quinta-feira, 9 de abril de 2015

GUEST POST: A MÍDIA QUER A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

Não lembro de ter escrito um post especificamente para falar da questão da redução da maioridade penal, mas já manifestei minha opinião aqui
Eu, assim como a maior parte das pessoas de esquerda, sou contra a redução, porque ela só colocaria na cadeia os "suspeitos usuais" de sempre (negros, pobres), porque a cada crime hediondo cometido por alguém com menos de 16 anos, seria um novo auê para reduzir ainda mais a idade (e logo chegaríamos aos 6 anos de idade), e porque crianças e adolescentes são muito mais vítimas da nossa sociedade do que algozes. 
Recebi este email muito pertinente da Jamile:

Lola, anteontem, navegando no r7.com, me deparei com uma matéria absurda sobre a maioridade penal em diversos países. Percebi que tinha algo errado e fui pesquisar. Qual não foi minha surpresa ao constatar que boa parte das informações estavam incorretas. Enviei um comunicado de erro na mesma hora e estou no aguardo de uma resposta e da correção.
Escrevi sobre isso no meu blog. Se você puder publicar, acho importante conscientizar a população, já que a grande imprensa não o faz. Segue o texto (que também publiquei no meu blog): 
A irresponsabilidade da grande mídia na divulgação de notícias chega a dar nojo.
Vi no portal r7 uma matéria que me deixou constrangida. Constrangida porque foi colocada ali por alguém que não checou as informações e, aparentemente, não existe um superior que faça isso -- ou que ordene que alguém o faça.
A matéria falava sobre a maioridade penal em diversos países do mundo. Eu vi a manchete e fui ler. Notei algo errado quando li que na Alemanha e Itália a maioridade penal se dá a partir dos 14 anos. 
Eu já sabia que não e que, assim como no Brasil, nesses e em alguns outros países, adolescentes a partir de determinada idade respondem por seus atos DE ACORDO COM LEGISLAÇÃO ESPECIAL PARA ADOLESCENTES. Ou seja, na Itália e Alemanha, a partir  dos 14 anos, adolescentes não vão para cadeias comuns e não são julgados como adultos, diferente do que constava na referida matéria. 
É uma responsabilização diferenciada, feita pelo que se poderia chamar de jurisdição especial, assim como ocorre no Brasil. Aqui, qualquer pessoa que tenha (a partir de) 12 anos será responsabilizada pelos seus atos de acordo com legislação específica, no nosso caso, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Como podemos ver, no Brasil a responsabilização começa ainda mais cedo que Alemanha e Itália, já com 12 anos. 
No site do Ministério Público do Estado do Paraná existe uma tabela comparativa de vários países com a idade de responsabilização penal juvenil e de adultos. E uma tabela muito fácil de se encontrar, diga-se de passagem. Uma simples pesquisa no Google e encontramos diversos resultados de pesquisas mostrando isso. 
A grande mídia quer enfiar na cabeça da população que diminuir a maioridade penal é a solução dos nossos problemas de segurança pública (não que precise enfiar, parcela esmagadora já acha isso).
Grande parte da imprensa sempre martelou este ponto, mas agora o nosso Congresso -- que é uma bela porcaria -- decidiu ganhar apoio da população ao propor uma PEC (Projeto de Emenda à Constituição) cujo objetivo é alterar o artigo 228 diminuindo a maioridade penal para 16 anos.
Ué, e por que diabos os nossos parlamentares iriam fazer isso justamente agora em que o Brasil passa por problemas realmente sérios? Ora, querem que esqueçamos que boa parte deles está envolvida nos esquemas de corrupção da Petrobrás, e em muitos outros.
Reduzir a maioridade penal só vai aumentar a quantidade de presos no Brasil (que tem uma das maiores populações carcerárias do mundo). Ademais, aumentará a violência, por mais incrível que possa parecer; afinal, quem sai ressocializado do nosso sistema (nada) ressocializador? Só vai aumentar os números de reincidência. Ou alguém acredita que adolescentes de 16 anos vão sair da cadeia melhores? Se os adultos saem "formados" no crime, imagine adolescentes.
O engraçado é que os deputados que pretendem diminuir a maioridade penal são os mesmos que há poucos dias estavam estupefatos com a novela Babilônia e queriam aumentar  a idade mínima indicada para assistir a novela (segundo eles, ela não era indicada nem mesmo para pessoas de 16 anos), uma vez que a trama continha situações que poderiam influenciar adolescentes. Estranho, não acham? Adolescentes de 16 anos não podem assistir novela, mas podem ser presos? Novela influencia, mas cadeia tá de boa, né.
Existem milhares de motivos para que a maioridade penal permaneça na casa dos 18 anos. Eu poderia listar aqui, mas eu não sou nada e nem ninguém pra falar sobre isso, então coloco uma sugestão: Por que dizer não à redução da idade penal. É da UNICEF (Fundação das Nações Unidas para a Infância, na sigla em inglês). Tem dados e explicações embasadas dos motivos da prejudicialidade de se reduzir a idade penal mínima.

183 comentários:

Anônimo disse...

Precisa ajustar o time. Teria sido legal ler sua opinião há três semanas. O assunto de hoje é terceirização.

Anônimo disse...

eu sou a favor da diminuição da maioridade para crimes hediondos.

lola aronovich disse...

Sim, anon das 16:01, perdão por não ter tempo pra escrever sobre todos os assuntos relevantes.
Quero muito falar sobre terceirização. Estou tentando escrever um post sobre isso, vamos ver se dá.

Anônimo disse...

Entendi a ironia Lola, desculpe. Mas a sua opinião é importante em assuntos tão urgentes.

Mila disse...

Poucos assuntos afloram meu lado "coxinha". A questão da maioridade penal é um deles.
Não sou a favor da redução da maioridade penal pq acho que simplesmente reduzir para 16 anos não resolve a questão. Mas também não sou a favor de deixar as coisas como estão.
Sou a favor de uma revisão da estrutura socioeducativa para menores que cometem crimes, principalmente em relação a crimes hediondos e/ou com requintes de crueldade. Não vou ser hipócrita em admitir que é todo adolescente não tem consciência do que está fazendo.
Também acho importante um debate mais aprofundado sobre as medidas socioeducativas aplicadas. Elas estão sendo eficientes? Como diminuir a reincidência? Como recuperar esses jovens da criminalidade?

Milena disse...

Adolescentes de 16 anos não podem assistir novela, mas podem ser presos? Novela influencia, mas cadeia tá de boa, né.

Eu li isso mesmo? Comparar novela que pode influenciar com ir preso?
Adolescente pode votar mas não pode pagar pelo crime que cometeu,isso sim é chocante.
Adolescentes que matam,estupram,roubam são vitimas da sociedade,eles são as vítimas??!!
Depois não sabem porque tanta gente é favor da diminuição,pessoas que cagam e andam para os direitos dos outros são tratadas como as pobres vitimas,coitadinhas,inocentes.... E quem segue a lei é que está errado.
É para vomitar.

Anônimo disse...

Em caso de crimes hediondos e que o sujeito é irrecuperável, eu sou não só favorável a redução da idade penal como sou a favor da prisão perpétua (independente da idade).
O motivo para tal é que considero o risco de reincidência muito alto.

Mas casos assim extremos, creio eu, não são corriqueiros.

Do mais, seria muito mais produtivo e efetivo combater a causas da violência e reformular o vergonhoso sistema carcerário brasileiro.


Jane Doe

Anônimo disse...

Tb sou coxinha nesse aspecto, apesar de ser esquerda nos outros. Reduzir não é pra "resolver a questão" , nem pra ressocializar ninguem, é pra fazer alguma coisa pra tentar reprimir esses crimes hediondos e roubos cometidos por menores. Cansamos de ver depoimentos de menores falando que cometem mesmo e sabem que amanhã ou daqui a 2 anos tão na rua. Não vai resolver, mas vai punir de forma mais firme. Diminuir a violência, melhorar a educação e dar oportunidades são assuntos independentes e nada impede que sejam feitos concomitantemente. Mas do jeito que falam parece que OU reduz OU educa, e não é assim preto ou branco, a meu ver.

Anônimo disse...

milena 16.18hs tamu junto , vou vomitar desse desse post .....

Anônimo disse...

anna,
tem que diminuir sim, com 16 anos ninguém é incapaz de entender as consequências, o melhor seria realmente punir os condenados de forma efetiva, se pegou 10 anos é esse o tempo que realmente cumprirá, nada de indultos e outros artificios, será que só eu fico indignada de haver saídas de natal, dias das mães e etc ?
dá nojo ver direitos humanos para os presos, e as vitimas de verdade ?
se pode votar pode sim responder pelo que faz.

Graciema disse...

Diacho é achar que menores saem impunes de crimes...pq a Fundação Casa é um paraíso, claro. É melhor jogá-los nos braços do PPC logo, quanto mais cedo melhor.

E penas mais severas não reduzem crimes. Punições sim, mas isso está mais ligado à certeza da punição que à severidade da mesma. Como sabemos, nossa justiça é rápida, justa e eficiente, todo mundo nas prisões é condenado mesmo, as investigações são super-eficientes e presidiário sai super barato pro Estado (#irony tag, só pra ter certeza).

Como um presidiário sai caro, e com maior reincidência, tudo que essa medida NÂO faz é reduzir ou prevenir criminalidade. Mas vai ser ótima pra lotar as prisões com jovens negros.

Anônimo disse...

(I)Logica feminista/esquerdista:
Com 14 anos de idade, já manja tudo sobre sexualidade, e identidade de gênero, tem o direito de medicação para mudança de sexo.

Com 16 anos de idade, mata, rouba, estupra, ou vende veneno em porta de escola, e uma criança ainda, não tem plena consciência do que faz.
:P

Anônimo disse...

Ironic on) "Tadinho do Champinha, ele estuprou e picou uma burguesinha, por que esta sociedade desigual não o compreende, e não investiu em seu Pedro Alvares Cabral descobriu o Brasil,o que mudaria tudo. E querem juga-lo como adulto por isto? Absurdo, retrocesso :P " (ironic off)

Jonas Klein disse...

Bom eu vou aqui me posicionar sobre isso.

Eu nem sou a favor da redução da maior idade penal para 16 eu sou a favor que se reduza ela para 14 anos.


O que penso sobre o ECA que ele e ate bem elaborado, mas faixa de idade que ele se aplica quando se trata de punir infratores e que esta errada, em vez do ECA aplicar as medidas punitivas que ele plica aquém tem de 12 a 18 anos, isso deveria ser aplicado aquém tem de 10 a 14 anos como o ECA esta, sem muda nada, e aos maiores de 14 anos, o código penal como ele e, com todo rigor.

Agora eu concordo que se mande quem tem de 10 a 14 anos para uma cadeia diferenciada, os que tem de 14 a 18 anos para outra cadeia, quando cometerem um crime.

Quanto aos fato de haver um juizado especial para menores de idade, acho que isso não e problema, pois o que importa e a dureza da pena a ser aplicada, e não quem a aplica.

Anônimo disse...

Bandido só respeita o que teme! Bandidinho nao estupra na favela, porque sabe que traficante manda matar, sendo assim ele estupra no asfalto. Nao existe educação que conserte mal caratismo. Cometeu latrocinio, estuprou, tem que ser julgado como maior. Essa esquerda caviar é nojenta. Mesmo que nao reduzissse a criminalidade, cometeu crime , tem que pagar. As familias destruidas, clamam por isso!

Anônimo disse...

A redução da maioridade penal, e para punir e não deixar crimes impunes.
O investimento em educação, e para prevenir que o estado de caos, se instaure, e para termos um pacto social eficiente.

UMA COISA NÃO EXCLUI OUTRA.

Anônimo disse...

só educação não vai evitar os crimes, a diminuição da maioridade é uma boa forma de se começar uma mudança.
quando um deliquente te abordar para roubar ou estuprar tente conversar com ele e vê se funciona.
o mundo não é essa coisa idealizada que vcs acham tem que punir sim.
que tal fazer uma votação a população vota e se a maioria for a favor da redução, vcs se calam e param de mimimi vamos proteger delinquentes.
as feministas adoram pensar que são as detentoras da verdade absoluta.

lola aronovich disse...

Vcs devem ter um exemplo melhor que o Champinha! Toda vez que se discute redução da maioridade penal, vem algum reaça falar do Champinha. Putzgrilla, o Champinha é pro debate sobre redução de maioridade penal o que "Vai pra Cuba!" é pra todo diálogo que reaça trava com alguém de esquerda.
Esse caso hediondo aconteceu em 2003, quase 12 anos atrás! Champinha ESTÁ PRESO desde então. Entendem por que não é um bom exemplo?
Sério, se toda vez que se fala em menores infratores vcs recorrem ao Champinha, é porque não tem tantos menores infratores assim. Ou vcs não estacionariam num caso hediondo (em que todos os criminosos foram condenados e estão presos, sendo punidos) de 12 anos atrás.

Anônimo disse...

não entendo essa aversão que as feministas tem em se tomar atitudes, não se deve ensinar legitima defesa a mulher só ensinar o homem a não estuprar e entender que o corpo da mulher é dela. que papo mais idiota, nem toda a educação do mundo muda a maldade que tem na pessoa. claro que acabaria com parte da cultura que culpa a vitima mas uma defesa pessoal seria mais efetiva do que tentar conversar com o estuprador.
menor deliquente não tem que receber carinho, tem que receber punição, vcs não assite reportagens em que os proprios falam que são de menor e por isso vão sair logo.
camila

B. disse...

Bom, mesmo sendo se esquerda, nesse assunto sou coxinha: acho que deve ter pena, ainda mais pq tem menor de idade "coitadinho" que ESTUPRA (parece que esquecem disso, mas estamos num blog feminista!) e sai impune e rindo da nossa cara. Incrível como sempre o feminismo (as mulheres, seus direitos) sempre ficam em último lugar. Se um menor estuprar uma guria, ele que é coitadinho. Não duvido que tenha gente que "absolveu" o Champinha pq as vítimas eram burguesas...

