quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

PEQUENOS HOMENS, GRANDES SONHOS

"Não parece haver sinal de vida inteligente em lugar algum"

Num fórum mascu tem um tópico impagável que só vi recentemente. Chama-se “Ideias para o Futuro Movimento Masculinista Brasileiro”, e é de março e abril. Nessas horas eu me mato de orgulho. Modéstia à parte, eu acabei sozinha com o movimento masculinista brasileiro (ok, não era um movimentozão em primeiro lugar)! Eles hoje não têm nem coragem de se assumirem masculinistas (muito menos mascus! Mascuzões, então, nem pensar!). 
Tampouco têm coragem de pronunciar meu nome. Sou chamada em seus dois fóruns de Nome Proibido, Jubarte, Tola, e não sei mais o quê. Já falei que sou a Voldemort do masculinismo brasileiro?
Veja só como os mascus estavam cheios das ideias uns meses atrás (tudo sic, que não é o que um mascu acha que é):

“Será que seria possível criarmos um dia uma entidade filantrópica visando ajudar os homens mais necessitados e com base na filosofia da Real e até no masculinismo? Poderia até ser algo como um Rotary que se dedica a criar projetos e conseguir financiamentos iu doações para colocá-los em prática. Ao mesmo tempo pode-se ter uma parte mais secreta para apoio baseado na maçonaria. Algumas atividades que poderia desempenhar: Aulas de artes marciais para crianças carentes, Projetos de alfabetização [É, você leu direito: projetos de alfabetização by os maiores analfas da internet. Eles vão chamar umas feministas pra ajudar, né?], ensino de política, filosofia e mesmo da real para meninos e homens, Mais para.frente a criação de.um abrigo para homens que perderam tudo devido à coisas como pensão etc O céu é o limite.”
“Uma 'cruzada cristã' promovida pelo masculino seria algo maravilhoso ver uma organização discreta e anonima promover tais objetivos no plano da realidade.”
“Seria bom começarmos abrindo uma ONG, poderíamos encabeçar projetos para saúde masculina, campanhas de conscientização para doenças como câncer de próstata, entre outras que só os homens tem.” [Campanhas de conscientização pro câncer de próstata! Eles podiam começar pelo próprio fórum. Pergunte a um mascu quando que ele faria um exame de próstata. Nunca!]
“Uma coisa é certa, este instituto terá o objetivo de ajudar o maior número de homens possível, e não tentar mudar a sociedade, que já está perdida...”
“Precisamos reunir mais membros primeiro, se chegarmos à meta de 10 mil membros com qualidade, já poderemos começar a fazer alguma diferença. estive pensando esses dias em fazer uns panfletos com uma pequena propaganda e o endereço do fórum e colar em pontos de ônibus, perto de escolas, igrejas etc. o negócio é saber vender o peixe.”
“Poderiam colocar algo do tipo. 'Cansado de sofrer na mão de mulheres? Nós o ensinaremos a tornar-se um homem de verdade.' ai coloca umas imagens da mulher terminando com o matrixiano e o mesmo chorando depois.”
“Eu pensei em frases como: 'Conheça a verdade sobre relacionamentos', 'Saiba a verdade sobre a política brasileira', 'A Real salva vidas' no panfleto”.
Mascus: espancando também o inglês.
“Enquanto estivermos focados somente na matrix dos relacionamentos a real não vai avançar muito, temos que divulgar os outros pilares como o conservadorismo, direita política, religião cristã, valores como honra, virilidade... eu tenho moral de pregar uns cartazes por aí de noite.”
“Bolei uma frase que poderia servir pra colocar num panfleto, leiam: 'A Real é para quem procura respostas. A Real é para todos, mas nem todos estão preparados para ela. Você está pronto para cair na Real?" [O verbo que eles costumam usar é meter. Mas ficaria estranho pra alguém ler num cartaz na rua: "Você está pronto pra que metamos a Real em você?"]
"Bem-vindo à Real! Você e eu somos parte disso!"
“Uma estratégia para este cartaz seria pregar o maior número deles em pontos de ônibus perto de faculdades, para ter maior visualização. Acho bom focarem mais as faculdades particulares e evitarem as públicas, que são cheias de esquerdistas doentes. Quando forem colar os cartazes, procurem ir de boné e óculos escuros, para dificultar a identificação. Se cada um fizer isso em sua própria cidade, espalharemos a real mais rapidamente.”
“Mesmo que surgisse um movimento agora, seriamos visto como piada na mídia, já estamos cercados por uma cultura totalmente corrompida pelo marxismo. O máximo que podemos fazer é criar um grupo de pensadores [Pausa pra rir: Ahauahuahauahau] e espalhar a influencia da Real na sociedade, ai sim acontecerá alguma coisa.”
“Aqui tem muitos membros de longa data que escrevem muito bem e fazem excelentes tópicos, eles podem bem aproveitar um pouco do tempo livre e escrever alguma coisa. Se os e-books do NA já provocaram tudo isso, o que diria de PDFs do Conde, Batman ou Iron Balls (só como exemplo)?” [Poucas semanas depois eles baniram esse gênio, o Iron Balls, que era um troll infiltrado. Pena que ele não publicou um livro antes!]
“Quem sabe até 2014 não temos uma quantidade grande de pessoas no movimento e conseguimos eleger o Bolsonaro para presidente?!”

Quem sabe, né? Ah, e pensar que até abril eles tinham todos esses sonhos!...
Famosas últimas palavras do homem honrado antes de se atirar do penhasco

117 comentários:

JG disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHA HAHAHAHAHAHAHAHAHA
HAHAHAHAHAHAHAHAHA HAHAHAHAHAHAHAHAHA
Ui, doi a barriga de tanto rir
HAHAHAHAHAHAHAHAHA
Pq o negocio dos Mascus eh METER A REAL UNS NOS OUTROS!
Uiiii quanta virilidade, quanta testosterona!
HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Hamanndah disse...

Esse cara no penhasco acho que ele está querendo mijar para, com um pouco de sorte, pingar em alguma feminista desavizada lá embaixo.

Acho que eles deveriam escrever um livro: "Como mijar em feministas, em 10 lições", como os pombos escreveram o dele, com os humanos

São tão patéticos

Bjs a todos

Anônimo disse...

Eles estão desesperados para espalhar essas ideologias. Tenho medo quando vejo palavras e expressões do tipo "marxismo cultural", "politicamente correto" etc.

Carlos disse...

Uma coisa que eu discordo 100% deles é que eles querem a volta do casamento tradicional (1 homem para 1 mulher) e isso NÃO EXISTE, é natural que todas as mulheres se interessem por alfas artificiais ($$$) e alfas naturais (bons genes).

Anônimo disse...

Esses caras só podem ser doentes. Vade retro!

Anônimo disse...

Lola, peloamor um juiz negou um aborto para uma mulher que corre risco de morte com a gravidez! TODOS ESTÃO ESPERANDO SEU MANIFESTO SOBRE O ASSUNTO!!!

Sara disse...

Lola depois de ver o discurso de um pastor Pr. Daniel Borges Vieira,que entre outras pérolas chama as mulheres de subprodutos do homem, dizendo q sequer fomos criadas como os outros animais, e que na natureza não ha nada mais degradado q a mulher, e q é por isso q somos inferiores e não temos muitos direitos como o homem.
Esses mascus não precisam de foruns nem de blogs essas igrejas ja vivem dentro da filosofia desses patifes, e não da p entender pq eles nos odeiam tanto , se la dentro esta cheio de mulheres q aceitam passivamente serem ofendidas dessa forma, e viverem dependentes desses vermes.

Grão da Noite disse...

Essa história de "homem honrado" me lembrou a tal "mulher virtuosa" do vídeo do "Mulheres diante do Trono"... Realmente, não fosse a misoginia generalizada dos mascus, algumas igrejas evangélicas seriam o lugar perfeito pra eles encontrarem uma mulher "zero km" (rs). Ô gente pra se debater contra o presente e contra o futuro, em que será lembrada com vergonha alheia e reprovação.

Ana Sofia disse...

haeuheuahuehuehue
Esses mascus inventam cada uma xDD
Ah, Lola, vc é demais!

Anônimo disse...

Obrigado pelo post, estava precisando rir. O "cartaz" do bolsonaro pra presidente foi épico.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

A ideia de ajudar homens é até louvável...


