sexta-feira, 5 de novembro de 2010

COISAS DESAGRADÁVEIS QUE VI NO AEROPORTO

Pois é, estive em Cumbica, Guarulhos, duas vezes em agosto, pra viagens muito rápidas por São Paulo (uma que valeu a pena, e outra que não). E vi duas coisas que me desagradaram. Não sei se você já viu, se nos outros aeroportos é assim também. Não se assuste que não é nada tão sério. Não é como se eu tivesse flagrado o Chico dizendo que ama outra fã.
A primeira: Lá estava eu perambulando, esperando o voo, quando vejo uma Kopenhagen. Entro só pra ver, porque os preços cobrados nessas chocolaterias de luxo sempre me fazem rir. (Ah é, um leitor que pelo jeito não me conhece muito bem disse que tenho “crenças de consumismo e luxúria”. Eu, consumista! Contei isso pra um outro leitor, e ele me apelidou de A Socialite Safadinha. Aham, define totalmente quem eu sou. Só acho estranho porque, até ontem, eu era comunista. Agora sou A Comunista Consumista. Pelo menos rima). Na vitrine da Kopenhagen tem uns biscoitos bonitinhos, tipo rosquinha coberta com chocolate, pra vender por quilo. Vejo o preço, em letras grandes: R$ 10,90. E penso: uau, até que não tá tão mal, se eu comprar 100 gramas custa 2 reais, cem gramas deve dar pra quantos biscoitos?, será que é bom?, será que eu compro mesmo?, eu realmente preciso disso?, e outras elocubrações mentais, porque a Socialite aqui pode ser Safadinha mas é meio pão dura, digo, economicamente responsável. Aí eu percebo em letras menorzinhas no mesmo cartaz, embaixo do R$ 10,90: 100 gramas. O quê?! Confesso que sou ingênua, e que se houvesse atendimento emergencial psiquiátrico no aeroporto eu teria sido levada dali rapidinho, por pensar que algum item por lá pudesse custar 2 reais. Mas 109 reais o quilo de um biscoito com cobertura de chocolate? É um biscoito, oras! Com todo o respeito aos biscoitos, eles são feitos com farinha. Uma fina camada de chocolate por cima não pode custar tanto! Se fosse cobertura de ouro em pó ficaria mais em conta, juro. Saí de lá rapidinho.
Da outra vez que estive no aeroporto voltei lá só pra conferir, porque, sei lá, vai que eles tivessem escrito o preço errado no cartaz. Não. Tava lá: R$ 10,90 por cem gramas.
A segunda coisa altamente desagradável: pertinho da chocolateria, havia uma placa do aeroporto. Dizia “Perdidos e Achados” e embaixo, em inglês, “Lost and Found”. É apenas o meu cérebro que dói ao ter que pensar em “Perdidos e Achados”? Não me interessa que seja a ordem lógica (primeiro a gente perde, depois alguém acha, claro), ou se em inglês se diz “Lost and Found”. Eu cresci ouvindo “Achados e Perdidos”. É muito pior do que se eu fosse forçada a falar “Molhados e Secos”, ou “Vinhos e Queijos”, porque quantas vezes eu já pronunciei essas duas categorias? Já Achados e Perdidos é toda hora. Imagine se os americanos tivessem que mudar a ordem da língua e passar a dizer “Found and Lost”? Acho que eles declarariam (mais uma) guerra!
Eu, como sou uma Socialite Safadinha Pacífica, proponho apenas uma passeata.

63 comentários:

Nathália. disse...

De fato, "lost and found" faz mais sentido, mas como estamos acostumados, continuemos "achados e perdidos".
Sobre os biscoitos... não tem nem como dizer que a farinha é importada, porque o dólar tá em baixa e os importados tão mais baratinhos, incluindo aí a farinha e o chocolate. Mas eu acho que você deveria ter entrado e perguntado se, caso você comprasse 1kg, a loja viria de brinde :p

Shiryu de Dragão disse...

O que tem de errado custar mais de 100 reais o quilo de um bicoito? Talvez ele tenha dado muito trabalho ao padeiro ou talvez tenha coisas nobres nele, como chocolate suiço ou algum tipo de grão que so aparece uma vez por ano....
Vc deveria respeitar o preço dos produtos. Depois vc nega que seja comunista e consumista! Vc gastou mais de 5000 reais na sua estante de livros. E pq um livro pode custar 200 reais e um doce nao pode?? Uma pena vc nao ter filhos. Seria otimo se vc tivesse uma patricinha mimada que pegasse seu cartao de credito escondido e gastasse tudo em roupas da Ellus e do Alexandre Herchovitch, pra vc aprender a dar valor pro trabalho dos outros. Sua egoísta!

