sexta-feira, 31 de agosto de 2012

DUAS NOTINHAS CONTRA O PRECONCEITO

Várias pessoas têm me pedido para divulgar o repúdio ao colunista Carlos Ramalhete, da Gazeta do Povo, então vamulá. Infelizmente, não é de hoje que o principal jornal do Paraná manifesta opiniões odiosas (não que seja o único. O Pondé tá firme e forte como teúdo e manteúdo da Folha de SP). Ramalhete tem o hábito de tomar posições conservadoras, como condenar a Marcha das Vadias e chamar cotistas de coitadinhos.
Esta semana, ele usou o velho e estúpido argumento de que se deve acabar com a diversidade porque crianças em bando são cruéis. Já ouvimos isso antes: não vamos ensinar o aluno a ser tolerante com as diferenças (afinal, escola deve se preocupar em ensinar coisas importantes, como fórmulas pra passar no vestibular), vamos é forçar qualquer criança minimamente fora do padrão a ser “normal”. Sabe, né? Vamos aterrorizar com bullying a criança gordinha até que ela emagreça, porque senão ela sofrerá demais na escola! Desta vez Ramalhete não quer é que filhos adotados por casais gays sofram. Ele considera a adoção por casais gays ou lésbicas “um abuso de autoridade por parte do Estado”. 
E olha o título do artigo: “Perversão da adoção”. Perversão! Que bacana, fazendo uma alusão a como os homofóbicos veem a homoafetividade.
Por conta de todos esses preconceitos proferidos, está havendo uma petição recomendando que leitores cancelem a assinatura do jornal até que a coluna de Ramalhete seja encerrada.
Não acho o que ele diz pior do que o Pondé -- só pra citar unzinho -- diz toda semana. Mas já assinei.

E, como homofobia e machismo andam sempre de mãos dadas, vamos a outro episódio.
Esta semana o blog Testosterona, comandado pelo (como disse a halterofilista inglesa a trolls que criticaram seu corpo) “homem mais gentil e mais atraente a engrandecer a Terra com a sua presença”, publicou um vídeo (que não é dele; aliás, parece que nada naquele blog é feito por ele, só kibado de veículos como o blog do Silvio Koerich, entre outros) que ensina um rapaz a fazer sexo anal com a namorada depois d'ela ter recusado várias vezes: bater com um tijolo em sua cabeça para que ela desmaie. Aí sim, com ela incosciente, o sujeito pode estuprá-la. Não é hilário? Ué, é humor! Logo, está automaticamente acima do bem e do mal. Nem conta como apologia ao estupro.
Após inúmeros protestos, Edu tirou o vídeo do ar, pediu as suas leitoras (ninguém nunca disse que o machismo não tem validadoras) que mandassem fotos com plaquinhas dizendo que elas são bem humoradas apesar de serem mulheres, e mandou um beijo pras feministas. É uma oferta irrecusável, considerando a beleza do remetente, mas fique com a tijolada que você tanto gosta, Edu.
Que um blog completamente idiota e misógino tenha tanto público é sinal da sociedade em que vivemos. É muito mais fácil pra um blog, um programa de TV, um artigo de jornal que valide o senso comum ter mais público que um veículo que combata preconceitos. O que eles não contam, e isso os deixa atordoados, é com a reação. Acabou o tempo de poder falar qualquer besteira contra grupos historicamente oprimidos sem ser contestado. Sem ser visto como um babaca total.
O pior é que o Testosterona é parceiro da MTV, que divulgou um daqueles comunicados que não dizem nada. E ter tirado o vídeo do ar também não significa muita coisa. Este tumblr mostra bem como uma das “piadas” frequentes do Edu é que o motivo de sexo anal ser mais gostoso é que – diz ele -- seria humilhante pra mulher. É condizente com o que acreditam as pessoas ignorantes, dessas que creem que só mulheres e gays têm ânus, e que a única zona erógena de um homem hétero é o pênis. Vamos continuar denunciando o Testosterona na página da MTV. E também na Safernet e na Polícia Federal.
Muita gente critica, até com razão, que as feministas não se mexem para criminalizar a misoginia, ao contrário do que os gays estão fazendo para criminalizar a homofobia. O racismo, como sabemos, já é considerado crime inafiançável desde 1989, e por mais que o Brasil continue sendo um país racista, os “humoristas” e politicamente incorretos (termo que virou eufemismo para abertamente preconceituosos) pensam duas vezes antes de falarem ou escreverem algo muito racista. Bom, o que o pessoal não sabe é que o PL 122 criminaliza não apenas os preconceitos contra orientação sexual, mas também contra identidade de gênero. Ou seja, ele também criminalizaria o machismo e homofobia, se fosse aprovado. Vamos ser otimistas: quando for aprovado. O PL 122 está circulando desde 2006, e sempre teve o apoio das feministas, parceiras de lutas anti-homofóbicas.
Ah, mas se passar uma lei dessas, o Edu talvez não poderá mais rir de estupro ou contar piadas altamente originais como “vai lavar louça”. Pois é, ele faria o quê da vida? Tipo, ele teria que se tornar de engraçado?! Ah, seria esforço demais pro cidadão!
Abaixo-assinado contra Testosterona e FB Orgulho de Ser Hétero aqui. Assine, por favor!

100 comentários:

Luiz disse...

Bem, a políticas de cotas nas Universidades brasileiras ou em qualquer outra parte do mundo é a coisa mais estúpida que eu já vi.

Quando essa versão mais aberrante de cotas que recentemente votada e sancionada foi publicada eu vi um brilhante artigo com o seguinte título: "Parabéns idiotas! Vocês venceram. Já a nossa concepção de sociedade retrocedeu para a idade média". Um belo artigo, muito bem escrito e demolidor de preconceitos.

Ana disse...

Fui ler o artigo da 'perversão'.

"Uma mãe até pode entregar seus filhos para que uma dupla de amigos do mesmo sexo ou uma comunidade religiosa ou hippie os crie."

Ser criado por um casal e por 'uma comunidade' é comparável?

"Ela vai estar criando uma dificuldade para a criança, mas ainda estará dentro dos limites de seu poder de mãe."

A mãe cria dificuldades? E o pessoal que fica vomitando preconceito contra a criança adotada e sua família adotiva não?

"O Estado reconhece a família porque é nela que a vida é gerada. Um homem e uma mulher se unem, geram filhos e os criam"

E casais que adotam filhos? Não são famílias, porque não geraram as crianças?

"Quando falta uma família, o Estado pode entregar a criança a outra família, que a adota como nela houvesse nascido. Conventos, comunidades hippies e uniões de pessoas do mesmo sexo, contudo, podem ser modos de convívio agradáveis para quem neles toma parte, mas certamente não são famílias."

[ironia]

Ah tá, entendi.

Família é, acima de tudo, quem tem o seu DNA, e não quem te ama e te cria.

Se você não pode viver com quem te deu o seu DNA, pelo menos tem que viver com um casal hétero que possa FINGIR que te deu o seu DNA - é uma mentira piedosa, mas pelo menos dá pra fazer de conta, né? Dá pra fingir que você não é -Eca!- adotado.

O que não pode é viver com gente que claramente não te gerou. Vão saber na hora que aquela ali não é a tua família de verdade! Aí não dá!

[/ironia]

Sérios problemas com os 'argumentos' desse tio.

Allice disse...

Eu sou bem humorada, mas se alguém precisa denegrir a imagem de algum grupo, especialmente minorias para "parecer engraçado" tem alguma coisa errada aí.

E pra alimentar o ego?
Probleminha na auto-estima.

Ana disse...

"pediu as suas leitoras que mandassem fotos com plaquinhas dizendo que elas são bem humoradas apesar de serem mulheres"

[ironia]

Claro, humor! Óbvio gente, é tudo piada!

Beeem capaz que algum cara vai de fato bater numa mulher pra conseguir sexo.

Teve aqueles de Queimadas que usaram estupro como presente de aniversário, mas né? Coisa de psicopata! Gente normal não bate/estupra, claro que não! Suas exageradas!

As pessoas gente boa que assistem os vídeos do Edu jamais fariam uma coisa assim... quer dizer, só se a mulher fosse muito cheia de frescura, mas aí ela mereceu!

[/ironia]

Se um vídeo com uma mulher levando tijolada na cabeça pro cara fazer sexo anal com ela contra sua vontade não é absurdo, então o que é? Quanto mais tem que descer o nível? Tem como ficar pior que isso???

Nojo, nojo profundo.

Patty Kirsche disse...

Esse pessoal que utiliza liberdade de expressão e a ideia de ser politicamente incorreto como desculpa pra reiterar preconceitos neolíticos é a nata dos reacionários modernos. Não há nada de revolucionário nisso, é até patética essa tentativa de distorção.

Mulheres machistas, infelizmente são uma realidade mesmo, temos que conviver com isso. Pelo menos existem homens feministas aos montes pra compensar.

Quanto ao lance de lei pra criminalizar a misoginia, eu sei que andei falando sobre isso ultimamente. Bem, eu sei que esse projeto de lei pra criminalizar homofobia é bem abrangente. Incluir discriminação quanto a gênero é um bom começo. Mas eu falo numa legislação específica pra misoginia porque não se fala sobre misoginia. Crime de ódio contra mulheres é encarado como crime comum. São muitos crimes. Pelo que percebo, os mais comuns são estupros e os chamados "crimes de honra", quando o cara mata (às vezes também estupra) a mulher simplesmente porque ela não quer mais se relacionar com ele. Esses são crimes misóginos e sinto falta de uma tipificação dentro disso. Em vários assassinatos de casais também, o assassino usa muito mais crueldade na morte da mulher do que na do homem. Considerando esse panorama, eu sinto a necessidade de uma alteração no código penal mesmo.

Raziel von Sophia disse...

Esse Edu Testosterona é realmente um perigo. Muitos(as) acham apenas uma "comédia trash", porém, ele é claramente um agregador de misoginia, e infelizmente financiado por uma grande mídia.
Felizmente a MTV vai falir e ele provavelmente vai junto.

Quanto o outro cidadão que é contra adoção. Mesmo que uma criança ser criada por um casal homossexual fosse danoso(já foi mais que provado que NÃO é), melhor ainda seria uma criança ser criada por um casal gay ou lésbico do que ser criada por um idiota como ele! Que valor ele tem a passar para uma criança? Preconceito? Bater na criança que chega chorando na escola porque ela mereceu porque é gordo/viadinho/esquisito?

Mauro disse...

Vcs falam que os "mascus" nao gostam de rir. Mas pelo visto quem não gosta rir são vcs. Vcs ñ tem senso de humor. Nenhuma piada se pode fazer. É incrível!

Aliás, aprovar a PL 122, seria o mesmo que viesse um governo mascu criasse uma PL contra a misandria e assim, blogs feministas (como o seu) fossem fechados pela PF e/ou pelas agÊncia do governo, com o argumento de que é um "blogs de ódio misândrico". Com certeza a reação da Lola não seria diferente da dos pastores, piadistas.. Viu? Esta censura seria a mesma, só que no sentido inverso... mas como vc é da daquelas q "no dos outros é refresco..."

VANESSA VASCONCELOS disse...

