quarta-feira, 4 de março de 2015

ARTIGOS NA GRANDE MÍDIA DESTROEM MASCUS AMERICANOS

Nessas últimas semanas vários artigos sobre MRAs (Men's Rights Activists, ou Ativistas pelos Direitos dos Homens, ou como prefiro chamá-los, mascus) americanos foram publicados em revistas mainstream dos EUA. 
Pra começar, um texto interminavelmente longo, e chato, apareceu na Vox, com o título "A internet está cheia de homens que odeiam o feminismo. Aqui está como eles são em pessoa". Ainda que o autor seja crítico do masculinismo, ele certamente humaniza os mascus, ao pintá-los como pobres coitados em vez de seres asquerosos cheios de ódio (aliás, não só contra as feministas, mas contra as mulheres, ponto). 
No artigo, o autor gasta sei lá quantas noites (três?) bebendo cerveja com um mascu anônimo, "Max", que não é ninguém na fila do pão. Sim, ele é retratado como um loser, um fracassado, mas carismático, um carinha normal, boa gente, que apenas tem o hobby inofensivo de passar suas horas vagas xingando e ameaçando feministas na internet. Quer dizer, WTF?
No começo de fevereiro o Buzzfeed publicou um artigo enorme sobre Paul Elam, fundador do maior site mascu do mundo, A Voice For Men (sorry, sem links pra sites de ódio aqui). AVFM é um poço de misoginia, se bem que, nos últimos anos, Elam tem tentado se passar como um humanitário e defensor dos direitos humanos. Obviamente, não cola. Elam é autor de projetos como registrar todos os dados pessoais (telefone e endereço residencial, por exemplo) de todas as mulheres que ele odeia (quase todas feministas) e encorajar seus seguidores a persegui-las. 
Elam já escreveu que, se fosse chamado para fazer parte de um júri para julgar um estuprador, votaria na sua inocência, mesmo se soubesse que ele é culpado. Escreveu também que outubro deveria ser o mês de "Arrebentar a cabeça de uma vadia". Entre mil e uma besteiras e mentiras.
E não é que ele escreveu, no passado. Ele continua falando todas essas barbaridades. Ele é como um Olavão, versão mascu. Fica bravinho, xinga de todos os palavrões possíveis, mas quer posar de filósofo, intelectual, respeitado, racional. Só reças acéfalos caem nessa.
Mas eu não sabia nada sobre a vida pessoal de Elam, e o artigo da Buzzfeed, pqp, que paulada. Elam tem 57 anos, não é um menino. Já foi casado três vezes. Só a primeira mulher aceitou falar sobre ele, só que com outro nome. As outras duas se recusaram, temendo retaliações. A terceira afirmou nunca mais querer qualquer tipo de contato com ele. 
Elam recorda-se de quando tomou a pílula vermelha (o que mascus dizem ser seu despertar, quando percebem que o mundo é uma matrix feminista, e eles são meramente escravos) pela primeira vez. Ele tinha 13 anos. Sua mãe o forçou a tomar um remédio para parar diarreia. Os irmãos tiveram que segurá-lo no chão da cozinha, porque ele não queria engolir a cápsula. "Fui um rebelde a partir desse momento. Ainda sou o menino de 13 anos no chão recusando-se a tomar o remédio", escreveu ele. 
Elam se casou pela primeira vez, quando esteve brevemente no exército, com 21 anos. Susan tinha 18. Nenhum dos dois tinha dinheiro, e a família dela foi contra o casamento. Elam bebia, usava drogas, sumia e ia dormir nas ruas, e foi inclusive preso. Susan foi estuprada por um amigo de Elam, mas só contou pra ele depois que Bonnie nasceu (e Bonnie é a cara de Elam). 
Previsivelmente, Elam culpou Susan pelo estupro. Por não aguentar mais, Susan, grávida do segundo filho, separou-se de Elam, que estava viciado em drogas e álcool. Ela ficou com a custódia dos filhos (ele podia visitá-los um domingo a cada duas semanas, desde que não estivesse drogado ou embriagado), e a corte determinou que ele teria que pagar pensão para os filhos. Ele não pagou. 
Finalmente, Elam foi obrigado a pagar uma multa de cem dólares e pegar 30 dias de prisão pelo não pagamento de pensão. Após cobrir US$ 1,200 em dívidas, as duas partes aceitaram que os direitos paternais de Elam estavam encerrados. Só pra deixar claro: o mascu mais famoso do mundo (tirando aqueles que saem por aí matando gente), que reclama tanto de como o sistema prejudica os pais, nunca pagou pensão para seus filhos (um deles um menino, daqueles que Elam jura defender).
Anos mais tarde, Elam mandou uma carta para os pais de Susan pedindo perdão, culpando as drogas pelo seu comportamento. Susan não respondeu. Em 2005, quando Bonnie, a filha mais velha, tinha 26 anos, ela decidiu descobrir onde estava seu pai. A essa altura, Elam já tinha sido consultor de habilitação de drogas, construtor e motorista de caminhão. 
Quando eles se reencontraram, Bonnie lhe disse que odiá-lo não resolveria nada. Elam chorou muito. Diz Bonnie: "Ele pensou que eu seria uma maníaca lunática cheia de raiva. Era o que ele queria que eu fosse". Apesar de Elam ser narcisista e megalomaníaco, pai e filha tiveram um bom relacionamento a distância durante alguns anos, até que Elam bateu no filho de Bonnie por abrir sua geladeira. 
Um pouco antes disso, em 2010, Elam escreveu para sua filha: "Tenho me enterrado na escrita do site porque isso anestesia a minha dor e me faz pensar em outras coisas, em vez de me sentir um fracasso". Ele já tinha o site há dois anos.
Ele vivia do dinheiro da namorada. "Lá estava ele na internet xingando as mulheres, mas vivendo do dinheiro de uma mulher," diz Bonnie. "A namorada dava dinheiro e com isso permitia que ele escrevesse, e online ele dizia 'Não dê um centavo para a vadia'".
Não se sabe exatamente quanto dinheiro a AVFM consegue em doações hoje, mas calcula-se milhares de centenas de dólares (só em poucos dias no ano passado, quando Elam pediu doações para aumentar a segurança da primeira conferência para temas dos homens, realizada em Detroit, foram mais de 32 mil dólares). 
Uma vez Elam admitiu que "cada dólar ia direto pro meu bolso". Ainda assim, a AVFM tem mais de 30 colaboradores, todos voluntários. O dinheiro arrecadado não vai para qualquer causa, apenas para a causa de sustentar Paul Elam. O site também tem uma loja online, chamada A Loja da Pílula Vermelha, que vende camisetas e capas para celulares. O faturamento estimado é de 120 mil dólares por ano, direto para os bolsos desse "humanitário". Ou seja, é rentável ser misógino (muito, muito mais que ser feminista, acredite).
O outro artigo que li apareceu semana passada na GQ, uma revista masculina. O título é "Você é homem o suficiente para o movimento dos direitos dos homens?" Eu adorei o texto, que é bem divertido em algumas partes e destrói completamente o masculinismo. O autor, Jeff Sharlet, esteve na conferência mascu em Detroit no ano passado, e viu a ação mascu (tão parecida com os PUAs, os pick-up artists) pra cima de uma amiga sua. É patético, pra dizer o mínimo (e, se é possível piorar, o mascu envolvido na paquera da amiga respondeu num artigo na AVFM que ela foi levada pra conferência pra ser estuprada). 
Um dos melhores momentos é este, em que o jornalista vai ao quarto de hotel de Elam a uma da manhã, para entrevistá-lo. Elam então dirige-se a Blair, amiga do jornalista:
O texto capta bem a decisão de Elam, que é a mesma que ele deve fazer todos os dias no seu site de ódio: fingir-se de bonzinho ou mostrar o doente que é? Ele sempre escolhe o segundo caminho.
Eu, como a feminista que criou e popularizou o termo "mascu" no Brasil (um termo amplamente pejorativo, tanto que nenhum masculinista brasileiro se diz masculinista hoje, mas que é apenas um diminutivo para masculinista), que escreveu tanto sobre mascus, na maior parte das vezes usando humor, acho positivo que a grande mídia disseque esse movimento de ódio. Mas li o que Melissa escreveu sobre esses artigos recentes, e concordo bastante com ela. 
Não sou leitora habitual do Shakesville, mas conheci o trabalho de Melissa logo que comecei meu blog. Foi meu primeiro contato com a misoginia na internet. Na época, Melissa narrou o estupro que sofreu quando era adolescente e recebeu todo o tipo de ódio. Em 2008, eu nem sabia que mascus existiam. Mas ela já era alvo deles havia anos. E continua sendo.
Melissa critica esses três artigos, e também brevemente o de Lindy West, em que ela encontra seu troll mais cruel (aqui a tradução). Mas creio que todo texto, filme, peça, enfim, toda obra que dá voz a um monstro acaba humanizando-o (ok, menos o artigo sobre Paul Elam, mas pensa bem, praticamente todos os filmes sobre Hitler são acusados de humanizá-lo). 
Para Melissa, humanizar os abusadores e nunca humanizar suas vítimas apenas perpetua o abuso. "O problema não é que os abusadores não são vistos como humanos. O problema é que abusadores não veem suas vítimas como humanas", diz ela.
Isso é muito verdadeiro. Só um exemplo que printei outro dia.
Melissa desafia todos os veículos midiáticos que publicam artigos humanizando trolls a publicar artigos correspondentes humanizando mulheres. 
Seu temor é que os leitores dos artigos vejam mascus como lunáticos mas inofensivos, desde que você não se aproxime deles (eles devem ser vistos como terroristas que querem silenciar mulheres). 
Melissa afirma: "Eu não preciso 'entender' por que homens me atacam violentamente, porque sou uma mulher feminista com visibilidade. Só quero que eles parem. Humanizar mascus como fracassados malucos e bizarros não ajuda aquelas de nós que somos alvejadas por eles. E não preciso que você fique chateado que isso aconteça com mulheres. Preciso que você fique zangado". 
Para mascus, lógico, não existe publicidade negativa. Qualquer pessoa minimamente sensata que os lê percebe o bando de escrotossauros preconceituosos que são. Mas só isso não freia os ataques. Eles seguem ameaçando, apesar de todo mundo saber que eles são imprestáveis.  

171 comentários:

Anônimo disse...

Masculinistas deveriam ser tratados como são:uns CRIMINOSOS.

Anônimo disse...

Ontem foi aprovado na câmera federal, o projeto de lei de autoria da DEP. Maria do Rosário, que tipifica o homicídio contra mulheres como hediondo,O FEMINICIDIO, com agravantes na pena. Obvio que o homicídio contra uma mulher e um ato vil hediondo, assim como também e contra homens, que são 90℅ das vitimas de homicídio no Brasil, todo homicídio deveria ser tipificado e hediondo. Na pratica isto torna o homem brasileiro, cidadão de segunda classe, a partir de agora, nossas vidas valem menos, perante o estado brasileiro.
As modernetes feministas, querem que você meu caro, se envergonhe de ser homem, DIGA NÃO, seja honrado, honre sua família, seus pais, filhos e esposa/companheira, MAIS JAMAIS SINTA VERGONHA DE SER HOMEM. Não permita que nos definam por alguns poucos bandidos e abusadores, que são exceção, e não regra entre nos. Nossos antepassados construíram nossa civilização, com sangue, suor e sacrifício, ORGULHEN-NOS E HONREM SUAS MEMORIAS.
FORÇA E HONRA

Anônimo disse...

Ihhhh já começou o chorinho pela aprovação mais que necessária do FEMINICÍDIO como agravante de homicídio? Pera aí que vou pegar um galão para armazenar as MALE TEARS

Beatriz Correa disse...

"Pera aí que vou pegar um galão para armazenar as MALE TEARS"

Será q com meia hora de chororô a gente enche a Cantareira?? xD

Mila disse...

"VIVIA COM O DINHEIRO DA NAMORADA" Ué, não são as mulheres que são vadias querendo um homem para sustentá-las? Mas ao mesmo tempo mulher tem que ficar em casa... O que eles querem afinal?

Daniel disse...

Poxa, acusar mascus de ser "movimento de ódio", por causa de um ou outro aloprado. Curiosamente chamar o feminismo de discurso de ódio com base no "manifesto SCUM" por exemplo, não pode? Ta cheio de feminista pregando coisas absurdas também.
-
Sobre o feminicídio, que comentaram ai, por que matar uma mulher é mais grave que matar um homem? Principalmente com homens sendo a enorme vítima de homicídios. O que gosto da Valerie Solanas por exemplo, é que ela admite ser misândrica e tenta provar com argumentos, principalmente biológicos, que as mulheres valem mais.
-
E não, não sou nem mascu nem feminista. Sou da esquerda ortodoxa.

Anônimo disse...

Lola, minha pergunta é off topic: o que aconteceu com o caso do professor da Tulane (o do selfie de piru)? Depois da grande repercussão do acontecido no final de 2014, nunca mais li nada a respeito e fiquei curiosa. Ele realmente processou as pessoas envolvidas? Vc recebeu alguma intimação? E as meninas, estão bem?

Anônimo disse...

Gente humanizando a Solanas teve aos montes. Inclusive muitas feministas adoram "humanizar" a misandria rad.

Anônimo disse...

Sim anon das 14:23, pode existir um exército de Solanas, vendendo aos montes. É sem problemas, mas um sujeito que mata mais homens que mulheres(Elliot Rodgers), é a prova de que o masculinismo é ódio. Afinal ninguém pensa com 2 pesos, 2 medidas.