Mas se for a ajuda "deles", o melhor que eles fizeram foi deixar para lá.

Anônimo disse...

O movimento deles é tão bom para a sociedade que é preciso que se disfarcem para não serem identificados...hahaha

Anônimo disse...

UAHUAHAUHAUAHAUHAUAHUAHAUHAUHAUAHAUHAUAHUAHAUAHUAHAUHAUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHAUHAUHAUAHAUHAUAHAUHAUAHUAHAUH

Ai,Lola...sem palavras,só gargalhadas mesmo!
Olha o que acontece quando os papis criam os filhos como se eles fossem os reizinhos do mundo! DÁ MERDA,LÓGICO! kkkkkkkkkkkk

Aliás,voce já ouviu o podcast da real no youtube?E esse vídeo do canal do bufalo?
http://www.youtube.com/watch?v=_6r_3xP4Sos

Vale a pena pra dar boas risadas,recomendo!Especialmente a parte em que o bufalo diz que as mulheres nuuuuunca foram oprimidas! AHAHAHAHAHAHA
Ah,e sem falar na abertura do vídeo...a imagem dos bufalos e aquela musica CAFONA de fundo...BEEEEEM COISA DE MASCU MESMO!
AHAHAHAHAHAHA

Beijao Lola
com carinho,
Gabiroba.

Caio Gabriel disse...

Olá!!!

Não sabia por onde comentar o que gostaria; comentarei neste último post mesmo, sem me prender à necessidade de estabelecer diálogo com ele, entretanto.

Gostaria de saber o que pensa dos trabalhos de descontrução falogocêntrica derridianos - para dizermos sem demoras e diretamente, e sem enganarmos sobre as não demoras e sobre a maneira direta nosso querido interlocutor que aqui construímos (onde? logo ali, neste corpo).

Leio alguns posts furtivamente - no sentido radical deste termo mesmo, como quem tenta furtar, e, tendo declarado, roubar, algumas intenções aqui expostas, como para ter gozos de onde partir - e tenho me preocupado com uma questão. Sua visada parece muito boa, mas como a forma - considerando que uma, seja qual for sempre será inescapável - que escolhe para seus textos pode contribuir para a manutenção de eixos que parecem te desagradar seria algo próximo ao que me preocupa em suas exposições e trabalhos.

Deixando, como num conto, pontas sobrando para o leitor completar, termino minha lógica exposição, sem paradoxos. E o corpo textual sempre vai continuar, por mais que evitemos, a se dar voltas e a se emaranhar.

Karla disse...

Chorando de rir, Lolinha. Fico seriamente em dúvida se esse bando de doente se leva a sério, porque é tudo tão patético...

Caio Gabriel disse...

Gostaria que lesse uma recente brincadeira minha, sobre o Contraste que você quer enxergar entre Marquesa de Alorna e Bocage, comparando dois autores de uma "mesma época" (segundo o que alguns podem dizer); aquela, uma importante figura muitas vezes localizada entre os (e não "as", e isto aqui não é, possivelmente, irrelevante) pré-românticos.

Poderia te passar por e-mail? O meu é caio.gabriel@usp.br.

Gratíssimo,

caio.gabriel

Huan Icaro Piran disse...

Vejo masculinistas nas redes sociais com certa frequência. Na maior parte do tempo os que vejo estão debatendo sobre saúde física e mental mesmo. Acho um saco a parte que eles começam com pedantismo, com a choradeira que vcs já conhecem e talz, mas fora isso a maior parte deles é...simpática.
Obviamente que se algum deles vier com esse papo de "matrix" ou "real" eu vou concordar que Neuromancer é uma excelente literatura (uai, eu gosto do livro e não das palhaçadas). Também não tenho saco pra quem fica choramingando por ai, a vida é dura, para tod@s nós, levanta a bunda, bate a poeira e vai a luta oras.
Sem falar na incrível capacidade que alguns tem em confundir feminismo com misandria fervorosamente, não compreender processos históricos e até mesmo condenar o feminismo pelos crimes que na verdade são reflexos do patriarcado. Para minha surpresa estou vendo que não são todos assim, principalmente ao estudar o histórico do movimento.
Alias, Lola, poderia elucidar o histórico deles? '-'

Aninha disse...

Gente, eu acho que conheço um mascu :-(
Não exatamente um frequentador de fóruns, mas um caras com essas ideiazinhas furadas...

Vejo pelo seu facebook, que vive cheio de coisas como "homem honrado", "mulher só quer dinheiro e cafa", "sou um solitário da moral", "era o melhor namorado do mundo e ela não me quis"

E aí vem a pior revelação: eu fiquei com esse cara :-(
Estou tentando me perdoar, dizendo que eu tinha só 17 anos, que eu não conhecia esses sinais, mas tá difícil. Se não conseguir, sou eu que vou me jogar do penhasco...

Anônimo disse...

Huan Icaro Piran

o problema é que o feminismo não se reconhece como um movimento pelos direitos das mulheres(corporativismo de certa forma) e apenas isso. é licito buscar seus direitos ,mas não levante a bandeira da igualdade quando voce tolera inequidades que lhe beneficiam.


Mirella disse...

(haeuhauehauehauehauheuaheu ∞ )


--

Aninha, por que você tá assim?
Ficou, ficou, ué. Não dá para "desficar". O que dá pra fazer é excluir do facebook e não ficar se obrigando a conviver com esse cara ~bacanão~ aí. Você ainda tem contato com ele? Aconteceu alguma coisa?

Letícia M. disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... ri demaissssss!!!!

Esses mascus são todos uns doentes mesmo. Nem eles acreditam naquilo que eles pregam. Tanto é que têm vergonha ¬¬' Sinceramente!!!!

Anônimo disse...

que comédia! nem noção do ridículo esse povo consegue ter... chega a dar dó! (só que não)

Ana disse...

... Falando em melhorar a vida dos homens, vocês viram a campanha do Novembro Azul?/atrasada

Semanas atrás pela primeira vez vi um outdoor sobre prevenção do câncer de próstata. Mas também foi só, não me lembro de ter visto nada na internet ou na tv sobre a campanha.

Comparando com o Outubro Rosa, a diferença é gritante. Em Outubro cansei de ver fachadas de prédios iluminados com refletores rosa à noite, um inclusive tinha um laço rosa gigante pendurado. Tenho quase certeza de que vários especialistas deram entrevistas pra jornais, coisas assim. Não vi nada disso no Novembro Azul =/

Só queria saber, esse movimento começou agora, ou eu que sou muito ignorante e não tinha visto ainda?

Alguém se lembra de ter visto uma campanha mais forte? Nem no facebook eu não recebi nada pra repassar (geralmente no Outubro Rosa tem umas mensagens, imagens e pá :D)

A quem interessar:

http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2012/11/13/novembro-azul-conscientiza-homens-para-prevencao-do-cancer-de-prostata

http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2012/11/homens-participam-da-campanha-novembro-azul-em-uberaba-mg.html

Camila Strongren disse...

off post sobre um assunto importante pena que tão em cima da hora:

Chegou a sua vez de falar o que pensa sobre o projeto da Câmara que libera a “cura gay” no Brasil. HOJE, dia 20/12, às 16h, haverá um chat online com o relator do projeto no site da Câmara. Para participar, basta entrar no site da Câmara no horário e clicar no banner para o chat.

Link para do debate: http://www2.camara.leg.br
(disponível apenas às 16h da quinta-feira 20/12)

Em pouco tempo, já somamos mais de 18.000 assinaturas na petição do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo contra a liberação da "cura gay" no Brasil. Porém, mesmo assim, o relator do projeto, Dep. Pastor Roberto de Lucena (PV-SP), deu o seu parecer favorável ao projeto.

Segundo a assessoria da Câmara, "No mesmo dia, às 20 horas, Lucena estará na bancada do jornal Câmara Hoje, na TV Câmara, para fazer um balanço da discussão com os internautas. Como o projeto ainda não foi votado pela comissão, este é o momento em que o relator pode ouvir a sociedade e acatar sugestões de mudanças no texto."

Não esqueça que as chances de uma opinião ser levada em conta neste contexto aumentam quando o argumento é coerente, objetivo e em tom respeitoso.

Obrigada,

Graziela Tanaka e a equipe da Change.org

PS: Não esqueça de divulgar a campanha para passarmos das 20 mil assinaturas: change.org/curagay'

Huan Icaro Piran disse...

