15-anos-de-cueca vai fazer assim:

Pegar uma frase do que eu falei, tirar do contexto e tentar argumentar que ele é sim o bonzão.

Em 3...2...1...
valendo!

@vbfri disse...

Anônimx disse (pq anônimo?????):

"'isso me causa até certos problemas na minha vida sexual, pois é muito difícil encontrar uma mulher que aguente o meu ritmo na cama"

Com certeza é pelo ritmo de "máquina" na cama, e não porque o sexo é ruim kkkk

90% dos homens que falam "sou máquina na cama" me lembram mais uma britadeira do que um bom orgasmo."

-- Verdade, verdadeiríssima. A minha experiência vai bem por aí.

Saí com um cara certa vez que dizia ter o pau grande (ha!) e que era uma máquina na cama (hahaha!).

O pau grande era bem mediano (*suspiro) e a "máquina" era "coelhinho da duracel".

Zero (ZEROOOOO!) criatividade na cama (ZERO). Ficava ali uma hora no melhor estilo "britadeira" e não saia muito de papai-mamãe.

Daqueles que você falta olhar no relógio e imaginar qual a próxima cor que você vai pintar o teto do quarto.

E dar uma de Meg Ryan no filme Harry e Sally.

E ficava ainda cantando de galo e dizendo o quanto ele fazia as mulheres gozarem e como ele era bom de cama.

Uma vez eu quase dormi durante o ato.

E me pergunto o porquê de ter namorado essa criatura durante um ano.

#vergonhadefine

Marjory Santos disse...

É um problema complicado, mas se realmente amar seu namorado tem como procurar tratamento (pode ser disfunção erétil, né?). Espero que resolvam esse problema e sejam felizes :3


www.faroestemanolo.com.br

Anônimo disse...

Sabe essas coisas de quando a gente não tá lá muito afim mas dá uma enganada com um oral ou algo assim?
Então, se ele não está no ponto para "funcionar", peça pra te dar uma mão ou fazer um oral. Já te dá uma acalmada e ele fica de cumprir "grandes performances".

Fabiano disse...

É bastante comum em homens gays (e mulheres também) o preconceito internalizado. Eles não aceitam a própria sexualidade e tentam consciente ou inconscientemente "mudar" a orientação sexual ao se relacionarem com pessoas do sexo oposto.

E também é comum nesses casos, que o relacionamento seja maravilhoso, que "tenham tudo a ver um com o outro", mas que o sexo seja bem insatisfatório.

É claro que não estou dizendo que esse seja o seu caso, mas é uma possibilidade.

Laura disse...

Legal esse post. Estou chegando à conclusão de que homem gosta mais de falar do que de fazer. Váaarias vezes amigas (e eu tb) saíram querendo transar com o cara, mas os caras, por serem "muito legais" e quererem algo mais sério, só pegavam o telefone e não transavam no mesmo dia. Mas eu (e minhas amigas) nunca nem falava que queria transar naquela hora. Enfim, depois já tinha passado o tesão e nem respondemos esses caras, que parece que querem sempre estar em uma posição de comando, então quando vc insinua que quer sexo, eles não querem. Ou seja, se gostassem mesmo, estavam sempre disponíveis. Fora as casadas que reclamam muuuito de falta de interesse dos maridos.

Anônimo disse...

"Ou seja, se gostassem mesmo, estavam sempre disponíveis."

Não, só não.

Anônimo disse...

O que eu acho um pouco estranho é essa história de comer ou beber demais todos os dias...
Realmente, álcool e comer demais acabam com a líbido, mas se vocês moram juntos tem que ter alguns dias da semana que isso não seja um fator...
Acho que você podia ter colocado a frequência que vocês fazem, a frequência que você gostaria e se é satisfatório quando acontece.

Thomas disse...

@vbfri

LOL você acabou de provar meu ponto.

Donatien Alphonse François disse...

