quinta-feira, 13 de setembro de 2012

POR QUE O CASO KRISTEN STEWART É IMPORTANTE

Esta semana uma leitora me indicou um artigo muito bom de Nico Lang (nunca tinha ouvido falar). É sobre o caso Robsten, que é como a mídia vem chamando Robert Pattinson e Kristen Stewart, astros de Crepúsculo. Pra quem vive numa caverna e não está sabendo do assunto que domina os tablóides desde julho, Kristen, que namorava Robert, foi fotografada dando uns amassos em Rupert Sanders, casado, vinte anos mais velho, e seu diretor em Branca de Neve e o Caçador. Foi -– está sendo -– um escândalo.
Imagino o que você está pensando: por que a vida particular de um jovem casal é de qualquer interesse pra gente? Quem tem que se resolver com Kristen é Robert, não eu ou você. Pois é. Mas as coisas chegaram a um ponto de condenação a Kristen (apesar de Kristen ter declarado “Esta indiscrição momentânea pôs em perigo a coisa mais importante da minha vida, a pessoa que mais amo e respeito, Rob. Eu o amo, eu o amo, me desculpe”, apesar de Robert talvez já tê-la perdoado) que isso já começa a ameaçar a carreira de Kristen. Como diz Lang (minha tradução):
“Como resposta a este bullying público, Kristen Stewart foi tirada da sequência de Branca de Neve e o Caçador, e os rumores dizem que o próximo filme terá Chris Hemsworth como protagonista. Vão chamá-lo de O Caçador. Você sabe que as coisas ficaram feias quando o estúdio não apenas te despede de um filme; eles têm tanto medo de se associarem ao seu escândalo que eles despedem sua personagem inteira”.
Antes da traição (que palavra forte, não?), Kristen vivia um conto de fadas, namorando o sonho de consumo de toda menina de doze anos. A vida perfeita. Como imaginar que essas pessoas ricas e lindas e famosas podem ter algum tipo de problema na vida? Certo, apenas dinheiro não traz felicidade, mas dinheiro, fama, beleza e um Robert Pattinson no pacote? É a garantia de felicidade à toda prova. Ou assim pensam ingênuos.
Até o escândalo, Kristen era a atriz mais bem paga de Hollywood (agora ela foi ultrapassada por Scarlett Johansson em Vingadores 2). Kristen vem atuando desde que tem 9 anos. Querendo ou não, ela é a cara de toda uma juventude. E agora ela está sendo chamada de trampire, mistura de tramp (vagabunda) e vampira. A palavra pegou. Há milhares de camisetas à venda com “Kristen Stewart f*ing sucks”, "Quero c*gar em cima da Kristen Stewart", e “Robert Pattinson pode se sair melhor”. Quer dizer... um circo.
Isso fez com que Jodie Foster saísse em defesa de Kristen. Elas já trabalharam juntas em Quarto do Pânico, em 2002, quando Kristen tinha 11 anos. Faz 46 anos que Jodie está atuando. Ela se acostumou a viver sua vida como um “alvo móvel”: “Já disse antes e digo de novo: se eu fosse uma jovem atriz ou ator hoje, eu largaria a carreira antes que começasse. Se eu tivesse que crescer nesta cultura da mídia, não acho que sobreviveria emocionalmente”.
Lang apresenta um ângulo que eu não tinha pensado pra explicar por que o escândalo é relevante: “Parte do motivo que o caso Robsten não me importa é que não sou uma jovem mulher hoje, e estou feliz por não ser. Para qualquer garota que está crescendo e prestando atenção na mídia, é uma hora assustadora para entender o que é ser uma menina na nossa sociedade. De Rush Limbaugh elas descobriram que são prostitutas e vadias por quererem anticoncepcionais e opções reprodutivas saudáveis para mulheres. De Todd Akin, elas aprenderam que seus corpos podem magicamente decepar com golpes de judô qualquer efeito colateral indesejado de estupro e que as mulheres podem ser 'ilegitimamente' estupradas. De Paul Ryan, aprenderam que o estupro é só outra forma de concepção, o que deve ser novidade para os criadores do Kama Sutra. E então o super defensor da Cultura de Estupro Mike Huckabee se intrometeu para dizer que 'estupro pode criar pessoas extraordinárias', porque as mulheres jovens de todo o mundo estavam desesperadamente precisando da sua opinião neste assunto. Obrigado, Huck.”
Exatamente. Os EUA estão passando por uma das reações conservadoras mais gritantes das últimas décadas. O partido republicano, empenhadíssimo em tirar toda e qualquer conquista que as mulheres conseguiram (e que homossexuais ainda não conseguiram), tem chances de levar a presidência em novembro. Isso seria um retrocesso incrível, a julgar pelas declarações misóginas que seus representantes vêm dando. Mas esta não é a única mensagem passada às meninas de hoje.
Lang diz não estar preocupado com Kristen, porque ela é inteligente e conseguirá superar tudo. “Mas para as mulheres jovens, a cultura de slut shaming [culpar a vadia] que o escândalo Kristen Stewart representa não desaparecerá. Posso não estar preocupado com K-Stew, mas estou preocupado com todas as jovens que estão acompanhando este escândalo, que estão aprendendo que não se pode errar, nunca. Chris Brown pode publicamente espancar a namorada e ainda tocar no rádio e ganhar Grammys [e até desfilar com uma nova tatuagem no pescoço que lembra muito a foto divulgada de quando Rihanna foi espancada]. Porém, se vc algum dia trair seu namorado, sua vida acabará e ninguém mais vai querer se associar a vc. Quase ninguém culpará o cara bem mais velho com quem vc saiu, e talvez o caso até o faça mais famoso e ajude a carreira dele. Poucos vão ligar que ele era seu chefe e estava numa posição de autoridade ou que ele pode ter tirado vantagem da sua juventude e inexperiência. Tudo é sua culpa, e sua vida será ameaçada por isso. Se vc é uma trampire, você receberá uma estaca no coração em público, mesmo que outro adúltero, Ashton Kutcher, recentemente tenha emergido sem cicatrizes. Ninguém exigiu que ele fosse despedido de Two and a Half Men.
“Posso não estar preocupado com K-Stew, mas estou preocupado com minha meia irmã mais nova que tem fotos de KS e RP em suas paredes, que os idolatra, e que talvez cresça odiando Kristen por motivos que ela não entende bem. Fico preocupado que ela aprenda que não pode errar, aprender de seu erro e pedir desculpas, porque ninguém quer suas desculpas, só o seu sofrimento diante das câmeras. Fico preocupado que ela aprenda que tudo bem ofender e ameaçar mulheres pelas suas indiscrições, mesmo que os homens escapem ilesos. Fico preocupado que ela pense que essa cultura de bullying, slut-shaming e violência retórica contra mulheres seja a norma, porque vc até ganha uma camiseta. Fico preocupado que ela aprenderá a internalizar a culpa imposta a tantas mulheres atualmente, por suas sexualidades, por não serem perfeitas, por não caberem num padrão. Fico preocupada que ela acredite que homens como Todd Akin, Paul Ryan e Mike Huckabee estão certos.
"Porque mesmo que ela não saiba quem esses homens sejam, mesmo que ela não preste atenção na política ou no Partido Republicano de extrema direita, ela presta atenção em Crepúsculo e Robsten. E se quisermos empodeirá-la para que ela seja uma mulher forte e independente que sabe que seu corpo, sexualidade e segurança são legítimos, e que ela sabe defender seus direitos, também precisamos prestar atenção. Pode soar ridículo pra gente, e a maioria das pessoas que conheço não aguenta mais falar nisso. Mas pra ela, ter essa conversa faz diferença. Ainda que nenhuma jovem deva pensar que tudo bem trair, o que estamos ensinando a elas agora mesmo é muito pior”.
Muito bem, Lang! Não sei se o fenômeno é universal, se as pessoas jovens no Brasil andam acompanhando o caso com tanto afinco quanto as americanas. Mas, sem dúvida, o escândalo vem confirmando o padrão duplo de sexualidade que a sociedade adora impor: que um erro vindo de uma mulher é muito mais grave e imperdoável que um vindo de um homem. Ué, quem disse? Pensei que já tivéssemos superado o "honra se lava com sangue". Estava enganada. Ainda tem gente demais desejando violência e ostracismo pra mulheres adúlteras.

273 comentários:

1 – 200 de 273   Recentes›   Mais recentes»
Leandro disse...

“Esta indiscrição momentânea pôs em perigo a coisa mais importante da minha vida, a pessoa que mais amo e respeito, Rob. Eu o amo, eu o amo, me desculpe” - Se ela amasse e respeitasse Robert, nunca teria passado pela sua cabeça traí-lo. O amor envolve lealdade, confiança e fidelidade. Coisa que ela não tem...
Se bem que um imbecil como este não merece o menor respeito.

Marcelly disse...

vou falar o que?
nunca fui ccm a cara dela...
mas dane-se minha opinião sobre ela...
ela agora representa o que sofremos por algo tão nojento..
não tinha parada pra pensar no caso do Kutcher...eh com ele não aconteceu nada..mesmo ele sendo um homem casado...e aparentemente muito bem casado...ele saiu ilesoO..

como o que nós tmeos é boca..e facebook...acho digno fazer uma campanha defendendo a moçoilaa!!!

Anônimo disse...

este garoto e a prova de que nos dias de hoje, ser homem esta fora de moda, as garotas não querem mais um namorado, mas sim uma menina com um penis!!!

Anônimo disse...

http://oglobo.globo.com/cultura/robert-pattinson-sou-alergico-vaginas-3053012
RIO - É isso mesmo que você leu. Garoto da capa da edição de aniversário da revista "Details", Robert Pattinson estrelou um ensaio cercado por mulheres nuas e disparou: "eu odeio vaginas. Sou alérgico a elas". Para fazer a sessão de fotos, que durou mais de 12 horas, o galã da série "Crepúsculo" alegou estar de ressaca. Sim, aparentemente o astro falou tudo isso de brincadeira.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/robert-pattinson-sou-alergico-vaginas-3053012#ixzz26MFuf7v6

Anônimo disse...

esse moleke deveria devolver suas bolas na maternidade, alem de reprensentar a imagem do querem trasformar o homem no futuro, sem masculinidade e virilidade, ainda e um cornão manso, isso tem que morrer !!

Anônimo disse...

Eu não acredito que vocês realmente estão acreditando nesta história de traição!?

Isso é armação para o último filme extrapolar em bilheteria, todas meninas que são fãs deste filme, ficarem com pena e se solidariza com o "vampiro".

Joana disse...

É verdade, td isso é uma pena... Poderiam se tirar boas lições, mas não... Como se manter imune a esse "pensamento universal"?

Maíra disse...

Ótimo post, Lola.

Desde o início dessa história me senti incomodada com toda essa revolta com a KS, mas, levando-se em conta o estilo das fãs de Crepúsculo (muitas menininhas ingênuas ou mulheres alienadas que sonham em casar virgem e encontrar o príncipe encantado) não me impressiona muito.

Para ser bem sincera, o que mais me impressionou foi outra coisa: eu sempre achei que o relacionamento da KS com o RP fosse só fachada! Tipo marketing mesmo. Isso porque rolam vários boatos no mundo gay que a KS seja lésbica! Então, quando essa história de traição começou, eu JURAVA que havia sido tudo combinado entre ela e o RP para terminarem de vez esse romance de "mentirinha"! Sempre achei que os 2 fossem somente bons amigos. Juro! Nunca achei o romance deles convincente (não é convincente nem no filme, quem dirá na vida real!). Me pergunto por que as pessoas nunca cogitam essa hipótese, ao invés de perderem seus tempos chamando a KS de vadia!

Mas, enfim, independente de qual for a versão verdadeira disso tudo, espero do fundo do meu coração que a KS supere essa onda de machismo e ignorância! Ela é uma atriz sensacional e definitivamente merece estar acima disso tudo.

Anônimo disse...

O interesse que muitas pessoas têm nesse tipo de coisa, mesmo quando se trata de questionar e criticar as atitudes reacionárias, às vezes aponta para uma simpatia involuntária com as opiniões estúpidas e ocas de argumentos.

Somos instados a entrar em discussões, quando deveríamos criticar o simples fato de a discussão existir sob tais termos. -- Brian

Anônimo disse...

isso e muito bom exemplo, para os garotos que estão crescendo, acreditando no discurso feminino que mulher gosta de meninos com cara de meninas, NÃO, a natureza biológica feminina uma hora vai chama-la a realidade, e ela vai buscar traços de um macho provedor para se entregar, não tem discurso modernete que possa contra o chamado da natureza.

Anônimo disse...

Eu ainda acho que esse namoro deles dois sempre foi armação, golpe de marketing, e a coitada agora tá levando a fama de ser traidora sem ser.

Anônimo disse...

Ta certa a menina, para mim este vampiro parecia mais um pernilongo rsrsrs,tem que levar chifre mesmo um fracote desses rsrsrs

Anônimo disse...

Para mim quem saiu ganhado foi o diretor, esse foi homem de verdade,uma mulher promíscua e de conduta duvidosa não deve ser recompensada com relacionamento, seriedade e dedicação, portanto, do ponto de vista moral, não é condenável aproveitar-se de uma mulher que queria se aproveitar de você antes, manipule-a antes que ela manipule você.

Anônimo disse...

Jamais deixarei minha honra de lado, não é qualquer mulher que merece um homem de bem ao lado.

Bel disse...

Estou horrorizada! Essa história me importava bem pouco, para dizer a verdade. Não tinha nem idéia dessas camisetas e de todo esse bullying. :O

Anônimo disse...

Bom, eu acompanhei a estória pelos jornais on line e os comentários de leitores eram no mesmo sentido: crucificar a Kristen...
O pior foi a reação da própria esposa do diretor, que fez questão de colocar a culpa só na Kristen quando postou em sua rede social a foto de uma branca de neve bêbada.
Para o diretor, bem mais velho que ela e experiente, e que teoricamente teria que ter mais respeito pois tinha uma "família constituída" todos torciam para a mulher perdoar... Já para Kristen, é isso aí, perdendo contratos, sendo execrada em público. Eu já tinha reparado todo o machismo que permeava a opinião das pessoas a respeito com muito nojo. E mais: não acho que é somente os EUA que vivem um momento retrogrado e conservador...Vejo isso aqui no Brasil também, infelizmente.
Cris-SP

Olivia Freire disse...

Nossa, concordo muito com vc!!!

Realmente percebo ás vezes um retrocesso em relação as conquistas que nós mulheres conseguimos!

A culpa como sendo toda da mulher é algo comum, mas todas deveríamos refletir sobre as atitudes machistas de cada dia, pois na maioria das vezes são as mulheres que ofendem as mulheres.

Culpar a Kristen por um erro e não avaliar as atitudes do diretor também é uma atitude machista!Pior erro foi do diretor que era casado e tinha filhos e "machucou" mais gente do que ela!

Que se fodas o falso moralismo americano!

Gabriela disse...

Pois é.Ela traiu o namorado e o tal diretor traiu a esposa e o filhos.Ela não presta.Ele é apenas homem.E sabemos homens têm dessas coisas.Matar a mulher -OJ-,espancar uma garota q se nega a transar com vc -Charlie Shenn-,Trair a esposa -Rupert Sanders-,espancar a namorada -Cris Brow-,estuprar uma fã -Mike Tyson-,E trair a namorada -Robert Pattison-,é tudo perdoável.Mas trair o namorado q já traiu vc?Essa bruxa deve ser queimada na fogueira.Até porq como eu aprendi com o nome da rosa o feminino é maligno.Essa vadia deve ser posta em seu devido lugar antes q crie asinhas e comece a a sacrificar bbs.

Mudando completamente de assunto;
Lola conhece as crônicas de gelo e fogo?E a série baseada nos livros?E queria dizer q sinto falta dos seus textos de cinema.Não vai mais escrever sobre filmes?Seus textos são maravilhosos e fazem falta.

Mordred Paganini disse...

Eu não fazia ideia de que o post de hoje seria sobre isso e hoje mesmo (de manhã) postei este link nos comentários de outro post.

Enfim, o que me desanima sério neste debate é que não tardam para aparecer os defensores da testosterona...

Aquela crença ridícula de que a nossa sexualidade depende exclusivamente de testosterona, que os homens tem mais hormônios bla bla bla e a mulher premedita traições porque não tem tantos hormônios bla bla bla...Então por isso a traição masculina é menos grave,etc.
Eu postei este texto no meu facebook faz uns dias e a discussão foi exatamente para isso...
Ser mulher às vezes sucks...
E ser mulher e feminista frequentemente te faz cética demais em relação à humanidade.

E os argumentos dos machistas não mudam jamais, é incrível. Dias atrás estava eu no Bule Voador tentando explicar porque as mulheres se aposentam mais cedo (segundo este primor de pessoa, um fato que jamais foi decidido pelas feministas por si só já invalida o feminismo como um todo...Ah...Preguiça!). Eu não vejo a hora de mudarem essa regra porque eu não aguento mais ouvir merda.

Enfim, vamos ver então pra onde esta discussão vai levar...

Isabela Candeloro Campoi, disse...

Nossa Lola, que medo!
Quando me sinto assim, cresce em mim o desejo de não ter filhos....

Mirella disse...