Anônimo disse...

que medo de imaginar que esse pessoal que está se dizendo "com um lado coxinha" é o mesmo pessoal que comenta aqui todo dia, e não os trolls de sempre.

Eu não consigo ver nenhuma vantagem com a redução da maioridade penal. Não que eu ache que a situação da violência urbana está resolvida, mas o problema não se resume aos menores de idade, na verdade, eles não são a maioria, como dão a entender tantas notícias sensacionalistas que nos são empurradas todos os dias.

Eu participei de um grupo de pesquisa e de discussão em uma escola de ensino fundamental sobre o assunto, e os dados estão aí, gente: o número de crimes violentos cometidos por menores é muito baixo (cerca de 1% do total). Em qualquer discussão sobre esse assunto, alguém incorpora a Rachel Sheherazade e diz que "os jovens roubam, matam, estupram" e não são responsabilizados, sendo que tem duas inverdades aí. Alguém antes de opinar sobre a redução já leu o ECA? As medidas protetivas E punitivas pra menores estão lá, e começam a partir dos 14 anos de idade no Brasil. Óbvio que é terrível que vários jovens venham entrando no mundo do crime, e que esse número tenha aumentado, mas não é enfiando um monte de adolescentes em um presídio que algo será resolvido. Alguém pode me apontar qual melhora viria disso?

dêem uma olhada nesse vídeo, que a gente levou para discutir com as crianças, sobre quais seriam os pontos negativos da redução: https://www.youtube.com/watch?v=n9Xo4pS_hoc

E matérias falando sobre os crimes violentos praticados por menores:
http://www.ptnosenado.org.br/site/noticias/ultimas/item/36177-violencia-cometida-por-jovens-infratores-nao-representa-1-dos-crimes

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/apenas-3-dos-delitos-cometidos-por-jovens-sao-graves-0bbu2fcyjzavybm5hue0atwem

Clara

Anônimo disse...

São dezenas de Champinhas pelo Brasil Lola, e a Policia civil não esclarece nem 8% dos casos de homicídios no Brasil, que tem um dos maiores indices do mundo, mesmo não estando em guerra declarada.

Anônimo disse...

nossa lola, em que país vc vive ?
não existem tantos menores infratores assim ? se menciona o champinha pq o crime dele chocou e vem logo a lembrança. pergunte aqui nos comentários quantos já foram roubados, e estuprados por menores pra ver se não tem tantos delinquentes assim.
amanda

Anônimo disse...

lembra a turista americana estuprada na van ? um dos violadores era de menor

Anônimo disse...

Claro, porque a lógica de que a educação reduz a criminalidade é esta mesmo... ensinar poema para estupradores.
Quando um Dimenor(marmanjo de 16/17 anos, com, 1,80m) for te estuprar (DEUS TE LIVRE) chega pra ele e fala

- "Minha terra tem palmeiras...
Muitas vezes as pessoas desconsideram o fator Individuo. Dois irmãos , com a mesma criação, e mesmas condições, um vira bandido, outro trabalhador, Só isto já põe por terra o discurso coitadista de esquerda.
Mas o foco da esquerda, vai ser sempre cooptar, o "revolucionário contra o sistema" (Bandido) e não o "Robôzinho do sistema" (trabalhador) o senso comum deles e invertido, e a visão distorcida pela ideologia.

Anônimo disse...

Jovem mata ex-namorada, duas horas antes de completar 18 anos, e fica impune.
http://arede.info/cotidiano/menor-mata-e-compartilha-video-nas-redes-sociais/

Jamile disse...

Vou me manifestar: menores não saem impunes de seus crimes. O estatuto da criança e do adolescente prevê sim medidas socioeducativas pra qqr um que tenha a partir de 12 anos. O grande problema do Brasil é o não cumprimento do ECA.
E, já que está se falando em Champinha, apenas digo que os crimes contra a vida cometidos por adolescentes não chegam nem a 1%.
Se colocar gente na cadeia desse resultado, não existiria violência no Brasil.
Eu não acho que adolescentes não devem ser punidos como adultos pq "não sabem o que fazem", eu acho que têm sim consciência (mas não tanto discernimento qnt alguém de 30, por exemplo), mas que colocar adolescentes - pessoas em período de formação - na cadeia junto com presos que já cometeram muitos crimes e a maioria violentos, não vai corrigir. O objetivo da pena é punir e educar, se o objetivo não está sendo alcançado com os adultos, não será com adolescentes jogados ali que vai ser, logo o melhor a se fazer é aplicar o já existente ECA - e não ECA não quer dizer impunidade. Quem tiver interesse, é só pesquisar

Anônimo disse...

"E, já que está se falando em Champinha, apenas digo que os crimes contra a vida cometidos por adolescentes não chegam nem a 1%."
_
Primeiro que ninguém sabe, pois a solucionamento de crimes contra a vida no Brasil, não chega nem a 8%, ridiculo, dados oficias do MIn. da justiça.

Segundo que mesmo que seja verdade, muito bem então, vamos punir estes 1% como adultos.

Anônimo disse...

todo mundo sabe dos "milhões" de menores infratores à solta no Brasil pq eles são mais ibope. O Brasil é um país super violento, quantos roubos e assassinatos acontecem por dia? Eles noticiam todos? Óbvio q não, só aquilo q chama mais atenção.
Trancar e jogar a chave fora, prisão perpétua, pena de morte, ler cartas pra saber se vai ser delinquente ou não, não resolve. A violência é consequência da bagunça social e econômica que é nosso país. A gente devia estar gastando neurônios pensando em novas abordagens pra melhorar a qualidade de vida da nossa população e não nos voltar para um sistema que já é totalmente deteriorado como o nosso sistema carcerário e esperar que ele faça alguma diferença. Além disso, vários países que reduziram a maioridade penal já perceberam que não dá certo.
É preciso uma abordagem nova! Vamos começar a contratar mais aprendizes, a investir em mais bibliotecas e areas de lazer, a sermos melhores professores, a nos voluntariar nas Fundações Casa por aí e passar a ver esses jovens como gente e não como "bandidinho" desde que saíram do berço.

Anônimo disse...

"Se colocar gente na cadeia desse resultado, não existiria violência no Brasil"
_
Então pela sua logica, vamos soltar todo mundo, já que não resolve.
e vamos aumenta a maioridade penal, para 34 anos, que segundo a psicologia, e quando o ser humano atinge a maturidade psiquica plena.

Anônimo disse...

Eu trabalho no centro de SP, e todo dia, entre as meninas que trabalham comigo, e são muitas (Telemarketing)
Sempre tem caso, de uma ou duas, as vzs mais, que são assaltadas por menores, na saída do trabalho. Eles roubam e agridem, certa vez, passaram varios de bicicleta, um deles tentou roubar a bolsa de uma colega minha, ela segurou a bolsa, e ele caiu da bicicleta, os outros, segundo ela cerca de uns 7, desceram e começaram a espanca-la.
A policia as vezes ate pega alguuns, mas no dia seguinte estão de volta, certa vez um policial que indaguei sobre isto me disse, que com as leis atuais, eles "enxugam gelo"

Anônimo disse...

por favor, vão ler o ECA e exigir que ele seja aplicado.

Anônimo disse...

me dá um nojo e ânsia de vômito ver falarem que menores de 18 anos precisam de educação ao invés de punição, saindo de casa para trabalhar fui abordada por um menor " que de acordo com a lógica torpe de vcs, é uma vitima" me apontou uma faca e tentou me levar para um campo de futebol que te perto do ponto. no caminho ele falou o que iria fazer comigo, pedir pra me deixar ir embora não funcionou, o que me salvou foi ter empurrado e gritado, ele cortou minha barriga com a faca que levava.
outras pessoas que estavam na rua me ajudaram e seguraram ele.
fomos para a delegacia e fiquei sabendo que ele já havia feito isso 3 outras vezes e que as vitimas de verdade estavam sendo levadas para reconhecê-lo. o tempo todo ele estava rindo e falando que por ser menor a punição seria leve, o que de fato foi considerando o crime dele, durante o processo soubemos que ele já roubava mas sempre se valia pôr ser de menor.
eu quase fui estuprada pôr um menor que vc lola chama de não são tantos assim. isso é ofensivo a vitima de verdade sou eu e as outras 3 mulheres não ele.
anna.

Jonas Klein disse...

Eu fico de cabelo em Pé com os argumentos da esquerdinha delirante aqui, para defender a impunidade.


O que importa em termos proporcionais, o volume de crimes cometidos por menores de idade para efeitos de estabelecer punições a eles, terrorismo e um tipo de crime que quase nem existe no Brasil, se formo comparar com os EUA, mas se houver terrorismo os autores não devem ser punidos, só porque incidência deste tipo de crime muito baixa?

Anônimo disse...

Maioridade penal pelo mundo
Alemanha-14 anos
França-13 anos
Italia 13 anos.
Inglaterra 12 anos
Suécia-15 anos
Ruassia 14 anos.
Japão 14 anos
Só o Brasil esta certo?

Anônimo disse...

Moro em uma periferia e só o que eu vejo por aqui são menores de idade assaltando, roubando e MUITAS MUITAS vezes MATANDO! Por que um jovem de 16 anos (ou menos) pode matar, e não pode pagar pelo que fez como um maior de idade? Sou a favor, sim, da redução da maior idade penal, mas só isso não basta. O poder público também tem que fazer a sua parte. Muitos dos presos jamais conseguem uma ressocialização, por isso acho q os pontos falhos nesse quesito devem ser analisados também. Triste chegar a esse ponto. Não se trata de estatísticas, trata-se de um problema grave de violência enfrentada pela nossa sociedade. Não importa se os menores são menos infratores que os adultos, importa que eles devem receber a mesma punição que os de maiores. Chega de garotos de 16,15,14,13 anos sendo usados como laranja para cometerem crimes , já na certeza de que não serão punidos. Cada um tem seu ponto de vista, o meu é esse.

Nyu-chan disse...

Eu não acho que deveria reduzir a maioridade penal para 16 anos. O que deveria acontecer era melhorar o ECA para crimes hediondos cometidos por menores.

O que me preocupa é a seguinte questão: Ao reduzir a maioridade para 16, irão colocar esses adolescente junto com adultos. Adolescentes são influenciáveis, e não duvido que eles saiam pior do que quando entraram, afinal de contas, estarão em contato com gente adulta que cometeu os diversos crimes que vemos nos noticiários.

O que acho que poderia ser feito: Para aqueles que são considerados adolescentes pelo ECA, quando cometidos crimes hediondos, ter uma pena maior, não tanto quanto de um adulto (30 anos na cadeia), mas também não tão pequena como está (3 anos pelo ECA). Ter também um projeto de ressocialização, acompanhamento psicológico e etc mais firme e forte durante todos esses anos que ele ficará recluso.

O meu medo da redução da maioridade é o aumento de crimes daqui alguns anos assim que os adolescentes saírem da cadeia.

Anônimo disse...

Anna, não quero de modo algum ser desrespeitosa com a sua situação, você passou por um trauma terrível e entendo sua repugnância pelo tema. Porém, vc tem que entender que a questão da maioridade penal não pode ser vista como mera vingança pessoal. se, como foi dito acima, os crimes cometidos mediante violência correspondem a menos de 1%, a melhor saída seria reduzir a maioridade penal em todo o Brasil?
É claro que para crimes torpes como esse, a punição máxima prevista pelo ECA, que é de três anos, parece pequena; por isso, existem projetos de lei que pretendem, em caso de crimes hediondos, dobrar a pena, por exemplo, mas ainda dentro do sistema para menores. Eu acredito que é uma saída melhor. Discussões como essas não podem envolver paixões, mas sim estudos sociológicos, antropológicos e jurídicos.
A maior crítica à proposta da discussão da maioridade penal não é a ideia de que há um problema social relativos a jovens infratores, mas sim essa defesa de que jogar menores dentro de presídios vai resolver a situação, porque é claro que não vai.
Pesquisem os níveis de reincidência de menores: é muito baixo! (enquanto a reincidência nos presídios comuns é alta). Isso acontece principalmente, como no caso da Anna, por conta da desinformação. Se várias pessoas daqui, cultas, intelectualizadas, politicamente ativas, não conhecem as previsões de responsabilização e punição do ECA, imaginem esses adolescentes, que, em geral, são de classes mais baixas. Muitos se surpreendem com o fato de serem presos e com a realidade da Fundação Casa. Eles acreditam que "não dá nada", porque é isso que a gente continua repetindo. Se vocês frequentarem os "núcleos de proteção à infância e juventudade" vão percber quantos entram em desespero ao perceber que existem punição para crimes cometidos por menores. Falando isso quero que pensem "coitadinhos deles"? Não, o ponto não é esse. O ponto é a desinformação que norteia todo esse debate.

Anônimo disse...