Rafael Santos disse...

esses tais mascus p mim sao bandidos.. bando de boçais animais nao respeitam nd

Anônimo disse...

Gente essa aberração da """""""esquerda""""""" ortodoxa está crescendo no facebook (pois é, o facebook tb admite esses vermes por lá). São stalinistas que são contra a causa feminista, lgbt e negra, com os arjumentos do tipo "pós-modernos", etc. Lola, vc poderia falar sobre eles se quiser, até porque desmente essa lorota que feministas são "comunistas".

O que esse Daniel não entende e NUNCA vai entender é que mulheres são mortas por coisas mais frívolas do que os homens, por exemplo: por dizer "não" a um homem, por recusar a obedecer qualquer ordem do machão, por terminar o relacionamento, por não aceitar ser feita de escrava e nem ser submissa, por querer ter autonomia sem ninguém lhe importunando ou dizendo como ela DEVE ser e uma porrada de coisas mais. Já os homens vivem se metendo em confusões ou brigas ou drogas por sua PRÓPRIA CONTA. Será que esse acéfalo do Daniel não sabe que são os HOMENS a matarem outros homens? O que diabos esse jumento está cobrando das feministas? Vai capinar um lote, querido.

Anônimo disse...

"Gente humanizando a Solanas teve aos montes. Inclusive muitas feministas adoram "humanizar" a misandria rad."

O mais engraçado nesses homens é como eles adoram citar a Solanas como uma "misândrica" doente que odiava homens. A Solanas quando era criança foi estuprada pelo próprio pai, seu avô era um alcoólatra que vivia a espancando e foi abandonada a própria sorte quando tinha 15 anos e teve que se prostituir (vc pode imaginar que ela comeu o pão que o diabo amassou quando era prostituta) para poder sobreviver. Entretanto e aos mesmo tempo eles admiram homens misóginos como Tomás de Aquino, Oscar Wilde, Nietzsche, Schopenhauer, masculinistas, etc e os classificam como "gênios", é INCRÍVEL o relativismo moral que eles tem quando se trata da mulher, chamar esses caras de "misóginos" é pouco, eles são é CRIMINOSOS, isso sim.

lola aronovich disse...

Anon das 14:19, nada ainda... Eu acho que o professor de Tulane não vai processar. Não há nenhum processo aberto por enquanto.
Não sei mais informações...


Gente, um dos artigos (tem link!) fala do Paul Elam, criador do maior site mascu no mundo. Não é um qualquer, não é uma Solanas da vida, que nunca foi levada a sério. Mascus são todos iguais sim, só varia a intensidade da misoginia. Não adianta dizer "Not all mascus", como falaram sobre "not all men".

Anônimo disse...


O movimento mascu é contraditório, chama as mulheres que não trabalham de vagabundas, mas reclamam das mulheres no mercado de trabalho

b) Diante deste congresso tenebroso, uma boa notícia uma proteção para as mulheres vítimas de violência. Para os mascus chorões, as mulheres são mortas porque não querem ser submissas, por esta razão necessitam de proteção

Anônimo disse...

Olha, a quantidade de rad repercutindo o famoso "What Solanas whould do?" nas redes sociais é enorme, ela não é uma brincadeira não levada à sério, tem grupos que realmente estudam e concordam com ela.
E anônima das 15:00, você humanizou a Solanas, obrigado por comprovar meu argumento.

Anônimo disse...

O feminismo começa aos 80Kg

Carol F. disse...

É só um grupo de ódio. É normal que grupos de ódio juntem pessoas que se dão mal na vida, que ninguém gosta, e é isso que acontece com os mascus. Olha essa gente. E tem loser que segue. Que patético.

Jéssica disse...

"você humanizou a Solanas"

Você está mesmo comparando Solanas com Hitler ou Elam? Uma mulher de baixa influência que não matou ninguém, a um cara que cometeu um massacre real de pessoas reais e outro que apoia e incentiva o massacre de mulheres, que ocorreram e ocorrem aos montes?

Daniel disse...

Anon das 15:00 assim como a Valeria tem seus "motivos", você acha que um homem que cresceu na época medieval, vai ter a mesma "mentalidade" de um homem moderno? E digo mais, Nietzsche, por exemplo, foi um mangina, aceitou ser feito de capacho por várias mulheres.
-
Sobre o stalinismo, é graças ao Lord Stalin, que você tem liberdade para falar. Ninguém da esquerda Ortodoxa quer que as mulheres percam todos os direitos. Aliais, a maior franco atiradora da história, existiu sob regime Stalinista. Somos contra sim, é a emasculação, cultura da não reação, dizer que o bandido que rouba o trabalhador que já é explorado, é vítima da sociedade, etc. Por mais que fiquem nos caluniando, dizendo que o Exército Vermelho estuprou 2 milhões de mulheres Alemãs, isto é tudo balela. Os soldados que estupravam eram severamente punidos no Stalinismo.
-
Falar mal do Stalinismo é uma coisa, quero ver é pegar uma AK-47 e enfrentar soldados nazistas ou um PTRS-41 anti tank rifle e enfrentar tanques nazistas. O Stalinismo transformou a Russia de semi feudalismo, numa das maiores potências do mundo, a ponto de rivalizar com a maior nação do mundo

Anônimo disse...

Pergunte aos ucranianos, o que eles acham de Satalin?!
Uma Gulag lhe cairia bem

Anônimo disse...

Gente, esse Daniel está mesmo em 2015?

Anônimo disse...

"Você está mesmo comparando Solanas com Hitler ou Elam? Uma mulher de baixa influência que não matou ninguém, a um cara que cometeu um massacre real de pessoas reais e outro que apoia e incentiva o massacre de mulheres, que ocorreram e ocorrem aos montes?"

Solanas incentivava a morte de homens, que ocorreram e ocorrem aos montes.

Kittsu disse...

Então deixa eu ver se entendi: estão tentando criar uma "esquerda conservadora" em oposição à uma "esquerda progressista"? LOOOOOOOOL.

Anônimo disse...

off topic

Alguém sabe no que deu?

"O antigo apresentador Danilo Gentili foi processado em 2013 por danos morais por ter ridicularizado Michele Maximino, a maior doadora de leite materno do mundo. O apresentador comparou Maximino com o ator pornô Kid Bengala. A audiência que julgará o caso está marcada para esta quarta-feira, no Tribunal de Olinda, segundo informou o Diário de Pernambuco." El pais, postado hoje.

Daniel disse...

Olha a """lógica""" :
-
Um site mascu prega ódio = Todos os mascus devem ser tratados como um grupo de ódio
-
Um monte de feministas como a Valeria pregam que o fim dos homens, alegam que são "acidentes biológicos" e vende seus livros aos montes = Mas ela tem seus motivos pra odiar e nem todas são assim.
-
Só eu acho esta "lógica" um tanto quanto dois pesos, duas medidas?

Arnold Sincero disse...

Essa Dolores naun se cança nunca mesmo!

eu naun me sinto representado por esse perdedor do Ellam que se comprovouse um mangina preocupado em resceber aprovaçaun das vaginas que pasçaram na vida dele.


Eu mesmo sou un cara bem sucedido cheio da grana, como umas três ou quartro mulher diferente por semana e dou chute na cara das mulher da minha família, todas abaixa a cabeça e mim respéita ou entaun naun tem conversa, sou o leão da floresta.

Mas a Dolores sempre vem pintar os masculinistas de fracassados pq ela sabe que tem que fazer propaganda negativa falando mau ou entaun ela vai pra rua.

Anônimo disse...

Daniel, mas o que no feminismo não é dois pesos, duas medidas?

Anônimo disse...

Daniel, mas o que no feminismo não é dois pesos, duas medidas?

Anônimo disse...

Não, não e não.

Veja como esse Daniel é um sociopata. Para esse cretino não basta NEGAR os ESTUPROS que os soviéticos cometeram contra as alemãs e até contra suas próprias compatriotas, tem que lamber as botas de um machista burocrático que retirou todas as conquistas das mulheres na União Soviética! Vc não tem vergonha nessa tua cara não, stalinista de butique? Vcs são uns cínicos, covardes, machistas, homofóbicos, violentos e sociopatas, nada diferente de um reacionário ou masculinista. Vc é um doente.

Anônimo disse...

É, esse texto do tal Elam acabou de provar que mascus são uns bebêzões cheios de frescuras que nunca cresceram, uns fracassados que preferem ficar no mimimi a fazer algo que preste com a vida.

Anon das 16:51 Solanas desejava a morte de homens mas, que eu saiba, nem ela nem nenhuma Radfem saíram por aí com armas pra matar homens, como COMPROVADAMENTE, fizeram os mascus. Aliás, deixa eu perguntar por que vocês mascus sobem nas tamancas quando se trata de mulheres misândricas? Afinal misândricas não saem por aí estuprando, espancando, torturando e matando homens pra expressar seu ódio, como os misóginos fazem todos os dias com as mulheres. Ódio nunca foi coisa boa, mas te pergunto: por que homens podem ser misóginos (e saem por aí estuprando e matando pra "se expressar") mas mulher não pode ser misândrica (não se relaciona com homens e no máximo odeia-os à distância)? Sei lá, me parece meio injusto...

"É por causa de Stalin que você tem o direito de falar".

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!
Ditador dando liberdade ao povo? Ditador que matou quase um país inteiro de fome porque essas pessoas não concordavam com ele dando direito do povo falar? Oi, o que (não) estão ensinando nas escolas hoje?

Mascus, desapareçam da face da Terra. Vocês não fazem a menor falta.

Anônimo disse...

"E anônima das 15:00, você humanizou a Solanas, obrigado por comprovar meu argumento."

Vou REPETIR novamente, não que eu ache que isso vai entrar nessa sua cabeça cheia de estrume. Uma "Solanas" da vida não se compara a nenhum mascu, por """melhor""" que ele seja, pois a ameaça masculinista é REAL, vcs PRATICAM o ódio que PREGAM. Um maluco do Realengo, um Elliot e tantos outros foram ameaças REAIS. As "misândricas" matam quantos homens pela sua "misandria" mesmo? Deixa eu ver... ZERO? Pare de comparar coisas que não tem nada a ver e ASSUMA que vcs mascus são uns CRIMINOSOS que deveriam estar na CADEIA pelo ódio que pregam e praticam. Seus lixos humanos.

Anônimo disse...

E os mascus ainda pagam pra sustentar esse babaca do Elam. Além de fracassados, perdedores, birrentos, imaturos, misóginos e infantilóides, são burros. E eles juram que não entendem porque são motivo de piada.

Anônimo disse...

"Uma Gulag lhe cairia bem".

Uma cadeia para vc é o mais recomendado. Stalinista de bordel.

Anônimo disse...

Kittsu, eu não entendia a existência de Nazbols, mas depois de conhecer esses stalinistas agora eu entendo.

Anônimo disse...

Não sei se o Andy Warhol concorda que Solanas não era uma ameaça real...

Anônimo disse...

"Não sei se o Andy Warhol concorda que Solanas não era uma ameaça real..."

Quanto mais ela TENTOU (pois o tiro não acertou ele) matar? E as outras "misândricas" mataram (ou tentaram) matar quantos, mesmo?

Já sobre mascus não podemos dizer a mesma coisa.

Anônimo disse...

esses caras no minimo sofreram bulliyng a vida inteira, muitas vezes de mulheres... dai a raiva, devem ser uns 90% deles por ai

Daniel disse...

Anon das 17:41. A Sra poderia me informar as fontes disto? A Srta sabe qual a pena pra estupros no Stalinismo? Sobre as "conquistas das mulheres" a Srta poderia me informar uma ocnquista que as mulheres tinham na época do Feudalismo?
-
E anon das 17:44, que mascu cometeu algum atentado contra mulheres? SE for falar do Elliot Rodger, saiba que :
-
1 - Ele tinha problemas mentais
-
2 - Ele matou mais homens que mulheres, mas isto não importa, afinal a vida de homens não vale nada. /sarcasmo
-
E anon das 17:47, se uma feminista radical por na prática o que prega, de fim dos homens, devemos punir todo o feminismo? E digo mais, estes massacres que você citou, ambos foram causados por doentes mentais, que mataram mais homens, que mulheres.

Daniel disse...

Aliais, A Valerie Solanas pos em prática sim o que prega. Ela atirou no Warhol e no Amaya e sabe qual a punição que a justiça """patriarcal""" deu a ela? 3 míseros anos, por abrir fogo contra duas pessoas, por motivo torpe
-
Se um maluco, mata algumas mulheres e muitos homens, logo todo mundo deve ser punido vão aplicar de novo 2 pesos, duas medidas? Esta esquerda moderna só esta perpetuando a opressão pelo capital.

Daniel disse...

E ela só não os matou, porque é muito ruim de pontaria. Sem treino praticamente algum com armas de fogo, tentar cometer um assassinato, é uma irresponsabilidade imensa.

Daniel disse...

E ela só não os matou, porque é muito ruim de pontaria. Sem treino praticamente algum com armas de fogo, tentar cometer um assassinato, é uma irresponsabilidade imensa.

Daniel disse...

E sobre os prints que a Lola vem postando, muitos deles não são de mascus, tirando aquele lá do artigo "um mascu feliz no casamento", a maioria são de neonazis.
-
Agradeçam Stalin pelo fim do nazismo.

Anônimo disse...