Tudo que eu tenho a dizer quando vejo estas notícias é: vem cá me dar um abraço, Kristen! A garota pediu desculpas públicas, gente. Sabe. Porra. Por conta de algo que pertence inteiramente à vida íntima dela e dele. Ninguém tem nada com isso. Por que não dão o mesmo tratamento que estão dando ao tal diretor que se chama... Hmmm... pera, qual o nome dele? Er...
É quase como se ele nem existisse. Ela traiu o RP com a mão? Se não me engano, foi com um cara casado, com dois filhos.

Tão nojento isto que estão fazendo.

Na boa, alguém imagina o banho de sangue se fosse a Kristen mãe de dois filhos e casada que traiu o marido?

O texto de Lang é FANTÁSTICO. Abordou todo este retrocesso violento que os EUA tão passando. Tô torcendo com todas as minhas fibras para que Obama seja reeleito. Se eu puder pedir uma coisinha para os céus, que seja isto. E que o Russomano-amigo-de-Edir não seja, mas isto é outra história.

Enfim, deve ser aterrorizante ser uma garota se desenvolvendo em meio a estes exemplos de terror misógino puro.
A Kristen corre o risco de ter a CARREIRA destruída por conta de um namorico de merda e o feminismo não tem mais razão de existir?

Tem de ser uma mulher muito alienada para chamar de vadia a Kristen e achar que isto não vai se voltar contra você. Hoje você xinga, amanhã será a xingada, não importe o que você faça. Mais uma história de dar nojo.

Mariana. disse...

me desculpe, mas eu acho que traição é falta de caráter pura e simplesmente.

não importa se partiu de um homem ou de uma mulher: se a pessoa casou porque quis (não é um casamento forçado/arranjado) e tem a opção de divórcio ou mesmo de falar claramente que não sente mais nada pela pessoa e que, embora casados, não se sente mais preso a ela, não há justificativa para trair.

Não estou falando sobre casamentos deturpados, onde reine violência física e mental e uma das partes é subjugada pela outra de maneira humilhante.

estou falando de pessoas independentes e saudáveis, que estão juntas porque assim decidiram. Estou falando de enganar. De fazer o outro acreditar ser amado quando isso não é a relidade. Cobrar a fidelidade (e sim, estou falando de monogamia porque é assim que a maioria dos casais dizem viver) quando não há contrapartida.
Isso é desonesto.


Priscila Boltão disse...

Toda vez que vejo esse slut shaming em cima da Kristen, eu penso "NÃO ACREDITO QUE AINDA ESTAMOS DISCUTINDO ISSO". Eu li esse artigo no tumblr já. E acho mais horrível ainda que as pessoas que criticam ela simplesmente não vejam o quanto estão sendo parciais. Ridículo, ridículo.
Ironicamente, sempre achei ela melhor atriz q o rob, mas infelizmente o papel q lançou ela foi o pior e mais sem expressão de sua carreira. Chorei copiosamente em o silêncio de melinda, nem dá pra acreditar que ela é a Bella.

Anônimo disse...

do meu ponto de vista ela não errou em nada,nem posso chamar de traição pois o corpo pertence a ela e não ao seu namorado,no maximo podemos dizer, que mentiu dizendo para seu namorado que não iria transar com mais ninguém.Quando sera que a humanidade vai entender que o corpo é seu por isso não existe traição,no q é de exclusividade sua.Agora se o namorado(a) conta uma informação secreta e eu saio espalhando por ai pra mim é traição pois era algo q pertencia a outra pessoa.

Laís Santos disse...

Lola, sei que não tem relação com o post, mas gostaria que você desse a sua opinião sobre a transformação visual que muitas mulheres passam após o término do relacionamento.

Estou viciada nisso aqui! Seu blog está me fazendo um bem enorme!

Beijão!

Futuro milionário disse...

Quando o japonês da Yoki foi ASSASSINADO pela mulher, várias feministas acharam justo, afinal de contas ele a traia.
Quando essa mulher do crepusculo trai o namorado/marido, torna-se vítima.

Essa é lógica feminista.

Anônimo disse...

Acho que ela errou, mas quem tem que resolver isso é o casal. Agora o tal diretor casado é muito pior, pois colocou seus filhos nessa situação vexatória. Não acho diferença na traição de casado ou não, pois não é um papel que define a intensidade de seu envolvimento com o parceiro. Muitas pessoas casadas, andam por ai como se fossem solteiras. Se você tem um relacionamento e acordou a monôgamia tem que cumprir, muitas vezes o traidor só se arrepende quando é pego. Com certeza esse julgamento exagerado é porque ela é mulher.

Anônimo disse...

Traição não existe gente, temos que perder este sentimento de posse pelo outro, imposto pelo machismo patriarcal, ninguém e dono de ninguém, e o que o coração não vé, os olhos não sentem.

Huan Icaro Piran disse...

Sinceramente, prefiro a atitude dele, simplesmente saiu da casa onde os dois viviam sem fazer onda, sem procurar a mídia, sem causar mais.
Traições são delicadas, machucam, mas não é preciso fazer boçalidades por conta disso.
Ela errou, ok, isso é algo que cabe a ele perdoar ou não, morre ai.
O mesmo vale para o tiozão que foi coautor. Cabe a esposa dele decidir se perdoa ou não, luta-se pelo direito ao divorcio a tempo e nada mais justo se ela decidir.
Para alem disso, acho que o caso esta parecido com o NewHits, onde um bando de adolescentes histeric@s somad@s a mídia inescrupulosa geram um belo problema...

Anônimo disse...

muitas mulheres até preferem que seus maridos tenha uma relação fora, desde que não deixem faltar nada em casa para s filhos,para a família, porque então ficam apedrejando a moral desta menina, ela teve algo natural com alguém que ela admirava no momento, e dai ? eu mesma já sai com o meu supervisor, sou casada, ninguém ficou sabendo, e não foi nenhum fim do mundo, agora só porque a pessoa e conhecida na mídia vão fazer esta inquisição contra a menina ? muito injusto com ela !

Anônimo disse...

Hollywood é movida com escândalos pra promover o business, apenas isso. Tudo vai ficar bem com todos e para todos.

Anônimo disse...

Ele já perdoou não já? então acabou o assunto !

eu acho que os homens deveriam se espelhar neste menino, serem mais humanos e menos machistas ridículos !

Renata Xu disse...

Então, concordo totalmente com você, Lolinha, eu li esse texto já faz uns dias, até tentei te mandar por twitter, eu acredito muito que o problema maior, como o texto também afirma, é o que a repercussão dessa história está ensinando para as adolescentes do mundo que acompanham esse casal. Porque nada foi feito ou dito a respeito do diretor - que é casado -, e porque em casos piores, como na agressão da Rihanna, onde Chris Brown continuou não só levando a vida numa boa, como ainda a própria Rihanna foi na Oprah esses dias para dizer que estava tudo bem, e que ela amava ele ainda, e que ele não era um monstro. E agora ele ainda apareceu com uma tatuagem de uma mulher espancada no pescoço, e novamente ninguém fala nada, o mundo é lindo, e tudo é um grande mal entendido...Sério?! A questão é, que toda essa história de crucificar essa menina, só contribui para os "protetores dos valores familiares de plantão" reforçarem a ideia de que escárnio público é ok somente quando o "culpado" é a mulher.

Anônimo disse...

Futuro milionário disse...
A opinião do futuro fracassado reflete bem o pensamento machista, comparando uma menina de sucesso com uma criminosa, e tem mais se aquele verme da Yoki não fosse um babaca que achava que poderia comprar mulheres,não estaria picotado hoje,condeno o ato em si,mas não condeno a mulher não !

Anônimo disse...

Muito triste isto de culparem somente ela ela, e o diretor continuar a frente de Branca de neve,mostra a sociedade machista que tanto combatemos, todo mundo sabe que homem trai por safadeza, mulher geralmente e pior carência, aposto que o Robert deixou o sucesso subir a cabeça, e não estava lhe dando a atenção que ela merecia.

Anônimo disse...

Anônimo das 11:56

Tudo bem o corpo é seu, mas então deixe isso bem claro para seu parceir@ , pois a partir do momento que você aceita um relacionamento monogâmico , e saí por ai transando com outras pessoas porque o corpo é seu , você esta traindo sim o acordo com seu parceiro.

Mariana

Concordo com você.

Kika

Renata Xu disse...

Então, eu concordo totalmente com vc, Lolinha, eu li esse texto uns dias atrás e também acredito que o problema maior, como o texto mesmo diz, é o que a repercussão dessa história está ensinando para as adolescentes do mundo que acompanham esse casal. Por que nada foi feito ou dito a respeito do diretor - que é casado? E por que em casos piores, como na agressão da Rihanna, o Chris Brown continuou levando a vida numa boa, ganhando Grammy, quebrando estúdios de tv? Esses dias a própria Rihanna foi na Oprah para dizer que estava tudo bem, e que ela amava ele ainda, e que ele não era um monstro, e recentemente ele apareceu com uma nova tatuagem, com o rosto de uma mulher espancada, mas isso tudo é ok, afinal estamos falando de um homem, e é natural para ele perder o controle ás vezes quebrar coisas e bater em mulheres... Sério?! A questão é, toda essa história de crucificar essa menina, só contribui para os "protetores dos valores familiares de plantão" reforçarem a ideia de que escárnio público é ok quando o "culpado" é a mulher, incentivando misogenia entre o público jovem.

Anônimo disse...

eu não tenho que deixar claro a ninguém o que faço com meu corpo, não devo satisfações sobre minha intimidade, nenhum machista vai me dizer, ou deixar de dizer o que eu devo fazer ou não, se ele esta atras de mim, foi justamente por desejar meu corpo em primeiro lugar, então já não foi por nenhum motivo romântico nobre não,os homens se interessam primeiro em nos ussar, porque não podemos dar o troco ? todo castigo para corno e pouco !

Rob disse...

Eu hein,esse comportamento é de um sadismo horrendo.
E a mídia estadunidense tbm encoraja esse comportamento.Pois isso vende,sofrimento,ainda mais o feminino,vende.

Anônimo disse...

a unica coisa que eu prometo jamis trair, e a mim mesma, meu amor próprio, o resto e passageiro !

Carol disse...

Trolls, trolls, trolls...já que nos acham burras e vitimistas, porque vem para cá?

Anônimo disse...

essa Rihanna sim e uma vergonha para todo o gênero feminino, não a Kristen, a primeira volata com um machista nojento que a espancou, a segunda para mim e um exemplo de dignidade !

Skadi disse...

Eu não acredito em monogamia. Traições acontecem, e não é tão ruim assim. Ela apenas fez o que muitos têm vontade e mostrou que a vida não é um continho de fadas piegas, e que ninguém deixa de amar uma pessoa por transar com outra.

Eu curti esse texto, muito menos hipócrita que as pessoas que condenam ela mas já fizeram ou quiseram muito fazer o mesmo:
http://papodehomem.com.br/kristen-stewart-vai-editar-o-papo-de-homem/

Patty Kirsche disse...

Esse clipe mostra bem esse padrão duplo. Mulher que trai merece a morte, é exatamente o que o vídeo mostra. E cheio de comentários de meninas chamando a moça de "bitch". Eu comentei que merecer a morte por ter beijado outro cara é muito extremo; apareceu uma garota pra dizer que estava certo. Eu falei: "matar uma mulher por traição costumava ser legal há 100 anos, mas tudo bem, é como nossa sociedade funciona, né? E mulheres concordam com isso qdo é conveniente". http://youtu.be/TOrnUquxtwA

Anônimo disse...

Anônimo das 12:24
Mantenha-se solteira e curta a vida adoidado, arranje um parceiro que queira um relacionamento aberto, agora botar todos os homens no mesmo barco, não dá. Você esta tendo o tipo de comportamento que diz odiar nos homens. Tu tens todo o direito de fazer com tua vida sexual o que quiser, mas sacanear seu parceiro, baseado em que todos os homens merecem isso, não esta certo.

Anônimo disse...

Gente isso Ta parecendo caixa de comentários do uol. MEDO! Eu acho engraçado que tdo mundo que julga horrores não olha pra trás pra ver seus próprios erros. Não sabemos nada da relação deles então não se pode julgar! Sou contra traição também mas acho que tem limite ser contra e já chamar a pessoa de mal caráter pq as as vezes o que é importante pra nós não é para o outro. Engraçado que tdo mundo que comenta xingando aqui deve ser santo e nunca errou ou fez uma besteira e desconsidera que eles sao pessoas jovens jogados nos holofotes da mídia. Não estou dizendo que ela foi certa mas para pensar q vcs não sabem de nada como era realmente o relacionamento/vida deles antes de acusarem as pessoas tão ferozmente!

nina disse...

Bem, Lola, pelos comentários que vc deve estar lendo, viu que as coisas por aqui não são muito diferentes em relação ao casal Kristen-Robert e tudo que os envolve...

acaos disse...

Aqui foi o mesmo com Luana Piovanni e R. Santoro, ela foi massacrada pela midia, um festival, como se coisas assim não acontececem com frequencia.

acaos disse...

Aqui foi o mesmo com Luana Piovani e R. Santoro, um festival.

LisAnaHD disse...

Gente, há uma semana ou mais já nem me lembro ao certo, o rapaz traído apareceu em dois programas de TV e qdo foi perguntado nem deu muita trela ao assunto, eu que nao sabia de nada nem entendi do que falavam... na verdade fiquei sabendo qdo o assunto apareceu em algum comentário aqui no blog, qdo de outro post... acho que foi um comment off topic. É isso mesmo, moro nos EUA, vejo TV todos os dias e muita coisa que rola aqui eu fico sabendo pelo blog da Lola.

Mirella disse...

Futuro milionário, atual tolinho:

"Quando o japonês da Yoki foi ASSASSINADO pela mulher, várias feministas acharam justo, afinal de contas ele a traia."

Prove.

Lilian Soares do Nascimento disse...

Qual é a essência de Crepúsculo?

Uma garotinha frágil e indefesa que se apaixona por um cara que quer devorá-la, mas, não faz, porque a ama. E o outro - sim há um triângulo amoroso na trama - é uma besta canina, que ao menor aborrecimento, pode lhe lascar uma patada na cara e desfigurá-la toda, mas, como também a ama... "Se controla ao máximo que pode".

Quem são fãs de Crepúsculo? Em sua maioria meninas e mulheres que ainda sonham com contos de fada. Em que os "príncipes", assim como os homens malvados da vida real.. são besta violentas capazes de serem transformadas pelo amor! Maria da Penha, pra quê, né?

Agora... esses malucos projetaram as personagens na vida real dos atores. Eles estão defendendo Edward e crucificando a Bella. O casal perfeito dos sonhos foi destruído por uma pulada de cerca da mocinha! Isso é imperdoável!!

Como ela ousa jogar na lama o sonho impossível de tantas invejosas? Ela que era imaculada, rica, querida, famosa e tinha um príncipe ao seu lado?

Como sempre o machismo reinando absoluto na concepção de vida perfeita e correta das pessoas...

LisAnaHD disse...

Lola, outro dia li num livro um exemplo de como sao arranjados os namoros em Hollywood qdo algum ator precisa de destaque... é um esquema todo montado pelo estúdio, assim como pra abafar a homossexualidade de Rock Hudson, nos anos 50 ele se casou com uma beldade de Hollywood e foram passar a lua-de-mel no Rio de Janeiro. Bem, eu mal terminei de ler o livro a que me refiro e veio a bomba sobre Tom Cruise e a Igreja Cientologia arrumando namorada pra ele. Você já está recebendo a Vanity Fair regularmente? O artigo tá na última revista.

Fico cá pensando se essa moça nao foi usada como isca por armaçao do próprio estúdio ou produtor, sei lá... e depois eles mesmos consertam tudo. Mas é claro que entendo seu parecer em que o homem casado, com idade pra ser pai da moça, sai ileso. Pura sacanagem.

Anônimo disse...

Anônimo das 11:56 "do meu ponto de vista ela não errou em nada,nem posso chamar de traição pois o corpo pertence a ela e não ao seu namorado"

É sério isso? Que perspectiva distorcida da realidade hein... td leva a crer que ela tinha acordado monogamia com o rapaz. Se ser desleal com a pessoa que vc ama não é errar, difícil dizer o que é. Ela tem todo o direito de fazer o que quiser com quem quiser quando quiser. É só não entrar em um relacionamento monogâmico com ninguém. Simples, não?


Bruno S disse...

Tenho que dizer que fico assustado com toda a repercussão desse caso, com todas as reações raivosas contra a menina.

Quando eu vi a história da traição pela primeira vez até achei engraçado, que ia embolar a forma como vendiam os dois como casal modelo.

E concordo que o pior não é só o que a moça sofre, mas a mensagem que essa reação desmedida passa para as meninas (e meninos) que os tinham com ídolos.

Mariana,

acho que a questão maior a ser debatida não é se a traição é falta de caráter ou não (ou se é algo tão simples assim - é umdebate bem interessante até), mas sobre o duplo padrão que nossa sociedade exerce em relação às condutas masculinas ou femininas, sobre como um evento que só deveria dizer respeito a vida pessoal de algumas pessoas acaba sendo explorado para demarcar qual a posição da mulher na sociedade.

isa disse...

