segunda-feira, 9 de novembro de 2015

NUNCA FALE DA SUA VIDA SEXUAL PASSADA COM OUTRO HOMEM

Alguns comentários que valem a pena no post da moça que ficou muito mal depois que o namorado francês terminou com ela pois, antes dele, ela tinha tido parceiros sexuais demais (oito aos 30 anos -- sim, sério!).

"A primeira coisa que pensei: ainda bem que é ex!
Nossa, passou álcool gel no computador depois disso? Rodou um antivírus? Vai que misoginia pode infectar virtualmente. Melhor se precaver.
Agora, fica a lição: por favor, não faça mais coisas para agradar homem nenhum, ever, jamais. 
Não transe para agradar, não se comporte para agradar, não se vista para agradar, não gaste seu dinheiro para agradar. Você tem que viver PARA VOCÊ. Não importa se o cara é legal ou não, você não tem obrigação de se sacrificar POR NINGUÉM.
Compre as lingeries porque você gostou, porque sobrou um dinheirinho, faça uma viagem porque você quer conhecer o lugar e vai valer a pena. Esqueça essa história de 'agradar homem'. 
As suas motivações na vida não devem servir para agradar outra pessoa (e aí já estendo a questão, não adianta viver para atender as expectativas dos outros, não somente as dos homens). Por favor, pense a respeito. comece a pensar melhor no que te motiva a fazer as coisas, se vc faria mesmo que a pessoa X não existisse.
Sei que é difícil a gente entender que a opinião que os outros têm de nós não significa nada. O que os outros vão pensar de vc está fora do seu controle, mas a maneira com a qual vc lida com isso está ao seu alcance. Vc não precisa absorver todo esse veneno. Você não MERECE isso. Você é adulta, vive a sua vida e não deve prestar contas a NINGUÉM, muito menos a um misógino transatlântico.
Tô te mandando um abraço bem aconchegante, espero que vc entenda que não tem problema nenhum em transar com quantas pessoas for (inclusive se for zero). Respeite o seu tempo de lidar com essa traição de confiança, mas saiba que vc não fez absolutamente nada de errado. Será que é justo você se sentir tão mal por ter tido a ousadia de viver a sua vida?
Pense pelo lado bom: você descobriu que o francês é um bosta sem precisar se abalar até a França para isso. Economizou grana, tempo, esforço. Esse bostinha provavelmente manda muito mal na cama, não deve nem saber desenhar um clitóris...
Vc pode ter tomado um baque, mas se livrou de um machistinha. Espero que, a partir de agora, vc se coloque no centro das suas decisões (não de forma 100% egoísta, mas sim, um pouquinho egoísta, sim).
Tudo de melhor para você!" (Mirella)

"Pois já me aconteceu algo parecido, bem menos intenso, mais igualmente estarrecedor. Eu já tinha 40 anos, era divorciada, e, bem, aproveitei bem meus anos de solteirice. Um namorado novo, aparentemente muito aberto, bom de cama (muito bom!) insistia e insistia em saber do meu passado sexual. Quando eu contei, a reação foi horrível, ele ficou afastado de mim algo tipo uma semana, e, quando voltou, o tema virou o preferido para ser motivo de discussão. Um porre.
Quando contei o ocorrido ao meu psiquiatra, um homem de uns 40 anos também, de mente aberta (aparentemente), que tinha me ajudado muito em várias questões, ele me perguntou quando eu ia me decidir a entrar para o mundo adulto. Eu disse na hora: 'Se o mundo adulto significa hipocrisia, nunca.' Mas olha, com o passar do tempo, e a repetição da história, cheguei à conclusão: NUNCA FALE DE SUA VIDA SEXUAL PASSADA COM OUTRO HOMEM. 
Pai, você está vivendo no passado!
Este é o século 14!
Por mais aberto que ele pareça. Não precisa mentir, apenas diga que é uma questão privada, e PONTO. Sério, meninas, os caras são inseguros, o feminismo precisa avançar muito ainda e ensinar aos homens a serem mais seguros nessa área. Por enquanto, o tema é espinhoso e só nos traz desvantagens. 
Se eu estiver sendo machista, desculpem, me corrijam, e, sobretudo, vocês que são mais jovens, corrijam o mundo. Quero muito um mundo melhor para a minha filha." (Anônima)

"Olá Lola, eu me chamo Luis e gostaria apenas de te dizer uma coisa: Obrigado por tudo que tens feito por mim sem sequer o saberes. Graças a ti eu mudei meu jeito de pensar e a cada dia tenho esperanças de que um dia o mundo será igual para todos. 
Pela minha falta de sorte nasci no continente mais machista do mundo, onde mulheres e homens todos são machistas. Fico triste com esta situação. As mulheres daqui (vivo na Guiné Bissau) desde crianças são educadas a servir os maridos a saberem fazer todo o tipo de trabalho. Já os rapazes daqui nem sequer podem chegar perto da cozinha que são chamados de viados. 
Eu mesmo um dia quase briguei com a minha prima porque ela disse que uma menina não pode levar o namorado para transar em casa e que só um menino é que pode fazer isso porque ele é homem e os homens é que mandam, porque nenhum pai vai aceitar para a filha dele ser (me desculpa pela expressão) 'fodida' em casa mas caso seja um menino o pai terá orgulho. 
Eu refutei e disse para que ela pare de usar essa expressão ser 'fodida', pois no sexo vocês se fodem um ao outro, e que esse pensamento dela é muito machista. Logo ela ficou furiosa a dizer que machismo não existe e que a mulher nasceu para isso (servir o marido) pois os homens são fortes e eles é que mandam. Fiquei desapontado com o que ela falou e ela começou a me chamar de viado só por defender as mulheres e os seus direitos. 
Infelizmente o machismo está longe de acabar na África por causa da religião muçulmana e cristã principalmente. Não sei se pelo facto de eu ser gay (embora não sou assumido e estou longe de me assumir por medo de morrer) e nunca ter me identificado com a realidade de cám mas hoje em dia tenho orgulho de ser um homem feminista. Continua assim, Lola, o teu blog está mudando vidas." (Luis)

96 comentários:

Si disse...

