sexta-feira, 22 de junho de 2012

GUEST POST: RESPOSTA DE HOMEM FELIZ PRA HOMEM INFELIZ

Vocês devem se lembrar que respondi, não muito respeitosamente, a um rapaz, Francisco, que pediu dicas para ser melhor sucedido com as mulheres. Algumas pessoas acharam que minha resposta deveria ter sido mais séria. Bom, recebi email do simpático Amauri, um carioca de 32 anos, casado, hétero, que diz que já pensou igualzinho ao Francisco, e por isso gostaria de falar com ele. 
Acho interessante como a carta do Amauri ao Fran reflete um mundo de privilégios, já que ambos fazem parte de um grupo que precisa superar apenas obstáculos pessoais, não obstáculos dirigidos a todo um grupo historicamente discriminado. Mas a grande diferença é que Amauri é um homem feliz que deixou de procurar culpados (ou, no caso do Fran, culpadas) pelos seus problemas, e percebeu que só tem essa vida, e que deve vivê-la.

Caro Francisco (ou Fran, se me permitir),
Meu nome é Amauri, mas não sei se será um prazer te conhecer. Portanto não direi "prazer em conhecê-lo". Mas posso dizer que é um prazer, para mim, falar para você (e para toda esta audiência) através do espaço da Lola.
Eu gosto de falar. De ouvir só às vezes. Na melhor das hipóteses sou um interlocutor mediano (o assunto tem que ser bastante necessário/curioso/polêmico/etc para prender a minha atenção por muito tempo) e não acho que escreva bem... Estou sendo honesto contigo porque tento, sempre que possível, ser honesto primeiro comigo.
Então, digo de maneira honesta: eu entendo o que você descreveu. Eu já estive na situação de bonzinho injustiçado merecedor dos amores do mundo. E, deixe-me dizer, esta posição era, para mim, insustentável. Simples assim. Ela é válida? Sim, pois acredito que cada um escolhe seu caminho na vida, mas é ineficiente, se seu objetivo for viver uma vida feliz com seu parceir@ e as pessoas da sua comunidade, seja ela qual for.
Como você sugere a Lola que escreva "postagens ajudando os homens a melhorarem sua autoestima", leia o meu conselho: homens e mulheres, cresçam e vão ao médico! Simples assim. As pessoas que você descreveu podem sofrer de disfunções cerebrais que causam depressão. Alguns podem sofrer de distúrbios glandulares que não ajudam a ter a forma que desejam. Algumas são simplesmente assim e podem, com algumas terapias comportamentais, aprender a ter comportamentos que desejam. Vivemos numa época fantástica onde a maioria dos males tem remédio. Acredito que precisamos dizer às pessoas simplesmente "Cresçam, saiam da concha e procurem ser felizes como podem, dentro da lei".
Sim, o mundo é cruel às vezes, e às vezes é muito gentil. Sim, há bullying nas escolas (eu sofri bastante e ao ouvir outros relatos, acho que sofri até pouco) e sim, às vezes não há ninguém para nos ajudar. Sim, as pessoas mais bonitas e gostosas às vezes querem outras pessoas bonitas e gostosas. Sim, há pessoas que pisam nas outros e há pessoas que não fazem isso. O mundo está cheio dessas pequenas e grandes justiças e injustiças... Sabe qual o nome disso?
VIDA!
A vida é assim! Não é porque você sofreu bullying que você precisa descontar em alguém. Não é porque a menina mais bonita te ignorou que as mulheres são vadias desalmadas. Você está fora de forma, não tem fôlego para correr e quer ser escolhido primeiro como zagueiro no futebol da turma? Sério? Não acha que escolheu o esporte errado não?
Você acha que o mundo é uma m*rda? Meu conselho é que você mude a si mesmo e o mundo a sua volta. Como ateu, acredito que não há um deus zeloso que olha pela humanidade. Estamos aqui sozinhos e temos uns aos outros. Vivemos numa época de comunicação fácil e barata. O mundo é um lugar fantástico e cheio de oportunidades.
Eu convido qualquer um que tenha se visto na situação descrita pelo Francisco a se olhar honestamente... A Lola já disse que todas as pessoas, exceto os preconceituosos, merecem respeito, certo? Então que tal parar de ter preconceito com o mundo, com a vida, e aceitá-la por um momento como ela é? Não é o mundo que é uma m*rda, são algumas pessoas neles que te incomodam. Sim, algumas pessoas não querem sair contigo, mas e aí? Você quer escravizá-las para que saiam contigo à força? Que tipo de pessoa "leal e boa" (lawful-good! RPG rules! rs) quer FORÇAR o mundo a ser como a própria pessoa deseja? Não é a vida que é preta e cinza, é você que tem problemas de visão/depressão ou é simplesmentemente fechada demais.
A vida é assim: às vezes, o problema são algumas pessoas. Às vezes o problema somos nós. Às vezes, o problema é o nosso corpo. Então, que tal sair por aí e tentar achar o motivo da sua tristeza e tentar mudar você, depois o mundo?
Eu quis mudar e mudei. Já acreditei em deus, já pensei que ele tinha um plano para mim, que rezar resolveria... Já acreditei que eu merecia algo apenas por ser bom e justo. Até que um dia, percebi que não. Percebi que EU era um COMPLETO BABACA. Hoje, posso dizer que sou apenas meio babaca. Simplesmente comecei a aplicar uma postura cética primeiro à ideia de deus e depois à ideia do que eu chamava de EU. Mas a mudança foi (e ainda é, algumas vezes) dolorosa. A minha forma de mudar foi me olhar honestamente e dizer: "Eu penso que te entendo, eu acho que te amo, até onde sei você é tudo pra mim. Mas mesmo assim você é nocivo e devo te deixar".
Eu posso dizer, por mim, que se assumir como único responsável pelas minhas próprias decisões e posturas foi assustador a princípio. Às vezes quero resolver um problema e simplesmente não há solução possível no momento. Como não posso rezar, devo aceitar a condição, mesmo insatisfatória, do modo como ela se apresenta. Mas eu penso, EU penso, EU sou o responsável pelas MINHAS escolhas. O mundo pode fazer coisas comigo sobre as quais eu não tenho controle, mas posso tomar as minhas atitudes e manter a minha sanidade/equilíbrio.
Minha opinião final, que eu diria pra mim mesmo uns vinte anos atrás: Não há ninguém mais lind@ do que uma pessoa que se conhece em parte e que às vezes não se conhece e se redescobre. Não há ninguém mais confiável do que alguém que acredita em si mesmo e às vezes fraqueja, mas se recupera. Não há pessoa mais fantástica do que aquela que sabe algo e mesmo assim está aberta para debater e aprender. 
Pare de procurar apenas as pessoas perfeitas. Pare de só olhar para o juiz, @ medalhista de ouro e a top model internacional. Ou até olhe, a vida é sua... Mas olhe também os exploradores, os pesquisadores. Os alunos que estudam bastante ou os que nem estudam. Procure pel@ florista, @ agricultor ou @ fotógrafo. Olhe para uma mãe ou pai que vê a criança andar e correr... Procure por aqueles que entendem e escutam, por aqueles que sabem que o mundo não é perfeito, bicolor e bidimensional. Entenda que um aspecto da vida é que a top model de hoje, assim como a última descoberta científica e os passos firmes de uma criança, são o resultado de milhares de passos em potencial que nunca chegaram lá. Estas pessoas, estas experiências e estes passos estão em algum lugar, esperando para serem redescobertos. Enjoy :)

94 comentários:

Lisavietra disse...

eh... arrasou!

