domingo, 17 de outubro de 2010

CAMINHADA, BAFINHOS E BAFÕES: O ABORTO DO CASAL SERRA

Euzinha na extrema esquerda, com cabelo afro causado pelo vento. Fotos do maridão, o que explica por que eu tô quase saindo da foto.

Ontem participei de uma caminhada pró-Dilma no centro de Fortaleza. Eu não tinha (nem tenho) tempo, porque o trabalho está ocupando todas as horas que eu não dedico ao blog, mas achei que, se eu não fosse, me sentiria muito culpada. Então eu fui, e foi ótimo. Quer dizer, ando um tanto enferrujada pra falar com as pessoas na rua. Demorou um tiquinho até eu me soltar. Mas depois de meia hora eu já tava abordando todo mundo, como nos bons tempos. Se você que é jovem e nunca fez isso, tá na hora de experimentar. Se você já fez, mas lá pelos idos de 89, é recomendável voltar. A campanha tá preocupante e a gente precisa usar uma das nossas principais vantagens, que é a nossa militância. Lembre-se: eles têm cabos eleitorais. Nós temos militantes, gente com paixão, com garra, que acredita nos projetos do partido e nos ideais da esquerda. Pra se inspirar, leia o lindo post do Celso, do Na Prática a Teoria é Outra.
No primeiro turno, Dilma teve 66% dos votos aqui no Ceará. Mas esse número baixou, e dá pra notar. As últimas pesquisas dão a Dilma 60% dos votos no Nordeste. No primeiro turno, ela teve 62% (isso porque todas as pesquisas erraram: davam 65%). A Folha considerou que a questão religiosa influenciou apenas 1% dos votos no primeiro turno. E que o caso Erenice é que fez Dilma perder eleitores. Aham. Não, claro, isso é óbvio: é por essa razão que não se fala noutra coisa além de aborto, né? E por isso não influir de jeito maneira na campanha é que o Serra distribui santinhos religiosos e anda mais carola que o papa. O que me deixa pasma é que tem gente que acredita nesse levantamento ridículo da Folha! Não vêem que o jornal tá puxando brasa pra sua sardinha? Tá querendo se fingir de formador de opinião? Olha só, os bons tempos voltaram: conseguimos formar opinião outra vez! Vá às ruas, fale com as pessoas de verdade, e não resta dúvida que o que diminuiu o favoritismo de Dima (e o que, pra mim, impediu sua vitória no primeiro turno), é a questão religiosa. Mais especificamente, o aborto.
Na panfletagem, constatei o que eu já pensava: salvo raros casos, dá pra ver de longe quem é eleitor do Serra. É a pessoa carrancuda, com cara de nenhum amigo, de mal com a vida. Sério, eles não sorriem (e não dá pra culpá-los. Se você votasse no Serra, amiguinho do TFP, teria motivos pra sorrir?). No meio da panfletagem um senhor zangado gritou pra mim: “Se tivesse a Dilma e o diabo, eu votava no diabo!”. O que eu podia responder? Eu só disse: “Ah, então você vai votar no Serra?". Depois foi uma velhinha muito velhinha que, revoltada, brigou comigo: “Eu sei quem ela é! Ela é amiga das FARC, é sequestradora, é assaltante de banco! Vocês nunca vão me convencer a votar nela!”. Essa eu mal consegui rebater porque a senhora não parava de gritar, como se Dilma tivesse feito algo pessoal contra ela.
De modo muito geral, senti que os piores grupos pra votar na Dilma são: 1) Velhinhos. Não é novidade. Qualquer um que já fez panfletagem sabe disso - poucos idosos votam na esquerda. Tem jeito não, quanto mais se envelhece, mais conservador se fica. 2) Jovens. Triste isso, mas eles não fazem a menor ideia do que foi o governo FHC, porque eram crianças oito anos atrás. Como também não fazem a menor ideia que vivemos 21 anos de ditadura militar, qualquer acusação de “Dilma assaltou banco” cola. O jovem de hoje é mais conservador que o da minha adolescência, pode apostar. 3) Crentes: aqui estou eu sendo preconceituosa de novo, mas muitas vezes dá pra reconhecer evangélicos, principalmente evangélicas, pelas roupas e o cabelo. E grande parte dessas pessoas não tá votando na Dilma não. 4) Mulheres. Mesmo que a porcentagem de homens e mulheres que votam em Dilma não seja tão desequilibrada (há uns 5% a mais de homens que de mulheres que votam nela), sempre houve menos homens que mulheres querendo elegê-la. Algumas mulheres têm uma atitude visceral contra a Dilma. É um tal de “Deus me livre!” e “Nela não voto de jeito nenhum” que me parece mais raro de ver entre os homens. É terrível constatar isso, mas essas reações emocionais do tipo “Não voto nela porque tem cara de sapatão” aparecem mais entre as mulheres. Que, obviamente, podem ser tão machistas quanto os homens.
Em compensação, quer saber quem foram os primeiros militantes a fazer corpo a corpo, a falar com o povo que passava na praça, a distribuir adesivos? As mulheres. Sim. Enquanto os homens ficavam lá, aglutinados, tímidos, só falando entre si, esperando que a caminhada começasse (o que levou mais de uma hora e meia pra acontecer), as militantes mulheres é que tomaram a iniciativa. Duas senhoras, inclusive (uma de 70 anos), eram das mais animadas. Não tinham vergonha nenhuma de abordar as pessoas. E depois dizem que mulher não gosta de política...
O grande lance de ontem não foi o fato que o governador reeleito Cid Gomes quase me atropelou na caminhada pelo centro em Fortaleza. Houve três casos menores e um caso maior.
