domingo, 10 de agosto de 2014

DE VOLTA A SP, ONDE EU E O MARIDÃO NOS CONHECEMOS, NA ERA MESOZOICA

Em Fortim, CE, no carnaval deste ano

Algumas notinhas antes do domingo acabar. 
Primeiro que nesta quarta-feira estarei em SP, no Sesc Vila Mariana. Minha fala está inserida na programação Corpo Agregado, que traz palestras, bate-papos, oficinas, vivências, performances, shows e sessões de cinema que discutirão questões do universo feminino.
E essa programação faz parte da Exposição Corpos Insurgentes, que vai de 24 de julho a 26 de outubro. 
Cena da performance "Desatar
Tiempos", de Beth Moysés
A exposição foi inspirada na provocação do grupo americano Guerrilla Girls, cuja obra mais notória é o cartaz que questiona “As mulheres precisam estar nuas para entrar no Metropolitan Museum? Menos de 4% dos artistas das seções de arte moderna são mulheres, mas 76% dos nus são femininos.” Conta com a exposição de obras de incríveis artistas brasileiras.
Cena da performance "Comida",
de Cris Bierrenbach
Minha participação, sobre as várias formas de violência contra a mulher, será nesta quarta, dia 13 de agosto, às 20 horas. Além de falar, eu também mediarei um bate papo com uma representante da Marcha das Vadias SP, e com uma representante do aplicativo “For You” (desenvolvido por adolescentes para combater a pornografia da vingança e o slut shaming). Apareça lá! É grátis, só que tem que retirar os ingressos uma hora antes, também no Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141; informações: 5080-3000), na Central de Atendimento, sala 3, 6o andar, Torre A. 
E se quiserem trazer os últimos chocolates que comerei na vida, serei muito agradecida. Ok, estou exagerando. Talvez não sejam os últimos, mas não vejo outra saída pra uma chocólatra como eu do que parar de comer chocolate. Porque é muito difícil pra um viciado diminuir o consumo do vício. O jeito é parar mesmo. 
Como eu já falei, há dois anos fui diagnosticada com esteatose, ou gordura no fígado. Obviamente por causa do chocolate, já que minha alimentação não é tão ruim assim (eu não tomo refrigerante, por exemplo; aliás, só bebo água, muita água). E aí eu não fiz nada do que deveria fazer (cortar o chocolate e fazer exercícios físicos) de lá pra cá. 
Voltei às médicas para vários check-ups de rotina e vi que o problema não vai se resolver sozinho, muito pelo contrário.
Com a idade, tudo vai se agravar (eu fico revoltada com isso, porque passei 45 anos super saudável). E, como ainda planejo viver bastante, terei mesmo que dizer adeus ao chocolate e "Oi, humpf, você por aqui?" à esteira que comprei há dois anos. Mas tudo isso só na semana que vem que vem, quando a reforma aqui em casa finalmente (cruzem os dedos) terá chegado ao fim. Até lá, meus últimos chocolates.
Eu e Silvio em 1992
Por falar em vida longa, amanhã eu e o Silvio, vulgo maridão, comemoramos 24 anos juntos. Tempão, né? Não vou fazer nenhum post especial porque já tem pelo menos seis anos que falo dessa data, e não tenho mais novidades pra contar (montes de fotos da gente nesse meio tempo aqui; tem até um vídeo da gente comentando um filme, cinco anos atrás). 
Dois pombinhos no ano passado
Mas é isso: foi em 11 de agosto de 1990 que eu e o maridão nos conhecemos num torneio de xadrez em SP e, desde então, não nos desgrudamos mais. Continuamos sendo muito felizes juntinhos. E a verdade é meio melodramática: não conseguimos nos imaginar sem um ao outro.
Em Joinville, talvez em 2005

26 comentários:

Luiza disse...

Aaahh Lolaa eu trabalho a noite :/ queria muito muito te conhecer. Quem sabe outra hora!

Mallagueta Pepper disse...

Lola, talvez o problema não seja o chocolate propriamente dito. Os chocolates que vendem por aí são cheios de açúcar, gordura vegetal e um monte de coisas que fazem mal mesmo. Já experimentou marcas com 70% ou mais de cacau? São caras, não vou te enganar, mas são bem melhores do que essas coisas cheias de açúcar que a gente come pensando que é chocolate.

Sara disse...

Adoro suas palestras Lola, vou tentar ir te ver.
E já sabe pode contar com a gente...

Anônimo disse...

Muito lindos vc e o maridón, Lola!

Anônimo disse...

Aiiin, Lola! Q fofolice vc e o maridão! Coisa boa essa parceria de vcs! Vida longa! Tudo de bom!Bj
Magdalena

Hamanndah disse...

Atenção todos os(as) masculinistas, anti-feministas, Olavetes, Poisevetes, Constantinvetes e, claro, Chris cruz credo: venham todos(as) verem: uma feminista "obesa, porca, peluda e feia"( definicao de vcs) que ama um homem profundamente e com a mesma intensidade feliz, mais feliz do que vcs todos(as) sao em suas vidas infelizes e vazias

Tentem, caros(as) , principalmente Cris, o mais sem tempo e obcecado por Lola, provar que todas essas fotos, videos com.o maridao sao inventados e clonados, um brilhante trabalho de video e montagem...engulam o fato de todas as suas teorias de feministas infelizes odiadoras de homens sao infundadas e caem por terra com os fatos...e contra os fatos nao ha argumentos

Patty Kirsche disse...

