terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

ARGO É ÓTIMO; ARGH É QUEM NÃO ENTRA NO BOLÃO

- Pessoal, vcs não vão deixar de participar do bolão só porque eu fui esquecido pela Academia, vão?

Essa fala é a sugestão do Júlio, que mais uma vez está organizando meu tradicional bolão do Oscar, pra ver se vocês tomam vergonha na cara e participam. 
Por enquanto, há apenas 130 inscritos no bolão não pago, e menos de dez no pago. E esta é a última semana pras apostas, já que o Oscar acontece no próximo domingo. Não quero nem dizer que euzinha ainda não participei... Sem falar que vi pouquíssimos filmes.
Pra entrar no bolão é muito fácil. É só clicar aqui, se você for um pão duro miserável que não quer desembolsar um só centavo, e chutar quem vc acha que vai ganhar em cada uma das vinte categorias. Se você quiser apostar R$ 15, é só clicar aqui, fazer suas apostas, e depositar a quantia exorbitante numa das minhas duas contas, e me enviar o comprovante, por favor (tem gente depositando sem me mandar o comprovante. Eu não sou vidente!).
Agora, sobre Argo, é uma tremenda sacanagem que o Ben Affleck não tenha sido indicado a melhor diretor. Essa não-indicação compromete bastante as chances de Argo ganhar melhor filme. Mas, olha, merece. Quer dizer, até agora só vi Django, O Lado Bom da Vida, Os Miseráveis, e Lincoln. Achei Argo muito superior a todos eles em termos de suspense. Não dá pra respirar no clímax do filme, que dura uma boa meia hora. Argo é o anti-Lincoln (recomendadíssimo em casos de insônia).
Ideologicamente falando, eu não me senti muito bem torcendo pra que a CIA acertasse uma missão. Mas Argo até que apresenta um bom pano de fundo, em estilo documental, mostrando como o imperialismo americano foi culpado pela revolução iraniana de 1979, que trouxe os aiatolás de volta ao poder. Os EUA apoiaram, durante 37 anos, a ditadura de um xá corrupto. Quando a revolução explodiu, os iranianos foram protestar na frente da embaixada americana -- afinal, havia sido a CIA que promoveu e manteve o ditador no comando por décadas.
Eu era pré-adolescente em 79, mas lembro da crise dos reféns, porque só se falava nisso. 
Os iranianos fizeram 52 americanos de reféns durante 444 dias. Eles queriam que o xá, que havia se exilado nos EUA (e estava morrendo de câncer) após ser deposto, fosse devolvido ao Irã para ser julgado, condenado e executado. Os EUA não aceitaram, e essa longa crise custou a reeleição de Jimmy Carter. Pior: pavimentou o caminho pra entrada do ultra-conservador Ronald Reagan, até hoje um grande ídolo dos reaças.
Certo, nada disso está em Argo, que é sobre o resgate de seis americanos que ficaram escondidos na casa do embaixador canadense. Quando eu li a história, pensei que ela fosse muito mais fantástica do que é de fato: pensei que os americanos conseguiam deixar o Irã disfarçados de alienígenas ou monstros de um filme B de ficção científica. Infelizmente, não é assim. Mas alguns carinhas de Hollywood ajudaram um espião da CIA a salvar a vida daqueles seis. True story.
Spoilei o filme pra você? Não importa. Eu já vi e revi Argo e quase tive um ataque cardíaco nas duas vezes, mesmo sabendo como tudo acaba. 
Até agora minha torcida vai pra Argo pra melhor filme, Denzel Washington (O Voo) pra melhor ator, e Anne Hathaway pra atriz coadjuvante. Mas eu não tenho a menor chance de ganhar o bolão este ano. Aposte, por favor! Pelo ben do Affleck! (ok , essa foi terrível).

20 comentários:

Yohanna Cordeiro disse...

Pelo Ben do Affleck! hahaha boa demais!

Yohanna Cordeiro disse...