Comecemos pelos menores. Primeiro, houve mais um desdobramento do episódio Paulo Preto, denunciado pelos próprios tucanos por ter fugido com 4 milhões de reais, como saiu na revista IstoÉ. Se a Dilma não tivesse falado dele no debate, o resto da mídia teria solenemente ignorado a reportagem da revista. Bem que Dilma poderia falar da quebra de sigilo fiscal que Veronica Serra promoveu no imposto de renda de 65 milhões de brasileiros. Faz quase dois meses que a Carta Capital fez uma excelente matéria sobre isso que, aparentemente, não pode ser tocado pelo resto da mídia. Bom, depois do debate, a Folha foi atrás e entrevistou Paulo Preto, que fez ameaças. A reação do Serra foi assim: inicialmente ele disse que nunca ouviu falar no cara. Depois das ameaças, que era um engenheiro competente. Ontem descobriu-se que Serra empregou a filha de Paulo, aquele um que ele desconhecia completamente, apesar de ter o mau hábito de aparecer nas mesmas fotos. (Um tweet primoroso foi criado pelo @paginadois: “Tucano é tudo ingrato. O Serra emprega o cara, a filha do cara e ele some com a grana!”).
Outro caso foi o de uma gráfica que estava imprimindo entre 18 e 20 milhões de panfletos anti-Dilma encomendados pelo CNBB. Pelos emails e pelos nomes dos envolvidos, é muito fácil ligar essa encomenda ao PSDB. Os panfletos iam direto da gráfica pras igrejas. Distribuir material apócrifo (sem nome, sem autoria) caluniando outro candidato não é apenas anti-ético: é crime eleitoral.Eu nem sabia, mas Serra esteve ontem no meu estado querido de adoção, o Ceará. Não aqui em Fortaleza, e sim em (no?) Canindé, para uma missa (é, dá a impressão que nossos candidatos no segundo turno não fizeram outra coisa além de turismo religioso. A @ju_freitas até escreveu um tweet hilário: “Se Serra for eleito, larga a presidência no meio pra se candidatar a Papa?”). Pra variar, Serra chegou atrasado à missa. Eu gostaria de saber se há registro de algum compromisso em que ele tenha chegado no horário. Havia militantes petistas fora da igreja. Serra entrou, junto com o coronel que acabou de levar sua maior derrota na carreira, Tasso Jereissati. Pouco depois, o frade que celebrava a missa mostrou um panfleto que estava sendo distribuído por lá contra a Dilma para dizer que ninguém podia falar em nome da igreja. Foi aplaudido, mas Tasso ficou revoltado e o xingou de — insulto terrível, tirem as crianças da sala — petista. Eles foram embora. Só mais um exemplo de como Serra semeia harmonia e felicidade por onde quer que pise.
O caso maior foi referente ao aborto de Monica Serra. Talvez você nem esteja sabendo da história, então permita-me um breve resumo. Uma semana atrás, pouco depois do primeiro debate do segundo turno (aquele que Dilma ganhou por nocaute), uma moça chamada Sheila Ribeiro postou no seu Facebook que estava incomodada com a hipocrisia da campanha, e que foi aluna de Monica na Unicamp, em 1992. E que era comum Monica falar pras alunas do aborto que ela e Serra fizeram ao chegarem no exílio, no Chile. Monica referia-se ao aborto como um trauma. Sheila não entendia como Monica falou que Dilma “mata criancinhas” se ela mesma já havia feito um aborto. E deixou claro que é a favor da legalização do aborto. Durante uma semana, essa declaração apareceu de forma extremamente discreta aqui e ali. Por exemplo, eu a vi no blog do André, em que ele dizia que isso era uma armadilha tucana. Mas, à medida que outras alunas apareceram pra confirmar a declaração de Sheila, o negócio foi crescendo. Não vi absolutamente nada em nenhum site ou blog oficial do PT. Nem circularam emails a respeito. Eu fiquei sabendo da veracidade da história na noite de sexta, num email coletivo entre blogueiras feministas (email restrito que surgiu faz um tempo, quando discutíamos o Netinho). E aí a surpresa: ontem, no sábado, um veículo da velha mídia, a Folha, publicou a história. Isso coube à coluna de Monica Bergamo, que entrevistou Sheila e as outras alunas. Também tentou ligar para Monica Serra cinco vezes, mas ela estava no Chile, incomunicável (no deserto de Atacama? Na mina de onde saíram os mineiros resgatados?). Ontem sim a história repercutiu. Mais uma vez, não vi uma só palavra do PT. Mas os reaças estavam em polvorosa. Criaram um trending topic no Twitter com o nome #monicabergamosuja, onde mostraram pela jornalista o mesmo respeito que tem por Dilma, chamando-lhe de vaca y otras cositas más. Tio Rei, então, estava indignado: vaticinou que esta campanha era a mais baixa da história eleitoral brasileira, e que AGORA a campanha desceu ao fundo do poço (é, antes era uma campanha limpinha, a gente sabe). Só à noite a coordenação tucana emitiu uma nota desmentindo a notícia (bidu!), e dizendo mais ou menos o que tio Rei havia dito (será que eles escrevem os posts e os comunicados ao país juntos?) — que era uma campanha vil, que copiava o caso Miriam Cordeiro de 89 (quando a ex de Lula, contratada por Collor, foi à TV dizer que o petista lhe pediu para fazer um aborto), que como ousavam atacar a honra de Monica Serra? - enfim, indiretamente acusando o PT. Mas o PT não teve nada a ver com nada. Você pode ler a nota do desmentido aqui, e uma entrevista com Sheila aqui, e tirar suas próprias conclusões de quem está falando a verdade, porque lógico que não há provas. Será a palavra de uma contra a outra. E duvido que Sheila ou alguém queira levar isso adiante. Serra se fará de vítima, e pronto. Voltarei ao assunto amanhã, num post que escrevi na noite de sexta.
P.S.: Alguém lê um post tão longo desses num domingo?!

