sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

EU E O CINEMA ADORAMOS ACABAR COM O MUNDO

Entendo que o fim do mundo deste ano esteja gerando muita expectativa, mas, convenhamos, tá sem graça. Primeiro que ninguém sabe me informar quando acaba essa bagaça. É agora de manhã? Preciso preparar a aula? Mais à noite? Quase no dia 22?
Segundo que o prometido apocalipse do ano passado tinha um enredo mais interessante. Eu e outras pessoas santificadas nos preparamos para sermos raptured (alçadas aos céus). E eu até cogitei comprar um kit-rapture pro Calvin (que, num exemplo flagrante de discriminação, não podia ser alçado ao paraíso apenas por ser um gato).
Se a gente for ver a decisão absurda daquele juiz que proibiu o segundo aborto de uma mulher que corre risco de vida (e nesses casos o aborto é permitido no Brasil), podemos pensar que o fim já chegou. Mas sou otimista e prefiro crer que a mulher conseguirá fazer um aborto a tempo -– para que uma gravidez não se transforme numa sentença de morte. E sou tão Pollyana que acho que a frase que melhor descreve a humanidade é uma que apareceu em algum Occupy Wall Street. Em vez do clichê “O fim está próximo”, alguém segurou uma faixa escrito “O início está próximo”. Não é lindo?
Estou trabalhando feito uma condenada, e sem data pra acabar (a menos que os maias estejam certos). Então vou comentar alguns filmes que me lembro de cabeça quando o quesito é fim de mundo.

O Nevoeiro. Melhor filme de terror dos últimos dez anos, fácil. O mundo não chega a acabar, mas quase. Verdade que eles não estão muito preocupados com o planeta -– a situação desesperadora (o exército americano, num experimento bélico, abre as portas de uma nova dimensão, liberando montes de monstros. Pense em insetos gigantes) se restringe a uma cidadezinha, e no final parece que tudo menos a vida do protagonista terá uma solução. Filmaço.
Ensaio sobre a Cegueira. Tem o Gael Garcia Bernal, com aquela carinha de anjo, como um dos vilões mais asquerosos em tempos recentes. E uma cena de estupro coletivo que qualquer mulher que assistir ao filme vai se lembrar pra sempre. Ensaio tem uma visão hiper negativa do que seria o comportamento dos homens diante de uma tragédia. Algumas pessoas querem chamar isso de realista, mas já falei que sou uma Pollyana?
Madrugada dos Mortos. Todos os filmes de zumbi são filmes sobre o fim do mundo, né? E Madrugada deve ser o melhor da última leva. Eu prefiro muito mais que Extermínio. O remake de 2004 já começa a todo vapor, com contaminação rápida e homens matando, roubando e estuprando já nos primeiros sinais de apocalipse. Depois um bando de sobreviventes vai parar num shopping center, com direito a andar de elevador ao som de muzak. E tem uma definição fantástica pra um morto vivo: deadish.
A série de TV Walking Dead é bem bacana, não vou negar. Mas me incomoda profundamente que só na metade da terceira temporada apareça uma personagem feminina forte, capaz de se defender sozinha contra um monte de zumbi. Estou falando da Michonne. A Andrea demora um tempão pra mostrar sua autonomia. 
Não que o público da série perceba essa demora. Ele parece ocupado demais chamando a Lori de vadia porque, sabe, quando o mundo acabou e ela pensava que seu marido estivesse morto, ela e o melhor amigo dele fizeram sexo. E, pro público, isso se tornou a coisa mais imperdoável de toda a série. Eu não gostava da Lori (ela era chata e conservadora, uma das maiores incentivadoras das camisas de força de gênero na série), mas acho que ela cometeu besteiras muito maiores que transar com o Shane num contexto de fim de mundo, quando ela achava que seu marido estivesse morto. Eu já disse isso? Nunca é demais repetir.
Fim dos Tempos. Nas piores atuações de suas carreiras, Mark Wahlberg e Zooey Deschanel interpretam um casal em crise. O mundo tá lá, nas últimas, e Zooey tem dor na consciência porque cometeu adultério -– isso é, comeu sobremesa com um homem que não seu marido. Mark meio que responde: "Ah é? Ah é? Eu também fui infiel! Comprei pastilhas pra tosse com uma farmacêutica atraente, e eu nem tava com tosse!”. Enquanto isso, a plateia, catatônica, espera que as toxinas expelidas por plantas provoquem um suicídio coletivo no cinema e a livre do sofrimento.
O Dia Depois de Amanhã. Adoro este filme engajado e panfletário. Fora as cenas incríveis de congelamento (precisa fechar uma porta correndo pra não morrer congelado), tem aquele momento iluminado que faz o cinema uivar. É quando o México fecha as fronteiras pros refugiados americanos! E só as reabre depois que os EUA perdoam a dívida externa da América Latina. Muito, muito legal. O filme ainda mostra que, se a gente continuar ferrando o planeta, logo será game over pra nós. Ou melhor, pra vocês, que o meu rapture tá garantido.
O Dia Seguinte. Um clássico da minha adolescência, este filme feito pra TV em 1983 causou furor. Era uma época em que a gente morria de medo que a guerra fria e a tensão permanente entre EUA e URSS levariam a uma guerra nuclear. E o filme concretiza essa fantasia.
O Dia em que a Terra Parou. A gente tá zoando tanto com o planetinha que, se continuarmos assim, a patrulha intergalática virá aqui pra por fim a essa bagunça. E o “por fim” envolve varrer a Terra do mapa, pro bem de todo o universo (não somos uma espécie muito popular, pelo jeito). Por incrível que pareça, os efeitos especiais tanto do original quanto da refilmagem perdem para aqueles feitos por amadores em Rebobine, Por Favor. Mas pelo menos o clássico de 1951 tem um ultimato aterrorizante pra gente: “Juntem-se a nós e vivam em paz, ou sigam no seu caminho e serão eliminados”. Klaatu barada nikto, meu!
2012. Um filme quase tão marcante quanto Fim dos Tempos ou a refilmagem de O Dia em que a Terra Parou (ou seja...). Mas tem uma característica interessante (sem contar a presença do Woody Harrelson): assim que o governo americano percebe que o mundo vai mesmo acabar hoje, como previam os maias, ele constrói, junto à iniciativa privada e outros governos de países ricos (bem menos ricos depois da crise do capitalismo), uma nave que sobreviverá à catástrofe. E aí vende lugares na nave pros maiores bilionários do mundo. Preço mínimo é um bilhão de euros por cabeça. Aí a gente fica torcendo muito pra nave afundar.
Acquaria. Ninguém conhece esse filme brasileiro com Sandy e Júnior. Mas ele fala de um cenário apocalíptico em que não existe mais água e os poucos sobreviventes são Sandy, quando ela ainda era virgem, e seu irmão. Em outras palavras, o mundo não vai exatamente sofrer de superpopulação, certo?  Só incluí este filme na lista pra provar que houve uma época em que eu fazia questão de ir ao cinema todo final de semana (nem que o último filme na face da Terra fosse Acquaria), e porque esta crônica em que o maridão mais me humilha está no meu livrinho sobre cinema. Algum dia no início de 2013, se o mundo não acabar antes, vai sair a segunda edição. E aí você tem que comprar unzinho.
Guerra dos Mundos. Eu não lembro nada desse filme, então fui ler a crítica que escrevi na época. E logo no primeiro parágrafo aparece: “O Tom é lindo até coberto de cinzas de humanos decompostos”. E ele é, gente!
Melancolia. O planeta Melancolia ameaça se chocar contra a gente. Gente deprê aguarda uma conclusão. E o filme é uma beleza!


