sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O DITADOR DOS CUPCAKES

Encontrei este post num fórum mascu. Ele parece ter sido escrito algumas décadas antes da popularização da internet, mas juro que é recente. Não mudei nadinha.

"Namoro há 1 ano e 2 meses. Através de observação, determinei que não é vadia.
Tenho 25, ela 20. Somos crentes, mas já tive meus namoros antes de me converter. Ela é da igreja desde criança e, aparentemente, é virgem. Não me deu motivos até hoje para duvidar, sendo que já usei diversas táticas diferentes para tentar pegá-la em contradição.
Claro, pode ser que seja cínica além da minha capacidade de ver, mas vamos supor para o bem da discussão, que ela realmente seja o que diz.
O problema é: ela não se esforça para fazer coisas para mim.
Por exemplo: eu digo pra ela preparar uma comida pra mim. Ela diz que vai preparar, e não faz. Eu preciso insistir, ou mesmo brigar com ela, pra ela fazer muitas das coisas que peço (isso depois de esperar semanas ou meses.)
São coisas que, ainda que sejam para mim, seriam boas para o relacionamento. No exemplo acima, espera-se uma esposa que faça alimentos pro marido e filhos, então é lógico instigar essa característica o quanto antes.
Lendo Alita, encontrei isso:
'É comum, por exemplo, que nossas atitudes protetoras, cuidadosas ou carinhosas sejam desdenhadas caso não sejam postas em um contexto correto de evidente desinteresse. Se estivermos mecanizados em nossas expectativas, seremos surpreendidos pelo desdém, o qual é o oposto do que esperaríamos em tais circunstâncias. Logo, a solução é termos uma reação-resposta contrária disponível como uma carta na manga. Esta reação-resposta contrária e surpreendente, neste caso, consiste em frases ou atitudes que a atinjam no amor próprio, ferindo-a dolorosamente por meio de horrorizações ou manifestações decididas de rejeição.
'O desdém (dela) indica ausência do medo da perda, despreocupação em agradar e a segurança de que já estamos presos. Mais profundamente, há possivelmente uma auto-imagem exageradamente positiva (a mulher se acha a mais gostosa da Terra). Podemos provocar uma forte e perturbadora dissonância cognitiva se a rejeitarmos resolutamente, chamando-lhe a atenção de forma terrível para o fato de que houve uma ingratidão cuja conseqüência natural é a repulsa.'
A partir disso, devo puni-la de forma que atinja o amor-próprio dela. 
Um dos confrades sugeriu um ultimato. Beleza. Mas sempre que quero 'grandes' mudanças no relacionamento, recorro a essa ferramenta. Eu diria, então, que é um reflexo de algo que eu estou fazendo errado.
Sobre nossas crenças, usei ela como exemplo de que ela sabe que deve ser submissa ao homem, concorda quando isso é dito por quem quer que seja; quando eu falo como homem, sério, dando uma ordem e não aceitando não como resposta, ela obedece.
Se eu disser, por exemplo: 'Você tem até sexta-feira pra trazer o cupcake que me prometeu. E não estou brincando,' sendo ou não ultimato, tem 90% ou mais de chances de ela obedecer.
Mas se eu ficar dando essas ordens, o provável não é que eu passe a ser visto como ditador? Por isso eu busco que ela faça as coisas porque eu pedi, porque vai me agradar, não porque eu mandei.
Quero uma companheira subordinável se necessário, não uma indiferente que necessita ser subordinada para fazer qualquer coisa pra mim.
Quero ser um líder do relacionamento, não um controlador.
Seria o caso, então, de adestrá-la/ensiná-la primeiro, com a firmeza de um pai educando uma criança, e colher os frutos depois?"

