sexta-feira, 25 de maio de 2012

A VISÃO DO SISTEMA SOBRE MULHERES, HOMENS E SEXO

Aproveitando que amanhã será a Marcha das Vadias em várias cidades brasileiras (vocês vão? Espero que sim! Depois falarei mais nisso), vi esta divisão aqui (mas esse tumblr não permite link pro post exato) e decidi traduzi-la. Não é minha opinião (e espero que não seja a sua!) sobre mulheres e homens e assuntos relacionados a sexo. É só a visão que o mundo, o chamado senso comum, tem. Em outras palavras, este é o privilégio masculino no que se refere à (hetero)sexualidade. É o padrão duplo. Ainda assim, discordo de algumas coisas nos itens masculinos, principalmente os números 3 e 6. Mas a primeira parte (pra mulher) está corretíssima. Pior é que na minha adolescência já era desse jeito. Até quando, né?
Vadia: [substantivo] - Uma mulher com a moral de um homem
A visão do sistema sobre mulheres e homens
1. Se vc é mulher e vc gosta de sexo... vc é uma p*ta.
2. Se vc é mulher e vc gosta de Britney Spears... vc é uma p*ta.
 3.    Se vc é mulher e vc tem amigos homens, vc é uma p*ta.
 4.    Se vc é mulher e tem mais de um parceiro sexual, vc é uma p*ta.
 5.    Se vc é mulher e já fez muito sexo, mesmo que com apenas um parceiro, vc é uma p*ta.
 6.    Se vc é mulher e vc tem fantasias sexuais, vc é uma p*ta.
 7.    Se vc é mulher e vc se masturba, vc é uma p*ta.
 8.    Se vc é mulher e assiste pornografia, vc é uma p*ta.
 9.    Se vc é mulher e vc dá em cima dos caras, vc é uma p*ta.
 10.    Se vc é mulher e vc leva sempre camisinhas com você, vc é uma p*ta.
Se vc é mulher... vc é uma p*ta.
 1.    Se vc é homem e vc gosta de sexo... vc é um homem.
 2.    Se vc é homem e vc gosta de Britney Spears... vc é gay.
 3.    Se vc é homem e vc tem amigas mulheres... vc é um gigolô. [Acho que estaria mais pra você é friendzoned, né?]
 4.    Se vc é homem e vc tem mais de uma parceira sexual... vc é um pegador.
 5.    Se vc é homem e vc faz muito sexo, mesmo que seja apenas com uma parceira, vc é um homem.
 6.    Se vc é homem e tem fantasias sexuais... vc é um pervertido.
 7.    Se vc é homem e vc se masturba... vc é normal.
 8.    Se vc é homem e assiste pornografia... vc é normal.
 9.    Se vc é homem e vc dá em cima das garotas... vc tem iniciativa.
 10.    Se vc é homem e vc leva sempre camisinhas com você... vc é esperto.
Se vc é homem... parabéns, ainda há algum espaço pra errar.

270 comentários:

1 – 200 de 270   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

'A visão do sistema sobre mulheres e homens
1. Se vc é mulher e vc gosta de sexo... vc é uma p*ta.
2. Se vc é mulher e vc gosta de Britney Spears... vc é uma p*ta'

Nunca vi isso em canto nenhum.Qualquer menina de 13 anos de idade gosta de Britney Spears, isso é o normal desde sempre

Anônimo disse...

Digo, normal adolescentes gostarem dos 'idalos'

Agora uma mulher adulta deve ter mais o que fazer.E mesmo que não tenha, nunca vi ninguem falar que gostar de Britney torna ela puta.

Anônimo disse...

Nossa, eu já vi DEMAIS pessoas falando que mulheres que tem muitos amigos homens não são confiaveis, não servem para namorar, são tipo putas.

Marília

Bruna B. disse...

Nossa, respostas afirmativas para praticamente todos os itens (só não ouço Britney Spears)... ehehehehhehee

Taí, esses itens traduzem exatamente o que a sociedade pensa sobre mulheres e sexualidade.

Pra essa corja falso-moralista e conservadora eu grito bem alto: 'Se ser livre é ser puta, eu sou a maior puta da face da Terra".

Beijos, Lolinha.

André disse...

Uma parcela da sociedade vai chamar de puta quem fizer tudo isso. Uma parcela da sociedade (a controlada pela mídia) vai chamar de otária quem não fizer nada disso. Situação complicada.

Letícia disse...

Lola, acabei de te enviar um e-mail falando sobre a Marcha das Vadias. Bjs!

BRchanner - www.brchan.org/b/ disse...

Só não entendi a parte da Britney Spears. Tem outras cantoras bem mais "vadiosas" que ela, como a Ke$ha. A Britney é, digamos, "normal".

Feminista disse...

Esse post resume tudo o que as feministas pensam, mas não admitem:

Se você é homem, sua vida é fácil. Se você é mulher, sua vida é árdua.

Não tenho palavras para expressar o quanto acho isso tudo ridículo. Nem motivação, já que meus comentários não ficarão disponíveis por mais que 3 horas. Ao invés de ficarem reclamando, ou exigindo intervenção estatal em tudo em prol do feminismo e vida mais fácil para mulheres, TRABALHEM e vão a luta.

Ninguém te julga se você faz sexo, MUITO PELO CONTRÁRIO, os homens é que são julgados se NÃO fazem sexo.
Isso tudo só pode ser uma brincadeira, ou vocês tem conceitos MUITO errados sobre a vida.

Só posso esperar que nenhuma de vocês trabalhe pra mim ou tenham cargos públicos.

Eduardo Marques disse...

Sou obrigado a concordar com o/a Feminista. É um erro achar que TODOS os homens são beneficiados quando são promíscuos, quando é mais difícil para um homem ser promíscuo que para uma mulher. Parece que quem escreve esse tipo de coisa está acostumada a ter um homem para transar com um estalar de dedos e não percebe que para o homem é bem mais difícil conseguir uma mulher.

Eduardo Marques disse...

*É um erro achar que TODOS os homens são beneficiados pela promiscuidade...

Perdão, eu me expressei mal.

Anônimo disse...

De quando é esta lista, do século XIX? Não creio nisso...

Ana Clara disse...

Feminista, uma pergunta: você é uma mulher? Se sim, você é uma mulher que já transou com, digamos, três caras diferentes do mesmo círculo de amizades?

Se sim, você já foi julgada por isso e, muito provavelmente, chamada de puta.

Tenta o raciocínio inverso agora. Se você for um homem, você já transou com três meninas diferentes do mesmo círculo de amigos? Se sim, você não foi chamado de nada. E as meninas provavelmente foram chamadas de fáceis por "compartilhar" o mesmo cara e "dar" para alguém que já "comeu" várias.

Uma observação: ninguém está pedindo uma emenda constitucional para que o direito a transar com quem quiser seja garantido às mulheres sem que haja qualquer tipo de represália ou julgamento social.

Vinicius disse...

Ai ai ai...

Isso que tá descrito no post não é o comportamento de cada homem em particular e sua consequência Vs. comportamento de cada mulher em particular e sua consequência. Não se trata de se identificar ou não com o que está escrito e, desta forma, saber se tá certo ou errado, se é realidade ou falso.

O que tá escrito no post são maneiras de sentir/pensar/agir coletivas e exteriores. Elas se presam sobre os homens e mulheres, elas (e todas as maneiras de agir/sentir/pensar coletivas) os cobre com uma manta de status social.

Eu quero dizer que isso tudo não deve ser tratado de "dentro pra fora", como identificação, mas de "fora para dentro", como imposição. E também não quero dizer que imposição é algo ruim, imposição é algo natural em qualquer sociedade e pãns, é tentar chegar a um ideal de sociabilidade e etc... O que fode é que ESTA imposição é claramente desigual.

Então, sem esse chororô de "MaS É nOrMaL MeNiNiNhA gOsTaR De BrItNeY!"

aiaiai disse...

kkkkkkkkkkkkkk rindo muito dos comentários dos mascus...eles ficam revoltados pq é muito difícil para um homem arrumar alguem pra transar...kkkkkkkkkkk

Incrível é a falta de capacidade de compreensão de um texto. leiam umas 4 vezes, quem sabe conseguem entender...

Glória Maria Vieira disse...

Céus, é desse jeito, Lolita. Quando não é puta, é escrota que vai desembocar em 'puta' no final das contas/prosa. No mínimo, quem não curte Britney, por exemplo, é "cult', sabe?! Or.

Mévia disse...

Uma coisa é achar a lista exagerada; outra coisa é dizer que nada disso é verdade e que os homens sofrem com os padrões tanto quanto as mulheres.

"Ah mas se eu não fico com nenhuma mulher eu sou julgado."

Mulheres também. Se chamam mal-comidas. Um homem nessa situação é no máximo um forever alone (nome muito mais bonitinho e com menos peso negativo.)

Se querem começar o mimimi masculino, ao menos o façam por algo que tenha sentido.

Anônimo disse...

tirando a britney, sou super puta então. com o maior prazer.

contar uma historinha: moço ficou a fim de mim por 2 anos. DOIS ANOS. eu não tava muito a fim, mas resolvi ceder naquelas fases em que a gente acaba até achando a pessoa bem legal e que pode dar em algo bom. fiquei com ele. não transei no primeiro encontro pq ele tava tenso, achei o cara meio frio e só vimos filme. o cara ficou altamente puto comigo.

meses depois, ficamos de novo. e aí ele ficava insistindo pra saber se eu tinha outros caras na vida. resumindo, acabei dizendo que seria meio complicado eu não ter tido ninguém desde qdo ele me conheceu (dois anos, né). ele ficou jogando verde e insistindo até que eu abri o jogo e falei que, sim, não tinha namorado, mas, do mesmo jeito que tava ficando com ele, tinha ficado com outros... ah... pra quê...

eu, que me sustento, estudo pra caralho, passei pela morte da minha mãe e segurei onda de todo mundo, mal saio pq me cobro de fazer tudo que eu TENHO que fazer antes de me divertir... fui chamada de puta pra baixo.

resumo da ópera: se vc dá, é puta. se vc não dá, é filha da puta. não existe saída.

Sara disse...

Sou puta faz tempooooooo....

KALI, desesperadamente humana. disse...

Engraçado é que já vi muito homem dizendo, "olha, se eu fosse mulher ia dar pra um monte de gente, ia ser a maior puta!", e depois comenta que tal mulher é piranha num tom super negativo. Ou seja, ele podia (porque ele é homem! Mesmo se fosse mulher), mas ela não pode.

Vivi disse...

Galera, esta lista, como disse em outro comentário, “não é sobre você”, “apenas o ‘seu’ ponto de vista”, “’suas’ experiências” etc...não é sobre ‘você’ que estamos falando. Vamos tentar fazer o exercício de ABSTRAÇÃO para compreendê-la pessoal! Fazendo isso, acho legal pensarmos que talvez um o outro ponto da lista não cabe na sociedade hoje etc...mas, a lista no geral, não é sobre se ‘você” já passou por isso somente, mas que existe “no geral”, na sociedade, estas associações.
Sobre a lista, além da designação da mulher em “puta” o preocupante é que, se a mulher estiver dentro do comportamento considerado “puta”, as consequências, os riscos para ela sofrer uma violência (física ou simbóica) é MUITO maior. Vide caso Xuxa e a não empatia que ela está sofrendo, ou casos de mulher que se veste ou age como “puta” e é violentada, assediada, não tratada como vitima caso sofra abuso, não levada a sério em determinadas situações porque é mais pra “puta” que “mulher do bem”... Ou seja, as consequências pra estes estereótipos são muito perigosos..além do que, se a mulher for “puta” mesmo , coitada, daí com ela pode qq coisa...Pois hierarquizamos as mulheres pra melhor tratar ou não..

Dri Caldeira disse...

Sara, adoro vc!! De verdade!
É por essas que eu vivo do jeito que eu bem entendo, pq mesmo que eu faça o que se espera de uma mulher, vou ser julgada, não só pelos mascus, mas por mulheres tb, principalmente feministas.

Marina disse...

Além dos homens nos acharem putas por tudo isso aí, a maioria das mulheres também o fazem. O que tenho de "amigas" que me julgam pelos mesmos motivos é demais, algumas são até piores que alguns homens.

Garou Volsung disse...

Muitos conceitos errados nesse texto!

Fora que, um dos pontos mais importantes ficou de fora aí:

Quem que valoriza a promiscuidade masculina?

Sabe de que vai adiantar essas reclamações? NADA!

Vamos continuar valorizando a mulher virgem, ou que tenha pouca experiência, e, enquanto a maior parte das mulheres, pelo menos as mais bonitas, continuarem a valorizar a promiscuidade masculina, homens vão continuar a seguir esse padrão.

Enquanto vocês reclamam dos padrões impostos, muitos homens simplesmente se adequam à eles. Simples não?

Anônimo disse...

marina, bem verdade! muitas vezes, os caras nem ligam tanto (aqueles que não são machistas), mas a mulherada cai matando. mulheres não costumam ser amigas de mulheres. infelizmente.

Vivi disse...

Puta VS Comedor, Garanhão vs Vadia
Só de ter a diferença entre estas duas palavras já denota a desigualdade de tratamento entre homem e mulher. Um valorizado, o outro, desprezado. As consequências de ser a mulher designada assim vão de menosprezo até a morte.

aiaiai disse...

garou,

eu compreendo pq vocês preferem as virgens ou as que tem pouca experiência: elas não vão dizer q você é ruim de cama, simplesmente, pq elas não tem como saber. kkkkkkkkkkkkkkk

Mordred Paganini disse...

Condicionamento operante = seleção de um comportamento adequado pelas consequências.

Mulheres: não fiquem, namorem, sejam amigas, casem, noivem, enfim, não se relacionem com homens machistas.

Quando o machismo for socialmente inaceitável, os machistas serão espécie em extinção.

Não adianta nada reclamar e continuar se relacionando com homens que te julgam desta forma.

Não é só uma questão de mera opinião. Se relacionar com alguém que te considera inferior não faz sentido.

Bruno S disse...

Resumindo a parte feminina: para a sociedade, se a mulher tem sexualidade ela é puta.

E o pior é que se não for enquadradada como puta vai ser vista como encalhada, de forma que nunca haverá situação boa.

Anônimo disse...