48 comentários:

Patricia Daltro disse...

BEm, eu e meu marido lemos! E concordamos com tudo o que você escreveu, (pra variar, né? rs)
Só espero que o Brasil sobreviva essa eleição sem nenhuma perda. Pq depois que depois que descobri que quase 50% do congresso é ligado de alguma maneira a religião, seja ela evangélica ou católica, sinto náuseas. Tenho minha religião, mas acima de tudo acredito num Estado laico.

Sana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sana disse...

Sim, eu leio! Porque esse post (como todos os outros) é muito bom! :)

Nitoso disse...

Eu leio um post desses no domingo e em qualquer dia da semana! Quanto à declaração da campanha suja: Que papelão, hein Tio Rei? Só agora que a campanha é suja?

maiacat disse...

Primeiro, ótimo post! Nunca participei de nenhum movimento de rua, mas até que deu vontade! E é impressionante como a mídia tá cada vez menos cumprindo seu papel, pra mim me dá uma frustração enorme. Não sei o que tá mais sujo: a campanha eleitoral ou a cobertura da mídia nesse tema.
E segundo, em relação ao post do meu blog, vi seu comentário e claro que pode postá-lo aí no seu blog! Obrigada pela oportunidade! E quanto a informações sobre mim, basta dizer que sou de São Paulo e faço jornalismo (e tenho 21 anos).

Pedro Joffly disse...

Eu li uai, tem dia melhor? Não tem nada pra fazer! \o/
E o post, como sempre, tá ótimo!
Pois é, quando eu vi que a maioria das mulheres tá com o Serra eu, infelizmente, constatei, novamente, que o machismo está enraizado até nas mulheres :/

Dai disse...