Bom, por enquanto é isso. Feliz fim do mundo, pessoal! E nada de fazer o que algumas pessoas fizeram quando o último fim se frustrou -– se matar. Supere.

70 comentários:

Anônimo disse...

"Se a gente for ver a decisão absurda daquele juiz que proibiu o segundo aborto de uma mulher que corre risco de vida (e nesses casos o aborto é permitido no Brasil),"
-
1°- ela ja fez um aborto pelo mesmo motivo ano passado !

2°- ela ja esta no 8° mês de gestação, muita gente nasce com 8 meses, ela e uma irresponsável, e não pode a justiça ficar autorizando esta mulher, a ficar todo ano esquartejando um bebê formado !

Hamanndah disse...

Impacto Profundo foi o seu primeiro POST

Imperdível

Um ótimo filme catástrofe, de fim de mundo, etc

Bjs
Hamanndah

Anônimo disse...

Esse O Nevoeiro é o único filme baseado em livro do Stephen King que eu gostei. Mas incrivelmente consegui adivinhar o final, me senti A vidente, porque ele não é óbvio.

Livia Siqueira disse...

O advogado da mulher que não conseguiu autorização judicial para realizar o aborto disse q ela já o havia feito antes mesmo da decisão contrária, pois o juiz demorou demais pra decidir. Agora ela corre o risco de ser processada por crime de aborto.
Tá vendo? Sempre dá pra ficar pior.

Anônimo disse...

Devo gostar muito do gênero porque vi todos os listados. Menos Acquaria, claro.

Carol disse...

Dr. strangelove, do Kubrick. Não é bem sobre fim do mundo, mas... O fim é mesmo o fim.

nina disse...

O nome do anjo é Gael, Lola.


E olha, tô pra registrar uma reclamação também. Se é pra acabar, que seja logo, pô. Tô aqui trabalhando ainda.

Sayron disse...

Que saudade de vê-la falando de cinema. Faça isso com mais frequencia, por favor!

lola aronovich disse...