A sociedade norte-americana é conservadora e hipócrita, mas condena tanto mulheres quanto homens. Quando é interessante para a mídia ou para adversários políticos, os "affairs" se tornam escândalos e tiram do poder quem deve sair.
Quanto à Kristen, o caso dela serviu para jogar mais holofotes sobre a Saga Crepúsculo (cujo último filme ainda não saiu?), o que trouxe o efeito colateral de um grande marketing para os filmes (o casal estará ou não de novo nas telas?). Claro que a consequência pessoal é desastrosa e a Kristen é que foi apedrejada, mas homens também podem sê-lo na sociedade americana, desde que seja conveniente.
Queria que no Brasil essa hipocrisia de julgar os homens públicos pelas vidas sexuais também pegasse, mas aqui no nosso cangaço, Jesuíno é que exemplo.
Segue lista de escândalos em que homens públicos é que foram "apedrejados".
Em 2008, o governador (casado) de NY, Eliot Spitzer, renunciou ao cargo devido a um escândalo por ter contrato serviços de prostituição; em junho de 2011, o recém-casado congressista Anthony Weiner (democrata) renunciou ao mandato por ter enviado fotos "sexualmente insinuantes" no Twitter; também em 2011, o republicano casado Chris Lee igualmente renunciou depois de vazarem fotografias suas fazendo "abdominais sem camisa" e enviadas a uma mulher via Craigslist. Em 1999, Bill Clinton sofreu impeachment após acusações de caso com estagiária da Casa Branca.
Há ainda dezenas de outros casos em que homens públicos sofreram as consequências sociais e políticas de sua vida sexual adúltera ou "promíscua", é fácil achar uma lista no Google.
Ah, se essa hipocrisia boa pegasse no Brasil, o Congresso esvaziava...

Priscila Boltão disse...

Tô achando que esse monte de anônimo raivoso é um mascu só que acordou de mau humor. Não é possível que tenha tanto mascu desocupado fazendo plantão nesse blog.
Gente, a Gabriela falou ali em cima, eu tinha esquecido - o Robert já traiu a Kristen! E na época ficou por isso mesmo. Engraçado como a sociedade condiciona a gente tão direitinho que essas coisas passam batido.
Como já foi apontado, bem provavelmente esse namoro era fachada, tb acho. Acabou o contrato dos dois, a Kristen foi fazer oq bem entende com a b*c*t* dela. Mas acho q ela não esperava que virasse o que virou. Eu tb não, honestamente. Achei que pessoal da mídia tinha evoluído, mas parece que não.

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Anônimo das 12:24
Mantenha-se solteira e curta a vida adoidado, arranje um parceiro que queira um relacionamento aberto, agora botar todos os homens no mesmo barco, não dá. Você esta tendo o tipo de comportamento que diz odiar nos homens.

MORRE FÁBIO !!!

Leio Lola Leio disse...

Acho tão nocivo esse ceticismo de quem sempre duvida das histórias que lê por aqui. "É tudo marketing", "é mentira! Isso nunca aconteceria". São posturas que inviabilizam o debate. Em geral, as situações que são tratadas aqui no blog, ao meu ver, sendo ou não reais, estão representando o pensamento dominante, o mais popularizado e o que é tido como normal e comum, mas que muitas vezes é extremamente nocivo.
Não me importa se esse casal é de verdade ou não. Importa mesmo o impacto na formação do pensamento e comportamento das pessoas que a repercussão do caso e seus desdobramentos produz.

Zé das Couves disse...

Os homens nunca sofrem nada por serem infiéis, Bill Clinton que o diga...
Lamentavelmente, meter o bedelho no relacionamento alheio é uma mania de muita gente, especialmente se o relacionamento é de famosos. O relacionamento "Robsten" tinha até fã clube. Enquanto isso, o Rupert sei lá o que era um nada para o público, até que virou o cara que a Kristen pegou. A sua conduta não ganhou a mesma relevância porque ele não tem relevância alguma, enquanto a Kristen é uma megaestrela.

Agora:

"ele era seu chefe e estava numa posição de autoridade ou que ele pode ter tirado vantagem da sua juventude e inexperiência"

Esse trecho chega a dar náuseas. Ela fez besteira, já é grandinha pra saber o que faz e não precisa mendigar papel em filme nenhum. Ninguém tem nada com isso, o fato não merece estardalhaço, é problema do casal, mas as pessoas são lamentáveis.

Roberto disse...

Isso tudo é culpa dos homens recalcados, que não vivem como gostariam, e sempre procuram um bode expiatório para isso, em vez de assumir a responsabilidade. E também das próprias mulheres que são partidárias da mesma opinião. Homens serem machistas é até compreensível, dada as circunstâncias envolvidas na sua formação. O que não engulo são mulheres partidárias deles. Não precisam ser as "feminazis", "nenhum homem presta" ou coisas do tipo, pois ambos tem a maturidade de crianças de dez anos. No entanto, enquanto tratarem as pessoas como "homem", "mulher", "gay", "negro", ou seja lá o que for, e não como PESSOAS, que é o que realmente são, esse tipo de coisa vai continuar acontecendo. E eu vou sempre me opor da forma que me for possível a cada caso. Cheers!

Zé das Couves disse...

" Anônimo disse...
Traição não existe gente, temos que perder este sentimento de posse pelo outro, imposto pelo machismo patriarcal, ninguém e dono de ninguém, e o que o coração não vé, os olhos não sentem."

Nossa, quanta ética, quanta honestidade... Fera, cada um na sua. Quer pegar geral e não se prender a ninguém? Vai fundo, seja feliz. Agora, querer impor que os outros não podem ser monogâmicos é simplesmente ridículo. Cada um escolhe como quer se relacionar. Mas honestidade e sinceridade sempre. Fazer os outros de otário é falta de honestidade.

@pokerol disse...

Oloco... trolls, trolls everywhere...

me impressionou a quantidade de trolls nesse texto hein... pqp.

Anônimo disse...

Se pular a cerca é falta de carater então 90% da população, não vale nada.A hipocrisia aqui tá demais,esses comentários tipo"ela deveria ter explicado pra ele q não era monogamica e ficado com quem quisesse" mas não falou e ai?vai ser colocada na cruz por causa disso?Bem vindo ao mundo real e não de conto de fadas minha gente,onde nem sempre nós agimos de uma forma perfeita.Tó mas preocupada com a corrupção do Brasil do que em querer monogamia do meu parceiro.

Bruno S disse...

Isa,

os homens que você listou por terem sofrido consequências de sua má conduta sçao ligados à política, onde são cobrados por serem exemplos de correção. Inclusive fazem as campanhas vendendo a imagem de bom pai de família, correto e condenam as "escorregadas" dos adversários.

É muito diferente do caso de celebridades do meio artístico, como no caso dos vampirinhos.

Lord Anderson disse...

Ta sem moderação de comentarios???

E caramba os mascus e similares frequentam o blogo mais do que eu...


Mariana, mas nem a Lola, nem o texto original defendem a traição. Alias muita gente falando disso, mas esse não é o foco aqui.

É sim a dupla moral, a condenação em cima de apenas uma pessoa, enquanto a outra é deixada de lado.

É sobre hipocrisia e machismo.


O diretor na certamente vai encontrar um monte de homens que vão dar tapinhas nas costas e parabeniza-lo por ter pego a "menininha" famosa.

Enquanto a garota esta sendo punida publicamente por um assunto que é de ambito familiar.


Isso é mais um sintoma da sociedade doente que somos.

Anônimo disse...

entretenimento.br.msn.com/famosos/giro-famosidades-124
A mídia não deu a mesma ênfase, na traição dele.


Kika

Lord Anderson disse...

Isa

Não acho, o ultimo filme da saga ja estava pronto a um bom tempo. apenas não foi lançado, então eles vão aparecer juntos sim.

Alem disso Crepusculo tem uma quantia absurda de fãs, não precisa desse tipo de marketing, ainda mais um que deixe os fãs com raiva de uma das protagonistas.


Agora outra coisa que é bem ridicula é que por contrato eles devem aparecer juntos nas sessões de divulgação dos filmes.

Isso deve gerar um mal estar absurdo.

Anônimo disse...

Bruno S

Não esqueça do Tiger Woods:
www.agenciafinanceira.iol.pt/internacionais/tiger-woods-patrocinio-golfista-traicao-mulher-gatorade/1143367-4997.html

O Jornal Tresler e a Espiral do Silêncio disse...

Boa tarde, Lola.

O médico Drauzio Varella fez uma observação interessante no program de tv Roda Viva: ninguém visita as presas nas penitenciárias femininas, ninguém. Nem as mães.

Não tem relação direta em relação ao assunto, mas faz pensar um pouco.

Abraços,
Aldrin.

Anônimo disse...

Deixe de ser hipócrita, Lola! Não venha me dizer que você é contra a recriminação da mulher! Você é contra a recriminação do adultério, isso sim!

Para você, o mundo seria melhor se todos pudessem trair sem gerar consequência nenhuma. Você luta para instituir o direito de trair.


Carolina Lucas Paiva disse...

Casos como esse mostram o relativismo moral dessas pessoas.
O que estão condenando não é a traição, pois se fosse, condenariam bem mais o homem casado e pai, já que a sociedade se diz tão preocupada em zelar a "verdadeira família", não é?
O mais engraçado é que as mesmas pessoas que defendem a moralidade e a união da família tradicional (pai, mãe e filhos), acham super normal esse mesmo pai de família trair a esposa e os filhos (já que o casamento de bem só vale se há filhos).
Relativismo moral é pouco...

A todos que condenam a atriz, mas nem sabem o nome do diretor que traiu a esposa e os filhos: vocês não condenam a traição, vocês são a favor da traição. Vocês são é contra as mulheres.

E para os espertinhos que dizem que nós defendemos a atitude de Kristen: nós defendemos todas as mulheres, pois para sermos chamadas de vadias basta sermos mulheres.
A prova cabal disso acontece todos os dias: mulheres que denunciam seus estupradores sendo culpabilizadas pela situação. Sendo xingadas e humilhadas.
Os erros dos homens são todos justificáveis, até mesmo crimes hediondos como o estupro.

Anônimo disse...

Deprimente ver um texto da Lola tão cheio de falácias. Parece até que está querendo fazer papel de advogada moral da moça.

maisfazer disse...

Lolinha, sempre achei que este namoro era de fachada e continuo com esta opinião. O RP está pouco se importando com quem a KS transa e vice-versa. O caso é que a mídia entrou no meio e tripudiou em cima da menina, retratando a moral dos nossos dias. Mas confesso, pena dela não tenho. Nem dele. Só das pessoas que acabam acreditando que ela é uma vagabunda e ele um coitadinho.

Zé das Couves disse...

"Anônimo disse...
Se pular a cerca é falta de carater então 90% da população, não vale nada.A hipocrisia aqui tá demais,esses comentários tipo"ela deveria ter explicado pra ele q não era monogamica e ficado com quem quisesse" mas não falou e ai?vai ser colocada na cruz por causa disso?Bem vindo ao mundo real e não de conto de fadas minha gente,onde nem sempre nós agimos de uma forma perfeita.Tó mas preocupada com a corrupção do Brasil do que em querer monogamia do meu parceiro."

Hipocrisia nada. Eu não faço com os outros, não gostaria que fizessem comigo. Acho uma palhaçada o circo que se montou em cima de um fato que só diz respeito aos envolvidos, mas daí a defender que "ela não fez nada de errado" vai um longo caminho. E não é porque "90% da população" faz igual que deixa de ser desonesto. Afinal, mais de 90% dos políticos assaltam o erário de alguma forma, e não é por isso que ninguém vai ser condescendente com a prática, né?

luh disse...

esse Robert é muito sem graça! eu se fosse a Kristen também preferiria o coroa bonitão.

além disso, acho que a maior parte dos que estão sacrificando a kristen são as meninas fã de crepúsculo e o mercado acaba dispensando a kristen para não perder essa fatia do mercado. (afinal branca de neve é um filme teen não?) como alguém disse ali em cima o pessoal não sabe separar fantasia da realidade.

Anônimo disse...

Meu marido teve um caso.Metade do mundo sabia(na outra medade eu inclusa).Quando finalmente eu soube resolvi ter um também.Não só para dar o troco , mas principalmente porque durante anos evitei me envolver com um cara pelo qual tinha grande atração e me privava para não ter problemas no casamento.Bem , fui descoberta , e sofri como KS ( não na mesma dimensão , claro ).Uma amiga querida me aconselhou ( tardiamente ): faça em outra cidade pra não ser "pega", eles podem , nós não!

Mariane disse...

Agora me lembrei de um caso de uma conhecida. Ela se separou do marido, mas continuaram morando na mesma casa. Pouco tempo depois ela arrumou um namorado onde trabalhava e... não preciso explicar que as pessoas conhecidas bombardearam ela com insultos, né?

Garanto que se fosse o contrário, ninguém falaria nada, afinal eles não estavam mais juntos, não é mesmo?

Impressionante, agora a menina não pode falar com nenhum homem de uma maneira simpática, porque está com vontade de dar...

Quanto mais conheço os seres humanos, mas gosto dos gatos! =^.^=

Anônimo disse...

Para mim, esse relacionamento deles nunca passou de mídia. Ele dizendo "ser alérgico à vaginas" e ela afirmando numa coletiva de imprenssa que o melhor beijo dela em cena foi com a Dakota Fanning (em The runways). Então acho que na realidade não houve traição, por não existir uma relação de fato (com ambos de acordo nisso). Mas sei lá..né...ser famoso tem um preço muito alto :(

lola aronovich disse...

O blog tá com moderação de comentários sim, gente. Estou deletando a maioria dos trolls. Vcs não fazem ideia do que tem chegado. Esses coment. publicados são só a pontinha do iceberg.
Posts como este mexem muito com mascutrolls. Afinal, ninguém vira mascu sem 1) ter sido trocado por outro, 2) ter sido traído (em quase todos os relatos que leio dos mascus eles traíam também, mas eles acham que homem tudo bem), 3) nunca ter transado, sequer beijado alguém, e estar muito frustrado com isso. Portanto, casos como Kristen trai Robert tocam feridas profundas daqueles que viraram mascus após passarem pelos passos passos 1 e/ou 2. Então eles podem gritar "vadddiiiiiiaaaaaaa" e ventilar um pouco do ódio que sentem. Mas notem que o ódio não é só pela Kristen, mas também pelo Robert. Mascus não são solidários com ninguém. Aliás, pra um grupo que diz ser em defesa dos direitos dos homens, o ódio aos próprios homens (eles chamam todos que não sejam mascus de manginas ou matrixianos, otários, paspalhos, CPS - capitães salva putas etc) é impressionante. Eles odeiam qualquer cara que faz sucesso com as mulheres, sucesso que eles não fazem. Se o cara é cafajeste eles toleram e no fundo admiram (vide Charlie Sheen, que é tudo que eles gostariam de ser), afinal, eles vivem dizendo que mulher só gosta de cafajeste. É uma validação dos preconceitos deles. Mas se o cara tem uma persona boazinha, tipo o Robert, ish, aí eles odeiam mesmo, o chamam de afeminado, de gay, de não-homem. Acho que, de um modo geral, um monte de homem faz isso em relação a carinhas que têm sucesso com as mulheres. Mas os mascus fazem isso mais do que todo mundo. Eles não suportam histórias de amor, odeiam ver gente feliz. Toda vez que publico foto minha com o maridão aqui , por exemplo, a taxa de ódio no sangue deles sobe.
Não tem jeito não, gente. Mascu é um bicho que, por definição, se fosse feliz, não seria mascu.

Zé das Couves disse...

"Carolina Lucas Paiva disse...
Casos como esse mostram o relativismo moral dessas pessoas.
O que estão condenando não é a traição, pois se fosse, condenariam bem mais o homem casado e pai, já que a sociedade se diz tão preocupada em zelar a "verdadeira família", não é?
O mais engraçado é que as mesmas pessoas que defendem a moralidade e a união da família tradicional (pai, mãe e filhos), acham super normal esse mesmo pai de família trair a esposa e os filhos (já que o casamento de bem só vale se há filhos).
Relativismo moral é pouco...

A todos que condenam a atriz, mas nem sabem o nome do diretor que traiu a esposa e os filhos: vocês não condenam a traição, vocês são a favor da traição. Vocês são é contra as mulheres.

E para os espertinhos que dizem que nós defendemos a atitude de Kristen: nós defendemos todas as mulheres, pois para sermos chamadas de vadias basta sermos mulheres.
A prova cabal disso acontece todos os dias: mulheres que denunciam seus estupradores sendo culpabilizadas pela situação. Sendo xingadas e humilhadas.
Os erros dos homens são todos justificáveis, até mesmo crimes hediondos como o estupro"

Concordo que o que o cara fez é mais condenável ainda. Concordo que ninguém tem nada com isso. Agora, acho normal que a mídia dê mais atenção aos problemas de relacionamento do "casal crepúsculo" do que aos problemas de relacionamento do "casal zé ninguém". Ninguém sabia quem era esse cara antes do episódio. A mídia sensacionalista só está dando atenção ao caso porque a Kristen Stewart está envolvida. Se fosse o contrário, o Robert Pattinson se envolve com uma diretora casada relativamente desconhecida, traindo a KS, você acha mesmo que os holofotes estariam sobre a diretora? Acha que as atenções do caso estariam voltadas pra quem?

Marcelly disse...

Lola...jura que vc ainda na moderando os comentarios??..pq tem uns ali em cima que só por Odin viu...fala sério...

que tal toooooooodo o universo partir do seguinte principio: cada um cuida da sua vida?
pronto cabo o caso dele...que só diz respeito á ela...ao namorado...ao diretor (que ninguem chamou de canalha) e a esposa de dele (que ningu´[em chamou de corna memso ela tendo perdoado o diretor..) não estou chamando a esposa do cara de corna nem o diretor de canalha só estou dizendo que deles ninguem fala...

