domingo, 2 de janeiro de 2011

FAIXA DE MISS É MAIS IMPORTANTE QUE FAIXA PRESIDENCIAL

Dilma na posse, com a faixa que não importa.

Tem gente que continua sem entender por que falar de Marcela Temer é desvalorizar a posse da Dilma. Vou tentar desenhar. Imagine que, no histórico janeiro de 2003, quando um operário era empossado pela primeira vez na presidência, algum personagem coadjuvante tivesse roubado a cena. Pior é que nem dá pra imaginar: o contexto de objetificação da mulher ficaria de fora. Mas um rapaz simpático no Twitter me explicou que Marcela chama a atenção porque é um elemento inusitado ver uma ex-miss na posse. Pois é, aí é que está a questão: elemento inusitado é termos eleito nossa primeira presidenta. Elemento inusitado é que ela seja uma ex-guerrilheira. Elemento inusitado é ela ter sido escolhida sem nunca ter participado de uma eleição. Não há nada de inusitado referente a Marcela. Pelo contrário, ela representa o padrão. Em montes de escândalos políticos é comum aparecer a amante do corrupto, ou a ex-mulher indignada. Se ela for jovem e bonita (redundância: pra ser considerada bonita só sendo jovem. Dilma, com 63 anos, não tem nenhuma chance!), imediatamente será convidada a posar nua pra alguma revista masculina. No curto espaço em que Jango foi presidente (1961-64), muito se falava da sua mulher, Maria Teresa. No auge da briga dos irmãos Collor, outra Tereza roubou a cena. Elas não chamaram a atenção por sua inteligência, por sua competência, sequer por sua simpatia. Apenas por sua beleza e juventude. É bem esse o papel dedicado a todas as mulheres: a função decorativa. Mulher só presta se for bonita (ou mãe).
Então, no dia em que uma mulher prova, pela primeira vez na história brasileira, que é competente o suficiente pra governar um país, o que vemos? Vou dar um exemplo, vindo de um jornalista de esquerda, um dos maiores professores de jornalismo do país (não quero citar nomes). Acompanhe o tweet do cidadão: “Não convidaria Dilma para desfilar numa passarela, eu a aconselharia a emagrecer, mas as linhas do rosto são bonitas”. Ele não entende que Dilma — ao contrário de, aparentemente, todas as mulheres na face da Terra — não é candidata a miss nem modelo. Ela é presidenta! Precisa ser bonita? Lula é bonito? FHC era? Ninguém cobra aparência de político homem. Mas Dilma não precisa ser bonita por ser presidenta. Ela precisa ser bonita por ser mulher. É o que se espera de qualquer mulher. (E o professor ainda cai no clichê “ela é gorda, mas tem o rosto bonito”).
Não é só nos Trending Topics que Marcela Temer tem destaque. É na velha mídia em geral. Saiu na Veja que ela roubou a cena da posse. Que legal, né? No dia em que a primeira presidenta toma posse, a atenção dada à primeira-dama (papel meramente figurativo) não nos deixa esquecer de como as mulheres devem ser avaliadas (unicamente pela aparência). Saiu no Globo. Já tem uma legião pedindo “Marcela pra presidente!”. E não vou nem entrar no mérito do que se anda falando de Marcela. Um comentário num jornal resume tudo: "Quem gosta de pinto é o pessoal alternativo. Mulher gosta é de $$$". Sacaram? Toda mulher é prostituta, só se relaciona com alguém por dinheiro. Claro que não é por gostar de sexo, né? (e o panaca que diz essas asneiras não entende que está desrespeitando todas as mulheres).
Colhi alguns comentários de um blog de extrema direita, pra vocês se deliciarem com o que vem sendo dito:

- Marcela deveria ganhar um ministério, o das gostosas do Brasil! Eita ministério chinelento, feio e incompetente esse da Dilma!
- No meio dessa bagulhada petista a guria fica melhor ainda!
- Triste é ver a Marcela e ter que se deitar com a Galega [Marisa].
- Se a véia [Dilma] morrer nós vamos ter uma primeira-dama do balacubaco! Oh, meu Deus, mata a véia!
- Vendo a Dilma e seu ministério, a gente só sossega tomando uma. Vendo a Marcela e seus mistérios, a gente só sossega bat... uma!
- Temos duas ótimas chances da Marcela vir a ser nossa primeira-dama: se Dilma morrer. Se Temer morrer.

Não é linda essa homenagem à mulher brasileira? Talvez, apenas talvez, se nossos homens de esquerda se dessem conta que, com suas piadinhas sem graça, agem igualzinho à nova mídia e aos blogs reaças, eles percebam que essa atitude é um tapa na cara das mulheres.
Aos reaças interessa espalhar que a posse de Dilma não significa nada, que Dilma é tão irrelevante (um poste, lembram?) que até uma figura desconhecida e muda pode lhe tomar os holofotes. E aos homens de esquerda? O que ganham deixando claro que a importância de uma mulher se mede pela beleza?

P.S.: Pra quem (ainda!) não entendeu, e interpretou este texto como um ataque a Marcela, ou à beleza de Marcela, tive de escrever um outro post.

113 comentários:

Luciana disse...

Parabens pelo texto incrivel!

Obrigada por traduzir com tanta clareza a mediocridade de parte de nossa alienada população.

Abraços!!!

Sardenta disse...

Obrigada Lola, precisava ler um post desses! Vc resumiu tudo que eu penso, espero que os alienados de plantão entendam o desenho que vc fez.
Beijo!

Índio disse...

ave que ranzinza xD

Lord Anderson disse...

Sabe, eu fui engenuo em achar que todo mundo ia se tocar do dia historico que foi ontem...

Vi a posse pela Record e teve poucos comentarios sobre a moça.

Infelizmente recebi muitos comentarios nojentos no Twitter, embora nenhum do naipe que vc postou.

Devia ter imaginado que a midia tradicional e os inconformados iam tentar achar algo p/ jogar defeito, para diminuir a importancia da ocasião.

Mas é muito desapontador vem membros da esquerda, que deveriam estar comemorando e dando todo apoio a essa vitoria, fazendo parte dessa demonstração de preconceito...

Como comentei em outro lugar, parece que para muitos homens, o feminismo é sempre a ultima causa..aquela que não tem tanta pressa e importancia e que pode ficar para quando os assuntos "serios" forem resolvidos.

Os proximos 4 anos vão se de muitos ataques e muita luta.

Bete Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thiagocangaceiro disse...

Eu fico bestificado com tamanha falta de racionalidade... é o macho das selvas na civilização!

Bete Vieira disse...

Apaguei o texto anterior para não ser mal interpreatda:

Parabéns pelo texto!

Não era de se duvidar que encotrariam algo para desviar a atenção dos brasileiros. Marcela veio a calhar...

Na Record não houve comentários, na Globo não sei...

Como mulher só lamento o fato de que o dinheiro e o poder compra de tudo, inclusive algumas mulheres...

Sou casada e já fui casada outras duas vezes com homens mais velhos, sim, por amor. Mas hoje, feliz ao lado de um com 20 anos a mais posso dizer que a diferença de idade é problema sim.

Nem pela questão sexual, não vou entrar neste mérito, mas o que para o moça aí foi história aprendida nos livros, para ele é sua história de vida.

Aí complica: enquanto um está escrevendo sua história, o outro tem sua história escrita por outros...

Mari Biddle disse...

Eu li vc indignada com os TTs ontem. Eu nem comentei porque ler os TTs, as vezes, é como ler os comentários dos videos postados no Youtube. Eu quero ter na memória a imagem da Dilma com a voz embargada discursando. Eu quero deixar essa imagem congelada para sempre. Não quero que nada a estrague. Nem a realidade de que num momento de dimensões históricas para a mulher brasileira, uma moça foi reduzida a enfeite e a outra, com uma biografia fantastica, foi reduzida a nada por comentarios machistas. Cruéis. Cretinos e canalhas.


O que a gente vai ler nos jornais de agora em diante será escroto. A roupa e maquiagem da Dilma vai ser fichinha. A misoginia vem aí.

Flávia Durante disse...

Muito bom, como sempre! Eu a achei muito bonita e é interessante a história dos dois, mas isso só ofuscou a posse na cabeça de quem não tem nada dentro dela!!

Tenho um ódio pessoal pelo Michel Temer (não vem ao caso contar aqui) e quase deixei de votar na Dilma por causa dele, mas acho engraçado o povo putinho c/ a comparação Carla Bruni/Marcela Temer...

Foda é ver comentários machistas de mulheres chamando a garota de vagabunda, interesseira etc e tal! E indignados pq a compararam com a fina Carla Bruni (que já pintou e bordou, teve vários amantes, era casada com um homem e o trocou pelo filho dele etc etc etc).

Corro o risco de parecer conservadora com esse comentário, mas é só pra mostrar como ainda temos muito o que melhorar no Complexo de Vira-Lata. É mais chique ser "oportunista" na França do que aqui! *rss

Adwilhans disse...