Eu tive um relacionamento parecido com o seu, tinha muito amor, carinho, afinidades, cumplicidade, amizade, passava-mos horas no telefone conversando... mas o sexo não era lá essas coisas, para nenhum dos dois. Ela pensava que gostava mais de sexo do que eu, mas na realidade não, era egoísta mesmo, ficava de quatro e eu mandando ver nela, toda vez, resultado, eu não gozava e ela nunca estava satisfeita, sempre queria mais, meu corpo cansava, minhas articulações doíam. Adorava ela, mas não sentia tesão pelo seu corpo, tentamos caprichar nas preliminares, não deu certo, ela cogitou, como alguns, aqui que eu seria gay, não sou, se fosse eu saberia, homem não me atrai. Terminamos, dias depois fiquei com uma garota numa festa, fomos a um canto escuro no estacionamento, beijos e passadas de mão a vontade, deixei-a nua... como eu queria ter tido uma ereção naquele momento, não tive. Voltei a ver a minha ex. ficamos juntos mais uma vez, sem pressão, sem cobranças e o sexo foi muito bom, foi natural e nossa ultima vez. Antes, ela só ia na minha casa para transar e ir embora depois, não gosto assim, não sou uma maquina, sou humano, eu queria conversar e deixar rolar. Moral da história, adoro sexo, adoro variar as posições, desde que elas me sejam confortáveis, e a parceira também óbvio, nada de kama sutra e contorcionismos, adoro vê-la por cima, de lado, de quatro e por aí vai... só não gosto de ser cobrado, como se eu fosse um vibrador que basta ligar, o tesão vem naturalmente, no meu caso, basta abraça-la por traz, ficar de conchinha na cama. Hoje estou casado pela segunda vez, minha vida sexual e afetiva está muito melhor e ao contrário do vegano, eu como quilos de carne e não fico me gabando disso.

Anônimo disse...

Os comentários só estão validando o machismo, o cara n pode simplesmente n gostar tanto de sexo, ele deve ter traumas, problemas psicológicos ou é gay.
N tem o q fazer, tem q aceitar, ninguém ia gostar de ser forçado a fazer o q n quer, só para agradar o outro. Como vários caras q enchem o saco da mulher por sexo anal e n estão nem aí, se ela gosta, se dói.

Paula disse...

uma palavra: siririca...

deixa o cara em paz, quanto mais vc buzinar no ouvido, mais o "minino" não se empolga....

Julia disse...

É Thomas Toddy, @vbfri. Mingau é o outro. Mas no fundo os dois são a mesma merda então não tem problema confundir mesmo :)

anon A. disse...

Para a guest, se relacionamento aberto não rola, masturbação é a melhor saída. Eu e meu marido só transamos quando ambos estamos realmente afim, se não o que está com tesão vai bater uma e pronto. No final das contas a gente só transa +- 1 vez por mês, mas é um sexo muito bom, com ambos querendo. Fora isso, a gente costuma se pegar/amassar quase todo dia, mas sem intenção/obrigação de sexo. Acho que isso ajuda a manter a intimidade e o tesão.

@Thomas
Sou vegetariana com dieta quase vegana e não tenho essa líbido de vulcão aí não.

D Stoffel disse...

aff machista comentando em blog feminista já deu né, não tem nada haver...

Anônimo disse...

As vezes os dois não estão no mesmo ritmo, mas podem se acertar de um jeito ou de outro.
Claro que sexo não é tudo, mas ter uma vida sexual muito insatisfatória é complicado...

PS- A Marjorie Santos (08/05 - 15:43) é aquela moça que mandou a Lola "pentear o cabelo"?
Hahahhahahah
Achei bem parecida...
Sarah

Anônimo disse...

Eu tive esse problema também, na internet era uma coisa mas ao vivo, quando nos encontrávamos, ele fugia do sexo a ponto de uma vez e eu estar pelada na cama com ele depois de seis meses sem nos encontrarmos e ele virar as costas e dormir. Fora da cama era tudo perfeito, éramos o casal mais apaixonado do mundo mas na cama era uma desgraça e quando rolava, era uma coisa super rapidinha meio que pra acabar logo.