Roxy Carmichael disse...

uma sugestão: campanha para boicote de "o caçador". não tenho nenhuma informação sobre, mas acredito que branca de neve foi bem nas bilheterias (muito devido à KS estar no topo quando fez esse filme) então acho que esse boicote vai até acontecer naturalmente, porque eu penso que esses escândalos são deprimentes, mas são passageiros e ainda há fortes boatos de que os dois voltaram, outros boatos de que ela esta sendo cortejada por outro galã do momento, o james franco, além do que não se pode subestimar o legado de crepusculo com toda a histeria adolescente característica. no fim das contas acredito que esse estudio vai se arrepender AMARGAMENTE da decisão de cortar a menina no calor do momento do escândalo. e caso eu esteja enganada, se hollywood rejeitá-la, ela podia aproveitar isso pra fazer carreira no cine de autor, já que a primeira oportunidade ela ja teve, no filme do walter salles, e virar uma estrela dos festivais de cinema europeus... cannes, veneza, berlim

Luiza disse...

Ixi, eles aproveitam que não terão os comentários aprovados para desabafar com você, Lola.

Se eu fosse você, começaria a cobrar para ouvir as histórias de corno deles, viu? Dá pra fazer um dinheirinho.

Anônimo disse...

Ze das couves(q nome feio!)Os politicos pegam o q é nosso,ou seja, do povo brasileiro pra usar em benficio proprio quem pula a cerca usa o proprio corpo e não o de outra pessoa.Se vamos cruxificar Kristen,vamos tbm botar na cruz 90% da população mundial incluindo homens e mulheres,pois os homens só podem pular a cerca(se for hetero) com outra mulher.Abaixo a hipocrisia!E que cada um cuide da sua vida sentimental e sexual sem blitz da policia moral dos outros(obvio se n houver crimes de verdade).

Michelle Moreira disse...

Post simplesmente fantastico,sem mais!

Marcelly disse...

estava lendo um blog feminista e reparei em como gente preconceituosa vive dizendo que tem o direito de se expressar...
minha conclusão?
usando um exemplo..
eu dizer que transo com quem e quantas vezes eu quiser...eh EXPRESSÃO..estou falando de mim..das minhas opções..um mascu babaca dizer que sou vadia por isso..e que é a opinião dele...não é expressão..é OPRESSÃO...afinal ele está falando de mim,do meu corpo, das minhas escolhas e me desqualificando por isso...cansei dessa desculpa..DIREITO À expressão NÃO É DIREITO Á opressãoO...

#DESABAFEI

lola aronovich disse...

Sobre incentivar "traições", bom, sei lá, eu sou bem careta na minha vida pessoal. Tô com um cara num relacionamento monogâmcio há uns 22 anos. Então eu e ele optamos pela monogamia, que não é exatamente uma opção, já que é o padrão dominante. Temos um relacionamento fechado, e acho que não nos sentiríamos bem se saíssemos com outras pessoas, dentro do nosso acordo monogâmico. Mas ahco que é pra se pensar se a monogamia realmente é o melhor modelo -- e é vendido como o único modelo. 50% dos casamentos terminam em divórcio, e tem muito casamento que não termina que é muito infeliz. A maior parte das pessoas trai. Não é nada realista dizer pra uma pessoa: olha, daqui até o resto da vida vc só vai desejar essa pessoa. Nem sei até que ponto é realista dizer que alguém PODE desejar aquela pessoa pro resto da vida. Enfim. Cada casal ou trio ou grupo deve fazer seus acordos. E, se houver algum deslize em cumprir esses acordos, quem tem que decidir se perdoa, se termina, se continua, se muda o acordo, são as pessoas envolvidas. Só elas. O que o pessoal do "monogamia é o único caminho" e "pena de morte pra adúltera" parece querer implantar é uma ditadura.

Camila disse...

Eu leio um blog de fofoca gringo (pronto falei) que fala há tempos que o Robert Pattinson tem um caso com uma das irmãs Cullen (acho que a Ashley Greene). O mesmo blog fala de um escândalo de traição envolvendo Meg Ryan e Dennis Quaid (o Ricardão era o Russell Crowe) que enterrou a carreira da Meg Ryan.

Quando eu vi essa história da Kristen, a primeira coisa que eu pensei foi: acabou a carreira dela.

André disse...

Lord Anderson,
É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa, tem mais exposição e vende mais.

yulia2 disse...

ESTOU PRA te dizer que essa virada conservadora dos eua está sendo até pior que a dos anos 80.

e pra variar... traição masculina é aplaudida..... traição feminina....
condenável a pena de morte.

novidade????

yulia2 disse...

Mas então.... rola um papo de que o robert perdoou.... procede?

Anônimo disse...

Vamos deixar bem claro, o post, ao meu ver, não fala que trair é certo ou ok. Particularmente não acho traição uma coisinha boba que possa ser relevada.
Acho uma falta de respeito e tudo mais... mas o que a Lola disse foi que estão fazendo slut shaming em KS, e provavelmente não fariam o mesmo caso o traidor fosse o Robert.

André disse...

Lola,
O acordo num casamento monogâmico não é "você vai desejar apenas seu conjuge até o fim da vida" e sim "você não vai se envolver fisicamente nem emocionalmente com outra pessoa até o fim do casamento".

Fábio RT disse...

"Os erros dos homens são todos justificáveis, até mesmo cr
imes hediondos como o estupro"

Não não são não !!!

Vcs sofrem muito com discriminação...concordo plenamente ...
mas as coisas não são tão preto no branco como alguns aqui comentam

Muitos homens acham isso absurdo...se chocam e acham uma palhaçada o "um peso e duas medidas"

Sara disse...

Eu nunca vi um só capitulo dos filmes da série q essa moça estrelava Lola, mas desde q surgiu esse assunto fiquei indignada ao ver os comentários podres que muitos fazem sobre ela, da pra sentir uma revolta imensa diante da diferença de tratamento que se da a um homem e a uma mulher pelo mesmo suposto "erro".
Até fiz um comentário dizendo que as pessoas que a criticavam estão no mesmo nível desses praticantes da religião islâmica que costumam apedrejar suas mulheres até por questões banais.
Cada dia abomino mais e mais a monogâmia que nos proporciona esse tipo de comportamento social bestial, onde a mulher não tem direito de dar nenhuma vacilada, enquanto que aos homens todas as desculpas o isentam.

yulia2 disse...

O Roberto...

Vc foi bem generalista agora....
sim, infelizmente existe mulher machista
MAS NÃO SÃO TODAS assim com vc quis
sugerir no seu post. Assim com NEM TODOS
os homens são machistas.

yulia2 disse...

É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa, tem mais exposição e vende mais.
_________________

enquanto Kristen é avacalhada e execrada...
Charlie sheen que já fez coisas bem mas bem piores,.... é aplaudido de pé.

Mariana. disse...

concordo plenamente com o comentário:

"Hipocrisia nada. Eu não faço com os outros, não gostaria que fizessem comigo. Acho uma palhaçada o circo que se montou em cima de um fato que só diz respeito aos envolvidos, mas daí a defender que "ela não fez nada de errado" vai um longo caminho. E não é porque "90% da população" faz igual que deixa de ser desonesto. Afinal, mais de 90% dos políticos assaltam o erário de alguma forma, e não é por isso que ninguém vai ser condescendente com a prática, né?" (zé das couves)

Mirella disse...

"É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa"

Tiger Woods, Bill Clinton, Ashton Kutcher

pequeninos exemplos de homens famosos (inclusive de chefe de Estado) que traíram suas parceiras e não tiveram suas carreiras prejudicadas. Só para citar três exemplos deste mesmo post.


Ora bolas.

yulia2 disse...

o Robert já traiu a Kristen! E na época ficou por isso mesmo. Engraçado como a sociedade condiciona a gente tão direitinho que essas coisas passam batido.
______________

ah tá....
vai ver foi por isso que ele perdoou...
chifre trocado , não doi....

Bruna B. disse...

"Afinal, ninguém vira mascu sem 1) ter sido trocado por outro, 2) ter sido traído (em quase todos os relatos que leio dos mascus eles traíam também, mas eles acham que homem tudo bem), 3) nunca ter transado, sequer beijado alguém, e estar muito frustrado com isso."



HAHAHAHAHAHAHAH CLAP, CLAP, CLAP! Tô aplaudindo de pé, Lola.

Gente aí em cima dizendo que 'ai, ela tinha um acordo monogâmico, mimimi', saibam que ele a traiu muito antes. Pergunto: Que p* de acordo unilateral é esse? Serve só pra ela, ela deve ser monogâmica e ele não?
Ahhh, vão chupar uma caixa de pregos, vão.

Hoje acordei sem paciência pra falso-moralismo.

lola aronovich disse...

Futuro Milionário, se vc quer ter seu comentário publicado, remova links pra blogs mascus. Sei que é difícil de entender, mas vcs têm o espaço de vcs. Pode não ser o espaço mais acessado ou respeitado do mundo, mas tá lá. Eu não comento em blogs de vcs, não linko pra blogs de vcs, só ridicularizo os blogs de vcs aqui, no meu espaço. É chato, eu sei, que um só blog feminista receba mais visitas que todos os blogs mascus juntos, mas o espaço de vcs é aquele. Não aqui. Portanto, eu não publico links pra posts mascus, ou (o que vcs mascutrolls adoram fazer) trechos de textos de blogs mascus se passando por comentários.
A "liberdade de expressão" que vc defende, FM, não existe na loserlândia, terra dos mascus. Vc deve saber que até meu nome é proibido de ser mencionado num fórum mascu. Eles falam "a blogueira nome proibido".
Outra: pegue um exemplo melhor de feministas que apoiaram a mulher no caso Yoki. Pode ser? Não um anônimo que deixou um comentário aqui no blog depois do seu. Vamulá, se há tantas feministas que apoiaram a mulher no caso Yoki, não deve ser difícil de encontrar. Aproveita e procure algum texto meu em que defendo mulher que mata marido.

Dona do Sexo disse...

Lembrei de mais uma q jogam encima da mulher.
Quando fazia um curso de geologia venho um rapaz e falou sobre o mercado de trabalho e falou que se a mulher da geologia ficasse com um colega de trabalho ficaria super mal pra ela,podia ate correr risco de perder o emprego se nao me engano,de ter sua vida profissional suja no geral.

Putz...

Se fosse um cara na enfermagem(ou otras profissoes ditas femininas) que ficasse com uma colega ia acontecer o mesmo?

Leio Lola Leio disse...


"Me sentia um lixo", diz ex-vendedor obrigado pela Ambev a participar de eventos com prostitutas

VEJAM SE ESSE TIPO DE OCORRÊNCIA NUMA EMPRESA JÁ NÃO SERIA MAIS QUE SUFICIENTE PARA NÓS BOICOTARMOS O CONSUMO DE SEUS PRODUTOS:

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/09/13/me-sentia-um-lixo-diz-ex-vendedor-obrigado-pela-ambev-a-participar-de-eventos-com-prostitutas.htm

Mariane disse...

Corrigindo o meu comentário ali em cima: (...)**mais** gosto dos gatos... >.<

Agora, em relação a Kristen, concordo que ela recebe mais destaque na mídia por ser bem mais famosa.

Mas nem ligo pra ela, nem pro idiota que brilha na luz, nem pro mala do diretor...

Estou de saco cheios desses idiotas famosos e da síndrome de coitadismo deles!

Stefano disse...

"Somos instados a entrar em discussões, quando deveríamos criticar o simples fato de a discussão existir sob tais termos. -- Brian"
clap, clap, clap... parabéns cara, resumiu o que eu sinto qto ao caso.
"Traições são delicadas, machucam, mas não é preciso fazer boçalidades por conta disso.
Ela errou, ok, isso é algo que cabe a ele perdoar ou não, morre ai." -- Huan Icaro Piran

Gostaria de ter esta capacidade de síntese e perspicácia.

André disse...

Concordo com a Mariana e o Zé das Couves.

Carolina Lucas Paiva disse...

Fábio RT

Não estou totalizando nada, não acho que todas as pessoas do mundo pensem da mesma forma. Quem resolveu interpretar "preto no branco" foi você.

Só para citar notícias recentes, para você pesquisar se quiser: caso new hit, mulher de 17 anos estuprada pelo por segurança de bar e menina de 11 estuprada por colegas na escola.
Nos três casos houve culpabilização da vítima, como se ela fosse a causadora do problema.

Tá mais do que na hora de mudar essa mentalidade.

Luiza disse...

A blogueira do nome proibido??

HAHAHAHAHA Lola, você é tipo um Lord Voldemort da vida real! Temida demais para que falem seu nome em paz! Vamos chamá-la apenas de Lady, então.

Parabéns, adoro o tio Voldie e adoro você também!

Anônimo disse...

Mirela

Tiger Woods, perdeu seus patrocinadores após o fato da traição.

yulia2 disse...

hahahhahaha
essa mascuzada inventa cada coisa...

aponte uma feminista que apoia a mulher do yoki kkkkkkkkkkk

Mirella disse...

"Não um anônimo que deixou um comentário aqui no blog depois do seu."

hahahahahaahhahaahahahahahaha

este acabou de ganhar as chaves da cidade de Loserlândia Mascuville.

Zé das Couves disse...

"Ze das couves(q nome feio!)Os politicos pegam o q é nosso,ou seja, do povo brasileiro pra usar em benficio proprio quem pula a cerca usa o proprio corpo e não o de outra pessoa.Se vamos cruxificar Kristen,vamos tbm botar na cruz 90% da população mundial incluindo homens e mulheres,pois os homens só podem pular a cerca(se for hetero) com outra mulher.Abaixo a hipocrisia!E que cada um cuide da sua vida sentimental e sexual sem blitz da policia moral dos outros(obvio se n houver crimes de verdade)."

Mas a prática de enganar alguém com quem você mantém uma relação pautada pela monogamia prejudica a pessoa enganada. Minha mãe foi traída pelo meu pai, ficou em depressão mais de uma década. Ela não foi prejudicada pela atitude dele? Cara, não dá pra agir sem se preocupar com o outro, sem manter a palavra e achar que tá tudo certo porque o "corpo é seu". Lealdade é o mínimo em um relacionamento com outra pessoa, seja homem ou mulher. Mas concordo, o único prejudicado pela atitude foi o rapaz, o assunto somente diz respeito aos dois e mais ninguém.

Zé das Couves disse...

Bruna B.
"Gente aí em cima dizendo que 'ai, ela tinha um acordo monogâmico, mimimi', saibam que ele a traiu muito antes. Pergunto: Que p* de acordo unilateral é esse? Serve só pra ela, ela deve ser monogâmica e ele não?
Ahhh, vão chupar uma caixa de pregos, vão."

Até onde eu sei (realmente não sei mto sobre fofocas hollywoodianas) o caso do Robert é um rumor, não foi admitido publicamente, nem tem fotos do ocorrido, nem motivou a separação do casal teen mais famoso do momento. Mas, partindo do pressuposto que realmente tenha ocorrido e ignorando as diferenças, os dois erraram. Dois erros não fazem um acerto. Mas, realmente, ninguém tem nada com isso, só não acho que "ela não fez nada de errado" e acabou.

Anônimo disse...

a galera nao entende que a Lola não tá escrevendo sobre isso pra fazer papel de "Caras" ou "Quem", essa historinha de "pra que discutir isso, é problema deles" e bla.. a questão é SOCIAL, é a reação mundial de chicotear a menina, é o lugar da mulher na sociedade, isso é o que nos interessa, ou deveria interessar. É a explicitação do papel/deveres/proibições a que toda mulher está sujeita neste mundo desde que ele é mundo. Foi um caso que veio à tona e é representante do pensamento machista que ainda domina nossa sociedade

Zé das Couves disse...

"Mirella disse...
"É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa"

Tiger Woods, Bill Clinton, Ashton Kutcher

pequeninos exemplos de homens famosos (inclusive de chefe de Estado) que traíram suas parceiras e não tiveram suas carreiras prejudicadas. Só para citar três exemplos deste mesmo post.


Ora bolas"

Tá de sacanagem? O Tiger Woods perdeu patrocínios. O Clinton foi escorraçado da Casa Branca, mesmo sendo o presidente mais competente daquele país, e ficou ANOS sendo chamado de "Bill Clítoris" e tratado como um pervertido e maníaco sexual. Isso é "nada"? Por enquanto a KS perdeu UM papel em UM filme, do qual o "affair" dela é diretor. Convenhamos, os dois continuarem trabalhando juntos não seria bem recebido nem pela esposa no cara nem pelo Robert né...

Bruna B. disse...

Zé das couves

Quem disse que ela não fez nada de errado? Eu nunca afirmei isso.
O fato é que um acordo só funciona na bilateralidade. Pra mim, ou vale pros dois ou não vale pra nenhum. Entendeu?

Bruno S disse...

"O Clinton foi escorraçado da Casa Branca"

Amigão, tá de sacanagem, né?

O cara terminou o mandato com 66% de aprovação.

Mirella disse...

Clinton escorraçado? Ele foi impeachado? Dá um google no nome dele e vc verá:
"Mestre da Oratória..."
"Empresa sua influência..."
"Faz defesa de Obama..."
Ou seja, ele está totalmente envolvido nas campanhas eleitorais e quase ninguém lembra daquilo.

