segunda-feira, 27 de março de 2017

SE VOCÊ CONHECE UM CHAN, VOCÊ CONHECE TODOS

Pessoas queridas, hoje estou sem tempo para escrever um post, mas queria recomendar um longo artigo do escritor e autor de histórias em quadrinhos Dale Beran que a Folha traduziu e publicou e que um monte de gente me recomendou. É sobre a criação e a ideologia do 4chan (e dos chans de maneira geral). 
Como diz Beran: "O mundo real, acima do porão da casa de suas mães, era o lugar onde eles não davam certo -- talvez um lugar que eles não entendiam. [...] Era uma cultura que celebrava o fracasso". 
Para quem nem sabe o que é um chan (um fórum anônimo em que os arquivos são deletados com frequência), vale a pena ler para entender esse fenômeno. 
Para quem, como eu, conhece chans (ou pelo menos o chan que mais me ataca e ameaça) muito mais do que gostaria, é uma oportunidade para conhecer melhor a origem de um dos maiores chans.
Episódio da série The Good Fight
O artigo fala do primeiro protesto desses "anões" (como eles próprios se chamam, derivado de anônimos), contra a cientologia, "pelo lulz" (tudo nos chans é para "gerar risadas", principalmente ameaçar mulheres de estupro), do GamerGate, de como um loser como Milo Yannopoulos (destruído recentemente num episódio da ótima série The Good Fight, uma continuação de The Good Wife, sem Alicia) é a personificação dos chans, e da ligação deles com Trump: 
"Era como se todos esses jovens descontentes estivessem à espera de uma figura que, não tendo realizado nada na vida, fazia de conta que tinha realizado tudo; alguém que, usando as ferramentas da fantasia, podia transformar sua derrota (no jargão do 4chan, 'fail') em uma vitória ('win'). [...] O comportamento incompetente, errático e ridículo de Trump é o pilar em que se apoiam seus partidários mais jovens. [...] A natureza burlesca [de Trump, e vale também para Bolsonaro] não parece ser uma desvantagem; pelo contrário, para seus apoiadores, é um trunfo. [...] 
"Os eleitores de Trump votaram no vigarista, no labirinto sem centro, porque labirinto sem centro é como eles se sentem. Um labirinto sem centro é a descrição perfeita do porão da casa da mãe deles, com um terminal de computador a partir do qual mergulham numa sequência interminável de mundos de fantasia escapista". 
Beran descreve os channers (muitos são mascus) com exatidão: "É preciso entender esse grupo como pessoas que fracassaram no mundo real e se refugiaram no mundo virtual. São homens sem emprego, perspectivas na vida e, por extensão, sem namoradas. [...] Em consequência de seu fracasso, o conceito distante e abstrato de mulheres de carne e osso provoca neles sentimentos de humilhação e rejeição". Incrível como, se você conhece um chan, você conhece todos
É um artigo muito interessante. Diz que a única solução que a direita tem para oferecer a esses homens que moram nos porões de suas mães (e, ao mesmo tempo, chamam as mulheres de vadias, interesseiras e parasitas) é "Continuem a se isolar". Mas também diz que a esquerda não oferece nada pra eles, além de insistir que o problema deles não existe. 
Beran conclui: "A esquerda não deve ficar paralisada e em choque diante dos deploráveis. Deve enxergá-los como sintoma de um problema maior, que só ela pode resolver". 

95 comentários:

Anônimo disse...

Falando do chan do Batoré, a descrição está perfeita.

Mas tem que ter cuidado com a generalização sobre mascus.

Eu fui um dos primeiros que estudaram as obras do Alita nas comunidades do orkut, embrião do masculinismo a brasileira. E não vivo na casa da mãe, tenho emprego e mulher. Bem sucedido.

Obviamente que sei que os assuntos discutidos eram um imã para desajustados. Isso não quer dizer que não tinha muita coisa útil e relevante para homens digamos "normais".

Tinham que parar com essa história de denegrir por denegrir (sei que fazem isso com o feminismo também)

Anônimo disse...

(Viviane)
Não sei dizer quase nada sobre os chans, mas o último parágrafo do texto me lembrou deste outro: http://www.romulusbr.com/2017/03/extrema-direita-quando-pichar-o.html?m=1
Vale a leitura.

Anônimo disse...

na foto dos "the deplorables"

realmente, só os deploráveis e abjetos

um mais câncer q o outro

Germaine Greer disse...

Eu frequento chan. Não posto, só olho mesmo. Graças a Lola. Ela é a maior divulgadora deles! Hahaha. Não sei se é amor ou ódio. Antes dela eu sequer sabia que aquilo existia. Mas eu frequento pra entender como funciona a misoginia e me radicalizar. E inclusive fico passada sobre como as opiniões deles estão em sintonia com as opiniões da Lola e outras feministas liberais: a insistência de que trans são mulheres, a defesa da prostituição, da pornografia, do bdsm.
Também acho muito engraçado como essa ala festiva da esquerda, que a Lola faz parte, pode ser tão preconceituosa e opressora como os próprios opressores. Como se diz: de boas intenções o inferno tá cheio. Lola parece achar certo julgar pessoas pq elas não deram certo na vida, não namoram e foram criadas pela mãe (!!!) Muitas ofensas inclusive usadas contra as mulheres: não namoram = mal amadas, não trabalham = fracassadas. Parece defeito vc estar a margem de uma sociedade que como os channers está completamente doente. Channers falam tanto no "gado", mas são justamente como ele, pensam justamente como o gado: odeiam as mulheres, acham que a vida delas é fácil, que negros e gays são privilegiados. Por isso leio chans. Pra entender A SOCIEDADE. O que em si, não faz com que Lola deixe de ter uma visão completamente maniqueísta do mundo.

Anônimo disse...

"Mas tem que ter cuidado com a generalização sobre mascus"

claro q não, vcs todos masculinistas são a mesma merda, alita é um CANCRO LITERÁRIO e não há nada q se possa aproveitar das esquizofrenias mentais masculinistas, NADA

19:14 querida, muito mimimi, ficou com pena? leva pra casa

Anônimo disse...

"Mas também diz que a esquerda não oferece nada pra eles"

e daí? nossa, mas q dó dos mascus!!! abandonados pela esquerda, tadinhos

q lixo, eu quero mais é q os mascus se danem, esquerda não é abrigo de fracassados

se os fudidos se lixam pra própria condição, não é a esquerda q é obrigada a estender a mão pra esses herbicidas

a direita tradicional chuta esses lixos e a esquerda é q tem q adotar? Não

Anônimo disse...

Mascus, ancaps, nazbols, direitopatas da alt(ismo)-right e terraplanistas (entre outros teóricos da conspiração lunáticos e outros tipos de escórias sociais) são os neocons mais retardados da atualidade, felizmente vão todos pro saco em breve (na redução populacional)

O atlantismo, o seu belicismo e sua contra-partida político-ideológica (progressismo e liberdade nos nossos países, atraso social nos dos outros, desenvolvimentismo nos nossos países, neoliberalismo nos dos outros, idh alto nos nossos países, bombas e mísseis nos dos outros) é o q sempre triunfará

os Estados Unidos e Washington, a União Europeia e Bruxelas, a Coroa britânica, Commonwealth, Reino Unido e Londres, Israel e as Nações Unidas são o bloco mais implacável da Terra

antiga URSS peitou e CAIU, o putin(ho) hj tenta mas vai cair tb, até o agente laranja da kgb na casa branca tenta, mas cairá em breve, não tá podendo se segurar, o q dirá os ratos do fundo do poço da internet, feito os mascus

Anônimo disse...