Lola, o caso do Chapinha e considerado excepcional, pela mídia que teve.Ele foi considerado inapropriado para convivio social, diagnosticado Psicopata. E enquadrado na "medida de segurança"(que o Psol tenta derrubar a todo custo, na sua luta contra os maniconios judiciais)
Porem há dois anos, uma imagem do Champinha, que se chama na verdade Roberto Aparecido Alves Cardoso, chocou a socieda, ele esta em uma unidade ampla e confortável,, sozinha, não estuda nem trabalha, e passa o dia assistindo uma televisão de LED, 40 POl.
O que ele fez para merecer isto? estupro durante dias, e esquartejou uma menina de 16 anos, e matou o namorado de 19 dela.
Absurdo

Anônimo disse...

"Pesquisem os níveis de reincidência de menores: é muito baixo!"
_
Mentira, a reincidência e enorme, o que ocorre, e que os dados, desconsideram os crimes cometidos como menor, dos quando atingem a maioridade.
Eles cometem os primeiros crimes com 15 ate os 17, e continuam depois dos 18 quando não são mais menores de idade.
os dados de associações que lidam com menores, não computam os crimes continuos depois dos 18 anos, portanto parece que eles para de cometer crimes, mas na verdade passam a maioridade, e são acompanhados por outro sistema.

Anônimo disse...

o anônimo das 17:46 nem se deu ao trabalho de ler o texto... Isso é a idade de responsabilidade penal juvenil, espertão, que não Brasil é de 12 anos, se não me engano. Vários desses países têm a idade da maioridade penal igual ou até superior à nossa. a Lola até postou uma tabela com esse comparativo.
Informem-se antes de debater, por favor.

aliás, concordo 100% com a Nyu-chan e com a Jamile.

Clara

Anônimo disse...

"O que me preocupa é a seguinte questão: Ao reduzir a maioridade para 16, irão colocar esses adolescente junto com adultos"
_
Não não vai, o projeto contempla a divisão carceraria por idade, e nivel de periculosidade dos crimes cometidos.

Anônimo disse...

Adolescentes cometem apenas 1% dos crimes?
Dos jovens a minoria comete crimes, cerca de 1%. Mas entre os adultos também é a minoria comete crimes. Se pegarmos a população geral em 2012 (aprox. 200 milhões), subtrairmos dela o número de adolescentes (21 milhões), e estimarmos quantos por cento dessa galera estava atrás das grades (514.582), chegaríamos a um número de 0,28%. Então o que? Vamos parar de prender adultos por isso? Entre os adolescentes, mas também entre os adultos, menos 1% de cada um dos grupos comete crimes. Isso é a relação adolescente por crime. E a relação crime por adolescente? Como fica? Não, os adolescentes não são responsáveis por apenas 1% dos crimes e sim, por baixo, 16% deles, o que é no mínimo probabilisticamente esperável, uma vez que eles representam apenas 11% da população, mas não para por aí! O número de jovens cumprindo medidas socioeducativas cresceu o triplo entre 2010 e 2012 (30%) se comparado ao quanto cresceu a população carcerária (18 anos pra cima) (10%).

Anônimo disse...

Os menores estão impunes no Brasil Sim
Verdade quando você chama apenas os adolescentes (entre 12 e 17 anos) de menores. Entretanto é necessário ressaltar que nossas penas para esses são irrisórias se comparadas a países como Costa Rica, Paraguai, Inglaterra ou Estados Unidos. Em alguns países os menores podem receber penas de 8 ou 15 anos e em outros eles podem ser julgados como adultos de acordo com o crime, como na França. Enquanto aqui no Brasil o menor fica preso por no máximo 3 anos, e isto e a execeção da exceção . Isso é punição?

Anônimo disse...

A cadeia serve para conter os crimes e não diminuir os crimes, isso porque a cadeia é uma medida pós-crime e não preventiva. A única forma da cadeia diminuir os crimes é através do medo, o que talvez seja o caso dos EUA (que possui até pena de morte), e isso acontece porque a maioria dos crimes não são atos consequentes realizados na melhor parte do dia, mas medidas impulsivas tomadas por pessoas descontroladas que não pensam muito nas consequências futuras, tão menos na pena que irão receber. No que se trata de impor medo como fator preventivo ao crime, está claro que as cadeias do Brasil são ineficientes, mas não tão ineficientes quanto o sistema socioeducativo, onde você só passa 3 anos. A maior prova disso é o aumento gradativamente maior de adolescentes entrando em medidas socioeducativas comparado aos adultos entrando em penitenciárias.

investir em educação e nescessário sim, mas uma medida não exclui outra.
Não se resolve um problema de curto prazo tomando uma ação de longo prazo. Da mesma forma que não se socorre um acidentado no meio da rua planejando campanhas de publicidade a favor do cinto de segurança, não é nem um pouco coerente deixar de prender marginais para investir em educação. Devemos fazer ambas as coisas ao mesmo tempo. O fato de ser mais barato para o estado manter um aluno do que um detento só mostra a inversão de valores que estamos enfrentando e explicita a necessidade de uma reforma no nosso sistema penal, seja colocando o preso pra trabalhar, seja privatizando as cadeias ou seja diminuindo o gasto do estado com os presos. E não, os adolescentes não vão aprender muita coisa na fundação casa, no máximo vão aprender química com os coleguinhas, química aplicada ao narcotráfico. Melhor seria mandarem os infratores pra cadeia e transformarem todas as fundações casa em escolas.
investir em educação do que em presídios
Não se resolve um problema de curto prazo tomando uma ação de longo prazo. Da mesma forma que não se socorre um acidentado no meio da rua planejando campanhas de publicidade a favor do cinto de segurança, não é nem um pouco coerente deixar de prender marginais para investir em educação. Devemos fazer ambas as coisas ao mesmo tempo. O fato de ser mais barato para o estado manter um aluno do que um detento só mostra a inversão de valores que estamos enfrentando e explicita a necessidade de uma reforma no nosso sistema penal, seja colocando o preso pra trabalhar, seja privatizando as cadeias ou seja diminuindo o gasto do estado com os presos. E não, os adolescentes não vão aprender muita coisa na fundação casa, no máximo vão aprender química com os coleguinhas, química aplicada ao narcotráfico. Melhor seria mandarem os infratores pra cadeia e transformarem todas as fundações casa em escolas.
Até porque rebeliões e desordens são frequentes nos sistemas socioeducativos e em alguns deles os menores já estão utilizando regras do PCC para dominar as fundações.
As cadeias estão lotadas?
Os sistemas socioeducativos também.

Anônimo disse...

Deixem os "di menor" na fundação casa mesmo, eles são muito mais violentos que os adultos, colocá-los nas cadeias comuns seria um aumento no risco de vida dos funcionários e outros detentos.

Milena disse...

Nossa já que 1% dos crimes são de adolescentes,eles n podem pagar a pena correta por seus crimes?
E se fosse maior poderia? Se alguém aqui for estuprada por um pobre "di menor",não vai querer que pague por esse crime sujo como se deve,vão ficar com dó?
E qual é essa lógica que não consigo entender,que após os 18 anos,todo mundo magicamente começa a perceber e entender as merdas que fizeram e aí sim podem pagar corretamente por seus crimes?

Raven Deschain disse...

Engraçado que pra mandar prender gente ninguém vem com "meus impostos", neh?

Não tenho opinião formada sobre maioridade penal, mas admiro o sistema nos Eua, que prevê julgamento e punição adultos para crimes 'escabrosos', até porque, a quantidade de criança e adolescente absolutamente cruel e má que existe... O_o

Mas isso é subjetivo e não dá pra basear leis em subjetividades, então sei lá.

Anônimo disse...

E vc sinceramente acredita que, com o sistema carcerário superlotado e caótico que a gente tem aqui no Brasil, essa medida vai ser cumprida? Ah, por favor!

Graciema disse...

Acho que esse tema é lado ao lado com a legalização do aborto, o que me dá a maior descrença na humanidade.

Primeiro, o nível de argumentação: mimimi, a esquerda acha que o bandido e uma vitima e deve ficar impune (falacia do kct) e mimimi a p* abriu as pernas e tem de se f*. São os principais argumentos, com variações mais educadas.

Pensar em termos de problemas sociais (e tanto população canceraria, níveis de reincidencia, etc, quanto abortos e problemas relacionados), ninguém quer. Afora o nivel de desinformação, tipo o imbecil que citou os dados dos outros paises como se essa fosse a idade para a responsabilização como adultos.

E gostei Raven, vou usar o argumento favorito dos liberais de plantão: são os meus impostos, nao quero bancar MAIS presidiarios

Anônimo disse...

anao 17:55
eu tbm não quero ser desrespeitosa de nenhuma forma mas, o delinquente que me atacou já tinha cometido roubos antes, e sempre se valeu de ser de menor.
se ele tivesse sido punido pelos roubo, acha que teria escalado para estupro ?
é facil defender delinquente, quando não é vc ou alguém de seu meio que está sentada numa delegacia machucada e assustada, o menor estava rindo e gritando que em pouco tempo estaria na rua. as outras 3 mulheres que foram atacadas e violentadas por ele ficaram gravemente feridas, e uma ainda tinha sequelas.
antes de defender esse pobre menor que não teve oportunidade pense nas vitimas de verdade, e por gentileza não me diga que a minha opinião é um desejo de vingança, na verdade é um desejo que isso não aconteça com ninguém mais.
concordo que tem que haver educação sim, mas tbm são necessárias penas que sejam cumpridas e o fim dessa proteção a delinquentes
anna.

fernanda melo disse...

Deixa eu falar só uma coisa eu trabalho em um shopping e posso dizer o seguinte : quando tem rolezonho a molecada enche o saco isso é fato mas nada é roubado. Qual não foi a minha surpresa ao saber que durante a semana em horários bem calmos vem uma galera de uma escola particular super cara para cometer furtos? E o pior a vendedora viu mas ficou constrangida e com medo de falar que elas tinham roubado. Pediu gentilmente que devolvessem uma capinha de celular que uma delas ia "levar". Daí ela ficou sem graça e devolveu. Pode reduzir a maioridade penal que essas daí nunca vão ser presas. Isso revolta sabe

fernanda melo disse...

Os estupradores que estudam nas federais com os MEUS IMPOSTOS são maiores e nem por isso respondem pelo que fazem. Não acredito na justiça desse país nem a pau

nadiaschenker disse...

Kkkkk. Depois da redução da idade pra ir pra cadeia virá o quê? Porque todos sabemos que não vai adiantar. Se tem alguém achando que o menor vai pensar duas vezes antes de fazer qualquer coisa é porque não trabalha com jovens, seja na escola ou na cadeia... Eu somente lamento por uma população tão perdida quanto a nossa... Povo preguiçoso, pega dados prontos, vomita aqui, tem preguiça de pensar. Mas TODO mundo sabe... Não vai dar em NADA.

Anônimo disse...

Eu sou favoravel a redução da maioridade penal, por crer, que nos dias atuais, com o avanço da informação, os jovem de 16 anos, e mais evoluido mentalmente que o de 18 há 40 anos atrás.
Ou seja, se cometeu crime, não e nenhum inocente, que não sabia a consequência dos seus atos não.

Porem em um país, onde as leis populistas, são pateticas, onde se vc matar alguém, sumir por 24Hrs, e comparecer no dia seguinte em uma delegacia, assumindo este assassinato, vc sai pela porta da frente desta delegacia, para responder por este homicídio em liberdade.
O CARA E RÉU CONFESSO DE HOMICÍDIO, NÃO SUSPEITO, E SAI PELA PORTA DA FRENTE DE UMA DELEGACIA, isto não existe em país nenhum do mundo, só aqui.
Onde condenados por corrupção, em ultima instância ,por roubar BILHÕES,como Maluf, Genoino, Dirceu e outros, ficam tempo ridiculo na cadeia, e já estão na rua

Anônimo disse...

"Deixa eu falar só uma coisa eu trabalho em um shopping e posso dizer o seguinte : quando tem rolezonho a molecada enche o saco isso é fato mas nada é roubado"
-
Não sei que Shopping vc trabalha, mas onde u trabalho, quando eles fazem, o chamado "cavalo Doido" também conhecido como Rôlezinho, eles furtam o que tiver facil a mão sim, tanto que a ordem dos seguranças e para baixar as portas.
Não seja inocente, sua ideologia não pode te cegar par o obvio.

fernanda melo disse...

Tá agora comenta das patricinhas que estavam roubando. Você chamaria o segurança para meninas que estão com o uniforme da escola mais cara da cidade? Eu não pois era perigoso eu sair presa de lá

Anônimo disse...

Se elas estiverem roubando, porque não? Vc não chamaria?

Anônimo disse...

Lola: parece-me que o problema no Brasil atual (como ficou claro nas últimas eleições) é que houve uma radicalização que tomou espaço do diálogo ponderado e sincero.
Os temas são tratados de forma binária, como torcida de clube de futebol: ou se é a favor, ou se é contra.
Perde-se assim as nuanças da vida real e o que já é difícil se debater, se concluir, torna-se impossível.
Dito isto, algumas ponderações:
- de fato, na maioria dos casos os menores são antes vítimas do que que algozes;
- os atos infracionais violentos cometidos por menores são em pequena proporção (embora isso não queira dizer grandes coisas em termos estatísticos, pois a faixa etária 12-18 anos possui menos membros do que a de +18-X anos);
- ocorre menos reincidência entre menores do que os maiores.
Entretanto, isto não impederia, a meu ver, que:
- a lei, para casos especiais, desse tratamento diferenciados aos adolescentes. Exemplo: reincidentes específicos em atos infracionais análogos a crimes violentos.
Nestas hipóteses, diga-se de passagem, sequer seria imprescindível que o adolescente fosse recolhido à cadeia. Poderia cumprir a pena do crime, atenuada / diminuída em certo % em razão da idade, nos centros de internação...Jeca

Anônimo disse...