KD TODO MUNDO,PELA PRIMEIRA VEZ EU FUI FIRST EM UM BLOG.LOLA TE ADORO MUITO,TEU BLOG É SHOW E ESSE VERME AÍ DO TESTOSTERONA AFF,SEM PALAVRAS,SÓ DE PENSAR QUE ESSA COISA TEM VÁRIOS SEGUIDORES É DEMAIS PRA MINHA CABEÇA,MAS ENFIM DEIXA QUE UM DIA A CASA CAI PRA ELE ,ASSIM ESPERAMOS,BEIJOS LOLITA.

nina disse...

Lola, um link daquele tumblr que alguém indicou nos comentários de um outro post:
http://sexisnottheenemy.tumblr.com/post/347671174/at-the-same-time-as-anal-penetration-is-held-up-in


Transcrevendo o que está lá:
"At the same time as anal penetration is held up in hetero male culture as the ultimately painful/humiliating/unpleasant experience, it’s also held up as one of the premium sexual experiences any man can have - IF he’s on the penetrating end. The plethora of articles in men’s magazines and on men’s websites that instruct men on how to get their girlfriend/wife to have anal sex is staggering…

If anal penetration is the horrible, painful, humiliating thing you imagine it to be, why would you ever want a woman you love, or one you respect and to whom you’re attracted, to experience it? If it’s this horrendous experience, why, oh why, are you expending so much energy trying to inflict it on someone else? And if you expect women to be open to trying it, why continue to use it as the ultimate analogy for all things negative? Don’t you think we hear you when you talk? Don’t you think we get that you associate anal sex with pain and humiliation?"

Não sei exatamente de quem é o texto, mas vale relembrar algumas pessoas sobre isso.

Luiz Prata disse...

Petição assinada. Esse Ramalhete é extremamente ignorante.
E o Testosterona é nojento.

Marina Tomás disse...

O problema é que a patrulha do você não tem senso de humor reclama de ser restrito de fazer um tipo de piada. É apenas essa a restrição deles, que fica irrisória se comparada com as inúmeras liberdades que foram negadas historicamente aos grupos que esses humoristas gostam de zoar/reforçar preconceitos.
Restringir a liberdade só é ruim para eles.
Eu pessoalmente adoraria trocar minha falta de liberdade de sair na rua de noite com a roupa que eu quiser sob pena de ser estrupada e ainda ser considerada a culpada por tal ato,pela falta de liberdade de fazer uma piada sob pena de precisar pedir desculpa a quem ofendi.

Vanessa disse...

Lola

O pior é que já tem "reaças" se mobilizando para enviar mensagens de apoio para esse idiota do Ramalhete.


Olhas só isso: http://www.deuslovult.org/2012/08/31/turba-de-barbaros-exige-a-cabeca-de-colunista-da-gazeta-do-povo-defendamo-lo/

Tylenol disse...

Cruzes! Essa menina com ar malicioso enqto o local está em chamas!!! coisa de psicotapa. No mais, horrível horrível horrível o que esse tal Edu promove no blog dele! Deve odiar mulher. O tal Ramalhate anda a concorrer com Pondé? Esse Pondé se faz de boçal a troco de quê? Publicidade. Notoriedade. Ser falado... falem bem ou mal mas fazem de mim.

É estarrecedor o que a gente lê na midia brasileira. Sei lá como é nos países vizinhos, mas duvido que seja um escracho.

Fatima disse...

Sou a autora do Subjudice.net e do http://expondoaferida.ceticismo.com.br/

No primeiro tento desmistificar o Direito, afinal, segundo a lei, presume-se que todo mundo conheça a lei, independentemente de conhecê-la de fatot ou não. Assim, procuro falar um pouco do Direito num linguajar um pouco mais acessível às pessoas.

Na postagem sobre o Testosteronas, muitos que ntendem um pouco de Direito, tentaram usar o ânimus jocandi (intuito de fazer humor) para, retirando o dolo do comportamento do blogueiro citado, isentá-lo de culpa. Ocorre que a Linguagem falada ou escrita é construção do mundo cultural, humor tb. Como toda construção do mundo cultural, ñ são absolutos. Ocorre q há diferença entre humor que critica (como aquele do livro 'Cartas Persaa') e aquele que valida o comportamento. Louis C.K (é só um exemplo) fez vídeos que criticam o racismo e a homofobia. No entanto, os vídeos nada tem que deprecie o negro ou o homossexual, depreciam o preconceituoso. O discurso sempre deve ser observado dentro do contexto. Num contexto que critica o comportamento preconceituoso, um vídeo ou tirinha estará criticando o preconceito; num contexto preconceituoso, o vídeo ou tirinha estarão validando o preconceito. No caso do blog citado (testosterona) e considerando a 'conexão' com o Silvio Koerich (que expus aqui http://expondoaferida.ceticismo.com.br/2012/08/30/conduta-consciente-ou-mero-deslize-testosterona-blog-misogenia-e-outras-cobras-e-lagartos/) o conteúdo inteiro do testosterona blog éconteúdo de ódio disfarçado de humor. Discurso onde o vídeondo estupro-tijolada é validação da conduta do Billy estuprador, já que o contexto do blog exalta o masculinismo e deplora a mulher. Assim, não é humor crítico coisa nenhuma, mas sim discurso de ódio que bem demonstra o dolo. Infelizmente, porém, é difícil 'pegar' sujeitos 'espertos' que usam subterfúgios para escorregar pela tangente. A esperança é que as várias denúncias surtam efeutos, do mesmo modo que surtiram no caso do 'Koerch'

Camila disse...

Me parte o coração ver mulheres contribuindo com o machismo :\

Letícia Rodrigues disse...

O vídeo que o Testosterona postou faz apologia ao estupro. A única atitude decente que poderiam ter tido, depois de terem postado esse absurdo, seria tirar do ar admitindo que o vídeo faz apologia ao estupro e pedindo desculpas por terem postado.

O testosterona tirou o vídeo do ar defendendo o vídeo, dizendo que era um vídeo engraçado, e que só havia sido tirado do ar pq as feministas não tem senso de humor.

A única atitude decente que a MTV poderia ter diante disso seria encerrar sua parceria com o Testosterona. Mas, no lugar disso, defendem que eles terem tirado o vídeo do ar já repara suficientemente o erro. É um absurdo atrás do outro.

Espero que as denuncias ao Safernet e a Polícia Federal resultem em alguma coisa.

Andréa K. disse...

Lola amada e linda!

Muito obrigada por finalmente falar desse Ramalhete que infelizmente no lugar de flores só tem merda! (Desculpa o trocadilho, não resisti).

Pelo menos uma vez na semana eu denuncio esse Testochato seja no safernet ou na PF (meu momento de boa samaritana!)... Imagina que beleza abrir o jornal e dar de cara com ele algemado... tal qual engenheiro emerson. Aliás, a quantas anda engenheiro emerson? O cidadão tá preso ou conseguiu recorrer em liberdade?

Sobre a questão da adoção, eu fiquei bem feliz porque o Toni e seu companheiro são figurinhas carimbadas na defesa dos direitos LBGT e o menino está se adaptando muito bem. Só gente que não tem o MINIMO de humanidade para ver maldade nisso. Pra vc ter uma ideia o MINISTÉRIO PÚBLICO (agora eu não sei de qual estado, porque o menino é do RJ e o casal é daqui do PR) DIFICULTOU ATÉ ONDE DEU PARA QUE O CASAL, POR SER HOMOAFETIVO, NÃO ADOTASSE! Só quando o processo chegou ao STJ, é que o MP teve que abaixar a cabeça e calar a boca, porque o pedido foi julgado procedente e assim eles puderam seguir com a adoção.

Por fim, quero te agradecer com aquelas palavrinhas que você já deve ter ouvido (e lido) um montão de vezes: com você aprendi que o feminismo deixa qualquer pessoa mais tolerante e sensível perante qualquer tipo de discriminação, não aceitando mais que comportamentos baseados nas diferenças gerem desigualdade, ódio e intolerância e que ainda sejam vistos como normais e aceitáveis.

É isso Querida, um beijo daqui do Sul! Se vier a Curitiba com ou sem "el maridon", avisa! Melhor mês para vir: JULHO, para assistir o festival de etnias do Pr que é LINDO!

PS: o maridão nunca quis ter uma coluna no blog?

Mariana disse...

Ai, Lola... vou parar de entrar no seu blog. Sério! Cada vez que entro aqui fico com muita raiva ao ler esses absurdos!! Como pode ter gente tão cretina nesse mundo?? Esse negócio da mtv eu nem sabia! Aff!!

Pescoço disse...

Ninguem vai levar a serio o PLC122 se ele for aprovado, muita gente seria contra e a quantidade de gente sendo presa vai causar revolta, afinal ninguem verdadeiramente se importa com os gays e com qualquer um com problema de identidade de genero tirando feministas, activistas homosexuais e um ou outro politico de esquerda.
A maior do povo se identifica como cristão catolico, nenhum deles acha a homosexualidade algo normal e respeitavel, nem compactuaria com o feminismo se realmente conhecessem algo sobre isso tirando estatisticas manipuladas e argumentos fajutos cliches, agora faça as contas..
Mas e claro que o governo e a midia vão taxar a igreja e os fieis de atrasados e preconceituosos, tentarão minar seu poder e desmoralizar os crentes. Se obterem sucesso, ficará facil para os partidos de esquerda (so tem esquerda) criarem, sem encontrarem grande oposição, suas leis marxistas.
Claro que já que o brasil não tem salvação, eu e alguns amigos vamos para a Russia em 2 anos.

Gabriela disse...

Alguém avisa pro menino Mauro q misandria não existe.Eu poderia fazê-lo mas tamanha ignorância me dá uma preguiçazzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Anônimo disse...

excelente, se criminalizarmos piadinhas sexistas, homens que dizerem que " lugar de mulher e na cozinha" ou " mulher e tudo interesseira" e mulheres que dizerem " homem e tudo cachorro" ou " todo homem e um estuprador potencial"
vai para atras das grades, sem direito a fiança.

muito bom, teoricamente...
...pois eu quero ver quem vai conseguir viver numa sociedade totalmente vigilante, reprimida e mascarada, que optou pela criminalização de tudo, ao invés da educação !!!

Rebecca souza disse...

Entro no blog e dou te cara com quem?com nosso edu testosterona o homen do ``foi só uma piada!`´
De boa,eu simplesmente tenho nojo deste cara,e pior ainda é aquela acid girl,me ,disseram que eles são casados,se for verdade é um casal perfeito(só que não)
o mais engraçado foi que quando postaram essa foto dele no face,ele correu e pediu para retirarem ,só no meu face eu postei e retiraram 5 vezes,quer dizer,com os outros é engraçado,comigo não!
perguntei para um amigo procurador do mpf ,e sim,o que o edu faz se enquadra em apologia ao crime,mesmo que seja um site de humor(?)trash,mas,insinuar que conseguir sexo forçado é legal
assim como fz piadas de cunho racista /preconceituosa.
mas,serio o edu me irrita menos que esssas doidas que mandam placas para ele,para o orgulho hetero.
Cara ,vc está sendo rebaixada,vc não le o que os caras comentam?será que vc que faz isso tem tanda baixa estima que necessita mesmo de um monte de homen fazendo comentarios nojentos a seu respeito para se sentir uma ``mulher de verdade´´?e não venha me dizer que isso é culpa da sociedade machista,pq todas nós que estamos aqui,vivemos na mesma sociedade e se temos um nivel de consciencia diferente é pq fomos atras.machismo masculino é triste,mas,oriundo de mulher é pessimo!
Parodiando as plaquinhas
´´SOU MULHER TENHO SENSO DE HUMOR E NÃO ACESO O TESTOSTERONA ,PQ NÃO QUERO VOMITAR NO MEU NOTBOOK``

Anônimo disse...