Meus comentários: Que triste a vida de um mascu numa sociedade moderna! Esse daí arranjou uma namorada submissa, religiosa, que entende que o papel da mulher é ser servil ao homem, mas mesmo assim se rebela em fazer mingau pro seu macho! A instituição do casamento está falida mesmo! Malditas feministas! Pra que um homem vai querer casar, se sua mulher não lhe fizer cupcakes?
Dá um asco eterno ler um relato desses.
Infelizmente, não há muitas chances da namorada do sujeito ler um blog feminista. Aliás, seria interessante se ela lesse o fórum mascu, para ver o que o namorado está dizendo sobre o namoro, e o que espera dela. Por mais que ela tenha sido educada para obedecer, para sentir-se inferior submissa, será que ela não ficaria nem um tiquinho abalada ao ver que seu namorado quer ser seu pai e tratá-la como uma criança ou, pior, como um animal? Ele usa um vocábulo muito comum entre mascus -- adestrar. 
É o que o guru diz: que mulheres são crianças, e devem ser controladas através de joguinhos emocionais. É mezzo irônico que mascus vivam reclamando dos "joguinhos emocionais" que as mulheres fazem com os homens, mas a estratégia de controle é justamente fazer esses joguinhos: mentir pra elas, incentivá-las a contar suas "putarias", fingindo ser liberal, ficar em silêncio por longos períodos de tempo, dar uma risada estranha do nada (juro!), "horrorizá-las" (isso vem de técnicas PUA [Pick-Up Artist], e não é à toa que Nessahan na maior parte das vezes é visto como um guia -- meio falido, vá lá -- de técnicas de sedução). 
Ah, e o bom e velho "desapego". Ou seja, jamais se apaixone, jamais se entregue, jamais diga "eu te amo". Porque mulheres gostam mesmo é de serem tratadas como lixo. Aí elas fazem de tudo para segurar o cara.
Quais as chances de uma mulher ser feliz num relacionamento desses? Não falo nem das chances do mascu ser feliz, porque duvido muito que alguém nesse grau de misoginia consiga ser feliz. Ele está tão envolto no ódio que pensa que cabe a ele mandar, e à namorada obedecer. É assim que ele vê um relacionamento: uma série de testes para decidir se deve "premiar" a mulher com o casamento, seguido por adestramento. Assim, ele, um total medíocre, pode sentir-se rei em pelo menos um lugar -- no seu lar, com uma escrava. 
Os mascus têm mesmo que combater o feminismo (se bem que o que os prende é justamente o machismo). Porque, quando uma mulher conhece o poder dela, a força dela, ela simplesmente não aceita ser maltratada. Um cara exigiu um cupcake, porque ele mandar e ela servi-lo é bom pra relação? É pé na bunda pra ontem.

60 comentários:

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..se alguém me dissesse que quer um cupcake pra tal dia e ponto final eu ia achar que tava de zueira com a minha cara!!! Não imagino alguém dizendo: ok, vou providenciar seu cupcake meu senhor!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Não aguento mais postagens sobre mascus, parece ser o único assunto da Lola, leio o blog diariamente, e não li até agora quase nada sobre mulheres encarceradas,sobre politicas para as mulheres e sua aplicação, e tantos outros problemas femininos mais relevantes que um bando de trintões que não conseguem transar.Até sobre cinema as postagens são raras.Por favor, dê um tempo com esses coitados, eles são sintoma e não a doença.
Rafael

Raven Deschain disse...

Sexta tá um prazo bom.

Meu marido tem que trazer o cupcake pra ontem!

E se não trouxer: Abuso emocional nele!

Fuk yea!

Anônimo disse...

Eu me divirto mto qndo a Lola escreve sobre os mascus!!! Adoro seu blog Lola. Bjooo!!!

Anônimo disse...

Poxa...que injustiça...eu sou capaz de fazer cupcakes de chocolate pra esse honrado todo dia. O único detalhe é que não vou prepara-lo na cozinha, ele sai prontinho lá no banheiro mesmo. Tem problema? Prometo que ponho granulado kkkk

Camila Gois disse...

Antes desse blog, eu nunca imaginei que existissem pessoas assim... que loucura! E aquele post sobre as uniões cármicas... hahahahahahahahahaahhaahahahahahahhahaha
"Nessahan: O sêmen ejaculado, em qualquer caso, se degenera e dá origem a monstros astrais e mentais (larvas)."
hahahahahahahahahahahahahahahahahaha
Como alguém pode levar essas coisas á serio? Só pode ser gozação!
Ri muito Lola, muito obrigada!!!

Anônimo disse...

Você é má Raven.

Porque os homens são tão inseguros? É uma piada, nada científico, mas eu li em um site um método muito engraçado de saber o tamanho do pênis do cara, com perguntas tipo: "Ele gosta de ser o centro das atenções em uma festa?" etc.. e no final dá o resultado.

Homem é bicho inseguro demaaaaais.

Jonas Klein disse...

Olá Lola.

Belo artigo, sabe eu frequentando sites como o Yahoo respostas eu vejo dizerem coisas sobre relação entre home e mulher, bem do tipo que você descreveu ai no texto, chega e ser chocante ver o que os caras são capazes de dizer sobre as mulher e fazer com elas.

E o pior e que ainda mesmo em 2014 tem mulher que aceita de boa ter um relacionamento com o idiotas desses.

Agora Lola eu tenho uma sugestão de pauta para o seu blog que acredito que você ira achar bem interessante.

eu sugiro que você leia o que esta nessa matéria aqui

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/08/140828_eua_esmalte_criticas_hb.shtml

Essa assunto se você aborda nesse blog eu sei que vai rende uma discussão longa e muito proveitosa para todos participarem, e eu particularmente gostaria de emitir a minha opinião sobre isso, para colaborar com debate.

Boa tarde

lola aronovich disse...