Sem ironia, eu gostei mesmo! rsrsrs

Augusto disse...

Preferi Os miseráveis e As aventuras de Pi a Argo.

Patty Kirsche disse...

Puxa, estou num desânimo pra ir ao cinema... Não aguento mais gente falando dentro da sala, sem brincadeira... Mas espero ver esses filmes logo.

Cristina Queiroz disse...

Ah, preferi Amour, eh bom demais.

Flavio Moreira disse...

Puxa, Lola, são tantos e tão sentidos seus apelos para que entremos no bolão que eu preciso dizer... thanks, but no, thanks!
Amo cinema, mas não curto a cerimônia do Oscar, não dou o menor crédito ao prêmio por razões que prefiro não elencar aqui (quase todas ideológicas, claro, mas que não vêm ao caso), e não costumo ir correndo ver a exibição dos indicados.
Por isso, lamento mas não vou ceder aos seus pedidos "tão sinceros, tão sentidos" e não vou "dominar meu asco" pelo mito cinematográfico roliudiano - prefiro me contentar com suas críticas e me divertindo com elas. Muitas vezes dou altas gargalhadas com as coisas que você fala, principalmente quando percebo que nossas opiniões sobre certos filmes quase sempre divergem...
Enfim,para que você não me considerasse totalmente desalmado, achei por bem escrever esse comentário (rs).
Bjs e ótima diversão na noite do Oscar!

Antonio Kleber Gomes disse...

Achei Argo ótimo professora, mas digo mesmo que a senhora tem que ver Zero Dark Thirty. A impressão é que o filme é super republicano, mas dá pra ver a barbarie causada pelos Estados Unidos tanto quanto em Argo e como um plus, a morte do Bin Laden, que é explorada numa cena tão tensa quanto a do voo de Teerão em Argo. Ah! E veja Silver Linings Playbook. Jennifer Lawrence ensina aos 22 anos como se atuar com estilo, maestria e perfeição.

Antonio Kleber Gomes disse...

Você precisa ver Zero Dark Thirty, então. Precisa mesmo. Mesma tensão que em Argo. Vi os dois de uma vez só, e foi incrível!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Eu até às vezes tenho vontade de participar, mas quase nunca vou ao cinema e se eu sei algo de cinema foi porque eu estou lendo o livro da Lola(e vendo alguns dos filmes citados).

Quem sabe ano que vem =P

Rafael Fabro disse...

Lola, sou seu assíduo leitor, mas paupérrimo nos comentários, dou uma passeadinha por esses prados só pra dizer que estou na contenda do bolão gratuito e farei agora (com umas mudanças de rumo naquelas categorias meio enevoadas) o pago. Depois te aviso sobre o depósito, não apelarei para sua paranormalidade vidente.

Sobre o texto em relação ao Argo, concordo, mas acho que vai levar sim à moda do Conduzindo Miss Daisy, sem diretor indicado. O Affleck "ben" que merecia esar entre os cinco e levar a brincadeira. É claro que o Haneke naquela trupe chega a ser constrangedor tamanha sua genialidade, mas não levará, não é praxe da Academia. Deve levar mesmo o Spielberg. Bom, tô dando muito spoiler dos meus próprios votos... rerere...

Beijos, bom bolão a todos!

Anônimo disse...

A Lola e anti-americana ( que nasceu na america do sul) doutora em luiteratura inglesa, e que fez seu doutorado nos EUA.
Pode isso Arnaldo ???

Aninha disse...

Adorei Argo!

Ideologia a parte, o filme é excelente. Impecável em todos os sentidos.

E, sério, quem tem problema cardíaco (como eu) não deveria assistir. Os momentos finais são suspense da melhor qualidade. Vale o ingresso!

ANINHA disse...

Lolinha, aguenta aí!

Deixa eu assistir mais uns filmes e, na reta final do bolão, eu posto meus favoritos, que nem vc no ano passado :p

Sphynx disse...