"Mascus, ancaps, nazbols, direitopatas da alt(ismo)-right e terraplanistas são os neocons mais retardados da atualidade"

Esses grupos abjetos não são neocons, podem ser uma degeneração do neoconservadorismo, mas neocons de fato eles não são, neocons são exatamente o q vc apontou no segundo parágrafo:

os Estados Unidos, (o consenso de) Washington, o Distrito de Colúmbia, o Complexo-industrial-militar, Wall Street, os 1% mais ricos do planeta, a União Europeia, Bruxelas, a OTAN, a Coroa britânica, a Commonwealth, o Reino Unido, Londres, Israel, Tel Aviv, Jerusalém e as Nações Unidas, não há dúvidas q realmente eles formam o "bloco" mais implacável e poderoso do planeta Terra; ng é capaz de enfrentar, outros estados soberanos ou se submetem ou ficam quietinhos na sua

São esses os verdadeiros exemplos de neoconservadorismo, já q o câncervadorismo tradicional é uma derrota. Digo até q os New Democrats tb sejam neocons, olha a Hillary Clinton... uma neocon exemplar: atlantista, belicista, sionista, reaganista, etc., deixa o trumijo do chinelo

Já dizia o ditado:

"O bélico é belo"

Miriam Andrade disse...

O que cria estes homens é a falta de influencia de mulheres fortes na infância. O menino apronta, a mãe releva e de pouco em pouco mas com certeza, um manchild como estes channers aparecem.

Eu tenho esse sobrinho, que é diametralmente oposto ao meu filho(Que só me enche de orgulho). Nunca tive uma relação muito forte com meu irmão reaça, mas enfim, acabou que ele teve um filho e não fui uma tia muito presente. E ele cresceu com os pais direitosos e virou um protótipo de machistinha, até suspeito que ele já é um channers como vocês comentam. Ele só ligava para videogames, desenhos chineses, ficava no quarto o dia inteiro, e a única coisa que eu sabia que ele era bom era em matemática, bem tipo aquele estereotipo de nerd burro, que só sabem fazer uma coisa.

Na internet, era outra pessoa. Tinha discursinho coxinha inflamado, vivia postando aquelas bobagens de friendzone, “cotas são racistas”, “imposto é roubo” no facebook. Reclamei com ele uma vez por causa dele postar bobagens contra o feminismo, e ele me bloqueou. Fiquei um tempão sem o ver, por que né, família coxinha é foda.

Sei que não é minha obrigação, que ele não é meu filho, mas eu me sinto meio culpada, sabe? Se eu tivesse tentado uma aproximação melhor e mais cedo, poderia ter dado uma luz pra ele, para que ele fosse mais inteligente, como meu filho. Agora ele está perdido, já saiu de casa pra estudar, foi ser tecnólogo (ou militar, sei lá, essas profissões que não requerem que a pessoa pense) numa faculdade de aeronáutica no interior de São Paulo, e fica me evitando quando o procuro : ( Por isso, tomem cuidado com seus filhos meninas. Tem que cortar pela raiz.

Anônimo disse...

neocon é ronald reagan, mike pence, hillary clinton, bush pai e filho, condoleeza rice, tony blair e os rockefellers

margaret tatcher, antonin scalia, papa bento 16 são câncervas tradicionais

agora trumpee, steve banned, boçalnaro, etc. é tudo LIXO BRANCO

20:00, esqueceu de citar o Vaticano/Santa Sé

De política internacional e real eu entendo, agora masturbação mental tipo ancapismo, é com a área da psiquiatria

Anônimo disse...

Wake up, everybody, because THE BITCH IS BACK!!!!!!

Anônimo disse...

Abriram as portas dos porões onde os trolls se escondiam, já já isso aqui vira um hospício completo! Adeus.

Anônimo disse...

17:26 vc é mascu?

"não quer dizer que não tinha coisa útil e relevante", sério, o q por exemplo?

Anônimo disse...

20:46 vc deve ser aquele tipo de pessoa q gosta de comentar e voltar pra ver se o comentário foi publicado 5 horas depois

vá e não volte mais

Anônimo disse...

"O bélico é belo"

Anônimo disse...

Que doença.

Anônimo disse...

sim, masculinismo é doença

Anônimo disse...

Muito desses "perdedores" (adjetivo que os capitalistas adoram) foram crianças e adolescentes que sofreram bullying, pessoas com problemas mentais como autismo, fobia social, transtorno de pânico.

Eu acho estranho que existem os criminosos "coitadinhos", como um adolescente que mata e estupra uma mulher, mas que não pode responder pelo crime, pois é uma vítima, e os criminosos "odiosos", como esses channers.

Sinceramente, eu não entendo essa cruzada contra alguns criminosos escolhidos a dedo, e para os outros, uma estranha benevolência.

Anônimo disse...

"pessoas com problemas mentais como ---autismo---"

sim, inclusive essa doença inspirou o nome do novo movimento direitista:

a altismo-right

Anônimo disse...

Pois é... vamos discriminar logo de cara e rejeitar antecipadamente todo um grupo de seres humanos (jovens com extrema dificuldade de socialização), tratá-los como seres odiosos e deploráveis.

Depois demonstremos surpresa e indignação quando eles se reunirem em seus antros e de lá ajudarem a eleger trumps e bolsonaros.

Certa vez, há muito tempo, a Lola disse que nossa luta é por "corações e mentes". Mas parece que nem todos os corações e nem todas as mentes merecem nossa empatia, não é?

Anônimo disse...

"e de lá ajudarem a eleger"

esses vermes não ajudam a eleger ninguém

não sei pq acham q uma turma de autoproclamados fracassados tem alguma influência relevante

Anônimo disse...

E tem gente que quer que a Lola tenha compaixão desses pobres homens com dificuldade de socialização que a atacam, ameaçam, perseguem e difamam há anos. Fala sério.

Eu também tenho dificuldades de socializar e nem por isso me tornei um ser patético como eles. A gente tem que aprender a lidar com frustração, rejeição... Faz parte da vida. P q a maioria desses chans é frequentada por homens??

Sei que nesse meio deve haver casos não perdidos que precisam de ajuda. Mas querer defender quem faz isso com a Lola, ó pobrinhos desses marmanjoes. Ou agora virou tarefa da esquerda (ou das feministas!!!) buscá-los pelas mãos e conduzi-los a verdade... Aff. Eles já se defendem entre eles. Vamos defender as nossas.

gabs

Pão de Batata disse...

lola,como faço para escrever um guest post aqui?,eu sei que você conhece a teoria de gastar dinheiro para ficar bonita,mas quero que mais pessoas conheçam também e parem de se torturar,em vez de gastar com produtos,gastem com pizza! hahahahaaaaaa.
você poderia posta-lo aqui, fazendo os ajustes que achar necessário?
sabe pq? eu quero excluir o blog,eu não gosto mesmo de redes sociais,mas quero que esse texto permaneça na internet
http://umaletraparaelise.blogspot.com.br/2017/03/o-que-eu-penso-sobre-ditadura-da-beleza.html

Anônimo disse...

mascus devem e merecem ser constantemente PISOTEADOS

todo o MASSACRE global direcionado à essa escória é pouco

Anônimo disse...

Massacre global kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Você é muito engraçado, troll. Sua escolha de palavras é tão caricata hahahaha

Anônimo disse...

23:55, não ri não palhaço

a batata de vcs mascus estão assando há tempos, a hora de vcs vai chegar, mais cedo ou mais tarde

Anônimo disse...

chego aqui nessa caixa de comentários e só o q eu vejo são os mascus sendo esmurrados sem dó e nem piedade

Anônimo disse...

Esse perfil traçado dos channers não poderia estar mais distante da realidade. Há juízes, médicos, empresários, artistas, comerciantes, mulheres e todo tipo de pessoas nos chans.

Anônimo disse...

00:14, força mais q sai um bolçonaro presidente

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Continuem, por favor. Isso aqui tá começando a ficar bom!

Anônimo disse...

00:14

FORÇOU

Anônimo disse...