Ai, Lola, post lindo, lindo, lindo...
Após essa semana de 'férias', a vida volta a apertar muito pra mim, nada de internet...
Mas passo aqui no domingo pra revigorar minhas energias e crença de que é Dilma 13!

p.s.: coincidência fofa, conversando no facebook ontem com sua leitora Borboleta descobri que moramos na mesma cidade! Hohoho.

Nathália. disse...

Eu li, to aqui trabalhando no meu trabalho de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO ÂMBITO DO DIREITO INTERNACIONAL, coisa da faculdade, que vou depois resumir e publicar no blog, divulgar por aí (o assunto é maravilhoso!).
E eu li teu post, e gostei dele.

Uma pergunta... Lola, já assistiu Tropa de Elite 2? Pergunto porque moro no Rio de Janeiro, assisti ontem, fiquei meio emocionalmente abalada, queria falar com você em particular, se possível...

Beijos!

Natália disse...

claro q lemos! e, em defesa do seu maridão, a foto talvez queira ser representativa de seu posicionamento no espectro político. ;)

Vanessa disse...

Eu tb lí! rs

Duro mesmo é engolir, que "esses políticos" agora só falam de religião... Ah tá...

Clara Gurgel disse...

Lola, nessa reta final não há domingo,não há férias, não há trégua. Estou direto lá no "face",com a ajuda das "meninas daqui", repassando links,fazendo comentários e tentando neutralizar essa campanha "podre" que os serristas vem fazendo. Estou correndo até o risco de chegar no final da eleição sem marido e com o conselho tutelar batendo na minha porta,querendo meus filhos, mas...tudo bem! A causa é boa!rsrs
Na verdade,o meu "maridão"(desculpe o plágio)está tão preocupado e engajado quanto eu. Fazemos uma parceria.Eu saio "escarafunchando" as notícias e repasso tudo para ele,que repassa para outros e por aí vamos!

Zuperman disse...

sim, de dito pelo nao dito TODOS OS DOIS CANDIDATOS ja falaram e deixaram de falar. E ai? Quem está certo? O mais impressionante agora é que todos falam sobre um Estado Laico! É pra acabar mesmo.

Daniel Guilherme disse...

Lola, uma amiga minha está procurando companheiros para uma caminhada-panfletagem em São Paulo, possívelmente num sábado ou domingo. Será que você poderia divulgar no seu "bloguinho"?

Aliás, um ótimo post num domingo. E fica a pergunta: por que o PT insiste em fazer o papel de bom moço e não explorar a lama do casal Serra?

Felina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felina disse...

eu hj vi uma carreata sobre o "direito a vida", eu acho essa questão do aborto um tanto complicada, acho que deveria se investir mais em educação e planejamento familiar antes de falar em aborto, mas enfim, voltando a carreata, me deu um ódio tão profundo que tive vontade de dar na cara daquele povo, que direito eles pensam que tem em decidir sobre a vida de outra pessoa, o q a leva a optar por um ato tão drástico e dolorido, o estado tem que gerir pessoas e não religião, não cabe a religião querer governar um estado, eles que interfiram na vida de quem quer que seja interferida, daqueles que frequentam uma igreja, templo, o que seja, na minha vida eu não quero que eles metam a colher de forma alguma, pago imposto para ter educação, saúde e segurança, isso ninguém parece tá se importando. falo tudo isso sem ser mto a favor de dilma ou do pt, sempre fui pt desde que foi fundado mas sofri grande decepção com todos esses escândalos que surgiram, mostrando que realmente o poder apenas mostra quem são as pessoas, mas diante de toda essa atrocidade se só falar em aborto, quero mais que ela ganhe, nem que seja só pra dar risada desse povo ignorante.

Sarah disse...

Lola, moro em fortaleza também e adoraria participar de algum movimento, mas nunca sei quando é que tem! quando você souber de algum, avisa por aqui?

Borboletas nos Olhos disse...

Li o post inteirinho e já estou divulgando. Bjs

Rita disse...

Uma leitora comentou lá no meu blog que acredita que o lance do aborto da M. Serra só chegou aos jornais para o Serra poder posar de vítima no debate de hoje.

Pode não ser.

Mas ele vai se esbaldar e tentar virar o discurso todo, ah, vai. É a cara dele.

Caio Cézar disse...

Lola, terça a Dilma vem a Goiânia e eu e uma amiga militaremos no dia. Será a minha primeira passeata! Seu post foi um estímulo a mais! Abraço

Lua** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lua** disse...

Eu leio!