Oliveira disse...

Por falar em aeroporto...

Para todos aqui que adoram se fingir de esquerda:

A vocês que querem igualdade para todos eu faço uma pergunta:

A esquerda vai querer, também, acabar com a primeira classe nos aviões e obrigar a quem pode pagar, a viajar com um gordo suarento 8.000km, apertado na classe executiva, ou econômica?

Juliana disse...

Lola, dei minha primeira gargalhada de hoje com vc e seus biscoitos feitos de farinha!

Acho que vc deveria ter seguido mesmo a sugestão da Nathália. A loja deve ser brinde mesmo! Eu tenho quase certeza!!

Ontem mesmo minha mãe me peguntou se aqui onde moramos tem essa loja. Não tem , acho, porque moro na região metropolitana do RJ e duvido que muita gente por aqui compre biscoitos tão caros. Minha mãe ficou de procurar a loja pra comprar sei lá qual chocolate. Vou contar sobre os biscoitos pra ela.

Alessandro R. C. disse...

uahauh parece que usaram tradutor online

E eu que nunca fui a aeroporto nem viajei de avião?

Mauricio disse...

Juliana, para a sua mãe:
http://www.kopenhagen.com.br/site/Lojas.aspx

Todos os endereços para Kopenhagen na cidade do Rio.

Quando eu era criança meu pai comprava para mim língua de gato desta loja.

São maravilhosos.

O preço é extorsivo.

Chocolates Suíços são mais baratos.

Joubert disse...

Trabalhei numa pizzaria na minha juventude e achava o preço absurdo também. Certo dia perguntei para o gerente porque era tão caro, pois os ingredientes colocados na pizza, todos, o custo não chegava a 1 real. Resposta do gerente: porque a pizza é muito gostosa!!!
Experimentaste as bolachas???

Serge Renine disse...

Aronovich:

Mais um fora do tópico, mas que sei que você adora digerir.

Link de artigo sobre problemas com obesidade.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0511201001.htm

cronicasurbanas disse...

Em compensação, às vezes pode pintar uma surpresa super agradável no aeroporto quando a gente menos espera... :)
Mônica
@madamemon

Cris disse...

Oi Lola, não sei se alguém já comentou (estou com preguiça de ler todos os comentários), mas perdidos e achados e como eles falam em Portugal... Vai ver foi um portguês que fez a placa hahaha

Guilherme Rambo disse...

Olha Lola, esse lance de custar caro não vejo o que tem de errado. A loja cobra o quanto achar que deve cobrar, compra quem quer (e pode), cada pessoa tem suas preferências. Por exemplo: eu gasto quase nada com roupas, pois não faço questão de vestir marcas famosas, no entanto como tenho paixão por informática e sou muito chato com a qualidade das coisas eu compro muitos produtos da Apple, que custam muito caro (especialmente aqui no Brasil), mas isso não quer dizer que eu seja rico, eu apenas economizo em outras áreas pra poder gastar naquilo que eu gosto e me faz sentir bem, vai de cada um...

Dirceu Barquette disse...

O lance do biscoito me faz lembrar quando meu pai dizia: "Qual o preço de um gosto?". Felizmente pra eles há quem compre!!!
Adorei: comunista e consumista não só rimam como também são uma recombinação das letras intermediárias. Outro dia descobri uma assim ao saber que cânhamo era o antigo nome da maconha.

Em tempo. Esse Oliveira é muito engraçado. Deveria haver espaço no blog para os comentários inúteis como os dele. :D

maiacat disse...

uhauhaha eu não tenho coragem também de comprar nada na kopenhagen. e olha q eu até pago a mais por uma barra suíça (uma vez a cada 10 anos gasto 10 reais numa barra daquelas), mas lá não dá.. e a nhá-benta, que é um dan top mais grandinho e custa uns 7 reais a UNIDADE? e quer saber? acho dan top mais gostoso. top bell tbm é bem bom huahua

Sammy disse...

Sempre aprendo aqui nos comentários. Eu não imaginava que cânhamo era um nome antigo para maconha. Genial, vou até procurar mais sobre isso.