Lucas disse...

Muito bacana!

Nunca passei pela fase "mereço muito por ser um cara legal (pra mim) e o mundo malvado não me dá!".

Mas tinha uma auto-estima péssima e isso afetava muito minha vida e meus relacionamentos. Diferente do autor do post, vim do ceticismo e me encontrei na minha religiosidade.

Mas mais do que isso, parei de olhar pro mundo como se houvesse uma resposta escondida pra tudo, e principalmente parei de olhar pras pessoas e pra sociedade como se elas pudessem dizer alguma coisa sobre mim.

Um caminho de redescoberta, de auto crítica, de reconstrução, é penoso e é difícil começar. Mas uma vez que você começa, é uma maravilha.

Já disse no post do Francisco, procurar terapia realmente ajuda, mas só se você estiver disposto a ouvir o que não quer.

Gabriel Nantes de Abreu disse...

"mereço muito por ser um cara legal (pra mim) e o mundo malvado não me dá!".

Sempre que eu conheço um figura desse eu largo na lata: Maninho, se você é bonzinho pelo simples motivo de querer reconhecimento por ser bonzinho você não é bonzinho é um cafageste incompetente, tão escroto quanto o que se dá bem.

Tem gente que quer premio por não ser Machista/racista/homofóbico/elitista e não entendem que não estão fazendo nada além de sua obrigação como cidadãos de um mundo tão plural!

Lord Anderson disse...

Muito bom o post.

tem horas em que temos que tomar a decisão de mudar, de rever nossos conceitos e visões e parar de acreditar no "senso comum", e no "sempre foi assim".

tem hora que temos que crescer.

Lord Anderson disse...

ah e o Amuri é ateu e possivelmente de esquerda...

mas como sitou rpg ele ta "pérdoado".


kkkkk

aiaiai disse...

É isso, sejam felizes pessoas!

Musiquinha pra vocês:

http://www.youtube.com/watch?v=nrxiDogzUjc

Enjoy yourself!

Felipe Dresden disse...

Eu também sofri muito com o relacionamento com as mulheres, não só por ser desprezado e humilhado, mas também porque sofri exploração financeira de namoradas que me traiam.

Eu resolvi essa situação da forma mais simples e honesta do mundo. Abandonei a minha sexualidade, abri mão da sexualidade e resolvi ser um solitário no mundo.

Uma pessoa sozinha não gasta dinheiro com roupa, não gasta dinheiro com passeios ou objetos de ostentação. Não tem que gastar dinheiro com filhos, presentes e nem nada disso.

Uma pessoa sozinha trabalha menos e vive mais. Vive melhor.

Talvez vocês possam perguntar sobre a questão da libido. A resposta é simples, basta usar medicamentos que fazem a supressão total da libido e melhor ainda, eliminam alguns problemas de saúde típicos de homem, como a hiperplasia da prostáta e queda de cabelo.

Hoje sou feliz. Apenas sou discriminado por algumas pessoas que não aceitam que um homem pode ser independente, mas isso é fácil de lidar. Apenas as ignoro e mantenho a distância.

LisAnaHD disse...

. . . homens e mulheres, cresçam . . . "Cresçam, saiam da concha e procurem ser felizes como podem, dentro da lei. Vivemos numa época de comunicação fácil e barata. O mundo é um lugar fantástico e cheio de oportunidades. Não é a vida que é preta e cinza, é você que tem problemas de visão/depressão ou é simplesmentemente fechada demais." --Amauri, 32 anos, carioca, Guest Post de hoje

O que nós pensamos determina como nos sentimos, como vemos o mundo e como encaramos a sociedade. E que mania é essa das pessoas quererem o que não é para elas antes de se prepararem para concorrer ao prêmio?

Como o mito JC, o Deus cristão, foi desenvolvido?
http://www.youtube.com/watch?v=i2aAStluHR8&feature=related

Carol M disse...

Muito bom! Se o mundo parece injusto e cruel demais provavelmente vc está fazendo algo errado. Se reavaliar sempre é fundamental.

1 semana 1 filme disse...

Cara, ele falou tudo! :)
É exatamente assim que eu me sinto! Depois de assumir responsabilidade por minhas escolhas, vi que a vida é tão fácil!
E que dá p/ ser tão feliz!

Bruno S disse...

Vejo como uma saída mais fácil quando temos dificuldades de apontar um culpado externo. E lidar com gente é muito difícil.

É muito mais fácil dizer que mulher é sempre interesseira do que se propor a conhecer as pessoas e se deixar conhecer.

Quanto À situação do "mereço muito por ser um cara legal" sempre é bom a pessoa se perguntar se é essa impressão que ele passa aos outros. Não adianta er legal fechado em sua cabeça.

Beatriz disse...

Cara... ahazou. Toma aqui um abraço (abraça)

André disse...

Lola,
O comentário do Patrick naquele post foi espetacular, coloque ele no post também.

carolinapaiva disse...

Assino embaixo mais de 8 mil vezes, eheh!#}!

Do que adianta se achar justo e bom e não fazer nada a não ser reclamar que o mundo não te prestigia por isso?

É querer transformar tudo em mera relação de trocas, em toma lá da cá. Achar perda de tempo ser uma pessoa boa só porque não recebeu o que acreditava ser seu por direito é coisa de gente babaca mesmo.

Ludwig Beilschmidt disse...

Parabéns pelo conselho! É muito libertador conhecer a si mesmo,ser dono (a) de suas próprias escolhas ao invés de ficar se vitimizando e culpando os outros.

LisAnaHD disse...