Anônimo muito burro das 10:58, a mulher que sofre de problemas cardíacos e por isso pode morrer se prosseguir com a gravidez (atenção: o feto também morrerá se ela morrer) está grávida de 8 SEMANAS, não 8 meses. Dá pra ler alguma notícia antes de vir aqui falar besteira? Ou é pedir demais? Além do mais, não existe aborto com 8 meses. Neste caso, que existiria é antecipação do parto.
E DAÍ que ela já fez um aborto pelo mesmo motivo ano passado? O aborto neste caso (risco de vida pra mãe) é previsto na lei. Ou vc quer decretar pena de morte pruma mulher que engravidou?

Anônimo disse...

E DAÍ que ela já fez um aborto pelo mesmo motivo ano passado? O aborto neste caso (risco de vida pra mãe) é previsto na lei. Ou vc quer decretar pena de morte pruma mulher que engravidou?
-
ela vai ser autorizada a fazer um aborto por ano Lola?

Bruno S disse...

Faltaram os quase fins do mundo dos anos 90, como Armagedon, Impacto Profundo e Independence Day.

Também tem um capítulo de Armação Ilimitada em que o mundo "acaba". http://canalviva.globo.com/programas/armacao-ilimitada/episodios/4813.html

Dani Andrade disse...

Anônimo das 10:58 ela está grávida de 8 SEMANAS!!
Se informe antes de falar besteira!!!

lola aronovich disse...

Anônimo, não cabe a um juiz e muito menos a vc decidir quando uma mulher pode fazer um aborto -- ainda mais um aborto previsto na constituição! Espero que ela e o marido (ela não engravidou sozinha, certo?) sejam responsáveis e adotem um método anticoncepcional, ou que ele faça uma vasectomia (muito mais simples que uma laqueadura), para evitar que isso aconteça no futuro. Até porque deve ser bem arriscado pra uma mulher com problemas cardíacos fazer um aborto. Mas vamos dizer que ela engravide pela terceira vez. Vc prefere que ela seja condenada à morte, é isso? Que ela pague com a vida pelo erro de ter engravidado? Diga isso com todas as letras, vamulá.

Josiane Caetano disse...

Desta sua lista o melhor é " Melancolia". E que saudade da época em que eu ia, no mínimo, 2 vezes por semana ao cinema...
Uma criança muda tudo!

Rose disse...

Ela não poderia fazer a laqueadura, pelo mesmo motivo que a impede de levar a gravidez adiante (certamente, isso é achismo meu, pelo mesmo motivo não deve ter tomado a pílula). Há outros métodos para ela, é verdade, mas e por que o marido (Para aqueles q não sabem, é preciso que os dois tenham transado para q ela fique grávida) não fez a vasectomia. POR QUE QUASE NINGUÉM RECLAMA DISSO? E porque só ela deveria pagar com a própria vida um (na pior das hipóteses) desleixo do casal? Para sermos "justos" de acordo com a lei vigente do medieval estatuto do próvida, ele também deveria ser, no mínimo, sacrificado junto com ela (porque é isso, ela foi condenada ao sacrifício). Se ela já fez o aborto, a revelia da justiça e por isso incorre no risco de ser presa, por que ele, o marido amantíssimo (q não quis fazer a vasectomia) não seria também? A resposta oscila entre o machismo e a hipocrisia.

PS.: O lado positivo desse caso é que ele revela o INFERNO que será para as mulheres que pleitearem o aborto legal (estupros, risco de vida etc) se o estatuto do nascituro for votado pela nossa ilustre bancada da hipocrisia cristã.

Luiza disse...

Ah, Lola! Mexeu no meu ponto fraco: fim do mundo/apocalipse/ZUMBIS!

Mas sério, remake de Madrugada dos Mortos?
Pra começar que remakes são uma merda. O MdM original é clássico demais e merecia o lugar dele de direito na lista, né?
Mas mesmo assim, eu ainda colocaria O classicão, A Noite dos Mortos Vivos, porque foi como tudo começou. As sequências só mostram meses/poucos anos depois daquela primeira noite. Filme que todos deveriam assistir por sua contribuição histórica.

O Nevoeiro cumpriu muito bem seu papel de adaptação de um conto (estou olhando pra você, Stephen King, SEU LINDÃO!!!) e, na minha opinião, mostrou o final mais provável para os ocupantes do carro no conto. Ainda me impressiona que Hollywood tenha feito um final daquele, ainda mais envolvendo uma criança. Enfim. E quem não deu vivas quando a fanática louca morreu?

Agora, os filmes catástrofes propriamente ditos.
Eu ainda espero um filme em que o mundo acabe MESMO. Tipo no final mostrar a Terra em chamas/inundada/devastada e pronto, acabou.
Mas enquanto isso não acontece, escolho 2012 como o filme com melhores efeitos e desastres MARA!
Só fiquei triste pelo padrasto das crianças, mas tinham que colocar o casalzinho juntos de novo...

