quinta-feira, 10 de maio de 2012

O MASCULINISMO COMO ELE É

"Aquele lá é um mascu", sussurra a amiga. "Eca", responde a outra.

Nesta segunda a BBC traduziu do inglês pro português um artigo que foi logo republicado pelos principais jornais do país, como Estadão e Folha. O assunto? Masculinismo. Quer dizer, masculinismo como o paraíso na Terra, mais ou menos como aparece na página da Wikipedia (onde não há uma só crítica).
Eu sempre digo que o masculinismo teria razão de existir se fosse para rediscutir o papel do homem na sociedade e o conceito ultrapassado do que é visto como masculinidade. É péssimo (pros homens e pras mulheres) esse conceito arcaico de homem provedor, homem pegador, homem que precisa tomar a iniciativa nos relacionamentos e sair com quantas mulheres puder para não ser chamado de brocha ou v*ado, homem que não pode chorar, homem que aprende a resolver conflitos na base da porrada. 
Sou totalmente a favor do fim do serviço militar obrigatório, de campanhas que incentivem os homens a fazer exame de toque pra detectar câncer de próstata, da pílula anticoncepcional masculina, do homem ter tanta responsabilidade quanto a mulher para evitar a gravidez e para criar a prole, do combate ao estupro nas cadeias, de homens não serem pintados pela mídia como babacas inúteis incapazes de manejar um aspirador em pó, de homens não sofrerem preconceito se escolherem profissões predominantemente femininas (professor de séries iniciais, enfermeiro, empregado doméstico etc).
Mas preste atenção nesta grande revelação: nenhum dos sérios problemas descritos acima foi criado por feministas em particular ou por mulheres em geral. São tradições e velhos preconceitos que se perpetuam no sistema e ideologia que nós feministas combatemos: o patriarcado, o machismo. Ou seja, se o masculinismo realmente se opusesse a esses problemas, lutaria contra o patriarcado e o machismo.
Mas não. O que fazem os mascus? Inventam que o patriarcado acabou, e que agora vivemos num matriarcado (ou, como dizem alguns mais graciosamente, numa “sociedade b*cetista”). Negam que mulheres, gays, negros, sejam grupos historicamente discriminados. Juram que a verdadeira vítima hoje em dia é o homem branco e hétero. E elegem as feministas como suas inimigas número 1. Ou as mulheres (eles consideram que toda mulher é feminista).
Uma das centenas de diferenças entre feministas e masculinistas é de cunho ideológico. Enquanto feministas somos em grande parte de esquerda e lutamos para transformar o mundo, 99% dos masculinistas são de (extrema) direita. E não querem mudar o mundo -– querem voltar atrás. Querem voltar à década de 1950, quando eles não competiam com as mulheres (que, segundo eles, não trabalhavam fora. Mulheres pobres sempre trabalharam fora, mas para mascus, pobres não existem), quando eram os únicos provedores da casa, quando as mulheres “prestavam”, quando não existia essa porcaria de divórcio, que, junto com o feminismo, chegou para destruir as famílias de bem.
Outra diferença é que nós feministas temos orgulho de lutar pelas nossas causas. A maior parte de nós têm nome e rosto. Já os mascus... Como levar a sério um movimento que se esconde por trás de pseudônimos como ArlindãoViril, Puscifer Casey, Enigmático e Realístico, Barão Kageyama e Lobo Sagrado? Não é só no Brasil que eles usam nomes fake ou são anônimos. Nos outros países também. É só ver quem o artigo da BBC menciona. Tente encontrar esses caras. O sul-africano não existe. Se você digitar o nome do americano no Google, encontrará uma foto dele com metade da cabeça raspada, metade cabeluda, uma imagem mandando o feminismo se fu, e um artigo em que ele chama os indianos de lixo. Um líder nato.
Aqui no Brasil, os mascus idolatram um guru que até hoje ninguém sabe se, antes de desaparecer, estava tirando uma da cara deles. Eles já tentaram bolar um movimento. Fizeram até um logo. É este:
Pausa pra rir. Uma porta com um pênis ereto, é esse o símbolo deles? Eu juro que não invento essas coisas! Não tenho criatividade pra tanto.
Os mascus alegam que escondem rosto e nome porque vivem num matriarcado, e, se espalhassem seus ideais a quatro ventos, seriam despedidos de seus empregos por suas chefas mulheres (se tem um lugar onde mulheres estão em posição de poder, esse lugar é no mundo mascu). 
Mas eles mesmos dizem que não se deve falar sobre masculinismo com ninguém, inclusive com amigos de longa data e familiares, porque são logo tachados de loucos, misóginos, e pega-ninguém. Isso porque eles adotam um vocabulário próprio como mangina (pior insulto pra homem, mistura de homem + vagina), matrix, metendo a real, feminazis, gayzistas, GPs (garotas de programa), civis (todas as mulheres que não sejam GPs), e vadias (todas as mulheres). Isso os mascus mais educadinhos. Os mais extremistas -– e o que varia entre uma e outra facção é apenas a intensidade do ódio -– preferem termos como merdalheres e bostalheres. Esses são os mascus sanctos. Dois de seus líderes estão presos por fazerem ameaças e manterem um blog de ódio em que propõem estupro corretivo para lésbicas, sexo com “novinhas” (meninas de até 12 anos), morte a mulheres, gays e negros, e atentado a bomba no centro de ciências humanas da UnB, para assim eliminar vadias e esquerdistas.
Sim, nossos mascus, esses seres pacíficos que, a julgar pela matéria da BBC, apenas querem lutar por seus direitos, têm ligação com o massacre de Realengo. Em quase todos os crimes recentes de ódio contra mulheres há um dedo mascu. O atirador de Oslo, Noruega? Confere. O americano que abriu fogo numa aula de aeróbica, matou três mulheres e feriu nove? Confere. Outro que separou meninas de meninos numa comunidade Amish e matou as meninas? Confere. O assassino do Massacre de Montreal, que matou 14 mulheres e feriu outras dez (e quatro homens)? Confere. A lista é longa. Esta é apenas uma amostra grátis.
E os mascus que não pegam em armas para matar mulheres? Bom, esses, além de tentar justificar os massacres citados, também defendem outros crimes. Uma das maiores vozes do masculinismo americano (lá chamado de Men's Rights Activists, ou MRA) disse que, se fosse chamado para ser jurado num crime de estupro, mesmo que todas as provas apontassem que o acusado é culpado, votaria por sua absolvição. Outro postou na internet os nomes completos e endereços residenciais de feministas radicais, para que elas fossem “visitadas” por mascus. Eles idolatram um sujeito que se suicidou ateando fogo a si mesmo em frente a uma corte de justiça nos EUA. Isso porque sua mulher tinha se divorciado dele uma década atrás por ele bater nela e na filha, e a corte -- que estranho! -- não queria lhe dar a guarda da menina (ah, ele também não pagava pensão).
Portanto, mascus não são um grupo cuti-cuti como a BBC faz parecer. Aqui nossos mascus não têm coragem sequer de se assumirem mascus, porque a vergonha alheia é tremenda. Nos EUA eles são muito mais organizados... e este ano, pela primeira vez, foram chamados por uma ONG pelo que realmente são: um grupo de ódio. (Para acompanhar as loucuras do masculinismo americano, recomendo este blog -– em inglês -– escrito por um homem, que tem como missão zombar dos misóginos).
Então você nunca verá um grupo mascu fazer campanha defendendo o fim do serviço militar obrigatório pra homens. Eles não estão interessados nisso, até porque é raríssimo hoje em dia um brasileiro que não queira se alistar ser convocado. Não. Mascus querem que o serviço militar continue obrigatório, para que eles possam continuar não sendo convocados mas possam continuar reclamando do privilégio feminino. E, quando mulheres se alistam no exército, eles afirmam que as forças armadas estão com os dias contados e que o estupro vai aumentar (culpa das mulheres que se alistam, óbvio).
Você não vai ver mascu fazendo campanha por um mutirão de toque retal para detectar câncer de próstata. Claro que não. Eles fazem piadinhas com homem que se submete a esse exame. Eles chamam os inimigos de “fio-terristas”, porque a pior coisa que pode acontecer nas suas mentes homofóbicas é ter alguma coisa colocada no ânus (a menos que você seja mulher. Aí seu ânus tem que ser rosa). Não, nada de mutirão. Eles só se queixam que homens não façam exame, para exemplificar como o governo gasta dinheiro público apenas com mulheres.
E por aí vai. Pra completar, eles são o suprassumo da incoerência. Ao mesmo tempo em que se declaram eleitores de Bolsonaro e Malafaia e lamentam o fim da família, alardeiam que homens deveriam fazer “greve de casamento” (como se alguma mulher em sã consciência quisesse casar com eles) e satisfazer sua sede insaciável por sexo (lembre-se: só homens gostam de sexo) saindo somente com garotas de programa.
Mas mesmo um “movimento” totalmente frouxo das ideias como o masculinismo tem potencial pra crescer. Ele atrai o rapaz que se acha bonzinho mas não conquista garotas e conclui que elas só gostam de cafajestes. Ele atrai o “politicamente incorreto” que não pode mais contar suas piadas preconceituosas sem ser criticado por seu preconceito. O sujeito que batia na esposa até ela pedir divórcio. O carinha que não consegue conceber que uma mulher seja melhor que ele na universidade ou no trabalho. Em suma, o masculinismo atrai os homens que sentem-se merecedores do que lhes foi prometido por nascerem homens, merecedores de um mundo que felizmente está começando a ser contestado. 
E é por isso que eu faço questão de divulgar o masculinismo como ele é. Para que os incautos não sejam enganados por reportagens cor de rosa como a que foi publicada pela grande mídia esta semana. E grande mídia, por favor, saiba quem você está divulgando positivamente: anônimos covardes cheios de ódio.

617 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 400 de 617   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

"Ainda não sou adepta da misandria, pq preciso de homens pra fazer sexo. Mas no dia em que eu não precisar mais deles, serei sim, e com prazer. Só tem um homem que merece meus respeitos na face da terra: o Eike Batista, q apesar de ser a 8ª fortuna no mundo, levou um belo chifre da Luma de Oliveira e ainda paga pensão pra ela."


Vc é uma vergonha pro feminismo Dri Caldeira, sinceramente!

Anônimo disse...

As Blogueiras Feministas falam sempre que o machismo é também muito prejudicial aos homens e ainda tem mulher aqui falando que homens merecem castração, humilhação...

Anônimo disse...

"Ainda não sou adepta da misandria, pq preciso de homens pra fazer sexo. Mas no dia em que eu não precisar mais deles, serei sim, e com prazer. Só tem um homem que merece meus respeitos na face da terra: o Eike Batista, q apesar de ser a 8ª fortuna no mundo, levou um belo chifre da Luma de Oliveira e ainda paga pensão pra ela."

ai colega não mata a gente de vergonha, vai

Anônimo disse...

Dri Caldeira, vai, queima bastante o filme.

Garou, Carlo, mascus de plantão: ó, isso é o que NÃO É uma feminista.

Carlo disse...

Anônimo,

me mostra esses estudos aê sobre salários que você citou.

Coincidentemente faço estudos na área e a maioria desses estudos tem falhas estruturais graves, como comparar cargos equivalentes em empresas diferentes.

Sério, eu quero mesmo ver os estudos porque estou escrevendo sobre isso e quanto mais bibliografia melhor!

Anônimo disse...

Caro Anônimo das 15:15


se vc não sabe sustentar um diálogo coerente, volta pra jaula. Lamento, o que vc está fazendo é comprovar que mascus são uns nojetos, babacas, que se acham melhores que mulheres.

Você não é um defensor dos direitos iguais entre homens e mulheres (masculinismo e feminismo), vc é só um otário que acha que por ter um pênis é o pica das galáxias, a melhor coisa do universo.

A sujeira que eu tiro da caixa dos gatos tem mais dignidade do que o que você acabou de postar.

Carlo disse...

Anônimo 15:15,

visto que em nenhum momento chamamos qualquer um de vocês de Feminazis ou Manginas, a gentileza a ser devolvida seria chamar pelo nome não?

Ou pelo menos de MRAs.

Anônimo disse...

"Ainda não sou adepta da misandria, pq preciso de homens pra fazer sexo. Mas no dia em que eu não precisar mais deles, serei sim, e com prazer. Só tem um homem que merece meus respeitos na face da terra: o Eike Batista, q apesar de ser a 8ª fortuna no mundo, levou um belo chifre da Luma de Oliveira e ainda paga pensão pra ela."


----------------------

Notem como o "pensamento"(?) radical coloca mascuzões e feminazis praticamente do mesmo lado.

Anônimo disse...

Falácias. Falácias por todos os lados.

Anônimo disse...

Eu acho que a Dri é na verdade um troll mascu.

Anônimo disse...

Anônimo das 15:18

..acho que você n4ao entendeu bem. Eu repudio a atitude da Dri Caldeira e estou avisando aos masculinistas - que certamente usarão ela como exemplo contra as outras - de que ela não é um exemplo. A ironia está na primeira frase, não na segunda.