Felipe Dresden disse às --15:48 "Uma pessoa sozinha não gasta dinheiro com roupa, não gasta dinheiro com passeios ou objetos de ostentação. Uma pessoa sozinha trabalha menos e vive mais. Vive melhor. Talvez vocês possam perguntar sobre a questão da libido. A resposta é simples, basta usar medicamentos que fazem a supressão total da libido em melhor ainda, eliminam alguns problemas de saúde típicos de homem, como a hiperplasia da prostáta e queda de cabelo. Hoje sou feliz. Apenas sou discriminado por algumas pessoas que não aceitam que um homem pode ser independente, mas isso é fácil de lidar. Apenas as ignoro e mantenho a distância."

>>>Optando por viver sossegado e sentindo-se feliz, a pessoa tb é discriminada... o ser humano não tem jeito mesmo! Sempre alguém querendo meter o bedelho até mesmo no bem-estar alheio. É voda!

yulia2 disse...

parabéns ao amauri....
esse cara tinha tudo para ser mais um chorão gdr leitor de nessahan...
mas escolheu a EVOLUÇÃO.
parabéns.

yulia2 disse...

leitor não vai... seguidor do nessahan.

Ana disse...

@Lisavietra
"eh... arrasou!" [2]

@Lucas
"(...)principalmente parei de olhar pras pessoas e pra sociedade como se elas pudessem dizer alguma coisa sobre mim."

@LisAnaHD
"E que mania é essa das pessoas quererem o que não é para elas antes de se prepararem para concorrer ao prêmio?"

Eu não sei se tenho moral pra ensinar coisa alguma a alguém. Mas no meu caso, o importante foi me dar conta de que eu não podia ter tudo.

Exatamente como disse a LisAna, eu queria ao mesmo tempo não me preparar para ganhar o prêmio e ganhá-lo. Um belo dia, acordei. Me olhei no espelho e disse, 'querida, deixa de ser idiota: ou é um, ou é outro'.

Seguir na minha zona de conforto e ao mesmo tempo ter o que estava além dela era impossível, frustração certa. Querendo as duas coisas, eu não ia ser feliz nunca mesmo.

Eu tinha que fazer uma opção. Ou eu mudava pra conseguir a aprovação dos outros, ou eu desistia da aprovação e seguia como estava. E aí entra o que o Lucas disse, sobre opinião dos outros. Eu acabei percebendo que, pra mim, era muito mais negócio continuar vivendo do jeito que eu queria e desistir da aprovação alheia. Simplesmente porque no fim, quem são os outros pra dizer alguma coisa, se do jeito que eu vivo sou feliz?

Então parei de me encucar com todas aquelas coisas que a sociedade queria. O feminismo me ajudou mutio aqui. Botei na minha cabeça que eu podia ter segurança das escolhas que EU tinha feito para a MINHA vida. Elas eram boas o bastante sim senhor, quer os outros concordassem ou não. Me dei conta de que eu não precisava do amém de ninguém. Se eu achava que não precisava ser assim ou assado, então não precisava. Virei pro mundo e disse: DEAL WITH IT.

Fiz uma opção, percebi que o que eu sofria tanto por não ter era supérfluo, pelo menos naquele momento. E claro, lidei com as consequencias, porque elas sempre vem. Vida. Talvez mais pra frente eu mude pra conseguir algo. É assim mesmo.

Parabéns ao Amauri pelo texto. O negócio é viver e aprender, sempre. Saber que não se pode ter tudo, e ter confiança nas escolhas que se faz.

Sara disse...

Felipe Dresden vc esta feliz assim?
Acabar com sua sexualidade te deixou em paz?
Não entendi como isso pode fazer alguem melhor ou mais feliz.

Sara disse...

Eu tb ja fui traida, ja me usaram pra caramba,e nunca nem me passou pela cabeça acabar com minha sexualidade pra resolver esses problemas, muito pelo contrário, acabei conhecendo gente que me amou e ama, gente que me fez e faz muito feliz.

LisAnaHD disse...

Sara, o libido representa tormenta para muita gente. Sem desejo sexual a vida fica realmente mais fácil de se lidar. A ausência de desejo sexual não faz ninguém melhor, mas pode melhorar muito a vida da pessoa. E, lembre-se Sara, nem todos dão a mesma importância ao sexo. Viver sem desejo sexual é como viver sem gula; é como viver sem ganância. É viver plenamente satisfeito. Como vc acha que Dalai Lama consegue uma vida tranquila e equilibrada? Ele o consegue pq lhe falta o apetite sexual, apetite este que por sua vez nos leva a outros desejos e outras encrencas.

daniel, desocupado. disse...

depois ainda acusam a dona do blog de 'feminazi'.
yeah, se 'nazi' colabora assim com a tolerância, eu realmente não entendi o nazismo.

Sara disse...

LisanaHD mas o q esse cara ta fazendo é uma castração quimica.
Já escutei falar q isso pode ser feito com pacientes com demência grave, e tb ja ouvi dizer que é aplicado em criminosos sexuais, mas em pessoas normais nunca.

Roberto disse...

Sara disse...
LisanaHD mas o q esse cara ta fazendo é uma castração quimica.
Já escutei falar q isso pode ser feito com pacientes com demência grave, e tb ja ouvi dizer que é aplicado em criminosos sexuais, mas em pessoas normais nunca.
....
Deixa ele ,melhor ficar sozinho sem libido que sozinho com libido...
homem solteiro que não gosta da ideia de pagar por não tem atividade sexual garantida...

Allice disse...

Felipe Dresden
"Uma pessoa sozinha não gasta dinheiro com roupa, não gasta dinheiro com passeios ou objetos de ostentação. Não tem que gastar dinheiro com filhos, presentes e nem nada disso."


Eu gastava sozinha e gasto namorando, não pra ostentar, mas porque quando eu for velha vão me sobrar as lembranças, não pra ostentação mas pra solidão e o álbum de fotografias.

Cada um deve encontrar seu modo de ser feliz, mas ser sozinho não acaba com o consumismo de muita gente, é preciso deixar claro.

Sara disse...

Nossssa Roberto vc tb é partidario dessa idéia de castração quimica?
Eu nunca vou entender como tem gente q faz esse tipo de escolha, se é que tem gente q faz isso voluntariamente, eu nem acredito q isso seja verdadeiro, pra mim esse cara fala assim pra chocar.

Allice disse...