Quando você escrever sobre The Walking Dead, meu comentário vai ser bem maior que esse haha

Lord Anderson disse...

Pessoal só pra lembrar agora em 2012 ja teve pelo menos mais 3 datas pro fim do mundo, uma inclusive anunciada por "profetas" aqui do Brasil.

Eu perdi a conta de quantas datas "finais" eu vi desde que era criança, mas oq mais marcou a minha geração era a tal de 1999.

Agora que vai pasar a moda do calendario Maia logo deverá surgir outro pra começar essa frescura de novo.

E vou concordar com uma frase que vi no Face: "O problema não é o mundo acabar em 2012, e sim ele continuar igual em 2013".

Sobre filmes tem tb o Pressagio de 2009. O filme não é bom ,mas pelo menos tem o fim do mundo mesmo, e o planeta acaba em calor.

Tai algo facil de acreditar esses dias.

E não podemos esquecer de os 12 Macacos (filmão),Eu Sou a Lenda (não o ultimo remake por favor), Mad Max, Exterminador do Futuro, e outros.

Anônimo disse...

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,juiz-de-mg-nega-aborto-a-mulher-com-problema-cardiaco,975314,0.htm


Aparece como 8 meses, só pra constar mesmo

Idealista Chata disse...

lola..vcpdoia ter falado do jogos Vorazes que parece Harry Potter..mas não eh...

a protagonistA eh incrivel..e ao memso tempo falha..como todo ser humano..
maaas o legal e a distopia que foi criada...

e o fato de que nao precisamos de ET's ou da natureza para chegarmos ao fim..ou perto dele..


e melhor que tudo foi a série da Globo escrita pela linda Fernanda Youg...seique eh na Globo..mas a lição foi otima...aproveitar cada segundo da vida...!!!

Idealista Chata disse...

Anonimo querido..

me junto..a Lola..faço minhas as palavras dela..e te pergunto..o que VC tem a ver com isso para critica-la??

vc ama crianças?
quer ter filhos..acredita em Deus?
eh cristão?

que lindo..mas isso eh VC..e nunca iremos obrigar sua mulher..ou vc se vc for mulher.. a fazer um aborto..então por favor..guarde suas crenças pra vc...

parta desse principio sempre..:cada um cuida da sua vida..que vc nunca mais falara tanta merda igual agora..

Idealista Chata disse...

Lolaaaa...


tem o "eu sou a lenda"

achei oteeeeemoo!!!!...me da uma agoniaaa..

e o Will atua super beme seme permitir o comentaáio..
ta deliciah naquele filmee

Ana Carla disse...

É um absurdo o juiz negar o pedido para a mulher. Isso não tem descussão.

Mas nesse caso acho que quem deveria fazer laqueadura é a mulher, pois ela nunca poderá engravidar, mesmo se ela quiser. Eles podem algum dia se separar e o marido querer ter um filho com outra mulher, por isso acho que a vesectomiao não deveria ser feita a não ser que ele realmente queira e todos sabemos que laqueadura e vasectomia são procedimento praticamente irreversíveis.

PS: Claro a responsabilidade dela ter engravidado pela segunda vez é igualmente dos dois.

Anônimo disse...

Esse já deve ser o 3º fim de mundo que eu já enfrento na vida. Isso não é pouco não!

Luiza disse...

Jogos Vorazes parece Harry Potter?

Cuma??

Idealista Chata disse...

Luiza..não parece ..alias..
parece no sentido de ter três protagonistas..
ela sair do lugar dela e enfrentar perigos em outro lugar...
e por ser voltado ao publico Juvenil..
por ela "ter
que salvar o mundo..mesmo nãosendoesse seu objetivo inicial


tranquilo..ja li as duas sagas..inteirinhas..

algumas vezes alias..e não são iguais..só adiantei o que sempre vejo..pessoas comparando ..e são parecidos..mas nem de longe são iguais..

:)

Anônimo disse...

Só faltou o Guia do Mochileiro das Galáxias, que é o melhor de todos!!! (ta certo que eu não vi o filme, mas os livros são de morrer de rir)
Já no começo da história a Terra é destruída porque vai passar uma "autoestrada" intergalática por ali.

Ana disse...

Lola, te adoro, mas tu tem um gosto estranho pra filmes... nunca na vida que Madrugada dos Mortos vai ser melhor que Extermínio. E eu sou tipo o Jack Black no Alta Fidelidade... teu gosto tá errado AUIAHUIAHUIE

Beijo, tu é demais

Anônimo disse...

Acquaria???
(facepalm)...