E Carlo, eu tirei vc do grupo "mascus de plantão".

Guidão disse...

"E acaba que as mulheres terminam com babacas com atitude (porque o que normalmente atrai meninas inteligentes a babacas é a atitude independente, não a babaquice) e gente legal sem atitude acaba ressentida e ignorada.

Mas o problema não está nas mulheres. Está no machismo que funciona dentro da cabeça de ambos os sexos. Se você passa uma vida inteira aprendendo que o homem que tem de chegar na mulher, é difícil não esperar isso."

Eta botina. Agora o machismo é desculpa esfarrapada até para a preferência atávica, biológica, das mulheres por homens babacas mas que têm atitude. Incrível. Mulher não vai assumir responsabilidade nunca, mesmo. Mulher nunca vai admitir que erra. Mulher nunca vai admitir que é tão escrava da própria biologia quanto os homens são da biologia deles, e que ambos os sexos são fracos e burros demais pra conseguirem se desvencilhar dessa escravidão, preferindo culpar um ao outro pela própria incapacidade.

Dri Caldeira disse...

Eu não sei quem é pior, quem acha q tem q argumentar com esses mascus ou os próprios. Vcs querem ganhar a discussão ou querem ter uma vida melhor? O machismo não pode mais ser discutido no campo das idéias, gente! Estamos em 2012 e eu tenho que ficar vendo homens (que se dizem, pelo menos) que ainda levam vantagem sobre as mulheres somente pela condição de macho! E eu não sou feminista do ponto de vista da maioria de vcs, as q aprenderam sobre machismo em livro, estudando sociologia, filosofia ou outras ciências. Eu sofri na pele isso, perder trabalhos por ser mulher, ver um homem muito menos competente do que eu ganhar mais, ver homens com que eu me relacionei poder ter relacionamentos fora só por serem homens. Para a anônima beócia das 15:13 e a das 15:15, é hora de parar de ler e de agir, senão a geração futura a de vcs vai sofrer ainda, como eu e vcs sofremos. Vcs não fazem nada concreto pelo movimento e se veem no direito de criticar quem fala o que quer.

Anônimo disse...

Eu acho que a Dri é na verdade um troll mascu.


Mentira é tosca assim de verdade mesmo, e tem inveja de outras feministas aqui do blog, ela tem inveja da Noemi e da Carol, isso só pra citar as duas mais vitimadas por essa maluca ai!

Fora Dri Caldeira! vc só queima o nosso filme!!!

Anônimo disse...

"Vcs não fazem nada concreto pelo movimento e se veem no direito de criticar quem fala o que quer."

Mascu também fala o que quer, mas nem por isso deixa de tomar porrada quando fala bosta. Fikadika colegue.

Dri Caldeira disse...

Ai, tô muito preocupada com o q pensam de mim... vcs são dignas de pena, se acham superiores mas curtem se vitimizar. Triste geração essa.

Anônimo disse...

Cala a Boca Dri Caldeira!

vc não pode falar o que "quer", pq vc só diz merda!

vai ler um pouco vai estudar não faz mal! e ainda te deixa menos boca suja!

Achar bonito o Eike pagar pensão pra uma mulher que traiu ele, vc defendendo coisa errada de mulher só pq é mulher, vc não é melhor que os mascus!

Vc é igualsinha a eles!

vc queima o filme do feminismo!

Teofilo Tostes disse...

Não consegui ler quaisquer comentários ao post, como usualmente gosto de fazer antes de comentar. Então, não sei se alguém já falou isso, mas essa matéria traduzida da BBC, publicada pelo Estadão, me pareceu ter sido escrita por alguns comentadores que vez em quando aparecem aqui querendo "meter a real" de uma forma um pouco mais polida. Achava que esse blog não precisava se voltar tanto a rebater argumentos tão estapafúrdios e, por isso, raramente lia as postagens sobre masculinismo. Ler esses mesmos argumentos exaustivamente escritos aqui por generais da real e congêneres, de suposto "preconceito contra o homem hétero honrado", numa matéria no Estadão, me mostrou que eu estava enganado...

Branca disse...

Guidão

Hein? Desde quando preferir homens babacas é biológico? Onde você leu isso? Oi? Sou mulher e posso dizer que odeio babacas - prefiro os nerds -, mas que é difícil negar que a presença, o carisma e a atitude não chamam a atenção. Por isso um nerd com algo de atitude ganha meu coração rapidamente XD

Biologicamente falando, um babaca nos estereótipos que falamos (idiotão malhadão de carrão, pegador) é muito atraente porque aparenta ter bons genes e ser bom "caçador" - e se muitas querem, deve ter algo. Agora, pra namorar, babacões não servem - biologicamente falando, tá provado que as mulheres preferem homens mais tranquilos e menos "viris", porque querem formar família e homens assim parecem saber cuidar melhor da prole.

Mas como a realidade é outra, não do tempo das cavernas, mas do século XXI, podemos dizer que sim: o que atrai nos babacas não é a babaquice, é a atitude. O que não os torna melhores ou piores que qualquer outro, e qualquer mulher om meio cérebro sabe disso. Atração imediata não é suficiente pra namorar, e nem mesmo pra ir pra cama (em muitos casos).

Dri Caldeira disse...

Ah e esqueci outra coisa q eu sempre digo e vcs adoram: DEUS É MULHER!

André disse...

Branca,
Curiosidade sincera. Ter atitude e ter pegada são a mesma coisa? E o que seria exatamente?

Anônimo disse...

Cara Dri Caldeira,

você está agindo igual aos mascus que você tanto odeia e repele. Não percebe isso?

lola aronovich disse...

Ahn, gente, por favor, será que daria pra gente parar de brigar entre nós? Isso é ridículo e não leva a nada! Dri, vc falou besteira, ok? Aliás, elogiar Eike Batista ou qualquer bilionário já é besteira. Ainda mais elogiar o cara por pagar pensão. Um cara que tem tanto dinheiro que nem sabe o que fazer com ele...
Quem queima o filme do feminismo não é a Dri (que nem sei se considera feminista) ou qualquer mulher/feminista de quem alguém discorda em algum ponto. Quem queima o filme do feminismo é o machismo. Não foram feministas que inventaram termos como feminazis, foram? Não foram feministas que inventaram que feminista é mal amada e peluuda...

E eu sou desligada mesmo, porque nunca nem tinha notado que Dri e Niemi haviam se desentendido em outro post.

Pô, gente, e ninguém vai falar nada do PRIMOR que é esse símbolo do masculinismo? (depois vi que é uma cópia que os mascus daqui fizeram dos mascus americanos. Mais uma...).

Anônimo disse...

Deus? Deusa? Ah gente... me economizem.

Dri Caldeira disse...

Todas vcs q me criticam pelo fato de eu falar o q eu quero são as mesmas q criticaram duramente a Lola por ela ter publicado um guest post de uma menina de 13 anos semana passada. Essas são as feministas conscientes que vomitam suas bobagens no blog. A mulher tem um blog DELA e vem uma idiota qq criticá-la por ela postar o que ela entende ser necessário e importante no próprio blog. Vcs são patéticas.

Anônimo disse...

Ahn, gente, por favor, será que daria pra gente parar de brigar entre nós?



A briga não é ruim, só mostra que o feminismo não é uniforme, que nem todas feministas pensam igual e não é porque alguém ganhou a carteirinha de defensora das mulheres que pode ser radical e segreagacionista como os mascus, só que com outro alvo.

Dri Caldeira disse...

Lola, já falei pra vc diversas vezes, eu não sou uma feminista como vc que estuda o assunto, eu só sofri na pele por ser mulher e cansei disso. Se em expresso da maneira q eu posso e isso é errado, o que eu tenho de fazer, voltar pra faculdade? Agora, cara, tem q ser meio boba pra acreditar q eu ADORO o Eike Batista né? Vcs as vezes são mais lentas do q eu.

Anônimo disse...

Todas vcs q me criticam pelo fato de eu falar o q eu quero são as mesmas q criticaram duramente a Lola por ela ter publicado um guest post de uma menina de 13 anos semana passada. Essas são as feministas conscientes que vomitam suas bobagens no blog. A mulher tem um blog DELA e vem uma idiota qq criticá-la por ela postar o que ela entende ser necessário e importante no próprio blog. Vcs são patéticas.

***

A Lola não está sendo criticada pelo que postou mas você sim, assuma e não faça a transferência.

Anônimo disse...

É, pra mim deu.

Vocês não querem discutir o mal que o machismo e a misandria causam na sociedade, vocês querem apenas gritar mais alto pra ver quem tem razão.

Quando uma mulher ri de um cara que teve o pênis decepado, ela está sendo machista.

Quando um homem alega que mulher sozinha na rua merece um estupro, ele está sendo machista.

Mas ninguém aqui tá preocupado com isso, vocês querem mesmo é discutir, falar que são melhores uns que os outros e que o outro merece ser xingado, execrado, linchado e humilhado.

Pena de todos vocês. Abraço.

Dri Caldeira disse...

Mas pelo que dá pra se entender, feminista não trai? Feminista não tem desejos, nem fraquezas? Mascu eu sei q não tem prazer, só tem vontade, mas feminista tb não tem?

Carol M disse...

o pior é o anonimo dizer que ve desprezo irrestrito a homens aqui. No mínimo não sabe ler ou nunca leu o blog. As discussões são centradas na sociedade e num sistema, que é o patriarcado, que coloca tanto homens quanto mulheres em papéis estanques e limitadores.

O feminismo defendido aqui tem como base a idéia de que não deve haver distinção por causa de gênero. Homens e mulheres devem ter os mesmos direitos e deveres civis.

Isto posto, sim, a gente se revolta com sujeito babaca. Quando há reclamação sobre homens é a reclamação de atitudes machistas que eles têm e não apenas por serem homens.

Anônimo disse...

Maravilhoso post, Lola, obrigada!

Branca disse...

André

Hmmm, boa pergunta. Se consideramos que a "pegada" é uma coisa física, apenas, ela pode ou não fazer parte da atitude. Mas a atitude pode existir sem isso, porque é uma coisa mais abstrata.

Uma pessoa de atitude é uma que tem presença e autoconfiança. Porque essas duas coisas se farejam a 10km de distância. Uma pessoa bem-resolvida consigo mesma é atraente, mesmo que seja nerd, bêbada, e feia como o diabo. E os babacas, talvez exatamente por serem babacas, têm essas duas coisas sobrando.

Uma pessoa de atitude não vai, por exemplo, lamber o chão de outra. Eu não sei a população feminina mundial, mas nem eu nem minhas amigas gostamos de ter um "cachorrinho" ao lado. Pelo contrário, gostamos de homens que gostam de nós e se preocupam conosco, mas que tenham suas próprias ideias e que não vivam por nós, como se fôssemos a última bolacha do pacote. Ou seja, pessoas suficientemente independentes e realizadas.

Na verdade, suponho que isso atrai muito numa mulher também...

Ah, e uma pessoa pode ter atitude e não ter pegada nenhuma - mas se lembrarmos que muitas vezes a pegada é ruim poque a pessoa não tem confiança, talvez possamos fazer um paralelo aí.

Anônimo disse...

Dri Caldeira, qual a diferenca entre você e um mascu que vim aqui escrever que mulher é merdalher, é tudo vadia.
Antes de sermos gêneros, somos humanos, e é ridículo querer o extermínio desde ou daquele gênero. Esse discursozinho de ódio já esteve diversas vezes pela história. Guarde esse tipo de opinião para você, pois seu discurso só muda de gênero, se comparado aos inúteis "da real" que vem defecar oralmente aqui.

Cheers

lola aronovich disse...

Dri, por favor, deixa disso. Primeiro que vc nem sabe quem está te criticando, porque quem está te criticando é tudo anônimo. E anônimo eu deleto sem dó. Se alguém que deixa o nome diz alguma coisa num tom mais elevado, eu pelo menos penso se deleto ou não o comentário. Mas de anônimo eu deleto sem pensar duas vezes. Já falei pro pessoal: assinem o nome. Criem uma conta no Google, se já não tem uma. Anonimato não deveria ser pra quem tem medo ou vergonha de expor sua opinião (tipo: quer chamar a Dri de ridícula, assine o nome!), mas pra quem realmente não pode (uma vítima de estupro, por exemplo, ou uma mulher que fez aborto). Até porque não tenho como saber se o anônimo que tá comentando é feminista ou algum mascu querendo bagunçar o coreto.
Quanto aos comentários, é o seguinte: se a Dri ou qualquer outra pessoa falar besteira, como a Dri falou, critiquem. Mas sem recorrer a “vc queima o filme do feminismo etc etc etc”.
Mas acho que o inimigo não é a Dri. Certo?

Anônimo disse...