Não vejo mal em pensar o mais cruel dos sujeitos como um ser humano, cheio de fragilidades, problemas e até com uma dignidade qualquer. Acho que escrever textos que os consideram assim não é um risco para as mulheres, pelo contrário, é a prova de que os movimentos feministas podem ser mais complexos, ponderados e profundos do que qualquer movimento masculinista (sem querer opor aqui dois tipos de movimentos com propósitos muito diversos). Se formos pagar violência com violência, agressão com agressão, estupidez com estupidez, desumanidade com desumanidade, onde chegaremos?

Cão do Mato disse...

O problema das feministas não é lutar por leis mais duras para quem comete crime contra as mulheres. É lutar por leis mais duras APENAS para quem comete crime contra as mulheres. Aliás, eu acho que deveria ter sido aprovada uma lei tipificando o homicídio de gênero como crime hediondo. É, eu sei que casos de mulheres que matam homens são muito menos comuns... Mas isso não é motivo para a lei não contemplá-los como crime hediondo também.

Anônimo disse...

Daniel novamente com seu relativismo moral em relação as mulheres. Se um machista saí por aí atirando em mulheres, ele é 'apenas' um "doente mental", nada demais, que coisa mais frívola matar uma mulher, não é mesmo Daniel? Eles são apenas uns coitadinhos incompreendidos nessa sociedade matriarcal opressora que fazem os homens de escravos, nossa, quanta maldade com os homens! Quase saiu uma lágrima aqui.

Fontes dos estupros que os soviéticos cometeram? Vc já leu algum livro de história na vida, seu boçal? Stalin não retirou nenhuma vitória, conquistada as duras penas com muito sangue e lágrimas, das mulheres? E o aborto? E o divórcio? E os escritos feministas que ele mandou proibir de circular na URSS? É tudo invenção do MECou das feministas tb? Como vc é cínico, como qualquer outro mascu.


Que os mascus são preconceituosos, racistas, machistas, homofóbicos, liberais, conservadores, nazistas e fascistas disso não há a menor DUVIDA. Mas isso para os stalinistas não é nada demais, tem que lutar mesmo é contra os direitos das mulheres, negros e homossexuais, pois tudo isso não passa de "degeneração burguesa" não é mesmo? Vcs não são de esquerda coisa nenhuma. Não passam de conservas que adoram Stalin, a Rússia e vodka. Vcs são mais estúpidos que as olavettes, porque as olavettes, pelo menos, se assumem e não se transvestem como "revolucionários".

Anônimo disse...

E sobre a Solanas eu já RESPONDI. Vc sabe ler, Daniel? Ou só está se fazendo de barata tonta como nos outros comentários?

Anônimo disse...

Cada hater que se diz rico e bonito mas não sabe escrever nem sabe nada dos ídolos criminosos dele. E tem mais um traço em comum: mentem pra caramba e ainda se denominam "sincero", "realista", "a verdade dói"...

Anônimo disse...

Apesar da achar idiotice ideologia que precisa do contra, o feminismo tem lógica, pois nunca as heterossexuais rejeitadas e as homossexuais entrarão em conflito entre si. Já os masculinistas, quando tiver em jogo dinheiro, mulher e/ou poder, será cada um por si.

Raven Deschain disse...

Homens matam homens.

Homens matam mulheres.

Para de floodar que isso é feio.

Sobre estupros e guerras: hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha vc não saca nada de guerras, nem de homens e mulheres, nem de estupros.

Mas, enfim. Tiozin quase aposentado, vai morrer sozinho pq é burro. Bem feito. Tomara que no dia em que isso acontecer, esteja sem documentação e seja enterrado como indigente. Em pé, pra ocupar menos espaço. Mascu não faz falta.

Credo, gente. Sou fã de Oscar Wilde.

Daniel disse...

O Elliot Rodgers tinha problemas mentais. Não é culpa de mulher alguma. Se alguém é culpado nisto é ele e talvez, os familiares dele. O maior problema dele, é simplesmente nutrir expectativas irreais.
-
Se eu fosse rico como ele, viveria como o Dan Bilzerian, rodeado de mulheres(to nem ai se são interesseiras ou não) e colecionando carros, armamento pesado(obviamente iria prum lugar onde é permitido), etc. Mas não, o sujeito queria ser idolatrado como um "deus". Infelizmente com meu salário(míseros R$5.000,00), eu não posso fazer isto. Como eu gasto uns R$1000,00, pra manter meus 45cm de bíceps(academia + whey + etc) e uma ex quase ta conseguindo me fazer pagar pensão a ela(sorte que consegui uma ótima advogada, escolhi uma mulher como advogada, só porque a justiça tende a favorecer mulheres), mas se ela conseguir, vou ter que parar de transar toda semana com 3 prostitutas diferentes e fazer viagens, pra realizar meus sonhos. No começo do ano, eu fui pra outro país, só pra poder atirar num estande de tiro, com armas que no Brasil, seriam impossíveis(dentro da lei, tudo aqui é restrito). Gastei muitíssimo $ lá. Minha qualidade de vida vai acabar se tiver que pagar pensão.

Sobre os estupros soviéticos, estuprar mulheres dos derrotados em guerra, sempre foi cultural no norte da Europa e na Russia. Stalin e Lenin fizeram o que puderam, mas não conseguiram resolver o problema E proibiram apenas algusn escritos feministas, não pela temática feminista, mas sim por ser subversivo e ameaçar o estado Soviético.

E outra, não calunie os mascus de serem coisas completamente contraditórias, é impossível ser nazista, fascista, liberal e conservador ao mesmo tempo.

Sobre a Valeria, ela tentou por em prática sim. Conseguir, não muda o fato de ser uma ideologia perigosa.

Raven Deschain disse...

Meldels. O cara posta isso aí e me vem cretino falar da vidra sacra e como aborto é crime, sua assassina de bebês. Mas o merdinha não quer pagar pensão. Ele admite, claramente, pra qualquer besta ler, que foda-se o filho. Ele quer manter um padrão de vida imbecil. Meldels daniel. Vc está me tornando misândrica. Minha vontade de te matar tá muito grande.

Saudade de quando o troll era o Danilo.

Hum. Não. Mentira. Nem tanto assim.

Anônimo disse...

Olha o último comentário do Daniel. Caiu a sua máscara, mascu.

Anônimo disse...

Raven, como o cara é um surtado. Veio aqui posar de "stalinista" da "esquerda" ortodoxa e admira um playboy capitalista e defende psicopatas que mataram mulheres. É muito sociopatia para um ser só.

Mais um mascu fisgado.

Daniel disse...

E Raven, pensão no caso pra ex companheira pode sim existir, não só em caso de filho(não tive um filho com ela), se ela comprovar "necessidade".

Só uma pergunta. Se a mulher que não quer o filho pode ir pro exterior, onde o aborto é legal e abortar lá, ou coloca-lo pra adoção, por que eu sou obrigado a sustentar meu filho

E Sim, eu sou Stalinista. É só comparar a Russia pre comunismo e durante o comunismo, pra ver porque defendo isto.

Daniel disse...

E Raven, pensão no caso pra ex companheira pode sim existir, não só em caso de filho(não tive um filho com ela), se ela comprovar "necessidade".

Só uma pergunta. Se a mulher que não quer o filho pode ir pro exterior, onde o aborto é legal e abortar lá, ou coloca-lo pra adoção, por que eu sou obrigado a sustentar meu filho

E Sim, eu sou Stalinista. É só comparar a Russia pre comunismo e durante o comunismo, pra ver porque defendo isto.

Anônimo disse...

O problema dos homens brancos é que eles não acham razoável que as pessoas se preocupem com outras coisas que não os incluam.

Kittsu disse...

"O problema dos homens brancos é que eles não acham razoável que as pessoas se preocupem com outras coisas que não os incluam."

hahahahaha não poderia tr resumido melhor!
Acho que vocês estão dando muita atenção pra esses surtadinhos, mas não deixei de rir do esquerdista conservador que idolatra stalin e tem como sonho de consumo ser uma espécie de che guevara ostentação. É muita incoerência, é muita hipocrisia.

Sempre chego à conclusão de que esse povo precisa é ir meditar, aprender a arte do auto-conhecimento, aprender a distinguir o que é sua necessidade real e o que é fruto de sua baixa auto-estima. Cuidar da alma, da mente, etc.

Ser uma pessoa raivosa e que busca o ódio sempre vai levar ao mesmo ponto, como uma pessoa que anda perdida, em círculos. O assunto vai mudar: ideologias, religião, política, filosofia, futebol, jogo de botão... mas em todos eles esta pessoa vai dar um jeito de descontar sua raiva em outra pessoa, pois algo dentro deles busca socorro e só a própria pessoa consegue reconhecer este clamor interno e se socorrer, ninguém mais. Para quem está por perto, dificilmente sobra outra opção senão se afastar e esperar isto acontecer.

Anônimo disse...

Lola, você deve ter visto que começou o processo da Michele contra o Danilo Gentili pelo programa que ele ridiculariza ela pela doação de leite...

Vamos apoiar? Lança uma campanha, uma hashtag, uma manifestação... enfim...

Daniel disse...

Anon das 20:27 e kittsu, primeiramente, não sou branco. Sou negro. Segundo, o maior preconceito que sofri na vida nunca foi por ser negro.

Já ouviram falar em trisomia XYY? Pois bem, quando me "diagnosticaram" com esta "doença", minha vida virou um verdadeiro inferno. Não vou entrar em detalhes aqui do que passei. Mas em resumo, esta merda de cultura de não reação, cultura da emasculação, etc; destruíram minha infância e adolescência. Outros portadores de doenças doenças, são tratados como coitadinhos, eu, pela "síndrome do super-macho", fui tratado dos 8 aos 18 anos como um monstro. Só passei a ter uma vida boa, quando eu sai de casa e recomecei do zero, sem absolutamente nada. Fui eu, quem entrou numa faculdade pública sem nada, estudou e trabalhou, quase o dia inteiro, pois minha família não me deu apoio nenhum, fui eu quem me formou e conseguiu meu emprego e será e algum dia, quando eu conseguir capital para isto, terei sucesso a ponto de ter minha multinacional, não é hipocrisia, um Marxista leninista querer ser empresário, pois o sucesso no capitalismo esta atrelado ao controle de bens de produção. Não tenho escolha alguma

Não odeio ninguém, nem acho que terei poder político e econômico, para mudar a cultura e o sistema vigente. Só estou "sonhando alto"

Cão do Mato disse...

E por que deveríamos achar razoável?

Anônimo disse...

"O feminismo começa aos 80Kg"

Gente! Onde que tá esse bando de homem feminista que não aparece pra conversar?

Anônimo disse...

"Anon das 20:27 e kittsu, primeiramente, não sou branco. Sou negro. Segundo, o maior preconceito que sofri na vida nunca foi por ser negro."

Acho que eu sei quem é esse Daniel. Se for quem penso, é machista até a tampa! E como todo machista, resvala sem pudores na misoginia.

Cão do Mato disse...

Tem gente que brada por penas mais duras para agressão contra mulheres. Tem gente que vibra quando a lei equipara uma encoxada a um estupro. Mas dá um pio em favor de leis mais severas para homicídio "comum", para latrocínio, sequestro.... Acha que bandido é "vítima da sociedade " (menos os estupradores, claro) e que menor de idade não sabe o que faz.

Anônimo disse...

Daniel, como você falou muitas besteiras e um monte de gente já lhe respondeu, vou me ater ao que você quis responder no meu comentário:

Mascu que cometeu assassinato? O wellington, de Realengo. O que escreveu que atirou nos meninos pra machucar e nas meninas, pra matar. E que matou mais mulheres que homem. Teve também um doente que eu não lembro o nome, mas que invadiu uma escola amish nos EUA e atirou num grupo de meninas porque "não queria molestá-las, mas não conseguia resistir" (e, obviamente, na cabeça desse monstro as meninas eram as culpadas dos seus impulsos, pois elas o 'provocavam' existindo) e só matou meninas. Teve o cretino no Canadá que invadiu uma aula de Engenharia, mandou os homens pra fora e matou as mulheres porque não suportava vê-las tomar profissões que, na opinião do babaca, deviam ser exclusivamente masculinas. Tá bom pra você? Ah, e o Elliot Rodger só matou mais homens que mulheres porque era ruim de mira e racista; além das mulheres ele queria matar os homens que achava estarem "roubando o que ele merecia" e alguns rapazes alvo do ódio racista dele estavam no lguar errdo na hora errada. E o "problema mental" dele era síndrome de Asperger, e isso não transforma ninguém em um monstro assassino. Perdeu seu doutorado em psiquiatria, 'doutor' Daniel.

Estupro no stalinismo. Os soldados do exército soviético eram autorizados a estuprar mulheres inimigas e do próprio país. Era a "recompensa" por serem soldados corajosos. Mulheres presas por 'sabotarem' o comunismo erma estupradas como metodo de tortura, isso é comum no mundo todo. Você acha que esses casos entrariam na história como estupros? E os estupros que Stalin certamente cometeu, acha que seriam chamados de estupros? Alguém se atreveria a dizer que o que Stalin fez a elxs foi estupro pra ir preso, ser torturado e morto? Algum historiador sob o domínio de Stalin se atreveria a escrever que ele estuprou? Quer dizer que se um livro não disser que soldados comunistas e o próprio Stalin estupraram isso não aconteceu? Ai, fofo, sua ingenuidade me toca. Você também deve achar que as negras e índias não foram estupradas porque os livros de História do Brasil não dizem isso, né?

Anônimo disse...

Chora mais, seu lixo! Hahahaha! Chore e depois volte ao ensino fundamental para aprender a escrever. Babaca.

Anônimo disse...