Pela minha falta de sorte nasci no continente mais machista do mundo, onde mulheres e homens todos são machistas. Fico triste com esta situação. [...] Eu mesmo um dia quase briguei com a minha prima porque ela disse que"

Africano falando mal da África (mais um esteriótipo, como se os países europeus fossem muito melhores); homem ensinado igualdade pra mulher. Sinto muito, mas continuo achando que foi trollagem.

Anônimo disse...

Depois de namorar 2 anos e meio com um cara, estavamos conversando e eu disse pra ele "se tivesse como eu teria te dado na primeira noite que a gente saiu". Ele fez uma cara de nojo e disse "sério?? nossa.. não sabia que você era assim".
Daí eu percebi que passamos anos nos relacionando com a ideia q faziamos um do outro, eu especialmente, achando q ele não era um total babaca.

B. disse...

Si, continua achando que a África é maravilhosa e feminista e que não existe mulher machista.

Si disse...

Eu não acho isso não, B.
Aliás, sempre gosto dos seus comentários. Nesse caso aí, estou falando mesmo é de reforçar esterótipos e de como desconfio disso.

Kal da Casa de El disse...

"Não transe para agradar, não se comporte para agradar, não se vista para agradar, não gaste seu dinheiro para agradar. Você tem que viver PARA VOCÊ. Não importa se o cara/mina é legal ou não, você não tem obrigação de se sacrificar POR NINGUÉM."

Isso a meu ver é um ótimo conselho para se dar para qualquer um, menino, menina, homem, mulher de qualquer orientação sexual ou identidade de gênero. Ame a si mesmo em primeiro lugar, pessoas confiantes são muito mais interessantes e atraentes, tem muito mais chance de serem felizes sozinhas ou acompanhadas e não devem nada á ninguém.

Anônimo disse...

Fica difícil dizer "machistas não passarão" e depois ir para cama com um homem.

Anônimo disse...

Deja vu, ou as duas histórias já saíram nesse blog antes? A do ogro francês e a do leitor de Guiné-Bissau?

Anônimo disse...

Anônimo das 14:07 ninguém vai pra cama com você e quando vai não é com você mas com a ideia errada da natureza da sua pessoa e você sabe disso.
Não desconta na gente não ok?

Anônimo disse...

"Pela minha falta de sorte nasci no continente mais machista do mundo, onde mulheres e homens todos são machistas."

já ouviu falar em Oriente médio? Africa? La eles cortam clitóris de meninas e não existem feministas declaradas, elas não se atreveriam.

Anônimo disse...

Já ouviu falar em saber ler?
O cara é da África criatura!

Anônimo disse...

Sim existem feministas declaradas e corajosas. Talvez pela coragem que necessitam ter, elas sejam menos ingênuas e não saiam por aí dizendo coisas deste tipo: "já ouviu falar em Oriente médio? Africa? La eles cortam clitóris de meninas e não existem feministas declaradas, elas não se atreveriam."

Anônimo disse...

"Não transe para agradar, não se comporte para agradar, não se vista para agradar, não gaste seu dinheiro para agradar."

Eu pensei que transar com alguém fosse uma troca, tipo eu agradar a pessoa e a pessoa me agradar.
Acho que tava errada, o certo e declarar guerra ao zomi e me castrar, ou então apertar um interruptor e deixar de sentir atração pro homem. (Nem dá, decupaê :/ )

Anônimo disse...

http://mulher.uol.com.br/comportamento/noticias/bbc/2015/11/09/18-anos-a-idade-mais-perigosa-para-mulheres-no-brasil.htm
Com esse tipo de notícia no jornal de hoje e a gente acusando a África de ser o lugar mais machista do mundo.

Anônimo disse...

Desculpa, mas o mundo não tem apenas os continentes africano e europeu, há outros tb. Não é pq um africano está falando de algo ruim de seu continente que signifique que seja racismo ou mania de enaltecer a Europa.
Se fosse assim, não teria sentido a gente falar dos problemas do nosso continente americano, especificamente o Brasil. Menos, por favor.
Entendo o que Sil quis dizer, mas quem sofre com síndrome do vira-lata é o povo brasileiro e não sei se há algo do tipo em outros países.
Duvido que seja trollagem já que o guineense relatou situações que nunca vi no Brasil como essa de xingar de viado, o homem que se aproxima da cozinha e da moça que acha que machismo não existe, por exemplo.
O brasileiro comum pensa de forma semelhante, mas a esse ponto. Aqui é menos pior.

Anônimo disse...

14:19
http://www.planobrazil.com/estupro-e-canibalismo-os-horrores-da-guerra-no-sudao-do-sul/

Anônimo disse...

14:45, o Brasil não está em guerra (?), mas ainda assim, vc acha que o que acontece aqui é menos pior?

André disse...

Ou nunca fale ou fale logo no começo e observe bem a reação.

B. disse...

Aqui, no Brasil, ja vi homem sendo chamado de "viado" e "mulherzinha" ao fazer tarefas domésticas e já vi mulher burra achando que machismo não existe. Vamos cair na realidade.

Andréia disse...

"NUNCA FALE DA SUA VIDA SEXUAL PASSADA COM OUTRO HOMEM"

A não ser que vc queira continuar se relacionando com um bosta, FALE sim, mas FALE mesmo!
Pra mim, funciona como um excelente radar de trouxa. Se o cara não for capaz de lidar com isso, não serve pra você.