Idealista Chata disse...

http://kdfrases.com/frases-imagens/frase-algumas-formas-de-feminismo-tornam-as-mulheres-adversarias-dos-homens-o-enfraquecimento-da-papa-bento-xvi-132949.jpg

olha iso Lola..no site tem mais frases do queridissimo Papa..e todo seu preonceito..elitismo..

ate do Marxismo ele fala mal e demonstra que nada entende de história...e de fe..
ja que ele iguala fé à religião..

olha outra


http://kdfrases.com/frases-imagens/frase-pessoalmente-me-abala-a-ideia-de-que-mulheres-guardias-da-paz-e-contrapeso-a-agressividade-e-papa-bento-xvi-132948.jpg

Shey disse...

No Japão e cia, o mundo não acabou, vamos esperar a data rodar pelo mundo inteiro, yay!

Quanto ao caso da mulher...até onde sei, só posso concluir que ela não pode tomar pílula nem submeter-se à laqueadura por causa de seu problema.

E quanto ao marido não fazer vasectomia, lembro de comunidades no finado Orkut onde o que havia de homem reclamando da via crucis que era conseguir não tava escrito. Só desenbolsando uma grana muito boa mesmo.

Brasil, o país sensual onde sexo é pecado...

Anônimo disse...

Eu colocaria Os Invasores de Corpos, aliás esse livro tem umas 10 versões, mas me refiro ao de 1978, o unico que eu vi

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Mané mundo acabar, vaso ruim não quebra.

Anônimo disse...

Além do inteligentíssimo vir aqui defender que a mulher deve morrer ao invés de abortar, ainda precisa destilar seu veneno:
2°- ela ja esta no 8° mês de gestação, muita gente nasce com 8 meses, ela e uma irresponsável, e não pode a justiça ficar autorizando esta mulher, a ficar todo ano esquartejando um bebê formado !

Ele é misógino.

Quanto ao fim do mundo, estou achando tudo muito engraçado. O tanto de teorias conspiratórias que vi na internet é super curioso. E taí gente, tudo balela.

Exterminador do futuro é o melhor da temática, como todos os filmes de ação do Arnold hehehehe

@pokerol disse...

Sobre a moça q teve o aborto negado: a condição cardiaca dela não permite que ela tome anticoncepcional por causa dos hormonios, não pode usar DIU por causa da liberação de substancias no organismo, não pode fazer laqueadura pq não pode tomar anestesia forte. Até uma anestesia mais forte de dentista pode acarretar uma parada cardiaca nela. A unica solução aí é usar camisinha, e nós todxs sabemos que pode falhar. E po, eu não acho viável o cara fazer vasectomia, só se ele não quiser ter filhos um dia, e tiver mta certeza disso. Mesmo assim, as considerações que eu vi no facebook foram: se ela depende do sus, nunca ia conseguir uma laqueadura sem ter 2 filhos, mto menos ele ia conseguir a vasectomia.

Anônimo disse...

Lola, os mascus estão brigando entre si, tem uns que estão falando que é bom usar anabolizante, vc n vai comentar não?

Anne disse...

Quero seu livro.

Patty Kirsche disse...

Ai, eu não aguentei ver a cena das mulheres indo atender aos caras malvados no "Ensaio contra a Cegueira". Fiquei absurdamente incomodada pelo filme, nunca vi tanta maldade de tanta vez. Quando eu vi que ainda por cima as mulheres do local iam transar com aqueles nojentos por comida, simplesmente pulei. Igual aquela cena horrenda de "Irreversível". Não consegui ver de jeito nenhum, pulei mesmo. Acho que essas cenas existem pra incomodar gente que entende estupro como algo sem importância. E olha que já vi várias terríveis no cinema, tipo a de "Os homens que não amavam as mulheres" (versão do Fincher) e a de "Baixio das bestas". Sei lá, enquanto tiver gente vendo estupro como algo excitante, acho difícil a gente mover adiante.

roseanjos disse...

A maior prova do fim do mundo foi essa decisão do juiz. Absurdo.

E daí que ela já fez um aborto? Isso não é prova que ela não tentou evitar a nova gravidez.

O homem não faz vasectomia pq pode querer ter filhos se separar dela? Por que ele não armazena o esperma?
Pelo amor de Deus, tudo é desculpa para colocar toda a culpa na mulher!! Afinal, ela fez sexo porque quis, né? Mas não fez sozinha!!!
Poupem-me!!

A pérola do ano: permitir que essa mulher esquarteje seres inocentes! Oitava semana gente!!

Anônimo disse...

'Quanto ao fim do mundo, estou achando tudo muito engraçado. O tanto de teorias conspiratórias que vi na internet é super curioso. E taí gente, tudo balela.'

Não me diga!!!!

Raziel von Sophia Imbuzeiro disse...

Anon das 16:56

Da forma que falaste, parece que anabolizante é um veneno.
De fato, o único perigo além do aumento de agressividade é que o uso exagerado pode levar a problemas no coração e no fígado.
Mas essa frescurada de demonizar anabolizante só existe por causa dos americanos e suas leis estúpidas para cima do mundo.