Argo vai ganhar. Pelo menos é o que indicam todos os termômetros, como o prêmio do sindicato dos atores - e a maioria dos votantes do Oscar são atores. Mesmo que seja estranhíssimo uma produção receber o Oscar de melhor filme sem estar indicada a melhor diretor, coisa que não acontece desde Conduzindo Miss Daisy, de 1989!

O que me preocupa mesmo, e que vai me deixar ansioso até domingo, é a premiação de melhor diretor, que pra mim tá muito fraca e só um merece. Motivos: tá fraca porque Behn Zeitlin e David O. Russell são diretores no máximo medianos e cujas indicações não se justificam, ainda mais com Affleck e Bigelow ficando de fora. Tarantino poderia muito bem ter sido indicado em vez de Spielberg (e olha que eu sou fã do Spielberg e nem achei Django dos melhores filmes do Quentin, mas a direção de Lincoln é sem graça pra porra). Ang Lee é ok, mas aposto que Affleck e Bigelow ainda seriem concorrentes mais fortes que ele. Assim sendo, pra mim o único que merece sair daquele teatro com um Oscar de diretor esse ano é Michael Haneke. Se qualquer outro que não ele vencer esse prêmio, vou dormir irritado nesse dia.

Anônimo disse...

Lola, só se o inferno congelar que vão dar prêmio pro Argo, um filme que mete o pau no imperialismo norte americano. Ou não?

Vitor Ferreira disse...

Como eu já havia postado no meu blog (link: http://vitormcz.blogspot.com/2012/12/critica-argo.html), achei Argo um bom filme de aventura, mas alienado e/ou sabonete, em cima do muro. E em um tema como esse, sinceramente, fazer filme de Indiana Jones é muito irresponsável pro meu gosto.

Começam bem se responsabilizando pelo "monstro" que criaram, mas depois vem o velho clichêzão de sempre. Eu, americano, bom. Tu, árabe (persa, na verdade), mau! Então fica ambíguo saber qual a bandeira que esse filme de fato levanta. A maneira como todas as personagens iranianas são retratadas é muito estereotipada. Os selvagens brutos, rudes e primitivos de sempre. Pobres americanos, nesse ambiente hostil... Levem-nos de volta à civilização!

E Ben Affleck (como persona pública) é um babaca. Um xarope. Cheio de si, metido a cool. E a postura (empáfia seria a palavra mais apropriada) dele nessa temporada de prêmios toda só tem feito aumentar minha antipatia. E ele como diretor, não chega no rastro de um Haneke, sejamos honestos. E se Hitchcock, Kubrick, Chaplin, entre tantos outros grandes diretores nunca ganharam um Oscar, ele (que já tem um de roteiro) pode sobreviver sem um também.

Pra mim Life of Pi e Silver Linings são os melhores concorrentes, mas meus favoritos nunca vencem.

CCX disse...

Hahaha, sou uma pão dura miserável :p Sei que não concordas, mas meu favorito é Django Livre disparado.

Juliana Rocha disse...

Eu adorei O Mestre. E acho que nem está concorrendo a melhor filme.
A interpretação do Philip Seymour Hoffman me emocionou muito e minha única torcida é por ele e pelo Joaquin Phoenix.

Lola, você viu?
Adoraria saber suas impressões!

Ju disse...

Desse jeito fiquei com muuuita vontade de ver Argo.
Não posso participar do bolão porque só vi 3 dos filmes indicados (2 que estão nas categorias técnicas).

E achei o Affleck tão humildezinho nessas cerimônias.. ele sempre faz cara de que não achava que fosse ganhar.

irene gomes da silva disse...

nesses blogs voces falam de todos os asunto que se refe-se a os seres humano de todo mundo ,mas se esquesem do mundo dos miseraves como eu, estou velha desenpregada vivendo de favor preste a ir pra debaixo da ponte, se voces que mereço um chance na na vida , me ajude a comprar um casa p/ mim.irene gomes da silva [87532413]conta-1024 01300008125-108/16