Lola, eu não sei se você está certa em pedir para as pessoas denunciarem na safernet. Eu vi em algum lugar da internet que o melhor é mandar apenas uma denúncia, pois enviar várias denúncias do mesmo site só vai atrapalhar a Safernet e tirar a visibilidade de sites pouco conhecidos, mas que podem ser ainda piores (o brchan, por exemplo). Pedir para as pessoas denunciarem também não é recomendado,pois só vai dar mais visibilidade para o conteúdo, mas acho que isso é irrelevante para um blog conhecido como o Testosterona, deve valer mais para sites desconhecidos.

No caso do Testosterona, acho que esse ponto deve ser visto, pois se o flood de denúncias for atrapalhar, é melhor ficar apenas nos protestos, mas continuar acompanhando o trabalho da Safernet.

Anônimo disse...

sistema de cotas, e a aberração e imbecilidade de admitir que nossos cidadãos negros, pobres e indígenas não tem capacidade intelectual, devemos e lutar por uma educação básica e um ensino médio publico de qualidade, e pela universalização das oportunidades,o rabo não abana o cachorro eu digo não a segregação de raças, acredito que todo ser humano, independente de cor de pele, origem social, tem o direito de provar sua capacidade e valor, sem ser desmerecido por ninguém

Anônimo disse...

Não se pode passar por cima da constituição, todos devem ser iguais perante a lei, assim como a lei Maria da penha combate a violência domestica, independente de gênero, como ja foi confirmado por muitos magistrados Brasil afora,se criminalizar a misoginia, automaticamente também se criminaliza a misandria.
acredito que será um passo irreversível a caminho da segregação de gêneros,uma sociedade onde homens e mulheres ficaram com medo de dividirem ambientes comuns, que se comunicarão 'pisando em ovos" pensando e repensando cada palavra que disser( a paquera e a corte então, sera praticamente abolida), e vai alimentar grupos de ódio, EU AINDA ACREDITO QUE O CAMINHO E A EDUCAÇÃO !!!

carolinapaiva disse...

Daonde que criminalizar a homofobia e o sexismo gera ditadura, anonimos conspiranóicos?
Racismo é crime e nós não vivemos em uma ditadura "negrista". Parem de viajar e pensem de forma realista, pf.
E sobre as piadas: existe uma coisa chamada contexto.

Liana hc disse...

"Nada é mais cruel que crianças em bando, especialmente na escola." Nem Hitler? haha não resisti. Mas então, o artigo desse Ramalhete é um nojo e ainda joga a culpa nas crianças e na "natureza humana". É tudo tão incoerente. Pessoas que já absorveram valores assim dificilmente mudam, a Lei nestes casos tem efeito importante para frear isso, para servir de contraponto.

Tem um texto de um colunista, Aldrin Cordeiro, do Gazeta do Povo criticando o artigo do colega.

Esse Edu Testosterona devia ir baixar a crista dele na cadeia. Tá precisando.

Ric disse...

Ainda tem gente que assiste a MTV?!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Essa história de dizer coisas horríveis e idiotas, depois dizer que foi apenas uma piada e quem não riu é mal humorada já deu. Acho mais triste ainda mulheres validando ou aplaudindo esse tipo de coisas porque tem medo de serem mal vistas pelos machistas? Mulheres já são mal vistas pelos machistas pelo fato de terem nascido mulheres. Pra eles mulher tá aí só pra servir homem de alguma forma e são naturalmente menos inteligentes e menos engraçadas que eles, incapazes de acharem graça desse humor tão superior e refinado.
Que tal darmos umas tijoladas na cabeça dele e enfiar uma vela acesa no ânus dele enquanto ele estiver desacordado. É mesmo muito engraçado, só que não.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Dei uma olhada no site. O cara simplesmente só faz piada diminuindo mulheres, umas três por dia. O único mote dele é esse. É como ouvir exatamente a mesma coisa todos os dias e todos os dias morrer de rir.
É um pouco impossível não achar que existe uma fixação em passar o tempo todo dizendo que mulheres são burras ou só servem pra fazer sexo e tarefas domésticas.
Não tem mais nada no site. No meio ele salpica umas fotos de mulher nua pra que ninguém duvide da sexualidade dele. É como se ele falasse: "Olha eu passo o tempo todo diminuindo mulheres, mas eu gosto delas, a prova está aqui, meia dúzia de mulheres nuas, eu falo mal de mulher, mas me masturbo pensando nelas..."
Esse, aliás, isso, é o macho moderno?

Yuri disse...

Achei o comentário da Fátima ótimo, disse o que eu queria dizer de uma forma bem mais clara.

Quando vi o vídeo em outro contexto, enxerguei-o como humor crítico. A crítica estava em nos programas educativos para jovens da década de 50 nos EUA e os filmes conservadores na época da proibição da maconha como Reefer Madness http://en.wikipedia.org/wiki/Reefer_Madness_%281936_film%29 e Assassin of Youth http://en.wikipedia.org/wiki/Assassin_of_Youth, que são "supostamente" idôneos, mas propagam uma ideologia conservadora. O vídeo se traveste de uma propaganda "educativa" e passa uma mensagem absurda, assim como o (finado) programa da Amanda. Pelo menos foi assim que eu enxerguei.

Mas no blog do Edu Testosterona, ele obviamente tem uma característica machista e validadora de comportamentos assim.

Contexto, contexto. É tudo uma questão de contexto.

Anônimo disse...

Bom, modelo é que ele não vai ser tornar, né?

Sara disse...

Rafinha Bastos fazendo escola ....

aiaiai disse...

É phoda, né? A gente não é afetado por essas "gracinhas" mas como fazer para o seu filho de 14 anos não ficar falando que é legal? Afinal, todos os humoristas dessa laia são adorados pelos amigos dele...e aí?

Como mãe, sempre tentei mostrar ao meu filho que isso não é humor, é preconceito e agressão às minorias que já são agredidas desde sempre. Mas adolescente tá aí p achar que tudo que os pais falam é caretice, né? E o que os amigos acham é legal...

Vou te contar, é difícil. Mas eu não desisto. Mostro pra ele e digo porque não é engraçado. E, pra ele não achar que é porque eu sou mau humorada, procuro mostrar também textos e vídeos engraçados de verdade. Enfim, é um trabalho sem fim. kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

eu leio vários blogs aleatoriamente (este aqui não é aleatoriamente) e vi um de uma mulher negra e obesa falando de autoestima. acho interessante que ela não se "embranqueça" pra tentar se sentir bonita; ela assume um cabelo afro, os óculos, eu a acho bonita mesmo! fora dos padrões de capa de revista, mas virou uma mulher bem interessante. só que eu já tinha visto lá ela falando coisas que davam a entender que ela não gostava da aparência, MAS tentava se aceitar. naquele esquema de "eu não sou meu corpo". bom, eu sou da ala que acredita que somos também nosso corpo. acredito numa coisa única que forma a pessoa. e não acho que beleza seja beleza de capa de revista, tá muito mais no conjunto da obra, no sorriso, nos sentimentos que externa. mas acho o exercício dela de se gostar bem válido.

e aí vejo qual blog linkado ao lado do texto? AFE. o testosterona. questionei sobre isso porque, gente, como uma mulher que já se sente horrível e um zero à esquerda vai se sentir melhor lendo um traste como esse? eu acho que quem se aceita e tá super bem lê um site como o dele e rejeita na hora. mas imagina o tanto de mulher que já se acha um erro por ser negra (lembrando que ele deu bom dia às loiras no twitter) e estar acima do peso e que lê esse cara. isso só reforça o que elas já pensam sobre si mesmas. não digo que ele seria culpado, mas é mais um reforçando todo o lado ruim de preconceitos por aí.

Mordred Paganini disse...

Comentário que deixei na página da MTV no facebook:

"http://imageshack.us/photo/my-images/194/apologiaviolnciacontraa.png/

Olha, os blogs parceiros da MTV são hilários, simplesmente! Nossa!
Sim, porque dar uma paulada em uma mulher e amarrar no portão por 5 dias é muito engraçado! Nossa, vocês deveriam dar um prêmio pra esse blogueiro, afinal, violência contra a mulher não existe, é só invenção pura das feministas! Sabe, e que mulher não gosta de apanhar né? Ontem mesmo, meu marido quis imitar o Edu e resolveu me dar 2 pauladas, me amarrar e me manter em cárcere privado! Nossa! Eu achei super engraçado! Cada hematoma lindo! Até vesti roxo para combinar e fazer um visual unicolor! Então, é esse o recado! Continuem patrocinando piadas engraçadas e originais como esta! Parabéns MTV!

Sabrina disse...

denunciados!

Anônimo disse...

Mauro:
Se fosse dois homens e um atirasse um tijolo na cabeça do outro , para que com o desmaio do outro, houvesse o estupro? Você continuaria achando que é apenas uma piada muito engraçada e que só quem não têm humor , para reclamar?
Queria ver esse Edu botar um vídeo assim, qual seria a opinião de seus leitores.

"Se você não pode viver com quem te deu
o seu DNA, pelo menos tem que viver
com um casal hétero que possa FINGIR
que te deu o seu DNA - é uma mentira
piedosa, mas pelo menos dá pra fazer de
conta, né? Dá pra fingir que você não é -
Eca!- adotado"

Sou adota e me senti super ofendida com esse texto. Eu amo muito minha família, assim como tenho certeza que sou amada por eles, não faz diferença ter o DNA. Meu Deus, como um jornalista pode escrever um monte de merda como isso?

Quer dizer também, que na cabeça desse imbecil , antes crianças desamparadas e sem receber amor e o conforto de um lar , do que adotadas por casais homo?

A definição de família dele é totalmente equivocada e preconceituosa! Que nojo!

Kika
-

Anônimo disse...

eu tive um prof gay na universidade que resumiu muito bem tudo: qdo se fala de heterossexuais, as pessoas focam no "hetero". qdo se fala de homossexuais, focam no "sexuais".

eu ainda acho que muito do que se fala de crianças sendo adotadas por casais homossexuais é desculpa pra esconder a verdade: muita gente acha que a casa de um casal gay é uma suruba e que tudo vai girar em torno de sexo e insinuam uma possível pedofilia.

dia esses, um comediante (gay) que eu sigo falou algo como "vcs que acham que gays são pedófilos estão considerando seus filhos mais sexualmente atraentes do que nós achamos".

gente, amor não tem gênero!

yulia2 disse...

HAHAHAHAHAHA

A LOLA NÃO perdoa!!!!!

adorei a foto expectativa e realidade...

toda vez que eu olho pra essa cara de cururu eu caio na risada!!!!

quanto a mtv... não é a primeira vez que ela dá essa mancada...
a algum tempo atrás ela veiculava vinhetas com mensagens subliminares HORRIVEIS por sinal...
cenas de pedofilia inclusive portanto, não estou surpresa de ver ela bancando o cururu que se acha brad pitt

yulia2 disse...

Misoginia tem que ter status de crime... só assim , vermes feito esse cururu, canal do bufalo, silvio koerich não se criam....

yulia2 disse...

fatima resumiu tudo....

ódio travestido de humor...

e essas validadoras hein??? se ferraram!!!

elas mesmas protestaram contra o video e o que o cururu fez????
falou um monte de asneiras e ainda tirou um sarro da cara delas... mas não tenho pena delas não... é para elas aprenderem de uma vez por todas que esse cururu e seus seguidores são INIMIGOS da mulher...

yulia2 disse...