EriCab disse...

Eu tb assisti acquaria :(
O que não se faz pelos filhos?....

Hudson disse...

Aquela passagem do genial "Ensaio sobre a cegueira" já é muito difícil só de ler, não quero nem passar perto do filme.

Pro anônimo de 13:57, o de hoje é o terceiro fim do mundo apenas neste ano...

E se a base para o fim do mundo for, como imagino, o solstício de dezembro, então o mundo acabou às 09:11 (pelo horário de Brasília, BRST), ou seja: às 11:11 UTC (pra quem prefere palíndromes e números interessantes).

EriCab disse...

Melancolia foi o melhor filme de fim do mundo que já assisti, mas não tenho vontade de ver de novo (eu quase sempre vejo de novo os filmes que gosto), é muito deprimente. É um dos poucos filmes apocalíticos qur realmente cumpre a que veio: por fim ao mundo.

Seriados & Mulher disse...

Sabe, eu acho The Walking Dead um ótimo seriado, a única coisa que me incomoda é ele ser machista pra c**. A Lori ser recriminada por ter traído quando achava que o marido estava morto, as mulheres ficarem lavando e fazendo comidinha enquanto os homens iam caçar.. Se bem que a Andrea questionasse isso, sempre soava falso de alguma forma. Porque, pra começar, o lider é um homem. Parte daí. Todos os líderes são homens e a mulher é sempre um animal secundário, frágil, para ser protegido. Ouquei, é uma situação alarmante que requer força. Mas pq só uma Michone? Sem falar que a Michone nem se comunica direito, não dá opinião... É sempre muito selvagem, logo, ela é uma exceção.
Os melhores seriados, na minha opinião, que trata a mulher em toda sua complexidade, atualmente, são: Homeland e Mad Men.
Gostaria muito que você escrevesse alguma vez sobre eles Lola! pelo menos sobre Homeland!
Beijos

amandasten disse...

Ainda tem aquele "O Núcleo" onde eles constroem uma engenhoca para viajar para o centro da Terra e consertar sei lá que burrada que alguém fez.

Ana Carla disse...

Roseanjos,

Então você quer dizer que ela é vítima do marido malvado que a engravidou mesmo sabendo que ela poderia morrer? Me poupe.

Se você fosse obrigada a fazer uma laqueadura para continuar transando com seu marido, que correrá risco de morte se você não fizer, você faria, mesmo não sabendo se algum dia você irá desejar ter um filho com outra pessoa? Não seria mais plausível ele fazer a esterilização?

Congelamento de sêmen e óvulos são procedimentso caros, que pode não gerar uma criança.

Fiquei sabendo pelos comentários que ela não pode fazer laqueadura, usar o DIU ou anticoncepcionais. Nessas condições a solução seria a vasectomia do marido (se for a vontade dele e ele tiver 100% de certeza) ou usar a famigerada tabelinha, com camisinha é claro e estar ciente que a camisinha pode falhar. Deixar de transar acho muuuuito improvável.

Vou repetir: os dois tem a MESMA responsabilidade, e não, eu não estou procurando artifícios para por a culpa na mulher. Estaria se dissesse: ela sabia que ia poderia morrer ninguém mandou abrir as pernas e em nenhum moneto disse isso.

Larissa Duarte disse...

Lembrei do Guia dos Mochileiros da Galáxia, em que a Terra é destruída para dar espaço à construção de uma via intergalática... e só os golfinhos sobrevivem! raururaur

É a primeira vez que consigo chegar aqui antes dos 150 comentários! =D

Bruna disse...

Com o perdão do offtopic,mas esta me ESTARRECEU! "Mulheres amputam o dedinho para poder usar salto sem desconforto":

http://www.metro1.com.br/portal/?varSession=noticia&varEditoriaId=8&varId=24063

Bruno Medeiros disse...

Ensaio sobre a cegueira é uma maravilha. Para te dizer bem a verdade, morro querendo ler o livro, mas não encontro em bibliotecas, nem em sebos, na saraiva o preço me tira os olhos e a minha vontade só aumenta.

Achei o filme fantástico e nem o vi todo - tinha prova de matemática no dia seguinte e já era tarde - mas a vontade que tenho de lê-lo e resenhá-lo é enorme (por falar nisso, adoraria tua presença no meu blog, sempre visito o teu, mesmo nunca tendo comentado)... o resto dos filmes são aqueles que assisto na Sessão da Tarde, nem fede nem cheira, mas eu adoro essa temática de fim do mundo, por mais que não aguente ler sobre isso no Facebook.

Abraços,
www.garotodoslivros.blogspot.com

Liss Spinardi disse...