Essa coisa de mulher rotular a outra é consequência do machismo. Como os homens machistas querem virgens puras apenas, acham que quem não se enquadra nos padrões merece ser tratada como lixo. E ainda colocam as mulheres umas contra as outras. Se tem algo que devemos lutar contra, é essa eterna disputa, essa coisa de achar que mulheres se odeiam, etc. E não ficar alimentando isso.
Larissa

Nascimento, Lilian S. disse...

Putz... Se vc é feliz e se vc é mulher... vc é uma puta!
.
Sou puta, então, pow. E com orgulho! rs

carolinapaiva disse...

Garou

O problema é vocês se sentirem no direito de desrespeitarem as mulheres que não se encaixam nos seus padrões.
Abuso sexual, por exemplo, NUNCA será justificável ou menos grave se cometido contra uma mulher considerada vadia por vocês.
Quando vocês entenderem isso, ótimo.

Sara disse...

Dri tb gosto muito da sua autenticidade, acho que vc esta pra la de certa de n levar em consideração quem fica se achando mais que os outros, só pq leu alguns livrinhos a mais, quem esta afins de contribuir com cultura q simplesmente dê sua opinião e fale o q pensa, não precisa ficar criticando e ofendendo como tem meia duzia q fazem aqui, isso não é ser feminista.
Eu como vc diz, tb vivo do jeito q acho certo, minha tolerância com gente que adora ser fiscal da vida alheia anda a zero.

Mordred Paganini disse...

Eu nunca fui hostilizada por feministas, anyway.

No entanto, já fui julgada por mulheres mais vezes do que por homens. Se uma amiga minha é machista, eu explico a ela porque o machismo está errado e como ela é prejudicada por ele.

Mas se ela quer continuar assim, eu corto relações. Eu só tenho contato com machismo às vezes na minha família e pela internet. Meus amigos eu escolho bem. Mais uma vez, a questão do condicionamento.

Anônimo disse...

Lola ,resumiu tudooo,nós sempre seremos taxadas de puta por sermos apenas mulheres que estão neste mundo tentando ser felizes,acertando e errando.Outra coisa que eu acho um absurdo é essa industria da beleza contra nós mulheres,olha para os homens:cabelos grizalhos e curtos,sem maquiagem, roupas simples sem grandes decotes e como eles são vistos por todos?homem comum,vai a mulher cabelo curto grizalho,sem maquiagem e roupa sem decotes,o que ela é? descuidada,maior baranga, joãozinho e por ai vai a depreciacão!quando sera que nós poderemos ser do jeito que quizermos ser em relação a aparência ?pelo menos isso já era uma boa!

Carol M disse...

Tb uso a política da Mordred.

Gente, não adianta nada ser feminista e fazer coisas que oprimem outros grupos. Tratar gay e transgênero como nomes pejorativos por exemplo, só se fortalece o machismo fazendo isso. Feminismo é pra todo mundo e pra isso tem que ser horizontal, inclusivo e nunca excludente.

Garou Volsung disse...

carolinapaiva

Onde que eu disse que assédio é justificável? Eu só falei que, se muitos homens são promíscuos, é porque muitas mulheres dão valor a isso. Se não dessem, duvido que tomariam esse tipo de atitude.

Nerd Avenger disse...

Eu sou homem, quase não faço sexo e sou julgado por isso. Chamam-me de nerd (o jeito foi incorporar essa condição), loser, perdedor, fracassado, e outras coisas que são, no mínimo, desagradáveis. Isso não é mimimi, mas serve para demonstrar uma ideia, que é a de que sou homem, independentemente do que o "sistema", essa figura abstrata sem precisão teórica, me diga o que ou quem sou. A verdade é que também me sinto de alguma maneira "oprimido" por esse tal "sistema". Aliás, não se vitimizem tanto. Tem muito exagero no seu texto. E ainda, não são somente as mulheres que sofrem com o sistema (o que é isso mesmo, hein?). Os homens que não conseguem se enquadrar ou que não conseguem corresponder ao papel de gênero que socialmente se lhes atribui...se fodem no dia-a-dia.

Quanto mais nos prendermos aos rótulos, a se revoltar tão-somente contra aquilo que o sistema julga/impõe, mais também reforçamos esses rótulos. Entendo que a Marcha das Vadias tenha um sentido muito maior do que a mera revolta contra os rótulos que são atribuídos às mulheres. Esse movimento vai além, não se prende aos rótulos, mas se apropria dele para ressignificá-lo de alguma forma, isso que é legal. É criativo e ousado. Mas constitui apenas uma parte, uma pequena parte do debate que elas querem impulsionar. Ao menos, assim entendo.

E, por favor, se alguma mulher for responder a este comentário, não comece com aquele discurso de dizer que não posso discutir isso ou aquilo sobre mulheres, sobre feminismo, só porque sou homem. O feminismo não é um movimento absoluto, pois abrange diferentes correntes de pensamento. Não é só porque você é mulher que deverá se considerar, só por essa condição, como vestal da liberdade feminina. E nem a mulher, como ser humano que é, não pode ser criticada nos questionamentos que faz com relação à cultura da sociedade. A liberdade de se expressar tem estreita relação com a liberdade de ser criticado/a. Afinal, todo pensamento está sujeito a equívocos e contradições, com as quais se impende lidar.


Há homens que querem aprender, que que estão dispostos a dividir, que mantêm sua mente aberta a novas ideias. Não somos maus por natureza, nem inimigos das mulheres. Somos humanos, como vocês. Seres de cultura e de desejos. E gostaríamos também de ser vistos dessa forma - ao menos, e novamente, assim é que entendo.

Carol M disse...

Nerd Avenger, vc provavelmente nunca leu muita coisa por aqui. Algo que já falamos a exaustão é que esse sistema oprime TODO MUNDO. Tanto homens quanto mulheres são rotulados e limitados por eles.
Nos livrar dos rótulos que nos dão, ou não dar a mínima pra eles é o primeiro passo. Mostrar para outros, especialmente quem é mais próximo de nós o quanto esses rótulos são ridículos é o segundo.

Dri Caldeira disse...

O problema é que algumas mulheres se veem no direito de me chamar de machista, só pq faço com os homens o que frequentemente eles fazem com nós: usam, se aproveitam e depois jogam fora. Não me aproveito do dinheiro deles, nem de posição social, não faço as coisas por interesse algum. A não ser o de ter alguns dias de prazer com um homem que eu ache interessante. Se uma mulher fazer isso para um homem for sinal de ser machista, então eu sou. E me chateia pq de nada então vai valer tudo aquilo pelo qual já lutei, diante de professores, patrões, empregados, clientes... Não adianta mesmo: quando a gente faz e vive como quer, a gente desagrada a todos.

Macumba Vegan disse...

sem nenhuma conexão com o post, mas: http://www.hrc.org/blog/entry/one-million-moms-claim-gay-comics-will-confuse-and-brainwash-kids

o que você acha de ser tão fácil unir 1 milhão de mães que acham lavagem cerebral quadrinhos que retratem super-heróis gays com naturalidade?

Carol M disse...

Poxa Dri, as vezes que vi o povo aqui se incomodar foi qd vc fez comentários que pareciam diminuir gays ou pessoas negras ou transgêneros.

O povo aqui não condena sexualidade alheia, pelo menos nunca presenciei isso.

Vivi disse...

Oi Nerd. O que vc diz sobre a pressão que homem sofre não exclui em nada os argumentos do post, dos comentário do rótulo que a mulher sofre. Porque como vc apontou, não ser homem pegador é condenado sim, concordo totalmente com vc,acho que nós feministas temos noção disso! Só que, perceba que vc não ser pegador é condenado, tanto pela mulher ser vadia, pela mesma lógica machista, ou seja, no fundo, sofrem pela mesma coisa.
Agora por favor, vamos tomar cuidado em usar expressões como “vitimização”, pois muitas vezes é confundido vitimização com crítica a sociedade e imposições. Da mesma forma que vc usou vitimização, alguém poderia dizer que vc está se vitimizando dizendo que é opimido por não ser pegador, entende? Este “vitimização” é muitas vezes usado para calar os oprimidos a meu ver. E olha, entendo sim que homem pode se expressar sobre o feminismo. No meu ponto de vista, foi o que vc fez, e, apesar de eu não ter concordado com tudo que vc disse, achei vc educado. Só que vc não faz ideia a quantidade de homem que vem com discurso querendo “pautar” o feminismo, sem nunca ter e importado com a causa, sem nunca ter ouvido as mulheres que sofrem com isso, e com um ar de superior (mesmo que ele nem perceba..).Existe muito disso hein!
Ah só pra finalizar, qndo vc diz “Quanto mais nos prendermos aos rótulos, a se revoltar tão-somente contra aquilo que o sistema julga/impõe, mais também reforçamos esses rótulos.”
Eu acho que não, o feminismo pelo menos não tenta reforçar rótulos. No entanto, qndo tentamos criticar nossa opressão, se nos é dado rótulos, só poderemos fazer a crítica em cima destes rótulos. E se não revoltarmos pelo que nos impõe pra que revolta?
Abraço!

yulia2 disse...

''Ninguém te julga se você faz sexo, MUITO PELO CONTRÁRIO, os homens é que são julgados se NÃO fazem sexo.Isso tudo só pode ser uma brincadeira, ou vocês tem conceitos MUITO errados sobre a vida.''

OK, MASCUTROLL se passando por feminista HA HA.

''É um erro achar que TODOS os homens são beneficiados quando são promíscuos'',

reclame com os machistas...eles ditam isso.

''Vamos continuar valorizando a mulher virgem, ou que tenha pouca experiência, e, enquanto a maior parte das mulheres, pelo menos as mais bonitas, continuarem a valorizar a promiscuidade masculina, homens vão continuar a seguir esse padrão''.

HA HA e vc vão pagar prostutitas
até morrer .. homem com mentalidade feito a suanão faz falta pra ninguém.
nenhuma mulher minimamente saudável, virgem ou não , vai querer esse lixo andante por perto.

yulia2 disse...

Nerd

Acho sim que tem que continuar
tendo a marcha como forma de protesto, ficar calada
e baixar a cabeça pros caras NÃO VAI MUDAR nada pro
nosso lado, é isso que eles querem, que continuemos
caladas debaixo da sola do sapato deles. Muitas das nossas conquistas foram obtidas
ASSIM, nas ruas com protestos e reinvindicações.
foi assim pra ter direito a voto, direito ao divórcio...

Anônimo disse...

é isso ai yulia2,fora esses lixos que se dizem homem, porque homem pra mim é outra coisa e não esse ai que ficam de mimi dizendo que nós mulheres inventamos todos esses preconceitos e eles são uns coitados.Tudo bem que a vida de ninguem é um paraiso eterno mas ficar com essa ai de que é hostilizado pq n faz sexo é de ultima,quanta mentira haja paciência

Bruna B. disse...

OH, que novidade! Mascus reclamando da falta de sexzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzROINC.

Bizzys disse...

Concordo totalmente com essa lista, acho que só faltou uma coisa: se a mulher usa roupa curta/decotada (por menos "reveladora" que seja) é puta.

E sobre os homens que tem amigas mulheres, já ouvi muita gente falando que "se um cara anda junto com mais de duas mulheres, é gay". Impressionante a capacidade de raciocínio de quem diz isso, só que não.

O Bruno S comentou que se uma mulher não for julgada como "puta", ela vai ser julgada como "encalhada" - é a mais pura verdade. Se uma mulher não tem um homem "pra chamar de seu" (e UM SÓ, se for mais de um é puta), ela é encalhada, solteirona, vai ficar pra titia, isso se não for uma "sapatão". Só digo isso porque cansei de ouvir pessoas me perguntando.

Cláudio disse...

A questão não é essa, mas o que os homens e mulheres precisam para conseguir sexo?

Homens: algum esforço para conseguir um número limitado de fêmeas para acasalar;

Mulheres: elas sendo no mínimo "normalzinhas" abrem as pernas e conseguem um número infinito de machos para acasalar.

Por isso que homem que pega todas é "garanhão" e mulher que pega todos é p*ta.

Carol M disse...

É Cláudio, isso super faz sentido. Só que ao contrário.

Sério mesmo, pq essa obsessão com a vida sexual alheia? Coisa de desocupado cara...

Bruna B. disse...

Cláudio


Ser escroto desse jeito é característica nata ou precisaste de treino?

Gente, eu sempre digo, o discurso mascu pode até mudar mas a 'reivindicação' é sempre a mesma: "mimimi, quero que as mulheres trepem comigo, mimimi, essas putas não dão pra mim"... enfim, tout de même.

Bruna B. disse...

"Homens: algum esforço para conseguir um número limitado de fêmeas para acasalar;"


Cara, um babaca que chama mulher de 'fêmea', reduzindo ela a bicho, e usa termos como 'acasalar' merece tomar muita bolacha na cara.

Luiza disse...

Bolacha na cara?

Tem é que tomar porrada até no ** pra aprender a virar gente. Machinho que perde pros outros e vem reclamar aqui é tão cha..zzzzzzzzzzz

Anônimo disse...

Pelo menos não estão negando os fatos.

Mas pra quem clama tanta liberdade de escolha, porque vocês se incomodam tanto que os homens prefiram as menos promíscuas?

Pro cara que já não come ninguém, normal ele querer mulheres pouco experientes também.

Pro cara que come geral, todas querem dar pra ele e se o cara prefere uma mina mais casta também....

Mas eu entendo que essa atitude é vista como um controle na liberdade sexual feminina. Porém, como tudo na vida, esse tipo de coisa pode até ter que ser aceito, mas acho muito difícil mudar as preferências dos caras.

A outra escolha seria jogar na mesma moeda e não mais recompensar os promíscuos, mas visto que eles que são os desejados acho também muito difícil abrirem mão deles.

Anônimo disse...

Lola, tenho um pé atrás c/ essa tal Marcha das Vadias. Vc ñ acha q "vadia" é um esteriótipo machista? Deveria se chamar algo como "marcha pelo direito ao próprio corpo" (já q esta marcha é um protesto contra o estupro) ou "marcha da liberdade" (já q defende a liberdade da mulher andar como quiser sem ouvir esteriótipos machistas como "vadia"?)

Camila Fernandes disse...