Vou encurtar tá? O cidadão era pedófilo. Nunca molestou ninguém mas a orientação sexual dele era essa e ele via a penetração como um ato agressivo, de tanto que se reprimiu nessa parte, tinha um medo irracional de me machucar mesmo eu não sendo ou parecendo uma menina.

Nem de longe to dizendo que esse é o caso da autora do guest post mas tem UMA coisa que eu aprendi dessa história: se um cara te fala que o problema é com ele e não com você, ACREDITA, porque a chance dessa ser a única verdade que ele vai te contar é imensa.

Anônimo disse...

"se um cara te fala que o problema é com ele e não com você, ACREDITA, porque a chance dessa ser a única verdade que ele vai te contar é imensa"

So true... é o que falo pro meu companheiro, sou aquela ali de cima que não curte sexo hétero. Ele demorou pra acreditar, pensava que era com ele o problema :/ Mas eu tomo três remédios, então acabou que a culpa ficou sendo dos remédios que tiram a libido, nem precisei contar a verdade, felizmente ele é compreensivo.

Anônimo disse...

Credo, gente, o cara só não tem tanta vontade quanto ela. Simples assim. Ele NÃO tem que se adequar ao ritmo dela, não tem como, tentar isso não faz nem sentido.

Recomendo masturbação sem pudores. Passei já anos solteiro e deu tudo certo. Quando minha namorada não quer/não pode por qualquer razão, dá tudo certo. No meu caso pornô ajuda, as moças podem ser mais explícitas aí na história do sex shop que elas sabem mais do que eu, né?

Agora os comentários estão de perder a fé na humanidade, sério. Não adianta desconstruir machismo e falar que o namorado dela é gay, precisa de psicólogo, tem um problema oculto e etc. Ele só quer menos sexo que ela. Simple as that.

Cão do Mato disse...

Ok, autora do post, já entendemos: você é fodona, super quente na cama e o pinto mole do seu namorado não acompanha seu ritmo alucinante! Podemos passar para algum assunto importante agora? Obrigado.

Daniel disse...

Cão do Mato, se não quer "ouvir sober o assunto, não volte no post". Uma dica que posso te dar, faça ele seguir uma dieta rígida e claro, cortar o álcool e exercícios pesados, pra aumentar a produção de testosterona e assim, o desejo sexual dele vai aumentar muito. Com acompanhamento profissional é claro e não esqueça de botar ele pra malhar as penrnas. Isto é fundamental pra aumentar os níveis de testosterona.

Anônimo disse...

Autora, puxa teu relato parece escrito por mim! Vivi a mesma situação, as mesmas inquietações, as mesmas angústias, mas que no meu caso, com o passar dos anos, e o casamento, a coisa piorou muito, chegando inclusive a prejudicar planos comuns de ter filhos e outros aspectos da relação, culminando na nossa separação depois de 7 anos juntos. Portanto sendo bem honesta, acho que compatibilidade sexual é sim um aspecto importantíssimo numa relação! No início, tal como vc, eu não achava isso. Achava que podia compensar nossa diferença de libido, me masturbando, ou valorizando outros aspectos onde havia afinidades, até me dar conta que cometi um erro. Durante anos sofri com sentimentos de culpa, rejeição, tive diálogos sem entendimento, tais como os que vc relata. Isso td abala demais nosso amor próprio, consequentemente tb o amor ao outro. Somente depois de separada, qd tive a sorte de encontrar alguém compatível a mim, no pessoal e sexual, é que pude constatar a diferença. Nossa, e que diferença! como é bom ter alguém com o mesmo apetite, a mesma sintonia, nunca achei que isso fosse possível, e nunca estive tão realizada, tão feliz. Estamos juntos há um ano. Por isso te digo, sem falsas hipocrisias: vc está mesmo feliz nessa relação? até que ponto essa incompatibilidade te faz sofrer? só vc pode dizer. Só acho que “A gente vive esperando que as coisas mudem, que as pessoas mudem... até que um dia, a gente muda, e percebe que nada mais precisa mudar”. Acho que é por aí... boa sorte. Seja feliz.

Thomas disse...