Sobre chocolate, acho Kopenhagen caro demais. Geralmente compro da Cacau Show ou Brasil cacau, adoro os chocolates totalmente amargos.

Ok, as lojas cobram o quanto querem, porque com certeza tem gente que compra o tal biscoitinho. Mas não faz sentido ser tão caro. Bom, acho que eles vendem pouquíssimo, deve ser por isso q cobram tão caro.

Roseane, disse...

Sabes que gostei dos termos socialite safadinha e economicamente responsável?!
Eu também sempre me faço algumas perguntas quando não estou certa da compra ou do consumo. Mas sempre tem gente qe não entende e me chama de pão dura.
Pão dura nada sou economicamente e ecologicamente responsável.
Mas tenho pecados gulosos, às vezes pago caro por algumas delícias.
Bjks e bom findi!

Bruno Stern disse...

Lola,

o preço do produto inclui não está relaiocnado aos custos de produção, mas ao valor da grife kopenhagen.

Essa situação é possibilitada pelo fenômeno do fetichismo da mercadoria, onde a a mercadoria abaca tendo a determinação de seu valor descolada de seu processo produtivo e associada à sua imagem e seu poder de atração.

E esses preços são sustentáveis porque há quem paga por eles.

Mariana. disse...

Não gosto de ficar dando preço no produto ou serviço alheio, porque sei que não vou gostar quando eu me formar e tiver que advogar, um cliente vier falar assim 'mas tudo isso só por uma consultoria?" Sim, tudo isso.

Ninguém é obrigado a comprar, afinal. Livros e comida básica (arroz e feijão) devem ser economicamente democráticos, mas biscotinhos da Kopenhagen não.
Mas leve em conta que no aeroporto as coisas costumam ser bem mais caras. Aí, um dia, faça um agradinho pra você, lola, é tão bom. Não precisa ser sempre, só bem de vez em quando =)

Nhá benta é uma delícia indescritível, quase como petit gateou. De vez em quandinho, eu me faço esses agrados sem fazer cara feia pro preço (e olhem que sou pechincheira!), porque afinal, ninguém tá apontando uma arma na minha cabeça me obrigando a comprar nada.

PS: Eu faço pechincha não por falar assim: 'tal produto nem vale tudo isso'. não funciona.

Mariana. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Iseedeadpeople disse...

Não pago 10,90 por uns 3 biscoitinhos de chocolate nem fud***. Todo mundo me chama de pão dura tbm, e já discuti com muita gente por isso. Pessoas (especialmente mulheres) que precisam ter 30 pares de sapato, 40 bolsas e um batom de 180 reais da Lancome.

Acontece que graças a meu "pão-durismo" (que eu chamaria de bom senso) é que eu consegui comprar carro, apartamento e viajar pelo mundo ganhando menos de 8 salários mínimos por mês e tendo 1 filho adolescente sustentado apenas por mim. A classe média só reclama, reclama , mas adora gastar o $ em merda e depois nunca o tem para coisas essenciais!!!

=Maíra= disse...

Nossa, eu quase sempre prefiro a filosofia "don't feed the trolls", mas vou ser obrigada a comentar duas coisas que o tal Shiryu (tadinhos dos Cavaleiros...) falou:

"ou talvez tenha coisas nobres nele, como chocolate suiço" Meu amigo, atualmente eu moro na Suíça e, believe me, os chocolates aqui, em geral, não são caros.

"Seria otimo se vc tivesse uma patricinha mimada" Você só se esqueceu de que, pra alguém ser mimado/a, é necessário ter alguém que mime. Por tudo o que a Lola já mostrou aqui que ela e o marido pensam, a menina teria que fazer muuuuito esforço pra ser patricinha. E mimada, impossível.

Nossa, desta vez eu não resisti, Lola... BTW, ri demais do seu susto com o preço! Pra você ver como muitas vezes o produto é caro só por ser de uma determinada marca (e não por valer, nem de longe, aquela quantia). Beijos!

J.anquevitti disse...

Bem, na verdade um preço alto atrai clientes...eles gostam do status de comprar algo que muitos não podem.
É horrível, desonesto, mas é o que acontece...

Convenhamos, com certeza o quilo do biscoito não deve dar nem 20 reais né, e isso exagerando bastante...

E outra, eu acho que eu nunca consumi nada da kopenhagen...é bom ou é só marketing mesmo?

Abraços

Shiryu de Dragão disse...