@Anonimo 12:59

"o problema é que o feminismo não se reconhece como um movimento pelos direitos das mulheres(corporativismo de certa forma) e apenas isso."

Feminismo luta por igualdade de gêneros, se isso significar lutar pelo direito das mulheres o é feito, se isso significar lugar por outro dos gêneros plurais, que seja. Não há problema nisso.

"é licito buscar seus direitos ,mas não levante a bandeira da igualdade quando voce tolera inequidades que lhe beneficiam."

Desconheço totalmente o termo "inequidades", mas supondo que ele tenha o significado de incoerências, posso alegar que não vejo sentido em sua acusação, pois fala das feministas de forma generalizada e apenas vi algumas poucas tomando este tipo de atitude.
A maioria das feministas que conheço vê com bons olhos lutar também pelo fim da opressão patriarcal ao homem. Salvo uma ou outra exceção que defende que "homens deveriam formar seu próprio grupo para lutar por seus direitos (no dia que me falaram essa fiz muita piada troll de me juntar aos masculinistas) em vez de choramingar para que as feministas os ajudassem", habitualmente vejo feministas defendendo guarda compartilhada, fim da obrigatoriedade militar, liberdade sexual e emocional reciproca...entre outras coisas.

Rose disse...

hahahahahahahaha PENSADORES DA REAL hahahaha A ONG Viril hahahaha

Marcelly disse...

Anon do 12:59

nós ganhamos menos que os homens..

lutamos contra pq isso eh injusto conosco...e esperamos que os homens entendam..concordem e se possivel nos ajudem..

vcs pagam 5,00 ou 10,00 a mais em uma balada...se acham injusto...lutem para que isso acabe..para que vcs possam pagar tão "pouco" quanto nós em baladas..enós feministas concordamos e apoiamos isso...cada um com sua luta..se ajudando..mas se vcs acham legal que a mulher pague menos pq havera mais mulher entãonão reclamem que NÓS não reclamamos de pagar menos...

o que vcs dizem que são NOSSOS beneficios..no fundo são só mais beneficios pra vcs...

se quiser tenhouma imensa lista de exemplos além dessa

Helena disse...

AÊ, SEUS ISQUERDISTA DUENTI: ESTÁ FUNDADA A MASCUNARIA!

“Uma estratégia para este cartaz seria pregar o maior número deles em pontos de ônibus perto de faculdades, para ter maior visualização. Acho bom focarem mais as faculdades particulares e evitarem as públicas, que são cheias de esquerdistas doentes."

"Mesmo que surgisse um movimento agora, seriamos visto como piada na mídia, já estamos cercados por uma cultura totalmente corrompida pelo marxismo."
“Quem sabe até 2014 não temos uma quantidade grande de pessoas no movimento e conseguimos eleger o Bolsonaro para presidente?!”

QUEM GARGALHOU DÁ UM CURTI! (a mascunaria cutuca)

Rob disse...

Entrei no blog do búfalo e como homem eu conclui...que eles tem probleminha O.O

Anônimo disse...

Olha, Lola: http://noticias.r7.com/sao-paulo/justica-proibe-revistas-intimas-em-mulheres-que-visitam-presos-nas-cadeias-de-sp-19122012

Anônimo disse...

Bolsonaro 2014 é a decadencia da decadencia. hahahahahahahahahaha

Ramilla disse...

Eu fico pensando na quantidade de energia gasta à toa. Podiam se unir e lutar contra coisas que eles sofrem (conscientização câncer de próstata, serviço militar obrigatório, "ser o macho provedor") em vez de ficar aí achando que a culpa é das mulheres mimimi

Anônimo disse...

Ah, 10 lições é muito... Esses caras não conseguem passar de 5, porque precisam da mão direita para apertar os dedinhos da mão esquerda enquanto contam...

Lolinha vai me convencer a frequentar fóruns mascus para espantar o tédio desse jeito.

Dani Andrade disse...

"Quando forem colar os cartazes, procurem ir de boné e óculos escuros, para dificultar a identificação."

...

Será que isso não os faz ver o quanto são ridículos?

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkk

Como são sonhadores estes macus...

by. Bia

Anônimo disse...

Apesar de tudo que a Lola fala sobre os masculinistas, acho um pouco irresponsável subestimá-los. Eu dei uma olhada no facebook e a página do "Metendo a Real" tem quase 18.000 membros.

Antifa disse...

HAHAHHAHAHAHAHSBHDASGDHHAhahaha lol

“Enquanto estivermos focados somente na matrix dos relacionamentos a real não vai avançar muito, temos que divulgar os outros pilares como o conservadorismo, direita política, religião cristã, valores como honra, virilidade... eu tenho moral de pregar uns cartazes por aí de noite.” - Tomara que encontre um bando de punk antifa na rua e tome um monte de coturnada na bunda, neo-nazi de merda.

Um babaca desses pichou suásticas e outros símbolos nazis no ponto de ônibus da Clínicas em são Paulo certa vez, fico pensando se era amiguinho desses caras. Esse ponto de ônibus tinha um fluxo grande de alunos da USP. Eu não vi como ficou, mas tive vontade de juntar um grupo para cobrir essa merda e por cartazes antirracismo no lugar.

Anônimo disse...

quando voce tolera inequidades que lhe beneficiam.
20 de dezembro de 2012 12:59

eu não costumo discutir com mascu, mas já que você se expressou com educação, vamos lá: que iniquidades?

você, como leitor do blog (todos os mascus leem blogs feministas, não adianta negar), já viu alguma vez feminista defender que o homem seja provedor? que o homem seja obrigado a servir no exército? que o homem não tenha licença paternidade? que o homem não compartilhe a guarda dos filhos?

que raio de iniquidade é essa que só vc enxerga?

grata.

Anônimo disse...

http://25.media.tumblr.com/tumblr_mdl6fm97iT1ryt2d4o1_500.png
Lola, do blog da menina que quer refundar a ARENA.
POR FAVOR veja isso

Anônimo disse...

Volto a perguntar Lola:
Se feminismo e um movimento igualitário, porque o ´prefixo femini?

Anônimo disse...

Ana disse...
... Falando em melhorar a vida dos homens, vocês viram a campanha do Novembro Azul?/atrasada
-
o que acontece Ana, e que a midia, e o governo/ partidos, descobriram que investir em melhorias para homens não dá votos.
A maioria dos votos validos nas eleições, nos ultimos anos, e feminina, logo os projetos sociais são totalmente voltados para este publico/eleitor, vide o minha casa minha vida, que e 80% destinado a mulheres, sendo que a maioria dos moradores de rua são homens,quase 90% alias.
pesa também o fato de o homem ser naturalmente provedor, responsável por si próprio, portanto sem interesse em um estado paternalista !

Anônimo disse...

Ri tanto que até engasguei. Valeu, Lola!

Anônimo disse...

Uma sociedade se faz de direitos e deveres, nós não lutamos contra o serviço militar obrigatório, pois isto e um dever, O Brasil acaba de descobrir uma reserva gigante de petroleo, alem da amazonia, e de minerais raros como niobio, e não e com um exercito de mercenários que vamos defender nossos recursos, e desencorajar possíveis agressões, mas sim com forças armadas que tenham legitimidade, e gente de todas as origens e classes do nosso povo, não como nos EUA, onde filho de pobre vai pra guerra, e filho de rico curte o " sonho americano"

Anônimo disse...

Caio Gabriel, vc é das moleculares?

Bizzys disse...

Ri demais com "Mascunaria"!

Aninha disse...

Mirella

É, ainda tenho que conviver com o babaca. Ele trabalha comigo :-(

Ah, estava só fazendo um draminha. Sabe quando você faz uma merda e depois fica se perguntando: "puxa, como eu fiz isso??". Mas, enfim, conhecer essas caras na vida real dá arrepios...

Anônimo disse...

Nossa, anon de 16:26; "Metendo a Real" tem quase 18.000 membros! Apostando em 1.000 fakes para cada "membro" mascuzão em 3, 2, 1...