Dá um google na Monica Lewinsky:
depois de dois links da Wikipedia, o primeiro é de 1998
"Monica Lewinsky confirma caso com Clinton"
"Estagiária mais famosa da história, Monica Lewinsky tem dificuldades em arranjar emprego"
"Where is Monica Lewinsky now? 13 years after Clinton testified..."


Mesma coisa o Tiger Woods, perdeu patrocínios, mas ganhou outros e continua jogando até hoje, ganhando torneios mundiais. O cara tinha no mínimo NOVE amantes.

Detalhe: nenhum deles era "namorado" de alguém. Eles possuíam uma família, filhos e etc.

E todos estão aí, cumprindo seus trabalhos normalmente. Obviamente creio que traição não deva influenciar no lado profissional, caso sejam bons no que façam.
Mas a Kristen já foi dispensada de filme, impedida de aparecer em premieres, já deixou de apresentar o VMA, etc etc etc. Isto em quanto tempo, dois meses?
E ela não tem uma vírgula do alcance e da representatividade de um presidente ou de um esportista mundialmente reconhecido - tirando talvez entre o público adolescente.

Tammy disse...

Lola, achei que seria interessante você ler e dar sua opinião. http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/ivan-martins/noticia/2012/09/os-homens-que-odeiam-feministas.html

Sara disse...

anon 16.24 é exatamente esse o FOCO, to me lixando se no caso são artistas ou NÃO, mas o tratamento que esta sendo dado a MULHER nesse caso é o que realmente merece nossa atenção.

Anônimo disse...

Ze das couve se a pessoa ficou 10 anos em depressão por causa de uma relação extraconjugal do seu parceiro,ela deveria ter ido ao medico,talvez até descobrisse q o verdadeiro motivo nem era esse.Querer q todo mundo siga "não faço com os outros o q n gostaria q fizesse contigo" todo tempo é viver num mundo irreal,pois nem os q vivem na igreja conseguem,vamos ser mais humanos e não querer tripudiar em cima dos deslizes dos outros.Parem de dizer: o q ela fez é a pior coisa do mundo,mulher sem escrupulos entre outras coisas ,tem muita gente fazendo coisa muito pior por ai q não leva nem a metade dos xingamentos q K tá levando no mundo inteiro ,e que também levaria qualquer outra mulher que tivesse o atrevimento de fazer o mesmo,se fosse num pais mulçumano seria bem pior mas até no BRasil,essa mulher não valeria nada teria menos valor q um saco de lixo,puro preconceito!Os malfeitores de verdade continuam sua vida durissima lá em Brasilia,para cada real q eles roubam é uma criança mal nutrida a mais e um doente morrendo na fila p ser atendido,isso sim é a pior coisa do mundo e do Brasil mas ninguém nem liga!

Carolina Lucas Paiva disse...

Bruna

"O fato é que um acordo só funciona na bilateralidade. Pra mim, ou vale pros dois ou não vale pra nenhum" [2]

Quem só sabe criticar as mulheres que traem, mas não estão nem aí, ou não acham nada de mais no homem trair, não condenam a traição, mas sim a mulher por ser mulher.
Misoginia explícita.

Zé disse...

"Anônimo disse...
Ze das couve se a pessoa ficou 10 anos em depressão por causa de uma relação extraconjugal do seu parceiro,ela deveria ter ido ao medico,talvez até descobrisse q o verdadeiro motivo nem era esse.Querer q todo mundo siga "não faço com os outros o q n gostaria q fizesse contigo" todo tempo é viver num mundo irreal,pois nem os q vivem na igreja conseguem,vamos ser mais humanos e não querer tripudiar em cima dos deslizes dos outros.Parem de dizer: o q ela fez é a pior coisa do mundo,mulher sem escrupulos entre outras coisas ,tem muita gente fazendo coisa muito pior por ai q não leva nem a metade dos xingamentos q K tá levando no mundo inteiro ,e que também levaria qualquer outra mulher que tivesse o atrevimento de fazer o mesmo,se fosse num pais mulçumano seria bem pior mas até no BRasil,essa mulher não valeria nada teria menos valor q um saco de lixo,puro preconceito!Os malfeitores de verdade continuam sua vida durissima lá em Brasilia,para cada real q eles roubam é uma criança mal nutrida a mais e um doente morrendo na fila p ser atendido,isso sim é a pior coisa do mundo e do Brasil mas ninguém nem liga!"

Amigo, as pessoas erram, não acho que a Kristen "mereça" o que ela está passando, a reação das pessoas é completamente descabida e desproporcional. O que eu estou colocando é que algumas pessoas aqui nos comentários resolveram dizer que não tem nada de errado no que ela fez, que ela está certa de fazer o que fez, etc. Aí é demais também. Ser enganado pela pessoa que você ama machuca não é um fato inofensivo.

Zé das Couves disse...

"Mirella disse...
Clinton escorraçado? Ele foi impeachado? Dá um google no nome dele e vc verá:
"Mestre da Oratória..."
"Empresa sua influência..."
"Faz defesa de Obama..."
Ou seja, ele está totalmente envolvido nas campanhas eleitorais e quase ninguém lembra daquilo.

Dá um google na Monica Lewinsky:
depois de dois links da Wikipedia, o primeiro é de 1998
"Monica Lewinsky confirma caso com Clinton"
"Estagiária mais famosa da história, Monica Lewinsky tem dificuldades em arranjar emprego"
"Where is Monica Lewinsky now? 13 years after Clinton testified..."


Mesma coisa o Tiger Woods, perdeu patrocínios, mas ganhou outros e continua jogando até hoje, ganhando torneios mundiais. O cara tinha no mínimo NOVE amantes.

Detalhe: nenhum deles era "namorado" de alguém. Eles possuíam uma família, filhos e etc.

E todos estão aí, cumprindo seus trabalhos normalmente. Obviamente creio que traição não deva influenciar no lado profissional, caso sejam bons no que façam.
Mas a Kristen já foi dispensada de filme, impedida de aparecer em premieres, já deixou de apresentar o VMA, etc etc etc. Isto em quanto tempo, dois meses?
E ela não tem uma vírgula do alcance e da representatividade de um presidente ou de um esportista mundialmente reconhecido - tirando talvez entre o público adolescente."

O Tiger ficou bem mais que 2 meses sem dar as caras. O Clinton então, era quase um leproso, ninguém queria ter sua imagem associada a ele por BEM mais de 6 meses. E a Monica Lewinsky? Esse é o seu argumento? O que ela fez de relevante na vida para ser lembrada? Ela é uma nova Marie Curie, uma nova Rosa Parks? Ela tem uma produção literária semelhante à de Hanna Arendt? Ou uma produção artística de uma Tarsila do Amaral ou uma Cora Coralina, quem sabe? Sério, pelo que Monica Lewinsky deveria ser lembrada? O que ela fez digno de atenção midiática antes ou depois do caso Clinton?

Cris disse...

Pra ser sincera, eu só lamentei nesse caso todo que a Kristen não tenha traído o Pattinson com uma mulher. eu (e todo o resto do planeta) JU-RA-VA q ela é sapa. mas vai ver que é bi, né...

detesto traição, acho feio, acho ridículo, mas mais ridículo ainda é como a mídia tá tratando esse caso. gente, é um erro pessoal, uma coisa da intimidade dela, da relação DELA, como q alguém acha bonito estragar a carreira profissional de uma pessoa por isso??? O_O

Zé das Couves disse...

Mirella:

Lancei o nome dele no google. Eis as "pesquisas sugeridas"
"Pesquisas relacionadas a bill clinton
bill clinton escandalo
bill clinton frases
bill clinton monica lewinsky
bill gates
bill clinton biografia
barack obama
bill clinton abraçando sua secretária monica lewinsky"

Maitê disse...

Lola, costumo me identificar em gênero, número e grau com seus posts, mas nesse fiquei me contorcendo na cadeira do começo ao fim, isso porque você trata o acontecido como "um erro", sem questionar o padrão de relacionamento monogâmico. Oi? Quem sabe qual o tipo de acordos que existe entre o casal? Quem informou que ela precisa ser pedoada? Pode ser que sim, razoável até dizer que é exatamente isso. Mas penso que pe preciso considerar que nem todos os relacionamentos são monogãmicos, isso não é obrigatório, existem diversas outras formas.

Tammy disse...

Desculpa mandar 2 cometários iguais, não vi que precisava da sua aprovação para ser publicado, então achei que não tinha dado certo.

Fábio RT disse...

Ohhh Carolina Lucas Paiva :)

Mas não dá pra ter outra interpretação pelo que vc escreveu né ...

Mas eu peguei sua frase como exemplo mesmo ... pois tem horas que as pessoas daqui começam a demonizar os homens ... e começam a generalizar, mesmo que sem querer ...
São vocês que sofrem de preconceito combatendo o mesmo com mais preconceito, acho que isso é algo que tem que ser policiado... caso contrário corre o risco de gerar mais revolta e ódio...

Concordo com vc plenamente que a mentalidade tem que ser mudada ... é um absurdo vítimas de violência sexual serem consideradas culpadas pela mesma... é um absurdo também o que esta menina do post vem sofrendo ... mas também é um absurdo dizer que o Clinton não sofreu nada... houve até tentativa de tirá-lo da Casa Branca...e esta observação erronêa vem do fato que muitos ficam tão cegos de revolta que começam a achar que para homens tudo é permitido...oque sabemos não é verdade...
No entanto, concordo com vc que a reação a maioria das coisas é muito desmedida dependendo do sexo... e geralmente as mulheres levam a pior injustamente

T. disse...

Não sei porque algumas pessoas leram o post acima como um defesa a X ou Y, a esse ou aquele comportamento. Se fosse, eu particularmente não leria além do primeiro parágrafo. Li alguns comentários e acho que foi o Huan Icaro que comentou, mais ou menos, que isso era da alçada da vida particular dos envolvidos. Se alguém errou ou não, problema particular de quem errou, de quem perdoou ou não perdoou.

A questão do post é falar da lógica que preside à condenação pública de uma mulher que trai um namorado (no caso, ambos são famosos, mas a condenação pública, em apenas uma proporção menor, ocorre com anônimos todos os dias e segue essa mesma lógica) de uma forma muito mais implacável do que uma eventual condenação da traição masculina (que é, muito frequentemente, justificado pelos tais impulsos naturais, como se o homem fizesse parte da natureza e a mulher fosse outra coisa (provavelmente um objeto, que não serve ao seu propósito se tiver vontade, embora isso não seja tão claramente dito).

Talvez valha a pena ler com mais atenção, quase no fim do post: "Mas, sem dúvida, o escândalo vem confirmando o padrão duplo de sexualidade que a sociedade adora impor: que um erro vindo de uma mulher é muito mais grave e imperdoável que um vindo de um homem." Não se trata de um chamado para condenar nós, os homens, se cometemos adultério, ou ser indulgentes com a mulher que o comete. Eu, particularmente, preferia que as mulheres fossem julgadas da mesma forma que os homens são, nesses casos, e não o contrário. Mas talvez isso seja porque acho que a infidelidade não é algo tão terrível assim que mereça se converter numa mácula para quem o comete. Pode ser um erro, mas diz respeito à intimidade do casal. No entanto, a grande questão aqui é: por que são tão distintos os pesos e as medidas desse julgamento para os homens e as mulheres? E, de fato, são.

t.

nina disse...

"É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa, tem mais exposição e vende mais."

Olha aí o comentário que eu escuto sempre. Isso é mentira. Não disseram que o Robert já traiu a Kristen? Ele é tão famoso quanto ela, e o quanto se falou dele?
E os outros homens aí de quem se falou aqui mesmo? O que houve com eles? Ah, tudo bem, eles são homens, é natural. O diretor é homem, ele pode.
Enfim, estamos andando em círculos.

E parece que tem gente fechando os olhos pra discussão. Ninguém está falando a favor ou contra a traição. Ninguém está discutindo o que é melhor pra vida de um casa, porque - pasme! - é a vida de um casal, não a nossa. Ninguém está dizendo que vc deve ser fã deles ou não. A gente tá chamando a atenção pro tipo de lição que está sendo repassada com essa história toda.
Releiam o artigo, releiam o post, por favor!

Acho que a gente podia parar com essa atitude 'não vejo isso, não me importo com essas besteiras' 'sou superior, tenho coisa melhor pra fazer'. É tipo a gente escrachar a Veja e as novelas da Globo enquanto milhares de pessoas estão prestando atenção naquilo. Vamos ficar na nossa conchinha de 'inteligentes que veem coisas melhores' e deixar 'o povo' se entreter com bobagens ou vamos aproveitar o gancho dessas coisas que alcançam tanta gente pra discutir temas pertinentes?


Fábio RT disse...

"São vocês que sofrem de preconceito combatendo o mesmo com mais preconceito, acho que isso é algo que tem que ser policiado... caso contrário corre o risco de gerar mais revolta e ódio..."

Por favor...não interprete esta parte como uma acusação... é uma observação...do jeito que eu escrevi vc pode interpretar do primeiro jeito e não é esta a idéia...


lola aronovich disse...

Gente, desculpe, estou completamente sem tempo. Então, Maitê, procure meu comentário mais lá pra cima. Eu falo um pouco disso, porque estou sendo acusada de incentivar a traição. Parece que o relacionamento deles era fechado, monogâmico, e as desculpas efusivas que ela pediu mostram isso. Ela fala de erro. Acho totalmente viável discutir se monogamia é o único modelo. Mas, pra quem segue o modelo monogâmico, transar ou sei lá o quê com outra pessoa acaba sendo visto como um erro (e, pra muita gente sem noção, até como um crime merecedor de pena de morte!).


Tammy, obrigada. Tuitei o link com o artigo do Ivan Martins ontem. Gostei, achei interessante, nada de muito novo, mas não sei se estou muito motivada a escrever sobre isso. Vc gostaria de escrever sobre o assunto? Como guest post?

Carolina Lucas Paiva disse...

Fábio RT

Sim, dá pra ter outra interpretação, é só ler sem levar pro pessoal, já que não é pessoal.

Anônimo disse...

No dia q a sociedade parar de endeusar a monogamia,é o dia em que esse tipo de coisa n acontecera mais!E vcs q odeiam a chamada "traição" poderam ser bem mais felizes,pois vão ver a verdade:quase ninguém é fiel!Caso fosse o contrario os moteis não tavam faturando tanto durante a semana,porque o final de semanas vcs sabem é pro casal oficial.

Zé das Couves disse...

" nina disse...
"É natural que a mídia se concentre na Kristen e não no diretor, ela é mais famosa, tem mais exposição e vende mais."

Olha aí o comentário que eu escuto sempre. Isso é mentira. Não disseram que o Robert já traiu a Kristen? Ele é tão famoso quanto ela, e o quanto se falou dele?"

Na realidade, TUDO INDICA QUE OS RUMORES DE QUE O RP TRAIU KS SÃO FALSOS. E sempre com aquela "credibilidade" de fontes anônimas e informações de tablóide. No caso da KS foi uma pulada de cerca fotografada, admitida pela própria e que gerou o rompimento do casal. Sério, por mais que a sociedade seja machista, por mais que alguns boçais ainda acreditem em idiotices como "traição de mulher é mais grave que traição de homem" NÃO TEM COMO esperar a mesma repercussão de um fato comprovado que gerou o rompimento do casal-sensação e de um outro que, ao que parece, não passa de boataria barata.

@vbfri disse...

A Lola liberou os trolls hoje? É isso? Afe...
Pq o pessoal não vai falar da "lealdade" do Ashton Kutcher? E de outras celebridades do sexo masculino?

Anônimo disse...

Pode odiar o Rush Limbaugh, mas ele não é contra o anti-concepcional, ele era contra isso ser fornecido com dinheiro dos impostos (no caso das faculdades) ou que os empregadores fossem obrigados a arcar com esses custos.

A mulher é livre pra fazer o que quiser e se precisa da pílula é só comprar. Não quer? Tem a camisinha, diafragma e outras opções, e quem sabe um dia chega a pílula masculina (que embora digam que não dá pra confiar nos homens, ué isso não impede de vc continuar tomando a sua pílula).

Vitória disse...

Acho um absurdo como o julgamento é diferente para homens e mulheres. O exemplo do Chris Brown é perfeito. Fez coisa muito pior, como espancar a Rihanna, e nem por isso a gravadora rompeu com ele. Tb tenho pena das pessoas famosas que tem suas vidas escancaradas e reféns de toda uma sociedade. O que é privado não deveria influenciar a carreira do outro, a não ser que seja algo muito sério (corrupção, envolvimento com drogas, crimes e coisas do tipo). Obviamente não sou fã da Kristen (para falar a verdade, acho ela medíocre como atriz), mas torço para que ela dê a volta por cima.

Mas uma coisa me incomodou no seu post, Lola. E foi o seguinte comentário: "Quase ninguém culpará o cara bem mais velho com quem vc saiu, e talvez o caso até o faça mais famoso e ajude a carreira dele. Poucos vão ligar que ele era seu chefe e estava numa posição de autoridade ou que ele pode ter tirado vantagem da sua juventude e inexperiência". O fato de ser mais velho está em questão? O comentário não poderia ser "Quase ninguém culpará o cara com quem vc saiu"? Não sei o que idade tem a ver com isso. Homens mais jovens também traem as esposas, também tiram vantagem se estiverem em uma posição que os favoreça, fora que não acho que Kristen seja inexperiente. Ela já é adulta e, nesse caso, não sei se cabe afirmar que ela foi vítima das garras do diretor. Ele é um homem bonito, então não é nada absurdo conceber que uma mulher, de qualquer idade, se sinta atraída por ele. Ao meu ver os dois ficaram a fim e aconteceu.