Maíra vá estudar!
No Brasil produto importado tem imposto!!!
É claro que na Suiça o chocolate suiço é mais barato que o chocolate suiço vendido no Brasil.

E existe sim filhso de direita vindo de pais de esquerda, ou como vc acha que essa geração nossa está tao conservadora e retógrada??

Ah esqueci... vc está na Suiça..

Talita Medina disse...

Falando em chocolate, ontem meu namorado chegou em casa com uma barra de chocolate com leite e graos de cacao (www.firstflora.eu), MARAVILHOSO!
Quem deu foi um cara que faz aula de portugues com ele e trabalha nessa empresa. Parece que o chocolate é feito aqui mas com cacao da Bahia. Sério, derreteu na boca. Também acho a Kopenhagen megacara. Aqui na Italia, sò compro chocolate suiço Lindt que è o mais barato e o melhor na minha opiniao. Mais gostoso que os italianos que sao, sabe deus porque, mais caros. Quando pequena eu era louca pelo Nha Benta mas voltei a provar e nem achei tudo isso.
Enfim, vai ter sempre quem ache que 100 reais o kilo do chocolate vale a pena e ainda bem, pq se dependese de mim essas lojas iriam a falencia.

gustavotche disse...

Parabéns, Lola, pelo post.
Quanto ao biscoito, na verdade, o preço tem maior relação com o quanto as pessoas estão dispostas a pagar. Claro que as pessoas ficam mais dispostas quando a qualidade do produto é inigualável e quando a loja é luxuosa, como no caso da Kopenhagen.
Acho que essa história de que comunista, ou socialista, ou qq pessoa interessada com as causas sociais, de que antes de fazer qq coisa, elas devem compartilhar todos os seus bens com os pobres, isso é uma grande besteira. Nunca li em nenhum livro revolucionário e acho que não ajudaria, pelo menos a longo prazo, muita gente. O que ajuda sim é a pressão política, onde realmente existe poder de transformação. Na verdade assistencialismo é coisa de quem está com a consciência pesada.

Victor disse...

Se alguém dissesse "bebes e comes" eu nem entenderia direito. Ah, Lola, os preços em aeroportos são inacreditáveis. Querem assaltar o turista assim que ele chega, eu acho. "Somos simpáticos, fazemos tudo por vocês, até mudar nossas construções gramaticais mais consagradas, mas deixem-o-dinheiro!"

samya disse...

Na verdade Lola, quando você compra um biscoitinho desta marca, você não esta comprando so o biscoito, esta comprando acima de tudo a marca, depois esta comprando a qualidade dos produtos que são usados para fazê-lo e tenho quase certeza que não vai encontrar soja transgênica e gorduras trans como quase todos os nossos biscoitos e claro, esta comprando também o savoir faire.
Eu moro numa região cacaueira, eu não sei julgar se o chocolate que fabricam aqui do lado em Itacaré é realmente melhor que os outros. Eu não sou especialista, so posso dizer que não gosto, acho doce demais e alguns, amargos demais. Na fabrica de chocolate em Ilhéus os chocolatinhos custam uma pequena fortuna e eu particularmente prefiro o velho e bom chokito, mas isso porque não tenho paladar mesmo.
E como alguém ai disse nos comentarios, ninguém é obrigado a comprar não é mesmo? Eu faço a mesma coisa quando me pedem desconto pelo produto que estou vendendo, não é feira, eu tenho um produto e ele tem um preço estipulado por mim e pelo comércio local. Ta achando caro? Simples assim, procure outro mais barato, sempre tem, so não sei se a qualidade sera a mesma.
Abraços

Ághata disse...

Antes um 'gordo suarento' que um oliveira do lado. Proponho uma classe vermelha nos voos do aeroporto!

[Quanto ao seu questionamento idiota, Oliveira, gente que acha que os problemas não se resolvem só com seu dinheiro já entraram na justiça e estão conseguindo que os juízes obriguem as companhias a oferecerem mais espaço e cadeiras mais largas.]

Ághata disse...

"A classe média só reclama, reclama , mas adora gastar o $ em merda e depois nunca o tem para coisas essenciais!!!"

Exatamente, Iseededpeople!! Por isso que o Dragãozinho não pode vir reclamar do preço do imposto, de bolsa-família e que não dá pra pagar isso ou aquilo depois de torrar R$ 11 em biscoito da Kopenhage (pq ninguém torra 10,90 em biscoito e tem cara de pau de cobrar os 10 centavos de troco) e R$ 500 em calça Ellus.