Prefixo femini... Sentindo o cheiro dos cérebros fundentes dos pensadores da real daqui kkkkkk

Anônimo disse...

mascu, acorda. homem provedor já é minoria hoje. a maior parte das mulheres trabalha. no mundo desenvolvido, praticamente todas. no brasil, apenas 1/3 das mulheres ainda vive à sombra do marido. e 90% das mulheres que trabalha, nao sonha em parar de trabalhar por causa da família pq aprecia muito a própria autonomia.

o que falta às mulheres nao é independência financeira, é companheirismo dentro de casa, é autoconfiança desvinculada da aprovação masculina.

o segredo é elas se livrarem da dependência emocional que sentem pelos homens, para poderem ser livres, começarem a colocar a própria felicidade à frente do bem estar masculino. por isso tantas não querem mais casar. e outras tantas não aceitam mais o modelo de casamento escravo, querem um companheiro para dividir as dívidas, as obrigações e as alegrias.

os programas assistencialistas do governo são importantes pra única classe de mulheres que ainda precisa de ajuda, que ainda sonha com o modelo antigo, das classes D e E. mas quando essas mulheres tiverem acesso à educação e a melhores posições no mercado de trabalho, isso nao vai mais ser necessário.

Alessandro disse...

Lola,

Acho que você não deveria se auto proclamar Voldermort dos masculinistas.

Primeiro, pq Voldermort era um vilão.

Segundo, pq pode dar a entender que os mascus tem que se reunir para vencê-la.

Terceiro, pq no final ele foi derrotado.

Fora isso, peço que continue a sua luta contra essa doença (a luta é contra a doença 'machismo', não contra os doentes, que um dia podem ser curados)

Anônimo disse...

O que vocês feministas acham sobre o conservadorismo ?
Não e um direito individual ?
ou o cidadão deve aceitar para si, e sua família conceitos modernos, que vão contra a suas convicções e valores ?

Luiza disse...

"Uma sociedade se faz de direitos e deveres, nós não lutamos contra o serviço militar obrigatório, pois isto e um dever, O Brasil acaba de descobrir uma reserva gigante de petroleo, alem da amazonia, e de minerais raros como niobio, e não e com um exercito de mercenários que vamos defender nossos recursos, e desencorajar possíveis agressões, mas sim com forças armadas que tenham legitimidade, e gente de todas as origens e classes do nosso povo, não como nos EUA, onde filho de pobre vai pra guerra, e filho de rico curte o " sonho americano"

E quem tá pouco se lixando pra tudo isso e odeia o exército faz o quê?

Deixa de besteira. Homem ou mulher, ninguém é obrigado a servir merda nenhuma.

FÁBIO disse...

https://fbcdn-sphotos-b-a.akamaihd.net/hphotos-ak-snc6/281288_399806366764991_792672261_n.jpg


Eu sempre desconfiei professora, se fazem de feministas so para "dar um tapa na coruja" kkkkkkkkkkkkkkkk

roseanjos disse...

'Cansado de sofrer na mão de mulheres? Nós o ensinaremos a tornar-se um homem de verdade.'

kkkkkkkkkkkkkk parace panfleto de "trago a pessoa amada em 3 dias" kkkkkkkkkk

Por que será que eles acham que virariam piada na mídia, não aguento!!
Procurem ir de óculos escuros e chapeu, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk são uns bundões covarde mesmo.

Quanto à última imagem do post, só posso dizer: pula, pula, pula!!!

roseanjos disse...

estava rindo tanto que postei cheio de erros de concordância. Credo!!

Koppe disse...

"Anônimo disse...
Apesar de tudo que a Lola fala sobre os masculinistas, acho um pouco irresponsável subestimá-los. Eu dei uma olhada no facebook e a página do "Metendo a Real" tem quase 18.000 membros.
20 de dezembro de 2012 16:26
"

Isso é verdade, em parte, nunca se deve subestimar ninguém. Mas a coisa não é tão simples assim.

Muita gente curte, compartilha e assina esse grupo sem conhecer nem mesmo superficialmente do que se trata. Simplesmente alguém repassa uma imagem, a pessoa concorda e curte, sem questionar de onde vem, quem criou e o que está por trás da tais imagens e do grupo.

Já vi amigos que não são masculinistas e nem fazem idéia do que é isso, repassando imagens de lá. Até mulheres. Isso diz muito mais sobre a superficialidade e o imediatismo que as pessoas estão vivendo nas redes sociais, principalmente no Rostolivro, do que sobre a possibilidade de um movimento masculinista ter 18000 membros engajados e atuantes.

Cética disse...

Cuidado viu Lola,tá errada essa sua postura de desmascarar os masCUCUZÕES,o certo mesmo (na visão de alguns aqui)e entendê-los (afinal traição é algo que só acontece da mulher pro homem né,e pq isso isso é da minha conta mesmo?,uma vez que não tó envolvida na tal relação? hummmmmm deixa pra lá,dá medo da resposta)passar a mão na cabeça,virar a cara pra receber o outro tapa (queima ele jesus!!!) e tentar, através do amor,provar nossa humanidade pros dementinhos de "um centavo" FINALMENTE entenderem,OU NÃO,que as mulheres tmb são,PASMEM !!!,gente...


FÁBIO disse...


E quem tá pouco se lixando pra tudo isso e odeia o exército faz o quê?

Deixa de besteira. Homem ou mulher, ninguém é obrigado a servir merda nenhuma.

20 de dezembro de 2012 18:06
-
o comentário e meu, e ta na cara que a Luiza e e anarquista, pois saiba dona luiza, que em Israel, homens e mulheres tem que prestar o serviço militar obrigatório, por que ?
porque são cercados por inimigos islamicos ( feeeministas) por todos os lados, que querem varre-los do mapa, matar todos os " infieis"
e não h´pa espaço para utopias imuteis, e lutar ou morrer.
mas vocês feministas anarquistas, não querem viver na realidade, apenas na utopia de suas cabeças, e fugir das responsabilidades, so querem que alguém lute por viocês se precisar !

Na utopia anarquista esquerdista, o rei leão Simba, faz amizade com o javali pumba.
Mas na realidade nos sabemos que o leão vai comer o javali !

lucas disse...

Eu acho um tanto quanto... Bonito talvez não seja a melhor palavra, mas admirável a parte da filosofia mascu sobre enobrecimento do corpo/alma, tentar focar na carreira pra ser uma pessoa melhor, etc. Poderia ser uma filosofia muito boa sobre auto-valorização, se os caras não fizessem questão de estragar o movimento com práticas de ódio a_a. Uma pena.


Não, não sou Mascu, também me considero feminista (apesar da minha professora de filosofia afirmar que eu sou). Mas simpatizo com a causa feminista.

Anônimo disse...

Muitas pessoas, principalmente mulheres, dizem que nós generalizamos
MAS, o significado de generalizar é maioria, geral, NÃO É TOTAL!

Unknown disse...

Mas quanta virilidade, espalhar cartazes a noite de boné e óculos escuros... kkk

Bolsonaro na presidência, metendo a real no Brasil!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Bolsonaro teria vergonha de saber quem são seus mais fiéis seguidores.

Luiza disse...

"o comentário e meu, e ta na cara que a Luiza e e anarquista, pois saiba dona luiza, que em Israel, homens e mulheres tem que prestar o serviço militar obrigatório, por que ?
porque são cercados por inimigos islamicos ( feeeministas) por todos os lados, que querem varre-los do mapa, matar todos os " infieis"
e não h´pa espaço para utopias imuteis, e lutar ou morrer.
mas vocês feministas anarquistas, não querem viver na realidade, apenas na utopia de suas cabeças, e fugir das responsabilidades, so querem que alguém lute por viocês se precisar !

Na utopia anarquista esquerdista, o rei leão Simba, faz amizade com o javali pumba.
Mas na realidade nos sabemos que o leão vai comer o javali !"

HAHAHAHA EU SABIAAA!

Sabia que era um (mas)cuzinho!

Eu me orgulho de ter uma inteligência muito alta, obrigada. Isso quer dizer que eu SEI que o serviço militar em Israel é obrigatório.

Mas como você tem inteligência mediana para baixo, deixou de considerar os aspectos históricos da coisa. Vá estudar.

E isso aqui é Brasil, não Israel. Quer comparar, compare com países altamente desenvolvidos que dão chances de seres humanos serem realmente seres humanos, e não animais.

Estamos ao lado dos homens que também não querem mais a obrigatoriedade do alistamento. Ponto final.