Eu achava invasivo abordar pessoas que não conheço para conversar sobre política, mas diante dessa situação terrível de mentiras e baixarias, tenho me esforçado e procurado fazer campanha, ainda que timidamente. Converso com pessoas que encontro no dia-a-dia, seja a caixa do supermercado, os porteiros ou na fila do banco. Porém, a dica da Lola é válida: evitar falar de política com velhinhos, pois as referências deles de “esquerda” ainda são aquelas da guerra fria e é muito difícil provar que Lula e Dilma não são Fidel e Stalin. rs

Minha estratégia argumentativa tem sido assim:
- Posso perguntar uma coisa? Nos últimos oito anos de governo Lula mudou alguma coisa na sua vida e da sua família?
Todas as pessoas até agora responderam que sim. Daí eu pergunto: “E em quem você vai votar?”. Se a pessoa diz que é no Serra ou que está em dúvida, eu tento problematizar com o que ela acabou de me responder: “Oras, mas você disse que a sua vida mudou, por que não quer a continuidade da política econômica e social do Lula com a Dilma?” A pessoa pode alegar descontentamento com a corrupção ou algum preconceito: “é terrorista”, “é a favor do aborto”, etc etc. Aí tem que problematizar a questão e desmentir os boatos. Enfim, haja cara de pau para fazer isso, mas no atual quadro, não há outra coisa a fazer...

Lua**

Lua** disse...

Aproveito e deixo o link de um depoimento da professora e filósofa Marilena Chauí sobre a disputa presidencial.

http://www.viomundo.com.br/politica/marilena-chaui-serra-representa-ameaca-a-democracia-e-aos-direitos-sociais.html

Lua** disse...

Para o pessoal de São Paulo:

ATO PRÓ-DILMA PRESIDENTE - TERÇA 19 NO TUCA/PUC-SP- 19HS

PARA O BRASIL SEGUIR MUDANDO - DILMA PRESIDENTE

Organizado pelo jurista Celso Antônio Bandeira de Mello e pelo teólogo Mário Sérgio Cortella

Data:
19 de outubro (terça-feira), às 19 horas

Local:
TUCA (PUC-SP)
Rua Monte Alegre, 1024
Perdizes, São Paulo

É pra fechar a Monte Alegre.
Contamos com sua presença.
Participe!
Divulgue!

Iseedeadpeople disse...

Lola,

venho aqui comunicar algo que vc vai gostar =)

Mudei meu voto! Agora sou Dilma. E provavelmente minha mãe, que ia votar no Serra sem muita convicção, vá votar nela tbm!!!

Decididamente não posso mais assinar embaixo de tanta SUJEIRA.Não posso eleger para presidente um homem que usa os métodos mais baixos e sujos para ganhar os eleitores. Não posso votar em alguém cujos eleitores acham que nordestino é tudo vagabundo e que SP carrega o nordeste nas costas. Que acha que pastores e bispos tem o direito de humilhar homossexuais em cultos, tudo em nome da tal "liberdade religiosa". Que acha que mulheres que fazem aborto são assassinas e deveriam ser presas.

Cansei de tanto desrespeito, de tanta hipocrisia, tanto machismo, tanto bairrismo, tanta homofobia!!!E esse pensamentozinho típico de classe média brasileira é repugnante. Condenam os programas assistenciais do governo com o velho clichê de "tem que ensinar a pescar ao invés de dar o peixe", mas na verdade, eles querem é tirar o peixe e NÃO ensinar a pescar coisíssima nenhuma! Querem lá deixar os pobres e nordestino nos seus "devidos lugares".

Victor disse...

Poxa, poxa, poxa! Queria muito ter ido para essa caminhada, Lola, mas ontem foi dia de Ceará Music, rsrsrs... Não sou muito de falar com as pessoas na rua (acho que ficaria num canto, com o resto dos homens xD), mas queira ter visto como foi.

Nos dois dia de Ceará Music, havia pessoas com bandeiras e adesivos próximos à entrada, mas não estavam muito ativos não - eu sempre ia lá pedir adesivos, eles nunca me davam espontaneamente xD (tenho cara de serrista?). A boa notícia é que vi muita gente com adesivos e no show do Black Eyed Peas estavam levantando uma bandeira da Dilma no meio da multidão! Não sei se nós, que votamos nela no primeiro turno, estamos saindo do anonimato ou se estavamo aumentando de número... Espero que seja a segunda opção.

Lola, quando houver algum evento assim, de militância, avisa aqui =(! Queria ir.

Adorei o post ;DDD .

Juli disse...