Diálogo entre um malandro vagabundo (Cat), uma carreirista ingênua que venera os homens (Ginger), um típico machão tedioso protomasculinista (Russell) e uma mendiga sapatão que odeia os homens (Bongi):


Cat: Grande civilização a nossa – minha vizinha do lado foi estuprada e sufocada até a morte por um garoto de entregas.

Ginger: Ah, o pobre garoto. Ele deve ter tido uma péssima mãe.

Russell: Provavelmente gastou todo o seu tempo competindo. Vê o tipo de mundo que as mulheres criam?

Cat (para Bongi): Você passa todo o seu tempo vadiando na rua?

Bongi: Não, eu tenho um instante ocasional ali no beco.

Cat: Então esse é o seu serviço. Esse é um negócio maneiro. Às vezes eu gostaria de ser uma garota, sentar numa mina de ouro; eu estaria mascateando-a por toda a cidade. De todo modo, para que a maioria delas está guardando-a? Para a velhice? Mas você é esperta – fazendo seu talento ser remunerado.

Bongi: Como você saberia o que é meu talento?

Cat: Qual é o talento de qualquer garota?

Bongi: Paciência. De que outra maneira todos vocês babuínos permaneceriam vivos?

Russell: Vocês mulheres se levam muito a sério. Não aceitam uma piada.

Bongi: Não, eu curto piadas. Estou apenas esperando chegar ao palco então eu poderei dizer minhas gracinhas.

Russell: A propósito, estou certo em concluir da sua conversa precedente com este garoto que você não tem um emprego?

Bongi: Isso mesmo. Eu solicitei um emprego uma vez, mas eles não me pagariam o bastante. Eu disse ao cara que não poderia trabalhar por aquele salário miserável. Ele disse que nenhuma das outras garotas lá se importou com o salário, porque o estabelecimento dele era um lugar divertido de se trabalhar e porque havia uma grande quantidade de solteiros desejáveis, bonitos e radiantes trabalhando lá. Eu perguntei a ele se eu poderia receber mais dinheiro se prometesse não me casar com nenhum deles. Ele disse que eu não tinha valores honestos.

Ginger: Indelicado da parte dele dizer isso a você.

Bongi: Mas eu não teria durado nem se me pagassem um mil por semana – eu não sou uma trabalhadora; sou uma amante.

Cat: Eu também; é por isso que eu sou um trabalhador.

Ginger: Isso não faz sentido; não se pode comprar o amor.

Cat: O amor é uma coceira na virilha.

Bongi: Então por que você precisa de uma garota para coçar sua virilha? Coce sua própria virilha.

Cat: Eu sou um cara do tipo sentimental; eu gosto de estar junto.

Russell (para Bongi): Sua ocupação não é um tanto precária?

Bongi: Ela tem seus altos e baixos.

Russell: Eu quero dizer ela não é um tanto insegura?

Bongi: De todo modo, o que a vida deveria ser? Um torneio de paciência?

Russell: Mas você não se preocupa?

Bongi: Nunca a respeito de trivialidades – como de onde vem minha próxima refeição.

Ginger: Sabe, eu considero sua vocação muito encantadora – a cortesã astuta, mestra de todas as graças e artimanhas da sedução. Diga-me, o que uma mulher deve fazer para seduzir um homem?

Bongi: Existir na presença dele.

Ginger: Vamos, por favor; há muito mais do que isso.

Bongi: Bem, se você estiver numa pressa muito grande, você pode tentar andar com sua braguilha aberta.

Ginger: Ah, vamos; pare de brincar. De verdade, eu tenho certeza que você deve considerar uma honra servir como alta sacerdotisa no templo do amor, cumprindo o honrado papel da mulher de agradar os homens. Nós, mulheres, todas nós temos um pouco da prostituta dentro de nós.

Bongi: Eu não.

Ginger: Mas a maioria das mulheres não vai deixá-la sair. Elas não sabem ser mulheres; elas têm água gelada em suas veias.

Bongi: Eu sempre pensei que era sangue.

Anônimo disse...


Ginger: As mulheres deviam cultivar as graças da prostituta. Elas perderam o charme feminino, que uma vez encantou os homens.

Russell: Muito ocupadas competindo.

Ginger: Uma razão pela qual os homens são tão encantados por mim é que eles sentem a paixão selvagem, o animal selvagem, mas uma paixão de bom gosto, contida. Selvagem que eu sou, não sou fácil. Sou uma besta discreta.

Russell: Sim, discrição é a melhor parte da bestialidade, não rasgar ferozmente para alcançar o domínio, a competição de cão-comendo-cão.

Ginger (recitante): Quando uma mulher luta por igualdade ela renuncia à sua superioridade. Isso não é certo, Russell?

Russell: Inquestionavelmente. (Para Bongi.) Isso é muito profundo para você?

Bongi: O que você quer fazer? Colocar as mulheres de volta no purdah?

Cat: Nós não precisamos de purdah; temos os subúrbios.

Russell: Você é muito facilmente abrandado; você não pode ver o horror que está rastejando-se sobre nós. Deus, às vezes eu acho que é uma maldição ser sensível. Casamento – é a arma mais letal delas: antes do casamento os homens são ativos, inquietos e energéticos.

Bongi: Como uma árvore cheia de macacos.

Russell: Juventude exuberante, vibrante.

Bongi: Eu posso adivinhar onde eles estão vibrando.

Russell: Mas depois nós somos acalmados em tranquilidade, embalados em placidez, desvitalizados, domados em submissão; elas nos deixam sem forças com as quais contra-atacar; elas triunfam privando-nos de nosso bem mais precioso – a liberdade de solteiro.

Cat: Liberdade de solteiro, uma ova; essa é a liberdade de um gato de rua – livre para perambular pelas ruas à procura de algo para foder.

Russell: Fazer amor. Bem, vou admitir que há algumas vantagens para o casamento.

Bongi: Como as pensões das viúvas.

Ginger: E a maternidade.

Russell: Ahh, siimm, a Maternidade – bebêzinhos fofinhos e bonitos.

Bongi: Vamos todo mundo curvar nossas cabeças e fazer cuti cuti por dois minutos.

Russell: Um filho para levar meu nome através dos tempos – Fizzlebaum! Eu daria tudo para poder dar à luz, a realização do parto, o que toda mulher está desejando ansiosamente.

Bongi: Eu não.

Ginger: Como você sabe? Você não é uma especialista.

Russell: A maior honra, o poder supremo.

Anônimo disse...


Ginger: A mão que balança o berço governa o mundo. Isso não é certo, Russell?

Russell: É incontestável.

Bongi: Essa é uma maximazinha bem engenhosa – enquanto a mão está balançando o berço ela não balançará o barco.

Ginger: Existem muitas mãos masculinas por aí para fazer qualquer balanço necessário no barco.

Bongi: Eu encontrei relativamente várias mãos masculinas peludas e velhas no meu dia, e não é o barco que elas querem agarrar.

Cat: Por que deveria ser? É um mundo de homens.

Bongi: Apenas por predefinição.

Ginger: Predefinição ou não, eu acho que é maravilhoso.

Cat: Lógico, em um mundo de homens vocês garotas tem a última arma – sexo.

Bongi: Então por que nós nunca tivemos 1 presidente sexy?

Cat (para Bongi): Por que você não se candidata a presidente?

Bongi: Nah, eu gosto de pensar grande.

Ginger: Pessoalmente, eu odiaria ver uma mulher presidente.

Cat: Por quê? Mulheres são tão boas quantos os homens em todos os aspectos.

Bongi: Eu já tive o bastante dos seus insultos.

Ginger: Bem, quer elas sejam ou não, nós nunca teremos uma. Nunca! Nós nunca tivemos… (voz de “então não”) …e nunca teremos. Teremos, Russell?

Russell: É impensável.

Bongi: Talvez ser presidente não seria uma idéia tão má: eu poderia eliminar o sistema monetário, e deixar as máquinas fazerem todo o trabalho.