Nem precisa voltar a dirigir a palavra a mim, porque não falo com resto humano mascu.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Sobre servir o exército, sou a favor de algo bem simples:

Serve quem quer. Quem servir é recompensado com diminuição de algum imposto.

Anônimo disse...

Como reconhecer um mascu disfarçado?
Ora, se ver um cara de chapéu e óculos escuros na rua, repare se ele usa uma POCHETE!

Se usar, pode rir muito na cara dele, que é um mascu com certeza!

Anônimo disse...

Anônimo que perguntou do nome do feminismo, se vc entende inglês, veja este tópico do Reddit:

http://www.reddit.com/r/AskFeminists/comments/y1n10/why_is_feminism_different_to_egalitarianism/?sort=top

Carol NLG disse...

Ah, nao, nao dah

Ainda estou rindo do mascu aih que disse que os islamicos sao.... FEMINISTAS???

Anônimo disse...

Como se a opinião do Reddit, que é um reduto masculinista, valesse alguma coisa.

A maioria das comunidades "feministas" do Reddit foram infiltradas pelos MRA, todo mundo sabe disso lá.

Os dois únicos grupos decentesno Reddit são o r/ShitRedditSays, que são feministas liberais, e o r/communism que é feminista-marxista, nesses dois forúns os moderadores realmente moderam os tópicos e não deixam virar palhaçada.

Dafne disse...

Eu custo, de verdade, a acreditar que existe gente assim... Ô coisa triste!

Anônimo disse...

Quando eu era mascu, eu conheci uma menina muito legal, mas continuava compartilhando as coisas no caralivro. E ela começou a compartilhar também.

Um dia ela foi comentar e todos xingaram ela, e ela enojada percebeu do que se tratava o tal masculinismo. E disse que eu era um "machista escroto".

Anônimo disse...

Já participei desses fóruns. Pouco tempo, e quase nunca concordava com nada. Achava patético esse tipo de "organização". Fui um dos caras que, involuntariamente, ajudou a queimar o Silvio Koerich por causa da história dos "nordebostas".

Até em fundar o "Partido da Real" eles falaram.

Racismo, preconceitos em razão da origem, status e classe social e qualquer tipo de ódio gratuito era o que se via entre eles.

Felizmente houve quem abrisse os olhos e saísse dessa furada.

Eu tive problemas para lidar com mulheres que me fizeram mal. Eu aprendi a lidar com as mulheres sim, mas antes eu tive que aprender a lidar comigo mesmo. Foi aí que verifiquei que não há guerra entre homem x mulher. Quando paramos para enxergar que ninguém é santinho ou santinha podemos ver melhor as coisas e parar com esse vitimismo imbecil.

Só os fracos e hipócritas passam a vida culpando os outros sem ao menos tentar fazer uma autorreflexão.

FÁBIO disse...

Carol NLG disse...
Ah, nao, nao dah

Ainda estou rindo do mascu aih que disse que os islamicos sao.... FEMINISTAS???
-
professora suas loletes manjam de sarcasmo kkkkkk

Anônimo disse...

[off-topic]. Lola, se vc puder fazer um post ou, pelo menos comentar a matéria transcrita eu agradeceria:
"A Justiça mineira negou pedido de aborto para uma mulher que sofre de problemas cardíacos. Apesar de a gravidez ser de risco, o juiz Geraldo Carlos Campos, titular da 32ª Vara Cível de Belo Horizonte, ressaltou que a mulher fez um aborto com autorização judicial no ano passado e não tomou qualquer medida contraceptiva.

A primeira gravidez da mulher ocorreu no início do ano passado. Ela recorreu à Justiça para abortar por causa do risco, já que é portadora de miocardiopatia dilatada familiar, patologia que a impede de levar a gravidez adiante. O Judiciário autorizou o aborto, mas orientou o casal sobre a necessidade de "estabelecimento de método de contracepção eficaz e definitivo".

O casal não adotou qualquer medida e agora, no oitavo mês de gestação, pediu outra autorização para interromper a nova gravidez. O juiz ressaltou que, no caso de gravidez de risco, a lei defende a mãe, mas o processo "não deixa de ser um ato voluntário". E o magistrado negou o novo pedido com a justificativa de que o casal é formado por pessoas "maduras e esclarecidas", mas que tiveram uma "conduta negligente" e, diante disso, a gravidez era "previsível".

Anônimo disse...

Quem não quer sangrar na guerra, deve suar na paz !

Stephanie. disse...

"Famosas últimas palavras do homem honrado antes de se atirar do penhasco"
HAHUAUHAAHUAHAUHUAHA

Um ótimo post para se começar bem as férias!

Luana disse...

fico me perguntando até que ponto devemos nos preocupar com esses fóruns de mascus ou qualquer outra manifestação do gênero na internet. Honestamente, acho importante ter a consciência de que existem e do que pensam, mas dá muito tédio ficar lendo as coisas que escrevem. Eles são chatos. Porra, até Hitler tinha carisma ...

FelipeLB disse...

"Sobre servir o exército, sou a favor de algo bem simples:

Serve quem quer. Quem servir é recompensado com diminuição de algum imposto."

Mas já é assim. A diferença é que ao invés de ter alguma obrigação tributária subtraída, quem serve recebe ajuda de custo, um pouco menos que um salário mínimo.

E também não há obrigatoriedade em servir, é algo opcional. O que é obrigatório, para os homens, é o alistamento, para que no caso de alguma agressão externa, o governo brasileiro saiba de antemão quais são os indivíduos capazes de pegar em armas e defender a nação(em caso de guerra, quem for convocado é obrigado a servir, caso contrário é punido por crime de deserção).

Eu sou contra que a opção do serviço militar seja extinta. A maioria dos jovens que servem são pobres, o ingresso no quartel é uma boa oportunidade para contribuir com a renda familiar.

Sem contar que fomentar nos jovens um pouco de disciplina, patriotismo, espírito de camaradagem, condicionamento físico e lealdade, sempre é bom.

Anônimo disse...

Anônimo/a que falou do ShitRedditSays:

Dizer que o Reddit é um reduto masculinista é meio ridículo. O Reddit é relativamente liberal (sentido americano) e tem inúmeras comunidades de apóio ao feminismo e aos GLBTTs. Mas admito meu erro, o /r/AskFeminists é ligado ao /r/Feminism, que recebe constantes reclamações.

Agora, dizer que o SRS é o único sério é de lascar. O SRS não é respeitado por ninguém. Já inventaram de banir o CEO do site e fazer outras palhaçadas. Em uma comunidade de macros gays, vi uma pessoa falando como as coisas são fáceis para héteros e nos comentários, o tom era de "entendo seu sentimento, mas aqui não é o SRS, vamos maneirar". Acho o SRS engraçado, mas chamar de sério é palhaçada.

Anônimo disse...

Eu acho que o comportamento na relação homem x mulher no Brasil está chegando à niveis doentios, e dos dois lados. Eu gosto de observar o padrão de comportamento das pessoas na noite, o que eu vejo é uma agressividade cada vez maior dos homens nas abordagens, puxando cabelo, segurando as mulheres com força pelo braço e etc.. E também uma deficiência das mulheres em recusarem caras desse tipo. Certa vez vi uma mulher reclamando disso, mas o problema queao passo que ela reclama outra mulher pega esse cara, daí de certa forma ele vai continuar fazendo isso, porqueela acha na cabeça dele que a técnica vai "colar", eu estive na Europa e na Argentina, eu fui aos lugares e não vi um comportamento desse tipo por parte dos homens na noite. E isso é somente a ponta do iceberg, temos ainda também a mídia que cria um padrão distorcido de relacionamento, onde aparecem mulheres se relacionando com cafajestes e os defendendo com unhas e dentes, descontando a raiva em outras mulheres. Não seria um problemas comportamental do cafajeste? Só sei que enquanto as mulheres em geral também continuarem passando a mão na cabeça desses homens e os defendendo. Não vamos ter uma solução para esse problema em curto/médio prazo. Sinceramente no dia que eu tiver uma filha, eu não queria criá-la no Brasil, porque eu não quero que ela tenha que encarar esses tipos que têm por aqui.

Sarah disse...