''o mais engraçado foi que quando postaram essa foto dele no face,ele correu e pediu para retirarem ,só no meu face
eu postei e retiraram 5 vezes,quer dizer,com os outros é engraçado,comigo não!''


hahhahaha , seu eu fosse voce
eu postava todos os dias a foto do
cururu!!!!

''Claro que já que o brasil não tem salvação,
eu e alguns amigos vamos para a Russia em 2 anos.''

não filho, não espere 2 anos pra isso....
vá agora!!! e não volte mais...

o Brasil agradece...

''A única atitude decente que poderiam ter tido, depois de terem postado esse absurdo,
seria tirar do ar admitindo
que o vídeo faz apologia ao estupro e pedindo desculpas por terem postado. ''


atitude decente??? do blog do cururu???

''O testosterona tirou o vídeo do ar defendendo o vídeo, dizendo que era um vídeo engraçado,
e que só havia sido tirado do ar pq as feministas não tem senso de humor''

tudo isso começou com o aquele LIXO BASTOS.....
se a policia e mp fosse mais FIRME teria metido
esse cara na cadeia.... e nenhuma NENHUMA EMISSORA
tivesse dado emprego pra esse merda....

mas não, o cara está solto, tem um programa
resultado, vários lixos feito ele se acham no direito
de fazer apologia ao crime sem acontecer nada....

esse cururu e engenheiro emerson e silvio koerich
é tudo a mesma merda....
ele faz o mesmo que os outros faziam....
só que ele usa a capa do (humor) e ficaria
mais dificil prende-lo.

pra encerrar, DUVIDO que o cururu seja casado ainda mais com a mongolóide....isso é papinho
pra evitar qualquer pré - questionamento.
se casado fosse, não dedicaria o dia todo destilando seu ódio misógnio.

enquanto misoginia não for crime
não teremos sossego.

Ana disse...

@Kika
"Se você não pode viver com quem te deu o seu DNA, pelo menos tem que viver com um casal hétero que possa FINGIR que te deu o seu DNA
- é uma mentira piedosa, mas pelo menos dá pra fazer de conta, né? Dá pra fingir que você não é - Eca!- adotado"

"Sou adota e me senti super ofendida com esse texto."

Li até aqui e levei um susto! Por um momento achei que não tinhas visto que meu comment era irônico, e que estavas chateada comigo! :O

Mas aí eu li o resto:

"Meu Deus, como um jornalista pode escrever um monte de merda como isso?"

... menina, que susto! XD

--

Poisé Kika, eu não sou adotada, mas também acho que o DNA não faz diferença nenhuma! Também achei super ofensivo o texto do cara, ele tem um problema com adoção, só pode!

Ora, se isso fosse tão importante assim meu pai não tinha dado no pé, né? Afinal, ele é 50% do meu DNA e além de tudo a gente é super parecido. Por esse lógica, era pra gente ser inseparável.

Acontece que (surprise! surprise!) não é sangue que faz uma família, é amor. E eu aprendi isso na pele!

Não tem sacanagem maior do que ter que ouvir coisas como 'não importa o que aconteça, ele ainda é seu pai'. "Pai" uma ova! Eu tenho o mesmo material genético que ele, mas é só.

... Sim, eu disse 'só'. Me atrevi a rebaixar o DNA, que define biologicamente quem somos, a quase nada. Absurdo? Não acho. Acreditem ou não, genética é uma coisa incrivelmente insignificante quando comparada às atitudes das pessoas que verdadeiramente me amam.

Por essas e outras me recusei terminantemente a chamar o cidadão de 'pai' da última vez que nos falamos. Chamei pelo primeiro nome, exatamente como faria com um completo desconhecido - porque adivinha, é exatamente isso que ele é pra mim. Sou tão apegada ao meu pai biológico quanto sou apegada ao carteiro (Ué DNA, o que aconteceu com seu poder absoluto de unir uma família?!).

Com tudo isso, a diferença entre 'família' e 'gente-que-tem-meu-DNA' é claríssima pra mim. Às vezes são as duas coisas, mas isso não é regra coisa nenhuma. Achar que 'é família quem te gera' é a mais pura ignorância do meu ponto de vista...

Anônimo disse...

enquete machista do uol, pra variar

quem é a candidata mais bonita nas eleicoes

http://eleicoes.uol.com.br/2012/enquetes/enquete-infinita/2012/08/24/quem-e-a-candidata-mais-bonita-vote.htm

Anônimo disse...

gente. olha isso aqui: http://clubedaautoestima.blogspot.com.br/2012/09/dia-28-livre-se-dos-prepre-conceitos.html

Anônimo disse...

Ana

O amor que pais adotivos dão para seu filho, muitas vezes é maior do que os dos pais biológicos, pois na adoção tu escolhe ser pai, tu quer muito esse filho. Mas nem sempre é o que acontece com os pais biológicos, muitos não queriam aquela criança e por um motivo ou outro acabaram tendo , uns abandonam indo embora da vida dessa criança, outros abandonam mesmo estando com ela.
Eu penso em adotar, pois minhas experiências são mais do que positivas, tanto na família da minha mãe, como a do meu pai, têm filhos adotados e vou te dizer que são ótimos filhos.
Desculpa pelo susto ai, eu fico chocada com pessoas que têm esse tipo de mentalidade podre.

Kika

Anônimo disse...

Ana

Só para complementar:
Citei tua ironia porque achei muito boa.

Kika

Ana disse...

@Kika

"Eu penso em adotar, pois minhas experiências são mais do que positivas, tanto na família da minha mãe, como a do meu pai, têm filhos adotados e vou te dizer que são ótimos filhos."

Puxa, que legal ouvir isso!

Eu também penso nisso :) Já inclusive disse pra minha mãe uma vez que me agrada a idéia de adotar filh@(s) (ela disse que acha ótimo, desde que a decisão seja tomada com maturidade e tal).

"Desculpa pelo susto ai"

Não, tudo bem XD É só que essa semana foi fogo pra mim (tô dando uma mancada atrás da outra! Pensei que tinha dado outra).

"eu fico chocada com pessoas que têm esse tipo de mentalidade podre."[2]

Ana disse...

@Kika
"Citei tua ironia porque achei muito boa."

Obrigada! Finalmente dei uma dentro! Kkkk

Ana disse...

@aiaiai

"Vou te contar, é difícil. Mas eu não desisto. Mostro pra ele e digo porque não é engraçado.(...)Enfim, é um trabalho sem fim. kkkkkkkkkkkkk"

aiaiai, você acredita se eu disser que TE ENTENDO TOTALMENTE?

Só que aqui em casa é o contrário!

Minha mãe assiste CQC, Zorra e afins, e acha chatíssimo que eu me irrite se a piada é machista/homofóbica/racista/etc.

Nem convencer ela da importância de 'Valente' (o 1º filme da Pixar com protagonista feminina) eu consegui! Porque né, e daí que NUNCA tinham posto uma menina na liderança de uma história? Quem se importa? Que diferença faz? Ela mesma me disse que eu só presto atenção 'nessas coisas' porque sou 'do contra' e 'ultra radical' :O

Quando apareceu a novela Gabriela com a ótima personagem da Malvina eu achei que talvez ela me desse mais ouvidos - mas até agora nada, kkkkkk

E é, tem as amizades! Só que no caso da minha mãe, a batalha é pra fazer entender que piadas como 'casar com homem rico é meu sonho', que ela e as amigas vivem repetindo, é fruto de uma idéia sexista e não tem graça, não.

E isso é pra não citar as dezenas de vezes que eu as ouvi dizer 'Quem foi a besta que inventou que mulher podia trabalhar fora? Agora eu tô aqui podre de cansada e ganhando um salário minúsculo!'

Mas é como disseste... desistir jamais! Kkkk

Selena disse...

Mordred, tava sumida, hein? Como vc aguentou não participar de dois dos posts mais polêmicos desde o post do dia 12/08? Enfim, que bom ter vc de volta com seu humor AZ - sagAZ e perspicAZ.

"Meus olhos arregalados não piscam pra qualquer um nem fecham pra qualquer medo".
Martha Medeiros

Anônimo disse...

PARA Mauro

Mal informado troll. Você é sabe interpretar texto ou opiniões? Duvido.

A questão não é ter ou não senso de humor.
A questão é a diferença entre piada mais politicamente incorreta ou com apologia ao crime mascarado de humor, porque é isso que o Edu"Feioso"Testosterona faz.
Uma mulher levar tijolada de um homem para este violentar ela, NÃO é humor, é baixaria misógina, apologia ao estupro!
A "censura" ao blog da Lola se (felizmente isso não aconteceria por mais que o Brasil seja um país machista) um governo "mascu"(faça-me rir) mandasse fechar blogs feministas por alegar que pregam a misândria.
Pois bem, vou lhe explicar criatura acéfala. Feminismo NÃO prega a misândria. O Feminismo prega a igualdade de direitos e deveres entre homens e mulheres, e NUNCA o ódio aos homens, e sim, prega que mascus são seres dignos de pena e que deviam estudar e tentar compreender as mulheres.
Os homens não são inimigos, são parceiros no âmbito seja: amizade, trabalho, sexo, etc.
O Feminismo NÃO prega que meninos não tenham o direito de estudar.
O Feminismo NÃO prega que homens devem ganhar menos que as mulheres.
O Feminismo NÃO prega que os homens devem ser agredidos, humilhados, violentados ou assassinados.
Feminismo NÃO É MISÂNDRIA!

QUanto aos "governos mascus" eles existem em: países árabes, africanos e alguns asiaticos.
O resultado? Caos, miséria, violência, etc.
No Congo, mulheres e meninas pequenas são estupradas por soldados do governo ou por milicianos porque estes enxergam mulheres como NADA.
Na Índia são feitos casamentos PEDÓFILOS onde homens adultos casam com meninas pequenas.
Na Índia e na China acontecem abortos de meninas e infanticídios femininos.
Em comunidades nômades africanas e árabes, meninas são mutiladas em nome de uma suposta honra.
Em países árabes, a mulher vítima de estupro é que vai pra cadeia, não o canalha do estuprador.
Enfim, caos, misoginia, tragédias, miséria total, países de 5º Mundo governados por tiranos misóginos que enxergam mulher como lixo!
Por isso que o Brasil com todos seus defeitos NUNCA seria governado por mascus ignorantes e perigosos.
Pelas razões que te expliquei(se é que um asno como vc entendeu) que o Feminismo é MUITO diferente do Machismo(recém batizado de misoginia).
Se no post do RIDÍCULO Edu colocasse no lugar de uma moça, uma menina de uns 9, 10 anos, e ela protagonizasse as cenas em que recebe tijolada e está desmaiada em uma cama onde um homem se gaba de ter feito sexo anal(sem o consetimento até porque se trata de uma criança) você acharia engraçado?
Se no lugar da mulher, colocassem um homem e o post fosse "como um gay consegue sexo anal com um hétero" que sofresse a tijolada seguida de estupro, você também acharia engraçado?
Você gostaria de ver os repulsivos posts do Edu na televisão invés da internet(o que já é muito porque este blog devia ser fechado)?
O blog do Silvio era de ódio misógino declarado, o do Edu é de ódio misógino difarçado de humor.
Colocar cenas simuladas em que mulheres sofrem estupro e mostrar como humor é apologia sim! Quem é normal não vai virar estuprador, mas, quem é vai se sentir "homenageado".
Se tua mãe(isso se vc tiver uma), irmã, namorada, enfim, uma mulher importante na tua vida fosse violentada e visse um post desse tipo e tentasse o suicídio, vc acharia "engraçado"(isso aconteceu com uma conhecida minha que tava tentando superar esta violência e ficou com depressão ao ver um post ridicularizando mulheres violentadas)?
Mas vc é da daqueles homenzinhos misóginos e cretinos que deve pensar "no dos outros é refresco..."