Gente, tem uma coisa muito furada nesse raciocínio... Como assim as mulheres transam com um número infinito de homens, mas os homens só transam com um número muito limitado de mulheres? Isso é matematicamente idiota, considerando a proporção quase equivalente de homens e mulheres no nosso planeta. Para isso fazer algum sentido, a maioria dos parceiros sexuais das mulheres teria que ser composta por alienígenas e criaturinhas peludas de Alfa do Centauro.

(Eu não podia perder essa piada e, a propósito, feliz Dia da Toalha para vocês!)

Anônimo disse...

Não consigo entende de onde tiram essa informação de que mulher prefere os promíscuos. O que vejo é muito homem fingindo de bom moço, que irá ter algo "sério" com a moça, conseguir o que quer e cair fora, buscando a próxima. E ainda sair falando que a moça enganada é fácil, vagabunda.

Anônimo disse...

Anônimo 16:41,

bom ponto. talvez o cara, por ser muito desejado, aproveite-se da situação e torne-se promíscuo.

Só que esse fato não atrapalha em nada a relação dele com o resto das mulheres. Se ele não recebe uma sanção só pode ser porque ele é apreciado.

Anônimo disse...

Essa choradeira de mascu de achar q mulher só gosta de cafa. Ora, se pensa assim, vire um cafa ou vá pagar putas e pare de encher o saco.

Agora, tem uma coisa q é verdade: a mulher para seduzir um homem, basta rebolar e ficar se exibindo. Já o homem tem q chegar na mulher, puxar um papo, ter paciência e se mostrar dominante. Isso vale tanto pro cafa como pro "bonzinho". Se colar, pegou, se ñ colar, ñ pegou. Cafas tb pássam por períodos de seca. Mas os mascus acham q só eles, os bonzinhos, os "honrados", são desprezados. Vão se fuder.

Mordred Paganini disse...

Opa! Feliz dia da Toalha!!! (belíssima observação Camila)

Eu ainda acho que o jeito é:

1 - Parar de competir com outras mulheres, riscar palavras discriminatórias do nosso vocabulário e educar nossos (as) amigos (as).

2 - Parar de aceitar o machismo. Quando uma amiga ou amigo diz algo racista, nós achamos inaceitável e muitas pessoas jamais namorariam com pessoas racistas. Pois bem, eu não me relaciono (nem como amigo, colega e muito menos como peguete ou namorado) com gente racista, homofóbica ou machista. nesse ponto tem que ser radical mesmo e repelir radicalmente o machismo para que ele um dia deixe de ser socialmente aceitável.

Um exemplo de como a coisa está mudando (se fosse há uns anos atrás, o fato de saberem que há uma mulher pilotando faria com que passageiros se unissem para demitir a mulher):

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/mg/2012-05-22/passageiro-e-expulso-de-aviao-apos-se-recusar-voar-com-mulher-no.html

Enfim, enquanto pessoas puderem ser machistas e ganhar benefícios com isso, o machismo não vai acabar.

Anônimo disse...

"talvez o cara, por ser muito desejado, aproveite-se da situação e torne-se promíscuo."
Quer dizer que ok o cara ser canalha, mentir e dissimular para mulheres? SE fosse uma mulher fazendo o mesmo, tudo bem também?
Se uma mulher é super desejada e quiser usar isso para atair outros homens, também não atrapalhará a relação dela com o resto dos homens?

Por último, não existe essa de " se mostrar dominante" e as mulheres se apaixonarem!

Camila Fernandes disse...

Obrigada pelo esclarecimento matemático aí de cima. Eu estava seriamente preocupada em ter que encontrar um número infinito de homens, mas agora eu sei que tudo o que eu preciso é de 21900! Entendi.
Só que, de alguma maneira, a "teoria" toda ainda me parece um grande exagero e, assim, só um pouco milaborante.

Bizzys disse...

Anônimo das 16:48 disse: "Agora, tem uma coisa q é verdade: a mulher para seduzir um homem, basta rebolar e ficar se exibindo."

Rebolar e ficar se exibindo? De onde você tirou isso? Quer dizer que, se um cara desperta interesse em uma mulher, é só ela parar na frente dele e dançar até o chão que ele já está "conquistado"? hahahahahahahhahaha

Anônimo disse...

Mordred Paganini,

visto que tem mulheres pilotos desde 1986 e esse foi o primeiro caso que apareceu na mídia na história do Brasil, você falou foi uma tremenda besteira.

Pelo menos você está certa que o machismo tem que acabar. Qualquer extremista precisa é de acompanhamento psiquiátrico e nessa leva entra muita/o feminista/o.

Anônimo disse...

Poxa, todo comentário que eu faço não é aprovado ou apagado? Que saco isso!

Anônimo disse...

Camila Fernandes,

concordo. O exemplo do cara lá foi uma questão de acesso. O custo de acesso feminino ao sexo é muito menor que o custo de acesso masculino ao sexo.

O exemplo só foi mal construído.

Bizzys,

se for só para fazer sacanagem o cara está conquistado sim.

Mordred Paganini disse...

"visto que tem mulheres pilotos desde 1986 e esse foi o primeiro caso que apareceu na mídia na história do Brasil, você falou foi uma tremenda besteira."
___________________________________
Eu não me referi à existência de mulheres pilotando, mas sim, com relação às consequências do caso. Em outra notícia sobre o mesmo assunto inclusive, um dos entrevistados declarou:

"O presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Gelson Fochesato, lamentou o caso. "Temos mulheres pilotas há mais de 40 anos. Nunca houve nenhum tipo de discriminação ou questionamento a respeito disso. Esse passageiro chegou de Marte ontem e não sabe o que está fazendo. Nem empresa aérea de mundo árabe tem esse tipo de coisa. Nós repudiamos essa postura e incentivamos que mulheres venham a somar na aviação brasileira", afirma."
__________________________________

Resumindo: o machista foi expulso do avião sob vaias! Ou seja, os passageiros consideraram a atitude do cara inaceitável. O presidente o sindicato disse que o cara chegou ontem de Marte. Me sinto no direito de comemorar. Você não?

Mordred Paganini disse...

È porque os que se dizem "homens honrados", como alguém aqui já levantou, são na verdade cafas que não deram certo.

Infelizes que acham "eu tratei ela bem, logo ela deve dar pra mim". Se o único motivo que você vê para tratar bem uma mulher é fazer sexo com ela, então você é um canalha.

Camila Fernandes disse...

Ah, então estamos falando de "custo de acesso", embora eu tenha dificuldades com essa expressão. Posso usar "oportunidade" no lugar? Soa melhor.

Então, ele está reclamando a respeito de as mulheres terem mais "oportunidades" de fazer sexo do que os homens. Certo, até aqui? Para fins de análise do raciocínio, vamos nos basear na heteronormatividade e aceitar que um homem faça sexo com uma mulher, e vice-versa. Do ponto de vista do coletivo, ainda dá na mesma, ué (a menos que a maioria das mulheres estejam fazendo sexo umas com as outras).
Ah, sim: a não ser que você escolha um indivíduo como referência. Por exemplo, o cara que fez a reclamação acima. Assim, pode ser que esse indivíduo tenha menos oportunidade de fazer sexo que a maioria das mulheres, ou mesmo que outros homens.
Para mim, parece que ele está reclamando de um problema individual, não?
Minha dificuldade é entender como isso pode sustentar uma crítica válida a todas as mulheres.

Marília disse...

Camila, acho que essa crítica dos mascus é no sentido que eles acreditam que mulher só gosta de cafa né? Então só os cafas transam, os "bonzinhos" não. As mulheres transariam muito sim, mas apenas com os cafas.

Já li umas bobagens deles falando que apenas 20% dos homens (esses seriam os cafas) comem 80% das mulheres do mundo inteiro. Viagem total.

Bruno S disse...

Eu nunca tinha ouvido falar nesse tal dia da toalha.

Agora estão dizendo que a mulher pode obter sexo mais fácil que o homem. Pode até ser verdade, porque o machismo nos ensina a nunca recusar sexo.

No entanto o mesmo machismo faz com que o ônus dessa "facilidade em obter sexo" não seja nada pequeno. Remetendo a lista postada pela Lola, a mulher será chamada de puta em vários dos artigos.

Bruna B. disse...

Anônimo das 16:32

Nós não nos incomodamos por IDIOTAS acharem que somente as virgens têm valor, até mesmo porque nós, feministas, jamais nos envolveríamos com tal tipo de traste. O que nos incomoda é a sociedade, como um todo, nos rotular, julgar e condenar como putas ou santas.
Quem começou o mimimi foram vocês, mascus, que estão em um blog claramente feminista choramingando porque não conseguem sexo.

Anônimo das 16:33

Não afirmei que não somos animais, machos ou fêmes. Reclamei porque NÃO NOS RESUMIMOS A ISSO. Já ouviste falar em racionalidade? Então...

Camila Fernandes disse...

Pois é, Marília, é a maior viagem mesmo. O pessoal joga uns números e dados aleatórios - infinito, um milhão, 20%, 80%, 3,14 - e acha que isso vale como argumento. Entretanto, se você parar e pensar por uns, sei lá, três segundos (número aleatório) vai ver que o argumento não se sustenta.


Off: Bruno, você nunca ouviu falar no dia da toalha? Ahhh, poxa!

Anônimo disse...

Mordred,

é motivo pra comemorar, mas você tinha falado que anos atrás pessoas teriam se unido para demitir a mulher piloto, o que foi uma tremenda besteira (como você mesma viu no depoimento do sindicato)

Camila,

Oportunidade então. Peguemos um cara e uma mulher medianos (média, etc...). Quando a mulher estiver afim o esforço pra ela conseguir sexo é muito menor do que o esforço do cara. Isso é razão para juízo de valor? Acho que não, mas é fácil entender porque a visão entre o "pegador" é diferente da "pegadora".

Bruna B.,

não vi ninguém chorando por sexo aqui, mas a racionalidade tá 10 certo? E não somos resumidos a nenhuma característica única, mas fêmea/macho são palavras completamente válidas para descrever o ser humano e ser um animal também não deveria ser nenhuma ofensa o.O

Marília,

isso sim seria matematicamente impossível ahiauhaiuhai

Nerd Avenger disse...

Carol, Vivi, yulia2 e demais

Carol - Realmente, não visito muito. Por algum acaso, me deparei com a publicação que fala da Friendzone, a qual me deixou bastante encucado, à propósito. As pessoas me enquadram no perfil nerd (não estão absolutamente errados! hehe), mas senti que naquele post atribuem qualidades que nada têm a ver comigo. Já me revoltei com muitas rejeições, mas atribuo a isso mais a um grau precário de maturidade do que ao machismo em si...que existe, por óbvio. Nunca xinguei uma mulher de "puta" em razão disso. No máximo, admiti que o tipo das garotas modernas é o cara mais descolado e que ao menos pareça ser "bom de cama" - talvez uma figura tão idealizada quanto era a do príncipe encantado, afinal, homem "de verdade" tem que ser assim, né? :/

No outro post, fiz vários comentários nos quais tento explicar o porquê de, a meu ver, essa revolta contra rejeição não consistir numa expressão típica do machismo (porém, ainda que não seja típica, admito que possa vir acompanhado de valores machistas), mas de ser uma consequência típica, aí sim, da paixão, que não é um sentimento propriamente dito, mas uma experiência afetiva. Gostaria de ter escrito mais ali, sei lá, de ter retirado alguns trechos, mas, sendo homem, alguns preconceitos são inevitáveis. Além disso, o tempo exíguo não me permite, neste espaço, desenvolver as ideias com um rigor próximo à altura dos meus desejos. Então vou escrevendo e vejo no que dá, e tal.

Vivi - Admito que "vitimização" pegou mal. É uma palavra perigosa. E você tem razão, também não gosto dela. Mas eu disse isso porque...ah, deixa pra lá. Pegou mal mesmo, rs.

yulia2 - Beleza...

Anônimo disse...

Esse jogo de "perde(mulher) e ganha(homem)" que rola nas relações heteros é de uma hipocrisia tão GRANDE que dá nojo,como é que pode uma coisa, baseada em uma dupla moral,dessa dá certo?




Cética

Anônimo disse...

Não vou entrar no mérito da questão de quem está certo.
Como homem, decidi que nos tempos atuais, com as leis atuais, o melhor para mim é aproveitar que as mulherers estão fáceis, ficar pegando o máximo que eu puder e não ter mais compromisso com ninguem.
Ainda existem mulheres confiaveis, mas pagar para ver pode sair muito caro em todos os sentidos.
Eu não queria q fosse assim, mas é a decisão mais inteligente para um homem que tem capacidade de pegar mulher tomar nesse momento.

fabio disse...

mulheres tem a libido menor que os homens, de uma forma geral, não se ve mulheres comprando revistas de homens nus para folhear, paquerando homens num ponto de onibus no dia a dia, são naturalmente passivas, se acham a ultima coca cola do deserto, sendo assim são mais seletiva, e isso e sim uma baita vantagem na hora do flerte naturalmente,e isso que foi exposto no comentario sobre mulheres terem mais facilidade ao sexo oposto que a senhorita Camila Fernandes, ironicamente dez não entender,as adeptas de ideologias de genero tendem a questionar milhares de anos de evolução, como se poucas decadas de revolução comportamental fosse suficiente para cometer adroginar os homens como elas querem, lamentavel

Nerd Avenger disse...

Na moral, a quantidade de pessoas com que alguém se relaciona sexualmente não deveria ser usada para julgar ninguém, nem homem, nem mulher...o problema é que às vezes a própria mulher (advertência: digo-o por experiência própria), até aquelas que se declaram feministas, julga o cara só porque ele não faz sexo habitualmente. Aí é foda...quer dizer, foda é justamente o que não é, hehe. É uma merda mesmo.

fabio disse...

a gigantesca maioria dos homens, ao contrario do que diz a novela, e romantico, infelismente, nos não escolhemos mulher por profissão, poder aquisitivo ou outros fetiches, escolhemos por 'quimica', se nos interessamos em alguem , não damos a minima se ela e advogada ou cobradora de onibus, valorizamos se e agradavel compania, se seus valores são parecidos com os nossos, e sim se ela nos desperta desejo, e antes que digam, " homem tambem e intereceiro, por peito e bunda" saiba que peito e bunda faz parte da mulher, carro,cargo e cartão de credito não faz parte de homem, não nasceu grudado nele, ou voce acha quejogador de futebol teria aquele bando de modelos atraz deles, se fosem porteiros ou carteiros ?? quantos prostitutos vc conhece ? e prostitutas ?? ESSA E A REAL !!!