"@Thomas
Sou vegetariana com dieta quase vegana e não tenho essa líbido de vulcão aí não."

Não basta ser veggie/vegan, tem que ser atleta com uma dieta saudável e controlada voltada pra performance física.

Daniel disse...

@Thomas. Eu faço a dieta low-carbo paleolítica e vivo muito bem. Isto dai de hormônio em carne é MITO. Eu já consegui trepar 7 vezes num único dia e estou muito bem, graças a esta dieta. Se a carne pode ter resíduos dos hormônios que muitas vezes usam nestes animais, lemrbe-se de que o trigo e outros alimentos, muito consumidos por vegetarianos, são praticamente puro amido e glúten e não conheço nenhuma fonte de proteína, com pouco carboidrato, numa dieta vegana. Praticamente só como Frango orgânico. É meio caro pagar R$30,00 num quilo de comida, mas vale a pena.

Barbara O. disse...

o cara só come frango orgânico? aiaiaia kkkkkkkkkk. e aquele brownie depois da trepada, hein?

Como eu gostaria que o mundo/relações amorosas fossem mais simples. São tantos aspectos pra coordenar... como lidar com dinheiro, filhos, como morar, como comer, afinidade de pensamento, e sexo! Certa vez comentei que meu namorado tinha pouca libido pra um médico, e ele, quase sem informação adicional nenhuma, disse que o problema era a minha feminilidade, que eu não era sedutora o suficiente. Até hoje penso se eu deveria fazer um favor pra humanidade e explicar pro médico como ele é imbecil. Como o cara me solta uma "verdade"destas sem conhecimento algum de causa??????? Para os meus parceiros subsequentes eu era sedutora o suficiente... curioso.

Moça da postagem: eu sei que vc acha que ama o seu namorado, mas sua vida vai ser muito mais plena com alguém que goste de sexo.
infelizmente tem que pesar as coisas e não pode ter tudo.

Espero que vc possa tomar uma atitude sábia e ponderada :)

Ci disse...

Concordo com você.

Anônimo disse...


a) Olha já pensou em consultar um médico ? baixa libido pode ser sinal de alguma doença.

b) Lola querida gostaria de fazer uma sugestão escreva um post sobre a agressão que a deputada Jandira Feghali sofreu na câmara dos deputados

Daniel disse...

Barbara, franco é um excelente alimento para manter meus músculos. Eu como um pouco de batata doce também, mas evito trigo, massas e doces. Trigo é puro glúten, massas, são pura gordura e doces, é uma fusão de carboidratos, com açúcar e gordura. Eu também evito beber álcool. A única vez que bebi foi a 3 anos atrás, pois mais álcool no sangue = menos testosterona no corpo e menos testosterona no corpo = menos músculos.
-
Veja este excelente vídeo da Pamela sobre a dieta youtube.com/watch?v=U2GMX671vIo

Paula disse...

nunca conseguiria manter um relacionamento com um cara que troca uma pizza comigo por um shake de whey protein...

Anônimo disse...

" Olha já pensou em consultar um médico ? baixa libido pode ser sinal de alguma doença"

Doençasim, epidêmica entre as mulheres :D

Se você por um belo homem nu de um lado, e uma vitrine de sapatos em liquidação do outro, o que vocês acham que as mulher enxergam?

Anônimo disse...

FODA-SE A DIETA DE VOCÊS CARALHO.

Anônimo disse...

Então mulher q n gosta tanto de sexo é lésbica ou traumatizada?
Hipocrisia demais nesses comentários.

Thomas disse...

Daniel, você é muito burro e só falou merda. Estude, sério. A internet taí cheia de informação. Ou continue postando balela porque tá engraçadíssimo.

Anônimo disse...

Segundo caso em menos de um mês, que mãe mata o filho, e tenta matar o marido envenenado.
Ela queria ficar com o seguro, e a pensão do marido, que e militar, para fugir com o amante.
Quando as feministas vão falar deste tipo de violência domestica?

Julia disse...

Aff que absurdo.
De que marca são esses sapatos?

Julia disse...

