sexta-feira, 19 de junho de 2009

LEMBRE-SE QUEM ESTÁ NO CONTROLE

Vi esta foto no blog da Fal. É de um controle remoto pra gatos, que funciona com a força do pensamento. Basta apontar o treco pro seu gato e torcer muito, muito, muito para que ele faça o que você quer que ele faça. O mais fofo é que justamente quando eu estava olhando pra foto, quem aparece? Meu gatinho amarelo Calvin. É sério, eles conseguem ler o pensamento da gente. O surgimento do Cal é sempre igual: eu tô no computador, ele vem, enconsta a cauda de leve na minha perna, pra eu ter que conferir se é realmente uma cauda de gato ou um inseto nojento. Aí ele fica fazendo rum-rum nos meus chinelos, como se eles fossem muito mais importantes do que a dona (e cheirassem melhor). Se eu demoro demais pra parar imediatamente tudo que estou fazendo e dar atenção ao gatinho carente, ele se teletransporta pra cima da mesa. Juro. Não é que eu o vejo pular pra cima da mesa. Eu pisco e ele já tá aqui, desta vez fazendo rum-rum no computador. Antes que ele derrube o computador, eu sei que devo levantar-me pra entender o que ele quer, que é sempre uma das duas alternativas: a) comida, ou b) carinho. Geralmente é a B. Então eu tenho que ir pro outro quarto, deitar na cama, esperar que ele se teletransprote pra cima do meu peito e deite-se lá, exigindo afagos. Até que ele se canse e durma - em cima de mim, lógico, mas nessas horas eu já consigo jogá-lo ou derrubá-lo na cama e sair de mansinho.
Gatos definitivamente não precisam de controle remoto pra controlar humanos.

17 comentários:

Anônimo disse...

Pow Lola!
De onde vc está postando?
São 14 hs!
Vc não está lá na UFSC?
Tô aqui na torcida.
Voltarei ao final do dia pra ler as boas notícias.
Mais beijo. Fatima.

Ju R. disse...

o meu gato às vezes fica em duas patinhas pra me chamar quando estou no computador.
uma vez eu até me assustei com a carência dele: ele chegou, miou baixinho mas não dei mta atenção. por causa disso ele soltou um MIIIIIIIAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOO desesperado pra ver se, daquela vez, eu olhava. ele é quase um cãozinho ^^

asnalfa disse...

?????????????????
Han???
Nao era pra falar sobre a nota do doutorado e postar fotos?
Ta louca menina??
Odeio gatos. Prefiro cachorros. Achei seu guest-post fora de contexto...
Repito a pergunta da Fátima: Onde vc ta menina??
Bjos!!!

McGregor disse...

Olá Lola,
Depois de um longo tempo, estou passando por aqui para matar a saudade de você e de seus textos...
Assim que possível nos deixe informados sobre a defesa do seu doutora. Enquanto isso fico por aqui na torcida!
Abraços para você e ótimo final de semana

Thiago disse...

haha! mto bom!

Débora disse...

Preciso de um desses também. Muito.

éden-san disse...

é... eu sei como é isso... aqui em casa o chico faz as mesmas coisas...
gato é tudo igual, só muda de endereço! hehehe

Runaway disse...

Olá Lola!
Sou aluno de inglês da Bau que me indicou seu Blog!
Gostei muiiito!
Adorei o post sobre direita e esquerda, sobre a carta homophobica do leitor e sobre o Pudim de Café! kkkkkkkkk
estarei acompanhando sempre que possivel!
E boa sorte na apresentação do Doutorado, Bau me chamou pra ir mas eu tive que trabalhar! =[
Araço

Masegui disse...

Esse suspense está me matando...

Fal disse...

COMO FOI A DEFESA, MULHER!!!!????

Thiago Beleza disse...

Odeio gatos... são nojentos, soltam pelos, ladrões de comida,cagam pela casa e ainda são extremamente interesseiros...

Mirella Nogueira disse...

Adorei o post! Quem diz que odeia gatos é que COM CERTEZA nunca teve um. E daí, usa-se do senso-comum de mais pessoas que nunca tiveram gatos e adoram proferir bobagens do tipo: gato é interesseiro, traiçoeiros, cagam pela casa?? (não sabem nem que gatinho é super limpo e faz suas necessidades na "caixinha" e não pela casa...rs).
Mas é isso... especismo junto com senso-comum e ignorância das particularidades de um animal dá nisso!

Amo gatos e pelo que vi vc tb.
Abraços!

Andrea Cristina disse...

Cuuuute!

Andrea Cristina disse...

Enquanto a Lola não vem, posto eu as novidades.

A defesa foi ótima! A Lola esteve super beeeem!!! Quem não foi perdeu. E quem esteve por lá teve a honra de dar um abraço na Doutora Lolinha. =)

Parabéns Lola!!! Amei rever-te!

PS- E pra quem não sabe (incluindo eu até duas semanas atrás), a Lola pré-agenda os posts. Por isso o post tava aí, às 14h, quando a Lola já estava na UFSC. =P

Anônimo disse...

Uaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuuu!
Que bom! Que bom, Andréa Cristina!
Que bom que vc nos traz ótima notícia, já esperada é verdade, mas
precisávamos da certeza para ficarmos todos quietinhos e quando ela entrar aqui nesta Ágora virtual, gritarmos em coro:
parabéns Dra. Looooooooolaaaaaa!
Abraços gerais da Fatima/ Laguna (que precisou pular da cama antes das seis com dor no ciático, por conta da hérnia de disco)

Cris disse...

Andrea, obrigada por trazer notícias da DOUTORA Lola.

Lola, parabéns, sucesso!!!!

Paola disse...

Lola
Em "O fantasma sai de Cena" do Philip Roth, o personagem, que é um escritor madurro que se refugiou no campo, conta que ganhou um casal de gatos, devolveu por chegar à conclusão que enquanto os gatos estivessesm em sua casa ele não seria capaz de fazer mais nada além de observá-los e etc!

Beijo

PAola