Anônimo disse...

E quanto a Woody Allen? Ele também traiu a esposa Mia Farrow, pq ñ foi vetado e banido dos holofotes...homens e mulheres, dois pesos, duas medidas...

Vitória disse...

Futuro milionário


Nunca vi nenhuma feminista aprovando a assassina do Matsunaga. Mostre-nos quem é, cite nomes e de onde vc tirou que a pessoa é uma feminista?!

Se lutamos tanto contra a violência doméstica, pelo direito à segurança, integridade física e mental, pq ficaríamos felizes com o assassinato de um homem?!

Anônimo disse...

PARA Leandro

Não sei que obsessão é esta pelo Robert Pattinson! Vc tá apaixonado pelo cara? Porque tanta revolta se o homem perdoou ou não a namorada?
Sabe como se chama isso? Falta do que fazer!
Aposto que vc deve ser um destes hipócritas que vigiam qualquer deslize feminino mas enchem a cabeça da namorada de chifre! Isto é se alguma mulher é louca de pedra pra ficar com um babaca machista e ignorante como vc!

Sawl

Anônimo disse...

PARA Anônimo das 10:53

A tal "menina com pênis" é infinitamente mais homem que vc seu otário machista!

Anônimo disse...

PARA Anônimo das 11:01

Esse moleke é muito mais homem que vc, seu machista mal amado!
Reatar, voltar a convivência com a outra pessoa mesmo que seja pra não voltar o relacionamento, NÃO significa falta de virilidade e masculinidade significa AMADURECIMENTO, INTELIGÊNCIA, HUMANIDADE.
O que tem que "morrer" seu babaca, é a misoginia de apedrejarem mulheres que erram(não to defendendo traição de nenhum lado) mesmo que o apedrejamento seja no sentido "social" e exaltarem homens adúlteros como os "garanhões". A misoginia é que tem que morrer!
Vá estudar e aprender a ser homem de verdade invés de escrever o que tem no seu intestino!


Sawl

selena disse...

é um absurdo com tratam ela,o diretor foi igualmente podre e n esta sofrendo nem um décimo do q ela passa.
mas ela trair ele e depois ter a cara de pau de dizer q ama,é demais né.

pra mim traição n tem desculpa,seja homem ou mulher.

eu tava lembrando de um programa americano dr.phill ,em um programa tem uma mulher que namora um cara bem mais novo e o apresentador olha pra ela como se fosse uma criminosa,em outro programa o mesmo tema,só q era um homem namorando uma novinha.
ai a coisa mudou né,ele até reprovou ,mas dando umas risadinhas,como se n fosse nada demais.
hipocrisia nojenta.

Anônimo disse...

PARA RIDÍCULO Anônimo das 11:14

O diretor saiu ganhando NÃO porque vc e um bando de misóginos ignorantes e com cocô na cabeça o consideram "homem de verdade", o diretor saiu ganhando porque a sociedade e a mídia machistas não viram problema em um HOMEM ter cometido adúlterio!
Quer dizer, segundo VOCÊ, a garota que é uma jovem e talentosa atriz por ato de imaturidade e abalada porque acreditava que o namorado a traiu com a colega de trabalho do filme "Lembranças", é "uma mulher promíscua e de conduta duvidosa" porque se envolveu com o diretor que é um homem mais velho, maduro, casado e com dois filhos, mas, ESTE que é (voltando porque um tipo ignorante como vc tem que explicar direitinho) homem mais velho, maduro, casado e com dois filhos NÃO é um homem PROMÍSCUO que não deve ser recompensada com relacionamento, seriedade e dedicação?! Ou vc acha que a ESPOSA do cara não foi tão(ou até mais) humilhada que o Robert pela traição pública?!
E quem disse seu BURRO, que uma atriz talentosa de carreira promissora queria se "aproveitar", "manipular" um homem mais velho, casado e com filhos?! Será que não seria PIOR pra ela(como tá acontecendo)? O que ela ganharia em troca do deslize impensado? Dinheiro, fama? Tudo isso ela JÁ TEM com trabalho árduo desde criança!
Traição é errada de AMBOS OS LADO! Ela errou, o diretor errou também!
Vejo INÚMEROS casos de homens famosos que: traem, agridem e até(como no caso do Mike Tyson) estupram, e vejo inpumeros babacas sem cérebro como que defendem estes caras!
Coitada da tua mãe que botou um machista, fracassado, mal amado como vc neste mundo
Vá estudar, tente ser um ser humano melhor, deixa de ser moleque e se torne um HOMEM DE VERDADE!




Sawl.

Anônimo disse...

É dificil não falar no fim da monogamia no caso da Kristen,pois eu já notei q o peso é tão grande p mulher, porque na verdade para o homem ser fiel já não e cobrado a muito tempo,então o q as mulheres estão fazendo nesse modelo falido?

Anônimo disse...

PARA Anônimo das 18:33

Caro Anônimo
Em relação ao Woody Allen foi PIOR! Ele foi casado há anos com a Mia Farrow e a traiu e a abandonou com a FILHA ADOTIVA! Quer mais humilhação que isso!
No entanto vejo várias pessoas idolatrando o cara.
No caso do Roman Polanky é ainda PIOR. O cara ESTUPRA uma garota de 13 anos e ainda tem uma legião de defensores!
O curioso é que aposto que muitos destes defensores do "diretor estuprador" são os mesmo que estão quase tacando pedra na Kristen. Hipocrisia é dose, querido!


Sawl

Vitória disse...

Anônimo das 19:01


Dizer que a monogamia é um modelo falido é super tosco! Nenhum modelo de relacionamento é falido! Uns se dão bem com a monogamia, outros com os relacionamentos abertos, cada casal se encontra de uma forma. Concordo que não se deve pregar que a monogamia é o único modelo viável, da mesma forma, não se deve generalizar e dizer que a mesma é um modelo falido opressor de qualquer pessoa. Funciona para alguns e não funciona para outros. Simples.

Agora que é um saco esse discursinho do "tadinha, é monogâmica, alienada, amélia, submissa, liberte-se, vc está presa no patriarcado, blablabla", com certeza é.

Sara disse...


No dia q a sociedade parar de endeusar a monogamia,é o dia em que esse tipo de coisa n acontecera mais
[2]

Anonimo das 18.14, ja fui jovem e inexperiente, e não vou me envergonhar de dizer que reprovava qualquer um q traisse seus relacionamentos, pois me julgava a pessoa mais correta e integra da face da Terra.
Cheguei mesmo ao cúmulo de cortar relações com uma parente muito próxima a mim, pois eu em minha petulância juvenil achava que tinha o DIREITO de julgar essa minha familiar, e sei causei muito sofrimento a ela.
Apenas para mais tarde saber da pior forma que nossos próprios preconceitos muitas vezes se voltam contra nós mesmos, pelo simples fato que NUNCA seremos perfeitos, nenhum de nós.
E que a vida apresenta situações e nuances que só quem esta ali vivendo é que pode avaliar, e que causa a quem esta envolvido uma serie de sentimentos conflitantes dificeis de lidar.
Agora termos que encarar o julgamento perverso de toda uma sociedade que joga uma carga de culpa encima dos ombros das mulheres que não chega nem próximo da benevolência com que são tratados os deslizes masculinos, e de dar revolta mesmo contra todo esse sistema.

Gabriel disse...

Não li os comnetários, Mas eu acredito que o caso da Kristen vai além dos problemas do gênero sexual. O que eu acho que aconteceu também foi uma quebra da imagem idealizada que ela representa. Ela assumiu um papel no Crepúsculo da princesa da história ( é mais ou menos isso, não?), e carregou todo o ideal da "mocinha" com a pessoa que ela é. As pessoas que julgam o ato dela são na maioria fãs, que assumem que a traição foi contra o Edward( Que vai além do ator). Além do fato de ela ser mulher - e traições de mulheres na nossa sociedade cristã são da melhor classe de pecado - ela representa um ideal de como uma garota, que está lendo o livro e está se desenvolvendo psi e emocionalmente, deveria se tornar como mulher. E quando um herói trai o seu povo, ele se transforma no maior vilão da paróquia. E ela não vai participar do novo filme da branca de neve porque a mulher do diretor do filme, que foi com quem a kristen ficou, proibiu o marido de escalar ela. Acho importante levantar essas questões pra não ficar só no sofrimento da mulher na sociedade. O assunto vai além.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Falou tudo, Lola.
Atualmente tenho visto muito dessas coisas nas eleições. Homens que se candidatam a prefeitos e vereadores e muitas vezes toda a cidade sabe que já foram infiéis, tiveram filhos fora do casamento, até cometeram crimes como violência doméstica. E no entanto estão aí, nada abalou a carreira política deles, a maioria nem cogitando em deixar de votar em um homem por nada disso. Mas se for uma mulher a fazer qualquer dessas coisas, ah... É como já dizia aquela música "uma mulher não pode vacilar"...

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ah, só mais um comentário.
Acho que a Kristen Stewart poderia ter tentado se manter longe desse circo feito pela mídia.
Ninguém tem nada a ver com a vida particular dos dois. Ao dar declarações públicas, pedir perdão em público, ela apenas fez o que a mídia queria.

Anônimo disse...

Faço uma correção

"Em relação ao Woody Allen foi PIOR! Ele foi casado há anos com a Mia Farrow e a traiu e a abandonou PELA FILHA ADOTIVA deles! Quer mais humilhação que isso!"


Eu fico impressionada do quanto existe misoginia em nossa sociedade.
Vamos avaliar casos escândalosos envolvendo homens famosos:

Woody Allen trai a companheira de anos com a filha adotiva (que era MENOR de idade na época!) e casa mais tarde com esta - "sem problema".

Ashton Kutcher trai a esposa de anos de casamento - "sem problema".

Diretor Rupert Sanders(este é o nome do "cara que os mascus idolatram agora) é pai de dois filhos, trai a esposa publicamente - "sem problema" (até teve contrato renovado pra continuação do Branca de Neve e o caçador).

Tiger Woods trai a esposa com várias prostitutas - "sem problema".

AGORA vamos para os casos mais graves:

Cris Brown AGRIDE a então namorada Rihanna ao ponto de deixar seu rosto deformado - "sem problema".

Mike Tyson estupra uma candidata a Miss América - "sem problema".

Charlie Sheen atira na então namorada Kelly preston, tenta bater com uma cadeira em uma garota que não quis transar com ele(poderia ser mais patético?), agride, trai e humilha publicamente a bela primeira esposa Denise Richards, trai a nova esposa, assedia a jovem atriz Mila Kunis querendo que esta seja "namorada"(ele quis dizer "vadia" na verdade) dele(no caso a garota disse que tem NOJO DELE, kkkkk, bem feito otário!), vive enfiando o nariz na cocaína, envergonha o pai(o ator Matin Sheen) e os filhos - "sem problema"(para alguns, para outros "ídolo", "garanhão", "fod..."! Tem que ser muito babaca e fracassado pra idolatrar um cara desses!).

Roman Polanky , renomado diretor, ESTUPROU uma menina de 13 anos - "sem problema"(e ainda tem muita gente o tratando como "coitadinho" e CULPANDO a garota, agora uma senhora casada e mãe de família!).

Agora vamos avaliar casos famosos envolvendo mulheres:

Jodie Foster se assume lésbica - carreira de atriz irregular, porém, diretora e produtora estável graças a ELA MESMA!

Meg Ryan teve rápido caso com o australianos Russell Crowe - de trajetória de sucessos como a "Namoradinha dos EUA" a carreira minguada.

Kristen Stewart se envolveu por pura atração com um diretor mais velho, casado e pai de dois filhos - O diretor se "safa" enquanto a garota sofre verdadeira trajetória de: ofensas, ataques, entre outros atos de pessoas movidas por moralismo e covardia.

Dois pesos, duas medidas.
Para os misóginos, conservadores da moral alheia, reacionários, recalcados, hipócritas, até ESTUPRO DE MENOR é "perdoável"(às vezes até alegam que o cara foi pelo "instinto" e a vítima que é "culpada") quando se trata de HOMEM; mas, quando se trata de mulher que comete deslize é "apedrejamento social"!
Se dependesse deste "povinho ignorante, preconceituoso, ridículo e mal amado" ainda estaríamos na "Idade Média"!


Sawl

Anônimo disse...

Olá Lola, gostaria de compartilhar com você uma notícia que saiu essa semana no Washington Post e me chamou a atenção. Uma professora da American University, universidade conhecida internacionalmente, teve que levar a filha que estava doente em uma situação emergencial (pois não conseguiu ninguém que ficasse com ela e não pôde deixá-la no daycare) para sua primeira aula na universidade, por curiosidade, uma aula sobre Antropologia e Gênero. Explicada a situação para os alunos, deu sua aula normalmente. No final da aula, teve que amamentar a filha, o que fez naturalmente e continuou lecionando. No dia seguinte, o assunto virou comentário no campus e uma aluna do jornal estudantil, The Eagle, veio entrevistá-la sobre o acontecimento "inusitado" do dia anterior, querendo que ela expusesse a situação por qual tinha passado no campus. Irritada com a notoriedade do simples fato de amamentar a filha em público, a professora expôs o assunto em um blog, dando seu ponto de vista sobre o porquê de algo absolutamente normal ter se tornado polêmica dentro da universidade, e se perguntando o porquê daquilo dever virar notícia, afinal, ela estava fazendo algo que milhares de mulheres fazem no dia a dia. Acho, como ela, lamentável que este tipo de acontecimento seja classificado como "incidente" no campus e, ainda por cima, com reportagem feita por uma jovem aluna. Enfim, achei que o que ocorreu levanta um assunto interessante, pois mostra o quanto a sociedade ainda é misógina - mesmo em um local em que não deveria - e que tem tudo a ver com o seu blog (apesar de não ter nada a ver com este post rs desculpe). Abraços! Fernanda.

Link para o Washington Post:

http://www.washingtonpost.com/local/education/american-university-professor-breast-feeds-sick-baby-in-class-sparking-debate/2012/09/11/54a06856-fc12-11e1-8adc-499661afe377_story.html?tid=pm_local_pop

Link para o artigo da professora:

http://www.counterpunch.org/2012/09/05/exposeing-my-breasts-on-the-internet/

Fábio RT disse...

Carolina Lucas de Paiva

Não...mas não tem nada de pessoal nisso...

Só achei que a frase generalizava demais... juntava todos os homens no mesmo saco...

Mas com certeza você não queria dizer isso ... foi só um lance de interpretação mesmo...

Abração

Mordred Paganini disse...

Anônimo disse...
Pode odiar o Rush Limbaugh, mas ele não é contra o anti-concepcional, ele era contra isso ser fornecido com dinheiro dos impostos (no caso das faculdades) ou que os empregadores fossem obrigados a arcar com esses custos.

A mulher é livre pra fazer o que quiser e se precisa da pílula é só comprar. Não quer? Tem a camisinha, diafragma e outras opções, e quem sabe um dia chega a pílula masculina (que embora digam que não dá pra confiar nos homens, ué isso não impede de vc continuar tomando a sua pílula).

13 de setembro de 2012 18:27

___________________________________

Anticoncepcionais custam mais de 100 dólares a caixa nos EUA. Diafragma é altamente ineficaz e DIU não pode ser usado por qualquer mulher. Existem problemas de sáude que podem ser evitados com o simples uso de anticoncepcionais. Não faltam mulheres perdendo seus ovários por causa de máfia da indústria farmacêutica e da máfia das empresas de seguro. Então, senhor, menos, bem menos!

Mordred Paganini disse...

"Em relação ao Woody Allen foi PIOR! Ele foi casado há anos com a Mia Farrow e a traiu e a abandonou com a FILHA ADOTIVA! Quer mais humilhação que isso!"

________________________________

O que o Woody Allen fez com Mia foi abominável, eu concordo. Mas sejamos honestos aqui: a garota nunca foi filha dele. A garota era filha adotiva da Mia Farrow que, se eu não me engano, tinha uns 8 filhos adotivos. O único filho do Woody Allen é o filho biológico que ele teve com a Mia.
Ele começou o romance com a garota quando esta tinha 17 anos e dura até hoje. Ela não tinha 13 anos como alguns dizem e sequer foi criada por ele como filha.
Enfim, crucifiquem o cara pelo que ele fez e não pelo que ele não fez.

nina disse...

Ahh, tá. Então é por isso, temos provas do que ela fez! Como não percebi antes?

E o Rupert Sanders? Qual a opinião geral sobre ele?
Não me interessa, na verdade. Mas então cadê ele sendo perseguido também?


Ao dar declarações públicas, a Kristen estava atendendo a pedidos do Robert, pelo que se falou. Ele foi publicamente humilhado, então ela se desculpou publicamente.

E de novo, não é esse o ponto da discussão. É a ideia generalizada de que ela merece ser condenada e punida repetidamente.

André disse...

Sawl,
No caso do Mike Tyson "sem problema" significa cumprir pena, encerrar a carreira e falir.