Ághata disse...

J.anquevitti, vou ser sincera com você: muitas amigas minhas dizem que não sentem diferença do gosto do chocolate da Kopenhague para o da Cacau Show. Mas eu sinto... E Adoro os chocolates de lá (o problema é o preço).
Mas não se comparam aos chocolates finos de marcas internacionais, por exemplo.
Tanto que quando vc come demais (chocolate da Kopenhague), o gosto não é o mesmo dos primeiros pedaços.

Como alguém disse aí no meio dos comentários, o chocolate é caro porque tem gente que gosta de comprar um objeto caro, mostrar que compra algo caro, dar de presente algo caro pra alguém e tudo mais (capetalismo, capetalismo...)

Ághata disse...

Ah, Samya, concordo que tem produtos mais caros por causa da qualidade dos produtos. Acredito que alguns produtos de lá tenham uma qualidade muito boa, mas acho que o preço extrapola. Acho que vai além da boa qualidade (tanto que o preço costuma variar bastante e, dependendo da embalagem e do formato, o mesmo produto fica bem mais caro, como é o caso das rosinhas de chocolate)

Masegui disse...

Depois daquele post de ontem, que foi uma cacetada (já mandei o link para um monte de amigos), saiu um texto light, pra relaxar... ótimo!

Aliás, eu nem iam comentar, mas não resisto a tanta estupidez... lá vai:

Oliveira é um idiota, Shiryu também é um idiota e os dois, provavelmente, são a mesma pessoa. É muita idiotice junta, meu Deus!

E antes que "vocês" falem alguma bobagem, já antecipo minha resposta: "ai que meda!"

samya disse...

Sem duvida nenhuma Aghata (adoro o teu nome), por isso eu disse que se paga também pela marca. Olha um exemplo para mim claro é quando a marca de sorvetes hagen daz (como se escreve isso?) chegou no Brasil, custava uma fortuna, e as pessoas compravam, as vezes nem experimentavam outros sabores, iam no classico chocolate mesmo, mas eles compravam a marca, era chic dizer "Eu gosto muito do haagen daz". Tem gente que gosta fazer o que? E de qualquer maneira ninguém é obrigado a pactuar com isso, não é? Eu comia muito haagen daz na Europa, era o que tinha na mercearia do lado de casa e eu sou doida por sorvetes, sem contar que umas quadras pra frente tinha uma sorveteria da marca e acho que experimentei todos, aqui no Brasil eu como Kibon e adoro! Beijos

samya disse...

ta o troço mais sem virgula do mundo o comentario acima, sem contar que eu coloquei um "claro" fora do lugar. Estou quase quase analfabeta

Tanko disse...

Comparar Kopenhagen com Cacau Show... cada um com seus gostos, mas para mim é incomparável.

A Cacau Show já foi muito boa quando era pequena, com seus produtos artesanais e bombons gigantes. Hoje a pseudo-trufa deles é tipo uma bolinha recheada gordura com açúcar, e é isso que dá popularizar certas coisas. Preferia que o bombom continuasse o mesmo, custando um pouco mais...

Uma vez fiz um trabalhinho para uma editora independente alemã e ela sem ter como me pagar, mandou alguns tesouros, como um postal, canetas que aqui custariam uma fortuna e uma barrinha fina de chocolate suíço. Minha mãe teve medo que eu comesse pq era época de "terrorismo com Antrax", mas eu comi e olha... nunca provei nada tão delicioso.

Infelizmente eu só compro uma coisinha da Kopenhagen quando quero dar uma lembrancinha que todo mundo gosta, como as balas de leite ou língua de gato (que são as coisas menos caras de lá). Eu mesma fico anos sem comer algo de lá.

Um famoso podcaster postou foto de misto quente que comeu no aeroporto e lhe custou 11 reais. É a realidade do espaço supervalorizado do aeroporto.

Aliás, saudades de quando podíamos viajar de avião... se eu disser que foi no governo FHC, você ficaria chateada?

Bom, vamos passar mais uns anos não-comendo chocolates para poder viajar de avião de novo um dia.

Leila Silva disse...

Gente, quase morri de rir do comentário do Shoyu e do Pereira. Sério, será que eles fazem esforço, fizeram curso ou são idiotas assim de nascença?