Anônimo disse...

fabio
Hahahaha Era pra rir né?

Luiza disse...

Lola, depois desse "reau" peço que delete os comentários desse cara.

Anônimo disse...

Riram do Fabio sem dizer no que ele está errado. Se tem algo errado no raciociono dele por favor apontem.
Ou não são capazes?

Anônimo disse...

Agora querem censurar.
É medo
Se deletar só vai dar razão a ele

Anônimo disse...

*rolls eyes*

Anônimo disse...

Acho que isso tmb é um belo atestado de burrice,que alguns homens passam,afinal,se eles gostam de fazer sexo com mulheres,não seria mais interessante,pra eles mesmos,que os mitos e tabus em torno do sexo caissem? que as mulheres se libertassem,fossem pra cama com eles sem neuras,gozassem e encarassem a coisa naturalmente,tal qual o é?,enfim,não entendo mesmo.E se derepente,todas as mulheres resolvessem aderir ao papel de "santa" com quem os garanhões,quem têm uma libido estratosférica (segundo os mesmos) fariam sexo?

Cética

Anônimo disse...

Sou o anônimo 17:51,

Bom, mulher não tem libido menor que do homem, as pessoas funcionam de forma diferente.

Mulher também se interessa muito por aparência, então o argumento dele está bem incompleto o.O

Então pelo menos nesses dois pontos ele está errado.

Beatriz disse...

fabio

Tem muitos prostíbulos por ai só de homens, em várias capitais. Caramba, q decepção, achei q pelo menos puteiro vcs conheciam bem.

fabio disse...

anonimo ria o quanto quiser, e um direito seu discordar, não se preocupe, sou adepto da maxima de meste VOLTAIRE, "posso não concordar com nada do que dizes, mas lutarei ate a morte pelo seu direito de dize-lo"
mas a proposito...discordas do que exatamente no meu comentario ???

Anônimo disse...

Já que insistem
"de uma forma geral, não se ve mulheres comprando revistas de homens nus para folhear,"
Issó não é porque mulheres não se interessam por sexo e sim, porque na nossa sociedade, a sexualidade da mulher não é importante


"paquerando homens num ponto de onibus no dia a dia, "
Isso novamente é o machismo em ação, onde só é correto o homem ter a iniciativa, mesmo que seja para depreciá-la com um comentário desagradável

"são naturalmente passivas,"
Oi? Naturalmente? Tu quer dizer ensinadas socialmente a agir dessa forma né?
" se acham a ultima coca cola do deserto, sendo assim são mais seletiva, "
Isso é dado estatístico muito interessante, parabéns champz, só que não.

"as adeptas de ideologias de genero tendem a questionar milhares de anos de evolução, como se poucas decadas de revolução comportamental fosse suficiente para cometer adroginar os homens como elas querem, lamentavel"
Eu sinceramente não sei o que isso quer dizer, se tu escrever corretamente eu te respondo.

Beatriz disse...

Bem, antes de qlqr coisa, da sua ortografia.

Mas enfim, vc nega q existem prostitutos, oiu dá a entender q não existem. Existe sim, muitos. Até Hollywood já tratou do tema, em Perdidos na Noite

fabio disse...

então existem prostibulos para mulheres ?? devem ser muito bem escondidos não? rsrsrs, e o fato de a libido da mulher ser naturamente menor do que do homem não e um defeito, e uma questa natural, se duvidam saim da sua zona de conforto e observem o dia dia, quem e mais cortejado em ambientes comuns ? homem ou mulher?

Anônimo disse...

Cética,

infelizmente a acho que a oferta e demanda seria extremamente desfavorável para o homem comum.

Na disputa biológica da vida, acabariam servindo apenas para ajudar a criar filhos dos outros, entre outros exageros que podem acontecer.

Porém, é possível que as coisas continuem como estão, não dá pra saber como que as mulheres agiriam coletivamente.

Eu sou otimista.

fabio disse...

hooo beatriz, desculpe se ofendi seu genio ortografico num espaço para comentarios rapidos e espontaneos, mas eu adoro quando deixo bravos os "reacionarios da academia brasileira de letras" kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Anônimo das 18: 29

Tá de sacanagem né? hauahuahaahauah cara não entendeu onde quis chegar e ainda vem com essa resposta tirada do "manual dos homens honrados,pra quem as vadias não dão a bct,pq são umas interesseiras e só dão pros destacados" ahhh vai te catar.



Cética

Beatriz disse...

fabio

Não é escondido não cara... a imprensa até tem tratado do assunto com alguma frequência, esses serviços tem anunciantes e td, dá uma olhada em sites de comportamento. E se vc já passou em zonas de prostituição ou lugares de baladinha decadente a noite, tem uns lugares em q os caras ficam na porta gritando "temos pintos não sei q jeito" e uns trocadilhos lamentáveis, já vi isso em mais de uma cidade. Nem é maldade não, mas tô bem surpresa de vc não conhecer já q é um assunto bem em pauta.

Anônimo disse...

fabio,

caracas, não envergonhe os caras que vem aqui pra discutir.

Você tem que melhorar bastante a sua argumentação e mudar algumas idéias, ou deixar de ser troll.

fabio disse...

não nego que existam prostitutos beatriz, trabalho segurança vip, e acompanho muito a noite paulistana, e ja conheci muitos deles, mas em proporção muito menor que femininos, e em sua grande maioria os seus crientes são compostos por homoxexuais, ou seja com libido masculina apesar de sua opção sexual.

Anônimo disse...

Acho que essa lista esquece que homens tb são oprimidos, só que no caso masculino você PRECISA ter muitos parceiros, senão é loser. Não esqueçamos que o machismo é ruim pra todo mundo, não apenas para nós mulheres.

Anônimo disse...

"as adeptas de ideologias de genero tendem a questionar milhares de anos de evolução, como se poucas decadas de revolução comportamental fosse suficiente para cometer adroginar os homens como elas querem, lamentavel"

Sério, o que tu quis dizer com a parte destacada, fabio?

Beatriz disse...

fabio

Isso nos bordeis com homens sim. Mas vc ja viu sobre os serviços por telefone? Esses tem clientela mais feminina. Como a noite ainda é meio perigosa para mulheres, as q contratam profissionais do sexo preferem fazer isso me casa, sem se expor. Mas é um mercado grande, q movimenta bastante dinheiro.

Anônimo disse...

Cética,

qualquer explicação que eu dê você não vai aceitar mesmo.

O jeito é tirar o melhor da situação.

fabio disse...

referente a o disk sexo concordo beatriz, a maioria deve ser mesmo feminina, pois ai e menos uma questão sexual, e mais uma questão de carencia, de alimentar o propio ego,a maior parte das mulheres são viciadas no propio ego, ao contrario de nos homens, estão acostumadas a a terem eles inflados quando mais jovens a todo momento, conforme o tempo passa, e deixa suas marcas naturais, a oferta de elogios diminui, infelismente e assim nua sociedade "sexista"

Anônimo disse...

fabio,

cara, eu sou masculinista mas a sua visão é muito retrógrada. Se ela satisfaz a carência com sexo como que não foi uma questão sexual?

Porque na média então todo mundo que contrata um serviço sexual está massageando o ego, o que é bem verdade se você ler livros sobre ex-prostitutas que comentam sobre os clientes.

fabio disse...

Anônimo disse...
"as adeptas de ideologias de genero tendem a questionar milhares de anos de evolução, como se poucas decadas de revolução comportamental fosse suficiente para cometer adroginar os homens como elas querem, lamentavel"

Sério, o que tu quis dizer com a parte destacada, fabio?


-
realmente devo me explicar melhor, não tenho nada contra a opção sexual de ninguem, cada um tem direito a sua opção pelo prazer, sou a favor do respeito e do humanismo, o que eu quis dizer e que as parece que as neo feministas, querem que nos homens fiquemos pedindo desculpas por sermos homens( homens honrados, não ogros trogloditas), como se masculinidade fosse algo feio e vergonhoso, machismo e feminismo são duas faces da mesma moeda, sexistas e segregacionistas, e assim como direita e esquerda são ideologias falidas do seculo passado, ideologias de genro tambem estão obsoletas, deveriamos primar pelo HUMANISMO, pelos direitos e deveres iguais, mas respeitando as diferenças, pois HOMENS E MULHERES SÃO DIFERENTES, e ser diferente não e errado, o errado e ser sexista preconceituoso.

Anônimo disse...

"Ninguém te julga se você faz sexo, MUITO PELO CONTRÁRIO,"

HAUHAUAHAUAHAUHAUAHAUAHAUHAUAHAUAHAUAHAUHAUAHAUAHAUHAAUHAUAHAUHA tá bom, senta lá Claudio.

Anônimo disse...

"Uma observação: ninguém está pedindo uma emenda constitucional para que o direito a transar com quem quiser seja garantido às mulheres sem que haja qualquer tipo de represália ou julgamento social."

Nem eu, só peço a CRIMINALIZAÇÃO DA MISOGINIA. Aí o bicho ia pegar e a casa, cair, pra um monte de gente.

Anônimo disse...

"..eles ficam revoltados pq é muito difícil para um homem arrumar alguem pra transar."

pra homens otários feito os mascuzões realmente, é complicadíssimo!!!!

Túlio B. disse...

Se vc é mulher e virgem... vc é "pra casar".
Se vc é homem e virgem... vc é um loser.

Se vc é mulher e casou virgem... vc é decente.
Se vc é homem e casou virgem... vc é um loser.

Se vc é mulher e só transou com seu marido... vc é decente.
Se vc é homem e só transou com sua esposa... vc é um loser.

fabio disse...

Nem eu, só peço a CRIMINALIZAÇÃO DA MISOGINIA. Aí o bicho ia pegar e a casa, cair, pra um monte de gente.

=
e da misiandria tambem ne ? mas cuidado, a concientização e o melhor remedio, pois ficarmos proibindo tudo por força de lei, corremos o risco de entrarmos numa ditadura chapa branca, seja la de que vies ideologico tiver, não se esqueçam que a dita "revolução do proletariado" matou milhares de seres humanos, na união sovietica, china e cuba, so porque pensavam diferente dos " produtores de leis"

Anônimo disse...

Gente, não adianta nada ser feminista e fazer coisas que oprimem outros grupos. Tratar gay e transgênero como nomes pejorativos por exemplo, só se fortalece o machismo fazendo isso. Feminismo é pra todo mundo e pra isso tem que ser horizontal, inclusivo e nunca excludente.

verdade
não adianta bancar a feminista e achar que "gay" é palavrão, que você tem um órgão sexual tão precioso que qualquer homem da Terra deve ver como um prêmio, admirar bilionários que pagam pensão para a ex-esposa e depois bancar a sofrida e vir dizer que tudo bem falar isso ou aquilo, porque já que não tem tanto estudo no feminismo assim não lhe cabe nenhuma responsabilidade.

Anônimo disse...

Há uns posts atrás, numa árdua discussão envolvendo alguma polêmica opinião da Dri Caldeira, foi dito que a Dri queimaria o filme do feminismo. Sobre isso, a Lola escreveu em dois comentários diferentes a seguinte advertência:

"Quem queima o filme do feminismo não é a Dri (que nem sei se considera feminista) ou qualquer mulher/feminista de quem alguém discorda em algum ponto. Quem queima o filme do feminismo é o machismo. Não foram feministas que inventaram termos como feminazis, foram? Não foram feministas que inventaram que feminista é mal amada e peluuda..."

e

"Quanto aos comentários, é o seguinte: se a Dri ou qualquer outra pessoa falar besteira, como a Dri falou, critiquem. Mas sem recorrer a “vc queima o filme do feminismo etc etc etc”.
Mas acho que o inimigo não é a Dri. Certo?"

Acho que a mesma advertência caberia à Dri agora, que há pouco acabou de emitir a seguinte opinião:

"É por essas que eu vivo do jeito que eu bem entendo, pq mesmo que eu faça o que se espera de uma mulher, vou ser julgada, não só pelos mascus, mas por mulheres tb, principalmente feministas."

Desde já peço desculpas por postar essa crítica à opinião da Dri anonimamente, mas prefiro não me envolver nominalmente em polêmicas. Quero que critiquem apenas o que eu falo, pois prefiro debater ideias a debater pessoas. Só chamei a atenção para esse fato porque o comentário da Dri, na minha opinião, é ofensivo a tod@s nós que somos feministas, já que seriam principalmente @s feministas (e, pior, mais especificamente as mulheres feministas) que estariam empenhadas em julgar os comportamentos da Dri (só que não!).

-----------

Sobre o post, tirando uma ou outra frase que acho que não se aplica (gostar de Britney, por exemplo rs), ele reflete bem a polaridade no campo sexual que se estabelece para homens e mulheres. Acho ainda que ele é incompleto, porque ou a mulher é p*ta ou é mal-comida. Não há margem para que a mulher exerça com liberdade o seu desejo, menos ainda que seja valorizada por isso. Ao contrário do que acontece aos homens, que geralmente são divididos entre losers que não pegam ninguém (de alguma forma equivalente a mal-comidas, mas um tanto peso negativo um pouco menor) e garanhões (equivalentes a p*tas, mas muito valorizados por viverem bem sua sexualidade). E essa lógica está espalhada pela mentalidade do senso comum ad nauseam, na ideia do valor do filho homem (consumidor) e da filha mulher (que faz o pai dela ser visto como fornecedor), como foi abordado outro dia num excelente post aqui no blog.

Os homens que negam esse fato, negam a própria realidade (e uns ainda se dizem soldados da REAL! r). E quando falo isso, falo do ponto de vista não de quem sofre o preconceito, mas do lugar daquele a quem é dado o privilégio de poder exercer sua sexualidade como bem entendo. Aliás, na minha adolescência não fiquei sequer com muitas mulheres, já fui visto como um bobo por alguns "pegadores", mas nunca fui chamado de mal-amado ou mal-comido. Já se eu fosse mulher...

Anônimo disse...

Túlio B.

Quantas vezes será que vamos ter que repetir ou vocês fazem isso só pra encher o saco?

Machismo também é uma merda pros homens e esse texto foi usado para abrir o espaço da discussão e não como verdade absoluta.