"Hein? Desde quando preferir homens babacas é biológico? Onde você leu isso? Oi? Sou mulher e posso dizer que odeio babacas - prefiro os nerds -, mas que é difícil negar que a presença, o carisma e a atitude não chamam a atenção. Por isso um nerd com algo de atitude ganha meu coração rapidamente XD"
- Engraçado sempre tem mulheres que vem com este papinho de que preferem os nerds, mas não vejo nenhuma mulher procurando homens em bibliotecas...Nas baladas, mesmo em locais que são "redutos" de "alternativos", ou seja, baladas para nerds, os nerds permanecem bebendo para se convencer de que estão curtindo a noite, enquanto comentam qualquer coisa sobre Serge Gainsbourg, enquanto isso, quem se bem são os bombardão, cafas, alfas e por aí vai....

Anônimo disse...

Pilula anticoncepcional masculina, como sonho com isso!
Meu corpo sofre com os hormonios, mto justo dividir a responsabilidade da anticoncepção com os homens.

Sara disse...

Dri vc se expressa muito bem, e não tem nada q se justificar, o ponto é que muita gente não entendeu onde vc quiz chegar ao se referir ao Eike e a pensão que ele paga.
Talvez sejamos lentas mesmo e não tenhamos acompanhado seu raciocinio.

Anônimo disse...

Desculpa lola mas tem briga que é necessária...

Quem começo isso foi Dri caldeira afirmando e que é um premio para a existencia de um homem ficar perto da sua vagina.

E tem mais to com a Nieme a não abro.

Andy disse...

Garou o feminismo luta sim pela igualdade. Se você conheceu uma ou outra feminista com discurso sexista não cabe generalizar todo o movimento dessa forma. Sou feminista e luto pelos direitos humanos, pela igualdade, independente de sexo, cor, orientação sexual etc etc. Porém o foco dos movimentos sociais deve ser nos oprimidos, por isso falamos mais na condição da mulher, do negro, do homossexual, isso não quer dizer que esquecemos do outro ou que queremos uma condição melhor que eles, queremos apenas igualdade. Eu ainda não tive o desprazer de conhecer feministas sexistas e vejo que a maioria de nós luta pela igualdade e não superioridade, homens que querem o mesmo serão muito bem vindos.

Anônimo disse...

Sobre o símbolo mascu, eu só vejo um entroncamento oblíquo à direita... o que eles querem dizer com isso é um mistério.

Dri Caldeira disse...

Sabem o que eu queria das gênias anônimas: ações que revertam o quadro atual da mulher no mundo. Já que vcs estudam tanto o assunto, vcs devem ter alguma solução, não é possível.
Sara - eu preciso me lembrar de trazer as plaquinhas onde se pode ler IRONIA, SARCASMO, ESCRACHO, etc, pq o povo aqui é difícil entender figuras de linguagem, viu?

Branca disse...

Anônimo das 15:51

Precisa conhecer melhor as mulheres, bicho. Ou talvez olhar as nerdzinhas, que sim vão à biblioteca, convenções de RPG, lan parties. Essas de roupa preta, folgada, e cabelo meio desgrenhado, falando do pokémon novo que encontraram. Essas podem ser mulheres altamente interessantes e interessadas em gente que tenha em comum com elas - nerds.

Mas né? Se você procura as que vão de balada, só vai ver o que acabou de dizer.

Eu sou nerd e posso dizer que prefiro os nerds, sim. Que quero eu com um bombadão?

Anônimo disse...

Lola, a Dri disse claramente é que é misândrica e que só não admite que é porque ainda precisa dos homens, mas no momento em que nao precisar, ela ai do armário. Então me diga....é ou nao é uma misândrica? Ou será que clonaram a Dri?

Andy disse...

Na verdade ~feminista sexista~ é um termo equivocado ao meu ver heh, acredito que alguém que tenha discurso sexista não deva se identificar como feminista mas de qualquer forma acho que deu pra entender o que quis dizer

Dri Caldeira disse...

Olha, vai parecer provocação mas não é. Engraçado q tem tanta anônima que gosta da Niemi mas ninguém escreve o nome dela certo, além da Lola.

André disse...

Branca,
Ok. É que no outro comentário ficou muito Nova.

Anônimo disse...

Sobre o símbolo mascu, eu só vejo um entroncamento oblíquo à direita... o que eles querem dizer com isso é um mistério.



HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA MUITO BOM!!!!

Branca disse...

André

HAHAHAHHAHA Tem razão!! XDD Preciso me redimir lendo coisas de qualidade. Acho que vou reler Sandman :D

Anônimo disse...

A diferença entre um misógino e um misândrico é a quem ele odeia. Mas é ódio do mesmo jeito e tão intolerável quanto.

Andy disse...

'' Anônimo disse...
Sobre o símbolo mascu, eu só vejo um entroncamento oblíquo à direita... o que eles querem dizer com isso é um mistério.''

É verdade HAHAHAHAHA lendo o post já me veio o nome dessa placa na cabeça ao ver a imagem, acho que estou apta a passar na minha prova teorica do detran heuaehau, mas agora fiquei curiosa, o que será que isso significa na cabeça deles hein?!

Luiz Prata disse...

Ótimo post! Parabéns a Branca pela serenidade e pela paciência na argumentação.

Anônimo disse...

mas agora fiquei curiosa, o que será que isso significa na cabeça deles hein?!

_________________

Talvez a Lola tenha razão... adverte que existe ali uma PORTA........mas uma porta com pênis.

Niemi Hyyrynen disse...

Bom sobre o simbolo

Ele está inclinado a direta não? Isso pra mim já é uma referência politica, eles assumem ser de direita, quem é a direita?

Isso já esclarece muita coisa.

Agora sobre o meu nome, não me admiro, isso ocorre com qualquer nome estrangeiro mesmo, não vou ficar me importando com coisa assim.

Anônimo disse...

Niemi é uma fofa (L), dá gosto de ler.

Branca disse...

Obrigada, Luiz Prata 8D

Anônimo disse...

"Sabem o que eu queria das gênias anônimas: ações que revertam o quadro atual da mulher no mundo. Já que vcs estudam tanto o assunto, vcs devem ter alguma solução, não é possível."





Uma solução bacana, plausível e acessível é não difundir o misandrismo como resposta de ódio ao sofrimento perpetrado contra as mulheres, não se achando um ser superior por ter nascido no gênero tal e principalmente, não destruindo o trabalho de feministas sérias fazendo-se passar por uma delas.

Andy disse...

Se preocupar com escrita/pronunciação do nome é demais, coisificação, como se a identidade do sujeito fosse dada pelo nome, pft.

E idéia de gênio deles ''olha somos de direita que tal desenharmos uma reta e uma curva pra direita?'' boom santa criatividade desculpa mas esse símbolo não da pra levar a sério não :P

Anônimo disse...

"Precisa conhecer melhor as mulheres, bicho. Ou talvez olhar as nerdzinhas, que sim vão à biblioteca, convenções de RPG, lan parties. Essas de roupa preta, folgada, e cabelo meio desgrenhado, falando do pokémon novo que encontraram. Essas podem ser mulheres altamente interessantes e interessadas em gente que tenha em comum com elas - nerds."
- Eu conheço muito bem estas "nerdzinhas". "gostam" dos nerds e tudo, mas quando quando o nerd tenta alguma coisa com a nerdzinha, ouvimos: "não somos só amigos" é o q sempre acontece com os "legais". Ou qdo a nerdzinha sai amigos para uma festa ou uma balada, a nerdzinha esquece q os "amiguinhos" nerds existem e saem com outro tipo de homem com "atributos" totalmente opostos ao de nerd.

Anônimo disse...

mas esse símbolo não da pra levar a sério não :P


Nem o símbolo, nem os ideais que ele representa, quiçá seus seguidores.

M disse...

O que esperar da Folha e do Estadão ?Mas honestamente não vejo muita chance do masculinismo ficar conhecido como um movimento "bonitinho". Na verdade acho que a divulgação é algo positivo, assim, sempre que situações como a da UNB acontecer, imprensa e policia vão saber onde procurar.

Masculinismo pode passar por algo sério em UMA matéria traduzida. Mas na primeira visita a um blog, site, ou entrevista, o ódio e os problemas pessoais desses (cof cof)ativistas se tornam evidentes.

MCarolina disse...

É claro que masculinistas usam pseudônimos e não assumem essa posição na "vida real". Imagina alguém soltar um "sou masculinista" no meio de uma conversa com gente normal? Ou fazer uma passeata masculinista? Podia ser junto com a do orgulho hétero que acabou não saindo.

Anônimo disse...

Dri Caldeira feminismo não é a respeito de mulheres precisarem de homens ou vice-versa, é a respeito de criar um mundo melhor, onde as pessoas convivam e se respeitem, mais do que se agridam e estupidifiquem. Acho tua postura o fim da picada. Entendo a vontade de provocar os mascus e a quantidade de retórica dos teus comentários, mas eles deixam ver ressentimento e estreiteza. Vale a pena superar isso em direção a mais abertura, compreensão e atenção. O discurso de "não me importo com quem eu não preciso" é um discurso fascista, pra dizer pouco.

Branca disse...

"Eu conheço muito bem estas "nerdzinhas". "gostam" dos nerds e tudo, mas quando quando o nerd tenta alguma coisa com a nerdzinha, ouvimos: "não somos só amigos" é o q sempre acontece com os "legais". Ou qdo a nerdzinha sai amigos para uma festa ou uma balada, a nerdzinha esquece q os "amiguinhos" nerds existem e saem com outro tipo de homem com "atributos" totalmente opostos ao de nerd."

Desculpa mas... frustrado detected.

Foi mal, mas também já enchi o saco de ser "amiga" dos meus amigos nerds que juram de pés juntos que querem uma namorada nerd que curta as mesmas coisas que eles, e na hora do vamos ver são sempre as "jeitosinhas" que eles escolhem.

Bem, eu não culpo os meus ex-pretendentes; sei muito bem que é difícil competir com pessoas que são o padrão vigente, principalmente se te dão bola. Acontece o mesmo com as nerds que você conhece. Mas como mencionei antes, o principal problema na minha opinião é a atitude. Admito, tenho pouca. Talvez você também tenha pouca. Não tome como uma afronta, porque pode ser com qualquer pessoa; mas identificar isso e tentar solucionar é um passo decisivo pra parecer mais atraente.

Branca disse...

Na verdade, quando você se identifica como "legal" e só ouve "somos só amigos" é que provavelmente tem um problema sério de atitude, mesmo.

Anônimo disse...

Indico a leitura desse blog, encontro nele coisas importantes, ainda que um tanto fora da realidade brasileira. http://anarchofeminist.tumblr.com/

Anônimo disse...

Isso de "ah eu sou tão legal mas não pego ninguém" é exemplo de entitlement, de se sentir no direito de algo só porque faz isso e aquilo. Vai ficar na seca mesmo. Faz por merecer que a coisa acontece naturalmente e não porque você acha que deve.

Michelle disse...

Eu acho que masculinistas e feministas podiam conviver em paz e trabalharem juntos por uma sociedade melhor!

Lola bjos, adoro seu blog

Meninas, não briguem!

Anônimo disse...

Lola, me perdoe a sinceridade, mas reconheço que o problema/inimigo não é a Dri.
Mas em um blog que admiro tanto, que acho que é o mais importante sobre feminismo no Brasil, uma pessoa que admiro como vc, por isso sempre frequento aqui ( embora não comente muito) ver comentários da Dri me deixam muito mal. Ela pode dizer que basta eu não ler, que ela é autêntica, que estão com inveja etc etc. Mas vejo este espaço como um lugar que aprendo muito sabe, e uma das comentadoras mais frequentes como ela, apesar de saber que não é a visão do blog, sempre dizer ideias do tipo que acha horrível magras, magricelas como xingamento, que homem deveria agradecer de transar com ela, que mascu vai não se o que na cadeia com gay, e usar gay como xingamento..etcetc
Sinceramente Lola me cansa, me deixa MUITO chateada sempre!!..e não tem como discutir com ela sem levar desaforo gratuito, e com toda honestidade, não acho que é um insulto pensar que ela faz um desfavor a feminismo. Ora estamos discutindo feminismo aqui, e para mim, insulto são as ideias como estas. Não sou melhor porque sou mulher, nem gorda, nem gay, nem negra nem nada. Queremos igualdade, não inversão de poderes. Tenho medo de certas pessoas caso elas possam ter poder com certas ideias.

Anônimo disse...

Branca, aqui no blog da Lola mesmo, já foi postado sobre isso. MULHERES NÃO ESCOLHEM DE NERDS e tá mais do q provado. Tanto q dizem: "tantas escolhas e eu fui estudar". Ou seja, elas tem muitas escolhas, mtos nerds desejando elas, mas elas não querem. Na biblioteca elas escolhem estudar, e na balada, esquecem os amiguinhos nerds delas e escolhem homem de perfil TOTALMENTE OPOSTO ao do nerd. E eu conheço mto bem estas "nerdzinhas", tanto q eu já desistí faz tempo. Já nem as paquero mais.

Anônimo disse...