Claro que é ridículo esse preço, eu também teria tido a mesma dúvida na frente da vitrine.

Abraço

Valmir Marques disse...

ja fez as contas de quanto custaria o litro da tinta que usam nos cartuchos das impressoras?
podem fazer; R$ 15.000,00, ou um pouco mais, o equivalente a 30 meses do trabalho de um operario...
se olhar quase todas as outras coisas que compramos vai achar situação semelhante..sabem pq é assim??? um executivo da volkswagen foi perguntado sobre o absurdo dos preços dos carros no Brasil e respondeu sem titubear..
"pq eles pagam"..e sabem pq eles pagam? digo eu..por medo de reclamar e alguem pensar que são pobres. Pequenos burgueses nativos são assim mesmo e ponto final.

Rafaela disse...

Lola,
você é a rainha, amada, musa dos trolls! Reparou que os primeiros comentários são sempre deles? É nisso que dá ser tão linda e vitaminada.
Kopenhagen em aeroporto sempre vende muito, acho que por causa do impulso, tédio, quando você compara com todas as lojas ao lado nem parece tão caro assim. Terça à noite eu estava voltando pra casa e não resisti, acabei entrando na kopenhagen no aeroporto de Brasília. Sempre que passo por lá tomo um expresso. E no shopping aqui em palmas também. O expresso tem um preço justo- R$3,20, um expresso excelente, com o copinho de água gasosa e pastilhinhas de chocolate. Considero um presente prá mim mensma, por aguentar o aeroporto, ou o shopping. E sempre tem gente comprando essas coisas mega-ultra caras, como os biscoitinhos, ou uma caixa de bombom de R$100.

mirtes disse...

gronômica), mas sempre me preocupei com a Língua Pátria.

Um beijo

Jairo(a conta é da Mirtes)

mirtes disse...

Desculpe-me Lola! Saiu só a parte final do texto. Vou tentar reproduzi-lo.
Amo voce e seu blog.Invejo seu civismo(inscrever-se para mesária nas eleições! Como vc, tambem sou Prof. univ. e me horroriso com barbarismos!! Não suporto o sufixo "eria", em vez de "aria"! Chocolateria é pior que o preço do biscoito! Não me leve a mal!
Beijo
Jairo

bibi move disse...

lola, o dia em q a gente se encontrar vou te levar um, mas só um cookie de rum da kopenhagen.
Você vai se transformar de responsável à safadinha em uma mordida!

SAo bons de mais!!
e eu já tentei achar receitar semelhantes na internet, mas até hoje...necas.

Victor disse...

Não sei se meu paladar é pouco refinado, mas não curto o gosto desses produtos mais caros, como Pringles ou Häagen-Dazs. Sei lá, acho um pouco demais... Na hora de comer, prefiro o mais simples e brato possível, e dá pra encontrar coisas gostosas com as duas características.

Sou economicamente responsável (RSRSRS) como a Lola, mas confesso que, quando olho vitrines, fico sonhando em comprar roupas de marcas mais caras. É um reflexo! Eu NUNCA compro - porque não tenho coragem de pagar 70 reais numa blusa, por exemplo, se posso pagar 20. E não é por falta de dinheiro, é por consciência mesmo... Um dia, se eu tiver dinheiro sobrando, quem sabe.

Amanda disse...

Quando eu era mais nova sempre comprava o mousse de chocolate dessa loja, era maravilhoso! E nem era tão caro, uns 3 reais, se não me engano! Hoje em dia o preço ja deve estar mais salgado...

Iseedeadpeople disse...

Lola,
me lembrei de uma história que aconteceu comigo há uns 2 meses.

Eu fui no Salvador Shopping comprar lentes de contato. Comprei, faltava 10 minutos p shopping fechar,qdo vi uma loja da Amor aos Pedaços. Sempre ouvi falar deles, mas nunca tinha experimentado nada.

Entrei na lojinha. Vi tortas lindas e a vendedora, muito solícita, foi me dando pedacinhos p provar. Aí cometi a besteira de provar uma torta de maracujá com morango... pra quê! A torta mais gostosa q já provei na vida! Perguntei o valor, ela me disse, achei caro, mas era o preço de 1 kilo e eu só queria um pedaço, então não iria sair muito caro...
Ela colocou um pedaço (desse tamanho q vende em docerias), embrulhou e qdo eu fui pagar no caixa, quase desmaio:
- Vinte e nove reais, senhora.
- Nove reais? - perguntei, já achando um absurdo!!!
- não senhora, vin-te e no-ve!
- O quê???? Tem ouro dentro???

