sábado, 17 de dezembro de 2016

PARABÉNS, LAERTE, POR GANHAR PROCESSO CONTRA O ÓDIO

Gente, que notícia maravilhosa! 
A fantástica e inigualável cartunista Laerte (de quem sou fã desde a minha adolescência, e olha que isso faz tempo) ganhou uma ação contra Reinaldo Azevedo, Veja e Jovem Pan. 
Eu lembro bem do caso, só não sabia que Laerte tinha processado o abjeto tio Rei (que recentemente caiu em desgraça entre alguns reaças porque ele continua defendendo o PSDB acima de todas as coisas e é contra "intervenção militar" -- eufemismo pra golpe dos milicos, cada vez mais defendido na cara dura por vários coxinhas). 
Ano passado, Laerte fez o que é sua profissão: desenhou um cartum. Nesse cartum, criticava os manifestantes que saíam à rua para tirar selfie com PMs (porque pra acabar com a corrupção é que não era), que, como as estatísticas provam, é a polícia que mais mata no mundo. O cartum referia-se a uma chacina que tinha acontecido na época, cometida por PMs. Enfim, esse cartum enfureceu o "rottweiler" tio Rei, que escreveu um texto cheio de transfobia, chamando Laerte de "baranga moral", "farsante", e por aí vai (como, aliás, é de seu feitio. Ele aprendeu com seu ex-guru Olavo de Carvalho, que prega que não adianta debater ideias com adversários de esquerda, é preciso atacá-los pelo lado pessoal). 
Na ocasião, Laerte, linda e poderosa como é, não se deixou abater. Em vez disso, comentou ironicamente: "Esse cara me dá um tesão desgraçado. Não sei o que é — tá, ele não é um ogro —; se é o olhar decidido, o nariz, os lábios, não sei! Nessas noites de frio que vem fazendo eu fico debaixo das cobertas e, como diria o Henfil, peco demais".
Agora saiu a sentença do processo: indenização de R$ 100 mil reais que tio Rei e os veículos que o abrigam (que são responsáveis pelas asneiras lá publicadas) devem pagar a Laerte. 
Isso me dá esperança de que eu também serei bem sucedida na reconvenção que movo contra um mascu que está me processando. 
Um dos meus cartuns favoritos de
Laerte: o consolo do prisioneiro
Eu parei de contar quantos vídeos o energúmeno fez me caluniando quando ele chegou aos trinta, sem exagero. Se ele só me chamasse de baranga, talvez eu nem entrasse com reconvenção. Mas ele me chama também de mentirosa, canalha, mal-amada, mal-comida, psicopata, vagabunda, bruxa de Salem, brancofóbica (existe isso?), e "a grande porca da mãe terra desta seita satânica" (não sei se ele está falando do feminismo ou do Brasil). 
Além disso, ele me acusa de vários crimes, como de ser uma nazista (ha ha, eu que sou nazista, não o sujeito que se orgulha de ser ariano e busca uma esposa ariana para ter filhos arianos! Lembre-se: eles sempre te acusam do que eles são) que foi se esconder na Argentina (ele errou por algumas décadas), de ter comprado meu "diploma" de mestrado e doutorado, de corrupção (desviar verbas pra comprar livros pra biblioteca para comprar mansões e carros importados -- esse entende de verbas pra biblioteca!), até de matar seu pai (alguém que nunca vi e nem sei o nome). 
Chama meu marido de estelionatário e pedófilo e afirma que casei com ele pra conseguir cidadania brasileira (vivo no Brasil desde 1971, sempre legalmente). E diz que recebo milhares de reais do governo petista pra fazer o blog, que não sei falar inglês (isso ele deduziu porque eu nunca fiz um vídeo falando inglês), que cobro favores sexuais de meus alunos, e mais um monte de coisas absolutamente absurdas (e risíveis, em vários casos. Minha preferida é sobre as contas que eu e o maridão temos na Suíça, recheadas de grana roubada da biblioteca).
Esse cara completamente lunático, que foi condenado a 6,5 anos de prisão em 2012 por um site de ódio que defendia racismo, misoginia e homofobia, ameaçava pessoas e prometia um atentado na UnB, está me processando (aceito doações para pagar as despesas; por exemplo, minha advogada terá que ir pra São José do Pinhais para a primeira audiência, em fevereiro. A gente nem sabe se irá acontecer, porque até agora nenhuma testemunha foi contactada. Além disso, o mascu nem sequer está no Brasil). 
Ontem revelei no Twitter que uma das minhas quatro testemunhas é o deputado federal Jean Wyllys. Fiz essa revelação pra mostrar que Jean está envolvido nas nossas causas, pois ontem aconteceu um tuitaço em defesa de Jean, um dos melhores parlamentares do Brasil, defensor incansável dos direitos humanos, e que corre o risco de ser suspenso pela Câmara. Jean aceitou ser minha testemunha porque, junto comigo, ele foi um dos principais alvos das ameaças de morte veiculadas através do site de ódio. 
Eu, Jean Wyllys, e guerreiras da
Frente pela Legalização do Aborto
Tenho bastante convicção de que ganharei o processo, mas provavelmente não verei um centavo da indenização (que não está determinada; ele, o mascu, exige R$ 41 mil de indenização da minha parte, já que eu o acusei de exatamente as mesmas coisas pelas quais ele foi julgado e condenado). Isso porque mascus em geral não têm nada em seu nome. Logo, não têm como serem cobrados (assim fica fácil, né?). 
Mas vou me ater no momento a comemorar a vitória da incrível cartunista contra o ódio. Porque o que Laerte e tantas outras ativistas temos que ouvir todo dia não é opinião, não é crítica, não é piada -- é ódio mesmo, sem tirar nem por. E o ódio, no caso de Laerte, não é apenas contra ela, mas contra todas as trans.
Da página do FB de Paulo Iotti, um dos advogados de Laerte:

Vitória! Ano passado, o colunista de revista Veja (argh) Reinaldo Azevedo (ARGH!) publicou coluna atacando moralmente a querida Laerte Coutinho. Isso porque ela publicou uma charge ironizando aqueles(as) que apoiaram o golpe (que chamavam de "impeachment") na qual pessoas com camisas da CBF abraçavam policiais e, ao fundo, havia sangue deixado por chacina recente em outra cidade, atribuída pela mídia à PM. Tudo estaria em conformidade com a liberdade de expressão e crítica (que, afinal, permite o reacionarismo e a defesa de ideias tolas, apenas vedando discursos de ódio e afins) SE ele não tivesse apelado a verdadeiras ofensas e ataques morais à Laerte. Chamou-a de "baranga moral" (sic), "fraude de gênero" (sic) e outros impropérios mais.
Em razão disso, Laerte processou Azevedo, Veja e Rádio Jovem Pan (esta por ele ter dito os mesmos impropérios ofensivos nela, pois empregadores são responsáveis por atos de seus empregados e funcionários em gera, daí a Veja também). Representada por mim e pelas queridas Márcia Rocha e Ana Carolina Borges, que coescrevemos a ação em seis mãos.
Fomos acusados pelas defesas de "descontextualizar" a fala (!). Eu queria entender em que "contexto" expressões como "baranga moral" (sic) e afins não teriam o intuito de ridicularizar e humilhar moralmente a pessoa. E FELIZMENTE O JUIZ DO CASO TEVE O MESMO ENTENDIMENTO, julgando totalmente procedente a ação, para condenar Veja, Azevedo e Rádio Jovem Pan em danos morais, no valor de CEM MIL REAIS, exatamente o valor pleiteado na Inicial! Que Laerte doará ao movimento Mães pela Diversidade, como mencionado na petição inicial.
Transcrevo os seguintes trechos da Petição Inicial, que citam todas as ofensas usadas para que possam entender o ponto aqui explicado. [Veja na página do FB].
Ou seja, fica claro que Reinaldo Azevedo teve inequívoca intenção de ofender a Laerte Coutinho em falas verdadeiramente injuriosas da honra dela, razão pela qual perfeita a condenação por danos morais.
É isso! Os réus ainda podem recorrer, mas foi uma importante vitória contra a transfobia praticada contra Laerte. Sentença disponibilizada no primeiro comentário, já que o processo não corre em segredo de justiça.
#ContraTransfobiaNossaLutaéTodoDia

37 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo, que bom ter uma notícia boa nesse nosso ano cheio de notícias tenebrosas... fico feliz! Justiça e respeito.

Anônimo disse...

Lola sou sua fã torço por vc.

b) Fiquei feliz pelo Laerte pois sou fã do seu trabalho e é uma boa notícia nestes tempos sombrios

Anônimo disse...

(Viviane)
Oremos para não aparecerem aqui rads xingando Laerte...
Neste ano, eu também senti na pele a dor de uma injustiça e sei que quem passa por isso não mede esforços para limpar o próprio nome. Não é por dinheiro nem por vaidade, mas pelos ataques ao que nos é mais caro: dignidade.
Toda força a Lola, Laerte e Jean Wyllys!

Anônimo disse...

#ContraTransfobiaNossaLutaéTodoDia

Anônimo disse...

#ContraTransfobiaNossaLutaéTodoDia

Marta disse...

N santifiquem trans, respeito eles mas pelo q eu tenho visto em canais trans no YouTube , eles sao bem sem nocáo, acham q somos obrigados a ficar com uma pessoa trans, se alguém n quiser é preconceito? ?!!
É só fingir q eles são exatamente iguais aos demais e pronto. No meu caso q sou hetero, é so ficar com um homem trans e ignorar o corpo feminino dele, e foda-se se n sinto atração por mulher. É só negar a realidade.