Sinceramente Lola me cansa, me deixa MUITO chateada sempre!!..e não tem como discutir com ela sem levar desaforo gratuito, e com toda honestidade, não acho que é um insulto pensar que ela faz um desfavor a feminismo.




Não só ela, mas qualquer um que venha com esse tipo de discurso.

Por outro lado, é bom que seja dado espaço a pessoas assim, porque a enxurrada de críticas fala por si só.

Anônimo disse...

http://www.zug.com/live/89389/The-Mens-Rights-Experiment.html

Aqui, um homem, escritor de textos de comédia na internet, conta suas aventuras observando comunidades masculinistas.

Anônimo disse...

homem bundão tem que procurar mulher bundona e vice-versa, aí nunca tem erro, juntam-se as bundices e a paz reina.

Branca disse...

"Branca, aqui no blog da Lola mesmo, já foi postado sobre isso. MULHERES NÃO ESCOLHEM DE NERDS e tá mais do q provado. Tanto q dizem: "tantas escolhas e eu fui estudar". Ou seja, elas tem muitas escolhas, mtos nerds desejando elas, mas elas não querem. Na biblioteca elas escolhem estudar, e na balada, esquecem os amiguinhos nerds delas e escolhem homem de perfil TOTALMENTE OPOSTO ao do nerd. E eu conheço mto bem estas "nerdzinhas", tanto q eu já desistí faz tempo. Já nem as paquero mais."

Muitas escolhas? Opa, mostra aí uma que quero! Se fosse assim, o lógico seria que todas as nerd tivessem namorad@ ou ficantes, ou não tivessem ninguém por opção. As solteiras que querem namorado não existiriam.

Só que antes de você dizer que "com certeza tem um monte de homem atrás de você", eu pergunto: onde? Porque houve alguns interessados, mas simplesmente não gostava deles como namorados (por determinadas atitudes, ou mesmo porque não me sentia atraída). Em contrapartida, os nerds de quem gostei sempre ME viram como amiga - e quase todos os homens de quem gostei foram nerds: colega do RPG, colega de trabalho na produção de um game, outro viciado em WoW, um Mestre Pokémon, um outro que fazia games...

Então... a culpa é de quem? De ninguém! Simplesmente não dei sorte, e nem você! Mas também pode acontecer que você não saiba chegar, porque a maioria dos meninos nerds que gostaram de mim não sabiam chegar. E isso faz você perder muitos pontos. E eu tampouco sei chegar; talvez tenha existido até alguma nerdzinha que gostoude você, mas não tinha jeito.

Isso se chama "educação sentimental". Às vezes você ganha, às vezes você perde. Mas, de nenhuma maneira, você pode generalizar.

Anônimo disse...

Uma mulher não deve ser julgada pela quantidade de parceiros sexuais que tem ao longo da vida.

É isso que me irrita na Dri Caldeira.

Sempre que ela debate com algum cara aqui ela fala: a ultima vagina que vc viu foi a da sua mãe na hora do parto.

Isso é ridiculo

Branca disse...

Aliás, com o do RPG eu namorei! Era engraçado ver como ele estufava o peito pra dizer que tinha uma namorada nerd. Ou seja, pode acontecer... ou pode que não. Correspondência amorosa é uma coisa complicada...

Vi disse...

Mesmo tentando me tornar um homem melhor sempre leio algo que você escreveu e que simplesmente nunca havia parado para pensar. O texto é sempre agressivo e você peca por generalizar demais, retirando isso lhe sou grato por abrir meus olhos.

Carol M disse...

Mais do que provado pra quem cara pálida? Eu conheci meu namorado numa mesa de rpg. E outra, tem que saber perceber interesse. Numa conversa vc percebe se a pessoa esta interessada em vc ou so sendo legal e amiga. E se vc aparenta estar sendo só legal e amigo e não interessado ela provavelmente não vai notar.

Anônimo disse...

agora quem vai meter a real SOU EU

o problema dos "caras legais que acham que deveriam ser recompensados com sexo e romance só porque são legais" é basicamente falta de timing. Então o sujeito acha que precisa ficar amigão da mina mil anos pra daí investir. Quando investe, a moça já perdeu a atração sexual por ele, começou a ver como irmãozinho - ou amigay - e ele chora pelos cantos por conta do tempo perdido.

gostou da guria? chega junto, conversa, não seja babaca mas mostra que quer algo mais LOGO, a fia fez cu doce, falou não? passa pra próxima e pronto, pra que esse drama todo?

isso vale pra mulher na friendzone também, ninguém mandou bancar a mãe do cara quando você na verdade queria q ele te tratasse de uma forma mais sexual.

quer ser amigo, seja amigo
quer ser namorado, seja namorado
quer pegar, pegue
mas não fique com joguinho de "vou dar comida pra esse tamagochi até ele me amar" que amigo, isso às vezes até dá certo, mas geralmente não dá.

Branca disse...

"alimentar o tamagochi até ele me amar" HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHHAHA

Vou adotar essa frase no meu vocabulário de expressões, posso??

Mas voltando, pois é. O que você falou que se deve fazer, deixar claro, é atitude. Confesso sinceramente que sou ruim demais na conquista porque tendo a não me achar "capaz", mas sei que quando arrisco com mais confiança, dá frutos. Ou seja, o problema é meu, sei qual é e como resolver.

Friendzone é uma justificativa pra mimimi.

E Carol, high five XDD Como eu tava mestrando, todo mundo dizia que eu o protegeria... ams acabei quase matando ele umas 3 vezes 8D

Anônimo disse...

Sério que vcs estão comentando sobre a importância do RPG nos relacionamentos humanos? Que nojo, prefiro a Dri abalando geral do que essa babaquice toda! Reclamam que ela não sabe sobre nada, que só fala bobagem mas eleger RPG como parâmetro pra conseguir um bom relacionamento é muito mais inteligente? Para, ô!

Branca disse...

"Sério que vcs estão comentando sobre a importância do RPG nos relacionamentos humanos? Que nojo, prefiro a Dri abalando geral do que essa babaquice toda! Reclamam que ela não sabe sobre nada, que só fala bobagem mas eleger RPG como parâmetro pra conseguir um bom relacionamento é muito mais inteligente? Para, ô!"


Hein? 8D Quem disse o quê?

Anônimo disse...

"Vou adotar essa frase no meu vocabulário de expressões, posso??"

hehhehehe pode e deve!!!!

"Friendzone é uma justificativa pra mimimi."

total... e entra no entitlement tb.
as pessoas misturam muito as coisas, já que é mais fácil achar que todo homem é um calhorda e toda mulhe é vadia em vez de enxergar o problema que está em si mesmo.

Anônimo disse...

"Sério que vcs estão comentando sobre a importância do RPG nos relacionamentos humanos? "

RPG é importante colega, graças a eles que conheci o amor da minha vida a.k.a marido <3

Primeiro joguei um Jinx pra zerar o Luck dele, depois joguei Charm, ele derrubou pra mim os outros adversários e ao final dividimos o loot: 100 gils, 3 dragon scales e 1 Mytril.

M.V. disse...

Lola, sou eu que falei da Dri e que me deixa muito mal ler os comentários dela. Desculpe se postei em anônimo antes. Veja, só para esclarecer que não quero atacar a “pessoa”, mas me referi a Dri pois as ideias dela manifestadas nos comentários dela mesma é frequente aqui. Não tem como não se sentir insultada com eles. Aqui é um espaço que se combate preconceitos manifestados em ideias-discursos, certo? Só que com ela, as discussões que vi, não tem muita melhora, é constante a ideia de mulher VS. (contra) homem. , gorda versus magra.. Poxa, e não tem como discutir, já vi ela pegando pesado xingando quem criticava ela. E se repete, e nós lemos os comentários, sentimos coisas, e por outro lado não tenho vontade de entrar em discussão com alguém que não parecer querer aprender... Não tem como não se sentir ofendida como ser humano que quer igualdade, é um desfavor porque não é isso (inversão de poderes) que queremos ..

M disse...

Branca

Eu não confio em quem se diz "legal".Geralmente se a pessoa precisa afirmar isso, é pq não é seu estado natural, está fazendo "concessões" e vai cobrar depois...

Eu conhecia um cara virtualmente há cerca de 2 meses, participávamos de uma mesma comunidade em uma rede social, nós conversávamos pela net.Pelas fotos ele era uma gracinha, muito educado e parecia inteligente.Depois de 1 mês ele resolveu que queria namorar. Não queria me conhecer pessoalmente antes,nem ser meu amigo, queria compromisso sério. Descobriu meu telefone com outra pessoa e passou a mandar presentes e me ligar. Mas ele morava em outro estado, era praticamente um desconhecido e e eu passava por uma série de problemas na época. Quando deixei claro que não estávamos namorando (depois dele ter espalhado isso para todo mundo, até minha mãe achava,pq eu estava recebendo flores e cartões) recebi uma série de e-mails raivosos em que ele me acusava de não querer um cara legal. Mulheres, segundo ele, só gostavam dos cafajestes. Nós éramos seres estranhos, que sem motivo algum de repente decidimos que não queremos mais.

M. V. disse...

Veja só, a Dri desqualifica o outro por postar em anonimo..Sem tentar pensar nas ideias que o outro passou...

Anônimo disse...

"Eu não confio em quem se diz "legal".Geralmente se a pessoa precisa afirmar isso, é pq não é seu estado natural, está fazendo "concessões" e vai cobrar depois... "

FATAÇO, eu queria uma camiseta com esses dizeres.

"sou tão legal com vc, ENTÃO...."

esse povo da friendzone dá medinho.

Branca disse...

"RPG é importante colega, graças a eles que conheci o amor da minha vida a.k.a marido <3

Primeiro joguei um Jinx pra zerar o Luck dele, depois joguei Charm, ele derrubou pra mim os outros adversários e ao final dividimos o loot: 100 gils, 3 dragon scales e 1 Mytril."

^EPIC WIN

...cara, vc jogou Confusion em mim agora, nem sei como responder a esse magnífico comentário, HAHAHAHAHAHA! Flawless victory!

Carol M disse...

"gostou da guria? chega junto, conversa, não seja babaca mas mostra que quer algo mais LOGO, a fia fez cu doce, falou não? passa pra próxima e pronto, pra que esse drama todo?"

Achei esse um excelente resumo de como deve ser, valendo tb pra mulherada. Gostou? Chega no cara, não fica pagando de princesa no castelo esperando ele chegar em vc, o máximo q vc consegue com isso é perder tempo.

Branca disse...

M.

Nem me fale. Dá um pouco de pena (o que é ruim) mas no final, eles ficam com raiva. Mas poxa, gente, é assim.

Agora... tenso o desse cara, viu? Eu tb já tive um stalker... que deu mais medo ainda.

M.V. disse...

Ai Lola, não dá,,,porque vc tenta argumentar um monte, pensa no assunto, toma cuidado, e vc é hiopócrita para a DRi.. vê ?

Não é disso que estamos falando minha cara DRi..Estamos falando em discursos seus com endências fascistas, preconceituosas.Postar em anonimo não é necessariamente hipocrisia...
Não quero sinceridade e autenticidade (?) se isso é ser preconceituosa...se isso é não querer aprender e melhorar, se isso é ter orgulho em repetir
ideias preconceituosas..

Anônimo disse...

Engraçado que o champs resolveu te namorar. Não interessava a sua vontade, só a dele.

É esse o tipo de cara que faz sexo em vc e não com vc.

Branca disse...

Snorlax com Rest e Snore e Dragonite com dragonite-as-in-"dragon"-as-in-"fuck you"?

Branca disse...

(adoro dragonites, são tão fortões 8D)

Dri Caldeira disse...

M. V. - onde vc estava quando sua professora de português ensinou sobre ironia? Pq vc foi faltar justamente nessa aula? Pra vir me perturbar agora, linda?

Anônimo disse...

Ah que fofo, agora virou ironia...

ENTENDO.

Lumo filho da Luma disse...

"Postar em anonimo não é necessariamente hipocrisia"

Ninguém aqui é anônimo, todo mundo tem um número de IP associado.

E nome, bem, nome a gente põe o que quiser.

Né?

Anônimo disse...

"Achei esse um excelente resumo de como deve ser, valendo tb pra mulherada. Gostou? Chega no cara, não fica pagando de princesa no castelo esperando ele chegar em vc, o máximo q vc consegue com isso é perder tempo."

E não é? Muito sacal isso de não ter coragem de se aproximar, ou ser folgado(a) a ponto de nem querer ter esse trabalho e depois botar a culpa no mundo, na mídia, na sociedade, nas gostosas, nos fortões...

Sara disse...

Anonima das 16.34, é uma pena que vc pense assim, mulheres são seres humanos e plurais, nem todas nós pensamos como vc, isso não deveria ser um impedimento para opinarmos aqui, como a Lola disse em um post passado , qualquer mulher seja de que classe social, tendencia, cor, religião, instrução, cultura que queira participar das lutas feministas deveria ser recebida por todas nós.
É completamente aceitavel que vc dê sua opinião sobre os comentários de um@ comentarista aqui, muito provavelmente ainda que seja contestado vc estara espalhando suas ideias até mesmo para quem confrontou as suas.