A redução da maioridade penal, se os digníssimos membros do congresso não perceberam, não adiantará nada se as leis e o judiciário continuarem sendo frouxos como são agora. De que adianta reduzir a maioridade penal, se a impunidade continua mandando e o crime continua compensando no Brasil.

O único caso em que eu acho plenamente aceitável um adolescente ou criança possa ser julgado como adulto é em casos de crianças más, psicopatas, como os de Jon Venables e Robert Thompson (que aos 10 anos estupraram e mataram um garoto de 3 anos) ou Mary Bell, que com a mesma idade estrangulou duas crianças de 3 e 4 anos. O Champinha também foi um desses casos, e nessa situação eu não me oponho em nada a um menor ser julgado e punido como adulto. Mas reduzir a maioridade penal aleatoriamente não serve de nada.

Anônimo disse...

Cês tão esquecendo uma coisinha, diminuir a maioridade penal abre brecha para legalização do trabalho infantil. Enquanto os "humanistas até certo ponto" ficam bradando contra di menor, quem realmente tem grana nesse país tá salivando. Afinal, terceirização de serviços fins vai ser bom pra todo mundo, e se a gente puder pagar menos ainda prum moleque, porque não?

Paty disse...

Menor que comete esse tipo de crime , tem que pegar pena de adulto , isso não melhora e não tem perdão.
http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2014/07/menor-suspeito-de-matar-bebe-e-internado-em-centro-provisorio.html

Anônimo disse...

Bom, acho que posso falar sobre adolescentes com um pouquinho de conhecimento de causa. Sou pediatra, especialista em saúde do adolescente e trabalho num centro de referência pro atendimento à essa faixa etária.
Quem estuda o desenvolvimento do adolescente sabe que essa etapa da vida é marcada por algumas peculiaridades: adolescentes experimentam uma sensação de invulnerabilidade, têm um pensamento imediato e dificuldade de fazer projeções pro futuro. Em geral (embora exista variabilidade nisso), essas características só vão desaparecer no final da adolescência. Por isso, acho que a existência da perspectiva de uma punição mais grave não vai fazer muita diferença na tomada de decisão quanto a cometer ou não um delito.
Além disso, adolescentes buscam modelos fora do círculo familiar. Essa busca faz parte do processo de afirmação da identidade, que está a todo vapor nesse período da vida. Encarcerar adolescentes com adultos criminosos é oferecer a eles apenas essa possibilidade de modelo a ser seguido. O que certamente vai torná-los pessoas piores a longo prazo.
Somado ao fato de que diversos estudos apontam que não houver redução da criminalidade nos países que reduziram a maioridade penal, não vejo qualquer benefício na aprovação dessa lei.
E, conforme várias pessoas já disseram aqui, existe punição prevista para adolescentes. Está no ECA. E é bem simples de entender.
Aliás, se o ECA fosse levado mais a sério, e as medidas de proteção às crianças e adolescentes fossem implementadas de fato, haveria uma quantidade muito menor de "menores no crime". E aí sim estaríamos discutindo estratégias eficazes de redução da violência.
E, por fim, sim, é fato: adolescentes são muito mais vítimas do que perpetradores de atos violentos.
Mariana

Anônimo disse...

Perfeito seu comentário

Paty disse...

Mas os menores infratores, já seguem os criminosos adultos aqui na rua, basta ver nas favelas, no tráfico, nos assaltos, o exemplo já vem daí, não precisam ser presos com adultos pra isso.
O que tem que fazer é aumentar a pena dos menores. Meu primo é agente penitenciário, diz que é bem mais perigoso trabalhar com menores, pois eles sabem que o máximo que ficam é 3 anos.
Já foi ameaçado de morte, várias vezes.

Anônimo disse...

o que eu não entendo é adolescente de 16 anos tem direito a votar, tem direito a fazer sexo consensual e não pode ser preso?

Se são crianças que não entendem que é errado cometer um crime, não deveriam votar nem pra síndico de prédio e ter relações com eles deveria ser estupro presumido, afinal estão se aproveitando de uma criança inocente que não sabe de nada!

Ah, mas os adolescentes de hoje tem muito mais acesso à informações que os seus avós,essa geração é antenada. Então tem sim que responder pelos seus atos.

Anônimo disse...

Mariana: mas a única possibilidde é encarceirar os adolescentes juntos com os adultos? Porque não mantê-los nos Centros Sócios Eductivos até completarem 18 (ou 21 ou outra idade X mais indicada), sedno qeu a partir de então transferi-los para a Penitenciária?

Anônimo disse...

Perto da minha cidade um "menor" de aproximadamente 1.85 de altura descobriu que supostamente a sua namorada estava o traindo, então ele convidou ela para fumar maconha em um local afastado, lá ele matou ela com um tiro no olho e filmou menina morta e disse algo do tipo: "matei mesmo mano". o crime foi cometido algumas horas antes do mesmo completar 18 anos por isso ele só vai ficar preso por três anos e sair coma ficha limpinha. Colocar um elemento desses dentro de uma cela com outro presos é realmente perigoso, para os outros presos. É perturbador saber que não importa o tamanho do crime que um menor cometa, ele vai ficar apenas 3 anos preso e ser perdoado. Se você seja lá quem for é terminantemente contra redução da maior idade penal, deve no minimo considerar que alguma mudança deve acontecer.

Bizzys disse...

Eu tenho a mesma opinião que a Jane Doe. Acho que as penas deveriam ser maiores apenas em caso de crimes hediondos. Para mim, a redução da maioridade penal não vai resolver muita coisa, até porque os "dimenor bandidos" (como muitos de vocês falam) não têm só 16 anos para cima. Depois da redução, quando adolescentes de 15, 14, 13 anos continuarem cometendo crimes, vão fazer o quê? Pedir para reduzir mais a idade penal?

O ideal seria que o ECA fosse cumprido rigorosamente. Mas não podemos esquecer que a justiça do país é falha e que não é só menor que sai andando da cadeia não - cansei de ver assassinos de mulheres, estupradores e afins não sendo punidos, mesmo com provas, mesmo sendo pegos em flagrante, mesmo confessando.

As pessoas estão tratando essa medida como o marco da redução da violência no país, mas duvido que os índices de criminalidade mudem. Só vão jogar mais gente na cadeia (com nossos impostos, como bem disse a Raven).

Patricia de Fatima Lima disse...

É preocupante ver que menores de idade praticam crimes bárbaros e vão somente para FEBEM e saem pior do que entrarão. Concordo em baixar a maior idade penal, pois se a pessoa comete um crime têm que responder por ele em qualquer idade.
Precisamos investir em educação e melhor condições de vida para população para tirarmos nossos adolescentes do crime.


Anônimo disse...

O ECA e uma utopia beata, pensado por seres utopicos,como Paulo Freire, e outros que vivem no mundo dos unicórnios vermelhos da foice e do martelo.
Aqui no mundo real,onde a sociedade tem contextos diversos e paradoxos, um adolescente de 17anos 364 dias, agride, rouba, mata, estupra, e só pode cumprir medida socioeducativa, um dia depois, vem um sociólogo/ psicólogo, com uma varinha mágica e piriri pim pim, pronto, agora ele sabe o que faz.

Se for assim, vamos parar de punir criminosos com mais de 40 anos, idade onde segundo especialistas, se perde massa muscular, a reposição de neurônios diminui e passam por mudanças pisiquicas.

Anônimo disse...

Pronto, agora vão dizer também, que "criança" de 16/17 anos não pode trabalhar também?!
Trabalhar não faz mau nenhum nesta idade não, muito pelo contrário, desde que não atrapalhe os estudos, e ate benéfico para criar senso de responsabilidade e realização, e e muito mais eficiente que esta baboseira sócio desconstrutivista do ECA, para manter jovens longe do crime.

Anônimo disse...

Eu vi este caso horrível, ele alem de estuprar e esfaquear a moça, decepou a cabeça do bebê dela com o facão.
Mas os defensores da maioridade penal aos 18, vão dizer que isto e um numero muito baixo nas estatísticas, eles só enxergam isto, números, não pessoas clamando por justiça.

Anônimo disse...

Nossa Lola! Estou impressionada com os comentários por aqui!
Imaginava que suas leitoras fossem mais esclarecidas mas a coisa tá feia. ... daqui a pouco vão defender a pena de morte!
Adorei as charges contra a redução que você colocou no post!
Sou totalmente contra a redução da maioridade penal!

Anônimo disse...

Cês tão esquecendo uma coisinha, diminuir a maioridade penal abre brecha para legalização do trabalho infantil.

Engraçado que criança pode trabalhar em novela,filme mas se for em qualquer outra coisa é exploração.

Graciema,leve uma das vitimas da sociedade para sua casa para ver o que te acontece.Já que n quer pagar para eles irem para a cadeia.
Tem uns anos vi a noticia de um cara que fez isso e eles retribuíram com o maior amor,roubando e matando ele.

Não sei que sociedade é essa que alguns querem criar,onde ninguém pode ser responsabilizado por nada que faça,vem um monte de desculpa,mimimi para poder pegar leve com bandido.
E as verdadeiras vítimas que se fodam,n passam de gente vingativa que ousa querer que gente de bem e inocente que só mata,rouba,estupra,incendeia,sequestra sejam presos e paguem por toda o "bem" que fizeram.

Anônimo disse...

Muito boa a colocação sobre a radicalização!
Tá feia a coisa. ...acho que deveríamos começar uma campanha a favor da tolerância!!!

Anônimo disse...

Adorei o comentário da Mariana! Já as respostas. ....

Milena disse...

Anon 16:43,já vomitei bastante,sempre vomito ao ver gente que trata os outros como lixo,que não se importa de tirar a vida dos outros,sendo tratado como coitado e vem um bando de gente arrumando desculpas para essa cambada,não tem nada a ver com a completa falta de caráter deles,é tudo culpa da sociedade,ou seja,a culpa é minha e sua também.

Milena disse...

Tá feia a coisa. ...acho que deveríamos começar uma campanha a favor da tolerância!!!

Pois é,bandido tem tanta tolerância e compaixão pelos outros...

Anônimo disse...

Uma estatística preocupante:
de 77 comentários até agora, apenas 17 foram contra a redução da maioridade penal!
Menos de 25%! Isso entre xs leitorxs deste blog feminista e de esquerda!
Acho que a mídia está mesmo conseguindo convencer as pessoas. ....

Anônimo disse...

Você é que está tratando bandido como lixo!
E é sim: a culpa é da sociedade! E isso inclui você, eu e todos nós!
Com esse discurso intolerante é que não vai melhorar nada mesmo....

Anônimo disse...

Que falta de noção de sociologia e psicologia!
Do jeito que você fala até parece que alguém nasce "bandido" ou "mocinho"....quanto maniqueísmo tapado!!!!!
Vou repetir: TOLERÂNCIA

Anônimo disse...

E depois das observações maniqueístas da Milena passamos para 17/80, ou seja, menos de 20%.
Que tristeza. ....

Anônimo disse...

Do jeito que você fala até parece que alguém nasce "bandido" ou "mocinho"
_
Maniqueista são vocês coletivistas fanaticos, que desconsideram o fator individuo, e desrespeitam os pobres e humildes, pondo todos no mesmo balaio de bandidos, por condição social.

Anônimo disse...

- "ocorre menos reincidência entre menores do que os maiores"
_
Isto ja foi explicado e refutado, o que ocorre, que em certo momento, estes menores, passam a serem maiores, a reincidência por individuo e enorme.
A causa são penas fracas, impunidade maus exemplos

Anônimo disse...

Ah, gente, claro que quando alguém completa 18 anos não vai ~magicamente~ ter plena consciência de seus direitos e deveres - que até então ~magicamente~ ignorava. Mas Estado não é Deus, caramba. TEM que existir um ponto em que considera-se o sujeito inimputável e passado aquele, ponto, não mais. E indo pela tangente, também é meio irritante quando alguém discorda da "esquerda ideal" aqui automaticamente virar reaça, manipulado, maniqueísta e lalala.

Anônimo disse...

Mas e nos casos de feminicidio? Por exemplo o Champinha, que estuprou a menina por dias a fio e depois a matou.

Fica como? Tá liberada a violência contra a mulher pra menores de idade?

Um argumento comum contra a maioridade penal é de que reações "punitivas" não coibem o crime.


Nesse caso, sugiro abolir todas as leis e acabar com as cadeias, já que assaltar banco e homícidio vão continuar acontecendo diariamente, independente de haverem leis contra.

Anônimo disse...

1) Essa historia do 1% é falsa. Ninguém soube citar a fonte.
2) mesmo que seja 1%, va fazer o que com esse mini psicopata?DA um beijo e um abraço, porque ele é vitima da sociedade?
3) E 1% de que? Da população total? Porque é facil falar : jovens entre 16 e 18 anos cometem menos crimes que TODA a população adulta. Claro que sim. Da mesma maneira que adultos entres 30 e 31 também são minoria a cometerem crimes se comparados a TDOAS OUTRAS IDADES JUNTAS.

Eu sou femnista SIM, mas não sou santa. E sou a favor dos direitos das mulheres, mas não sei em que eu lutar por salarios justos me impede de botar um jovem assassino na cadeia.

- "Ah, pq cadeia faz mais mal do que bem aos presos" que graça!!! e daí? A cadeia serve para punir, não para previnir.