Cat: Obrigado pelo aviso. Terei certeza de não votar em você. Lógico, eu gostaria de não precisar de ganha-pão – eu não desejo ter de combinar casamento e uma carreira – mas as garotas podem precisar dele. Você sabe o S no símbolo de dólar? Aquilo significa sexo.

Ginger: Na verdade, há algo a ser dito pelo sistema de Bongi; homens precisam de tempo ocioso.

Cat: O que eu farei com todo o ócio? Deitar por aí com uma grande ereção?

Ginger: É um pecado amarrar os homens aos trabalhos. Homens são os caçadores…

Cat: É, eu tenho feito isso bastante.

Ginger: …os aventureiros; eles deveriam ser livres para sair e inventar e explorar, voar para o desconhecido.

Russell: E deixar as crianças para as mulheres? Corroer meu filho com femininidade? Nunca! Quando mães não estão competindo estão servindo de mães; você tem que manter o olho nelas de perto. Eu quero que meu filho seja o melhor possível de todos os homens.

Bongi: Você quer dizer uma mulher mal-feita.

Russell: Quando ele crescer eu quero ser capaz de apontar para ele e dizer: “Aí vai meu filho – o homem.” Eu quero viver em uma cultura masculina.

Bongi: Essa é uma contradição de termos.

Russell: Eu quero um ambiente forte, viril.

Bongi: Então por que você não vai se exibir no ginásio YMCA?

Cat: A guerra dos sexos – ela vem se intensificando por séculos.

Bongi: Eu sei como nós podemos eliminá-la.

Cat: Como?

Bongi: Já ouviu falar de determinação de sexo?

Russell: Nunca! Nunca! Não é natural. Sempre existirão dois sexos.

Bongi: Homens são totalmente irracionais; eles não podem ver porque deveriam ser eliminados.

Russell: Não! O sistema de dois-sexos precisa estar certo; ele tem sobrevivido por centenas de milhões de anos.

Bongi: Assim como a doença.

Russell: Vocês não podem apenas determinar nosso fim. Nós não permitiremos; nós nos uniremos; nós lutaremos.

Bongi: Você também pode resignar-se: no fim a expressão “fêmeas da espécie” será uma redundância.

Russell: Você não sabe o que uma fêmea é, sua monstruosidade assexuada.

Bongi: Completamente o contrário, eu sou tão fêmea que sou subversiva.

Unknown disse...

Difícil algum movimento político de esquerda ter algo a oferecer para quem acredita em competição e 'triunfo' individual. Veja a fan fic do diálogo. Mascu não querem mudar o mundo, sentem medo demais, não tem solidariedade para oferecer, nem entre si, quem dirá para outros. Mas vão ver massa de manobra para todo aproveitador com discurso de ódio.

titia disse...

Engraçado, por que eu, que sofri bullying desde os 12 anos, tenho fobia social e todas as dificuldades de socialização do mundo não estou num chan defendendo que todos os homens devem ser escravizados e mortos? Por que estou me tratando com um psicólogo ao invés de mandar ameaça de estupro, difamando, criando sites falsos no nome dos outros, etc.? Puxa, eu é que devo ser muito problemática, né?

Claro, 09:32, feminismo é muito ruim pra sociedade e pros jovens. Bom mesmo é lutar pela legalização do estupro e da pedofilia, praticar homofobia, e defender a eliminação sumária de mães solteiras e suas porras alheias ambulantes.

Rafael Cherem disse...

Muitos anos atrás eu acompanhava esses blogs "masculinistas", eles não eram assim, tinham alguma coisa de machistas, mas via de regra eram conselhos para melhorar a estima própria,estudar,conselhos que um pai deveria dar ou daria, mas a coisa foi deturpada, radicalizada, pelo visto graças aos chans

Rodrigo Almeida disse...

Sim, foram os trolls e memes de internet q elegeram o Trump.

Viva Pepe.

Mila disse...

A gente fica zoando dos chans, mas acho importante entender o fenômeno. Trata-se de homens, em geral brancos, de classe média e jovens, que simplesmente não conseguem lidar com sentimentos de rejeição e de que ele não é o centro do mundo. O que está faltando na vida desses jovens privilegiados que justifica tamanho ódio e o refúgio no anonimato da Internet. O que faz com que eles pensem que mulheres são suas principais inimigas?

Anônimo disse...

Não é fanfic, Unknown, é uma peça de teatro.

Anônimo disse...

Anônimo Mila disse...

A gente fica zoando dos chans, mas acho importante entender o fenômeno. Trata-se de homens, em geral brancos, de classe média e jovens, que simplesmente não conseguem lidar com sentimentos de rejeição e de que ele não é o centro do mundo. O que está faltando na vida desses jovens privilegiados que justifica tamanho ódio e o refúgio no anonimato da Internet. O que faz com que eles pensem que mulheres são suas principais inimigas?

28 de março de 2017 13:02

Nos EUA até pode ser assim, mas não no Brasil.
Aqui, existe todo o tipo de gente nos chans, brancos, negros, pardos, pobres, classe média, ricos, desempregados, empregados.

titia disse...

Mila, pelo que eu já li a respeito dessa confraria de perdedores, o que mais falta na vida deles é aquele momento em que os pais dão um puxãozinho de orelha e dizem ao filhinho que ele não é o centro do mundo. Sério, eles realmente não aprenderam que o mundo não gira ao redor deles. Ninguém nunca ensinou a esses caras que eles não são o centro do universo. Eles fazem 18, 20, 30 anos e ainda pensam que o mundo lhes deve tudo. Falta também uma saudável noção de realidade. Ficam burros velhos com 40 na cara e continuam acreditando naqueles filmes capengas da Sessão da Tarde em que o nerd gordo, sujo, mal educado e sem nenhum interesse em comum pega a cheerleader loira só porque "foi legal" com ela, e nos filmes pornôs em que tudo que eles precisam é dar um "oi" e a gostosona peituda loura já cai de boca na piroca deles. Enfim, falta eles terem vergonha na cara e CRESCEREM.

Anônimo disse...

lixomens sendo lixomens

qual a novidade?

donadio disse...

"a esquerda não oferece nada pra eles"

A "esquerda", entendida como o mainstream democrata norte-americano, que vota na Hillary e se acha progressista? Ou a esquerda propriamente dita, como movimento contra as desigualdades e opressões?

É claro que a esquerda propriamente dita oferece a eles o mesmo que oferece a todo mundo: a perspectiva de um mundo igualitário.

O problema é outro: é que essa rapaziada não consegue entender os seus próprios problemas, e quer à força ser "bem-sucedida" sem ter nascido em berço de ouro, sem trabalhar, sem estudar, sem nem ao menos tentar. Mas não se dispõe a mover um músculo contra o sistema que os discrimina e explora; ao contrário, idolatra esse sistema, e não aceita sequer ouvir qualquer crítica, por moderada que seja, sem imediatamente começar a recitar seus mantras anti-comunistas, anti-feministas, anti-igualitários.

Aí fica difícil: o que você vai "oferecer" a alguém que rejeita toda e qualquer oferta que não seja a de colocá-los no topo do sistema, tal como ele é, sem que eles tenham de fazer por onde?

Anônimo disse...

"O que faz com que eles pensem que mulheres são suas principais inimigas?"

Os homens têm um longuíssimo histórico de projetarem várias coisas nas mulheres: seus sonhos, suas fantasias, seus anseios, seus desejos, seus defeitos, seus medos, seus temores, seus inimigos internos... É por causa dessa necessidade masculina de se projetarem nas mulheres que os homens pensam que elas são suas inimigas e as atacam como personificações de seus próprios medos paranoicos, como o grande inimigo.

donadio disse...

"O que cria estes homens é a falta de influencia de mulheres fortes na infância"

Puxa vida, quer dizer então que a culpa é das mulheres?