Sawl

Danizy Costa disse...

Já vi ser mencionado aqui esse tal blog Testosterona, até então não o conhecia, um blog que faz apologia a misoginia, não tiraram do ar logo, só podia dar nisso, um vídeo de estupro, e ainda querem convencer que foi só uma brincadeira? Francamente onde vamos parar? Se não apoiar essa nojeira é ser mau-humorado(a), então sou mau-humorada com muito orgulho.

Anônimo disse...

O artigo da gazeta e a "piada" do blog testosterona me deixaram perplexo, porém o que mais me chamou atenção foi ler os comentários de ambas as notícias.
Nos comentários do facebook de ambos os autores muita gente falava em liberdade de expressão, o problema é que o termo era encaixado em respostas mais ou menos assim:

"vai se f*** cambada de *** vão pra **** bla bla bla liberdade de expressão *mais alguns palavrões e erros ortográficos grosseiros*"

O fim do raciocínio e da capacidade de argumentar em uma rede social ou na área de comentários de uma noticia estão próximos.

Adoro seu blog e seus textos muito bem escritos.

Márcio

Pescoço disse...

RE: Anonimo 20:34 Sawl
Não entendi como o fato de haver Caos, Miséria, Violência e etc nos paises arabes, africanos e alguns paises asiaticos tem a ver com discriminação contra a mulher.
E não entendi o que a discriminação contra a mulher tem a ver com um "governo mascu", eu acho nos paises arabes a culpa é da religião escrota que é o islamismo, já que ela é intolerante e tem leis toscas, sem falar que quem abandonar a religião é apedrejado. E qual o problema se na india e na china são feito aborto de meninas? vcs não são totalmente a favor da escolha da mãe em relação ao aborto? na china tem muito mais meninas do que meninos então nem deve fazer falta mesmo né? Mas ate parece que não liga para os meninos abortados.
Não se pode botar no mesmo nivel a cultura do ocidente com as outras culturas, principalmente a islamica.
Será que alguma vez no patriarcado ocidental havia espaço para esses crimes? que acontecem todo o dia nos paises islamicos? eu acho que não. Na verdade acho que haviam menos crimes antes do que hoje. Será que antes existiam videos ou manuais sobre como conseguir sexo anal com uma mulher desacordada?

Anônimo disse...

"Na verdade acho que haviam menos crimes antes do que hoje. Será que antes existiam videos ou manuais sobre como conseguir sexo anal com uma mulher desacordada?"

HAVIA tantos crimes quanto hoje? não sei. ou mais ou menos... a questão é que hoje sabemos de tudo que acontece em qualquer canto do mundo. é muito ingênuo achar que certas coisas só acontecem atualmente.

eu sou a favor da legalização do aborto. agora, na china, mulher não é nada. eu mesma conheço uma chinesa que se casou com um alemão e não pode mais voltar pra casa dos pais na china pq eles não aceitam que ela seja diferente (tradutora, viajada, etc) e ela disse que a vida de uma mulher lá é miserável. o detalhe que me parece ter passado em branco pelos seus olhos é que lá muita gente aborta pelo simples fato de saber que é uma menina. ou mata mesmo depois que nasce. até parece que alguém pensa:"ah, vou fazer controle populacional". me poupe.

Nadja Reis disse...

Minha vontade é de dizer na cara desse sujeito as seguintes palavras: ''Edu Testosterona,faça um favor pra Humanidade e se mata''.

Anônimo disse...

PARA Pescoço

Você não entendeu o que escrevi.
Tem TUDO a ver os caos e a miséria com a discriminação contra a mulher porque países que citei a mulher não pode estudar, trabalhar, votar, enfim, não fazem parte da população que contribui em termos econômicos e sociais.
Para sua informação o problema NÃO é a religião. O ser humano pode acreditar em Deus, como pode tb não acreditar. Pode ter religião como tb pode não ter religião é questão de escolha.
O problema não é o Islamismo mas a DETURPAÇÃO dele. A maioria dos sacerdotes e estudiosos do Islamismo garante que boa parte das arbitrariedades e crimes cometidos contra não só as mulheres(embora elas sejam a maior parte das vítimas) mas contra a população em geral: homens, mulheres, crianças, NÃO estão escritos no Alcorão.
Os fundamentalistas deturparam boa parte das leis islâmicas assim como fanáticos cristãos tb deturpam a Bíblia.
Como vc é ignorante! O Feminismo NÃO é a favor do aborto, é a favor da LIBERDADE DE ESCOLHA.
Uma mulher não pode ser obrigada a ter um(a) filho(a) que não queira, seja qual razão for: estupro, risco de vida, feto anéncefalo, ou até mesmo gravidez não planejada. Ninguém aqui tá pregando que mulheres devem abortar. Vc não sabe interpretar o que os outros falam e escrevem, não é mesmo?
O problema do aborto de meninas (tb não falei que seria "certo" se fosse de meninos, saiba interpretar o que se diz) nestes países é que as mulheres são OBRIGADAS a fazer isso pela "Lei do Filho Único" na China, e na Índia pela questão de que filhos homens são vistos como mão de obra enquanto filhas mulheres são "encargo" para a família já que nestas culturas mulher é vista apenas como um ser feito para casamento.
O que vc escreveu "na china tem muito mais meninas do que meninos então nem deve fazer falta mesmo né?" é totalmente: imoral, insensível, ridículo, criminoso e misógino!
Primeiro: o número de homens na China, graças à esta prática misógina do infanticídio feminino, é infinitamente MAIOR que de mulheres. Resultado? Homens com mais de 30 anos encalhados e vivendo na barra das saias das poucas mulheres que ainda vivem lá(suas mães). Eles estão até IMPLORANDO para mulheres estrangeiras desencalharem eles!
Na Índia, muitas mulheres indianas estão fugindo para estudar e trabalhar em outros países e muitos homens estão ficando sozinhos. Resultado: a misoginia está prejudicando os próprios homens!
Então vc é a favor do ASSASSINATO(já que estamos falando de "aborto forçado" e infanticídio-assassinato de meninas maiores de 1 ano e pré-adolescentes) de meninas? Vc é um misógino repulsivo e talvez até um pedófilo! Sua declaração é criminosa e vc é um COVARDE!
Quanto ao "Mas ate parece que não liga para os meninos abortados." Quer dizer, na sua opinião, a morte de meninas é necessária porque "supostamente" há mais mulheres que homens nestes países, no entanto vc é contra a morte de meninos?!
Nós somos tanto contra a falta de escolha de uma adolescente que foi abusada e engrvidada pelo próprio pai quanto somos contra aborto forçado seja de menina quanto de menino, falei sobre as meninas porque os meninos são vistos como lucrativos, mão de obra, ou seja nem eles recebem o carinho e atenção necessárias dos pais, porém, eles NÃO correm risco de vida, o que é ótimo e o que deveria acontecer com as meninas, nascerem em um país que não vão obrigar suas mães a matá-las depois!
CONTINUA...


Sawl

Anônimo disse...

PARA Pescoço

Quanto ao "Será que alguma vez no patriarcado ocidental havia espaço para esses crimes?"
Bom, deixa eu ver...
Antes da Lei Maria da Penha, um homem "poderia" agredir a namorada ou esposa, SEM ir pra cadeia.
Antes, um homem "poderia" estuprar sua esposa sem ser visto como "estuprador" porque isso era visto como "obrigação da mulher satisfazer o homem mesmo contra sua vontade"!
Antes um homem "poderia" estuprar uma mulher sem ter o risco de ir preso, porque se investigaria: roupa, passado, situação, etc da vítima(claro hj a vítimaainda é julgada, mas, na maioria dos casos o estuprador, vai pra cadeia!).
Um homem "poderia" MATAR sua esposa que fosse considerada adúltera, sem ir pra cadeia(na maioria das vezes, este mesmo homem frequentava boates, prostíbulos, tinha amantes, etc).
Enfim, hj ainda há muitas injustiças, mas, no dito "patriarcado ocidental" mulher não podia se defender, mulher era considerada um NADA!
Quanto ao "acho que tinha menos crimes", "Achismo" não é Ciência, seu asno.
Antes não existiam vídeos, porque antes não havia esta tecnologia usada para o mal, antes o homem cometia este crime(sexo com mulher desacordada=estupro) e NÃO acontecia NADA.
Com tanta raiva que vc tem das mulheres, será que vc tem mãe?
QUer saber, estude, aprenda a ser um homem melhor, quem sabe se vc "sair do armário" sua misoginia acabe e vc se torne um homem feliz invés do sujeito doente que é.



Sawl

Anônimo disse...

Para Lola

Oi Lola. Já sabe da mais nova polêmica?
Uma ex-jogadora de futebol americano de lingerie alegou que "mulheres não deveriam se vestir como vadias se não quisessem ser estupradas."
Acredita nisso?
O que mais vejo não só no Brasil, mas como em muitos países são as chamadas "validadoras" e esta mulher ridícula é uma delas!
O link está abaixo.
http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/09/ex-jogadora-de-futebol-americano-de-lingerie-e-criticada-por-comentario-no-twitter.html

Sawl

Anônimo disse...

Pescoço

E qual
o problema se na india e na china são
feito aborto de meninas? vcs não são
totalmente a favor da escolha da mãe em
relação ao aborto? na china tem muito
mais meninas do que meninos então
nem deve fazer falta mesmo né? Mas ate
parece que não liga para os meninos
abortados

Na China e na Índia o aborto é por gênero então é misógeno sim. As mulheres fazem eco para saber o sexo, se for menina é abortada.
Ninguém aqui apoia aborto por gênero, quem é a favor do aborto, alega que a mulher tem o direito de não querer ser mãe. O que não é o caso da China e da Índia, pois elas querem ser mãe, mas somente de meninos, o que gera o ódio e desprezo a fetos do sexo feminino. Você esta equivocado, pois na China há mais homens do que mulheres, inclusive faltam mulheres para casar, há mães que oferecem seus filhos para casarem, pois não conseguem uma noiva normalmente. O fato de ser o filho homem o responsável por cuidar dos pais na velhice e lhes oferecer um enterro digno , é a causa dos abortos de fetos femininos.
A Índia esta indo para o mesmo caminho, em alguns vilarejos há escolas com turma só de guris, pois já estam faltando gurias. O aborto do feto feminino é por causa dos altos dotes pago ao noivo , e muitas famílias não têm condições de arcar com eles.

Kika

Pescoço disse...