Anônimo disse...

Então eu posso falar de todas as mulheres que eu levei para a cama ?

Anônimo disse...

Por acaso a pessoa é obrigada a gostar do lugar onde nasceu?

Se ele já está esclarecido quanto ao machismo, está agindo muito bem em ensiná-la. Nem toda feminista vive nesse seu clubismo de que mulher só pode aprender com mulher.

Anônimo disse...

Não sou obrigada a ser lésbica nem assexuada. A gente escolhe e educa se necessário. Estou muito feliz com meu namorado.

Anônimo disse...

Bobagem, nao sendo o ultimo ta bom!

Mirella disse...

anon das 14:16, acho que você não entendeu meu comentário. Você leu a história da moça? Que ela iria para frança só para conhecer o fulano, que todas as atitudes dela eram guiadas pelo cara e não pelas vontades dela?

"Sempre tentava mostrar a ele como ele era desejado(...)
Me sinto tão mal, eu gostava tanto dele e iria gastar a grana que não tinha só para ficar com ele em Paris. Eu já tinha comprado roupas para agradá-lo, iria fazer de tudo para agradá-lo"

Ela ficava lá, inflando o ego dele, ia viajar mesmo sem $ por causa dele, tinha comprado roupa para agradar. Nada pensando nela, só nele. Tem troca aí, por acaso?

Só por eu ter sugerido que as motivações da vida dela sejam ela mesma, eu tô "declarando guerra aos homens"? Parece que vc tá projetando no que eu disse a ideia que você tem do feminismo e né, nem dá, desculpaê.

Mila disse...

A maioria dos africanos que eu conheci evitavam falar mal de seus países ou continentes, exceto um sul africano que falava sobre o apartheid de maneira mais lúcida (mas isso era dentro de uma aula de Relações Internacionais da África) e de forma nenhuma suas críticas eram complexo de vira-latas, como é bem comum por aqui. Sendo trollagem ou não, sabemos que os países da África não são exatamente convidativos à mulheres e homossexuais. Mesmo na África do Sul, país de BRICS e um dos mais desenvolvidos da África, mulheres (negras) têm mais chance de seres estupradas que aprender a ler e a escrever e o estupro corretivo à lésbicas é uma realidade. A meu ver, apontar isso não é racismo, mas acho exagero a galera falar tanto do machismo do islã e a ameaça do Islã no Brasil, qndo frutos da mesma árvore aqui no Brasil ocupam cargos políticos e legislam contra as liberdades individuais, essa é uma realidade bem material que uma potencial chegada de refugiados islâmicos.

Como filha de uma mãe razoavelmente conservadora, as coisas que aprendi sobre sexo foram durante papo com amigas. É muito raro falar disso com homens heterossexuais, eles gostam de se enaltecer e falar sobre si próprios, dificilmente conseguem conversar de maneira franca e sem julgar a outra parte. Fora o risco de interpretar como "safadinha, está me dando mole". Como a maioria trata do tema com muita imaturidade é melhor nem comentar.

Mirella disse...

anon das 15:19

sua reclamação foi devidamente arquivada no Departamento da Promoção Homossexual da Ditadura Lesbiquista e Gayzista.

Uma agente sapatizadora da DLG irá aparecer na sua residência para entrevistá-la a respeito das suas tendências heterossexualistas e posteriormente a senhora será encaminhada para a Unidade de Conversão Fancha mais próxima.

Atenciosamente,


Alguém que não tem mais paciência para quem acha que tem alguém te obrigando a ser lésbica.

Anônimo disse...

Lavou tá nova!

Anônimo disse...

A mulher na nossa sociedade é um objeto como um carro por isso quanto o homem mais "consome" mais status ele tem. A mulher na posição patriarcal fica como um mero objeto que é usada e não usa por isso que eles teimam que somos rodadas,comíveis.

Já eles se pegarem muitas serão os tops pq nós somo vistas como objetos que se usa e joga fora, já o homem é visto como uma pessoa normal. Por isso se dá tanto valor a virgindade, o objeto não foi usado.

Anônimo disse...

eu tenho a impressão de já ter lido esse post...

Anônimo disse...

Em países mulçumanos , quase não tem variação de religião você É MULÇUMANO E ACABOU.
nesses países é difícil ou melhor impossível ter uma igreja por exemplo, mas se formos em países laicos iremos encontrar mesquitas. Eles são bastante intolerantes com outras culturas, eles não gostam de ocidentais, não pensem que o que falo é exagero é bem sério!

Anônimo disse...

Por isso que eu falei ontem sobre o que podemos fazer pra mudar isso, pois eles estão na Europa e sabemos que não é difícil retroceder. Se os países mulçumanos estão na lista de piores pra mulher viver não é atoa!!!

Anônimo disse...

Há uns tempos atrás eu vi que na África a aids era grande, pq as pessoas transavam sem camisinha, as mulheres pareciam ter liberdade pra ir ali e transar, parece que as mulheres lá tem vários parceiros.

Anônimo disse...

Quando uma religião passa a legislar sobre um país e estar acima dos tratados internacionais de direitos humanos que proibem essas atrocidades é porque essa religião é intolerante. Uma religião deve respeitar o direito do ser humano.

Isso aí é doutrina de homens, e não podemos permitir doutrina de homens.

Anônimo disse...

É fácil um homem escrever um livro e dizer que a mulher tem que usar véu e ele pode ter 4 esposas. O que não entendo é os bestas acreditarem nisso!

Anônimo disse...