Liberalismo é uma desgraça, moça. Uma ideologia criada pra manter você subordinada, explorada, oprimida, suprimida. E depois ainda por cima colocar a culpa em... você mesma.

Anônimo disse...

"Rafael Cherem disse...
Muitos anos atrás eu acompanhava esses blogs "masculinistas", eles não eram assim, tinham alguma coisa de machistas, mas via de regra eram conselhos para melhorar a estima própria,estudar,conselhos que um pai deveria dar ou daria, mas a coisa foi deturpada, radicalizada, pelo visto graças aos chans"

=> Finalmente concordo em alguma coisa. Ao nunca ter formado um movimento político propriamente dito (como o feminismo é), a coisa meio que fico repetitiva e se esvaziou. Os grupos de desajustados se reagruparam nos chans, onde a coisa vira apenas uma catarse de frustrações, um clubinho de fracassados anônimos, sem precisarem se preocupar com debates que tivessem algum tipo de utilidade ou racionalidade.

Bobagens racistas e "nazistas" são apenas meios de lidar com sua própria frustração e inadaptação, nisso o autor tem razão.

Anônimo disse...

Mas repito a que generalização é boboca. Eu frequentei comunidades anos atrás. E nunca fui um jorge de quarto inadaptado social. Esses chans não são filhos legítimos daquelas comunidades. No máximo, filhos bastardos...

Anônimo disse...

Ainda é assim, quem deturpa e radicaliza é a pessoa que escreveu o post

Alexandre disse...

Qual o perfil de homem que agrada as mulheres de maneira geral?

Aceitem ou não, as características como virilidade, força, coragem, vigor, etc, ainda são desejadas pela fêmea, na maioria das espécies. Os machos que não possuem estas características, na maioria das vezes, serão preteridos quando se trata de relacionamentos. Este tipo de homem desperta o interesse na maior parte do público feminino. A mulher também é extremamente seletiva neste campo. ACEITEM PESSOAL, MULHER NÃO É ESTE SER TÃO DOCE QUE SE PINTA POR AÍ NÃO! Observem a cultura de massa, por exemplo. A gama de artistas que refletem este estereótipo é imensa e a mulherada adora( Wesley safadão está aí para não deixar eu mentir). A maior parte dos membros destes chans são jovens que estão ávidos mesmo por uma garota, que por sua vez, dada a sua própria jovialidade,procura um garoto que seja rebelde mesmo, aventureiro, tresloucado, estilo James Dean. Isso as atraí. Aí o cara lhes mete o pé na bunda e vem com este discurso vitimista.A menos que as feministas consigam alterar esta predileção das mulheres por homens assim,irão discutir isso eternamente.

Anônimo disse...

Alexandre, explica pra gente da onde vem essa necessidade que vocês têm de frequentar sites e blogs feministas e sempre vomitar esses discursos masculinistas rasteiros, cheios de estereótipos batidos que vocês antifeministas adoram repetir e repetir e repetir?

Anônimo disse...

Por que homem tem uma necessidade aparentemente compulsiva de dar vazão à misoginia na primeira oportunidade que encontra?

Anônimo disse...

omens fracassam até quando montam um movimento

16:09 james dean era gay imbecil, assim como marlon brando e 90% dos machões da qual vcs omens pagam pau

aliás, vcs lixomens admiram tanto a virilidade masculina, né? se peguem entre vcs mesmos então, é um favor q fazem à humanidade

lola aronovich disse...

"Germaine Greer", caro troll: não sei que chans vc frequenta em que os membros insistem que trans são mulheres. A maior parte dos chans parece gostar de travestis, se forem jovens e estiverem dentro do padrão de beleza e feminilidade (vistas apenas como objetos sexuais), e é comum escreverem coisas como "travesti é melhor que mulher". Logo, chans não veem mulheres rans ou travestis como mulheres. Nisso eles são muito parecidos com boa parte das feministas radicais.


Ai meu deus, voltou o troll dos "lixomens" e "omi". Dá um tempo, troll. Vai trollar chan mascu, vai.

Anônimo disse...

Que desonesta essa comparação, lola. Masculinistas acham que travestis/trans são melhores do que mulheres porque são homens. Feministas radicais, ou simplesmente feministas, pensam completamente o contrário: que mulheres são mulheres, quer dizer, melhores.

Anônimo disse...

16:50

vc não entendeu querida, a lola quis dizer q tanto mascus quanto rads não enxergam trans como mulheres

a conclusão da lola tá errada?

Alexandre disse...

Anônimo disse...

Alexandre, explica pra gente da onde vem essa necessidade que vocês têm de frequentar sites e blogs feministas e sempre vomitar esses discursos masculinistas rasteiros, cheios de estereótipos batidos que vocês antifeministas adoram repetir e repetir e repetir?
28 de março de 2017 16:20

Refute-me com argumentos. Prove-me que mulher não faz escolhas desta natureza!

lola aronovich disse...

Respondi a apenas uma parte do comentário trollento da "Germaine Greer", ô anon das 16:50, em que "ela" diz que eu e "outras" feministas liberais (porque ela me vê como uma feminista liberal) são iguais mascus no quesito de achar que mulheres trans são mulheres. E isso não é verdade. Mascus não consideram mulheres trans mulheres, ou homens trans homens. Assim como radfems também não. Vc que está sendo desonesta ao ignorar totalmente o que está sendo discutido.


Anon das 17:09, ninguém aqui tá interessadx em discutir com mascus, seres acéfalos. Mas vou te provar que a máxima mascu de que mulher só gosta de homem babaca, cafajeste, serial killer etc é absolutamente ridícula: eu e montes de mulheres héteros escolhemos como companheiros homens queridos e éticos. Se mulher realmente só se juntasse com "monstros", a humanidade já teria acabado faz tempo. Vcs mascus SABEM que a máxima de vcs é totalmente idiota e mentirosa. Só falam isso porque dividem os homens em cafajestes e bonzinhos, alfas e betas, sendo que vcs se consideram os bonzinhos. A maior prova de que mulher não gosta de homem babaca é que a maioria dos mascus morre só.

Anônimo disse...

Tá sim, ela quer dizer que mascus e feministas radicais são iguais, ou semelhantes em algum ponto. Isso é no mínimo ofensivo... e mentira.

Se praticamente todo mundo enxerga que o céu é azul, isso quer dizer que todas as pessoas que veem que o céu é azul pensam exatamente as mesmas coisas sobre o céu, mesmo que umas digam que o céu é azul e as nuvens são brancas e outras digam que as nuvens são azuis e o céu é branco (não porque enxergam o céu branco e as nuvens azuis, mas porque o que chamam de céu são as nuvens e o que chamam de nuvens é o céu)? Esses dois grupos de pessoa estão igualmente errados por verem que o céu é azul, já que tem gente que diz que o céu realmente é branco e as nuvens são azuis ou que o céu não é azul, que ele é roxo, ou verde, ou amarelo, ou rosa com bolinhas pretas?

Qualquer pessoa comum - que não está tentando agradar de alguma forma pessoas trans, transativistas ou parte da esquerda que compra o discurso do transativismo - também não enxerga trans ou travesti como mulheres e não mentem dizendo que acreditam que travesti é mulher. Para qualquer pessoa média mulheres são fêmeas humanas adultas. Essas pessoas são comparadas com mascus ou chamadas de masculinistas? É considerado que essas pessoas pensam o mesmo que os mascus nesse aspecto? Não?! Por que será? Imagina, não deve ter nada a ver com ataques contra o feminismo. Que é isso. Nem de longe isso é antifeminismo, né?

Anônimo disse...

17:32 querida

rads e mascus, ambos não acreditam q trans são mulheres

mas ng tá fazendo juízo de valor sobre isso, sua f*dida

só estamos comentando um fato

então menos, bem menos

Anônimo disse...

