domingo, 10 de maio de 2020

DIA DAS MÃES E RECEITA DE TORTA SALGADA

Aqui em casa raramente celebramos Dia das Mães. Como o aniversário da minha mãe Nelly é dia 15 de maio, comemoramos as duas datas juntas.
Mas agora, com a pandemia, e em quarentena total desde meados de março, minha mãe anda carente e entediada. Portanto, decidi fazer um almoço especial pra celebrar. Semana que vem, quando ela fará 85 anos, farei outro, mais especial ainda. 
Pavê de chocolate no reveillon 2019
Pra este, não caprichei. Fiz pavê de chocolate e café de sobremesa, que ela sempre gosta. E, como prato principal, uma torta salgada, simples, de liquidificador, que ela amou. Nunca vi minha mãe, que come tão pouquinho, repetir o prato tantas vezes. 
É a segunda vez apenas que faço esta receita, que na realidade é uma variedade de um prato que faço frequentemente (só que com metade da receita e sem batata). Anotem, que é bem fácil:
2 xícaras de farinha
2 xícaras de leite
1 xícara de óleo
1 colher sopa manteiga
4 ovos 
2 batatas médias cozidas
Temperos
Coloque tudo no liquidificador, menos a farinha, e misture bem. Vá acrescentando a farinha aos poucos. Fica uma massa líquida e branca. Despeje metade do conteúdo do liquidificador numa forma grande  untada. 
Para o recheio, pode ser o que quiser: carne moída com cebola, legumes, frango, linguiça... Eu coloquei bastante queijo (queijo coalho, mussarela, e queijo manteiga), 200 g de presunto picado, uma cebola, alho, uma lata de milho, dois tomates, azeitonas picadas. Depois de colocar o recheio por cima da massa, despeje a outra metade do conteúdo do liquidificador em cima. Leve ao forno por cerca de 45 minutos.
A receita de bolo salgado que costumo fazer no liquidificador é esta: 1 xícara de leite, 1/2 xícara de óleo, 2 ovos, 3/4 xícara de queijo ralado, 2 xícaras de farinha (quando tem, misturo com farinha de milho e farinha integral), fermento, temperos, meia cebola. Como esta massa fica mais espessa, misturo pedaços de tomate, meia cenoura ralada, milho e presunto picado na forma, antes de assar. Esta torta eu faço numa forma com um buraco no meio, tipo pudim.
Bom, minha mãe realmente adorou a torta salgada. Estava boa mesmo. Minha mãe gosta de tudo que cozinho, e ela sempre parece ficar muito surpresa que eu saiba cozinhar. Na verdade eu sei mais é seguir receitas (com várias improvisações).
Façam a torta e me contem!

11 comentários:

Anônimo disse...

Eu fiz algumas mudanças nesta receita, usei seis colheres de sopa de azeite de oliva e não usei óleo. As batatas eu cozinhei com meia colher de chá de manteiga, por isso não usei na massa. Fiz um recheio de ricota com cream cheese, azeitonas pretas, tomates cereja e oregano. Ficou muito boa!

Felipe Roberto Martins disse...

Lola FELICIDADES adorei! Abraços.

Kasturba disse...

Que bom comemorar o dia das mães ao lado da sua. Parabéns a ela, e mais ainda pelo aniversário. Eu não pude passar com a minha, porque ela faz parte do grupo de risco, e eu continuo tendo que vir ao trabalho, então não estamos nos vendo.

Mudando de assunto... esse dia das mães me fez refletir muito sobre um tema ainda pouco falado: Violência contra as crianças. Recebi uma infinidade de mensagens me parabenizando por ser mãe, e em várias dela, a violência contra a criança (quer seja física, quer psicológica) é tratada em forma de brincadeira, como uma mensagem com um chinelo Havaianas dizendo "Feliz dia das mães, Há mais de 80 anos ajudamos você nessa tarefa", se referindo a chineladas que as mães frequentemente dão em seus filhos, ou em falas atribuídas como comuns a mães, como "se fizer sei XXX, quebro seus dentes"...
Acho bastante triste que esse tipo de piada ainda seja considerada engraçada, e mais triste ainda saber que grande parte das crianças realmente passa por isso.
Em uma sociedade que não tolera violência contra animais domésticos e contra mulher (pelo menos na teoria - sabemos que infelizmente na prática ainda ocorre e muito, mas poucos homens têm coragem de dizer abertamente "eu bato na minha mulher sim" e ter orgulho disso), por que a violência contra a criança ainda é tratada de forma tão natural, e até mesmo "engreaçada"?

Alan Alriga disse...