Mano, islamofobia é diferente de ver a verdade. Os países muçulmanos geralmente são muito intolerantes com tudo. Com judeus,cristão ou ateus pq ou vc é muçulmano lá ou é perseguido. Falando da mulher é uma coisa mais complicada ainda. existem alguns países onde o aborto é proibido mas os índices são altíssimos pq muitas famílias hipócritas abortam quando descobrem que o feto é feminino.No catar, por exemplo, só 25% da população é de mulheres e quando eu soube disso fiquei encucada com uma coisa: será que os habitantes de lá são estrangeiros ou nativos?pq é quase impossível manter uma sociedade com 25% de mulheres.
É por motivos assim que o avanço muçulmano por aqui me assusta, mesmo sabendo que nem todos são assim Ex: malala e sua família, o pai dela cuidava e trabalhava em uma escola para meninas!

Mila disse...

16:13, não tome como verdade. A África é um dos continentes mais conservadores e onde a vida sexual das mulheres é mais vigiada e castrada (vide a mutilação clitoriana). Uma vez vi num documentário que tratava sobre o assunto que os avanços da AIDS na África e no Leste Europeu - SIM. Às portas da civilizada Europa temos um crescimento alarmante da AIDS (e também do tráfico de seres humanos) se devem a fatores e circunstancias sociais e econômicas. Entre elas estão a precariedade do sistema de saúde, onde, não raro, há ausência de materiais descartáveis, o preço de medicamentos anti-retrovirais; o fato de vários países estarem em guerra, dificultando o acesso à educação e à saúde, sobretudo no interior, assim como a ocorrência de sequestros e estupros em massa; não vamos esquecer que boa parte da África tem a prevalência de religiões islâmicas e que boa parte dos países possuem presença de cristãos conservadores que proíbem o uso de métodos contraceptivos; em alguns lugares (África do Sul é um exemplo) acredita-se que transar (leia-se estuprar) com uma mulher virgem elimina o vírus da AIDS. Há um milhão de motivos, inclusive teorias conspiratórias que o continente africano foi (é) um laboratório a céu aberto da indústria farmacêutica, mas nunca vi citarem a promiscuidade da mulher africana como um deles.

Anônimo disse...

Mas eu vi foi num documentário, onde as mulheres saiam pra se divertir etc...
Também não podemos falar da África toda como um país, assim como a Ámerica Latina é diferente.


Eu sei que essas histórias de mutilação existem ainda e estão lutando para banir já conseguiram em alguns países, mas não duvido eles fazerem isso escondido.

Zero disse...

nunca fale muita intimidade pra ninguém, independente do que ou quem. porque muita gente usa coisas pessoais contra a própria pessoa depois, como um julgamento.

"não dá pra anular a atração por homens" - claro que dá. o mesmo vale pra homens.

não somos meros animais, temos poder de controlar nossos instintos sim, o problema que ninguém quer.

reduzir isso a "tem que virar lésbica" é um enorme equivoco, em todos os sentidos.

ninguém é obrigado a se relacionar com ninguém, o problema é que as pessoas buscam demais a felicidade no outro, só que o outro também está fazendo o mesmo. busque felicidade em si mesmo, antes de procurar alguém, porque sem isso serão sempre insatisfeitos e trocando de parceiros em busca de um preencher de vazio utópico.

sei que desviei um pouco do foco principal, mas achei valido comentar.

Anônimo disse...

não se enganem até no candomblé tem machismo.

Segundo os mitos africanos a luta pela supremacia entre os sexos é constante, estando simbolizada na igbá-odu (cabaça da criação), já que o orixá Odudua, princípio feminino de onde tudo se cria – representação coletiva das Iyá-mi (mães ancestrais) – é a metade inferior da cabaça, e Obatalá ou Oxalá, principio masculino, a metade superior.

Anônimo disse...

"... porque ela disse que uma menina não pode levar o namorado para transar em casa...
Pra mim isso é falta de respeito, na minha casa nem homem,nem mulher ficava levando namorado pra transar em casa.Ninguém merece ficar ouvindo gemidos dos outros...
Taty

Anônimo disse...

Até nas mitologias "Pandora, a primeira mulher, é instrumento da vingança de Zeus, sendo a portadora de uma caixa onde se concentravam todos os males que assolam a humanidade, Pandora abre a caixa e espalha todos os males do mundo. Qualquer coincidência com a biblia e Eva não é mera coincidência."

Anônimo disse...

Hey lammar está sendo homenageada pelo google hoje!
pra quem não sabe ela era uma atriz que inventou wifi

Anônimo disse...

"14:45, o Brasil não está em guerra (?), mas ainda assim, vc acha que o que acontece aqui é menos pior?"

pena que não está, seria maravilhoso ver esse monte de ómi valente morrendo na guerra (a única coisa pra que servem)

Anônimo disse...

Quwe nada anônima eles são uns covardes olha esses sírios fugindo a maioria é homem com idade militar, fugindo da guerra, na hora de ser macho com mulher é fácil quero ver ser macho com homem. Bancar o valentão com mulher é legal né, covardes nojentos!

Raven Deschain disse...

Não achei que o comentário do Luis tenha sido vira-lata. Ele constatou algo que vê todos os dias.

Se eu disser que Curitiba é racista não estou sendo "anti-patriota" nem reforçando estereótipos.

Tou falando o que qualquer um que preste atenção é capaz de constatar.

Anônimo disse...

Machismo é covardia pura e falta de caráter, fazer esse tipo de atrocidade como mutilar mulher, estuprar. E ainda tem os covardes do computador que dizem que não fazem isso mas é só por falta de oportunidade...

Zero disse...

tu pensou na possibilidade de ser com outra mulher ou nem ?

acho engraçado isso, aqui tem mais feministas pró-sexo (tanto hetero quanto homo) aí tu ainda tá nessa do "mal-comida" ? depois se ninguém considerar tua opinião não adianta reclamar....