De fato essa polêmica do esmalte que detecta "drogas de estupro" pode ser muito proveitosa. Estou sem tempo nenhum pra escrever. Talvez pra segunda saia alguma coisa. Será que o assunto já morreu até segunda?
Hoje uma leitora por email sugeriu que eu escrevesse sobre jornais sensacionalistas no mundo terem criado uma matéria sobre "uma cidade só de mulheres" aqui no Brasil. Era puro hoax. Eu pedi pra que ela escrevesse um guest post. Ela vai escrever. Espero publicá-lo amanhã.

Anônimo disse...

Eu acho graça dos post de mascus mas acho que a Lola tá dando muito ibope para eles!Eles querem é isso mesmo...ibope!Mesmo que seja para falarem mal e tirarem sarro da cara deles. Na minha opinião eles não merecem atenção e muito menos post!

Raven Deschain disse...

Olha eu achei uma boa idéia a do esmalte. Usaria tranquilamente.

Anônimo disse...

"Você tem até sexta-feira pra trazer o cupcake que me prometeu."

Piada pronta!

Anônimo disse...

Este texto foi inventado pela dona do blog. Apenas.

Bru disse...

Tenho que concordar com o Rafael!Os mascus já conseguiram atenção e vc dá mais atenção ainda pra esses caras...em vez de falar de coisas para nós mulheres, ou o esmalte que o Jonas falou, não, fica aí dando atenção pra eles, justamente o que eles querem!

lola aronovich disse...

Não adianta implorar, anon das 13:04, que não vou dar o link pro fórum mascu. Mas garanto que o texto é de um fórum mascu. E o pessoal que respondeu ao post é igualzinho ao autor. Afinal, o que o texto mostra é o pensamento mascu (não só aqui no Brasil, mas no mundo). A ideia de "adestramento de mulheres" é comum entre Men's Rights Activists (e também PUAs, com quem mascus têm muito em comum). TODOS os mascus dizem que, se for pra casar (muitos são adeptos do marriage strike), tem que ser com uma mulher submissa.
E eu não invento posts, simples assim. Eu não minto. O que eu digo que escrevi fui eu que escrevi, o que digo que foi escrito por outros foi escrito por outros.


Sobre quem está reclamando de "mais um post mascu", sim, é óbvio que há assuntos mais importantes. Mas considerem que eu não tenho tempo pra escrever sobre eles agora, e que este post já estava agendado faz um tempinho. E gente, há maneiras educadas de sugerir pautas, e há cobranças meio agressivas. Fiquem com a primeira alternativa.

Anônimo disse...

A que ponto certos mascus chegaram!!!! São tão inúteis e tão digno de pena que não conseguem nem preparam um prato de comida pra si.

Quanto ao esmalte também achei legal, mas quem falou contra tem, de fato, um bom argumento - alguém duvida que vão usar isso contra as vítimas de boa noite Cinderela???


Jane Doe

Dona Maria disse...

Conflito aparentemente simples, mas extremamente agressivo e machista. Acho que um dos piores que li que me deu mais vontade de vomitar (e em alguns momentos rir mesmo). Que cara ignorante e burro. Nojo.

Anônimo disse...

Eu não sei se concordo com o final, Lola. Você disse que quando a mulher é poderosa ela não se submete mais aos mandos do namorado ou cônjuge. Mas eu vejo, por exemplo, inúmeras mulheres casadas que continuam acatando as ordens dos maridos, e mulheres que, muitas vezes, estão ganhando mais que os maridos porque foram estudar e se dedicaram mais a profissão. Então me pergunto: por que essas mulheres continuam num casamento ou num relacionamento de bosta, servindo aos desejos de seus "companheiros"? Não acho que a culpa seja delas. Mas, por exemplo, a mãe do meu namorado é uma dessas esposas que "cumpre" com todas as "obrigações" do lar e faz tudo que o marido e os filhos mandam (nos dizeres do mascu, de forma indiferente), e eu acho que ela espera que eu faça o mesmo. Não queria ter raiva dela, pois a vejo como vítima da sociedade, porém ao mesmo tempo tenho ódio por ela esperar essa mesma atitude subserviente de mim. E me sinto engasgada, sabe? pensando por que? por que ela continua passando por isso? fazendo tudo que um babaca grosseiro manda.. Ela é poderosa, tem o amor dos filhos, por que continuar enfrentando um "adestramento" diário?

Anônimo disse...

Esse cara é psicopata. Doente. Nojento. Imbecil. Espero que um dia ele se mate. Lixo humano sobre a Terra. Espero que nunca tenha filhos.

Anônimo disse...

Mas claro que vou trazer seu cupcake, meu senhor. Qual sabor prefere? Ácido cianídrico, arsênico ou o bom e velho chumbinho? Quem sabe um clássico retrô, estricnina com uma pitada de peçonha natural de cobra das árvores à lá Ágata Christie?