Não entendo mesmo quem é contra. Falar que cadeia não faz bem, que eles são poucos a assassianrem, que eles são pobres.. ta, entendo tudo isso. MAs repito, e dai? POr serem pobres não pode ir pra cadeia?
me expliquem.

Yara.

Danilo Muller disse...

Eu até poderia ser a favor da redução da maioridade penal mas o problema é que nosso sistema penal é uma merda, é fácil pegar países como exemplo sendo que a lei desses países funcionam a nossa não já perceberam a merda que vai dar? esses menor vão sair pior do que entraram! é engraçado ouvir que o pessoal da esquerda defende bandido sendo que é uma prevenção não queremos que isso vire algo pior que já ta! No nosso país nenhum preso sai ressocializado meus caros, é claro se nosso país fosse como todos citados no texto poderia sim ter uma redução mas vocês já sabem como infelizmente vai funcionar, só negro na cadeia...!

Guilherme disse...

Dizer que apenas uma pequena parte dos crimes são cometidos por adolescentes é a falácia mais ridícula que eu já vi.É o mesmo que dizer que a maior parte dos genocídios não foram cometidos por Hitler,que a maior parte dos feminicídios não foram cometidos no massacre de realengo ou que o PT não inventou a corrupção.

fernanda melo disse...

Poderia ser eu a passar por mentirosa. Você sabe como a sociedade funciona

Anônimo disse...

Paty, seguem os bandidos adultos, na maioria das vezes, por viverem negligenciados. Faltam modelos bacanas, faltam perspectivas, faltam projetos de vida. Quem tem um projeto dificilmente escolhe o crime.

Anônimo, o ECA não é uma utopia. Ele existe. E deve ser cumprido.

Mariana

Anônimo disse...

Existem diversas possibilidades. Inclusive lançar mão de mais puniçoes alternativas, já que o confinamento nesses centros não têm se mostrado eficaz. Mas aí acho que alguém que trabalhe com medidas socioeducativas contribuiria mais para esse debate do que eu.
Mas, pelo que tenho lido, uma das possibilidades é encarcerar os adolescentes no mesmo espaço dos adultos, já que seriam julgados como tal. E isso, além de ineficaz é extremamente deletério.
Falta muita coisa a ser discutida sobre esse projeto de lei. Por isso me assusta que as pessoas aprovem de antemão com tanta facilidade?
Vc não acha estranho que a OAB até mesmo alguns setores da polícia sejam contra?
Mariana

Anônimo disse...

A impressão que eu tenho lendo os comentários é que ninguem leu o texto e os links... ;(

Anônimo disse...

Pequena parte dos crimes são cometidos por adolescentes - verdadeiro
A maior parte dos genocídios não foram cometidos por Hitler - verdadeiro
A maior parte dos feminicídios não foram cometidos no massacre de realengo - verdadeiro
O PT não inventou a corrupção - verdadeiro

Guilherme... Vc sabe o que é falácia?

Juba disse...

Para quem mencionou o Champinha: o Ari Friedenbach, pai de uma das vítimas, é CONTRA a redução da maioridade penal. E aí?

Anônimo disse...

E porque o assassino da filha dele, foi pego BA medida de segurança, como psicopata.
Queria ver se tivesse impune, como a maioria dos di menô ficam

Anônimo disse...

Preso resocializado, e o que tem medo se voltar pra cadeia.
Cadeia não e vil nia de férias, não e retiro espiritual, e pena, ele ta lá pra ser punido.
E se estão um lixo, e porque eles mesmos tarnam i convívio entre eles insuportável.
Não quer ur para candeia? Muito simples, e só não roubar, não matar, não estuprar, não vender veneno para filho dos outros em porta dr escola.

Anônimo disse...

Quando eu fui assaltada por um menor de idade, ele me tratou muito bem viu.
Minga sindone do panico que o diga.

Anônimo disse...

Mais tolerância com menores estupradores também?

Mallagueta Pepper disse...

Podem espernear o quanto quiserem que eu nem ligo, mas se há muitos anos atrás o governo tivesse implementado uma política intensa de planejamento familiar, muitos desses menores infratores certamente não existiriam.

Tá, podem me chamar de facista, nazista, elitista, sei-lá-o-que-ista... mas estou falando alguma mentira por acaso? Ou tem gente aí que prefere ver crianças nascendo na miséria sem nenhuma chance a não ser apelar pro crime?

"Ain, mas o governo é quem devia dar oportunidades iguais a todos, fazer boas politicas sociais, etc.". Sim. Devia. Sim, precisamos disso. Mas é preciso que controlem o número de nascimentos. Não adianta nada falar que a quantidade de filhos por mulher está diminuindo sendo que na prática ainda vemos muitas famílias com 4, 5, 6 filhos...

Aqui no prédio onde eu moro tem um casal com 4 filhos, o que pra mim já é um absurdo considerando que dois filhos por casal já é suficiente pra repor a população. Não precisa mais do que isso.

Anônimo disse...

Pronto, chegou a Mallagueta eugenista :P

Anônimo disse...

a Mallagueta considera aborto metodo contraceptivo?

Thomas disse...

Na verdade ninguém mais deveria se reproduzir, é o único modo de acabar com todos os problemas do mundo.

Ci disse...

Na cadeia eles traficam, eles matam, eles têm telefone e internet. Os próprios policiais ou agentes penitenciários, cobram uma grana para passar um telefone. Tem traficante lá dentro , que quando a mulher vem visitar, manda mais do que tu pode imaginar de dinheiro pra casa.
Eu quero cadeia para ressocializar , tem que trabalhar obrigatoriamente, não como é hoje, trabalha quem quer e ainda quem trabalha sofre represálias dos outros presos.
Não adianta querer cadeia só para punir, porque o preso sai pior de lá e um dia pode ser minha família que sofrerá a violência, sem falar que tem sim quem pode se recuperar, mas o sistema não dá condições. Medo de voltar pra cadeia? Eles não tem, podem traficar, mandar matar, assaltar , postar fotos no face e o que quiser lá de dentro.

Anônimo disse...

Existem menores de idade que já estupraram e mataram dezenas de pessoas. Perto da minha cidade, tem um que já matou mais de 20. Vamos fazer o que com ele? Dar amor e carinho? Não podemos atribuir o crime unicamente a falta de oportunidades. Afinal, existem pessoas que também não tiveram uma única chance na vida e nunca cometeram nenhum crime. Tem que baixar a maioridade para crimes hediondos.

Ci disse...

Sou a favor que quando completar 18 anos, seja transferido para penitenciária , para cumprir o restante da pena. Pois tem que ter penas mais brandas sim. Só não entendo porque o menor de 16 anos vai " aprender mais com os adultos dentro da cadeia, e quando ele fizer 18 anos não vai?

B. disse...

Na boa mesmo, mas não consigo ver um menor de idade que estuprou alguém como um "coitadinho" ou "alguém que não teve chances". Conheço gente (de esquerda) que passa meio a mão na cabeça se o bandido for negro e a vítima branca. Tipo estuprou uma guria branca, já vi gente dizer, ou insinuar, que ela era uma "sinhazinha". Nem tanto referente a esse assunto, já muitas feministas (não aqui no blog) passando pano pra homem machista negros. Uma guria foi cantada/assediada na rua por uns caras e tacharam ela de "sinhazinha" que tava com preconceito com os negros (a guria assediada nem descreveu a cara dos assediadores, só falou que eram vendedores ambulantes, mas aí intuíram que eram negros e acharam que a reclamação da moça era "mimimi de sinhá".

Como eu falei antes, de novo os direitos das mulheres em último plano.

maria disse...

Lola, todos os dias menores cometem crimes hediondos. Há um mês um taxista foi morto aqui, e o menor que matou ainda contou friamente que a vítima tentou fugir e implorou para não ser morta. Ele foi internado (porque o ECA não é penal, é administrativo) em um centro para menores infratores e fugiu um mês depois. Menores cometem assaltos todos os dias, em todas as horas do dia. Minha amiga foi rendida com a mãe por um menor na pequena lojinha de bairro que elas têm. Foram ameaçadas de morte e roubadas. A polícia conseguiu deter os menores, mas eles foram soltos no mesmo dia, e passaram a andar na frente da loja delas para ameaçá-las, agora elas trabalham trancadas com uma grade e atendem os clientes pela grade que colocaram na loja (ou seja, vivem encarceradas).

Para mostrar que não é só o Champinha que cometeu crime e que a violência é grande sim, vou colocar só umas notícias recentes em uma googlada rápida:

http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2014/07/familia-de-bebe-assassinado-por-menor-pede-justica-em-colinas-do.html

http://www.redeto.com.br/noticia-12674-menor-invade-casa-mata-menino-e-esfaqueia-a-mae-e-outra-crianca-adolescente-tem-varias-passagens-pel.html#.VSfsudzF_nE

http://portalcorreio.uol.com.br/noticias/policia/crime/2015/03/04/NWS,255427,8,153,NOTICIAS,2190-MENOR-DETIDO-CONFESSA-MATOU-SARGENTO-CORPO-BOMBEIROS-APOS-TER-PRATICADO-ASSALTO.aspx

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/12/noticias/cidades/gazeta_online_norte/1473796-nao-senti-remorso-para-mim-isso-e-normal--diz-menor-que-matou-adolescente-em-nova-venecia.html

http://www.amambainoticias.com.br/policia/adolescente-que-matou-4-diz-que-pena-para-menor-e-muito-branda

http://nelcisgomes.jusbrasil.com.br/noticias/113985349/menor-que-matou-ex-namorada-e-enviou-imagens-para-amigos-sabia-de-punicao-branda

http://ndonline.com.br/joinville/noticias/189158-menor-acusado-de-homicidio-e-apreendido-em-jaragua-do-sul.html
http://www.jequiereporter.com.br/blog/2015/04/09/autor-de-homicidio-contra-comerciante-em-jequie-e-de-menor-idade/

Maria disse...

Aqui, na verdade, a maioria dos crimes são cometidos por menores, justamente porque eles contam com a impunidade. Raramente eles são internados e quando são ficam por muito tempo, fora que as fugas são constantes porque o sistema do Centro de Internação de Menores não é tão rígido quanto o sistema prisional. E claro, eles devem ser presos e responder pelos crimes em celas apartadas dos adultos, como acontece em vários outros países. O que não pode é persistir essa impunidade. Engraçado quem diz que apenas 1% dos menores cometem crimes hediondos (dado mentiroso e sem embasamento). Se é assim, qual o problema? Só 1% dos menores serão punidos pelos crimes hediondos.

Anônimo disse...

E outra: menor de 18 não comete crime no Brasil. Ele pode ter matado e estuprado dezenas de pessoas, ao completar 18 anos ele tem todo o histórico apagado, não há nenhum registro criminal contra ele, e assim que ele cometer outro estupro ou latrocínio ele será julgado como primário, porque tudo que ele fez antes dos 18 anos é apagado. Parem de falar que o ECA já prevê punição, porque é mentira. O ECA prevê internação como medida excepcional, e prevê que o máximo de internação é 3 anos, por mais bárbaro que sejam os crimes cometidos pelos menores.

Anônimo disse...

1) Essa historia do 1% é falsa. Ninguém soube citar a fonte.
2) mesmo que seja 1%, va fazer o que com esse mini psicopata?DA um beijo e um abraço, porque ele é vitima da sociedade?
3) E 1% de que? Da população total? Porque é facil falar : jovens entre 16 e 18 anos cometem menos crimes que TODA a população adulta. Claro que sim. Da mesma maneira que adultos entres 30 e 31 também são minoria a cometerem crimes se comparados a TDOAS OUTRAS IDADES JUNTAS.


----------

Copiei o comentário da Yara só para frisar como é absurdo esse argumento que usa a estatística falsa dos 1%.

Fernando disse...

Todos pensam no castigo, sem pensar que um dia este preso voltará pra sociedade. Se a prisão não recuperar, ele voltará a cometer os mesmos crimes. Isso vale para todos. E com o menor, isso é ainda mais devastador. Ele está em fase de desenvolvimento, tanto na idade como no mundo do crime. E na cadeia, é bem mais difícil recuperar. Todos sabemos o problema deste sistema. Nós deveríamos lutar por investimento na área, não apoiar maioridade penal que só vai maquiar o verdadeiro problema. Os números de presidiários crescem, e a violência só aumenta. Sou a favor de investimento no sistema carcerário. Não para melhorar a vida de quem está lá dentro, mas sim de quem está aqui fora. É óbvio que, um sistema carcerária sem superlotação, terá menos rebeliões e fugas em massa. Isso é segurança. Não vejo ninguém cobrando isso. Sou a favor de aumentar o tempo de internação, nos casos mais graves como homicídios e estupros. Fora isso, vamos lutar pelo investimento correto na educação e segurança pública( que envolve o sistema carcerário falido, não recupera ninguém e ainda tem essa superlotação.) Tudo isso refletirá na sua vida cotidiana, maioridade penal é apenas para maquiar essa situação.

Fernando disse...

Unicef estima em 1% os homicídios cometidos por menores no Brasil

Segurança. Dados da Polícia Civil mostram que dos 398 assassinatos em Curitiba em 2014, apenas 11 foram cometidos por menores de idade. Em crimes como furtos, roubos e lesões corporais a participação dos adolescentes também é pequena, sempre abaixo de 1%.

Isso, vamos colocar toda a culpa desse sistema falido na costa do menor. Vai resolver muito.

Anônimo disse...