17:09, a 16:41 respondeu, seu porco

Anônimo disse...

"Por que homem tem uma necessidade aparentemente compulsiva de dar vazão à misoginia na primeira oportunidade que encontra?"

Porque eles são cheios de misoginia, os homens são preenchidos totalmente por misoginia; parecem ter uma fonte interior de misoginia inesgotável, mais cedo ou mais tarde ela acaba transbordando, vazando por alguma abertura. Por isso que os homens parecem precisar constantemente dar vazão à própria misoginia, por isso que ela sempre escoa.

Anônimo disse...

Comparar qualquer feminista, ou especialmente feministas radicais a masculinistas, cristãos fanáticos, apoiadores do bostonaro ou de algum outro direitista escroto, nazistas, etc. é uma velha tática misógina e antifeminista típica da esquerda. Não é só a direita que vive atacando as feministas, a misoginia vem de todos os lados, não tem novidade nenhuma nisso. Isso já causa mais cansaço e tristeza que raiva e indignação. Mas mostra bem a posição de quem toma esse tipo de atitude. Serve pra gente ver com quem são feitas as alianças, onde está a cumplicidade e o apoio de pessoas que se dizem feministas, inclusive.

Anônimo disse...

18:10

mas UÉ? Ninguém pode dizer a verdade de q rads e mascus não consideram q trans sejam mulheres? vc tem vergonha de convergir em alguma coisa com mascus e por isso não aceita q ng exponha este fato?

Já disse, ng está fazendo juízo de valor, só comentando uma realidade, NOS POUPE

18:18 nem eu quem? eu não disse no q eu acreditava ou não, agora a lola eu já não sei, ela q responda por ela, então não ponha palavras na boca de ng, NOS POUPE vc tb

Anônimo disse...

Nossa que convergência, super concordância! Mascus e feministas respiram ar, se as feministas não pararem agora de respirar ar elas estão convergindo com masculinistas. O horror! Pensando bem até que não seria uma má ideia os masculinistas pararem de respirar pra não compartilharem nem isso com as feministas. Fica aí a dica, mascus.

Anônimo disse...

não precisa forçar a barra, flor

convergir é no campo das ideias

e mais uma vez, pq acho q vc ainda não entendeu, ng disse q vc radfem está errada por concordar em algum ponto com mascus, ng está fazendo juízo de valor sobre a visão em comum q vcs compartilham. Isso é normal, existem opiniões óbvias q quaisquer grupos por mais antagônicos q sejam são capaz de concordar

não pira

Anônimo disse...

e mais

foi só a lola responder o comentário de uma rad q vieram outras rads reclamarem de estarem sendo "comparadas" aos mascus (pela lola)

mas quem começou comparando feministas "liberais" com mascus foi a germaine greer lá em cima, é só lerem o comentário dela. Isto é, não gostam de serem "comparadas" aos masculinistas, mas gostam de comparar feministas de outras vertentes, e a lola q é a "maniqueísta"

e se vierem dizer q a germaine "não" comparou, então a lola menos ainda, fim de papo

Anônimo disse...

Lola, cada dia que passa e vejo que vc está ficando mais velha, mais decrépita, mais doente e mais pobre, mais próximo da velhice e consequentemente mais próxima da morte, eu fico extremamente feliz e alegre. Pois sei que quando finalmente vc for comer terra a 7 palmos do chão o mundo estará um pouco melhor, com uma mente doentia a menos. E vou fazer questão de ir ao seu velório e cuspir no seu caixão, lixo humano! Vc é culpada pela sociedade estar do jeito que está.

lola aronovich disse...

Gente, estou deixando o comentário acima só pra vcs terem uma breve noção de por que a moderação é imprescindível às vezes. Comentários dementes como esse acima tem de monte. E pra pior. Tem ameaças de morte e estupro também.

Anônimo disse...

O 4chan era uma máquina geradora de conteúdo. Era único. Hoje em dia é só um canto abandonado e obsoleto. Misógino sempre foi, óbvio. "Alt Right" é novidade. Mas, sem ser aquela usina criadora de conteúdo que era antes, só sobra o chorumezinho mesmo.

Anônimo disse...

Misoginia não tem fim, noção da realidade sim.

Anônimo disse...

Qual o tipo de feminista que ignora ou nega que as mulheres são atacadas, diminuídas, rebaixadas, oprimidas e exploradas pelos homens por causa de seu potencial criativo e de suas capacidades reprodutivas, por elas serem fêmeas e eles serem machos (e por esse motivo receberem vantagens e terem acesso ao p[h]oder no tipo de sociedade em que a gente vive)? Do tipo que não é realmente feminista, de certo.

Anônimo disse...

4chan era o melhor lugar do mundo pra saber tudo antes de todo mundo. Memes, trends, notícias, era muito comum que eu visse algo no 4chan e dali uma semana, dez dias virar notícia no UOL. Um super gerador de conteúdo, como disseram.

Participei ativamente do /b/, vi muita coisa importante se desenrolando em tempo real e mesmo sendo cumdumpster nunca me afetei verdadeiramente com nada, cagava e andava, fazia zorra também, esculachava geral, ganhei muita foto com meu nome escrito em partes diversas dos corpos de pessoas generosas e desinibidas, postei muitas também.

Ninguém ligava pra nada, era o mosh pit da internet.

Sempre foi uma merda. Mas antes era uma merda muito divertida. Hoje só fede, ficou datado, ultrapassado.

Anônimo disse...

4chan é um poço de ebola onde vc cai, pega zika vírus, atola no estrume, e ainda tem mais doenças diversas pra se pegar

cada publicação em um tópico é uma doença diferente q vc se infecta

Anônimo disse...

4cancro = ebola vírus espalhado por tudo quanto é canto

crie um tópico e ganhe uma micose de presente

percam o braço de tanta lepra virtual q é aquele poço de hanseníase

Anônimo disse...

"era uma merda muito "divertida". Hoje só fede, ficou datado, ultrapassado"

4cancer nunca foi ~divertido~, era apenas uma forçação de barra do tamanho da via láctea, hj é dia é uma forçação de barra aos cacos, quebrada, destruída, flopada, esquecida

a única coisa q sobrou do 4cancer foram restos mortais necrosados

Anônimo disse...

Germaine comparou Lola e feministas liberais com mascus sim. E Lola depois fez a mesma coisa, comparou feministas radicais e a própria "Germaine Greer" - que ela se referiu como "ela" (duvidando que seja mulher) com mascus. Ambas erradas. Lola e "Germaine". Ou seja, a suja falando da mal lavada. O feminismo radical não vê trans como mulheres. Mascus tanto veem que inclusive acham melhores que as legítimas. Uma grande prova de que veem é a insistência de que são heterossexuais mesmo transando com travestis. Algo que o transativismo defende. "Homem que sai com travesti é hétero, pois está buscando ali a imagem da mulher." É este o discurso. Radfem não vê mulher como silicone, salto, maquiagem, são abolicionistas de gênero. O feminismo liberal está muito mais em sintonia com mascus de chans que radicais. Fato. Também são os channers os viciados em pornografia, que saem com prostitutas. Não vejo radfem defendendo nada disso. Feministas liberais não só defendem como muitas vezes acham "empoderador" (ou "emponderador", como elas pronunciam e até escrevem, as vezes). *muak*

Anônimo disse...

Anon das 01:18

Aqui é o anon das 22:12.

Eu entrei de novo no 4chan ano passado, e escrevi "Passei dez anos fora. Perdi alguma coisa?"

A resposta foi "Não, o 4chan sempre foi uma merda". Eu ri muito.