Certa vez li um texto que colocava a culpa pelos consultórios lotados no modo como a geração atual era mimada e achava que merecia tudo por viajar, falar vários idiomas e assim se achavam os verdadeiros donos do pedaço, enfim nos colocaram com os vilões.
Não gostei, e prova contra essa generalização é que tem muita gente na minha geração que luta e muito enquanto outros não fazem nada pelos outros, não se sentem úteis e só sabem reclamar. Ah mas isso acontece em toda geração, só que agora pra uma parcela da população (infelizmente não toda) ficou muito mais fácil, fazer tudo, inclusive conseguir atendimento psicológico e às vezes nem precisamos disso, basta apenas procurar uma causa (que não oprima) uma causa que liberte e no meu caso, posso dizer que o feminismo me libertou sim, e libertou cedo e justamente por isso.
Quando temos objetivos e boa química cerebral vamos atrás deles, quando nossa cabeça não está boa vamos ao psicólogo oras, nos organizar, ver nossos traumas, nossas inseguranças e tentar nos livrar deles, você não vai ao ortopedista quando seu joelho dói?
Vejo ainda muito preconceito sobre psicólogos e psiquiatras que são cuidadores de uma parte do corpo que adoece, adoecendo as outras, pode ser falta de uma causa? sim, mas também pode ser depressão ou algum transtorno. Ser infeliz nem sempre é "ideológico"

Allice disse...

PS: não gostei da matéria que li, o post ficou muito bom, não falava dele.

Roberto disse...

Sara disse...
Nossssa Roberto vc tb é partidario dessa idéia de castração quimica?

Duvido que o cara esteja fazendo de fato ,mas se esta parabens pra ele por que se libertou de algo que encomoda,se é algo que encomoda ele.

è como um inibidor de apetite quando se esta de dieta ,que bem faz sentir fome ?ou que bem faz sentir dor ?

LisAnaHD disse...

daniel, desocupado. disse... 19:31
pra começo de conversa, esse aposto parte do seu nick não é nada recomendável pra gente te tomar em conta.

Sara disse...

Roberto quem tem fome, come o que tiver a disposição no momento.
Mas o que eu percebo é que vcs masculinistas não tem uma fome qualquer, vcs tem fome de patê de foie gras, de caviar e outras comidas sofisticadas.
Agora se vcs preferem a abstinência só pq a Gisele Bunchen e outras Top Models não dão bola pra vcs, fazer o que né???

Iara disse...

Muito legal o texto..como ele mesmo diz, eu também já fui uma alma de Deus, achava que como não fazia mal a ninguém, então o mal nunca iria na minha direção.Mas meus pais esqueceram de me avisar que isso é um contexto pessoal, não mundial.
Não acordei na piscina bebendo martinis.Apanhei demais, até entender que as coisas são assim e o ser humano é de intenções duvidosas,mas não me queixo mais, não posso mudar isso , então que corra sozinho..
De tudo isso tenho um lado meio insensível mesmo, fruto de tantas surras e quando leio esse mimimimimimimi de alguns mascus fico com sono .O que eu leio é assim-Não fazem o que eu quero? Então o nenén vai chorar e ser muito mau com vcs!
Não tenho pena dessa postura, porque no fim me parece o outro lado do machismo, senão conseguem o que querem no berro, na pancada, vão ao extremo e ficam chorões, jogando a culpa nas mulheres, que segundo eles são todas umas prostitutas.
Isso não é um comportamento de um ser humano equilibrado, senão conseguiu o que achava justo agora não deixa ninguém dormir, abre o berreiro.Me poupem.

Raphael disse...

Sou a favor da castração química por uma razão bem simples: É temporária. Não há nenhuma perda simples em usar. O homem que quiser usa, fica totalmente sim libido um tempo e trabalha feliz. Se a vida mudar, conhecer uma guria sei lá, é só parar de tomar o remedinho, esperar e pronto, ué.

LisAnaHD disse...

Qdo Richard Gere e Cindy Crawford anunciaram o divórcio após 4 anos de casados, o país (USA) ficou boquiaberto!!! Como é possível que duas pessoas lindas, bem sucedidas profissionalmente, queridas pelo pública não deram certo no casamento? Na época, uma psicóloga explicou que é difícil ser casado com uma top model pq elas são pessoas que pertencem a uma outra categoria de seres humanos, não são normais como o geral... vivem à mingua com comida e isso afeta tremendamente o humor e o libido da mulher (no caso, Cindy Crawford) que muitas vezes é comum essas mulheres não teram apetite e nem disposição sexual pela falta adequada de alimentação a que são submetidas. Por outro lado, qdo homem e mulher estão no mesmo barco qto ao estilo de vida que levam, são maiores as chances de acertarem no casamento e estou falando dessa gente famosa, celebridade de Hollywood e afins.

Sempre existe alguém para amar até o mais rejeitado dos seres humanos. O problema é qdo a pessoa acha que, por ter qualidades digamos de bom cristão, merece o que acha que merece e não se contenta com aquilo que é ou está para si.

fabio disse...

o mundo e injusto, e deus e a natureza do universo, e natureza se sabia, não generosa, bondosa bunda mole, pois tudo esta direcinado a evolução, e a evolução e dolorosa, quem acha que deus/natureza e a generosidade absoluta, nunca presenciou um escorpião matando um besouro de forma sadica para se alimentar, a vida se alimenta da morte, tudo e um ciclo, nada tão complexo como o universo seria criado ao mero acaso,sem um objetivo superior,e uma da leis basicas do universo, e a lei do retorno, voce colherá o que plantar, nada mais nada menos.
-

Maria Valéria disse...

Parabéns pelo texto, amei!!!
Quanto a optar por viver sem sexo, sem libido, quem sou eu pra julgar???

Já passei por essa fase, nao que fosse uma opção, mas porque estava tão mal que nem sentia nada: nem desejo,nem tristeza, nem chorava mais.
Depois de conhecer uma pessoa que foi muito importante pra mim( mas que já acabou), tudo aquilo voltou: vida, desejo, vontade de rir, de chorar, etc...
Hoje to solteira , numa fase neutra, recém terminada uma relacao( que nao foi seria, mas foi uma relacao).,, mas focada em outras coisas, no meu trabalho,nos meus estudos, nos meus amigos.
Todos vivemos fases com e sem desejo.
Se o cara optou por castrar isso e ta feliz com a escolha dele??? Vai saber....
Concordo com o post, que esse mimimi de homem " vitima" do mundo cruel tem que acabar,
E nao tenho pena de homem assim nao,
Como diz minha mae" a pessoa de quem vc tem pena nao terá pena de vc se achar que precisa ferrar com sua vida" - ela me disse essa frase um dia antes de eu ter comprovado que ela era verdadeira.....kkkk entao, pena, nao tenho de ninguem,ajudo, desde que a pessoa queira se ajudar, e nao ficar de mimimi,!!!

Maria Valéria disse...