Claro que vai! O ambiente da cadeia é péssimo também para adultos. A possibilidade de se sair pior do que se entrou é grande pra todo mundo.

Anônimo disse...

"Segurança. Dados da Polícia Civil mostram que dos 398 assassinatos em Curitiba em 2014, apenas 11 foram cometidos por menores de idade. Em crimes como furtos, roubos e lesões corporais a participação dos adolescentes também é pequena, sempre abaixo de 1%"
_
Que bom, então não vão lotar o sistema carcerário. Agora me diga, vc acha certo estes 11 assassinatos ficarem impunes? Para vc e só um numero, mas para os familiares destes mortos, são uma dor imensa, que merece resposta do estado.
E não, eles não vão voltar a vida depois de 3 misseros anos.

Anônimo disse...

"Claro que vai! O ambiente da cadeia é péssimo também para adultos. A possibilidade de se sair pior do que se entrou é grande pra todo mundo"
_
otima oportunidade então, para transformar o ambiente na cadeia, através de diciplina, trabalho e estudo.
Ou vc sugere que abramos as cadeias, e soltemos todo mundo?

Anônimo disse...

"Anônimo Fernando disse...
Todos pensam no castigo, sem pensar que um dia este preso voltará pra sociedade. Se a prisão não recuperar, ele voltará a cometer os mesmos crimes"
_
Uma coisa não exclui outra, ele cometeu um crime, está la para ser punido, e a punição, acompanhada de medidas socioeducativas, fazem parte da recuperação.
O que gera reincidência, e a impunidade, e a falta de limites.

Milena disse...

Anon 01:35,só rindo muito,um indivíduo decide roubar ou matar e a culpa não é dele,é dos outros.
Cometem atrocidades com outro ser humano e nós é que somos intolerantes.
Querer que eles sejam presos é tratar como lixo? E o que eles fazem com os outros é o quê?
Foi porque que eu chamei de cambada? Desculpe mais não vou elogiar essa corja mesmo.

Do jeito que você fala até parece que alguém nasce "bandido" ou "mocinho"....quanto maniqueísmo tapado!!!!!

Ninguém nasce bandido mas se torna,mais do que óbvio,mas para vocês nem isso eles são,n passam de pobres vitimas injustiçadas que só ferram a vida dos outros.
Aliás,acho que para vcs nascem sim,já que a culpa é exclusiva da pobreza,então basta nascer pobre para virar bandido,como se todo pobre fosse assim e rico nenhum cometesse crime.

Eu não entendo como alguém pode pensar assim e ser feminista,vem aqui xingar e ficar puta cm os opressores por quê? Não passam de coitadinhos,se estupram,matam e torturam mulheres a culpa é todos e sua também.

@vbfri disse...

Alguns pontos:
1) menores de idade já são presos. Organizações internacionais consideram que a prisão no Brasil é após 12 anos.
2) redução da maioridade penal não funcionou em NE-NHUM país do mundo para reduzir a criminalidade.
3) reduzindo a maioridade penal ou não, permaneceriam sendo presos os pobres. Rico não vai pra cadeia (exceto vez ou outra como "bode expiatório" - apenas pra fazer de conta que a justiça é igual pra todos).
4) Nos anos 90 a Holanda estava com a criminalidade altíssima. Estudou formas de combater a criminalidade, reformou o sistema penal e carcerário e 20 anos depois fechou 14 prisões por falta de prisioneiros.
5) Menos de um porcento dos crimes praticados no país são por jovens de 16 a 18 anos.
6) o Brasil faz de tudo pra copiar os EUA. Logo, logo vai quebrar a cara. Aliás, EUA tb tem criminalidade altíssima.
7) eu não faço a menor ideia como esse projeto avançou até agora. Ele é claramente inconstitucional, violando cláusula pétrea. Mas, enfim.
8) dia desses, em Bsb, sumiu uma quantia de um estabelecimento num condominio no DF. Queriam porque queriam culpar o filho de uma trabalhadora doméstica que estava por lá. Chamaram o menino de criminoso e tudo, queriam ver a caveira dele. Aí descobriram que foram filhos de moradores. Virou "brincadeira inconsequente de crianças". Caso encerrado.

Querem mais argumentos?

@vbfri disse...

Ah, em tempo...
- Essa história de mimimi, champinha isso, champinha aquilo, mimimi, é a pior argumentação da face do planeta.
Primeiro que é uma fração irrisória da galera presa (e eu considero esses negócios como fundação casa, febem, sei lá como presídio) que está ali por crimes hediondos.
A esmagadora maioria está ali por crimes menores.
Se é pra falar de impunidade em caso hediondo antigo, bora falar sobre a Ana Lídia, de Brasília? Quando começou a feder pro lado de filhos de gente importante (inclusive o irmão dela), sentaram sobre o processo e falaram que não dava pra solucionar o crime.
Daí a menina virou santa, pq, né? Rica, branca, bonita, criança.
E eu cansei, can-sei, de ver adolescente de escola de elite, praticando tráfico de drogas (e outros crimes) e levando só um sermão das "puliça".
Ah! Esqueci!!!! Rico é tudo santo, né? Tem que prender e matar pobre.

Hélio Dantas disse...

se diminuir a maioridade penal tem que diminuir a maioridade na hora do jovem tirar sua primeira habilitação.

Raven Deschain disse...

@vbfri, oq aconteceu com a Ana Lidia? Quero dizer, fui ler, mas não entendi oq a menina fez de errado. Ou o irmão dela era menor?

@vbfri disse...

Raven,

A Ana Lidia não fez nada de errado. Foi estuprada e assassinada cruelmente. Alguns suspeitos (ela foi estuprada por mais de um) eram filhos de pessoas importantes (e ela e o irmão também) e adolescentes. Não sei se todos eram menores ou se era um combo.
Logo logo o crime foi abafado, colocaram panos quentes e fim.
Assim que as evidências começaram a apontar o irmão e amigos do irmão,deram uma desculpa de que não era possível solucionar o crime por falta de provas e fim.
Ana Lídia virou nome de parquinho dentro do Parque da Cidade em Brasília e Brasília ainda chora por uma criança linda que foi estuprada e assassinada de forma cruel e desumana.

Uma vez eu sentei no júri de um caso bastante semelhante ao da Ana Lídia (uma menina de 8 anos foi estuprada e assassinada pelo padrasto, seu corpo foi deixado num terreno baldio, coisa horrível) e, como os envolvidos eram pobres, não deu nem nota de rodapé no jornal. Aliás, pode ver que, exceto em casos muuuuito específicos, quando ricos cometem crimes contra ricos, não se fala nada. Nem quando ricos cometem crimes contra pobres (teve o caso do índio Galdino, mas só houve essa comoção porque ele era índio... Na mesma semana teve um caso igual contra uma mulher pobre e ninguém falou nada... jovens de classe média tb).
A notícia vem quando pobres cometem crimes contra ricos.
Como o Champinha.
Como o caso da Maria Clara.
Não que não tenham sido crimes horríveis, mas ninguém noticia crimes cometidos contra pessoas pobres.
Vide o caso do filho do político vs. o menino da favela...

Anônimo disse...

Uma coisa não exclui outra, que sejam punidos independente de classe social.
Se são tao poucos os que cometem crimes, como dizem vcs, porque toda esta resistência então?( no Brasil, a porcaria da policia civil, burocrática, batedora de carimbo, , não consegue solucionar nem 8% dos crimes, segundo eles mesmos reconhecem, só resolvem o q a PM joga prontinho no colo deles. Então devem tirar da veneta esquerdista, estes dados de mínimo só 1% dos crimes)
E só os jovens não cometerem crimes, que vão ficar bem, pronto resolvido.

Anônimo disse...

Sim claro, bos paises desenvolvidos já e assim, se tira carta de motorista aos 16 anos.
E já esta comprovado, por varias correntes acadêmicas, que com o acesso massivo a informação de hoje, que o jovem de hoje, com 16 anos, e mais evoluido mentalmente, que co 21, ha quarenta anos atrás.

Anônimo disse...

Diminuir a maioridade penal é só uma parte de uma reforma que é necessária.

É preciso mudar as cadeias no Brasil, pra começar. O "regime disciplinar diferenciado" que aplicam a chefões do tráfico deveria ser padrão para todos. Que bandido vai ter medo de ir para cadeia quando vc tem quase todas as regalias que fora dela?

Eles convivem em sociedade normalmente porque tem contato com os outros presos e com os familiares. Eles tem direito a receber comida trazida de fora e outras regalias. Isso deveria ser muito mais duro e restrito para que eles sintam falta e percebam o que perdem quando são afastados da convivência em sociedade.

Se quisessem dar regalias aos presos eles deveriam trabalhar e/ou estudar para ter direito as visitas e outras coisas.

E, também, retirar definitivamente os indivíduos que não tem recuperação com perpétua.

Além de uma profunda reforma na sociedade em si.

É necessário dar condições de vida dignas a todas as pessoas para que elas não precisem escolher o crime.

E como foi dito em um comentário acima, uma coisa não exclui a outra. Punir o crime não exclui preveni-lo.

Mas, reclamar aqui ou em qualquer outro lugar não vai mudar nada porque aqui nada nunca muda e quando muda não funciona porque é corrompido de alguma forma.

Anônimo disse...

Então vc justificaria a impunidade para um estuprador pobre, dizendo que já que estuprador rica não vai pra cadeia, que o estuprador pobre também não vá?
Que tal lutar para que todo estuprador seja punido, independente de classe social?

@vbfri disse...

ô, galera anônima, eu não defendo impunidade para NINGUÉM que comete crimes hediondos.
O que eu DEFENDO é que os ricos sejam presos TAMBÉM.
Será que a gente tem que desenhar? Pelamordedeus.

Raven Deschain disse...

Cruz credo. De arrepiar. Entendi seu ponto. Tem toda a razão.

@vbfri disse...

Galera que falou de estudo/trabalho.
Praticamente todos os presos trabalham e/ou estudam. Até porque eles ganham por isso.
Galera que fala de crimes hediondos quando não tem como recuperar (principalmente casos de psicopatia e sociopatia): na grande maioria desses casos, se não em sua totalidade, a pessoa NÃO volta para a sociedade. São internadas em regime diferenciado, às vezes em hospitais psiquiátricos.
Por essas e outras a gente não ouve dos psicopatas conhecidos saindo da cadeia.
Vamos estudar o direito penal brasileiro antes de emitir opinião, gente.
Por favor, por favorzinho!

@vbfri disse...

Galera que falou de estudo/trabalho.
Praticamente todos os presos trabalham e/ou estudam. Até porque eles ganham por isso.
Galera que fala de crimes hediondos quando não tem como recuperar (principalmente casos de psicopatia e sociopatia): na grande maioria desses casos, se não em sua totalidade, a pessoa NÃO volta para a sociedade. São internadas em regime diferenciado, às vezes em hospitais psiquiátricos.
Por essas e outras a gente não ouve dos psicopatas conhecidos saindo da cadeia.
Vamos estudar o direito penal brasileiro antes de emitir opinião, gente.
Por favor, por favorzinho!

Anônimo disse...

"Praticamente todos os presos trabalham e/ou estudam. Até porque eles ganham por isso."

Mentira, isso é só achismo seu as pesquisas dizem totalmente o contrário.

E os que trabalham ganham muito pouco, centavos por hora.

O que eles ganham que vale a pena é redução de pena. O que é, no mínimo, um tapa na cara da sociedade. Isso não ensina NADA a eles do que podem perder quanto são presos.

O objetivo principal da prisão no Brasil (e isso está na legislação que foi comentada por vc) é reeducar e ressocializar.

Mas, isso não acontece!

"Galera que fala de crimes hediondos quando não tem como recuperar (principalmente casos de psicopatia e sociopatia): na grande maioria desses casos, se não em sua totalidade, a pessoa NÃO volta para a sociedade. São internadas em regime diferenciado, às vezes em hospitais psiquiátricos."

Outro achismo, meia verdade.

Aí vc fica dependendo de avaliações psiquiátricas que não são confiáveis, pq a psiquiatria não é uma ciência exata e pode ser comprada.

Mas, no caso da perpétua, se foi condenado não sai mais nem com um laudo assinado pelo Philippe Pinel em pessoa.

Anônimo disse...

Crimes tem que ser punidos. Um menino não vai largar uma vida em que ele consegue roubar numa noite a mesma quantia que ele consegue em um mês se esforçando no trabalho. E, desculpa, se você tem 16 anos VOCÊ TEM CONSCIÊNCIA do que faz. Acho que encarcerar todo mundo não é a solução correta, mas não dá pra esperar outra a longo prazo, e deixar como está.

@vbfri disse...

Nossa.
Engraçado.
Eu sou formada em direito e fiz toda a minha formação em direito penal e EU que estou achando?
Impressionante.
O preso que trabalha, a cada 3 dias trabalhados, um dia é remido da pena.
Então não é pelo $$, é pela redução da pena.
Então TODOS querem. Nem todos conseguem, mas TODOS pedem pra trabalhar.
Mas, né? Eu que acho as coisas...
Então tá.
Mas, né, anônimo, você é quem sabe das coisas.
Desculpaê...
Ah... E os laudos psiquiátricos são dados por pessoas excelentes... Pelo menos em BSB.

Anônimo disse...

"E os laudos psiquiátricos são dados por pessoas excelentes"

Há bons e maus profissionais em todo lugar. Já vi casos de presos claramente perigosos sendo soltos por juízes e psiquiatras, e voltando a cometer crimes.

