segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

SÓ PRA VOCÊ SABER

Eu não vi, porque a minha TV a cabo não inclui a BBC America (eu acho). Mas li que o BAFTA (British Academy Film Awards) premiou “Desejo e Reparação” pra melhor filme, os irmãos Coen pra diretor, Daniel Day Lewis pra ator, Marion Cotillard pra atriz (embaralhando a disputa pro Oscar – quem leva: ela, a Ellen Page, ou a Julie Christie? Torço pela Julie), Javier Bardem colecionando sua 75ª estatueta (no mínimo) pra ator coadjuvante, e Tilda Swinton pra atriz coadjuvante. Esta última categoria é a mais complicada do Oscar. Pode ganhar qualquer uma das quatro (provavelmente a menina Saoirse Ronan não tem chance): a Ruby Dee, a Cate Blanchett, a Amy Ryan, ou a Tilda. Prometo que esta semana começo o bolão. Já não é sem tempo, eu sei.
Ah, e a greve dos roteiristas acabou. Eles ganharam. Batata frita.

2 comentários:

Daniel disse...

To pra assistir esses dias o Desejo e Reparação. Engraçado que até a premiação do Globo de Ouro era o filme mais falado e badalado agora todos dão certo que o grande ganhador será o filme dos irmãos Coen.
Quanto a greve dos roteiristas, foi chato, atrapalhou muita gente, mas enfim, a reinvidicação foi justa e parabéns pra eles por essa grande mobilização. Faz parte da democracia.

lola aronovich disse...

Vai assistir Desejo e Reparacao, Dan, que eh otimo! Nao acho que tenha muita chance no Oscar, mas isso nao tira o merito do filme. Quanto a greve, concordo totalmente. Fico feliz que eles tenham conseguido o que queriam. E os estudios sao uns estupidos mesmo. Se tivessem acertado isso antes, teriam poupado quase 2 bilhoes de dolares (que foi o que Hollywood perdeu com a greve). Bem feito!