Lola, parabéns pela percepção. Eu não tinha detectado essa atenção especial da mídia com tal moça, mas se ocorreu foi de uma falta de noção total.
O dia de ontem foi histórico, não apenas para o Brasil, mas para grande parte da cultura ocidental. Que os próximos quatro anos possam confirmar as grandes expectativas que todos temos!

Riffael disse...

Lola, se procurasse comentários de blogs de esquerda você encontraria os mesmo comentários, pelo menos no que diz respeito as mulheres.

Eillen disse...

Uma mulher feia com ciúmes de uma mulher bonita. Tem coisa mais clichê do que isso?
Que falta de bom humor! A posse de Dilma de longe não foi empobrecida pela presença da Marcela.
A Veja não serve como exemplo. De direita, vai querer tirar o crédito de Dilma de todo jeito.
Se tem gente que acha que a posse de Dilma foi menos significativa por causa da presença e dos comentários sobre Marcela, é de uma razão tão medíocre ou ainda mais do que os tantos que estão atentos apenas à beleza dela.

Carina Prates disse...

^ Xingar uma mulher de feia para desqulifica-la, nada mais clichê do que isso...

Eillen disse...

Só para complementar:
Tenho certeza que quem realmente viu e sentiu a posse de Dilma como um evento mais do que histórico, amanhã terá esquecido que a Marcela estava lá, mas jamais esquecerá a imagem de Dilma recebendo a faixa de presidente.

Eillen disse...

Xingar? É só uma constatação querida. Eu sou feia, vc tb e ela. Que mal tem nisso? Feio ou bonito é tão passageiro...

Dai disse...

Ótimo post, Lola. E péssimo que as pessoas precisem de desenho pra entender. Sabe a sensação que dá: homem não aguenta ver mulher brilhar por mérito que não seja beleza. Por que falar da beleza de uma mulher 'gostosa' - ou seja, possuível, comível, passível de ser adonada e manipulada é o que se espera de qlqr machão, né. Dizer que o véio tá comendo bem é o que dizem os cafas entre si, confirmando que ter uma mulher bonita é questão de status e que todas tem seu preço. Ou seja, é reafirmar a mulher como coisa. A primeira mulher toma posse como presidenta, revoluciona a flexão de gênero, se impõe como a saia branca central entre as calças pretas, revira os sentidos sentido comendante em chefe das forças armadas que lutou para destituir da ditadura. Mas, não, vamos continuar com nossas piadinhas sexistas, que com isto sabemos trabalhar... Poxa, eu acho que não dá para contar com a solidariedade dos caras, pelo jeito. Será que pra compreender a emoção de ver uma mulher pela primeira vez ascendendo ao cargo máximo da administração pública é mesmo preciso ter nascido mulher?

Universae disse...

Lola,
Meus parabéns pelo seu texto! Só alguém muito superficial e bastante estúpido (infelizmente são muitos) não tem idéia do momento histórico e extraordinário ocorrido no dia de ontem.
Abraço!

Dona Aninha disse...

Deprimente, né, Lola! Fala sério...
Mas ela saberá responder à altura, com competência e a garra peculiares a nós mulheres, feias, bonitas, altas, baixas e como todos os outros estereótipos que podem até chocar, mas não definem nada(espero firmemente!!!) Bjs

Cinderela Descaída disse...

Olha, realmente alguns - ou vários - desses comentários foram infelizes, para dizer o mínimo, mas um pouco de bom-humor tem de ser admitido!
Em uma posse que se vê: Collor, Sarney e sua patota, sem falar no Michel Temer e todos aqueles sanguessugas do PMDB, corruptos, ordinários lá, a puxar o saco (figurativo) da presidente, dá vontade de chorar, então muitos apelam para a chacota.
Eu, sinceramente, espero que a presidente mostre-se competente. Não me interesso pelo fato dela ser mulher. Várias outras mulheres passaram por cargos de mando e decepcionaram: Margareth Thatcher, Isabelita Perón, a Cristina Kirchner na Argentina está levando a Argentina ao abismo. A Michele Bachellet, ex-presidente foi uma exceção.
Sabe o que eu gostaria? de ver ultrapassados todos esses "ismos": sexismo - machismo e feminismo - racismo - conceito tolo - e perseguições religiosas. Eu gostaria que os governantes fossem escolhidos sim pelas suas capacidades e méritos.
Desculpe se fui prolixa.
Um abraço,

dolcinha disse...

Tipo, ontem eu nem sabia quem era essa moça. E hoje vi uma manchetezinha no Yahoo! dizendo que a moçoila roubou a cena. Depois de uma loooonga explanação sobre as características padrão - linda-loira-alta - vinha a informação a seguir dizendo que ela era ex-Miss.
E beeeem no final da nota, vinha assim, com ares de nota de rodapé, no estilo quase-me-esqueço-de-dizer "Ah, ela é formada em direito".
Tipo, valor intelectual pra primeira-dama, bem como pra toda ala feminina, somente depois de esgotadas tooooodos os atributos de beleza que são impostos às mulheres.
Em resumo: uma grande MERDA!

Beijukkkas, querida Fofaronovich :D

Eillen disse...

Cinderela Descaída, você falou e disse! Enquanto vcs se preocupam com a questão da beleza da Marcela ter roubado a cena, vcs estão sendo exatamente como as mulheres que os homens gostam só de tratar como "gostosas", perdoem a franqueza, fúteis.
Parece que não viram o verme sanguessuga do Sarney e cia por lá. Isso sim, é muito mais preocupante do que a desvalorização da posse de Dilma por causa da Marcela.
Que se lasque a posse de Dilma. Desejo que ela seja lembrada por um governo justo, que combata a corrupção e elimine as desigualdades desse país.
Muito mais interessante, não acham?

Lena disse...

Muito bom este post. Felizmente, o burburinho do twitter não teve o mesmo furor nas tvs q transmitiam e que a todo momento reforçavam a importancia daquele momento histórico.
O twitter tem um lado dos "engraçadinhos" e não fosse marcela, seria algum outro comentário sobre algo paralelo a posse. No caso, foram os infelizes comentários.
Só acho que beleza sempre chama a atenção, até mesmo a masculina, porém em graus diferentes. Lindenberg, senador pelo Rio, foi apelidado de Lindoberg. Collor e Kenedy eram valorizados por sua aparencia. Collor era inesperente, incompetente, e soube usar a aparencia a seu favor - mostrando-se jovem e atletico durante a campanha. Aecio - que pode não ser galã - mas é bem mais fotogenico que seus competidores deve usar esse 'dom' também nas eleições. Porém nenhum deles é figurativo, decorativo, como as primeiras-damas, de quem a beleza e elegancia é não apenas valorizada, como também cobrada. Mas é impressionante a quantidade de comentários que ouço sobre a Dilma e suas ministras serem feias. A beleza e elegancia masculina pode ser valorizada - mas não é cobrada.

aiaiai disse...

Post Perfeito! Nem vou ler os comentários para não me irritar!

Amer H. disse...

Uma coisa que não me entra na cabeça é: qualquer comentário feito contra a Dilma automaticamente é coisa de machista.

Muitos de nós não gostam da plataforma política dela. Eu mesmo não gosto, preferia muito mais que a Marina tivesse vencido a eleição.

Todo presidente enfrenta oposição, Obama mesmo está encarando uma rejeição enorme. 100% do povo Brasileiro deve aceitar a Dilma de boca fechada por quê?

E mais, qual a diferença entre um sujeito chamar a Dilma de feia e os comentários que eram feitos neste blog em relação ao Serra?

Lembro-me de entrar aqui na época das eleições e ver imagens do Senhor Burns, ver Serra sendo chamado de "Nosferatu" e inúmeras piadas feitas com base na "bolinha de papel."

Yeah, o blog é seu e você tem todo direito de esculachar o candidato que não gosta. Defenderei isso até meu túmulo. Mas por que as demais pessoas, aquelas que não votaram na Dilma, não podem fazer o mesmo?

Por que a lei de "um peso e duas medidas"?

Mas concordo, muitos membros da mídia nacional foram deselegantes ao falar da posse da Dilma. Mas os veículos midiáticos sempre vão atacar aqueles a que se opõem, é o papel dela. Eu fico de cabelo em pé com certas coisas que vejo na Fox News, infelizmente a mídia nunca é imparcial.

julia... disse...

Ontem desliguei-me da tv, e então hj, ao acordar, vejo Marcela temer nos TT e penso "O quê?"

Lá fui eu pesquisar o porquê de tanto alvoroço em torno da guria... "Ex-miss". Blz. "Roupa chiquérrima". Nem achei. "Michele Obama do Brasil". WTF?

Joseph Joubert certa fez afirmou que ser a mediocridade excelente apenas aos olhos das pessoas medíocres... Bom, eis mais um exemplo de que Joubert estava correto.