Estava no site da super hoje, Lola, e enquanto lia sobre o massacre da École Polytechnique, tive mais uma prova infeliz de que a maior arma do machismo extremo (mascus e essa corja) é que ninguém acredita ou que existam pessoas assim ou que isso seja realmente um problema/uma ameaça. Mesmo com o atirador dizendo “Estou lutando contra o feminismo. Vocês são mulheres, vocês serão engenheiras. Vocês são um bando de feministas”. antes de balear 9 mulheres e ferir outras 18, das quais 13 morreram, a imprensa ainda tem coragem de dizer que "o crime chamou atenção pela sua suposta motivação machista." Suposta.

Anônimo disse...

parabéns por esse blog maravilhoso

Anônimo disse...

"Carlos disse...
Uma coisa que eu discordo 100% deles é que eles querem a volta do casamento tradicional (1 homem para 1 mulher) e isso NÃO EXISTE, é natural que todas as mulheres se interessem por alfas artificiais ($$$) e alfas naturais (bons genes)."

Ué! Mas eles não dizem isso? Por isso que são tão contraditórios...Aliás, comentário infeliz esse seu, hein?

Gilberto Ricci disse...

" porque são cercados por inimigos islamicos ( feeeministas) por todos os lados, que querem varre-los do mapa, matar todos os " infieis" "

FÁBIO, acho que você se expressou mal... ficou parecendo que você disse que os islâmicos são feministas. Com certeza, você não quis dizer isso, né? Poderia me explicar o qué vc quis dizer de verdade?

Anônimo disse...

Eu acho que o Caio Gabriel não é um bot.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

FelipeLB ,

Não, não é. De fato, se o sujeito servir em tempo integral ele ganha menos de um salário mínimo. Se ele servir em Tiro de Guerra, não ganha nada.
Ele ainda pode ganhar menos de dois se for para CPOR ou o piso de uma certa profissão se for carreira temporária.

De fato, toda a estrutura ideológica e profissional de nosso exército é uma piada e não duvido nada que haja deserção em massa no caso de uma guerra.

Mas o interessante mesmo, seria prover benesses aos próprios reservistas como forma de recompensá-los por estarem dispostos a lutar pelo país.

Anônimo disse...

De fato, toda a estrutura ideológica e profissional de nosso exército é uma piada e não duvido nada que haja deserção em massa no caso de uma guerra.
-
Raziel a unica situação em que a cosntituição permite pena de morte, em seu artigo 88, e em caso de guerra declarada, para desertores e traidores, sem contar que em uma guerra/invasão, ou você luta, ou e subjulgado e morto, não há opção !

Ray disse...

Mascus, esses seres que vieram ao mundo com a importante missão de alegrar os nossos dias...huahauhuahuahuahuah Além de cafonas, não há sinal de terem nada próximo ao raciocínio lógico, se contradizem o tempo todo, (ué mas não seria essa a principal característica masculina, a indestrutível razão?!)

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Anon das 10:49

Raziel a unica situação em que a cosntituição permite pena de morte, em seu artigo 88, e em caso de guerra declarada, para desertores e traidores, sem contar que em uma guerra/invasão, ou você luta, ou e subjulgado e morto, não há opção !

Mas havendo deserção em massa, quem é que vai matar todos os milhares de desertores? Deus? A Tropa de Elite da Real com suas Baionetas Viris da Real? Ah, não, esqueci que todos os mascus se fizeram de doentes ou de gays afetados para não servirem...

Ray disse...

#Off topic# Gostaria de comentar sobre o Monthlies, um documentário que está sendo preparado para falar sobre a menstruação para adolescentes, tentando dar um outro ponto de vista sobre o tema que não seja o da negatividade. As produtoras estão fazendo uma campanha para arrecadar fundos, felizmente elas já atingiram a meta mas deixaram aberto caso alguém ainda queira contribuir, já que o prazo estipulado ainda não expirou. O link é este aqui: http://www.indiegogo.com/monthlies?c=home

Anônimo disse...

O Major Lobisburro é uma piada encarnada!

Os outros pulguentos tb!

Os caras são cristãos, são contra o aborto mas são a favor de sair com puta e bater uma punheta de "raiz".

Não é a Bíbra que diz que masturbação tb é aborto?????

Agora os vadios batem no peito que passaram na PUC pq é uma Uni Cristã, só para disfarçar a incapacidade de passar em uma Federal .....

dfhell disse...

O movimento negro vai para frente. O movimento LGBT vai para frente. O feminista não. Vcs não tem o que eles tem, e isso seria bom senso!!

Masculinismo é piada disse...

Os caras pagam de viris, mas tem voz de menina. Quem escutou aquele podcast patético com participação do Travis e Doutrinador pode ver que são apenas menininhos de apartamento criados pela avó soltando pipa no ventilador.

Anônimo disse...

Quem te disse que o movimento feminista "não vai pra frente", dfhell? Você está muito mal informado. Mas além de informação, lhe falta bom senso, pois vir aqui dizer que um dos movimentos sociais que mais crescem e se aperfeiçoam "não vai pra frente" é no mínimo insensato. Masculinistas dão vergonha alheia.

FelipeLB disse...


Raziel, as deserções dificilmente se tornam ações de massa, porque o governo tende a esmagá-las antes que elas atinjam grandes proporções.

As deserções vão acontecendo na medida em que os combatentes vão sendo convocados, e eles não são convocados todos ao mesmo tempo, inviabilizando uma ação generalizada de abandono de posto.

Se você analisar bem,concluirá que desertar é algo muito mais desvantajoso do que ir combater.

A morte na guerra é algo incerto, a morte de um desertor é quase certa. Dificilmente ele fugirá do país, pois as fronteiras estarão muito bem guarnecidas, por causa da guerra.

Se o país dele vencer a guerra, é só uma questão de tempo até ele ser achado e sumariamente executado. Se o país dele perder a guerra, logo após a rendição, também não tardará em ser encontrado e exterminado.

E mesmo que houvesse um grande contingente de desertores, todas as nações em guerra mantêm grandes efetivos de solados profissionais em solo nacional para preservar a ordem interna, evitar roubos, saques, estupros, migrações desautorizadas e, claro, capturar desertores e entregá-los a justiça para serem mortos o quanto antes.

Um bando de desertores desorganizados, por mais numerosos que sejam, dificilmente poderiam resistir a um exército profissional equipado, treinado, bem comandado e investido de legitimidade em suas acoes.

Sobre a sua sugestão de assegurar benefícios aos reservistas por eles estarem dispostos a lutar pelo país, ninguém deve ser recompensado por estar disposto a fazer algo, mas sim por fazê-lo de fato. Seria uma despesa aos cofres públicos totalmente descabida, a meu ver.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Morrendo com o abrigo para homens que perderam tudo pelo pagamento de pensão... De onde eles tiram essas coisas? Em que planeta esses caras vivem? Metade nem paga e olha que na maioria das vezes é uma miséria que mal dá pra nada. Alguém avisa pra eles que Alan Harper é um personagem, é ficção, aquilo lá não é documentário.

Anônimo disse...

A Laurinha (Mulher modernex) conhece poucos homens divorciados, e o modo como vivem.

lola aronovich disse...

Daqui a pouco os mascus tiram do chapéu uma daquelas estatísticas do Instituto Mascu de Pesquisa As Vozes Me Disseram provando que 99% dos homens que vivem na rua ficaram nessa situação depois de um divórcio.
Mascus, não deixem pra amanhã o que podem fazer hoje: abram logo um abrigo para homens que perderam tudo pelo pagamento da pensão! Vai mesmo lotar de cara!

Anônimo disse...

Praticando a "retorica preventiva" Lola ?
Não da pra negar que você e inteligente, mas considere a situação: um homem investe todos os seus recursos, trabalho, juventude numa relação, para depois descobrir que não passou de uma ferramenta utilitária, e que esta sendo considerado obsoleto, e ele sai do patrimonio que construiu com ' duas malinhas" vai morar na cara de parentes( onde sofrerá humilhações),ou então em um quarto e cozinha alugados, tem parte de sua renda comprometida,e se não se entregar ao vicio e depressão, estará ate que relativamente bem , senão vai parar no fundo do poço mesmo, mais um numero mau cheiroso e mau alimentado numa sarjeta ou porta de bar da vida da vida.

PORTANTO CONFRADES, NÃO SE CASEM, NEM SE APEGUEM, VEJAM AS MULHERES COMO DIVERSÃO, NÃO COMO MEIO DE VIDA, INVISTAM EM SI MESMOS !