Conclusão: o sabor daquela maravilha ainda estava na minha boca e acabei levando (tbm tive vergonha de desistir, depois da moça ter embrulhado e tudo).

Fiquem longe da Amor aos Pedaços. Me arrependo até hoje, foi 1 vez na vida pra NUNCA mais!!!

lola aronovich disse...

VINTE E NOVE REAIS por um pedaço de torta, Iseedeadpeople? Não posso acreditar! Ah, eu não levava não! R$ 29 pra mim é preço de uma torta INTEIRA, não de um pedaço. Eu hein? Que horror! Olha, já comprei pedaço de torta em doceria cara. Mas o que eu faço é ficar bem pertinho da atendente. Aí ela pergunta: "Assim tá bom?", e eu sempre respondo: "Menor, por favor". Sempre é uma lasquinha, no máximo 100 gramas (e ainda não vi uma torta custar 300 reais o quilo, mas deve existir), e acaba saindo por uns 5 reais, se tanto. Ah, e nunca é pra viagem, é pra comer lá mesmo. Mon dieu, fiquei impressionada com essa história!

Gente, tô escrevendo um post pra hoje, mas estou muito dispersar, como vcs podem ver...

Luna disse...

Vinte e nove reais?
Céus, aqui tem uma doceria com ar de chique na minha cidade que os doces são caros e até minha amiga que é de classe média alta e tal reconhece. Ela diz que é caro e vale cada centavo (e vale mesmo).

Mas lá uma torta INTEIRA é vinte e oito reais, sem brincadeira! Gente, quando mais vejo coisas do tipo, eu me convenço que há algo de muito errado na humanidade...

Gente estranha...

Dirceu Barquette disse...

A loja virou Terror aos Pedaços...

Vil Imundo disse...

"Vocês de esquerda" querem NOS tirar o SAGRADO direito de pagar 100 reais o quilo da mistura de leite, manteiga, farinha, açúcar, baunilha e chocolate que é vendida com nome grafado em língua nórdica, como se isso fizesse o produto ficar louro e de olhos azuis...
Vocês de esquerda não apenas pensam, como refletem, questionam e reclamam. Quem VOCÊS de esquerda, acham que são?
Vocês de esquerda são umas bestas sem DEUS, sem PÁTRIA e sem FAMÍLIA.
Vocês de esquerda elegeram uma mulher, e este bicho sangra e gesta a vida. VOCÊS de esquerda não se calam ao PAPA e não entendem que, se a loja tem nome em nórdico, isso lhe dá o direito de cobrar 5 vezes mais do que se fosse grafado em português?
Quer saber? Vocês de esquerda, vão para Copenhague, paguem 30 reais o quilo de verdadeiros biscoitos dinamarqueses e se divirtam, seus socialistas de "lort", que é a mesma merda de de sempre, mas, como é em dinamarquês, vale muito mais!

Luna disse...

/\

Isso foi tão engraçado que eu acho que é puro sarcasmo. Espero que eu não esteja errada.

Loy disse...

tem algo muito errado no mundo quando 200 faz diferença para uma familia comer ou não comer e lojas cobram 100 reais o quilo de biscoitinho ou 29,90 um pedaço de torta.

Dirceu Barquette disse...

Esse "Vil" é outra comédia que merece ser coroado!!! ruaruaruaruarua
O que você espera? Que aplaudamos sua opinião como que viesse de um brilhante pensador?
Se tudo que diz é verdade posso concluir que é de direita, rico de berço e pede a benção ao PAPA. Deve ser católico fervoroso e toda semana após a confissão fica livre dos pecados carnais. Aliás, se não estou enganado a Bíblia prega o amor ao próximo. Por que não pratica o que prega? Está acima da palavra cristã? Será que está disposto a assumir as contradições de sua existência e juntar-se a nós, pobres mortais, na troca saudável de vivências? Por que não se apresenta a nós como a maioria que participa do blog? O que teme?

Pedro Joffly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Joffly disse...

A direita é tão bizarra que às vezes eu acho que eles tão tirando com a minha cara.

Vil Imundo disse...

Dirceu Barquette não sou de direita não. É que acho os argumentos direitistas tão toscos que, como não sei falar jumentês para esta gente, faço pilhéria com o nível dos argumentos deles...
=]

Dirceu Barquette disse...