Lógico que lemos, tb seguimos no twitter rsrsr

"No meio da panfletagem um senhor zangado gritou pra mim: “Se tivesse a Dilma e o diabo, eu votava no diabo!”. O que eu podia responder? Eu só disse: “Ah, então você vai votar no Serra?"." rialto

Mas sendo séria, a todos os eleitores da Dilma, faço minhas as palavras da Lola, façam campanha mesmo, falem, discutam, levantem argumentos porque o negócio tá sério. A campanha pro- Serra nas igrejas tá dura. Muitas mentiras tem sido veinculadas como se fossem verdades. Até escrevi sobre isso no meu humilde blogzinho, que tem muita influência da Lola

http://admcritica.wordpress.com/2010/10/17/a-nova-inquisicao/

Vamos discutir, brigar até o fim

Sardenta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sardenta disse...

Oi Lola! Estou militando aqui em Curitiba. Ontem e hoje, deu pra perceber que foi bem melhor!
Teve uma frase que ouvi hoje de um eleitor do Serra, que realmente comprova a sua tese, ele disse: "não vou votar na Dilma pq eu não quero bolsa esmola pros pobres, prefiro investir esse dinheiro nas empresas."
Como que se argumenta com isso?
E eu leio sempre seu blog, seja domigo, sábado, feriado... Sempre

letyleal disse...

Adorei o post!!!

E li inteiro no domingo de noite...

flavia maris disse...

Oi Lola, li o post todo sim, mesmo sendo domingo rs... bom, tendo em vista a palhaçada que está sendo este segundo turno das eleições eu também comecei a fazer a propaganda pró-Dilma (não mudei de opinião já votei nela no primeiro turno). E quem disse que a porcentagem de votos da Dilma não diminuiu por conta dos religiosos? Olha, tanto isso é verdade que as igrejas estão se manifestando a respeito, hoje vi um vídeo do pastor silas malafaia "falando sobre a verdade do segundo turno das eleições"... http://www.youtube.com/watch?v=hcc0fwGxLvg&feature=fvst e no vídeo ele está se sentindo "amordaçado" pois os direitos das minorias (no caso ele comenta sobre homosexuais) significariam o fim dos direitos dele... e então ele comentou sobre aborto... sobre como o PT apoiou as duas coisas e enfim, termina dizendo que "cada um tem a liberdade pra escolher o candidato que quiser, mas que pra ele o melhor é josé serra"...

Anastasia disse...

Eu leio um post desse tamanho no domingo hehehe.

Ontem eu estava conversando com a minha prima que é cientista política e o meu namorado. Falei o quanto estava suja essa campanha do Serra, dos religiosos e blablabla. Eles disseram que a campanha do PT tb estava suja, mas hãm? Sujeira pode haver, mas o PT não apelou em momento algum para boatos, nem sobre esse da Monica Serra. Todas as acusações que a Dilma fez contra o Serra são verdadeiras, e não diz-que-me-diz, e muito menos dizem respeito à vida pessoal dos indivíduos.

Sinceramente, estou revoltada com isso. A campanha desceu o nível! Por mais que o PSDB tivesse boas propostas, por mais que defendesse nossos interesses, eu não voto em gente antiética e isso dá para ver na própria campanha eleitoral. Se na campanha já fazem isso, imaginem se chegarem ao poder? Não vai ter corrupção né? Aham Cláudia, senta lá! Esse povo já está corrompido.

aiaiai disse...

Dim, eu leio e adoro kkkkkkkk

Tânia Braga Guimarães disse...

Manifestos Pró-Dilma>

Manifesto dos artistas: http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/artistas+e+intelectuais+organizam+manifesto+prodilma/n1237796846253.html

Manifesto de reitores de federais:
http://www.andifes.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4221:grupo-de-reitores-de-universidades-federais-fazem-manifesto&catid=58&Itemid=100012

Manifesto de professores universitários em Defesa da Educação Pública:
http://emdefesadaeducacao.wordpress.com/2010/10/15/manifesto-de-professos-universitario-em-defesa-da-educacao-publica/

Manifesto dos engenheiros, arquitetos e agrônomos:
http://gilsonsampaio.blogspot.com/2010/10/manifesto-dos-engenheiros-arquitetos-e.html

Nos dois últimos ainda há como aderir.
Abç

Laurinha (Mulher modernex) disse...

rsrs... Adorei o bom humor e a ironia do post. Sobre o caso da esposa do Serra, bom, fica até difícil acreditar que uma pessoa seria cara de pau a ponto de falar o que ela falou sendo que já passou pela experiência de um aborto e que chegou a falar disso publicamente... Mas pensando bem, já vimos coisas piores e mais cínicas em política.
E sobre essa frase:

"O jovem de hoje é mais conservador que o da minha adolescência, pode apostar"

só posso dizer que tenho 27 anos, era criança na década de 80, mas comparando os adolescentes da década de 90 com os de hoje, o que eu vejo é que só são aparentemente mais liberais que a gente era, mas no fundo são até mais conservadores.
Sei que você ficou traumatizada com o Lobão, rsrs, mas ele vive batendo nessa tecla da caretisse, preconceito e da falsa liberdade dos jovens de hoje e concordo demais com ele nisso.