Por que essa gente não evapora logo e torna esse mundo um lugar melhor?

Jonas Klein disse...

Lola, eu comentar isso, mas esqueci de dizer no meu comentário anterior.

Essa mascu (como você chama) ai esse cara de evangélico não tem quase nada, eu não sou evangélico não frequento nenhuma igreja, e para te dizer verdade apesar de não ser ateu eu nem na bíblia acredito.

Mas eu já convivi evangélicas e convivo com uma pessoa que é evangélica (cristão) e posso te dizer com certeza que um evangélico, cristão de verdade, jamais agiria dessa forma com a sua namorada, por mais erros que ela tenha cometido no passado mesmo que ela tenha sido ate uma prostituta, porque uma das coisas que a fé crista ensina e a não julgar ninguém, para não ser julgado e para não ser hipócrita também, pois todos nos já cometemos os nossos erros.

Na verdade todo homem cristão, que realmente conhece e respeita as regras da fé crista ele ama, trata bem, respeita e valoriza a mulher que tem ao seu lado da mesma forma que ele quer que ela faça com ele, isso mesmo que ela tenha um passado complicado do ponto de vista ético de uma forma geral.

E isso que eu estou dizendo aqui qualquer pessoa que conheça o como e o comportamento de uma pessoa crista mesmo, sabe que estou dizendo a verdade.

Eu não to sendo pago para defender ninguém aqui, mas justiça seja feita.

Thata disse...

Discordo de uns comentaristas acima.

Os posts da Lola sobre mascus/puas etc. - mesmo não considerando a comicidade de alguns - são uma consistente fonte de informação para nós (quem se interessa pelo que acontece na realidade do mundo, pelos fenômenos sociais, mesmo dado o isolamento de tais extremismos), com o mérito **significativo** de NÃO DIVULGAR as fontes e não promovê-los. É possível indicar para quem se interessar, até para adolescentes.

O ponto chave (ou um dos) em questão é a OCULTAÇÃO dessas crenças, pelos pobres (de espírito) mascus, em relação às mulheres que desejam submeter (não "se relacionar", pois "relacionamento" implica diálogo aberto sobre próprias crenças, expectativas etc.).
Guest posts e comentários aqui publicados demonstram casos em que mulheres descobriram, através de falas misóginas e/ou atitudes manipuladoras, um mascu à sua volta, ou até mesmo em relacionamento passado - ou presente.
O processamento dessas informações se dá através desses posts, dos comentários, das trocas de ideias, impressões e histórias.

Por isso esses posts da Lola - que não é remunerada por todo o trabalho de manter seu blogue, frise-se, e que tem diversas outras atividades e obrigações na vida (legal lembrar né, realidade e talz) - prestam um grande serviço à humanidade - sério.
Publicações sobre mascus não substituem/excluem outras, como a própria Lola escreveu, esse post já estava pronto e agendado.

Thata

Anônimo disse...

Pera aí que vou fazer minha macumba pra esse cara ser corno. Macumba pra ele ser estéril também, porque coitada das filhas se um dia ele tiver...

Anônimo disse...

Eu só exigiria cupcakes de uma mulher se eu fosse dono de uma doceria e a mulher em questão fosse a funcionária responsável por fazê-los. E, nesse caso, eu teria o direito de demiti-la caso ela se recuse a entregar o produto pelo qual a contratei.

Anônimo disse...

http://odia.ig.com.br/noticia/brasil/2014-08-27/cidade-mineira-composta-inteiramente-por-mulheres-fez-apelo-para-solteiros.html

Claro que existe Cidade das Mulheres no Brasil, onde elas mandam e os maridos tem que trabalhar fora e só voltar nos finais de semana.

Julia disse...

Que absurda a sua resposta, Lola.
Que mal há em fazer um cupcake se o macho honrado exigir?

É só colocar um delicioso recheio de purgante dentro para tornar a experiência divertida.

Julia disse...

Que interessante essa cidade "Noiva do Cordeiro".
Nunca tinha ouvido falar, vou pesquisar se acho mais alguma coisa aqui.

Anônimo disse...

Isso é coisa de pensamento limitado. Vai morrer sem grana esse aí.


Ele deveria estimulá-la a passar num excelente concurso para os dois juntarem muita grana. Pq ficar pedindo bolinho é coisa de imbecil.


Esses moleques deveriam pensar em formar um bom patrimônio.

Danilo disse...

"Eu acho graça dos post de mascus mas acho que a Lola tá dando muito ibope para eles!Eles querem é isso mesmo...ibope!Mesmo que seja para falarem mal e tirarem sarro da cara deles. Na minha opinião eles não merecem atenção e muito menos post!"


Resposta: Todos os movimentos querem ibope não importa qual seja. Vivemos na cultura do "chama atenção".

Anônimo disse...