Mas o Anon 00:10 está certo. Aquilo lá era alguma coisa. Sempre foi misógino e babaca, mas era, entre coisas creepy (inclusive assassinos revelando local de dump de cadáveres) e memes, era de fato o moshpit da internet. Hoje em dia, sabendo que o Reddit ou mesmo o Tumblr (!!!!!!!) geram conteúdo engraçado e "acessível" e possuem senso de comunidade (o Reddit ainda com antros da alt-right e do masculinismo, mas você precisa ativamente procurar pra encontrar), o 4chan é hoje inútil. Não é à toa que é um poço esvaziado da Alt-Right.

Anônimo disse...

Lola, não achei o comentário das 20:51 "demente" não. É apenas uma pessoa que não gosta de vc nem de sua ideologia. E está expressando isso pra vc. Não faz mais que sua obrigação ter o mínimo senso de respeitar as opiniões alheias

Anônimo disse...

29 de março de 2017 00:10 essa foi, de longe e de perto, a melhor definição do 4chan dos tempos áureos que já li: o mosh pit da internet porque era exatamente isso

Anônimo disse...

Claro que não é demente, é apenas um comentário cheio de ódio contra a Lola. Imagina se fosse um comentário demente, certo?
Sim, ela deve respeitar esses malditos que não a respeitam, certo?
Pois eu não respeito eles e acredito que não estou sozinha nesse pensamento. Pessoas como esse anon não merecem respeito. Se desejam o mal para os outros, que esse mal volte 10 vezes pior pra ele mesmo. E que agonize, não tenho pena desses seres.

Anônimo disse...

Mulheres não são discriminadas, perseguidas, assediadas, agredidas, estupradas, mortas pelos homens porque elas são mais "sensíveis", têm cabelo comprido, usam maquiagens, vestidos, saias, salto alto, etc. etc. etc. São outros homens que são atacados por homens por causa dessas coisas. As mulheres são discriminadas, perseguidas, assediadas, agredidas, estupradas, mortas pelos homens porque elas são fêmeas. Mesmo. Tendo cabelo comprido ou curto, usando ou não maquiagens, burcas, véus, vestidos, saias, camisas, calças, sapatos confortáveis, sapatos com salto alto, etc. etc. etc.

Anônimo disse...

4cancer nasceu sendo um covil de leprosos sociais

evoluiu e se tornou um cemitério de zumbis com berne eclodindo pelos poros

Anônimo disse...

Alexandre deve ter sido chutado por uma mulher que preferiu um cara que era o oposto dele; só isso explica o recalque.

Mulheres são seres complexos, jovem. Você vai encontrar desde mulheres que preferem bombadinhos, machistas e imbecis; mulheres que gostam de nerds, gordinhos/magrelos; mulheres que gostam de ricaços; mulheres com status social namorando homens mais pobres; mulheres brilhantes que gostam de homens brilhantes; mulheres que amam homens mais sensíveis que elas próprias, mulheres que preferem namorar outras mulheres...
Sabe a razão? Porque muito mais que esse seu determinismo imbecil, são muitas as variáveis que determinam ou não que uma relação prospere ou flope. Porque as pessoas não são estereótipos e caixinhas as quais você tenta encaixá-las.
Sua lógica é tão furada que ela não encontra nenhuma conclusão que a respalde. Se as mulheres avaliassem apenas homens "viris" para relacionamento, com efeito, a evolução faria o papel de só deixar essa opção e não várias como temos atualmente.
Tá com dor de cotovelo por levar um pé na bunda? Experimente tentar se relacionar com uma mulher além de uma série de estereótipos os quais vocês homens chamam de "gosto" e que são, incrivelmente, pasteurizados. Experimente pensar uma relação sobre um ponto de vista com mais companheirismo e menos interesses. Talvez essa dor de cotovelo passe.

Anônimo disse...

Olha, inacreditável que tenhamos, novamente, post defendendo trollagem com discurso radical e aproveitando para espalhar transfobia.

Me recuso a acreditar nessa versão simplista de que toda a opressão sobre as mulheres se resume a categoria de 'femêa', oh essencialismo tacanho do começo do século XX. Não é útil nem para descrever todos os tipos de dominação sobre as mulheres, mas parece que é um bom mantra para estabelecer o 'feminismo verdadeiro', e caçar direitos de mulheres trans, criticar qualquer abordagem 'não radical' - simplificando como o jargão - 'olha lá, é uma feminista liberal, pega, chuta, cospe e mata'.

Já falei e vou repetir: quem se identificar com esse tipo de ativismo, vai fundo. Mas eu, que sou mulher cis, não vou com vocês. Tô de boa, faz mais de 7 anos, na marcha das vadias, onde mulheres trans também levam comigo cartazes pela legalização do aborto, contra a violência doméstica, por políticas especiais na saúde, educação e trabalho, pelos direitos sociais de proteção a maternidade, enquanto a maioria das 'fêmeas' do meu trabalho, tá lá: dizendo que toda vida é sagrada, pedindo a criminalização do aborto até em caso de risco da vida da gestante, e fazendo campanha para Bolsonaro 2018.

Mas o problema mesmo, eu é que sou cega, feminista incompleta, iludida pelo movimento transativista, e que, portanto, não vejo, são as companheiras trans da marcha das vadias...

Então tá, eu sou torta, reformista e muito teimosa, admito.

obs: ficaria mais fácil defender que há sim uma diferença entre a forma como radicais e mascu vêem mulheres trans se os perfis anônimos radicais aqui fossem capazes de expressar uma sororidade básica com as ameaças que a Lola recebe. Se não por empatia, por estratégia política mesmo. Pois para quem reclama de ser mártir do ódio as mulheres, é raro ver algum desses perfis fazendo alguma afirmação de apoio para Lola, que é quem recebe ódio declarado por manter esse espaço, no qual esses perfis, sem pular um mísero post vivem debatendo.

Parece, desse jeito, que estão aqui só para ver o blog cair (eu aposto minhas fichas nisso, acho que a maioria é mascu se passando por radical).

Marcia.

Anônimo disse...

Que discurso mais forçado e apelativo. Marcia aprendeu bem com seus amigos transativistas como abusar da empatia de mulheres hein? Não tem nada de feminista em chamar mulheres de vadias e querer vê-las dando apoio, puxando o saco e se curvando diante de quem as ofende, as xinga, quem mente descaradamente sobre elas, quem defende coisas que as prejudicam e até quem diretamente está agredindo, estuprando e matando mulheres.


Idosa agredida por travesti teve traumatismo craniano e ferimentos em todo o corpo
http://noticias.r7.com/sao-paulo/fotos/imagens-idosa-agredida-por-travesti-teve-traumatismo-craniano-e-ferimentos-em-todo-o-corpo-19042015#!/foto/1

Travesti 'cobra pedágio' de mulher e a agride com salto de sapato
http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2016/03/travesti-cobra-pedagio-de-mulher-e-agride-com-salto-de-sapato.html

Polícia identifica travesti que matou mulher com garrafa, em Manaus
http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2015/04/policia-identifica-travesti-suspeito-de-matar-mulher-com-garrafa-em-manaus.html

Travesti que matou mulher com garrafa em Manaus é preso, diz polícia
http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2015/04/travesti-suspeito-de-matar-mulher-com-garrafa-em-manaus-e-preso-diz-policia.html

'Não soube fazer, eu faço', disse travesti após matar mulher
http://www.acritica.com/channels/manaus/news/nao-soube-fazer-eu-faco-disse-travesti-apos-matar-mulher

Dois travestis matam idosa e cortam o cabelo dela para vender
http://www.gazetainterior.com.br/index.php/com-ajuda-da-namorada-travesti-de-tabapua-mata-idosa-e-corta-cabelo-dela-para-vender/

Travesti e namorado estupram jovem por três horas
http://noticias.r7.com/cidade-alerta/fotos/travesti-e-namorado-estupram-jovem-por-tres-horas-11122015#!/foto/1

Jovem grávida é morta e tem o bebê raptado por um travesti em Uberlândia
http://noticias.r7.com/cidade-alerta/videos/-jovem-gravida-e-morta-e-tem-o-bebe-raptado-por-um-travesti-em-uberlandia-mg-23082016

Jovem tem faca encravada nas costas por travesti
https://bahianoar.com/jovem-tem-faca-encravada-nas-costas-por-travesti-em-simoes-filho/

Travesti agride mulher em bar por ciúmes do companheiro
http://180graus.com/noticias/travesti-agride-mulher-em-bar-por-ciumes-do-companheiro-388000.html

Travesti preso por tráfico é suspeito de roubar e estuprar mulher
http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2014/07/travesti-preso-por-trafico-e-suspeito-de-roubar-e-estuprar-mulher-no-am.html

Travesti preso é suspeito de esquartejamento de mulher
http://www.fiquebeminformado.com.br/2013/01/travesti-preso-e-suspeito-de.html?m=0

Essas são só algumas notícias nacionais.