Anônimo disse...

"Rebolar e ficar se exibindo? De onde você tirou isso? Quer dizer que, se um cara desperta interesse em uma mulher, é só ela parar na frente dele e dançar até o chão que ele já está "conquistado"?" - O q eu falei é SEDUZIR um HOMEM, ou seja, cara querer sexo com ela. Basta rebolar, se exibir de forma sensual, e o cara já tem ereções. Agora, para o homem já mais difícil, isso vcs tem de concordar. O homem tem q chegar, puxar um papo, ter lábia, "pegada"... entende? Agora como os mascus ñ tem bom papo, lábia e consideram estes homens q agem assim, "cafas" e vivem reclamando q as mulheres só querem estes homens, só lhes resta chorar nos seus blogs e fóruns.

LisAnaHD disse...

do comentário 25 de maio de 2012 19:21 envolvendo o que a Dri Caldeira comentou sobre ser julgada tb pelas feministas, é isso mesmo o que a Dri disse.

O espaço aqui volta e meia virou e vira palco de troca de grosserias entre as mulheres pq muitas das que se dizem feministas não se entendem entre si, se acham donas da verdade, e, pior ainda, são sarcásticas, irônicas, grosseiras a não mais poder com quem não compactua com as ideias das tais pq sabem lidar somente com o HOMOGÊNEO e, no final, FEMINISMO que deveria ser LIBERAÇÃO fica mais para DITADURA. Gente legal, mulher jovem e inteligente interessada em aprender sobre FEMINISMO já se retirou daqui para não mais voltar justamente pelas grosserias de umas sabidinhas metidas a dar lição sobre feminismo. E não me refiro à Lola.

Anônimo disse...

O post mostra a exata contradição do mundo, o qual ordena às mulheres "não façam sexo" e "mas se fizerem finjam que não gostam", e ao mesmo tempo estimula o homem a praticar sexo em qq circunstância.
Com quem se as mulheres são incentivadas a não fazer e não gostar?



Lana

Anônimo disse...

Pela decsrição do post sou puta (excetuando gostar da Britney, nada contra , só não sou fã) , com muito ORGULHO.

Bjos

Lana

Caracala disse...

Que saco esse post; eu sou homem e hoje fui chamado de michê, garoto de programa e outras frases menos votadas, só porque não tenho namorada fixa.Privilégio masculino? ou dedos apontados devido a imposição da monogamia?
Caralho...

Anônimo disse...

Boa noite Lola, também achei de extremo mal gosto a Dri Caldeira falar de ser julgada, “principalmente por feministas” em um blog feminista. Observei várias tentativas de apontar o preconceito dela em vários posts, da utilização de palavra como -usar- os homens etc, etc, etc. E esta colocação eu achei injusta com nós feministas, que nunca julgariam a mulher por ser liberada sexualmente. Mas sim pelo preconceito dela em todos os níveis, sem nunca querer aprender a ser humilde, disfarçando seu preconceito como autenticidade.

Me deculpe, mas também prefiro o anonimato.Não ligo dela me chamar de covarde, hipócrita etc.., Também quero que julgue pela minha opinião.
Se fizer tanta questão, pode me chamar de Fernanda.

Anônimo disse...

Sabe, LisAnaHD, minha visão daqui é bem diferente da sua. É verdade que volta e meia rolam umas trocas de ofensae grosserias gratuitas (não estou falando dos trolls, porque esse eu costumo não ler). No entanto, o que mais vejo aqui são pessoas emitindo suas opiniões sem precisar reocrrer a ofensas. O que mais vejo aqui é que há muitas pessoas, que às vezes são criticadas como sendo "umas sabidinhas metidas a dar lição de moral sobre feminismo" travando diálogos interessantes, buscando debater ideias (às vezes de forma frustrante, pois acabam dialogando também com uns trolls).

Critiquei o comentário da Dri porque acho que é esse tipo de troca de ofensas que não deveria rolar aqui. Ou será que o problema do feminismo são as feministas? Acho que não... Mas muitos comentários da Dri abrem margem a esse tipo de leitura, infelizmente. É por isso que frequentemente faço com os comentários dela como faço com comentários dos trolls que me desagradam: simplesmento não leio. Mas não é sempre que é possível passar incólume por eles, tendo em vista que muitas vezes esses comentários é que geram tais discussões que resvalam na troca de grosserias. Não que eu ache que haja justificativa para dizer que a Dri "queima o filme do feminismo", por exemplo. Mas muitos desses comentários são anônimos, então não é sequer possível saber quem critica. E o que eu mais vejo é que, quem busca criticar as opiniões dela numa boa acaba também sendo agredido. Como talvez eu também venha a ser, mais à frente. Por isso, relutei tanto em fazer uma crítica, não à Dri (a quem não conheço), mas a certas ideias que ela expõe.

E quanto a ressalva que você faz, que não se refere à Lola quando fala das "sabidinhas metidas a dar lição sobre o feminismo", nem precisava ter dito, pois, como alguém que acompanha com frequência tanto esse blog quanto as discussões que ele gera na caixa de comentários, eu jamais pensaria que você, por tudo que costuma dizer aqui, estaria se referindo à Lola.

Comentarista do comentário de 25 de maio de 2012 19:21.

Anônimo disse...

Apenas um último adendo: a meu ver, são principalmente as mulheres feministas que criticam preconceitos que teimam em vir à tona em certos comentários da Dri. Como muito bem disse alguém acima, o feminismo é pra todo mundo e pra isso tem de ser inclusivo, e não excludente. Uma postura contrária só fortalece o machismo... E como esse é um blog feminista, é de se esperar que sejam criticadas ideias e posturas que o fortaleçam.

Comentarista do comentário de 25 de maio de 2012 19:21.

Anônimo disse...

Anônima, concordo com você no que disse sobre a Lis Ana HD. LisAnaHD, pelo que eu me recordo, salvo a Isabel, uma comentarista aqui que parecia bem metida a b*sta em dizer o que deveria ser o feminismo, no mais comum, a maior parte das feministas aqui tenta debater (tirando os trolls) as idéias de maneira educada. Poxa vida, ñ vejo mesmo “sabidinhas metidas a dar lição sobre o feminismo", nem a forma que a Dri Cadeira insinua que feministas que “leram” mais serem sei lá, algo como metidas. Nunca vejo alguém ficar esbanjando livro que leu e nada ñ. Poxa vida,queremos debater as idéias, melhorar como pessoas não? Eu pelo menos tenho a ideia e queria que pudéssemos aqui debater idéias, e se algo nos desagradar poder apontar isso ñ? Ñ podemos ? juro que ñ vejo essa metidice que vcs apontam, a maior parte é só boa intenção de debater mesmo .Se tentar debater é ser metida ñ sei o q fazer, pra que o espaço então ?

Anônimo disse...

Que eu saiba, a comentarista metida à besta é a Lisana, que desvia o assunto para o próprio umbigo em quase todos os tópicos, subestima a capacidade das pessoas de ler em inglês, vive falando de si própria e dando o ombro pro sofrimento alheio. Quanto à Dri Caldeira, ela já fez diversos comentários lamentáveis, cheios de agressão desnecessária e é nela que os trolls prestam atenção, e generalizam que toda feminista é assim, o que é bem ruim. Eu me acostumei a ver Dri Caldeira e Lisana e pular os comentários delas. As demais comentaristas têm debatido bem, é interessante de ler.

Anônimo disse...

Olha, eu sou mulher e não tem um monte de gente fácil assim me querendo não. Se eu quiser um parceiro, uma ficada, vou ter que sair de casa, me arrumar, ir pra algum lugar com pessoas circulando ("balada"?), jogar papo, trocar olhares. Porque é assim que funciona, nas situações mais comuns. E é assim pros dois sexos.

Todo homem que conheci que ficava com esse discurso "mimimi pra mulher é mais fácil que pra homem" eram pessoas que, ao invés de sair, conversar e tentar conhecer pessoas, ficavam no máximo stalkeando garotas online, ou nem isso - só reclamavam.

É difícil pra todo mundo. Todo mundo pode ser rejeitado. Mulher é rejeitada, homem é rejeitado. Frustração tem na vida de todo mundo. E pronto.

lola aronovich disse...

Pessoas queridas, eu leio todos os comentários e sou responsável também por deletar alguns. Então posso dizer que sim, LisAnaHD e Dri Caldeira costumam ser bastante atacadas aqui na caixa de comentários, e sempre por anônimos que não têm coragem de colocar o nome. Acho covardia, sinceramente. E acho que pode-se discordar das ideias sem insultar a pessoa.
Isso posto, LisAnaHD e Dri Caldeira às vezes fazem comentários preconceituosos (racistas, ou homofóbicos, como usar "gay" como insulto), e MERECEM ser criticadas por isso. E são criticadas. E há diferenças enormes nos comentários que criticam o que elas falam e os que criticam quem elas são como pessoas.
Vcs já notaram que não são apenas feministas que comentam aqui. Tem muito mascutroll, muito troll que talvez nem seja mascu, bastante mulher que talvez não seja feminista. Então é meio complicado dizer que são as feministas que estão atacando alguém. A Dri foi super atacada por um comentário que fez, não lembro direito, sobre o namorado dela ter sorte em chegar perto dela ou algo assim. Isso gerou indignação mas, pelos comentários que tive que deletar, a indignação foi dos mascus, não das feministas.
Então, Dri, eu concordo com o que algumas pessoas estão dizendo aqui (e estão dizendo educadamente): não vejo feminista nenhuma criticando a sua sexualidade, ou a de mais ninguém. Realmente não tem a ver com a sexualidade.
E também discordo que algumas comentaristas estejam querendo usar seu conhecimento pra humilhar ou algo assim. Não vamos ser anti-acadêmicas, gente. Não tem nada a ver. Acho ótimo compartilhar conhecimento, teoria, experiências, tudo. Não vejo ninguém tentando usar seu conhecimento pra humilhar outra pessoa.
Desculpe, pessoal, mas estou exausta hoje (toda quarta e sexta é assim, porque são meus dias mais cheios) e tá difícil escrever algo que preste.

LisAnaHD disse...

". . . por tudo que costuma dizer aqui . . ." 25 de maio de 2012 20:14

rs... rs... rs....

yulia2 disse...

''mulheres tem a libido menor que os homens'',

pffff, parei aqui. tava demorando
para aparecer alguém apelando para o velho psico evo....

''ironicamente dez não entender,
as adeptas de ideologias de genero tendem a questionar milhares de anos de evolução''

esqueceu também de milhares de anos de repressão sexual patrocinada pela igreja e pela cultura que perduram ATÉ HOJE.

''como se poucas decadas de revolução comportamental fosse suficiente para cometer
adroginar os homens como elas querem''

a gente só quer tirar o pé que pisa em nosso pescoço só isso.
vcs estão chorando porque isso tira vcs da zona de conforto.


''Porém, como tudo na vida, esse tipo de coisa pode até ter que ser aceito, mas
acho muito difícil mudar as preferências dos caras.''

ok mascu, então vaza.
aqui só tem vadia segundo
seus ''critérios'' de corno
neurótico.

''Não consigo entende de onde tiram essa informação de que mulher prefere os promíscuos''

essas metralhadoras de merda chamada mascu
são capazes de soltar cada coisa aqui que vc fica besta... HA HA!

LisAnaHD disse...

Anônimo disse... Que eu saiba, a comentarista metida à besta é a Lisana, que desvia o assunto para o próprio umbigo em quase todos os tópicos, subestima a capacidade das pessoas de ler em inglês, vive falando de si própria e dando o ombro pro sofrimento alheio. Quanto à Dri Caldeira, ela já fez diversos comentários lamentáveis, cheios de agressão desnecessária e é nela que os trolls prestam atenção, e generalizam que toda feminista é assim, o que é bem ruim. Eu me acostumei a ver Dri Caldeira e Lisana e pular os comentários delas. As demais comentaristas têm debatido bem, é interessante de ler. 25 de maio de 2012 20:52
Se vc está acostumada a pular comentário meu, deveria ter pulado mais um... mas desta feita escolheu pular NO meu comentário X pular O meu comentário... rs...

LisAnaHD disse...

O quêêêê LoLa? Eu usando gay como insulto? JAMAIS!!!! Dizer que faço comentário preconceituoso é uma visão subjetiva pois até hoje vi poucas pessoas que realmente não fazem discriminação mesmo qdo discorda da pessoa discriminada.

Anônimo disse...

"Olha, eu sou mulher e não tem um monte de gente fácil assim me querendo não. Se eu quiser um parceiro, uma ficada, vou ter que sair de casa, me arrumar, ir pra algum lugar com pessoas circulando ("balada"?), jogar papo, trocar olhares. Porque é assim que funciona, nas situações mais comuns. E é assim pros dois sexos." - E o homem também. Só q o homem tem q ter um "bom papo" q agrade à mulher, ter boa lábia, sei lá, ele tem q ter outra coisa para atrair mulheres. Já uma mulher, ñ precisa de nada disso para atrair um homem, se tiver uma beleza mediana, basta se vestir sensualmente e se esfregar nos homens e já tem mtos disputando ela. Por isso q se diz q pro homem ñ é fácil. Se vcs duvidam, leiam o livro "Homem Feito" da Norah Vincent, feminista e lésbica, q passou um tempo como um homem e ela confirma isso q eu disse.

Nascimento, Lilian S. disse...

È realmente engraçado os argumentos de alguns homens.
.
Então a natureza é que cuidou da seletividade sexual humana? Mulheres tem uma libido menor, procuram menos por sexo, etc e tal.
.
Então, se isso é verdade, qual a necessidade de criar r´totulos como putas ou vadias? Se as mulheres gostam menos de sexo, fazem menos sexo, para quê existir uma condenação de ordem social? A natureza já não cuidou do assunto?
.
Incoerentes.
.
Outra coisa: reclamam de que as mulheres colocam condicionantes para o sexo? E se elas simplesmente dizem sim? Não são consideradas vadias?
.
Critiquem às mulheres machistas. Estas sim se fazem de bojetos, vendem-se a fim de obter alguam coisa pelo preço que vale a sua vagina. Uma vagina 0 km, vale um bom casamento, não? Pois é.
.

LisAnaHD disse...