Mesmo sabendo das limitações de tempo e tudo mais confesso que fiquei meio decepcionada com o tema do post de hoje, esperava algo sobre o revoltante caso de racismo sofrido por uma jovem negra na internet : http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/08/28/jovem-negra-coloca-foto-com-namorado-branco-no-facebook-e-sofre-racismo.htm

lola aronovich disse...

Por favor, anon das 15:17, escreva um guest post sobre esse assunto revoltante de racismo e manda pra mim (lolaescreva@gmail.com), que eu publico. Eu, no momento, não tenho tempo nem de escrever este comentário. Obrigada.

Anônimo disse...

mas diante de pouco tempo, não era melhor priorizar os assuntos?

E Thata, a cultura machista é o problema, os mascus são um grupo ínfimo, atuante na internet, e duvido que são tão extremistas assim, alias, são os moderados de todos os credos e orientação as pessoas perigosas nesse mundo, são eles que mantem o calderão de preconceitos e ódio sempre aceso,ainda que em fogo brando.

Danilo disse...

Resposta: Sempre defendi que do as mulheres da geração do século XXI não deveriam se casar. Na verdade, as mulheres entram nessa de se casar porque ainda acreditam no príncipe encantado que entregará "felicidade eterna" à ela.

As mulheres ainda não aceitam a idéia da inexistência do amor e da felicidade. Muitas mulheres caíram na conversa fiada de que o liberalismo sexual é um modelo de felicidade. O liberalismo sexual é bom mas não é critério de felicidade alguma.

As pesquisas mostram que as mulheres liberais são as maiores consumidoras de remédios psiquiátricos e de tarja preta.




Anônimo disse...

Que sarro ahahahahhaha
eles se acham inteligentes ainda!!!

Thomas disse...

"Quais as chances de uma mulher ser feliz num relacionamento desses? Não falo nem das chances do mascu ser feliz, porque duvido muito que alguém nesse grau de misoginia consiga ser feliz."

Cada pessoa procura algo distinto em um relacionamento. Existem homens que gostam de mandar na relação, mulheres que gostam de ser mandadas, vice-versa e mais uma infinidade de possibilidades. Tem gente que é feliz assim, negar isso demonstraria uma limitação de pensamento, um narcisismo crônico de quem acha que todo mundo deveria se comportar de acordo com as suas ideologias, os seus valores.

Sinceramente, não vejo problema algum com o cara do post. Eu não sou assim, minhas relações nunca foram e nunca serão assim, mas se é o que ele quer pra vida dele, e se ele achar uma mulher que gosta desse tipo de relação (parece que já achou, na verdade), qual o problema? Desde que ele não agrida ela e não tente forçar a mulher a ficar com ele, não temos nada a ver com a relação deles.

A Lola não consegue compreender como duas pessoas poderiam ser felizes assim, mas muita gente também não conseguiria compreender como a Lola consegue ser feliz sendo casada há não sei quantas décadas com o mesmo cara.

Tanto faz. Deixa cada um na sua e vamos discutir assuntos mais relevantes.

Anônimo disse...

Antes eu achava que tinha sido casada com um machistinha, mas lendo esse post descobri que era um mascu!
Uma vez ele me disse que eu tinha que obedece-lo, gargalhei tanto que fiquei com dor de barriga!

Anônimo disse...

Conectando mascus, o negócio é: Cozinhe pra mim, mas não coma ou vai ficar gorda. É essa a lógica?

Eduardo Nobre disse...

Mas essa história de que as moças de Noiva do Cordeiro estão fazendo campanha por homens é absurda. Estão vendendo no exterior a imagem de um monte de mulheres jovens praticando se oferecendo, e o vilarejo é um lugar de mulheres dignas e trabalhadoras.

RESPEITO
http://mundos2.blogspot.com.br/2014/08/cidade-de-beldades-desmente-boato.html

O vilarejo é composto por pessoas de origem humilde, na maioria sem ensino médio completo, que se organizam na cooperativa - onde tudo é decidido coletivamente.

Diariamente, elas trabalham na lavoura ou na produção de peças de artesanato, como tapetes, colchas e lingeries, e produtos rurais, derivados do leite e da pecuária.
Na ausência de homens nos dias úteis, a associação local foi o caminho encontrado pelas mulheres para se ajudar mutuamente e enfrentar o preconceito dos vilarejos do entorno.

É que, no passado, moradores das cidades vizinhas chegaram a taxar as moradoras como prostitutas - pelo simples fato de estarem desacompanhadas.

Juntas, elas dizem ter conseguido complementar a renda familiar por meio do trabalho coletivo, além de se ocupar nos períodos de ausência dos maridos.

Principalmente, dizem, acham que conseguiram impor respeito.

"Por favor, vocês precisam nos ajudar a desmentir esse boato, moço", pede Rosalee. "Isso aqui é terra de gente digna."