Eu fiz mas troquei o presunto por peito de peru (estava na promoção e com o preço menor que o do presunto) e para não ficar muito seco, coloquei meia lata (usei a lata de milho como medida) de creme branco e ficou bom também.

Alan Alriga disse...

Porque têm crianças que parecem Gremlins com possessão demoníaca, (que faz muitos pais terem a vontade de pegar uma avaiana de pau e gritar "Dá a mão Muleque") e por causa disso muitos pais acabam não tendo paciência e somado ao fato que a grande maioria dos filhos não obedecem, o jeito acaba sendo o uso da agressão.

Kasturba disse...

Alan Alriga, substitua na sua frase "crianças" e "filhos" por "mulheres" e "esposas", e veja como sua fala é um absurdo.
Crianças são seres-humanos completos. Não são posses dos seus pais, nem meros objetos. Merecem respeito e devem ser tratados da mesma maneira que qualquer outra pessoa.
Crianças testam limites, pois estão aprendendo sobre o mundo e desenvolvendo sua própria personalidade. Além disso, não sabem controlar suas emoções, estão desenvolvendo esse atributo. Cabe aos adultos cuidadores assumirem seu papel de ADULTO da relação, e praticar respeito e empatia.

Anônimo disse...

Hoje é o dia da sua morte, Lola. O nosso hitman já se encontra em Fortaleza. Passamos seu endereço para ele, e também endereço de familiares seus. Ele possui armamento pesado e muito material e equipamento disponível para tortura. O assassinato ficaria em 3500 e só tortura em 2000. Escolhemos o serviço completo (tortura+assassinato), e pagamos dos três residentes (você, Silvinho e sua mãe). No total ficou 16500. Ainda demos um extra de mais 300 para ele matar seus gatinhos e ameaçar outros parentes seus. Então o serviço ficou 16800. Terminamos de pagar 1 semana atrás, e ele agendou sua morte para hoje. Ele fará o serviço bem feito, sua tortura, da sua mãe e do seu maridão, em seguida assassinato e sumiço dos corpos. O cara é profissional.
Esta é a última mensagem que envio a você. Sinto que deveria me comunicar pela última vez, depois de 10 anos de conversas (quase todas ameaças e troca de xingamentos, é verdade. Mas ainda assim é uma intimidade, né?). Adeus, Dolores.

Alan Alriga disse...

Nem tente fazer eu passar por um homem que é a favor de agressão contra mulheres. Quem me conhece sabe muito bem o quanto eu sou a favor da pena de morte para assassinos, pedófilos, estupradores e mutiladores de mulheres. Pena de amputação de membros para agressores e assediadores de mulheres.

E sobre educação dos filhos, eu sou totalmente contra essa fraca educação ocidental que está transformando a nova geração em fracos, que não sabem lidar com nada sem exigir que o Estado censure tudo que seja ofensivo para os seus frágeis sentimentos movidos a soja; sou a favor da rígida educação oriental principalmente a educação que era dada na antiga União Soviética da minha Grande Mãe Rússia, que vêm deste a época das antigas tribos guerreiras, que foram forjadas como o resistente aço militar sendo temperado através do fogo das guerras e o frio abraço da morte. Demos que ensinar aos pequenos a serem fortes e guerreiros, ensiná los a aguentar os desafios da vida e não a desistir e exigir que aqueles que já são fortes a virarem fracos.

Devemos educá los no caminho da guerra e da ciência, para que as futuras gerações seja aquela que descobre a cura de todas as doenças, a que acaba com a fome do mundo e domina o espaço também seja a mesma que marcha sob o solo da nação inimiga, espalhando as vísceras dos soldados inimigos feito fogos de artifício e construindo pilhas de corpos que chega até o céu.

Alan Alriga disse...

Vai tomar no seu cu seu pedaço de merda, vai enfiar um batedor manual de ovos no seu cu e pedala até o inferno seu gado
☆╭┐┌╮☆°.·
╭ ┘🎀└ ╮∴°☆°
└┐. .┌┘-----╮∴°
╭┴-------┤ ├╮
│o o │  │💨●°
╰┬-------╯ │ ∴°·
☆\__|__/__/__ /∴☆.

Antibozo disse...

Eu pago o dobro para esse hitman pegar essa arma socar no teu cu e apertar o gatilho. Vai frescar na puta que te pariu, vai procurar o que fazer!

UmRapazdoNorte disse...

16500?
A crise chegou até no submundo do crime?

Sério isso tá parecendo um roteiro de cinema.

Moleque para de jogar o Hitman pirada e vai dormi... Sério...