quarta-feira, 24 de novembro de 2010

PRIMEIRA ENTREVISTA DE LULA A BLOGUEIROS – E PÕE “ROS” NISSO

Hoje às 9 (será que aqui no Nordeste será às 8?) Lula vai conceder a primeira entrevista de um presidente brasileiro a blogueiros. Na realidade será uma coletiva com a participação de dez blogueiros que irão ao Palácio do Planalto, e também de internautas, que mandarão suas perguntas online. A entrevista é importante porque valoriza um veículo de informação e opinião que ainda está engatinhando, mas que começa a ganhar corpo. Ou alguém duvida da força da blogosfera nessas eleições? Absolutamente tudo foi discutido em tempo real por uma infinidade de vozes. Esse fenômeno se viu em 2006, lógico, mas sem a mesma força. A tendência com a popularização da banda larga é que mais e mais gente tenha acesso a blogs, tanto pra lê-los quanto pra escrevê-los. Os governantes não podem mais fingir que a internet não existe. Portanto, a iniciativa de Lula é ótima. Como blogueira, fico muito feliz.
Ao mesmo tempo, como blogueira, não fico muito feliz. O problema óbvio é a falta de representatividade na escolha dos dez blogueiros. Apenas uma blogueira foi convidada, e ela não pôde ir. Primeiro que é um pouquinho chato que a blogosfera progressista considere que temos apenas duas blogueiras mulheres, a Maria Frô e a Conceição Lemes. Gosto muito delas, mas ambas são do Vi o Mundo, um dos maiores blogs da internet, criado pelo Luiz Carlos Azenha. Já esperneei um monte de vezes: gente, nosso grande diferencial em relação à velha mídia é, além da nossa independência, nossa diversidade. A velha mídia (e nesta crítica preciso incluir a Carta Capital e a Caros Amigos) conta com uma esmagadora maioria de homens brancos entre seus colunistas de opinião. A blogosfera tem mulheres, negros, gays, etc etc, e todas essas pessoas têm o potencial de trazer uma visão um pouco diferente da dos privilegiados. Mas, a julgar por quem seleciona blogueiros para eventos importantes, como uma entrevista com o presidente, parece que só temos blogueiros – e o “ros” é especificamente masculino. Sinceramente, se tal seleção viesse do Instituto Millenium, eu entenderia. A direita não dá a mínima pra representatividade. Acha isso frescura. Mas a esquerda não deveria ser diferente? No momento em que elegemos a primeira mulher presidente, no momento que essa presidente se empenha para trazer pelo menos um terço de mulheres para ocupar ministérios, pega mal que a blogosfera progressista faça tanta questão de ser um clube do Bolinha.

P.S.: Adorei a entrevista (tuitei um pouco sobre ela), que foi linda e maravilhosa, com um Lula muito à vontade. Mas o fato de só haver blogueiros homens e brancos me incomoda. Porque é um sintoma. Eles cometeram o erro de "esquecer" blogueiras no Encontro Progressista, e agora "esquecem" pra entrevista. No próximo evento importante, pode ter certeza que "esquecerão" também, assim como "esquecem" de linkar blogs escritos por mulheres. Isso porque ainda pensam que blogueira não escreve nada sério. O universo de blogueiras que escrevem seriamente que eles conhecem se restringe a duas mulheres. Tá na hora de abrir a mente e virar progressista pra questões de gênero, raça, orientação sexual...

20 comentários:

Cris Prates disse...

É o primeiro passo, Lola. Também acho que pega mal terem convidado só blogueiros homens, mas Dilma está aí pra dar início a mudança.
Coisa boa é que será aqui no Nordeste, portanto às 8h...

Ceila Santos disse...

Essa não é a primeira ação que deixa claro que a esquerda não é diferente quando se trata da questão de gênero. É uma vergonha para todos. Não sei se esse grupo a que se refere deve ter mulher, mas acho que as mulheres precisam do seu gueto para ter representatividade. E isso não existe na blogosfera. Podem existir centenas de mulheres, negros, gays blogueiros, mas serão sempre minoria diante da representatividade masculina e jovem. Essa é a mensagem vendida pela classe de blogueiros desde a época que blog era coisa de quem entendia mais de técnica de seo do que jornalismo. agora com os jornalistas no poder da bogosfera reforça ainda mais essa representatividade.