Solanas foi diretamente violentada de muitas formas, por homens próximos a ela ou não, além da humilhação sócio-cultural cotidiana e permanente contra o feminino e suas marcas.

Masculinistas promovem um movimento de ódio por que mesmo?

Ah, é. Porque maltratam mulheres e, como consequência, são rejeitados por elas e aí ficam com raivinha e fomentam o ódio contra as mulheres.

Homens já nascem com ódio de mulher. É biológico, por isso não tem solução. É permanente. Toda a história humana é prova do que eu digo.

O ódio fica lá, latente, se manifestando de leve, até explodir na adolescência e se consolidar na idade adulta.

As mulheres precisam de mecanismos para se protegerem desse veneno.

Anônimo disse...

O masculinismo começa na falta de cerebro.

Cão do Mato disse...

"Monstro"? Ué, o que aconteceu com toda aquela baboseira de "problemática social "?

Anônimo disse...

Fala em "mangina" e nao quer ser chamado de mascu. Nem hombridade para assumir o que sao voces tem. Boçal.

Daniel disse...

"Acho que eu sei quem é esse Daniel. Se for quem penso, é machista até a tampa! E como todo machista, resvala sem pudores na misoginia."

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Onde que eu sou "misógino"? Eu não odeio mulheres, ou algo do tipo. Adoro elas. Me dão prazer. O que não gosto é de ideologias e leis misândricas.

E sou contra cotas também. Eu após muito preconceito pela "doença"(ponho em aspas, porque não a considero uma doença), consegui sem cota alguma, conquistar o que conquistei. Muitos povos miseráveis, como Judeus, Italianos, Asiáticos, etc; consegiuram superar o preconceito e prosperar no Brasil. Por que os outros negros não conseguiriam fazer o mesmo que eu fiz?

André disse...

Concordo, ele ainda é o mesmo menino com diarreia, mas agora ela escorre pelos textos que ele escreve.

Anônimo disse...

Se são duas coisas diferentes, TÊM que ter duas medidas diferentes.

O problema é o que os homens fazem. Esse masculinismo mesmo, é coisa de um peso e duas medidas.

Anônimo disse...

Já vi que esse Daniel é um troll depressivo, que criou um personagem para se espelhar devido a sua formação reativa.

Anônimo disse...

Não adianta NADA as penas para estupro serem altíssimas, severíssimas, se nos mantemos incapazes de RECONHECER um estupro e continuamos relativizando, justificando, responsabilizando a vítima.

Anônimo disse...

Gostar de corpos de mulheres =/= Gostar de mulheres.

#Fikadica.

Anônimo disse...

"O problema das feministas não é lutar por leis mais duras para quem comete crime contra as mulheres. É lutar por leis mais duras APENAS para quem comete crime contra as mulheres. Aliás, eu acho que deveria ter sido aprovada uma lei tipificando o homicídio de gênero como crime hediondo. É, eu sei que casos de mulheres que matam homens são muito menos comuns... Mas isso não é motivo para a lei não contemplá-los como crime hediondo também."

Vc sabe, ao menos, pq os homens são os que mais morrem? Ou melhor, vc sabe, ao menos, qual é a maior causa da morte de mulheres? Responda!

Daniel disse...

Alerta de sarcasmo

A das 21:56, me convenceu. Feministas radicais podem fazer uma série de livros defendendo abertamente o fim dos homens, e pasmem, vender milhões. Isto não caracteriza o feminismo como discurso de ódio ou algo do tipo.

Uma feminista ultra influente pode tentar matar um outro, que isto não significa nada. Agora, um ou outro, sem menor importância, que mata, é a prova de que o masculinismo é ódio.

Tão pouco, as leis que violam a presunção de inocência. Nada disto prova que o feminismo é misândrico.

-------------------------------------------

O que é o discurso de """"ódio"""" dos mascus? "Não se case com uma mãe solteira, pra não correr o risco de se ferrar com a paternidade socio afetiva"

O que é o discurso """"igualitário"""" das feministas? "o homem é uma fêmea incompleta, um aborto com pernas, falhado na fase do gene - Valeria

" “No patriarcado, todo filho de uma mulher é seu potencial traidor e também inevitavelmente o estuprador ou explorador de outra mulher.” – Andrea Dworkin"


Todos os homens são estupradores, e isso é tudo que eles são.” – Marilyn French

“Eu sinto que odiar os homens é um ato político honrado e viável.” – Robin Morgan

Quero ver um homem espancado e sangrando, com um salto alto enfiado em sua boca, como uma maçã na boca de um porco.” – Andrea Dworkin"


Reparem que nada disto foi dito por feministas sem importância, mas isto não prova nada de ruim do feminismo, mas o blog do seu Zé da esquina, que deu um surto e o fake neonazi de um fórum qualquer, comprovam que o masculinismo é movimento de ódio FIM DE SARCASMO

Anônimo disse...

O anonimo das 22:19 falou TUDO.

Anônimo disse...

Concordo. Não tem nada de social. É biológico. Homens odeiam mulheres. Ponto. É por isso que sempre precisou existir leis e regras pra resguardar e proteger mulheres. Se deixado por si mesmo, o homem sempre vai odiar e ferir mulheres.

Anônimo disse...

Daniel está pedindo ARREGO e começou a espantalhar como ninguém, estava demorando, mascu.

Mas por vc ser um troll carente e depressivo, querendo a todo custo, chamar a atenção das feministas desesperadamente, só um aviso: VAI SE FUDER.

Anônimo disse...

"Meldels. O cara posta isso aí e me vem cretino falar da vidra sacra e como aborto é crime, sua assassina de bebês. Mas o merdinha não quer pagar pensão. Ele admite, claramente, pra qualquer besta ler, que foda-se o filho. Ele quer manter um padrão de vida imbecil. "

Esse cara é como um ex da minha prima.
Era o típico paizão de blog: descolado, cheio de fotos com o filhinho querido que amava de paixão, mas que sofria porque a megera da ex estava quase o botando na cadeia e ainda tentava separá-lo do filho dele, coitadinho. E lá ia os amigos e amigas do cara participar em malhar a ex megera.

Pena que ele nunca contou no blog o outro lado da história - que o casamento tava um inferno, mas ele só saiu porque a esposa o mandou de volta pra mãe. O bonito queria separar, mas continuar na mesma casa, que era propriedade dos pais da esposa. Aliás ele nunca pagou aluguel porque casado ele morou na casa dos sogros e solteiro/ separado morou com os pais.

E mesmo nessas condições e com um trabalho que pagava relativamente bem, se dependesse dele o filho teria morrido de fome. E ainda achou ruim de ser cobrado na Justiça, "desabafou" no blog entre outras coisas que tinha vontade de socar/ matar a ex-mulher.

Agora veja uma coisa: enquanto minha prima precisa pensar no filho ao tomar suas decisões, esse cara nunca precisou mover um milímetro dos projetos de vida por causa do filho. aliás chegou a cogitar abandonar de vez o Brasil. Belo amor paterno.


É esse tipo de babaca que é contra legalização do aborto e ao mesmo tempo acha que assumir paternidade é um favor. E infelizmente tem um monte de brasileira trouxa que concorda.

Patela.

Daniel disse...

Muito obrigado por me lembrar que citar frases de feministas famosas é espantalho.

Anônimo disse...

As mulheres "odeiam" os homens no discurso. Um discurso que é, ele mesmo, uma reação aos milênios ininterruptos de humilhações e misoginia (como atestado por mitos, lendas, religiões, filosofia, teatro...).

Na realidade concreta, mulheres amam os homens e fazem de tudo para manter casamento/família/relacionamentos. Quando uma mulher se separa, é porque chegou no limite, a partir de onde não há retorno possível. A mulher cuida do homem, por mais odioso que ele tenha sido como marido, até o fim da vida (sou testemunha ocular disso na minha própria família e conheço muitos casos de amigas e conhecidas de minha bisa e de minha avó).

Homens "amam" mulheres no discurso (mesmo no discurso, é claro e evidente que o amor é, na verdade, desejo, e o objeto amado é o corpo, não a mulher).

Na realidade concreta, homens odeiam mulheres. Humilham, maltratam, ofendem, desumanizam, agridem, exploram, abandonam. Se a esposa tem a sorte de ter filhAs, pode contar com algum apoio na velhice, pois do marido, não terá nenhum.

As exceções ao que expus servem, como de praxe, para comprovar a regra.

Daniel disse...

E anon das 22:31 e das 22:23, é curioso falar isto sendo que nos massacres, é comum homens se usarem de escudo para proteger suas namoradas, mães, esposas, etc. Um monte de homens se mataram, pra proteger suas namoradas no último massacre nos EUA.
-
Que criatura "opressora" é esta, que se sacrifica para salvar o "oprimido"
-
Se eu faria o mesmo? Por uma mãe, irmã, provavelmente. Mas namorada, depende muito dela.

Daniel disse...

E anon das 22:51, isto não é tão verdade assim. Sabe o exame de DNA? 1/3 dos homens que fazem descobrem estar cuidando do filho do outro, ou seja, contando com as mulheres que traem e sabem se prevenir(camisinha por exemplo), o número de traições deve ser por volta de 60%.
-
Além do mais, falsa denúncias de pedofilia e abuso sexual chegam a 80% em muitas "varas" e as leis promovem claramente as mulhers
-
Não, não as odeio por isto; no lugar delas, me beneficiaria deste sistema também, o problema, é o sujeito que se deixa ser usado feito escravo pelas mulheres. O cara que se apega. E infelizmente, a muito tempo eu já fui assim.

Anônimo disse...

Misoginia é ódio e desprezo.


Existem dois tipos de homens:

aqueles que odeiam e desprezam.

e

aqueles que desprezam e odeiam.


Veja aí em qual tipo você se encaixa.

Raven Deschain disse...

Huashuahsua che guevara ostentação. Plmdds daniel, me dá seu endreli, vou te mandar uma camisa com essa estampa. Huashua que belíssima idéia.

Raven Deschain disse...

Nossa *endereço kkk

Anônimo disse...

Que criatura "opressora" é esta, que se sacrifica para salvar o "oprimido"


Isso não existe. É falácia masculina pra tornar a mulher devotada e, quando não devotada, cruel, por rejeitar tão nobre mancebo.

O "código de honra" masculino não tem nada a ver com as mulheres. É coisa de homem, entre homens, para homens. A mulher é o detalhe que é usado para angariar status entre homens. Como os filhos. Homem tá cagando pros filhos. Mas os usa quando precisa provar seu valor PARA OUTROS HOMENS.

A maior parte dos homens que eu conheço se mataria por seus carros, que, isto sim, eles AMAM.

Mulheres? Desejam seus corpos. Nada além disso.

Mas fique tranquilo. As mulheres não deixarão de se relacionar com os homens, pois as mulheres gostam da companhia masculina e seguirão tentando e se esforçando para se relacionarem com vocês.

E nem devem deixar.

O que elas devem, sim, é entender os homens como eles SÃO e não como elas gostariam que eles fossem.

As mulheres precisam deixar de se iludir com homens.

E estão fazendo isso, aliás. É justamente daí que vem todo o pavor masculino.

Anônimo disse...

Lógica jenial :
-
Citar o print um fake de um fórum = provar que MRA = misoginia
-
Citar 3 feministas ultra famosas e influentes = Espantalho

Daniel disse...

E anon das 23:12 você tem uma visão bem "realista" dos homens. Sim, tanto homens quanto mulheres são utilitaristas.
-
Se você pegar uma mulher ultra desejada e tornar o adicionar umas décadas de envelhecimento, 99% dos homens perderão o interesse nela.
-
Assim como os as mulheres, Napoleão, quando era um cara sem destaque, não tinha nada, só após se tornar rico, poderoso, influente e com status, passou a ter haréns de mulheres.
-
Esta é a realidade, a evolução moldou os homens e as mulheres a escolher seu parceiro(a) de forma puramente utilitarista.
-
Esta ai um dos pontos que mais discordo dos mascus. A hipergamia não é um mal, é bom para a espécie humana. O que é ruim, é este mito de "amor romântico", que leva muitas mulheres a namorarem trastes e muitos homens a serem manginas.

Anônimo disse...

O sistema NÃO BENEFICIA A MULHER EM NADA. Nunca beneficiou. Nunca beneficiará.

O sistema pode atrapalhar mais ou menos. Mas nunca beneficiar neste sentido que você propõe aqui.

Os homens fazem de tudo para convencer as mulheres de que elas são as grandes beneficiadas desse sistema torpe e falido.

NADA MAIS FALSO.

Se assim fosse, os homens não resistiriam tanto ao feminismo. No fim das contas, o que as mulheres estão fazendo é assumir TODAS as responsabilidades pelas crianças, o que isenta o homem de qualquer responsabilidade, trabalho e investimento nos filhos.

Biologicamente, a reprodução já é IMENSAMENTE mais cara para a mulher do que para o homem.

Um espasmo de 5 segundos e o folgado do homem já se reproduziu, enquanto a mulher deve investir o seu corpo e a sua vida INTEIRA na criação dos filhos (filho é pra vida toda, e apenas para a mulher).

Os homens contribuíam com algum recurso financeiro, às custas da humilhação moral, social e cultural permanente da mulher.

Hoje, nem mesmo esses parcos recursos os homens precisam investir na reprodução. As mulheres, com toas as dificuldades, preferem arcar sozinhas com a reprodução à suportar um homem folgado e explorador.

E mesmo assim, os homens ainda são contra o feminismo.

E aí vem você querendo convencer mulheres de que somos nós as grandes beneficiadas pelo sistema?

Ah... vai si fudê!