Não vamos falar sobre isso porque não é problema do feminismo. Não é objetivo do feminismo que mulheres matem tanto quanto homens.

Daniel disse...

Thomas, ad hominem não é argumento. E se é pra dar carteirada, veja o que os especialistas dizem da dieta low carbo : http://www.dietdoctor.com/swedish-expert-committee-low-carb-diet-effective-weight-loss

E anon das 13:23, as mulheres cometem infinitamente menos crimes que homens. Isto é fato. Existe violência de mulher contra o homem? Sim, mas além de ser minoria, a maioria das agressões das mulheres contra os homens, são menos violentas.

Anônimo disse...

Eu sei que isso vai parecer estranho, mas já considerou a possibilidade de ele ser asexual? Não falo isso como um insulto ou de zoação (longe disso!) mas como a asexualidade não tem quase visibilidade nenhuma no Brasil, infelizmente (nos Eua, Canadá e no Reino Unido tem até passeata), achei q talvez fosse útil considerar essa possibilidade. Acho bem possível que o problema seja com relação a orientação sexual, ou talvez à diferença de libido.

De qq forma, se quiser saber mais, tem o site da Aven: asexuality.org
O site em inglês tem muito mais informação, inclusive uma área reservada pra amigxs, namoradxs e familiares de assexuais tirarem dúvidas, pedirem conselhos, etc. Mas se seu inglês não for tão bom, vc pode dar uma olhada no site brasileiro da Aven tbm.

Enfim, é só uma das várias possibilidades. Acho que, pq a asexualidade é pouco conhecida e muito, mas MUITO mal compreendida, talvez traga algum alívio pra ele (e pra vc tbm) reconhecer o que pode ser a causa da incompatibilidade entre vcs dois. ;)

Donatien Alphonse François disse...

Daniel, me explica uma coisa, como pode ser menos violento uma mulher matando um homem, que um homem matando uma mulher? Não sei, mas me parece que o resultado é o mesmo, um cadáver. Mesmo que mulheres cometam menos crimes violentos, o fato é que elas não são menos criminosas por isso. Em números absolutos mulheres matam menos que homens, mas também matam, esse é o ponto.

E Anonimo 13:23, ao feminismo somente interessa ver a mulher enquanto vitima, nunca como agressora dos filhos/enteados, do marido, dos pais idosos, de crianças que elas deveriam cuidar na condição de babás, porque isso seria suicídio ideológico. Também não pode falar da violência que mulheres praticam contra outras mulheres, ou transsexuais contra mulheres, porque aí já seria lesbofobia e transfobia.

Anônimo disse...

E porque o cara se casou com uma mulher assassina? Quando uma mulher sofre violência domestica muitos reclamam que a culpa é dela por ter se casado com um homem assim...
olha, mulheres lesbicas que machucam outras mulheres em relacionamentos pode existir mas é realmnete o tipo de violência mais raro de acontecer.

@vbfri disse...

Donatiem-iuzomi escreveu:

"Daniel, me explica uma coisa, como pode ser menos violento uma mulher matando um homem, que um homem matando uma mulher?"

Mimimi, iuzomi, mimimi, mulheres más...

A mulher tentou matar o cara com veneno. Muito menos letal e menos violento do que 15 facadas, dois tiros, esganadura, etc.

Até em caso de suicídio, é muito menos violento a pessoa se matar com overdose de tarja preta do que com um tiro na cabeça.

Tipo, dá pra velar em caixão aberto.

Vê como fica o corpo de 99% das mulheres assassinadas pelo marido e de 99% dos homens assassinados pela esposa.

Aliás, me dê, sem olhar no google, 5 casos que você se lembre de mulheres que efetivamente assassinaram o companheiro (ou ex), o namorado ou ex.

Tem o caso do Yoki... e... erhm... hmmm... ahhhh....

Agora, casos de homens que assassinaram a companheira ou ex, namorada ou ex tem aos montes.

Então, sim, o resultado pode ser o mesmo (a morte), mas a forma pode, sim, ser mais violenta do que a outra...