Bjus Lola!

Mariana. disse...

Minha avó é velhinha, católica, e vai votar na dilma.
Eu sou jovem e voto na Dilma.
E nós duas, e minha mãe, somos mulheres e votamos na dilma.

Mas sei que não somos regra.
Hoje conquistei mais um voto. Se precisar conquistar mais um, não quero ter que apelar para a história de vida da monica serra.

Pedro Monção disse...

Interessante essa caminhada pró-Dilma! Eu confesso que eu fiquei aqui morrendo de inveja!
Quanto ao debate de hoje, acho que Dilma tem tudo para arrasar! Serra tá começando a mostrar suas fraquezas! É só Dilma saber o momento certo para expor os podres dele e conseguir falar sobre todos os seus projetos. Ah! Desejo a Dilma cada vez mais carisma porque isso faz a diferença também!

PS: Foi ótimo ler o seu post neste domingo. O blog já se tornou obrigatório!

Paty disse...

Eu leio sempre o seu blog, Lola, apesar de raramente comentar. Decidi comentar dessa vez pq o que vc falou sobre os jovens de hoje me chamou a atenção, principalmente pq nessa parcela aí (tenho 15 anos apenas).
Na minha turma da escola, só duas pessoas votaram/pretendiam votar na esquerda: eu, que votaria na Dilma se tivesse idade, e um outro menino, que votou no Zé Maria e disse que vai votar na Dilma agora. Os que nao gostavam de Dilma e Serra pretendiam votar em Marina, alguns outros eram Serra e tinha uma maioria que nem se interessava pelo assunto. Acho que isso acontece pq a gente não tem nada que nos faça querer sair da zona de conforto e lutar. Quero dizer, o machismo, a homofobia e o racismo precisam ser combatidos, mas pra muitos nós já vivemos numa sociedade igual (embora isso não nem de longe verdade). Tem também a corrupção na política, mas 90% acredita que não tem jeito e não quer nem ao menos TENTAR mudar esse quadro, elegendo gente descomprometida e dizendo que é “voto de protesto”. Aí a gente, que é jovem, se acomoda, não luta nem tenta mudar as coisas.
Quase ninguém tem o espírito revolucionário que a geração dos meus pais tinha. Imagino que deve ter sido um bom tempo pra ser jovem.

Flovi disse...

Também venho, a passos de formiguinha, conquistando votos da minha família para a Dilma. A situação aqui em Goiânia é triste, tá todo mundo votando no Serra, mas eu não desisto! É hora das mulheres, é hora da Dilmaaaaaaaaaaaaaa =D

Ana Paula disse...

Eu li tb! Tudinho!!! Eu to aqui nos EUA, sem poder votar (pq meu colégio eleitoral mais próximo é Houston e to em Boulder - CO). Nunca senti tanta vontade de votar (talvez só na última eleição americana). Sabe o que reparei aqui? Todas as minhas amigas brasieliras do Colorado eram Pró-Obama, ou seja, a esquerda americana, uma esquerda não tão extrema, mas esquerda. Mas nas eleições brasileiras são todas Pró Serra. Não entra na minha cabeça, como alguém pode ser esquerda num país e direita no outro. Eu passei 6 anos com bolsa de mestrado e doutorado congelada na época do FHC. Imagina um cientista, que não pode trabalhar pelo contrato da Capes ou CNPq, ganhando o equivalente a 3 salarios mínimos!!!! Era isso o que a bolsa de mestrado valia em 2002. Eu não esqueço o sufoco que passava. Eu virei PT pra sempre!!!

Auxiliadora Vasconcelos disse...

Li tudinho. E mais estava na praça do Ferreira, pena que não a vi. Penso que se encontrá-la vou partir para um abraço, pois tenho a sensação que somos amigas de longas datas.