Perdi minha virgindade numa madrugada de um sábado para o domingo e na tarde do domingo eu já estava terminando com meu namorado pq eu queira ir ao clube e ele não queria que eu fosse pq ele não era sócio e tava ciumando de eu usar biquini... achei melhor terminar o namoro... fui ao clube e ele veio atrás de mim mal eu retornei à casa e continuamos o namoro... anos e anos depois conheci meu marido e em menos de duas semanas estávamos morando juntos... rs... e mais de 20 se passaram e ele é louco por mim... tipo assim antes de sair pro trabalho eu peço pra ele baixar a persiana e botar uma pomadinha no meu dedo machucado... rs... e ele faz isso e me beija e à noite me traz um presente... agora, mulheres agressivas, me apedrejem pq dos homens machistas e não machistas sempre recebi beijos e carinhos... apesar de um deles quase me matar literalmente falando com uma faca no meu pescoço e a ameaça durou HORAS e HORAS... eu terminei o namoro e ele dizia nãopoder viver sem mim... foram As Horas até que fomos parar na delegacia e o gajo foi deportado!!!

yulia2 disse...

''Por isso que homem que pega todas é "garanhão" e mulher que pega todos é p*ta.''

quem estabeceu isso como valor
foi a igreja e o patriarcado boçal.A natureza nada tem a ver com isso...

''Então, se isso é verdade, qual a necessidade de criar r´totulos como putas ou vadias? Se as mulheres gostam menos de sexo, fazem menos sexo, para quê existir uma condenação de ordem social?
A natureza já não cuidou do assunto?''

BOA, e digo mais, porque milhares de anos
a igreja fazendo terrorismo com o sexo principalmente pra mulher??? se a libido é menor , não tem necessidade disso...

eta estorinha mais mal contada da mascuzada.

Anônimo disse...

"Outra coisa: reclamam de que as mulheres colocam condicionantes para o sexo? E se elas simplesmente dizem sim? Não são consideradas vadias?" - Eu queria mais é q fossem assim. Como vc vê, ñ sou mascu. Mas o problema é q as mulheres andam com uns saltos da altura de um poste, olha os homens de cima para baixo...só por ser mediana, se acham a última bolacha do pacote, a última coca-cola do deserto e o mulherão mais bam bam bam da Rua...Larga mão sô, se pisar no homem, ele sente dor, nós somos seres humanos tb... "fFça amor, ñ faça guerra"...

Pensem nisso, e boa sorte!

Anônimo disse...

dále LisAnaHD você é massa e como Lola disse quem te ataca quase sempre é no anominato porque você dá poucas e boas como troco.

fabio disse...

Lilian S. disse...

=================================
quem se vende tem preço moça, não valor, e não estou falando de prostituição, não ,prostitução e um serviço prestado, por livre e espontanea vontade, as claras, entre dois adutos, sem mentiras emocionais, sem mascaras, na noite eu ja conheci muitas prostitutas mais dignas do que muitas patricinhas de escritorio que saem com o chefe, para conseguir mamatas e promoções,ou mulher do bam bam bam do trafico, que veste roupas caras e joias as custas do sangue e vicio dos outros, mas cada um e livre para fazer suas escolhas na vida, e arcar com suas consequencias, pois a realidade da vida...e o cemiterio das ilusões !!!

Anônimo disse...

Sim, Lola. Você realmente tocou com muita clareza e lucidez no ponto em que eu estava levantando. Longe de mim querer julgar a Dri como pessoa, mas precisava apontar que não há justiça na afirmação de que ela seria atacada/julgada pelas mulheres tb, principalmente as feministas. Por isso, inclusive, resgatei seu comentário em que você alertava sobre o que significava dizer que a Dri "queimaria o filme do feminismo".

Quanto ao anonimato, preferi me manter assim para fazer a crítica, mesmo que isso signifique uma certa covardia.

O Comentarista do comentário de 25 de maio de 2012 19:21

Cláudio disse...

À bruna b.:

Cada um faz o que bem entende da sua respectiva vida, JAMAIS / NUNCA morarei com alguma mulher que já tenha feito muitas sacanagens (micaretas, raves, etc).

Não ofenda as fêmeas de outras espécies, elas ficam com apenas UM parceiro por um certo período de tempo, bem diferente das fêmeas humanas que tem um monte por aí que deseja DOIS homens ao mesmo tempo, UM pra pagar as contas dela e OUTRO para "dar conta dela".

Por meio ano fui amante de uma determinada mulher e o "marido" dela servia apenas para pagar as contas. Entre ser o "ricardão" ou "maridão", prefiro ser mil vezes o 1º. NENHUM HOMEM conseguirá ser os dois ao mesmo tempo.

Anônimo disse...

Qual o problema de ir à rave? Já fui em muitas, não uso drogas, não fumo, não bebo e nunca transei com ninguém lá.

fabio disse...

a razão pela qual rotulam homem promiscuo de "garranhão" e mulher promiscua de "vadia"( do qual não concordo, não somos extratos de tomate para termos rotulos ) e uqe um homem para ser garanhão, garanhão mesmo, não falador de historias, , tem que fazer um baita esforço social para isso, tem que estudar muito, ter um bom emprego, um carro, patrimonio propio, snão não vai ser garanhão de nada, so vai chover na horta de vez em quando.
.mulher não, devido a sociedade sexista em que vivemos, mulher e so sair se oferecendo que tem sempre candidato a postos para lhe satisfazer, porque acham que mulher não paga para entrar em casa noturnas, porque mulher e tratadoa como trofeu, mercadoria, atrativo, e vejo poucas ( poucas mesmo reclamando quando isso as convem, parfrasseando o grande filosofo quico : que coisa não ?!!

LisAnaHD disse...

Safadeza existe de ambos os lados. Meu irmão botava chifre na mulher a torto e a direito. Mulher linda assim tipo Michelle Pfeiffer e ainda francesa, très chic. Até o dia em que ele tb passou a levar uns bons chifres et comme l'amour à la française é o que já sabemos, ficou o dito pelo não dito.

Meu pai foi um infiel descarado e minha mãe engoliu todas. Se eu tivesse me casado com um homem dado à infidelidade primeiramente ele teria de ter sido um grande ator pra esconder até o casamento e mesmo depois de casada eu teria o mó gosto em botar-lhe um delicioso par de chifres pq modéstia à parte... ou sem modéstia mesmo, afinal modéstia é falsidade... boa de cama e de sofá e de chão e de gramado e de mesa e de banco de trás do carro e do banco da frente tb eu sempre fui. Homem nunca me faltou e eu nem fui a mais bonita da turma, sempre tive um ar intelectual que me resultou em conseguir homens inteligentes e interessanres, nunca fui chegada a maquiagem, meu cabelo vivia solto ao vento, por vezes curtíssimo, meus modelitos de roupa sempre foram pra facilitar uma e outra pegada e eu dei pra todos a quem eu quis dar, mas nem todos que me quiserem me tiveram e tive de correr muitas vezes!!!

No final, meu marido foi brindado com uma mulher plenamente experiente sem frescura e já foi bem servido de cara pq eu sempre acreditei que a primeira impressão é fundamental... E qdo descobri que eu gostava mesmo era de homem casado, aceitei o pedido de casamento pra ter um hmem casado todo meu e ficar sossegada pro resto da vida. Feminista sim!

Anônimo disse...

Nossa fabio, não sei o que tu quer aqui, se várias pessoas já te expuseram vários argumentos e tu simplesmente ignora. Botando todas as mulheres numa mesma caixinha de comportamentos, aqui é um lugar para pessoas que querem aprender algo e ter a mente aberta, se tu quer só reclamar das mulheres, faça o favor de ir pra outro lugar.

yulia2 disse...

mulher acha que cortejar um homem e humilhante para ela, então fica so no conforto da passividade, mandando no maximo sinais, como se fossemos carne num açougue( familiar não feministas kkk)e hoje me dia fazem exigencias absurdas com relação aos homens, como se fossemos trofeis sociais e de estatus para exibirem nos seus meios sociais,a midia não me deixa mentir, homens famosos são cobiçados por mulheres,sejam os cafajestes que forem, enquanto o homem comum tem passar por uma "bateria absurda de testes para mostrar valor, se isso não e tirar vantagem de uma situação natural, então não sei mais o que e !!!
___________________

porque vc INSISTE em ignorar a lavagem cerebral que é aplicada a mulher nesse quesito?? porque insiste em ignorar as amarras sociais ,culturais e religiosas?
se ela cantar um cara na rua... será tachada de vagabunda, por mais que o cara goste disso, vai julga-la vagabunda.
a passividade que vc tanto critica( mas bem que compactua com isso...) É UMA EXIGENCIA do sistema machista. Muitos falam que mulher NUNCA , JAMAIS pode tomar iniciativa da paquera sob pena de ser tachada negativamente. Vai ignorar o óbvio até quando?
Outra, quando vc tiver uma filha... quero ver quem vc vai querer que ela namore.... o filho do Eike Batista ou um motoboy....
sem hipocrisia.

Paola disse...

Legal o post e o rumo que tomou. Porém, vocês conhecem alguma mulher que pratica o item 9? De várias mulheres esclarecidas, só conheci duas que "trovava" homens, uma delas trovava homens tímidos, mais por esporte. Acabou se casando com um e vive muito feliz. Sei lá, acho raro uma mulher "trovar" um homem, mesmo uma as feministas e que praticam BDSM que conheci, sei lá, só uma curiosidade, talvez eu seja pouco informada, ou minhas amigas tenha uma ultra autoestima. Fica a dúvida (se alguém ler meu post :~~)

fabio disse...

Anônimo disse...
Nossa fabio, não sei o que tu quer aqui, se várias pessoas já te expuseram vários argumentos e tu simplesmente ignora. Botando todas as mulheres numa mesma caixinha de comportamentos...

====================================
e que eu tava passando, parei dei uma olhadinha, achei o espaço bastante democratico( me enganei ?)e resolvi em enturmar rsrsrs, afinal como bom democrata, acho legal o debate de ideias e o saudavel contraditorio, vc não ??
e eu naõ ponho todas as mulheres na mesma caixinha, toda generalização e burra, somos individuos com indentidades propias,anseios pessoais, não formigas vivendo numa colonia socialista, e porque homem pode ter o comportamento criticado, e mulher não ? ( desde que com educação e argumentos) não somos uma so especie ? obvio que toda regra tem suasexeções, maaaaas, toda exeção vem a comprovar tal regra não ?!!

Anônimo disse...

"porque acham que mulher não paga para entrar em casa noturnas, porque mulher e tratadoa como trofeu, mercadoria, atrativo, e vejo poucas ( poucas mesmo reclamando quando isso as convem, parfrasseando o grande filosofo quico : que coisa não ?!!"

Nós aqui reclamamos disso (y)

Anônimo disse...

fabio, teus primeiros comentários citam consequências do machismo mas tu dá a entender que as mulheres é que são responsáveis por isso, e nós estamos há um tempinho tentando mostrar que a culpa é do patriarcado.
Depois tu fala das mulheres se acharem a última coca-cola do deserto ¬¬', que mulheres? se isso não é generalização tu devia ter explicado melhor.

fabio disse...

mas que disse que eu discordo que a culpa era do patriarcardo ?? o patriacardo era uma mer.., repreesor para as mulheres e opressor para os homens, mas o que não se pode e substituir o patriacardo pelo matriarcado segregacioniosta, demozizando a imagem do pai, se pais e mães cometem crimes e falhas, culpem o individuo, não o genero,PAIS TAMBEM TEM SENTIMENTOS, TAMBEM SOFREM, deem uma voltinha na praça da sé em sp, olhem o tando de homens jogaods, amargurados pelos seu erros, e entregues ao vicio,estes homens sentem frio, saudade, mas devido a uma sociedade sexista,( e obvio que muitas vezes a falhas de carater)cometeram erros,mas são seres humanos,não numeros ultilitarios,precisam de ajuda,não de feministas e machistas lhes apontando o dedo, não nego que o feminismo tenha tido sua importancia historica, mas devemos evoluir, chega de segregacionismo, parecem as viuvinhas do muro de berlim, com babosseiras de direita e esquerda em pleno sec.21 aff

fabio disse...

desculpem as falhas tecnicas em nossa lingua mãe, teclado horroroso e desleixo do comentarista, boa noite

Anônimo disse...

Onde que feministas demonizam a imagem do pai? Acho que tu tem uma ideia meio distorcida do feminismo. O feminismo que eu vejo acontecer procura justamente a igualdade, aqui nós primeiramente falamos dos direitos da mulher porque é ela que ainda hoje sofre mais com o machismo, mas os homens sofrem horrores com isso também. Nós queremos que uma mulher não seja criticada pela sua competitividade e nem um homem pela sua sensibilidade, que meninos e meninas brinquem com o que quiser independente de ser carrinho ou boneca, nós queremos que homens não sejam ridicularizados por não "pegarem" muitas e nem mulheres por fazerem o contrário, nós queremos acabar com essas agressões horrendas baseadas em achar que mulher é objeto, nós queremos que os pais sejam mais presentes e tão responsáveis pela educação dos filhos quanto as mães e continua a lista infinita. Queremos que as pessoas se eduquem pra pensar numa forma mais inclusiva, na verdade o feminismo acabou agregando todos outros discriminados e a igualdade que queremos não é só de gênero, é de sexualidade, raça, classe social, deficiência, crença, etc.

E eu não sou "muitas" mulheres e a maioria daqui também não é. Não me acho nada, na verdade super quero igualdade nos relacionamentos também, mas isso eu já dei a entender (espero rsrs)

Anônimo disse...

Ah, escrevi tudo isso e ele foi dormir :fail: kkkk

lola aronovich disse...

Fábio, que escreve muito e mal pacas e põe a culpa no teclado, escreveu: "o patriacardo era uma mer..".

Ha ha, ADORO quando mascu fala do patriarcado no passado. É tão bonitinho, tão insano...

Anônimo disse...

Desculpem minha ignorância mas... o que tem de tão ruim em ser uma p*ta?

É só uma palavra, não é?

Anônimo disse...

quem passa mais tempo educando os filhos é a mãe então é ela quem cria filho machista e filha submissa e as mães que trampam o dia todo e deixam os filhos sendo criados em creches ou pré-escola ou jardim de infância ou seja lá o nome que queiram dar, daí vão sair adolescentes com a mentalidade do sistema que é machista. se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Anônimo disse...