Anônimo disse...

Ainda não sou adepta da misandria, pq preciso de homens pra fazer sexo. Mas no dia em que eu não precisar mais deles, serei sim, e com prazer. Só tem um homem que merece meus respeitos na face da terra: o Eike Batista, q apesar de ser a 8ª fortuna no mundo, levou um belo chifre da Luma de Oliveira e ainda paga pensão pra ela



Minha nossa senhora dos desorientados eu nasci pra ler um comentário assim em um blog feminista. Valeu a espera. Já sei o que o feminismo não quer dizer.

Anônimo disse...

Dragonites são fodões, mas eu tinha um Snorlax shine que ninguem vencia, e olha que os Shine tem menos pontos pra todos so atributos!

Branca disse...

"Dragonites são fodões, mas eu tinha um Snorlax shine que ninguem vencia, e olha que os Shine tem menos pontos pra todos so atributos!"

Sério? Vi num site que isso de ter menos pontos era lenda...

Mas é que combar Snorlax é muito fácil. Rest/ataque que ataca durante o sono/Body Slam/ataque psíquico + leftovers mata qualquer COISA do caminho. XD

Anônimo disse...

"qualquer mulher seja de que classe social, tendencia, cor, religião, instrução, cultura que queira participar das lutas feministas deveria ser recebida por todas nós."

Então é mister definir em que parte da luta feminista a misandria e o discurso de ódio entram.

Anônimo disse...

Então esses caras nunca tiveram um Shine! e eu tirei o meu na raça, andando no matinho que nem um loko.

Combar com Snorlax é fácil, opa, mas montar time pra ele não é! Taí a diferença!

Branca disse...

"Então esses caras nunca tiveram um Shine! e eu tirei o meu na raça, andando no matinho que nem um loko.

Combar com Snorlax é fácil, opa, mas montar time pra ele não é! Taí a diferença!"

No matinho? Vc pegou na Diamond/Pearl/Platinum?? Respeito master pra vc, brother...

Realmente, se vc colocar ele como estrela, não é tão fácil... tem de ter pelo menos um bom psíquico pra bater nos fighting types, mas com a semente que tira vidinha (esqueci o nome do ataque!) e Wish você consegue facilmente recuperar muita vida do Snorlax. Que é o que ele precisa, e mais ou menos, porque com esse HP...

M.V. disse...

Oi sara, fui eu a anônima da 16:34..
Eu tb acho que a luta feminista comporta várias vertentes. Mas como o anônimo disse aí em cima, por exemplo, misandria não é feminismo. Desqualificar a mulher magra pela sua aparência, xingar gay tampouco é luta contra preconceito, pelo contrário, é seu oposto. Por isso que me incomoda os comentários do tipo da Dri, que nem sequer quer pensar a respeito, apenas insulta a pessoa que a critica.. e não me incomoda a pessoa dela, mas as ideias (dela) representadas que são frequentes neste blog que é feminista.

Anônimo disse...

M.V eu entendo e concordo 100% contigo, mas peço que você observe uma coisa: só a Dri falou a asneira e foi criticada por todo mundo aqui de bom juízo. Ela grita mais, porque em vista da qualidade de seus pensamentos isso se faz necessário, mas tá longe de ser uma formadora de opiniões por aqui.

Anônimo disse...

Pois é! tirei meu Snorlax nas versões do Ds

Meu time é um Snorlax, uma Jynx, Aipom (para dar assistencia ao Snorlax) mais Foretress, as vezes a evolução da Chansey, e um psique qualquer

Branca disse...

Bom time 8D Mas eu evoluiria o aipom.

Anônimo disse...

"Aliás, Lola, quando você fala esse @ no final das palavras de gênero, "

Eu também não gosto disso, acho besta e atrapalha a leitura. Já temos ferramenta vernacular pra lidar com duplo gênero.

Dri Caldeira disse...

Mas o blog é pra formar opinião? As pessoas vem aqui e comentam pra receberem aprovação, serem adoradas, amadas? É isso? O blog não tem o intuito de discutir um assunto sério que aflige determinada parte da sociedade, é somente uma passarela pra meia dúzia desfilar o brilhantismo acadêmico, ser admirado, formar opinião, conseguir 50 mil seguidores no twitter e acabou aí? Dar uma solução ao problema não? E eu que sou a ignorante... a vaidade é mesmo o pior dos pecados capitais.

Anônimo disse...

"Mas o blog é pra formar opinião? "

Parei aqui.
Depois continuei a ler e vi porque deveria ter parado.

M.V. disse...

Anônimo, é verdade, sei que as ideias da Dri não representam as opiniões deste blog.Pelo contrário. Tenho noção disso. Desculpe se pareceu isso Lola. Mas o debate das ideias 'deveria' ser feito..

Dri Caldeira disse...

Desculpe, eu quis dizer, o blog é pra criar formador de opinião? e não pra formar opinião...

Anônimo disse...

O Aipom é brother! deixa ele assim, o Ash não evolui o pikachu mas msm assim não deixa de ser foda!

XD

Anônimo disse...

A melhor coisa do blog da Lola é, sem dúvida alguma, os comentários.

"Sobre o símbolo mascu, eu só vejo um entroncamento oblíquo à direita... o que eles querem dizer com isso é um mistério."

Ganhei meu dia.

Anônimo disse...

Dri caldeira, vc sempre demonstra nos seus comentários essa neura com pessoas "letradas", isso é sentimento de inferioridade! Na boa, vc quando não está ofendendo ou se defendendo DO SEU PROPRIO COMPLEXO, vc diz coisas bacanas, pq não se concentra nisso?

E sem maldade, vc deveria fazer terapia para se livrar desse senso de inferioridade sobre pessoas estudadas.

Dri Caldeira disse...

É, deveria fazer análise sim... pra entender pq uma pessoa estuda tanto, mas não usa esse saber todo em prol de alguma causa nobre.

Branca disse...

Poxa, eu gosto do Ambipom, até... XD E isso do pikachu não evoluir é meio uó. =/

Agora... bamos parar de falar de pokémon de momento... que não pinta nada no mei oda discussão, hahaha XDDD

Anônimo disse...

Vc me conhece por acaso?

Não né? viu? vc acha que todo mundo que estuda não faz nada de útil, vc é muito ingênua, a própria Lola não é uma pessoa estudada? vc não acha que ela faz coisas importantes?

vc deveria deixar de ser tão insegura, mas não vou insistir com vc, pq apesar de tudo, gosto dos seus comentários, mas vc não tem lá muita educação e logo vai começar a me xingar, o que é triste

Anônimo disse...

Pena Branca que vc não tem perfil! ou um email, te convidaria a me desafiar no Pokemon online! XD

Branca disse...

"Pena Branca que vc não tem perfil! ou um email, te convidaria a me desafiar no Pokemon online! XD"

e pena que vocÊ tá postando em anônimo... bota um nome pra eu te buscar no face, e aí a gente marca um dia pra jogar. Mas aviso que meu forte é trading, mesmo...

Maicon Vieira disse...

Estou vendo coisas ou estão discutindo sobre pokemon?

"gostou da guria? chega junto, conversa, não seja babaca mas mostra que quer algo mais LOGO, a fia fez cu doce, falou não? passa pra próxima e pronto, pra que esse drama todo?"

De fato, mas é um saco quando você sempre leva um "não" e nunca um "sim".

Branca disse...

"Não tenho Face! :S"

serve orkut mesmo XD

Anônimo disse...

@anon A melhor coisa do blog da Lola é, sem dúvida alguma, os comentários.

Verdade, tanto para o bem quanto para o mal.

Dri Caldeira disse...

17:45 - não dá pra saber se vc é homem ou é mulher, desculpe(SINCERIDADE). Tô falando por mim, se eu tivesse metade do preparo e do conhecimento que essas moças que comentam aqui tem, eu tentaria mudar as coisas, ainda q eu saiba q é difícil. É difícil, mas alguém tem que começar. Apesar de vc achar que eu sou inculta, eu consegui fazer uma faculdade(IRONIA)Quando eu tinha a idade delas, as coisas eram bem mais difíceis e violentas do que são agora, acredite. Bullyng não recebia esse nome, antigamente bullyng era chamado de humor. Vc acha sinceramente q eu admiro o Eike? Ou que tenha preconceito com gay? Quem sou eu pra me achar melhor do que qualquer pessoa na face da terra?(SEM IRONIA) Durante 26 anos eu ouvi e sofri as piores violências que um ser humano pode sofrer. Até que eu tô bem, consegui sobreviver. E essas moças daqui me irritam profundamente quando só querem aprender, falando no mestrado que fizeram, do curso que fizeram no exterior, das pessoas influentes e importantes que se tornaram mas não se interessam em usar o aprendizado delas em benefício do próximo. E, agora vc me dá licença, para o desprazer de todos vcs(IRONIA), tenho de sair. Pode ser que eu volte mais tarde, pra ler os comentários sinceros (IRONIA)e amigáveis ao meu respeito (IRONIA).

Anônimo disse...

A ironia serve para disfarçar um mau discurso e é a armadilha dos fracos que não têm condição de sustentar o que falam ao primeiro sinal de contrariedade.

Anônimo disse...

Para Branca

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=5114081860014003777

XD

M. V. disse...

Só mais uma coisa que vejo muito, do tipo de comentário da Dri que só confirma tb. Quando alguém não quer debater as ideias de outra pessoa (que pensou mais, elaborou mais e porque não leu mais? Dede quando isso é ruim?) a pessoa solta o preconceito de que esta pessoa que se esforçou para se informar como “metida”.. Muito feio isso. Eu detesto o elitismo esnobe, mas vamos combinar que taxar quem se informa mais de metida, vaidosa e letrada é um preconceito com todos que querem melhorar como pessoa estudando... Não vamos valorizar preconceito! O debate tem que se aprofundar, tem que haver debate em bolgs , internet tb, se não estamos condenadas ao machismo mesmo...Para lutar é preciso conhecer tb!!

M.V. disse...

Dri, eu não acho você burra no sentido intelectual, cognitivo. Vc, para mim, transparece que “escolhe” ser preconceituosa. Você demonstra perfeita capacidade intelectual, você é articulada, escreve muito bem. A sua ignorância não está na falta de estudo, veja, se vc fez faculdade, talvez vc tem muito mais estudo ou igual que muitos daqui. A sua ignorância está (para mim) em vc não querer ser menos preconceituosa, na soberba de se orgulhar disso e desqualificar o outro não pelo que ele falou, mas se esquivar e atacar o outro enquanto pessoa. Eu não vejo aqui no blog (diferente de outros blogs feministas que podem ter), pessoas “metidas” querendo esnobar seus títulos acadêmicos..Sério, onde que vc viu isso aqui? Todos que te criticam, criticam suas IDEIAS minha filha, que não são autênticas, pois representam o senso comum preconceituoso que MATA mulheres-gays etc...e o discurso de ironia é válido “desde” que não seja ofensivo...(ironia com gorda-negro-gay etc não é ironia não, é sé preconceito mesmo..)

Maria disse...

Perfeito Lola,vc é a nossa voz,parabéns amiga de luta por um mundo melhor!

Carla disse...

M.V não se engane nem por um minuto. A pessoa que se identifica como "Dri Caldeira" usa de um artifício retórico muito antigo e porque não dizer, manjado. Ela própria não faz nada pelas mulheres ou pela sociedade que gostaria de ver transformada, mas devolve isso com agressão e dizendo que nós, as "estudadas", as "versadas" é que deveríamos estar nos mexendo e não ela, que por não ser tão versada e estudada assim é isenta de culpa e pode continuar aqui, como nós, debatendo as questões que a Lola posta em seu blog. Então porque ela não é estudada e versada, ela pode dizer que tem um órgão sexual magnífico a ponto de servir de prêmio para homens, pode usar homofobia como xingamento e pode embandeirar o misandrismo, mas veja, assim que recebeu nenhuma acolhida de suas pares imediatamente retirou o discurso de ódio e alegou tratar-se de ironia, da mesma forma que quando os masculinistas/machistas são confrontados alegam que tudo não passa de opinião. Mas ela pode, porque não estudou tanto, sofreu muito e sua ignorância lhe rende auto-tapinhas nas costas, além de farto material de estudo aos que se opõem não somente ao feminismo mas ao próprio gênero feminino.

Anônimo, sensacional a sua análize.

Guidão disse...

A conversa já avançou um monte desde o meu comentário inicial, mas só para responder à Branca:

"Desde quando preferir homens babacas é biológico? Onde você leu isso?"

No seu próprio post:

"Biologicamente falando, um babaca nos estereótipos que falamos (idiotão malhadão de carrão, pegador) é muito atraente porque aparenta ter bons genes"

Quanto à preferência por bons "cuidadores" da prole, acaba dando no mesmo: os tais babacas aparentam ter mais poder social, que é o que está por trás do seu termo "atitude". E quanto maior o poder social, maior a probabilidade de o sujeito ser um bom reprodutor e bom mantenedor das crias até a idade adulta destas. Poder social significa que ele, em tese, é capaz de obter da sociedade os recursos necessários pra manter a família.