A situação em Canindé de fato foi horrível ao audio dos gritos do Tasso estão na net. Vou localiza-lo e te enviar.

Contra todos os Reaças e tucanos Dilma 13

Ághata disse...

O jeito é mesmo ir pra militância, mas a entrega da mono é amanhã e ainda falta a conclusão... [E a correção final da orientadora, claro.]

Mas, temos que fazer algo...
Acho que, pelo menos, mandar e-mails ia ser uma boa!

Koppe disse...

Se alguém lê um post desses num domingo? Voltei agora de uma viagem a trabalho, li todos os posts desde quinta-feira numa tacada só.

No mais, estou gostando do que vejo, nos últimos dias tenho visto muitas conversas (algumas até causadas por mim...) sobre o assunto, e nas comparações a Dilma tende a vencer. Mas só o fato de as pessoas estarem se informando e se preocupando um pouco mais já é motivo pra comemorar.

Luis Fábio disse...

Lola, eu compartilho de quase todas as suas ideologias e sou Dilma até a alma...

Mas eu não consigo ser maquiavélico suficiente pra não sentir nojo disto:

http://epocaestadobrasil.wordpress.com/

Será que precisamos desses meios?

Laetitia disse...

Opa, eu li e adorei! Aliás, pra ser útil, vou acrescentar uma informaçãozinha que rola pela Unicamp (estudo lá) e que creio (embora não possa afirmar categoricamente) ser verdade, uma vez que não surgiu em época de eleições (é história antiga).

Pois então: o caso é que a tal da Monica Serra seria da área de humanas (pesquisando encontrei no google que ela é psicóloga... whatever) e teria concorrido a uma vaga de professora no Instituto de Artes da Unicamp. Dizem que o concurso foi armado de forma ideal pra que ela, e apenas ela, passasse (quem é da área acadêmica pode entender como são feitas essas tramóias). No entanto, a danada não passou! E o que fizeram? Abriram um concurso p/ área dela na faculdade de Medicina. Sim, onde tucanos teriam influência... daí ela teria entrado lá, dado aulas por algum tempo (nessa época em que teria comentado com alunas sobre o tal aborto) e agora está aí, bela e formosa, financiada pela Unicamp e sem trabalhar.

Ah: sobre o seu 'censo' de quem não vota na Dilma, é a pura verdade, mesmo. Vários evangélicos que conheço têm um pavor inexplicável da Dilma e afirmam que não votam nela de jeito nenhum - por mais que eu argumente...

Vê Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vê Oliveira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vê Oliveira disse...

Lola, se vc escrever um post de 3 trilhões de caracteres (isso é possivel?rs...)eu iria ler com uma satisfação sem igual!! ^^

Me sinto mal de ver tanta gente que não presta atenção nos fatos. Moro em São Paulo e depois de tanto tempo de governo tucano,tanta coisa sem explicação. E olha que é muita mesmo, quer ver? Vou listar para vocês, só as principais:

TRANSITO CAÓTICO!Sim, pagamos para construir o Rodoanel e pagamos para andar nele depois e ainda pagamos impostos que são para manter as vias PÚBLICAS...

EDUCAÇÃO EM DECLINIO COMPLETO! O Serra ao invés de investir em livros didáticos, qualificação de professores, aumento de salário, melhoras da escola... preferiu brigar com os professores, e mandar pequenas apostilas TECNICISTAS CAMUFLADAS DE ESCOLANOVISTAS... como ele acredita na formação dos professores né? Será então que ele acredita na formação dos alunos?? ashuahsua

AME, um ótimos projeto sim! Que deveria sem implantado em todo o país SE ele funcionasse. Para você chegar ao AME existe um processo. Primeiro vc vai até o posto (Dependendo da região de 15 dias a 6 meses) e passa com o clinico. Ele vai pedir exames (3 a 6 meses para fazer e mais 3 a 4 meses para pegar o resultado) e retorna no médico (1 a 3 meses para retorno) e ai caso vc não tenha MORRIDO ou MELHORADO eles te encaminham para o AME.


É disso para pior... e o povo vem me falar de religião? Que eu sabia religião não é PROBLEMA PÚBLICO!! Amigos reliosos, se hoje vocês professam sua fé em paz.. é pq o ESTADO É LAICO!

brasil disse...

Eu deixei pra ler hoje (esse e os seguintes, não passa um batido, rs), mas valeu a pena, deu tempo de ruminar os últimos acontecimentos (muita coisinha, de relevância difícil de mensurar no começo).

A militância saiu às ruas aqui em Brasília também. Acordamos.