Nao sei quem falou sobr preconceito com quem vai ao psicólogo ou psiquiatra: sou medica, e ate entre os médicos e profissionais de saude existe esse preconceito.infelizmente:((

fabio disse...

e se o cidadão " infeliz" do texto ta achando que com esses mimimis, vai chegar a algum lugar, de uma voltinha na praça da se, na republica ?!! e veja como as pessoas se importam com o sofrimento umas das outras, principalmente se voce for homem, NINGUEM DA A MINIMA PARA HOMENS FRACOS, muito menos mulheres,homens fracos para a natureza femenina, são naturalmente invisiveis.
-

então paspalho, para de choramingar, e se fortaleça, agregue valor a voce mesmo, evolua de dentro para fora, e não espere nada de fora para dentro.
-
A VIDA E DURA PARA QUEM E MOLE.

Augusto disse...

Eu não li o texto todo porque achei arrogante em várias partes do texto. Não gostei, e contém alguns erros de português.

alice disse...

falando nisso, já viram esse post? http://www.buzzfeed.com/annals/the-most-awful-dudes-in-online-dating-in-the-whole

Roberto disse...

Sara disse...
Roberto quem tem fome, come o que tiver a disposição no momento.
Mas o que eu percebo é que vcs masculinistas ....

Voces quem Carapalida ?

Roberto disse...

Sara
Mesmo que o cara esteja passando fome porque ele só quer caviar é uma escolha dele. E a gisele no meu conceito é carne seca.

Sabe aquele conceito que homem tem que encarar qq mulher disposta a fazer sexo com ele é um conceito que não adoto.

Clara Lopez disse...

Muito bom!

LisAnaHD disse...

Augusto, deixemos os erros de português de lado, pois o autor avisou desde o começo que ele gosta mais de falar do que ouvir e que a boa redação não é o forte dele. Quem gosta mais de falar do que ouvir costuma pecar na comunicação. Mas acho que o texto apresentou algo que vale para o Francisco tomar em conta. Qto à redação, nenhum guest post faz parte de um concurso de redação e a LoLa não revisa/edita o texto do pessoal e ela deixa isso bem claro. Seu comentário sim foi arrogante....

fabio disse...

Sara disse...
Roberto quem tem fome, come o que tiver a disposição no momento.
Mas o que eu percebo é que vcs masculinistas não tem uma fome qualquer, vcs tem fome de patê de foie
-
????
a senhora esta dizendo que são os homens que tem exigencias estratosfericas ? em que universo paralelo seria isto?
-
o homem quando conhece uma mulher que lhe atraia, observa se ela lhe e agradavel aos olhos, se tem valores parecidos, seus, se e agradavel compania, não da aminima se ela e caixa de supermercado, ou executiva de multinacional...
...mulher não, as exigencias femininas nos dias atuais, estão absurdamente altas,a maioria das não admite homens abaixo da linha social delas, nos avaliam num contexto fetichista/utilitarista, " aparencia, bens, posição social, personalidade, ideologias, destaque no meio em que vive etc., algumas parecem que estão num RH de empresa, selecionando candidato a vaga de emprego kkk, testam ao homens com joguinho emocionais ao extremo, ai alguen homens ficam inibidos de serem naturais, como se fossem extremamente superiores ao homem que se atreveu a corteja-la, ela.. a ultima bolacha do pacote.

fabio disse...

a gigantesca maioria dos homens, ao contrario do que diz a novela, e romantico, infelismente, nos não escolhemos mulher por profissão, poder aquisitivo ou outros fetiches, escolhemos por 'quimica', se nos interessamos em alguem , não damos a minima se ela e advogada ou cobradora de onibus, valorizamos se e agradavel compania, se seus vlores são parecidos com os nossos, e sim se ela nos desperta desejo, e antes que digam, " homem tambem e intereceiro, por peito e bunda" saiba que peito e bunda faz parte da mulher, carro,cargo e cartão de credito não faz parte de homem, não nasceu grudado nele, ou voce acha que jogador de futebol teria aquele bando de modelos atraz deles, se fosem porteiros ou carteiros ?

fabio disse...

mas obvio...que toda generalização e burra, a mente humano não e uma ciencia exata, cada cabeça um,a sentença,toda regra tem exceções..maaaas, toda exceção vem a comprovar tal regra

MCarolina disse...

Achei o texto muito legal. Gente que se sente vítima do mundo é insuportável e não chega a lugar nenhum. Algumas pessoas realmente passam por coisas horríveis, mas não é o caso desses meninos chatos que escrevem aqui reclamando. Se acontecessem tragédias de verdade na vida deles, com certeza abandonavam as reclamaçõezinhas fúteis para se preocupar com outras coisas.

Lilian Soares do Nascimento disse...

Acho muito bacana a expressão de outras perspectivas de vida. É exemplo. É sempre bom enxergarmos bons exemplos. É inspirador.

É claro que a vida não tem receita. Que cada indivíduo é único e logo a forma que experimenta o mundo e suas próprias experiência também será singular.

Mas, já dizia Sartre: não importa o que a vida fez de mim e sim o que eu faço com aquilo que a vida fez de mim.

Existem coisas que não podemos mudar. Não tem como escolher onde nascer, como e em qual dos mundos viver. A vida em si é de uma espontaneidade divina. Por si só um milagre.

Carpe diem.

Maicon Vieira disse...

Bem fraquinho o texto. Trata como se tudo fosse simples e fácil.

yulia2 disse...

È.... a vida é dura pra quem é mole, maicon vieira....
mais fácil chorar e culpar a mulher.

yulia2 disse...

.mulher não, as exigencias femininas nos dias atuais,
estão absurdamente altas,a maioria das não admite homens
abaixo da linha social delas, nos avaliam num contexto
fetichista/utilitarista, " aparencia, bens, posição social, personalidade, ideologias, destaque no meio em que vive etc., algumas parecem que estão num RH de empresa, selecionando candidato a vaga de emprego kkk, testam ao homens com joguinho emocionais ao extremo,
_____________________

ai que nojo meu deus....
veio aqui todo proza, criticou o cara infeliz justamente
por ele chorar e o que vc faz???

CHORA igual o pior que ele.....
asco total!

para de cagar as mesmas frases feitas do zé lunático...

LisAnaHD disse...

Maicon, o texto foi em resposta a um texto tb passível de ser considerado bem fraquinho. Em seu texto, Francisco trata como se tudo fosse complexo e difícil.

Sphynx disse...

Como eu disse num comentário em outro post, em determinada época quase caí na armadilha de levar a sério algumas ideias bizarras, e quase virei um habitante do lindo mundo da imaginação como são os masculinistas.

Mas um dia me dei conta de que, se tinha alguma culpa na história - e se ela não fosse minha, é claro - não era tampouco das mulheres, no fim das contas. Apontei um culpado mais verossímil: o machismo, afinal é segundo ele que um homem é um perdedor quando não é o conquistador, e com algumas características específicas como ser o lado subordinante da relação cem por cento do tempo como se fosse um contrato de emprego, ser sempre o único a tomar todas as atitudes e a ter a palavra final sobre tudo.