Nunca fomos, não somos e nunca seremos.

Numa sociedade baseada no dinheiro, jamais será mais fácil ser mulher.

De qualquer maneira, a vida será mais difícil para nós, pois a mulher não é um apenas. Ela é sempre ela mesma e seus filhos. E isso, ao mesmo tempo que é a força e a benção femininas, numa sociedade capitalista, torna a vida feminina SEMPRE mais complicada.

Você pode convencer as incautas iludidas, mas que retirou a venda, você jamais convencerá.

A realidade de ontem, hoje e a projetada para o futuro, não te favorece.

A SUA vida tá cada vez mais fácil. Mas o homem jamais estará satisfeito se lhe for retirado os meios e as ferramentas de humilhação femininas.

É só disso que vocês se queixam tanto.

Como assim não terei mais meios de humilhar as mulheres?

Anônimo disse...

Peso 50kg. Penso sozinha, e você? Beijinho no ombro. ��

Anônimo disse...

Ser mangina na lógica torpe masculinista é ser um homem que assume seus filhos e os cria.

O masculinismo representa e ilustra todo o egoísmo, egolatria e torpeza masculinos.

É misoginia condensada. Misoginia no seu estado mais puro e bruto.

Por isso eu digo: a mulher PRECISA retomar o controle total pela reprodução. Homem babaca, torpe, misógino e fraco não merece o investimento que ma mulher faz na reprodução.

O patriarcado transformou a mulher numa coisa, num receptáculo sem importância, pra tirar da mulher esse controle. Controle que todas as fêmeas no mundo natural têm.

A mulher deve escolher com muito cuidado e com muito critério o homem que merecerá o investimento que ela faz na reprodução.

Chega de se sacrificar por homens idiotas, babacas e misóginos.

Eles precisam mostrar o seu valor para ter o direito de se reproduzir.

Esse tal Elam, por exemplo. Um babaca completo, fracassado, perdedor, com pelo menos dois filhos. Que desperdício. Não contribuiu em EM NADA para a sua reprodução. Foi um verdadeiro chupim. Na natureza, esse BOSTA JAMAIS se reproduziria.

Taí um bom critério: é masculinista? Sem qualquer direito ao objetivo maior de toda espécie de ser vivente: a reprodução.

Na hora que a mulherada enquadrar essa macharada folgada e arrogante, esse mundo melhora.

Bora lá dá um jeito nessa bagaça, mulhereda!

Anônimo disse...

Se a humanidade funcionasse segundo a lógica da natureza, você seria um dos bostas sem direito à reprodução, Daniel, pois nenhuma mulher aceitaria ter um filho com um babaca misógino.

Daniel disse...

Anon 23:31, gostei de seus comentários. Você tem uma bagagem intelectual muito grande(embora discorde de você).

Eu concordo que criar um filho para uma mulher é bem mais "custoso"(não só no sentido financeiro). Por mais que seja contra o capitalismo, por honestidade intelectual devo ressaltar que isto é muito antes do capitalismo. Vide no feudalismo. O estágio da evolução é :

Tribalismo -> Feudalismo -> Capitalismo -> comunismo

Não sei se este problema vai ser minimizado com o socialismo, mas não creio que vai acabar.

-------------------------

No meu caso, por exemplo, com minha ultima ex, no começo, ela me tratava super bem e me dava tudo o que queria, não sei se foi erro meu, mas ela começou a cada vez mais "regular sexo", ficar tentando por ciúmes, etc. Eu acabei terminando com ela, motivo? Jamais conseguiria ser fiel a uma mulher assim

Por ter tido um tempo morando juntos e ela ser desempregada, tentou entrar na justiça pra nossa relação ser considerada "relação estável" e conseguir pensão de mim(sim, pensão não é só em casos de filhos). Sacrifiquei várias noites de sono estudando, pra chegar onde cheguei e uma mulher, só porque abriu as pernas, vai pegar 1/3 do que produzo? E o governo vai pegar mais 1/3 via IR? que porcaria é esta?

Só uma pergunta, o que são estas "ferramentas de humilhação"?

Pergunto isto, porque amanhã vou conseguir alta da minha lesão e não aparecerei mais por aqui. Só estou aqui pra matar o tédio 3 anos que não passo mais que uma semana sem trabalhar(optei por não ter carteira assinada e ter um salário maior) e hoje tive que me afastar por 2 semanas... Simplesmente é muito chato e me sinto um vagabundo, sem fazer nada.

Anônimo disse...

Só o homem é utilitarista. Sempre foi. Sempre será.

A mulher busca um companheiro. Alguém para dividir com ela os desafios de fazer e cuidar de uma nova pessoa.

Isso não é utilitarismo.

O problema é que o homem simplesmente não quer fazer parte deste desafio.

O que o homem quer é uma idiota que abra as pernas e feche a boca.

Por isso usaram a tecnologia pra criar bonecas. Homem não está e nunca esteve interessado em mulheres ou em crianças. O interesse é o corpo feminino, e mais nada.

Se dependesse dos homens, a humanidade já tinha ido pro buraco há muito tempo.

(trocadilho involuntário, acreditem)

Paulo disse...

Chega a ser hilário a hipocrisia de vocês,"mimimi homens agridem mulheres" e falam num tom como se o contrário nunca acontecesse.
Essa lei de feminicídio,só prova q vcs estão pouco se fudendo pra igualdade.
A mulher que for agredida dentro do contexto de violência doméstica se encaixa como vítima de feminicídio,mas ignoraram totalmente que homens tb sofrem violência doméstica e não importa se o numero de casos é menor,o crime é o mesmo,deveria ser considerado crime hediondo tb,seja com que for que aconteça.

A igualdade de vcs é essa:
Mulher sofre violência doméstica= o cara é lixo,misógino.
Homem sofre violência doméstica= talvez a mulher tenha seus motivos...

Anônimo disse...

O que estes mascus precisam entender, é que o homem pode engravidar centenas de mulheres, já a mulher... Além disto, gravidez cobra muito mais dela, por isto, ela vai desejar o "melhor". E se quiser dar pra qualquer um e contrariar o "normal", foda-se, direito dela. Se esta usando preservativo e não esta espalhando nenhuma DST, não vejo problema algum.

Anônimo disse...

"Eu concordo que criar um filho para uma mulher é bem mais "custoso"(não só no sentido financeiro)."


Bem se vê que você é um homem típico. Eu não falei de custo financeiro em NENHUM momento (a não ser nos parcos e ridículos recursos investidos pelos homens, que quase sempre se limitam aos caraminguás monetários mesmo). Homem só consegue pensar em dinheiro. Que podre!

Eu falo de investimento físico e emocional, coisa que você jamais saberá o que significa.

Eu tô cagando pra sua vida, mas aposto um fio de cabelo que a incauta que aceitou dividir a vida com você se ligou que você não gostava dela, não se importava com ela e não se comprometeria com ela.

Ela deu sorte. Se livrou de uma roubada. Se é verdade que está pleiteando pensão, acho bobagem. Pra que manter vínculo com babaca? Ela deveria era aprender com a experiência e começar a selecionar melhor os homens com os quais se relaciona.

Indica o blog pra ela.

Mas veja o problema dessa lógica de que mulher cuida da casa, do parceiro e dos filhos: ela fica sem nenhuma segurança financeira. Dedicou a vida, o tempo e a juventude pra um babaca que deu no pé, deixando-a com uma mão na frente e a outra atrás. Toda a dedicação dela, desperdiçada e desvalorizada.

É por isso, que mesmo sobrecarregando imensamente a mulher, pois a casa e os filhos seguem sendo responsabilidades femininas, a mulher TEM que trabalhar. TEM que ter dinheiro. TEM que ter essa segurança financeira.

Depender de homem é um risco tremendo. O homem não merece essa confiança e nem essa dedicação, como a história e a experiência de tantas mulheres demonstram tão bem.

E você conhece todas as ferramentas de humilhação femininas que a sociedade e a cultura disponibilizam pra você. Tanto que usa todas ou quase todas. Se nunca agrediu fisicamente uma namorada ou parceira, ainda não fez uso de todas as ferramentes disponibilizadas. Mas você, certamente, conhece todas e usa a maioria.

Anônimo disse...

A mulher pode transar com quantos caras ela quiser, do jeito que ela quiser. O que ela precisa selecionar, e MUITO BEM, é com quem ela terá filhos. Não é qualquer babaca que merece o investimento feminino na reprodução.

É isso que a mulherada tem que perceber. O controle da reprodução é feminino.

A mulher perdeu esse controle por arranjos sociais e culturais.

É chegada a hora de reaver esse controle.

Vou lançar uma campanha:

HOMENS MISÓGINOS NÃO MERECEM TER FILHOS.

HOMENS MISÓGINOS NÃO VALEM O INVESTIMENTO FEMININO NA REPRODUÇÃO.

A força é feminina.

Bora lá mulherada!

Carol F. disse...

Aproveita e procura um psicólogo que pelo menos vai fingir que se interessa pela sua vida. Tem muito homem pagando de coitado aqui igual você e, sinceramente, saber sobre seus relacionamentos é totalmente desinteressante. Serio, arruma uns amigos pelo menos.

Anônimo disse...

"O problema dos homens brancos é que eles não acham razoável que as pessoas se preocupem com outras coisas que não os incluam."

O machismo e o egoismo não existem apenas no homens brancos. Homens de qlqr raça podem ser machistas. E de qlqr orientação sexual tb. O problema não se resume ao homem branco.

Sou mulher, trabalho numa área onde mais de 90% são homens e já tive problemas ao longo da carreira com machismo de brancos, pardos, orientais e negros. Ate gays podem ser misoginos.

E ilusão achar q só homens brancos são opressores das mulheres. Homens de uma forma geral podem ser machistas, independente de raça.

Anônimo disse...

"A mulher pode transar com quantos caras ela quiser, do jeito que ela quiser. O que ela precisa selecionar, e MUITO BEM, é com quem ela terá filhos. Não é qualquer babaca que merece o investimento feminino na reprodução.

É isso que a mulherada tem que perceber. O controle da reprodução é feminino."

Se existe uma coisa que tira completamente o poder de uma mulher é ter um filho. Uma mulher VERDADEIRAMENTE consciente das implicações da maternidade na sociedade e seus reflexos de empregabilidade, nos relacionamentos etc. sabe que é um péssimo negócio ser mãe. Filho é usado pra segurar mulher desde sempre e é dela que se exige o maior ônus, pai só tem que pagar pensão e acabou. Mesmo que o pai seja o Mick Jagger, mesmo que a criança receba um milhão de pensão, não interessa pq a situação da mulher sempre, em qualquer ângulo, é a mais desfavorável.

Mulher inteligente não procria.

Lana disse...

Gzuz, abriram as portas do hospício nessa caixa de comentários.

Anônimo disse...

Paulo, não fala merda. Uma mulher agredir um homem (isso se a agressão parte totalmente dela e ele não provocou isso) não é a mesma coisa de um homem agredir uma mulher e ponto final. Vcs mascus adoram usar de falsa simetria para justificar seus privilégios e a opressão feminina.

Quando um homem agride uma mulher é sempre da forma mais violenta possível. Já a mulher costuma agredir menos violentamente (com tapas, por exemplo, já o homem costuma dar socos).

Anônimo disse...

Anonima, das 23:46.

Eu peso 46kg e sou uma feminista fervorosa. Já os mascus são medonhos (tanto fisicamente, quanto mentalmente) e pesam mais de 100kg de pura gordura,isso deles falarem que feministas são gordas e feias não passa de recalque.

Daniel disse...

Não tenho muito tempo pra responder todos estes comentários só com insultos, mas o anon das 00:32 :

Primeiramente, ela sabia desde o começo como eu era. Nunca me fingi de santo. Não engano mulheres, pra obter o que eu quero, pois acho que é uma tremenda falta de honra. Nunca disse a ama-la, nunca a chamei de amor, mas sempre a tratei bem. Ouvia ela, levava ela pra vários passeios, dei vários presentes caros a ela. Também nunca a trai.

Ela é mais uma que tenta transformar um cara "desapegado", em um cara romântico, atencioso, que a coloca a cima de si mesmo, falhou nisto e agora paga de vítima.

Sobre agressão, com tanta lei pra "proteger" a mulher(muitas até que violam a presunção de inocência do homem), o homem que agride esta sendo : apegado, inconsequente, irresponsável e babaca. O que eu ganharia agredindo ela? Além de machucar o corpo dela, me demonstrar ser um babaca impulsivo pra ela e correr o risco de me ferrar na lei? só tenho a perder com isto

Curioso a Sra falar isto, pois já tem estudos de que mulheres agridem mais : http://www.abril.com.br/noticia/comportamento/no_345105.shtml

------------------------------

Só novamente falando, discordo de que só os homens são utilitaristas. Todos os homens na história humana, que tinham haréns de esposas e pretendentes, eram ricos, destacados, fortes, com "postura" masculina, etc. E novamente, não acho problema algum a mulher ser utilitarista.

Quando eu era gordo, sem dinheiro, apaixonado e babaca e mangina, nenhuma mulher me queria. No máximo me usavam. Foi só eu ter me tornado o que sou e hoje, só não tive mais de 10 namoradas diferentes, porque não acho que compensa namorar.

Mesmo que as feministas façam isto de tentar me boicotar, existem prostitutas. Uma prostituta exige que eu trabalhe entre 2 e 4 horas, para paga-la(sim, ganho por hora), já uma namorada, eu calculo em torno de 10 horas(fora os presentes, passeios, etc) e mesmo que isto se torne proibido, eu tenho dinheiro. Vou pra outro país na pior das hipóteses. Tavlez eu vá prum lugar com quase nada de feminismo, na Ásia e viva minha vida lá.