Concordo com tudo o que você escreveu, Lola (embora tenha várias dúvidas quanto à "competência", mas vá lá! Não é sobre isso o post e nem deve ser). Excelente crítica!

Abraços!

... como se eu fosse a única. disse...

como eu li no twitter: "é... o machismo ainda é mega latente nos brasileiros. 1 mulher assume a Presidência do Brasil, e os comentários são sobre físico das esposaS."

Carina Prates disse...

Eillen, melhor ser feia, como vc diz, colocando a cara pra bater, como eu e a Lola, do que ser covarde como você, que chama as pessoas de feias sem colocar nenhuma fotinha pra gente ver. ;)

Não me ofendo em ser chamada de feia, isso tem até um sentido político pras mulheres. Mas nem vou te explicar, pq não confio na capacidade intelectual de pessoas que chamam mulheres de feias pra desqualificar o nosso discurso. É o mesmo que "histérica" para feministas, clichê.

... como se eu fosse a única. disse...

Eillen, uma coisa não tem nada que ver com a outra.

Machismo é uma doença, ataca as mulheres e tornam os homens arrogantes e adoecem o julgamento deles. Você acha que a mediocridade masculina vem de onde, do machismo, claro.

Machismo não é bater em mulher ou nos ofender com palavrões ou "elogios" que nos denigre a imagem "apenas", mas está na forma de conviver e moldar o caráter social.

Ouso dizer que o mal do mundo é o machismo. Por que vc acha que as pessoas tem tamanha fé e esperança num governo de uma mulher feminista????? Porque não aguentamos mais estar sob o cedro do machismo. Eduquemos mulheres e homens como você, para que as coisas se tornem boas pra todo mundo.

#ficaadica, cat.

Jorge disse...

Sinceramente, se me permitem:
Se querem ser vistas com mais respeito, pelo o que são e não pelo tamanho das suas bundas, estão indo na direção contrária.
Estão fazendo o mesmo que a mídia, se concentrando na beleza da sra. Temer.
Os parasitas como Sarney, como foi citado acima, quase ninguém viu e quase nenhuma de vocês mesmas comentou.
Se me permitem mais uma vez, fod@-se Marcela Temer e o que a mídia medíocre acha.
Concordo também que muito mais importante do que a posse de Dilma, é como será o governo dela e a nossa postura durante ele.
Lembram que há alguns dias atrás, foi aprovado o aumentinho de 61,8% para os políticos?
Momento histórico, será quando tivermos menos corrupção e mais igualdade e desenvolvimento.
A posse de Dilma foi sim emocionante, mas por favor, não a supervalorizem.

Sandro disse...

O masculino de presidenta é presidento. Só digo isso.

Carina Prates disse...

Jorge,

Se somos vistas só pelo tamanho das nossas bundas, ALGUÉM tem que ter esse pressuposto de que é isso o que importa numa mulher. Fica a dica.

Eillen disse...

Carina,

Você disse que eu usei "feia" para desqualificar o "seu" discurso.
E chamar de covarde e negativamente citar a minha capacidade intelectual é o quê? ;)

Não chamei a autora de feia pra desqualificar o "discurso" dela. Foi constatação mesmo! O que vi foi muitas mulheres que se colocaram no lugar da Dilma durante a posse, mulheres que por coincidência (;)) não se enquadram no estereótipo de beleza ditado pela sociedade e se sentiram ofendidas pela presença de uma mulher muito bonita, segundo os mesmos conceitos.

E aí, melhorei meu "discurso", companheira?

Amer H. disse...

E quanto ao Sarney, Carina? O que tem a dizer dele, que foi mencionado pela Eileen e pelo Jorge?

É triste, mas muitas comentaristas deste blog ignoram comentários que apontam brechas em seu raciocínio e focam-se em fazer críticas óbvias.

... como se eu fosse a única. disse...

todo mundo viu o sarney lá. Aposto que nós que votamos na Dilma, no Lula não votaríamos no Sarney (fica a dica, porra). Ele é do bando de lá. Alguém, que não sou eu, a dilma, a lola ou lla, têm responsabilidade por ele estar lá. MAS ISSO N QUER DIZER QUE OUTROS ASSUNTO SOBRE A POSSE NÃO SEJAM IMPORTANTES.

Por que o medinho de discutir o latente machismo nacional, heeeeeim? Fere algum sentimento de macho???! é??? é???

Carina Prates disse...

Amer, baby, onde uma coisa exclui a outra? Hoje a Lola está falando sobre padrões de beleza, amanhã ela poderá perfeitamente falar sobre o Sarney. Qual o problema em se fazer uma coisa de cada vez?

Carina Prates disse...

Eillen,
Se eu simplesmente dizer que a sua covardia foi uma constatação minha, também posso encerrar a questão como você, com o mesmo argumento? ;)

Me chamou de companheira... que bom que entende ironia, não é mesmo?

Sandro disse...

Se tem uma coisa que enfurece uma mulher feia é uma mulher bonita.

... como se eu fosse a única. disse...

não vi ngm ofendendo a Marcela. Ela não é a questão, mas a supervalorização da beleza, num momento histórico como esse! É a constatação de que a luta das feministas ainda não acabou.

lola aronovich disse...

Gente, não tenho tempo nenhum pra responder, mas alguns desses comentários não dá pra deixar sem resposta.

Eillen, parece que tudo que vc veio fazer aqui foi me chamar de feia e invejosa (“constatação”, segundo vc, que se estende a qualquer comentarista mulher que discordar de vc). Dessa forma, ao invés de me desqualificar, vc de cara desqualifica os seus argumentos. Acho que vc faltou a algumas aulas de interpretação de texto se o que conseguiu tirar do meu post foi algum tipo de inveja a Marcela Temer. Eu mal falo dela — eu falo de como citá-la sem parar é uma forma de desvalorizar a importância da posse da Dilma e de lembrar que mulher só pode ser avaliada pela aparência.


Dai, exatamente. Pô, vc desenha muito melhor do que eu.

Eillen disse...

Carina,

Entendo ironia sim.
Quer dizer que você me chamou de corajosa ao invés de covarde?
Exaltou minha inteligência quando citou minha capacidade intelectual?!
Espera um momento, você entende ironia, amiga?
O companheira não foi ironia não... o amiga foi ;)

Guilherme disse...

presidente sendo mulher ou homem tem de executar o seu trabalho. O sexo dessa pessoa nao quer dizer nada. A Marcela Temer chamou a atencao pela beleza o que e algo mais do que normal. A midia mostra o que as pessoas querem ver, dai a explicacao para tanta mulheres e homens semi-nus nos sites de noticia como globo.com e uol.com.br.

lola aronovich disse...

Cinderela: Sarney, Collor (que eu só vi uma vez), e a patota estariam presentes a qualquer posse, de qualquer presidente, já que eles fazem parte do Congresso. Se estão lá é porque alguém votou neles, e não foi o PT. E Cristina Kirchner está levando a Argentina pro abismo? Sinto dizer que vc não entende nada de história argentina. O país foi pro abismo, fundo do poço mesmo, pior crise de sua história, uns dez anos antes. Leia aqui, se não quiser ficar repetindo o que não sabe. Quanto ao resto do seu comentário, machismo e feminismo são coisas totalmente diferentes, difíceis de serem jogadas no mesmo pacote dos “ismos”, e deve ter um monte de gente que não considera o racismo um conceito tolo. Dilma não foi eleita por ser mulher, mas por representar a continuidade do governo mais bem avaliado do Brasil. Mas é, sim, importante e simbólico que ela seja mulher. E seria ótimo se seu governo fosse avaliado NÃO por ela ser mulher. Mas essas cobranças diante de sua aparência só existem por ela ser mulher.


Lena, concordo. Boa aparência torna a vida mais fácil, inclusive a dos homens. É como vc falou: beleza pode ser valorizada nos políticos homens, só não é cobrada.

lola aronovich disse...

Amer, quem disse que qualquer comentário feito contra a Dilma é visto como coisa de machista? Só vc. Talvez qualquer comentário sobre a aparência da Dilma seja machista, pq não é isso que importa, ela não é uma miss, a função das mulheres na Terra não é decorar o ambiente. Os exemplos que vc cita de sacanagens contra o Serra não têm muito a ver com a aparência. Nosferatu, que eu saiba, é por ele ser chamado de vampiro. Sr. Burns é por ele ser parecido com o desenho, o que não quer dizer que alguém esteja chamando Serra ou Sr. Burns de feios. Aliás, Mr. Burns é muito mais conhecido por outras características que por sua aparência, não acha? (e Serra tb...).


Jorge, “se querem ser vistas com mais respeito...” é um dos piores inícios de comentário que vc pode fazer. E sobre não ver importância alguma na eleição de uma mulher, bem... Tenho certeza que vc não está ciente dos seus privilégios masculinos. Já parou pra pensar neles?