Eu não só me deixava levar por esse papo como, quando tinha uma namorada, achava ainda que ela esperava que eu agisse asim. O que me fazia ser uma pessoa bastante diferente quando estava com ela (um masculinista diria que eu tenho personalidade de beta, hehe) e isso criava um caos mental, porque parecia praticamente impossível ser aquilo que a mentalidade machista considera um "homem de verdade", e uma pessoa legal ao mesmo tempo. Tinha que escolher um ou outro. E por um tempo fiquei oscilando, até que resolvi mandar essa mentalidade à merda e ficar com a minha personalidade mesmo. Descobri que o gosto pelo meu jeito era maior do que a necessidade de ser admirado por babacas (necessidade por causa da qual, eu imagino, muitos se deixam levar pelos mais variados preconceitos).

Imagino se seria simplista dizer que toda a adesão ao masculinismo vem da falta de auto-estima, da confusão moral, do tédio, ou seria verdadeiro dizer isso. Do meu ponto de vista, é uma ironia até bastante trágica que essas pessoas defendam justamente a mentalidade que pode ser a própria causa do problema deles mesmos. Talvez eles se cobrem uma coisa que eles mesmos podem nem querer tanto, porque senão vão ser vistos como menos homens pela sociedade. É aquela história do status: é comprar uma coisa que a pessoa não quer, com recursos que ela não tem, para mostrar aquilo que ela não é, a alguém que ela não gosta. Doidices que fazemos, ou algum dia fizemos.

É por isso que eu venho aqui; ler os depoimentos dos dois lados me faz refletir um pouco sobre a minha situação, e até agora me tem feito pensar que tomei a melhor decisão mesmo.

Sphynx disse...

*não vi que o post tava tão grande... nem que horas são~

Panthro disse...

Eu penei um bocado até arrumar meu namorado. Fiquei afim de heteros, de gays que se passavam por heteros e que estavam dispostos a me linchar pra não saírem do armário... Claro que eu poderia entrar numa mágoa de miguxa fodida e acabar uma bixamarga pagando michê por aí, estilo Clodovil (o que é a versão gay desses mascus). Mas sempre tive pra mim que se eu deixasse meia dúzia de babacas influenciar minha personalidade, eles tinham ganhado. Então, apesar da sensação de estar se afogando e ter que se salvar se puxando pelos próprios cabelos, me mantive acreditando que o mundo não era só composto por babacas. E ele não era mesmo. Eu tinha conhecido 6 pessoas em um planeta com 6 bilhões (3 bilhões de homens, mais ou menos, ainda é muita gente). Qualquer generalização de comportamento a partir daí seria atestado de burrice. E a única pessoa que seria prejudicada pela minha burrice seri eu mesmo. Então continuei investindo, tentando, quebrando a cara. Até que encontrei o homem perfeito. E ele só era perfeito porque (além de todas as qualidades habituais) não tinha o grande defeito de não gostar de mim que eu encontrei em tantos outros. O maior problema é que as pessoas são burras de pai e mãe e acreditam que podem ~conquistar~ os outros. Que se você se comportar assim ou assado vai despertar atração nas pessoas. Surpresa: NÃO! Se não gostaram de você, parta para outra. Vai ter quem goste. E quanto menos tempo vc perder atrás de quem não gosta de você, mais rápido vai encontrar quem gosta. Então meio que esse é o meu conselho pra quem está sofrendo por amor.

fabio disse...

yulia2 meu docinho de coco, a realidade da vida...e o cemiterio das ilusões !!! rsrsrsrs

Sara disse...

Roberto não seja tão obtuso, basta trocar o exemplo q eu dei na frase por algum outro ex.de mulher inalcançavel, que é exatamente o que vcs mascus fazem, perseguem mulheres idealizadas que não ha a menor chance de corresponderem as expectativas de vcs, e depois vem aqui dizer q somos todas interesseiras , q fazemos exigencias absurdas e por ai vai.
O mesmo argumento vai para vc tb sr "Fabio morde e assopra", essa sua visão de como nós mulheres agimos na REAL mesmo não se aplica a imensa maioria de nós, mas vc nos julga pelos parâmetros que descrevi acima, fazer o que né???

Sara disse...

ai Fabio para de delirar menino...

Comentador Observador disse...

esse texto só tem o intuito de mexer com emoções, motiva, dá força, em termos práticos falou o óbvio ululante.

Maicon Vieira disse...

yulia2 disse...
È.... a vida é dura pra quem é mole, maicon vieira....
mais fácil chorar e culpar a mulher.
_____________________________________

Já vem você dizer que eu estou chorando e culpando as mulheres, me diga onde eu disse que a culpa é delas? Me diga se alguma vez eu disse aqui que a culpa é delas?

Carol M disse...

Fabio, não surta. Ng quer que os caras se castrem a gente quer que cada um faça o que preferir desde que não interfira nas escolhas alheias.

Amadurecer é um processo contínuo, ng chega num ponto e diz: ok, estou pront@ e terminad@.

Como o panthro falou, o mundo é cheio de gente, desencana e vai ser feliz ao invés de culpar metade da população. Parece óbvio, mas muita gente não entendeu isso ainda.

Sara disse...

Fabio blogs e sites q incentivam todo tipo de ódio tem baldes e baldes na internet vide os "SANCTOS" agora vc acha razoavel basear suas ideias sobre o que seja o feminismo nesse tipo de publicação??
Se é isso q vc pensa de verdade, vc é bem desprovido de inteligência, diria até que meio limitrófe a imbecilidade.
Mas com sinceridade não acho q vc pense assim, vc tem algum outro objetivo que só vc deve saber quais são pra ficar fazendo essas alegações fantasiosas de que nós mulheres achamos bacana um cara que diz que quer se castrar quimicamente.
A maioria absoluta das mulheres ama os homens mesmo com os defeitos que a criação machista tenha exacerbado em vcs, queremos apenas e tão simplesmente direitos iguais e os deveres tb, achamos que os velhos padrões de masculinidade nos fazem muito mal e a vcs homens tambem.
É uma estupidez achar que queremos dominar o mundo e fazer os homens de escravos, e se vcs pensam isso de nós é apenas porque, por milênios fizeram isso conosco e acham que o NORMAL seria que fizessemos o mesmo com vcs, em uma reedição do "olho por olho".
Mas fica tranquilo, nós mulheres temos pouca testosterona no corpo , não temos esse espirito de guerra que vcs homens cultuam tanto.
Muitas de nós somos mães de homens como vc é, e é instintivo proteger nossas crias, queremos o bem de toda a sociedade não só do nosso genero.