A Meg é definitivamente a melhor personagem feminina do walking dead. A michonne é super caracterizada, quem vc conhece na vida real que age assim? A andrea só quis aprender a atirar e tudo mais pq tava morrendo de tédio e queria se manter ocupada. Já a Meg não fica por aí de mimimi que nem as outras mulheres (e é por isso que eu não suportava a lori, por causa da quantidade de mimimi e não por causa de quem ela fez sexo), ela é forte, decidida, corajosa, independente e ainda assim é super feminina e sabe a hora certa de ser frágil (como quando o pai dela foi mordido). Ela tem um namorado mas nem por isso fica sugando a atenção dele e nem espera que ele tome uma "postura de homem", inclusive ela já o salvou várias vezes, acredito que até mais do que ele a salvou. Ela é um personagem completo na série, um ser humano passando por tudo aquilo e que reage de forma realista ao que acontece e, que por acaso, é do sexo feminino....

Anônimo disse...

MULHERES AMADAS.

Se hoje fosse meu último dia na Terra gostaria de estar fazendo amor com vocês novamente. Olhando em seus olhos e beijando suas bocas. Sentindo novamente o sabor de cada uma. Os aromas de seus cabelos. Os toques, as carícias e os sussurros apaixonados no ouvido, intercalados por suas línguas doces e aveludadas.

Estaria eu novamente tocando seus corpos com suavidade e atenção, para desse tocar tirar as notas dessa sinfonia que somente nós apaixonados sabemos ouvir.

Gostaria de deixar o meu sincero agradecimento por todo esse amor que vocês me dão. Não só esse amor que fazemos aqui no meu jardim, mas também pelo amor que me enviam enquanto não estamos juntos pela pele. Posso sentir cada gota dele me inundando de felicidade e carinho. Obrigado por toda a alegria, dedicação, companheirismo, entrega e doação. Vocês moram em mim.
Estar em seus braços e coberto por suas asas durante essa vida foi aquilo que de mais espiritual pude viver. Braços que me carregaram para outras dimensões, onde pude me sentir diluído no todo e submerso em pleno prazer.

Confesso que por vezes me senti mal por tê-las tirado de seus antigos maridos e namorados. Mas olhando agora, vejo que valeu a pena! E muito! Sou réu confesso do crime de amá-las acima de tudo.
Mesmo que muitas vezes nosso amor tenha nascido do adultério, nossa união sempre foi e sempre será como uma perfeita oração. Nem mesmo o próprio Deus negaria tamanha beleza.

Eu as amo demais. Mais do que o recomendável para um homem da minha espécie.
Seguirei amando-as por toda a eternidade.

Bjos na alma
ZERA

Anônimo disse...

A fanatica louca não morreu...

Anônimo disse...

Raziel, vc ta no mesmo nível deles. Vc fala que só um pouquinho não faz mal.
E um monte de moleque vai acreditar nisso, pqp, vcs são lixo

Anônimo disse...

hamanda, tb adoro impacto profundo. q é mto melhor que o chatíssimo armagedom. armagedom fez um sucesso tremendo, peguei implicancia com esse filme. fora q ele é a cara do partido republicano.

impacto sempre me faz ir às lagrimas. choro horrores com o frodo salvando a namorada, com os pais dela morrendo e entregando o bebê, com a jornalinda que vai à praia se reconciliar com o pai depois q a mae se suicida, e cede o lugar para a moça com o bebê.

Susana disse...

Olá! Vc está acompanhando este caso: http://www.nytimes.com/2012/12/17/sports/high-school-football-rape-case-unfolds-online-and-divides-steubenville-ohio.html?pagewanted=all

Anônimo disse...

Do jeito que anda o Mundo e as pessoas que nele vivem, acho que não seria uma idéia ruim que viesse um asteróide destruir com tudo isso.

Sooraya disse...

A cena do estupro de Ensaio sobre a cegueira no livro é ainda mais forte e chocante que no filme. É brutal mesmo.

Mihaelo disse...

A data correta do fim dos mundos(não é somente a Terra que acabará) é daqui a 5 bilhões de anos quando o Sol dilatar-se e torrar todos os mundos do Sistema Solar antes dele extinguir-se definitivamente. Mas isto é tanto tempo que fica difícil imaginar a humanidade existindo, mesmo em outro planeta(Tsiolkovski,o pai da cosmonáutica, disse em 1933 que a Terra é o berço, mas não se pode permanecer para sempre no berço) próximo ao Sitema Solar.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Até quando juízes irão proferir sentenças baseados em suas crenças, seu modo de pensar e não no que realmente diz a lei?
É mesmo o fim do mundo.

Luiza disse...

Idealista Chata, sem problemas. Entendi o que você quis dizer agora :)

"A fanatica louca não morreu..."

No filme morreu, sim.

Roberta disse...

Lola, faltou "O livro de Eli", com todo aquele cenário pós-apocalíptico e o querido Denzel Washington!