Anônimo disse...

Ao Anônimo 22 de dezembro de 2012 12:20


É este o propósito de igualdade entre homens e mulheres que vocês masculinistas dizem pregar? Achar que as todas mulheres são meros meios de diversão...E engraçado que ao mesmo tempo que dizem defender o patriarcalismo, a família tradicional dizendo tais asneiras. Será que nosso amigo levou chifre de alguém, passou por tal drama que ele citado e agora está lamentando a lástima descontando sua frustração em todas as mulheres?

yulia2 disse...

aposto que a mascuzada nunca deu um prato de comida para os moradores de rua.....

Anônimo disse...

Nem os mais reaças aguentam os mascus. Hoje no Instituto Mises Brasil, um mascu apareceu lá. E vejam: é só um mascu comentar, e qualquer um já nota a misoginia deles:

"Leandro 23/12/2012 00:02:45

Prezado Sérgio (o mascu que escreveu a pérola), favor ter um pouco mais de compostura. Um homem de verdade, antifeminista, jamais se dirige a uma mulher utilizando termos como "Vá à merda, porra!" e "esse rabo gordo sentado em frente do computador". Discorde à vontade, mas como um cavalheiro. Misoginia é atitude de pessoas sexualmente insatisfeitas ou sofredoras de algum tipo de disfunção erétil.

Abraços!

P.S.: apesar disso, sempre achei seus comentários hilários.

Responder


Alguém com bom senso 23/12/2012 00:18:56

Sérgio, sinceramente:
Seu comentário foi no máximo desnecessário e violento. Sem querer criticar os moderadores do IMB, mas eu não teria permitido que ele tivesse ido ao ar se o site fosse meu.
Você a insultou por nada. Ela nem mesmo discordou de algo que você tenha dito. Ela veio compartilhar uma experiência de vida. Em momento algum demonstrou sinais que o fizessem julgá-la como "feminazi". O comentário da Andreza não teve quase nada de político, foi meramente humano.
Você simplesmente inventou um personagem para ela e o atacou. Creio que, mesmo ciente de algumas contribuições que você tenha feito no passado ao responder comentários sobre conservadorismo, você simplesmente extrapolou. Envergonhar-me-ia por seu comentário em seu lugar.

@Andreza: A opinião daqueles que aqui comentam NÃO representam o pensamento dos autores e do instituto. Desculpe se teve uma má impressão. Nenhum libertário jamais irá apoiar o uso da força para moldar a sociedade em função de nossos valores.
Responder

Os comentários estão em:

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1487

Anônimo disse...

Só queria ver o que o tal de "Leandro" que comentava aqui, e se dizia "libertário", teria a dizer ao ler agora que seus amigos libertários consideram suas idéias misóginas. E mais ainda: que pessoas com idéias como a dele, é rrustrado ou sofre de disfunção erétil. Como eu queria ver o que ele teria a dizer sobre isso. hehehe

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Esse instituto deve ser o mesmo que diz que a maioria das denúncias de estupro é falsa...
Por quê então não resolvem vir pro mundo de verdade e fazem alguma coisa realmente útil? Que tal uma campanha pra ensinar a muitos o que é ser um pai de verdade, ensinar a dar suporte financeiro e emocional pros filhos? Pararem de achar que quando se divorciam de uma mulher se divorciam também dos filhos que tiveram. Tem muito cara que quando tá casado gasta metade do salário com os filhos e depois que se divorcia passa a reclamar de gastar um terço do salário com eles, bem menos do que gastava antes. Acha que é desaforo.
Aí essas coisinhas lêem em site de fofoca que fulano de tal que é jogador de futebol paga alguns milhares de dólares de pensão pra alguma mulher que engravidou com esse propósito e querem acreditar que esse tipo de coisa é maioria, que a maioria das brasileiras está nadando em pensões milionárias que não é nem pros filhos, mas pra elas.
Sair do mundo mágico e enxergar a realidade da maioria das pessoas, que vive longe de sites de fofoca, não faz mal a ninguém.

Anônimo disse...

Pra algumas pessoas pode ser apenas um mero detalhe, pra maioria algo corriqueiro e imperceptível. Mas acho bem notório o quanto se evidencia as ideias machistas arraigadas em alguém que usa o termo "pessoas" para se referir (somente) aos homens. O inverso - usar os termos "homem" ou "homens" para se referir a pessoa(s) em geral (ou não) - o que até evidencia mais o machismo de quem fala, mas que tem praticamente o mesmo efeito, está caindo em desuso graças ao feminismo. É terrível o quanto esse tipo de linguagem me incomoda. Queria não me importar tanto com isso a ponto de fazer um comentário só pra expressar esse incômodo.

Luiza disse...

"aposto que a mascuzada nunca deu um prato de comida para os moradores de rua..... "

Não, Yulia. Nunca.

Mascu só se preocupa com a própria vida. É daqueles que levantam o vidro do carro no farol quando uma criança aparece mendigando ou vendendo bala. Quer dizer... dependendo do mascu ele vai até tentar molestar a criancinha.
Mascu não faz doações, fica agarrado nas roupas que mamãe e vovó compraram.
Não faz trabalho voluntário, porque quer que o mundo vá pra pqp.

Mascu é uma aberração. A natureza vai dar um jeito.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Vamos ser francxs, minha gente: Masculinismo, pelo menos o Brasileiro, apesar de como ideologia apresentar perigo ao Feminismo na maioria de suas vertentes(não todas), o Masculinismo Brasileiro(aka A Real) como organização é uma PIADA.
Só vejamos os pontos

- Ninguém nunca pôs a cara a tapa. O que temos são anônimos com fakes de super heróis. Não temos o nome de UM líder daquela joça que possa representá-los.

- Mesmo a chamada "elite" intelectual deles não sabe nem ao menos escrever direito! Digo, se alguma ong quer esclarecer as coisas na boa vontade e pede um documento de intenções, eles não saberão escrever!

- Alguém sabe de algum "líder da Real" que tenha ficado lá por mais de um ano? Travis e Doutrinador picaram a mula faz tempo e nem deram notícias. Silvio Koerich Original fechou o foro e não voltou para esclarecimentos nem depois dos sanctos terem sido presos. Nessahan apenas se limitou a reeditar os livros adicionando nos prefácios uma dura crítica aos mascus dizendo que "não escreve para gente como eles.".
De fato, o que eles mais tem perto de líder são pessoas que nem ao menos sabe que eles existem: Olavo de Carvalho e o Padre Paulo Ricardo.


De fato, (in)felizmente não são mais que um foro de moleques brincando de soldadinhos. Infelizmente, eles atraem muitos números por ignorância ser moda hoje em dia, ainda assim, experiência própria sugere que meia hora de empatia aos membros do gênero masculino é capaz de destruir um ano de doutrinação "da Real".

Enfim. Eu teria vergonha de aparecer aqui me dizendo masculinista. Ate dizer "Antifeminista" no fim das contas é mais honrado.

Masculinismo é piada disse...

Raziel von Sophia Imbuzeiro

Que eu saiba o Doutrinador continua escrevendo naquele blog fedorento sim.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Caros, Mascus, sei que vocês estão lendo isso, então, no fundo de minha infinita sabedoria sancta de quem esteve dos dois lados, irei vos revelar algo inconveniente para ambos os lados: Masculinismo no Brasil é tão nonsense quanto exigir que a prefeitura de SP compre equipamento de limpeza de neve. Por que isso isso? Bem, vos vou contar uma estorinha.... Então senta a bunda na cadeira que vou meter-lhes a REAL.

Lá para os anos 60, auge da Guerra do Vietnã, um monte de jovem tendo sua juventude arriscada devido à Guerra do Vietnã que não acabava e só piorava, contra-cultura surgindo em alta e tudo o mais, surgiu o que se convenciona Feminismo de Segunda Onda, não era uma ideologia de propósitos fixos, mas uma amálgama de ideologias muitas vezes contraditórias entre si que buscavam em comum a "Libertação Feminina". Nisso haviam desde as lésbicas misândricas separatistas até umas gurias mais gente boa que só queriam que as mulheres tivessem direitos sob o corpo e vida mesmo....

Ocorre que lá para os anos 70~80, ocorreu que muitas das radfems já estavam em seus trinta anos, com uma boa renda e algum advogado virou para o outro: "Hue, essa Valerie Solanas e Andrea Dworkin, são doidas, mas tem gente que leva a sério, e fizéssemos um lobby jurídico levando isso a sério, o lucro seria de quanto?"