Amer H. disse...

De fato "única", podemos falar sobre vários assuntos referentes a posse, mas tudo que vejo são esculhambações contra os "machistas" que não apoiam a Dilma e críticas e mais críticas sobre os comentários bestas a respeito da beleza da miss presente no evento.

Comentários estes que serão esquecidos daqui a uma semana em prol de assuntos mais importantes e para o qual VOCÊS estão dando uma força incrível.

De fato, assuntos mais importantes que deveriam ser comentados desde já, pois a presença do Sarney junto a Dilma não é um bom sinal.

Carina, sim. A Lola pode falar dos dois assuntos quando quiser, entender e desejar. Não me referi a ela desta vez, mas as moças que comentam neste blog e que como eu falei, ignoram totalmente comentários que se oponham a sua maneira de pensar.

Poucas pessoas se dispõe a debater de fato o que é comentado aqui (cito a senhorita Archilla como uma delas). Grande parte apenas ignora o que foi dito ou usa de passivo agressividade para com aqueles que não concordam, sem acrescentar nada ao debate.Não se ajuda causa alguma quando se age desta forma.

E por favor, não me chame de "baby". Me referi a você pelo nome, sem ironias ou sarcasmos e gostaria que tivesse a mesma cordialidade comigo.

Ariadne Buendía disse...

Ai, isso já está ridículo, toda vez que alguém fala qualquer coisa sobre o sexismo em relação à Dilma lá vem alguém berrar "e o Sarney?" E ainda falam que nós, que votamos na Dilma, ignoramos o assunto alianças desconfortáveis do PT. Por favor, mais do que a Lola já falou sobre isso, fiquei com preguiça de procurar, mas tem um post (ou mais) só sobre o assunto. Ah, mas eu tirei uns segundinhos (mesmo) para pesquisar sobre as últimas posses e olha aí:

http://epoca.globo.com/edic/226/1995_1.jpg

É, o homem já está há umas boas décadas rodeando o poder, sempre "consagrado" por seus eleitores, e faz parte de um partido que conseguiu se fazer o mais poderoso. Fazer o que, é a democracia, quer golpe militar? Ah, aquele que GEROU o Sarney? Ah, a Marina nunca acabaria fazendo alianças com o PMDB? É, vai nessa...

Anunciação disse...

Me emocionei muito com a posse da Dilma,acompanhei pela Record,cuja transmissão esteve muito melhor q as outras,segui detalhe por detalhe,fora os momentos em q tive q me levantar p cuidar de algo na casa ou outra coisa qualquer;mas vi aquela moça q eu nunca tinha visto e nem sabia quem era,não deixei de comentar no twitter elogiando-lhe a beleza;depois descobri q a mesma era esposa do Temer e q tinha sido miss.Não concordo com os comentários desrespeitosos,mas desconfio q eles são menos perigosos do que referências a um tiro na cabeça da presidenta feita por muitos e muitos e os comentários homofóbicos vários que vi;não que os primeiros não sejam censuráveis mas pq acho q há algo de muito errado numa educação familiar q n ensina aos filhos a diferença entre chamar uma mulher de feia,gorda,interesseira(deseducado e preconceituoso)e crime.Chega,já escrevi demais.

Carina Prates disse...

Sério, que preguiça... Quanta infantilidade!

andré disse...

aos que pedem "bom humor": esqueçam o humor aprendido durante anos assistindo à globo e às comédias norte-americanas dos multiplexes e passem a pedir um humor bom.

nelsonalvespinto disse...

Me perdoem os comentaristas, mas caso o Serra ganhasse nosso amigo Sarney estaria lá. Caso ganhasse a Marina idem. E apoiando o governo. Ele é um dos líderes do (ainda) maior partido do Brasil e vai ser governo por muito, muito tempo. Sem PMDB não há governabilidade, infelizmente.

O problema da nossa esquerda é ser ingênua demais. Enquanto nossa direita é fútil demais. Prefiro mil vezes ouvir a crítica sobre a presença da Erenice, Dirceu, Ministros suspeitos, etc. Para deixar de sermos medíocres precisamos do debate das idéias.

E sobre o uso de presidente ou presidenta. Uma pesquisinha no google vai mostrar que o português arcaico usava palavras como

"parenta" em vez de parente
- Joachim José Costa e Sà - 1788
- José de Alencar, em Senhora

"Ausenta" como feminino de ausente - Antonio Santo Eliseu - 1737

E o mais bonitinho de todos:

Serventa - Delfim de Brito Guimarães - 1904 -
(Curioso que quando se trata de uma função exercida principalmente por mulheres o termo é, como diríamos, amplamente utilizado)

O uso do feminino para casos terminados em -NTE nunca foi proibido no idioma.

Elaini disse...

Parabéns pelo texto, Lola!! Muito bom mesmo!

Não acompanhei nada pelo twitter, mas qdo soube da comoção em torno da Marcela, fiquei mais do que espantada!

Caio disse...

Eileen
A Marcela é uma fofa, uma querida não estragou a posse; mas a cobertura do que foi a posse e o que vai ficar estragado com certeza vai ficar manchada por causa desse outro foco que a velha mídia deu pra beleza dela. E aí quem discorda não pode ficar quieto. Tem que fazer barulho. Eles estão com tem os meios de tradicionais nas mãos. E nós, da internet, vamos politizar o que eles falam, e não deixaremos eles escrevem a história.

Sobre a posse da primeira mulher presidente. Poderia ser a Roseana Sarney, ou a Soninha Francine - de qualquer jeito, ia ser significativo para o movimentos feminista a emancipação das mulheres. Seja ela de direita ou esquerda mostram que ela pode. (e aí abre pra outra discussão sobre a direita e o feminismo)

Sobre o Sarney e o Collor. Eles estavam lá. Não foi a Dilma que escolheu. É regra. Sobre eles serem uns babacas. Eles vão ser sempre babacas e vão estar sempre no governo, dando apoio ao PT ou ao PSDB - e aí prefiro que dê apoio ao projeto que é ligado a distribuição de renda(em vez do projeto que engaveta CPI e não investiga ngm).

Sobre o Serra e sua aparência. Em nenhum editorial, reportagem formais foram utilizadas quaisquer referências a aparência dele. Foi usada sim, por blogueiros e blogueiras, mas dentro da opção pela informalidade que a internet também oferece.

Raissa Kahn disse...

Olá Lola!
Acabo de conhecer o seu blog (através deste post que uma amiga retwittou) e gostei muito! Vc escreve incrivelmente bem, parabéns! :)

Porém descordei (q bom que não somos todas iguais, né?) com o machismo ou visão distorcida da posse...

Eu particularmente, não me orgulho de ver a Dilma presidenta. Primeiro porque ela não se elegeu, ela foi eleita pelo ex presidente e segundo porque discordo da linha de raciocínio que ela segue. Mas independente disso, hoje ela preside o meu país e espero que ela faca um bom governo para todos nós :)

Eu concordo com que alguém disse lá em cima: Uma coisa que não me entra na cabeça é: "qualquer comentário feito contra a Dilma automaticamente é coisa de machista.
Muitos de nós não gostam da plataforma política dela. Eu mesmo não gosto, preferia muito mais que a Marina tivesse vencido a eleição." Este tipo de pensamento não rola aqui no seu blog, mas é bem visto no mundo aqui fora...

E sobre as brincadeiras em relação a Sra. Temer lá que eu nem sei o nome: eu moro no estado que elegeu um palhaço como deputado estadual mais votado...o que esperar desse povo?

Beijo e feliz 2011 :)

Amer H. disse...

André, o que você falou é de um absurdo enorme. Humor é algo subjetivo, o que te ofende, desagrada ou choca, pode fazer outra pessoa se escangalhar de rir. Ninguém pode definir o que é humor "bom" ou "ruim".

Isso é algo que qualquer comediante pode lhe ensinar.

Yeah, Nelson, você tem razão sobre o Sarney. Infelizmente, ele estaria lá de qualquer forma.
E concordo que ambos os lados tem seus problemas e que o debate é necessário para que as idéias fluam melhor.

Infelizmente, não é o que acontece na maioria das vezes.

Lola, se seu comentário sobre o senhor Burns realmente foi sobre as características do personagem, isso me passou despercebido. O Burns é um dos maiores vilões já criados para uma série animada (acredite, disso eu entendo), enquanto o Serra é medíocre demais para ser considerado alguém do mesmo nível.

Nunca me esquecerei da frase brilhante dele de "Desemprego se cura com emprego". JURA??? OBRIGADO, CAPITÃO ÓBVIO!!!

Mas há toda uma crítica presente aos que não apoiam a Dilma aqui. Nem sempre clara, mas constante, isso não se pode negar.

Dito isso Lola, sei que temos opiniões quase antagônicas e que jamais seremos amigos. Acho que trocariamos golpes de KUNG FU se nos encontrassemos em pessoa.