A falha básica desse instinto é que esse poder social pode ser apenas fingimento. Mas aí é que está: seres humanos não estão interessados em ir além das aparências e descobrir o que é real e o que é fingimento. Dá muito trabalho. Nós preferimos pegar atalhos cognitivos.

------

Sobre esse trololó todo de "tenham atitude, cheguem logo na pessoa por quem estão interessados e pronto", o buraco é mais embaixo. Mulher prefere correr o risco de ser usada por um macho alfa do que correr o risco de acabar comprometida com um beta. E se os betas tentarem vencer os descolados no jogo destes, vão perder sempre. Só que o jogo dos descolados parece ser o único que faz efeito com as mulheres, e aí se forma o beco sem saída.

Em outras palavras, para alguns homens é GARANTIDO que eles vão ser rejeitados se tentarem o approach que, infelizmente para eles, é o único aceito. Então, eles não têm muito opção senão tentar outras coisas. Que podem parecer então patéticas, como o negócio de se apresentar como amigo, mas ou é isso ou chegar direto na mina, dizer que está interessado e gostaria de tentar um relacionamento. (O que vai falhar 11 em cada 10 vezes, porque ser direto desse jeito, na mente feminina, é sinal de ausência de habilidades comunicativas; é "não saber seduzir", o que remete a baixo poder social, e aí volta para as questões biológicas.)

Garou Volsung disse...

O símbolo "mascu" apresentado representa o "men going their own way" #MGTOW que representa os homens que escolhem viver a sua vida, sem depender ou precisar de mais ninguém. Não é um símbolo que representa o masculinismo ou o MRM, mas uma escolha pessoal que cada homem pode fazer.

Branca:

Meu nick não tem nada a ver com RPG. Vai ver não sou tão nerd quanto vc...

Anônimo:

Você é livre para fazer as escolhas que quiser, e ninguém tem nada a ver com isso. Só não critique também a escolha dos outros.

Garou Volsung disse...

Link em inglês para o que significa o símbolo, na verdade. Quem se interessar em saber, só ir ler.


http://menforjustice.net/cms/index.php?option=com_content&task=view&id=5&Itemid=4

Branca disse...

Guidão

A primeira parte eu até li bem e entendi, mas a segunda é tanta pataquada que me deixou confusa. Vamos ver...

Há um estudo que diz que as mulheres preferem SIM os homens "fofinhos" pra casar, em vez dos babacas. Isso porque os babacas podem até parecer ter melhores genes, mas eles são atraentes para todo um batalhão de fêmeas. O que os torna promíscuos e pouco cuidadores da cria dessa fêmea. E como todo mundo sabe, cuidar de criança dá trabalho. Se o bonitão decidir ir com outras, essa fica na mão. Então é melhor ficam com um "beta" , como você depreciadamente se refere aos não-babacas, que com um cara que pode fugir a qualquer momento.

Mas a psicologia evolutiva, Guidão, tem limites. Não é absoluta, porque não somos animais irracionais.

Agora, usar termos como "alfa" ou "beta" como os masculinistas usam, como se fôssemos lobos, não se aplica. Primeiro porque a estrutura social dos lobos é bastante distinta da humana; e segundo porque, apesar de que algumas características possam dar uma boa chance na conquista (como boa aparência, riqueza, inteligência, força, corpo voluptuoso, voz bonita, charme)isso não é regra, ou todo bonitão/tona seria casado com outro bonitão/tona e todos os um pouco mais feios, um poucos mais burros, e um pouco mais pobres estariam solteiros e não - como diria você? - perpetuariam seus genes. Como você justifica que um feioso pobre case com uma mulher bonita? Simples: porque vai mais além.

E atitude, eu já expliquei o que é pro André lá em cima. É simplesmente ter confiança pra chegar junto e conquistar. Agora, isso se aprende na prática. Conheci inúmeros caras que eram feios de dar dó, e pobres, e meio fudidos, mas tinham um charme que as mulheres derretiam. Um deles namorou uma jovem milionária loira de 1,80, dentro dos padrões top de beleza mundial, e depois uma modelo russa. E o bicho é feião, pobre, de UM METRO E CINQUENTA XD

Então, sinto muito, mas o problema não está nos genes, nem nas mulheres. Está em você. Não pega ninguém, e tenta encontrar uma desculpa pra justificar. Só que não cola. E não há 2 saídas (chegar como amigo ou chegar disparando). E é aí que entra a conquista. Que você não deve saber fazer, pra estar reclamando.

Garou Volsung disse...

Branca:

Não é tão simples assim. Norah Vincent, feminista e lésbica, passou um tempo como um homem, para escrever o seu livro "Homem Feito". Ela comprovou na prática o que é dito. É MUITO mais difícil para um homem. Eu entendo, é difícil para vocês que entendam isso, por isso, procure sobre esse livro dela, leia as entrevistas que ela fez. E aí você vai entender melhor o nosso ponto de vista com isso.

Laiz C. disse...

Lola, parabéns pelo texto, você escreve muitíssimo bem!!! É assustador observar como esse discurso do masculinismo esta presente na boca de pessoas muito jovens, universitários. É absolutamente assustador a grande mídia retratar esse tipo de discurso de ódio como uma coisa tranquila, e mais absurdo ainda, é observar meninas se derretendo por esse modo de pensar. Realmente, homens de verdade, bem resolvidos com a própria sexualidade, estão praticamente em estinção hoje em dia. E quem paga o pato por isso somos, mulheres. =(

Guidão disse...

Branca, não vou nem falar nada sobre o tom da sua resposta. Meu comentário não era pra ofender ninguém.

E sim, eu não pego ninguém. E sabe quem pega todas? Os caras que são dissimulados, que "sabem conquistar", pra usar a tua linguagem. Aqueles que fazem tudo certinho, falam justamente o que as mulheres querem ouvir, fazem a pose que as mulheres querem ver, e... comem e depois jogam fora. Como eles, não tem porra nenhuma de errado, muito menos com as mulheres que estimulam esse comportamento, ao só responderem positivamente a ele. Errado sou eu, que "não sei conquistar".

Anônimo disse...

A experiência de Norah Vincent me deixou muito mais convencida de que o machismo é prejudicial a todos.
A falta de empatia de um gênero para o outro é resultado de distinções feitas desde que nascemos.
Homens e mulheres têm diferenças biológicas, claro, mas o distanciamento é incentivado culturalmente também.
Meninos e meninas brincando cada vez mais separadamente.
O modo como os brinquedos são divididos entre meninos e meninas deixa claro o que a sociedade espera de cada um.
Essa necessidade de mostrar aos outros que é um homem macho, que é durão, que é forte e tal, isso é prejudicial. O problema é quando esse modelo de masculinidade não é questionado.
A coisa só vai andar quando os papéis de gênero forem questionados e flexibilizados.

Anônimo disse...

Guidão

Olha, não posso opinar sobre o seu modo de se aproximar das mulheres pq não te conheço, o que posso dizer é apenas que eu não concordo que tudo seja reduzido a biologia.

A biologia pode explicar tendências comportamentais, mas os comportamentos humanos não podem ser reduzidos a meras tendências biológicas.

Sim, caras "descolados" tem facilidade em "pegar" (detesto esse termo) mais mulheres, mas isso não quer dizer que só eles se relacionarão com mulheres na vida.

Eu convivo com muitos nerds (mesmo, não é querer "pagar de exceção" como alguns adoram afirmar) e só um deles tem problemas sérios de relacionamento, seja com amigos ou com mulheres.

Ele adora chocar os outros pra chamar atenção e literalmente gruda na garota em que estiver interessado.

A última situação dessas foi no aniversário do meu namorado: ele "grudou" em uma colega dele e isolou-a de contato com os outros. Sempre que ela queria falar com outros amigos, ele dava um jeito de focar a conversa nele.

O pior é que isso não é intencional, mas acaba passando uma imagem de stalker, sabe?
Já avisei a ele sobre isso, mas ele acha que não há nada de errado.

Nesse caso, havia um problema de abordagem. Como ninguém nasce sabendo dessas coisas, seria interessante perguntar a alguma mulher que você conheça se há algo errado.

O grande problema é ter esse grau de parceria com alguém do sexo oposto para falar dessas coisas sem tabus, já que somos criados para não termos empatia uns pelos outros.

Anônimo disse...

O post era pra falar de mascus homens mas acabaram falando da mascu Dri Caldeira

Anônimo disse...

Eu sempre digo que o masculinismo teria razão de existir se fosse para rediscutir o papel do homem na sociedade e o conceito ultrapassado do que é visto como masculinidade. É péssimo (pros homens e pras mulheres) esse conceito arcaico de homem provedor, homem pegador, homem que precisa tomar a iniciativa nos relacionamentos e sair com quantas mulheres puder para não ser chamado de brocha ou v*ado, homem que não pode chorar, homem que aprende a resolver conflitos na base da porrada.

Ótima colocação, Lola. Não é preciso nem mesmo ser homem para saber que o machismo e qualquer discurso de ódio/intolerância prejudica a todas as pessoas, independente do sexo. Homem sofre com machismo todos os dias da vida, mas de uma forma diferente de nós, mulheres. É muito válido sim discutir o que, afinal, pode ser feito para erradicar esse mal da sociedade mas não me parece ser esse o objetivo dos masculinistas (Machismo 2.0) e sim a manutenção do privilégio deles no topo da cadeia alimentar.

Muito bom texto, um dos melhores que você já postou. Bjão!

Anônimo disse...

O assunto é forte, LoLa. Os comentários são muitos e não poderei lê-los, mas o que espero é que vc esteja bem protegida. Eu não sabia nada disso que está rolando nos EUA pq aqui todos dias diariamente um dia atrás do outro acontecem as coisas mais escabrosas contra mulheres e crianças. Mesmo que os criminosos sejam punidos, é tarde pq os crimes aconteceram. E há criminosos que são reincidentes. Bem, LoLa, me despeço por esta semana... boa sexta-feira e bom descanso no sábado e domingo. Um abraço totalmente achocolatado.

Anônimo disse...

http://homemfeminista.wordpress.com/

Será que os MRA conhecem?

Anônimo disse...

quis dizer que não sabia "nada disso" do post, OK?

Ric disse...

Curioso que o movimento da Real nem era assim tão conhecido assim até a Lola começar a falar dele.

Inimigos como esse quem precisa de amigos? rsrsrs

CCX disse...

Oi Lola! A reportagem do site Jezebel (link abaixo) toca brevemente num assunto no qual me vi atolada quando minha filha nasceu: amamentação demanda livre. Isso quer dizer: dar de mamar a qualquer hora. Para isso a mãe é obrigada a estar 24h/7dias disponível ao lado do bebezinho, sem vida própria, sem intervalos. Escravidão!! E isso agora é regra nos pediatras (pelo menos aqui em POA) e nos grupos de mães, discutir, contestar virou crime. Acho que vale um post!

http://jezebel.com/5909225/attachment-parenting-freakish-or-feminist

Anônimo disse...

Perfeito,irretocável,e é de cair o c* da bunda,quando os bebês chorões vem aqui e dizem que o movimento é sobre os homens e não contra as mulheres hauahauahau tu entra num forum mascu, e 12 entre 10artigos, é falando de mulher(e é cada barbaridade,que eu peço a deus todo dia,pra não topar com um tipo desses na minha vida,vai que...)

Ariadne Buendía disse...

Olha, longe de mim querer destruir a diversão dos mascus, tanto declarados quanto enrustidos, de fingir que são um movimento pacífico, igualitário e que deveria ser levado a sério pelo feminismo, mas eu me dei ao trabalho de dar uma pesquisada a respeito dos dados que eles enxergam como incontestáveis. Lendo bem por cima (tenho que trabalhar!), tenho alguns questionamentos bem sérios:
1 - Sobre Warren Farrel: o homem quer mesmo MUITO ser midiático. Tem um site para cada livro, posta muitos vídeos, edita pessoalmente o Wikiquotes e posta no Twitter singelezas como "agora você pode ler uma citação minha por dia e manter o médico longe"... Muito amor, né? Mas tem só 300 e tantos seguidores no Twitter, só à guisa de comparação com a Lola, ela tem mais de 8.000. Fuçando BEM NA SUPERFÍCIE, já tem link dele para artigo em site de ONG bem conservadora criticando severamente estudos sobre diversidade nas universidades americanas, movimento negro e etc. Agora, não demora muito para encontrar link com algumas "pérolas", acho que esta aqui fala por si só e encerra os meus argumentos com chave de ouro: "Se ignorar um 'não' verbal de uma mulher é cometer um 'date rape', então uma mulher que diz 'não' verbalmente e 'sim' com a linguagem corporal está cometendo uma fraude [date fraud]"
Está neste link: http://forum.rickross.com/read.php?11,95569,95569
(CONTINUA)

Anônimo disse...