Anônimo disse...

"Tavlez eu vá prum lugar com quase nada de feminismo, na Ásia e viva minha vida lá. "

em nome de tudo que é mais sagrado pra vc, vá mesmo

mas vá com fé

e faça vasectomia pra não transmitir seus genes submedianos pra sociedade futura

Anônimo disse...

Danielzinho dividindo a vidinha com feministas que ele tanto despreza... Na moral, quase fiquei com dó.

Anônimo disse...

É evidente que esse Daniel só está querendo chamar a atenção das feministas. Mas quem são os mascus sem a nossa atenção, não é mesmo?


Antes os blogs/foruns/páginas masculinistas só sabiam falar sobre as mulheres e como nós somos hipergâmicas e não queremos nada com eles. Agora eles estão direcionando seu ódio as feministas.

Anônimo disse...

Daniel, vai para países onde não existe nada de feminismo e o machismo impera: Afeganistão, Iêmen, Paquistão, Nigéria, Arábia Saudita, Iraque, Somália, etc. Ah, nesses países também o uso de armas é totalmente liberado, até para crianças.

Porém, fique longe de países onde o machismo é criminalizado e o feminismo impera: Canadá, Suíça, Suécia, Dinamarca, Noruega, Islândia, Finlândia, Irlanda, etc.

Daniel disse...

Curioso você falar da Suécia. Existem estudos que o número de estupros podem chegar serem tão elevados, que 1/4 das mulheres serão vítimas de estupro : http://www.frontpagemag.com/2013/dgreenfield/1-in-4-swedish-women-will-be-raped-as-sexual-assaults-increase-500/

Algo que nem em países """machistas""" isto acontece.

E olhe o que acontece com os estupradores, muitos deles recebem serviços comunitários como pena : http://tavernkeepers.com/six-muslim-teens-receive-community-service-for-gang-raping-a-15-year-old-girl-in-tensta-sweden/

Para ser sincero, entre Paraguay e Suécia, eu iria pro Paraguay. Do que adianta maior qualidade de vida, se não posso me divertir(tudo o que gosto seria proibido) e se minha mãe, filha, esposa, etc; terá 1/4 de chance de ser vítima de estupro e pior, os estupradores podem ser condenados a "serviços a comunidade"?

Se eu fosse escolher algum país para morar na Ásia, provavelmente seria Guam, Tailândia, Singapura ou algo do tipo...

Anônimo disse...

Mas ai não é culpa do feminismo. A culpa é desta nova esquerda multicultural e """tolerante""" que trata o agressor sempre como "vítima da sociedade". Até mesmo machistas e fascistas como o Bolsonaro, defendem penas maiores para estupradores. Odeio concordar com o Bolsonaro, mas em castração química de estupradores, ele esta sendo certo.

Nenhuma feminista acha que estuprador merece uma pena bem branda, principalmente sendo 6 contra uma pobre criança de 15 anos. Estuprador merece sofrer o pior inferno na terra possível.

Paulo disse...

Obrigado por confirmar tudo que eu disse anon de 10:41,vcs lutam tanto por igualdade,que adoram usar a balela de falsa simetria,que mais parece uma nova definição de hipocrisia,pra que homens e mulheres sejam julgados pela mesma coisa de modo diferente.
Qual é a diferença se o crime é o mesmo? É porque o homem é mais forte? Isso não impede a mulher de agredir e matar um cara,armas para ajudar n faltam,pedaço de pau,revólver,veneno,faca...
Contexto histórico? Daí fica parecendo vingança,bem longe do que vcs supostamente lutam,igualdade e justiça.
E vcs ficam revoltadas se alguém diz que a mulher agredida mereceu ou provocou,mas vc insinua que se o homem é agredido talvez tenha provocado a violência da mulher.
HIPOCRISIA.

Anônimo disse...

Vamos usar um computador feito por um homem, com uma internet desenvolvida por um homem, um sistema operacional, desenvolvido por um homem, um browser de internet, criado por um homem e uma rede de energia elétrica, inventada por homens, para... Falar de como o machismo é mal e como homens são utilitaristas.

Adoraria ver estas feministas indo para as poucas sociedades matriarcais que existiram. Nunca existiu um grande império matriarcal e os países mais afetados pelo feminismo, tão entrando em crise ou irão entrar em breve.

Anônimo disse...

Outra coisa, não é porque a Suécia esta certa em muitas coisas, como proibir a prostituição, que eu concordo com tudo lá. Pena branda pra estupro é uma aberração.

Julia disse...

Daniel, espero que a sua ex arranque até as suas calças nessa separação. Vou ficar aqui torcendo.

Thomas disse...

O interessante é que as maiores porta-vozes dos MRAs são mulheres. A Vice fez uma ótima matéria com elas recentemente. São mulheres inteligentes, cultas, argumentam bem, são engraçadas. Mesmo sendo MRAs, elas não parecem ser muito diferentes das feministas. Elas lutam por igualdade de gênero, são pró-aborto e possuem diversas visões muito parecidas com as das feministas.

Na verdade elas dariam ótimas feministas, mas preferiram ser MRAs. Eu me pergunto se feministas como a Lola conhecem essas mulheres e se em nenhum momento passa pela cabeça a curiosidade de procurar saber o que levou essas mulheres a se declararem anti-feministas.

Lendo essa matéria da Vice ficou bem claro que se as feministas e os MRAs conseguissem resolver essa briguinha, talvez pudessem ser ótimos aliados.

Me parece que as feministas se concentram mais em caras como o Elam porque ele é um alvo mais fácil. O cara é um provocador intencional, escreve absurdos justamente pra promover a própria causa. Não dá pra levar o cara a sério. E é justamente por isso que não dá pra levar esse tipo de post que a Lola escreveu a sério. O cara provoca de lá, feministas como a Lola provocam de cá. E assim qualquer discussão séria sobre os MRAs se perde numa montanha de bobagem.

Mas bem, pra quem se interessar, procura o artigo da Vice sobre o assunto. Até hoje a Vice foi a única mídia mainstream que publicou uma matéria mais séria e não tendenciosa sobre o assunto.

Luiza Original disse...

Ó o otário falando da Suécia, sem nem saber o que eles consideram estupro.

Anônimo disse...

Anon das 12:30 essa já é velha. Quem criou a linguagem de programação foi Ada Lovelace, sem quem todos os seus ídolos machos da computação não teriam conseguido PORCARIA NENHUMA. Ou seja, largue esse seu computador e não o use mais, depois volte a se comunicar com seus amigos mascus por sinais de fumaça.

Paulo, Paulo, você sempre fazendo papel de bobo por aqui, com os seus iuzomismo brabo, fingindo que não vê a verdade e acusando mulheres de serem hipócritas enquanto xinga a mocinha que teve fotos íntimas vazadas na internet e diz que ela merece morrer... não, a gente não se importa com seu egozinho ferido e não vamos nos importar. Supere isso.

Carlos, pra você é "que se f*" se as mulheres estão sendo espancadas, mutiladas, agredidas, estupradas, mortas, o que interessa é meter gostoso? Então deixa eu devolver esse "Que se f*" pra você, ok?

E mascu adora que esse "que se f*" na cabeça de muita gente envolve um "Vamos meter gostoso e que se f* se a mulher não concorda". Lixos.

Kittsu disse...

Daniel, que bom que você teve suas conquistas. É uma pena que você não tenha se sentido amado pela sua família, mas isso não é um motivo para descontar suas frustrações em quem não teve nada a ver com isso. Você disse que não odeia mulheres porquê *tem prazer* com elas e porquê nunca agrediu fisicamente uma. Mas sua visão da "função" das mulheres na sua vida é uma espécie de "inimigo com o qual sou obrigado a conviver", e essa convivência não me parece ser para se sentir satisfeito com uma companhia, e sim para demonstrar o seu poder para outros homens. Me parece muito claro que quase todos os seus anseios são decorrentes de uma auto-estima destroçada, que serão alcançados por meio da completa insensibilidade para com os demais. Mas nenhuma dessas suas conquistas será suficiente enquanto você não estiver em paz com você mesmo. Você não é obrigado a casar, nem namorar, nem ser romantico, nem mesmo conviver com mulheres, e isso é ok. Mas enquanto você estiver escravo dessa filosofia, você nem vai conseguir ser feliz e nem vai estar cercado de pessoas (mulheres ou homens, familiares ou não)que realmente gostem de você. Existe mais da vida do que se exibir para os outros... Na verdade essa é apenas a melhor forma de se cercar de sangue-sugas (mulheres ou homens, igualmente).
Mas enfim, como falei, nada disso torna tolerável o discurso de incitação ao ódio. Já havia falado algo parecido com você a algum tempo atrás. Se consulte com um psicólogo, talvez isso te ajude a superar essas questões.

Anônimo disse...

Porque os homens odeiam tanto as mulheres? é possivel um homem realmente amar uma mulher? Porque os matam suas esposas? porque os homens estupram? Porque os homens proibem(ou tem medo) das mulheres trabalharem e estudarem? os homens possuem empatia?

Anônimo disse...

Dava pra copiar boa parte do texto da Kittsu pras rad.

B. disse...

"Uma mulher agredir um homem (isso se a agressão parte totalmente dela e ele não provocou isso)"

Culpar a vítima? Ahh, o cara provocou? Juto que não entendi. Nós feministas não somos as que falamos que não tem essa de "ela/ele que provocou"?

Outra coisa: em UM ponto tenho que concordar, digamos assim, com o Cão do Mato.

Minha opinião:

Tem que ter pena severa pra violência contra a mulher? SIMMMM

Mas não consigo ver bandidos, de modo geral, como "vítimas da sociedade". Se for assim, o estuprador seria uma pobre vítima, o que eu não concordo nem por um segundo.

Daniel disse...

Julia, eu consegui uma excelente advocada que esta apelando a tudo o que tem direito para me fazer não dar um centavo a ela.

A justiça é tão misândrica, que uma mulher só por abrir as pernas periodicamente, tem o direito de tomar o que foi construído com anos de muito trabalho e empenho.

E Kittsu, não, eu não odeio mulheres. Foram homens, mulheres, negros, brancos, ricos, pobres, classe média, em fim, todos os """grupos""" que me fizeram sofrer. Por isto eu não odeio nenhum grupo. No máximo odeio esta cultura de não reação, cultura do vitimismo, cultura do "bandido ser vítima da sociedade", etc.

E não é só do feminismo isto, aliais, muitas vertentes do feminismo, não tem estas palhaçadas por consequência, não tenho nada contra estas vertentes. Mas o que é "cultura do bandido ser vítima"? Além dos casos onde dizem que a mulher "provocou", existem outros casos vide o caso de um homem que foi assaltado 8 vezes, bolou uma armadinha, matou o ladrão e foi preso ou pior. De uma mulher que fez 20 boletins de ocorrência contra um ex namorado que a ameaçava, espancava e até estuprava. E a polícia? Não fez nada, ai ela comprou uma arma(acredito que de forma ilegal) e se defendeu. Só não foi condenada, por ter ido a júri popular.

E não, nunca odiei nenhuma mulher. Aliais, a única vez que sofri por causa de mulher, foi por minha culta eu fui apegado e por isto me fudi. É responsabilidade dos homens serem racionais, frios e calculistas, caso contrário, serão usados e pisoteados. No lugar das mulheres, faria a mesma coisa.

-------------------------------

E Thomas, brilhante seu comentário.

Anônimo disse...

A mulher aturou um TRASTE mascu babaca(desculpa a redundância), vc se separou dela, porque a usou como um pedaço de carne e ainda tem a cara de pal de deixa-la sem nada?

Kittsu disse...

"E não, nunca odiei nenhuma mulher. Aliais, a única vez que sofri por causa de mulher, foi por minha culta eu fui apegado e por isto me fudi. É responsabilidade dos homens serem racionais, frios e calculistas, caso contrário, serão usados e pisoteados. No lugar das mulheres, faria a mesma coisa."

Isto pra mim ilustra uma das formas de odiar. Pois desumaniza as mulheres ao assumir que os homens são racionais o suficiente para tomarem decisões de forma calculada, enquanto mulheres serão máquinas de sugar o dinheiro e a vitalidade masculina (ai, que preguiça de escrever sobre esta partezinha aqui), passionais por natureza, definição e determinação do próprio destino. Mas o resumo novamente é: você tem buscado ativamente por gente assim, é só o que vai encontrar.
E curiosamente, sobre o seu reiterado discurso desumanizador das mulheres de longa data, eu acabo vendo justamente que você é uma vítima das circunstâncias. Mas como você mesmo mencionou, ser uma "vítima da sociedade" não é uma carta branca.

Compreender que a sociedade forma uma pessoa (como formou a mim, a você e a todos os outros, cada um a seu próprio modo) não significa ser leniente com os erros deste indivíduo. Uma pessoa pode ter crescido em um meio cheio de agressividade, ou no qual era necessário ser agressivo, mas isto não significa que quem está ao redor desta pessoa deva aceitar este tipo de comportamento. Ainda que ele não cometa ilegalidades, este indivíduo "será punido" pelo próprio meio, quando as pessoas (que buscam a auto-preservação e estar em um ambiente agradável tanto quanto você) se afastarem, e aí ocorre o isolamento. A punição da sociedade nem sempre vem por meios jurídicos, legais, estatais. A própria sociedade é algo dinâmico e reagente a seus indivíduos. A própria vida é assim. E desumanizar outro ser humano é negar a própria humanidade também, e isso não costuma fazer bem... Alguma coisinha lá dentro vai se sentir desconfortável, incompleta. E aí vem a busca do "elo perdido" nos lugares mais errados possíveis, como em grupos de outras pessoas que pensam igualzinho a esta pessoa, devido a afinidade de pensamento.