Em outro post fabio comentou que odeia pedófilos e estupradores e sugere prisão perpétua para esses tipos e isso supera o fato de fabio escrever mal pois podemos compreender o que ele comunica. É preciso tomar em conta que o blog não é aberto somente às pessoas letradas.

fabio disse...

desculpe os erros de portugues professora, desleixo meu ,mania de digitar rapido sem ler , vou me policiar prometo (^~^)

---------------------------------
quando a senhora diz mascu, esta se referindo a masculino certo ?? pois apesar de repeitar o movimento masculinista asim como o feminista,( e questionar muitos) pontos dos dois, eu penso e repondo por mim por mim, e acredito que o mundo com uma unica visão seria triste e miope !!

Nascimento, Lilian S. disse...

Certo. Então os homens sentem muito mais desejo por sexo que a mulher. Ótimo.
.
Então a natureza já cuidou do assunto e podemos aposentar os termos "vadias" e "putas" que costumam ser designados para as mulheres que fazem sexo pelo desejo puro e simples de fazer sexo com quantos e na hora que elas quiserem fazer. Afinal, a natureza já codificou que a vontade menor, portanto, não alarmem vossos pênis.
.
Desde que a mulher façaq sexo com finalidade no próprio sexo, não como moeda de troca, seja para uma promoção no emprego, seja para enfiar uma aliança de casada no dedo... Tranquilo.
.
A natureza é sábia. Então, parem de tentar coibir socialmente o que a natureza já codificou como 'inato' e 'imutável'.

Anônimo disse...

"Em outro post fabio comentou que odeia pedófilos e estupradores e sugere prisão perpétua para esses tipos e isso supera o fato de fabio escrever mal pois podemos compreender o que ele comunica. É preciso tomar em conta que o blog não é aberto somente às pessoas letradas."

Compreender o que ele comunica? Eu diria mais ou menos e o pior é que o que eu entendo me entristece '-'
E odiar estuprador e pedófilo faz a pessoa estar além de críticas agora? pelamor

yulia2 disse...

quem passa mais tempo educando os filhos é a mãe então é ela quem cria filho machista e filha submissa
________________

é mesmo???
quem leva o filho pra zona pra perder a virgindade nos grotões do pais? a mãe ou o pai?

Vinicius disse...

" deem uma voltinha na praça da sé em sp, olhem o tando de homens jogaods, amargurados pelos seu erros, e entregues ao vicio,estes homens sentem frio, saudade, mas devido a uma sociedade sexista,( e obvio que muitas vezes a falhas de carater)cometeram erros"

Um mendigo é mendigo por "culpa do machismo"? É isso?

Anônimo disse...

E finalmente o mascu confessa, engraçado como vcs se entregam sozinhos, quem tu acha que vai influenciar com essa bobagem toda? doentio, doentio .-.

lola aronovich disse...

Fábio, vc é uma piada. Sério que vc escreve 30 comentários com as mesmas asneiras de "matriarcado", "misandria", "homens honrados", "esta é a real", whiskas sachê... e não quer ser chamado de mascu porque não gosta de rótulos?!

Ainda está pra aparecer um mascu por aqui que se declare mascu. Pois é. Um grupo de ódio cheio de anônimos e que nem se assume como movimento. Desse jeito o masculinismo vai longe no Brasil e no mundo...

Anônimo disse...

Fabio, deixa eu te contar uma coisa: ser humilde, ter baixa condicão social não é desculpa alguma para não saber escrever na própria língua, entendeu? Isso se chama preguica de pegar um livro, ler um jornal, saber a grafia, o significado das palavras. Tem tudo online gratuito, e você poderia perder seu tempo aprendendo mais, para não dizer tanta bobagem. Outra revelacão bombástica:existe um sistema, chamado sistema capitalista. Ele é muito cruel, e leva muitas pessoas a viver abaixo da linha de pobreza, no mundo inteiro. Agora, viciado é um canalha que põe a culpa em todos pelas escolhas que ele fez. E não, não há mendigos homens apenas, há mulheres aos montes, há criancas, há cachorros, gatos, tudo... vamos lá perguntar a eles o que os levou até ali? Falta de estudo, de oportunidades, ou será que foi uma mulher má por quem ele ralou e levou o dinheiro dele embora? Acorda cara.

fabio disse...

Fábio, vc é uma piada. Sério que vc escreve 30 comentários com as mesmas asneiras de "matriarcado", "misandria", "homens honrados", "esta é a real", whiskas sachê... e não quer ser chamado de mascu porque não gosta de rótulos?!

=====================================
sim professora, eu sou uma piada..mas não uma piada pronta kkkk, e respondo por mim, não pelo masculinismo, pois sou um individuo,sensivel ao meio em que vivo, e sou HOMEM não "mascu" e homem um garotinho, ja tenho 30 anos de cicatrizes no coração, que me deixaram mais forte, e minha força não veem do odio, mas da verdade, minha companheira e a prova viva de que não odeio mulheres, so peço o repeito, repeito mutuo, se as mulheres tem o direito de explessar suas angustias e serem ouvidas,nos homens tambem temos, isso se chama enpatia !!!

fabio disse...

sistema capitalista ? uhuuu,e o que propoe no lugar vermelhinha ? o cumunismo chines ? com seus um bilhão de escravos,trabalhando produzindo chings lings, em troca de comida e agua, ou o sistema socialista cubano ? onde quem escreve um blog como este vai parar em um porão. haa, essas viuvas do muro de berlim, haja paciencia, que tal um sistema baseada em meritocracia, e universalização de oportunidade ? bem vinda ao seculo 21 !!!

==================================
e quanto aos seu conselhos e dicas, de coração obrigado, vou procurar seguir sim ( apesar de trabalhar muito) mas aqui e tudo tudo sem intereçe, tudo tudo coração rsrsrs, saudações !!!

Camila Fernandes disse...

Para o pessoal que discutiu o assunto a sério e apontou o que ocorre em relação aos homens (casar virgem: homem é "loser", mulher é "decente"):

É, isso acontece. Acontece e muito, e é fruto do mesmíssimo machismo que a gente discute aqui. O machismo prejudica os homens como prejudica as mulheres, galera.

Camila Fernandes disse...

Fabio, sobre os reacionários da Academia Brasileira de Letras, deixa eu esclarecer. Não é questão de ficar bravo, o problema mesmo é não entender frases confusas e com uma pontuação que não faz sentido.

E usar palavras difíceis junto com referência a algum filósofo ou intelectual não torna seus argumentos válidos. Ainda mais se as palavrinhas estiverem escritas errado ou totalmente fora de contexto.

Ah, isso aí não foi ironicamente, viu? Só dei a dica.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

No mundinho machista, no fim das contas, nem a "puta" e nem a "santa", são respeitadas.
A puta é vista apenas pra diversão, o cara fica com a mulher, na frente dela trata bem e nas costas sai difamando.
A santa é vista como mulher pra namorar, casar, mas como tem que ter uma sexualidade beeem sutil (senão logo vira puta) o machão no fundo a acha sem sal e a deixa de lado várias vezes pra se divertir com as "putas".
Se relacionar com homem machista não compensa, seguindo a cartilha que for.

Anônimo disse...

Laurinha (Mulher modernex) disse...


No mundinho machista, no fim das contas, nem a "puta" e nem a "santa", são respeitadas.
A puta é vista apenas pra diversão, o cara fica com a mulher, na frente dela trata bem e nas costas sai difamando.
A santa é vista como mulher pra namorar, casar, mas como tem que ter uma sexualidade beeem sutil (senão logo vira puta) o machão no fundo a acha sem sal e a deixa de lado várias vezes pra se divertir com as "putas".
Se relacionar com homem machista não compensa, seguindo a cartilha que for.(2)

Bingo

Anônimo disse...

Ai, ai.

Mulheres crescem ouvindo que:
se transar sem gostar é puta; se fizer sexo com um cara que acabou de conhece é puta; se fizer sexo sem estar dentro de um relacionamento sério é puta; se terminar um namoro e não esperar um certo tempo pra transar com outro é puta; se tiver mais que uns 3 parceiros sexuais ao longo da vida é puta...
Resultado: a maioria fica com medo de ser julgada e restringe sua vida sexual.

Depois os homens ficam reclamando que é mais difícil pra eles conseguirem sexo.
Mas eles mesmos não dão valor quando conseguem sexo com facilidade.

Vai entender cabeça de homem.
Reclamam porque as mulheres transam e reclamam porque as mulheres não transam, ao mesmo tempo.

Anônimo disse...

"alguem ve mulher virando o pescoço para olhar bumbum de homem na rua ? buzinando pra homem ?"

A maioria não faz porque se fizer será chamada de PUTA.
As poucas que já vi fazendo são chamadas de PUTAS.
Que mulher quer ser considerada puta?

Drica Leal disse...

Fábio:

Essa sua opinião do que é "natural" no comportamento de masculino ou feminino é completamente furada. Vários estudos e especialistas já provaram que os conceitos de masculino e feminino variam muito de acordo com a sociedade, logo afirmar que homens tem naturalmente a libido maior que a da mulher é no mínimo ignorância ou má vontade de assumir que existe um condicionamento social machis e patriarcal por trás disso.

Um exemplo: Você já teve ter ouvido e deve até concordar que a excitação do homem é visual. Mas já pensou no porque disso? Não será porque desde cedo os meninos são ensinados a apreciar as mulheres consideradas bonitas, estimulados a isso? Você já viu algum pai ou mãe dizendo às suas filhas: "olha, filhinha, que garoto/homem lindo, gostoso!"? Mas o contrário eu percebo desde a mais tenra idade na criação dos meninos.

A libido dos homens não é maior que as das mulheres, os homens apenas tem liberdade para expressar essa libido enquanto as mulher em milênios de sociedade patriarcal teve a expressão da sua libido condicionada, restrita, podada e até mesmo punida. me sinto meio idiota explicando isso pra você, porque tenho certeza que você sabe disso mas prefere da uma de "João sem braço" porque, afinal, é muito mais cômodo para o homem esse discurso de que a libido masculina é maior e blá, blá, blá, já que isso justificaria diversas injustiças e a manutenção desse padrão desigual no que tange a sexualidade de homens e mulheres, com as mulheres sempre em desvantagem e tendo que se conformar nos papéis de santa ou puta enquanto o homem pode usufruir de sua sexualidade sem prejuízos á sua "honra".

PS: tudo isso eu disse em relação a uma heteronormatividade, pois se fomos discutir toda a gama da sexualidade humana, esse papinho do que é "natural" do comportamento do homem ou da mulher, do que é tipicamente masculino e feminino, fica ainda mais obsoleto e infundado.

Drica Leal disse...

Exatamente!
"Depois os homens ficam reclamando que é mais difícil pra eles conseguirem sexo.
Mas eles mesmos não dão valor quando conseguem sexo com facilidade."

O modelo machista e patriarcal de sociedade leva a essa contradição estúpida. E como eles resolvem? Separando as mulheres em santas e putas, de acordo com o que eles desejam ou necessitam, simples assim, ;-)

Drica Leal disse...

Aff, escrevi engolindo e trocando letras e termos, mas acho que deu pra entender, rs.

Anônimo disse...

Gostei muito do texto, ele é bem simples e bem complexo ao mesmo tempo.
Faltou dizer que, quando menina, se você não ajuda a mãe você é uma futura puta; se você é menino e, ao invés de ajudar a irmã com os trabalhos doméstico tem a permissão para ficar no vídeo game; você é normal.
Quantas as comentaristas, a Dri Caldeira é uma vitimista bem cínica. Ela afirma, com todas as letras, que se tivesse oportunidade seria misândrica,tem sérios problemas pelo complexo de inferioridade por não ter pós graduação.E ainda se acha acima da lei, agindo contra a lei sempre que não concorda com ela (lei é o que está na legislação e não o que concordamos).
Lola, você mesma disse que ela MERECE ser criticada quando escreve alguma bobagem, o que sempre acontece, o problema é que ela nao aceita e parte para o ataque pessoal.
Já cansei de ler ela querendo desmerecer mascu chamando-os de gays.Ae pergunto: é justo usar a sexualidade alheia para desmerecer alguém? Qual é o problema em ser gay? É crime/contravenção? Não!Mas mentir para a polícia, espancar idoso, etc é !
Bia

Maicon Vieira disse...

"Faltou dizer que, quando menina, se você não ajuda a mãe você é uma futura puta; se você é menino e, ao invés de ajudar a irmã com os trabalhos doméstico tem a permissão para ficar no vídeo game; você é normal."

Na primeira parte eu concordo, mas na segunda não. Tem alguma informações sobre a quantidade de lares que possuem um vídeo-game? Creio que não seja a maioria, além disso, para o menino restava ajudar o pai em seus erviço, não é?

Vinicius disse...

"notaram como os comentarios sobre os erros gramaticais denunciam como elas desprezam homens humildes e de aparente pouco valor social ??"

Peraew!!!

Vc tá querendo dizer que quem é pobre é burro?

E outra, mendigo na rua é um problema que envolve a esfera econômica, política e social. Não é só uma questão de "ele teve desilusões, coitado, vamos dar carinho para o mendigo". Desta forma vc coloca toda a culpa no mendigo (afinal, as "desilusões" são dele, quem mandou...). Então, sinceramente, não creio que essa filosofia do sujeito possa dar qualquer pitaco sobre questões sociais sem fazer da vítima, uma culpada.

Drica Leal disse...

Ah, Maicon Vieira, tudo o que nós precisamos é de mais um se fingindo de desentendido, né? Troque o video-game por assistir tv, jogar bola, brincar na rua com os amigos e dá no mesmo: a menina fica em casa fazendo serviços domésticos enquanto o menino vai brincar, isso é a regra na típica família patriarcal brasileira.

Menino tem que ajudar o pai? Em que? A fazer pequenos consertos? A lavar o carro? Você acha mesmo que isso equivale a fazer faxina, lavar roupa, lavar pratos, fazer comida e outras coisas que as meninas tem que fazer em casa? Dá um tempo, né?

Maicon Vieira disse...

Drica Leal, não estou me fazendo de desentendido. Meus irmãos iam quase todos os dias ajudar meu pai na malhada enquanto minha irmã ficava em casa ajudando a minha mãe.

Anônimo disse...