RE: Sawl
As mulheres trabalham sim no oriente medio, na china e na india, claro que a proporção é menor em relação aos homens( na india e no oriente medio), e existe uma boa parcela de mulheres que não trabalham, mas isso não afeta a economia nem nunca afetou no passado os paises do ocidente quando a maioria das mulheres não trabalhavam, Iran por exemplo tem renda per capita igual a do Brasil. E as mulheres podem sim votar no oriente medio...
Se tem Caos no oriente medio, é por que os EUA estão financiando rebeldes para a queda de ditadores que fiquem no caminho do petroleo "deles". Tirando isso o Oriente medio segue com sua religião (QUE É SIM) escrota intolerante e violenta, nos seus paises minorias religiosas são perseguidas, e comunidades muçulmanas em paises não arabes cometem os tais "crimes de honra" diariamente. No Alcorão está escrito em algumas partes que se deve tentar converter os infiéis, se não conseguir, deve mata-lo, e é isso que eles fazem. Outros exemplos seriam a amputação das mãos em caso de roubo, apedrejamento no caso de adulterio e sexo antes do casamento, homem podendo ter até 4 esposas, homem pode se casar com meninas de 10 anos (está escrito no Alcorão, o proprio profeta muhammad tinha uma esposinha de 12 anos). O religioso tem que seguir a doutrina da sua religião, o medo de allah e o governo impondo leis os ajuda a seguir.
Infanticidio e aborto baseado no sexo do bebe é ilegal na China, se a mãe decide abortar ou matar o filho depois que ele nasce a culpa é dela, pois o governo não força ninguem a abortar, mas sim a pagar uma multa, que é proporcional a renda da familia.
Ah e eu só estava provocando quando eu falei que "Não faz falta", sou contra o aborto, isso dá passe livre para promiscuidade..
Já nos casos de estupro não tenho opinião, deixe que a mulher tome sua decisão, tem quem resolve cuidar do bebe.
Continua...

Pescoço disse...

RE: Sawl
Agora sobre seus argumentos sobre o patriarcado.. sim.. o velho argumento cliche sobre homem traindo sua esposa enquanto ela está em casa cozinhando e cuidando de 5 6 ou 7 filhos.
Come on Sawl..
Antes da decada de 60, quando o feminismo moderno surgiu e começou a tomar conta, havia obviamente o patriarcado, agora veja..
Quase todos os homens e as mulheres se casavam cedo, em torno dos 20 anos, e então quem trabalhava para sustentar a mulher os filhos que iam nascer era o homem, e somente o homem..
Porra, a maioria dos homens eram trabalhadores braçais, eles se matavam para sustentar uns 6 filhos sem a mulher, boa parte deles chegavam cansados em casa e so tinham 1 dia na semana para descançar. Seja sensata, se antes ser prostituta era algo considerado algo imoral e vergonhoso, poucas mulheres se tornariam prostitutas, ate por que ela jamais se casaria e viveria sozinha sem filhos, por isso a maioria das mulheres SE CASAVAM.
Mas beleza, digamos que o homem mediano da epoca vai e paga uma puta, seus 6 filhos não vão comer por 1 semana.. vc acha que o homem iria deixar de dar de comer para os filhos para trair a esposa com uma prostituta?
Ou pior, digamos que o homem tem uma amante.. mas acontece que a maioria das mulheres se casavam, se o homem trai sua esposa com uma mulher casada, a mulher casada tem tanta culpa quanto o homem por trair seu marido!
Agora sobre o resto..
Sei.. Maria da Penha serve para proteger a mulher dos seus proprios parceiros, sim otimo, mas por que antes as mesmas mulheres não abandonavam esses homens? homicidio é crime, esses mesmos homens não podiam matar suas mulheres. Alem de que a quantidade de homens que bate em suas parceiras é bem menor do que aqueles que não batem..
Antigamente um homem poderia estuprar uma mulher sem ser punido?
Será que isso não seria uma atrocidade contra a honra da moça? Será que a corte deixaria solto um maniaco que poderia atacar outras mulheres, filhas/esposas de alguem? Sera que o Pai/esposo iria ficar tranquilo e culpar a filha/esposa? Vc acredita mesmo nisso?
Hoje os homens(eu incluso :D) são seletivos sobre quando sentir pena por uma moça quando ela é estuprada, depende do nivel de "pureza" da mesma, sei que vc entendeu. Aos olhos de um homem(que tenha poder de escolha) uma promiscua não tem valor.
Matar sua parceira no caso de adulterio? Acho que vc está assistindo muito "Gabriela", Serio...
Meu "Acho" foi ironico, antigamente EXISTIAM MENOS CASOS DE CRIMES CONTRA A MULHER.
Um homem que aceitava como "Missão" dedicar sua vida a criar seus filhos e sustenta-los junto com a mulher não pode ser misogino.

Pescoço disse...

Não sei o que me deu para botar aquele comentario meio retards lá encima. Mas leia meus outros comentarios antes de achar que sou um mascu troll pois não sou.

Anônimo disse...

Nossa, eu não conheci esse blog. Esse cara tá pensando que boca é cu, para ficar falando tanta merda. Um blog que rebaixa a mulher, humilha quem está fora dos "padrões". O pior de tudo é quando se vê a quantidade de seguidores que esse babaca tem.

Anônimo disse...

Existe muita diferença entre o que uma ideologia prega e os resultados práticos da aplicação dela.

O libertarianismo, por exemplo, diz pregar a não-violência e a liberdade, mas quando a violência, como o bullying e o racismo, vem de entes privados, não do governo, eles estão OK com isso. É muita inocência acreditar que algumas minorias teriam liberdade assim, pois o governo, em pouquíssimos casos, é responsável por essas coisas. Para muita gente, isso não tem cara de liberdade.

O marxismo, por outro lado, promete libertar as pessoas da opressão através da igualdade forçada, mas acaba, inevitavelmente, por dissolver a liberdade individual, o que não me parece "liberar", nem muito diferente de "opressão".

O que geralmente se critica no feminismo não são os ideais, mas o modo de se os obter. O feminismo, da maneira como é geralmente defendido, de fato leva à demonização dos homens e à exaltação exagerada da mulher. Eu realmente não sou conservador, nem autoritário, mas como homem GAY, até eu sinto os reflexos negativos da ditadura do politicamente correto. A liberação sexual, como o nome diz, devia ser libertadora, não essa ditadura que estão tentando fazer.

Exemplos disso são o Shit Reddit Says, a patrulha de pensamento do Reddit, que reclama muitas vezes de simples comentários bobos que são postados no site e o blog sueco "Macho i Kollektivtrafiken", que mostra fotos de homens em posição relaxada em transportes públicos como "ostentação de poder masculino". Dentre os comentários que o blog sueco recebe, estão os que são classicamente considerados machistas aqui, como:

"Because we have something between our legs and have a need to sit like that, so we can be comfortable?! You just fucked up what your “sisters” have been fighting for the last 50-60 years: Equality. You women are a bunch of extremistic lesbos who hate men. Nothing more."

Mas também tem alguns bastante relevantes, como:

"Eu sou feminista. Eu tenho vergonha de você. é exatamente este tipo de resultado indiscriminado de "problemáticas de luxo" equivocadas o que significa que hoje é quase embaraçoso para se chamar de feminista. por que você não foca seu feminismo chamando contra o que é realmente problemático, como a violência contra as mulheres? É porque ele não lhe diz respeito, por que você nunca foi batida? é só quando você está no sua auto-absorção neurótica que você se sente ofendida por banalidades como um homem atravessar um pouco demais no transporte público e, assim, perturbar você enquanto você tenta reunir um pouco de força de combate? Aí está o problema, meninas - tenham foco!

Além disso, juntando-me aos grandes idiotas ingênuos que pensam que as mulheres que pensam seus sacos de satânicos deve ter o seu lugar próprio no transporte público deve realmente resolver uma Cartões de viagens extraordinárias, variando neste caso. Além disso, devem garantir que os outros utentes da estrada não tem que ter essa bolsa sempre pendente empurrou na cintura, costas, ou se você está sentado - smackad na cabeça.!
(traduzi com o google translate corrigindo uns erros)

http://machoikollektivtrafiken.se/?p=602#comments

Anônimo disse...

futebol americano de lingerie????

Sara disse...

Sawl amei seu comentário.....


simone disse...

"Hoje os homens(eu incluso :D) são seletivos sobre quando sentir pena por uma moça quando ela é estuprada, depende do nivel de "pureza" da mesma, sei que vc entendeu."

"Maria da Penha serve para proteger a mulher dos seus proprios parceiros, sim otimo, mas por que antes as mesmas mulheres não abandonavam esses homens? homicidio é crime, esses mesmos homens não podiam matar suas mulheres."

"o homem mediano da epoca vai e paga uma puta, seus 6 filhos não vão comer por 1 semana.. vc acha que o homem iria deixar de dar de comer para os filhos para trair a esposa com uma prostituta?"

Triste é ler tanto preconceito e ignorância nos comentários de um blog feminista. Não dá nem ânimo de responder alguém que repete tanta bobagem achando que está abafando.
Até bem pouco tempo, homem que matasse a esposa e alegasse legítima defesa da honra, era inocentado. Prostituta, meu filho, a maioria delas não ganha o que você paga por um almoço, pare de assistir Manuel Carlos e achar que todas são de luxo e ganham mil reais por dia.
No mais, não sentir pena de uma mulher estuprada porque ela não é "pura", beira a monstruosidade. Se vc é um monstro, não rebaixe todos os homens colocando-os no mesmo saco que você.


Anônimo disse...

"EXISTIAM MENOS CASOS DE CRIMES CONTRA A MULHER."

Isso é óbvio. Antigamente um homem espancar sua esposa, estuprá-la, matá-la alegando que ela foi infiel, não era considerado crime, não era contabilizado como tal.
Hoje, felizmente, existem delegacias de mulheres, porque antes, mulheres ouviam nas delegacias comuns, que marido não estupra esposa, ele tem direito a fazer sexo com ela e ponto. Que em briga de marido e mulher ninguém deve meter a colher. Que se algum conhecido ou desconhecido estuprou, a culpa é sua que provocou ou estava onde não devia estar.

Anônimo disse...

Eu li em um dos comentários que a luta da mulher, e uma luta de minorias, eu so queria saber aonde que mulher e minoria ? o censo diz o contrario, e portanto tudo o que a sociedade e, e reflexo do que você são como sociedade, que educa os filhos ?

Anônimo disse...

"Infanticidio e aborto baseado no sexo do
bebe é ilegal na China, se a mãe decide
abortar ou matar o filho depois que ele
nasce a culpa é dela, pois o governo não
força ninguem a abortar, mas sim a
pagar uma multa, que é proporcional a
renda da familia".

A culpa é da construção cultural misógina .


"Quase todos os homens e as mulheres se
casavam cedo, em torno dos 20 anos, e
então quem trabalhava para sustentar a
mulher os filhos que iam nascer era o
homem, e somente o homem.."


Somente o homem trabalhava?
Somente o homem trabalha fora, pois dentro de casa a mulher trabalhava e muito, e não tinha nem um dia de descanso na semana como o homem. E para o homem trabalhar alguém tinha que cuidar dos filhos né? Esse era o "papel" da mulher.
E casar era praticamente a única opção da mulher, era criada pra isso, e uma mulher separada era mal vista.
A mulher que sofria violência doméstica(essa palavra nem existia na época) não denunciava, não tinha direitos, dependia do marido, não tinha alternativas, por isso sofria calada.

"Antigamente um homem poderia
estuprar uma mulher sem ser punido?
Será que isso não seria uma atrocidade
contra a honra da moça? Será que a
corte deixaria solto um maniaco que
poderia atacar outras mulheres, filhas/
esposas de alguem? Sera que o Pai/
esposo iria ficar tranquilo e culpar a filha/
esposa? Vc acredita mesmo nisso?"