Mas devo dizer que admiro essa sua disposição de encarar a briga que é comprada por muitos (eu incluso) nos comentários ao invés de agir como uma entidade etérea que não se digna a trocar palavras diretas com os leitores.

Coragem de dar a cara a tapa é algo cada vez mais raro nessa sociedade onde todo mundo é passivo agressivo e ninguém quer de fato defender as coisas em que acredita. Nunca perca isso.

E ainda quero ver seu artigo tomando partido dos homens que são massacrados pelos padrões imbecis da sociedade.

aiaiai disse...

Lola, olha q fofo: http://j.mp/ffZPiJ

Marilia disse...

Leio tudo aqui no blog, sempre, mas confesso que hoje os comentários...eu heim!
Olha, como professora de interpretação de textos, eu fico pensando que ainda tenho muito a fazer, já que o pessoal não entende o que está escrito.

Mas adorei o post, acima de tudo.

Só para adicionar, ontem eu li, no twitter, a coisa mais idiota que já tinha lido neste ano de 2011: Mulheres feias, tratem de se cuidar e arrumarem o homem que quiserem. Despeito só lhes trará rugas.

Fiquei chocada. Sempre que se reclama de valorização excessiva apenas do corpo e da aparências femininas é tudo despeito. Como alguém disse acima: preguiça disso.

Ana Castle disse...

Eu noto que o Michel Temer é tão insignificante e a imprensa estava tão ansiosa para tirar a intenção do brilho da Dilma que deram jeito de achar algo para tirar a atenção do momento político. E ainda aposto que na retrospectiva da Globo de 2011 os panaquinhas vão dar jeito de resumir o primeiro ano de governo da Dilma em um desfile de seu figurino e penteados.

Aqui na Bahia o pessoal da direita, ignorando a presença de Jacques Wagner lá disse que se "destacaram" o ACM Neto e o Waldenor. Vá entender a miopia desse pessoal!

É deixar os tolos papaguearem as bobagens que quiserem sobre a miss Temer lá, quem tem olhos vai enxergar o que interessa através do oba oba dos nossos comunicadores fajutos.

Deize disse...

Oi Lola!

Você já viu isso aqui? Parece que a pregação de ódio contra a eleição da Dilma parece não ter fim... pior que o caso Peluso: http://www.blogcidadania.com.br/2011/01/jovens-pregam-assassinato-de-dilma-no-twitter/

Koppe disse...

Começaram cedo... o Lula ficou 8 anos sendo virtualmente ameaçado de morte (tinha até comunidade "Morte Ao Lula" no Orkut), não ia ser agora que esse povo ia mudar.

Gisela disse...

Olá Lola, eu nem te conheço. Cheguei ao seu blog e amei seu texto, e agora já me sinto sua amiga porque me identifiquei total com suas idéias.
Sinceramente, Lola, não tenho a menor pretensão de mudar o mundo. Tampouco penso em mudar a cabeça dos homens e da maioria cega que apenas é levada sem saber ou perguntar para onde vai.
Porém com toda certeza precisamos de mais gente que pensa e fala como você, para mudar o mundo que não pretendemos mudar (se esta for a pretensão explícita, não conseguiremos). Abraço grande

Karina disse...

Meus parabéns pelo texto. Muito do que você disse, é que penso.

Abraços

Fabiana Gonçalves disse...

Me sinto ofendida com tanta mediocridade, é por isso que nesse país basta ter uma bunda grande pra se dar bem. Parabéns, Lola! me sinto aliviada por ler textos como o seu. beijo
http://fabianagoncalves.blogspot.com

Juliana De disse...

Parabéns pelo texto! É lamentável ver a mediocridade dos homens de esquerda e de direita, não todos, mas muitos. Sempre querendo separar as mulheres entre bonitas e/ou competentes. E pra eles só importa o primeiro grupo.

Letícia Sallorenzo disse...

Olha, Lola,

eu concordo com cada caractere digitado no seu post. só discordo de uma coisa: a postura com que vc expõe sua opinião. Nada contra, só acho que vc fala num tom como se a opinião de machistas realmente importasse. Na boa, eu olho com uma superioridade pra sujeitos q acham q a Dilma foi ofuscada pela coisa Temer (qual o nome dela, mesmo?), q entrou muda e saiu calada, e só chamou a atenção por ser bonita e etc, etc, etc...
Eu viro e digo: sério que vc acha q mulher só importa se for bonita? Alguém já lhe apresentou o século XXI ou vc ainda vive em 1950?
Enfim, eu desprezo profundamente a existência de um ser que pensa assim.
Acho que ao tratar com um desdém, quase indiferença, esse tipo de pensamento, eles podem começar a se mancar que o maestro da orquestra é outro...
Espero q vc tenha entendido minha opinião. Eu concordo 250% contigo, só não concordo em vc dar uma importância tão grande a gente tão desprezível... :o)

Bjocas,
Letícia Sallorenzo

@snoopy_xxx disse...

Parabéns por mais um texto brilhante Lola!
Como é feio gente que acha que condenar o machismo é falta de humor. E mais triste ainda é ver que tem gente que acha que para se viver bem é preciso encarar ofensas machistas como brincadeira, algo irrelevante... Ter VOZ é o mínimo que cada cidadão deve ter para fazer uma diferença no mundo, mesmo que seja pequena...

Euclides F. Santeiro Filho disse...

Eterno retorno...

Sei que a discussão "feminazi" já acabou, mas olha o que eu comentei no blog do Azenha à época:

"Não há problema em brincar que pegaria fácil um homem ou uma mulher; há problema em se estabelecer uma sociedade onde exige-se beleza das mulheres e coloca-se em segundo plano suas capacidades intelectuais. Afinal, "as feias que me desculpem, mas beleza é fundamental", não é mesmo?
E os feios?

Dentro desse contexto, feminista, para alguns, é mal comida. Isso já diz muito sobre o machismo disfarçado. Parte, na maioria dos casos, de quem acha que para ser levada a sério a mulher que reclama direitos tem que ser bonita.

Sem entrar na discussão do que é belo (dado que ele é subjetivo), faça um exercício mental e imagine: e se para um blogueiro ser levado a sério ele tivesse que estar dentro dos padrões de beleza exigidos para um modelo?
Acho que a "blogosfera progressista" ia para o saco!"

http://www.viomundo.com.br/humor/pegava-facil.html#IDComment117207693

Jorge disse...

"Jorge, 'se querem ser vistas com mais respeito...' é um dos piores inícios de comentário que vc pode fazer."

Não acho que seja pior do que: "Vou tentar desenhar."

"E sobre não ver importância alguma na eleição de uma mulher..."

E quem disse que eu não vi importância na eleição de Dilma como primeira presidenta? Eu escrevi algo que deu a entender isso? Concordo com o que Amer H. falou sobre a "passivo agressividade". Tá aí. É como fazer um comentário negativo para algum religioso praticante sobre um filme do gênero, por exemplo. A primeira coisa que muitos vão dizer é "Você não gostou porque é herege" ou coisa do tipo.

Gostaria muito de daqui a 4 anos ou mais poder dizer: "Só uma mulher mesmo pra ter dado jeito nesse país".

KlaussGoytacaz disse...

Que fique claro que a Marcela Temer foi eleitora da Dilma e não tem culpa do machismo dos outros e nem de ser bonita!

Giovanni Gouveia disse...

A posse tem uma memória muito mais incrível, com outras mulheres. Aquelas que dividiram a cela da cadeia de Tiradentes, e, Junto com Dilma, cantaram: "ousar lutar, ousar vencer", e as forças armadas agora são obrigadas a prestar continência à sua comandante chefe.
A mulher de Temmer é problema dele.
E Sarney estava na posse por uma questão constitucional, quem dá posse ao Presidente, ou à Presidenta (a palavra é dicionarizada, embora pouco usada, assim como não havia o vocábulo "advogada" no começo do século XX, pode pesquisar no Prtiberam, um dicionário português: http://www.priberam.pt/dlpo/Default.aspx )é o presidente do Congresso Nacional, que não foi votado pelo PT, vale salientar

Ana disse...

se for pensar bem também, as roupas da marcela chamaram atenção pra ela pois o Temer e a Dilma estavam discretos, e ela tinha de estar também, erraram em deixar ela daquele jeito, pois as vezes focava os três e ela estava usando *modinha* tinha que estar mais formal.

Bruno Stern disse...

Eu assisti o tempo todo, zapeando entre vários canais.
A esposa do Temer pouco apareceu ou foi citada.

O frissom sobre sua beleza, acaba servindo mesmo para diminuir as demais mulheres envolvidas como a presidenta e as ministras empossadas.

De resto, acho que a Dilma começou dando mal exemplo. Agenda cheia no domingo?

Shoujofan disse...