Roxy Carmichael disse...

vamos lá:

VITORIA

eu espero que você consiga entender que não existe gosto pessoal. isso é uma tecla que a lola sempre bate e não é só ela que pensa assim, pierre bourdieu fala sobre a falácia do "gosto pessoal" porque sabemos todos que as nossas escolhas não são casuais e reflexos de nossas personalidades singulares. por exemplo: porque a imensa maioria das mulheres escolhe homens mais altos que elas, ou mais velhos (ainda que a diferença seja pouca?) porque na nossa sociedade assimetrica e machista, é preciso haver uma diferença mínima que seja entre o casal e essa diferença é logicamente sempre reafirmando a superioridade do homem e a inferioridade da mulher. por que as mulheres então continuam a escolher a partir desses critérios que reforçam a inferioridade delas na nossa cultura? por que os mecanismos de sustentação da dominação masculina estão naturalizados a tal ponto de em alguns aspectos se fazerem invisíveis, como nesse exemplo. a monogamia na teoria é para os dois, mas todos nós sabemos que a nossa sociedade é conivente com a traição masculina e não com a feminina, tanto é que se vc chamar uma mulher de corna, o efeito será muito, mas muito diferente mesmo do que chamar um homem de corno. pq se espera que a mulher seja traída, o homem não só não se espera como o que está sendo julgado é o fato de ele não ter conseguido controlar a esposa, o que está sendo julgado é a sexualidade da esposa (pq como sabemos, a sexualidade da mulher deve ser o mais reprimida possível, que a repressão sexual atribui certo valor à mulher). no mais, já falei isso em outro post, justamente o post sobre monogamia, esse desejo direcionado a uma única pessoa, não é algo simples que "funciona pra umas pessoas e para outras não..." faz parte de um conjunto de práticas e habitos que mantem certa ordem social baseada na divisão do trabalho e na reprodução social (homem cultura, espaço publico, mulher natureza, espaço domestico) que por sinal é a BASE da dominação masculina! e ainda tem um agravante: na sociedade atual afetada pelo neoliberalismo louco dos anos 90, o espaço publico foi destruído e as pessoas passaram a valorizar mais a vida privada e intima e a relação monogamica é a maior expressão desse individualismo, pq justamente o desejo, mas não só, o amor que deveria ser direcionado na mesma intensidade a mais pessoas, a uma comunidade, fica ali preso àquela pessoa, porque afinal, o mundo é uma merda e os polítcos roubam o nosso dinheiro, não se pode fazer nada, então eu fico aqui com meu amor, sendo única e especial pra ele, ja que nem todo mundo pode ser celebridade, ao menos eu posso ser celebridade praquela pessoa única pessoa que vai pensar em mim, falar de mim, e me desejar. e isso não sou eu que to falando mas o gilles lipovtesky (leia a sociedade da decepção), o zizek também tem um video em que fala isso, joga no youtube. então se vc quiser ser monogamica, realmente a decisão é sua, nem eu, nem a lola (que por sinal é monogamica, assim como eu!) vamos decidir por vc. mas a diferença entre vc e a lola (e eu) é que assumimos a monogamia mas não assumimos desde a historia pra boi dormir de que é uma opção, de que é uma escolha muito da individual, ela, assim como eu, sabe muito bem que é o padrão hegemonico, que sustenta a nossa sociedade com o que há de bom e com o que há de ruim nela, e que as outras opções estão longe, mas muito longe mesmo de gozarem do mesmo respeito que a monogamia goza, porque sabemos que é a MONOGAMIA que sustenta a idéia de família que é a primeira instituição da nossa sociedade e ai já to me repetindo de novo
entao assim nao leve como ofensa pessoal, entenda a opinião e os argumentos embasados que estão sendo apresentados, só por favor não seja desonesta a ponto de reduzir a questão a "monogamia funciona pra uns e não pra outros".

Samantha Steil. disse...

Honestamente, não sei se evoluímos muito, no Brasil, da época do estatuto da mulher casada (mulher casada tinha o cpf do marido, pode? Dentre outras cositas).

O fato é que ser mulher e ter atitudes de "homem", afinal, so homem pode se dar ao luxo de não ser monogâmico é condenação sumária, cadeira elétrica sem direito a extrema unção.


Triste minha gente.

Anônimo disse...

Achei digno o post, não tinha pensado nesse aspecto. Podemos perceber por exemplo o caso do Brad Pitt que traiu Jenifer Aniston na epóca sua esposa com Angelina Jolie, e toda a campanha midatica da envolveu uma guerra entre Angelina Jolie e Jenifer Aniston, o Brad Pitt nunca foi "crucificado" como essa menina está sendo.

Gabriela Todd disse...

Lola, queria muito ouvir a tua opinião sobre o site/grupo de humor "Parafernalha", que conta com alguns vloggers famosos (Felipe Neto, Kéfera, Cauê Moura...). Os vídeos exclusivos do Felipe Neto costumavam ter um conteúdo interessante, mas o grupo acabou se tornando mais um profetizador da babaquice na minha opinião. Em especial, selecionei esses dois vídeos pra você:

http://www.parafernalha.com.br/video/Desce-a-Letra---Humor-Negro

e http://www.youtube.com/watch?v=mV3IR94zXac

O site é http://parafernalha.com.br

Desde já, obrigada. :*

Anônimo disse...

Não tem a ver com o assunto, mas a cidade de Juárez no méxico, é uma das cidades mais misóginas que já vi. Lá os homens espancam, estupram ,matam mulheres por prazer e têm a conveniência da polícia pra isso. Dizem que inclusive estupradores vinham de fora para matar e estuprar, com a certeza de ficarem impunes. Existem alguns filmes a respeito: cidade do silêncio, a virgem de Jurez entre outros.
noticiadacorte.blogspot.com/2010/05/assassinato-em-juarez-mexico.html?m=1

http://revistamarieclaire.globo.com/Revista/Common/0,,EMI205728-17737,00-JUAREZ+A+CIDADE+QUE+ODEIA+AS+MULHERES.html

Vitória disse...



Roxy Carmichael


Vc diz que "pierre bourdieu fala sobre a falácia do 'gosto pessoal' porque sabemos todos que as nossas escolhas não são casuais e reflexos de nossas personalidades singulares. por exemplo: porque a imensa maioria das mulheres escolhe homens mais altos que elas, ou mais velhos (ainda que a diferença seja pouca?) porque na nossa sociedade assimetrica e machista, é preciso haver uma diferença mínima que seja entre o casal e essa diferença é logicamente sempre reafirmando a superioridade do homem e a inferioridade da mulher". Pois bem, falando pela MINHA EXPERIÊNCIA, vejo que minhas amigas escolhem seus parceiros de acordo com a mesma faixa etária que a delas. A maioria das mulheres que conheço se relacionam com homens nesse padrão, talvez com alguns poucos anos a mais. Realmente é comum na sociedade ter um homem 5 anos mais velho que a mulher, mas grandes diferenças etárias não são, e falo por experiência própria. Sou casada com um homem 27 anos mais velho do que eu, e em nenhum momento fui coagida a isso. Pelo contrário, quando anunciei meu relacionamento com ele, muitas pessoas reprovaram, alegando ser "estranho" um casal com uma grande diferença assim. Da mesma forma que ninguém quer seu filhinho casado com um homem, ou sua filhinha casada com uma mulher, a grande maioria dos pais não querem seus rebentos casados com alguém muito mais velho ou muito mais novo. Talvez relacionamentos desse tipo sejam comuns no mundo dos milionários, dos Eikes Batista e das Suzanas Vieira, mas com certeza, não é no nosso. Meu marido não é um milionário e eu não sou a Dolores Haze. Muito pelo contrário. Me apaixonei pela pessoa que ele é (a melhor que já conheci em toda a minha vida), sem levar em consideração a idade. Nós pagamos o preço. Somos vítimas de fofocas, de comentários do tipo "ela não e sua filha?!", dos julgamentos, e passamos por cima disso tudo, com muito amor, muita cumplicidade, muita admiração, muito te***... se é que vc me entende.

Se gosto pessoal não existisse e tudo fosse definido pelo status quo, não existiriam gays, lésbicas, transexuais e casais com grandes diferenças etárias. Pois da mesma forma que nenhuma gay é criado para ser gay (sabemos que todos nós somos criados para sermos heteros), eu não fui criada para me casar com um homem "muito" mais velho do que eu. Pelo contrário, apesar da minha família nos aceitar bem (e digo isso baseado no núcleo padrasto e mãe, que é o único que importa verdadeiramente), sei que eles estavam muito mais confortáveis com a ideia de que eu casaria com um homem da mesma faixa etária que eu.

Vitória disse...

(continuação) Quanto a modelos de relacionamento, tenho por mim que isso é múltiplo. Há espaço para a monogamia, a poligamia, a poliandria, o poliamor, o casamento aberto e por aí vai. Me irrita muito essa ideia de que a monogamia é a vilã, pq estamos transferindo o verdadeiro culpado. A culpa da opressão feminina não é a monogamia, é a desigualdade, a misoginia, e enquanto essa dupla existir, ela vai fazer mal. Da mesma forma que agentes usam o espaço da monogamia para sujeitarem suas mulheres, isso tb acontece em relacionamentos ditos "abertos". Pq ninguém comenta dos homens que utilizam a desculpa do relacionamento aberto pq lhes é conveniente, mesmo que a ideia não agrade suas mulheres? Conheço casos em que a mulher aceitou estar em um relacionamento assim, não pq ela queira ficar com outras pessoas, mas por ela ser tão apaixonada que, para ficar com AQUELE homem, aceita qualquer coisa? E mesmo sofrendo, mesmo o tal modelo não se encaixar nas convicções que ela tem para a vida DELA, ela aceita. O problema não está no modelo de relacionamento, e sim na desigualdade entre os gêneros. E fica a dúvida: Se, para vc, a monogamia é espaço para opressão, e que além disso não é uma escolha, só uma imposição ditada pelo status quo, e é graças a ela que inúmeras mulheres estão sujeitas à violência física e emocional, pq vc é monogâmica?

Quanto ao Pierre Bourdieu, é muito, muito feio pegar um autor fora de seu contexto e encaixá-lo como bem entender. Bourdieu nunca afirmou que a individualidade não existe. Uma coisa é perceber os padrões sociais e afirmar que eles tem relevância. Outra coisa é afirmar que escolhas individuais não existem.

Anônimo disse...

Aqui fala mais sobre o Feminícidio no México:

bdbrasil.org/2011/04/22/ciudad-juarez-a-ponta-do-iceberg-do-feminicidio/

LisAnaHD disse...

Mordred, encontrei informaçao sobre o preço da pilula e li que o preço varia de 9 a 84 dólares por mês... nao entendo mais nada pq eu já ouvi mulher na TV dizendo que gasta 100 dólares/mês comprando a pílula.
http://www.kevinmd.com/blog/2010/09/contraceptive-pill-prices-huge-price-range.html

http://radioviceonline.com/cost-for-birth-control-pills-near-georgetown-9-at-target/

e aqui sobre a pílula do dia seguinte - é vendida sem receita médica pra mulher a partir dos 17 anos, mas nao fica nas prateleiras ao alcance da cliente, tem de pedir pro farmacêutico
http://ec.princeton.edu/questions/eccost.html

Mordred, desculpe-me se passei info falha, mas fui pelo discurso de Sandra Fluke e pelo que ouvi de outras mulheres na TV. De qq forma a pílula por 9 dólares por mês é genérica e nem toda mulher se adapta a ela e no caso poderá entao gastar quase 100 dólares por mês sim.

Vitória disse...

"pq justamente o desejo, mas não só, o amor que deveria ser direcionado na mesma intensidade a mais pessoas, a uma comunidade, fica ali preso àquela pessoa, porque afinal, o mundo é uma merda e os polítcos roubam o nosso dinheiro"

Desculpa, mas não sou cristã o suficiente para amar todas as pessoas e nem quero. Imagine eu amando um monte de machinho de piupiu duro. Credincruis.


"mas a diferença entre vc e a lola (e eu) é que assumimos a monogamia mas não assumimos desde a historia pra boi dormir de que é uma opção, de que é uma escolha muito da individual, ela, assim como eu, sabe muito bem que é o padrão hegemonico, que sustenta a nossa sociedade com o que há de bom e com o que há de ruim nela, e que as outras opções estão longe, mas muito longe mesmo de gozarem do mesmo respeito que a monogamia goza, porque sabemos que é a MONOGAMIA que sustenta a idéia de família que é a primeira instituição da nossa sociedade e ai já to me repetindo de novo"


Então vc e a Lola admitem que só são monogâmicas pq a monogamia faz parte do padrão hegemônico, e que só por meio dela vcs adquirem certo respeito perante a sociedade? Ou seja, no final admitindo que só seguem tal modelo pq é bem aceito socialmente?



ps: Lola, nem sei qual seria a sua opinião nessa questão, mas como as pessoas sempre colocam vc no meio, incluo vc no meu questionamento tb.

lola aronovich disse...

Vitória, muito legal tudo que vc disse, e concordo contigo: ninguém é superior por não ser monogâmico. Assim como ninguém é superior por deixar o cabelo crespo (fora do padrão de beleza) em vez de alisá-lo. Mas concordo também com a Roxy sobre gosto pessoal. O que é vendido como gosto pessoal é na maior parte das vezes o padrão, nada mais que o discurso oficial. E é tudo vendido tão naturalmente que a gente nem questiona. Esse é o ponto principal da ideologia (qualquer uma): ela ser vista como algo inquestionável. É assim que a gente naturaliza discursos. Como eu falei, eu sou monogâmica, gosto de ser monogâmica, mas... a verdade é que quantas vezes eu pensei sobre o assunto? A monogamia foi algo “natural” pra mim e pro maridão porque crescemos numa sociedade que ensina monogamia como único modelo. Eu acho totalmente aceitável praticar a monogamia. Mas também temos que questionar esse discurso (como todos os outros, inclusive esse de homem ter que ser um pouco mais alto e mais velho que a mulher, como a Roxy colocou).
Eu falei um pouco mais de monogamia num comentário aí em cima, e também aqui. Meu posicionamento contra a monogamia tá meio como meu posicionamento a favor do veganismo: concordo, mas não estou pronta pra mudar. E nem sei se estarei.

Anônimo disse...

Desculpem a franqueza, mas lendo alguns comentários, me parece que a luta de muitas, e para que as mulheres tenham o direito a serem tão promiscuas quanto o homens ?

Não deveriamos lutar para que os gêneros se igualem no que tem de melhor, e não pior ?

Leio Lola Leio disse...

Vocês já devem ter visto isso, mas acabei de ler. Lola, veja que lindeza: Pai usa saias para apoiar filho de 5 anos que gosta de usar vestidos http://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/pai-usa-saias-para-apoiar-filho-5-anos-192554815.html

Vitória disse...


Lola, nunca defendi que a monogamia seja o único modelo de relacionamento. Pelo contrário, acho ótimo que as pessoas se conheçam, saibam quais são suas preferências e desconstruam mitos. Mas tb acho que muitos indivíduos transferem a verdadeira culpa. Ao invés de apontarem o machismo como a causa da opressão feminina, apontam a monogamia, sendo que é só um modelo de relacionamento entre tantos outros. Eu faço parte da minúscula parcela que tem informação, que já leu e conversou sobre poliamor e relacionamentos abertos, e mesmo assim prefere a monogamia por se sentir bem dentro dela. Eu acredito que, enquanto existir desigualdade de gênero, haverá opressão. Aí pode se tratar de casamento fechado, casamento aberto, poliamor, poligamia, o que for, ainda assim será desigual se não existir igualdade de direitos entre os cônjuges.

Eu confesso que sou bem feliz sendo monogâmica, e que não vejo motivos para deixar de ser. Eu simplesmente não me interesso por outros homens, e tenho certeza de que meu marido tb não se interessa por outras mulheres. E confesso, também, que fico muito incomodada quando me tratam como uma vítima do patriarcado por ser assim, quando dizem que fui coagida a pensar dessa forma, tirando meu caráter de sujeito. Ora, sou sujeito, sou pensante, tenho voz e faço escolhas.

Quanto à questão da idade, isso serve até certo ponto como já coloquei. A mulher ser casada com um homem 5 anos mais velho? Ok, mas no mundo dos mortais (e não das celebridades e dos milionários), quando a diferença é um tanto quanto "gritante" (como alguns enxergam meu caso), o preconceito rola solto e faz a festa.






Luiza disse...

01:00

Medo de ser traído é grande, né?

E defina promiscuidade, please.

yulia2 disse...

Desculpem a franqueza, mas lendo alguns comentários, me parece que a luta de muitas, e para que as mulheres tenham o direito a serem tão promiscuas quanto o homens ?

Não deveriamos lutar para que os gêneros se igualem no que tem de melhor, e não pior ?
______________________

^^^^^
mensagem carregada de dupla moral.

engraçado que enquanto a (promiscuidade era apenas mascunina, nunca te incomodou né???
agora , do outro lado do balcão passou a incomodar???
que coisa estranha não é mesmo???
No mais... vc está interpretando , pra variar, completamente errado. ninguém aqui está lutando por isso que vc disse.... monogamia é e SEMPRE Foi um mito....
apenas isso ,mito

T. disse...

"
Anônimo disse...
Desculpem a franqueza, mas lendo alguns comentários, me parece que a luta de muitas, e para que as mulheres tenham o direito a serem tão promiscuas quanto o homens ?