Antigamente o marido podia sim estuprar sua mulher, era obrigação dela manter relações sexuais com ele, a hora que ele quisesse. E como a mulher fazia parte do patrimônio do marido, ele fazia o que bem entendia. O marido estuprava a sua mulher, porque essa lhe "pertencia", e não saia por ai a estuprar outras
Mulheres. E sim, ele fica sem ser punido!
Kika

Ana disse...

@Sawl

Não tenho grandes esperanças, mas inspirada pela sua bravura eu vou tentar!

@Pescoço

(I)
"Maria da Penha serve para proteger a mulher dos seus proprios parceiros, sim otimo, mas por que antes as mesmas mulheres não abandonavam esses homens?"

Antigamente, antes do pessoal acordar pro problema e surgirem leis, se um parceiro te batia o que exatamente você podia fazer?

Mulher tinha obrigação de obedecer o marido, e se era indisciplinada tinha mesmo era que apanhar. A sociedade não só não condenava como dava todo o apoio - e digo isso porque eu tenho uma tia avó que diz essas coisas ATÉ HOJE.

Ok, minha tia é da época do êpa, e a lei Maria da Penha é de 2006 - talvez por "antes" você queria dizer, não sei, 2005. Há um intervalo de tempo aí, entre a realidade da minha tia e de uma mulher nos anos 2000 e obviamente as coisas mudaram.

Mas a mentalidade machista persistiu, tanto que apesar de ser séc. XXI ainda existem homens se achando no direito de bater na mulher. Daí a existência da Lei, pra ajudar as mulheres cujos parceiros se comportam como se ainda estivessem na década de 40 (sim, eles estão por aí).

"Alem de que a quantidade de homens que bate em suas parceiras é bem menor do que aqueles que não batem.."

E com isso você quer dizer que...?

Desculpa cara, não saquei mesmo. Espero que não signifique que, seilá "desde que só 15% das pessoas matem, as leis contra homicídio são inúteis porque a porcentagem de assassinos é bem menor do que aqueles que não matam".

Entendi errado, né?

"Antigamente um homem poderia estuprar uma mulher sem ser punido?
Será que isso não seria uma atrocidade contra a honra da moça?"

Pescoço, duas moças foram estupradas num ônibus dias atrás. Tem um LAUDO MÉDICO atestando que foi estupro e ainda tem gente dizendo que a culpa foi delas.

O que eu quero dizer com isso é que muita gente não reconhece um estupro quando vê um.

Então assim, um estupro só seria considerado 'uma atrocidade contra a honra' se não tivesse um jeito de culpar a garota. A menos que ela fosse agarrada num beco escuro e espancada até dizer chega ou coisa assim, qualquer um podia dizer 'ah, mas foi ela que deixou!'. Se ela não fosse uma beata que caminhasse da Igreja pra casa da casa pra Igreja a coisa mais fácil que tinha era arranjar um motivo pra dizer que ela não prestava mesmo.

Aliás, ainda é assim.

Ana disse...

(II)

"Será que a corte deixaria solto um maniaco que poderia atacar outras mulheres, filhas/esposas de alguem?"

Ahahah, sério?

Olha pra você falando em 'maníaco'. Muitos caras que forçam sexo só estão 'tirando uma lasquinha', 'aproveitando uma oportunidade', 'dando a ela o que ela merece/quer'. Não são serial killers, são caras normais. Não veem nem que o que estão fazendo é estupro - afinal, estupro é só quando a mulher é espancada ou coisa assim. Se o cara não precisou bater, então na verdade ela é que deixou.

Sempre foi assim, é assim até hoje. No caso da New Hit choveu gente dizendo que as gurias 'não eram vítimas de verdade, desde quando vítima tem força pra dar entrevista?'. Quer dizer, não levaram surra, conseguiam falar, conseguiam ficar de pé... Ah, claro que não foi estupro coisa nenhuma, dane-se o que diz a medicina!

Contanto que o estupro que não atinja um nível de BARBÁRIE ABSOLUTA, o "maníaco" sai numa boa. Porque ele é bom rapaz, ela que quis/deixou/mereceu.

"Sera que o Pai/esposo iria ficar tranquilo e culpar a filha/esposa? Vc acredita mesmo nisso?""

Sim. Existem mil e uma maneiras de culpar a vítima pelo estupro. Mais fácil o pai bater na filha por ela 'se dar ao desfrute' do que entender que, mesmo que ela não tenha sido espancada, ainda é estupro.

"Hoje os homens(eu incluso :D) são seletivos sobre quando sentir pena por uma moça quando ela é estuprada, depende do nivel de "pureza" da mesma, sei que vc entendeu. Aos olhos de um homem(que tenha poder de escolha) uma promiscua não tem valor."

Obrigada por provar meu ponto (mas, 'hoje'? Até parece que antigamente todo mundo acreditava nas vítimas!)

Quando é estupro de promíscua não é estupro, é só que ela é promíscua e não vale nada, oras. Claro que a culpa é dela.

E mulher promíscua é o que não falta. O que tem de mulher que usa a roupa que quer e pede autógrafo não tá no gibi... Todas pedindo.

Cara, eu não acredito que você tem coragem de dizer uma coisa dessas com orgulho e emoticon.

Ser 'promíscua' (muitas aspas aí, MUITAS ASPAS) justifica estupro tanto quanto matar um mentiroso justifica assassinato.

Ana disse...

(III)

"Matar sua parceira no caso de adulterio? Acho que vc está assistindo muito "Gabriela", Serio..."

Não amigão, você é que não anda vendo noticiário!

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=450423

Sério!

"Meu "Acho" foi ironico, antigamente EXISTIAM MENOS CASOS DE CRIMES CONTRA A MULHER."

Será que é porque só agora existe esforço pra dar assistência e amparo às vítimas? Será porque finalmente reconhecemos que bater em mulher não é direito do marido, e sim crime? (eu podia ficar aqui até amanhã com essa tática do será).

Óbvio que existiam menos crimes contra mulher. Metade dos crimes não eram considerados crimes. Bater era disciplinar e estupro era porque a mulher não prestava (hm, onde já ouvi essa última antes? Ah é, de você!)

Milton disse...

Aqueles que vivem berrando que os conservadores são "intolerantes" dão a prova mais cabal de sua intolerância e intransigência.

Mordred Paganini disse...

Olá Selene! Sentiu a minha falta? Sinceramente eu não tinha lido um comentário seu antes de ler os comentários no post sobre a "morte" da Niemi, o que me leva a crer que antes você postava com outro perfil. Ok, não quero pensar no assunto.
Eu nunca estive sumida. Eu leio todos os posts e todos (ou quase) os comentários. A diferença é que eu só falo quando tenho algo a dizer. Na grande maioria das vezes eu apenas leio. Convenhamos, se alguém já disse o que eu gostaria de dizer, eu me dou por satisfeita. Eu não fico "me coçando" pra falar qualquer merda.
Mas no entanto eu acho que você queria insinuar algo. Eu sou direta e reta então se você tem algo a dizer, melhor dizer de uma vez.

Anônimo disse...

Realmente, Milton.
Somos intolerantes com preconceituosos, apoiadores de discursos de exclusão e ódio, gente que se diverte e se refastela em cima do sofrimento alheio.
Me orgulho de não ter tolerância alguma com quem acha que liberdade de expressão é liberdade de ofender, excluir, humilhar.

Anônimo disse...

"Eu li em um dos comentários que a luta da mulher, e uma luta de minorias, eu so queria saber aonde que mulher e minoria ? o censo diz o contrario, e portanto tudo o que a sociedade e, e reflexo do que você são como sociedade, que educa os filhos ?"

Sério, cara? Sério? Tipo... sério mesmo?

No alto da sua "adultice" você ainda não aprendeu que quando se fala em minorias, quer dizer minoria representativa política e social?

(vivi) disse...

boa, Mordred, muito boa.
bjos.
(vivi)

Anônimo disse...

Mordred voltou com força total.

Vivi azul disse...

Lola, comento aqui como Vivi (em anônimo, bem de vez em quando), porque não tinha conta no google, agora criei uma, pois alguém está comenando extamene como eu assinava (vivi)...sem motivos para isso, sinceramente...
Que chato esse povo que fica se divertindo tumultuando, comentando com nome dos outros, comentando com 2 perfis etc....muito chato.

Bjos

Watashinomori disse...

Quando eu olhei o post por alto eu até pensei em fazer um comentário dizendo "não acho que o site esteja errado porque homens deviam ter espaço pra serem homens e falarem mal das mulheres... o que é errado é não ter esses espaços pra mulheres". Então eu li o post.
Eu sou sincera, eu ODEIO o testosterona, meu noivo lê e acha engraçado, não acha certo, só engraçado... eu nunca entendi isso dele, mas...
Eu não acesso esse site e não sabia do nível das piadas. Eu achei que era que nem o Seu Madroga ou diversos sites assim que fazem piadas com namoradas rabugentas ou ciumentas e postam fotos de mulheres semi-nuas.
Eu não imaginei estar tão errada.
Existem piadas e piadas. Aquela primeira da mulher que morre, eu conheço originalmente como a sogra. Não acho errado, vejam bem leiam direito antes de me lincharem, fazer piadas com mulheres, acho errado fazer apologias a abusos ou violências como piadas. Existem pequenas coisas que são típicas de mulheres, como pequenas manias ou medos, típicas, não exclusivas. Fazer piada com isso tudo bem, eu acho graça. Até porque senão não existiriam mais piadas a se contar. Assim como nós fazemos algumas piadas até pesadas com homens, por exemplo: "qual a diferença entre um caminhão cheio de porcos e outro cheio de homens? A placa!"
Entretanto, ainda defendo os espaços de serem homens e de serem mulheres, mas ainda falta muita coragem para criar sites que façam piadas voltadas pro público feminino e que postem HOMENS semi-nus. Porque a sociedade diz que se um homem tira foto semi-nu é para gays verem e esquecem que mulheres também sentem prazer em olhar um belo homem peladinho! A diferença, nesse quesito, entre homens e mulheres é que mulher não tem uma evidência física tão acentuada e pode disfarçar mais.
Voltando ao post e não ao que eu achei que ele era, o testosterona visivelmente passou dos limites de "engraçado" para misógino. É um site de tremendo mal gosto e mulheres que acham essas piadas engraçadas que me perdoem, mas vocês são Attentions Whores.
Quanto ao jornalista nem vou comentar muita coisa além, perdoem as ofensas, do fato dele ser um idiota preconceituoso.

Anônimo disse...

Acho o corte de cabelo da menininha da foto de abertura do post lindo! Fica bem para todas as idades e todo formato de rosto.

Anônimo disse...

essa menininha com cara de levada é a cara da minha prima, muito fofa.

watashinomori, o problema é a generalização. fazer piada com gente futil, ou até mesmo mulher futil, é ok, eu faço, é engraçado. eu critico a futilidade de conhecidas e conhecidos, e até mesmo em mim mesma já q nao estou imune.

o classemediasofre é o tipico exemplo, ele critica coisas q a nossa classe media faz, mas o blog é criado por pessoas da classe media, q tb cometem os erros criticados eventualmente.

agora dar a entender q todas as mulheres são futeis, é ridiculo. piada de loira burra é ridiculo (eu nao sou loira, antes q algum imbecil reclame). dizer q mulheres se compram com mastercard é ridiculo.

tem mulheres q se vendem por um copo de cerveja ou um colar de ouro? tem sim, elas tem todo o direito, eu posso criticar se eu achar isso reprovavel, mas n posso sair dizendo q todas as mulheres (e somente as mulheres, como se homens tb n fizessem isso) se vendem.

tb n posso ser cega pras causas q levam uma mulher a achar q vale tao pouco, ja q ela é educada pra agir dessa forma. do contrario, seria como se eu culpasse o analfabeto por seu analfabetismo e as escolhas erradas advindas dessa limitação

Abul Massur disse...