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Não basta obedecer. Ainda tem que fazer com um sorrisão no rosto e totalmente grata por ter alguém a quem obedecer.
Só mesmo uma pessoa com a auto-estima em frangalhos pra ficar muito tempo em um relacionamento assim. Mas encarar uma mulher por inteiro, que se ame em primeiro lugar, deve dar muito trabalho né, melhor destruir a confiança que ela tem em si mesma pra ficar mais fácil de manipular. No fim das contas é pro bem dela, esses seres irracionais só pegam no tranco assim. É assim que os bonzinhos da real pensam...
Fico pensando em como uma coisa que começa com "ou você faz meu cupcake ou vou embora" vai se desenrolando com o tempo.
Quando começarem a ter uma vida sexual vai ser assim também? Vai coagir a mulher a fazer o que não quer?
E as manipulações não dando o resultado desejado não acaba partindo pra violência física? Porque se a psicológica já é feita, pra partir pra física é um pulo, e ainda dando a velha desculpa que foi só uma vez que se descontrolou, que foi levado ao limite, esse tipo de coisa...
E essa menina vai ficando machucada, com a auto-estima cada vez mais abalada, cada vez mais carente, aí aparece alguém que demonstra que vai tratá-la melhor, já viu né. Seria o final mais feliz pra uma história como essa.

Eduardo Nobre disse...

Ai de mim se chego em casa sem comida japonesa pra minha esposa. Como diz a Srta. Deschain: "Abuso emocional nele".

normalidaderealidade disse...

Eu faria o cupcake mais enjoativo do mundo e forçaria a fôrma inteira goela abaixo do infeliz. Até ele afogar no glacê e implorar por piedade com os olhinhos cheios de lágrima e sprinkles.

(Eu ia falar mais crueldade mas pensei que algum troll deve ter fetiche por esse tipo de coisa. Vá saber, né.)

Raven Deschain disse...

Mas o problema Jonas, é encontrar esse cristão legal aí. Se vc usa religião pra amedrontar como esse cara diz claramente que usou vc não é um cristão muito bom.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkk...Chorei de rir com o comentário do primeiro anônimo...que não aguenta mais os posts sobre mascus trintões que não conseguem transar...kkkkk...basicamente é bem isso...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Julia disse...

Eu to louca ou o Thomas acha que pauta alguma coisa nesse blog?

hahahahahahahahahah

Rindo muito. Esses mascus são umas figurinhas.

Ele não notou que a moça NÃO quer fazer os cupcakes do mascu honrado, logo o mascu ainda não encontrou sua cara metade.

Claudio disse...

O tópico que pediu a volta do the truth, fui que postei, eles me baniram quando eu disse algumas verdades.

O casamento com o intuito de NÃO TER filhos logo, é como uma prisão para as mulheres, pois você já viu um homem bonito e/ou rico (muitas possibilidades com mulheres) se anulando casando com uma mulher com poucas possibilidades (feias, gordas, muito velhas, etc...)?

CLARO QUE NÃO!!! Homens querendo casar, são aqueles que tem poucas possibilidades e geralmente querem casar com mulheres que tem muitas possibilidades.

Kittsu disse...

Ai o meu caralho inexistente... que sandice.
Eu ia ler os comentários e interagir com os miguxos agora, mas acabei de fazer uma tapioca de bacon com queijo coalho para o meu mestre e agora tenho que lavar a cozinha porquê minha cachorra é mijona e desse jeito um casamento não dá certo. sabe como é, né? preciso ser submissa e servir ao amo.
(hahahaahahha! ...é verdade. tenho que contribuir com alguma coisa nessa casa, não dá pra ganhar café da manhã todo dia sem nada em troca. malditas mordomias.)

Aline J. disse...

Religião é uma bosta. Somente.

E como assunto OFF, foi uma ótima candidata ao debate da Band, não sei se alguém daqui viu, a Luciana Genro. Ela disse uma coisa pro Pastor Bosteraldo que eu tive que levantar do sofá e aplaudi-la e assobiar (meu marido pensou que eu tinha ficado louca, pra ter uma ideia): "Eu não vou chamá-lo de pastor porque eu não misturo religião com política".

A sra. Mulher Ideal Sou Contra Gays Mesmo o Cu Não Sendo Meu (aka Marisa Lobo) disse que cristãos são "perseguidos" e sofrem "cristofobia"; Gente... É pra rir ou chorar? https://www.facebook.com/MarisaLobo/posts/10204552098788586

E mais: Como confiar em um homem que se diz honrado e defensor da família (juro que tenho vontade de vomitar quando leio isso) mas estoura o tímpano da ex-mulher?

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/eleicoes-2014/candidato-evangelico-a-presidencia-e-acusado-pela-ex-mulher-de-agressao-e-ameaca-de-morte/

É... Como fica isso aí depois, crentelhos? Ele vai morrer, chegar no céu e dizer "me arrependi". O seu deus vai perdoá-lo mesmo assim?