Belo texto, Lola. Confesso que só vi a esposa do Temer tardiamente, mas depois percebi o frisson na mídia, inclusive em matéria agora pela manhã no Bom Dia Brasil. Mas a maioria das pessoas não conhece/não se lembra dessas primeiras-damas. Um colega de trabalho, em dezembro passado, perguntou “Quem é que fala de mulher em sala de aula?” Nem as mulheres decorativas devem aparecer nas aulas dele. Agora, as coisas precisarão mudar... Enfim, machismo não é apanágio da direita e vimos recentemente o quanto isso é verdadeiro. Mas, ao invés de fechar os olhos, é bom repetir e repetir que Dilma era a mulher mais importante na posse e que uma faixa presidencial vale muito mais que a faixa de vice da mulher troféu do Temer. Em alguns momentos, eu quase chorei. Queria estar lá, mas me meter debaixo do aguaceiro, com o frio que está fazendo aqui em Brasília, está além das minhas condições de produção.

Lamento muito a parceria com o PMDB, mas ninguém governa sem este partido. E, como um colega disse, Sarney estava lá por questão constitucional. Inevitável. Mas sabemos bem que estaria lá de qualquer jeito, não convém tapar o sol com a peneira. Lamentei muito o vice José Alencar não está presente. Muito mesmo, mas a declaração dele na Record sobre Dilma foi perfeita. Aprendi a admirá-lo.

Quanto ao uso do termo “presidenta”, questão sem grande importância dentro da discussão, há o paradigma (*possibilidade de formação da palavra em língua portuguesa*), está dicionarizada (*se bem que não em todos os dicionários*), porém, não vejo a necessidade de seu uso. “Presidente” se presta a homens e mulheres, assim como paciente, tenente, docente, etc. Com o artigo e nome de Dilma não há como confundir ou invisibilizar. Não vejo como medida afirmativa válida a insistência no uso de presidenta, mas não é erro. Aliás, o incomodo causado pelo uso, me faz pensar que talvez seja uma medida válida, sim. Eu não irei usar, mas cada um com seu cada um.

Se Dilma fizesse duas coisinhas, além de fazer um governo de continuidade de projetos, eu já ficaria feliz: rever a Lei de Anistia e obrigar todas as escolas militares superiores a abrirem-se para as mulheres (*AMAN/Escola Naval*). Não gostei dela chamando Deus em seus dois discursos. O Estado é laico e foi um deslize que talvez indique alguns problemas, em relação à criminalização da homofobia e à revisão da legislação sobre o aborto. Mas não estou pessimista, só quero manter meus pés no chão.

Bárbara Dayrell disse...

Ótimo post, eu já estava enfadada de ler sobre a Marcela Temer (como dizia meu pai, "gloriosa quem?".
Estao comparando tanto a Marcela com a Carla Bruni que já acharam uma semelhanca inegável: elas têm o mesmo sobrenome de solteira, Tedeschi. Quem procura acha!

Bárbara Dayrell disse...

Sobre o uso da palavra PRESIDENTA, acho super certo! Nao existe em português, porque nunca antes tivemos uma!!! A mesma coisa era no espanhol, como me contou minha amiga chilena, mas depois que eles elegeram uma mulher presidenta, o povo passou a usar o nome no feminino, e hoje faz parte do dicionário. A lingua é viva, e evolui junto com a nossa cultura, por isso deveriamos todos falar presidenA!!!

Ághata disse...

Pois é, Lolinha!

Olha que eu estive na posse e nem reparei na Marcela, não sabia nem quem ela era, mas pra tirar a atenção da Dilma, vale tudo.

Disseram que foi pouca gente a posse, comparada a de Lula, entretanto, acho que os jornais esqueceram de mencionar a chuva forte que teve durante o evento, o que foi suficiente para fazer algumas pessoas desistirem de ir ou não ficarem até o final.

Ághata disse...

...cara, não adianta discutir com gente que acha que discriminação sexual não existe.
E não é nem só esse o problema, é a questão de interpretação de texto também.
Lola escreve um texto falando sobre discriminação sexual, de como isso pesou na cobertura da mídia e nos comentários dos brasileiros, critica esse comportamento e aperece uns 5 manés que não entenderam nem o que Lola escreveu e ficam 'E Sarney?', 'Competência da Dilma', 'falar de beleza não é importante', 'mas chamaram o Serra de Nosferatu'.
E fica a pergunta, o que tudo isso tem a ver com discriminação sexual? Qual é a relação?
[Lembrando, para os mais obtusos, mesmo que Dilma não fosse de esquerda, o post seria adequado porque se trata de Discriminação Sexual, independente do posicionamento político da cidadã ela sofreria as consequências de ser mulher.]

samya disse...

Eu vi a posse pela globo, passei todo o tempo esperando a continência das forças armadas. A Marcela Temer? Sim, eu vi que tinha uma loira alta com uma roupa muito bonita, pensei que fosse assessora ou algo assim, vi também uma menina um pouco mais baixa de cabelos curtos e pretos com um belo vestido. Era assessora? Na verdade eu nem me preocupei e continuo sem me preocupar. Bom pro Temer se ele esta feliz com a Marcela. Bom pros brasileiros se a Dilma é presidenta.
Acho mais ofensivo dizerem que essa pobre moça é burra e interesseira so porque é bonita do que chamaram a Dilma de feia. O que importa o que pensam da aparência fisca da mulher? Um comentarista da globo estava preocupado com o vestido da Dilma, se para subir a rampa ela colocaria o tal vestido vermelho. Coisa mais besta quem se preocupa com isso?

Quanto aos comentarios no twitter, acho que ele esta se transformando numa sucursal das baixarias do orkut mesmo.

Lola que tal se num proximo post você falasse sobre a construção do porto sul aqui em Ilhéus. Acredito que você não se preocupe muito com ecologia mais seria interessante conhecer o teu ponto de vista.
O porto é o filho bahiano mais novo do pt ainda que sera construido pela bamim que eh india e kazaquistão se não me engano. Sera um crime ecologico sem tamanho e deixara um numero absurdo de desempregados entre pescadores, marisqueiras, agentes turisticos, guias e toda a população ribeirinha da lagoa Encantada.
Eu votei no pt, sempre, e continuarei votando, mas a politica ambiental aqui na Bahia é imunda e pode acreditar, é bem mais relevante para o pais que as belas pernas da Marcela Temer.

D. disse...

Ótimo post, Lola.

Sobre essa discussão, gostaria de mencionar três episódios pessoais.

Quando eu era criança, a diretora do meu colégio, em um de seus sermões diários no pátio, falava sobre um concurso de beleza promovido dentro da escola (só para as meninas, naturalmente). Ela terminou o discurso assim: "porque, como dizia o Vinícius, me desculpem as (muito) feias, mas beleza é fundamental".

Aquele "muito" ficou martelando na minha cabeça de menina: "então o padrão do Vinícius não era tão rígido assim? O que era "ser bonita"? Será que ela manipulou a frase para se incluir entre as "não MUITO feias", ficando apenas entre as "feias"? Ser "feia" era ok, então? Mas MUITO feia não pode, né?

Pouco tempo depois, em uma festinha de criança, os meninos montaram uma passarela de cadeiras para que as "meninas bonitas" da festa desfilassem. Todas eram saudadas com gritos de aprovação pela platéia masculina. Eu, achando que os padrões não eram tão rígidos assim (afinal, vários adultos já tinham me dito que eu era uma criança "bonita"), e ávida por ter aquela aprovação e me confirmar como parte do grupo das "bonitas", me arrisquei a desfilar, com meus cabelos longos cacheados e com minha "cor de jambo". Mal subi na tal passarela e logo a abandonei aos gritos de "sai daêee", "nega da favela", "cabelo pixaim", etc. Naquele momento eu entendi o significado de MUITO feia.

A diretora do colégio era "feia", mas era loira (embora artificial). Era a questão da cor que definia tudo. E a questão da cor estava intrincada com a questão de classe. Ser feia era ser negra, ser negra era ser pobre.

Há um ano, fui na conferência "Mulher e Mídia 6", em um hotel no Rio de Janeiro. TODAS as recepcionistas terceirizadas da organização do evento eram brancas, de cabelos lisos (naturais ou escovados) e loiros (naturais ou pintados).

Daí que me irrita profundamente esse foco na tal beleza da moça vice-primeira dama. Pelo fato de que esses comentário estarem absolutamente deslocados, como mostrou a Lola, e ainda por cima, por revelarem que todo debate sobre beleza está marcado pela questão da cor.

D. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ághata disse...

Ah, é, sobre discriminação sexual...