Rodrigo Moraes disse...

Vamos aos fatos:
No Brasil a cada 28 horas um homossexual é assassinado, a maioria morre por crimes passionais praticados por outros homossexuais, por envolvimento no tráfico de drogas e por outros motivos não relacionados a sua sexualidade.
Existe assassinatos pela condição homossexual? Existem
Existe ódio e preconceito? Existe,como o caso da lâmpada na Paulista.
No Brasil mais de 400 policiais militares são mortos, essa estatística só leva em consideração os mortos em serviço ou que foram assassinados após o bandido descobrir sua identidade, eu não vejo a esquerda falando em PMfobia, por que será?
Homossexuais também cometem crimes, na prisão feminina homossexuais intimidam e violentam mulheres heterossexuais, não vejo o movimento homossexual falando disso.

Anônimo disse...

Ótimo saber disso. Infelizmente tem gente que não aprende e só pode ser amansada na sua ignorância quando o bolso é atingido. Todos merecem respeito.

Anônimo disse...

Professora você cobra favores sexuais de seus alunos???
Fale-me mais a respeito 3:) 3:)

lola aronovich disse...

Pra vc ver, anon das 22:44... Olha, eu costumo me dar muito bem com meus aluninhos queridos, mas nunca transei com nenhum deles. Nem sequer desejei. Sou feliz com o maridão, fazer o quê? (Vale a regra de que o cara me acusa de tudo que ELE faz ou fez. Inclusive ter traído as ex-esposas. Só faltou ele me acusar de bater no maridão e não pagar pensão).

Anônimo disse...

Ótima notícia em meio a tantos discursos de ódio disfarçados de "liberdade de expressão".

gabs

Rodolfo Abrantes disse...

Concordam plenamente, quando morre alguém em decorrência de ações da polícia essa esquerda maldita massacra toda a entidade por causa dos erros de alguns ou pela infelicidade do destino.

Quando matam um polícia não aparece um desgraçado desses nem sequer para fazer um minuto de silêncio

Rodolfo Abrantes disse...

Lola você é casada, meu deus é sério. Sua macumba e forte eimmm kkkkkkk

Anônimo disse...

" "Esse cara me dá um tesão desgraçado. Não sei o que é — tá, ele não é um ogro —; se é o olhar decidido, o nariz, os lábios, não sei! Nessas noites de frio que vem fazendo eu fico debaixo das cobertas e, como diria o Henfil, peco demais"

eu nem vou me dar ao aborrecimento de postar link pq não faço o trablho de vagabundos MAS eu já li/vi exatamentíssimamente a mesma situação, só que um homem ironizando uma mulher de forma sexual assim e a treta foi malígna

feminista sim, sempre, 4ever mas pau que bate em chico TEM QUE bater em francisco também. Ou francisca.

Anônimo disse...

Lola você viu o caso da Débora Soriano? Será que pelo fato de ela ser militante podem ter feito isso a ela?

Anônimo disse...

Não, pará. Fala sério! Cê tá de sacanagem, não ta não?

Anônimo disse...

Vamos aos fatos a esquerda não é contra a polícia ela é contra a violência policial que leva muitas vezes o policial atirar primeiro e perguntar depois.

Anônimo disse...

Em relação aos crimes nas cadeias cada vez que eu eu leio sobre projetos para melhorar o sistema carcerário aparecem conservadores alegando que cadeia é castigo e que os presos não merecem nada.

Anônimo disse...

21:53 q fatos? só se forem esses q vc tirou do seu próprio c%

as pessoas adoram reverter crimes de ódio para qualquer outro tipo de crime, é praxe dos câncervas, pena q a realidade NÃO É ESSA, e é fácil demais observar

Parem de inventar

E não venha vitimizar os policiais não seu bostinha

Não basta usar argumento falacioso, precisa vitimizar o grupo q segundo vc merecia "real atenção"?

Anônimo disse...

r morais, chega de espalhar mentiras câncervadoras

Pela criminalização da homofobia

É bom ver q a justiça está sendo feita

Anônimo disse...

Off-topic, mas to indignada com o feminismo. Porra, por que fizeram campanha contra a mulher maravilha sendo embaixadora da ONU? Só porque ela tinha peitos e uma roupa dos estados unidos que ela nem usa mais? O resto que ela representa dane-se, né? Se fuder.

LEIA LOLA, essa thread de uma das escritoras da mulher maravilha no twitter, mesmo que você tenha twittado contra ela.
https://twitter.com/GailSimone/status/810161769528238080

Pq.p, querem desconstruir tudo e não se tocam que se prejudicam no final. Tão felizes agora que ela foi retirada do cargo, desconstruidonas? ZzZzzzzz, mulheres com o corpo parecido com o da mulher maravilha devem deixar de ser feministas pelo jeito né? zzzzz

Anônimo disse...