Drica Leal,obrigada por explicar para o Maicon Vieira exatamente o que eu quis dizer.
Maicon, o que eu disse é que a mulher tem obrigação de ajudar a mãe a lavar a louça, limpar a casa,pôr e tirar roupa do varal, cuidar do irmão menor etc. Enquanto o irmão pode ficar na rua, no vídeo game,no pc, na casa dos coleguinhas,(escolha qualquer tipo de diversão infantil aqui, "you name it" ). É isso.
Eu falo isso em referência à cultura machista. A filha tem obrigação de ajudar a mãe com os afazeres sempre enquanto o filho não !
Realmente, em casos que a família tem um negócio próprio ou é muitooo humilde, o filho é obrigado a ir ajudar o pai para aumentar um pouquinho a renda da família. Mas isso não é a regra!
Mas mesmo nesse caso, muitas vezes a filha também é obrigada a ir ALÉM de ajudar a cuidar da casa.
Repare na maioria dos lares brasileiros que o CASAL trabalha. Os dois têm a responsabilidade de ajudar nas despesas, porém quem fica encarregada de, além de chegar cansada, ir pilotar pia e fogão?
E por que isso acontece? Porque somos educadas desde pequenas a agir assim.
Bia

Drica Leal disse...

Maicon Vieira:

A maioria das discussões aqui se dão pela recusa de muitos em enxergarem um padrão e quererem tomar tudo pelas exceções. Nas famílias urbanas de classe média que não tem empregada, qual o padrão que você enxerga? No seu caso, você está falando de uma família que trabalha no campo. Um outro esquema, uma outra dinâmica, e ainda assim podemos ver padrões desiguais nas relações de gênero e distribuição de trabalhos nesses casos, mas aí já é uma outra discussão.

Maicon Vieira disse...

Bia, em momento algum eu discordei que a filha é obrigada a ajudar a mãe.

"Mas mesmo nesse caso, muitas vezes a filha também é obrigada a ir ALÉM de ajudar a cuidar da casa."

Não vejo isso, vejo que na maioria das vezes o menino que é obrigado e em algumas vezes a menina.

Anônimo disse...

Engraçado essa vontade de ter a promiscuidade justificada de algumas mulheres. Depois reclamam quando não são tratadas com o devido respeito, gritam "isso é machismo". Não, não é. Isso é feminismo.

A desvalorização da mulher veio com o feminismo. Na sociedade patriarcal, a mulher era respeitada

Shey disse...

Ahan, muuuito respeitada... que o digam as prostitutas, as empregadas, as escravas, as mulheres não-brancas... e a história de "miscigenação" do Brasil, só pra ficar no exemplo do nosso quintal...

Tem gente que ou é uma porta ou se finge...

Anônimo disse...

Shey, sim, a mulher era respeitada.
Seus exemplos não fazem sentido: homens não-brancos e escravos homens tambem não eram respeitados, mostrando que o desrespeito não era direcionado ao sexo, o que é óbvio, e isso se aplica ao caso das prostitutas.

No acidente do Titanic, os homens cederam seus lugares nos botes para mulheres e crianças, tanto que 80% dos homens morreram e 80% das mulheres sobreviveram. Dois homens que não quiseram obedecer a essa "lei" foram mortos a bala. Iss mostra que a sociedade patriarcal sempre respeitou, protegeu e valorizou a mulher.

A objetificação e vulgarização das mulheres veio com a asecensão do feminismo.

yulia2 disse...

não se enganem irmãos,a vida do homem deve ser embasada em alto-aperfeiçoamento, em agregar valor a sim propio, notaram como a "mulher moderna" não da a minima para o sofrimento do homem,
_____________________

fabio, combater os valores machistas é também combater essa pressão por status sobre o homem,afinal, são eles que cobram isso, portanto, vc não pode afirmar que a gente não se preocupa com o homem também pois isso não é verdade.

Faz parte da nossa bandeira também, mas infelizmente , o masculinismo se preocupa mais em combater o feminismo do que combater o machismo, e assim fabio, fica dificil , muito dificil.

Anônimo disse...

Existe uma cultura de respeito a mulher sim,uma cultura machista,isso significa que a mulher é colocada nums "pedestal" e as que não estão nele(ou seja as vagabundas,etc...o que obviamente é flexibilizado ao gosto do freguês)não são merecedoras de tratamento respeitoso,esse é o ponto,pouco importa se vcs,homens honrados,não se relacionam ou não "dão valor" a uma mulher livre,sexualmente falando(podem apostar que pra essas mulheres,vcs não fazem falta ALGUMA)a única coisa que se exige/espera-se é o respeito ao ser humano,independentemente do modo como cada um vive sua sexualidade,só isso.


Cética

yulia2 disse...

No acidente do Titanic, os homens cederam seus lugares nos botes para mulheres e crianças, tanto que 80% dos homens morreram e 80% das mulheres sobreviveram.
______________

^^^^^

que pena que vc não tava nesse titanic cara! agora a gente é obrigada a ver o festival de merdas que vc posta aqui.

Anônimo disse...

"Engraçado essa vontade de ter a promiscuidade justificada de algumas mulheres. Depois reclamam quando não são tratadas com o devido respeito, gritam "isso é machismo". Não, não é. Isso é feminismo.
A desvalorização da mulher veio com o feminismo. Na sociedade patriarcal, a mulher era respeitada."

Ai, anônimo, vamos lá:
A questão nao é a mulher querer ter a promiscuidade justificada...Segundo o feminismo, a mulher poder usufruir da sua sexualidade da forma QUE QUISER, sem ser criticada/discriminada por isso.
Você acha que uma mulher ter uma liberdade sexual significa que ela é promíscua? Então, quando é sobre o homem é normal, já que eles possuem um desejo sexual mais intenso´, né? (morro de rir disso, juro!).
E como assim, nao ser tratada como devido respeito? Todas as pessoas merecem respeito!
O problema é que vocês mascus rotulam as mulheres em "dignas de respeitos ou não" de acordo com os seus conceitos deturpados.
Bia

Drica Leal disse...

Desculpa, anônimo, mas quem parece carecer e muito de atenção feminina são vocês, mascus. Afinal, vocês vivem frequentando e comentando em blogs feministas, vomitando suas idiotices onde não são chamados, quando o contrário não acontece. Quem está desesperado pela atenção de quem?

Shey disse...

No acidente do Titanic, os homens cederam seus lugares nos botes para mulheres e crianças, tanto que 80% dos homens morreram e 80% das mulheres sobreviveram.

====================================

Que eu saiba, morreram muito mais crianças da terceira classe do que homens da primeira classe.

Shey disse...

Anonimo 13:15

Creio eu que vc deve ter estudado história brasileira e geral. vc conhece a história da mistura de etnias daqui.

E sim, homens tbm foram desrespeitados, mas nunca pelo seu gênero. Me aponta onde que homens foram obrigados a escolher entre ficar mais em casa e se manterem castos ou a serem "putos" como as mulheres ao longo da história foi.

Me prove que a velha dicotonomia santa-puta não objetifica a mulher.

O velho patriarcado que sempre me objetificou, assim como as minhas semelhantes, e eu quero que morra mesmo esse sistema nojento e pérfido.

LisAnaHD disse...

Qdo estiver balanceado o número de seres humanos homo com os hétero então acho que haverá alguma paz entre homens e mulheres. E qdo os casais hétero tiverem filhos somente sob vocação para a maternidade e paternidade melhor ainda ficará o mundo.

Drica Leal disse...

Shey, a proposta social dos mascus às mulheres é a seguinte:

Em caso de tragédias, acidentes, e situações extraordinárias os homens se propõem e ser fortes e corajosos a salvar as mulheres. Porém, no dia a dia, na vida normal, tudo o que nós devemos fazer é obedecer e servir aos homens sem reclamar, nunca contrariá-los, que abdiquemos de participar ativamente dos destinos políticos, econômicos e sociais do mundo, que algumas de nós sejamos prostitutas para seu uso e que o restante das mulheres contenha sua sexualidade esperando um homem honrado para dignificar sua vida sexual com o casamento, mas pra isso elas devem ser lindas e jovens forever, para serem merecedoras da escolha desses homens muito especiais.

Considerando que a maioria esmagadora das pessoas jamais presenciarão uma tragédia em proporções "titânicas" em toda a sua vida...

Que tal? Eles estão pedindo demais?

Drica Leal disse...

*jamais presenciará

Eita, hoje tô demais me passando na escrita. Preguiça de ler antes de postar, rs.

lola aronovich disse...

Drica querida, perdão, mas vc está equivocada. Mascus não querem salvar mulheres em nenhuma situação, nem em situações de desastre e tragédia. Eles adoram dizer que jamais iriam interferir se vissem homens batendo (ou fazendo outras coisas) numa mulher, porque, afinal, nenhuma mulher presta, e toda mulher merece o que de mal lhe acontece (alguma coisa ela deve ter feito). E, claro, eles põem a culpa do fim do cavalheirismo (porque ajudar alguém que está correndo perigo é cavalheirismo, não mera empatia) no feminismo.
O mais legal é que eles citam o Titanic e outros acidentes como PROVA do privilégio feminino. Afinal, tem esse negócio de "crianças e mulheres primeiro". Eles tentaram falar essa mesma besteira quando houve o naufrágio do cruzeiro italiano, recentemente, mas as asneiras que eles falam foram imediatamente refutadas por fatos, então eles pararam. E SÓ CONSEGUEM CITAR O TITANIC, acontecido há mais de um século.
Este artigo (em inglês) é muito interessante: "O Titanic é uma exceção, cavalheirismo em navios é mito", prova um estudo. Um dado impossível de refutar: "Das 15 mil pessoas que morreram em 18 acidentes, apenas 17,8% das mulheres sobreviveram, comparado a 34,5% dos homens".
Então, tadinhos dos mascus, tudo que eles podem fazer é continuar citando o Titanic.
Outra: o negócio de "crianças e mulheres primeiro" é outro mito. A prioridade é para pessoas com necessidades especiais, sempre.

Drica Leal disse...

Obrigada pela correção, Lola!

É que os mascus que aparecem por aqui com esse discurso do "cavalheirismo" insistem tanto nesse exemplo do Titanic que imaginei que eles gostariam mesmo de ser heróis, enquanto nós ficamos com os "privilégios" do sexo frágil, oh!

lola aronovich disse...

Não superestime os mascus, Dricazinha! Esses seres não seriam heróis nem pra salvar a própria mãe. Aliás, cansei de ler posts em fóruns mascus com o tema "Sua mãe é uma vadia?". O consenso é que... é. Eu pensava que a misoginia deles não chegava às respectivas mães, mas me enganei. No entanto, eles parecem mais ou menos gostar das avós. As que foram "mulheres honradas" na década de 50.


Deletei alguns comentários desta thread porque o blogspot fica péssimo toda vez que o número de comentários excede 200 num post. E vi que alguns coment. não fariam falta alguma, principalmente alguns entre os, sei lá, 30? que o Fábio deixou? Teve uns anônimos também que eu podei sem dó.
Não faço a menor questão de ter centenas de comentários. Prefiro uma caixa de comentários inteligente e funcional.
(Fechei a opção de comentários anônimos por algumas horas porque os mascutrolls parecem não ter o que fazer numa tarde de sábado além de tentar comentar em blog feminista).

Novas Descobertas disse...

Olha, esse negócio de ser a primeira a ser salva pq é mulher não cola. Vcs viram na última tragédia no Japão, no terremoto. As mulheres tinham direito a apenas um bolinho de arroz e os homens a dois, pq eles eram mais fortes e sobreviveriam melhor em caso de tragédia maior, e também pq pegam mais peso e podem trabalhar mais.
Recentemente vi um video antigo sobre o holocausto, e as pessoas eram colocadas em camaras de gás, quando eram abertas para retirar os corpos, as mulheres, velhos e crianças estavam por baixo pois foram pisoteados pelos mais fortes, que sabiam que iam morrer mais mesmo assim tentavam escapar subindo por cima os outros. Os mais fracos morriam antes do gás entrar, morriam pisoteados.

Marta SP disse...

Em uma briga, um irmão meu me chamou de vagabunda Aquilo me ofendeu pra caramba Eu ficava analisando depois o porque dele pensar que eu sou uma vagabunda
Eu trabalho, tenho minha vida, saio com quem eu quero...Opa! talvez seja isso Já me envolvi com amigos dele poucos até, uns 2 no máximo, mas não foi "namoro" Devo ter sido colocada na lista das "mulheres pra comer" ou seja lá o que for, e isso deve ter ficado ruim pra ele (ou não...)*detalhe: ele pode sair com um monte de amigas minhas "ileso", analisa-las falar mal delas (do físico, da inteligencia, ...)

Depois de um tempo dessa briga ainda me questiono, e nao consegui pensar em um "xingamento" para um homem que fosse tão brutal e ofensivo, tanto é que ele me xingou e fiquei muda (a idéia talvez fosse essa)

Acho que simplesmente não existe. O que podemos começar a tentar entender é justamente: por que me ofendo tanto se me chamam de puta, vagabunda, etc ? Talvez se direcionássemos nossa atenção e comportamento para outras frentes, isso deixasse de fazer tanto eco

Acho legal o post pois toca em uma questão que parece "boba", mas expõe o "raciocínio" de muitas pessoas na nossa sociedade.

Os homens sabem o que ofende as mulheres. E eles usam sem dó.

lola aronovich disse...

Marta, sei que a tendência muitas vezes ao ouvir uma acusação tão ridícula (fiquei com dois amigos do meu irmão então sou vadia? Ele fica com montes de amigas minhas e não é vadio, né?) é nem saber o que responder. Da próxima vez, devolva com uma pergunta. Peça para ele definir vadia. Porque essa é uma das coisas que eles não sabem fazer. Então: o que é uma vadia? Tem que atingir um número específico de parceiros pra ser vadia? Esse número varia de pessoa pra pessoa ou tá escrito em algum manual? Tem que casar virgem pra não ser vadia? Tem que não gostar de sexo pra não ser vadia? Porque, de fato, se for essa a definição, somos todas vadias.
Portanto, meu conselho é esse: devolva o questionamento pra ele e espere ele começar a gaguejar. Porque, se ele não for muito idiota (tipo mascu), ele vai se dar conta das besteiras que diz enquanto as diz.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 270   Recentes› Mais recentes»