Fui a posse com minha irmã e minha mãe e nós três acompanhamos boa parte da posse - mas não tudo porque minha mãe já estava fazendo drama que ia acabar pegando pneumonia se continuasse lá, naquele frio, ensopada da chuva - e ouvimos várias vezes (e, que isso fique bem claro, vindo de homens) comentários depreciativos pelo fato da presidente ser mulher. Enquanto tinha uma senhora fazendo a maior farra porque a presidente era mulher, havia vários caras por ali que eu não fazia ideia do que estavam fazendo por lá - na verdade, um deles eu até faço porque era um dos policiais que estava por lá. Ter uma presidente é algo que anda incomodando mais do que parece.

Ághata disse...

Excelente comentário, D.

Proibido virar à direita disse...

Sou homem, votei em Dilma 50% por causa do Lula e 50% por causa do Agripino Culatra, ou melhor, por causa da surra moral que ela deu no canalha orfão da ditadura. Como homem me sinto enojado por ver homens de esquerda como eu que passaram a eleição lutando contra o preconceito da direitona contra as mulheres, pobres, nordestinos, negros, bolinhas de papel entre outros tecendo comentários desrespeitosos em relação às duas mulheres presentes na posse e a todas as mulheres do Brasil, com relação à Dilma, menosprezando seu grande feito e com relação à Marcela Temer, comentários típicos de machistas imbecis que com certeza não gostariam de que fossem feitos às suas esposas.
Pelo visto serão 4 anos de muita luta.
A minha trincheira já está cavada.
Parabéns pelo belo texto.

soldeprata@gmail.com disse...

"Prefiro o barulho dos jornalistas, que o silêncio da Ditadura.". Nessa afirmação, ficou evidente que Dilma estará preparada pra o que todo e qualquer jornalista que venha a atacá-la. Da Globo e da Veja pode-se esperar tudo : De deboche a machismo. Quanto à menina do Temer,ah... "deixa a menina sambar em paz"!

Priscila disse...

O contraponto que estava faltando: http://ebompraquemgosta.wordpress.com/2011/01/03/belamarcela

leiam. leiam.

Aldo Luiz disse...

Hillary e Chaves; cadê o audio? Também quero rir...

E, a propósito da "deusa grega" do Temer?

Imagens falam mais que mil palavras... Retiradas as máscaras de representar, sobram homens e mulheres com seu testículos e ovários pulando as cercas altas das doutrinações e pseudo liberdades de expressão que encarceram nossos verdadeiros EUs e nossa autonomia. Por isto, milenarmente, e agora mais do que nunca ELES, os escravagistas, nos mantém o tempo todo distraídos e ocupados com políticas fratricidas, culpas e acusações, doenças, fome, miséria, escassez de toda sorte, dívidas "eternas", pornografia, pedofilia, prostituição, corrupção, drogas, caveirões, religiões e outras artimanhas homo nefastas, tudo o que possa nos manter ocupados uns contra os outros em permanente egocêntrico desamor, toda sorte de competições e mortal belicosidade...
Nossa consciência é um programa. O "computador", "IMITA a mecânica de nossa mente". É possível, necessário e urgente formatarmos nosso HD. Reprograme sua mente já.
Mais do que resgatar nossa auto-estima é preciso resgatarmos nossas próprias vidas. A TELEVISÃO PROGRAMA (infantilismo) VOCÊ com a doutrinação escravista e a devida auto carceragem. Um vigia (bigbrother "involuntárioso") o comportamento do outro juntamente com toda esta parafernália eletrônica de ELFs, ULFs, H.A.A.R.P.s, paranóicos celulares para fazer o que ELES querem que você faça; isso, devidamente camuflado desde antes do seu nascimento e ao longo de sua vida, 24hs por dia.

O melhor escravo é o que se julga liberto. ELES, no cume da pirâmide que nos oprime e escraviza, SABEM MUITO BEM COMO FUNCIONA BEM ISSO, E SABEM QUE VOCÊ NÃO SABE NADA SOBRE ISSO. E Sabem que NÃO PODEM, DE MODO ALGUM, DEIXAR QUE VOCÊ PENSE E VENHA SABER ISTO. E TODO AQUELE QUE TENTA MOSTRAR A VOCÊ ESTAS VERDADES É SEMPRE UM INIMIGO DO SISTEMA, O "PERIGOSO TERRORISTA".
Por isto esta BENDITA INTERNET LIVRE tornou-se TÃO IMPORTANTE E NECESSÁRIA PARA A NOSSA GLOBAL LIBERTAÇÃO e TÃO PERIGOSA PARA ELES. Nada, religião alguma, lei alguma, substituirá a responsabilidade 100% dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós sobre tudo o que está acontecendo em nossas vidas. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal e intransferível. SÓ PARA NÃO ESQUECER: POLÍTICOS, TODOS, ESTÃO AÍ PARA NOS DAR A ILUSÃO QUE TEMOS ESCOLHAS neste escravismo travestido.

Roberta disse...

Sobre esse assunto eu não quero nem comentar! Mas, o seu texto foi excelente!

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ainda bem que assisti a posse mas fiquei longe do twitter pra não ler esse tipo de coisa.
Na Record News colocaram um estilista comentando a posse... Aí eu fiquei pensando: que diabos esse cara está fazendo aí?
Na posse dos ministros, quando entrava algum homem um jornalista fazia o comentário, quando era mulher passavam a bola pra ele. Assim fiquei sabendo o passado político dos homens e sabendo se as mulheres tinham acertado na roupa ou não, às vezes nem falavam o nome delas... que preguiça!!!
Até que depois começaram a comentar a respeito dos ternos dos ministros... mas mesmo assim, um momento sério e bonito desses e o velho machismo de sempre tem que atrapalhar um pouco a festa... aff

Insana disse...

Que venha 2011, pois
Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
Será ano Impar unilateral
Será o ano do Coelho multiplicador

Plante a semente da vontade
Regue com o dose desejo
E terá bons frutos para colher..

Um feliz 2011 da Insana

OBS desculpe a ausência nas festas..

Priscilla disse...

Parabéns pelo texto. É revoltante o espaço que até a chegada de Dilma à presidência, as mulheres ocupavam, de meras primeiras-damas, figurativas.
Patético é naturalizar o fato dos homens levarem seus papagaios de piratas (mulheres) para solenidades de caráter político. Mais bizarro ainda é a mídia direitista cobrar que Dilma desfilasse acompanhada de alguém, mais precisamente de um MACHO, já que ela é "SEPARADA" e por esta razão algo estaria incompleto. Deprimente! Mas quando de repente surge aquele homem austero (velho conservador nosso) acompanhado de uma "bela mulher", pois sim, pq para estar numa solenidade política só sendo acompanhante e gostosa, como esbravejam os machistas.
Pois bem, para quem espera de uma presidenta beleza e silêncio, eu aponto Dilma como grande líder competente que vai dirigir um dos países mais contraditórios do globo. Afinal, lugar de mulher é na política.

Debate disse...

Parabéns Lola! Sei texto está rodando pela internet. Meu filho recebeu de colegas de faculdade.
Vou reproduzí-lo no www.falapovo.com com link para o Lola Escreva.
Parabéns!
Ruth Alexandre

Ana Claudia disse...

Lola, parabéns pelo excelente texto. Se mais pessoas fossem tão conscientes quanto você, tenho certeza que o tal "Estado Democrático" do nosso país seria realmente efetivo, e não apenas uma demagogia incoerente (já existente há bastante tempo). Obrigada por expressar tão claramente o quanto a massa está alienada.

A Plebe deve ser Rude disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
A Plebe deve ser Rude disse...

Oi, Lola!
Não te conhecia até então. Mas, foi muito bom te conhecer e saber que pensa como eu.
Muito obrigada pelo texto incrível.
E obrigada por esclarecer coisas que no cotiadiano ficam ocultas diante da nossa alienação.

Grata,

PAULASALGADO disse...

Acho que o "sucesso" da Marcela Temer não tira o brilho da posse de Dilma, mas, por outro lado, demonstra um outro aspecto que não é muito observado quando se trata da imagem da mulher na sociedade. As pessoas têm reconhecido a competência de Dilma, sem, ao menos verbalmente, manifestar espanto pelo seu sexo (o que já me deixa feliz). Vemos, entretanto, um outro paradoxo. Mulher é inteligente, competente, capaz, e tudo o mais, DESDE QUE não seja bonita. Isso por uma lógica de que se a mulher é bonita por fora, é vazia por dentro. E sejamos francos, isso é verdade em alguns casos, mas não em todos. É mais uma pra gente derrubar, em pouco tempo, espero.Mas Marcela Temer não ajuda. Mulher dentro do padrão de beleza sofre mais preconceito no mercado de trabalho do que a que não está, quando busca melhores colocações. É fato.

professora anie disse...

Parabéns Lola, por sua coerência frente a essa (falida) sociedade machista, mediocre e alienada.
Marcela é linda e deve ter vários outros atributos que lhe conferem, mas a presidenta que eu ajudei a eleger, é mais bela ainda...por sua desenvoltura em público, pelo seu sofrimento no passado da ditadura, por sua garra e postura durante toda a campanha presidencial.
Professora Anie.