Entendi, Vil Imundo! Só não vi sentido... Este existe?

Satya disse...

Ai, concordo que a loja é um roubo mas são os biscoitos mais gostosos que eu já comi.

Nane disse...

Olá Lola,

A Amor aos Pedaços é cara, mas vale muito a pena. Os bolos de lá são maravilhosos, são frescos (não de frescura rs). Nunca comi bolo duro, com gosto de feito há vários dias. Vale cada centavo, pq vc sabe que ali o preço justifica a qualidade. Sim, eu sou apaixonada pelos bolos de lá.
Ah hj eu comi um pedaço lá e vi que o preço de 100 gramas é R$ 7,50, ou seja, a moça que pagou R$ 29,00 levou quase 400 gramas de bolo. Assim não é um pedacinho, vai rs

Eu passei pra vc o link do site no twitter mas não sei se vc viu, então vou deixar aqui de novo:

http://www.amoraospedacos.com.br/

Bjs

Vivien Morgato : disse...

Comunista Consumista Safadinha é uó...hahhahahahahahah.....
Meu ex marido gosta de comprar chocolates de coisas por lá:veja,asepareção faz surgir outra pessoa,um outro ser..porque enquanto era meu marido, ele ria daquela merda.

Júlio César Vanelis disse...

Pelo que vi, acho que q Socialite Safadinha é mesmo muito sovina para pagar por um biscoito cujo 80% do preço é o valor da marca... É isso que eles estão vendendo, a marca, a farinha e o chocolate são o de menos... Se eles vendessem um biscoitinho de água e sal com gosto horroroso, eles iam conseguir vender assim mesmo.

=Maíra= disse...

Nossa, Shiryu, obrigada por me tirar das trevas da ignorância! Então quer dizer que os preços da Kopenhagen não são abusivos (http://comacomosolhos.com/category/kopenhagen) e que, em última análise, não existe supervalorização de preço em nenhuma marca, especialmente se for voltada para as classes A e B (http://www.kopenhagen.com.br/site/franquias/). Eles são abusivos porque... a Kopenhagen importa chocolate da Suíça a um imposto de tipo 500% (no mínimo, mesmo considerando que a empresa ainda tem que lucrar com o produto, claro).

Quanto à segunda parte da respostam decida-se meu amigo: patricinha, mimada ou de direita? Porque, lamento informá-lo, mas, por mais que as três coisas possam andar juntas, nem sempre isso ocorre. [É, Lola, pior do que te desejar uma filha patricinha, é te desejar uma filha de direita!]

Iseedeadpeople disse...

Nane,

talvez o pedaço da torta da AOP seja maior do que eu lembro agora... mas me pareceu um pedacico de nada, creio q por a massa ser bastante leve e molhadinha, com pedacinhos de morango e...chega! Não quero mais me lembrar da mer** q fiz!!!!!!

Nathália. disse...

Vou piratear biscoitos da tal loja cara. A mesma aparência, o mesmo sabor, e seu bolso ainda continuará cheio.
Alguém se interessa?
:p

Ághata disse...

Samya, seu nome é mto bonito tbm! Obrigada.

Vil Imundo, você quase me enganou, mas pela linguagem, dava pra ver que era ironia e sarcasmo, mesmo!! XD

Olha, Amor aos Pedaços... É, admito que tem algumas tortas lá que são boas, mas tem umas que não valem muito não... É uma daquelas lojas caras que tem de saber escolher pra pegar algo realmente bom.


...mas sabe algo que me dá agonia também? Pagar muito pouco por algo... Fico com a impressão que o troço foi feito com trabalho escravo ou coisa assim (embora tenha produtos caros que tenham sido fabricados com trabalho escravo, enfim).
Já encontrei uma sorveteria pequena em Recife cuja bola era 25 centavos, fiquei super chocada com o preço, olhando confusa pra loja "Como assim?? 25 centavos, moça??" falei num tom tão surpreso que as minhas amiguinhas (umas pestes) ficaram me zoando "É porque é feito com água de canal!!".

Bruno Bertelli disse...

Sobre os biscoitos da KOPENHAGEN, vai la e experimenta um e depois você me diz se não vale a pena o preço, são diferenciados e duvido que você encontre algo pelo menos parecido com os biscoitos e chocolates que eles vendem, no minimo você deve estar acostumada a comer doces o bombons da CACAU SHOW.