By instilling masculinity in men, we make men self-reliant, proud, and independent.

By instilling femininity in women, we make them nurturing, supporting, and responsible.


Que bonitinho! Mas não.

yulia2 disse...

mas e aí??? quando vai ser a festinha da mascuzada mesmo???

preciso saber da data para avisar a pf!!!

Anônimo disse...

Escravidão!! E isso agora é regra nos pediatras (pelo menos aqui em POA) e nos grupos de mães, discutir, contestar virou crime. Acho que vale um post!

Oi CCX

Tenho uma conhecida que chama essa escravidão de "empoderamento". Aliás, tá na moda essa palavrinha, derivada e mal traduzida do inglês. Ela considera "empoderamento" não trabalhar, ser sustentada pelos pais mesmo com quase trinta anos, ter tido filhos sem o apoio dos pais biológicos e dedicar-se exclusivamente aos filhos pequenos e a galardear suas façanhas maternais em redes como Facebook, Twitter etc.

E pobre da mulher que lhe dá um choque de realidade e diz que esse modelo é absurdo para a imensa maioria das mulheres/mães economicamente ativas.

Pessoalmente não tenho nada contra quem se dedica em tempo integral aos filhos por vontade própria, mas vender isso como regra para o mundo e determinar que, porque ela tem condições de ser sustentada por outras pessoas, que as mães que não o fazem são monstros que intoxicam os filhos por conforto é um absurdo sem fim.

Concordo com você, acho que em um espaço feminista como o blog da Lola, talvez abordar esse assunto com franqueza e demonstrar que certas verdades na verdade são novas formas de machismo e submissão da mulher são muito importantes.

Guidão disse...

"A biologia pode explicar tendências comportamentais, mas os comportamentos humanos não podem ser reduzidos a meras tendências biológicas."

Pode ser, mas o meu argumento não é esse. O meu argumento é o seguinte: mulher vive reclamando do comportamento masculino, mas não faz o menor esforço pra recompensar os homens que adotam um comportamento alternativo. Não importa se a origem disso é biológica, sociológica, parte uma coisa parte outra, o que importa é o que isso significa na prática: os homens tendem a adotar comportamentos sociopatas porque é o que vale a pena, é o que traz resultados, é o que faz as mulheres responderem positivamente.

E até aí, tudo bem. Eu só gostaria que as mulheres tivessem a "hombridade" ("mulheridade"?) de admitir a parte de culpa que cabe a elas nisso tudo. Talvez a partir daí, se pudesse trabalhar no sentido de descobrir como os dois sexos podemos recompensar os comportamentos mais desejáveis, tornando-os assim mais frequentes. Mas pela reação da colega acima, insinuar que as mulheres possam estar fazendo algo errado só vai render um "você é um falho que não sabe conquistar mulher e por isso fica aí de mimimi nas internets." E depois não querem ser rotuladas de irracionais.

Anônimo disse...

"os homens tendem a adotar comportamentos sociopatas"

... porque são sociopatas. Nem todo homem rejeitado vira um calhorda, a maioria sabe que rejeição é fato da vida, passa e qualquer um está sujeito a não ter suas expectativas correspondidas.

Anônimo disse...

Homem se relacionar é perda de tempo. Se mulheres não gostam de um certo homem, é devido a defeitos genéticos que só elas podem visualizar(mesmo que instintivamente). Tais defeitos genéticos são incuráveis e garantem que o homem jamais será amado.
O melhor que ele pode fazer é procurar um psiquiatra competente afim de receita-lo medicamentos que substituam o contato afetivo.

Ariadne Buendía disse...

2 - Quanto ao saveservices.org: aqui o que me parece que eles estão fazendo é a velha tática de enxergar apenas o movimento com o qual não concordamos como ideológico, enquanto tudo aquilo que, supostamente, reforça nossos argumentos é visto como impoluto e neutro. Essa ONG tem um site bem completo e se diz protetora das vítimas de violência doméstica de ambos os sexos. É claro que isso seria muito louvável. Acontece que uma grande energia é colocada ali em provar que homens sofrem tanto disso quanto as mulheres. Acho suspeito. Vou conferir o link citado aqui, o "Seven Key Facts About Domestic Violence", e pelo menos dois me parecem bem discutíveis, sendo que um entrega bem a rapadura sobre as motivações ideológicas dessa fundação. O primeiro "fato" deles, de que "um em cada dez casais americanos comete violência um contra o outro a cada ano", parece querer provar que há igualdade no abuso. Só que é um estudo do National Alcohol and Family Violence Survey, o que eu acho que faz toda a diferença. Quer dizer, em casais em que um dos dois é alcoólatra (ou os dois) me parece que faz sentido que a violência seja mais generalizada, não importa o gênero. O estudo também é de 1992, pode estar um pouco datado. Já no fato 4, afirmam que a violência está concentrada em "alguns grupos", alegando (e nesse caso, SEM REFERÊNCIA ALGUMA) que casais que não estão em "RELAÇÕES INTACTAS, CASADAS" constituem um desses grupos. Interesse de grupos religiosos? Imagina! Aí quando eu procuro alguma informação sobre quem financia essa ONG, quem apoia, nada, só os nomes dos responsáveis. Ah, na parte de notícias há várias contra o Partido Democrata... Mas claro, como eles não são minoria e nem de esquerda, deve ser alucinação minha, eles não podem ser ideológicos, néam?

Guidão disse...

Ah sim, ainda para a carolinapaiva: o meu "problema" não tem nada a ver com o desse seu amigo, que é um maluco. Meu "problema" é que não sei mentir na cara dura. Problema meu, claro. Mas não é no mínimo curioso que eu seja punido por isso, enquanto que os caras que são proficientes nas mentiradas são recompensados?

Sandra disse...

« Ainda não sou adepta da misandria, pq preciso de homens pra fazer sexo. Mas no dia em que eu não precisar mais deles, serei sim, e com prazer. Só tem um homem que merece meus respeitos na face da terra: o Eike Batista, q apesar de ser a 8ª fortuna no mundo, levou um belo chifre da Luma de Oliveira e ainda paga pensão pra ela.»


eu morro e não leio de tudo nessa vida, pqp........................

Guidão disse...

Anônimo, aí é que tá. Homens sociopatas NÃO são rejeitados. Conseguem o que querem, descartam a mulher logo em seguida, e partem para o próximo "sucesso".

O que não entra na minha cabeça é como as próprias mulheres não tomem a iniciativa de tentar ser menos instintivas e mais racionais, de modo a combater essa realidade. Talvez simplesmente não queiram.

Anônimo disse...

violencia contra as mulheres

Mais de 43 mil mulheres foram mortas no País na última década, diz estudo
Estudo complementar do mapa da violência revela que taxa de
homicídio cresceu 217,6% em 30 anos; marido ou ex é o agressor em 65%
dos casos

iG São Paulo | 07/05/2012 13:03:33
- Atualizada às
07/05/2012 13:05:33

Em 30 anos, no período de 1980 e 2010, aproximadamente 91 mil
mulheres foram assassinadas no Brasil - 43,5 mil só na última década. Os
números, divulgados nesta segunda-feira, são alarmantes e foram
revelados pelo estudo complementar do mapa da violência 2012. A taxa de
mortes nesses 30 anos passou de 1.353 para 4.297, o que representa um
aumento de 217,6%.

O mapa da violência de 2012, pesquisa coordenada pelo sociólogo Júlio
Jacobo Waiselfiz, mostrou ainda que um ano após a lei Maria da Penha
ser implantada, em setembro de 2006, as taxas de homicídio apresentaram
visível queda (de 4,6 para 3,9 mortes em cada 100 mil mulheres). Já a
partir de 2008, a violência retoma os patamares anteriores, com 4,4.
Segundo o estudo, isso revelaria que as atuais políticas ainda são
insuficientes para mudar a situação das mulheres no Brasil

O estudo citou ainda que, com base nos dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), entre os 80 países do mundo, o Brasil ocupa o 7º lugar como uma das nações com de elevados níveis de feminicídio.


___________________________________
A julgar pelos comentários dos mascus aqui,e nos forums deles,a tendência é chegarmos ao primeiro lugar´...

Sandra disse...

«Minha nossa senhora dos desorientados»


hahahahahahahaha adorei!!! rogai por nós, senhora! tá feia a coisa aqui viu!

Anônimo disse...

Homens sociopatas NÃO são rejeitados.

[citation needed]

Anônimo disse...

"Se mulheres não gostam de um certo homem, é devido a defeitos genéticos que só elas podem visualizar(mesmo que instintivamente). Tais defeitos genéticos são incuráveis e garantem que o homem jamais será amado."

Bem, meu marido é cadeirante e eu o conheci assim. Temos 25 anos de casados e 3 filhos maravilhosos. Não generalize, porque de preconceito, amigo, eu entendo e muuuuuuuuuuito.

Guidão disse...

"marido ou ex é o agressor em 65%
dos casos"

Culpa desse nosso regime fundamentalista, que obriga as mulheres a casamentos arranjados. Se pelo menos as mulheres brasileiras pudessem ESCOLHER DE LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE OS SEUS PARCEIROS, aí não teriam do que reclamar quando fizessem uma escolha de merda, e essa decisão depois viesse cobrar a conta, né? Opa, peraí...

Anônimo disse...

Guidão filhote...

Vira o disco,esse teu choróró de pega ninguém tá constrangedor,mulher nenhuma é obrigada a ficar contigo,pq tu SE FAZ de legal,se elas quebram a cara,problema delas,escolha delas,sou mulher(fora dos padrões de beleza e intelgência) e nem por isso fico vociferando contra os homens(no campo amoroso)achando que eles me devem algo,pq eu sou "boazinha" o que me resta é sentar e chorar,não posso mandar no tesão/gosto de ninguém,conforme-se com fato de que,ao contrário do que lhe foi ensinado,as mulheres tem vontade própria,e não cabe a fdp nenhum julgá-las por isso.Tenho certeza absoluta que se tu tivesse competência pra ser o "pegador" tu faria pior,isso tudo é RECALQUE.

Cética

Technomage disse...

Cadeirantes em maioria não o são por problemas genéticos, e sim por acidentes, má formação fetal e outras desgraças da vida.

Acho que todo homem que tem problema com mulheres, deveria se conformar e substituí-las por antidepressivos. Querer combater a natureza no máximo torna-lo-a um provedor e corno.

Anônimo disse...

"Dois de seus líderes estão presos por fazerem ameaças e manterem um blog de ódio em que propõem estupro corretivo para lésbicas, sexo com “novinhas” (meninas com até 12 anos), morte a mulheres, gays e negros, e atentado a bomba no centro de ciências humanas da UnB, para assim eliminar vadias e esquerdistas."

Sabe o que é triste? Discurso de ódio misógino nunca levou ninguém pra cadeia. A coisa só ficou feia para os Sanctos quando ameaçaram a UNB, porque do contrário estariam aí vociferando contra esse gênero tão opressivo e mau, o feminino... que original.

Enquanto não houver uma luta para CRIMINALIZAR A MISOGINIA vai ser assim e me espanta a falta de articulação feminista nesse sentido.

Anônimo disse...

E eu fico boba,como esses caras dão tanta importância as escolhas amorosas/sexuais das muheres,oras,se somos todas "merdalheres" "bostalheres" interesseiras,sem sentimentos,não gostamos de sexo,não servimos nem pra cuidar de uma casa,em resumo,somos o verme da bosta do cavalo,eles não deveriam comemorar o fato de serem ignorados pelas mesmas,e poderem viver suas vidinhas,sem o "inferno metal" que SÓ uma merdalher é capaz de proporcionar?


Cética

Guidão disse...

Anônimo(a?), logo se vê que você está fora dos padrões de inteligência. Desde lá de cima venho dizendo, eu NÃO me faço de legal. Não me faço de nada. Não consigo dissimular.

E também já aceitei que é assim que as coisas são. Mas, do mesmo jeito que mulher nenhuma é obrigada a ficar com homem nenhum, eu não sou obrigado a fazer vista grossa pra burrice e irracionalidade das mulheres só porque são mulheres, só porque são "café com leite". Não falei que as mulheres não possam mandar nas suas próprias vidas, não falei que não podem tomar suas próprias decisões. Só que decisões irracionais tendem a consequências péssimas, do tipo que faria uma criatura racional se abster de decidir da mesma forma no futuro. Mas, né.

Anônimo disse...

Enquanto não houver uma luta para CRIMINALIZAR A MISOGINIA vai ser assim e me espanta a falta de articulação feminista nesse sentido.


olha... em vista do que eu andei lendo por aqui, acho que criminalizar a misandria também tá se tornando uma idéia excelente.

Mari disse...

Post muito bom. Só achei digno comentar que exame de próstata está caindo, não há consenso sobre sua validade na comunidade médica e já não faz mais parte da rotina. Um dos motivos são pesquisas que comprovaram que a inconveniência da terapia (cirúrgica), geralmente indicada não compensa o risco, já que muitos tumores não irão necessariamente malignizar e muitos pacientes morrem de outras causas.

yulia2 disse...