Ludwig Beilschmidt disse...

Esse Fábio parece um gravador imperrado:
"Mulheres tem líbido baixa e são fetichistas"
"Reeducação emocional"
"Mulheres são exigentes e interesseiras"
BLÁBLÁBLÁ
mascu classe média sofre

Não sei como a Lola ainda deixa esse cara ficar vomitando aqui.
Já basta o Arnold estrela troll,agora vem o Fabio e a corjinha de reaças dos mais profundos e nefastos redutos masculinistas.

Roberto disse...

Sara disse...

Roberto não seja tão obtuso, basta trocar o exemplo q eu dei na frase por algum outro ex.de mulher inalcançavel, que é exatamente o que vcs mascus ...
denovo...Se eu te chamar de feminazi voce vai ficar feliz ? pensa...
Nunca disse que era masculinista e mais eu acredito que na pratica as pessoas perderam a capacidade de lidar com diferenças(ou nunca a tiveram)então tem que ir atras de alguem o mais similar possivel : blza similar,cond social similar ,gostos similares e etc. mas eu não recrimino quem discorda disso entendeu agora ?

Jeferson Brian disse...

Ô Lola, você tá caindo numas de auto-ajuda que vou te contar. Sei que é um guest post, mas você podia ter nos poupado da introdução com coisas do tipo "só se vive uma vida" e tal.

Elvis disse...

Concordo com Ludwig, esse Fábio fala as mesmas coisas em todos os posts, e ainda dão atenção u.u

Sara disse...

Desculpe se não gostou do título, mas suas ideias são bem próximas aos desses homens que chamamos aqui de mascus.
Vc disse que validava a atitude de um homem que se castra quimicamente.
Sendo que sabemos que falam isso apenas por revolta contra as mulheres.

lola aronovich disse...

Concordo plenamente que o Fabio fala exatamente a mesma coisa em todos os comentários. Parece sim um disco emperrado. E olha que eu deleto cerca de um terço de seus comentários. Talvez eu passe a deletar todos... Fabio, poupe-nos da sua retórica nessahananista alitiana. As pessoas aqui deste blog riem do seu guru, e os mascus que vem aqui trollar já conhecem a bíblia de vcs de cor e salteado. E eu acho incrível como vc e seus comparsas possam dizer coisas como “Até que enfim uma mulher disse o que pensa!” e não se considerar misândrico. Quer dizer, vcs estão insinuando que metade da população é mentirosa. Eu sou mulher e só digo o que penso, como vc pode ver pelo meu blog. As comentaristas aqui, idem. Então reveja seus (pré)conceitos. Aliás, sabe quem ensina os homens a serem dissimulados e nunca dizerem o que pensam? Nessahan Alita! Vai acreditando que isso faz sucesso entre as mulheres, vai!


Roberto, sua comparação é bizarra, hein? Chamar alguém de mascu (abreviação pra masculinista, que algumas pessoas consideram um movimento; outras, como eu, apenas grupos de ódio isolados) é igual a chamar feminista de feminazi? Feminazi é um termo criado pela extrema direita americana pra demonizar mulheres que lutam por direitos iguais. Só mascus e demais machistas e reaças (desculpe a redundância) adotam o termo feminazi.

Roberto disse...

Sara
Como eu disse se o cara acha que essa é a solução pros problemas dele parabens pra ele. ele não esta prejudicando nenhuma outra pessoa com isso.

Sara disse...

Acho q a ideia por traz disso Roberto, é bem essa.
-Ai como essas feministas são crueis, criaram um sociedade em que os homens estão imolando sua sexualidade, por não conseguirem se ajustar a ela.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Bom texto. Parece que textos como esses são cada vez mais necessários.
A gente liga a tv e vê vários crimes praticados porque algum machão não é capaz de lidar com uma simples rejeição ou o fim de um relacionamento. Vai pra internet e fica sabendo de uma horda de "bonzinhos injustiçados e revoltados" com as mulheres, seguindo sites misóginos, porque a menina mais bonita da escola ousou não querer ficar com ele.
Essa postura de "se o mundo fosse justo e as mulheres justas, uma panicat virgem seria minha namorada" não leva a nada. Pelo menos a nada de bom.

Roberto disse...

Sara disse...
Acho q a ideia por traz disso Roberto, é bem essa.
-Ai como essas feministas são crueis, criaram um sociedade em que os homens estão imolando sua sexualidade, por não conseguirem se ajustar a ela.


ah, se eu fosse culpar algo diria que é essa nossa era de incertezas .Não elejo nenhum protagonista nesta peça.
Dizer que é culpa exclusiva do feminismo é cair na logica marxista oprimido/opressor.

Sara disse...

É muito facil eleger um culpado para nossos próprios fracassos, e o feminismo tem sido um bode expiatório perfeito pra isso.

Rika disse...

Aqui estou eu pra melhorar a auto-estima dos caras que reclamam de friendzone e mimis:
Vocês realmente acham que a culpa é das mulheres?

Eu sou bem nova, tenho 16 anos. Mas todo mundo da minha idade que conheço já namorou, ou pelo menos ficou com alguém. E eu? Nada. Sou bem legal com os meninos, saio com eles, converso sobre música, damos risadas juntos... porém, sempre achei estranho nenhum deles querer ficar comigo mas querer ficar com as outras meninas. Eu achava que o problema era eu ser gorda (1,63 de altura, 80 kg, sou realmente gorda, não sou daquelas que só se acham gordas. hahaha), ou que eles só queriam as gostosas que nem olhavam pra eles.
Mas aí parei de ser idiota e pensei: eu não estaria sendo idiota em achar que o fato de eu ser uma boa amiga merece algum "quero ficar com você"? Eu estaria sendo legal esperando algo em troca. Na verdade, eu já tenho algo em troca, que é a amizade deles.

Então, pessoas que não conseguem ficar com alguém e culpam as mulheres ou os homens: as vezes a culpa não é deles. Pode ser que eles te consideram bastante pela amizade e têm medo de acabar com isso se o rolo ou namoro não der certo. Minha auto-estima ainda é um lixo, ainda me sinto mal quando os caras falam só de "gostosas", mas aos poucos tô melhorando.

LisAnaHD disse...

Qto ao rapaz que optou pela castração química, não entendi que ele culpou as mulheres pela opção dele em zerar o libido... ele apenas expressou que acha mais prático zerar o libido do que lidar com relacionamento homem-mulher. É assim como a mulher optar por não ser mãe... ela não culpa criança nenhuma; ela apenas opta por não lidar com a situação de criar filhos, oras. E isso tb se aplica para homens. Meu marido sempre achou complicado criar filhos e, mesmo assim, se dá maravilhosamente bem com crianças... ele, um criança em vários aspectos.

yulia2 disse...

yulia2 meu docinho de coco, a realidade da vida...e o cemiterio das ilusões
____________

argumento que é bom.....

yulia2 disse...