Anônimo disse...

Um beijo, Kittsu, vou me casar com você pelas suas respostas <3

Paulo disse...

Ótimo argumento hein?Onde foi que eu disse isso sobre mulheres tendo fotos vazadas?
Dá pra entender a confusão,esse cara deve se chamar Paulo e já que eu sou o único com esse nome no mundo,só pode ser eu...
Mas já que falou nisso,na minha opinião,se o cara divulga foto intima de alguma mulher,tem mais é que se fuder,só prova que não tem caráter nenhum.
Vc se esquivou e não argumentou contra nada do que eu disse,mas não me espanta,qualquer um aqui vira mascu ao discordar de vcs e se tiver mais de uma pessoa discordando,os comentários são de uma pessoa só.Patético.

Dainel disse...

Kittsu

Primeiramente, a definição de Ódio do "profunda antipatia, desgosto, aversão, raiva, rancor profundo, horror, inimizade ou repulsa contra uma pessoa ou algo, assim como o desejo de evitar, limitar ou destruir o seu objetivo" Fonte http://www.dicionarioinformal.com.br/%C3%B3dio/

Primeiramente, eu tenho desejo de evitar mulheres? Não, apenas não quero relacionamento sério. Tenho desejo de limitar algo em relação as mulheres? Não. Tenho vontade de destruir as mulheres? Também não.

No máximo eu poderia(forçando a barra) dizer que odeio a cultura de culpar a vítima, de não reação, etc; pois se tivesse poder para isto, destruiria esta cultura moderna. Fiquei bem feliz quando li ontem uma notícia de uma menina que quase foi raptada por terroristas e matou 5 deles. Principalmente porque nos comentários, ninguém estava achando que ela agiu errado. Ou seja, aos poucos, as pessoas estão largando este discurso de pacifismo e demandando a legítima defesa e justiça.

Ai esta o grande ponto, ninguém aqui esta "desumanizando" ninguém. O fato, é. Seres humanos são animais. Tanto homens, quanto mulheres, são fortemente influenciados pelos instintos. Não há mascu chorão algum que vai fazer as mulheres deixarem de ser hipergâmicas, aliais, isto é bom para a espécie. Bem como não há radfemen alguma que irá conseguir acabar com o desejo sexual masculino. Aliais, até as radfemens concordam com isto, de que somos meros animais.

Vide a Valeria, alegando que o "homem é uma fêmea incompleta" pelo cromossomo Y, ou a Adnrea querendo via imposição estatal, reduzir os níveis de testosterona nos homens.

Hora, se toda a esquerda diz que tudo é "construção social", por que elas querem manipular o ser humano a nível biológico e não social? Porque elas sabem que somos animais e o social, é só uma pequena parcela. A Andrea sabe que os homens agem de forma diferente, por ter um corpo diferente, uma mente diferente e diferentes níveis hormonais.

Anônimo disse...

Carlos, deixar de lutar pelos direitos das mulheres, ignorar tudo que elas tem sofrido e esquecer o esforço pra mudar pra meter gostoso não é coisa boa, não. Mesmoq ue seja consensual. E não estou de vitimismo. A violência a qual estamos nos referindo aqui é violência do homem contra a mulher-e mesmo quando falamos da violência contra um homem, quem a causa na esmagadora maioria das vezes são outros homens, não mulheres.

Paulo (o que comentou às 12:29), é falsa simetria comparar a violência sofrida pelo homem à sofrida pela mulher porque 1) Quem causa a maior parte da violência contra homens são outros homens, não mulheres. 2) A violência cometida contra a mulher é motivada por gênero. Por machismo. Como a moça que teve o braço quebrado na balada porque não quis beijar um babaca (machista acha que mulher não pode lhe negar nada); a mulher que é assassinada pq machista não aceita que mulher q "já foi dele" (vê a mulher como posse, objeto) fique com outro; a moça que é drogada e estuprada pq pra machista mulher não tem direito de negar seu precioso pênis.

Agora, me diga: quando você viu um homem ser espancado pela mulher por não ter feito o jantar? Quantos casos de homens agredidos que tiveram braço quebrado na balada por recusarem uma mulher você conhece? Quantas mulheres que assassinaram os companheiros por não aceitar o fim do relacionamento você já teve notícia?

Hipócrita é você chegar aqui defendendo uma sociedade machista e depois dizer que não tem nada contra as mulheres.

Paulo disse...

Tudo que vc disse,também é cometido por mulheres anon de 20:27,já vi noticia de mulher que agrediu o namorado porque o cara não quis transar com ela,mulher que matou o marido pq ele não quis dar uma casa na praia para ela,outra matou porque era amante e ele n queria largar a esposa.
Outra tentou matar o cara com um martelo,outra amante se vingou do cara matando a filha dele.
Vocês insistem nessa balela de que deve ser considerado pior o crime contra a mulher,pq supostamente o cara,só fez isso por odiar mulheres,quando os motivos que eles dão,são tão podres e idiotas quanto os das mulheres que matam os parceiros.
Então,não subestime a inteligência alheia,não defendo violência contra mulheres,nem sociedade machista,só não sou hipócrita como vcs,para fingir que só existe homem fdp no mundo.
Essa lei é sexista sim,n adianta negar,só se for cego para não ver.
Se um homem matar a mulher tem que se fuder,se a mulher matar o homem,tem que se fuder do mesmo jeito.
Essa lei só diz que a vida da mulher vale mais.

Julia disse...

"e se em nenhum momento passa pela cabeça a curiosidade de procurar saber o que levou essas mulheres a se declararem anti-feministas."

Porque ser feminista não dá dinheiro, já ser MRA parece que está rendendo uma grana.

Respondido. Mais alguma dúvida, Toddy?

Kittsu disse...

Sua simplificação simplesmente não é aplicável ao mundo real, nenhuma delas. Você isolou e simplificou até mesmo tudo o que eu quis dizer com minha referência sobre o odiar. Ora, todos nós conhecemos o sentido literal de "ódio", mas eu me referia às sutilezas escondidas nesse discurso aí. Ser passivo-agressivo é uma destas sutilezas, que você perde quando isola, segmenta e simplifica frases, palavras ou ações separads - também como estas citações que você fez da valéria e andréa. Pegou uma frase separada, de sei lá qual foi o contexto, e aplicou como sendo a totalidade do discurso tanto da esquerda como do feminismo. Isso intencionalmente descarta qualquer possibilidade de discussão, pois impossibilita se aprofundar no assunto, e todo aprofundamento que se preze foge desse tipo de simplificação e generalização mal-intencionada. É uma tática muito comum para evitar a analise real sobre uma questão que foi dada, e aparece justamente quando o interlocutor teme ceder aos questionamentos internos que podem surgir do embate. Animais são muito mais descomplicados do que essa firula toda que você montou só para novamente, insistir que a desumanização se trata de "ver a natureza animal" do ser humano,novamente simplificando, isolando, particionando a algo que não corresponde à realidade só para se sentir confortável com o fato de que não só não entende muito da natureza humana, como nem faz questão de entender. Você sequer se entende, e quer se manter confortável com esses conceitos simplistas, pois se sente confiante para lidar somente com o que você consegue compreender...
E no fim das contas você não quer entender é nada.

Enfim: eu só queria que você pensasse se não pode estar infeliz e inseguro na situação em que você se encontra e no que está projetando pro seu futuro. Se não seria bom pra você se consultar com um psicologo, fazer terapia, sei lá. Encerrarei minha participação nesta discussão, Até porquê você não está pronto.

Anônimo disse...

Cara, me conta o segredo, eu nao consigo fazer metade disso com um salario um pouco maior.

Anônimo disse...

Como fica essa lei sexista com casais de lésbicas?
Quando uma mulher agride outra,cometendo violência doméstica,é feminicídio tb?

Anônimo disse...

A mulher não é utilitarista, pois dá ao homem muito mais do que recebe. O investimento pessoal do feminino num relacionamento é muito maior do que o investimento masculino. O que a mulher procura fazer é equilibrar um pouco essa conta biológica tão desigual, selecionando homens menos babacas. Quer dizer, deveria fazer isso, mas como o patriarcado retira da mulher seu poder de escolha e seleção, muitas mulheres acabam investindo a própria vida (porque é este o investimento feminino num relacionamento: a própria vida) em homens que não valem a merda que cagam.

É por isso que homens sonham com sociedades em que mulheres não tenham escolha e não tenham acesso à educação e ao conhecimento. Uma mulher esclarecida e que pode escolher, não entrega a própria vida na mão de um idiota.

Quanto aos supostos problemas femininos na Suécia, os caras aqui tão de brincadeira, né? O problemas que as mulheres enfrentam lá são soluções em países misóginos onde é a mulher estuprada que vai parar atrás das grades.

O sonho dos masculinistas é um país como o Iêmen, no qual as mulheres não podem sequer olhar um homem nos olhos.

Anônimo disse...

Sempre acho engraçado o xororô masculino. Como um grupo que tem TUDO a seu favor pode se queixar tanto?

Anônimo disse...

Quem entende a bipolaridade masculina?

O homem se queixa da rejeição feminina.

Aí faz de tudo para conseguir a aprovação feminina.

E quando uma mulher se interessa por ele, que fez tudo para despertar esse interesse, o homem despreza esta mulher que se interessou por ele e que quer ter um filho com ele, justamente por ela se interessar por ele e por desejar ter um filho com ele.

O homem é o único macho do mundo vivo conhecido, que despreza e humilha a fêmea que QUER ter um filho com ele.

Anônimo disse...

Mais bipolaridade masculina:

O homem respeita mais a mulher que faz sexo mediante pagamento, do que a mulher que simplesmente quer e deseja fazer sexo com ele.

O homem prefere comprar o consentimento feminino, do que ser digno dele, porque o homem despreza a mulher que o deseja.

Porque prostituição não é a venda do corpo, nem do sexo, mas a venda do consentimento.

Aliás, essa é a maior contradição masculina. O homem vive dizendo que gostaria que a mulher se interessasse pelo homem da mesma forma como o homem se interessa pela mulher: apenas pelo corpo/aparência. Mas isso não encontra respaldo na realidade, pois não há mulher que o homem despreze mais, do que aquela que simplesmente quer fazer sexo pelo sexo.

Anônimo disse...

Houve um tempo em que eu também teria dó. Mas depois que entendi o quanto os homens são desprezíveis e egoístas, nunca mais me sensibilizei com esses esperneios hipócritas. Homem não perde uma única oportunidade de humilhar a mulher, então, que se foda!

Anônimo disse...

Você foi feito por uma mulher. Que horror, né? Se mata!

Raven Deschain disse...

Mas mulher vale mais. Qual a dúvida aqui?

Sem nós, vcs nem teriam nascido.

Raven Deschain disse...

E Carlos. Sério, para. Só de vc tratar sexo como "meter" já dá um nojo enorme.

Anônimo disse...

Se esse Daniel fizesse um centésimo do que diz aqui, ele não estaria aqui contando isso pra gente.

O ressentimento dele pela não aprovação feminina é evidente.

Anônimo disse...

É que ele crê que apenas homens fazem sexo.

É tão babaca quanto o esperneante Daniel.

Anônimo disse...

Mulher tbm faz sexo, só acho engraçado essa briga toda.
Raven, vc eh puritana?

Bjao nesse coração.

Carlos


Raven Deschain disse...

Não. E pare tb com esse tom paternalista e condescendente. Não somos idiotas.

Além do mais se sexo pra vc é só meter, vc é ruim de mais da conta de cama.

Anônimo disse...

Kkkk, Raven, vc eh uma figura

Carlos

Anônimo disse...

Alguma dúvida de que sexo, pra ele, é só meter?

Anônimo disse...

Paulo, você vê esses casos de agressão feminina acontecendo todos os dias? Não, né? Mas todo dia você abe um jornal ou liga a TV e tá lá, mulher agredida, estuprada, assassinada pelo marido, pelo ex, pelo desconhecido na balada, pelo babaca que ela não quis namorar/beijar/ficar/transar/casar. É muita cara de pau da sua parte pegar casos que são exceção e mostrar como se fossem regra e os homens, coitadinhos, é que estivessem sob violência constante das malvadas e cruéis mulheres por terem nascido homens.

Anônimo disse...

Anon das 00:48 se uma lésbica matou sua companheira porque não admite que ela "pertença" a outra, então é feminicídio sim. O problema é que a maioria esmagadora dos feminicidas são homens, e mascu odeia ver essa verdade.

Aliás, não entendo essa reclamação toda. Se vocês, chorões, não pretendem matar as mulheres por motivos idiotas não deviam ter medo dessa lei. Assim como pessoas conscientes não precisaram temer a lei que transformou racismo em crime, e homens não covardes não precisaram ter medo da lei Maria da Penha. Eu não saio por aí falando m* racista, por isso nem liguei quando racismo virou crime. Meu pai, que não bate em mulher, não se incomodou quando a Maria da Penha entrou em vigor. E aí? Esses mascus chorões que protestam contra a lei que estabelece feminicídio tem culpa no cartório e ideias sinistras na cabeça, sim ou claro?

Anônimo disse...

"Meter", envolve tudo, não só a penetração em si.

Difícil de entender hein.....