Não deveriamos lutar para que os gêneros se igualem no que tem de melhor, e não pior ?
14 de setembro de 2012 01:00
"

1- Desejo = promiscuidade? Desjo = pior do gênero? O que é o melhor dos gêneros?

2- Prefiro lutar para que as mulheres tenham o mesmo nível de liberdade do que eu, como homem, tenho, e não lutar para ser tão reprimido quanto as mulheres costumam ser pelos valores da sociedade.

3- Prefiro que as mulheres lutem para ter o mesmo nível de liberdade do que eu, como homem, tenho, e não para que eu seja tão reprimido quanto as mulheres costumam ser pelos valores da sociedade.


----------

Sobre a discussão acerca de gosto pessoal que se travou acima, acho que uma abordagem como a de Bourdier peca por desconsiderar que o sujeito é um indivíduo capaz de escolhas e desejos. É como se o indivíduo fosse uma mera máquina replicadora de padrões. EU NÃO ACREDITO NISSO! Acho que existe um tênue equilíbrio entre o condicionamento recebido pela herança e o espaço para a liberdade de se construir. Caso contrário, optar por uma ideologia A ou B (por exemplo, abandonar uma herança machista e defender o feminismo ou quaisquer outras ideias que desejem ampliar a liberdade dos indivíduos) seria apenas deixar um condicionamento alienante para substituir por outro. E esse tipo de pensamento tende ao totalitarismo (o que eu penso é o que garante a liberdade do indivíduo, em contraposição às demais concepções que o alienam).

Acredito sim haver o chamado gosto pessoal. E acredito que ele é uma construção, um amálgama do qual participam os valores, as crenças, as heranças e também a singularíssima dimensão pessoal do olhar do indivíduo. Do contrário, seria forçoso aceitar que todos aqui somo máquinas replicantes de ideários, o que me parece um pensamento falacioso (nesse sentido, tendo a discordar da Lola, porque não aceito apenas a dimensão do condicionamento do olhar como determinante para o que se chama gosto pessoal). No entanto, tendo a aceitar que heranças muito opressivas e totalizantes impeçam o indivíduo de olhar para seus próprios gostos, colocá-los em perspectiva, ou mesmo aceitá-los. E nesse ponto, concordo com o que a Lola diz sobre o fato de naturalizamos certos discursos como inquestionáveis -- e com a necessidade óbvia de questioná-los.

Aceito que a monogamia seja um gosto pessoal, embora lamente que em nossa sociedade ela seja uma oposição. Aceito que desejar mulheres com uma aparência Y seja gosto pessoal, mas lamento que nossa sociedade limite nossas escolhas a um padrão. Concordo que a heterossexualidade seja um gosto pessoal, mas lamento que a heteronormatividade o torne A única acertada. Portanto, para mim claramente há gostos pessoais. Mas a homogeneidade totalizante dos discursos normativos tendem a reduzir as possibilidades de desenvolvimento desses gostos.

t.

Anônimo disse...

A conta e simples moças, não se relacionem com homens que exigem fidelidade, e exclusividade, se relacionem com homens libertários, que saiam com quantas mulheres quiserem, e não lhes pedirão fidelidade também, como se vocês fossem apaixonados possessivos, ciumentos, humanos, afinal , ninguém e especial para ninguém, numa época onde tudo e descartável

T. disse...

Apenas uma correção necessária: lamento que a monogamia seja uma IMPOSIÇÃO e não uma oposição.

t.

De resto, acho que ficou um pouco confuso o ponto em que tendo a não concordar muito com a Lola. Não é no ponto em que ela diz que é necessário questionar o que engendra aquilo a que chamamos gosto pessoal. A pequena divergência é que eu tendo, no entanto, a aceitar mais o discurso do gosto pessoal, mesmo quando ele coincide com o status quo. Agora, como a Lola, sou radicalmente contra a imposição de qualquer gosto (seja muito ou pouco ortodoxo) como regra.

t.

yulia2 disse...

A conta e simples moças, não se relacionem com homens que exigem fidelidade, e exclusividade, se relacionem com homens libertários, que saiam com quantas mulheres quiserem, e não lhes pedirão fidelidade também, como se vocês fossem apaixonados possessivos, ciumentos, humanos, afinal , ninguém e especial para ninguém, numa época onde tudo e descartável.
________________

mimimim tipico de mascu....

homem que exige fidelidade em geral, não é fiel com a mulher...
prefiro um libertário, pelo menos tenho a garantia de não estar sendo enganada

Anônimo disse...

Eu vejo muita insegurança em aluns comentários, que tem ate embasamento ideológico, mas que esconde muita insegurança emocional.A prática da infidelidade sempre está relacionada à alguma carência.

Anônimo disse...

Vocês feministas, e cafajestes querem viver como um bando de hamsters numa gaiola.

Anônimo disse...

Ainda sobre o FEMINICÍDIO EM JUÁREZ que a/o anônimx da 00:10 postou..

Há um site chamado "Mulheres de Juarez" e nele tem tudo(?) sobre esse assunto. Inclusive há uma petição com míseras 14589 assinaturas - desde 2003? não quero acreditar:

Petição: http://www.petitiononline.com/NiUnaMas/petition.html

Site: http://mulheresdejuarez.webng.com/home.html

Breve trecho de um texto desse site:

"Desde 1993 ignora-se quem e por que estão cometendo estes crimes. Os motivos podem ser: cinema snuff, sexo necrofílico, tráfico de órgãos, comércio sexual, narcotráfico, corrupção policial, negócios dos “balcas” e de empregados do governo.

Estas séries de execuções não se limitam ao assassinato, mas que se distinguem por seu grau de sadismo e tortura que se aplicam ao corpo das mulheres vivas, que são penetradas por todo seu corpo, lhes são arrancados seus seios, suas entranhas são abertas, lhes removem as vísceras, são desmembradas e cortadas em pedaços, lhes destroem o crânio, são queimadas, introduzidas madeiras e substâncias tóxicas em suas vaginas e nos ânus, suas colunas são quebradas e passam-lhes automóveis por cima, este horror não respeita nem mesmo as crianças. "


Aqui o trailer do filme baseado no feminicídio na Ciudad Juárez, 'Cidade do Silêncio (Bordertown-2006)':

http://www.youtube.com/watch?v=MXKCFQHMNoo

Inclusive os números de mortas e desaparecidas citados nesse filme são bem maiores do que os dados oficiais. Será que é verdade?

Lola, muitas pessoas leem seu blog, se puder dar mais visibilidade a esse caso ou até mesmo um post dedicado haveria mais assinaturas para petição.

Sphynx disse...


É mesmo de se perguntar por que não teve o mesmo auê quando foi o Pattinson quem traiu. Inclusive eu nem sabia que ele já tinha pulado a cerca, só sei agora porque comentaram mais acima.

Falando no Pattinson, eu não gosto dele, ainda não me convenceu como ator, mas vá lá, as pessoas confundem as coisas. Ele deve ser um alvo do escárnio dos machistas faz tempo, por ele não ser o tipo que pra eles é o único que atrai as mulheres "por natureza" (já sabemos que desse tipo fazem parte, por exemplo, o Coronel Jesuíno, o Saga de Cavaleiros do Zodíaco, e principalmente o Agente Smith) e ainda assim provocar tanta histeria em garotas do mundo todo. Ver ele sendo traído deve ser um grande descarrego para os que acham essa situação intolerável, e os que não suportam ver ninguém, famoso ou não, fazer sucesso com mulheres.

Anônimo disse...

Posso falar? Acho que tudo não passa de estratégia de marketing, juro!!
Acho mesmo que o namoro era fake e que o Pattinson é gay. Convém que eles sejam namoradinhos enquanto a saga cinematográfica não termina. Isto tudo é só para chamar atençao, gente!! Como tudo que acontece na mídia...

Sara disse...

Apenas uma correção necessária: lamento que a monogamia seja uma IMPOSIÇÃO e não uma oposição.[2]

A monogamia na verdade é o único tipo de relacionamento aceito na sociedade, NÃO HA ESCOLHA NENHUMA, deixem de ser hipócritas.
Alem do que o numero de mulheres MORTAS ASSASSINADAS porque não quererem mais viver nesse sistema é um ABSURDO TOTAL.
Enquanto a sociedade continuar estabelecendo a monogâmia como NORMA, o machismo que mata tantas mulheres continuara existindo , pois a monogâmia é um dos pilares do patriarcado.

Bruna B. disse...

"André disse...
Sawl,
No caso do Mike Tyson "sem problema" significa cumprir pena, encerrar a carreira e falir."



Sem problema significa cumprir uma pena de 5 anos e ganhar milhões de dólares para cantar e dançar no filme 'Se beber não case' e no 'Caldeirão do Huck' anos depois.
Sem problema significa ser lembrado não pelo estupro mas por quase ter arrancada a orelha de outro lutador.
Sem problema significa morar numa mansão em Hollywood.
Sem problema significa ainda ser lembrado como um dos maiores boxeadores de todos os tempos e não como o babaca-estuprador-misógino-violento que é.


Sara disse...

Assinei a petição pelas mulheres de JUAREZ NO MÉXICO, o que acontece ali é uma mostra do que a misoginia e o machismo podem fazer as mulheres.
Da desânimo ver como esse nosso mundo ainda trata as mulheres, o maximo q vi fazerem em relação ao HORROR que existe ali naquela cidade , foi um filme com a Jenifer Lopes quem nem muito sucesso fez.

Pucca disse...

Gente do céu! fiquei cansada depois de passar por todos esses comentarios. chegar a esse lugarzinho aqui foi uma luta!
lamentavel ler uns comentarios aqui! logo no começo uma mulher disse "ela não presta (...) já ele é homeme e homem tem dessas coisas" kkk só fico rindo! a mulher é vista como mulherzinha, branca, respeitosa, amavel e sensenvil. acho que sou machinho e esqueceram de me avisar uahsusa sou beem o oposto!
cheguei ao teu blog através dos blog's feministas, mas acho que, pelos comentarios, o pessoal aí em cima não percebeu isso rs

Mirella disse...

Tá bom, Zé das Couves, o brave dos nicknames, o Clinton foi expulso da Casa Branca e o índice de aprovação dele foi ínfimo, todos o odeiam, ele é uma vítima, um coitado, a Monica Lewinsky não precisa trabalhar mesmo, essa vadia, dane-se que ela fique marcada como a eterna estagiária do BJ, isso foi o mais importante q ela podia fazer na vida. E o Tiger Woods ficou preso em casa chorando abraçado aos seus bilhões (com B mesmo) até hoje. Ok. A Kristen, mesmo atuando em filmes há uns 13 anos merece ser excluída de uma sequencia em detrimento de um diretor estreante e merece ser ameaçada de morte e perder emprego por trair um namorado que, pelo que se sabe, também pode tê-la traído ou não. Tá bom, essa vadia tsc tsc tsc. Chris Brown só deu umas porradas na Rihanna e gente, ninguém sabe o que aconteceu naquele carro, a vadia deve ter aprontado, não deve ter sido nada porque inclusive eles voltaram a trabalhar juntos, a Demi Moore também não deve ser fácil de se conviver, sabe, o Kutcher teve seus motivos pra trair, certeza. Acho inclusive que ele se consultou com o gentleman Sheen, que pode ter batido em algumas mulheres e andado armado e coisa e tal, mas sabe, ele é um macho viril e tadinho dele, até perdeu o emprego, mas só depois de xingar o chefe. Sabe, bem pior que agredir mulheres.
Ok, vc venceu, que lindo este mundo para mulheres, não existe misoginia nem machismo nem viés na hora de julgar traição por parte de homens e mulheres, me sinto bem mais segura agora. Doca Street tava só lavando sua honra, normalzão ae flws.


Pelamor né.

Larissa disse...

Existe uma sociedade matriarcal chamada Mozuo; o modelo de relacionamentos lá não é monogâmico, muito pelo contrário. Ainda assim, eu vi uma entrevista com uma moça de lá que planejava "fugir" com o namorado, porque a mãe dela não aceitava que ela tivesse um relacionamento monogâmico com um homem, dizia que ela deveria ter vários homens e não um só.
Do mesmo jeito que aqui monogamia sendo imposição existem relacionamentos abertos.

Anônimo disse...

Ninguém impoe nada a ninguém, aqui no Brasil você e livre para viver o que quiser em matéria de relacionamento, o que acontece e que as pessoas se importam demais com o julgamento alheio,mas se você tiver convicção no que você deseja para sua vida, seja feliz, viva como quiser, se você for independente ,pagador de seus impostos, e seu direito viver como quiser.
Mas eu percebo que o que incomoda as vezes, e que o outro não aceita tis circunstancias, e ninguém e obrigado a aceitar nada, respeitar uma opção e uma coisa, compactuar com ela e outra,tentar desconstruir desconstruir na marra o que uma pessoa tem como valores, e uma violência contra sua natureza,lhe causa sofrimento sentimental, e muitas vezes o que ocorre e a pessoa se apaixonar por alguém que tem monogamia por convicção, e tentar convencer ela do contrario, não via dar certo, ai ocorre a "pulada de cerca" o que configura uma traição de confiança.

Anônimo disse...

"Os mosuo são provavelmente a única sociedade matriarcal do mundo. Nessa etnia, as mulheres não acreditam que a família tenha como base um casal. Os encontros amorosos costumam acontecer durante a madrugada, quando ninguém pode ver o rapaz entrando no quarto da moça. Se ela engravidar, há absoluta discrição sobre a identidade do pai – e, ao longo da infância, a principal referência paterna da criança são os homens da família da mãe. Caso o casal decida viver junto e faça isso por toda a vida, apenas a mulher tem direitos sobre a criança. O sobrenome que se carrega é o materno, a herança é transmitida de mãe para filha, a administração dos assuntos da casa está sob o comando da mulher. Segundo o repórter da MC Espanha, essa é uma das principais razões que explicam “a estabilidade econômica e a fortaleza social dessa minoria ética”. Fica a pergunta: será que um mundo comandado de fato por mulheres seria um mundo com menos guerras e crises econômicas e políticas?"

http://colunas.revistamarieclaire.globo.com/mulheresdomundo/tag/sociedade-matriarcal/

Aniram disse...

Esse tipo de fofoca sobre famosos é tão comum, que nem costumo dar muita bola. Mas o texto me fez pensar o quanto coisas aparentemente "bobas" assim podem influenciar tanto, podem reforçar preconceitos que a gente nem se dá conta que tem! Se isso tudo foi forjado ou não, se foi golpe de marketing ou verdade, não importa. O escândalo maior pra mim não é a traição em si, é a capacidade que a mídia tem expor e manipular! Torço muito pra que os fãs dos atores (e demais pessoas), ao sairem em busca de mais informações sobre o caso no google, caiam aqui no seu blog e possam refletir um pouco!

Caroline disse...

Lola,

Kristen está sendo crucificada sim, pelo erro que cometeu. Ninguém pode julgar, e todo aquele bla blá blá. O problema é a postura que ela tinha antes do episódio. Discurso sobre lealdade, honestidade, esconder a vida pessoal,não se vender e tal. Ela era namorada do Robert há 4 anos e nunca foram fotografados se beijando. Muito da revolta dos fãs vem do fato de ela ter se esfregado publicamente com um diretor, onde qualquer um poderia ver. Vai totalmente contra a postura que ela defendia. Então muita gente se revoltou por isso, porque acham que ela na verdade tinha uma máscara. Nem vou entrar em detalhes sobre tudo que já sabemos sobre o machismo da sociedade, só queria esclarecer algo que talvez nem todos os leitores do blog saibam, que era a maneira como ela se comportava.

André disse...

Bruna B.
O Mike Tyson foi para a cadeia, cumpriu pena, pagou pelo crime que cometeu. O que você queria mais? Cadeira elétrica? O Polanski não pagou pelo crime que cometeu e muita gente aqui acha que ele deve ser perdoado. Qual a diferença? Um faz filmes sensíveis e outro é um brucutu?
Ele ganhou para "atuar" em filmes e programas de TV, ou seja, trabalhou e foi remunerado por isso. Qual o problema?
Ele sempre será lembrado pelo estupro, por ter arrancado parte da orelha do Hollyfield e, principalmente, por ter sido um dos maiores boxeadores de todos os tempos. Justamente porque ele passou mais tempo sendo um dos maiores boxeadores de todos os tempos do que mordendo orelhas ou estuprando.

Anônimo disse...

Fica a pergunta: será que um mundo comandado de fato por mulheres seria um mundo com menos guerras e crises econômicas e políticas?"

http://colunas.revistamarieclaire.globo.com/mulheresdomundo/tag/sociedade-matriarcal/

-
A resposta e não!!

Somos a mesma especie, e não a mulher um ser superior e mais evoluído, a complicada geopolítica mundial não tem como ter referencia uma pequena sociedade de vilarejo,ninguém gosta de guerras ( a não ser os fabricantes de material bélico como o EADS, que tem uma mulher em sua vice presidência) mas elas ocorrem, e ai existe uma grande diferença entre gostar de guerrear, e ter a necessidade de guerrear para defender sua cultura, seu povo, os judeus aprenderam isso na segunda guerra,em especial em Varsovia, e hoje em israel todos prestam serviço militar, inclusive as mulheres.

Anônimo disse...

Eu vim a este espaço reclamar, minha namorada trata meu penis como objeto sexual !!

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 273   Recentes› Mais recentes»