E mulheres são infinitamente menos violentas do que homens, sim.

Sem falar que elas são, em sua grande maioria, mais fracas fisicamente.

Anônimo disse...

Lola, você podia fazer um estudo sociológico da sua seção de comentários, de verdade. Se conseguir um aluno de iniciação científica / mestrado para fazer isso anuncia aqui, vai ser demais.

Agora, mais chocante que as dietas do sexo aqui é a dificuldade das pessoas enfiarem na cabeça que ÀS VEZES A MOÇA GOSTA MAIS DE SEXO QUE O MOÇO. Ele não é a/homo/pan/frango/trigossexual, ele não tem disfunções hormonais, é só uma diferença de ritmo, assim como algumas pessoas gostam mais de chocolate que outras, simples assim.

Anônimo disse...

Donatien, seu gênio! Você adivinhou que o feminismo se ocupa das mulheres vítimas!

@vbfri disse...

Anônimo de 14:50

"Donatien, seu gênio! Você adivinhou que o feminismo se ocupa das mulheres vítimas!"

Respostas agora (3...2...1...):

"Mas, mas, mas... IUZOMI???? UZOMI também são vítima... UZOMI!!!! Tem mulher que mata UZOMI! Mulher também mata!!!! Coitado DUZOMIII!!!! Vocês feminista são tudo malvada porque não defende UZOMI!"

@vbfri disse...

Ah, e mais um detalhe:

Cena 1: Mulher é assassinada pelo namorado/marido/ex:

- A piranha deve ter merecido. Vadia. Quem manda casar com homem violento? Ficou porque quis.

Cena 2: Marido é assassinado pela mulher:
- Vadia! Mulheres também são violentas. Queria ficar com o seguro de vida dela. Mata, mata, mata. Piranha. O pobre coitado deve ter sido traído também.

Mas, né? Tudo a mesma coisa.

Cão do Mato disse...

"faça ele seguir uma dieta rígida... " É cada uma que a gente lê por aqui... Será que dá pra perguntar para o sujeito em questão se ele tá a fim de fazer isso?

Donatien Alphonse François disse...

Anonimo 14:38 "E porque o cara se casou com uma mulher assassina? Quando uma mulher sofre violência domestica muitos reclamam que a culpa é dela por ter se casado com um homem assim..."

_Eu particularmente não coaduno com relativismo moral, em ambos os casos a culpa é sempre de quem agride/mata um apessoa nunca da vitima.
@vbfri
_Nem vou perder meu tempo desconstruindo seu espantalho, faça um esforço e apresente um argumento e então conversaremos.
Anonimo 14:50 "Donatien, seu gênio! Você adivinhou que o feminismo se ocupa das mulheres vítimas!"
_Sei perfeitamente que o feminismo privilegia a vitima, ao menos é assim que deveria ser sempre em qualquer instancia da sociedade, o ponto é que mesmo em minoria, mulheres violentam outras mulheres também e crianças, idosos, doentes, etc. mas isso nunca é problematizado.


"Mas, mas, mas... IUZOMI???? UZOMI também são vítima... UZOMI!!!! Tem mulher que mata UZOMI! Mulher também mata!!!! Coitado DUZOMIII!!!! Vocês feminista são tudo malvada porque não defende UZOMI!"
_Sério? Isso é o seu melhor? Õ-Õ

Anônimo disse...

Me acabei de ri! Kkkkkkkkk
Você acabou com o projeto de mascu!

Anônimo disse...

Moça, teu namorado e gay

Anônimo disse...