¬¬

Thomas disse...

Julia, eu nem deveria responder porque seu comentário foi implicância pura e de conteúdo inexistente. Mas hoje estou de bom humor.

Eu não pauto nada neste blog, assim como você e qualquer outro comentarista aqui também não. A Lola, no final, é quem decide o conteúdo que será postado aqui. Mas como o blog é público e nós lemos o conteúdo dele com frequência e, principalmente, vivemos numa sociedade democrática onde somos livres para expor nossas opiniões, temos o direito de dar sugestões para a Lola. Não há problema algum nisso.

Eu já disse milhões de vezes que não sou mascu. Se eu fosse, não teria problemas em admitir. Mas não sou, inclusive descobri que eles têm algum tipo de grupinho, comunidade ou sei lá, por meio dos posts da Lola. No máximo eu tenho uma opinião que diverge das de vocês em alguns pontos, e como isso aqui é a internet e não há lugar na internet em que as pessoas interagem sem drama, você e alguns outros comentaristas fazem tempestade em copo d'água em cima dos meus posts.

Minha vida difere completamente das desses mascus. Sou um jovem sexualmente ativo, pratico esportes, a maioria das minhas amigas e pessoas com quem convivo diariamente são mulheres, pois trabalho e estudo em áreas predominantemente femininas. Eu inclusive aprendi a respeitar e admirar o feminismo, e a concordar com a maioria de seus ideais.

Ainda assim, acho que muitas feministas falam besteira e agem de maneira histérica, portanto faço as minhas críticas quando percebo que há espaço pra isso. Apesar de vocês amarem o feminismo, o feminismo é uma ideologia como qualquer outra, ou seja, não é isenta de falhas, de pessoas idiotas serem ativas no movimento e muito menos é à prova de críticas. Lide com isso.

A moça do post pode não ter feito o tal cupcake pro cara, mas ela ainda está numa relação com ele há mais de um ano. Se você está numa relação que considera abusiva, mas onde não há qualquer impedimento para que você largue a pessoa e siga seu caminho, você está em tal relação porque essa relação é pra você. Por mais que você reclame do seu parceiro, ainda há algo na relação que te atrai, talvez você não saiba nem explicar o porquê. Se ela ainda está com o cara há mais de um ano, acredito que nessa altura do campeonato ela deva ter alguma ideia sobre como é a personalidade dele. Então dá pra presumir a possibilidade de que o mascu do post encontrou a tampa da panela dele.

Ah, mais uma coisa. A minha teoria sobre relações humanas se aplica a qualquer coisa. Vejam eu, por exemplo. Discordo de muita coisa que a Lola escreve, algumas até me irritam, frequentemente sou alvo de injustas chacotas e ofensas dos frequentadores do blog e, mesmo assim, continuo aqui. Talvez Freud explique melhor, mas não é necessário. Eu tô nesse blog porque esse blog é pra mim, por mais difícil que seja admitir isso.

Anônimo disse...

Post e comentário mascu: passo.

Fernanda disse...

Sou obrigada a concordar com isso tudo que você disse.

Anônimo disse...

Sawl

Este cara do depoimento além de ser um mascu sem noção, não passa de um grande fracassado, misógino, inseguro e imbecil!!
O que falta mais além da mulher preparar o cupcake pra "dondoca"(kkkk)? Limpar o RABO dele??
O que falta pra essa garota conseguir amor próprio e largar este otário? Será que ela precisa casar, levar chifres e tomar um tapa no rosto pra ACORDAR(aliás, td isso é o que já passei com o LIXO do meu ex)?
Abs.


Sawl - Always the rebel

Anônimo disse...

Galera mais chata reclamando dos posts sobre mascus... criem seus blogs, povo, e falem sobre o que quiserem!

Tenho a impressão de que quando vocês entram na casa dos outros ficam reclamando da posição da mobília :p

Lola, tu tem paciência de monja!

Beatriz Correa disse...

"Se você está numa relação que considera abusiva, mas onde não há qualquer impedimento para que você largue a pessoa e siga seu caminho, você está em tal relação porque essa relação é pra você"