Anônimo disse...

Boa sorte aos que querem educar moleque de 16 anos que aparece na tv dando risada depois de atirar na cabeça de alguém na rua...

Anônimo disse...

Eu sou formada em direito e fiz toda a minha formação em direito penal e EU que estou achando?
Impressionante.


Vc disse que a maioria trabalha:

institutoavantebrasil.com.br/apenas-17-dos-presos-trabalham/

Vc tem algo que diz o contrário?

Vc poderia ser presidente do STF, ainda seria mentira.

Não estou dizendo que vc escreveu mentira de propósito, mas nossa realidade pessoal não é amostra para basear toda a realidade.

Ah... E os laudos psiquiátricos são dados por pessoas excelentes... Pelo menos em BSB.

Aff, nem dá pra levar em conta essa.

Vc sabe que essas coisas podem ser compradas, ainda assim quer arriscar?

Anônimo disse...

"2) mesmo que seja 1%, va fazer o que com esse mini psicopata?DA um beijo e um abraço, porque ele é vitima da sociedade?"

Rachei XD.

Como diria meu avô tutti buona gente, só que não.

Fernando disse...

_
Uma coisa não exclui outra, ele cometeu um crime, está la para ser punido, e a punição, acompanhada de medidas socioeducativas, fazem parte da recuperação.
O que gera reincidência, e a impunidade, e a falta de limites.

-
Justamente, não exclui nada. Em nenhum momento, disse que não haveria punição. Punição é o castigo, mas o CASTIGO, não pode vir acompanhado sozinho. Reveja minha frase com mais atenção. Medidas para ressocializar essa pessoa também deve vir junto.Impunidade é apenas para pessoas ricas. Que fique bem claro isso. Falta de limite, sinceramente não entendi essa frase.

Essa ressocialização, pelo visto se ocorre, é bem pouco. Também, como vai ressocializar com cadeias superlotadas. Impossível!

Anônimo disse...

Gente, olha só, nem todo mundo que comete crimes hediondos tem problemas psiquiátricos, não. Vamos ser mais razoáveis antes de sair dizendo que "fulano ou Beltrano são comprados ou incompetentes pq não fizeram aquilo que eu acho que deveria ser feito". Pelamor!
Mariana

Anônimo disse...

Que correntes acadêmicas? Que critérios foram utilizados pra definir "evolução mental" nesses estudos? Como especialista na área, tô muito curiosa pra conhecer essas descobertas revolucionárias. Por favor, livre-me da ignorância.

Fernando disse...

Que bom, então não vão lotar o sistema carcerário. Agora me diga, vc acha certo estes 11 assassinatos ficarem impunes? Para vc e só um numero, mas para os familiares destes mortos, são uma dor imensa, que merece resposta do estado.
E não, eles não vão voltar a vida depois de 3 misseros anos.

--------------
Não vão ficar impunes, entenda bem. O que você está dizendo é que ele vai ficar pouco tempo internado, é diferente de ficar impune. Se ler minha frase, logo acima desta, terá visto que defendo aumentar o tempo de internação para casos como este.
O que eu defendo, é justamente que este criminoso seja reabilitado. Ok, suponhamos que ele passe 25 anos na cadeia, por assassinato. Digamos que ele foi preso com 16 anos. Ele vai sair da cadeia com 41 anos, no Brasil. Lembrando é claro, que estou falando da nossa cadeia que não ressocializa o criminoso. Acha mesmo que o indivíduo, sem ser reabilitado voltará a conviver normalmente ? É óbvio que não. A tendência é ele voltar a praticar crimes violentos. Pensar desta maneira imediata, só vai trazer mais problemas no futuro. Vai fazer um efeito dominó, e a violência vai continuar com números alarmantes.

donadio disse...

"Mesmo que nao reduzissse a criminalidade, cometeu crime , tem que pagar."

Pois ééééé...

O índice de reincidência dos egressos da cadeia é da ordem de 60%. O índice de reincidência dos egressos das instituições onde menores são mantidos quando cometem crimes é da ordem de 30%.

E nós, evidentemente, queremos que os menores vão para um sistema onde o índice de reincidência é maior, por que... por quê, mesmo?

donadio disse...

"não se deve ensinar legitima defesa a mulher"

Não é que não se deve ensinar legítima defesa às mulheres. Quem quiser aprender deve ser livre para aprender.

O que não pode é responsabilizar as pessoas (no caso, as mulheres) por não terem aprendido legítima defesa. É o famoso, "também, quem mandou você não aprender judô" que é o problema.

É tipo um imbecil que estes dias teve o topete de dizer que é obrigação minha andar armado para me defender. Ora bolas, não quero andar armado, tenho direito a não andar armado, e não posso ser responsabilizado se algo me acontecer por não andar armado.

Haja "raciocínios" tortos...

donadio disse...

"Mas e nos casos de feminicidio? Por exemplo o Champinha, que estuprou a menina por dias a fio e depois a matou.

Fica como? Tá liberada a violência contra a mulher pra menores de idade?
"

Tanto não está, que o Champinha continua internado - e continuará internado pelo resto da vida.

O que vocês querem é de uma burrice abissal: que o cara seja julgado e condenado a trinta anos de cadeia, para ser solto depois de cumprir cinco se tiver bom comportamento.

Eu prefiro do jeito que é: sem julgamento, e internação sem data para acabar. Você não? Faz mesmo questão de que ele volte ao convívio social?

Cada uma.

Anônimo disse...

"O índice de reincidência dos egressos das instituições onde menores são mantidos quando cometem crimes é da ordem de 30%"

Não é porque é melhor nas instituições, é porque quando eles voltam a reincidir a maioria já é maior de idade.

Nem todo mundo lembra que os registros criminais deles são "zerados" quando da maioridade.

Começa a contar tudo de novo, como se fossem réus primários.

Anônimo disse...

"Tanto não está, que o Champinha continua internado - e continuará internado pelo resto da vida."

Só ficou tanto tempo porque caiu na mídia. Se ele saísse ia ser um escarcéu. Senão, já tinha saído.

donadio disse...

Os países com as menores taxas de criminalidade do mundo são a Suécia, a Finlândia, a Dinamarca e a Noruega. As cadeias de lá funcionam, reintegram as pessoas à sociedade, e têm baixos índices de reincidência.

Querem ver como são as cadeias de lá?

Na Suécia:

https://www.google.com.br/search?q=jails+in+sweden&espv=2&biw=1600&bih=775&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=-DIoVYHjIYKyggSvgIK4Ag&sqi=2&ved=0CBwQsAQ

Na Noruega:

https://www.google.com.br/search?q=jails+in+sweden&espv=2&biw=1600&bih=775&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=-DIoVYHjIYKyggSvgIK4Ag&sqi=2&ved=0CBwQsAQ#tbm=isch&q=jails+in+norway

Na Finlândia:

https://www.google.com.br/search?q=jails+in+sweden&espv=2&biw=1600&bih=775&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=-DIoVYHjIYKyggSvgIK4Ag&sqi=2&ved=0CBwQsAQ#tbm=isch&q=jails+in+finland

Na Dinamarca:

https://www.google.com.br/search?q=jails+in+sweden&espv=2&biw=1600&bih=775&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=-DIoVYHjIYKyggSvgIK4Ag&sqi=2&ved=0CBwQsAQ#tbm=isch&q=jails+in+denmark

Mas, é claro, para direitistas brasileiros a civilização é uma coisa para ser admirada de longe. Trazer para cá, nunca!... íamos ficar sem empregadas domésticas, já se viu?!

Anônimo disse...

Dinamarca, Suécia e Finlândia têm perpétua.

Se pudessem os esquerdistas escolheriam a Noruega pra copiar o modelo.

Ci disse...

Não é todos que querem não, também trabalho com direito penal. Para preso é assim : não trabalhou na rua , vai trabalhar na cadeia? Inclusive tem galeria separada para trabalhador, são mal vistos pelos outros de tentos.

Ci disse...

Detentos

Anônimo disse...

Discordar educadamente é ser troll? Não dê combustível para os trolls de verdade ficarem chamando a esquerda de sofredora de mania de perseguição, eles já fazem isso o suficiente.

Anônimo disse...

Dinamarca, Suécia e Finlândia ? Haha.

Peguemos o EUA, país com dimensão do Brasil. É o país do "primeiro mundo" mais violento do mundo.
11 mil mortes por ano. É, a pena perpétua está transformando muito por lá.


Foi um esquerdinha que citou como exemplo, se funciona na Dinamarca funciona aqui. Mas, se não funciona nos EUA não funciona aqui, mas funciona na Dinamarca. Eita...

Anônimo disse...

Dinamarca, Suécia e Finlândia ? Haha.

Peguemos o EUA, país com dimensão do Brasil. É o país do "primeiro mundo" mais violento do mundo.
11 mil mortes por ano. É, a pena perpétua está transformando muito por lá.


Ainda assim tá anos-luz a nossa frente. Quem dera.

Anônimo disse...

Duas coisas distintas, você colocou na mesma moeda. É uma estratégia de mudar o assunto. Estamos falando de Maria, você pulou para o João. Você articulou bem, pegou um país com sistema carcerário eficiente e que ressocializa os presos para comparar sobre a pena perpetua.

Noruega não tem pena perpétua, veja os números:
Taxa de homicídio intencional por 100 mil habitantes:
Noruega 0.6
Estados Unidos 4.2

A taxa de reincidência de prisioneiros libertados nos Estados Unidos é de 60%. Na Inglaterra, é de 50% (a média europeia é de 55%). A taxa de reincidência na Noruega é de 20%

Fora notícias como está:

EUA: Mais de 3200 condenados a perpétua por crimes não-violentos


Guilherme disse...

"Pequena parte dos crimes são cometidos por adolescentes - verdadeiro
A maior parte dos genocídios não foram cometidos por Hitler - verdadeiro
A maior parte dos feminicídios não foram cometidos no massacre de realengo - verdadeiro
O PT não inventou a corrupção - verdadeiro"

Guilherme... Vc sabe o que é falácia?"

Sim,eu sei.Aqui eu me referi a falacia do espantalho,que é quando alguém refuta um argumento que ele mesmo inventou ou que ninguém ou quase ninguém usou para defender uma ideia.Dessa forma,a pessoa resolve ignorar os verdadeiros argumentos daqueles que defendem a posição contrária.

Digamos que alguém,por absurdo que seja,resolva defender o genocídio na Alemanha.Ele diz:

"Um dos motivos que as pessoas usam para condenar Hitler é que elas acreditam que ele foi o único governante a praticar um genocídio.Ora,qualquer pessoa que conheça um pouco de História sabe que isso não é verdade.E assim,refutamos mais um argumento daqueles que condenam Hitler."

Claro que isso é um absurdo.As pessoas condenam Hitler por ele ter cometido uma grave violação dos direitos humanos.

O mesmo se aplica a quem diz que apenas uma pequena parte dos crimes são cometidos por adolescentes.Os defensores da diminuição da maioridade penal argumentam que,com 16 anos,uma pessoa já tem consciência para prestar conta dos seus atos.Se uma pessoa quer fazer objeção àqueles que defendem a redução da maioridade,independente se esse argumento está correto ou não(e na minha opinião,ele está correto),deveria refutar esse ou outros argumentos usados,e não um argumento inventado,mais fraco ou tendenciosamente interpretado.Isso é falácia do espantalho.

Alguma duvida?

Anônimo disse...

Os caras querem comparar paises como Suécia e Noruega, minúsculos, subpovoados, capitalistas, e de cultura planificada, com países gigantes, como EUA e Brasil, populosos, multiculturais, e com toda a pressão social que o multiculturalismo causa, e muita besteira.

Denise Marinho disse...

Então... Tb acho q para crimes hediondos deve ser julgado o crime e não a idade.
Mas eu acho q o principal é melhorar a educação (ou ter alguma), para que a pirralhada não caia no tráfico e no roubo.
Acho q a lei está defasada sim, o argumento deq o zé de 16 anos n entende oq tá fazendo nao funciona mais.
Eu acho q educação é a solução dos problemas do brasil. Mas nao creio q nenhum governo, DE NENHUM PARTIDO, em nenhuma época até hj fez ou fará algo p mudar isso :(

Denise Marinho disse...

Pra q vc vem num espaço de discussão como esse para falar coisas sem refletir? Generalizar tb não funciona mais, tá provado (se vc ler os comments) q existem sim feministas e/ou esquerdistas que pensam diferente disso q vc falou.
Pra que se propor a debater uma coisa se tá com preguiça de pensar?
Senta lá, claudia!

Denise Marinho disse...

Tb acho péssimo. O champinha é um caso totalmente a parte e está muito bem tratado: está preso. Ele não é só um mané q fez uma saidinha de banco, a história é bem mais complexa.

Denise Marinho disse...

Nooosa, q raiva desses bikemano! São uma praga, os policiais sabem quem são e não podem fazer nada. Já vi um grupo deles ser preso e eles estavam rindo.

Denise Marinho disse...

Talvez os dois sejam vítimas, cada um a seu modo?

Imagina q ele acha o maximo "ostentar" tenis, relogio e roupas de marca lá no lugar com pouco ou nenhum seja la oq for (saneamento, escola, saude, etc) onde ele mora, q ele possa ser um produto de um governo q trabalha para manter as pessoas assim: pobres de consciência e de dinheiro.
E vc tb, vítima duas, três vezes, desse governo q proporciona aos dois um nível de ignorância bastante administrável e sobrou pra vc, ter q sofrer as consequências de tudo de ruim q aconteceu com esse rapaz.