Borboletas nos Olhos disse...

Uma posição digna a do Idelber: http://www.idelberavelar.com/archives/2010/11/historica_entrevista_do_presidente_lula_a_blogueiros.php#comments

Ceila Santos disse...

Amo o Idelber, Borboletas nos olhos, mas vc considera um "ps" algo digno???? peguei esse bonde andando, mas achei um absurdo 10 homens na mesa do presidente e uma voz feminina com ruído, cuja pergunta ninguém ouviu na plateia...e a mulherada ainda tenta valorizar algo nessa vergonha...sorry!

Borboletas nos Olhos disse...

Ceila, acho digno qualquer posicionamento que reflita sobre si mesmo, seja no início de um texto, no desenvolvimento ou no pós-escrito.

Denise Arcoverde disse...

Lolita, mais irritada ainda eu fiquei com a ironia usada pra desqualificar quem, no Twitter, teve a petulância de reclamar. É pra engolir caladinha que só vai homem pra Brasília. ainda vou escrever sobre isso, quando passar a raiva, que já aprendi a não escrever de cabeça quente.

Barbara O. disse...

Ando muito de cara com o 'progressismo machista' na blogosfera. Fiquei irritada com a leviandade com que o Nassif falou sobre o aborto, e com o ataque sem sentido Às feministas pela mesma questão, vindo de artigo do Azenha. E esta, é claro, é a cereja no chantilly. Quando este povo vai entender que progressismo e machismo não rimam? Até quando serão estes machistas auto-complacentes que nos toleram apenas como público, mas não como agentes de igual pra igual?

Avelina Martinez Gallego disse...

Olá mulherada "ousada". concordo com quase tudo q. foi escrito e comentado.Fui uma das que protestou de imediato no TT.qdo li a notícia ontem no TT. A questão aqui além da falta de representividade feminina é como foram feitos os "convites" ou "convocações" aos blogueiros entrevistadores.
Que papel desempenhamos naquele Encontro de Blogueiros Progressistas?

Avelina Martinez Gallego disse...

continuando:
Vcs. não acham que esse negócio de as informações circularem entre um grupinho reduzido não combina com o espírito que permeou o Encontro de Blogueiros?
Com todo o respeito e admiração q. eu tenho pelo trabalho da maioria dos que participaram da entrevista, mas por que são sempre os mesmos?
É preguiça de pesquisar a blogsfera ou está se formando uma "elitizinha" que determina quem é bom, quem é lixo e quem tem credibilidade.
Eu lamento que pessoas q. não entenderam os questionamentos feitos no TT. os rotulassem de dor de cotovelo e outra coisas.
Eu, particularmente, não teria competência para entrevistar o Lula, mas essa prática de formar panelinhas me irrita profundamente.
Não sei vcs. mas eu estou saindo fora desse meio, pois para isso já tem os que sabem fazer melhor o joguinho do compadrio.
Acei que estava nascendo algo diferente, ingenuidade de minha parte. Sou uma eterna adolescente.
Continuem lutando meninas, pois o jogo é bruto.

Barbara O. disse...

Avelina,

acredito que a formação de grupos de poder é quase 'natural' ao ser humano. Mas o que a internet agora nos permite é espernear e muito. Não podemos deixar, pois se não gritarmos a panelinha vai se cristalizando cada vez mais - e vai apenas formar mais um polo de poder. A internet reduz a assimetria, mas não acaba com o jogo tradicional. Já deixei meus comentários revoltados no azenha e no nassif.

e estou com vocês, mulherada! gritando e esperneando!

Alexandre disse...

Pior que a "seleção" foi a reação de muitos às críticas que ousamos fazer; me senti debatendo com o Noblat;

Mas espero que, no fundo, eles tenham se tocado que agiram da mesma forma que criticam no tal do "PIG".

L. Archilla disse...

A desculpa dos "progressistas" agora é: "não sou machista, imagina, até votei numa mulher!"

...

Mas tem que espernear mesmo, que pelo menos alguns já estão começando a perceber o próprio machismo (quero crer, pelo menos).

Ceila Santos disse...