Anônimo disse...

Jogos Vorazes é um plágio descarado de um antigo mangá chamado "Battle Royale" (tem até filme produzido na década de 70)

Ju disse...

Ah, gente. Para de soltar spoiler aqui, né?
A mim não incomoda pois vi os filmes (inclusive Acquaria), mas não vale ficar dizendo quem morreu ou o que aconteceu no final. Coloca um aviso de **SPOILER** pelo menos.

---------------

Vcs viram a IMENSA manifestação que está acontecendo da Índia por causa do estupro daquela moça no ônibus? Vi no Jornal Hoje. Fiquei muito feliz que as pessoas (mulheres e homens) estão se organizando (nem tanto assim) pra exigir providências para os milhares de casos de estubro que acontecessem por lá. Como deve ser triste ser mulher na Índia.

Verô! disse...

MEU COMENTÁRIO TERÁ SPOILERS! QUEM AINDA NÃO VIU EXTERMÍNIO NÃO DEVE LER!

Reli a sua crítica para Extermínio e achei injusta. Acho que foi um dos melhores filmes de catástrofe dos últimos anos. As mulheres resistem aos "garanhões" por uma razão bem... razoável... eles a querem para transformá-las em escravas sexuais. Não se trata de moralismo, se trata de nove militares que lançam uma mensagem FALSA nas rádios prometendo salvação quando na verdade só queriam mulheres para satisfazê-los. Além do mais os caras iriam transar com elas mesmo estando óbvio que elas não queriam transar com eles, eu chamo isso de estupro, não sei vocês. Vamos levar em consideração que umas das mulheres em questão era uma adolescente, apenas uma menina que havia acabado de perder o pai de uma forma terrível e não teve a chance de sepultá-lo.

No mais, é fascinante como os personagens reagem a tragédia. A Selena é certamente a personagem mais forte, seu pragmatismo é chave para garantir a sobrevivência do grupo. O Jim é um garoto confuso e frágil que superar tudo para salvar as pessoas que ele ama, a afeição que ele nutre pela Selena, a Hannah e o Frank é mostrada de uma forma tocante quando ele chama o Frank de pai, aquela era a família dele no meio do caos e é por eles que ele luta. O Frank, a fortaleza do grupo, se descontrolou e depois do que acontece com ele o filme vira uma luta titânica dos protagonistas para superar a perda e ainda resistir aos militares que comandados por um louco Henry West tentam transformar as mulheres em brinquedos sexuais.

No mais, a trilha sonora é arrasadora, o ritmo alucinante do filme não nos dá tempo para respirar e a tensão permeia toda a película. Enfim, phoderásticos!

Esse é o meu protesto, Lola...rsrsrs no mais, achei o post uma delícia de ler, como tudo o que você escreve!

Sara disse...

Louco é melhor não contrariar kkk.....

Valéria Fernandes disse...

Acho muita má vontade ou máximo fé dizer que Jogos Vorazes é plágio de Battle Royale. E só para constar, o filme de Battle Royale é de 2000 ( http://www.animenewsnetwork.com/encyclopedia/anime.php?id=2971). E Jogos Vorazes também não é plágio de Senhor das Moscas. Nas suas limitações, os livros tem fontes de inspiração múltiplas : realities show, gladiadores, Guerra (do Iraque) e aquela visão estereotipada da Roma Imperial que o povo parece gostar. No Shoujo Café resenhei todos os lugares vros e o filme. Rejeitei o produto no início início por preconceitos como esses que comentei, mas me rendi. Longe da perfeição, mas bem satisfatória e com uma heroína forte.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Só pra desestressar, Lola. Nada a ver com o post, mas li essa notícia e lembrei de vc. Tem machismo até na hora de quase morrer afogado, rs.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1205636-isabel-e-a-unica-mulher-em-grupo-de-105-profissionais-no-litoral-norte-de-sp.shtml

Nina disse...

Senti falta também de Impacto Profundo, Armagedon, O Livro de Eli, e tem um também que eu não lembro o nome e fala de um futuro onde as pessoas vivem em alto mar, não tem água doce, etc, etc. Alguém lembra desse?

Anônimo disse...

Carlos Rodrigues falando:

- Lola, sou seu fã! Amo ler seu blog...

MAS...

Eu, que sou meio que podemos dizer: "crítico", em questão a filmes... Admito que eu, meio que me decepcionei com essa postagem. Quando vi que você iria postar críticas sobre filmes, eu pensei: "Meu Deus, essa mulher é perfeita!"... Não fiquei tão feliz com essa postagem sua...

Whatever... A gente nunca está satisfeito com alguma coisa né? Fazer o quê...
Mas, vou continuar lendo seu blog, pois de fato, gosto bastante do que você escreve aqui!

Tais disse...

O post ia muito bem, mas estragou no final ao falar da virgindade da Sandy..