Mila disse...

16:39. Sob esse prisma, essa abordagem não se aplica só à África, mas a todos os grandes centros, onde se há, relativamente, mais liberdade sexual. Só q em países em conflito e outros problemas q eu listei a disseminação de doenças é mais determinante q liberdade sexual em si.

Vicky_ disse...

Na verdade, todas essas bagaças esotéricas dizem o mesmo: há o princípio masculino, fica na parte superior, é forte, luminoso, azulão, pai de tudo, manda chuva e o diabo a quatro, e o princípio feminino, rosinha, maternal, cuidador, escondido.
E TODOS, sem exceção, dizem que isso não quer dizer que somos inferiores, apenas princípios diferentes e "necessários para o funcionamento do universo", inclusive maços.

Não aguento mais essa merda, isso por que não fale para vocês os rituais de ordens iniciáticas, ia dar umas 12 páginas. Aff (Em rituais de orgias a mulher deve sempre ficar em baixo e sempre ser casais heterossexuais)

E é um festival de hipocrisia: Pessoas que lecionam sexo tantrico concordam que quase 100% do que rola em filmes pornos é sugador de energia(chakras) e pouco ativador de pontos de prazer, mas conheço uma penca de que caras que sabem de sexo tantrico, mas adoram filme porno e querem que a esposa/namorada faça aquelas porcarias.

Zero disse...

Vicky, a solução está em ficar consigo mesmo. kkk


mas serio, pra mim, não existe libertação maior do que não depender de ninguém física ou emocionalmente. (isso pra mim, é muito subjetivo, cada um sabe de si)

Anônimo disse...

conheço poucas pessoas que sabem do sexo tantrico eu nem sei só ouço falar...

Fernanda disse...

Tenho uma ideia melhor: falemos, falemos cada vez mais, com muita sinceridade. Se algum babaca não gostar, melhor, já descobrimos mais rápido com quem estamos lidando, e perdemos menos tempo com quem não merece atenção. Menos chances de sermos enganadas, achando que um idiota pode ser um cara legal.

Anônimo disse...

Como essa 'sil' é alienada, tacanha, preconceituosa e imbecil. No final das contas ela mesma reforçou esterótipos. Para essa criatura ninguém mais pode falar da realidade do próprio lugar onde vive que essa criatura em seus devaneios logo acusa de estar 'enaltecendo a Europa' e mais bizarro ainda, a criatura acusa de ser 'racista'. Como falaram, essa criatura se limita em um 'clubinhho' onde todas as mulheres são feministas e acha que o resto do mundo é assim, inclusive na África.

Não se fala de vida sexual com 'amigas' mulheres que sejam machistas porque elas podem também criticar e condenar.

Esses machistas costumam criticar mulheres em tudo, se uma mulher chegar virgem aos 30 anos eles tbm criticam e falam que é 'esquisita' ou coisa do tipo. Aliás esses machistas vivem agredindo mulheres que tentam agradá-los e correndo atrás de mulheres que não querem nada como com eles. Não tem como levar esses sujeitos a sério. Ao identificou os abusos, é melhor cair fora logo e ficar longe desses encrenqueiros.

Anônimo disse...

Homens e o eterno medo de serem cornos. Na cabeça machista de muitos deles, se a mulher teve muitos parceiros antes há uma chance maior dela meter um belo chifre ou um pé na bunda, pois ela tem uma vasta experiência em relacionamentos e sabe quando o cara é abusivo, ruim de cama, egoísta e tende a tolerar menos o machinho folgado.

Anônimo disse...

Fábio tá de volta? Poxa, logo agora que o nivel da caixa de comentários tava ficando mais inteligente. O mingau da mamãe deve tá em falta.

Zero disse...

mulheres transando não se movimentam ? é, tu é expert mesmo. não vou desvirtuar o post perdendo tempo com isto.

mas se achas que o "problema" das feministas é falta de orgasmo, devias saber que o mesmo não depende de homem pra ocorrer...

era isso que eu me referia, e não da imagem em si.

Jose Gilmar disse...

Vou contar uma coisa pra vocês! Temos fama de ser uns pegadores, uns comilões, de ter experiências 1.000 com mulheres de todo tipo, mas a realidade mesmo é uma miséria! Claro que é por culpa de nós mesmos, culpa por não termos inteligência ou mesmo capacidade mental para nos livrarmos dessa "colonização" de nossas cabeças! Hoje em dia virou moda admitir que o machismo prejudica também, um pouco, os homens! Pois eu digo que o pior mal que o machismo faz conosco é esse: sequestrar nossa mente de forma que não conseguimos ver uma saída diferente! Hoje em dia, com 44 anos de idade eu penso assim mas já fui um moleque medroso ao extremo. Porque o homem tem medo dos ex-parceiros de sua mulher, de sua namorada? Se ela já teve 10, 100 ou 1.000 parceiros, o que deveria importar se no momento atual ela gosta mesmo é dele? Porque aí somos confrontados com algo muito profundo. Nós somos o macho! Nós devemos conduzir e devemos dizer o que é gostoso no sexo e ponto. Então, quando deparamo-nos com uma mulher que já teve mais parceiros que nós, toda essa construção de palha cai com um simples assopro.! E, em vez de curtir o sexo gostoso com uma mulher que poderia até mesmo nos ensinar coisas boas, e que naquele momento está conosco deixando para trás todos seus 100 ex-amantes, desperdiçamos essa oportunidade e fazemos mais burradas. Temos sempre de estar em um "plano superior" não aceitando a igualdade. Se fossemos iguais poderíamos curtir maravilhosamente o momento! Se! Roberto da Matta escreveu um texto muito legal sobre isso,"Tem pente aí?" e tem uma historinha trágica ao final desse ensaio: a do rapaz que na noite de núpcias descobre que sua amada é na verdade, uma mulher experiente, que o recebe na cama, na primeira noite, de pernas abertas ao contrário do que pensava ser uma esposa pudica! Qual a saída que esse rapaz encontrou a essa revelação em sua primeira noite de casado?( isso na década de 50 tá pessoal?) Se suicidar pulando da janela do hotel! é esse infelizmente o ponto que podemos chegar com essa caixa onde estamos presos!