Mais policiais morrem pelo simples fato de serem policiais do que homossexuais por serem homossexuais

Dayan 2020 disse...

Gostei da resposta irônica da Laerte

Ela é uma ótima cartunista, mas lembrando q eu me refiro no feminino à Laerte por respeito à personagem criada por ela, não pq eu acredite q el"a" seja mesmo uma mulher

Anônimo disse...

OFF

Vejam a bandeira e o selo do estado da Virgínia

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/47/Flag_of_Virginia.svg/1024px-Flag_of_Virginia.svg.png

Claramente misândrico, kkkkkk, gosto assim

Anônimo disse...

não, morrem por consequência da profissão, risco da profissão, agora homossexuais morrem por apenas serem homossexuais

Existem crimes de ódio contra uma classe de um lado e existe despreparo, falta de equipamento, falta de estrutura, falta de planejamento, etc. do outro, você não compara as duas coisas. Você simplesmente não compara

Anônimo disse...

12:08

vc é muito burrinho, né? desde quando uma coisa q não existe na vida real pode ser embaixador de alguma coisa?

Anônimo disse...

13:27 kkkkkkkkkk

"Assim sempre aos omens"

Anônimo disse...

Ola!

Brancofóbia e nazista?!?!?! Lola, me explica como isso é possível...

Ahhh!! E como fazer fortuna com verba de biblioteca?? (ok, livros estão mesmo caros, mas...)

Esses caras são uma piada ambulante!! Haja criatividade!!

Dá para ver que os neurônios deles estão sobrecarregados de ódios que deixam para lá o raciocínio lógico

Anônimo disse...

e "a grande porca da mãe terra desta seita satânica" (não sei se ele está falando do feminismo ou do Brasil).


melhor parte kjkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

MAS eu já li/vi exatamentíssimamente a mesma situação, só que um homem ironizando uma mulher de forma sexual assim e a treta foi malígna

pois é e ñ foi só um caso ñ, cansei de ver coisa assim contra mulheres mas é sabido que certos costumes os homens nunca perdem.

titia disse...

Parabéns Laerte! Gente, é muito machista tomando no rabo de uma vez só, parece até que é natal... opa, presentes adiantados!

02:26, ai, doeu o rabinho quando um de vocês provou um pouquinho do próprio veneno, é? Pois morram todos vocês engasgados com ele! Na hora de atacar as mulheres com insinuações sexuais, fotos ejaculadas nojentas e blábláblá obsceno é liberdade de expressão, né? Pois agora se engasguem no próprio veneno, seus machistas de merda.

Anônimo disse...

lola, gosto do seu blog, mas se a noticia era sobre a Laerte nao era necessario fazer um longo parênteses para (novamente) falar dos mascus que te atacam. quando for assim, faça outro post.

Unknown disse...

Que excelente notícia! E, Lola, discordo totalmente do anônimo das 17:33, nunca é demais falar sobre o acontece com você. Fala sempre, você luta por todas nós, merece o nosso apoio.

Att,
Marcia.

Anônimo disse...

"Esse cara me dá um tesão desgraçado. Não sei o que é — tá, ele não é um ogro —; se é o olhar decidido, o nariz, os lábios, não sei! Nessas noites de frio que vem fazendo eu fico debaixo das cobertas e, como diria o Henfil, peco demais"

Laerte é muito delirado mesmo, olhar decidido onde? Esse Reinaldo tem o maior olhar lânguido, olho de peixe morto. Sem falar do nariz horroroso e a boca negativa... Talvez o que desperta o interesse sexual do Laerte é o fato dele ser branco. Mas vou ter que concordar com a paráfrase do Henfil, se masturbar pensando em um troço ridículo, patético e asqueroso desses realmente deve ser um pecado. Que nojo!

Anônimo disse...

Acho que tá passando da hora dos progressistas se unirem de vez contra a ameaça mascu. Vejo ali e aqui ações isoladas, mas nada de um movimento organizado contra os haters. Pode acreditar que o mesmo que ataca feministas está atacando esquerdistas ou qualquer um que se oponha às ideias deles.

Em vez disso ficam nessa briguinha de esquerda combativa vs cirandeiros, petistas e pós-modernos e blablabla. Perdem tempo atacando entre si ao invés de se defender dos calhordas que os atacam.

Anônimo disse...

Sou sua fã, lola!!!
E da laerte tb. Força pra vcs! "Tamo juntxs!!!"

Anônimo disse...

"Perdem tempo atacando entre si ao invés de se defender dos calhordas que os atacam."

E depois comemoram as estrelinhas que ganharam por serem melhores que os amiguinhos enquanto o barco afunda.