No meu relacionamento anterior eu tive esse mesmo prolema. Eu sempre fui um cara com uma libido muito alta e a minha namorada era bem morna sexualmente, não na relação sexual em si, mas na quantidade. Eu acredito que essa estória de qualidade x quantidade seja balela. Se o sexo é bom eu vou ter vontade de fazer bastante. Eu tentava conversar e ela dizia que o problema não era comigo, o que não me deixaria nem um pouco encucado, por que era só ver no que eu não estava me ajustando e tentar melhorar, mas ela dizia que era com ela e coisa tal. Com o tempo ela foi se abrindo e disse que teve uma educação meio repressora e desconfio até que tenha presenciado o pai estuprando a mãe. Eu sugeri terapia de casal, sugeri terapia individual e ela nunca topava. Até que a coisa complicou a ponto de ela não querer mais sexo, daí apesar de gostar muito dela eu acabei terminando. Hoje felizmente eu encontrei uma mulher com uma libido tão alta quanto a minha e com uma cabeça super aberta pra falar o que está sentindo e em como nós podemos fazer para o relacionamento melhorar a cada dia.

Eu acho que é mais ou menos isso, por mais companheiro e amoroso que o teu companheiro possa ser se ele não corresponde da maneira esperada e tu vê que ele não tem vontade/condições de mudar pode estar na hora de dar um fim em um relacionamento morno e partir para outra.

Luis

Anônimo disse...

Ai, que tédio... Zzzzz

Anônimo disse...

Cheguei tarde a este post, mas só como desabafo comento que tenho esse mesmo problema de descompasso na libido, mas é meu marido que quer muito mas (todo dia, acho que se pudesse varias vezes no dia) e eu só sinto vontade às vezes. Sei que isso corresponde com o maldito padrão social, mas no nosso caso não é preconceito, é a realidade mesmo.
A gente fala a respeito, eu gosto dele, ele tem melhorado muito e tenta mesmo me dar mais prazer, ele faz sua parte e fica procurando o que mais fazer, mas simplesmente o tesão não aparece em mim. Eu quase sempre acabo fazendo mesmo sem vontade, até fingindo, e isso me deixa muito mal.
Eu já pensei que tenho alguma coisa errada mesmo, um tipo de deficiência ou doença ou trauma ou algo, ate quis buscar ajuda mas não busquei ainda porque 1.não sei a quem perguntar (que especialidade poderia ajudar?? Agradeço sugestões!) 2.às vezes penso que eu até tenho direito a querer uma vida sexual mais tranquila, o problema é a frustração que isso traz para meu marido.


Para a moça do post: é bom conversar, mas acredite que si já foi falado ficar repetindo ou cobrando só faz com que a gente sinta maior pressão e afaste ainda mais o tesão.Também ficar insistindo muito forte ou "diretamente" em momentos em que não há vontade pode trazer muita angustia. Também se vc sempre que se aproxima mais intimamente dele está querendo que acabe em sexo, vai chegar o ponto que até um beijo ou caricia deixe ele tão angustiado que não consiga mais, pelo menos para mim é assim. Não saberia o que aconselhar, mas saiba que seu namorado pode estar sofrendo por essa situação também e que se ele não tem mudado não é porque não goste de você ou não se importe, mas porque não é uma simples ação voluntaria.

Anônimo disse...

Muitas vezes essa baixa libido é culpa do anticoncepcional..

Anônimo disse...

Estou passando por isso.Posso ficar horas transando,mas meu namorado nao aguenta nem 20 minutos e fala que ja vai gozar e eu estou a ponto de bala ainda. Frustante

Criis disse...

A questão do apetite sexual é relativo. Não importa o gênero ou a idade. Assim como existe mulheres que não gostam, há homens que tem menos desejo carnal. O importante é conversar e compreender cada lado. As vezes, a falta de desejo está relacionado com preocupações do dia a dia, estresse com o trabalho, problemas familiares ou de saúde.

Unknown disse...

Concordo...se o cara insiste que não é com vc o problema, acredite. Acredito q cada um tem uma libido. Relacione se com quem tem uma parecida com a sua ou será fadada a frustrações constantes.
Parecido com o caso acima o meu TB fugia. Mesmo eu estando nua, sedenta e me atirando eu cima. Eu descobri q ele curtia prostitutas. Hj estou com um q está na mesma vibe. Nos tocamos e pum... Vem a vontade...se o beijo mais gostoso ele nunca nega fogo...se ele quer eu nunca nego...isso é sintonia.
Mas há quem não.goste...então se relacione com quem.TB não faz tanta questão.