É estranho o nome que a censura está ganhando entre jovens revolucionários: "preconceito". Como assim? Quer dizer que EXPRESSAR que adoção por homossexuais é perversão significa ser preconceituoso. Ok. De que forma alguém pode EXPRESSAR que é contra adoção de homossexuais? Ah... Não pode, né? Tem que guardar para si, imagino. E isso não é censura, não é mesmo? O que acho revoltante mesmo é ver a blogueira colocar no mesmo nível de uma opinião contra ADOÇÃO por homossexuais uma ação como a do estupro! Quer dizer que "SER CONTRA ADOÇÃO" = "ESTUPRO"? Primeiro que estupro não é meramente preconceito contra a mulher, é CRIME, é uma AÇÃO VIOLENTA, é um ATENTADO CONTRA A VIDA de alguém. E isso é a mesma coisa que ser contra adoção de homossexuais? Uma prova de que você não concorda com isso que está dizendo é que EU DUVIDO que você queimaria uma Bíblia em público. Sim, a Bíblia condena o estupro, obviamente. Mas a Bíblia ensina que a prática do sexo entre iguais é ABOMINAÇÃO. Veja, o termo ABOMINAÇÃO é 1.000 vezes pior que PERVERSÃO. Perverter é mudar o sentido. Se você crê tanto que os opositores da PRÄTICA homossexual são criminosos, por que respeita o manual deles que todos sabemos ser a Bíblia? Por que não começa pela sua família, inclusive... OU na sua família alguém não acredita que a Bíblia está correta em dizer que a PRÁTICA homossexual é pecaminosa? Abominável? Sabe onde o seu raciocínio de preconceito vai te levar? Ao próximo genocídio. Se é que você não sabe disso... Vou acreditar que você é um idiota útil que não faz ideia do que está falando. Caso você não saiba TODO pensamento totalitário, como o seu, que só avança tolhendo a liberdade de expressão (sem nunca antes na história do universo denominá-la de "censura", como agora é a moda entre os totalitários fazer, num gesto de muita esperteza!), TODO pensamento assim levaou a genocídio de TODAS AS PESSOAS que se opuseram a ele. Tá muito na cara que o seu pensamento GENOCIDA quer o extermínio de cristãos. Toda agenda gay, toda agenda "feminista", toda agenda de socialismo atual abraçou a luta contra o inimigo comum: os cristãos. É lamentável que uma JOVEM tenha tão desenvolvido esse pensamento pervertido que mistura "censura e preconceito" como se fossem a mesma coisa. Eu estou denunciando seu blog por incitação ao genocídio.

Higgo disse...

Incitação ao genocídio ?!?!? Isso é que é extrapolação de texto... acho que o sujeito estava sob efeitos de remédios muito fortes na madrugada...

aiaiai disse...

Obrigada, Abul. Você me fez começar a segunda-feira dando uma sonora gargalhada!!!

Zeff disse...

Lola, avise ao seu leitor o Abul Massur que o termo "abominação" é muito popular na Bíblia: vai de "deitar-se com outro homem", balanças com peso falso, pessoas orgulhosas, governantes injustos, e até comer camarão. Ah sim, opressão e o uso de violência contra a mulher também o é:
"De todos os animais que há nas águas, comereis os seguintes: todo o que tem barbatanas e escamas, nas águas, nos mares e nos rios, esses comereis. Mas todo o que não tem barbatanas, nem escamas, nos mares e nos rios, todo o réptil das águas, e todo o ser vivente que há nas águas, estes serão para vós abominação" (Levítico 11:9-10)
"Todo o inseto que voa, que anda sobre quatro pés, será para vós uma abominação." (Levítico 11 : 20)
"Também todo o réptil, que se arrasta sobre a terra, será abominação; não se comerá." (Levítico 11 : 41)
"Não sacrificarás ao SENHOR teu Deus, boi ou gado miúdo em que haja defeito ou alguma coisa má; pois abominação é ao SENHOR teu Deus." (Deuteronômio 17 : 1)
"Balança enganosa é abominação para o Senhor, mas o peso justo é o seu prazer." (Provérbios 11 : 1)
"Abominação é ao SENHOR todo o altivo de coração; não ficará impune mesmo de mãos postas." (Provérbios 16 : 5)
"Abominação é aos reis praticarem impiedade, porque com justiça é que se estabelece o trono." (Provérbios 16 : 12)
"Oprimir ao pobre e necessitado, praticar roubos, não tornar o penhor, e levantar os seus olhos para os ídolos, e cometer abominação," (Ezequiel 18 : 12)
"Vós confiais no poder da vossa espada, cometeis abominação assim: cada um contamina a mulher do seu próximo! E possuireis a terra?" (Ezequiel 33 : 26)

Quer que eu desenhe ainda?

Anônimo disse...

Pelamorde... Esse Abul não sabe o que é genocídio? Genocídio é quando vc mata pessoas por causa da CULTURA, RAÇA ou ETNIA. Aqui, informe-se:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l2889.htm

Lorene disse...

Acho muito torta essa lógica mascu: uma mulher recebendo uma tijolada e sendo estuprada é humor, brincadeirinha. Já o simples questionamento desse tipo de atitude é considerado misandria.
O machismo acaba criando pessoas que se comportam como criancinhas mimadas, que emburram quando alguém não gosta da gracinha feita.

Maria Cláudia Cabral disse...

méodéos! ou minhas deusas! ele leu na bíblia também que comer carne de porco é abominação? Ele come feijoada? Uau! Que pecado mortal!!!! Moço, leia mesmo a sua bíblia antes de ficar repetindo pastores mal intencionados. E, claro, não esqueça que o velho testamento é um livro histórico, Cristo trouxe a boa nova. E, salvo engano, ele fala em amor ao próximo. [ponto, parágrafo].

Aluízio Couto disse...

Ah, mas se passar uma lei dessas, o Edu talvez não poderá mais rir de estupro ou contar piadas altamente originais como “vai lavar louça”.

Ou seja, pelo que entendi, se depender da autora, as pessoas não terão mais o direito de fazer piadas como "vai lavar a louça" ou "vai para a cozinha". O que militantes de todas as causas têm dificuldade de entender é que as pessoas têm direito de ter ideias preconceituosas em uma sociedade livre. As sociedades livres, por serem livres, são plurais, e isso inclui as pessoas que têm ideias desagradáveis. Eu, por exemplo, tenho algumas ideias desagradabilíssimas e altamente preconceituosas.

Duas coisas não devem ser confundidas: a luta por direitos efetivos e o policiamento do pensamento dos outros. Há pessoas que pensam que lugar de mulher é na cozinha e, embora estejam enganados, têm o direito de pensar assim.

Ontem mesmo, li uma crônica do Nelson Rodrigues em que ele manifesta o desejo de que a Simone de Beauvoir lave um bom tanque de roupas. O que fazer? Correr até as livrarias atrás dos exemplares e censurá-lo? O que fazer com a citação segundo a qual nem todas as mulheres gostam de apanhar, só as normais? Botar a polícia no encalço? Devemos também enquadrar o jornalista Ruy Castro por ter feito uma compilação de frases do Nelson?


Yuri disse...

Depois que li alguns comentários aqui achei importante levantar uma discussão.
Voltando ao vídeo.
Assisti no link oferecido (o do testosterona) e é interessante como a descrição do vídeo altera o significado.
Mas se olharmos o vídeo em outro contexto, ficam claros os sinais que é uma sátira.
1. "Você quer fazer sexo anal, Billy?. Com uma mulher?" Indicativo de que Billy, macho cheio de entitlement do vídeo, já fez sexo com homens.
2. O comportamento estúpido do Billy, parecido com o do Jon Lajoie em "Show me your Genitals". http://www.youtube.com/watch?v=vPjzADeOYr0
3. O formato "educativo" do vídeo, parecido com o "Reefer Madness", filme "educativo" de propaganda anti-drogas da década de 30. http://pt.wikipedia.org/wiki/Reefer_Madness.

Sem esses referenciais, e com os referenciais do testosterona, fica um incentivo ao estupro mesmo.


Enfim, o filme é uma crítica, não uma incitação ao estupro. Mas, no blog do testosterona, tudo fica com um ranço misógino. É impressionante.

A acão misógina não está no vídeo, mas na leitura e o significado que o testosterona imprimiu nela, assim como os stills do vídeo no post que descontextualizam a piada do vídeo, fazendo parecer que a piada é "haha, é um estupro", quando na verdade a piada é o Billy.

yulia2 disse...

E qual
o problema se na india e na china são
feito aborto de meninas? vcs não são
totalmente a favor da escolha da mãe em
relação ao aborto?
______________
não fala merda....

o aborto nesses paises não são escolhas
são OBRIGATÓRIAS.
a misoginia na china é tão exacerbada
que ter filho menino significa STATUS social
melhor do que quem tem filha menina.
e quem ousa levar essa gravidez a diante
com menina , eles são caçados pelo governo.
e hoje na china TEM MUITO MAIS homem do que mulher
é claro.... tanto que um monte de familias vão
paras ruas oferecerem seus filhos em casamento
disputando mulher a tapa lá porque lá ta faltando
mulher.

e ser pró escolha não é necessariamente
ser pró aborto, vai ser informar antes de
falar bobagens...

Ju disse...

Como Nelson Rodrigues era um misógino nojento, gente. Não se deve proibir de vender os livros não, Aluisio, mas na minha casa não entra. E nem pago pra ver peças dele.

Anônimo disse...

perguntas estranhas em formsprings suspeitos:

http://www.formspring.me/arlindohh/q/339372046398025156

esse arlindo trocou de time, é cabeludo se diz viril e adora praticar artes marciais justamente para sentir o corpo mascu de outro homem em contato com o dele.
sei não esses mascus são tão estranhos esse papo de virilidade esconde algo.
já não basta ficarem mandando foto um pro outro exibindo seus corpos e dizendo "olha como tô fortinho".
fora que o terrinha se depila todo.
guerreiros metrossexuais, sabia que estão combinando swing entre eles, esses caras querem por que querem admirar o corpo nu um do outro.
swing, homens se agarrando no tatame, fotinho mostrando os musculos, ui mano! cuecão de couro!
http://img39.imageshack.us/img39/6858/665.png Rodrigo M. Souza mais conhecido como autentico no swing http://autenticoproducoesrj.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Vocês deveriam pesquisar um pouco mais sobre o que falam, o masculinismo e muito desvirtuado na internet, ele não tem nada contra o feminismo em sua origem,e não tem nada a ver com vocês mulheres, e apenas a ideia de que o homem não e uma maquina, que tem questões internas a tratar, que precisa dar atenção ao seu sofrimento, e o homem sofre, apesar do que vocês acreditam, e somente combatendo dentro de si mesmo, e que ele poderá se libertar das angustias que o oprimem de fora.

Uma musica que define bem como o masculinismo existe na mente masculina, fiquem com o som sagrado do METALLICA
http://www.videolog.tv/video.php?id=496977

Orlando Fill disse...

Saiba como fazer seu organismo produzir testosterona naturalmente..