Bem fraquinho o texto. Trata como se tudo fosse simples e fácil.
_________________

ta bom maicon... POR ENQUANTO, vc AINDA não culpou a mulher...

então diga porque não é tão simples..

yulia2 disse...

Pensei que Fabio pensasse por ele mesmo.... mas não, ele apenas e tão somente é um REPETIDOR do zé frustrado sem credibilidade alguma...

trágico!

Niemi Hyyrynen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Niemi Hyyrynen disse...

Fico tão cansada de ler estes infinitos posts de mascus que acham que a vida deles gira em torno de mulheres, ou para ser mais especifica da aprovação/aceitação das mulheres.

Há tantas outras coisas para se preocupar sabe numa vida adulta, dividas, carreira, vida social, impostos, pq tudo se resumiria a um fora?

Pq alguém resolve ignorar tudo e desejar sofrer por algo que passa? Que simplesmente acontece o tempo, com todo mundo pelo menos uma vez.

Não estou desmerecendo o texto do rapaz, nem o sofrimento do tal do Francisco, mas pq escolher dar uma importância tão grande pra isso?

Eu acho que esse rapaz deveria sair da bolha dele, e ir ver a vida como ela é, cheia de problemas como ela sempre foi, mas ao invés de encolher num canto, se agarrar aos problemas de verdade e buscar oportunidades para crescer como ser humano.

LisAnaHD disse...

para quem abordou pejorativamente aqui nos comentários o texto como LoLa embrenhando em auto-ajuda, sugiro ponderar em que "Na visão de Reich, todo grande homem já foi algum dia um Zé ninguém, que acabou desenvolvendo a qualidade de reconhecer em quais áreas era limitado no agir e pensar."
livro: Escuta Zé Ninguém
autor: Weilhelm Reich, 1896-1957
http://pt.shvoong.com/books/guidance-self-improvement/1930558-escuta-z%C3%A9-ningu%C3%A9m/

sobre o autor
http://pt.wikipedia.org/wiki/Wilhelm_Reich

Roberto disse...

Niemi Hyyrynen disse...

Fico tão cansada de ler estes infinitos posts de mascus que acham que a vida deles gira em torno de mulheres, ou para ser mais especifica da aprovação/aceitação das mulheres.

Há tantas outras coisas para se preocupar sabe numa vida adulta, dividas, carreira, vida social, impostos, pq tudo se resumiria a um fora?

.......

Sem querer botar lenha na fogueira ,mas ja botando quantos foras voce já levou apos chegar em alguem ?

Niemi Hyyrynen disse...

Roberto

Levei foras suficientes para entender que só quem tenta pode errar ou acertar e viver.

Roberto disse...

Niemi Hyyrynen disse...

Roberto

Levei foras suficientes para entender que só quem tenta pode errar ou acertar e viver.


Eu perguntei fora de homens( ou mulheres vai do gosto). a tua resposta parece que poe na conta os foras da vida que tambem doem ,mas não foram o objeto da pergunta.

Niemi Hyyrynen disse...

Roberto

"Sem querer botar lenha na fogueira ,mas ja botando quantos foras voce já levou apos chegar em alguem ?"

"Eu perguntei fora de homens( ou mulheres vai do gosto)"

Lamento muito que eu sendo estrangeira tenha que te ensinar, um nativo o que é sujeito indefinido:

2.3.5 Pronome indefinido:

Referem-se à 3ª pessoa do discurso quando considerada de modo vago, impreciso ou genérico, representando pessoas, coisas e lugares. Alguns também podem dar idéia de conjunto ou quantidade indeterminada. Em função da quantidade de pronomes indefinidos, merece atenção sua identificação.

Sabe, vc faz uma pergunta vaga, eu respondo de forma objetiva e clara e então vc vem dizer qualquer coisa, só para parecer que não obteve o que esperava.

Eu sei o que vc quer, quer que eu concorde com vc, seja lá qual for a besteira que vc pense.

O objeto da sua pergunta foi apenas demonstrar a sua idiotice habitual.

Respondi educadamente na primeira mas me dou o direito de ser grossa na segunda, passar bem.

Raphael disse...

Sobre a castração química: Tomei a injeçãozinha que comprei na farmácia a poucas horas. Estou ótimo.

Se acontecer um milagre e eu conhecer uma nerdizinha legal, só eu parar com as doses e fico com a libido 100% de novo. O Efeito não é permanente.

Sil Teixeira disse...

Eu achei a mensagem desse guest post muito inspiradora. E o comentário de Sphynx também.

Sphynx disse...

Valeu :]

(pelo tamanho que aquele comentário ficou, meio que duvidei que alguém fosse ler todo, às vezes subestimo a paciência dos internautas, hehe)

Ana disse...

Estou atrasada, mas é Sphynx, acho que você merece um comentário só pra te dar os parabéns. Gostei do teu comentário tbm. Pra mim a cereja do bolo:
"(...)comprar uma coisa que a pessoa não quer, com recursos que ela não tem, para mostrar aquilo que ela não é, a alguém que ela não gosta."

Não é bom quando as pessoas que falam são aquelas que já passaram por uma mudança e sentiram tudo na pele? Como o próprio Sphynx ou o autor do post. Me parece que há diálogo mais legítimo com quem está no fundo do poço. Um 'ei, eu já estive aí, sei bem como é, mas tem saída'.

Não acho que os textos (esse e o do Fran) são fraquinhos. Tudo bem, o Fran podia até estar de mimimi, mas quem nunca? Eu já, certamente. Todos temos momentos em que nos achamos vítimas, nos quais vemos o mundo de jeito distorcido. Por que somos humanos. A gente tem disso. Todo mundo precisa de auto ajuda as vezes, kkkk.

E gosto de pensar que mais homens estão se sentindo confortáveis pra falar do que sentem. Ainda que esses sentimentos sejam, por ora, fruto de sua própria visão distorcida de mundo.

Joana disse...

Putz! Esse texto foi simplesmente sensacional!! Adorei! :)

Luca disse...

Leia "A Revolta de Atlas" de Ayn Rand, é um santo remédio pra esse tipo de pensamento.

Tina disse...

Já disse no post do Francisco, procurar terapia realmente ajuda, mas só se você estiver disposto a ouvir o que não quer.

Ouvir que a culpa e dele, que ele tem que aceitar as coisas como são
enfim tudo o que o autor já disse por aqui como quem quer saber dos problemas mais do que quem passa por eles