Raven, vc nervosinha... huummm


Bjo.

Carlos

Anônimo disse...

Querida anônima das 11:26, o problema não são as penas ou a vontade de cometer um crime, mas institucionalização de que uma vida é mais importante que outra baseado em gênero.

Anônimo disse...

Feministas, já está na hora de vcs mandarem esses mascus pastarem. Já deu.

Anônimo disse...

Anon das 11:39 essa lei foi criada porque, socialmente, a vida da mulher vale menos que a do homem. É só ver quantos casos de violência doméstica são arquivados, como a polícia em geral só age depois que a mulher está morta ao invés de coibir o agressor (e os assassinatos são arquivados), como as penas pra violência doméstica são brandas, quanta gente ainda acha justo matar pra "Lavar a honra", etc. Além disso, como eu já falei pro Paulo, centenas de mulheres morrem por motivos estúpidos e machistas: por não ter feito o jantar, por ter terminado o relacionamento, por ter recusado beijar/transar/namorar/casar com o cara. Crimes cometidos contra mulheres marginalizadas (moradoras de rua, prostitutas, toxicômanas, etc) nem chegam ao conhecimento popular. Esse tipo de coisa é banal e essa lei foi proposta pra justamente combater essa desvalorização social da vida feminina. A violência contra homens em geral é causada por outros homens, e por motivos totalmente diferentes da violência cometida contra mulheres.

Angie disse...

Solanas é '''''misândrica''''' por ter sido abusada pelo pai, violentada pelo avô e depois possivelmente abusada por mais um monte de homens quando foi obrigada a se prostituir, enquanto Paul Elam começou a se revoltar contra as mulheres quando a mãe o obrigou a tomar um remédio pra diarréia. Tá aí a diferença entre humanizar um e humanizar o outro.

Paulo disse...

Resumindo tudo,apesar de homens também sofrerem violência doméstica,isso não importa muito,graças ao fato de o numero de casos ser bem menor do que os das mulheres.
E apesar de o crime ser exatamente o mesmo,deve ser julgado de forma diferente.Isso que é justiça.
E quando for uma criança,um idoso? Tb vai importar menos?
Não veria problema nenhum nesse lei,se englobasse qualquer um sofrendo violência doméstica,porque isso não é algo que acontece só com mulheres.

Anônimo disse...

Paulo, meu chorãozinho do coração, já ouviu falar em ECA? E em Estatuto do Idoso? Duas coisas que foram criadas pra proteger indivíduos que por causa da faixa etária são DESVALORIZADOS SOCIALMENTE e, por isso, ficam sujeitos a todo tipo de violência e maus-tratos sem que as pessoas se importem. É só ver quantos casos de negligência e maus tratos a idosos e crianças são abafados e arquivados por mês.

A lei do feminicídio é a mesma coisa. Proteger indivíduos que por causa do seu gênero são considerados menos importantes que homens brancos héteros e por isso sofrem muito mais violências e abusos por parte duszomi que você tanto defende.

E vamos parar de palhaçada, ô rei da falsa simetria (se não da mentira pura e simples mesmo)? Muito poucos homens sofrem violência doméstica. As maiores vítimas são mulheres e crianças. Me mostre uma pesquisa SÉRIA (ou seja, nada de Instituto de Pesquisa Mascu As Vozes Me Disseram) que diga que homens morrem de ou sofrem violência doméstica na mesma proporção que mulheres e aí eu vou começar a considerar sue ponto de vista. Até lá, o que você diz é mimimi de mascu e mais nada.

PS: Ah, antes que você chore de novo, eu já joguei "Agressão de mulher contra homem" num site de buscas. Desafio de um troll e eu ganhei. Os únicos sites que falavam de agressão feminina contra homens eram antros de mascus, um bando de idiotas se fingindo de mulher e um babaca que queria bater em mulher sem encarar as consequências. Vamos lá, Paulinho, me mande suas pesquisas. Eu te desafio a me provar a veracidade do seu ponto de vista.

Ah, antes que você chore de novo, a lei Maria da Penha também se aplica a homens que sofrem violência doméstica, viu? Pena que por causa de machistas como você eles não costumam denunciar.

Anônimo disse...

"Ah, antes que você chore de novo, a lei Maria da Penha também se aplica a homens que sofrem violência doméstica, viu? Pena que por causa de machistas como você eles não costumam denunciar."

Ela não se aplica automaticamente, precisa de todo um processo e a boa vontade de uma justiça tendenciosa para conseguir enquadrar violência contra homens na lei. A lei é clara quando se refere à violência contra mulheres, somente.

E não, nunca na história a vida de mulheres valeu "menos" que a dos homens, nunca.
A vida masculina sempre foi descartável, tanto pela questão das guerras como da violência urbana.

Paulo disse...

A q ponto chega a desonestidade de vcs,os únicos sites q achou com noticias de violência feminina era de mascus?kkkkkkkkk
N sei se vale o esforço procurar sobre essas notícias, é quase certo,q darão a desculpa de q o site n é confiável.
Vou pensar no seu caso.

Anônimo disse...

Anon 15:49 já tentou descobrir quantos casos de violência doméstica são arquivados ou nem são notificados por dependerem da boa vontade de um delegado machista?

A vida masculina "sempre foi" descartável porque OS PRÓPRIOS HOMENS decidiram isso, chorão II. Vocês mesmos que escolheram ir pra guerras, fazer guerras, brigar na rua, resolver coisas na base da violência e até hoje se prendem a esse modelo de masculinidade ridículo e violento. Lindo, né, você continuar apoiando esse modelo e depois vir reclamar quando as mulheres decidem que não querem mais ser vitimadas pela masculinidade violenta e AGEM pra que isso aconteça. Quer valorizar a vida do homem? AJA, colega, AJA. Mimizar não resolve a vida de ninguém e mulheres não tem nenhuma obrigação de resolver os problemas dos homens pra vocês.

"Vou pensar no seu caso", Paulinho? É, essa é a prova de que você não tem argumentos. Agir com condescendência e desqualificar fontes porque elas não dizem o que te agrada é o ponto final na derrocada mascu e machista.

Paulo disse...

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/12/tinha-medo-do-que-iam-pensar-de-mim-diz-homem-vitima-de-violencia-domestica.html

Ai tem um,do site g1 ,com certeza cheia de mascus...
Que argumento VC usou alem de dizer q n eexiste casos na net,e os q achou eram de mascus,ignorando completamente a realidade?
N sei como rebater o "argumento" de quem vive em outro planeta.
E se procurar mais VC acha.

Anônimo disse...

Paulitinho:
g1.globo.com/.../03/...violencia-contra-mulheres-em-piracicaba-sp.html

g1.globo.com/.../df-teve38-casos-de-violencia-contra-mulher-por-dia

videos.r7.com/violencia-contra-a-mulher-marcou-2013-no-df/idmedia/...

g1.globo.com/.../homem-agride-ex-mulher-com-golpes-de-jiu-jitsu-no-DF....

videos.r7.com/homem-agride-mulher-durante-tentativa-de-assalto/id

noticias.r7.com/cidades/homem-agride-mulher-no-pa-por-vaga-de-estacionamento...

www.gazetadigital.com.br/.../t/homem-agride-mulher-com-garrafada

videos.r7.com/barraco-homem-agride-mulher-no-meio-da-rua-no-abc...

sulinfoco.com.br/homem-agride-ex-mulher-com-tijolada

Não precisa nem procurar que você acha.

Agora, seu tapado, eu não disse que casos de violência contra homem não aconteciam. Disse que eles são uma exceção, e uma exceção raríssima. E sabe de quem é a culpa por eles não denunciarem? SUA. Sua e de todos os outros machistas que ficam de mimimi "Ai, suas feminazis, iuszomi que sofre?" mas quando um homem denuncia chamam de viado, mangina, frouxo, diz que ele mereceu apanhar por ser frouxo, que devia é ficar calado pra não "passar vergonha". Distorcer as palavras dos outros e posar de defensor dos homens quando é o primeiro a chamar um que é vítima de viado... lamento, mas isso só é debate pra vocês, mascus. Se querem alguém pra puxar seu saco e achar que "Você é uma feminzi malvada" é argumento, volta pro fórum e fica lá.

Paulo disse...

Dizer que é raro já é uma mentira e distorção completa da realidade.Você provavelmente não viu o site que eu postei,que fala sobre o cara quase ser morto pela mulher dele com um martelo,diz que o número de casos de violência contra a mulher é maior sim(e eu nunca disse o contrário) mas que tem registrado 700 mil casos de violência doméstica contra homens,bem longe de ser raro e isso é só no país dele.
Você quer reclamar de distorção de palavras? Tudo que vc fez aí,foi me chamar de mascu,dizer que chamo homem que apanha de viado e o resto da baboseira...tudo inventado,sem prova alguma,a única prova ridícula na qual vc se baseia,é o fato de eu achar essa lei injusta.

Achei mais crimes também,provavelmente são sites lotados de mascu,plantando notícias falsas.

http://www.abril.com.br/noticia/comportamento/no_345105.shtml

http://www.correiodoestado.com.br/cidades/mulher-briga-com-marido-e-tenta-mata-lo-com-picareta-agua-fervente/241101/

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/policia/online/apos-suposta-traicao-mulher-mata-pm-se-suicida-e-deixa-carta-1.1159977

http://a8se.com/conteudo/58/45900/mulher-mata-marido-e-esconde-o-corpo-em-uma-cisterna-no-quintal-de-casa.html

http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/mulher-acusada-de-envenenar-o-marido-em-uti-comeca-ser-julgada/

http://noticias.r7.com/cidades/ms-mulher-mata-namorado-e-esconde-corpo-em-pedacos-no-freezer-de-casa-02042014

http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/mulher-admite-ter-matado-a-filha-de-5-anos-para-agradar-namorado-129720.html

http://atarde.uol.com.br/bahia/noticias/1556563-mulher-amarra-e-mata-o-namorado-com-36-facadas-em-feira

http://www.portalpenha.com/2013/09/mulher-mata-namorado-depois-que-ele.html

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/05/1452425-mulher-de-40-anos-mata-namorado-de-14-em-manaus.shtml

http://tvig.ig.com.br/noticias/mulher-mata-namorado-e-se-joga-de-cobertura-no-rio-de-janeiro-53948ba8d8c8cd290600009e.html

http://ubaitabaurgente.com.br/noticias/bahia-mulher-mata-ex-namorado-com-porrete-e-raspa-a-cabeca-pra-nao-ser-reconhecida/



Anônimo disse...

Paulo, pode apostar que eu acho cinco casos de violência contra a mulher pra cada um desses que você postou. E é claro que você não ofende homens que denunciam, pega mal. Como vai manter sua imagem de nice guy na internet se fizesse isso? E quem distorceu minhas palavras foi você. Saiu falando que eu disse que não existia violência doméstica contra homem, sendo que não foi o que eu disse. Comparado com os números de violência contra mulher, violência doméstica contra homem é sim bem raro. E ficar mimizando que os homens são coitadinhos oprimidos pela sociedade matriarcal e b**etista É coisa de mascu sim. Culpar feministas pelos problemas dos homens também.

É o seguinte Paulito: se você realmente se importasse com os homens e não estivesse só querendo atenção, não estaria aqui mimizando. Estaria procurando orientar seus amigos, conhecidos, criando grupo de apoio pra homens na internet, fazendo campanhas pelo fim desse modelo de masculinidade violento, cobrando dos responsáveis um melhor cumprimento das lei; enfim, estaria fazendo tudo menos ficar de plantão no blog tentando convencer todos que os homens são uns coitadinhos oprimidos e que a culpa é das mulheres, principalmente das feministas que não aceitam mais esses modelos de gênero ridículos.

Ah, deixa eu repetir algo que já falei antes: a lei do feminicídio pegou porque as mulheres foram atrás, lutaram pra se proteger e serem protegidas da violência machista. Que tal você convocar os outros homens e ir atrás de leis mais rígidas, hein? Vocês homens são adultos e podem muito bem ir atrás de leis melhores. Mulheres não tem obrigação de resolver seus problemas enquanto homens ficam sentadinhos esperando o que eles querem cair no colo.

Enfim, cresçam. Cresçam e tratem de ir atrás do que querem ao invés de ficar mimizando pra que as mulheres lutem por vocês enquanto os senhores mantém suas bundinhas confortavelmente no sofá e esperam que resolvam tudo no seu lugar. Cresçam, K7.

Anônimo disse...

Perfeito.

Anônimo disse...

Gente, por favor, tratar como verdade um estudo em que as pessoas ADMITEM algo é simplesmente ridículo. Vocês acham mesmo que um homem que agride uma mulher irá admitir alguma coisa? Não sejam ingênuos.

Sobre as estatísticas de estupros serem maiores em países como suécia, é óbvio que é porque nesses países existem mais denúncias, e não porque existem mais estupros de fato. Acontece que nesses países as mulheres tem consciência de seus direitos, ao contrário de países como Dubai, em que a mulher precisa de 4 testemunhas HOMENS para comprovar um estupro. Nesses países as mulheres não denunciam porque se o fazem ainda são presas.

Vinícius Dias dos Santos disse...

"... mas ele tinha problema mental".

Quer dizer então que vocês são psicofóbicos? :)

Anônimo disse...

Não somos todos abusadores, claro, mas que eles estão no meio de nós, é claro que estão! E como não temos "estrela na testa" temos de nos conformar com essa fama de vermes asquerosos! Sou totalmente a favor das mulheres e do feminismo! a atitude preventiva feminina eu reconheço que é justa mas magoa muito!