''O meu argumento é o seguinte: mulher vive reclamando do comportamento masculino, mas não faz o menor esforço pra recompensar os homens que adotam um comportamento alternativo.''

recompensa? que isso? vcs viraram cachorro agora?
quem precisa disso é animal adestrado cara....

''o que importa é o que isso significa na prática: os homens tendem a adotar comportamentos sociopatas porque é o que vale a pena, é o que traz resultados, é o que faz as mulheres responderem positivamente.''


mais um generalista.... toda mulher é assim
TODO HOMEM é assim bla bla bla....
argumentação mais surrada essa...

desculpa para ser calhorda é o que mais tem por aí dá até para fazer uma bíblia dela. coisa de fracassado,mimiado e chorão.

Anônimo disse...

Guidão

Citei o caso do meu amigo para exemplificar. Essa máxima de nerds serão rejeitados por serem nerds não é verdade, depende do contexto, e esse foi o meu exemplo.

Não sei qual o seu contexto, mas outra explicação é o machismo. Mulheres pensam de forma machista quando esperam que o homem tome a iniciativa sempre, ou quando acham que o homem deve ser sempre superior a ela em algum aspecto para ser atraente.

A questão é conhecer o seu contexto.

Ah, não se justifica comportamentos sociopatas.

Agora, relacionar mulheres a irracionalidade é bem uma atitude bem machista também.
Todos temos preconceitos e somos machistas, logo não é mistério que mulheres sejam machistas também.

O engraçado é que só mulheres são relacionadas à irracionalidade quando há contradições em seu comportamento. O mesmo não ocorre com os homens.

E sim, eu me incomodo em ser relacionada com irracionalidade.

Anônimo disse...

...eu não sou obrigado a fazer vista grossa pra burrice e irracionalidade das mulheres só porque são mulheres, só porque são "café com leite...

__________________________________
Deixa de ser imbecil,vc não tem que ignorar pq é coisa de mulher,vc tem que ignorar pq não é da SUA CONTA,se a patricinha quer ficar com o play,isso é com ela,se esse play,lá na frente,dê um pé na bunda,isso tmb é com ela,se forem felizes pra sempre,isso é com eles,capice?

E pra terminar contigo,pq não vou mais perder tempo,deixo o pensamentode uma sábia,chamada deise tigrona "Para de palhaçada,deixa de gracinha,a gente dá pra quem quiser,pq a p*rra da b*ceta é nossa"

Cética

Anônimo disse...

Só tive chefe mulher toda a minha vida.. Tem muita mulhe rno poder sim!

Guidão disse...

"recompensa? que isso? vcs viraram cachorro agora?"

Obviamente eu usei "recompensa" no sentido behaviorista do termo. Mas não faz a menor diferença, certo?

"desculpa para ser calhorda é o que mais tem por aí"

Sim. Eu odeio calhordas tanto quanto você. Não estou tentando justificar o comportamento deles, muitíssimo pelo contrário. Eu gostaria que eles desaparecessem da face da Terra. Mas não desaparecem. Pelo contrário, cada dia tem mais. Como é que você explica isso, se não pela demanda feminina por esse tipo de comportamento masculino?

Technomage disse...

O Homem que é rejeitado pelas mulheres o é simplesmente por seus defeitos genéticos intrinsecos. Seu destino é morrer só ou ser mais um desses provedores que vivem uma vida entediada sustentando mulher que não o ama.

O Homem celibatário involuntário não deve se odiar e nem odiar as mulheres, deve buscar terapia. A terapia não os fara conseguir mulheres, mas o ajudará a transcender a um nivel o qual o celibato involuntário se torna VOLUNTÁRIO, pois ele aprenderá a viver com a rejeição, com a solidão. Ignorará todas as ilusões e poderá cumprir seu papel biológico: Trabalhar e morrer.

Anônimo disse...

Wait... quer dizer então que violência doméstica só existe quando a mulher não escolhe o parceiro?
Quando a mulher se casa com um cara por livre e espontânea vontade e é agredida por ele, essa agressão é justificada? Tem menor importância? Não saquei essa relação entre violência doméstica e casamento por livre e espontânea vontade.
.
Outra que eu não entendo: se todos somos responsáveis por nossas escolhas (e somos mesmo, assumir que temos escolhas é o verdadeiro empoderamento sobre si mesmo), porque esse discurso só vale para as escolhas das mulheres?
.
Quando dizemos a mesma coisa em relação aos homens (que eles e somente eles são responsáveis por sua vida amorosa), logo vem a vitimização e a culpabilização das mulheres (que é diferente de reconhecer a influência machista).
.
Se as mulheres tem problemas na vida amorosa, é responsabilidade delas, mas se os homens os tem, aí é responsabilidade das mulheres também, por não os "recompensarem" e eles virarem sociopatas (sic)?
.
Não há lógica nisso.

Anônimo disse...

"Só achei digno comentar que exame de próstata está caindo, não há consenso sobre sua validade na comunidade médica e já não faz mais parte da rotina."

Enquanto isso, dá-lhe fazer ultrassom transvaginal sem a menor necessidade.

A medicina também pode ser incrivelmente machista.

Guidão disse...

"O engraçado é que só mulheres são relacionadas à irracionalidade quando há contradições em seu comportamento. O mesmo não ocorre com os homens."

Se você quer que eu diga com todas as letras que homens também são irracionais e isso também é um problema, está dito. Eu inclusive pensei já ter deixado isso claro, mas tudo bem.

"E sim, eu me incomodo em ser relacionada com irracionalidade."

Ok, então dê o exemplo. Pra mim, quanto mais mulheres racionais incentivando as outras a serem assim, melhor.

Guidão disse...

"vc não tem que ignorar pq é coisa de mulher,vc tem que ignorar pq não é da SUA CONTA"

Muito pouca coisa nesse mundo é da minha conta. Crianças morrendo de fome na África não tem porra nenhuma a ver comigo. Estou liberado então pra lavar as mãos e deixar que os idiotas ferrem com as suas próprias vidas? Thanks.

Anônimo disse...

Guidão

"Ok, então dê o exemplo. Pra mim, quanto mais mulheres racionais incentivando as outras a serem assim, melhor."

Digo o mesmo para os homens. Para apontar erros dos outros é preciso reconhecer seus próprios erros e responsabilidades.
E não cooperar com uma cultura que limita.

Exemplo: se você não concorda com machismo que te limita como homem (pressão para ser pegador), busque reconhecer seu próprio machismo. É preciso ser coerente e não adotar o machismo quando for conveniente (como relacionar mulheres à irracionalidade e homens à racionalidade).

Eu faço isso, e você?

Guidão disse...

"Quando a mulher se casa com um cara por livre e espontânea vontade e é agredida por ele, essa agressão é justificada?"

Claro que não. Não estou falando de certo e errado, estou falando de causa e efeito. Se você cria víboras na sua casa e um dia é mordida e morre, não é "justificativa" afirmar que, se tivesse criado hamsters em vez delas, provavelmente estaria viva.

"Se as mulheres tem problemas na vida amorosa, é responsabilidade delas, mas se os homens os tem, aí é responsabilidade das mulheres também, por não os "recompensarem" e eles virarem sociopatas (sic)?"

Não é questão de problema na vida amorosa dos homens. É questão de que as mulheres já têm na mão o poder de mudar o mundo pra melhor, se quiserem. Se elas tomarem a iniciativa de escolherem parceiros mais evoluídos mental e espiritualmente, então é claro que os genes da evolução mental e espiritual vão se espalhar mais e vencer os genes da violência e da estupidez. Mas parece que os genes da violência e da estupidez estão relacionados com um tipo de comportamento que, instintivamente, atrai as mulheres de uma forma irresistível. Mas irresistível, vírgula: eu acredito que a mulher tem rigorosamente a mesma capacidade intelectual que o homem, então ela pode, em tese, colocar um freio na intuição, avaliar a situação de uma forma um pouco mais racional e, aí sim, decidir do jeito que achar melhor. Acho difícil acreditar que é isso que está acontecendo, quando vejo esse tipo de estatística (65% dos atos de violência cometidos por maridos ou ex-).

Maicon Vieira disse...

"Exemplo: se você não concorda com machismo que te limita como homem (pressão para ser pegador), busque reconhecer seu próprio machismo."

Isso seria sexismo e não machismo, não é ou estou errado?

Sara disse...

Cética amo seus comentários, vc vai na veia mesmo, parabens.
Se esses mascus que vem aqui não te entederem nem desenhando irão.

Guidão disse...

"É preciso ser coerente e não adotar o machismo quando for conveniente (como relacionar mulheres à irracionalidade e homens à racionalidade)."

O problema é que aí você tá reduzindo todo o meu argumento a um ponto fraco, que não é nem o que eu estou realmente defendendo. Só estou defendendo o seguinte: que as pessoas deveriam decidir mais com base na razão do que em qualquer outra coisa, seja intuição, seja religião, o caralho que for. Se o teu argumento é que a maioria das mulheres (ou dos homens, é a mesma coisa) já decide usando preponderantemente a razão, então tem um monte de coisa que não faz sentido nesse mundo.

Anônimo disse...

Maicon Vieira: é sexismo e machismo, uma coisa não anula a outra.
O sexismo que pressiona os homens a serem pegadores, a não demonstrarem emoções, a serem mais bem sucedidos que as mulheres faz parte do machismo.

Maicon Vieira disse...

"Maicon Vieira: é sexismo e machismo, uma coisa não anula a outra.
O sexismo que pressiona os homens a serem pegadores, a não demonstrarem emoções, a serem mais bem sucedidos que as mulheres faz parte do machismo."

Mas o machismo prega a inferioridade das mulheres, não é? Fora o último caso, como o homem sendo pressionado a ser pegador e não demonstrarem emoções mostraria que ele seria superior a uma mulher?

Anônimo disse...

Guidão

Não disse que a maioria das pessoas decide com base na razão.
O que eu disse foi que irracionalidade geralmente é relacionada às mulheres, e não a comportamentos individuais.
Dizer que "mulheres são irracionais" é diferente de criticar um comportamento irracional no caso concreto.
.
O que ocorre é que mesmo quando uma mulher tem razão no que diz, a regra é vê-la como irracional.
Tem um documentário bem interessante sobre essa visão, o MissRepresentation.
Um trecho que ilustra a minha crítica é quando falam que, mulheres e homens nos mesmos cargos públicos são tratados de formas diferentes pela mídia:
"O presidente afirmou que" vs "A presidenta reclamou que".
A diferença verbal para uma mesma situação reflete que se esperam decisões mais emocionais vindas de mulheres, relacionando isso com irracionalidade.
Dessa visão inicial surgem mitos menores, como a incapacidade de mulheres para dirigir, ou para liderar.

Anônimo disse...

Maicon Vieira

Porque o homem é pressionado para provar sua masculinidade o tempo todo. Seja tendo sucesso com mulheres (ou seja, ficando com muitas mulheres), ou demonstrando força emocional (não chorar ou demonstrar insegurança).
Se um homem chora, ou tem medo de algo, é chamado de "mulherzinha", é inferiorizado pelos outros.
E isso faz parte do machismo.

Maicon Vieira disse...

carolinapaiva

Poderia citar um exemplo de sexismo que atingem os homens que não seja machismo?

Anônimo disse...

SÉRIO, CARAS, LEIAM! Principalmente o Maicom.

http://homemfeminista.wordpress.com/

Anônimo disse...

Maicon Vieira: a ideia de que todos os homens são canalhas, por exemplo, que não teriam caráter. Enfim, qualquer inferiorização do homem por ser homem.
Inferiorizar um homem comparando-o com uma mulher seria machismo, pois a inferiorização seria do homem por "parecer" mulher.

Maicon Vieira disse...

Anônimo disse 10 DE MAIO DE 2012 22:50

Não entendi por que eu principalmente? É errado querer saber a diferença entre sexismo e machismo? Seria errado se em um caso eu achasse que era sexismo e não machismo e quisesse questionar ou pedir uma explicassem por que isso seria machismo?

Anônimo disse...

Não é errado, e o texto pode esclarecer também.

Guidão disse...

"Dizer que "mulheres são irracionais" é diferente de criticar um comportamento irracional no caso concreto."

Ok. Eu estou criticando os casos concretos em que mulheres escolhem parceiros com base no suposto poder social deles, e dizendo que o mundo seria um lugar melhor se essas mulheres concretas, nesses casos concretos, fossem mais investigativas e menos atiradas à impressão superficial.

Anônimo disse...

Guidão

Neste caso, não seria necessário que outras mulheres precisassem "dar o exemplo" para serem consideradas racionais, não é? Já que o que se analisa é o caso concreto, e que ninguém pode ser considerado irracional até cometer algum erro por irracionalidade.

Anônimo disse...

ih.. A carolinapaiva começou a falar besteira...

Melhor voltar pra cozinha =]

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 400 de 617   Recentes› Mais recentes»