Márcia F. disse...

Lola, eu fiquei meio constrangida de ver tanta azáfema em torno da figura da mulher do Temer quando resolvi ler os comentários da posse na internet. Fiquei bastante surpresa, porque o surpreendente para mim era a figura de uma presidenta eleita por milhões de brasileiros... Fiquei enfastiada da internet e fui dormir... Ainda bem que não estava sozinha nesse sentimento. Valeu, Lola!

Paloma Alcantara disse...

Lola, parabéns pelo post. Temos mesmo que propagar palavras desse tipo para acaber com esses pseudomoralismos da nossa sociedade. Abraço.

Hélina Fernanda disse...

Falou e disse! Não assisti à posse da Dilma, e quando mais tarde quis acompanhar as notícias sobre o evento, as emissoras só reverberavam "a beleza da mulher do Temer"... eita imprensa ruim a nossa!

Aproveitando: parabéns pelo blog!

Sicrano de Thal disse...

Por acaso essa mídia machista daria destaque se algum importante mandatário tivesse em seu governo um belo exemplar do sexo masculino? Eu me lembro que na posse do Papa Bento XVI muito se falou do Padre Georg, seu assessor.
Devo interpretar que essa cobertura foi feita com a intenção de insinuar uma suposta homossexualidade do Sumo Pontífice?

http://www.istoe.com.br/reportagens/8126_ENTRE+MOZART+E+GOETH?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

Daniele Mattos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniele Mattos disse...

É... concordo no que se refere a beleza... se pra ser presidente precisasse ser bonito... coitado do Lula e outros que já governaram... Quanto à competência, ela AINDA vai ter que provar que tem... pois só foi eleita pela grande "onda publicitária" do seu antecessor... Como seu texto mesmo faz referência, as pessoas vão muito pelo que se VÊ, e não pelo que se CONHECE... A alienação é uma regra básica da publicidade de massas... a Coca-Cola é mestre nisso... investe cerca de 70% do seu faturamento bruto em propaganda.. Eu só espero que os próximos 4 anos não sejam só "agito de Coca-Cola"... ;P

Anônimo disse...

qie post mais cafageste lola. falar da mulher só pq é bonita. fala sério a mulher é advogada para de show, a mídia sabe que ela não é objeto coisa nenhuma, só mulher feia que vê mal uma mulher bonita na posse. outra coisa comparar a dilma com lula vc ta de sacanagem. a dilma é uma incompetente que chegou ao poder pelas mãos sem dedo do idiota do lula. mérito zero da dilma, alias, a mulher só vai no vácuo do homem, ve se enxerga vc e essas mulheres que tem inveja pq ela está rica bem sucedida e ainda pra matar vcs ela é bonita. vai lavar vasilha ou

Pedro Júnior!® disse...

Pra que "mistificar" tanto a posse da primeira presidenta, se nunca mistificamos a posse de um presidente homem?

Porque toda essa frustração, visto que não foi assim tão "mistificado?

Vocês não queriam igualdade? Conseguiram.

Pedro Júnior!® disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Júnior!® disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Para começar a Senhora Dilma só foi eleita devido ao fator Lula, e nunca por meríto próprio. Ou seja; Dependeu de um homem para chegar ao Poder. Pois se fosse tentar se eleiger por conta sem apóio de da máquina administrativa, com certeza não teria nem 1.000,00 votos. A mulher do Michel Temer, chama a atenção pela beleza, afinal a natureza sempre teve essa mania de deixar as coisas saúdaveis com um aspecto mais bonito.Afinal não é pela inteligência que um homem vai para cama com uma mulher, e sim pelo aspectos saúdaveis que ela emana, coisas que mulheres como as feministas entendem, mas tentam mudar a realidade, pois não aceitam que são só uma piada da natureza.

Anônimo disse...

De que adianta uma mulher ser bem sucedida se ela não é bonita?

Fabio Farias disse...

Oxee. Mas a mulher bonita e delicada sempre vira em primeiro lugar para o homem mesmo, se a mulher for a mais bem sucedida do mundo isso não importa muito. Deixa ele fazer o comentario dele ue, que bobagem.

Anônimo disse...

Ja para uma mulher, o homem ser bem sucedido faz toda diferença do mundo, a exemplo da propria Marcela Temer. Natural o homem tecer comentarios sobre a beleza e a mulher sobre o dinheiro. Isso é intriseco a natureza humana, nunca irá mudar.

Sammy disse...

Esse povo que chega aqui e nem lê o post. Se lê, falta interpretação.

Como tem troll nessa internet, meu Deus. Gente sem disposição para trocar idéias, ler, aprender... só ofensas, clichês, etc.

Thiago Mafra disse...

Parabéns pelo texto!

A mulher é capaz de governar como qualquer homem ou até melhor,porém estou em dúvida se a Dilma irá fazer isso,afinal,ela foi eleita devido a popularidade do Lula e pra dar continuidade no seu bom governo.Devido as discussões religiosas sobre o aborto por parte dos evangélicos e católicos,ficou difícil avaliar as demais propostas e projetos de todos os candidatos.

Sim,a mulher é capaz,só não sei se a Dilma está preparada para governar o Brasil.Torço pra que ela esteja e me surpreenda.
Infelizmente nossa sociedade é firmada no machismo,entretanto as coisas estão mudando,quando o investimento em educação for significativo iremos desconstruir esses clichês e argumentos superficiais.

Abraço!

Fabio Farias disse...

Afeee. Mas nao fiz ofensa nenhuma, so falei que estao fazendo um fuzue muito grande por uma coisa que é normal, um homem fazer um comentario sobre beleza feminina, assim como é normal uma mulher fazer comentario sobre um homem bem sucedido. Besteira é achar que algum dia o homem irá ver uma mulher poderosa e suspirar: nossa que mulher mais bem sucedida, como se fosse uma mulher jovem e bonita ali. Não vai. Porém é comum uma mulher fazer este tipo de comentario. Normal tambem, é o que lhes chama atenção, assim como reporteres brincam quando veem um homem poderoso desses: meninas ele esta solteiro ein (risadinhas). De qualquer maneira foi apenas um comentario inocente de algo que lhe chamou atenção. Não houve desmerecimento nenhum nem ofensa. Isso pra mim é tempestade em copo dagua que estão fazendo.

YR-Heretic disse...

Eu votei na Dilma (E não por ela ser mulher mas sim pelo histórico dela, que valeu o meu voto, Que não é dado a nenhuma candidato apenas por sexo, raça ou classe) assisti sua posse e vi ínumeras reportagens falando sobre a nova presidente. Acho lamentável que uma professora universitária gaste seu tempo a se queixar de uma reportagem da Veja, já que 90% das outras fontes estava cobrindo a Dilma e não a Marcela. Essa professora só deve ler Veja. Lamentável. Sendo que, se o Feminismo prega a igualdade, não deve ser feito tanto alarde pela posse da Dilma - Se você defende a igualdade deve admitir que não é surpresa nenhuma ver uma mulher subir ao poder (O mesmo pode ser dito quanto aos negros e outros grupos oprimidos no passado e falsamente oprimidos hoje). Quanto a Marcela, acho que ela não foi notada somente pela beleza em si, mas sim pelo fato de estar com um homem mais velho, algo pouco comum na sociedade. Se queixar disso, me soa bocado arcaico.

Isso me força a dizer algo necessário, Lola : São pessoas como essa que passam pro Feminismo inteiro a imagem de um movimento fútil e malévolo, coisa que ele como um todo não é, mas que certamente Lola faz parte do lado ruim do mesmo. A maçã podre, a que se queixa por nada, a que não deseja um futuro de paz e igualdade mas sim, uma mera inversão repugnante conseguida por uma guerrinha tosca de ideologia pseudo-intelectual onde inocentes pagarão pelos crimes de seus antepassados. Pessoas como você, conseguem ser piores do que os vilões do passado, uma vez que a discriminação reversa não só é vil como a discriminação aberta, como pior, por ser hipócrita e se apresentar como justa, limpa, ideal.

Tendo desabafado isto, espero sinceramente (Embora provavelmente em vão) que gaste seu tempo futuro com questões mais úteis até pra própria mulher e não criticando a imprensa inteira por fazer uma matéria a cerca de Marcela Temer.

Chega de oba, oba! disse...

É estupidamente incrivel como toda e qual qualquer opinião que não seja do agrado feminista é taxada como machismo.

Se a imprenssa destacou a beleza que a Marcela possui e por consequencia alguns homens concordaram com mensagens de aprovação, então qual o problema?

O que se vê é muito oba, oba e reclamações infundadas de que tudo o que não foi conquistado ou deixou de ser conquistado pelas mulheres, o principal cupado é o machismo. Fácil demais mascarar falta de empenho e competência com "clichês" baratos.

Brigaram tanto para terem reconhecimento e agora querem mais o quê??