Mi disse...

Concordo...se o cara insiste que não é com vc o problema, acredite. Acredito q cada um tem uma libido. Relacione se com quem tem uma parecida com a sua ou será fadada a frustrações constantes.
Parecido com o caso acima o meu TB fugia. Mesmo eu estando nua, sedenta e me atirando eu cima. Eu descobri q ele curtia prostitutas. Hj estou com um q está na mesma vibe. Nos tocamos e pum... Vem a vontade...se o beijo mais gostoso ele nunca nega fogo...se ele quer eu nunca nego...isso é sintonia.
Mas há quem não.goste...então se relacione com quem.TB não faz tanta questão.

Cilmara Gonçalves disse...

Legal sua resposta.

Anônimo disse...

E seu comentario ajudou muito!

Anônimo disse...

Realmente, uma boa resposta.

Anônimo disse...

Poxa, sua resposta me trouxe um pouquinho de paz. Obrigada!

Angelo disse...

Realmente isso torna-se um problema, quando um dos dois quer mais sexo do que o outro. A minha ex terminou comigo por uma causa parecida, só que ela era quem gozava primeiro. O importante é tentar resolver com o diálogo, falar sob o que acontece e o que cada um quer.

No meu caso, mesmo após 3 ou 4 vezes direto, o meu membro se mantém firme, e foi isso que a minha ex parou de gostar.

Acho que cada problema deve ser levado à mesa, falar e apoiar-se bastante.

francikiss disse...

Porra. Nem fala, já tentei falar com o Meu, mas eu sinto que isso deixa ele triste por não estar me satisfazendo totalmente. E tenta se esforçar mas não é a mesma coisa. O problema é sempre esse ou comeu demais ou está com sono ou quer assistir aquela série. Coisas normais sabe em quanto eu só quero transar. Já pensei em relacionamento aberto mas não saberia dividir ele é muito menos gosto de ficar com vários caras ao mesmo tempo, imagina fazer sexo. Isso afeta muito meu humor. Eu o amo e não quero terminar por isso sendo que tudo no relacionamento é bom. Inclusive o sexo. O meu problema é que é tão bom que eu queria mais.

francikiss disse...

Não é gay eu sei. É só cansaço mesmo. Ele não tem muitos pelos diferente de mim que tenho bastante. Acho que são os níveis de hormônios em mim que são grandes e ele que é pouco.

francikiss disse...

Vou comprar um vibrador pra mim, mas o pior que a minha maior fantasia sexual é meu namorado.

francikiss disse...

Sexo três vezes por dia seria ótimo kkkkk kkkkk mas eu acho que seria egoísmo da minha parte. Afinal sexo não é tudo é e quantos homens ao são uma máquinas mas não tem metade das qualidades que meu namorado tem? Ao mesmo tempo eu fico pensando se eu tivestivesse uma máquina de sexo se eu seria realmente feliz. Só me sentiria usada sexualmente. Eu já percebi que nem sou uma máquina sexual. Porque se eu gozo perco toda aquela vontade. Diferente do que dizem que mulher pode gozar várias vezes. Eu demoro a gozar mas quando gozo é o fim da linha pra mim. Então sinto que não posso exigir muito.

francikiss disse...

Sente me senti bisexual nunca fiquei com mulheres mas sinto atração por elas. Mas comecei a namorar e já estou morando junto. Mesmo senti do esse desejo por mulheres não troco meu relacionamento por desejos.

francikiss disse...

No meu caso que é bem parecido. Raramente o sexo passa de 1h. As vezes 45min. É geralmente são 3x na semana. Ou 2x. O sexo é bom mais pouco.

francikiss disse...

O sexo é bom mais pouco.

Jana disse...

Vc deve ser uns desses caras mole tb.

Jana disse...

Nao sei mais o q faço tb.
O meu nem da desculpas.
Só não me precura nunca
1 vez ao mês em média
Um frouxo sem atitude.
Eu me irrito e nao procuro tb.
Ele nao passa por nenhum problema...
Só é mole mesmo.
Que a stress