Mas assim, digo isso ignorando a maldade natural da pessoa, coisa q não conheço, não posso dizer.

Às vezes, as pessoas simplesmente não sabem. Nada. Cada um mergulhado na sua própria ignorância. Sou mto pessimista qto a isso, vejo pessoas de todas as idades sem saber oq fazem e fugindo como o diabo da cruz da responsabilidade de uma coisa q eles nao entendem oq é.

Nao quero dizer, veja bem, q ele nao é um filha da puta e que vc não passou por um trauma, ainda mais pela pena leve dele (absurdo).

Denise Marinho disse...

Com certeza! O encarceramento tem de ser útil, para ele e para a sociedade onde ele vai voltar. Tem q trabalhar e ter salário (sem redução de.pena), tem q ter descontado do trabalho uma parte pela infra estrutura (haha) q ele usufrui, tem que estudar.
Quédizê... Falando assim. Parece o mundo ideal a que todo brasileiro deveria ter acesso, né?

Tb acho q n adianta amontoar as pessoas em buracos como fazem. Justiça, não vingança. Acho q começar apertando essa pirralhada pelos crimes hediondos é um bom começo. Mas e aí, vão melhorar as escolas e os presídios/febem?

Você acredita que o brasil vai melhorar em algum aspecto desses mais profundos? (To perguntando mesmo, sem ironia, viu?)

AntiEUA disse...

Anônimo disse...

Os caras querem comparar paises como Suécia e Noruega, minúsculos, subpovoados, capitalistas, e de cultura planificada, com países gigantes, como EUA e Brasil, populosos, multiculturais, e com toda a pressão social que o multiculturalismo causa, e muita besteira.

-----------------------

pequenos talvez. subpovoados ok. mas capitalista ? não é um capitalismo liso lá. veja os países com capitalismo de fato. como Espanha, Reino Unido e etc. todos países em crise econômica e caos.

Anônimo disse...


"pequenos talvez. subpovoados ok. mas capitalista ?"
_
Não imaaaagina, são socialistas, com todo o liberalismo econômico para empresas mundiais como SAAB, Volvo,Siemens etc. O que e taxado la ,e a renda dos cidadãos, não os meios de produção, vcs confundem estado de bem estar social, com porcaria utopica falida de socialismo/comunismo.
Diga a um sueco ou norueguês, que o país dele e socialista, e ele vai rir de sua cara, eu já vi esta cena.
Ele vai pedir para voce perguntar para um Polones, ou ucraniano, o que ele acha do socialismo, bem estes vão lembrar dos avôs, e vão chorar, porque conhecem esta bizarice chamada socialismo na pratica, e hoje querem distância disto.

Anônimo disse...

"veja os países com capitalismo de fato. como Espanha, Reino Unido e etc. todos países em crise econômica e caos"
_
Na verdade o que ocasionou a crise nestes países, foi o populismo de partidos trabalhistas no poder, que instauraram uma politica de assistencialismo e gastos publicos desenfreados, inchando o estado e onerando a produção com alta carga tributária.
Nos EUA foi diferente, a bolha de credito imobiliario, não se sustentou.
Economistas com quem eu converso diariamente, dizem que o proximo país a quebrar, devido a bolhas de credito, somos nós, e isto dentro de mais ou menos dois anos.

Cheiro de Hipocrisia disse...

veremos se esse comentário passará.

parece que com a redução da maioridade (que existe em todo lugar) vão tirar jovens dormindo dentro de casa e jogar na cadeia.

claro 16, 17 anos não estupra, não mata, não rouba, são anjos.

aos 18 pode, meses antes não.

criminoso é criminoso, e em caso de estupro, Lola?

defender bandido seja de qual idade é uma demagogia esdruxula.

mostrar uma imagem de uma criança encarcerada no útero é coisa de demente, faça o favor. é isso que estou falando, vocês é passam essa impressão, que será isso.

jovens tem discernimento pra fazer filho, votar, beber, se drogar e cometer crimes, mas não idade pra ser punido? só aqui mesmo.

o argumento do "preto e pobre" é ridículo, se o dito preto e pobre tem tanta certeza que vai ser preso, porque comete crimes?

esse argumento teu é nojento, pro filho do rico a forca, pro do pobre um abraço. nesse caso não é hipocrisia?

Anônimo disse...

Eu nasci e vivi em uma favela do Rio, o morro do sao carlos no estacio, ate meus 15 anos. Vi alguns dos meus colegas de infancia entrarem pro trafico muito cedo. Desde aqla epoca, eu tenho 41 anos, ouço um monte de desculpas pra esse comportamento. Nos anos 70 a 90 a culpa era da fome. Pobre passava fome por isso roubava... Isso ja nao e mais desculpa. Pouco se passa fome nas favelas e periferias atualmente. Comida na mesa do brasileiro nao falta mais. Depois alguns sociologos q nunca viveram numa favela teorizaram q a culpa e so da falta de educacao. Mas tem muito adolescente de classe media no mundo crime tb e com isso essa teoria vai por agua abaixo. Na minha humilde opiniao o problema da volencia no Brasil e um só: falta de punicoes severas. Um exemplo e o comportamento de brasileiros no exterior. Vê se brasileiro se mete a besta de dirigir bebado em outros paises... Mas aqui bebe ate cair e depois vai pra casa de carro. Se matar alguem, nao da em nada mesmo. Ve se brasileiro infringe qlqr lei, por menor q seja, fora do país. .. Claro q nao, pq sabe q nao vai ficar impune. O ser humano e igual gás, qto mais espaco lhe der, mais ele se espalha. Portanto, sou mais q a favor da dimunicao dessa maioridade penal. A favor da diminuicao da maioridade e do aumento de todas as penas.

Anônimo disse...

Li que a mídia quer enfiar na cabeça da população que diminuir a maioridade penal é a solução dos nossos problemas de segurança pública, mas na realidade o problema esta muito, além disso. A mídia exerce uma influencia muito grande nas cabecinhas de nossas crianças, e jovens, muitos pais hoje não tem tempo para auxiliar seus filhos nas tarefas escolares, procurar conhecer as dificuldades de o filho saber com quem estão se relacionando, falar sobre seus sonhos, seus medos. Sabemos que a vida não é fácil, pois cada indivíduo e família têm seus problemas, vida corrida, falta de tempo, pois temos que trabalhar se não como vamos nos manter, se tudo esta tão difícil, mas essas pequenas grandes atitudes, valores importantíssimos devem voltar a fazer parte de nossas famílias se quisermos um futuro melhor e diferente.

Nilma

Anônimo disse...

As pessoas acham q justica e transformar o preso em um ser bonzinho, q cadeia la no EUA ou na europa e algum spa ou resort. La fora cadeia e um lugar horrivel tb e tem de ser mesmo. Pergunta a algum ex presidiario americano como era la dentro... O cara vai falar q era o inferno. Nao e colonia de ferias. O cara ta ali pra pagar pelo q fez, nao pra virar escoteiro. Quem ta ali dentro e pq fez por merecer. Nao e gente boa. E la nos EUA os caras trabalham. Nao ficam de papo pro ar no celular como aqui.

Anônimo disse...

Sou feminista mas esse papo de passar a mao em cabeca de bandido eu nao engulo. Quer dizer q menor de idade q mata, estupra e tortura é vitima? Kkkkk E a vitima de fato como fica? Gente q faz isso tem de ser retirado da sociedade imediatamente. Nao importa a idade. E sem essa de q o cara nao pode ficar mais de 30 anos preso... Isso e o maior equivoco da nossa constituicao. Sem falar das progressoes de pena q permitem q um assassino muitas vezes fique no maximo 5 anos.

verdadeiro disse...

Não imaaaagina, são socialistas, com todo o liberalismo econômico para empresas mundiais como SAAB, Volvo,Siemens etc. O que e taxado la ,e a renda dos cidadãos, não os meios de produção, vcs confundem estado de bem estar social, com porcaria utopica falida de socialismo/comunismo.
Diga a um sueco ou norueguês, que o país dele e socialista, e ele vai rir de sua cara, eu já vi esta cena.
Ele vai pedir para voce perguntar para um Polones, ou ucraniano, o que ele acha do socialismo, bem estes vão lembrar dos avôs, e vão chorar, porque conhecem esta bizarice chamada socialismo na pratica, e hoje querem distância disto.

-------------------------

Capitalismo LISO, você não leu corretamente o meu comentário. Está tão afoito, que não leu corretamente
Jens Stoltenberg primeiro ministro da Noruega de 2005 a 2013. Ele é do Partido Trabalhista, Social-democrata. O que quer dizer que não é capitalismo de fato.

verdadeiro disse...

Na verdade o que ocasionou a crise nestes países, foi o populismo de partidos trabalhistas no poder, que instauraram uma politica de assistencialismo e gastos publicos desenfreados, inchando o estado e onerando a produção com alta carga tributária.
Nos EUA foi diferente, a bolha de credito imobiliario, não se sustentou.
Economistas com quem eu converso diariamente, dizem que o proximo país a quebrar, devido a bolhas de credito, somos nós, e isto dentro de mais ou menos dois anos.
-

nao vou adentrar este assunto, porque nao é o assunto do texto.
mas pesquisei sobre os gastos publicos do Reino Unido. E la quem está no poder é um conservador. E vi que houve um aumento entre 2010 a 2015. Enquanto de 2005 a 2010 que o poder estava com trabalhista o gasto publico foi menor. Espanha desde de 2011 com um lider de direita não vejo a onde entra o partido trabalhista nos paises que citei.

Anônimo disse...

"(I)Logica feminista/esquerdista:
Com 14 anos de idade, já manja tudo sobre sexualidade, e identidade de gênero, tem o direito de medicação para mudança de sexo.

Com 16 anos de idade, mata, rouba, estupra, ou vende veneno em porta de escola, e uma criança ainda, não tem plena consciência do que faz."


KKKKKKKK!!
Cara com essa você disse tudo,eu estou sempre percebendo essas contradições desses ativistas feministas/LGBTs também.

Anônimo disse...

Ele vai pedir para voce perguntar para um Polones, ou ucraniano, o que ele acha do socialismo, bem estes vão lembrar dos avôs, e vão chorar, porque conhecem esta bizarice chamada socialismo na pratica, e hoje querem distância disto.

vao nada

Anônimo disse...

Eu sou a favor da redução da maioridade penal, mas penso que esses jovens devem ficar detidos em penitenciárias separadas de outros presos, mais velhos.
Eu defendo que jovens de 16 a 21 anos devem ficar detidos em penitenciárias específicas. E também defendo que os presos devem trabalhar enquanto detidos, aprender alguma função e ocupar a cabeça com coisas úteis.
E Lola não é a mídia que pretende reduzir a maioridade penal, gente a sociedade precisa de uma resposta.




Senna.

Anônimo disse...


a) Sou professora de História, somente uma coisa a dizer, vamos cumprir o eca na prática.

b) Eu somente aceito prisão de menores em caso de estupro e morte.

c) Para fechar será que os mauricinhos que bateram na empregada, ou os playboys que mataram o índio em Brasília, seriam presos com esta lei ? ou seriam liberados porque têm bons advogados

Anônimo disse...

Eu não sei quem é a feminista ou esquerdista que pensa essas duas coisas aí dessa forma tosca (criar espantalho para inviabilizar o debate é muito desonesto intelectualmente). Isso posto, sexualidade e identidade de gênero são assuntos que simplesmente não conversam com a discussão da maioridade penal, não há sentido comparar uma coisa com a outra!

Mas eu esqueci a parte da desonestidade intelectual e perdi meu tempo com esse comentário.

Andressa disse...

Eu sou a favor da redução da maioridade penal, porem as discussão deve ser mais abrangente e adequar os menores em uma penitenciária que ensina o mesmo a se integrar a sociedade com dignidade e respeito ao próximo.

Anônimo disse...

Excelente a sua opinião Andressa, eu também penso dessa maneira. Eu também penso que todos devem trabalhar e exercer alguma função enquanto detidos.



Senna.

donadio disse...

"São uma praga, os policiais sabem quem são e não podem fazer nada."

Estória de policial bandido. É claro que podem - mas não querem. E não querem por que são contra o ECA. E são contra o ECA por que querem poder sempre "resolver" crimes colocando a culpa nos de sempre - pobres, negros, putas, travestis... e adolescentes marginalizados.

Mataram alguém? Prende um desses, ou um grupo desses, e bate até confessar. Caso encerrado. O ECA tornou essa mamata mais difícil, então é preciso sabotar o ECA para ver se a mamata volta.

Ednaldo Farias disse...

Sou a favor da redução.



As lógicas contra a redução são contra meu modo de pensar.



Tadinho, ele sequestrou, estuprou e matou duas meninas de 8 e 10 anos.

1-Não devemos prendê lo porque, com 17 anos e 11 meses ele não sabia que era errado, se ele tivesse 18 seria adulto e saberia ai, sim, devia ser preso.

2- Não devemos porque ele sequestra, estupra, mata e rouba, se for preso vai aprender na cadeia como seqüestrar, estuprar, matar e roubar.

3-A culpa dele sequestrar, estuprar e matar é da sociedade. Logo ele deve ficar livre.

4-De cada 550.000 crimes que são registrados todo ano, apenas 20.000 comprovadamente realizados por menores. Logo são tão pouco crimes que eles não devem pagar por eles. (Dados eoa grupos antimaioridade)

Enfim, o eterno problema do Brasil, tem a solução mas melhor é ser criativo e fazer diferente.