Parar de comer chocolate... Não sei se comentei, mas descobri que tenho intolerância a lactose. Tive que cortar doces e laticínios. Basicamente, é isso ou sentir dor de parto todo santo dia. =(

Vou ver se consigo aparecer lá no Sesc quarta! Vai ser meio difícil porque vou acordar cedo na quinta e moro longe. Provavelmente vou ter que sair antes do fim...

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Felicidades pra vc e o maridón, Lola!
Abçs

Expat Patronum disse...

Já que aqui tem muitas mulheres gostaria de pedir vossas opiniões e feedbacks nas ideias passadas por esse vídeo do PUAG James Marshall na The 21 Convention sobre "O que as mulheres querem"

What Women Want | James Marshall | Full Length HD
http://youtu.be/-juyEIgwhGQ

Expat Patronum disse...

Para as feministas que estão interessadas o video que eu postei anteriormente é um bom jeito de conhecer como as mulheres são retratadas por alguns dos mais celebrados PUAG da Comunidade de Sedução atualmente.

normalidaderealidade disse...

Parabéns pelo relacionamento lindo, Lola.

E cuide da sua saúde, você sabe que é muito querida e queremos muito seu bem :)

normalidaderealidade disse...

Já que a Malaguetta comentou, passa um tempo só com chocolates bem amargos, que são mais saudáveis e são de verdade ;)

E depois de uma semana esteira fica fácil. Dá pra ouvir música, ler livro, ver TV... Duro é andar pra lugar nenhum olhando pra nada, né. Um saco mermo.


Enfim, se cuida! <3

Paula disse...

get a room :p

Zrs disse...

Vida longa e muito amor para esse casal lindo.

Vanisa disse...

Eu troquei o chocolate ao leite pelo amargo (de verdade, com o primeiro ingrediente sendo cacau) e hoje me dá um ruim só de pensar num chocolate ao leite (que na verdade é açúcar em barra). Experimente Lola, cacau faz bem, o problema é o açúcar. Bjs

Anônimo disse...

Felicidades e muitos anos mais juntos e felizes.

Esteira é bem chatinho mesmo, você não tem um Ipod ou qualquer coisa que você possa baixar uns podcasts, audio books? Eu não estou fazendo exercício nenhum no momento, mas quando fazia ou quando vou lavar a louça, por exemplo, sempre escuto alguma coisa assim porque me dá a sensação de que não estou perdendo tanto tempo. Quando morava nos Estados Unidos e tinha que dirigir sempre, escutei livros inteiros como Lolita, naquela época eu pegava na biblioteca, hoje é bem mais fácil. É só uma ideia. Abraço
Leila

Ana disse...

Lola querida, parabéns! Um futuro muito longo para vocês!
E se cuida!Olha, eu sou chocólatra,e não consigo parar, só diminuir. Passei para o chocolate amargo e diminuí a ingestão. Beijos, boa sorte!

Bru disse...

Faço coro a alguma meninas aqui: o problema do chocolate é o açúcar, se vc ama chocolate invista nos amargos. te garanto: são bem mais gostosos!

Anônimo disse...

Maridão?! Isso nom ecziste!

Brincadeira! Muitas felicidades ao casal!

Anônimo disse...

Na verdade praticamente.
Tudo que a indústria faz é calórico.
É melhor comer as besteiras esporadicamente.

Raven~ disse...

Tudo fake!


Muito lindo. :3

Anônimo disse...

Bru, vc tirou o chocolate da minha boca. é isso mesmo, Lola, não seja boba, larga essas porcarias vendidas como chocolate e coma chocolate de verdade. Já já a chocolatria some da sua vida. Começa com os 50-55%, depois os 70-72% que tá p/lá de bom.

Náy disse...

24 anos, exatamente a minha idade!Felicidade e mais 24 anos de união ao casal!

Anônimo disse...

Lola, gosto muito de você e me ressinto de que esteja precisando desse nível de atenção para a sua saúde. Só quero te dizer, independente do que você possa pensar de minhas intenções, que talvez a melhor maneira de vc superar isso seja uma repaginação radical de seu modo de vida, a começar pela alimentação. Não acho que seja produtivo esse adiamento ad eternum de seu abandono do chocolate e de seus exercícios físicos. Como vc mesma disse, a idade piora os atrasos. Então, tome o problema como algo seríssimo, mas que pode ser sanado se vc passar a tratá-lo sem eufemismos, sem adiamentos, sem auto-enganações. Há um só caminho de cura: a perda radical de peso, e a reeducação alimentar. Qualquer outra coisa fora isso, é ilusão e morte.

kielma Farias disse...

Parabéns pela data Lola, e melhoras na saúde=)

@dddrocha disse...

Parabéns pelos 24!