O que se sucedeu é que sendo o povo americano esse povo altruísta, justo e espiritual que sempre pôs o Bem Estar Social acima do Lucro, deixando isso explicitado por sua rígida Lei Romana que não permite lobbies de advogados mal intencionados, gerou MUITO dinheiro com uma atividade bem humilde: Destruir famílias.
Não estou falando de ensinar direitos às mulheres...

...Estou falando de pagar milhões para fundar e controlar ongs dirigidas por radfems pouco equilibradas que após ensinar mulheres em dificuldades pessoais(casamento, namoro, etc) que tudo podia ser resolvido se livrando dos homens, essas mesmas mulheres eram encaminhadas ao ditos escritórios onde eram apresentadas a pacotes de litígios que iam desde um "divórcio com simples com guarda compartilhada" até um "Divórcio com ganho total de bens e condenação do companheiro por estupro", e é claro, as ongs(financiadas por esses advogados) eram repletas de jovenzinhas punks de 19 anos para ensinar a moça que acusar um inocente de estupro era o certo a se fazer.
E logo essas redes de ongs controladas por advogados milionários prosperaram em uma filosofia de misandria generalizada cujo o objetivo NUNCA foi o feminismo e sim o LUCRO. De fato, muitas famílias prósperas nunca foram destruídas por conflitos que normalmente seriam resolvidos com um simples fim de semana a dois, como também algumas centenas ou milhares de homens foram presos por sexo consensual e assim definharam por décadas em prisões de segurança máxima para depois serem jogados em hospitais psiquiátricos pelo resto de suas vidas devido às inevitáveis sequelas das injustiças cometidas contra eles.
E nisso, surgiu o Men Right's Activism que lutou por uma revisão dessa jurisprudência toda até por fim a parte honesta ser absorvida pela Terceira Onda e a parte desonesta(de neomachistas) ser boa parte do MRA que conhecemos hoje...


Mas enfim, adivinha... Cultura de falsa acusação de estupro... Indústria do Divórcio.... NADA disso nunca existiu aqui no Brasil!
De fato, aqui no Brasil, a mulher só consegue provar estupro se o estuprador foi um ninja que rasgou ela toda e picotou a carne dela com uma faca enferrujada. Falsa acusação de estupro com namorado é simplesmente impossível! De fato, se alguma brasileira fosse agora na delegacia acusar o amante de estupro porque pulou a cerca, engravidou e não quer admitir para o Marido, ela receberia um "telefone" da delegada e uma saraivada de cuspes na cara de qualquer coletivo feminista que ela procurasse.



Enfim, God Bless America, a terra da Liberdade Econômica e do Capitalismo onde o dinheiro dos Taxpayers não é usado em coisas fúteis e marxistas como saúde pública e sistema judiciário imparcial.

lola aronovich disse...

Parabéns, Raziel, falou como um legítimo mascu! Vc sai da ideologia mas a ideologia não sai de vc, né? Vai repetindo aí um monte de mentiras sobre feminismo e sonhando que os mascus te aceitem de volta...
Raziel, vc está muito fragilizada emocionalmente. Espero, sinceramente, que esteja tendo acompanhamento psicológico. Porque sozinha vc não parece capaz de segurar esse rojão não.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Lola,

prove.

As coisas que eu citei realmente aconteceram. Se quiser eu passo as referencias. mas deixei bem claro que se trata de um problema que houve lá para os anos 80 dos EUA e exercer masculinismo pautado nisso é um exercício de futilidade.

E só caso eu não tenha deixado claro: O problema que eu expus, que deu nascimento ao masculinismo americano, não é algo que exista mais como patologia social. Só os mascus que acreditam que isso ainda exista.

Anônimo disse...

Agora tendi, rsrsrs, Mephisto e um genio rsrsrs

Anônimo disse...

Ah, gente, dá para perceber que a Razi estava sendo irônica em respeito aos jargões mascus. Já vi que ela elabora demais as ironias de forma que até parece estar falando sério. O que ela disse infelizmente já ocorreu muito, mas as vitimas de "falsa acusação" não são 50% como dizem os mascus americanos e sim 2% à 8%, e hoje em dia, com exame de DNA rápido e técnicas de análise física e química não invasiva mais sofisticadas é impossível uma pessoa mal intencionada ter sucesso em uma acusação dessas. E, Razi, eu não te conheço, mas seja mais moderada nas ironias, piadas irônicas são feitas com uma frase e não um parágrafo!
Mas sou obrigada a concordar que as "feminist sex wars" foram um completo desastre.

Robson Fernando de Souza disse...

Hoje no Natal tive a delícia de ver no Google que o movimento(?) mascu tá decaindo de verdade. O tal do "homens honrados" (minúsculo por minha conta) deixou de existir, e o fórum onde eu tinha visto uns meses atrás pérolas de ódio contra vegetarianos (e só hoje eu tinha tomado coragem de printar) também deixou de existir.

Parabéns, Lolinha, seu trabalho está excelente =) Eu acho que o que falta agora é um combate focado na fanpage dos guerreiro de um real no Facebook. Eu acho que ali ainda é um foco ameaçador que distribui uma ideologia de ódio misógino a quem for chegando, e precisa ser focado também antes que continue subindo aos 20 mil, 50 mil, 100 mil likes.

Também se torna recomendável mirar outra fanpage ultramachista e homofóbica: a "Orgulho de ser hétero", que tá bem grandinha, pior que a fanpage dos guerreiros de um real.

E aliás, eu já falei que meus posts preferidos daqui do blog são aqueles onde vc tira onda com os mascus, Lola?

P.S: Se o que Raziel falou da tal facção "de feministas lésbicas misândricas" nos EUA dos anos 70 e 80 é invencionice, seria de bom grado alguém desmentir essa história. Não que eu tenha acreditado à primeira vista, mas vale refutar tudo aquilo que possa dar algum moral ao masculinismo.

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Robson,

O que ocorreu com o homens honrados foi o que o Travis e o Doutrinador um belo dia picaram a mula. Agora tem outro, mas está pior que antes.
Só de informação: A ala anti-vegetariana são os "fisiculturistas", gente que come churrasco a rodo sonhando em ter grandes músculos, mas não tem coragem de levantar uma vela e por isso só ganham massa no abdome.

PS: Se alguém provar que é "invencionice", eu me sentiria muito bem. Ainda assim, devo dizer que humildade em reconhecer os erros do passado dá muito mais moral do que varrer a sujeira para debaixo do tapete e propor que um movimento de seres humanos é totalmente lindo, perfeito e isento de erros. ;)

Pryscila disse...

Oi Lola!
Viu isso?

http://br.financas.yahoo.com/noticias/iowa-permitir%C3%A1-que-empresas-demitam-empregados-muito-atraentes-132119130.html

Iowa permitirá que empresas demitam empregados muito atraentes. Preconceito puro, não?

bjs!

Anônimo disse...

Só tem um detalhe, Lolinha.
Valdemort perde no final...

Anônimo disse...

Eu sei que o post é antigo e hilário, mas aqueles caras são na verdade tristes. Muitos são gays enrustidos, sim. Ao invés de se assumirem, preferem fazer o máximo de homens odiar as mulheres. Dizem que defendem o casamento, o conservadorismo, mas não é isso não: querem separar homens de mulheres. Outros têm sérios problemas psicológicos e, infelizmente, são ensinados a culparem as mulheres por tudo, desde a falta de emprego, até a caspa no cabelo. Um vitimismo sem fim (e dizem que as mulheres é que são experts no assunto). Passei uns dias lendo esses sites e só posso dizer que o negócio é tóxico. Nenhum homem normal e que se sinta atraído por mulheres aguenta isso muito tempo. Se uma mulher defendesse a morte de todos os homens, como a chamaríamos? Louca, no mínimo. Pois é, há certos caras nesses sites que riem de notícias de moças, mulheres e até meninas sendo mortas, assassinadas. Maluquice brava.

Ângelo Miguel disse...

Adorei seu bloco! Mas seu português precisa ser praticado melhor. E pra quem disse que tem muito "homem analfa". Deixa eu te fazer uma pergunta? Você é homem Lola? Kkkkkkkkkk.