Anônimo disse...

O preconceito é uma forma de auto defesa.Cada macaco no seu galho

Anônimo disse...

Anon das 21:19 mulheres dão à luz então você não tem direito de viver. Ainda mais um lixo como você, cheio de ódio, ignorante, fedorento, broxa, pega ninguém que nem a própria mãe suporta.

Anônimo disse...

O melhor é mentir sobre o passado sexual.
Se vcs disserem pro cara que não diz respeito a ele seu passado, ai sim que ele vai ficar doido pra descobrir.

Homem nenhum gosta de casar com ex-prostitutas por exemplo. Nem o Jonas, quando ele disse a pérola "prefiro casar com uma ex-prostituta do que com uma mulher machista". Mentira! Ele pode preferir comer a ex-prostituta, mas não casar.

A única solução no caso é sim, mentir. Dizer que ele foi o segundo homem da sua vida, por ex.

E olha que estou dando um conselho sincero. Sou homem.

Anônimo disse...

Sou o anon das 21:53, gostaria de complementar falando que essa é a melhor opção para a mulher manter o relacionamento. Não sei se isso faria muito mal psicologicamente para a mulher no longo prazo, de guardar um segredo desses do marido por tanto tempo, mas se quiser realmente manter o relacionamento, com certeza o melhor seria mentir.

Are disse...

Anônimo xingando e ofendendo comentarista porque diverge da opinião está liberado?

Anônimo disse...

Anon das 21:57, mentir pra que? Pra satisfazer o ego de babacas inseguros como você que tem medinho de uma mulher segura de si e bem resolvida? Ninguem tem culpa de você ter no meio das pernas um trocinho bem mixuruca que não presta pra nada.

Luís disse...

Si eu ñ estou a enaltecer a Europa só estou a contar a realidade de cá ...Existem garotas aqui que vivem a sua a sua liberdade sexual mas todas sao chamadas de (perdão ) putas só por serem assim muitas até são expulsas de casa pk segundo os pais elas estão a manchar o nome da família ....tem uma menina cá no meu bairro chamada aissatu ..ela só tem um namorado ( o augusto) toda a hora ela vai a casa dele para estarem juntos. ...um dia ela saiu com ele ...mas tambm o irmão mais novo dela saiu tambm. ..e ambos voltaram tarde pra casa o pai a bateu mas sequer encostou um dedo no irmão e quando ela perguntou ao pai o pkê dele n ter batido o irmão ele diz q pk ele é homem. .é natural ...mas mesmo assim a aissatu com todas essas dificuldades ela é a garota (segundo eu) mais livre no meu bairro pk ela tenta viver da forma q quiser mesmo as pessoas a insultando todos os dias ....eu ñ sei se tou exagerando mas se eu gosse contar o nmro de mulheres feministas q eu conheço só diria uma a inês ...ela sim q desde já garante que jamais deixará q algm venha com machismo ou desigualdade de genero na frente dela mesmo na escola ela discute com muitas das suas amigas sobre o machismo ....uma vez tava num toca toca e uma senhora tava a falar de uma mulher pk ela ñ cozinhava e nem cuidava da casa e eu intervi perguntando se essa mulher ñ tinha emprego ela me responde q sim mas q ao sair do emprego ela deveria arrumar a casa e cozinhar e eu perguntei lhe pk q o marido ñ podia fazer o mesmo todos q estavam no carro me encararam surpresos ..e a senhora logo respondeu q o homem ñ podia fazer isso pk ñ é o papel dele e eu respondi logo "ahh e depois dizem q querem igualdade " e ela diz " a unica igualdade q nós queremos é de poder estudar e trabalhar como vcs e isto nós já temos " por incrível que pareça até nos trabalhos cá há trabalho para homem e há o da mulher...eu por exemplo já cansei de ser chamado de maricas (é a mesma coisa q viado) pk na escola sempre prefiro fazer qualquer trabalho q seja com uma mulher pk pra começar quando faço cm um amigo meu quase eu é q faço o trabalho inteiro e tambm quando discuto com algm e essa pessoa começar a me insultar simplesmente ignoro ...se eu ignorar uma mulher aí é o pior as vezes as próprias meninas é q perguntam se eu tou a deixar uma mulher falar comigo assim...o machismo cá no meu país manifesta-se de várias formas e é algo naturalizado é por isso que muitos cá dizem q ele n existe ...Ele prejudica até os próprios homens pk muitos já perderam a vida em coisas simples como discussões q evoluem para brigas e essas brigas sempre acabam em morte ...tudo isso pra provarem (é uma expressão em crioulo) "si machundade"

Luís disse...

Ahh e esqueci de dizer q aqui é normal homem bater em mulher

Anônimo disse...

Mirella, sou a anon das 15:19

Escrevi em resposta a isso: "Fica difícil dizer "machistas não passarão" e depois ir para cama com um homem."

Mais de uma vez já vi o discurso pró-amor entre mulheres, clamando que mulheres bi escolham outras mulheres. Não estou falando nada do tipo "ditadura gay", mas já vi mais de uma vez feministas com esse pensamento, de quer se relacionar com homens/ser penetrada é "trair o movimento". Se você nunca viu isso, entre em grupos radfem do face.