Avelina,
A internet potencializa tudo, inclusive a realidade. Falta coletivo de mulheres que tenha representatividade como esses blogueiros progresistas, que deve ser 99 por cento feito de homens, jornalistas e com cunho político.

aiaiai disse...

concordo com tudo, tb achei um absurdo a escolha dos blogueiros...juntaram um grupinho e nem perceberam que não tinha representatividade, MAS, agora não é hora de chorar...é hora de agir. Acho que as blogueiras devem articular imediatamente uma entrevista exclusiva com a presidenta Dilma. O que vocês estão esperando? Algum homem organizar? A Dilma tá ai na blogosfera, disponível. Enviem um e-mail, articulem...os caras fizeram isso, né?

E, não, não acho que tem que ter blogueiro nesse encontro. Deve sim ser uma coisa de mulheres/feministas...da mesma forma que no encontro lula com blogueirOS progressistas não teve blogueiros de direita...ou eles pensaram em convidar o tio rei ???? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esquemas táticos disse...

Sobre a entrevista, concordo plenamente. Sobre o encontro de Blogueiros Progressistas, não sei. Primeiro porque não sabia dessa história de convite. Eu entendi que as pessoas teriam que se inscrever para participar e pronto. Mas a diversidade não esteve presente na entrevista que, ainda assim, considero histórica. Abraços, Marcelo Costa.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Ah, mas quer saber? Acho que você está mais que certa em reclamar e tomar a frente de uma entrevista só com blogueiras.
Não dá pra ficar esperando eles mudarem só com palavras, senão já teriam mudado.

Claudia disse...

Lola,

É verdade que alguns famosos colunistas de jornal são homens, mas as redações da chamada velha mídia tem mais mulher do que homem, pelo menos nos grandes jornais de São Paulo. Eu trabalhei 13 anos nessas redações de dois dos jornais de maior circulação do Brasil e essas redações foram e ainda são comandadas por mulheres. As chefes mulheres somam um número muito mais, há décadas. Eu fui uma dessas editoras e cedi meu lugar para outra mulher. Sempre tive chefes mulheres nas redações por onde passei e grandes mulheres. Como você é justa acredito que precisa lembrar que não é verdadeira a afirmação de que os jornais são fechados para as mulheres, de forma alguma. O que precisa mudar são as linhas editoriais já que as mulheres que comandam esses jornais são trabalhadoras exemplares que carregam o imenso fardo que é fechar jornais diários...

Cláudia

Tiago Azevedo de Aguiar disse...

Mas tem "panelinha" em todo lugar. No Colégio já havia "panelinha", na faculdade idem.

Na, empresa, na academia...

Ser humano, fazendo "Panelinhas" desde 3000 a.C.

=/

Defesa316 disse...

Lula concedeu uma entrevista a blogueiros que se classificam como “progressistas”. Entendo! Os “regressistas” não estavam presentes. Alguns desses amantes do progresso são, na prática, pagos por vocês, embora o patrão dos entrevistadores, para todos os efeitos, seja o entrevistado. Ainda que eu quisesse, creio que ele não falaria ao meu blog não-progressista. Ocorre que eu não quero. “Ah, tá com inveja!?” Exatamente de quê? Lula finge muito.
Blogueiros progressistas não têm leitores. Assim, a repercussão da entrevista fica por conta dos grandes portais, dos jornais.
(REINALDO AZEVEDO)

Sonia Amorim disse...

A questão principal no meu entendimento é que 5 ou 6 blogueiros da "comissão entrevistadora" fizeram parte da "comissão organizadora" do I Encontro de Blogueiros, que selecionou os entrevistadores, segundo o coordenador do Blog do Planalto. Ou seja: eles "escolheram a si mesmos", "se selecionaram"... e só comunicaram os demais 1 dia antes. Fizeram tudo em sigilo, ninguém pôde sequer participar na elaboração de perguntas e sugestão de temas, por exemplo... Falta de "cavalheirismo" e de mais algumas coisas... E quando protestamos, somos chamadas de "invejosas", "ciumentas"... e nos sugerem criar uma "Turma da Luluzinha" pra entrevistar Dilma. Esse povo tem moral pra criticar a "velha mídia", o serrismo e outras obscuridades? Eles vivem com a expressão "democratização da comunicação" na ponta da língua e fazem esse papelão? São pessoas respeitáveis, bons profissionais... mas nesse episódio mostraram seu lado "fominha". Lamentável!