Quem tiver estômago, pesquise no google as palavras chave "travesti mulher" e veja o tipo de links que aparecem. Se isso não é estupro filmado e fotografado o que será estupro né? Mas esses homens são mulheres, não são estupradores, não são agressores, não atacam nem matam mulheres como qualquer outro homem, jamais!

Anônimo disse...

A misoginia é uma forma institucionalizada de opressão sistêmica e cultural, atribuída com base no sexo físico. Ela é amplamente baseada em socialização e começa no nascimento, sendo, portanto, exclusivamente direcionada a pessoas do sexo feminino. Homens vomitam ódio e desprezo por mulheres em cima de outros homens o tempo todo, mas isso faz com que esses outros homens sejam vítimas de misoginia? Absolutamente não.

Misoginia é mais do que violência, mais do que assédio na rua. Misoginia começa no nascimento com a socialização profundamente enraizada que diz que você, uma fêmea, nunca será tão boa, tão forte, tão inteligente, tão importante, quanto um homem. A experiência de crescer em um mundo onde o seu corpo é sexualizado, onde a sua inocência é fetichizada, onde você não pode consumir mídia sem a mensagem não-tão-sutil que o seu propósito na vida é servir os seus opressores. Isso é misoginia. Sem as bases biológicas fundamentais da misoginia internalizada seu poder se torna muito menor. Homens talvez possam começar a saber como uma mulher se sente ao executar uma tarefa, como andar na rua ou ir a um bar - mas eles nunca vão entender o emparelhamento dessas experiências ao mesmo tempo em que você é ensinada o tempo todo desde a infância que você, uma fêmea, não é boa o suficiente - e, além disso, que você é um objeto para o consumo masculino. Isso é misoginia. Todo o resto é apenas um breve vislumbre de como a vida é para as mulheres. É turismo em misoginia.

Anônimo disse...

"A existência das fêmeas invalida a "identidade" de "mulheres" trans e eles sabem disso. É por isso que eles nos dizem pra não falar dos nossos corpos e nossa vivência como mulheres. É por isso que nos dizem que mencionar as diferenças é uma blasfêmia.

É por isso que dizem que nós invalidamos mulheres trans quando definimos o que é ser mulher.

É por isso que somos acusadas de bloquear as fronteiras do que é ser mulher. Esses homens sabem que não podem entrar sem que a gente negue a nossa realidade, é por isso que eles nos fazem dizer as palavras. Se eles já estivessem do lado de dentro eles não precisariam entrar. Nós somos a verdade viva que eles querem negar.

Novidades: se a existência das mulheres "invalida a sua identidade" arranje outra maldita identidade porque nós não vamos desaparecer por vocês. Nunca."

Charlie Rae

Anônimo disse...

55chan inferioriza de mais as mulheres, mas mal sabem eles que na moderação existe uma.

Marcia disse...

17:17 quer dizer que se eu postar 12 notícias nacionais sobre mulheres assassinas, isso cancela, automaticamente, toda a violência que outras mulheres sofrem?

E as notícias nacionais de mulheres trans agredidas, torturadas e mortas não entram na sua percepção?

Para mim, você é mascu. É o típico argumento masculino de inferiorização das mulheres. Escolhe casos aleatórios, e generaliza dizendo que todas, sem exceção, são más como aquelas que comentem crimes e outras 'maldades'.

Mil vezes iludida por transativistas (né, não posso pensar por mim, se não concordo com você, eu fui iludida... aham, tá), do que repetindo lógica machista inquisitorial.

E as palavras de solidariedade para a Lola, nunca? Oportunismo é o que define seu comportamento aqui, quem não te conhece, que te compre.

Anônimo disse...

Nós feministas precisamos nos preocupar com coisas mais reais do que os sentimentos dos homens, quer eles se sintam diferentes dos outros homens ou não, e alguns bons exemplos dessas coisas reais são as consequências de ter um corpo feminino: ser alvo de todo tipo de misoginia, ter sido socializada desde a primeira infância para a inferioridade e a submissão, correr o risco de engravidar, ser empurrada de forma compulsória para a maternagem, para os trabalhos domésticos, para a descartabilidade, o servilismo, a obediência e a ausência de qualidades que chamam de femininlidade, ser empurrada para as posições sociais mais baixas, com menos perspectivas, menos valorização e menos reconhecimento; enquanto a maioria dos trabalhos e cuidados das mulheres são em favor de todas as outras pessoas em vez delas mesmas, são mulheres que dão a vida a todo mundo e as atividades das mulheres que mantém a existência de toda a humanidade.

Anônimo disse...

Você tá respondendo a você mesma, Marcia? Realmente parece que sim.

"as notícias nacionais de mulheres trans agredidas, torturadas e mortas não entram na sua percepção?"

Quem agride, tortura e mata mulheres trans são as mulheres? Pelo que eu sei são homens que fazem isso. Pra confirmar basta procurar notícias com uma situação contrária as que foram mostradas aqui (travestis agredindo, torturando, estuprando, matando mulheres). Não tem nenhuma né? Não dá pra entender onde entra a responsabilidade de mulheres por homens se agredindo, estuprando e matando uns aos outros.

"casos aleatórios"?! casos ALEATÓRIOS de violência masculina contra mulheres? nem vou perder meu tempo mais argumentando. Nesse nível aí não tem mais jeito...

Depois feministas radicais que são mascus ou iguais a eles, lógico. Vai vendo...

Bruno Oliveira disse...

Os não são apenas as boards /b/ (random). Tem muitas boards específicas boas em vários chans que não envolvem só glorificação da falha e bizarrices, mas sim discussão de assuntos específicos.

No mais, acho que chans (mais especificamentos os /b/s da vida) cumprem uma função importante na sociedade moderna, impedindo que os homens frustrados nas bases da pirâmide, sem perspectivas, trabalho, namorada, etc, fiquem fora de controle de raiva e façam coisa pior. Chans funcionam como a prostituição de certa forma, contendo a frustração dos fracassados, já que nem a esquerda, nem a direita, nem muitos menos as mulheres farão nada por eles.

Anônimo disse...

Seus argumentos que são tipicamente masculinos, tipicamente masculinistas, Marcia. Transferir a culpa para mulheres pela violência, pelos crimes dos homens; acusar as mulheres de maneira falsa e desonesta de serem responsáveis por torturas, agressões e assassinatos de travestis - sendo que todo mundo sabe muito bem que são homens os responsáveis por essas coisas. Sem esquecer de trazer o principal, o argumento tipicamente masculino do "mas nem todos são assim", nem todos cometem crimes, nem todos fazem maldades, mulheres, podem confiar...

Anônimo disse...


Você acha mesmo que é mais importante validar os sentimentos de machos que "se identificam como mulheres" do que as mulheres se sentirem seguras e serem livres de violência misógina?


Que princípios e prioridades mais machistas, mais masculinistas, anti-feministas.

Que "feminismo" mais distorcido.


Quanta submissão aos machos, quanta disposição a agradá-los e satisfazer todas as vontades e caprichos deles.