Anônimo disse...

Olha, eu só queria ajudar.
Claro que a opção de falar a verdade é melhor do ponto de vista ético e da mulher segura de si.
Eu só falei para o caso de a mulher não querer terminar o relacionamento. Ai depende de cada uma achar se vale a pena pra ela.

Anônimo disse...

Conte-me mais sobre sua enoooooorme e vasta experiência em relacionamentos com bonecas infláveis, meu caro mascuzinho punheteiro e frequentador de blogs fracassados misóginos.

Anônimo disse...

Ok, então tentem falar assim pra eles: "- minha vida sexual passada só diz respeito a mim."

Será interessante analisarmos o resultado. Postem aqui depois por favor...

fernanda melo disse...

Meu mas se não da pra ter um relacionamento sincero eu acho que nem vale a pena então.

Anônimo disse...

Onde estava o Zero nos últimos posts sobre os ataques a Lola?
Não vi um só comentário de apoio!
E agora começou de novo: EU ACHO ISSO, EU ACHO AQUILO. ...
Que saco!

Mila disse...

16:39, a liberdade sexual sem responsabilidade é um problema de grandes centros e não só da África. Só que lá a AIDS não se manifesta apenas nos grandes centros, o que cai por terra a única hipótese de transmissão por causa da liberdade sexual. Fica mais difícil conter a doença quando não há meios de combater sua transmissão (seja por motivos materiais ou motivos morais), assim quando há falta de informação.

Cão do Mato disse...

Notícia interessante hoje no site do BOL...http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2015/11/10/campanha-primeiroassedio-expoe-de-tabu-de-violencia-sexual-contra-meninos.htm

Anônimo disse...

Estou ficando assustado! De repente descobri que todas mulheres perto de mim viraram feministas! Na verdade sempre desconfiei que minha avó de 80 anos fosse feminista, contra vontade de todo mundo ganhava seu dinheiro e nunca dependeu de meu avô. Minha mãe também. Minha irmã então...vixi... Pois é acho que não sou machista mas sou homem e estou sendo policiado..monitorado..por minha irmã diariamente! tudo que falo ela: isso é machismo! Ela disse que está destruindo meu machismo! Só fico preocupado deu ser destruido junto!

Anônimo disse...

Realmente, foram poucos os comentaristas frequentes que eu vi apoiando a Lola.
O Zero nem deu as caras aqueles dias

Anônimo disse...

Anon das 10:13, se o Zero postasse dando apoio a Lola reclamariam do mesmo jeito, não tenha dúvida. Tem uma galera aqui, ou uma pessoa, que adora perseguí-lo.

Anônimo disse...

São 2 verdades:
- tem gente que gosta de perseguir o Zero
- ele é muito auto centrado (vive querendo dizer o que ele acha disso ou daquilo) e não apoiou a Lola

Anônimo disse...

Deixem o Zero em paz.

Anônimo disse...

Não consigo entender a permissividade com tantos comentários sujos, violentos e destilando ódio!

Tem comentário aqui com o cara alegando almejar se tornar membro do Estado Islamico para assassinar mulheres!

Tem outros simplismente boçais!

Outros grandes blogs e a grande imprensa selecionam e não publicam posts de ódio!

Lola sua tática ao deixar esses comentários é expor o quanto de atrasados e doentes tem por aí? Vamos lembrar que apenas um desses doentes podem fazer N posts e comentários nas mais diversas redes vomitando suas asneiras e perturbando gente bem intencionada!

Anônimo disse...

Fernanda,

Eu entendo e na verdade concordo com vc.
Mas no caso, acredito que seja melhor responder a pergunta do cara com sinceridade, ao invés de dizer que não interessa a ele. Pois acho q ele ficaria a cada dia mais insistente.

Dizendo a verdade no início, você já saberá se ele é ou não machista. A única questão é que se o cara for sacana , ele pode se fingir de compreensivo só para ficar tendo sexo com a garota, e depois dar no pé e ir procurar uma virgem.

Refletindo mais sobre isso, me parece que o ideal seria: dizer logo de cara, se ele se assustar e fugir, azar o dele.
Mas se ele for "compreensivo", deve-se ter o cuidado de observar os detalhes: ele gosta de conhecer sua família, ou sempre enrola? Transa com vc e logo em seguida vai pra casa ou quer continuar junto? Etc.

Anônimo disse...

Anon das 10:11 é só você não se aferrar a essa noção doentia de masculinidade que temos hoje e não deixar que ela defina você. O que sua irmã quer tirar de você é essa violência, falta de respeito, julgamentos baseados em roupas e vida sexual, dois pesos e duas medidas sempre contra as mulheres.

Anônimo disse...

Só eu acho um saco essa centralização com o Zero aqui no blog? Todo comentário aparece gente brigando ou defendendo que nem um clubinho. Ele é um comentarista como qualquer outro, deixa ele comentar em paz! Quem fica reclamando que o post se redireciona para ele é o primeiro a citá-lo.

Zero disse...

nos dias dos ataques falei com a Lola via twitter, li os posts, só não comentei nada porque não tinha nada a acrescentar ao que já haviam dito. isso não significa que eu "apoie menos ou mais".

eu comento como qualquer outro aqui, e não quero ser nada além disso. quem cria discórdia em cima do que falo não sou eu. nenhum comentário meu ataca ou ofende ninguém.

se comento algo, nada mais obvio que dar a minha opinião, ou vocês fazem diferente disso ?

"segundo opinião de fulano, eu creio que..." não, não é assim.

creio que essas tentativas de semear "treta" aqui, sejam os mesmos trolls anônimos que estão sempre aqui.

Raven Deschain disse...