Olha Thomas, discordo de vc nesse ponto.
Até aqui, tudo q sabemos sobre esse relato é a visão do cara, e nada nos garante de q a namorada dele n esteja numa relação abusiva. E já q vc vem tanto ao blog, certamente leu diversos depoimentos de vítimas desse tipo de relação e já deve ter percebido q o maior e mais frequente tipo de abuso é o psicológico. Por exemplo, em determinada parte, o cara diz: "quando eu falo como homem, sério, dando uma ordem e não aceitando não como resposta, ela obedece"
Quando alguém acha correto e justo o uso de artimanhas como essa para conseguir algo de uma pessoa q deveria ser sua companheira e não sua serva, há algo de mto errado.
Por exemplo:
Uma colega de trabalho por qm tenho mto afeto passou por um perrengue por causa do ex-namorado. O cara vivia humilhando-a, usando de double standarts a toda hora ("mulher só pode sair pra shopping, beber é coisa de puta! Agora dá licença q eu vou pra balada com uns amigos encher a cara, não volto hj"), sem contar os ataques de ciúmes caso ela conversasse com um homem - qualquer homem, inclusive colega de firma durante o expediente.
Eles terminaram e voltaram mais vezes do q pude contar, ele chegou a agredí-la... e ainda assim ela corria atrás dele.
Ela sabia mto bem q aquilo era nocivo pra ela, toda a família dela se posicionou contra ele, mas ainda assim ela ia atrás. Simplesmente pq o cara conseguiu colocar na cabeça dela q ela n valia nada, q ngm iria querer alguém tão desequilibrado como ela (apenas pq ela ligava para ele mais de 1 vez por dia... tipo, pra conversar). De tanto eu insistir, ela foi procurar ajuda psicológica, e agora ela conseguiu sair desse ciclo nocivo.
Detalhe: ela acabou de completar 23 anos.


Nem toda mulher está numa relação abusiva porque quer, lembre-se disso.

Anônimo disse...

Bom, o sujeito se entitula " crente", o que me faz acreditar que ele não é evangélico coisa nenhuma, já que em regra o termo "crente" é usado de forma pejorativa.
E totalmente off topic , surgiu isso aqui no meu e-mail: http://afetadxs.blogspot.com.br/2013/08/medode-glitter-escritoem-15082013-as.html (eu vi que é antigo, mas não pude deixar de sentir uma séria vergonha alheia por algumas mulheres que aparentemente não entenderam bem a ideia do feminismo...)

Adília disse...

Oi
Reatei a publicação do meu blog com o post: sexo é inato, sexualidade é aprendida, gostaria que aparecesse e comentasse.
Abraço, Adília.

Anônimo disse...

Sawl

Para Claudio

Para de ser IMBECIL e generalizar um SEXO INTEIRO!!
Quando casei a primeira vez eu NÃO quis ter filhos(pelo menos cedo).
E MUITAS mulheres namoram ou casam porque gostam do cara NÃO porque ele é rico ou de status social.
E conheço muita mulher dita(como vc disse) "feia, gorda e mais velha que o cara" bem casada ou pelo menos com um bom namorado e muito cara dito "alfa" sozinho, só transando com garota de programa e bebendo e se drogando.

Querido sabe o que vc pode fazer invés de CAGAR REGRAS, dizer PSEUDO-VERDADES sobre as mulheres e ficar bancando o DONO DA VERDADE que não é? Chupar um belo canavial de rola pra se sentir melhor ok!!

Sawl - Always the rebel

L. Archilla disse...

AAAAAAAAAAAAAHAHHAAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAH

Você tem até sexta pra me trazer esse cupcake E EU NÃO ESTOU BRINCANDO.

E NADA DE ME VER COMO DITADOR, HEIN MOCINHA.

AHAEUAEAEHUAEAEUEUAEHEHUAEHUAEHUAHUAEHUAEUEUAEHUAEUHAEHAEUUHUAEHUEAHUAEHUAEHUAEHUAHUUHUAEHU

Anônimo disse...

Quem tem o mínimo de noção de internet tem como ver se esse texto existe mesmo. Testei aqui e sim, o forum existe e esse texto também. A Lola não inventou nada.

Anônimo disse...

Virou piada interna entre eu e meu noivo já!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk........."Você tem até sexta para trazer meu cupcake!!!"

Anônimo disse...

Vou postar em anônimo por motivos óbvios, mas é exatamente o que o marido de uma amiga tem feito com ela.

Outro dia me ligou pra reclamar dela porque ela não faz almoço, não é dona de casa e nem liga pras coisas domésticas. Eu não mandei um "vai crescer" pra ele pois o cara se dói facilmente, e quero manter o bom relacionamento com a minha amiga por todo o sempre, mas falei algo como "você não tem que se importar com essas coisas, cada um faz o que quiser em casa, tem pessoas que gostam de fazer outras não, se te incomoda contrate alguém etc", mas o cara não aprende. Já tivemos sérias conversas com ele sobre machismo, sobre ele achar que é o dono dela porque é o provedor econômico da casa, que o capitalismo melecou a cabeça dele etc. Só que a família dele é toda assim, a mãe dele é assim, e se ele tiver que mudar, vai ser com o tempo e com sofrimento sabe.
Não me conformo de vê-la nessa situação, mas entendo que ela ainda queira ficar com ele, a gente não manda no coração e, apesar desses pensamentos, ele é uma boa pessoa em outros aspectos.
FODA.