Pois é Zero. Até do nosso apoio querem satisfação.

Vá pra casa do caralho, bando de anônimo chato.

Manifestamos nosso apoio sem vcs verem porque não somos obrigadoa.

E continuem comentando.

Anônimo disse...

Deixem o zero em paz.

flavia santos disse...

Uma vez um ex queria saber que o pinto dele era o maior que eu já havia usado, e eu respondia que era enorme, gigante, aí, todas as vezes ele perguntava é grande mesmo? É o maior que vc já viu e eu dizia ultramegagigante (kkkk), aí um dia me encheu o saco e eu falei pra ele já vi pintos muito maiores e grossos. Hahahah passou um tempo terminamos. Não aguentava mais ficar enchendo o ego dele. Ah, mas realmente havia muitos muito maiores kkkkk

Anônimo disse...

O que mais me chocou foi o cara ser francês, a gente cria esse estereótipo de que franceses são mais abertos...

Aconteceu uma coisa parecida comigo quando tinha uns 20 anos. Tava começando a namorar um sujeito e ele ficava me chamando de fresca e debochando de mim porque eu não queria mão ali, mão aqui, mas na época a gente era duro, não tinha dinheiro nem carro pra namorar em paz, então nem tinha como, mas ele achava que era porque eu era "fresca".
Aí um belo dia a fresca resolveu fazer sexo oral nele, crente que estava agradando. Ele não gostou. Ficou falando que não ia poder me beijar mais naquele dia e que eu só deveria fazer essas coisas com meu futuro marido. E olha que antes eu que era a fresca...
Depois disso ele começou a me tratar mal, a gente ainda ficou algumas vezes, cheguei até a transar uma vez com ele e me arrependi muito porque além de ser muito ruim de cama, ele ainda estava mais insuportável a cada dia, então terminei de vez.

Moral da história: nada pra ele estava bom. Reclamava que eu era fria, fresca, mas quando viu que eu não era, também não gostou.
Hoje em dia corro de caras assim. Prefiro ficar meses sem transar do que transar com um babaca desses. E infelizmente existem muitos assim. É muita propaganda pra pouco divertimento, rsrs

raquel disse...

SIM! Tb vou continuar falando, dou pra quem eu quiser e se o cara que estiver comigo achar ruim, eh pq não eh pra estar comigo!

raquel disse...

SIM! Tb vou continuar falando, dou pra quem eu quiser e se o cara que estiver comigo achar ruim, eh pq não eh pra estar comigo!

clarissa disse...

Gente, bom senso, sempre! Parece que ter uma vida sexual passada pode desagradar o parceiro atual, acho que funciona para ambos os sexos... Eu não quero saber como e com quem meu marido transou, e acho que meu passado não é da conta dele... Imagina tu olhar pro cara e falar: "ah, meu bem, o fulano fazia assim com a língua e era ótimo, já o beltrano usava as mãos assim, vamos combinar as duas técnicas e tu fica perfeito?"
Ninguém fala isso em sã consciência... não é machismo, ´s bom senso, mesmo! A gente não tem que falar tudo... Tu não fala que a comida da tua mãe tá horrorosa, não diz pra amiga que a parede roxa ficou um fiasco, nem para a tua chefe que aquele salto não se usa mais desde 1999... Por que raios falaria do teu passado sexual??

Anônimo disse...

"Africano falando mal da África (mais um esteriótipo, como se os países europeus fossem muito melhores); homem ensinado igualdade pra mulher. Sinto muito, mas continuo achando que foi trollagem."

Precisa viajar mais, querida. A Europa é sim melhor que a África, em tudo. Não vejo ninguém brigando pra querer emigrar pra África.

Quem fala o contrário ou é tonto ou é má-fé mesmo.

Si disse...

"Como essa 'sil' é alienada, tacanha, preconceituosa e imbecil."
"A Europa é sim melhor que a África, em tudo."


Era sobre isso que eu falava. Sem mais.

Simara D.

Anônimo disse...

Sim, bom senso sempre.

Mas, para o homem, ele prefere saber da vida sexual passada mesmo em troca de contar a sua vida passada em troca.

Para as mulheres, acredito que o melhor para elas é não saber a vida sexual passada do namorado em troca de não ter que revelar sua vida sexual passada.

O que acham? Neste caso, continua um conflito.

Rê Bordosa disse...

Fale da sua vida sexual passada com outro homem sim! É uma forma de filtrar os machistas.
Se vc falar e ele ficar ótimo. Se ele começar o mimimi e cair fora já foi tarde!

Aliás, fale não só da sua vida sexual, mas de suas posições políticas, do seu feminismo, da sua religião ou ausência dela e de tudo mais que for importante para você.
Quem não aguentar que caia fora! Já foi tarde!

Rê Bordosa disse...

Sério que tinha gente de caderninho na mão anotando quem deu apoio a Lola no blog e quem não deu?
Sabe, algumas pessoas, ao contrário de vcs caga-regras, tem vida fora na internet, não estão aqui o tempo todo acompanhando pra saber de cada treta que ta rolando. E mesmo que saibam, cada um decide como apoia: já muito ajuda quem não atrapalha...
E vocês computaram em seus bloquinhos quem compartilhou no facebook, Twitter e outras redes sociais ou mandou email privado pra Lola? Não, né? Mas adoram julgar com base nas "vozes que me disseram".

Na boa, vcs não tem mais o que fazer? Vão caçar uma trouxa de roupa pra lavar! Cagões de regra!

Anônimo disse...

Re Bordosa, concordo em 100% com vc.

O homem deveria ser honesto sobre tudo com sua parceira. E ela também. Ambos não devem esconder seu passado, nem suas crenças, convicções, etc.

Excelente seu comentário.